Issuu on Google+

E MAIS:


2   nossa! A revista do seu condomínio


nossA! A revista do seu condomínio  3


Cuida Belém, cuide também

Ver-o-Peso novo de novo

Icoaraci de Cara Nova

Asfalto na Doca e nos Bairros

4   nossa! A revista do seu condomínio


Macrodrenagem da Estrada Nova e do Paracuri

Ver-o-Rio revitalizado

Faça sua parte nossA! A revista do seu condomínio  5


6   nossa! A revista do seu condomínio


nossA! A revista do seu condomínio  7


42 Capa

Informe

de inesquecível Anos 80 – a Regras década

Índice 16 22 29 36 55

Segurança para seu condomínio OS FUNCIONÁRIOS DEVEM SER TREINADOS PARA O USO DOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS DE SEGURANÇA E PARA IDENTIFICAR SUSPEITOS.

16

22

Tchibum! Piscina diverte, mas exige cuidados Segurança no condomínio

Intercâmbio: de malas prontas para o mundo

22

NÃO ABRA A PORTA PARA ESTRANHOS, MESMO QUE ACOMPANHADOS DE FUNCIONÁRIOS DO CONDOMÍNIO.

AO CHEGA GARAGEM HÁ PESSO SUSPEITAS DANDO V ENTRADA.

AS ENTRADAS DO EDIFÍCIO (SOCIAL, DE SERVIÇO E GARAGEM) DEVEM SER ILUMINADAS. A GUARITA DEVE SER RECUADA E COM GRADES ALTAS, E O PORTÃO DA GARAGEM CONTROLADO PELA PORTARIA.

OS VISITANTES DEVEM SER IDENTIFICADOS E ANUNCI DOS AO MORADOR. NÃO AUTORIZE A SUBIDA DE ENTREGADORES, DESÇA À PORTARIA PARA RECEBER ENCOMENDAS.

MANTENHA OS EMPREGADOS (DOMÉSTICAS, BABÁS, MOTORISTAS ETC.) COM IDENTIFICAÇÃO ATUALIZADA NA PORTARIA. E EVITE DEIXAR CHAVES COM EMPREGADOS PARTICULARES OU DO CONDOMÍNIO E NA PORTARIA.

DEZ/JAN  2013/14

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

DEZ/JAN  2013/14

36

29

Diário de Viagem – Ásia

Atriz Cissa Guimarães fala sobre a vida, amores e religião

61 71 76

55

Dica pelo Mundo

Previsões para 2014 Maquiagem fim de ano

Colunas Estilo e consumo.................................. 50 Cult..................................................... 52 Tecnologia...........................................53 Kids & Teen. ........................................ 54 Guia médico....................................... 64 Psicologia............................................ 65 Cirurgia Plástica...................................66 Dermatologia........r.............................. 68

8   nossa! A revista do seu condomínio

Que venha

Ética e fé

O novo ano se aproxima e para recebê-lo com todas as boas energias prepare a sua casa e a sua vida em grande estilo. Confira o que lhe espera!

trologicamente pelo planeta Júpiter. Isso será muito bom, apesar de tudo na vida ter sempre um lado positivo e um lado negativo. Júpiter amenizará, no primeiro semestre de 2014, a energia saturnina que tende a continuar, pois Saturno ainda está em Escorpião.

Se você superou 2013 saiba que para 2014 as previsões são, na sua maioria, positivas.

Rui Paiva divide o ano em duas partes: a primeira é de 01 janeiro até o dia 15 de julho e a segunda de 16 de julho até o final do ano. Júpiter fica ainda em Câncer, beneficiando as pessoas deste signo no primeiro semestre, em especial. Depois será a vez de Júpiter entrar no signo de Leão, causando outra energia positiva e que beneficiará não somente os leoninos, mas a todos.

O que dizem os astros?

Positividade

O ano de 2014 será regido as-

A tendência de 2014 será de

Relacionamentos

A ética também será pauta neste ano de 2014. As pessoas terão uma conduta ética e cobrarão daqueles que vacilarem. As autoridades e profissionais em geral serão cobrados da mesma forma. A população cobrará isso de todos os âmbitos do poder institucionalizado: Legislativo, Judiciário e, principalmente, do Executivo.

71 O A folhinha vai virar! O ano de 2013 se despede. Há quem tenha gostado, mas também quem torceu pra ele acabar logo. Isso já estava previsto. Segundo Rui Paiva, astrólogo, muitas pessoas se queixaram deste ano, que foi regido por Saturno. “Em minhas previsões no final de 2012 alertava que o ano seria pesado, de muito trabalho, cheio de responsabilidade e com muitas cobranças da sociedade civil, porém um ano fundamental para fortalecer as bases, as estruturas, a sustentação para algo que ainda viria justamente no ano de 2014”, ressalta.

61

muita vibração positiva, otimismo, sorte e prosperidade. Mas não espere que seja de forma imediata, do tipo tudo ao mesmo tempo e agora, será de forma pontuada, sobretudo para aqueles que souberem ousar, investir e trabalharam bastante no ano que passou. De uma forma geral, as pessoas terão muitas ideias e vão querer empreender. A energia está para isso, empreender. Os negócios irão crescer, o comércio e a indústria também, apesar de certa recessão e medo atualmente, podem crescer além do normal em 2014. As pessoas ficarão mais alegres e participativas, pois até a generosidade, fraternidade e solidariedade estarão em alta. É preciso saber aproveitar os momentos da vida e procurar motivação para correr atrás de seus sonhos.

Outra forte questão neste novo ano será a fé. O lado espiritual ganhará novos contornos no coração das pessoas. A religiosidade ganhará um novo patamar. Júpiter é a mão de Deus para a Astrologia.

2014 nas profissões Na área profissional, as áreas que ganharão um peso especial, a princípio, será a educação de forma geral, área da cultura e das artes, turismo, importação e negócios internacionais, esportes coletivos, lazer para jovens e crianças.

Nos relacionamentos, um detalhe interessante: as uniões formais acontecerão. Há uma energia casamenteira e as pessoas vão querer se unir formalmente ou informalmente. Porém, se a união for forçada, até com chantagens com filhos, aí não haverá energia positiva que salve aquela relação. Como nem tudo são flores na vida, o lado negativo também existe.

Sim

PARA A VIRADA DO ANO Com que roupa?

76

No primeiro semestre ainda serão beneficiados os ramos imobiliário, gastronomia, produtos e serviços para o lar. Já no segundo semestre, as áreas que serão beneficiadas serão do ramo da beleza, do luxo, dos prazeres, das diversões. Outro detalhe interessante é que as uniões, as parcerias poderão ocorrer de forma mais comum. Politicamente parcerias antes inviáveis podem ocorrer. As dificuldades serão postas na mesa e o processo democrático, em vários setores, tendem a acontecer. Os acordos de forma geral, para todos, é uma energia de 2014.

De acor soas dev perestim óculos c sive seu com os e ção de l ser grand e as pes te a vida

Se você acredita no poder das cores para as festas de fim de ano, confira o que elas transmitem e faça sua escolha:

Branca: Um ano novo repleto

de paz

Amarela: Dinheiro e riqueza sempre estarão presentes

Rosa: Felicidade no amor Vermelha: Um ano de muita paixão Azul:

Paz de espírito

Verde:

Esperança e equilíbrio

Din

Pegu segu que rant deve sent da esta e tr para Este entre que algu para

Am

Que al d na n tar na h Se v gué so se

Laranja:

Sucesso monetário

Violeta: Inspiração e estabilidade

Su reito uma calç


Informe

PARA ANUNCIAR

Fale com a Nossa!

rn_comercial2013@hotmail.com crisa_santos@hotmail.com (91) 3353-6268 (91) 8023-5876

DIRETORA EXECUTIVA

Christiane Araújo EDITORA CHEFE

Priscilla Castro Drt I Pa 1587

A revista Nossa! sabe como é bom uma

conversa próxima e aberta. Por isso, convidamos você que mora nos condomínios de Belém, Ananindeua e Marituba a sugerir, comentar e contar pra nossa equipe sobre os assuntos que acontecem no dia a dia dos moradores, na vizinhança. Queremos saber também quais as notícias você gostaria de ler aqui na revista Nossa! E mais se você fez uma viagem inesquecível conte como foi no nosso Diário de Viagem.

REPORTAGENS E PRODUÇÃO

Tylla Lima Bianca Teixeira

Assistente de Produção

Mário Costa Fotografias

Bianca Viégas PROJETO GRÁFICO

Dheremi Vale

Tony Mattos

Projeto Gráfico Capa e matéria Anos 80

Com sua ajuda queremos estar mais

perto de quem lê a Nossa! Contamos com você!

André Cruz

Colaborador

Márcio Moreira (Rio de Janeiro) Estagiários

Giovanny Dias Ana Branco Impressão

Gráfica Halley Edição VI “Dezembro” Tiragem: 13 mil exemplares Publicação bimestral Distribuição gratuita Razão Social: Christiane A. Santos Editora Versátil Comunicação CNPJ: 34.915.157/0001-69 End.: R. Pariquis, 3001 / 204 Ed. Village Medical Center - Cremação - Belém /Pa CEP: 66040-320 E-MAIL: comercial@portalrevistanossa.com.br jornalismo@portalrevistanossa.com.br

É expressamente proibida a reprodução de qualquer conteúdo, seja texto ou imagem, desta publicação. A revista Nossa! não pode ser responsabilizada por informação incorreta eventualmente publicada em conteúdo de anunciante.

nossA! A revista do seu condomínio  9


Nosso leitor Nosso Leitor, aqui está seu espaço onde vamos mostrar suas mensagens, e-mails e opiniões sobre a Nossa! A revista é feita para que os moradores dos condomínios de Belém e região metropolitana tenham um veículo de comunicação com informação de qualidade e entretenimento.

Alessandra Torres - Fotógrafa “A revista é bem editada, tem um visual legal e trata de assuntos bem interessantes, principalmente no que diz respeito ao público alvo. Gostei muito! Recomendadíssima!”

Sandra Chady Meira “A revista está de parabéns! As matérias são excelentes e a qualidade das páginas é perfeita.”

Vilany Araújo - Psicóloga “Sou leitora assídua da “Revista Nossa!”, e as matérias do DIÁRIO DE VIAGEM, muito me atraem. Na revista de outubro a matéria “Um mergulho na religiosidade”, destino Jerusalém, despertou em mim uma grande vontade de conhecer os enigmas dessa terra, por onde Jesus viveu. Valeu a reportagem, as dicas e as preciosas informações.”


Lazer

Carosleitores

Christiane Araújo  crisa_santos@hotmail.com

“Tenho muito orgulho em dizer que terminamos o ano de 2013 com o nosso objetivo alcançado. Nosso leitor abraçou a Nossa! como sua, interagiu com as matérias, nos surpreendeu com suas sugestões e nos motivou a chegar aqui, com a sexta edição, linda e fascinante. Meu desejo para 2014 é que o nosso, que o seu ano, seja repleto de objetivos concretizados, de amor, paz, energia positiva e altruista, de reforma íntima e saúde impecável. E que venha 2014 com muitas edições lindas e interessantes para você! FELIZ ANO NOVO!” Christiane Araújo - diretora Nossa! “Celebrar um novo ano, é celebrar a vida que chega cheia de oportunidades e grandes expectativas. Que nosso encontro permaneça nas páginas de Nossa! e que possamos juntos celebrar um maravilhoso 2014.” Priscilla Castro – Editora-chefe

“Assim como nós entramos em seus lares, desejo que em 2014 entre na sua casa muita felicidade, saúde e prosperidade.” Rui Leal – Executivo de contas

“Desejo a todos os leitores e à equipe da revista, um ano de 2014 repleto de saúde, proteção, paz e também de ótimas pautas para a Nossa! Feliz ano novo!!!” Tylla Lima – Repórter

“Um novo ano se inicia e com ele a esperança de um novo tempo. Esperamos contar com a sua companhia para juntos comemorarmos muitas conquistas e descobrir o prazer de ser nosso leitor.” Mário Costa – assistente de produção

“Desejo a todos um Feliz Ano Novo! Espero que vocês possam contar com a Nossa! companhia no ano de 2014.” Ana Branco – Estagiária

“Desejo a todos vocês um 2014 cheio de coisas boas! Que possamos, através das nossas páginas, sempre transmitir notícias boas e alegres. Que possamos nos tornar cada vez mais parceiros. Obrigada pela receptividade e carinho. Nos encontramos no próximo ano.” Bianca Teixeira - Repórter

Feliz 2014!!! Bianca Viegas, Dheremi Vale, Giovanny Dias, Tony Mattos, André Cruz

nossA! A revista do seu condomínio  11


Lazer

CONDOMÍNIO PARCEIRO

O seu condomínio é parte indispensável na Revista Nossa! A revista é feita para informar e levar entretenimento de qualidade para nossos leitores. Você, síndico, é nosso grande parceiro nessa comunicação com os moradores dos condomínios de Belém, Ananindeua e Marituba. Contamos com você para nos informar e dar sugestões. Queremos ainda conhecer os funcionários do seu condomínio que se destacam, aqueles atenciosos que fazem a diferença pela competência e dedicação ao condomínio.

Perfil Administrador e Síndico Recebi a proposta pra vir para o Condomínio Lago Azul e aceitei. Estou aqui há seis meses. Antes, fui gerente por pouco mais de dois anos no condomínio Cidade Jardim 1. Nome: ANA CÉLIA DA COSTA CARMO SARAIVA Função: Gerente Administrativo (Condomínio Lago Azul) A experiência de síndico está me dando a oportunidade há um ano e 4 meses de liderar uma equipe de 15 funcionários e de conduzir os trabalhos desenvolvidos por três empresas que prestam serviços ao condomínio. Acho que o que me motiva a continuar desenvolvendo essa atividade é a sensação de estar contribuindo com a melhoria do ambiente em que moramos e criamos nossos filhos. Nome: IRAN JOSÉ BRITO FERREIRA - professor Função: Síndico (Condomínio Rio das Pedras)

12   nossa! A revista do seu condomínio


lider e magazan

trabalho

shopping center

escola

serviços

Financiamento direto com a FGR* ao mês

0,49% + ipca

(91) 3292.4512 - 9227.2824 i WWW.jardinscoimbra.com i BR 316, KM 18 nossA! A revista do seu condomínio  13


ELES ORGANIZAM E AJUDAM A FAZER O CONDOMÍNIO O MELHOR LUGAR PARA VIVER!

Morar em um prédio ou condomínio residencial garante mais segurança para os moradores. O pagamento da taxa condominial traz a comodidade aos moradores de ter os serviços oferecidos desde a portaria à manutenção administrados por alguém responsável para isso. Uma figura essencial para manter a ordem e as regras nos condominiais: o síndico!

Eleito pelos moradores e bastante cobrado

bado, então procuro dividir o meu horário de trabalho

quando surge algum problema nas dependências do

com a minha família da melhor forma possível, mas

condomínio, o síndico, muitas vezes precisa ser rígido.

sempre atento às situações presenciais ou por telefo-

Pensa que é simples? “Administrar quem mora ou tra-

ne”, explica Raimundo.

balha em condomínio não é uma tarefa fácil. É uma função que exige responsabilidade. É necessário ter

Charlei Miranda é síndico do Edifício Ana Laura. Ele

tempo suficiente para resolver com a equipe todos

é servidor público e se desdobra para dar conta da

os problemas que possam surgir. Tenho que gerenciar

função no prédio, família e da profissão. “Sempre bus-

questões administrativas, operacionais e zelar pelo

co dedicar um tempo todos os dias para analisar as

bom funcionamento do condomínio”, diz Raimundo Al-

contas e efetuar pagamentos para não acumular o

ves, síndico do Greenville Exclusive.

serviço e assegurar a continuidade da administração

e a valorização do patrimônio comum”, diz.

Raimundo é servidor público federal aposen-

tado pela Polícia Rodoviária Federal e está na segunda gestão. Ele diz que a relação com os condôminos é de forma imparcial, sempre respeitando a todos e agindo com bom senso. “Mas é claro que em algumas situações temos que tomar medidas repressivas. O mais legal na minha função é ver todos os condôminos felizes, e o mais chato é ter que aplicar multa um morador”, afirma. Sem o síndico não há a centralização das reclamações, sugestões e cumprimento das regras de um condomínio. Ele precisa exercer a função no local onde mora, também tem família e profissão. “A administração funciona em horário comercial de segunda a sá-

14   nossa! A revista do seu condomínio


É uma função de referência para qualquer morador quando surge um problema. Há regras gerais a serem cumpridas. E se alguém insistir em descumprir o estatuto do bom convívio coletivo e da boa vizinhança: Chama o síndico! “Diante disto, dependendo da complexidade do tema tomo as decisões visando a segurança dos condôminos e a valorização do bem comum”, afirma Charlei. O calendário marca o dia 30 de novembro como o dia do síndico. Dia do zelador e do responsável por fiscalizar o cumprimento das regras para manter todos os moradores felizes e satisfeitos! “Na minha opinião, o mais importante em ocupar esta função é poder aplicar sua experiência para mudar a gestão do condomínio sobre coisas até então esquecidas e escrever uma nova história ao condomínio”, finaliza Charlei.

Administração de Condomínios Se faz com transparência, qualidade e preço justo.

A servcon administra, organiza e gerencia condomínios em todo estado do Pará. Total assessoria operacional, contábil, financeira, departamento pessoal/REC. Humanos. Completo departamento

jurídico (cobrança de inadiplentes). Prestações de contas diária virtual. Condução de assembleias gerais e mais um pool de serviços que disponibilizamos para o seu condomínio. NÓS TRABALHAMOS A VALORIZAÇÃO DO SEU PATRIMÔNIO!

Visite nosso site: www.ser vconcondominios.com.br

Fones: (91) 3245-081 8/4107-1003/3346-0870 nossA! A revista do seu condomínio  15


PISCINA É BOM E DIVERTIDO, MAS EXIGE CUIDADOS

As férias estão chegando e muitas crianças vão aproveitar o tempo livre para se divertir nas áreas de lazer dos condomínios, por isso, fique atento “as dicas” dos especialistas e deixe a brincadeira correr solta.

Elas são uma boa opção para distrair as crian-

ças, mas podem representar uma grande do de cabeça para os pais. As piscinas dos condomínios ou dos clubes pedem atenção e exigem alguns cuidados, podem esconder problemas como micoses ou até mesmo cortes na pele, além do risco eminente de afogamento.

A médica pediatra Cândida Sales alerta que

uma distração na piscina e exposição ao sol pode trazer insolação, desidratação e consequentemente uma diarreia para a criança. “É possível ainda que o banhista tenha problemas de pele como é o caso da pitiríase versicolor, mais conhecida como pano branco”, alerta.

Na função há um pouco mais de sete meses,

Antônio diz que além da preocupação com a qualida

Doutora Cândida recomenda que as manu-

tenções sejam feitas semanalmente, com produtos

de da água que é oferecida para o banho dos condôminos, ele se preocupa também com a segurança.

adequados e sem exagero para não causar alergias. Pois é justamente isso que Antônio Ferreira, síndico do

“Desde que houve um incidente envolvendo criança

condomínio Cidade Jardim 1 faz.

e piscina aqui no nosso residencial é que decidimos

16   nossa! A revista do seu condomínio


colocar um salva vida de plantão aos sábados, do-

com os dois para não entrarem sozinhos na piscina,

mingos e feriados. Períodos onde as pessoas podem

para não colocarem água da piscina na boca nem

curtir mais a piscina e o clube”, diz Antônio.

brincar de ficar se afogando.”

Mãe de um casal, Júlio Neto (7 anos) e Ana

Mesmo com todos os cuidados tomados e

Vitória (6 anos), a empresária Patrícia Affonso diz que o

orientações dadas, os pais de Júlio Neto e Ana Vitó-

banho de piscina das crianças só é liberado quando

ria, decidiram colocá-los na natação desde cedo,

a água está devidamente limpa e tratada. “Após a pis-

na época o menino tinha 4 anos e a menina tinha 3.

cina eles logo tomam um banho de chuveiro”, conta.

“Achamos que é um esporte que ajuda na coordenação, respiração, desenvolvimento e principalmente no

Além deste cuidado, Patrícia revela outras re-

comendações que passa para os filhos: “Conversamos

caso de algum descuido a criança já começa a saber o que fazer na água”, completa Patrícia.

ALERTA!! A criança se afogou. O que fazer? Massagem cardíaca: coloque uma mão em cima da outra e comece a massagear a criança, apertando o tórax na região do osso do externo, uma em seguida da outra até o resgate chegar.

Cuidados básicos

Algumas regrinhas são básicas e bem práticas e ajudam a garantir a diversão na piscina do condomí-

nio. Em primeiro lugar, se os pais não tiverem condições de estar do lado, observando a criança, é importante escolher alguém de extrema confiança para exercer esta função. Na piscina não é recomendável que crianças menores de 10 anos fiquem sozinhas, uma vez que elas ainda não têm um reflexo bem desenvolvido e podem acabar se afogando. E, se isso acontecer, a recomendação é tentar manter a calma e chamar imediatamente os Bombeiros ou o Samu 192.

Em segundo lugar, o síndico deve orientar os funcionários a ligar imediatamente para os pais dos me-

nores que estiverem desacompanhados de adultos na piscina. Outra recomendação é não usar lonas sobre a piscina. As crianças menores podem entrar na água por pequenas aberturas sem que ninguém perceba o que está acontecendo. Outra orientação dos especialistas é colocar uma cerca com pelo menos um metro de altura para evitar que a criança pequena entre na água sem a supervisão de um adulto.

nossA! A revista do seu condomínio  17


Cuidados básicos

As condições físicas das piscinas devem ser levadas em conta. Verifique o ambiente, analisando os

azulejos, o piso, a profundidade das piscinas, como é a separação da piscina de adulto e de criança. Vários riscos estão escondidos atrás destes pequenos detalhes que muitas vezes não nos atentamos. Uma piscina mal cuidada pode provocar quedas por causa de pisos escorregadios e levar a traumas e fraturas, cortes em azulejos quebrados e o ralo da piscina, sem a proteção devida, pode provocar sucção de cabelo, por exemplo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a principal causa das mortes em piscina é o afogamento, e a razão

do acidente ser tão comum é o fato de ocorrer rápido demais e de forma silenciosa. A melhor prevenção no caso de crianças é sempre ter um adulto atento por perto, para caso aconteça alguma coisa, possa retirá-la rapidamente.

A proteção mais indicada para as crianças é o colete salva vidas que, hoje mais modernos, não impos-

sibilitam a diversão. A boia pode ser utilizada, mas é bom lembrar que ela não é considerada um instrumento de proteção e salvamento. Caso a criança use boia um adulto deve ficar com ela dentro da água.

18   nossa! A revista do seu condomínio


Primeira empresa paraense especializada no serviço de transporte e entrega de encomendas, que há 10 anos consolida suas atividades com um trabalho de extrema responsabilidade, realizado por uma equipe de colaboradores (motoristas, motociclistas e ciclistas), devidamente qualificada, treinada, uniformizada e equipada.

Principais serviços Terceirização de motociclistas Entrega de pequenos volumes Entrega de medicamentos (Única empresa paraense de courrier, autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para realização desse serviço)


Informe

Regras de Segurança para seu condomínio OS FUNCIONÁRIOS DEVEM SER TREINADOS PARA O USO DOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS DE SEGURANÇA E PARA IDENTIFICAR SUSPEITOS.

MANTENHA OS EMPREGADOS (DOMÉSTICAS, BABÁS, MOTORISTAS ETC.) COM IDENTIFICAÇÃO ATUALIZADA NA PORTARIA. E EVITE DEIXAR CHAVES COM EMPREGADOS PARTICULARES OU DO CONDOMÍNIO E NA PORTARIA.

20   nossa! A revista do seu condomínio

22

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

DEZ/JAN  2013/14


NÃO ABRA A PORTA PARA ESTRANHOS, MESMO QUE ACOMPANHADOS DE FUNCIONÁRIOS DO CONDOMÍNIO.

AO CHEGAR OU SAIR DA GARAGEM, OBSERVE SE NÃO HÁ PESSOAS ESTRANHAS OU SUSPEITAS, AGUARDANDO OU DANDO VOLTAS PERTO DA ENTRADA.

AS ENTRADAS DO EDIFÍCIO (SOCIAL, DE SERVIÇO E GARAGEM) DEVEM SER ILUMINADAS. A GUARITA DEVE SER RECUADA E COM GRADES ALTAS, E O PORTÃO DA GARAGEM CONTROLADO PELA PORTARIA.

Ilustração: Dheremi Vale

Informe

OS VISITANTES DEVEM SER IDENTIFICADOS E ANUNCIADOS AO MORADOR. NÃO AUTORIZE A SUBIDA DE ENTREGADORES, DESÇA À PORTARIA PARA RECEBER ENCOMENDAS.

nossA! A revista do seu condomínio  21

DEZ/JAN  2013/14

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO 

23


Informe

A metrópole da Amazônia está mudando para melhor Por César Modesto Às vésperas de completar 400 anos de história, Belém vive um período de grandes e importantes mudanças nas áreas da Saúde, Mobilidade Urbana, Saneamento Básico, Turismo, entre outras. Tudo isso graças ao choque de gestão promovido pelo prefeito Zenaldo Coutinho, que começou seu mandato assumindo e quitando dívidas do município, o que está abrindo caminho para 2014 começar com várias novidades para a população. O ano de 2013 foi marcado por uma série de conquistas e melhorias para a cidade. Dentre elas estão a retomada das obras do BRT Belém, em junho, para acabar com o caos nos principais corredores urbanos, e a operação “Cuida Belém, Cuide Também”, de execução permanente desde janeiro, garantindo limpeza e ordenamento nos 71 bairros do município . Mobilidade Urbana

Sobre o BRT Belém, a previsão de conclusão

dos dois elevados que vão conectar as avenidas Almi-

da primeira etapa do projeto é janeiro de 2014, po-

rante Barroso e Augusto Montenegro, a principal porta

rém, se necessário, o prazo poderá ser ampliado para

de entrada e saída da cidade ganhará fluidez com

entregar a obra com qualidade e segurança.

até 60% menos tempo de viagem nos horários de pico. E quem usa o transporte público poderá contar com

A partir da liberação do Entroncamento, por

onde trafegam cerca de 800 mil pessoas por dia, e

22   nossa! A revista do seu condomínio

ônibus articulados e bi-articulados com capacidade para 140 a 200 passageiros.


Informe

A primeira etapa do projeto visa desatar o trá-

fego intenso no Entroncamento e ao longo da Avenida Almirante Barroso, atualmente com 15 paradas de ônibus em toda sua extensão. Após conclusão desta etapa, apenas 20% da frota comum deverá transitar na faixa expressa do BRT, representando mais espaço para os veículos menores e menos tempo no trânsito.

Ainda sobre Mobilidade Urbana, a Prefeitura de

Belém decidiu reativar, no mês de outubro, 14 radares eletrônicos com objetivo de reduzir o número de acidentes de trânsito e, acima de tudo, preservar vidas. Também entregou 14 novas viaturas para a Semob e unificou as atribuições - fiscalização e autuação - de agentes municipais e estaduais, representando um reforço no atual contingente, que deve ser ampliado mediante concurso público no próximo ano.

Saneamento Básico

A operação é permanente e tem evitado gran-

des prejuízos para a população. Para compreender sua dimensão, entre os meses de janeiro até o dia 7 de novembro, foram recolhidos cerca de 180 mil toneladas de entulho em canais e coletados cerca de 280 mil toneladas de lixo domiciliar, além da desobstrução de 1.000 quilômetros de rede de drenagem pluviais e limpeza e recuperação de aproximadamente 50 mil bueiros e bocas de lobo. Isso permite o escoamento da água das chuvas e do nível dos canais mais rapidamente.

Embora a área de Saneamento Básico seja bas-

tante evidente, o “Cuida Belém” também envolve Economia (fiscalização e ordenamento de feiras e ambulantes), Meio Ambiente (manutenção e ampliação de

Outra grande mudança na Cidade das Man-

gueiras está sendo a operação “Cuida Belém, Cuide Também”. Desde o início do ano, vem garantindo serviços de macrodrenagem e desobstrução de bueiros

áreas verdes), Urbanismo, Segurança, entre outros, e conta com o apoio do Governo do Estado em determinados serviços, como o programa “Asfalto na Cidade” e a desobstrução da bacia do Una e do Tucunduba.

em canais, tais como nas travessas Quintino Bocaiúva e 3 de Maio, nos bairros Cremação, Batista Campos e Nazaré, e na Travessa Pirajá e Avenida Visconde de Inhaúma, na Pedreira e Marco.

nossA! A revista do seu condomínio  23


Informe

Saúde é prioridade na nova gestão municipal Samu 192, sendo três do tipo USB  (Unidade de Suporte Básico) e quatro do tipo USA (Unidade de Suporte Avançado). Dentre as principais ocorrências atendidas, inclusive, estão as vítimas de acidentes de trânsito. Aliás, em se tratando de hospital, a Prefeitura de Belém contratou este ano 65 novos leitos de hospitais particulares para ampliar o atendimento, diminuindo o fluxo dos HPSM, e retomou obras em 19 UMS e USF, juntamente com a captação de recursos para a implantação de quatro novas UPA nos bairros Jurunas, Terra Firme, Marambaia e Pedreira.

Delicada e complexa, a área da Saúde rece-

beu atenção especial do prefeito Zenaldo Coutinho desde os primeiros dias de gestão. Logo que assumiu a prefeitura, constatou, por exemplo, que os estoques de medicamentos das Unidades Municipais de Saúde (UMS), Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Icoaraci, dos Hospitais de Pronto-Socorros Municipais (HPSM) Mário Pinotti e Humberto Maradei e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) estavam desabastecidos. Esta situação foi suficiente para autorizar a compra de material técnico e medicamentos, via decreto emergencial, partindo do princípio que “a saúde não pode esperar”.

Além disso, ainda em janeiro, foi anunciada e

posteriormente cumprida a ampliação das equipes Estratégia Saúde da Família - de 45 para 105 - visando o fortalecimento da rede de atenção básica do município, que, atualmente, dispõe de 52 Unidades Saúde da Família (USF).

Vale ressaltar que uma equipe é composta por

um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem, um agente administrativo e seis a dez agentes comunitários de saúde e de endemias, responsáveis por cerca de 4.000 atendimentos mensais. E para garantir atendimento onde a população está, a prefeitura entregou, em maio, sete novas ambulâncias ao

24   nossa! A revista do seu condomínio

Essas medidas - que antecedem a aquisição

ou construção de um novo HPSM, ainda sem previsão visam amenizar as principais dificuldades encontradas pela nova gestão, que são históricas. Finalmente, para tornar o atendimento mais eficiente e humanizado, em junho deste ano foi implantado o Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), oferecido pelo Ministério da Saúde, proporcionando melhor visualização e transparência dos leitos credenciados ao SUS municipal, acelerando ainda o processo de cadastro e autorização de internações, bem como maior consistência e fluxo na classificação de prioridades.


Informe

Orçamento e turismo internacional estão garantidos para 2014.

No mês de outubro, a prefeitura entregou à

Câmara Municipal de Belém o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2014. Este projeto estima a receita e fixa a despesa em R$ 2,8 bilhões, sendo que 23,1% desse valor - cerca de R$ 647,5 milhões - deverá ser destinado para investimentos em projetos estruturantes. Para a Educação deverão ser destinados R$ 401,5 milhões e para a Saúde, R$ 236,2 milhões.

Elaborado com base na Lei de Diretrizes Orça-

mentárias (LDO) e no Plano Plurianual (PPA 2014-2017), a LOA conta com programas temáticos de políticas públicas e ações integradas por vários projetos e órgãos municipais. Por sua vez, o PPA prevê investimentos na ordem de R$ 9,9 bilhões e é o principal instrumento de planejamento estratégico do município da nova gestão para os próximos quatro anos.

O Plano, inclusive, é composto por 14 progra-

mas, sendo nove temáticos e cinco de gestão, manutenção e apoio administrativo. E todas as informações estão disponíveis no link “Belém 400 Anos - Reconstrução da Cidade Rumo ao Desenvolvimento Sustentável”, no site www.belem.pa.gov.br. 

Outra novidade conquistada em 2013 foi a in-

clusão de Belém na rota de linhas aéreas diretas internacionais: para Miami, nos Estados Unidos, a partir

de fevereiro de 2014, e para Lisboa, em Portugal, em junho do mesmo ano. Esta aproximação visa, principalmente, inserir o Pará no mercado turístico norte-americano e europeu, permitindo maiores investimentos internacionais.

A empresa aérea TAM, do grupo Latam Airlines,

será responsável pelos voos para Miami, com duas frequências semanais e realizados por aviões 767 da Boeing. Já a companhia aérea portuguesa TAP é quem cuidará dos voos diretos para Lisboa, com as aeronaves Airbus A330 e três frequências semanais - às terçasfeiras, sextas-feiras e aos domingos.

Todas as informações e a evolução do projeto estão disponível no site brt.belem.pa.gov.br e quem não pode participar da audiência pública realizada no dia 22 de fevereiro, mas deseja enviar comentários, críticas ou sugestões, poderá fazê-lo através do e-mail brt@belem.pa.gov.br.

nossA! A revista do seu condomínio  25


26   nossa! A revista do seu condomínio


DE MALAS PRONTAS PARA AO MUNDO

M

uitos jovens sonham em deixar o país onde moram para viver uma grande

experiência no exterior. Essa aventura, para muitos, está associada à liberdade que vem carimbada com o aprendizado ou aperfeiçoamento de um idioma além da convivência com novas culturas.

São inúmeros destinos e maneiras de reali-

zar essa vontade. No Brasil, a maneira mais utilizada para sair do Brasil é através de um intercâmbio, o estudo no exterior.

nossA! A revista do seu condomínio  27


B

em longe do Brasil, Beatriz Martins fez intercâmbio em 2009 para Paris na França. Dife-

rente de Marcelo, a estudante não sabia falar absolutamente nada em francês. Mas a vontade de conhecer a Europa e o tempo que teve livre fez com que esco-

Depois que voltei do intercâmbio minha mãe sempre me disse que mudei muito, que voltei mais madura.

lhesse o destino. “Passei no vestibular e tive a opção de

Aqui no Brasil sempre tive todo conforto em casa, tinha

escolher começar a estudar só no segundo semestre e

quem cozinhasse, arrumasse minhas bagunças, lim-

quis fazer intercâmbio, sempre tive muita vontade de

passe meu quarto, me levasse pros lugares. E lá não.

viajar para fora do Brasil. Como eu já sabia me virar no inglês e os EUA não me enchiam os olhos, fiz um curso

Eles não costumam ter empregados domésticos então tudo quem fazia era eu. Tive que crescer e aprender a me virar porque não tinha nem pai e nem mãe do

preparatório de francês por um mês, me apaixonei e

lado. Tive que aprender a andar sozinha na cidade

escolhi a França! Fui sem saber falar nada”, diz.

sem medo, perder a vergonha de pedir informações, tinha que ter mais responsabilidade com horários dos ônibus que saem sem atrasos.

28   nossa! A revista do seu condomínio


Nos primeiros meses foi desesperador. Porque além de estar longe de casa, Beatriz não conhecia o idioma, nem a cultura do novo lar. Os franceses não gostam muito de falar inglês. “Chorei na primeira semana achando que eu não ia me adaptar, mas depois fiz amizades com outros alunos do intercâmbio e vi que eles também estavam na mesma situação, então, me tranquilizei. Depois me adaptei, fiz grandes amizades e se pudesse eu não tinha voltado”, afirma Beatriz. Mas a vida na França não foi moleza. Beatriz fazia parte de um programa, onde tinha que tomar conta da irmã mais nova, tinha que levar e buscar na escola, fazer o jantar, ajudar nos deveres de casa. Em troca, recebia alimentação, passe para o transporte de ônibus, metrô e dinheiro para sair nos fins de semana. “Na verdade, era ela quem me ajudava nos meus deveres de casa (risos), ela me ajudava muito nas pronúncias e nos fins de semana aproveitava para conhecer outros lugares da Europa”, diz.

Beatriz Martins aproveitou o intercâmbio na França e conheceu outros países da Europa. Foi até Berlin na Alemanha.

Colegial (High School) • Só aceitam jovens de 15 a 17 anos; •Que estejam cursando o ensino médio no Brasil; • Mais específico; • O aluno pode optar pelos programas de 1 semestre a 1 ano letivo, podendo creditar esse período quando voltar para o Brasil.

30   nossa! A revista do seu condomínio


Aprendi a conviver com uma cultura bem diferente, aprendi a tolerar e principalmente respeitar o outro. Aprendi a cozinhar, lavar e passar roupa, enfim, me virar em um país com língua diferente foi um desafio. Além disso, aprendi a valorizar mais a cultura brasileira e tentar introduzir na minha vida alguns valores que presenciei como o jantar em família, a importância que eles dão aos princípios (meio ambiente, respeito ao próximo, o bem moral mais que o material

nossA! A revista do seu condomínio  31


O jovem que pretende fazer intercâmbio pre-

cisa saber que não vai passar férias no país escolhido e precisa seguir algumas regras. O diretor do CCAA, Giulliano Moraes, destaca o perfil do intercambista. A maioria dos estudantes tem entre 15 e 17 anos e que a quantidade de homens que viajava é praticamente a mesma de mulheres. “O destino mais escolhido é sem dúvida os Estados Unidos, mas a Austrália e a Inglaterra também estão no roteiro. Os meses de julho e janeiro são os mais procurados para isso”, diz. Se você sente vontade de fazer intercâmbio saiba que dependendo do curso o valor de um pacote de viagens custa entre mil a trinta mil dólares. Por isso a recomenda

Lá eles falam o inglês britânico, bem diferente do

americano, já dominado por Marcelo. O primeiro choque foi no aeroporto. A comunicação foi difícil e veio a sensação de que esqueceu tudo o que sabia. A rotina melhorou a prática. Depois, Marcelo teve outro desafio. “O almoço deles é como se fosse um lanche no Brasil e a janta como se fosse o almoço. Meio dia, eles comem pipoca, frutas, sanduíche e na janta é sempre alguma coisa com salada. Tive que aprender a comer já que eu não comia nem alface!”, afirma Marcelo. Foi dentro de casa que Marcelo encontrou as referências, já que o lugar ainda tem hábitos tradicionais como não poder beijar na boca em público. Boa conduta também há. Lá as pessoas são muito educadas, conta. O estudante teve um pai, mãe, duas irmãs e um cachorro. Os pais eram jovens entre 30 e 40 anos e trabalhavam como gerentes de um hotel. “Uma das coisas que mais me chamou atenção foi a maneira como eles levam a vida, bem no estilo “enjoy your life” sem se preocupar com a opinião dos outros, sem se preocupar com problemas pífios, enfim, curtir de fato as coisas simples da vida, algo que tento aplicar hoje na vida”, lembra o estudante.

Curso de idioma: • Algumas escolas aceitam jovens de 13 anos até a terceira idade; •Duração de 2 a 48 semanas • Não tem uma data certa, durante o ano inteiro os cursos estão sendo abertos. Fonte: CCAA

32   nossa! A revista do seu condomínio

ção principal é escolher uma empresa séria para lhe passar a melhor opção para o seu orçamento e objetivo. “A empresa que você procurar precisa ter boas referências para atender à preocupação dos pais quanto à distância e a segurança dos filhos. E quanto a saudade não tem jeito, criamos os nossos filhos para o mundo. Um intercâmbio é uma universidade na vida dos jovens”, reforça Giulliano.


nossA! A revista do seu condomínio  33


Dica pelo Diário de viagem mundo

io Diárd e

m e g a vi ROGÉRIO OLIVEIRA ortodontista

34   nossa! A revista do seu condomínio


Diário de viagem

Desde adolescente gosto de viajar, e esse gos-

to por viagens foi aumentando e culminou na minha volta ao mundo. A ideia surgiu quando conheci um mochileiro de passagem pela ilha de Algodoal. Ele tinha acabado de chegar de uma viagem de 15 meses pelo mundo. E depois de ouvir várias histórias dele, me deu um estalo. Eu descobri naquele momento que era aquilo que eu queria, aquele era o meu sonho. Me dei conta que uma volta ao mundo poderia ser real. Desde lá passei mais de dois anos estudando e pesquisando sobre “mochilismo”. Muita gente pensa que mochileiro é um camarada desleixado, que só quer saber de curtir e vagabundar. Na verdade, ser mochileiro exige muito conhecimento e experiência. Fazer uma viagem de forma independente, principalmente cruzando a Ásia e o Oriente Médio, onde não entendemos nenhuma palavra sequer do país onde estamos, é uma tarefa que necessita de estudo.

nossA! A revista do seu condomínio  35


Diário de viagem

Comecei então a planejar minha viagem. Mas,

o que é uma volta ao mundo em um ano? Uma viagem que começa com um planejamento desamarrado. Impossível saber de antemão tudo o que eu iria fazer em cada país e em cada cidade. Sabia mais ou menos os países que iria passar e mais ou menos a ordem a seguir, e fui definindo no meio do caminho para onde iria e quanto tempo seria necessário.

As dúvidas e os

receios que ainda restaram, foram sumindo aos poucos pelo caminho depois de alguns meses na estrada.

Durante a viagem, me proporcionei muito tem-

po livre que inconscientemente utilizei pensando sobre a vida. É por isso que uma longa viagem sozinho nos modifica. Preciso de tempo livre para analisar, absorver e assimilar tudo que vejo e que aprendo. Descobri que para uma viagem ser realmente engrandecedora, para que seja realmente uma experiência, preciso vivenciar o lugar onde estou. Só visitar pontos turísticos

Chiang Mai – Tailândia

não engrandece ninguém, tem que ter algo mais, é

“No dia que eu cheguei em Chiang Mai,

preciso ver mais a vida, a dinâmica das sociedades.

norte da Tailândia, fui fazer o reconhecimento da área de bicicleta, e fiz uma brincadeira que me amarro... brincar de me perder, coloco o mapa no bolso e vou andando sem rumo, vou pra longe... e quando estou cansado procuro o rumo de casa, quer dizer, do albergue (na verdade, me sinto em casa no albergue, já que estou morando no mundo). Tudo que vejo legal eu encosto: um templo, uma praça, um mercado... é bacana pra sentir a cidade, sentir o cheiro da cidade e participar do cotidiano dos habitantes locais. Essa é a diferença entre mochilar e fazer turismo através de pacotes turísticos e excursões, onde se visita os pontos turísticos com hora marcada pra voltar pro ônibus. Do meu jeito posso sentir no trajeto os sons da rua, o cheiro dos temperos das barraquinhas de comida, ver as crianças brincando, as senhoras idosas varrendo a porta da casa, mulheres regando as plantas com carinho... Isso é muito prazeroso, pra mim é a essência de uma viagem.”

36   nossa! A revista do seu condomínio


Diário de viagem

Ter tempo de conhecer gente, outros pontos

de vista, outros costumes e crenças. Fazer 4 países em 15 dias, só engrandece o álbum de fotos. Tem pessoas que não se importam com isso, com a vivência e a experiência, e que realmente não têm tempo para isso, entendo e respeito. Mas a preocupação com o tempo, e a programação definida, querendo ou não, atrapalham a vivência de muita coisa.

No total passei por 135 cidades em 30 países

nos 5 continentes. Alguns países instigam mais minha curiosidade. Aliás, na Ásia tudo nos desperta a curiosidade. A China, por exemplo, é um dos lugares mais curiosos por onde passei. Mochilei 2 meses por lá, e vivi coisas incríveis, a começar pela entrada: cheguei por terra, pedalando uma bicicleta, depois de passar 1 mês cruzando o Vietnã de ponta a ponta. Imaginem o que é pedalar por uma cidadezinha vietnamita, perguntado “onde é a China?” – detalhe: muita gente não entendia a palavra “China” (que eu perguntava em inglês), mas fui pedalando e consegui chegar à ponte que divide os dois países. Depois de cruzar a fronteira e entrar em território chinês, a missão era outra: achar um banco 24 horas para sacar dinheiro em moeda local. Como estava de bicicleta (sim, comprei uma bicicletinha dobrável no Laos, que me ajudou a explorar

Pai - Tailândia

“No outro dia, em Pai (norte da Tailândia), estava saindo

pra fazer outro roteiro e cruzei com o Lorenzo, um italiano que conheci na noite anterior. E ele ainda não tinha visto elefante. E ao redor de Pai tem vários criadores onde podemos fazer um passeio sem intermédio de agência, que sai bem mais barato. Para acompanhá-lo fiz de novo o passeio, só que desta vez o circuito foi diferente, ao invés de subir e descer montanha, fomos andar pelo rio Pai. Tivemos uma interação bem maior com o bichão, e não tinha cadeirinha, era sentado direto no lombo. Esses elefantes são treinados para brincar e jogar um esguicho de água com a tromba, eles se deitam. A parte mais divertida: brincar de rodeio!!! O treinador dá o comando e o bicho ficou chacoalhando. Ele me derrubou na água. Pulei em cima dele de novo, e ele me derrubou mais uma vez. Muito legal!”

nossA! A revista do seu condomínio  37


Diário de viagem

o Laos, o Camboja, o Vietnã e uma parte da China!) facilitou a procura. Passei quase 2 horas pedalando até achar, pois ninguém falava inglês. Essa dificuldade com a língua me acompanhou por várias situações: para pedir comida tinha que apontar para a mesa ao lado, apontar a foto do prato, ou em último caso, pedir aleatoriamente no cardápio e comer o que viesse! Tudo isso é divertido quando estamos num país de língua estranha. Outro fato curioso foi quando um senhor convidou para jantar em sua casa, na vila rural de Dazhai, e na hora de servir aquela carne estranha que o senhor disse que era carne de cachorro! Estava uma delícia!

Durante o mês que passei no Nepal, passei por

momentos extraordinários. Na capital Kathmandu, me emocionei simplesmente em andar pelas ruas caóticas do centro da cidade, sentindo aquele cheiro de incenso por toda parte. Teve um dia que cheguei a

Nha Trang - Vietnã

repente éramos uns vinte e cinco mochileiros rumo à

“Cheguei de noite em Nha Trang (se lê: Nha Chaang)

praia em comboio, gente de todo lugar do mundo e

e não estava muito disposto a rodar atrás do albergue

na mesma vibração. Era uma festa numa barraca de

que me indicaram, onde se concentrava a maioria

praia bem bacana. Já quase na hora da virada, es-

dos mochileiros. Aí fui pra um hotel para passar aque-

tava toda a galera na frente de um palco bem bonito

la primeira noite, último andar, um quarto bem con-

cheio de flores e luzes, onde tocava um DJ de fora.

fortável no terraço com uma vista belíssima pra praia.

Nosso grupo era enorme, e na contagem regressiva fi-

Mas era Ano Novo, eu não queria aquilo, queria me

zemos uma grande roda e brindamos, desejando ‘Ha-

juntar com a moçada. Sem dúvida alguma, não troco

ppy New Year’ com uma felicidade que parecia que

um lugar requintado por um local onde tenha calor

éramos uma grande família embora soubéssemos que

humano. Não é só por economia. Esse hotel bacana

nunca mais nos veríamos. Fiquei feliz em passar a vira-

que passei a primeira noite era o mesmo preço (ba-

da de ano entre os mochileiros!”

ratíssimo) do que o albergue. Muita gente confunde e pensa que ficamos em albergue só pra economizar. Nada disso, gostamos de albergues porque conhecemos gente, essa interação com outros viajantes faz parte da viagem.

Me mudei para o albergue, quarto com oito

camas. De cara já conheci dois ingleses do beliche do lado muito gente boa. Tinha também um bar em frente ao albergue onde todo mundo se encontrava. Ficamos lá até descer pra praia na hora da virada. De

38   nossa! A revista do seu condomínio


Diário de viagem

Estou passando nesse exato momento pela es-

trada da saída da cidade que acompanha a praia. Fiz esse trajeto anteontem de bicicleta, 25 quilômetros até as montanhas de mármore, nem se compara a sensação de vir pedalando com essa dentro desse ônibus. Eu vim parando pelo caminho, encostei numa plantação de arroz e fui até um agricultor ver de perto ele plantando as mudas. Ele me deu um punhado. Plantei umas dez mudas de arroz no Vietnã! Dei minha contribuição para a agricultura! Segui pedalando. Foi enorme a quantidade de ‘Hello!’ que ganhei no caminho, encostei num desses grupos de crianças na beira lagrimar de emoção em estar vivendo aquilo ali, pensava comigo mesmo: “todo mundo precisa ver isso de perto, precisa sentir o que é andar nessas ruas.” Visitei dezenas de templos hindus e acompanhei os rituais sagrados deles, participei de uma festa de rua, o Holi Festival, onde as pessoas jogam pó colorido e saquinhos de água,

no final um show na Durbar Square,

com música nepalesa e uma multidão dançando, lambuzada de pó colorido. Durante quase duas semanas fazendo um trekking nos Himalaias, caminhando no silêncio das montanhas conheci muita gente interessante tendo como cenário, aldeias tibetanas que passei pelo caminho e cadeias de montanhas de tirar o fôlego (literalmente, devido ao ar rarefeito naquela altitude!). Conheci um grupo de israelenses e seus costumes judeus, uns carregadores nepaleses com suas músicas e histórias de suas aldeias, um coroa de quase 70 anos andando aquela distância toda, que me fez refletir que a idade de uma pessoa está na cabeça e nem sempre combina com o que diz no seu documento.

Também passei um mês na Índia e tive a mes-

ma impressão da China: viemos de outra raça de macaco! Somos muito diferentes! Durante uma viagem pinga-pinga que fiz de trem junto com um casal mexicano e um casal espanhol, a cada parada juntava um monte de indianos para ficar nos olhando, como

da estrada. Imagina a felicidade deles quando disse que ia bater uma foto. Foi uma festa! Depois se aproximou uma senhora bem castigada pelo tempo, ela não devia enxergar mais tão bem. Ela ficou me olhando com uma doçura, pegou nos pelos do meu braço, no meu brinco. Ela mastigava alguma coisa roxa que com o tempo já tinha pintado de preto os seus dentes. O jeito que ela me tocou e olhou foi tão cativante. Me senti como se fosse um neto que ela não via há vinte anos. Encostei para almoçar um peixe na China beach, uma praia em frente às montanhas, pena que o tempo estava feio e o mar perigoso para banho. E finalmente subi na montanha, enormes esculturas de Buda dentro das cavernas. E do topo uma vista bem bacana das outras montanhas que um dia foram ilhas, a praia, plantações de arroz, e a vila onde quase todas as casas vendem esculturas de mármore muito bem trabalhadas.

Muito bom o Cau Lau, prato típico de Hoi An

feito com um tipo especial de macarrão de arroz que só tem aqui. Outro prato é o White Rose (Rosa Branca) que é feito da mesma massa do macarrão de arroz comum nas sopas, mas em formato de rosa e com um recheio de carne de porco. A carne mais consumida por esses lados é a de porco. Gosto da comida do Vietnã.”

se fôssemos bichos num zoológico. A Índia é uma loucura, muito barulho, muita miséria, sujeira, vacas “sagradas” (e seus dejetos...urgh!) por toda parte, muita gente dormindo nas ruas... Em Varanasi, uma das cidades sagradas banhadas pelo rio Ganges, tinha mais de uma centena de pessoas dormindo próximo das margens do rio sagrado. Mas tudo isso faz a Índia ser um lugar muito exótico, e vale muito uma visita.

nossA! A revista do seu condomínio  39


Capa

40   nossa! A revista do seu condomínio


Capa

Os ecos da década de 80 são ouvidos até hoje na nossa cultura e na nostalgia de quem viveu essa época! Não era época de smartphones, tablets, whatsapps nem redes sociais, mas as pessoas sabiam se divertir e interagir como “se não houvesse amanhã” (Pais e Filhos composta Renato Russo em 1989) Na memória dos adultos de hoje está guardada uma época alegre, colorida e carismática, com muitas baladas, músicas, filmes, jogos, brinquedos, cabelos e roupas extravagantes. Essa pode ter sido a marca mais forte dessa década: a extravagância. Momentos históricos, acontecimentos culturais, novas tendências e avanços tecnológicos importantes aconteceram durante o período e deram forma ao mundo em que vivemos hoje. Apontada por muitos historiadores e economistas como a “década perdida”, os anos 80 ofereceram muito à cultura do país e a Revista Nossa! convida você a reviver esse momento e voltar no tempo...

nossA! A revista do seu condomínio  41


Capa

E é verdade! Os anos 80 foram

marcados

pela

A publicitária Michelle Piau lembra bem desse estilo:

“A moda da época era muito colorida, extravagante mesmo,

urbanas. Era uma quantidade enorme

com ombreiras. Artistas como Menudo e Madona usavam

de

calças de lycra e isso acabou virando moda e influenciando

de

das

tribos

referências

diversão

grupos:

punks,

góticos, andróginos, entre outros.

E

junto

com

moda

toda uma geração”.

veio

a

Os cabelos também eram atração à parte. E se

preocupação com o corpo. O estilo mais

tem uma coisa que não se pode reclamar nessa década

“apertadinho”, vindo das academias

é a falta de opções de cortes de cabelo e cores. Como o

de musculação e embalado pelo som

culto ao corpo, academias de ginástica e dança estavam

de “Physical”, single de Olivia Newton-

em evidência, manter os cabelos úmidos, como se tivessem

John cujo clipe trazia corpos bastantes

recém saído da academia era considerado moda e o gel

fitness tomou conta da juventude da

estava lá para dar aquela ajudinha.

época.

Inicialmente

era

um

look masculino, mas muitas mulheres ousaram e usaram esse corte. Você com certeza deve conhecer alguém que desfilou

Outra referência são os Yuppies (Young Urban

Profissional

People):

jovens

profissionais bem arrumadinhos nos seus casacos da Armani e gel no cabelo. Aqui nasceu a moda das ombreiras, tanto pra homens e mulheres, o que ajudou muito para a androgenia, marca registrada dos 80’s.

42   nossa! A revista do seu condomínio

esse

look

por

aí.

Além deste corte, o repicado no

melhor

estilo

“selvagem”

também fazia a cabeça das pessoas. “Os cabelos.... meu pai do céu! Mais pareciam jubas de leão, mas era um sucesso na época”, conta Michelle aos risos ao lembrar.


Capa

A

pluralidade

era

uma

característica

desse

tempo.

A

estava

sempre

diversidade

na

Abelha foram alguns dos grupos que

O

representaram o grito de liberdade de

cenário musical dos anos 80

uma juventude que até então estava

foi marcado pela explosão do

amordaçada pela ditadura.

presente música

em não

tudo, foi

e

diferente.

rock internacional e nacional. Munidos e

de

guitarra,

bateria,

baixo

alguns

grupos

resgataram um pouco do puro e velho rock’n roll. Foi nesta época

de

80

que

bandas

c o m o The Cure, U2, Guns’s Rose,

dentre

tantas

outras,

e

astros

como

Michael Jackson e Madonna ganharam força

e

destaque,

influenciando

o

surgimento

de

outras

bandas

de

sucesso.

No

Brasil,

L e g i ã o

“Quem nunca cantou Pais e

Filhos, do Legião Urbana, em uma rodinha de violão? É uma espécie de hino entre as pessoas que curtem

essa

época”,

relembra Michelle Piau, hoje com 35 anos. Integrante uma hoje,

banda

de

de

Roosevelt

Cavalcante,

rock de

mais

conhecido

como Bala, é um filho desta época. “Tenho uma nostalgia pelo movimento Rock do Brasil 80, do qual fiz parte, descobrindo um mundo artístico fascinante”, relembra.

B a r ã o

cantor da noite paraense

Ve r m e l h o ,

também tem nesses anos,

P

M

Capital Inicial, Rigor

, do

Outro conhecido

mais

especificamente

em 1987, o início da sua

Ultraje

carreira.

e

Martins de Miranda, o

Kid

até

Miranda

Urbana,

R

à

Markinho ainda hoje vive o saudosismo do rock dos anos 80

Marco

Antônio

nossA! A revista do seu condomínio  43


Capa Markinho ou melhor “Markinho e banda”, conta que o rock nacional dominou as rádios do Brasil, com letras inteligentes e música de qualidade, bem diferente dos tempos atuais.

Mas, não foi só de rock que a

chamada “década perdida” viveu. Os anos de 1980 a 1989 são conhecidos também como a década da música eletrônica. Nesta época, o New Wave e o Synthpop se tornaram os gêneros musicais mais vendáveis e populares, assim como toda a estrutura da Dance Music.

Quem viveu essa época compartilha da

mesma

opinião:

a

música

sofreu

uma

grande

revolução nos anos 80. Michele Piau completa: “É meio clichê, mas tenho que dizer: é uma pena que não se faz músicas como antigamente”.

Se você tem 30 anos ou

proporcionava

as

pessoas

irem

Ela era a única no Brasil

mais vai conseguir decifrar as

aos

de

que era drive-in também. Você

palavras a seguir: Gemini Drive

madrugada. Iam de uma balada a

podia entrar na boate com o seu

In, Olê Olá, La Cage, Spectrum e

outra e frequentavam bares sempre

carro. Os boxes eram uma espécie

Tip Top. Conseguiu lembrar? Sim!

lotados. As casas noturnas viviam

de suíte em que você estacionava

Foram lugares que fizeram parte

a todo vapor, com bandas e DJ’s,

seu carro e podia desfrutar de

desta Belém dos anos 80.

eram noites bem movimentadas.

privacidade. Isso tudo, ao lado

E falar destas noites sem citar a

do salão principal. Além do mais,

boate a Gemini Drive In é quase um

ela recebeu o prêmio de uma das

pecado.

melhores boates do Brasil pela

A capital do Pará mudou

muito deste período até hoje, em termos de estrutura, a cidade

lugares

a

mesmo

Revista Playboy e até hoje foi a

cresceu, ganhou ares modernos,

mas sem esquecer a história

sofisticada

contada pela sua arquitetura

possuía

antiga. Mas, se tem uma coisa

tocavam diversos ritmos e estilos.

que mudou bastante no cenário

O

proprietário,

momentos é tão grande, que o

foi a vida noturna.

de

Oliveira,

Nesta

época,

Belém

desfrutava de uma segurança e

de

um

conforto

que

Arrojada

e

para

vários

bastante

época,

ambientes, Camilo

dono

de

ela onde Porto

diversas

única de Belém que obteve esse título. A

publicitário

nostalgia Robson

por

esses

Santos,

27

atividades em Belém, construiu o

anos, resolveu expor, através da

que muitos afirmam ser o a melhor

rede social Facebook, toda a sua

boate da história.

saudade por essa Belém da dessa

44   nossa! A revista do seu condomínio


Capa

01 Fausto Silva apresentou um programa de grande

06 ‘Vale Tudo’ foi uma das melhores telenovelas

sucesso nos anos 80 chamado Perdidos na Noite.

exibidas até hoje. Escrita por Gilberto Braga e Aguinaldo Silva, a novela fez o Brasil inteiro perguntar

02 Os programas infantis de maior sucesso: Clube da

quem matou a megera Odete Roittman, interpretada

Criança (TV Manchete), Balão Mágico (Globo) e Bozo

pela atriz Beatriz Segall.

(SBT).

07 O seriado ‘Chaves’ estreou como quadro em um

03 Michael Jackson foi um dos poucos astros da música a

programa do SBT em 1984.

emplacar cinco álbuns de inéditas seguidos em 1º lugar no Hot 200 da Billboard. Thriller ficou 80 semanas nas

08 O ‘Xou da Xuxa’ foi ao ar pela primeira vez em 30

paradas dos Estados Unidos, sendo 37 em primeiro lugar.

de junho de 1986.

04 Um dos seriados de maior audiência: Profissão: Perigo

09 Gugu Liberato apresentou um programa no SBT

(Rede Globo)

chamado ‘Viva a Noite’ que virou marca registrada

das noites de sábado. A plateia respondia: “Viva!

05 A maior audiência da história da telenovela brasileira

Viva! Viva!”.

foi a do último capítulo de ‘Roque Santeiro’ (Rede Globo – 1985). Quase 100% dos aparelhos de TV estavam

10 A Rede Manchete foi a responsável por lançar a

sintonizados na novela.

modelo Maria da Graça Meneghel, mais conhecida como Xuxa, como apresentadora de televisão.

época. Ele é o criador da página

pelo menos para quem costuma

“Nostalgia

frequentar as festas produzidas

Belém”

que

destaca

justamente essa época, por muitos,

pelo DJ Fábio Miranda. A festa

considerada áurea.

“Só80”

“Apesar de ter 27 anos,

sempre tive um fascínio pela Belém antiga e criar a página foi uma maneira de abrir espaço para esta época de novo”, conta.

de 80 tudo era mais difícil, porém proveitoso. Ele resume o período “Os

anos

80

foram

marcados pelo experimentalismo”. Para

Roosevelt,

a

diversão

era

intensa e as obrigações podiam esperar.

Os

reviver

o

da época. “As pessoas vão

para

ouvir

dançar as músicas

Morrissey - Suedhead

que marcaram as reencontrar amigos

antigos

e

novos”,

fazer

conta.

Michael Jackson Billie Jean Legião Urbana Tempos Perdidos Pet Shop Boys Always on my mind

Um

s a u d o s i s t a assumido, faz

Fábio

questão

de

guardar até hoje os vinis da época. Para

anos

80

realmente

ele,

a

música

Erasure - A little respect Plebe Rude - Até quando esperar

e

boates da década,

Robson diz que na década

dizendo:

busca

mesmo astral das festas

feita

marcaram época e para muitas

nessa década é algo que

pessoas essa década não acabou,

vai ser eterno.

Bad Boys Blue How i need you RPM - Olhar 43 The Cure - Just like heave Rick Astley - Together forever

nossA! A revista do seu condomínio  45


Capa

Por: Márcio Moreira do Rio de Janeiro para a Revista Nossa!

uma

mas já roubava a cena na boemia

para o som que nascia. – Éramos

semana tentando, sem sucesso,

Depois

da cidade com seu sax marcante.

jovens crescendo num país pós-

um papo sobre a música brasileira

– Acho que foi alguém ligado ao

ditadura, onde a liberdade era

nos anos 80 com George Israel, por

Leoni quem me ouviu e me disse

uma

conta de sua agenda apertada

que tinha um projeto de banda,

Começávamos a poder falar de

dividida entre a maratona de shows

com uma garota no vocal, que

qualquer

e os últimos preparativos para um

estava nascendo, e que meu som

pretensão de engajamento – diz.

projeto inédito sobre o Cazuza, eis

tinha a ver com o deles – Conta o

que uma mensagem surge no meu

músico que, despretensiosamente

celular: “Liga aê! Essa foi a semana

começou

os

chamava-se “O Fim da Rua” e

mais atribulada da década!”.

ensaios

com

suas

contava, além dele, com outro

influenciadas

pelo

gigante da nossa música, Frejat.

pop e pelo rock que vinham de

– Isso foi bem antes do Barão

fora.

Vermelho – completa, o artista que

de

quase

Do outro lado do telefone,

o carioca nascido nos anos 60 que, além do estrondoso sucesso

a

frequentar

contribuindo

composições

marca

muito

coisa

Sua

significativa.

sem

primeira

nenhuma

banda

confessa que passou pela década

como violonista e saxofonista de

Rolling Stones, Beatles, e a

de oitenta sem se dar conta do

uma das maiores bandas do pop

Jovem Guarda reforçavam o DNA

sucesso que começavam a fazer

rock nacional, Kid Abelha, também

musical que George começava a

no cenário artístico nacional. –

trás na bagagem mais de 100

empregar às suas composições. –

Achava um barato a formação do

composições gravadas nas vozes

Éramos uma geração meio carente

Kid, porque tocávamos somente

mais conhecidas do país. - Acho

de

contemporâneas

músicas autorais, um dia levamos

bom você gravar, porque quando

de Rock e de Pop no Brasil. Tudo

uma fita cassete à Rádio Fluminense

o assunto é música, falo a vontade

bem que tínhamos aqui os incríveis

e eles tocaram na hora, acho que

- brincou já no início da ligação

Secos e Molhados, mas os Mutantes

era a música “Distração”, e aí a

para quebrar o gelo.

tinham acabado e, ainda assim,

nossa música pegou. Começaram

eles

geração

a surgir os convites e logo já

anterior à nossa – explica Israel que

estávamos na estrada. Tudo isso

também destacou a liberdade da

paralelo a outras bandas muito

década de 80 como um diferencial

legais

Tudo começou no final dos

anos 70, quando George ainda era

estudante

de

engenharia

elétrica na PUC do Rio de Janeiro,

46   nossa! A revista do seu condomínio

referências

compunham

uma

que

nasceram

naquele


Capa

contexto como o Barão Vermelho

E n g a n a -

e até os meninos dos Paralamas

se

do Sucesso, que só conhecemos

parcerias com Cazuza ficaram

quando fomos tirar nossos registros

apenas

de

atualmente, é co-autor e produtor

músico,

para

poder

tocar

profissionalmente – detalha.

Foi no quinto dia do 1º Rock

conta, não apenas do sucesso que já começava a marcar a história da banda, como também do fato de que existia um público gigantesco no Brasil sedento pelo Rock feito aqui. – Vi aquela plateia gigantesca, atraída não somente pelas bandas gringas, mas também por nós. Músicos que começavam a trilhar uma história que, só muito depois fui perceber que não era apenas a minha história ou a da minha banda, mas a história da música do meu país – recorda. Em 2010, o músico lançou o

álbum “13 Parcerias com Cazuza”, onde

reafirma

aspectos

pensa no

que CD.

as George,

do Show Cazuza. Um audacioso

in Rio, em 1985, que George se deu

quem

de

projeto que aconteceu no último dia de novembro no Parque da Juventude, em São Paulo, onde o polêmico cantor pode ser visto através de efeitos especiais, por meio de holograma. – Um belo encontro

entre

parceiros

do

Cazuza. Muitos que começaram a sua trajetória exatamente nos anos 80 e hoje são as maiores referências da nossa cultura. Para mim, foi uma honra e um prazer reencontrar esses caras no palco em uma merecida homenagem à esse nosso amigo, que marcou a história de todos nós – Finaliza, George

Israel,

a

ligação

tão

aguardada de seu apartamento em Ipanema.

composição menos conhecidos do grande público, já que além dos hits compostos para o KID, apresenta, neste

trabalho,

uma

obra

muito

importante com um dos maiores poetas da música brasileira. Desse CD, algumas canções como "Brasil" e "Solidão que Nada" já faziam parte do show solo que George vem fazendo intensamente desde 2007, quando começaram as ‘férias sabáticas’ do Kid Abelha.

nossA! A revista do seu condomínio  47


Estilo & Consumo

Brasil na rota 1

Até o fim do ano mais duas lojas de mar-

ca acessível devem chegar ao Brasil que parece ter entrado mesmo no cenário de marcado promissor. Desde o ano passado marcas como a londrina Top Shop se instalam nas grandes capitais. A GAP chegou recentemente em São Paulo. Até o fim do ano a americana Forever 21 e a espanhola Desigual planejam inaugurar lojas no Brasil. A Forever 21 escolheu o shopping Morumbi, enquanto a Desigual vai abrir uma loja no Rio e duas em São Paulo, incluindo uma já em obras no shopping Higienópolis.

Brasil na rota 2

Tênis branco vão sempre bem. Complementam

qualquer visual principalmente no verão. A tradição dos calçados italianos encontra na centenária marca Superga sua versão mais esportiva. A grife lança no Brasil o modelo 2750 em pelagem de leopardo e zebra. Batizada por conta do monte Superga, em Turim, a marca surgiu quando um artesão local começou a criar sapatos com solas de borracha para fazendeiros locais. Catorze anos depois, atingiu enorme sucesso com o modelo 2750, com sola de borracha vulcanizada e aderente. A querida da mulheres, a Superga conta com 40% do público masculino ao redor do mundo.

Love tênis Quem ama All Star não pode deixar de ter a criação da Amapô de Pitty Taliani e Carô Gold apresentada no desfile de Inverno 2014 da marca no SPFW. Foram dois pares de tênis criados: o primeiro, um Converse Chuck Taylor All Star Leather, inspirado no sertão da Paraíba, é feito de couro em tons de bege, marrom e azul; já o segundo, de lona, tem estampa digital criada pelo artista francês Yassin Lahmar exclusivamente para a Amapô e acabamento em nobuck preto.


Estilo & Consumo

Jeans 80

Depois de 30 anos, a Calvin Klein volta

com a primeira propaganda de jeans da marca. A foto dos anos 80 com a então adolescente Brooke Shields mostrava a peça batizada de Kick. A pose também inspirou jovens rebeldes, um choque entre sportwear e estilo rock’n’roll. Agora a mesma campanha rendeu um novo produto: a RCKR KICK, com os mesmos elementos que fizeram a campanha tão icônica. As calças vem em versão masculina e feminina.

Eixo Rio/SP Bistrô francês O Paris 6 tem ambiente tipicamente parisiense, é restaurante e bar e tem atraído muitos frequentadores (a fila de espera pode durar algumas horas). Pratos bem elaborados passam nas mãos dos garçons e chegam as mesas dos clientes. As sobremesas são deliciosamente um deleite tem crepes, mas de babar mesmo é a série de Grand Gateau de diferentes sabores. O mais pedido é o ‘Paloma Bernardi’ feito de chocolate, derretido por dentro, casquinha por fora, picolé Diletto de Chocolate, cobertura de calda de Nutella com leite condensado, morangos e avelãs granulados. O dono é amigo de celebridades e colocou toda essa relação no cardápio. Cada prato leva o nome de um famoso. Com 4 casas, 3 em São Paulo e uma no Rio de Janeiro virou febre principalmente para quem curte a noite, gastronomia e gente interessante.


Cult

Cinema Thor

Depois do sucesso de “Os

ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE 2

Depois do sucesso do pri-

Vingadores” agora “Thor – O

meiro filme Tino e Jane voltam a

Mundo Sombrio” chega para

fazer o público dar boas risadas.

mais um sucesso de bilheteria.

Dessa vez eles são salvos da falên-

Chris Hemsworth dá mais uma

cia pela inesperada herança do

vez vida ao super herói Thor

Tio Olavinho. O problema é que

que liderava as últimas bata-

o testamento traz um pedido in-

lhas para conquistar a paz en-

comum: o ricaço deseja que suas

tre os Nove Reinos, o maldito

cinzas sejam lançadas no Grand

elfo negro Malekith (Christopher

Canyon. Aproveitando a viagem,

Eccleston) acordava de um longo sono, sedento de

o casal resolve dar uma esticadinha em Las Vegas,

vingança e louco para levar todos para a escu-

a terra dos cassinos, uma tentação para o perdulá-

ridão eterna. Os caminhos de Thor e Jane Foster

rio Tino. Com Leandro Hassum, Camila Morgado, Kiko

(Natalie Portman) se cruzam novamente e desta vez

Mascarenhas, Rita Elmor, Arlete Salles

ela está com a vida em perigo.

Crô O mordomo mais adorável e engraçado do Brasil chegou às telas de cinema de todo o país. Crô, personagem da novela “Fina Estampa” da Rede Globo, fez tanto sucesso que ganhou um filme com participações especiais das cantoras Ivete Sangalo e Gaby Amarantos e da apresentadora Ana Maria Braga. É ver e se divertir.

01- O que o Crô tem de especial para sair da telinha para a telona? Marcelo Serrado: O Aguinaldo Silva, autor da novela, tem essa capacidade de criar tipos extremamente populares, fez isso com Nazaré Tedesco e Giovani Improta. O Crô transcendeu, as crianças amavam ele. Acho que a irreverência do personagem, ele era um bufão, um alerquim, um personagem lúdico. Era um gay, serviçal, um mordomo que se transforma em uma coisa maior, pelo carisma, pela graça, ele é uma pessoa muito bem humorada. 02- De quem surgiu a ideia de transformar o personagem em filme? Marcelo Serrado: O diretor Bruno Barreto me chamou para fazer outro filme e durante um jantar me perguntou por que não fazer um filme do Crô. Disse pra ele que era uma coisa inédita, que ele tinha que procurar o Aguinaldo. A Globo Filmes e a Rede Globo toparam na hora e aí virou essa loucura toda. 03- Dá para se confundir com os trejeitos do Crô na vida real? Ás vezes, você se pega fazendo coisas que só o Crô faz? Como foi o seu laboratório para o personagem? Marcelo Serrado: Gravando 8, 9 meses de novela, a mão ficava igual do Crô de vez em quando (risos). Para construir o personagem fiz um trabalho de pesquisa grande nas boates gays, com amigos meus que são gays, conheci um rapaz chamado David Alvares que tinha um cabelo igual do Crô, foi aí que vi e disse “Quero esse cabelo pra mim”.

50   nossa! A revista do seu condomínio


Técnologia

HEADPHONE Para quem curte ouvir som de qualidade no iPhone, iPode, MP3 Player, celular, smartphone, tablet, notebook e PC. A Multilaser lança o Xtream, headphone Hi-Fi estéreo com design moderno e clean. Além de conforto tem som de qualidade e preço superacessível.

FRITURA SECA A Airfryer Philips Walita promete com essa fritadeira elétrica preparar batata frita, frango à passarinho, salgadinhos e muitas outras delícias de maneira rápida e saudável. Com timer sonoro você sabe quando o alimento fica pronto sem precisar vigiar o preparo.

SMARTPHONE A Motorola lança o moto g um smartphone com preço acessível, tela grande HD de 4.5” e resistente a risco. A bateria é de longa duração. O aparelho vem com Android™ 4.3, Jelly Bean e tem atualização garantida para o Android™ 4.4, KitKat® e ainda tem capas coloridas personalizáveis. O mais interessante é o preço acessível (média R$800,00).

BLU-RAY O smart 3D Blu-Ray Player vem com HD interno de 250GB WIFI, é compatível com HDD externo e equipado com DOLBY true HD e DTSHD. Considerado um dos aparelhos mais completos do mercado.

nossA! A revista do seu condomínio  51


Estilo & Consumo Kid’s Teen

NO PULSO

Pulseiras mudam qual-

quer ‘visú’. E pra ficar na moda sem gastar muito aposte nesses acessórios e fique moderninha.

CABELO PRESO No calor não é preciso ser descabelada. Melhor um cabelo bem preso. A trança lateral é despojada e superfácil de fazer! Esse virou o penteado queridinho na hora de disfarçar aquele ‘Bad Hair Day’ ou para inovar o look de um jeito simples.

BB Cream Blogs e sites só falam nele. Mas o que será que faz o BB Cream ser tão maravilhoso? Primeiro ele é um produto que mistura várias funções: hidrata com cor e fator de proteção solar, é primer com antioxidantes, uma semi-base e ainda ajuda a tratar suas rugas. Tem ainda consistência bem leve e faz você ganhar usando um só produto com várias funções diferentes. E ainda pode ser usado em qualquer pele. Corra e ache o seu BB Cream!

52   nossa! A revista do seu condomínio


Dica pelo mundo

nossA! A revista do seu condomínio  53


Dica pelo mundo

Clássico bordão usado pela atriz, na época em que apresentava o programa Video Show da Rede Globo, ajuda a traduzir o que a artista é na verdade.

fé, Cissa é bem sucinta: “na vida, em Nossa Senhora e em Deus”.

Atualmente, Cissa apresenta o programa “Viver

Nesses 36 anos de carreira e 56 de vida, Be-

com Fé” no canal fechado GNT. A sua escolha como

atriz Gentil Pinheiro Guimarães, ou melhor, Cissa Gui-

apresentadora se deu após a emissora fazer uma pes-

marães se tornou exemplo de superação para muitas

quisa sobre quem seria a pessoa ideal para estar a

pessoas.

frente desta novidade. A escolha do público não po-

deria ser outra. “O GNT queria fazer um programa com Conhecida pelo seu bom humor e alta astral,

este tema e fez essa pesquisa de mercado. Meu nome

a atriz e apresentadora teve a alegria interrompida

apareceu em primeiro lugar como a mais indicada.

quando seu filho caçula, Rafael Mascarenhas, morreu

Me convidaram e eu aceitei de pronto. Tenho muito

após ser atropelado em um túnel na cidade do Rio de

orgulho deste programa”, conta orgulhosa.

Janeiro. O acidente aconteceu em 2010.

A história comoveu o Brasil e ao mesmo tem-

O sucesso do programa é tão grande que as

po mostrou o quão forte Cissa Guimarães é. A carioca

histórias mostradas nele foram parar nas folhas do livro

conseguiu dar a volta por cima e retomar a vida, in-

que leva o mesmo nome “‘Viver com Fé: Histórias de

clusive a carreira.

quem acredita”.

Em recente visita a Belém, onde esteve com o

A atriz conta que a ideia de escrever esse livro

elenco da peça “Doidas e Santas”, em curta tempora-

veio da vontade de mostrar os bastidores, as impres-

da no Teatro da Paz, a equipe da Revista Nossa! teve

sões que as pessoas envolvidas têm de tudo que é

a oportunidade de entrevistar a atriz e uma das coisas

visto e ouvido, mostrar mais sobre os entrevistados e

que mais chamou a atenção Na atriz é justamente a fé

principalmente mostrar o olhar da equipe sobre os ca-

que traz consigo. Quando questionada no que ela tem

sos contados.

54   nossa! A revista do seu condomínio


Dica pelo mundo

Para as festa de fim de ano, Cissa garante que

o programa vem especial: “Gravamos quatro programas em Jerusalém, a Terra Santa. Os episódios serão apresentados no mês de dezembro. Vim de Israel diretamente para Belém”.

No Pará, falar em fé é falar em Círio de Nossa

Senhora de Nazaré, por isso a equipe aproveitou para perguntar a Cissa se ela conhecia a festa, a resposta foi imediata: “Conheço! Mas, infelizmente ainda não tive a oportunidade de participar.”

Esta não foi a primeira vez que a apresentado-

ra veio a Belém, outras oportunidades já a trouxeram a capital do Pará. Sempre quando visita a cidade, Cissa faz questão de dar uma passadinha na Feira do Ver o Peso e na Estação das Docas, pontos favoritos da atriz.

O Teatro da Paz (local de apresentação da

peça) também já é um velho conhecido de Cissa na cidade, mas desta vez, a atriz teve a oportunidade de pisar no palco e se apresentar nesta que é uma das maiores e mais bonitas casas de espetáculo do Brasil. “O teatro é magnífico! Uma experiência inesquecível, o público recebeu muito bem o espetáculo”, exclamava Cissa feliz da vida com a repercussão da peça em Belém.

Cissa Guimarães foi escolhida para estrelar o programa do canal fechado GNT “Viver com Fé” depois da perda do filho, Rafael Mascarenhas (foto), em um acidente em 2010.

Em “Doidas e Santas”, a atriz interpreta a psi-

canalista Beatriz, que depois de 20 anos de casada, enfrenta uma crise no casamento. Em cena, o ator Giuseppe Oristanio vive Orlando, o marido turrão e machista que não tolera a ideia da separação. Ainda no elenco, a atriz Josie Antello que dá vida a irmã, a mãe e a filha de Beatriz.

A montagem tem texto de Regiana Antonini e é

inspirado no livro homônimo de Martha Medeiros. Mais de 150 mil pessoas já assistiram à peça que está há três anos em cartaz e já passou por várias cidades brasileiras.

nossA! A revista do seu condomínio  55


Em “Doidas e Santas”, a atriz interpreta a psi-

coragem da proposta de separação é uma delas”,

canalista Beatriz, que depois de 20 anos de casa-

revela a atriz.

da, enfrenta uma crise no casamento. Em cena, o

Cissa já foi casada três vezes. Primeiro com o dire-

ator Giuseppe Oristanio vive Orlando, o marido turrão

tor Paulo Cesar Pereio, da união de 14 anos teve os

e machista que não tolera a ideia da separação.

filhos Tomás e João Velho. Em seguida, foi casada

Ainda no elenco, a atriz Josie Antello que dá vida a

durante quatro anos com o músico saxofonista Raul

irmã, a mãe e a filha de Beatriz.

Mascarenhas, com quem teve Rafael Mascarenhas. Por fim, durante seis anos, foi casada com o médico

A montagem tem texto de Regiana Antonini e

João Baptista Figueira de Mello.

é inspirado no livro homônimo de Martha Medeiros.

Mais de 150 mil pessoas já assistiram à peça que

está há três anos em cartaz e já passou por várias

luntariosas e geralmente ricas ou bem sucedidas, na

cidades brasileiras.

carreira a atriz tem mais de treze telenovelas no cur-

Conhecida por suas personagens belas, vo-

rículo, a mais recente foi Salve Jorge (2012-2013),

Nesta peça, além de ter tido a oportunidade

onde interpretou Maitê.

de trabalhar com os filhos Tomás e João Velho (eles assumiram a assistência de direção e o design grá-

fico do espetáculo), Cissa estreou como produtora.

mais parece ficção do que realidade, Cissa tem mui-

“Está sendo uma experiência maravilhosa e quero re-

to a ensinar. Mesmo com todos os problemas e per-

petir”, orgulha-se.

das, a atriz e apresentadora, sem perder o sorriso no

Com um tema bem polêmico, Cissa diz que

rosto e o brilho nos olhos, se despede de Belém com

existem muitas mulheres na mesma situação de Be-

uma frase: “Gentemmm! Uma coisa que todos deve-

atriz e acabam se acomodando na relação. “Me

mos buscar é a felicidade. Sempre!”.

identifico em algumas coisas com a Beatriz, o ato de

Cissa Guimarães se apresentou no Teatro da Paz, em Belém, com a peça “Doidas e Santas”. A atriz se derrete: “O teatro é magnífico! Uma experiência inesquecível, o público recebeu muito bem o espetáculo”.

56   nossa! A revista do seu condomínio

Com uma história de vida como essa, que


nossA! A revista do seu condomínio  57


Cirurgia Plástica

Dr. André Santana Melo CRM 6775  asmelo19@gmail.com

Recomenda-se que faça uma lipoaspiração o (a) paciente que seja maior de idade, e naturalmente deve-se avaliar a necessidade real do procedimento assim como analisar os exames pré-operatórios que são solicitados.

O procedimento é indicado nos

quados e em pessoas na faixa de

pós-operatório o paciente deve obe-

casos de gordura localizada, e pode

peso correta. O tempo de recupera-

decer às recomendações passadas

ser usado como complemento nos

ção é em torno de 7 a 10 dias quan-

pelo cirurgião, que normalmente in-

casos que há flacidez cutânea. Mas,

do o (a) paciente já pode retornar ao

cluem repouso, drenagem linfática,

deve ser ressaltado, que neste último

trabalho (dependendo da atividade).

uso de outros aparelhos da fisiotera-

caso, é necessário corrigir a flacidez

Pode voltar a fazer atividade física em

pia dermato-funcional e uso de cinta

cutânea retirando-se os excessos de

torno de 15 a 20 dias. Essas recomen-

elástica.

pele dependendo da região.

dações podem variar de acordo com

Normalmente os resultados são

cada profissional e área operada.

bastante satisfatórios quando se rea-

É importante fazer os exames

liza o procedimento nos casos ade-

pré-operatórios corretamente e no

  nossa!  nossa! A revista condomínio 58 58   A revista do do seuseu condomínio

Pode-se fazer lipoaspiração em quase qualquer área do corpo, são exemplos: pescoço, costas, abdômen, coxas, braços.

AGO/SET   2013


O Guia Médico da Revista Nossa! é um espaço de saúde e bem estar dedicado a você. Médicos e profissionais de várias especialidades estão aqui para abordar assuntos interessantes e tirar suas dúvidas. Mande sua pergunta e na próxima edição sua resposta será publicada. E-mail: jornalismo@portalrevistanossa.com.br

1 - Uma mulher que coloca prótese de silicone pode amamentar? E em quanto tempo a prótese deve ser mudada?

ço da cirurgia, isso pode variar

Monique Moura – contadora

hoje muitas equipes oferecem

Dr. André Melo - Na maioria das

maneiras para facilitar o paga-

vezes não há problema para amamentação, eventualmente pode haver alguma dificuldade, mas isso seria a minoria dos casos. A prótese deve ser trocada em torno de 10 a 12 anos, mas

recomenda-se

acompa-

dependendo dos honorários da equipe, hospital onde vai ser realizado o procedimento, tipo de procedimento. Em todo caso,

mento dentro das prerrogativas

Helena Costa – 21 anos

éticas que o CRM impõe.

Dr. André Melo - Difícil falar em

3 - Qual estrutura clínica e equipamentos devo atentar na hora de fazer uma cirurgia plástica?

nhamento anual com exames

Gabriela Gadelha – economista

de imagem.

Dr. André Melo - Sempre se reco-

2 - Por que a cirurgia plástica é um procedimento tão caro? Sara Queiroz – relações públicas

menda que os procedimentos sejam feitos em hospital que já possuem uma estrutura completa, no caso de clínicas deve-se verificar a estrutura de suporte a intercorrências e mecanismos para even-

Dr. André Melo - O custo depen-

tuais transferências para hospitais

de de vários fatores que estão

maiores no caso de uma intercor-

envolvidos na formação do pre-

rência.

AGO/SET   2013

4 - Quanto tempo demora para um profissional se consolidar? Posso confiar em um cirurgião plástico que anuncia propagandas e a preços menores que o de mercado?

tempo para um profissional se consolidar, isso é muito relativo. Os profissionais com formação adequada

costumam

cobrar

valores relativamente parecidos, naturalmente que isso não é obrigatório, pois se trata de um profissional liberal e cada um cobra o que acha que vale seu serviço. Valores muito abaixo do mercado e propagandas exageradas geralmente são praticados por profissionais sem o devido preparo para realizar cirurgia plástica, então sempre procure se informar neste sentido.

nossA! A revista do seu condomínio  59


Dermatologia

Dra. Gleicy Pires CRM 6795-PA  gleicyraquel@gmail.com

nos os processos químicos e mecânicos são importante causa de fragilidade capilar. E ainda existe a queda fisiológica onde consideramos que ao longo do dia cerca 100 fios perdidos é normal, desde que eles sejam repostos. O cabelo que vemos e tocamos é basicamente um fio constituído pela Umas das queixas mais comuns

cirurgias e nas mulheres até 6 meses

proteína queratina, por camadas

nos consultórios dermatológicos, a

após o parto. Pode ser efeito colate-

(escamas) superpostas e com cortex

quedas de cabelos, é uma condição

ral de inúmeros medicamentos: Anti-

(canal) central. A parte viva encon-

que acomete homens e mulheres e

coagulantes, como heparina e var-

tra-se dentro do couro cabeludo. A

em ambos tem uma repercussão psi-

farina. Remédios para artrite, como

parte externa, a haste capilar, é o

cológica importante, uma vez que

indometacina.

Anticonvulsivantes,

que chamamos normalmente de ca-

cabelos bonitos e saudáveis tem uma

remédios para gota, para transtorno

belo. O ciclo de crescimento dos fios

função estética de extrema relevân-

bipolar, para depressão, para dimi-

é subdividido em fases:

cia.

nuir o colesterol assim como alguns

As causas da queda de cabelos

anticoncepcionais. Altas doses de vi-

Anágena - dura

são inúmeras, fatores internos como

tamina A e seus derivados, vacinas,

de 6 a 8 anos,

genética, deficiência de sais minerais

principalmente contra hepatite B, an-

a matrix capilar

(zinco, ferro), anemia, alterações hor-

fetaminas, ou metanfetamina e beta

está em intensa

monais (ovários policísticos, doenças

-bloqueadores.

multiplicação

da tireóide). Inflamações do couro

O estresse que é um grande mal da

e corresponde a

cabeludo com dermatite seborréia.

vida moderna também pode ter influ-

85% do total dos fios.

Além disso, a queda pode ser um

ência sobre os cabelos, assim como

Diversos fatores podem prejudicar o

alerta em algumas doenças como

doenças psiquiátricas e distúrbios

metabolismo dos fios e cessar o cres-

lúpus e infecções. É frequente após

emocionais. Dentre os fatores exter-

cimento.

60   nossa! A revista do seu condomínio


A renovação dos fios é um proces-

fecciosas do couro cabeludo (mico-

so constante e como já foi falado di-

ses), auto-imunes (alopecia areata) e

versas condições podem influenciar

inflamatórias (foliculites) que são ca-

negativamente, mas os piores males

racterizadas por perdas e fios.

somos nós mesmos que causamos. A queda mecânica determinada pelo uso do rabo de cavalo pode evoluir para o que se chama de alopecia de tração. O uso do secador, assim com a tracionar com escovas, químicas em geral tipo relaxamentos,

Catágena - é

tinturas podem trazer algum dano ao fio, quanto mais longo e fino maior o

a fase de tran-

dano. Os cabelos molhados são mais

sição que dura

fáceis de desembaraçar, mas estão

apenas algumas

com elasticidade máxima e são mais

semanas. A divisão

propensos a fraturas. Muitas das ve-

das células diminui e a raiz reduz-

zes o paciente se queixa de queda

se a mais ou menos 1/3 do tamanho

e ao exame detectamos que os fios

original. O cabelo se solta da raiz e

estão na verdade quebrando por fra-

sobe para o couro cabeludo.

gilidade ao longo da haste. Na calvície ou alopecia androge-

Telógena - é a fase de repouso, que dura de três a quatro meses, é o período no qual o cabelo cai, tanto por si só quanto empurrado para fora pelo cabelo que começa a crescer, para dar início a um novo ciclo de crescimento. Corresponde a 14% dos fios.

nética que acomete muitos homens e também mulheres, o fio sofre um processo de afinamento progressivo, pela ação do hormônio masculino na raiz dos fios suscetíveis geneticamente, até culminar com a atrofia do folículo, portanto quanto mais cedo o diagnóstico melhores são as chances de manter os fios. Alguns casos em que observamos falhas no couro cabeludo necessitam de diagnóstico diferencial, pois existem doenças in-

Como as causas são inúmeras, para o tratamento de queda de cabelos é necessário um exame cuidadoso do couro cabeludo, condições dos fios, uma análise detalhada do estilo de vida do paciente, histórico de uso de medicamentos, de cirurgias e avaliar o estado nutricional do paciente para se definir qual a melhor estratégia de tratamento. É necessário corrigir as causas patológicas. Em grande parte dos casos sãos prescritos complexos de vitaminas e sais minerais. Pode-se lançar mão do laser de baixa frequência, que pela ação biomoduladora estimula a circulação sanguínea folicular e o crescimento, além de aplicações de medicamentos direto no couro cabeludo (intradermoterapia e soluções tópicas). Na calvície androgenética os medicamentos que bloqueiam a ação do hormônio masculino na raiz ainda são a primeira escolha, em alguns casos pode ser indicado o transplante capilar. E para o tratamento cosmético existem diversos produtos (shampoos, cremes, queratina líquida) que podem trazer benefícios.

nossA! A revista do seu condomínio  61


Psicologia

Graciete Ferreira Souza Psicóloga Clínica CRP 0836  psi.graci@yahoo.com.br

ODO

Pânico

O Transtorno do Pânico (TP) está entre os problemas mais frequentes e incapacitadores na área dos transtornos de ansiedade. Com um conjunto de sintomas de ordem física e cognitiva, dificulta o diagnóstico precoce, levando até 10 anos para defini-lo e traçar um plano de tratamento. Enquanto isso o sofrimento

é intenso, provocando alterações severas no cotidiano do individuo, impossibilitando executar atividades simples como por exemplo: ir ao supermercado ou fazer uma caminhada. A vida pessoal, afetiva e profissional é gravemente afetada, pois o paciente sente-se incapaz de sair ou ficar sozinho com medo constante

62   nossa! A revista do seu condomínio

de que “algo” aconteça e ele venha a sucumbir diante da manifestação de alguns sintomas como: falta de ar, taquicardia, sudorese, tremores, tonteiras, vertigens, náuseas... entre outros. DEFINIÇÃO O transtorno do pânico (TP) Ca-


menta sensações físicas desagradáveis (luta-fuga) e interpreta essas sensações como um indicativo de que ele pode morrer subitamente. Torna-se hiper vigilante com as sensações corporais, costumando associar eventos externos e determinados ambientes a catástrofes (sensações) internas.

tantes de comportamentos de fuga e/ou evitação generalizada em relação à possibilidade de ocorrência de novos ataques de ansiedade, limitando de forma drástica a mobilidade e autonomia dos pacientes. Costuma ter início a partir de um acontecimento estressante da vida, onde o indivíduo vulnerável experi-

CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS DO TRANSTORNO O individuo vive normalmente até ter o primeiro ataque. Dependendo da intensidade do ataque, busca atendimento emergencial em hospitais ou clínicas cardiológicas. À medida que outros ataques ocorrem, surge a ansiedade antecipatória e a ideação sobre novos ataques, o que leva, em geral a padrões comportamentais de evitação, quando o sujeito não dispõe de recursos ou habilidades adequados para controlar ou enfrentar as situações consideradas ameaçadoras. PRINCIPAIS CARACTERISTICAS • Ativam falsos alarmes com muita frequência e os mantém ativados após avaliações subsequentes;

• Superestimam o perigo e subestimam os recursos pessoais para lidar com o mesmo; PRINCIPAIS SINTOMAS:

racteriza-se por um medo excessivo de sensações físicas, um mal-estar intenso acompanhado de sintomas físicos e cognitivos que se iniciam de forma súbita, rápida, crescente e intensa, alcançando intensidade máxima em até 10 minutos. Estes ataques acarretam preocupações persistentes ou modificações impor-

• Ansiedade; • Sudorese; • Taquicardia; • Palpitações; • Dispneia; • Irritabilidade; • Diarreia;

• Captam apenas os fatos negativos das experiências “que confirmam o perigo”; • Estão constantemente apreensivos com relação a “algo terrível que está para acontecer”. TRATAMENTO O tratamento envolve acompanhamento médico-Psiquiátrico e terapia, utilizando a associação de psicofármacos e o aprendizado/aprimoramento de habilidades para enfrentar as situações de crise: •Inibidores da monoaminaoxidase; • Anti depressivos; • Benzodiazepinas; •Terapia Cognitivo-Comportamental

Ressalta-se que a Terapia Comportamental associa instrumentais técnicos, instruções de auto-observação, registros comportamentais, técnicas de relaxamento, monitoramento e promoção da aprendizagem de recursos adequados de enfrentamento das situações que desencadeiam as crises, objetivando promover a aquisição de novos repertórios comportamentais e habilidades que possibilitem o resgate da autonomia e consequentemente melhor qualidade de vida para o paciente e seus familiares. nossA! A revista do seu condomínio  63


Dra Gleicy Raquel Pires André Santana Melo CRM 6775, RQE 6775

C RM 6 7 9 5 / PA 9 7 8 / A P

Confie sua pele a quem é especialista nela.

Formado em 2000, pela Universidade do Estado do Pará, residência em cirurgia geral pelo Hospital Ofir Loyola, residência em cirurgia Plástica pelo Hospital de Ipanema-RJ. Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, membro das Sociedade Brasileira e Americana de Cirurgia Plástica.

Rua Dom Romualdo de Seixas, 963. Tel.:3230-1124 / 3349-4459. www.clinicamelo.com.br • www.andremelo.com.br

A AB Bem Estar tem um novo conceito de vida saudável: uma academia com professores experientes, diversas modalidades esportivas, com todo o material disponibilizado. Tudo na segurança e no conforto do seu condomínio, com a sua família. Conheça nossos planos, nossos serviços e uma nova forma de morar muito bem com a sua saúde.

Plano família Economia de até 70% para um titular mais um dependente em todas as atividades previstas na grade do condomínio. Plano Individual Escolha quais modalidades disponíveis deseja realizar em conjunto com os demais moradores.

Nossas especialidades: Mat Pilates, Yoga, Ginástica (Jump, Pump, Step e Localizada), Hidroginástica, Running (grupos de corrida), Dança de Salão, Recreação Infantil, Voleibol, Futebol, Basquetebol, Natação, MMA, Judô, Capoeira, Ballet e Musculação.

Mais informações: 3072.3334 / 8216.3586 / 8739.0884 contato@abbemestar.com.br / www.abbemestar.com.br

Gestão Esportiva e Lazer

Av. 16 de novembro, 691 - Cidade Velha - Belém-PA


Dica pelo mundo

Dica pelo

Mund Polliana Salgado Empresária

Amsterdã - Holanda

Marina Miralha

Jornalista

Roma, Itália

Aline Bentes - Psicóloga Ramon Farias Bentes - Advogado Hyde Park - EUA

Thiago Frigulha - Engenheiro de minas Carolina Frigulha - Empresária Costa Amalfitana - Itália

nossA! A revista do seu condomínio  65


Dica pelo mundo

Hyde Park

Numa

viagem

a

Nova

York,

tivemos

a

oportunidade de conhecer o CIA – ‘The Culinary Institute of America’, uma das mais importantes escolas de gastronomia do mundo e a melhor dos Estados Unidos. Ela fica na cidade de Hyde Park, a quase duas horas de trem de New York City. A viagem já é um presente. Mas a experiência no CIA é sensacional. Vale a pena fazer um tour pela escola e conhecer suas dezenas de cozinhas especializadas, além de experimentar uma refeição em um dos famosos restaurantes e cafés dispostos pelo campus, administrados por professores do instituto e cuja culinária fica a cargo dos alunos que estão no último semestre do curso. Tem uma livraria onde você encontra delícias do universo gastronômic o, além de artesanato e diversos utensílios de cozinha. Indico aos amantes da boa gastronomia.

Aline Bentes - psicóloga Ramon Farias Bentes - advogado Hyde Park - EUA

Amsterdã

O

museu

da

Heineken

Experience

fica

em

Amsterdã, lá você aprende como é todo o processo de fabricação da cerveja, além de conhecer toda a história da Heineken e do seu fundador. Há também uma sala de cinema 4D muita bacana que faz você se sentir como se estivesse no processo de fabricação da cerveja. Depois vem a degustação num bar super moderno e com garçons bem descolados.

Polliana Salgado Empresária

Amsterdã - Holanda

66   nossa! A revista do seu condomínio


Dica pelo mundo

Costa Amalfitana

Foi por conta do casamento de um casal de

amigos, em Ravello, que fizemos um passeio de barco maravilhoso pela Costa Amalfitana. Mergulhamos na

água

azul

turquesa

do

mar

Mediterrâneo,

paramos na gruta azul, descemos na Ilha de Capri e ainda degustamos deliciosos pratos da cozinha mediterrânea.

No

passeio

ainda

foi

possível

visualizar outras lugares como Positano e Amalfi (de onde pegamos o barco). Lá as casas e hotéis foram construídos todos em cima de montanhas. As paisagens são incríveis. Vale a pena conhecer a região.

Thiago Frigulha - Engenheiro de minas Carolina Frigulha - Empresária Costa Amalfitana - Itália

ROMA

Não deixe de visitar a Villa Borghese.

É o maior parque de Roma, criado em 1605 para a nobre família do Cardeal Scipione Borghese.

São

imensos

jardins,

fontes,

museus, monumentos e árvores seculares, que tornam o lugar perfeito para caminhar ou pedalar, relaxar e apreciar a paisagem da cidade com uma vista privilegiada. A Villa fica próxima à luxuosa Via Veneto e vizinha à Piazza Espagna. Renove as energias neste paraíso romano.

Marina Miralha Jornalista

C uriosidade : No lago central do parque (foto), o diretor de cinema Woody Allen gravou uma cena do seu filme Para Roma com Amor.

Roma, Itália

nossA! A revista do seu condomínio  67


Dica pelo mundo

companhia tranquila e independente Charmosos e cheios de personalidade os gatos tem donos apaixonados e que adoram a companhia dos bichanos.

Para os japoneses ele é sinônimo de sorte. O

simpático gatinho, conhecido como Manekineko, em português, é o gato que convida ou que atrai. Por sorte ou destino, muitas pessoas amam criar gatos.

A estudante de direito Vanessa Mansur conta

que poderia ter sido qualquer outro animal, mas o anúncio no jornal chamou a atenção dela para duas gatas siamesas. O primeiro anúncio foi no ano de 2004, quando a gatinha Hannah, que agora tem 9 anos, tinha sido acolhida na rua e estava à disposição de um novo lar. Na mesma situação, em 2008, estava Lolita, que hoje tem 5 anos. Vanessa adotou as duas.

Quatro anos de diferença de idade entre as

duas e de reconhecimento de um novo espaço. No início foi complicado, conta. “Quando adotei a Lolita, a Hannah já estava em casa há muito tempo, então

elas não se gostaram de primeira, mas hoje em dia,

gato como animal de estimação. Há quatro anos a

convivem tranquilamente, nunca fugiram de casa”, diz

sua gatinha, Lilo, mora com ela e a família em um

Vanessa.

apartamento. É o primeiro bicho de estimação da

A terapeuta Louise Soares também escolheu o

casa. Lilo nasceu da gata de uma prima da terapeuta Hannah e Lolita são muito comportadas e obedientes

e o ambiente do prédio não foi mais um empecilho,

mesmo morando em um apartamento. “São muito

ela teve um lar desde então. “No primeiro prédio que

disciplinadas quanto às necessidades fisiológicas,

a gente morava ela andava mais solta, vivia indo para

apenas não se comportam muito quando o assunto é

a garagem sozinha e voltava, depois que mudamos,

amolar as unhas no sofá”, brinca a estudante. Apesar

ela passou a ficar mais presa dentro de casa, tem uma

das travessuras, o gato é considerado um animal de

caixinha com areia para as necessidades e as janelas

estimação excelente por ser independente e higiênico.

tem tela de proteção pra ela não cair”, diz Louise.

68   nossa! A revista do seu condomínio


Informe

GATO - ANIMAL DE ESTIMAÇÃO • É limpo e higiênico; • Não precisa de passeios diários, nem banhos semanais; • Tem hábitos noturnos. • É carinhoso e dócil e adora brincar; • Precisa de alimentação específica e cuidados onde faz as suas necessidades.

É possível e até divertido cuidar de um bicho

Por isso, para criar um animal de estimação em

de estimação dentro de um apartamento. A escolha

casa é preciso que o dono tenha um tempinho para se

do gato também foi determinante para pensar dessa

dedicar. “É muito bom ter animal em casa, pois ele dá

forma.

amor incondicional ao dono, sem pedir nada em troca,

Os gatos conseguem se adaptar bem em qualquer

eles são fiéis”, diz a veterinária. O gato, por exemplo,

ambiente. “Desde que tenha um lugar para que eles

precisa de uns cuidados específicos: eles não gostam

façam as suas necessidades, e sejam servidos de

de fazer as necessidades em areia suja, então, deve-

água e comida. O gato é diferente do cão, é um felino

se ter o cuidado de limpar a caixa destinada a isso.

e tem hábitos noturnos, dorme durante o dia e quer

A alimentação deve ser específica para gatos, que

brincar à noite. É preciso ter alguns cuidados básicos,

tem os nutrientes e as vitaminas que eles precisam.

como com crianças que querem apertá-los. Se o

Os gatos, não precisam de passeios diários e banhos

animal se sentir acuado, tenta se defender usando as

semanais como os cães. Mas precisam de limpeza.

unhas, que podem machucar. E também, é importante

Apesar da independência, o gato cria uma relação

ter cuidados com as doenças, por exemplo, a

com seu dono, ele pode ser muito dócil e gostar de

toxoplasmose, que pode ser transmitida pelas fezes de

brincar também.

gatos”, orienta a veterinária Alessandra Aragão.

DICAS PARA A SAÚDE DO SEU GATO As vacinas são obrigatórias. A primeira deve ser dada aos 2 meses Caixinha de areia Ração e água frescas à disposição em recipientes limpos Em apartamento, cuidado com as janelas. A castração pode evitar que o gato saia para rua e se machuque ou adquira doenças de animais infectados. Brinquedos e arranhadores podem poupar seus móveis das unhas afiadas

nossA! A revista do seu condomínio  69


Convidamos uma profissional para falar o que é tendência nas festas de fim de ano quando o assunto é maquiagem!

A Revista Nossa! colou na maquiadora sênior

para acompanhar o visual de arrasar capriche na

de uma marca internacional de maquiagem, Aline

maquiagem. A harmonia da roupa com a make pode

Oliveira, para ensinar e mostrar as tendências do

deixar você uma verdadeira deusa!

momento.

Atenção para a dica número um! Procure

A Revistato para uma festa que pede justamente

isso: brilho e muito glamour para saudar o novo ano.

produtos que não contenham óleo em sua composição.

As chamadas maquiagens para a tecnologia HD

Belém é uma cidade muito quente e muitas peles

foram desenvolvidas principalmente para as pessoas

costumam ser oleosas. O uso de sabonetes próprios

que trabalham em tv e fotografia, mas no dia a dia,

para

o

fora das câmeras, o efeito que elas proporcionam

problema. A maquiadora aconselha passar primer

também é incrível. “A maquiagem HD tem difusores

antes de iniciar a maquiagem. “Este produto disfarça

óticos, ou seja, a luz bate e reflete como se não tivesse

a textura da pele, preparando-a para o passo a passo

imperfeição na pele. O resultado é uma maquiagem

de uma make”, ensina.

leve, que não fica pesada, bem natural”, explica a

maquiadora.

pele

assim

também

ajuda

a

combater

As passarelas vêm mostrando que em 2014

a tendência serão maquiagens que propiciem peles

perfeitas e leves, que deem a entender que a pessoa

de festa e fazem parte do dia a dia das mulheres. É

não está maquiada. As cores que vem com tudo são

quase impossível achar uma mulher que não esteja

as escuras e metalizadas. Nada mais perfeiAs festas

pelo menos com um batom na boca. “A maquiagem

de fim de ano estão cada vez mais sofisticadas, e

virou algo como escovar os dentes e pentear o cabelo.

70   nossa! A revista do seu condomínio

As maquiagens deixaram de ser produção


SIGA A DICA ABAIXO E TENHA UMA MAQUIAGEM PERFEITA Aprenda o passo a passo 1- Lave bem o rosto e depois passe protetor solar 2- Comece sempre a maquiagem pelos olhos. Inicie passando primer na área dos olhos (ajudará na fixação da sombra) 3- Aplique a sombra e a máscara de cílios 4- Prepare a pele aplicando primer no rosto todo, depois passe a base e em seguida o corretivo (passe nos lugares onde a base não conseguiu esconder os defeitos da pele) e o pó compacto. 5- Use o blush e o iluminador (este você aplica nas têmporas e/ou embaixo da sobrancelha) 6- Pra completar passe o batom.

nossA! A revista do seu condomínio  71


Que venha

O novo ano se aproxima e para recebê-lo com todas as boas energias prepare a sua casa e a sua vida em grande estilo. Confira o que lhe espera!

O A folhinha vai virar! O ano de 2013 se despede. Há quem tenha gostado, mas também quem torceu pra ele acabar logo. Isso já estava previsto. Segundo Rui Paiva, astrólogo, muitas pessoas se queixaram deste ano, que foi regido por Saturno. “Em minhas previsões no final de 2012 alertava que o ano seria pesado, de muito trabalho, cheio de responsabilidade e com muitas cobranças da sociedade civil, porém um ano fundamental para fortalecer as bases, as estruturas, a sustentação para algo que ainda viria justamente no ano de 2014”, ressalta.

trologicamente pelo planeta Júpiter. Isso será muito bom, apesar de tudo na vida ter sempre um lado positivo e um lado negativo. Júpiter amenizará, no primeiro semestre de 2014, a energia saturnina que tende a continuar, pois Saturno ainda está em Escorpião.

Se você superou 2013 saiba que para 2014 as previsões são, na sua maioria, positivas.

Rui Paiva divide o ano em duas partes: a primeira é de 01 janeiro até o dia 15 de julho e a segunda de 16 de julho até o final do ano. Júpiter fica ainda em Câncer, beneficiando as pessoas deste signo no primeiro semestre, em especial. Depois será a vez de Júpiter entrar no signo de Leão, causando outra energia positiva e que beneficiará não somente os leoninos, mas a todos.

O que dizem os astros?

Positividade

O ano de 2014 será regido as-

72   nossa! A revista do seu condomínio

A tendência de 2014 será de

muita vibração positiva, otimismo, sorte e prosperidade. Mas não espere que seja de forma imediata, do tipo tudo ao mesmo tempo e agora, será de forma pontuada, sobretudo para aqueles que souberem ousar, investir e trabalharam bastante no ano que passou. De uma forma geral, as pessoas terão muitas ideias e vão querer empreender. A energia está para isso, empreender. Os negócios irão crescer, o comércio e a indústria também, apesar de certa recessão e medo atualmente, podem crescer além do normal em 2014. As pessoas ficarão mais alegres e participativas, pois até a generosidade, fraternidade e solidariedade estarão em alta. É preciso saber aproveitar os momentos da vida e procurar motivação para correr atrás de seus sonhos.


Ética e fé

Relacionamentos

A ética também será pauta neste ano de 2014. As pessoas terão uma conduta ética e cobrarão daqueles que vacilarem. As autoridades e profissionais em geral serão cobrados da mesma forma. A população cobrará isso de todos os âmbitos do poder institucionalizado: Legislativo, Judiciário e, principalmente, do Executivo.

Nos relacionamentos, um detalhe interessante: as uniões formais acontecerão. Há uma energia casamenteira e as pessoas vão querer se unir formalmente ou informalmente. Porém, se a união for forçada, até com chantagens com filhos, aí não haverá energia positiva que salve aquela relação.

Outra forte questão neste novo ano será a fé. O lado espiritual ganhará novos contornos no coração das pessoas. A religiosidade ganhará um novo patamar. Júpiter é a mão de Deus para a Astrologia.

2014 nas profissões Na área profissional, as áreas que ganharão um peso especial, a princípio, será a educação de forma geral, área da cultura e das artes, turismo, importação e negócios internacionais, esportes coletivos, lazer para jovens e crianças. No primeiro semestre ainda serão beneficiados os ramos imobiliário, gastronomia, produtos e serviços para o lar. Já no segundo semestre, as áreas que serão beneficiadas serão do ramo da beleza, do luxo, dos prazeres, das diversões. Outro detalhe interessante é que as uniões, as parcerias poderão ocorrer de forma mais comum. Politicamente parcerias antes inviáveis podem ocorrer. As dificuldades serão postas na mesa e o processo democrático, em vários setores, tendem a acontecer. Os acordos de forma geral, para todos, é uma energia de 2014.

De acordo com o astrólogo, as pessoas devem se preocupar em não superestimar o próximo e nem ver com óculos cor de rosa a vida real, inclusive seus sonhos e ideais. Cuidado com os excessos e a falta de percepção de limites, porque a queda pode ser grande. Tudo na vida há um limite e as pessoas devem aprender durante a vida a perceber tais limites.

Como nem tudo são flores na vida, o lado negativo também existe.

Simpatias

PARA A VIRADA DO ANO Com que roupa? Se você acredita no poder das cores para as festas de fim de ano, confira o que elas transmitem e faça sua escolha:

Branca: Um ano novo repleto de paz

Amarela: Dinheiro e riqueza sempre estarão presentes

Rosa: Felicidade

no amor

Vermelha: Um ano de muita paixão Azul:

Paz de espírito

Verde:

Esperança e equilíbrio

Laranja:

Sucesso monetário

Violeta: Inspiração e estabilidade

Dinheiro Pegue uma moeda de R$ 1,00 e segure-a na mão direita. Sempre que for cumprimentar alguém durante a festa da virada a moeda deve estar em sua mão. Quando sentir a pressão da moeda na mão da outra pessoa mentalize que esta moeda está multiplicando e trazendo sorte e prosperidade para você e para a outra pessoa. Este era o ritual mais tradicional entre os romanos que acreditavam que ao desejar prosperidade para alguém essa retornava em dobro para quem desejou.

Amor Quem está à procura do par ideal deve usar roupas íntimas novas na noite do réveillon. Cumprimentar uma pessoa do sexo oposto na hora do brinde também ajuda. Se você estiver interessado em alguém, escreva o nome dessa pessoa na sola do sapato esquerdo sete vezes, quando der meia noite, bata sete vez com esse pé no chão, repetindo sete vezes o nome da pessoa.

Subir na vida Suba um degrau com o pé direito na hora da virada; pode ser uma escada, uma cadeira ou uma calçada. nossA! A revista do seu condomínio  73


ERVEIRAS DO VER-O-PESO DÃO DICAS PARA COMEÇAR 2014!

As famosas erveiras do Ver-o-peso tem sempre uma receita infalível: as simpatias e mandingas positivas para o novo ano para atrair dinheiro, saúde, felicidade e até um novo amor!

Na barraca da Dona Coló já tem o “kit Ano Novo” com todos os ingredientes para o réveillon. “O kit tem o incenso pra defumar a casa e trazer prosperidade, a Água de Chama, para passar no corpo e atrair coisas boas, e Banho de Limpeza”, conta. Veja outras dicas da dona Coló:

Dona Leila Bandeira trabalha como erveira há 22 anos ela dá dicas para os rituais de Ano Novo:

Banho da Limpeza Feito com o sumo de ervas como alecrim, “vence batalha”, “desatrapalha” e cipó de alho. Tome o banho na manhã do dia 29, dilua duas medidas da tampa do frasco em um litro de água. Após um banho normal tome o Banho da Limpeza do pescoço para baixo mentalizando coisas positivas, para afastar os problemas e más energias no ano novo. O líquido deve secar na pele naturalmente.

Banho Cheiroso O Banho Cheiroso é sinônimo de prosperidade. Preparado com ervas como “abre caminho”, “chega-te a mim”, “chora nos meus pés” e trevo da sorte, o produto é o carro-chefe das simpatias. Corte os maços de ervas na manhã do dia 31 mentalizando energia positiva para o ano inteiro. Deixe em infusão com água fervente. Quando esfriar, esfregue-as mantendo o astral positivo. Adoce com 7 gotas de mel ou uma colher de chá de açúcar. Tome banho da cabeça aos pés no último banho do ano, fazendo preces para os anjos de proteção.

74   nossa! A revista do seu condomínio

Atrativo do Amor - Para encontrar um amor em 2014, a erveira garante: ele deixa as pessoas mais perfumadas e atraentes para encontrar sua cara-metade. Siga as regras do bom pensamento e das energias positivas. Tome o banho na noite do dia 31, antes da meia-noite. E, sem seguida, use o Perfume do Amor, com ervas secretas e poderosas que, segundo dona Coló, fazem qualquer pessoa arranjar um bom partido.

Patuá da Sorte - Os amuletos que devem ser usados o ano inteiro. Os Patuás da Sorte, ou de São Jorge, como também são chamados, trazem dinheiro, saúde e proteção. Na virada do ano ele deve ser colocado dentro da bolsa ou da carteira e carregado junto até o réveillon do ano seguinte, quando deverá ser trocado. Com todas essas dicas, é só aproveitar as festas de Ano Novo e ter um 2014 muito feliz, cheio de ótimas vibrações!


nossA! A revista do seu condomínio  75


76   nossa! A revista do seu condomínio


Revista Nossa