Page 1

EDIÇÃO FIM DE SEMANA SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018 - ANO 82 Nº 454

DIÁRIO DA MANHÃ diariodamanha.com

DESDE 1935 NOSSO COMPROMISSO DIÁRIO É COM VOCÊ

Foto Matheus Moraes/ Diário

HOMICÍDIO

Vítima é estrangulada com fio de energia Brigada Militar encontrou o corpo escondido sob o assoalho da casa do acusado. | Pág 15

AGRODIÁRIO

O mesmo clima, diferentes efeitos A previsão de chuvas acima da média preocupa triticultores, enquanto que para o milho o comportamento climático tem sido satisfatório. | Pág 12

ONDA VERDE?

O anda e para nas ruas Inevitáveis para o controle e segurança no trânsito em uma cidade com mais de 125 mil veículos, as sinaleiras exigem paciência dos motoristas, sendo que a fluidez é prejudicada quando logo após um sinal verde, um vermelho exige nova parada. Prefeitura alega que a prioridade da“onda verde” é a Avenida Brasil. | Págs 4 e 5

Foto Arquivo/ Victória Holzbach

O caminhar da fé

A oração é o que move quase 200 mil pessoas que devem participar da 38ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida, em Passo Fundo. | Págs 8 e 9


2 radar

por REDAÇÃO DM redacao@diariodamanha.com

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018

Se você tem um smartphone e um aplicativo de QR Code instalado, posicione o leitor destaimagem e tenha acesso direto ao nosso site!

COLUNA ESPIRÍTA

As crianças e o Reino dos Céus

P.C.

Email para dúvidas, esclarecimento, sugestões etc. : colunaespiritacoluna@gmail.com

Pediatria do HSVP comemora o Dia da Criança O sorriso fácil, a diversão, a leveza. Ser criança é mágico. Na Pediatria do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, essa energia está pelos corredores coloridos, brinquedos espalhados, som das risadas e conversa dos pequenos. É porque, mesmo passando por um momento de fragilidade da saúde, a instituição entende a importância do ser criança e do brincar. Por isso, na tarde da quinta-feira (11), crianças e famílias se reuniram no Hall da Pediatria para celebrar do Dia da Criança. Organizada pela equipe da Pediatria e Espaço Lúdico de Atendimento Pedagógico às Crianças Hospitalizadas, projeto desenvolvido em parceria com a Universidade de Passo Fundo, a festa contou com pintura de rosto realizada pela equipe da Tripularte, equipe da Agitt Show Bar e voluntários. Foto: divulgação/ HSVP/Caroline Silvestro

“Bem-aventurados os pobres de espírito, pois que o reino dos céus lhes pertence” (Mt 5:3). Ele (o Cristo) toma uma criança como tipo da simplicidade de coração e diz: “Será o maior no reino dos céus aquele que se humilhar e se fizer pequeno como uma criança, isto é, que nenhuma pretensão alimentar à superioridade ou à infalibilidade (Livro dos Espíritos). Nestas citações, o que merece destaque é a intenção de Kardec em esclarecer sobre a importância da humildade e da simplicidade, daí a referência às crianças. É vasto na literatura espiritista o exemplo de Espíritos iluminados no plano espiritual os quais pouco ou nenhum destaque tiveram em suas vivências terrenas, mas foram caridosos anônimos! Por outro lado, sempre há algumas grandes celebridades mundanas que muito têm ainda a crescer e a evoluir em valores éticos e morais, eis por que retornam à Pátria Espiritual de “mãos vazias”. A verdadeira grandeza que um espírito pode ter está no cultivo de virtudes as quais, postas em prática, lhe acompanharão em sua imortal trajetória, diferentemente do maior patrimônio material que possuir na Terra e que aqui ficará. Em dia dedicado às crianças, lembro que a Sétima Arte (o cinema) muito tem explorado esta condição de pureza: é o pequeno Buda com seus ensinamentos, é o menino do pijama listrado (criança judia aprisionada e um campo de concentração) que dialoga às escondidas com o filho do militar comandante do local, a criança negra que inocentemente veste roupas da Ku Klux Kan e brinca com o filho do fazendeiro em “Somos todos iguais”, aquelas dos passeios de bicicleta com o ET e tantas outras histórias que nos brindam com a lição do Mestre: de que a felicidade será daqueles cuja pobreza de espírito (tal qual uma criança) seja uma motivação para o encontro em Deus, pois lá está a verdadeira riqueza!

A tarde de brincadeiras foi promovida com o intuito de celebrar, amenizar o sofrimento, humanizar o tratamento e deixar fluir o “ser criança” dos pacientes.

Educação financeira com famílias do CRAS O Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, vinculado à Secretaria de Cidadania e Assistência Social da Prefeitura de Passo Fundo vai começar um trabalho de educação financeira com as famílias atendidas. Futuro na Mão: dando um jeito na vida financeira é o nome do programa que será trabalhado e sobre o qual o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) promoveu uma capacitação para os profissionais que atuam nos CRAS. O programa terá como foco especial as famílias beneficiárias do Bolsa Família. Atualmente no Brasil 44 milhões de pessoas recebem o benefício de transferência de renda, sendo que 90% das famílias beneficiárias têm a mulher como responsável pelo núcleo familiar, em média, formada por 3 pessoas. O programa de educação financeira Futuro na mão objetiva fornecer informações, conteúdos e ferramentas para auxiliar as mulheres na gestão do seu orçamento, para que possam tomar decisões financeiras com mais autonomia.

UniverCidade Educadora Os diretores da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócio (Acisa) de Passo Fundo receberam, nessa semana, o professor do curso de Ciência da Computação e do Mestrado em Computação Aplicada, da Universidade de Passo Fundo (UPF), Roberto Rabello, que fez uma apresentação do programa UniverCidade Educadora, a fim de firmar uma parceria com a entidade para auxílio na realização dos projetos e pesquisas. Segundo ele, o programa tem três projetos de extensão em desenvolvimento, entre eles, o chamado Cidades Inteligentes, que busca pensar e desenvolver soluções para as cidades, sempre voltadas para a sustentabilidade, a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas. “Estamos buscando estender isso para além das fronteiras da universidade, ou seja, que não fique encapsulado somente lá dentro, mas, sim, que tenham uma interação maior com a cidade e com as entidades, por isso viemos buscar a parceria da Acisa”, explicou. O presidente da Acisa, Evandro Silva, disse que a atividade é de grande importância para o município, pois é necessário desenvolver ações que diminuam os impactos ambientais, ofereçam mobilidade urbana e garantam mais acessibilidade para toda a população. FUNDADOR Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979) PRESIDENTES-EMÉRITOS Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003)

Serviços no feriado BANCOS, CORREIOS, POSTOS DE SAÚDE E MERCADOS estarão todos fechados nesta sexta-feira.

O TRANSPORTE PÚBLICO circula com horário de domingo na sexta-feira.

No COMÉRCIO, lojas varejistas vinculadas ao Sindilojas ficam fechadas no dia 12, quando somente o comércio próprio, sem ligação sindical podem abrir, mas sem a atuação de funcionários. No sábado o horário volta ao normal. O BELLA CITTÀ SHOPPING terá horários especiais para o feriado dessa sexta-feira (12). A praça de alimentação e lazer abre das 11h às 22h, enquanto as lojas têm abertura facultativa. As que optarem por abrir, funcionarão das 14h às 20h. O BOURBON volta a atender no sábado. COLETA DE LIXO não será feita na região central, somente nos bairros na sexta-feira.

PRESIDENTE Janesca Maria Martins Pinto

DIRETORA COMERCIAL: Eliane Maria De Bortoli

VICE-PRESIDENTE Ilânia Pretto Martins Pinto

EDITOR: Édson Coltz - RP 17.059

DIRETOR EXECUTIVO Túlio Pretto Martins Pinto

EDITORA GERAL: Nadja Hartmann www.diariodamanha.com


por DANIEL ROHRIG politica@diariodamanha.com

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE 0UTUBRO DE 2018

política 3

Apesar de problemas com a biometria, votação no 2º turno deve ser mais rápida ELEIÇÕES

P

roblemas com a identificação biométrica de eleitores foram as principais ocorrências que predominaram ao longo do primeiro turno de votação em Passo Fundo – e em todo o Rio Grande do Sul – conforme a Justiça Eleitoral do município. Além do banco de dados do TSE, foram importados dados do Instituto Geral de Perícias (IGP) para facilitar a identificação do eleitor gaúcho na hora de votar. Contudo, apesar da intenção de proporcionar celeridade no processo, algumas filas se formaram devido ao protocolo de leitura biométrica que deve ser aplicado, obrigatoriamente, e prevê o teste da digital de cada eleitor ao menos quatro vezes, para assim poder liberar o cidadão para votar. A juíza da 33ª Zona Eleitoral, Ana Paula Caimi, esclarece que o treinamento aos mesários é suficiente e que a lentidão relatada ocorreu justamente pelas práticas adotadas para garantir total segurança na hora de votar. “Os mesários receberam treinamentos e estavam aptos a operarem. Mas o que não se esperava era o volume de vezes em que a aplicação do protocolo de identificação precisou ser utilizada, o que naturalmente leva um tempo maior. Então, o carregamento das mídias na urna leva em conta o banco de dados do TSE e também do IGP, teoricamente para ajudar na identificação do eleitor”, explica a magistrada. No primeiro turno, o eleitor precisou informar o voto seis vezes – para deputado federal, deputado estadual, duas vezes para senador, para governador e presidente da República. Situação diferente da prevista para o segundo turno, em que apenas dois votos serão registrados na urna para cada eleitor. “Nós esperamos que tudo flua com maior rapidez neste segundo turno, pois são apenas dois votos que o eleitor fará na urna. Então, apesar de ter de seguir o protocolo de identificação que é padrão, o eleitor vai demorar menos para concluir a votação. No restante, as regras e a configuração de todo o sistema permanece o mesmo defino pelo TSE”, explica Ana. PASSO A PASSO DA IDENTIFICAÇÃO BIOMÉTRICA De acordo com o Manual do Mesário, os dedos com os quais o eleitor pode ser identificado são os polegares e os indicadores das duas mãos. O presidente da Mesa deve mostrar ao eleitor a imagem

Foto reprodução Manual do Mesário/TSE

Justiça Eleitoral esclarece relatos de problemas com identificação biométrica e tranquiliza eleitores sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas

Justiça Eleitoral orienta que identificação biométrica seja tentada por quatro vezes antes de liberar eleitor para votar pelo ano de nascimento

de posicionamento do dedo polegar ou do indicador no sensor biométrico. Portanto, tanto no primeiro quanto no segundo turno, eleitores com ou sem biometria, necessitaram passar pelo procedimento para a identificação. Este procedimento, em caso da não-leitura da digital, pode demorar um pouco e refletir em filas ao longo do dia, principalmente nos horários de pico. O Manual também orienta que a digital pode não ser reconhecida caso o eleitor demorar mais de 15 segundos sem posicionar o dedo no sensor. Se não houver identificação do eleitor por meio da biometria após a última tentativa, o presidente deve conferir se o número do título digitado no terminal do mesário corresponde à identificação do eleitor. Depois de confirmada a identidade do eleitor, o presidente da mesa deve perguntar a ele o ano de nascimento para digitá-lo no terminal do mesário. Se o ano informado corresponder ao cadastrado na urna, o eleitor é habilitado a votar. Esta conduta é registrada em ata, tantas vezes forem necessárias a sua realização. Se não houver identificação do eleitor após o procedimento de habilitação com o ano de nascimento, o presidente da mesa deve orientar o eleitor a procurar o cartório eleitoral. O eleitor pode retornar até as 17 horas para realizar nova tentativa. OUTRAS SITUAÇÕES Em meio a enxurrada de postagens nas redes sociais sobre supostas ocorrências de que a urna não mostrava o candidato ao inserir o respectivo número, a juíza eleitoral, Ana Paula Caimi, relata que foram recebidas ocorrências de alguns casos que, ao digitar o número de determinado candidato, a foto do postulante não aparecia na urna. Sobre esta situação, a orientação da Justiça Eleitoral é de que o eleitor vote e aguarde alguns instantes para que o sistema do equipamento processe o comando inserido – no caso, o número – para assim, teclar “confir-

ma” e concluir o voto. “Se o eleitor votar muito rápido, o sistema da urna leva alguns poucos segundos para processar, então nós

orientamos que todos façam sua votação com calma, que não há como o candidato escolhido não aparecer”, explica.


4 cidade

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018

Falta de sincronismo “Arranca e para” no trânsito é registrado em ruas transversais da Avenida Brasil diariamente. O Diário traz explicações sobre um Fotos: Matheus Moraes / Diário

Sentido PETRÓPOLIS BOQUEIRÃO Trajeto em dia de semana Horário: 15h Velocidade média:

50 km/h

(limite permitido no perímetro urbano)

Tempo total percorrido:

por MATHEUS MORAES matheus@diariodamanha.com

20 min

A

Tempo parado em semáforos:

5 min e 8 seg 7 Semáforos com parada no total

PETRÓPOLIS

Em três semáforos seguidos nas ruas transversais à Avenida Brasil é comum não conseguir avançar em todos com sinal aberto

viva dessa realidade no trânsito. Segundo ele, não existe fluidez nas ruas transversais da Avenida Brasil, como o caso da Rua Bento Gonçalves, Avenida Sete de Setembro, Rua Coronel Chicuta, entre outras, sobretudo na região central. “É um problema diário. Como a gente anda muito na cidade, de um lado para o outro, percebemos essa situação. Geralmente liberam a Brasil, mas no caso da Bento, quando chega na esquina com a Morom, já tranca de novo. A Chicuta é a mesma coisa. Na Chicuta, você passa pela Independência, quando chega na Morom, o sinal fecha. Dependendo da situação, conseguimos passar a Morom, mas já fecha na Brasil. Em horário de pico é muito mais complicado”, reclama.

FLUIDEZ NA AV. BRASIL X ATRASO NAS TRANSVERSAIS A questão tem respostas da Secretaria de Segurança Pública, que cuida do planejamento do tema na cidade. De acordo com o secretário João Darci Gonçalves da Rosa, existe um sincronismo padrão com prioridade à Avenida Brasil, principal via da cidade, além das suas paralelas, como Paissandú, Uruguai, Morom. Segundo ele, nos cruzamentos das vias transversais com maior movimento, em ordem, Avenida Sete de Setembro, Rua Coronel Chicuta, Rua Benjamin Constant, Rua Fagundes dos Reis e Rua Bento Gonçalves, não possuem total sincronização porque atende à demanda de fluidez da Avenida Brasil. “Nós buscamos a sincronização da Avenida Brasil. Não conseguimos efetuar a sincronização atendendo os cruzamentos dela, porque é muita passagem de veículos. Nós tivemos que fazer um sincronismo atendendo determinado sentido da Avenida, em determinados horários, com bom resultado. No outro sentido, o sincronismo aca-

ba não sendo tão efetivo para não dar aperto nesses cruzamentos com outras ruas”, explica. Atualmente, a Avenida Brasil, no sentido Centro ao Boqueirão, recebe a passagem de 16 mil veículos diários. O quantitativo é quase o mesmo das ruas transversais na região central, o que indica o problema. “A Brasil é a que mais tem passagem de veículos na cidade. As demais ruas transversais, em sequência, têm passagem quase que semelhante a uma das vias da Brasil. Por isso que existe esse acúmulo de veículos que muitas vezes não se consegue conciliar o tempo todo. Em via de regra, a Chicuta, a Sete, a Bento, o semáforo tem que atender. Claro que não vai ter um sincronismo total, mas não se pode andar uma quadra e parar na próxima. Se acontece isso, algo está errado. Tem que haver um sincronismo mínimo”, declara o secretário. SEMÁFORO COMO PREFERÊNCIA AO PEDESTRE O Coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Mobilidade Urbana (NEPMOUR) da Imed,

Arte: Henrique Peter / Diário - Apuração: Matheus Moraes / Diário

frota de mais de 125 mil veículos cadastrados em Passo Fundo, de acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran/RS), além de cerca de 20 mil veículos considerados flutuantes, de municípios da região que utilizam serviços diários da maior cidade do Norte do Estado, faz com que o fluxo seja intenso no município. Mas outra questão chama atenção dos motoristas que trafegam diariamente pelas principais ruas e acessos da cidade: a sincronia dos semáforos e a continuidade do fluxo na região central. O assunto está na pauta dos motoristas há anos. Em temporadas anteriores, já se comentava sobre a “onda verde”, em que o trânsito apresentaria fluidez em uma via de grande extensão com semáforos todos abertos até determinado tempo. No entanto, a realidade ainda está longe do que se projetava. Na prática, quem sente dificuldade em se locomover de veículo pela região central percebe o arranca e para em razão da falta de sincronia de semáforos em algumas vias, sobretudo nas transversais da Avenida Brasil. O funcionário público João Roberto Vaz dos Santos é a prova

8º semáforo | 50 seg. 10º semáforo | 49 seg. 12º semáforo | 49 seg. 13º semáforo | 52 seg. 16º semáforo | 49 seg. 17º semáforo | 55 seg. 19º semáforo | 48 seg. BOQUEIRÃO

professor Alcindo Neckel, defende que a sincronia até pode ser ajustada, mas que a prioridade deve ser o fluxo da via principal. Segundo ele, a solução seria realizar um estudo maior para entender o problema de casos de falta de sincronia nas ruas transversais. Além disso, o professor cita que o semáforo tem por objetivo parar veículos para que pedestres possam passar. Portanto, em caso de deixar a via mais rápida e intensa com “onda verde”, poderia prejudicar o pedestre. “De repente necessitaria de estudo de mobilidade urbana maior em relação a sincro-


cidade 5

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE 0UTUBRO DE 2018

que atrapalha a fluidez problema recorrente que surge de uma necessidade de oferecer fluxo à via mais movimentada da cidade Sentido BOQUEIRÃO PETRÓPOLIS Trajeto em dia de semana Horário: 13h Velocidade média:

50 km/h

(limite permitido no perímetro urbano)

Tempo total percorrido:

22 min

Tempo parado em semáforos:

8 min e 9 seg 8 Semáforos com parada no total

BOQUEIRÃO

1º semáforo | 31 seg. 4º semáforo | 21 seg. 6º semáforo | 54 seg. 7º semáforo 60seg. / 65seg. / 60s. (abriu e fechou três vezes)

11º semáforo | 68 seg. 14º semáforo | 61 seg. 15º semáforo | 50 seg.

PETRÓPOLIS

nia. Nós temos uma quantidade grande de veículos e isso se torna um problema. Teria que achar uma solução para normalizar o fluxo, mas temos que lembrar que a sinaleira existe para os carros pararem e pedestres pararem. Com uma via com mais velocidade em relação ao fluxo, o pedestre pagaria por isso, porque teria

pouca oportunidade de realizar a travessia”, argumenta Neckel. O TEMPO NO TRÂNSITO NA PRÁTICA O Diário da Manhã foi conferir na prática a sincronização dos 20 semáforos da Avenida Brasil de ponta a ponta, em um horário de pico e outro menos movimentado. Desde o bairro Boqueirão até o bairro Petrópolis, vice-versa. Numa velocidade média de 50 km/h, no sentido Boqueirão a Petrópolis, às 13h, no horário de pico da região central, o veículo da reportagem parou em oito semáforos, sendo que em duas oportunidades, parou três vezes numa sequência de três semáforos. No total, foram 8 minutos e 9 segundos parados num total de 22

A Brasil é a que mais tem passagem de veículos na cidade. As demais ruas transversais, em sequência, têm passagem quase que semelhante a uma das vias da Brasil. Por isso que existe esse acúmulo de veículos que muitas vezes não se consegue conciliar o tempo todo

8º semáforo | 65 seg.

Movimento de veículos é intenso nas ruas transversais e paralelas da Avenida Brasil, sobretudo em horário de pico

João Darci Gonçalves da Rosa

Secretário de Segurança Pública

minutos de percurso. Por outro lado, no sentido Petrópolis ao Boqueirão, em horário mais tranquilo, às 15h, o veículo parou em sinal vermelho em sete oportunidades, com um tempo total parado em semáforos de 5 minutos e 8 segundos. Dos sete semáforos fechados, em dois casos houve falta de continuidade de sincronia, com duas paradas em sinaleiras em sequência. Em outras situações, o veículo parou de duas em duas sinaleiras. No total, entre ida e volta, o motorista perde cerca de 40 minutos para ir e voltar de toda a extensão da Avenida Brasil. Para estabelecer um comparativo, o tempo total é o equivalente a ir até municípios mais próximos, como Ernestina, a cerca de 30 quilômetros de distân-

cia, e Marau, também a cerca de 30 quilômetros, numa velocidade média de 80 km/h. Claro que, além dos semáforos, há de se considerar o tempo de parada no trânsito em razão de congestionamento (em algumas oportunidades), lombadas eletrônicas, casos de fila dupla etc.

REPORTAGEM EM VÍDEO Você pode conferir uma reportagem em vídeo que demonstra a falta de sincronismo em ruas transversais à Avenida Brasil e também o tempo de espera em sinaleiras da via mais movimentada da cidade. Confira em facebook.com/ redediariodamanha e também no diariodamanha.com


6 cidade

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018

Lions Integração recebe novos associados na festa de 29 anos

Por segurança no trânsito

Foto Divulgação

Reclamando da sinalização em vias do bairro, a Associação de Moradores da Annes organizou um protesto nas ruas Carolina Vergueiro e Silva Jardim. Com o bloqueio do trânsito, promovido na quarta-feira (10), o grupo pediu melhorias na sinalização, com a instalação de lombadas e tachões. Segundo os moradores, a região registra colisões e atropelamentos constantes. Eles reivindicam mais atenção do poder

CªL Amiris Busato com os afilhados Alan e Vanessa.

Busato fazer a entrega dos distintivos aos novos associados. No decorrer da reunião festiva, a CªL Soluete Oliveira da Silva proferiu a instrução leonística, abordando tema relacionado aos 29 anos de existência do Lions Integração. Atuaram também na assembleia de aniversário e admissão de novos associados o diretor social Ernesto Luiz Cardoso de Aguiar e o diretor animador Paulo Tomm. Após a assembleia e o jantar festivo, um baile animou a noite. O evento foi enriquecido pela participação de associados do Lions Clube Passo Fundo-Centro. As admissões de Alan Júlio Gutka e Vanessa Teixeira fazem parte das metas traçadas pela atual diretoria do Lions Integração, de ampliar o quadro associativo do clube de serviço, recrutando novos valores da sociedade de Passo Fundo comprometidos com a causa do servir.

Foto Matheus Moraes / Diário

F

undado em 1989, durante a Governadoria do CL Dyógenes Martins Pinto, o Lions Clube Passo Fundo Integração completou 29 anos de existência no ano leonístico 2018/2019. Em comemoração, dirigentes e associados do clube de serviço realizaram assembleia festiva na noite de 29 de setembro, no Salão Topázio do Clube Comercial. Os trabalhos foram abertos e conduzidos pela presidente, CªL Sandra Maria Santini de Oliveira, que convidou a CªL Amiris Rezende Busato a proferir a invocação a Deus. O CL Gílson Carlos Muller de Oliveira atuou na função de mestre de cerimônias, convidando a CªL Sandra para dirigir a solenidade de iniciação de dois novos associados. Apadrinhados pela CªL Amiris Busato, foram admitidos no Lions Integração o publicitário Alan Júlio Gutka e a advogada Vanessa Teixeira, que prestaram juramento e receberam os pins que os identificam como membros de Lions Internacional. Alan é oriundo do movimento leonístico, havendo presidido o Leo Clube Passo Fundo no período 2014/2015. O ingresso do CL Alan Júlio no Lions Passo Fundo Integração constitui marco histórico na vida do clube de serviço passo-fundense que recebe, pela primeira vez, nos 29 anos de existência, um associado que militou no leoísmo. Durante a cerimônia de admissão dos novos associados, o CL Álvaro Guths fez a leitura do Código de Ética do Leão, tocando ao CL Juarez de Souza Moreira a tarefa de proclamar os Propósitos dos Lions Clubes. Após, a madrinha Amiris

BAIRRO ANNES público. A representante da Associação, Alessandra Moreira, diz que os moradores reivindicam melhoras desde 2017. Em contato com a Secretaria de Segurança Pública, o secretário João Darci Gonçalves se posicionou desfavorável às manifestações que bloqueiam o trânsito, mas informou que está no cronograma das próximas duas semanas colocar em prática as melhoras na sinalização e a instalação de tachões.


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018 DIÁRIO DADA MANHÃ - PASSO FUNDO, DIÁRIO MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 1212 A 14 DEDE 0UTUBRO DEDE 2018 SEXTA-FEIRA A DOMINGO, A 14 0UTUBRO 2018

conexão777 conexão PASSO FUNDO - CARAZINHO


8 conexão conexão

DIÁRIO DA DA MANHÃ MANHÃ -- PASSO PASSO FUNDO, FUNDO, DIÁRIO SEXTA-FEIRA A A DOMINGO, DOMINGO, 12 12 A A 14 14 DE DE OUTUBRO OUTUBRO DE DE 2018 2018 SEXTA-FEIRA

PASSO FUNDO - CARAZINHO PASSO FUNDO - CARAZINHO

Dom Rodolfo Luis Weber

Dias de homenagens

Arcebispo de Passo Fundo

Padroeira do Brasil recebe orações de devotos em todo país. Em Passo Fundo, Marilene prometeu a Santa que se os filhos nascessem com saúde ela seguiria a romaria a pé por 10 anos. Depois disso, nunca mais parou Foto: Arquivo Pessoal

por ALINE PRESTES aline@diariodamanha.com por ISABELLA WESTPHALEN isabella@diariodamanha.com

E

m sua segunda gravidez, Marilene Grapiglia Zeni teve duas surpresas. A primeira foi a informação que teria gêmeos, há 26 anos, o que já motivou preocupação. Mas, foi aos cinco meses que a mãe recebeu uma notícia que a faria chorar por dias com medo de perder seus filhos: a gravidez era de risco e talvez seus bebês não sobrevivessem. Devota de Nossa Senhora Aparecida desde nova, a mãe prometeu à Santa que, se seus filhos nascessem bem e com saúde, ela iria por dez anos a pé da Catedral de Passo Fundo até o Seminário. Em meio a gravidez, ela rezou pela saúde de Manuele e Ismael, até que aos sete meses a bolsa estourou. Uma cesárea de emergência e o choro dos bebês. A menina havia nascido um pouco menor e precisou ficar alguns dias na incubadora, já o filho foi para casa com a mãe. Vinte seis anos depois, Marilene comenta o carinho que

Na foto, Ismael, com as irmãs Caroline, Manuele e mãe Marilene

tem pela santa. “Nossa Senhora Aparecida é maravilhosa. Desde meus 25 anos eu vou à procissão orando. Fui quando minha primeira filha Caroline tinha apenas um mês e continuo indo até hoje. Nunca deixei de ir. Meus filhos nasceram saudáveis, perfeitos e deu tudo certo”. A mãe conta que tem duas imagens da Santa, medalhinhas, e já foi até a Basílica de Nossa Senhora Aparecida em São Paulo. “Essa devoção passei também a eles, que desde pequenos me acompanham caminhando nas romarias e aprenderam a confiar na força da Nossa Senhora”, conta ela.

Essa devoção passei também a eles [filhos], que desde pequenos me acompanham caminhando nas romarias e aprenderam a confiar na força da Nossa Senhora

NOSSA SENHORA APARECIDA, CLAMAMOS POR PAZ Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, coloca uma multidão a caminhar. Os devotos têm mais variadas motivações revelando as múltiplas facetas da existência humana. A seguinte música, cantada no Brasil e em muitos lugares do mundo, ajuda a compreender o Povo de Deus em movimento. “1. Pelas estradas da vida, nunca sozinho estás. Contigo pelo caminho, Santa Maria vai. /: Ó vem conosco vem caminhar, Santa Maria vem:/ 2. Se pelo mundo dos homens, sem conhecer-se vão. Não negues nunca tua mão, a quem te encontrar. 3. Mesmo que digam os homens, tu nada podes mudar. Lutas por um mundo novo, de unidade e paz. 4. Se parecer tua vida, inútil caminhar. Lembra que abres caminho, outros te seguirão”. O ensinamento da Igreja sobre a devoção mariana sempre foi muito claro. A dignidade e a grandeza de Maria provêm da sua fé. “Feliz aquela que acreditou, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido!” (Lucas 1,45). Da sua fé nasce a obediência à vontade de Deus tornando-se a discípula mais perfeita. Maria se torna toda de Deus e também toda do povo por sua origem pobre e simples. Os textos no Novo Testamento viram nela a personificação do povo de Deus que caminhava nas promessas e na esperança de novos tempos. Voltando ao canto, as duas primeiras estrofes expressam que não se faz o caminho de forma solitária. Os devotos ao serem conduzidos a Jesus Cristo por Maria encontram nela uma ação de mãe que reúne e une. Ao saírem de suas casas e caminharem lado a lado surgem ocasiões para estender a mão, contemplar o rosto do outro gerando comunhão. A terceira estrofe injeta esperança e provoca a construir um mundo de unidade e paz. Em tempos de pessimismo, insegurança, raiva parece que nada pode mudar. É hora de alimentar a esperança construída com os pés no chão, na dura realidade e movidos por projetos consistentes e realizáveis. “Se parecer tua vida, inútil caminhar. Lembra que abres caminho, outros te seguirão”. A 38ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida tem como lema “Aparecida, clamamos por paz”, seguindo a reflexão da Campanha da Fraternidade de 2018 da superação de todas as formas de violência. É urgente invocar o dom da paz. Maria possibilitou que Jesus “nossa paz” aquele que “derrubando o muro da inimizade que os separava” (Efésios 2,14) formasse um só povo. Jesus anunciou uma boa notícia para um mundo desanimado e Maria abraçou este ensinamento e, hoje, ajuda e alimenta os devotos a seguirem criativamente o mesmo Cristo que ela seguiu.

Marilene Grapiglia Zeni


conexão 9

DIÁRIODA DAMANHÃ MANHÃ--PASSO PASSOFUNDO, FUNDO, DIÁRIO SEXTA-FEIRAAADOMINGO, DOMINGO,12 12AA14 14DE DE0UTUBRO 0UTUBRODE DE2018 2018 SEXTA-FEIRA

PASSOFUNDO FUNDO--CARAZINHO CARAZINHO PASSO

à Nossa Senhora Aparecida RomaRia em Passo Fundo Em Passo Fundo a programação inicia na sexta-feira (12), com diferentes celebrações durante o dia e, especialmente, a Romaria das Crianças, às 14h. No sábado (13) que antecede a procissão, o Santuário acolhe a Romaria da Pessoa Idosa com celebração festiva, às

16h. Além disso, durante o dia 14 de outubro, acontece, também, a 5ª Mostra de Ações Sociais Solidárias – que envolve os grupos da economia solidária acompanhados pela Cáritas Arquidiocesana. A programação completa você pode conferir no site diariodamanha.com. Foto: Matheus Moraes / Diário

RomaRia em CaRazinho

Já no município de Carazinho, segundo o Padre Arnildo Fritzen, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, esse é um momento importante não somente para a Igreja, mas para o povo brasileiro, por isso convida a todos que participem. Carazinho também terá procissão, que sai do Trevo do Avião às 14h e segue em direção ao centro de eventos do bairro Cantares. Em sua 10ª edição, reunindo sempre milhares de pessoas, que se unem em prol de fortalecer sua fé, pagar promessas, fazer pedidos ou simplesmente agradecer e homenagear a Santa. Ao chegar ao centro de eventos, o Padre Arnildo explica que acontece a celebração da missa, para a qual todos estão convidados, em seguida um intervalo e depois a benção do santíssimo, a benção da saúde e, para encerrar, a coroação de Nossa Senhora. “Esperamos que muitas pessoas possam participar, porque cada ano au-

menta, melhora, tem mais gente participando, esperamos que seja uma grande procissão. É sempre uma oportunidade de renovarmos a nossa fé, nossa devoção, rezarmos pelo bem de nós todos, povo brasileiro, já que estamos numa situação bem difícil” relatou Fritzen. Para o pároco, relembrar como a Santa foi encontrada pelos es-

cravos, há anos, é muito simbólico nos dias de hoje, pois, na época, a Santa veio para iluminar aqueles que sofriam. “O povo brasileiro era sofrido, vivíamos na época da escravidão, uma página muito triste da nossa história. Então, nesse momento, Deus mostra que não abandona seu povo”, reforçou Fritzen.

Ônibus terão horários extras na Romaria Para atender os Romeiros em Passo Fundo, a Coleurb colocará em circulação 40 ônibus extras sentido ao Santuário. As linhas “Reforço” auxiliarão as tradicionais linhas que atendem a comunidade aos domingos. Mais informações você pode conferir em nosso site ou no telefone 0800 510 4699. PReSIDeNte Janesca Maria Martins Pinto Vice-Presidente Ilânia Pretto Martins Pinto

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência, 917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800


10 conexão esporte

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, DIÁRIO MANHÃ - PASSO DE FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12DA A 14 DE OUTUBRO 2018 SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018

PASSO FUNDO - CARAZINHO PASSO FUNDO - CARAZINHO

Rodada decisiva para a Dupla Fotos Divulgação

por KLEITON VASCONCELLOS kleiton@diariodamanha.com

A

inda sonhando com o título do Campeonato Brasileiro em 2018, a Dupla Gre-Nal tem jogos importantes no domingo (14). Em chamados “duelos de seis pontos”, o vice-líder Internacional recebe o quarto colocado São Paulo no Estádio Beira-Rio, enquanto o quinto colocado Grêmio terá pela frente o líder Palmeiras no Estádio Pacaembu. As duas partidas iniciam às 16h. Em um momento tão decisivo quanto o vivido na 29ª rodada, as equipes precisam lidar com um fator comum: o alto número de desfalques. O Inter, que busca recuperação após perder para o Sport, não sabe se poderá contar com um trio de titulares: o zagueiro Rodrigo Moledo, o volante Rodrigo Dourado e o centroavante Leandro Damião. Todos sofrem com problemas físicos. Quem está vetado, por lesão muscular, é o atacante Rossi. Em compensação. O zagueiro Cuesta e o volante Edenílson voltam de suspensão. Pelo lado do São Paulo, também há dúvidas: o meia Nenê e o atacante Éverton não devem atuar em Porto Alegre, pois estão lesionados. No outro jogo, também há uma lista considerável de jogadores fora. O Grêmio não contará nesta partida com o goleiro Marcelo

SITUAÇÃO Uma vitória da Dupla no domingo recolocaria as equipes na disputa pelo título. O Inter voltaria a ser líder, ao lado do Palmeias, com 56 pontos. O Grêmio ultrapassaria o São Paulo e poderia, também, superar o Flamengo (que tem clássico com o Fluminense), chegando aos 54 pontos, na terceira colocação. Já derrotas poderiam derrubar o Inter para quarto e manter o

Grêmio em quinto. Já uma derrota colorada e uma vitória do Grêmio significariam a inversão de colocações da Dupla, com o Tricolor à frente do Colorado. Vitória do Inter e derrota do Grêmio não mudariam o quadro – apenas com o fato de que o Grêmio ficaria mais distante da luta pelo título. Duplo empate não altera a situação de Grêmio e seria a queda do Inter para terceiro se o Flamengo vencer o seu jogo.

CAMPEONATO BRASILEIRO – CLASSIFICAÇÃO Luan está confirmado no time do Grêmio

Pos 1 2 3 4 5 6

Time Palmeiras Internacional Flamengo São Paulo Grêmio Atlético MG

Pts 56 53 52 52 51 45

J 28 28 28 28 28 28

V 16 15 15 14 14 13

E 8 8 7 10 9 6

D 4 5 6 4 5 9

GP 43 36 41 39 37 47

GC 18 19 22 24 16 34

SG 25 17 19 15 21 13

CAMPEONATO BRASILEIRO - 29ª RODADA

Edenílson volta para reforçar o meio-campo do Inter

Grohe e o atacante Everton, que saíram lesionados do jogo contra o Bahia, no sábado na Arena. O zagueiro Kannemann também é uma das ausências, visto que está servindo à seleção argentina. Ainda há dúvidas: os laterais

Bruno Cortez e Léo Moura, além do meia Ramiro, também podem ser desfalques. Enquanto isso, o líder Palmeiras não deve contar com o volante Felipe Melo, com o lateral Marcos Rocha e com o centroavante Borja.

Data 13/10 13/10 13/10 14/10 14/10 14/10 14/10 14/10 14/10 15/10

Hora 17h 19h 21h 16h 16h 16h 16h 19h 19h 20h

Jogo Flamengo x Fluminense Santos x Corinthians Bahia x Paraná Chapecoense x Vitória Palmeiras x Grêmio Internacional x São Paulo Vasco x Cruzeiro Atlético-MG x América-MG Atlético-PR x Sport Ceará x Botafogo

Local Maracanã Pacaembu Pituaçu Arena Condá Pacaembu Beira-Rio São Januário Independência Arena da Baixada Arena Castelão

O TRICOLOR E O COLORADO por RODOLFO SGORLA DA SILVA

por KLEITON VASCONCELOS

Revivendo dilemas Se existe uma coisa que une Grêmio e Inter é a enorme capacidade que ambos têm de perder para times inferiores. Isso tem se tornado histórico, especialmente no Brasileirão por pontos corridos. Como se não bastasse, ambos resolveram desperdiçar resultados favoráveis justo na mesma rodada, no final de semana passado. A bem da verdade, o Grêmio reviveu no sábado (6) o dilema de, jogando em casa, conseguir se atrapalhar com o modesto Bahia. O time derramou um balde d’água no copo de chope do torcedor gremista neste jogo. Aguado também ficou o restante do Brasileirão para os tricolores. Uma vitória contra o Bahia seria o combustível para um enfrentamento digno de decisão antecipada da competição contra o Palmeiras, mas, com o revés, o Grêmio está a cinco

pontos do líder. Não bastasse o desperdício de pontos, o Tricolor vai carregado de desfalques para o jogo contra os líderes. E fora de casa. Não dá pra jogar a toalha, mas o título nacional, hoje, após o jogo com o Bahia e a dois dias de um jogo em que o time entrará sem peças importantes, se desenha difícil para os lados da Arena. É aí que o Grêmio revive outro dilema. A perda de fôlego na corrida pelo título do Brasileirão e os desfalques por lesões suscitam outra possibilidade no planejamento da equipe. Quem sabe não seria a hora de poupar titulares de vez na competição nacional e evitar prejuízos maiores para o confronto com o River na Libertadores? Talvez agora não, mas após o jogo com o Palmeiras, essa escolha é uma tendência forte.

Altos e baixos É impressionante como o Internacional consegue fazer um Campeonato Brasileiro no estilo “eletrocardiograma”. Ao mesmo tempo em que enche o seu torcedor de confiança e consegue vitórias memoráveis, patina em jogos ditos fáceis. Ocorre que, vamos combinar, não tem jogo fácil no Brasileirão: ou o time luta pelo título, ou quer a Libertadores, ou briga contra o rebaixamento. Aí que no domingo o Inter tem uma das mais importantes partidas dentro do certame. Eu sei que, na visão matemática da coisa, qualquer jogo vale três pontos – seja contra o líder Palmeiras ou com o lanterna Paraná. Mas tem um outro lado ai: ao enfrentar o São Paulo, o Colorado vai querer os seus três pontos e também não deixar o adversário direto somar pontos. É o chamado “jogo de seis pontos”, basicamente. Agora, nos atendo ao jogo de domingo em

si. Perderá muito o Inter se ficar sem o Rodrigo Moledo. O zagueiro chegou com certa desconfiança mas montou, em 2018, uma grande dupla com o Cuesta (ainda bem que o argentino volta de suspensão). Do mesmo modo os possíveis desfalques de Rodrigo Dourado e Leandro Damião me preocupam demais. Um por estar em grande fase técnica e ser o capitão, com méritos. O outro por ser goleador. Ainda sobre o camisa 9, discordo de quem faça trolha do centroavante. Ele é sim melhor que a maioria dos seus pares que jogam o Brasileirão. Enfim, a rodada do domingo – sou obrigado a incluir aí também a partida entre Palmeiras x Grêmio – vai definir muita coisa nessa reta final de Brasileirão. Saberemos, às 18h, se o Inter seguirá na luta pelo título ou terá feito da torcida aquela criança que pegou o doce, mas não pode comê-lo.


por KLEITON VASCONCELLOS kleiton@diariodamanha.com

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE 0UTUBRO DE 2018

Sábado com decisão no Capingui esmo antes de iniciar as quartas de final, o Passo Fundo Futsal/ Fasurgs/ Valtra Razera terá uma decisão pela frente. No sábado (13), a equipe dirigida por Alexandre Boeira recebe o Horizontina no Ginásio Capingui. A partida vale pela última rodada da fase classificatória e poderá colocar os passo-fundenses na liderança – para tanto, uma vitória simples basta. A bola vai rolar a partir das 20h. O horário, pouco usual para os jogos em Passo Fundo, é uma determinação da Federação Gaúcha de Futsal, com o intuito de que todas as partidas válidas pela rodada ocorram simultaneamente. Ficar em primeiro, agora, significa enfrentar o oitavo classificado na sequência da Série Prata. “A equipe vem fazendo uma grande campanha. Somos o segundo, mas com a possibilidade de voltar ao primeiro lugar. Contamos com o apoio de torcida e amigos para obter a vitória” disse Gui Fávero. Ainda para o jogador, a partida de sábado não promete facilidades. “Sabemos que a equipe de Horizontina tem tradição, mas sabemos também da nossa força em casa. Trabalhamos para resolver os problemas da última partida. Estamos focados para todos estarem inteiros também para os mata-mata” completou. Vini Costa está de volta do time depois de cumprir suspensão automática. O único desfalque do time é o ala Thales Borges, suspenso pelo

Foto Divulgação

M

Passo Fundo Futsal recebe o Horizontina, às 20h, dependendo de uma vitória para ser o primeiro colocado da fase classificatória da Série Prata

pode ser também AGE ou Nadas Branco. Empate no Capingui deixa o PFF em segundo ou terceiro, dependendo do resultado da Abelc. Os prováveis adversários são os mesmos: Nadas Branco, AGE ou ADCH. Vale ressaltar que a segunda fase será disputada no sistema mata-matas, com jogos ida e volta, sendo o segundo no Capingui.

TJD, que retorna a equipe a partir do próximo jogo. Os ingressos para PFF e Horizontina custam R$ 10. PANORAMA Uma vitória simples do Passo Fundo Futsal o deixam em primeiro lugar. Com isso, enfrentará o oitavo colocado na segunda fase, posição hoje ocupada por ADCH. Mas que

Classificação dos oito primeiros – Série Prata EQUIPE

P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

1

Lagoa Futsal

45

22

14

3

5

89

51

38

68,18

2

Passo Fundo Futsal

43

21

13

4

4

67

48

19

68,25

3

ABELC

41

21

13

2

6

73

46

27

65,08

4

Horizontina Futsal

40

21

12

4

5

54

45

9

63,49

5

AMF

36

21

10

6

5

57

43

14

57,14

6

Nadas Branco

34

21

10

4

7

52

52

0

53,97

7

AGE

33

21

10

3

8

76

69

7

52,38

8

ADCH

33

21

10

3

8

64

75

-11

52,38

SC GAÚCHO

Em terceiro lugar na classificação da Chave A e com vaga garantida na próxima fase da Copa Wianey Carlet, o Sport Clube Gaúcho tem mais um jogo a ser disputado neste sábado (13). A partir das 15h, o Alviverde enfrenta o São Borja, no Estádio Vicente Goulart, em São Borja. O São Borja, velho conhecido de Terceirona, busca o resultado para também carimbar a sua passagem ao mata-mata. Visando o jogo e sabendo da forte concorrência que representa o time da Fronteira – atual quarta colocada, com 13 pontos – o técnico Fabiano Borba fez uma série de treinos na Arena BSBios Wolmar Salton. Os trabalhos serviram, princi-

Foto Divulgação

Desafio sábado em São Borja

Desafio do Alviverde sábado é em São Borja

palmente, para Borba definir os substitutos de dois titulares: o zagueiro Wagner e o meia Adílson precisam cumprir suspensão. Na defesa, a zaga deve ser formada

por Marcelo e Bruno. No meio-campo, as opções são os volantes Danilo Abuda e Gabriel, além do meia Rafinha Carletti. Neste caso, Felipe entraria na lateral-esquerda.

esporte 11


12 agrodiário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018

Excesso de chuva assusta o campo tanto quanto a falta Previsão para os próximos 90 dias é de chuvas acima da média para o período

redacao.carazinho@diariodamanha.com

O

manejo correta das culturas não basta para garantir médias altas de produtividade. O clima exerce fator determinante. Se o tempo seco prejudica, o excesso de chuvas também. A produção agrícola é mesmo uma empresa a céu aberto. Duas culturas no momento estão implantadas, uma em fase de desenvolvimento e outra próxima do início da colheita. A principal fonte produtiva de grãos deve começar a ocupar os campos em 15 dias. Mesmo sendo apenas previsão, o indicativo é de que os próximos 90 dias acontecerão períodos bastante chuvosos, com valores que podem acumular índices acima da média. Até o começo de janeiro, existem previsões de que ocorram chuvas que totalizarão mais de 770 milímetros, quando médias anteriores apontam para um número abaixo dos 500 mm. Segundo o agrônomo Mauro Rohr, estes índices podem ser variados entre determinadas regiões ou microrregiões.

TRIGO A aproximação do período de colheita do trigo e as previsões de mais chuvas preocupam os triticultores, que temem pelo comprometimento da média de produtividade e da qualidade do grão. - Quanto mais perto da maturação, maiores os riscos para a cultura, pois o excesso de chuva é prejudicial. Já há problema com doença, como a giberela, quadro que pode se agravar se o tempo continuar chovendo”, avalia Rohr. Conforme o agrônomo, para o mês de outubro estimam-se chuvas que podem acumular até 245 milímetros, quando a média histórica para a região fica próximo dos 160 milímetros. “De uma localidade para outra sempre há uma variação, mas no geral temos valores anteriores menores do que o previsto para outubro deste ano”, comenta. Conforme o agrônomo, a maior preocupação com o trigo no momento é quanto ao clima depois que o grão estiver pronto para a colheita. “No período, havendo chuvas, o grão perde

MILHO Nas lavouras de milho, a situação é inversa em relação à cultura do trigo. Os agricultores estão aproveitando a umidade do solo para realizarem aplicação da ureia, que necessita de uma boa quantidade de água para que haja um aproveitamento Ao longo do ciclo, o milho é uma cultura que consome completo do nutriente mais água em comparação às demais culturas por parte da plana. Segundo Rohr, o milho é uma cultura que mulada de 230 milímetros, para uma média consome mais água em relação a outras es- anterior de 180 milímetros. Estimativas inipécies de grãos. As lavouras em sua grande ciais apontam para uma safra com média de maioria se encontram em fase de desenvol- 200 sacas por hectare. A produtividade tem vimento vegetativo com até quatro folhas. ficado na casa das 160 a 180 sacas por hectaPara o mês de novembro, previsões apon- re, variação de acordo com o clima de cada tam para uma quantidade de chuva acu- microrregião produtiva do cereal.

Fotos: Arquivo/Diário

por SERENO AZEVEDO

As previsões de mais chuvas preocupam os triticultores

qualidade, reduz a produtividade”, comenta. Com clima favorável, a cultura pode ter média produtiva acima das 60 ou 70 sacas e pH superior a 78. A adversidade climática, como aconteceu em anos anteriores, baixou a média produtiva para pouco mais de 30 sacas e pH bem abaixo do ideal.

SOJA A previsão é de que em 15 dias os produtores rurais deem início ao plantio da soja, principal produção de grãos da região. Em relação à oleaginosa, o agrônomo faz um alerta aos sojicultores. Segundo ele, testes realizados em plantas da cultura que sobreviveram às geadas mostraram um grau elevado de ferrugem. “Se tivermos excesso de chuva com temperaturas elevadas teremos risco de proliferação da ferrugem nas lavouras de soja da safra 2018/2019”, alerta Rohr. Para o mês de dezembro, as estimativas

A soja é a principal cultura agrícola da região

apontam para até 300 milímetros de chuvas. No ano passado, as chuvas ficaram na casa dos 100 mm. As médias de produtividades estimadas ficam em 80 sacas por hectare. Quanto às chuvas, o agrônomo faz a ressalva de que as previsões podem não se confirmar.


agrodiário 13

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE 0UTUBRO DE 2018

Conceitos realinhados na conservação do solo Dia de Campo na Embrapa Trigo alinha conhecimentos técnicos com a prática do manejo de solo para aumentar a produtividade nas lavouras Fotos: Matheus Moraes / Diário

por MATHEUS MORAES matheus@diariodamanha.com

A

parte final do curso Atualização Agronômica em Agricultura Conservacionista, promovida pela Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul (SARGS), em conjunto com a Associação dos Engenheiros Agrônomos de Porto Alegre (AEAPA) e parceria da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Trigo) e apoio da Syngenta, foi realizada com dia de campo na última quarta-feira (10), nas dependências da Embrapa Trigo, às margens da BR 285, em Passo Fundo. Ao total, foram cerca de 250 produtores rurais e técnicos de empresas do meio rural de 48 municípios da região Norte do Rio Grande do Sul que participaram das quatro estações temáticas que abordaram temas como solo compactado e rotação de culturas. O engenheiro agrônomo da Sociedade Educacional Três de Maio (Setrem), Paulo André Klarmann, viajou quase 250 quilômetros para acompanhar o que considerou um “chamamento”. Segundo ele, o Estado passa por diversos problemas de perdas econômicas com frustrações de safra. Por isso, a atividade foi essencial para treinar a capacitação dos produtores e técnicos. “Nós temos que chamar atenção desses problemas em nível de propriedade rural. Eles são sérios. O RS tem muitas perdas. Seguidamente temos frustrações de milho e soja por falta de um bom manejo. Didaticamente, aqui foi colocado as causas, origens e soluções que devem ser apontadas no meio rural”, declara. A maneira didática exposta pelo

Produtores e técnicos rurais tiveram aulas práticas em quatro estações temáticas

agrônomo se une também ao alinhar a teoria da prática, como declara o professor de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com doutorado em Soil Science, pela University of Wisconsin (EUA), Pedro Alberto Selbach. “A informação tem que chegar ao produtor. As universidades, a Embrapa, os pesquisadores detêm as informações, as pesquisas. Mas não adianta nada se não chegar ao produtor para ele, efetivamente, aplicar. Esse momento é para discutir e mostrar os benefícios de técnicas e tecnologias que são disponibilizadas”, declara. As quatro temáticas apresentadas foram “solo compactado: o risco de quebra de safras”, “como descompactar o solo para ganhos de produção”, “solo descompactado: impacto na produção de forragem, leite e carne” e “rotação de culturas: impacto na produção de grãos”. Para Selbach, o maior desafio aos produtores ainda é a conservação

Professor Pedro Selbach acredita que a conservação da água e do solo são um dos maiores desafios no campo

do solo. “Os produtores estão necessitando de um realinhamento de conceitos que, apesar de antigos, alguns ainda foram esquecidos, então estamos retomando essa atividade. Necessariamente tem que ser visto isso, porque os desafios da conservação da água, onde ela cai na lavoura e consequentemente a conservação do solo segue sendo um dos principais desafios no campo”, conclui o professor.

Claudio Dóro Engº.Agrº. EMATER/RS. ASCAR

“Ou muda, ou dança” Para o ano de 2019 os desafios continuarão e com novas necessidades, como imagem corporativa, participação da mídia e a agregação de valor ao produto, além do uso de alta tecnologia no sistema agropecuário. A biotecnologia, o geo-posicionamento por satélite (GPS) e o software de gestão da propriedade já fazem parte do cotidiano dos agricultores. O sistema de plantio direto na palha e as plantas geneticamente modificadas, tolerantes à herbicidas e resistentes as pragas e doenças, diminuíram o risco, aumentaram o controle da produção e facilitaram a vida dos agricultores. Tudo isso proporcionou-lhes mais tempo livre para pensar no futuro do seu negócio, no que se refere ao mercado, às exigências sanitárias e às certificações, visando qualificar seus produtos ofertados aos consumidores e agregando-lhes valores. A mudança da rotina e da atitude dos agricultores, transformando seus estabelecimentos em agroindústrias familiares, está causando grande impacto na comunicação com seus clientes, evitando especulações na cadeia produtiva, aumentando seu lucro e ofertando produtos saudáveis. Sabemos que a comunicação será chave nesse processo o qual deve contar com os agentes da extensão rural, os meios de comunicações e suas entidades representativas.


14

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE OUTUBRO DE 2018


por VINICIUS COIMBRA vinicius@diariodamanha.com

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE 0UTUBRO DE 2018

Homem é morto estrangulado com fio de energia

Crime ocorreu em uma casa nas proximidades da Prefeitura de Passo Fundo

vem retirou uma madeira do assoalho e colocou o corpo ali. O homem recebeu voz de prisão e foi levado à delegacia, onde foi indiciado pelo crime. Depois, ele foi recolhido ao sistema prisional. O caso é investigado pela Delega-

cia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).A vítima foi identificada como Antônio Marcos da Silva, de 46 amos. Policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) e do 2° Esquadrão atenderam a ocorrência.

BM prende bandidos que roubaram veículo de motoboy Policiais do 3º Batalhão de Operações Especiais (3ºBOE) da Brigada Militar efetuaram a prisão de dois homens por roubo de veículo em Passo Fundo. Durante a noite de quarta-feira (10), a BM foi informada do roubo de uma motocicleta de um motoboy, de 23 anos, na Rua Alegrete, no Bairro Vera Cruz. Dois bandidos, um deles armado, haviam levado uma Honda XR 250 e fugido em direção ao Bairro Valinhos. Como o veículo possuía rastrea-

Gabriel Ferreira dos Santos Mestre em Direito, advogado criminalista e professor universitário Foto: Vinicius Coimbra/Diário

Um homicídio foi registrado em Passo Fundo na quinta-feira (11). No fim da manhã, a Sala de Operações da Brigada Militar recebeu a informação do crime através de uma denúncia anônima. Policiais foram até a Rua Sete de Setembro, nos fundos da Prefeitura, no Núcleo dos Ferroviários. Lá, eles entraram em contato com o morador da casa, um jovem de 18 anos. Os PMs questionaram sobre o homicídio e, após insistirem, descobriram que o corpo estava escondido sob o assoalho da casa. O morador confessou o crime à guarnição. Ele disse que consumia drogas com a vítima – ele não soube dizer o dia em que ocorreu quando houve um desentendimento. Na briga, o autor confesso disse que utilizou um fio de energia para estrangular a vítima, que também teria reagido e tentado feri-lo. Após o estrangulamento, o jo-

dor, a vítima acessou o aplicativo e repassou a localização à BM. A motocicleta estaria em deslocamento pela Rodovia Transbrasiliana. Por isso, foi feito um cerco com as viaturas do Setor de Inteligência e do policiamento ostensivo do 3ºBOE, que conseguiram interceptar o veículo. O condutor foi questionado e disse que um amigo iria buscá-lo em um VW/Gol. A BM iniciou buscas e localizou o carro suspeito na Rua Doutor Gelson

gabriel@gfscriminal.com.br

Segundo turno confirmado, seguimos falando de crimes eleitorais No último dia 7 ocorreram as eleições para presidente, senadores, governadores, deputados federais e estaduais. Após resultado divulgado no domingo, ficou oficializado que o país terá um segundo turno que ocorrerá dia 28 de outubro. Assim, voltamos para atualizar você leitor(a) sobre os crimes mais cometidos neste primeiro turno. De acordo com o levantamento da Polícia Federal, os delitos de transporte irregular de eleitores, compra de votos e boca de urna tiveram expressiva ocorrência. No entanto, a prática criminosa recordista foi a de fotografar a urna ou tirar selfies no momento da votação. Tal conduta está proibida nos termos do art. 91-A, parágrafo único, da Lei nº 9.504/97 (incluído em 2009), uma vez que é vedado ao eleitor portar aparelho celular, máquina fotográfica e filmadoras dentro da cabine de votação. A inobservância dessa norma configura o crime descrito no art. 312 do Código Eleitoral, o qual prevê pena de prisão de até dois anos. E não é só isso! Tal prática também pode ser caracterizada como “boca de urna”, a qual tem pena de seis meses a um ano de detenção, incluindo o pagamento de multa de R$5 mil a R$15 mil. E o referido registro fotográfico, não poderia ser a tentativa de prova do eleitor que realmente votou no candidato de quem tenha recebido algum valor ou promessa de vantagem? Então, para não ter nenhum problema no dia das eleições e não prejudicar seu candidato, deixe o seu celular em casa ou com o mesário. Vote consciente.

Ribeiro, no Bairro Vera Cruz. Dentro, estava um indivíduo que seria o amigo do abordado, além de duas mulheres. Todos foram abordados e levados à delegacia. Os policiais encontraram R$ 300 e uma folha de telentrega com os homens. Eles foram reconhecidos pela vítima do roubo. Os dois criminosos, de 19 e 20 anos, foram recolhidos ao Presídio Regional de Passo Fundo (PRPF). A moto foi recuperada e devolvida ao motoboy.

Operação contra o tráfico em bares prende seis pessoas em Seberi A Polícia Civil deflagrou, em Seberi, a Operação Mercado Oculto, na manhã de quinta-feira (11). O objetivo é combater o crime de tráfico de drogas no município. Foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e seis pessoas foram presas preventivamente. Com os indivíduos, foram apreendidos um revólver calibre. 32, munições, um simulacro de

arma de fogo, porções de cocaína, dinheiro e diversos telefones celulares, entre outros objetos de origem suspeita. Segundo o delegado Eduardo Nardi, a maioria dos presos utilizava estabelecimentos comerciais localizados na área central do município para vender os entorpecentes. A investigação, que teve início no mês de abril deste ano, com-

segurança agrodiário 15

provou que, pelo menos, cinco bares eram utilizados no comércio das drogas, especialmente cocaína. Cerca de 60 policiais da região noroeste do Rio Grande do Sul participaram do cumprimento das ordens judiciais. A ação ainda contou com o cão farejador da Defrec de Passo Fundo que auxiliou nas buscas nos bares e residências.

#UmNovoDiário acesse: diariodamanha.com


FRASE DA EDIÇÃO

É extremamente perigoso. Não é um local em que o nível avance de forma progressiva. Ali, na margem, já há um precipício

tenente Paulo Roberto de Souza

sobre o lago da pedreira

www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 12 A 14 DE UTUBRO DE 2018

JUSTIÇA ELEITORAL PROJETA MENOS CONTRATEMPOS

SEGUNDO TURNO

Foto Divulgação/ Agência Brasil/ Wilson Dias

Juíza sclarece relatos de problemas com identificação biométrica e tranquiliza eleitores sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas. | Pág 3

PREVISÃO DO TEMPO

PASSO FUNDO

CARAZINHO

PORTO ALEGRE

15°C

16°C

17°C

Mínima

diariodamanha.com

24°C

Máxima

Mínima

/redediariodamanha

24°C

Máxima

Mínima

LUAS

23°C

Minguante

02-10

Máxima

@diariodamanhapf

54

Nova

09-10

9 9957 7864

Crescente

16-16

54

Cheia

24-10

3316 4800


MANUELA PRESTES

Bella Revista

SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


2 Bella

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Dia das Crianças!

A Escola de Educação Infantil LE PETIT tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança, em seus aspectos físicos, afetivo, linguístico e social. A LE PETIT, em busca de aprimorar, capacitar seus alunos com uma parceria de professores empenhados em cuidar e brincar. Disponibiliza uma estrutura para que sejam desenvolvidas múltiplas atividades.

Matrículas Abertas! Um novo conceito em educação!

www.escolalepetit.com.br

Facebook.com/escolalepetit

@escolalepetit

escolalepetit@outlook.com

Rua Carijós, 503 – Vila Fátima Passo Fundo/RS - (54) 3312-4208

Contagem regressiva para o verão

Ainda dá tempo de se preparar para o verão! A Criolipólise utiliza uma tecnologia de resfriamento, na qual as células de gordura são destruídas permanentemente com o frio. Venha para a Emagrecentro e conheça os protocolos exclusivos para eliminar medidas de forma saudável e com garantias. Para mais informações entre em contato pelo telefone: 3601-4748 WhatsApp: 99138-5714 Avenida Brasil Oeste, 1429

Editor - Édson Coltz - RP 17.059 Colaboração - Aline P. de Oliveira Diagramação - Alessandra Studzinski @diariodamanhars www.facebook.com/redediariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

Técnica da Ortodontia Lingual Na semana passada o Dr. Mauro Lopes esteve em São Paulo realizando um curso intensivo na técnica da Ortodontia Lingual. Especialista em Ortodontia pela Faculdade IPPEO de Curitiba ele atua na área há quase 20 anos e sempre em busca de opções e inovações aos seus clientes e traz para Passo Fundo com exclusividade essa técnica. Diferente do modelo tradicional, os bráquetes e fios ficam posicionados atrás do sorriso. Existem muitos pontos positivos em usá-lo, entre eles está a questão estética. Veja as outras vantagens: O QUE É A ORTODONTIA LINGUAL? É o único aparelho invisível que não compromete a estética do sorriso. Em muitos casos, esse tipo de tratamento leva o mesmo tempo que o tratamento tradicional, chegando a ser mais rápido em alguns casos devido a sua biomecânica.

AS VANTAGENS DE ESCOLHER ESSE TIPO DE APARELHO O principal motivo, sem dúvidas, é a questão estética. As peças do aparelho não ficam evidentes, mantendo seus dentes livres. Outro fator positivo do aparelho lingual é que ele não interfere na harmonia do rosto do paciente. Pacientes que escolhem esse modelo costumam sentir-se bastante motivados durante todo o tratamento por terem uma visão completa da terapia. Isso porque a melhora no posicionamento dos dentes pode ser acompanhada sem qualquer obstáculo visual. Além disso, não é necessária a remoção dos bráquetes durante o tratamento em situações sociais especiais, como, por exemplo, formaturas e casamentos.

O APARELHO LINGUAL PODE SER INDICADO A QUALQUER PACIENTE? De acordo com o especialista, todos os casos que necessitam uma correção ortodôntica podem ser tratados pela técnica lingual, havendo apenas uma exceção: não aconselhamos para crianças por ser um aparelho um pouco mais delicado. Mesmo que as estruturas sejam instaladas na parte traseira dos dentes, o profissional possui o mesmo controle da movimentação dentária que o aparelho fixo comum. Portanto, fique tranquilo, pois o sucesso do tratamento será o mesmo! A HIGIENE BUCAL E OUTROS CUIDADOS COM O ACESSÓRIO O aparelho pode ser diferente, mas a higiene ortodôntica é a mesma. O modelo lingual requer as mesmas medidas básicas de limpeza que o tipo fixo. Ou seja, o uso de uma escova de dentes bem macia e do fio dental além dos ferrinhos. A utilização de um enxaguante bucal também é indicada. Como o aparelho se encontra na face interna dos dentes, a própria saliva ajuda na autolimpeza das estruturas. Já os cuidados e precauções, o dentista garante que são idênticos aos pacientes que usam o aparelho convencional: não morder alimentos duros ou outros tipos de objetos que possam prejudicar a sua integridade. Agende sua avaliação whatsapp 54981647881 Presidente Vargas 1594 (54) 3632-6662 Odontoclin (54) 3312-3880


Bella 3

Formandas!

A Street Woman Concept trabalha com sua equipe para que a formanda esteja deslumbrante em seu momento inesquecível e por isso estamos com uma condição especial de pagamento. Recebemos novidades em bordados com pedraria em várias cores e modelos um mais requintado do que o outro, um show de glamour! Ficou curiosa? Venha até a nossa loja, será um prazer recebê-la.

Vestidos para formandas em até 10 vezes no cheque ou cartão! *Preço de etiqueta

Seja o brilho da festa, seja Street Woman Concept!

(54) 3313-0413

Tendências para 2019

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Acessórios aumentam a personalidade e dão uma finalização no estilo. Sendo bem usados, podem ser sinônimo de elegância e feminilidade. Belas joias fazem toda a diferença na aparência final. Pode-se apenas usar um jeans e uma camiseta branca e é só apostar em um colar ousado ou em um maxi brinco que tudo muda! Entre as principais tendências para 2019 em acessórios estão: maxi tamanhos, argolas, gargantilhas, assimetria, transparência e toques de cores.

(54) 3601-3127

Tênis: O tênis é um calçado casual, que prioriza o conforto e está mais em alta do que nunca. As personalidades fashions, principalmente as blogueiras e as modelos nas semanas de moda, passaram a usar o calçado e fazer combinações incríveis. O conforto é o ponto alto de um tênis, mas dependendo da combinação usada, o calçado pode tranquilamente transitar até pelos meios mais formais, até o trabalho, se o ambiente permitir. Sendo assim, é uma ótima alternativa para manter o estilo sem recorrer ao salto alto. Aparecem integrando looks com o já conhecido e casual jeans, até mesclado com peças de paetê. Certamente estes calçados podem ser um maravilhoso truque de styling e personalidade no seu visual e na Botas Gabriel você encontra diversos modelos, confira!

personalidade no seu visual


4 Bella

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Lurdes De Conto

Em Sociedade!!!! Baile do Empreendedorismo

“Já que tudo está na nossa cabeça, é melhor a gente não perdê-la.” COCO CHANEL

Bella Città Shopping 20 anos: último sorteio acontece no dia 05 de novembro

Sete sorteios da promoção “20 Anos, Novas Histórias, do Bella Città Shopping já aconteceram. O último porém, acontece no dia 05 de novembro, dia do aniversário do Shopping. Se você ainda não está participando da promoção, ainda dá tempo de concorrer aos destinos de Jericoacoara (CE), Costa do Sauípe (BA) e a um Cruzeiro pela Costa Brasileira. Basta comprar R$250 em qualquer loja do Shopping e trocar suas notas por um cupom para concorrer. Vem pro Shopping e garanta sua chance de participar!

FICA A

DICA

Equipe de Diretoria do Sindilojas Passo Fundo e Homenageados

Sindilojas Passo Fundo comemora os 70 anos da entidade e homenageia empresas associadas com o Troféu Maggi de Cesaro. No sábado ultimo dia 06 de outubro aconteceu no Dellagerisi Centro Hípico o Tradicional Jantar Baile do Comerciante, promovido pelo Sindilojas Passo Fundo com o apoio das empresas HAVAN, SICREDI, PASSO FUNDO SHOPPING e IMED. O Jantar Baile consta no calendário de eventos da cidade. A festa teve como objetivo comemorar o 70º aniversário do Sindicato do Comércio Varejista de Passo Fundo e homenagear os comerciantes com 10,20,30... e consecutivamente anos de atuação no

Homenageados Especiais da noite

Festa do Dia das Crianças

comércio e a trajetória no crescimento do setor terciário. A diretoria do Sindicato do Comércio Varejista de Passo Fundo gestão 2018/2022, recebeu a todos com muita alegria e o presidente Jefferson Luiz Kura em seu discurso contou um pouco da história e das conquistas mais significativas da entidade ao longo desses 70 anos. Reforçou a missão do Sindicato perante seus associados e comunidade e parabenizou as empresas homenageadas ressaltando a importância de cada uma delas. Também em nome de toda a sociedade Kura agradeceu a liga Feminina de Combate ao Câncer e ONG Amor, homenageados especiais, na pessoa da Srª Neli Formighieri e do Sr. Milton Serpa Menezes pelo significativo trabalho desempenhado para a comunidade.

O dia das crianças está chegando, por isso, o Clube Comercial realiza uma super festa para os pequenos, no domingo, 21 de outubro. Será no Salão Esmeralda da Sede Campestre a partir das 15h. O evento é gratuito para sócios, que ao levar um brinquedo novo ou em ótimo estado de conservação, garante uma vida cheia de cor e brincadeiras as crianças em vulnerabilidade social do CEAMES, no bairro Santa Marta. Então, partiu brincar e fazer o bem?

Notável !!!!!

Sueli Marini entrega honraria para Sra; Márcia Pasetti da Equipagiro

Dra. Karen Oppermann Lisboa da Faculdade de Medicina da UPF apresentou estudo no congresso Americano de Menopausa San Diego Califórnia EUA. Cumprimentamos a profissional notável da área médica pela sua competente atuação.

Momentos!!!! Na foto o casal Talita Spode e Baidjir Buaes felizes da vida com a sua graciosa filha Helena que a cada dia fica mais linda diante dos olhos de todos. Que Deus abençoe o crescimento de Helena. A mamãe Camile Vieira não cabe em si de felicidade com a sua pequena e graciosa Rafaela... olha só o seu sorriso um encanto Parabéns. Jesus abençoe


Bella 5

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Comemoração!!!

Lurdes De Conto

Na foto a presidente da Ameplan Dra. Cristiane Pilati Pileggi Castro e a diretoria da Associação Médica do Planalto

A AMEPLAN celebrou o Dia do Médico em grande estilo na data de 6 de Outubro em clima de grande alegria no Salão Cristal do Clube Comercial. O evento, que também comemorou os 24 anos da entidade em Passo Fundo, reuniu a classe médica, seus amigos e familiares. Como sempre a festa foi magnífica... colecionou os melhores e mais elogiados comentários sobre a gastronomia supimpa de Lisete Biasi, organização perfeita, decor maravilhoso de Maninha.. . Parabéns a todos...

Happy!!!! Marinês Doro Pereira e Tadeu Pereira figuraram entre os casais notados na noite

Quem comemorou aniversário no dia 6 de Outubro, em clima de grande felicidade foi a bela jovem Bárbara De Conto Reveilleau que se encontra realizando um tour pela Turquia com Rafael Brizola Marques. Vivenciando as maravilhas do mundo, repleto de novidades, belezas e cultura. Sem dúvida uma forma magnífica de se comemorar aniversário. Que a data comemorada seja a mensageira sempre de muito amor e felicidade. Na foto Bárbara De Conto Reveilleau com Rafael Brizola Marques Juarez e Alida Dal Vesco entre as presenças prestigiadas na festa do Dia do Médico

Patricia e Carlos Folle entre as presenças na festa do Dia do Médico

Comemorando aniversário Marlusa Verardi, pessoa prestigiadíssima na sociedade, pelo que representa como ser humano fraterno e solidário e pelo seu envolvimento nas causas sociais. Marlusa desempenha muito bem os seus múltiplos papeis como exemplo vivo de amor e dedicação na vida de sua família. Esta coluna quer saudá-la com os nossos melhores votos de felicidades pela data.

No dia 13 de Outubro é a troca de idade de uma pessoa maravilhosa Dr. Carlos Antonio Madalosso, reconhecido pelo seu trabalho na área médica e como cidadão exemplar, por seus inúmeros serviços prestados a comunidade, sempre atento as suas necessidades. Muitas vezes nos faltam palavras para poder expressar o reconhecimento que pessoas como este aniversariante são merecedoras. Dr. Madalosso, por tudo o que representas como pessoa dedicada ao bem comum, esposo, pai e avô prestamos nossa homenagem pedindo que o Senhor continue abençoando a sua caminhada sempre.

No dia 6 de outubro, comemorou aniversário a bela jovem psicóloga Maria Eugênia Benincá, filha de Ciomara e Carlos Benincá e irmã da bela Rainha do Clube Comercial Amanda Benincá., motivo de muitos cumprimentos pela data feliz. Esta coluna aproveitar para desejar sucesso e felicidades sempre.Na foto a aniversariante com a elegante mãe Ciomara Benincá.

Trocou de idade no dia 10 de outubro Dr. Paulo Sérgio Crusius, esta é uma das pessoas que sempre tenho um grande prazer em saudar, é um amigo que guardo no lado esquerdo do peito, e como tal só posso desejar-lhes tudo que de melhor existir, ao profissional notável da área médica, ao pai dedicado de Luciano, Marcelo, Cassiano e Mariano ao esposo amável, ao avô orgulhoso de sua prole estrelada, e em especial ao ser humano solidário dono de uma simplicidade singular, ao cidadão de postura ética e conduta exemplar. Este aniversariante merece muito mais, porém tenho certeza que ao desejar-lhe felicidades estarei expressando os melhores votos. Parabéns!!!


6 Bella

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Rafael Dadia Advogado - Sócio no escritório Borba & Dadia Advogados Associados – OAB/RS 70.684 bcdadv@bcdadv.com.br.

O CHEQUE PRÉ-DATADO E O DANO MORAL Ainda que vivamos em tempos de cartões de crédito e débito, moedas digitais, bancos virtuais, transferências eletrônicas e afins, o cheque perdura, sobrevive. É verdade que seu uso diminui a cada ano que passa, sobretudo pelo medo de comerciantes com fraudes, mas continua sendo um meio de pagamento utilizado por empresas e pessoas físicas. A lei nº 7.357/85, determina que o cheque é uma ordem de pagamento à vista, mas como a sociedade está sempre em constante evolução, a muitos ordenamentos legais são impostas interpretações que os fazem ser aplicados de maneira um tanto quanto distinta da qual foram criados. O cheque é um desses exemplos. O costume de pré-datar o cheque deu azo a uma aplicação distinta da lei. Na lei do cheque, consta que o título é “pagável à vista” e “considera-se não-estrita qualquer menção em contrário”. Ainda na sua leitura, é possível encontrar que o “o cheque apresentado para pagamento antes do dia indicado como data de emissão é pagável no dia da apresentação”. Daí se pode concluir que se o cheque, mesmo que pré-datado, for apresentado no banco e tiver fundos, será descontado. Mas como há essa questão da influência dos usos e costumes na formação das leis, regras de comportamento etc. de uma sociedade, é que se deu uma interpretação além das conjunturas que permeavam a lei à época de sua criação. Percebam que a lei do cheque é de 1985, não havia naquele tempo utilização difundida de data futura para desconto do cheque. Embora a expressão “pré-datado” seja a comumente usada no comércio, ela não é muito bem-vinda pelam maioria dos doutrinadores, que preferem chamá-la de “pós-datado”. Há uma certa lógica, enfim, mas ambas significam a mesma coisa. A relação do cheque pré-datado com o dano moral se dá por causa das consequências de sua apresentação precipitada, isto é, pelo fato de o portador do cheque descontá-lo no banco, ou passa-lo a alguém para que o apresente, antes da data postada como “boa” para sua apresentação. O tema foi largamente debatido no judiciário, até que, após reiteradas decisões no STJ, este tribunal editou a Súmula 370, que diz o seguinte: Caracteriza dano moral a apresentação antecipada do cheque pré-datado. Ou seja: vale mais o compromisso. A edição da Súmula foi acertada. O Judiciário está aí para resolver conflitos e harmonizar as relações sociais. Essa linha de entendimento que a Súmula do STJ faz balizar o restante das decisões no país sobre o tema não é lei, tampouco impede um portador de antecipar a apresentação do cheque. Mas que fique bem claro que se o fizer será punido, condenado em ação indenizatória. Esse direito à indenização decorre da materialização do dano moral, por ter o emitente do cheque a honra, a imagem e a intimidade afetadas pelo ato. Logo, não há previsão legal em matéria cambiária que sustente a aposição de data futura para desconto do cheque, mas o Direito é dinâmico, tem de acompanhar a evolução, por isso se deu tal interpretação a ponto de ensejar indenização por dano moral. A apresentação antecipada do cheque pré-datado é um atentado aos princípios da probidade e boa-fé. Significa o descumprimento do acordo. Ponto. A Súmula do STJ é uma verdadeira chancela à boa convivência social, à palavra empenhada. Desnecessárias seriam tantas leis e Súmulas se existisse respeito mútuo. Ah, o bom e velho “fio do bigode”!

Do que somos feitos

Sueli Gehlen Frosi

Somos feitos de estofos diferentes, de desejos e de projeções para a vida que queremos ter. Com o tempo reconhecemo-nos únicos, personalíssimos. Atuamos conforme nossa subjetividade. Mas isso não é determinante, no sentido de que não possamos mudar conforme avançamos na vida sabendo-nos não prontos, nunca prontos. Conheço quem é movido grande parte da vida pela paixão ao futebol, enquanto outros não são afetados por ele. Há quem segrega muita adrenalina com a literatura, a música, as artes plásticas, a ponto de pautarem suas vidas nessas atividades, mesmo que não as execute, fazendo da estética sua paixão. Mas a política funciona como um vírus que invade de forma inexorável pessoas como eu. Estou sempre doente, sempre em alerta, sempre procurando alívio, mas o vírus está lá, dilacerando e moldando meu jeito de ser. Gente assim não tem cura! Mesmo tendo vivido tanto, jamais a paixão pela política se abateu sobre mim como nesta eleição. Fiquei fora do país por três meses, mas tudo me alcançou, por óbvio. Foi devastador! Contudo, descobri na minha ausência de casa por três meses, que, de forma definitiva, minha maior paixão, aquela avassaladora, é minha família. Eu não esperava sentir tanta saudade! Foi dilacerante ficar longe do Mingo, meu companheiro por cinquenta anos. A ausência do cheiro dele perto de mim fez com que eu compreendesse o tamanho da nossa relação. Os filhos e os netos, aqueles dos quais fiquei longe me fizeram falta demais, a ponto de, em alguns dias, ficar quase em situação depressiva. Descobri também o quanto adoro a minha casa, que, longe de ser um espaço físico, é lar do tipo que a gente constrói dia a dia, deixando longe dela a violência e os conflitos que vêm de fora, para apenas curtir, amar, cultivar o que de lindo temos à disposição. Exacerbou-se dentro de mim a saudade do vaso, que nem de cristal é, mas que me acompanha nas comemorações, quando recebo flores e amor. E, sabe aquele jeitinho que cada um tem de arrumar a casa? Pois eu sentia falta de arrumar a minha, de colocar um perfuminho na cama, de sentar no sofá e tomar uma cerveja. Mesmo em uma casa maravilhosa, cercada de carinho e amor e, pasmem, em Paris, deixei de ansiar pelo que me trouxe até aqui. Nunca imaginei que coisas tão prosaicas me constituem de forma tão cabal. Sou única, tenho uma família única, uma casa única! E sou imensamente feliz com isso. O sofrimento com a política fica relativizado, frente ao que tenho de concreto, palpável e tem cheiro e nomes que escolhi para caracterizar cada filho. Gostaria que todas as pessoas tivessem uma referência tão forte, tão simples e tão estruturante. Voltei e agora sinto saudade dos que deixei lá. O cheirinho do Dante me acompanha, a minha filha Flávia, de tão amorosa e meu genro tão diligente estão vívidos em minha memória e pretendo voltar, mas não por tanto tempo. Paris é puro charme e minha estada ficará gravada no meu coração, mas minha vida é aqui, com todas as mazelas que o cotidiano traz. Meus amigos eu levei junto, coisa facilitada pela internet. Jamais esquecerei Paris, como jamais esquecerei o que me estrutura, me alegra, me ajuda a ser feliz. *Membro da Academia Passo-Fundense de Letras sugehlenfrosi@gmail.com


VERSACE CERAMICS

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Marca consolidada no cenário internacional, a VERSACE CERAMICS chega ao Brasil através da GARDENIA ORCHIDEA. A nova coleção ETERNO lançada na Cersaie feira que ocorre todos os anos em Bologna Itália, foi inspirada na antiga técnica japonesa de preservação da madeira, apresentando peças de 26,5x1,80 em 4 diferentes tons. O mosaico chevron 40x40 e seu efeito monocromático é especialmente desenvolvido para projetos exclusivos. Detalhes cheios de brilho que agregam design, sofisticação e beleza a qualquer ambiente.

Bella 7


8 Bella

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Ushuaia Ushuaia é conhecida como a cidade do fim do mundo, mas a realidade é bem diferente: bonita, aconchegante e gelada. A capital da Terra do Fogo Argentina é a cidade mais austral do mundo e a mais próxima da península antártica! Aos pés dos Andes e na beira do Canal Beagle, que divide Chile e Argentina, cresceu Ushuaia (ou “Ussuaia”, como pronunciam os argentinos), uma cidade que hoje tem mais de 50 mil habitantes. O local é pequeno e relativamente novo, foi fundado em 1884 e cresceu inicialmente por influência da construção de um presídio, que tinha como finalidade abrigar presos e ajudar a marcar a presença argentina em terras tão remotas. A localização de Ushuaia é tão peculiar que a cidade está mais próxima da Antártica do que da capital de seu país, Buenos Aires. O lugar é emblemático para muitos viajantes, pois frequentemente faz parte do roteiro de quem dá a volta ao mundo ou cruza o continente americano por via terrestre. A rodovia Panamericana, que se incia no Alasca e da qual a Ruta N3 argentina faz parte, tem mais de 17.000km e termina em Ushuaia, no Parque Nacional Tierra del Fuego. O parque, inclusive, é ideal para fazer trilhas e apreciar paisagens, admirar lagos cristalinos e cenários de tirar o fôlego. Uma visita ao parque nacional não deve faltar no roteiro; pode-se chegar ao lugar no mítico trem que transportava prisioneiros que cortavam lenha, o Trem do Fim do Mundo.

As atividades ao ar livre, os passeios, os museus e a generosidade da natureza se sobressaltam em Ushuaia. Na cidade, aproveite para subir o Glaciar Martial, com uma vista lindíssima, e fazer um passeio para conhecer a Pinguinera, local para onde os pinguins migram no verão. Para conhecer as redondezas, sugerimos um passeio que leve aos lagos Fagnano e Escondido; para entender melhor a história desse curioso lugar, não perca uma visita ao Museu Marítico e ao presídio. Pacata, charmosa e com uma culinária supersaborosa - Ushuaia é um destino para o ano todo, para descansar, praticar atividades físicas e, principalmente, curtir a natureza.

Grupo: Brasileiros na Patagônia - 15 a 23/02/2019

Pacote inclui: - Passagens aéreas voando Aerolineas Argentinas em classe econômica; - 02 noites de hospedagem em Buenos Aires com café da manhã (01 no início do roteiro e 01 ao final); - 03 noites de hospedagem em Calafate com café da manhã; - 03 noites de hospedagem em Ushuaia com café da manhã; - Passeio de dia inteiro ao Glaciar Perito Moreno com Safári Náutico com ingresso (em regular); - Passeio de dia inteiro ao Parque Nacional da Terra do Fogo com ingresso e Tkt do Trem do Fim do Mundo (em regular); - Todos os traslados durante o roteiro;

Informações: Avenida Brasil, 25 Centro - Passo Fundo (54) 3045-3222 - mvianorte@gmail.com


13 e 14 de outubro de 2018 - www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO - CARAZINHO

1

Outubro Rosa

Olhar atento à prevenção Hábitos saudáveis, autoconhecimento do corpo e acompanhamento médico, com realização de mamografia anualmente a partir dos 40 anos, são essenciais na luta contra o câncer de mama: uma das doenças que mais mata mulheres. Só para 2018, são estimados quase 60 mil novos casos, segundo dados do INCA. Nesse sentido, o acesso à informação faz toda a diferença para prevenir e diagnosticar precocemente a doença. Edição Especial

Foto: Divulgação

DIÁRIO DA MANHÃ SábadoDEe2018 domingo, SÁBADO E DOMINGO, 13 e 14 DE OUTUBRO


2

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Acontece

Carta da editora Olá, leitor! Outubro é um mês pelo qual eu tenho um carinho especial. Entre as justificativas, está o engajamento social propiciado pelas ações em torno da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. É um momento de olhar para a mulher: para sua rotina, para seus cuidados, para sua saúde. Um gesto, muitas vezes, deixado em segundo plano: primeiro, ela cuida do outro, depois de si. Neste mês, são as desculpas que perdem a vez. Não é só sobre usar uma camiseta ou laço rosa: é sobre salvar vidas. Como requer o tema, preparei uma edição especial para este final de semana. Isso inclui uma história inspiradora: não de alguém que vivenciou o câncer de mama, como já contamos em tantas outras oportunidades, mas de quem ajuda a recuperar a autoestima de mulheres que superaram a doença. Por meio de uma técnica chamada de micropigmentação paramédica, a esteticista Thaís Michel Fuga refaz o desenho da aréola e do bico do seio de pacientes que passaram pela mastectomia e reconstrução mamária. Pequenos detalhes, mas que fazem toda a diferença na vida da mulher. Uma transformação que é muito mais interior que exterior: é sobre autoconfiança, sobre se se sentir bem, sobre se sentir bela. Uma história que vale tanto a pena ser conhecida como foi gratificante tê-la contado. Já nas páginas 04, 05 e 06, a entrevista com a Dra. Carolina Rosa reforça informações importantes acerca do câncer de mama, esclarecendo dúvidas e apresentando dados atualizados sobre a doença. Para se ter uma ideia, só em Passo Fundo, nos últimos dez anos, aproximadamente 200 mulheres morreram em decorrência desse câncer. As chances de cura, com o diagnóstico precoce, são altíssimas – daí a importância da conscientização. E vejo esse como um dos papéis que nós, enquanto veículo de comunicação, devemos desempenhar: o de promotores da informação em prol da saúde pública, como coadjuvantes no desafio de incentivar as mulheres a cuidarem de si. Afinal, a inspiração também pode ser transformadora. Boa leitura! Daniele Freitas

ENDEREÇOS l Passo Fundo v Ce ntro de Saúde (Posto Central) Rua Fagundes dos Reis, 270 (54) 3311-6494 v Hospital São Vicente de Paulo Rua Teixeira Soares, 808 Centro (54) 3316-4000 v Hospital da Cidade Rua Tiradentes, 295 Centro/Annes (54) 2103-3333 v Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes (54) 3313-4435 v Hospital Municipal Rua Alcides Moura, 100 Centro (54) 3316-4500 v Hospital de Olhos C.L. Dyógenes A. Martins Pinto Campus I - UPF - Bairro São José w(54) 3318-0200

Hospital de Olhos terá residência médica em oftalmologia a partir de 2019

R

econhecida pelo grande leque de serviços na área da saúde, Passo Fundo – maior cidade da região Norte do RS – receberá reforço na qualificação profissional do setor em 2019. No dia 09 de outubro, o Hospital de Olhos Dyógenes A. Martins Pinto, instituição referência em saúde da visão, assinou convênio com a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e oferecerá, a partir do ano que vem, duas vagas para o Programa de Residência Médica em Oftalmologia. Por meio de processo seletivo, os médicos recém formados que desejarem especialização nesta área poderão ingressar no programa. De acordo com a presidente do Hospital de Olhos, Janesca Maria Martins Pinto, a iniciativa representa mais um importante avanço e reforça o objetivo da entidade em ser referência em saúde da visão. “Desde a criação do Hospital de Olhos, ele já foi implantado com o objetivo de ser um local de ensino e pesquisa, um hospital escola. Essa é a essência desta instituição. E a partir de agora, com a implantação da residência médica, damos mais um importante passo no caminho da excelência. Muitos se empenharam para que isso acontecesse”, frisou.

No dia 06 de outubro, os filhos de colaboradores do Hospital da Cidade e Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes (HPBM) participaram de uma festividade preparada pelas equipes da Creche Raios de Sol, Serviço Social, Serviço de Psicologia

Organizacional e Associação de Funcionários do HC. A temática celebrou o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro. A Sede Campestre da Associação de Funcionários do HC sediou o evento, que contou com muitas brincadeiras e atividades

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio da Vice-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (VRPPG) e da Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde (Coremu), está com inscrições abertas para os cursos de residência multiprofissional em saúde e área profissional de saúde. As inscrições podem ser

feitas exclusivamente no site www. upf.br/ingresso/residencia, até o dia 14 de novembro. Estão disponíveis vagas para Residência Multiprofissional em Cardiologia nas áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Psicologia; Residência Multiprofissional em Atenção ao Câncer nas áreas de Enfermagem, Farmácia, Fi-

Centro (54) 3313-5100 v Bombeiros -193

l Carazinho

Centro de Especialidades Médicas (CEM) Av. Pátria – próximo a Secretaria Municipal de Saúde e Hospital de Caridade de Carazinho (54) 3331-4510 v Bombeiros -193

lúdicas para as crianças, incentivando a ludicidade na infância, através de brincadeiras e descobertas. Este é o segundo ano consecutivo de realização do evento, integrando as famílias dos colaboradores da instituição.

Residência multiprofissional em saúde e área profissional com inscrições abertas

Prontoclínica

v Ambulatório Municipal Av. Pátria – próximo a Secreta ria Municipal de Saúde Hospital de Caridade de Carazinho

Além de referência em atendimentos, a implantação da residência médica, de acordo com o Diretor da UFFS Campus Passo Fundo, Vanderlei Farias, torna a instituição destaque no ensino. “A área de residência médica em oftalmologia é uma área bastante procurada, agrega valor ao projeto das residências médicas do campus Passo Fundo e o Hospital se torna um importante lugar de ensino dos alunos de graduação e da pós-graduação. Já era um hospital de referência e agora se torna também, junto com a UFFS, um lugar de referência de ensino”, ressaltou.

Integração celebra o Dia das Crianças na Associação de Funcionários do HC

Tv. Dr. Arthur Leite, 58 -

v Hospital de Caridade Rua General Câmara 70 (54) - 3329-9898

Foto: Daniel Rohrig/Ascom Hospital de Olhos

www.diariodamanha.com Editor

Édson Coltz RP:17.059

Jornalista

Daniele Freitas RP:18590 Diagramação Rosane C. Anjos da Silva

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

@diariodamanhars facebook.com/redediariodamanha

sioterapia e Psicologia; Residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais em área profissional de Odontologia, todos os programas com campo de prática no Hospital da Cidade de Passo Fundo. A lista preliminar das inscrições homologadas será divulgada no dia 21 de novembro.


3

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 e 14 DE OUTUBRO DE 2018

Outubro Rosa

Um trabalho em prol da autoestima feminina Há cerca de cinco anos, Thaís auxilia mulheres que passaram pelos processos de mastectomia e reconstrução mamária a se sentirem mais bonitas Foto: Arquivo pessoal

Daniele Freitas saude@diariodamanha.com

P

odemos chamar de destino, de sorte, de vocação. O nome importa pouco. O essencial – nesse caso, visível aos olhos – é o amor nutrido pela profissão que a escolheu. Visível, sim, pois transborda no contorno do rosto de cada cliente. Nunca é só uma maquiagem - isso a Thaís sabe bem. Sabe tanto que carrega, desde que se conhece por gente, o desejo de levar a vida entre os batons, os pincéis e as sombras. Reconhecer a beleza singular de cada mulher é quase um dom: um talento natural que foi aprimorado no curso de Estética e Cosmética concluído há cerca de dez anos em Passo Fundo. De lá para cá, a maquiadora enlaçou sua história com outros tantos sonhos, de aniversariantes, formandas, noivas. E foi além. Incluiu na bagagem de suas recordações a missão de devolver a autoestima a um grupo seleto de mulheres especiais: as que venceram o câncer de mama. Desde que realizou o primeiro curso de micropigmentação paramédica, há cinco anos, Thaís já transformou vinte vidas. Reescreveu vinte histórias. Devolveu vinte sorrisos. Por meio desse procedimento, a esteticista refaz o desenho da aréola e do bico do seio para pacientes que passaram pelos processos de mastectomia e reconstrução mamária. “É um esfumado, que faz a projeção desse bico em um efeito 3D”, orgulha-se. A técnica, aprendizado de uma especialização

Esteticista e maquiadora, Thaís Michel Fuga realizada neste ano, tem durabilidade de até dois anos – com retoques após esse período. Para os benefícios, no entanto, não estima-se prazo. “Sempre gostei de deixar as pessoas ainda mais bonitas. Tenho certeza que as mulheres que passaram por esse procedimento são maravilhosas e podemos torná-las ainda mais bonitas. Por meio da micropigmentação paramédica, vi essa possibilidade. São apenas alguns detalhes, mas que fazem muita diferença para elas”, conta.

A realização propiciada pela profissão faz com que Thaís, aos 28 anos, alimente o desejo de continuar se atualizando e trazendo técnicas inovadoras do mercado da estética. A paixão que começou antes mesmo de faculdade, quando ainda trabalhava em uma loja de cosméticos, rendeu-lhe bons frutos, dos quais se orgulha. Hoje pós-graduada em cosmetologia, Thaís lembra com gratidão das vivências que ajudou a transformar. “É comovente. Elas se sentem mais mulheres. Não é um

procedimento que você vai estampar para a sociedade, contar que fez ou que as pessoas vão perceber. Não é isso. É algo dentro dessa mulher. É o fato de ela tirar a roupa e se sentir bem, satisfeita. É uma mudança mais de dentro para fora. Não tem coisa mais maravilhosa do que a pessoa se sentir bem consigo mesma”, revela. A micropigmentação paramédica também atua em outras frentes, como cicatrizes, vitiligo, manchas hipo e hipercrômicas e estrias. Independentemente do caso, a técnica é uma alternativa para resgatar a autoconfiança e impedir que a pessoa conviva com marcas que distorcem a sua imagem corporal. Buscando aproximar-se ao máximo da cor e das texturas naturais da pele, o procedimento não faz bem só para quem recebe. Quem o faz também experimenta o sentimento de plenitude. “Me sinto viva, feliz, satisfeita”, descreve Thaís. A gratidão é tamanha que a esteticista transforma seu conhecimento em trabalho voluntário. Quer encontrar mais pacientes que se disponibilizem a fazer o procedimento. Quer mais autoestima. Mais beleza. Mais sorrisos. E é nessas horas que percebemos que o velho provérbio chinês não poderia estar mais certo: “um pouco de perfume sempre fica nas mãos de quem oferece flores”.


4

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Outubro Rosa

Informação é prevenção

Movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama, o Outubro Rosa, chega a 2018 ainda com uma grande luta pela frente: a informação. É ela que faz a diferença para a prevenção e o diagnóstico

A

cor rosa marcou o mês de outubro ainda na década de 90 em todo o mundo. No Brasil, o movimento chegou com força no início dos anos 2000. Desde então, a prevenção é a maior bandeira do movimento. Hábitos saudáveis, autoconhecimento do corpo e acompanhamento médico, com realização de mamografia anualmente a partir dos 40 anos, são essenciais nessa luta contra a doença que é uma das que mais mata mulheres. Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), “o câncer de mama se caracteriza pela proliferação anormal, de forma rápida e desordenada, das células do tecido mamário”. A SBM também informa que a doença se dá pelas mutações genéticas, que podem alterar a habilidade da célula de manter sua divisão e reprodução sob controle, produzindo células em excesso e formando o tumor, que pode ser benigno (não perigoso para a saúde) ou maligno (tem o potencial de ser perigoso). Os tumores malignos são cancerosos, assim, o câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve a partir de células da mama. Embora o câncer de mama se desenvolva em decorrência de alterações genéticas, isso não significa que os tumores de mama são sempre hereditários. A hereditariedade corresponde a cerca de 5% a 10% dos casos, ou seja, 90% dos casos de câncer de mama são desenvolvidos por outros fatores. A mastologista da Clínica Contour, Dra. Carolina Rosa, concedeu entrevista ao caderno + Saúde para orientar a prevenção e esclarecer

Foto: Larissa Marta

as principais dúvidas e os mitos. Para o biênio 2018-2019, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que o Brasil deve ter quase 1,2 milhão de casos novos de câncer de mama, 59.700 casos a cada ano, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. No biênio 2016-2017, o número foi de 57.960 casos novos por ano. Quais são os fatores de risco e como eles contribuem para o desenvolvimento da doença? Fator de risco é algo que interfere na chance de ter uma doença. O câncer de mama tem fatores de risco que podemos modificar para diminuir sua incidência como, por exemplo, realizar atividade física regularmente, não fumar, ter uma alimentação saudável. Outros são fatores de risco que não podemos controlar como idade, história familiar de câncer de mama, fa-

tores genéticos. É importante salientar que, embora os fatores de risco possam influenciar o desenvolvimento do câncer, a maioria não causa diretamente a doença. Mulheres com vários fatores de risco nunca desenvolverão câncer de mama, enquanto outras, sem fatores de risco conhecidos, poderão desenvolver. Se uma mulher com câncer de mama tem algum fator de risco, muitas vezes é difícil determinar o quanto esse fator pode ter contribuído para o desenvolvimento da doença. O câncer de mama é em parte decorrente de uma série de fatores de risco como: gênero; idade; raça; idade precoce da primeira menstruação; idade tardia de início da menopausa; história familiar de câncer de mama – principalmente os familiares de primeiro grau; antecedente pessoal de doenças mamária que aumentam o risco de câncer de mama como hiperplasia ducal atípica

e carcinoma in situ; suscetibilidade genética comprovada; nuliparidade (não ter filhos); obesidade; sedentarismo; ingestão de bebida alcoólica, tabagismo; entre outros inúmeros fatores. Herança genética familiar versus estilo de vida: qual dos dois fatores tem mais impacto na saúde da mulher, principalmente, relacionado ao câncer de mama? Apenas entre 5% e 10% dos casos de câncer são consequência de alterações genéticas hereditárias, ou seja, aquela alteração genética de herança familiar transmitida de mãe para filha. A Agência Internacional de Pesquisa para Câncer (IARC) publicou um relatório em setembro de 2018 afirmando que aproximadamente de 30% a 40% dos novos casos de câncer poderiam ser evitados com mudanças no estilo de vida e eliminação de fatores de risco ambientais. Então, manter o peso ideal, realizar atividade física regular, ter uma alimentação saudável com ênfase em alimentos naturais e frescos e evitar alimentos industrializados – que possam conter conservantes, corantes, aromatizantes, embutidos, defumados e gordurosos contribuem. Não fumar, diminuir a ingestão de álcool também. Ainda, ter filhos e amamentar contribuem para diminuir a inci-


5

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 e 14 DE OUTUBRO DE 2018

tação dessa paciente pós-tratamento? O acompanhamento psicológico é indicado em todo esse processo? A reabilitação da paciente dependerá muito do tratamento realizado. O fundamental é apoio da equipe multidisciplinar e da família para que a paciente se sinta segura para enfrentar os desafios do tratamento e que consiga ter uma recuperação mais rápida e melhor. O acompanhamento psicológico, por exemplo, é indicado desde o momento do diagnóstico. Aqui em Passo Fundo possuímos uma aliada importante para as mulheres com diagnóstico de câncer de mama, a Liga de Combate ao Câncer, que ajuda muito as pacientes tanto com rodas de conversa quanto com orientações, doações e palestras informativas. O apoio de-

dência de câncer de mama. Quais são os sintomas mais comuns? O conhecimento do próprio corpo é importante para detecção precoce? O autocuidado com o corpo é de fundamental importância para nós mulheres pois ele estimula o autoconhecimento de nós mesmas. Em relação a mama, faz com que prestemos a atenção na nossa anatomia normal, no contorno mamário, na coloração e integridade da pele, no formato do mamilo e na densidade mamária. O objetivo é a mulher conhecer a sua mama sadia para que, se houver qualquer alteração, ela perceba precocemente e procure orientação médica. Os sintomas, quando presentes, já nos dão sinal de que o câncer pode estar mais avançado. São muitos os sinas e sintomas que podem ser percebido pela paciente, alguns deles são: sensação de massa ou nódulo, irritação ou abaulamento, inchaço de toda ou parte de uma mama (mesmo que não se sinta um nódulo), edema (inchaço) da pele, eritema (vermelhidão) na pele, alterações no mamilo, sensação de nódulo aumentado na axila, espessamento ou retração da pele ou do mamilo, secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos, etc. Como prevenir o câncer de mama? Informação. Esse é o elo entre prevenção e diagnóstico precoce. Só poderemos modificar as estatísticas do câncer de mama nos informando a respeito da importância das mulheres conhecerem o seu corpo desde pequenas e serem estimuladas desde o início da adolescência ao autocuidado com

CÂNCER DE MAMA das mamas. Também é fundamental que as mulheres realizem a consulta médica anual com o ginecologista e o mastologista, façam a mamografia anualmente após os 40 anos e diminuam os fatores de risco modificáveis, como dito anteriormente. Na prevenção, a mamografia é o melhor método de rastreio do câncer de mama. Ainda há resistência das mulheres em fazer o exame? A partir de qual idade ele deve ser feito? O exame precisa ser repetido anualmente? Infelizmente, muitas mulheres não realizam a mamografia por medo, por dor ou até mesmo por não saberem da importância da mamografia e das informações corretas de quando realizar o exame. A mamografia é o único exame que mostrou real impacto populacional em diminuir a mortalidade da população em função de seu papel fundamental no diagnóstico precoce de cân-

cer de mama. Assim, a SBM defende que seja realizada mamografia anual com início os 40 anos de idade, salvo em alguns casos de alto risco. Para a mulher que é detectada com câncer de mama, quais são as formas de tratamento? A paciente que tem a detecção precoce do câncer de mama tem aproximadamente 95% de chance de cura. Quando diagnosticado em estágios iniciais há mais opções de tratamento, com maior possibilidade de cirurgias menos invasivas como as cirurgias conservadoras. Dependendo do tipo de câncer de mama e do estágio em que a doença se encontra, a paciente pode ser submetida a terapias locais como cirurgia e/ou radioterapia e á tratamentos sistêmicos com quimioterapia, terapia hormonal ou terapia alvo. Isso depende da avaliação do mastologista e do oncologista. E como funciona a reabili-

Responde por cerca de

Cerca de

dos casos novos de câncer a cada ano.

mulheres morrem por ano em decorrência do câncer de mama no Brasil.

28 % 16 mil

No Rio Grande do Sul (RS), a mortalidade é de cerca de

1,2 mil 59,7 mil mulheres por ano (dados do DataSus).

novos casos só em 2018 (dados do INCA).

Na macrorregião Norte do RS, o câncer de mama matou,

Em Passo Fundo, aproximadamente

1.000 200 aproximadamente

mulheres, cerca de 100 por ano.

mulheres morreram por câncer de mama, cerca de 20 mortes por ano.


6

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

las está sendo fundamental para as pacientes de Passo Fundo e região. Existem muitos mitos acerca do câncer de mama. Quais você destaca? Sim, em função da alta incidência da doença, muitos mitos foram criados em relação a doença. O principal deles, e que mais atrapalha no diagnóstico precoce, é quanto ao mito de que “tenho diagnóstico de câncer de mama então irei morrer por essa doença”. Isso não é verdade! Cerca de 95% das pacientes com diagnóstico precoce de câncer de mama tem a cura após o tratamento. Então, devemos orientar no rastreio correto com mamografia e autoexame para realizarmos o diagnóstico precoce. Outro mito é “quem tem câncer de mama tem que retirar toda a mama”. Isso também não é verdade!

Antigamente, acreditava-se que o câncer de mama só seria tratado com a retirada de toda a mama, a mastectomia. Hoje, com os avanços no tratamento, sabemos que a cirurgia conservadora, acompanhada de radioterapia, se tornou o tratamento-padrão do câncer de mama, com indicação em 80% dos casos. Nessa cirurgia, se preserva a mama realizando apenas a retirada do tumor com uma margem de segurança, além do posterior tratamento com radioterapia. A mastectomia pode ser indicada, porém, em situações especiais. Muitos outros mitos podem ser discutidos e merecem destaque: “usar desodorante causa câncer de mama”; “mamografia causa câncer de tireoide”; “todo o nódulo na mama é câncer de mama”; “se mexer no câncer ele se espalha”. São todos mitos que precisamos

desmentir, por isso, informação é essencial.

O objetivo é a mulher conhecer a sua mama sadia para que, se houver qualquer alteração, ela perceba precocemente e procure orientação médica.

Mortalidade por câncer de mama - DataSUS (2006 - 2016): no Rio Grande do Sul 2.500

250

2.250

250

2.000

200

1.750

175

1.500

150

1.250

125

1.000

100 463

500

451

75 407

399

250

0

Porto Alegre

O Movimento Outubro Rosa busca a conscientização sobre a importância do cuidado com a saúde da mulher. Quais são os hábitos que você destaca como essenciais, de acordo com cada faixa etária? O Outubro Rosa, desde o seu surgimento, teve como objetivo orientar sobre a conscientização e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Ele cresce a cada ano e dá voz a uma doença tão prevalente entre as mulheres. O diagnóstico precoce vem aumentando cada vez mais e, junto com ele, as opções de tratamento. Independentemente da faixa etária, hábitos de vida saudável e autoconhecimento são fundamentais. Mulheres com mais de 40 anos devem realizar a mamografia anualmente.

Mortalidade por câncer de mama - DataSUS (2006 - 2016): na Macrorregião Norte RS

2.424

750

O câncer de mama costuma ser comum em mulheres após os 40 anos. Atualmente, a incidência em mulheres mais jovens é significativa? As mulheres jovens não consideram o risco de desenvolver o câncer de mama, porém, apesar de ter um número significativamente inferior que as mulheres com mais de 40 anos, ele está aumentando. O diagnóstico do câncer de mama em mulheres jovens é mais difícil, principalmente, em função do tecido mamário ser mais denso e dificultar a identificação de nódulos, e também por que muitas mulheres ignoram os sinais de alerta por acreditarem que são jovens demais para ter câncer de mama. Temos que tomar muito cuidado pois câncer em pacientes jovens pode ser agressivo e menos

responsivos ao tratamento.

Caxias do Sul

Pelotas Canoas Santa Maria

334

258

256

50 244

233

224

Rio São Novo Gravataí Viamão Passo Grande Leopoldo Hamburgo Fundo

25

0

224

114

63 33

31

29

24

24

22

20

20

Passo Erechim Carazinho Palmeira Soledade Frederico Marau Tapejara Três Não-Me- Lagoa Fundo das Missões Westphalen Passos Toque Vermelha


7

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 e 14 DE OUTUBRO DE 2018

Outubro Rosa

Testes genéticos contribuem para diagnóstico e tratamento no câncer de mama Análise deve ser feita, preferencialmente, primeiro nas mulheres da família com diagnóstico efetivo da doença

D

esde que a atriz norte-americana Angelina Jolie declarou, em 2013, ter realizado um exame que apontava um risco aumentado de desenvolver câncer de mama, muitas mulheres vêm considerando o teste genético para detecção de alterações no DNA que podem levar ao surgimento de tumores malignos como uma espécie de pré-diagnóstico. A hereditariedade é um dos fatores de risco para casos de câncer de mama, mas vale lembrar que a genética familiar representa um percentual baixo de todos os diagnósticos da doença. “Exames, como o realizado por Angelina Jolie, indicam uma alteração que aumenta a predisposição ao câncer de mama, mas isso não é um diagnóstico da doença em si. É um indicativo de probabilidade aumentada, que pode ou não se concretizar”, explica o biomédico Raphael Parmigiani. Segundo o especialista, os testes genéticos são indicados apenas quando há um alto risco de mutações associadas ao histórico familiar de câncer de mama em pa-

Foto: Divulgação

rentes próximos (mãe e/ou irmã) e que tenham apresentado tumores com idade inferior aos 50 anos. “É importante que a paciente saiba que não basta ter o desejo de fazer o mapeamento genético. É preciso que um médico geneticista, ou mastologista, seja consultado previamente para que avalie a história familiar e com base nisso, se necessário, gere um pedido médico para realização do exame laboratorial”, explica. A análise de possíveis mutações genéticas hereditárias deve ser feita, preferencialmente, primeiro nas mulheres da família com

diagnóstico efetivo de câncer de mama. Isso porque o material biológico coletado a partir do sangue ou da saliva do paciente em tratamento trará evidências mais precisas, que servirão de subsídios para outros membros da família caso ocorra a detecção de uma alteração hereditária. Para ele, a descoberta de um fator familiar do câncer deve ser entendida como mais uma aliada no aconselhamento preventivo da condição. “Os benefícios são inúmeros, considerando a importância do diagnóstico precoce na luta contra o câncer “, salienta.

Artigo Anabolizantes e risco de câncer Dr. Luis Alberto Schlittler Oncologista Tumores gastrointestinais CRM – 24748

U

m levantamento recente conduzido no Brasil analisou a correlação entre o uso indiscriminado e prolongado de hormônios e anabolizantes e o desenvolvimento de hepatocarcinomas. Essa forma de câncer de fígado corresponde a 90% de todos os tumores originários no órgão e é responsável por cerca de 15% de todas as mortes por falência hepática no mundo. A pesquisa, feita a partir da análise de estudos clínicos, revisões de literatura e relatos de caso, traz indícios de que o desenvolvimento desta doença é mais comum em decorrência de abuso de anabolizantes por um tempo considerável (entre dois e sete anos), mas é ampliado pela questão da idade precoce. Dois terços das pessoas que acabam abusando dos esteroides anabolizantes começam a consumi-los a partir dos 16 anos. Além disso, uma pesquisa sobre o comportamento dos brasileiros em relação ao câncer mostra que mais de 30% das pessoas de 18 a 29 anos não realizam qualquer exame preventivo contra a doença. O fato de os jovens começarem o uso de hormônios sintéticos tão cedo e o cuidado precário que eles dedicam à sua saúde criam uma situação de risco em que o diagnóstico do tumor supostamente advindo do abuso de esteroides pode ser tardio. A SBOC – Sociedade Brasilei-

ra Oncologia Clínica recomenda que o uso de anabolizantes e hormônios seja condicionado à prescrição e acompanhamento de especialistas, como um endocrinologista ou ginecologista. Os efeitos dos esteroides anabolizantes para a dependência psicológica, problemas cardiovasculares, elevação do colesterol, aumento da pressão arterial, perda óssea e impotência sexual já́ são bem conhecidos e documentados. Com nossa análise da literatura revelando uma possível ligação com o câncer de fígado, a implantação de políticas públicas que alertem sobre os perigos do uso incorreto e sem supervisão de esteroides anabolizantes se torna ainda mais importante. Mande suas dúvidas para o e-mail contato@drluis.com.br

Pesquisa Câncer de pâncreas metastático

O Instituto do Câncer Hospital São Vicente realiza estudo para pacientes com câncer de pâncreas metastático elegível para receber terapia de 1ª linha. O tratamento em estudo inclui quimioterapia isolada ou em combinação com um agente que visa aumentar a penetração e eficiência dos agentes antitumorais. Informações: (54) 2103-4130.


8

DIÁRIO DA MANHÃ SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Outubro Rosa

Mamografia: uma grande aliada para a detecção precoce do câncer Indicação da especialista é para que o exame seja realizado anualmente a partir dos 40 anos

O

s procedimentos que envolvem o exame de toque e a mamografia para o diagnóstico precoce do câncer de mama ainda provocam dúvidas na população. A campanha Outubro Rosa, que propicia o debate acerca da doença, cumpre um importante papel de divulgação de informações, especialmente devido à incidência desse tipo de câncer no País. Dessa forma, conhecendo melhor os sintomas e ciente da relevância da conscientização sobre o tema, mais mulheres buscam a realização de exames específicos, como a mamografia. Essa realidade é observada, por exemplo, em Carazinho, município de atuação da especialista em radiologia e diagnóstico, Renata Nunes Lemos Graebin. “Precisamos ter muita consciência. O câncer de mama tem uma relevância importante. Tem uma alta incidência. Ele é responsável por 23 a 25% dos novos cânceres por ano. A mamografia não impede o surgimento do câncer, mas traz as mulheres para o diagnóstico precoce”, frisa. À exceção do câncer de pele tipo não melanoma, o câncer de mama

Fotos: Divulgação

é o mais prevalente entre as mulheres: uma realidade não só no Brasil, mas no mundo. “Hoje, esse tipo de câncer permanece tendo a maior taxa de mortalidade. Não é à toa que todas as entidades públicas de saúde visam muito esse mês para falar sobre o assunto e trazer

mais pacientes para fazerem o exame que chamamos de rastreamento. A partir disso, podemos conhecer esse problema e tratar”, reforça. A indicação da especialista, cuja orientação representa a percepção do Colégio Brasileiro de Radiologia, da Sociedade Brasileira de Mastologia

e da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, é que pacientes assintomáticas comecem a realizar anualmente os exames a partir dos 40 anos. “Antes disso, apenas em situações específicas, como histórico familiar ou achados da paciente. Sabemos que o câncer de mama pode ocorrer antes desse prazo, mas respeitamos essas prerrogativas”, completa. A mulher é o principal foco da campanha Outubro Rosa, mas o câncer de mama também pode acontecer nos homens. “Como a mama deles é mais fácil de ser apalpada, o diagnóstico fica muito a critério do exame de rotina, do paciente ir ao médico e relatar as queixas. Mas o foco realmente está na incidência e prevalência nas mulheres”, esclarece. A mamografia é realizada por uma profissional técnica em radiologia. Conforme Graebin, são feitas duas posições em cada mama de forma habitual, o que, de acordo com achados, pode demandar outros posicionamentos. “Ele não é um exame doloroso, mas pode realmente causar um desconforto em maior ou menor grau, dependendo da paciente. Esse exame que fazemos no Brasil ocorre da mesma forma em qualquer parte do mundo. A máquina que usamos é importada, então o mesmo procedimento

aqui é feito na Europa e nos Estados Unidos”. Com relação ao autoexame, essa é uma discussão que, segundo a especialista, está cada vez mais presente nos protocolos e congressos. “De forma nenhuma ele perdeu a sua importância. Continuamos recomendando que as pacientes se apalpem, que procurem estabelecer esse hábito em períodos de mesma frequência mensal, mas isso não exclui, de forma alguma, a importância do exame de rastreio. O fato de não achar uma alteração ou de não manifestar sintomas não significa que a mulher não tenha o câncer”, pontua. A partir do autoexame, se a paciente perceber um nódulo, podendo não ser doloroso, mas endurecido, ou se ela verificar linfonodos grandes é recomendado que procure atendimento médico. “A mamografia é pontual. Por isso, frisamos tanto para que as mulheres sempre tragam o seu exame anterior. Não aceitamos mais achar câncer de dois a três centímetros, porque todo câncer vai chegar a ser um nódulo. Queremos pegar isso antes. Comparando uma mamografia com a outra, conseguimos identificar modificações tênues daquela arquitetura e achar um câncer inicial. Isso irá evitar que a paciente, após o câncer ser retirado, passe por outros procedimentos”, finaliza Graebin.


Caderno

Imobiliário PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

AQUI

IMÓVEIS

DO TAMANHO DO SEU SONHO

IMAGEM INTERNET


2 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 3


4 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 5


6 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 7


8 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 9


10 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 11


12 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 13


14 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018


DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

imobiliário 15


16 imobiliário

DIÁRIO DA MANHÃ - PASSO FUNDO, SÁBADO E DOMINGO, 13 E 14 DE OUTUBRO DE 2018

Passo Fundo  

12 a 14/10/2018

Passo Fundo  

12 a 14/10/2018

Advertisement