Page 1

CORREIOJUQUERY

CORREIOJUQUERY

Fundado em 1 de março de 2004

1

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

MAIRIPORÃ

/correiojuquery - www.correiojuquery.com.br

10 agosto de 2018 - ANO XIV Nº 717 - Distribuição gratuita - R$ 1,00 (nas bancas)

TABELIÃO PASSARELLA

SE A AVENIDA FOSSE MINHA, EU MANDAVA... REVITALIZAR E PRESERVAR Reclamações sobre as péssimas condições Avenida Tabelião Passarella incluem desníveis no pavimento, esfarelamento do asfalto, buracos, calçadas destruídas, trânsito intenso, faixas de pedestre apagadas, lombadas irregulares, sinalização insuficiente e via estreita. Até quando a população vai sofrer com a principal avenida da cidade nessas condições?

Reajuste no preço da farinha de 6 mil eleitores tiveram o DIA DOS PAIS trigo impacta no valor do pão título cancelado na cidade

Quebra de safra na produção da Argentina, de onde o Brasil importa a maior parte do trigo, alta do dólar e aumento de quase 40% no pre-

ço da farinha, podem levar os comerciantes a reajustar o preço do pãozinho e de outros produtos derivados. PÁGINA

Em outubro, eleitor pode escolher o presidente entre 13 candidatos PÁGINA 4

Mairiporã tem 61.289 eleitores que poderão votar no pleito de outubro próximo. Porém, 5.248 tiveram o título cancelado e 536 estão suspensos. Esse foi o total de votantes que não

atendeu ao chamado da Justiça Eleitoral para acertar a situação até 9 de maio último. Se tivesse havido a regularização, o colégio eleitoral da cidade seria de 67.073. PÁGINA

COLUNA

DO CORREIO

PÁGINA 2

Comércio espera crescimento entre 5% e 7% nas vendas O Dia dos Pais será comemorado neste domingo, 12. Mesmo com a economia em crise, lojistas tem a expectativa de crescimento nas vendas entre 5% e 7% na comparação com o ano passado. Sugestão feita pela Associa-

ção Comercial de São Paulo é que o comércio flexibilize as formas de pagamento para não perder vendas. Os segmentos de roupas e calçados deverão ser os mais procurados pelo consumidor. PÁGINA


2

OPINIÃO

COLUNA DO

CORREIOJUQUERY

FRASE

CORREIO

“O Brasil é um asilo de lunáticos onde os pacientes assumiram o controle.” (Paulo Francis, jornalista e escritor brasileiro)

A Câmara de Mairiporã realizou na noite de terça-feira, 7, a primeira sessão após o recesso de julho. Por sinal, férias ‘merecidíssimas’ aos vereadores que trabalharam ‘muito’ no primeiro semestre e ao final de junho se mostravam extenuados. Nada de importante foi votado, como era de se esperar, e afora o Orçamento 2019, não se tem notícia de nenhuma ação de vulto em favor da população até o final do ano.

Boa parte dos vereadores usou a tribuna para malhar a Sabesp. Faz mais de 30 anos que a concessionária dos serviços de água e esgoto é achincalhada da tribuna da Câmara, e não está nem aí para o que dizem os vereadores, que também se limitam a discursos inócuos e que fazem a empresa morrer de rir. Como disse certa ocasião o ex-vereador David Alves, cobrar a Sabesp através da Câmara é o mesmo que enxugar gelo. Como a Prefeitura tucana também não se mexe, tudo se resume a discursos. E o povo que se lasque com falta de água e de rede de esgoto.

O RECADO

A surpresa da noite ficou por conta do vereador Ricardo Vieira, que de forma até educada, malhou o prefeito e os vereadores. Nas entrelinhas de sua fala disse claramente que falta gestão eficiente no município, principalmente em relação à saúde e saneamento básico, e que os vereadores pouco podem fazer. E esse pouco, pelo que se pôde deduzir, é mal feito. O homem voltou com a macaca neste segundo semestre. No primeiro, também falou poucas e boas do governo e votou contra o aumento da taxa de lixo, que foi aprovada. Quem não entender o recado pode pagar caro nas urnas.

A HONRARIA

A atual composição legislativa, pelo menos até onde se sabe, parece fugir das ofertas de comendas ou premiações do tipo ‘melhores vereadores do Brasil’. Nenhum dos 13 veio a público difundir ter sido agraciado com honrarias como medalhas e diplomas. Esse ‘reconhecimento público’ trata-se de venda de títulos honoríficos. No último domingo o Fantástico, na Globo, denunciou essa prática. Até o momento os vereadores locais preferem conceder a receber honrarias.

A SUBSTITUTA

Informações vindas dos porões do Palácio Tibiriçá dão conta de que o deputado Celino Cardoso, depois de ameaças em pleitos anteriores, decidiu de vez que não vai se candidatar. Falam que ele deverá ser secretário de Estado num eventual governo de João Dória. As mesmas fontes revelam que ele lançou a chefe de seu gabinete na Assembleia Legislativa, Sandra Santana, para quem sabe vir ocupar sua cadeira. Mais ainda, dois vereadores (PSD e PV) teriam fechado apoio a ‘pedido’ de Celino. O mais interessante é que ambos são conhecidos pelo uso de nacionalidades distintas: um da China e outro da América.

O QUIETO

Até onde se sabe, o prefeito Antônio Aiacyda está quietinho em relação ao apoio que pretende dar (ou não!) a algum candidato ao governo do Estado. Não se pronuncia

sobre Doria, Márcio França ou Skaff. Está na moita, como se diz na gíria. Certamente vai fazer como boa parte da classe política, ou seja, quem ganhar vai receber dele todos os cumprimentos e salamaleques típicos daqueles que passaram as eleições sem piar. Viva o vencedor!

OS PARAQUEDISTAS

O eleitor mairiporanense, sempre muito educado, pode fazer estoque de pó de café porque os paraquedistas que por aqui aportam de quatro em quatro anos estão chegando. Oficializados como candidatos, vêm atrás do voto e com a mesma cara de pau de outras eleições. Seria interessante que desta vez, ao invés do café, o eleitor desse um pé na bunda desses picaretas. E também nos cabos eleitorais.

O CANSAÇO

O mairiporanense se pergunta os motivos de tanto descaso da administração municipal com ações pontuais por toda a cidade. Calçadas destruídas, ruas esburacadas, faixas de pedestres apagadas, falta de lixeiras, questões simples, mas que não interessam ao governo do prefeito Aiacyda. Essa falta de interesse já cansou a população. Isso tudo na região central. Nem é possível imaginar como estão os bairros mais distantes. Enquanto o prefeito faz propaganda de seus feitos, como a construção de unidade esportiva em Terra Preta (que sem dúvida é merecedora da benfeitoria), o prédio do Hospital Anjo Gabriel, que custou R$ 9 milhões ao bolso do contribuinte, segue em estado de deterioração. O prefeito já foi cobrado milhares de vezes, mas foge do assunto como o diabo da cruz. O Governo do Estado, que deu o dinheiro para a construção, também se cala. E o Ministério Público, que deveria cobrar uma ação contundente para o problema criado pelo prefeito, até agora não se manifestou. Isso tudo desemboca no seguinte: a cidade continuará com uma unidade hospitalar pequena, mesmo tendo um hospital que poucos municípios possuem.

O AGASALHO

Se o prefeito age de maneira inaceitável em várias questões que dizem respeito à população, a Secretaria de Desenvolvimento Social, comandada por sua esposa, também segue o mesmo caminho. Então cabem algumas perguntas: Qual o resultado da campanha do agasalho promovida pelo Fundo Social? Quantas peças foram arrecadadas? Quantas foram destinadas à população carente? Como ocorreu essa a distribuição? Com a palavra, a senhora secretária!

ainda costuma lembrar do episódio por ele testemunhado, quando recebeu, em seu gabinete, um eleitor da zona rural reclamando de fortes dores numa das pernas, já inchada. “Vá ao Posto de Saúde que amanhã estou lá o dia inteiro”, recomendou o vereador, que recebeu imediata resposta do visitante: “Tô só esperando inchar a outra também, seu doutor. Assim já aproveito uma consulta e examino as duas”.

CORREIOJUQUERY EMPRESA JORNALÍSTICA SANTOS & FERREIRA LTDA. Travessa Antonieta C. Spada, 26 CEP 07600-000 – Mairiporã-SP

COLABORADORES Delfim Netto Ozório Mendes Celso Feliciano Rafael Fernandes

Advogado Militante na Comarca e ex-vereador na gestão 1983/1988.

Uber chapa branca

E

m todas as cidades brasileiras, ou praticamente em todas elas, o usuário de transporte passou a contar com o aplicativo denominado Uber, que vem a ser uma empresa multinacional americana de transporte privado urbano que utiliza um aplicativo para comunicação entre o passageiro e o motorista associado. Veio com tudo para concorrer com os taxistas e teve início uma briga sem tamanho na disputa pela clientela. Existem no País várias empresas com esse sistema por aplicativo e até onde isso vai dar ninguém sabe. Mas em Mairiporã a disputa é desigual e penosa para os taxistas. É que por estas paragens existe uma espécie de ‘Uber Chapa Branca’, cuja frota é de propriedade da Prefeitura. Isso mesmo! É fácil encontrar vários desses veículos em toda a cidade e também pelas estradas que a ela dão acesso.

DIAGRAMADOR Jean Capuano REDAÇÃO E PUBLICIDADE Travessa Antonieta C. Spada, 26 Centro - Cep: 07600-000 Mairiporã - São Paulo www.correiojuquery.com.br contato@correiojuquery.com.br correio.juquery@ig.com.br

CNPJ nº 05.785.139/0001-01 As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste jornal O jornal se reserva o direito de não editar publicidade sem fundamentar recusa

EM TEMPOS DE INCERTEZAS, CONFIE EM UM JORNAL COM CREDIBILIDADE

CORREIO UQUERY J

Não têm identificação, é verdade, e o passageiro nem necessita ter um aplicativo em seu smartphone, nem se preocupar em pagar pela corrida. Basta apenas conhecer alguém influente, como o prefeito, por exemplo. Circulam dia e noite pelos mais distantes pontos do município e de cidades vizinhas, têm destinos distintos e vão a lugares os mais improváveis de estarem a serviço da administração. E a freguesia é fiel e cada vez maior. Os Uber chapa branca andam sempre lotados. Para ser atendido pelo serviço basta solicitar a viatura com antecedência, pois a procura é grande e a frota não consegue atender a demanda. De preferência, as corridas devem ser feitas a hospitais da região, consultórios médicos, buscar funcionários em suas residências e, em alguns casos, levá-los de volta ao final do expediente. É desse Uber que os taxistas devem ser contra.

RAFAEL FERNANDES

Rafael Fernandes, 19 anos, cursa o segundo ano de jornallismo na Faculdade Casper Líbero

Que fim levou o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais?

Mairiporã teve alguns médicos que ocuparam cadeira no Legislativo. Um deles

No mínimo foi corajoso em dizer não só aquilo que pensa, mas aquilo que a população quer ouvir de um representante eleito por ela. De certo modo, fez um desabafo sobre o desalento que toma conta da cidade, sem esperança de que alguém (leia-se o prefeito) tenha a visão de resolver o que precisa ser resolvido e pensar mais adiante, quando a cidade terá uma população muito além daquilo que a Prefeitura poderá oferecer em infraestrutura. Em bom português: soluções de menos e problemas cada vez maiores. Centenas de vezes, em editorial, acentuamos que o chefe do Executivo não é gestor, nem administrador, é apenas político com visão estreita do que venha ser governar. O discurso de Ricardo Vieira cobra não só o prefeito, mas também seus pares, que vivem de discursos eloquentes, cobranças inócuas, como a que fizeram durante toda a sessão: a Sabesp. Faz quarenta anos que a concessionária dos serviços de água e esgoto faz o que bem entende na cidade. Os vereadores sabem disso, mas é conveniente não ir além dos discursos. Se Ricardo Vieira vai seguir nessa linha, não se sabe. Mas por hora, foi lúcido na avaliação de governo letárgico e um legislativo complacente.

OZÓRIO MENDES

A PERGUNTA

DOR NAS PERNAS

REDAÇÃO Lúcia Helena Juarez César Cláudio Cipriani Salvador José

R

aras vezes, raríssimas mesmo, um vereador sobe à tribuna da Câmara para pronunciamento lúcido, real, por que não dizer até corajoso? Foi o que fez Ricardo Vieira na volta dos trabalhos legislativos na terça-feira. É bom repetir, um rasgo de lucidez. Jogou na cara de todos os demais vereadores que a Câmara não pode fazer nada, absolutamente nada para melhorar a cidade e citou quase uma dezena de questões que já poderiam ter sido resolvidas. Isso significa que a gestão do prefeito não é boa ou, no mínimo, falta vontade política de realizar. Disse mais, que não adiantam discursos e mais discursos, pois falatório não soluciona problemas. Em sua essência, a crítica expressa do parlamentar é aquilo que a população quer ouvir, que os políticos deveriam dizer e, mais que isso, cobrar o Executivo nas ações aguardadas e que vão muito além de falatórios empolados de todas as terças. Dois temas abordados remetem a problemas sem nenhuma perspectiva de solução: saúde e saneamento básico. Cobrou clara e abertamente o Executivo como que a dizer que nada é feito e que todos (Legislativo), de uma maneira ou outra, só sabem dizer amém.

A DETERIORAÇÃO

FOLCLORE POLÍTICO

DIRETOR RESPONSÁVEL A. Wagner Azevedo DIRETOR COMERCIAL Marcos Roberto Borges DIRETOR DE REDAÇÃO David da Cunha Boal Júnior

EDITORIAL Rasgo de lucidez

A VOLTA

O DE SEMPRE

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

Limpeza

H

á algumas semanas resolvi fazer uma limpeza no meu guarda-roupa. Uma limpeza de verdade, não mais uma daquelas “limpezas-falsas”, quando a gente tira todas as peças de roupa dos cabides, escolhe uma ou duas (de preferência as que têm algum furo ou rasgo) para jogar fora ou para doar e depois coloca tudo no mesmo lugar. Abri o armário e as gavetas, analisei peça por peça e, no final do dia, consegui separar toda a roupa que eu costumo usar no dia-a-dia daquelas que não me servem mais, ou por estarem muito grandes, ou muito pequenas. O trabalho até que não foi tão demorado, não pela quantidade de roupas dentro do armário, e sim porque o pó que saia das mais antigas, aquelas que ficam esquecidas no fundo das gavetas, me obrigava a parar uma vez ou outra para respirar. Encontrei alguns shorts que nunca foram meus (ou que, se foram, não lembro de tê-los usado), camisetas com estampas de personagens infantis que certamente não agradariam o senso de estilo de muitas pessoas que me vissem na rua usando alguma delas e pijamas furados aqui e ali, com aquele tipo de rasgo bem na região da axila que

simplesmente não se sabe como foi acontecer. Ao passo que ia tirando as coisas do armário, outras pessoas foram se interessando pelas peças que, para mim, já não tinham mais salvação. Minha prima, por exemplo, se apaixonou por uma blusa de moletom que eu deixei de usar desde o ano anterior. Sim, o tamanho é mil vezes maior do que o dela, mas parece que usar roupas largas é algum tipo de moda. Então me peguei pensando no motivo de mantermos essas roupas que não usamos mais guardadas por tanto tempo. Apego material? Ilusão com a famosa desculpa do “vai que eu preciso depois?”. Mas o depois nunca chega. Talvez seja alguma nostalgia, alguma necessidade de ter a opção de voltar a ser quem se era quando aquelas roupas ainda serviam ou não estavam desgastadas demais. Libertar essas roupas que, coitadas, se encontravam presas sob camadas de pó foi quase um alívio. “Quase” porque, ao mesmo tempo que umas vão, outras ficam e, depois de uma grande limpeza, sempre chega a hora de colocar tudo de volta para o lugar. E existe coisa mais chata do que arrumar o armário?

CORREIOJUQUERY.COM.BR


CORREIOJUQUERY

POLÍTICA

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

3

Aumenta o número de eleitores idosos e diminui o de jovens Wagner Azevedo | da Redação

O PERFIL do eleitor de Mairiporã mudou desde a última eleição presidencial, há quatro anos. Os inscritos no colégio eleitoral com idades a partir dos 60 anos, considerados idosos, cresceu 21,45%. Para a comparação, o

Correio usou dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de junho de 2014 e de junho deste ano. O número aumentou em 2.229 pessoas aptas a votar no próximo dia 7 de outubro. A faixa que concentra eleitores entre 60 e 69 anos, ficou 21,7% maior, enquanto na que tem 70 anos ou mais, a varia-

ção percentual foi ainda mais expressiva, 31,8%. Se em 2014 eram 8.692 eleitores idosos na cidade, neste ano o total é de 10.921, que significam 16,5% de todos os eleitores. As mulheres são maioria, mas por diferença diminuta: 4.337 ante 4.317 homens. Jovens - Na contramão desses

Mairiporã registrou aumento de 21,45% no número de eleitores acima de 60 anos

números está o eleitorado jovem. Há quatro anos o número dos que possuíam título de eleitor com idades entre 16 e 17 anos (faixa em que o voto é facultativo) era maior. Naquela oportunidade 750 estavam cadastrados, ou seja, 1,32% do colégio eleitoral. Hoje, são 528 que podem ir às urnas, queda de 42%. Os eleitores com 16 anos eram 224 no último pleito presidencial, e hoje caiu mais que o dobro, para 101. Na faixa dos 17 anos eram 536, e para as eleições de outubro próximo 427, perda de 25,5%. Aqui também o sexo feminino é maioria, embora por pequena margem: 391 ante 369 homens. Esse fenômeno na mudança é explicado por cientistas políticos como a perda de interesse do jovem pela política. E enfatiza que aqueles que se têm relação com o assunto deveriam se aproximar do eleitorado de menos idade. Para os economistas, no entanto, os dados são reflexos da população, que envelheceu e tem vivido mais. E cita que a geração mais velha tem outra formação política, de ser mais participativa e mais crítica.

MAIRIPORÃ TEM O MENOR COLÉGIO ELEITORAL

Região tem mais de 400 mil eleitores aptos a votar e nenhum deputado

Wagner Azevedo | da Reportagem

REGIÃO 2018: 410.619 2014: 384.821 Novos eleitores: 25.798 Variação: 6,70%

AS CINCO cidades que integram a região, Mairiporã, Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato e Cajamar alcançaram o patamar de 410.619 eleitores neste ano, número suficiente para eleger pelo menos três deputados estaduais e três federais. Os números são do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e o crescimento foi de 6,7% em relação às últimas eleições gerais realizadas no País, em 2014, quando 384.821 estavam em condição de votar na região. O percentual de crescimento foi o dobro das médias nacional e estadual, de 3,14% e 3,26%, respectivamente. Nas eleições de outubro, 147,3 milhões de brasileiros poderão ir às urnas, dos quais 33 milhões no Estado de São Paulo. De acordo com as informações do TSE, os números são oriundos do Cadastro Eleitoral, banco de dados oficial sobre o eleitorado brasileiro. As estatísticas foram auditadas até o final de julho após o fechamento do cadastro, em 9 de maio deste ano.

BRASIL 2018: 147.302.344t 2014: 142.822.046 Novos eleitores: 4.480.298 Variação: 3,14% SÃO PAULO 2018: 33.040.405 2014: 31.998.432 Novos eleitores: 1.041.973 Variação: 3,26% SEXO Feminino: 212.614 (52%) Masculino: 197.639 (48%)

Mairiporã, dentre as cinco cidades, é a que tem o menor colégio eleitoral: 61.289 inscritos. Francisco Morato lidera com 121.391, depois vem Franco da Rocha com 99.272, Caieiras com 66.671 e Cajamar com 61.996. Perfil - As mulheres representam mais da metade do eleitorado na região, com 212.614 eleitoras aptas a votar, 52% do total da região. Os homens somam 197.639 eleitores e 48% da totalidade. Representação - Embora conte com quase meio milhão de eleitores, as cinco cidades nunca conseguiram eleger um deputado que as represente. Os votos são pulverizados entre candidatos que não residem na região e que não defendem os interesses de cada uma delas. De acordo com analistas com experiência em estatísticas, os cinco municípios poderiam, com folga, eleger pelo menos três deputados estaduais e outros três federais, independentemente dos partidos aos quais estejam filiados. Na prática, no entanto, isso nunca ocorreu e essa expectativa parece longe de se concretizar.

Eleitorado de Mairiporã cresceu 6,7% em relação às eleições gerais de 2014 Salvador José | da Reportagem

OS MAIRIPORANENSES aptos a votar nas eleições para presidente, governador, senadores e deputados federal e estadual em outubro são 61.289, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). E é possível traçar um perfil da maioria do eleitorado, que é formado por mulheres (51,4%), e com idades de 45 a 59 anos (25%). Na comparação com a última eleição federal em 2014, o eleitorado em Mairiporã cresceu 3.881 (6,7%), passando de 57.408 para

61.289 pessoas. Escolaridade - Chama a atenção, no quesito escolaridade em 2018, quando comparada aos dados de 2014, o salto no número de eleitores com ensino superior completo, que passou de 6% para 9,7%, mas ainda longe dos principais grupos. Nestas eleições, os eleitores estão divididos em ensino fundamental incompleto 16.760 (27,3%); ensino médio completo 16.713 pessoas (27,2%); ensino médio incompleto 11.140 (18,7%), superior completo 5.978 (9,7%); ensino fundamental completo 3.946 (6,4%); superior incom-

pleto 2.881 (4,7%), analfabetos 2.006 (3,2%) e lê e escreve 1.865 (3%). Em relação a 2014, poucas alterações se registraram e o maior grupo era o mesmo, ou seja, ensino fundamental incompleto (32,6%), seguido de ensino médio incompleto (22,4%). O grupo de ensino superior completo ocupava apenas a quinta colocação, com 3.471 eleitores (6%). Cientistas políticos têm expectativa de que o aumento na escolaridade ajude no voto mais consciente, pois é levado em conta que o eleitor queira conhe-

cer mais sobre os candidatos, indo muito além das propagandas. Faixa etária – Os dados em relação à idade apontam como maior grupo aquele formado por eleitores entre 45 a 59 anos (25%); em seguida os de idades entre 35 a 44 anos (21,1%), os de 25 a 34 anos (20,7%), de 60 a 69 anos (10,8%), de 18 a 20 anos (5,8%). Na sequência aparecem os grupos etários de 70 a 79 anos (5%), mais de 79 anos (1,96%), 17 anos (0,7%) e 16 anos (0,16%). O voto é facultativo para os jovens com 16 e 17 anos e acima dos 70 anos.

ALUGA-SE

ALUGA-SE

Galpão Comercial com 450 metros quadrados) - c/ 4 banheiros, sala e cozinha Alameda dos Flamboyants, n°. 253 - Terra Preta - Mairiporã - SP Valor R$ 3.200,00 Tratar com: Francisco Cel: 9-9551-2474 - Tel: 4419-4496

Apartamento com 2 dormitórios, Sala, Cozi [1]nha, Área de Serviço, Banheiro, s/ vaga na garagem. Estrada da Roseira, n°. 740 [2] - Jd. Suisso Mairiporã - SP. Valor: R$ 500,00 + R$ 50,00 IPTU. Tratar com: Francisco Cel: 9-9551-2474 - Tel: 4419-4496

6 mil eleitores não votam em outubro por documentação irregular Juarez César | da Redação

MAIRIPORÃ tem quase 6 mil eleitores com o título cancelado ou suspenso que os impede de votar nas eleições de outubro, segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Esse contingente não regularizou o título até 9 de maio deste ano. Faltaram às três últimas eleições e não apresentaram justificativas. De acordo com os números, foram 5.248 documentos cancelados e 536 suspensos, por não votar nem justificar a ausência às urnas. Por isso devem pagar multa e poderão sofrer uma série de consequências, como não obter passaporte nem carteira de identidade, não receber salário de função ou emprego público e não poder participar de con-

corrência pública ou administrativa estatal. Além disso, o eleitor ficará impossibilitado de obter empréstimos em instituições públicas, de se matricular em instituições de ensino e de ser nomeado em concurso público. Ainda segundo o TSE, a multa eleitoral decorrente do não comparecimento injustificado no dia da votação varia de R$ 3,51 a R$ 35,10, dependendo da análise do juiz eleitoral da região. Cada turno de um pleito representa uma eleição para efeito dessa contagem. Os 6 mil eleitores impedidos de votar representam 10% do total de eleitores regulares e 6% da população. No pleito de outubro serão 186 seções eleitorais distribuídas em 33 locais de votação.


4

POLÍTICA

CORREIOJUQUERY

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

Em outubro, eleitor pode escolher o presidente entre 13 candidatos Da Redação

EM 29 anos de eleições diretas para escolha de presidente da República, nunca o País teve um número tão grande de candidatos. São 13 os postulantes ao mais alto cargo da Nação, inferior apenas aos 22 concorrentes de 1989, a primeira depois da volta da democracia. O leque de opções traz políticos conhecidos do eleitor brasileiro, pois todos ocupam ou ocuparam cargos eletivos ou como dirigentes partidários. Saíram das convenções os nomes de Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL), Maria Silva (REDE), Henrique Meirelles (MDB), Álvaro Dias (PODEMOS), Ciro Gomes (PDT), Cabo Daciolo (PATRIOTA), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoedo (NOVO), João Goulart Filho (PPL), José Maria Eymael (DC), Vera Lúcia (PSTU) e um candidato pelo PT, que ainda não foi definido.

Geraldo Alckmin - PSDB

CORREIO JUQUERY. COM.BR

Licenciamento de veículos com placas 5 e 6 deve ser feito este mês Da Redação

Proprietários de veículos com placas terminadas em 5 e 6 têm até o final do mês para fazer o licenciamento. Quem não regularizar a documentação pode ter o veículo apreendido e ainda receber multa, além sete pontos na habilitação. As informações são do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo. Dirigir veículo sem estar devidamente licenciado é infração gravíssima, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Todo veículo precisa ser licenciado anualmente para poder circular, independentemente do ano de fabricação.   O valor do licenciamento em 2018 é de R$ 87,38 para todo tipo de veículo. Deve-se infor-

mar o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) ao caixa bancário ou selecionar essa opção nos terminais eletrônicos das agências ou no internet banking. Para licenciar é preciso quitar possíveis débitos de IPVA, seguro obrigatório e multas. Retirada - Com o comprovante de pagamento e um documento de identificação em mãos, o condutor pode ir ao o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) ou posto Poupatempo para solicitar a emissão do documento. Se preferir, pode receber o licenciamento em casa. Para isso, tem que pagar o custo de envio pelos Correios, de R$ 11, no momento em que pagar a taxa de licenciamento. O prazo de postagem é de até sete dias úteis após a emissão.

Jair Bolsonaro - PSL

Álvaro Dias - PODEMOS

Ciro Gomes - PDT

Marina Silva - REDE

Frota de veículos teve aumento de 1,26% entre janeiro e junho deste ano Claudio Cipriani | da Reportagem

O NÚMERO de veículos em Mairiporã teve um aumento de 1,26% entre janeiro e junho deste ano, o menor na comparação com as outras quatro cidades da região. De acordo com os dados divulgados pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o município tem

51.193 veículos e em dezembro do ano passado 50.552, aumento de 641 unidades. Desse total, 31.575 são automóveis (62,13%) e 7.795 motocicletas (15%) da frota. Juntos, chegam a quase 80% dos veículos motorizados na cidade. Região - Mairiporã foi a cidade com menor crescimento na comparação com as demais

cidades, porém continua no segundo lugar em número de veículos. A liderança continua com Franco da Rocha (54.178, crescimento de 2,13%), Francisco Morato (47.808, alta de 2,26%), Caieiras (44.191, aumento de 1,66%) e Cajamar (41.042, crescimento de 3,09%). A quantidade de veículos numa cidade é um dos princi-

pais indicadores da sua economia. Neste e em outros setores, a cidade revela falta de investimentos por parte do poder público que resultam em pouco desenvolvimento. Isso também se verifica na geração de empregos e na quantidade de estabelecimentos comerciais. Boa parcela dos novos empreendimentos fecha em menos de seis meses. M. Borges

Com muitos veículos e poucas ruas a região central não absorve o volume diário de tráfego

Apesar da chuva, nível do Cantareira continua baixo Juarez César | da Redação

O SISTEMA Cantareira continua com nível de armazenamento de água abaixo dos 40%. A chuva que caiu sobre as cidades onde estão as seis represas do sistema não foi suficiente para melhorar os índices preocupantes. Segundo o Centro de Ge-

renciamento de Emergências (CGE), a quantidade de chuva correspondeu somente a 37% do esperado para o mês, quando eram esperados 44,6 milímetros de chuva em julho, mas até agora só choveu 16,3 milímetros. Na região do Cantareira os reservatórios seguem abaixo dos 40% de sua capacidade e em estado de alerta. Ontem registrava 39,9%, com 392 milhões de m³.

Na prática, o estado de alerta (igual ou abaixo de 40%,) reduz a quantidade de água que a Sabesp pode retirar do manancial de 31 mil litros por segundo para 27 mil litros por segundo. A determinação da agência de volume máximo de água a ser retirada deve ser cumprida sempre a partir do primeiro dia do mês seguinte. Próximos dias - As chuvas de-

vem aparecer de forma isolada e bem pouca nos próximos dias, segundo os institutos de meteorologia. A chegada de uma frente fria conseguiu interromper o período de seca, mas também deve dificultar a precipitação pluviométrica. A estiagem este ano foi maior que a registrada em 2011 e praticamente igual à de 2012, ano pré-crise hídrica.


CORREIOJUQUERY

LOCAL

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

5

Expectativa de lojistas é que vendas para Dia dos Pais cresçam até 7% Lucia Helena | da Reportagem

O DIA dos Pais será comemorado amanhã. Importante data comemorativa para o comércio, pois estimula as vendas e atrai consumidores de diferentes regiões da cidade. A expectativa, segundo a Associação Comercial de São Paulo, é que os próximos dias, na maioria das cidades, resultem em crescimento de 5% a 7% nos negócios, em estabelecimentos do centro e dos principais bairros da cidade. A sugestão é para que os lojistas flexibilizem as formas de pagamento para não perder vendas. As vendas podem ser impulsionadas também, porque começou na última semana o pagamento do abono salarial PIS-Pasep, calendário 2018/2019. Além disso, na segunda semana de julho foi feito o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas e, também, dos servidores municipais de Mairiporã que anteciparam a metade do salário extra. Boa parte desse dinheiro poderá ser injetada na economia local. Pesquisa - De acordo com a As-

sociação Comercial-SP, a maioria dos consumidores pretende gastar, em média, até R$ 100,00 para presentear os pais. O item médio a ser escolhido deverá ter preço entre R$ 50,00 e R$100,00. Os que pretendem gastar com presentes com custos maiores, entre R$ 100,00 e R$ 200 e acima disso, é minoria na pesquisa. Os segmentos mais procurados também permanecem os mesmos: roupas (62%), seguido por calçados (37%) e perfumes (12%). Destacam-se, ainda, artigos esportivos (4%), bebidas (4%), óculos (4%), livros (8%) e eletrônicos (8%). Completam a lista, sem margem de escolha, objetos automotivos, joias, acessórios e carteiras. Outra dica é que os comerciantes utilizem o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), para que tenham mais segurança na hora de finalizar as vendas, além da configuração de promoções viáveis e acessíveis para os clientes. O Dia dos Pais ocupa a quarta colocação entre as datas de vendas mais expressivas ao longo do ano, perdendo para Natal, Dia das Mães e Black Friday. No sentido

M. Borges

Dia dos Pais é considerada a quarta melhor data do ano para vendas de fortalecer o comércio, alguns lojistas já disseram que vão estabelecer horários diferenciados para atendimento ao consumidor.

Em casa - A reportagem do Correio ouviu 165 pessoas entre os dias 6 e 7 desta semana, em seis regiões da cidade, e 58%

dos entrevistados pretendem presentear seus pais. Sobre a comemoração, 79% pretendem fazê-la em casa, o que

significa que levar a família para almoço em restaurante, este ano, vai sofrer queda significativa em relação ao ano passado.

Padarias podem aumentar preço Vacinação de cães e gatos prossegue neste fim de semana do pão francês nos próximos dias Da Redação

INICIADA no último dia 4, a vacinação antirrábica em Mairiporã prossegue neste final de semana. O DVE (Departamento de Vigilância Epidemiológica) da Secretaria Municipal de Saúde não informa quantos cães e gatos terão que ser vacinados para atingir a meta da Secretaria de Estado da Saúde, de imunizar 80% desses animais. Além das equipes volantes, um posto fixo funciona de segunda a sexta na rua Primeiro

de Maio, no Jardim Odorico, das 8h às 12 horas. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone 4419-0523. A forma mais eficaz de se evitar a transmissão da raiva animal é por meio da vacinação, pois trata-se de doença infecciosa. Bairros – Neste sábado, 11, as equipes estarão nos bairros Parque Suíço (Próximo ao Prédio da Telefônica), das 9h às 11h30; Bairro Hortolândia (Portaria do Clube), das 13h às 16h30; Escola da Pedreira do DIB, das 9h às 11h30; Vila Renascença (Entra-

da), das 13h às 16h30; Encosta da Cantareira, das 9h às 11h30; Gorô, das 13h às 16h30; Estância Santo Antônio, das 9h às 11h30; Vila Popular, das 13h às 16h30. E ainda nos seguintes locais: Capoavinha (próximo ao mercado), das 9h às 11h30 e às 13h às 16h30; Jd. Santana, 9h às 11h30; Parque Náutico, das13h às 16h30; Jd. Brilha, das 9h às 11h30; Jd. Neri, das 13h às 16h30; Votorantim/ Oásis Paulista/Furnas, das 9h às 11h30 e Jardim da Serra/Santa Fé/Boa Vista Mantiqueira/Paraiso da Cantareira/Floresta Negra, das 13h às 16h30. Divulgação

Divisão Epidemiológica não informou o número de cães e gatos que devem ser imunizados

EM 2017 NÚMEROS ERAM MAIORES

Cidade registra 1,8 furto/roubo por dia Wagner Azevedo | da Redação

Com base nos dados divulgados semana passada pela SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo, relativos ao mês de junho, levantamento feito pela reportagem do Correio aponta que Mairiporã registrou no primeiro semestre deste ano 690 furtos e roubos (incluído os de veículos e cargas), média de 1,8 furto por dia. Na comparação com o mes-

mo período de 2017, no entanto, houve queda de 4,7%. No ano passado foram 723 ocorrências. Seguro - Em relação a roubos e furtos de veículos, embora na cidade tenha havido queda no número de ocorrências entre o ano passado e este, esse tipo de criminalidade tem interferido diretamente no aumento do seguro automotivo. Em média, no Estado de São Paulo, o serviço ficou até 30% mais caro. Nos últimos quatro anos o valor médio do seguro subiu mais de 65%.

Outro fator que contribui para seguros mais caros, especialmente em Mairiporã, tem relação com as estatísticas de trânsito, que nos últimos anos tem apontado tendência de alta. Só este ano, segundo a Secretaria da Segurança Pública, em seis meses, 2 pessoas perderam a vida na cidade, enquanto outras 33 sofreram lesões corporais. No primeiro semestre do ano passado foram 7 mortes no trânsito e 65 lesões corporais por acidente culposo de trânsito.

Assistência Contábil, Fiscal e Departamento Pessoal Abertura e Encerramento de Empresas

4419-3295 - 4419-7188 - 4419-7171

www.tanenocontabilidade.com.br R. Olavo Bilac, 165-B - Centro - Mairiporã

Wagner Azevedo | da Reportagem

NÃO HÁ nenhum anúncio de aumento de preço para o pão francês, mas as padarias podem reajustá-lo nos próximos dias e são três os fatores: aumento no valor da farinha, alta do dólar e queda na safra de trigo na Argentina, de onde o País é um dos maiores importadores. Comerciantes ouvidos pela reportagem afirmam que apesar do mercado não estar aquecido para receber esse tipo de aumento, não está fácil segurar o preço do pão. Em alguns supermercados reajustes vem sendo feitos. Ouvidos pela reportagem, vários donos de padaria afirmaram que o saco da farinha importada, de boa qualidade, aumento de R$ 42 para R$ 60 em apenas três meses. Um deles foi enfático ao afirmar: “recebemos a informação de que o dólar subiu e que há falta de trigo, inclusive com moinhos sem trigo para moer. O fato é que aumentou em mais de 40% o valor da farinha. Sabemos que o poder de compra do consumidor final não aumentou, então temos tentado segurar o preço do pão.” Os comerciantes dizem que será inevitável que os derivados de farinha sofram reajuste caso não haja tratativas. “Nun-

ca tive que fazer compra grande para melhor negociação de preço e agora estou tendo que brigar com os fornecedores para não precisar remarcar o preço do pão. Para o comércio não é bom reajustar o preço, para não espantar seus clientes, mas estamos em uma situação complicada”, disse um deles. A última safra de trigo da Argentina, principal exportador para o Brasil, foi prejudicada pela seca no país, sofrendo redução de 50%. Com a valorização do produto no país vizinho, as indústrias brasileiras precisaram buscar novos mercados, como Estados Unidos e Canadá, com preço do frete mais caro. Segundo informações do Sindicato da Indústria do Trigo no Estado de São Paulo, a nego-

ciação antecipada de contratos de grãos para a safra 2018/2019 está parada por causa da indefinição em relação ao tabelamento de frete no País. Porcentagem - Caso as padarias acompanhem a oscilação de preço da farinha de trigo importada, a variação no preço do pão e demais derivados do trigo pode chegar a 20%. Se hoje o valor do quilo do pão beira os R$ 10 na maioria das padarias, poderá chegar a R$ 12. Mas vão procurar um reajuste menor, de até 10%, ou seja, R$ 1 a mais no quilo do pão, para não pesar tanto para os clientes. Algumas padarias não reajustam o preço do pão há dois anos. O reajuste deverá chegar também até produtos que usam trigo nacional, como macarrão e bolacha. Divulgação

Preço da farinha teve aumento de 40% nos últimos noventa dias


6

GERAL

Bancos oficiais vão oferecer crédito consignado com o FGTS Da Redação

MAIS de dois anos após a aprovação da lei que permite o uso de parte do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia de empréstimos com desconto em folha de pagamento e mais de 12 meses de o Ministério do Trabalho liberar o uso do FGTS no crédito consignado, o governo federal decidiu, diante da resistência do sistema financeiro, forçar a adesão dos bancos aos empréstimos com juros mais baixos usando os bancos oficiais. Nos próximos dias, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal (gestora do FGTS) devem anunciar linhas de crédito com desconto em folha e tendo como garantia 10% do saldo da conta vinculada ao FGTS mais 40% da multa rescisória em caso de demissão sem justa causa. Um dos entraves que o governo terá para viabilizar a adoção das linhas de crédito com garantia do FGTS é o fato de não haver, hoje, nenhuma garantia legal de que em caso de demissão do trabalhador que contraiu o empréstimo o recurso do fundo seja bloqueado para quitar o empréstimo bancário. Além disso, é preciso ter controle para os recursos dados em garantia não sejam usados em novas operações, o que seria um dificultador para recebimento em caso de inadimplência. Como no setor público os servidores têm estabilidade, a linha

de crédito não oferece os riscos existentes no setor privado. Taxa - As estimativas do governo é que a liberação das linhas de crédito com o FGTS, que terão juros mais baixos e devem ser usadas para troca de dívidas com juros mais altos, injete na economia cerca de R$ 7 bilhões. Como no setor privado há mais de 30 milhões de assalariados, esse valor pode ser superado caso o governo assegure as garantias efetivas aos bancos. Pelas condições aprovadas pelo Conselho Curador do FGTS, a taxa de juros dos empréstimos não pode ser superior a 3,5% ao mês, ou 51% ao ano, e pagamento terá prazo máximo de 36 meses. A perspectiva é que os juros fiquem abaixo do teto, como os praticados hoje no crédito consignado dos servidores públicos e aposentados. Conta - Os critérios do empréstimo consignado estabelecem que o trabalhador não precisa ter conta no banco no qual vai pedir o empréstimo. Mas para ter acesso à linha esse trabalhador terá que autorizar o acesso ao seu saldo no FGTS, que é protegido por sigilo bancário. Além disso, o banco terá que firmar convênio com a empresa na qual o solicitante trabalha, para que repasse os valores descontados do contracheque. Para operacionalizar a linha, o governo terá que adotar medidas que envolvam o acesso às informações dos candidatos ao consignado com garantia do FGTS.

CORREIOJUQUERY

Universalização do saneamento no País economizaria R$ 1,4 bi por ano A UNIVERSALIZAÇÃO do saneamento básico no Brasil geraria uma economia anual de R$ 1,4 bilhão em recursos gastos na área de saúde para tratar doenças provenientes da falta de coleta de esgoto e do fornecimento de água sem qualidade à população. O dado faz parte do panorama do setor de saneamento, apresentado na terça-feira, 7, no 7º Encontro Nacional das Águas, na capital paulista. De acordo com o levantamento, dos 5.570 municípios brasileiros, apenas 1.600 têm ao menos uma estação de tratamento de esgoto. São aproximadamente 100 milhões de pessoas sem acesso à coleta de esgoto e mais de 35 milhões sem receber água potável. Segundo os dados, o setor teria de investir uma média anual de R$ 15,2 bilhões em abastecimento de água e tratamento de esgoto nos próximos 20 anos para atingir a meta de universalização do saneamento básico em 2033, prazo estabelecido no Plano Nacional de Saneamento Básico (PNSB). Novo marco legal - Um dos temores das empresas públicas é que, com o novo marco regulatório, as empresas privadas fiquem apenas com as cidades mais rentáveis e não se interessem pelos municípios mais pobres, afastados dos grandes centros.

Agência Brasil

Mais de 100 milhões de pessoas não têm acesso a coleta de esgoto O presidente da Associação das Empresas Estaduais de Saneamento Básico (Aesbe), Roberto Tavares, destacou que não é contra o aumento da participação privada, mas que isso deve ser feito de forma organizada e em parceria com as empresas públicas. “Se alguém está saindo com a impressão de que as empresas estaduais são contrárias ao setor privado, mudem esse conceito.

Blog PM

DANIEL BONORA

Advogado – OAB 195.176 Cível - Criminal - Família 99743-5707 ADVOCACIA

Dr. Antônio Ozório Mendes da Silva OAB 49.640 Dra. Mara Regina Gallo Machado OAB 240.745 Cível – Criminal – Imobiliário Rua Riachuelo, 217 – Tel. 2877-7070 São Paulo

Muito pelo contrário. Somos extremamente favoráveis à entrada do setor privado, mas com economia de escala, e de preferência em parceria com as empresas estaduais. Nós temos habilidades que o setor privado vai levar mais tempo [para adquirir], por exemplo. Temos habilidade de negociar com prefeitos e câmaras de vereadores”. Realidade - Chefe da Assessoria

As inscrições para o concurso vão até o dia 10 de setembro, feitas pela internet

Polícia Militar abre inscrição para concurso com 2,7 mil vagas de soldado Agência Brasil

com todas as regras do concurso. O valor da inscrição é de R$ 50. As provas de conhecimentos gerais, com questões objetivas e uma redação, serão aplicadas no período da tarde do dia 21 de outubro, nas cidades de Araçatuba; Bauru; Campinas; Piracicaba; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo e Sorocaba. O concurso ainda terá as seguintes etapas: Exames de Aptidão Física; Exames de Saúde; Exames Psicológicos; Avaliação da Conduta Social, da Reputação e da Idoneidade; e Análise de Documentos. A remuneração básica inicial é de R$ 3.143,70, composta de padrão de R$ 1.226,03, Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) de R$ 1.226,03 e insalubridade de R$ 691,64.

Especial da Casa Civil e uma das responsáveis pela elaboração do texto da medida provisória, Martha Seillier sustentou que a MP não tem por objetivo privatizar o setor de saneamento, nem retirar a competência das prefeituras, mas ampliar a concorrência entre as empresas públicas e privadas, mantendo uma regulação forte por parte da Agência Nacional de Águas (ANA).

Celulares com 4G já representam mais de 50% do total de aparelhos Da Redação

A POLÍCIA Militar do Estado de São Paulo abriu anteontem, 9, as inscrições do concurso público para provimento de 2,7 mil vagas de Soldado de 2ª Classe. Os postos são destinados a homens e mulheres, e os rendimentos iniciais chegam a R$ 3,1 mil. Para participar é preciso ter entre 17 e 30 anos de idade; as mulheres devem ter no mínimo 1,55m de altura e homens, 1,60m; CNH (Carteira Nacional de Habilitação) categoria entre B e E; ensino médio completo; dentre outras exigências previstas no edital. As inscrições devem ser feitas até às 23h59 de 10 de setembro, pela internet, no site www. vunesp.com.br. No mesmo endereço, é possível conferir o edital

GLAUCO TADEU DE SOUZA COSTA Cirurgião Dentista Crosp 52.811 IMPLANTES DENTÁRIOS Agenda avaliação sem compromisso (11) 95807-7433

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

A TECNOLOGIA 4G já representa mais de 50% dos contratos de internet móvel no país. Dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que a tecnologia já representa 50,29% do total de contratos. Esse percentual corresponde a 118,2 milhões de linhas de telefonia móvel, das 235 milhões registradaS no mês de junho de 2018. Implantado no Brasil desde 2013, o 4G oferece velocidade de troca de dados muito superior à tecnologia 3G. A rede 4G está disponível em 4.071 cidades e alcança 94% da população. Segundo a Anatel, os aparelhos que utilizam o 3G aparecem em segundo lugar entre os mais utilizados. Eles representam 30% das linhas, um total de 72,1 milhões de linhas. Em terceiro lugar vem o 2G com 11%, totalizando 27,7 milhões de linhas. Telefonia móvel - Segundo a Anatel, o número de linhas móveis teve redução de 7 milhões de linhas nos últimos 12 meses. Na comparação com maio, a queda foi de 394 mil linhas. Os dados mostram ainda a tendência de

migração das linhas pré-pagas para as pós-pagas. Apesar disso, no Brasil existem mais usuários com linhas pré-pagas do que com linhas pós-pagas. Em junho de 2018 foram registradas 141,8 milhões de linhas pré-pagas, diminuição de 18,3 milhões de linhas em 12 meses. As linhas pós-pagas chegaram a 93,1 milhões em junho, um aumento de 11,2 milhões de linhas em 12 meses. Ainda de acordo com os dados divulgados, São Paulo continua sendo o Estado com o maior número de linhas móveis do país, com mais de 62 milhões de usuários. Em seguida vem Minas Gerais, com mais 22 milhões e Rio de Janeiro, com mais 20 milhões. Entre as operadoras, a Vivo tem a maior base de assinantes com 32% do mercado, totalizando mais de 75 milhões de clientes. Em seguida vem a Claro, com 25% da fatia e 59 milhões de clientes. Com 24% do mercado, a Tim aparece em terceiro com 56 milhões de clientes. A Oi vem em quarto lugar com 16% do mercado e mais de 38 milhões de clientes. A Nextel, Algar Telecom, Porto Seguro e Datora respondem pelo resto do mercado. Agência Brasil

O número de linhas móveis teve redução de 7 milhões nos últimos 12 meses

EM TEMPOS DE INCERTEZAS, CONFIE EM UM JORNAL COM CREDIBILIDADE

CORREIO JUQUERY


CORREIOJUQUERY

GERAL

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

Cartões de débito lideram crescimento dos meios de pagamento em 2017 Da Redação

A PARTICIPAÇÃO dos cartões de débito nas transações eletrônicas aumentou em 2017, revelou o Banco Central (BC). Segundo o órgão, os pagamentos com esse tipo de cartão concentraram 55,4% das transações eletrônicas no ano passado, contra 53,9% em 2016. Em nota, a autoridade monetária informou que a popularização dos cartões de débito está em linha com os parâmetros da autoridade monetária, que tem procurado incentivar os pagamentos eletrônicos. “Aumentou a participação das operações com cartões de débito, o que está em consonância com o direcionamento dado pelo BC de que o cartão de débito seja cada vez mais utilizado como instrumento de pagamento”, informou o órgão. Os cartões de débito lideraram o crescimento entre todas as modalidades de meios eletrônicos. Segundo o BC, o número de cartões de débito ativos no Brasil aumentou de 101,283 milhões no fim de 2016 para 107,599 milhões no fim do ano passado, alta de 6,24%. O total de cartões de crédito passou de 81,97 milhões para 83,52 milhões, crescimento de 1,89%.

Em relação ao número de transações, o total de pagamentos no débito saltou de 6,8 bilhões para 7,9 bilhões em 12 meses, alta de 16,2%. O total de operações na função crédito subiu de 5,9 bilhões para 6,4 bilhões, variação de 8,5%. Dispositivos - Na classificação por canais de acesso, o levantamento do Banco Central revelou que, pela primeira vez na história, as transações de dispositivos móveis - smartphones,

tablets e personal digital assistant (computadores de mão usados por atendentes) - lideraram as transações financeiras dos bancos em 2017. Até o ano anterior, o acesso remoto pelos sites das instituições financeiras (computador, home banking e office banking) concentravam as transações. No ano passado, 24,52 milhões de transações financeiras foram realizadas por meio de dispositivos móveis, contra 20,6

milhões de transações por acesso remoto e 11,24 milhões de operações em caixas eletrônicos. Os canais tradicionais de atendimento (agências e postos de atendimentos) ficaram bem atrás, com 8,5 milhões de transações. “De fato, ocorreu redução na quantidade de transações através de canais tradicionais e aumento de transações através de dispositivos móveis e correspondentes bancários”, comentou o BC no comunicado. Divulgação

ENTIDADE de pesquisa e pós-graduação na área farmacêutica, o Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ)

Chuva chega ao fim, mas frio vai até segunda Da Redação

Os dias de chuva parecem que chegaram ao fim, pelo menos neste final de semana, mas o tempo segue gelado em Mairiporã, segundo os institutos de meteorologia. O domingo deve ter a manhã mais gelada da semana, com

previsão de sol, porém com os termômetros marcando 8°C, céu azul e sem previsão de chuva. Assim como amanhã e segunda-feira. As manhãs vão ser frias e as máximas não passam dos 20°C. A segunda-feira amanhece com 10°C e mantém as mesmas previsões dos dias anteriores, sem chuvas mas com frio durante todo o período.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO A ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E AMIGOS DA VILA RENASCENÇA (AMAVRA) CNPJ 08.107.274/0001-96, de acordo com os artigos 8, 9, 10 e 11 do Estatuto Social, através de seu Administrador Provisório, Sr. Antonio Carlos Petroni, RG 7.309.349-x, CPF 770.419.418-68, CONVOCA a todos os associados para a Assembleia Geral Ordinária que fará realizar no dia 16 de Setembro às 10 horas em primeira chamada e às 10:15 horas em segunda chamada, na Rua Dourados, 40, Vila Renascença, município de Mairiporã – SP, CEP 07600-000, para a Seguinte Ordem do Dia: Artigo 8 – Letra c ) Eleger 3 (Três) membros para o Conselho fiscal para o Biênio 2018 e 2020. Artigo 9 – Eleição da nova diretoria para o biênio 2018 e 2020. Artigo 10 – Eleger 7 (sete) membros para o Conselho Deliberativo para o biênio 2018 e 2020. Mairiporã, 08 de Agosto de 2018 Antonio Carlos Petroni Administrador Provisório

Os cartões de débito ativos eram 107,5 milhões no final do ano passado

40% fazem autodiagnóstico médico pela internet Da Redação

7

realizou levantamento que aponta que as pessoas das classes A e B, com curso superior e jovens, integram o perfil dos pacientes que se autodiagnosticam pelo internet. Apontou que 40% dos brasileiros fazem uso dessa prática.

Entre os que fazem autodiagnóstico 55% são das classes A e B e 26%, das classes D e E. Pessoas de baixa renda ainda buscam mais o médico em prontos-socorros. Quanto mais idosas, mais recorrem ao médico, pois USP imagens

Google e Hospital Israelita Albert Einstein fecharam parceira para oferecer informações confiáveis

MAIRI TECH MUITO MAIS QUE INFORMÁTICA

CEMITÉRIO DA SAUDADE 5/8- Maria Helena Luciano da Silva, aos 74 anos, viúva, natural de Tambaú (SP), deixou os filhos Amadail, Hamilton, Sirval, Cirlene, Sandra, Viviane e Vanessa.

CEMITÉRIO DOS COQUEIRAS 31/7- Edison Sodré de Amorim, aos 61 anos, separado, natural de Pintada (BA), deixou os filhos Amanda, Wagner e Welinton. 31/7- José de Lima, aos 62 anos, casado com Joice de Cássia Salles Lima, natural de Vitória da Conquista (BA), deixou os filhos Elizabete, Elton e Elaine. 3/8- Cardozina Rodrigues Viana Furtado, aos 91 anos, casada, natural de Brotas de Macaubas (BA), deixou o filho Vivaldo. 3/8- Lourdes do Carmo Pereira, aos 60 anos, solteira, natural de Jarinu (SP), deixou os filhos Débora, Rosemeire, Liliane, Luana e Alexandre. 4/8- Adão Albino de Oliveira, aos 56 anos, solteiro, natural de Nanuque (MG), não deixou filhos. 4/8- Luciano Domingues Neto, aos 41 anos, solteiro, natural de Itapevi (SP), deixou os filhos Ramon e Emely. 5/8- Maria Cláudia dos Santos, aos 40 anos, solteira, natural de Recife (PE), deixou os filhos Amanda, Gabriel e Bruno. 6/8- José Benedito Rodrigues, aos 59 anos, casado com Angelina Aparecida de Morais Rodrigues, natural de Mairiporã (SP), deixou as filhas Andrea e Cristina.

CEMITÉRIO JARDIM DA SERRA 6/8- Jamil do Espírito Santo, aos 64 anos, casado com Orides Teodoro do Espírito Santo, natural de Mairiporã (SP), deixou os filhos Silvana, Robson e Tiago.

Edital de Convocação Assembleia Geral Ordinária

A diretoria Executiva de Associação de Moradores do Sausalito, atendendo ao disposto nos artigos 20 do capt. E parágrafo único, e 22, convoca todos os interessados para comparecer em sua sede social, situada à Av. Dr. Arthur de Andrade Filho, 1000, Sausalito, Mairiporã-SP, no dia 15 de setembro de 2018, às 10:00 horas em primeira chamada, 10:10 horas em segunda convocação, para deliberar sobre, previsão orçamentária de 2019, reajuste no valor do m³ de água e assuntos gerais. Mairiporã, 06 de agosto de 2018 Sidney de Carvalho - Presidente

EDITAL PARA CONHECIMENTO DE TERCEIROS E INTERESSADOS. PRAZO 10 (DEZ) DIAS. PROCESSO N. 0003383-93.2010.8.26.0338 (492/10). O DR. CRISTIANO CESAR CEOLIN MM. Juiz de Direito da 1ª Vara Cível do Foro da Comarca de Mairiporã-SP FAZ SABER que perante este Juízo e respectiva Secretaria é movida Ação de Desapropriação requerida por Auto Pistão Fernão Dias SA contra Rogério Resende Requena, visando á desapropriação de uma área de 870,77m2 parte da área maior do imóvel objeto da matricula n.12.907, do Cartório de Registro de Imóveis de Mairiporã, constituído pelo Lote 06 da Quadra A do Loteamento denominado Jardim Santa Branca, inscrição municipal 06550106, declarados de utilidade publica através do decreto federal, realizada avaliação pericial e determinada indenização mediante depósitos judiciais no total de R$ 90.069,00. E para levantamento das importâncias já depositadas, foi determinada a expedição do presente edital com prazo de 10 (dez) dias, a contar da publicação na imprensa, nos termos e para fins do Art. 34 do Decreto Lei n.3.365/41, após que, sem impugnação, as serão levantadas. O presente edital é publicado nos termos da lei. DR. CRISTIANO CESAR CEOLIN. JUIZ DE DIREITO.

Lotofácil

ASSISTÊNCIA TÉCNICA COMPUTADORES Rua Cardoso NOTEBOOKS MONITORES César, 21 – Centro ROTEADORES VÍDEOGAMES LÂMPADAS DE LED

TEMPO HOJE

AMANHÃ

Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens. Mínima de 12°C e máxima de 21°C.

Tempo ensolarado, com nevoeiro ao amanhecer, sem chuva. Noite de céu limpo. Mínima de 10°C e máxima de 20°C.

DOMINGO

SEGUNDA

Dia de sol, com nevoeiro ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde. Mínima de 8°C e máxima de 19°C.

Sol com algumas nuvens durante todo o dia. Não há previsão de chuva. Temperaturas entre 10°C e 21°C.

Concurso 1.699

04 05 06 08 09 10 13 14 15 16 19 21 23 24 25

4419-7112

SERVIÇOS

OBITUÁRIO

têm dificuldade com a internet de modo geral. O levantamento foi feito em maio em 120 municípios, incluindo todas as capitais, e ouviu 2.090 pessoas com mais de 16 anos. Para os pesquisadores, o imediatismo está entre as motivações, principalmente na geração de 16 a 34 anos. Riscos - A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade enfatiza que o número de pacientes que chegam aos consultórios com autodiagnostico e automedicação é crescente. E salienta que se paciente se automedica e não espera a progressão, pode mascarar uma doença. Dá como exemplo a dor abdominal, que pode ser azia e má digestão, mas, se há uso constante de antiácido, pode retardar um diagnóstico de câncer de estômago. O Google e o Hospital Israelita Albert Einstein fecharam, em 2016, parceria para oferecer informações confiáveis a usuários que fazem buscas na área da saúde por meio de quadros com dados sobre as doenças, revisados pelo hospital. No ano passado, foram incluídos dados sobre os sintomas.

Associação de Moradores do Sausalito

TREVO DA SORTE INFORMA RESULTADOS

Federal

Concurso 05308

1º - 41794 - R$ 350 mil 2º - 85718 R$ 18 mil 3º - 27151 - R$ 15 mil 4º - 59389 R$ 12 mil 5º - 42048 - R$ 10 mil

Mega-Sena

Concurso 2.066

06 25 27 35 45 55

Quina

Concurso 4.745

14 32 48 55 61

Lotomania

Concurso 1.890

Dupla-sena

Concurso 1.823

01 02 05 12 17 20 25 33 41 49 54 55 59 60 65 70 81 84 93 99

1º sorteio

03 19 27 32 36 46

2º sorteio

10 11 18 21 39 48

LOTERIAS TREVO DA SORTE Rua Cel. Fagundes, 55-a

4604-3232


8

CORREIOJUQUERY

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018


CORREIOJUQUERY

GOURMET

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

Almoço para o Dia dos Pais Pernil de cordeiro ao molho de hortelã Ingredientes: 1 peça de pernil de cordeiro 1,5kg; 6 dentes de alho cortados ao meio; suco de 1 limão; 1 xícara (chá) de vinho tinto; 4 dentes de alho triturados; sal e pimenta do reino a gosto; 4 folhas de hortelã; 2 folhas de louro e 1 colher (sopa) de alecrim. Ingredientes molho: 2 dentes de alho; suco de 1/2 limão; 1/2 colher (chá) de mel; 3 xícaras (chá) de hortelã (somente folhas); 1/2 xícara azeite; sal e pimenta a gosto. Modo de Preparo: Coloque a carne em uma travessa regue com o suco de limão e com o vinho tinto. Faça cortes pequenos com a ponta da faca para colocar os dentes de alho cortados ao meio. Adicione os demais temperos esfregando bem na carne de todos os la-

dos. Deixe marinando de um dia para outro na geladeira, coberto com filme plástico, virando a carne na metade do tempo. Retire da geladeira e leve ao forno pré-aquecido a 240° por 20 minutos. Após, cubra com papel alumínio, baixe a temperatura para 180° e deixe por mais aproximadamente 1 hora, regando a carne durante o tempo de forno. Retire o papel alumínio e retorne ao forno apenas para dourar a 240° por 15 a 20 minutos. Após, retire a carne do forno, deixe- a descansar 5 minutinhos e sirva a seguir com o molho de hortelã. Preparo do Molho: No processador bata todos os ingredientes, adicionando o azeite aos poucos, até obter uma consistência homogênea.

9

Celebrar o Dia dos Pais na cozinha é muito mais do que fazer um belo e saboroso almoço. É preparar pratos “recheados” de amor, carinho, dedicação e atenção. É surpreendêlo com receitas diferentes.

Arroz de forno à parmegiana

Ingredientes: 2 xícaras de arroz; 2 tabletes de caldo de galinha; 2 ovos; 3 colheres (sopa) de queijo ralado; 100g de presunto picado; 100g de muçarela picada; 1 colher de extrato de tomate e 3 tomates sem pele; Modo de Preparo: Bata no liquidificador o extrato e os tomates, com um pouco de água e um tablete de caldo de galinha (dissolvido em um pouquinho de água quente). Cozinhe o arroz com 1 tablete de caldo e 4 xícaras de água por 15 minutos. Bata os ovos, o queijo ralado, o presunto, a muçarela e misture com o arroz. Coloque num refratário com o molho forrando a forma e cobrindo com ele. Leve ao forno quente a 180° C por 10 a 15 minutos.

Cheesecake com calda de frutas vermelhas

Ingredientes: 1 e 1/2 pacote de biscoito de maisena  triturado; 150g de margarina amolecida; 3 potes de cream cheese; 2 xícaras (chá) de açúcar; 1 lata de creme de leite sem soro; 150g de chocolate picado; 2 unidades de limão espremido; 1 pacote de gelatina incolor  em pó e calda de frutas vermelhas  a gosto. Modo de Preparo: Misture o biscoito com a margarina até formar uma farofa bem úmida. Forre o fundo de uma forma de 22 cm de diâmetro. Asse no forno, preaquecido a 200 ºC, durante 15 minutos ou até dourar. Deixe esfriar. Em uma tigela, misture o cream cheese, o açúcar e o creme de leite. Divida em duas partes. Na primeira parte, misture o chocolate derretido em banho-maria. Distribua sobre a massa e leve à geladeira até firmar. Na segunda parte, misture o suco de limão e a gelatina hidratada e dissolvida de acordo com as instruções da embalagem. Espalhe sobre o creme de chocolate. Leve novamente à geladeira até firmar bem. Cubra com a calda de frutas vermelhas e sirva bem gelada. Se preferir, substitua as frutas vermelhas por calda de chocolate.

Salada de rúcula com manga

Ingredientes: 1 maço de rúcula; 2 e 1/2 mangas maduras e firmes cortadas em cubos; 1 cebola média cortada em rodelas finas; 1/4  xícara (chá) de  água; 2  colheres (sopa) de  azeite de oliva; 2 colheres (sopa) de suco de limão e sal a gosto. Modo de Preparo: Lave bem as folhas de rúcula e enxugue-as. Em uma saladeira, misture as folhas, os cubos de 2 mangas e a cebola. No liquidificador, bata a água, a 1/2 manga em cubos, o azeite, o suco de limão e sal. Sirva a salada com o molho.


10

GERAL

CORREIOJUQUERY

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

Anatel prorroga consulta pública sobre plano de redes do país Da Redação

A AGÊNCIA Nacional de

Telecomunicações (Anatel) decidiu prorrogar por 30 dias a consulta pública sobre o plano estrutural de redes de telecomu-

nicação. O plano faz um diagnóstico sobre a situação das redes de dados no País com propostas de políticas públicas e o objetivo de

orientar os investimentos públicos e privados em telecomunicações para a próxima década. Entre as diretrizes que constam da proposta estão a ampliação da cobertura 3G e 4G e das velocidades médias de conexão à internet em municípios com velocidade de acesso abaixo de 5 megabits por segundo. Também prevê o aumento da conexão de serviços públicos, escolas, bibliotecas e postos de saúde, entre outros pontos de interesse social, visando à redução da desigualdade digital. A decisão do Conselho Diretor da agência foi tomada na segunda-feira, 6, por circuito deliberativo. A Anatel concordou com o apelo das operadoras de telefonia que haviam solicitado, durante audiência pública sobre o tema, mais tempo para analisar a proposta. A data original para o fim do período de consulta era a próxima quinta-feira (9). Além da prorrogação, a Anatel decidiu também realizar mais três audiências presenciais, em Brasília, Porto Alegre e Fortaleza. Cobertura 3G e 4G - De acordo com a Anatel, entre os projetos da proposta em análise está a instalação de fibra ótica ou transporte de alta capacidade de dados por rádio em 42% dos municípios brasileiros. Desses, 54% estão nas Regiões Norte e Nordeste e 23% em Minas Gerais. Outro é a instalação de telefonia móvel 3G fora das sedes municipais, o que beneficiaria 3,8 milhões de pessoas. E 35 milhões de moradores de 3.632 municípios sem 4G podem ser beneficiados com a tecnologia, segundo o plano. De acordo com o plano, parte dos recursos a serem aplicados no incremento da infraestrutura virá de mudanças nas regras do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust); de termos de Ajustamento de Conduta (TAC) da Anatel, em que as prestadoras trocam as multas aplicadas por investimentos; e de desonerações tributárias, entre outras fontes. De acordo com dados da Anatel, 14% da população brasileira estão concentrados em 2.325 municípios sem fibra ótica. E pesquisa do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br) indicou que 31% dos brasileiros com mais de 10 anos de idade não tinham acesso à internet no ano de 2016. (Com Agência Brasil)


CORREIOJUQUERY

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

LAZER

11


12

LAZER

CORREIOJUQUERY

Mairiporã, sexta-feira, 10 a 16/8 - 2018

717  
717  
Advertisement