Issuu on Google+

A revista que viaja com o leitor!

Chile Um roteiro pela vibrante

SANTIAGO e os encantos da Rota do Vinho

Porto Seguro O destino perfeito para as suas f茅rias!

Cachoeiras, montanhas e paisagens de tirar o f么lego na

Serra da Canastra

EXCLUSIVO!

Os melhores lugares para compras na Fl贸rida


VERÃO EM ALTO ESTILO NO LA TORRE RESORT EM PORTO SEGURO com a INTERPOOL

INCLUÍMOS QUASE TUDO NESTE PACOTE... SÓ FALTA VOCÊ! O SISTEMA 7 NOITES N E

ALL INCLUSIV

PACOTE ESPECIAL DE RÉVEILLON astácia e Show exclusivo de Réveillon com Tian e fogos. e panh cham , ceia festa com DJs. Inclui

ENTRADA:

R$ 1.185 +

9 x R$ 307

À VISTA: R$ 3.950

PACOTE ESPECIAL DE JANEIRO ENTRADA:

R$ 728 +

9 X R$ 193

À VISTA: R$ 2.465

Preços por pessoa em apto. standard, incluindo: passagem aérea BH/Porto Seguro/BH, traslados locais e 07 noites de hospedagem no sistema all inclusive, válidos para saídas específicas e sujeitos a reajuste e disponibilidade de lugares. Não inclui taxas de embarque.

PRESTIGIE SEU AGENTE DE VIAGENS, OU LIGUE: www.interpoolviagens.com.br

(31) 3194-7050

@interpoolviagem

Interpool Viagens


e d i ç ã o :

Bebidas Típicas

pág. 58 Gastronomia

Filmes: 007 Skyfall

pág. 54 Roteiro cultural

pág. 38

Porto Seguro

Serra da Canastra

pág. 32 Caminhos de Minas

Emirates completa 5 anos no Brasil

pág. 30 Aviação

Reforma na Capela Sistina

pág. 28 Fique por dentro

Os melhores lugares para compras da Flórida

pág. 23 Guia de viagem

capa

Chile

pág. 10

N e s t a

Brasil

C o n f i r a

Resposta da Edição anterior “Onde será?”: Jericoacoara, Ceará Os leitores que acertaram foram: José Olímpio Oliveira, Maria José Campos, Breno Pereira Marques, Olívia de Assis Nogueira.


Ao leitor, Viajar é bom e todo mundo sabe. Nada como conhecer lugares interessantes para ampliar os nossos horizontes.

Expediente Revista conexão Magazine é uma publicação da CM Editora Editor-chefe: Rafael Pimenta / DRT: 11445/MG

Segundo dados do Ministério do Turismo, os aeroportos brasileiros registraram a marca de 40,8 milhões de desembarques domésticos no primeiro semestre de 2012. É o melhor resultado, no período de janeiro a junho, dos últimos 12 anos. O recorde é 7,5% superior à marca do ano passado, quando foram registradas 38 milhões de chegadas nacionais. O levantamento do Ministério do Turismo mostra ainda que os desembarques internacionais, no acumulado do ano, também cresceram: passaram de 4,35 milhões em 2011, para 4,62 milhões em 2012. É neste clima de otimismo que apresentamos nesta edição o Chile, com uma abordagem especial sobre a cosmopolita e encantadora Santiago, uma das cidades mais modernas da América do Sul, que tem atraído cada vez mais turistas brasileiros. Entre seus atrativos estão inúmeros parques, museus, igrejas e uma intensa vida noturna. Também não perdemos a oportunidade de visitar o Valle do Colchágua, com as suas incontáveis vinícolas, que possibilitam ao turista, amante dos destilados, conhecer e degustar o vinho chileno, considerado pelos especialistas um dos melhores do mundo.

rafaelpimenta@conexaomagazine.com.br Consultor editorial: Afonso Barroso Revisora: Fernanda Rodrigues Diretor Comercial: Glauco Pimenta comercial@conexaomagazine.com.br Colunistas: Beto Haddad / Ana Gusmão / Luciana Silva/ Ameixa japonesa Fotos Capa: Shutterstock / Rafael Pimenta Fotos: Shutterstock / Dreamstime / Rafael Pimenta / Paris Filmes / Editora Cia das Letras / Emirates/ Paulo Laborne Projeto Gráfico: Inovate Propaganda Impressão: Gráfica Del Rey Tiragem: 10.000 exemplares

Em terras brasileiras, visitamos a “Costa do Descobrimento”, considerada a região berço da história e da cultura do Brasil, e aportamos na badalada Porto Seguro, o pólo turístico que mais cresce no país. Revelamos a sua natureza exuberante cercada por diversos atrativos naturais - como praias, baías, enseadas, falésias e recifes de corais e, de quebra passamos por Trancoso, a antiga vila hippie, que virou a preferida dos famosos. Se a ideia é partir para um turismo ecológico, incluímos na nossa pauta a bela Serra da Canastra, nos rincões da nossa querida Minas Gerais, onde nasce o fabuloso Rio São Francisco, repleta de cachoeiras e formações rochosas, além de trilhas em meio a vegetação exuberante e fauna, que encantam e surpreendem os visitantes, pelas suas belezas naturais. E mais: um guia com os melhores lugares para compras na Flórida!

Endereço: Rua Hidra, nº 335, Santa Lúcia CEP: 30360-300, Belo Horizonte/MG (31) 3646-6728 www.conexaomagazine.com.br

Twitter: www.twitter.com /conexaomagazine Facebook: conexaomagazine Escreva a sua sugestão, opinião ou crítica para cartas@conexaomagazine.com.br

Boa Viagem!

Rafael Pimenta- Editor-Chefe rafaelpimenta@conexaomagazine.com.br

4

Assinaturas: Venda de assinaturas: www.conexaomagazine.com.br ou pelos telefones (31) 3646-6728 (31) 9853-6728


Descubra qual é esse lugar... É a quarta maior cidade espanhola, que já recebeu cinco estrelas na pontuação do “Guia As Melhores Cidades da Europa”. É a terra dos imperadores romanos Trajano e Adriano, dos magníficos reales alcázares e da estupenda Catedral gótica cujo campanário era um minarete. Então, já descobriu? Se você sabe,envie um e-mail para redação@conexaomagazine. com.br e fique sabendo na próxima edição...


Foto: Dreamstime


ÁLBUM DE FOTOGRAFIA

Malta Juliana Siqueira do Rio de Janeiro (RJ), fez um tour pela Europa e ficou apaixonada pela Ilha de Malta, no mar mediterrâneo.

Dinamarca O casal, Joice e Fábio Gonçalves, de Belo Horizonte (MG), viajou para um tour na Europa e se encantou com o clima romântico de Nyhaven, em Copenhagen, na Dinamarca.

França Gisela Hiroshi, do Paraná (PR) foi a França conhecer Paris e se encantou com a Torre Eiffeil

Mande as suas imagens para redacao@conexaomagazine.com.br. Não se esqueça: ao enviar a informação para a redação, informe o(s) nome(s) completo e a cidade onde você mora.

8


www.claro.com.br

Claro ilimitado com 3GMax É ilimitado para falar, mandar Torpedos e navegar na internet com a velocidade 3GMax.

+ Ligação local para Claro

+ 3G + MAX

Torpedos para qualquer operadora

Internet

Roaming e DDD para Claro com 21

Compartilhe cada momento.

Oferta válida apenas para clientes ativos com mais de 6 meses na base Claro e para portabilidade entrante de pós-pago. Promoção não cumulativa, com restrições e intransferível, válida para adesão de pessoa física de 30/09/2012 a 31/10/2012 na composição Claro Ilimitado indicada, ou enquanto durar o estoque. Limitada a 1 ativação e 1 aparelho por CPF. Sujeita a análise de crédito, assinatura de contrato, permanência mínima de 12 meses e multa contratual. Pacotes de acesso ilimitado à internet com redução de velocidade de até 128Kbps após o consumo da franquia contratada. Oferta Roaming Nacional válida para as contratações do Pacote de LD Nacional. Os Torpedos são válidos para qualquer operadora nacional e não poderão ser usados com finalidade comercial, publicitária ou outra forma que caracterize uso indevido. Consulte condições no regulamento. Ligações DDD ilimitadas para a Claro utilizando o CSP 21 da Embratel. Consulte mais informações sobre os benefícios da oferta Claro Ilimitado e outras restrições em www.claro.com.br ou ligue 1052.


capa

Santiago e arredores para conhecer e apreciar Por: Rafael Pimenta

Q

Foto: Dreamstime

Foto: Dreamstime

uando você estiver lendo esta matéria já será primavera no Chile. Certamente o frio gélido do inverno já não fará mais doer as suas mãos e nem congelar as suas orelhas e, o sol auspicioso, da nova estação, já te permitirá se libertar dos casacos pesados usados nas tardes sem calor, da estação de outrora. Localizada num imenso vale ao lado das Cordilheiras dos Andes, Santiago com seus, aproximadamente, 6 milhões de habitantes é uma metrópole frenética e cosmopolita. Observo atento pelo vidro do carro, a paisagem da cidade que vai se desenhando à minha frente, no caminho do aeroporto até o meu hotel, localizado na elegante região de Vitacura. Surpreende-me de início a urbe organizada, limpa e segura, que mescla uma arquitetura colonial antiga, com o contraste de edifícios altos e espelhados ao longo de avenidas amplas e bem arborizadas, o que a torna atípica para os padrões urbanísticos e sociais sul-americanos.

Edifícios modernos revelam a pujança econômica do país

10


Vista panor창mica de Santiago, com aCordilheira dos Andes ao fundo

11


capa Foto: Rafael Pimenta

Chego num dia importante para os chilenos, que relembram os 30 anos da morte do ex-presidente Salvador Allende, que se suicidou no dia 11 de setembro de 1973, depois do bombardeio das tropas do general Augusto Pinochet ao Palácio Presidencial de La Moneda. Há um sentimento de nacionalismo, com homenagens e manifestações póstumas, no entorno do emblemático edifício governamental, construído em 1784 para ser a sede da casa da moeda chilena, daí o seu nome. Uma mulher deposita flores num dos portões do palácio e cita algumas palavras que não consigo compreender bem, embora o momento por si só, seja compreensível. “É comum haver confusões na cidade no dia de hoje, por isso, todo cuidado é pouco, o melhor é não nos envolvermos com questões políticas” recomenda o guia. A cidade tem um sistema de transportes eficientes, o chamado Transantiago, mas, por estar localizada num vale, a maioria das atrações podem ser percorridas a pé. Para descansar os pés ou seguir para lugares mais distantes, sugiro pegar o metrô, o ônibus ou táxi, sendo o primeiro o mais prático, limpo e organizado. Compre um cartão “bip!”. Você pode recarregá-lo nas estações de metrô e o cartão serve tanto para a rede de metrô como de ônibus, permitindo inclusive transferências gratuitas de um sistema para o outro. Á noite o melhor é utilizar os táxis comuns, nas cores, Acima, Manifestação no dia dos 30 anos da morte do presidente Salvador Alliende

Foto: Shutterstock

amarelo e preto.

Palácio La Moneda é a sede do governo do Chile

12


E foi andando que segui até a Plaza das Armas, no centro, onde está o marco zero da cidade, um ótimo lugar para começar o seu tour pela cidade. Cercada de casarões coloniais,

Foto: Shutterstock Foto: Rafael Pimenta

Na Plaza de Armas é o coração histórico e social da cidade

a praça ganhou o nome ameaçador para inibir o ataque de índios, que arrasaram a vila de Santiago del Nuevo Extremo seis meses após sua fundação, em fevereiro de 1541. Sinta a atmosfera da praça de palmeiras centenárias, o burburinho de pintores, dançarinos de rua e velhinhos jogando xadrez e contemple o belo prédio do Correo Central, de 1882. Entre na Catedral Metropolitana, cuja fachada neoclássica data de 1789 (e a construção já é a quinta feita no mesmo local). A primeira estrutura, de adobe, foi queimada pelos índios mapuches; outras duas vieram abaixo nos terremotos de 1647 e 1730. Em torno da Plaza, situam-se também, a Catedral Metropolitana, a Estação Central de Correios, o Museu Histórico Nacional e a sede do Município de Santiago. Não muito longe chego ao Cerro Santa Lucía, uma colina transformada em parque, onde ao seu sopé, o conquistador espanhol Pedro de Valdívia fundou a cidade de Santiago, em 13 de dezembro de 1541, numa batalha com os índios araucanos. Mercado Central é o ponto de partida para provar a culinária chilena 13


Foto: Rafael Pimenta

Acima, casario típico do bairoo Bella Vista

Após fazer um bom exercício subindo 70 metros de escadas e rampas, a maior recompensa é ter uma visão panorâmica de 360 graus da capital do Chile com a cadeia de montanhas dos Andes ao fundo. Na continuação do footing, chega-se ao tradicional Mercado central, construído em 1872. Um dos símbolos santiaguinos, esse é o local mais típico possível para ver e, melhor ainda, provar os saborosos e exóticos frutos do mar do Pacífico, como a sofisticada e cara centolla, uma espécie de caranguejo gigante, da Patagônia chilena, cuja carne tem gosto semelhante ao da lagosta. Não duvide, você encontrará por lá iguarias bem distintas, como algas marinhas inexistentes, fungos e aranhas-do-mar. Ok, bateu a fome? O Centro da cidade tem dois focos de vida noturna e gastronomia. O mais charmoso é o bairro Lastarria, assim conhecido por ter como eixo principal a rua José Victorino Lastarria. Outros nomes pelos quais o bairro conhecido: florestal (por causa do parque ao longo do rio Mapocho) e Bellas Artes (por causa do museu, que também fica por ali). Além da cozinha local, encontra-se facilmente na cidade ótimos representantes da culinária que está mais acontecendo: a peruana. Duas boas opções pela região são: o peruano Tambo (Lastarria 65) e o aconchegante bar Victorino (Lastarria 138), que serve comida sulamericana.E se você estiver querendo um jantar romântico vá ao Pasta e Vino, italiano contemporâneo que é filial do restaurante mais conceituado de Valparaíso, instalado no hotel-butique The Aubrey (Constitución 299).

14

Bella Vista, o bairro mais boêmio da cidade Mas foi Bellavista sem dúvida o lugar que mais gostei em Santiago, cheio de bares, restaurantes e ruas coloridas. É um bairro antigo e boêmio na encosta do Cerro San Cristobal, (o maior monte da cidade). Vale a pena subir até o cume, porque além de garantir uma vista privilegiada da cidade, está lá a estátua da Virgen de La Inmaculada Concepción, com 14 metros de altura sobre um pedestal de 8,5 metros. Embora situado próximo do centro da cidade o cenário muda completamente a partir do momento que você entra no Bellavista, acontece uma desaceleração natural, sem trânsito caótico e sem a agitação desenfreada das ruas centrais de Santiago. A principal atração do bairro é La Chascona, uma das três casas do poeta chileno Pablo Neruda no país, que se transformou no museu, principal patrimônio cultural da freguesia. Um detalhe curioso é que, por Neruda ter sido apaixonado pelo mar, todas as suas casas foram inspiradas em embarcações. Uma boa sugestão é provar a cerveja chilena Kunstmann no boteco Galindo (Dardignac,98). Para acompanhar a bebida, experimente algumas iguarias típicas como empanada de pino (carne em cubos com cebola), pastel de choclo (milho), humita (pamonha chilena) ou um caldillo de congrio. A sopa de congrio é tão emblemática no país que Neruda escreveu a ela o poema Ode al caldillo de congrio.


capa

Vida Noturna Santiago, como uma grande metrópole, possui diversas

O lugar é enorme, com vários ambientes, pista de dança, mesas para jantar ou lounge. O público costuma ser variado: de homens de 30 a 40 anos a modelos, jogadores de futebol e patricinhas.www.lasurracas.com.

Foto: Shutterstock

opções de bares e clubes noturnos. Alguns locais se destacam mais que outros, como os bairros de Bella Vista, Las Condes e Providência. Ali funcionam algumas regiões repletas de casas que privilegiam alguns estilos como o rock, o jazz, o reggaeton, ritmos latinos (como a salsa e a cumbia), retrô (80 e 90) e a música eletrônica. Em Las Condes, as avenidas Apoquindo e Las Condes reúnem a maior quantidade de bares e boates da região. Os estilos das casas variam entre o eletrônico, o rock, o lounge e o karaokê. Já em Providencia, há maior aglomeração de bares no bairro Suécia, na região da calle Suécia. Existem diversas boates de música eletrônica e bares que privilegiam o estilo retrô das décadas de 80 e 90. No entanto, muitas dessas casas não duram muito tempo e acabam fechando, dando lugar a outros tipos de balada. Se você é baladeiro não deixe de frequentar a Las Urracas, em Vitacura, uma das melhores danceterias de Santiago e a preferida dos santiaguinos.

Agitos na noite da cidade

Foto: Divulgação

Vinícola Emiliana

A única vinícola 100% orgânica do Chile

No dia seguinte pegamos cedo a rodovia ruta 68 rumo ao litoral, para visitarmos duas cidades próximas, porém muito distintas localizadas à aproximadamente 120 km da capital, Viña del Mar e Valparaíso. No trajeto, em meio a uma densa neblina, aproveitamos para conhecer uma das muitas vinícolas espalhadas pelo país, no Vale de Casablanca, que é considerado o melhor lugar do Chile para a produção de vinhos brancos, principalmente o Sauvignon Blanc e o Chardonnay. A Emiliana é a única vinícola 100% orgânica do Chile e, levou o prêmio máximo do Green Awards 2012, promovido pela revista inglesa The Drink Business. O interessante é que, dentre os vários processos naturais, está o de colocar fileiras de flores coloridas entre as plantações para atrair insetos benéficos e evitar que eles ataquem as uvas. É o chamado cultivo “de cobertura”.

15


capa

Valparaíso

V

alparaíso é uma ótima cidade para um bate e volta de

Vista do porto e das montanhas de Valparaíso

Santiago. Além de estar perto é uma das mais antigas do Chile e possui uma área histórica considerada

Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Valparaíso ou Valpo, como chamam carinhosamente os chilenos, possui, atualmente, cerca de 300 mil habitantes e é a Capital Legislativa da República do Chile. 0 Congresso chileno foi transferido de Santiago para Valparaíso com a Constituição chilena de 1980 e, desde então, a discussão em torno da sua volta à capital tem se mantido, devido à dificuldade de locomoção rápida para os parlamentares entre o Congresso e Santiago. Vá no Paseo 21 de Mayo. Lá do alto se tem uma boa vista da cidade. Para ajudar a população e os visitantes a subirem as várias ladeiras inclinadas, há 15 elevadores, ou ascensores antigos, espalhados pela cidade, que foram declarados Monumentos Nacionais. Também não vá embora sem visitar La Sebastiana, a casa-museu de Pablo Neruda na cidade,

batizada assim em homenagem a seu construtor, Sebastian Collado. Na parte baixa, a Plaza Sotomayor, uma das principais Foto: Rafael Pimenta

atrações de Valparaíso, reúne o belo prédio da armada chilena e o Monumento a los Héroes de Iquique, batalha travada entre

Foto: Shutterstock

peruanos e chilenos no Pacífico, em 1879.

Casas típcas nas montanhas de Valparaíso 16


Viña del mar

G

praças, parques e ruas arborizadas, além de um relógio de flores localizado no Paseo Alessandri, além de diversos atrativos, tanto para os chilenos como para os visitantes estrangeiros. A começar pelas áreas de praia (são 3,5km, além das que ficam fora da cidade), motivo de grande movimentação durante o verão.

Foto: Shutterstock

rudada em Valparaíso, mas com um estilo completamente diferenciado, está Viña del Mar, que foi fundada em 1878 pelo engenheiro e político José Francisco Vergara, proprietário das duas fazendas existentes ali e que fazem parte da história da cidade.É conhecida como cidade jardim, por possuir

Procuro referências e me vem á mente a imagem de Punta del Este, no Uruguai, sugestionada pela familiaridade do estilo dos edifícios de classe média alta, na orla da praia. Um dos locais de destaque é o Cassino Viña del Mar, inaugurado em 1929, que impressiona com o seu estilo neo-clássico. São 1200 máquinas, mais de 80 mesas de jogos, além de bingos e outras atividades. Não deixe de visitar o Parque Quinta Vergara, uma grande área verde na região da cidade, que possui grandes jardins e atrações como o Museo Nacional de Bellas Artes. A praia mais conhecida da cidade é Reñaca. Sua principal característica são seus edifícios em forma de degrau, que dão um charme exclusivo à sua orla. O local tem uma grande diversidade hoteleira (inclusive aluguel de apartamentos para temporadas).

Foto: Shutterstock

O Relógio de Flores é parada obrigatória para uma foto

Zona residencial de Viña del Mar

17


A Rota do Vinho

O

enoturismo não para de crescer no mundo e o Chile é um destino perfeito para esse tipo de turismo. O Vale do Colchágua a 180 quilômetros ao sul de Santiago, com as suas videiras centenárias e fazendas encantadoras formam a paisagem deste bonito vale, uma das zonas agrícolas mais promissoras do país, que tem sido uma opção de destaque e uma rota imperdível para aqueles que desejam ver de perto todo o processo de produção de grandes adegas, e é claro, degustar vinhos de primeira linha com todo suporte e informações dos vinicultores. O visitante pode conhecer todo o processo de produção da bebida, degustar os melhores rótulos chilenos e ainda ter aulas sobre degustação de vinhos.


São 20 mil hectares de solo rico em calcário, com pouca chuva e grande variação de temperatura, pois recebe ventos do Oceano Pacífico e da Cordilheira dos Andes. Graças ao cenário bucólico, desenhado pela imensidão verde dos vinhedos, a revista americana Travel and Leisure classificou o lugar como um dos cinco melhores destinos de turismo do mundo.O Vale é formado por duas cidades principais (Santa Cruz e San Fernando) . Mas, foi no vilarejo charmoso e tranquilo de Santa Cruz, coração do vale, que me hospedei, para entrar no universo dos Malbecs, Cabernets, Merlots e Carménère, que representam 90% das vinhas do Colchágua.


Foto: Divulgação

Primeiro visitei a tradicional Vinícola Viu Manent . Com importante legado histórico e cultural, a vinha é outro dos atrativos da Rota do Vinho. Fundada em 1935, quando Miguel Viu Garcia e seus dois filhos fundaram a Bodega Viu em Santiago do Chile. Em 1966, sonhavam em fazer seus próprios vinhos, que se concretizou ao adquirirem a propriedade San Carlos de Cunaco, em Colchagua, que hoje tem auspiciosas projeções no mercado internacional. Conta com 150 hectares de vinhas francesas antigas e nobres, além de sua adega e casa principal. Lá pode ser feito um tour com direito a carruagem e degustar vinhos em diferentes etapas de fabricação, para ver os diferentes níveis de acidez , o que eu nunca tinha feito.

Foto: Divulgação

Vinícola Viu Manent

20

Teleférico na vinha Santa Cruz

A Vinícola Santa Cruz fica a uns 20 minutos de carro do hotel, localizado na praça de santa Cruz, em um caminho tranqüilo, bonito e bem sinalizado. O empreendimento foi construído em 2002 e produz 98% de seus vinhos para o mercado doméstico, nos seus 900 hectares. E toda a sua colheita é feita de forma manual, são mais ou menos cerca de 100 pessoas, que entre os meses de Abril e Maio trabalham na lavoura. O barato do lugar é o tour que inclui um passeio de teleférico até o Cerro Chamán e o Centro Astronômico, que conta com uma sala onde é feita uma introdução em vídeo do universo, para logo passar ao telescópio e observar as estrelas. Lá de cima, o visitante pode admirar uma paisagem digna de cartão postal. O dono do complexo é Carlos Cardoen, que mantém em Santa Cruz também, um hotel e o Museo Colchagua, com rico acervo de arqueologia e arte pré-colombiana, que daria inveja a vários museus públicos, com mostras das culturas das primeiras civilizações, fósseis de animais e seguindo até a história do século XX e XXI. Conta também com exposiçao ferroviária e de automóveis antigos. É imperdível!


Prepare bem a sua viagem Fuso horário 1 hora a menos em relação à Brasília (durante o horário de verão brasileiro)

Onde fica CHILE

Quando ir A data da viagem depende do propósito da visita. É possível pasear por Santiago em qualquer época do ano, mas, entre junho e setembro, os termômetros registram quedas de temperatura que podem tornar os passeios ao ar livre e as caminhadas bem desagradáveis. A lógica inversa deve ser seguida por quem deseja aprovitar as férias para esquiar em Valle Nevado, colado à capital.

Vinha del Mar Valparaíso

Santiago Santa Cruz

Onde ficar A principal zona hoteleira da cidade está no bairro de Providencia. É o preferido dos turistas, por estar bem servido pelo metrô e estar a meio caminho entre o centro tradicional e a Santiago moderna. Noi Vitacura Atton

Agradecimento Equipe Flytour Viagens / Vip’s Travel - Chile

Flytour Viagens venda exclusiva através de seu agente de viagens www.flytourviagens.com.br Tel: 0800118687

Foto: Divulgação

Quem Leva

21


estilo

Arrumando as malas para o verão Por Ameixa japonesa

N

a hora de arrumar a mala para um passeio na praia alguns pontos devem ser observados. Praia pede momentos tranquilos, logo, você não vai querer se estressar com o que levou a mais ou a menos, certo? O tempo de duração da viagem é essencial para definir a quantidade de roupas. Mesmo para um fim-de-semana é essencial levar mais de um biquini ou maiô. É bom que as peças estejam sempre secas para sua utilização. Para até 15 dias uma variação de quatro peças é ideal. Se o desejo é pegar sol, observe os modelos para que sua marquinha não fique muito indefinida. Uma blusa de frio não pode faltar. Praia combina com sol, mas o tempo pode virar e não queremos que você passe frio.Quatro sapatos são o suficiente para todos os dias na praia: um chinelo, uma sandália rasteira, uma sandália de salto e um tênis.Busque cores mais neutras para que os sapatos se adequem a todos os looks. Abuse dos vestidos. Eles são leves, não ocupam muito espaço na mala e tem tudo a ver com praia. Para uma semana, três vestidos. Para duas semanas, até cinco. Macacão ou macaquinho também são boas pedidas. Um cinto e acessório completam o visual. Praia pede acessórios descolados. Busque lenços, colares, flores e brincos grandes. Mas, não exagere na quantidade pra não ficar perdida para montar os looks. Você vai precisar ainda de uma canga, uma ou duas saídas de praia (dependendo do tempo de permanência), uma bolsa de palha ou tecido grande bolsa para o dia a dia em cor neutra, uma carteira pequena para noite, cinto, chapéu e óculos de sol. www.ameixajaponesa.com.br

O site, que foi criado em janeiro de 2009, faz parte da Rede Modaspot, portal da Editora Abril que abrange conteúdo das revistas Elle, Estilo e Manequim. acontecimentos de moda em Belo Horizonte e outras partes do Brasil e do mundo, mesclando também cinema, design, arte, gastronomia, entretenimento e cultura em geral.

22


GUIA DE VIAGEM

Saiba os melhores lugares para compras na Flórida pela Greentours

C

omo milhões de brasileiros já sabem por experiência própria, Miami é uma perdição para os shopaholics. Afinal, mesmo após as contas de conversão, roupas de grife, eletrônicos e cosméticos importados continuam mais baratos na terra do Tio Sam. Outlets, shopping centers e lojas arrojadas brotam de rua em rua, com vitrines que parecem implorar para que você entre. E, a cada letreiro “On Sale” (em promoção), fica mais difícil deixar a cidade de malas e sacolas vazias.

Foto: Divulgação

Sawgrass Mills Essa, mas do que uma dica, é “chover no molhado”: compras no SAWGRASS MILLS MALL, o shopping de descontos que fica em Sunrise, no extremo oeste de FORT LAUDERDALE. Foi fundado em 1990 e têm como conceito principal a venda de pontas e queimas de estoques de marcas consagradas dentre elas: Adidas, Banana Republic, Burberry, Calvin Klein, Reebok, Samsonite, dentre outras. (12801 West Sunrise Boulevard - Miami)

23


GUIA DE VIAGEM

CocoWalk Shopping

Foto: Divulgação

O bairro Coconut Grove é bem gostoso para se passear a pé ou de bicicleta. Lá você encontra o belo shopping a céu aberto CocoWalk. Você encontra restaurantes ao ar livre, charmosos bistrôs e lojas singulares. Entre seus maiores varejistas encontram-se The Gap, Victoria’s Secret, Starbucks e Paragon Grove. (3015 Grand Avenue - Miami)

Aventura Mall

Foto: Divulgação

localizado em Miami Beach, conhecido como a meca do mundo fashion, o Bal Harbour Shops conta com mais de 100 lojas das mais influentes grifes internacionais que, além de agregar glamour ao destino, ditam tendências para compras de itens exclusivos para consumidores sofisticados de todo o mundo. (8888 SW136th Street, Coral Gables - Miami)

24


The Mall at Millenia

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

É o shopping mais requintado de Orlando, um ambiente impecável, ricamente decorado com fontes e teto de vidro, uma arquitetura de tirar o fôlego, sempre cheio de estilo, elegância, e com as últimas tendências de moda diretamente de Paris, Londres e Milão. (4200 Conroy Road - Orlando)

FloridaMall

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Do grupo Simon Malls, o The Florida Mall possui cerca de 250 lojas em um ambiente coberto. Dá pra gastar uma boa graninha por lá em lojas muito procuradas pelos brasileiros como a Apple Store, Hollister, Abercrombie, Victoria Secret’s, Macy’s, Game Stop e muito mais. Tem também a Disney Store, uma loja da Disney com muitos dos produtos vendidos nos parques, e muito mais, muito mais baratos. (8001 South Orange Blossom Trail - Orlando)

25


GUIA DE VIAGEM

Dadeland Mall

Foto: Divulgação

O Dadeland Mall é um grande shopping fechado, localizado no distrito de Dadeland. Atualmente pertence ao Simon Property Group. É mais uma das inúmeras opções de compras na cidade de Miami. Não é um outlet, mas tem excelentes preços nas quase 200 lojas. É nele que está localizada a maior Macy’s da Flórida! (7535 N Kendall Drive, Coral Gables - Miami)

Bal Harbour Shops

Foto: Divulgação

Localizado em Miami Beach, conhecido como a meca do mundo fashion, o Bal Harbour Shops conta com mais de 100 lojas das mais influentes grifes internacionais que, além de agregar glamour ao destino, ditam tendências para compras de itens exclusivos para consumidores sofisticados de todo o mundo. A oferta gastronômica no local é muito boa, com destaque para o La Gouloue, autêntico bistrô parisiense. (9700 Collins Avenue, Bal Harbour - Miami)

26


turismo de NEGÓCIOS

Portugal concede licença especial de residência para quem investe no país

Foto: Shutterstock

Empresários com interesse em investir em Portugal agora podem ter como benefício uma licença especial para residir no país. A iniciativa, chamada oficialmente de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI), foi apresentada publicamente em encontro ontem no Consulado de Portugal em São Paulo. Participaram representantes da Fiesp, da Fecomércio, da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (Aicep) e da Câmara Portuguesa, entre outras entidades empresariais. A Autorização Especial entrou em vigor no dia 8 de outubro e foi criada com o intuito de atrair para Portugal investimento de fora da União Europeia, a exemplo de países como Brasil, China, Rússia e Angola. Poderão ter acesso a essa autorização empresários que investirem pelo menos € 1 milhão no mercado financeiro ou abrirem um negócio que gere a contratação de 30 funcionários ou mais.

Foto: Shutterstock

CWT projeta forte crescimento para business travel na Índia, China e Brasil A indústria de viagens de negócios sofreu com as incertezas na economia global em 2012, de acordo com Patrick Andersen, vice presidente executivo da Carlson Wagonlit Travel (CWT) para o Reino Unido, Irlanda, Países Nórdicos e Europa Oriental. “Quando pensamos em 2012, incerteza é uma palavra que vem à mente. Nós desejamos o melhor e planejamos o pior. A primeira metade do ano foi fraca e na segunda metade já estamos vendo uma retomada em transações e em volume, o que é normal considerando o ambiente em que estamos”. Anderson falou na reunião anual com clientes, o CWT Exchange, no Hilton Tower Bridge Hotel em Londres. O cenário das previsões da CWT para a indústria global de viagens de negócios são mais positivas, estimando que a Índia e a China registrem crescimento de dois dígitos no próximo ano (22% e 14,7% respectivamente), enquanto o Brasil (+12,6%) e os EUA (+4,9%) também têm previsão de registrar crescimento.


Fique por dentro Foto: Divulgação

Vaticano estuda limitar visitas à Capela Sistina Com as celebrações de 500 anos da Capela Sistina, o Vaticano afirmou que poderá limitar o número de visitantes no local. O motivo seria a poluição trazida pelos turistas, que está danificando os afrescos de Michelangelo. As pinturas, que incluem a famosa representação do momento em que Deus dá a vida a Adão com o toque de seu dedo, estão sendo danificadas pela respiração, transpiração e pelo calor dos turistas que visitam o local. O número de pessoas que circula pela capela todos os dias varia de 10 mil a 30 mil.

Vista da Capela Sistina

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Unesco reconhe mariachi mexicano como patrimônio imaterial da humanidade A Unesco outorgou o reconhecimento ao mariachi mexicano como patrimônio imaterial da humanidade em cerimônia dentro do 19º Encontro Internacional do Mariachi realizado em Guadalajara, oeste do México.Em um breve ato realizado na principal praça pública de Guadalajara oito músicos, crianças de entre cinco e dez anos vestidas de mariachi, receberam o reconhecimento como um simbolismo para que as novas gerações mantenham viva esta tradição. A entrega deste reconhecimento marcou a pauta para o início dos trabalhos de um comitê nacional de analistas e funcionários de Governo que definirá as estratégias a seguir para salvaguardar esta música e difundi-la pelo mundo.

Aeroporto Charles de Gaulle cria espaços individuais para ouvir música O aeroporto Charles de Gaulle tem um novo espaço no terminal 2b onde os passageiros podem aproveitar o tempo antes do embarque para se isolar em “alcovas individuais” e escutar músicas que podem ser escolhidas em um menu com diversos perfis. A iniciativa foi anunciada nesta terça-feira pela instituição gestora dos aeroportos de Paris, (ADP). Na instalação, de 50 metros quadrados, é possível ter acesso à aplicação “Soundcorner”, desenvolvida pela Samsung e Universal Music.

28

Foto: Divulgação

Mariachis mexicanos viram patrimônio cultural


Nova Zelândia aposta em filme “O Hobbit” para reaquecer turismo

Foto: Divulgação

Depois do filme “O Senhor dos Anéis”, a Nova Zelândia agora aposta em “O Hobbit”, a nova trilogia de Peter Jacskon filmada no país, para impulsionar o turismo, prejudicado por causa da crise e do terremoto de 2011.O diretor adaptou outro romance de J. R. R. Tolkien, “O Hobbit ou Lá e de Volta Outra Vez” (“The Hobbit. There and Back Again”). Na esperança de que o novo filme, totalmente rodado na Nova Zelândia, seja tão bem sucedido como “O Senhor dos Anéis”, onde as paisagens do país brilharam nas telas, os profissionais de turismo lançaram uma campanha com base no universo da Terra Média, o mundo ficcional inventado por Tolkien e presente em ambas as sagas. Uma pesquisa recente da Associação da Indústria de Turismo revelou que a Nova Zelândia é cada vez menos procurada.

A Estátua da Liberdade celebrou seu 126º aniversário com a reabertura de sua coroa ao público, após ter permanecida fechada durante um ano por causa de uma restauração para reforçar a segurança dos visitantes. A Estátua da Liberdade, realizada em cobre pelo escultor francês Frédéric Auguste Bartholdi, foi inaugurada no dia 28 de outubro de 1886 e erguida sobre um forte em forma de estrela e um pedestal de quase 47 metros de altura. Para realizar a visita é necessária uma reserva dos ingressos que são vendidas por valores entre US$ 9 e US$ 17. Com as melhorias, um adicional de 26 mil visitantes serão capazes de subir até a coroa a cada ano.

Embarque nessa praticidade

Para ir a Confins, ligue o piloto automático.

ônibus exeCutivos Para aeroPorto internaCional - bh •Horários sincronizados com todos os voos •Trajeto em pista exclusiva, sem escalas, 24h por dia •Valor: R$18,00 •Av. Álvares Cabral, 387- Lourdes - 3224-1002 - www.conexaoaeroporto.com.br

Foto: Shutterstock

Estátua da Liberdade celebra 126 anos e reabre sua coroa ao público


AVIAÇÃO COMERCIAL

Emirates completa 5 anos de atuação no Brasil

A Foto: Divulgação

Emirates completou cinco anos de atuação no Brasil em 2012 com motivos para comemorar. Em recente visita a Belo Horizonte, o diretor geral da companhia no Brasil, Ralf Asmann, concedeu uma coletiva à imprensa, seguida de um jantar para os principais empresários do setor turístico da cidade, com o objetivo de aumentar a participação no mercado de Minas Gerais. O executivo ressaltou que desde que o voo direto entre Rio de Janeiro e Dubai foi inaugurado, em 03 de janeiro deste ano, a participação de Minas Gerais nas vendas da Emirates mais que dobrou. A empresa transportou cerca de 400 mil passageiros para

BOEING 777-300 ER

30

Dubai com uma média de 80% de ocupação desde que o primeiro voo foi realizado, em 2007, e daí por diante se consolidou no mercado brasileiro. No início, a Emirates tinha capacidade para transportar 1.596 passageiros por semana, por trecho. Hoje, pode levar 4.956 pessoas por semana em cada voo, um crescimento de 310%. De acordo com ele, o aumento da capacidade está associado ao lançamento da frequência diária para o Rio de Janeiro, com extensão a Buenos Aires, em janeiro deste ano. O foco da atuação da empresa no país se dá pela visão do Brasil como um mercado importante para o ramo da aviação comercial. “Enxergamos


Foto: Shutterstock

Entretenimento de bordo

o Brasil é um mercado importante, que atrai passageiros do mundo inteiro e, em contrapartida a chegada da Emirates abriu as portas de 126 destinos no mundo para passageiros brasileiros. Viajantes de negócios estão aproveitando a extensa malha aérea da companhia para voar até destinos na Ásia e no Oriente Médio, com destaque para China e Japão”, explica Asmann. O Grupo Emirates - que inclui Emirates Airline, Dnata e subsidiárias - tem seguido na contramão do mercado da aviação mundial, pois chegou ao 24.º ano consecutivo de lucro com um lucro líquido de US$ 629 milhões, entre 2011 e 2012. A rota é operada por um Boeing 777-300 ER, com capacidade para 354 passageiros divididos em três classes. A aeronave vem com algumas comodidades de alto padrão, que ajudaram a tornar esse serviço um sucesso, incluindo luxuosas suítes privativas na primeira classe, assentos que reclinam na executiva e cabines espaçosas na econômica. Disponível para todos os clientes, o sistema de entretenimento de bordo ice oferece 1.400 canais de filmes, programas de televisão, música e jogos. O ice ganhou neste ano, pela oitava vez consecutiva, o prêmio de melhor do mundo pela Skytrax. A Emirates é a maior operadora do mundo do A380 e do Boeing 777-300ER. Os serviços de bordo incluem: refeições gourmet servidas à la carte, carta de vinhos premiada, kit de amenities Bvlgari e comissários de diversas nacionalidades que falam diferentes idiomas – é obrigatório ter funcionários falando português nos voos de/para o Brasil. Outro diferencial é o chauffeur drive, em que todos os passageiros das classes executiva e primeira têm transporte gratuito de/para o aeroporto em todos os destinos onde a companhia opera.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Primeira Classe

Airbus A380 sobrevoa o edifício Burj AL Arab, em Dubai

31


CAMINHOS DE MINAS

Serra da Canastra: a mãe do “Velho Chico” O Parque Nacional da Serra da Canastra possui cerca de 70 mil hectares, abrangendo seis municípios. Por: Rafael Pimenta

A

Parque torna-se mais encantador quando, no caminho para uma das inúmeras cachoeiras da região, encontramos um tamanduá, lobo-guará, tucano, veado campeiro ou uma seriema, animais que habitam a Serra. Não é raro ver alguns desses animais na região, principalmente de manhã bem cedo e ao anoitecer. Fique atento, pois para entrar no Parque é necessário pagar um taxa de R$6,50 por pessoa, para brasileiros e R$13,00 para estrangeiros e não é permitido entrar no local com animais de estimação nem com bebidas alcoólicas, muito menos deixar lixo de qualquer espécie.

Foto: Setur/MG

paisagem, em muitos trechos, a mais de 1.200 metros de altitude, lembra a savana. Apesar de estar num ecossistema diferente, você vai se sentir em um safári africano no Brasil. Estamos falando do Parque Nacional da Serra da Canastra, um dos maiores parques nacionais do país – você chega a percorrer mais de 100 km em estradas de terra dentro do parque para conhecer as belezas do local. Dotado de cavernas, montanhas, mais de 300 cachoeiras e dos lagos de Furnas e Peixoto, esse circuito, situado no sudoeste do Estado, reserva uma infinidade de atrações aos amantes da natureza. O

A paisagem da Serra encanta os visitantes

32


Foto: Setur/MG

Cachoeira Casca Danta

A região é desconhecida por ser longe (530 km a partir de São Paulo, 670 km do Rio e 320 km de Belo Horizonte) e pelo fato de as estradas do parque serem bem precárias, sendo recomendado um veículo alto a qualquer tempo e um 4 X 4 na época das chuvas (de novembro a março). Informe-se com o Ibama ou Informações Turísticas das condições de estrada antes de ir para Serra da Canastra. Com mais de 200 mil hectares, abrange seis municípios: São Roque de Minas, Vargem Bonita, Sacramento, Delfinópolis, São João Batista do Glória e Capitólio. Em 1501 a Serra da Canastra já estava sendo desbravada pelo italiano Américo Vespúcio. Ao encontrar um rio cristalina batizou-o de São Francisco em homenagem ao dia do Santo. O Parque foi criado em 1972 visando proteger as inúmeras nascentes de rios que há na Canastra, entre eles o Rio São Francisco, um dos rios mais importantes do Brasil. O Velho Chico abastece cinco estados brasileiros. Na nascente se encontra uma estátua de São Francisco.

Foto: Setur/MG

Entre trilhas e cachoeiras

Flora local

33


CAMINHOS DE MINAS Antes da criação do parque, a região era abastecida por animais cargueiros (mulas), que levavam os mantimentos e outros materiais em grandes caixas que ficavam amarrados nas laterais dos animais, aos pares para proporcionar o equilíbrio necessário à carga. Estas caixas eram chamadas de “canastras”. O local não possui nenhum local com infraestrutura, devendo-se por esse motivo ir lá abastecido com água e comida. Uma boa dica de hospedagem é a Fazenda Mirante em São Roque. É a dona Evangelina que recebe os hóspedes quando chegam do passeio e os recebe com o lanche da tarde. Sempre há um bolo feito no dia. Os sucos são de frutas colhidas no

pomar. Os moradores locais são muito gentis e sempre convidam para um café com leite, pão de queijo e doce de leite. Existem alguns barzinhos e um restaurante que costuma ter apresentações de danças ou cantores. Porém, a verdadeira atração fica por conta do céu estrelado e limpo da Serra da Canastra. Uma das regiões mais bonitas e isoladas da Serra, o Vale da Babilônia, localizado entre os municípios de Delfinópolis e São João Batista do Glória, possui inúmeras cachoeiras pouco exploradas, pois a região é de difícil acesso e indicado para veículos tracionados ou motos estilo trail. A vegetação típica é de campos rupestres e cerra-

Foto: Setur/MG

Foto: Setur/MG

Platô da Serra da Canastra

Entardecer no Porto do Gloria

34

do, com capões de matas ciliares nas grotas e vales. O relevo e a vegetação são responsáveis por uma paisagem magnífica, recheada de mirantes e vistas panorâmicas. Para almoçar escolhemos o restaurante da Wanda, que fica próximo ao começo da subida de Serra Branca, um morro íngreme. Este morro serve de mirante onde é possível ver o Rio São Francisco despencar, majestoso, do alto de 186 metros, formando a belíssima cachoeira Casca D´Anta, o cartão postal da Serra da Canastra, que está entre as 10 mais belas cachoeiras do Brasil. O vale e suas vertentes derramam águas no caudaloso Ribeirão Grande, um dos principais afluentes do Rio Grande. Nos banhamos nas águas da cachoeira do Quilombo, seu primeiro declive. São 72 metros de altura em três lances de queda. Um espetáculo da natureza! A região da Mata do Engenho é local da segunda queda do Ribeirão Grande antes de desaguar: a Cachoeira Maria Augusta.


Foto: Setur/MG

Cachoeira do Quilombo Foto: Shutterstock


Coluna Luciana Silva

A BH de hoje com a sua mineiridade de sempre

A

uma trilha de seis quilômetros e uma vista digna de um belo horizonte. Perto dali, no Parque das Mangabeiras, outro mirante, reinaugurado. A lagoa da Pampulha, com seus quase 18 km, é um atrativo que mistura natureza e cultura. Isso, sem contar os parques e praças, com árvores e flores belas. E a cultura? Parece que nossa vocação cultural está em ebulição e só fica em casa quem não se informa sobre o que está acontecendo na cidade. A música, os filmes, artes plásticas, teatro e outras manifestações artísticas são ingredientes presentes nos festivais e eventos públicos e particulares que acontecem toda semana em BH. Lembro-me de uma época, ouvir muito as pessoas falarem que não tinham nada para fazer em nossa cidade, sempre seguido de várias comparações com lugares mais “evoluídos”. Mas, isso ficou muito antigo, ultrapassado. Basta se informar melhor para constatar que são tantas opções , que fica difícil escolher onde ir. De acordo com Stella de Moura Kleinrath, Diretora da Promoção Turística da Belotur, “ BH é uma metrópole cosmopolita, formada por várias etnias e dentro de um cenário de modernidade e inquietação, seja política, seja cultural. Isto dá a ela uma grande amplitude de produção de ideias novas em diversas áreas da vida urbana e a cidade se destaca pela dinamicidade, empreendedorismo e perfil de exigência de qualidade pelo belo-horizontino. Por isto somos frequentemente escolhidos como mercado teste!”

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

s cidades, além de nomes, têm identidade, um significado para as pessoas que nela vivem e se reconhecem. E essa identidade, quando bem definida, se traduz em uma imagem, que vira referência para os turistas e visitantes.Pensando nisso, tive uma crise de identidade belo-horizontina. Explico, parei para pensar no que BH é hoje. Somos a capital do buteco? Um destino de turismo de negócios e eventos, a cidade da natureza ou um polo de turismo cultural? É certo que de botecos, nós entendemos! Numa mistura de boa gastronomia com a típica hospitalidade mineira, nossos bares e restaurantes têm um jeito bem especial de receber os seus clientes. É um ponto de encontro de amigos, onde a cerveja está sempre gelada e temos bares e restaurantes de todos os estilos possíveis e nossos turistas se divertem com essa diversidade. Mas, não para por aí! Podemos dizer que somos um destino de turismo de negócios e ventos também. Recebemos tantos turistas desse setor, que nossos hotéis lotam durante a semana. Quando são realizados dois congressos maiores numa mesma época, e isso não é raro, vira uma missão quase que impossível encontrar hospedagem. Torna-se uma corrida, onde os menos rápidos ficam com opções no entorno da cidade ou com acomodações alternativas. Há quem diga que BH é a cidade da natureza, pois, também temos várias opções de programas ecológicos. O parque da Serra do Curral tem

Luciana Silva

*Luciana é advogada e turismóloga e escreverá a cada edição, na revista Conexão Magazine 36


trade

Flytour Viagens aposta no Chile como uma das bases para internacionalização dos seus serviços

Foto: Divulgação

A

Salomé Santelices, Sra.Toni e o presidente Eloi Oliveira (centro) e Eliana Rigo , posam diante da Van ,que faz o receptivo local no país.

Foto: Divulgação

Acima, as diretoras Salomé Santelices e Eliana Rigo participam da cerimônia de inauguração junto a João Paulo Stropaissi e o presidente, Elói Oliveira

Foto: Rafael Pimenta

operadora Flytour Viagens iniciou suas operações em maio apostando firme na meta de ser a maior operadora do país nos próximos 5 anos. Depois de inaugurar o escritório de Buenos Aires, na Argentina, a Flytour abriu, em seguida, as portas em Santiago, no Chile. Em seguida, dando continuidade ao processo de internacionalização da empresa, vários outros escritórios foram abertos, como: Uruguai (Montevidéu e Punta del Este), Estados Unidos (Flórida) e México (Cancun). Os países passam por um rigoroso e abrangente processo de licitação com foco principal no entendimento da cultura de atendimento e prestação de serviços Flytour. A equipe do Chile já está crescendo e conta, agora, com 25 funcionários e uma estrutura formada por 10 vans e 2 ônibus, sendo que já está circulando pelas ruas de Santiago uma van personalizada com as cores e marca Flytour Viagens, bem como sua equipe já está uniformizada para consolidar a marca durante o atendimento aos turistas. O presidente do grupo Flytour Eloi D’Ávila de Oliveira explicou a escolha do Chile como uma das bases da Flytour Viagens na América do Sul: “Acreditamos muito na sinergia entre o turista brasileiro e as belezas naturais que o Chile tem a oferecer. Além disso, o potencial de expansão da Flytour Viagens pela América do Sul, em especial no Chile, está associado ao fato de que 54 milhões de brasileiros ingressaram recentemente no mercado de consumo e fizeram com que a categoria ‘turismo’ ocupasse o quarto lugar dentre as prioridades de gastos. Com isso, temos condições de batermos nossa meta de 3 mil passageiros enviados ao Chile que prevemos para este ano”, ressaltou.

A diretora Salomé Santelices se une a equipe Flytour, no escritório da empresa, em Santiago do Chile


BRASIL

Porto Seguro: abram alas , que eu quero chegar! A cidade mais animada do Brasil se aquece para mais um verão Por: Rafael Pimenta

Foto: Shutterstock

H

Marco do Descobrimento

38

á quem diga que Pedro Alvares Cabral soube escolher bem por onde chegar, quando aportou com as suas caravelas no Brasil, pelos idos de 1500. Foi na ensolarada Porto Seguro, no sul da Bahia, terra de águas calmas e cristalinas, que tudo começou. Mal saberia ele, que havia acertado na mosca. A região conhecida como, a “Rota do descobrimento”, uma faixa litorânea, que conserva a memória das primeiras iniciativas portuguesas de colonização da América, virou coqueluche nacional e sinônimo de badalação e turismo de massa, sendo o polo turístico que mais cresce no Brasil. No ano passado o lugar teve uma fluxo anual de um milhão de turistas. As atrações da cidade são bem variadas, fazendo dela um destino perfeito para todos os tipos de viajantes. Durante o dia, tem praias e passeios no mar ou na mata, e a vida noturna é animadíssima. A cidade não dorme, funciona praticamente 24 horas (alta temporada). Então, não deixe de conhecer a Passarela do Álcool, misto de shopping center com zona boêmia, no Centro da cidade. Por lá estão lojas de artesanato e souvenirs, butiques, bares, restaurantes e dezenas de barracas que vendem os mais variados coquetéis de frutas e “capetas”, bebidas feitas à base de suco de frutas e vodca. A decoração destas barracas prima pelos arranjos de frutas que chamam a atenção dos turistas e captam a freguesia. O Beco, no final da Passarela, está repleto de bares que servem chopp gelado e pratos típicos, uma ótima opção para o jantar. Depois de aproveitar um happy hour divertidíssimo, a dica é conhecer as baladas e os luaus. As principais delas acontecem nas barracas Barramares, Axé Moi e Tôa-Tôa. Aproveite para ir também a Ilha dos Aquários. São 70 mil metros quadrados de área, com uma grande diversidade de espécies de mangues, palmeiras, coqueiros e mata nativa, valorizados pela iluminação especial, trilhas e labirintos, que dão um ar de mistério e magia para esta fantástica ilha privativa banhada pelo imponente rio Buranhém. A chegada (de barco) por si já é uma atração à parte com serviço de bar e restaurante completos. Como se não bastasse sua privilegiada geografia, quatro aquários gigantes de água salgada exibem espécies de peixes, tubarões, lagostas e moreias, que saltam aos olhos e despertam emoções.


Foto: divulgação

Centro Histórico

Foto: divulgação

Mas, é a noite que a Ilha ferve, com músicas para todos os gostos, forró, axé, eletrônica... num local para lá de divertido. Viagem também é cultura! A história está no Centro Histórico de Porto Seguro, chamado de Cidade Alta. É um lugar interessante pela vista que se tem lá de cima e pela presença da arquitetura das primeiras construções do nosso país, com o charme das casinhas de fachadas coloridas. No local, os turistas podem aproveitar um ambiente que une o passado ao charme atual da região. Não deixe de visitar o Marco do Descobrimento, trazido de Portugal em 1503, a Casa de Câmara e Cadeia, onde está o Museu de Porto Seguro, e a Igreja de Nossa Senhora da Penha, que é a padroeira da cidade, que data do fim do século 18. O Centro Histórico de Porto Seguro ainda abriga as ruínas da Capela do século 17, que integrava o colégio dos jesuítas, que desembarcaram na Bahia na mesma época do governo geral de Tomé de Souza, em 1549.

Passarela do Alcool

39


Orla de Porto Seguro

“Recife de fora, Recife de dentro, A maré farsante, Caminha com o vento, Aonde o vento me levar, Eu deixo você vir comigo assim estou a deriva na maré, De peito aberto não sei se quero o fim...” A música da banda Babado Novo, que revelou a cantora Claudia leite para o showbusines, teve como inspiração um dos lugares mais bonitos do litoral brasileiro: o Parque Marinho do Recife de Fora, assim chamado por estar localizado a pouco mais de nove quilômetros do continente. O local é a terceira maior plataforma do Brasil em biodiversidade marinha, que merece certamente, uma visita a quem for a Porto Seguro. O trajeto é feito de escuna e dura uma hora, com uma parada de duas horas nos arrecifes, para banho e mergulho de flutuação com snorkel, nas piscinas naturais do Parque Marinho. Antes do embarque, todos os turistas alugam as máscaras de mergulho e sandálias do tipo papete para andar sobre os corais. Apenas três por cento do espaço é utilizado para a visitação, pois o restante é considerado como área de preservação. O suficiente para você se encantar com a beleza da fauna local que inclui muitos peixinhos coloridos e uma rica vida marinha. Águas cristalinas do Recife de Fora 40

Foto: Rafael Pimenta

Recife de Fora


Visite também a Reserva Indígena da Jaqueira. A aldeia fica localizada a 2 km da rodovia Porto Seguro-Cabrália, logo após o Barramares. A biodiversidade da Jaqueira é muito rica e está totalmente preservada e protegida da destruição do homem. Na reserva foram construídas ocas, em formato original, onde residem os índios que cuidam da reserva. Durante o dia outros índios de Coroa Vermelha se juntam aos da reserva para recepcionar os turistas e fazer suas apresentações. As ocas e os índios, que recebem os visitantes em trajes típicos e com as pinturas tradicionais, proporcionam uma verdadeira viagem no tempo. Um imenso tronco de jaqueira, tombado pela própria ação da natureza, deu nome a esta bela reserva, ponto de referência histórica e cultural para os ancestrais da tribo Pataxó.

Foto: Rafael Pimenta

Reserva da Jaqueira

Oca na Reserva da Jaqueira

Trancoso: o estilo “bicho grilo” de ser chique

T

Vista do “Quadrado”

Foto: divulgação

Foto: divulgação

rancoso descoberto pelos hippies nos anos 70 é hoje um povoado que atrai pessoas de todas as partes do mundo. Suas arvores centenárias, como jaqueiras, mangueiras, amendoeiras e jacarandás emolduram a paisagem e dão um clima todo especial à vila, que tem como característica principal, um clima gostoso, que se destaca pelo casario colorido ao redor da Praça São João, conhecida como “Quadrado”, um campo aberto gramado considerado um dos mais valiosos sítios históricos do sul da Bahia. No fundo do Quadrado está a Igreja de São João Batista e é de lá que se tem o mais lindo panorama onde, pode-se avistar de um mirante, praias de areia clara, mar azul-turquesa, coqueiros e falésias. Por lá estão instaladas as lojas e os restaurantes mais requintados da região. Apesar do status, Trancoso permanece surpreendentemente tranquila. Todo o charme desse vilarejo é cercado por praias belíssimas e impecáveis. Um dos pontos mais tranquilos e bonitos do lugar é a praia do Espelho, a cerca de meia hora de carro da cidade.

Praia do Espelho 41


BRASIL

Resort La Torre, o queridinho de Foto: Rafael Pimenta

Porto Seguro

Vista aérea da praia de Mutá

H

á em Porto Seguro opções de hospedagens para todos os gostos e bolsos. A melhor opção para quem não abre mão de uma boa estadia é o Resort La Torre, localizado nos limites da cidade de Porto Seguro e Santa Cruz de Cabrália há 14 km do centro. Fica totalmente fora da zona de megabarracas de Taperapuã. De estilo contemporâneo e aconchegante, o hotel se destaca por ser o único na cidade a operar o sistema all inclusive (tudo incluído na diária), e, também, por ter uma localização privilegiada, à beira da praia de Mutá, uma das mais bonitas e tranquilas de Porto Seguro, com aproximadamente 6 km de extensão, com águas transparentes, tranquilas e mornas, trilhada por coqueiros, ondas fracas e areias brancas, o que assegura o destino

42

certo para uma boa estadia com a família. Como se não bastasse, a brisa constante refresca e faz a alegria de quem não abre mão de um ambiente agradável para um bom descanso. Quando você chega ao hotel você recebe uma pulseirinha azul, que o identifica como hóspede e te dá acesso a todas as opções de atividades disponíveis.Outro diferencial do resort é a infraestrutura, que mesmo sendo menor tem entrado na concorrência com grandes resorts. Conta ao todo com 210 apartamentos que se dividem em quatro categorias: suítes Luxo, Master, Superior. No prédio principal estão os apartamentos apartamentos standard. A Suíte Family é o carro chefe do resort, com 70 metros é ideal para famílias e acomoda até 6 adultos.


Infraestrutura de primeira Foto: Divulgação

O Objetivo do La Torre é oferecer ao hóspede a tranquilidade e o sossego “Á altura de sua imaginação” de um Resort com sistema All Inclusive completo, com todas as consumações incluídas (exceto bebidas importadas), para não preocupar-se com surpresas na conta no final. Pensando nisso foi inaugurado recentemente o Beach inclusive, cuja proposta é proporcionar uma liberdade de consumo também à beira-mar, no Nativa Praia Clube, a cabana de praia do resort. Esta estrutura oferece espreguiçadeiras, guarda sol, equipe de atendimento preparada. Para ir até a Nativa, que fica há apenas 2 km de distância, o La Torre disponibiliza transporte gratuito com saídas e retornos permanentes a cada 20 minutos em uma van climatizada. Suíte Superior

Foto: Divulgação

Portal de entrada do resort

Foto: Rede Bourbon

Cabana Nativa

Para quem prefere tomar um sol á beira da piscina, o hotel conta com quatro, das quais a principal com cerca de quatrocentos metros quadrados, uma específica para natação, com 25 metros de comprimentos e mais duas espalhadas nas dependências do resort, adultos e infantis. O bar e o restaurante estão muito próximos. Então, é só você se acomodar ao sol e aproveitar o dia de preferência tomando um drinque com frutas da região, que é tudo de bom. Todas as noites têm shows, com diferentes estilos de músicas, para atender a todos os gostos.

43


Foto: Divulgação


Foto: Divulgação

BRASIL

Detalhe para o restaurante “La Veranda”

A “fábrica de pizza” faz sucesso no La Torre

Ao todo são 4 restaurantes com especialidade que vão da moqueca à pizza, do lanche ao sorvete, do grill de carne às saladas.. Café da manhã, almoço e jantar são servidos no buffet do restaurante principal La Veranda; grelhados podem ser pedidos na grelha do gazebo. O forno de pizza começa a funcionar às 5 da tarde — a massa é fina, tipo biscoito, ótima para aquele lanche da volta de passeio. Por causa dessa junção de características atrativas ao hóspede, o resort tem sido escolhido pelos estrangeiros e principalmente pelos brasileiros, como opção de hospedagem. Segundo, Luigi Rotunno, Gerente Geral do hotel, 60% dos hóspedes são brasileiros e 40% estrangeiros. ”O lugar é diferenciado por causa dos arrecifes pela qualidade da praia, que é imbatível”, explica Luigi, que obteve uma ocupação anual acima de 80% no ano passado.

45


Foto: Divulgação

BRASIL

Foto: Divulgação

Os adulltos se divertem na sinuca...

Já os adultos podem aproveitar as inúmeras opções de lazer, dentro do resort como: Hidroginástica, vôlei de praia, jogos de piscinas, snooker, ping pong, jogos sociais, iniciação ao mergulho, academia, tênis, caiaque, iniciação a veleiro, beach vôlei, beach soccer, fute vôlei, beach tênis e parede de escalada. No La Torre as crianças não ficam de fora da diversão, muito pelo contrário. No Kid Club a criançada participa de diversas atividades com animadores treinados para entreter a galerinha. Tem desde gincanas, arvorismo e escalada, até discoteca para crianças, jogos e tirolesa.

...e as crianças, no Kid’s Club

Foto: Divulgação

Réveillon 2013 no La Torre Resort

Banda Tia Nastácia

46

A expectativa agora é para o tradicional reveillon do La Torre. A novidade será o show com a banda Tianastácia dentro do próprio resort à beira da piscina. Com tarifas que variam a partir de R$2.500,00 por pessoa, o hotel promete realizar o melhor e mais bonito réveillon da Costa do Descobrimento. Nos pacotes estão incluídos, além da participação no show, uma bela e deliciosa ceia, apresentação de fogos de artifício, espumante, DJ, além de uma decoração impecável, apropriada para a ocasião. De acordo com a Gerente Comercial do La Torre, Alessandra Quaresma, a escolha da banda mineira foi devido ao perfil dos hóspedes: “Recebemos pessoas de todo país, mas Minas Gerais nos prestigia bastante”, explica.


Prepare bem a sua viagem Como chegar

Passeios

De avião

voo panorâmico de ultraleve SkyDream - Tel: 73 8812-2847 deusa_da_lua@yahoo.com.br

Há vôos partindo das principais capitais do país para o Aeroporto de Porto Seguro. Para quem chegar de avião, a melhor maneira de seguir para o hotel é utilizando um táxi. O aeroporto fica afastado da cidade. De carro Vindo do Norte ou Sul: acesso pela BR-101 (até Eunápolis) e BR-367

Como circular Yes receptivo Av.dos navegantes,480 sl 1 Centro Tel.: 55 73 3288-3363 www.yesreceptivo.com receptivo@yesreceptivo.com

Quem leva Operadora: Interpool Viagens R. Rio Grande do Norte, 1166 (Funcionários) Tel.: (31) 3261-7088 www.interpoolviagerns.com.br

Onde fica

Onde comer Barraca do Gaúcho - Praia de Taperapuã A barraca serve rodízio de carnes Tel: (73) 3679-2043 Bistrô da Helô - Travessa Assis Chateaubriand, 29 Com decoração aconchegante e afastado do barulho, é perfeito para um jantar romântico - Cozinha Vegetariana (73) 3288-3940

BAHIA

Salvador

Porto Seguro

Quando ir Por ser um dos destinos nacionais com pacotes turísticos mais em conta, Porto Seguro tem movimento o ano inteiro, mas é no verão que o agito é completo - em especial no Carnaval, que dura mais que uma semana. Evite os meses de julho e agosto, quando a probabilidade de chuvas é maior.

47


flash

Emirates promove jantar para empresários e agentes do turismo em BH A Emirates Airline promoveu um jantar em Belo Horizonte (MG) para os principais empresários do setor turístico da cidade. Foi a primeira vez que a empresa realizou um evento para o trade fora do eixo Rio-São Paulo, com o objetivo de aumentar a participação do mercado de Minas Gerais.

Gerente Geral Emirates Brasil Half Asmann e Alfredo Savi - SS viagens

Melki- Tourlines junto a Felipe Dias - Master Turismo e Alfredo Savi - SS Viagens

Emirates - Marcelo, Katia Leite e Half Asmann

Silvana Ramos, da Siltur, acompanhou grupo de arte, em Paris A Silvana Ramos, diretora da Siltour, juntamente com a operadora Exclusivité, levou um grupo de 14 pessoas para um roteiro de arte em Paris, onde tiveram a oportunidade de conhecer também um pouco dos famosos e deliciosos cafés e restaurantes da “Cidade Luz”.

Silvana Ramos com o seu grupo em Paris 48

Em um dos passeios, pose para foto como grupo


flash

AFEET promove 21º Salão dos Operadores, em Belo Horizonte O 21º Salão Profissional das Operadoras de Turismo, realizado pela Associação Federativa das Executivas de Turismo (Afeet-MG) reuniu centenas de agentes de viagens no Imperador.

Luciano de Souza e Geziel Silva - Território Viagens

Ricardo Soares e Wilson Cocenza - Royalty Viagens

Foto: João Pinheiro

FEBHA e SEBRAE -BA realizaram Road Show para promover destinos baianos

Úrsula Montes, Fernando Murta - Visual turismo e Leila Camargo -Easy Turismo

Foto: João Pinheiro

Paulo Testa, Isabella Bartolozzi e Herbert faria - Interpool Viagens

André Rossi -Visual Turismo, Luciano de Souza - Território Turismo, Úrsula Pontes e Leila Camargo - Easy Turismo se juntam aos demais agentes no evento


CHECK-IN

Informações úteis para você planejar a sua viagem Como tirar o passaporte O passaporte tem agora a cor azul, não mais a verde, e contém mais itens de segurança. Houve uma mudança importante no procedimento: agora é preciso preencher uma solicitação no site dpf.gov.br, imprimir a guia de Recolhimento da União gerada ao final, pagar em um banco R$ 156,07 e agendar no mesmo site o atendimento em um dos postos da

Aeroportos de Belo Horizonte Tancredo neves (Confins) Tel.: (31)3689-2700 Pampulha Tel.: (31)3490-2001

Transporte Rodoviário - Conexão Aeroporto Av. Álvares Cabral - 387 –Tel.: (31)3224-1002 Aeroporto Internacional Tancredo Neves Tel.(31)3689-2415 www.conexaoaeroporto.com.br

Informações sobre vistos País

Telefone

Austrália

(61) 3223-7772

Bulgária

(61) 3223-6193

Canadá

(11) 5509-4343

China

(11) 3082-9877

Estados Unidos

(11) 5186-7000

Japão

(21) 3461-9595

México

(61) 3204-5200

Polícia Federal. A documentação exigida continua a mesma, com a diferença de que não é preciso mais levar fotos, pois elas são feitas na hora. O andamento do pedido pode ser acompanhado pelo site dpf.gov.br. Para saber a relação de documentos a apresentar, consulte o mesmo site.

Companhias aéreas País

Telefone

Site

Aerolíneas Argentinas

0800-707-3313

aerolineas.com.ar

Aeroméxico

(11) 3253-3888

aeromexico.com

Air Canada

(11) 3254-6630

aircanada.com.br

Air France

(11) 4003-9955

airfrance.com.br

Alitália

(11) 3191-8706

alitalia.com.br

American Airlines

0300-789-7778

aa.com.br

Avianca

0800-891-8669

avianca.com.br

British Airways

(11) 4004-4440

british-airways.com

Continental Airlines

0800-702-7500

continental.com

Copa Airlines

(11) 3549-2672

copaair.com

Delta Airlines

(11) 4003-2121

delta.com

Emirates

(11) 5503-5000

emirates.com/br

Gol

0800-704-0465

voegol.com.br

Iberia

(11) 3218-7140

iberia.com

KLM

(11) 3049-000

klmbrasil.com.br

LAN

0800-761-0056

lan.com.br

TAM

(11) 4002-5700

tam.com.br

Trip

0300-789-8747

voetrip.com.br

TAP

(31) 3213-1611

flytap.com

United

(11) 3145-4200

united.com.br

Pousada de charme em uma ilha paradisíaca VILA MATO VERDE CHALET`S

4ª Praia das Piscinas Morro de São Paulo - Bahia - Brasil Tel.: + 55 (75) 8107.1749 - Tel.: + 55 (75) 3652.2024 / (31) 82053957 www.vilamatoverde.com.br - vilamatoverde@gmail.com


Artigo Ana Gusmão

Microsérie dos deslocamentos – II : Ferroviário

Distinção entre o real e imaginário

Ana Gusmão

“Ponta de areia ponto final / Da Bahia-Minas estrada natural estações grandes, confusas ou simplórias. Alguns me lembravam / Que ligava Minas ao porto ao mar / Caminho de ferro mandaram naves espaciais, como os trens do sul da Itália, brancos e azuis arrancar / Velho maquinista com seu boné/ Lembra do povo alegre com bancos de design tipo Guerra nas Estrelas. Confortáveis, na que vinha cortejar / Maria fumaça não canta mais / Para moças / Áustria ou na Bélgica. Mas foi na Hungria onde tive a ligação com flores janelas e quintais / Na praça vazia um grito um oi / Casas o passado e o presente dos trens. Velhos e bem cuidados, imagino esquecidas viúvas nos portais” Essa canção de Milton Nascimento, quantos passageiros andaram por ali na Segunda Guerra Mundial, Ponta de Areia, anuncia a melancolia e a proximidade do povo na ocupação da União Soviética, na semana passada. A empiria mineiro em relação aos trens e suas longas estradas. dos trens dos nossos sonhos e dos que existem está na Hungria. Não é só porque utilizamos a palavra “trem” até como Nunca estive no Expresso da Meia Noite, no Trem Bala do Javerbo, em casos mais inspirados ou extremos. É porque, até pou- pão ou da França, no Trem da Morte no Peru, mas localizei o meu cas décadas passadas, o trilho de uma estrada ferroviária possuía devaneio materializado nessa terra singular e afetiva do interior atividade direta na vida de muitas famílias que, em volta dele, da estranha Hungria. Sárvar, Gyor, Veszprém ou mesmo Budapeste. existiam e habitavam. Quantas vezes cruzamos Tudo muito diferente, tudo muito inseguro “Viajar numa linha reta, onde e bonito. Como um adormecimento noturuma ferrovia para ir a casa de um amigo? Minha avó paterna nasceu em Passagem de Ma- o mesmo veículo vai e volta no. riana, local conhecido apenas por um ponto: sempre pelo exato caminho cria Viajar numa linha reta, onde o mesuma certeza cartesiana entre o uma estação de trem. Temos todos uma afemo veículo vai e volta sempre pelo exato tividade arquetípica com os trens. Mineiro só desenho e o destino.” caminho cria uma certeza cartesiana entre pode ser realmente mineiro depois de uma viao desenho e o destino. Quase não há acigem de trem. Apreciando a paisagem, conversando, caminhando dentes e pode-se dormir despreocupadamente (se você for descer entre os vagões e escutando Milton Nascimento. É ele, para mim, na última estação!). As cidades se constróem pelas margens, o que realiza a ponte entre o que idealizo e o que são os trens de ritmo constante cria uma hipnose dum pensar fluxional, inexishoje. tente de conclusão. A cada estação a curiosidade de uma pista da Nosso querido Bituca sempre esteve atento ao deslizar cultura local. dos trilhos. No seu primeiro single, seu primeiro EP, foi a músi Encontramos e despedimos ali, tomamos café com pão ca “Barulinho de Trem”, junto com Carminho, que serviu como o a moda de Manuel Bandeira, encontramos o menino de Gullar e apito que percebemos ao longe, como o anúncio da modificação até arriscamos com Drummond o tempo transportado pelo maior instantânea para um transeunte ou da modificação permanente, trem do mundo: o coração da nossa cidade natal que nunca deixa para um passageiro. a gente sozinho. Como os trilhos, os incontáveis objetos artíticos Invento os trens que minha avó pegava. ao redor destes. Encontrei, de forma quase impositiva na Europa, esses Sim! Queremos mais trens no Brasil. E também queremos mais deslocamentos de passageiros sobre os trilhos. Trens modernos, Milton Nascimento. * Ana Gusmão é jornalista, atriz, produtora cultural e diretora de teatro

Fale com o autor: ana_gusmao@hotmail.com

52


Roteiro CULTURAL

Livros

Livro José Luis Peixoto. Companhia das Letras. 288 págs. R$ 42,00 O escritor português José Luís Peixoto recria neste romance o sabor das grandes narrativas de formação. A vida de Ilídio, o protagonista, é o relato de uma perseguição que começa no dia traumático em que a mãe o abandonou na infância,

Editoraia das Letras

avançando através de seu amor pela delicada Adelaide. Determinada a afastar os jovens amantes, a tia de Adelaide a obriga a emigrar para Paris, seguindo o caminho que fizeram mais de um milhão de portugueses entre os anos 1960 e 1970. De Ilídio, Adelaide carrega só um livro, que recebeu de presente - o mesmo livro que a mãe lhe entregou quando era menino, dizendo que voltava logo.

Gabriela Cravo e Canela Jorge Amado. Companhia das Letras. 336 págs . R$29,50

Editoraia das Letras

O romance entre o sírio Nacib e a mulata Gabriela, um dos mais sedutores personagens femininos criados por Jorge Amado, tem como pano de fundo, em meados dos anos 1920, a luta pela modernização de Ilhéus, em desenvolvimento graças às exportações do cacau. Com sua sensualidade inocente, Gabriela não apenas conquista o coração de Nacib como também seduz um sem-número de homens ilheenses, colocando em xeque a lei que exigia que a desonra do adultério feminino fosse lavada com sangue. Publicado em 1958, o livro logo se tornou um sucesso mundial.

Cidade Aberta Teju Cole. Companhia das Letras. 320 págs. R$ 49,00 A expressão “cidade aberta” pode referir-se a uma cidade ocupada pelo exército invasor durante uma guerra e poupada em troca de rendição. A Nova York pós-Onze de Setembro percebida por Julius, um jovem psiquiatra residente no hospital Columbia Presbyterian, carrega em si um pouco dessa atmosfera - é uma cidade de traumas não admitidos e muita Editoraia das Letras

solidão.Julius faz longas caminhadas após o trabalho, como contraponto a seus atarefados dias no hospital. Além da “evocação de liberdade”, esses passeios são o motor de suas reflexões e reminiscências, pelas quais ele relembra sua história, sua infância na Nigéria, sua condição de imigrante, e também a história da própria cidade em que vive e dos habitantes dela.

53


Roteiro CULTURAL

007 Skyfall Direção: Sam Mendes

J

ames Bond está de volta e melhor do que nunca, de acordo com as primeiras avaliações da crítica. 007 - Operação Skyfall, de Sam Mendes, conquistou boas

resenhas após ser exibido em uma sessão especial em Londres. Além dos comentários dos críticos, celebridades classificaram o filme, no Twitter, como o melhor na história dos 50 anos da

franquia. Segundo o crítico Robbie Collin, do jornal britânico The Telegraph, o personagem de Bond em 007 - Operação Skyfall é comparável ao obscuro Batman de Christopher Nolan, da franquia Cavaleiro das Trevas.

bilhões em cinemas de todo o mundo, de acordo com o site The Numbers, que acompanha o desempenho das bilheterias. O último filme, 007 - Quantum of Solace (2008), faturou quase US$ 600 milhões. No novo longa, o ator Daniel Craig volta como o agente britânico, em uma missão para derrubar um perigoso vilão, interpretado por Javier Bardem. Judi Dench retorna no papel de M, ao lado de Ralph Fiennes e Ben Whishaw, enquanto Naomie Harris e Berenice Marlohe aparecem como as mais recentes Bond Girls.

Cena do filme “007 Skyfall”

Foto: Paris Filmes

Até hoje, os 22 filmes de James Bond arrecadaram US$ 5,1


Roteiro CULTURAL

Filmes

Arbitrage Direção: Nicholas Jarecki Aos 60 anos, Robert Miller (Richard Gere) é dono de uma das maiores fortunas dos EUA. Apesar de um longo e estável casamento com Ellen (Susan Sarandon), o seu grande orgulho é a filha Brooke (Brit Marling), cuja inteligência e capacidade de trabalho faz prever uma carreira de sucesso na gestão do património. Porém, o que ninguém imagina é que ele está à beira do colapso e que tem preparada uma última jogada financeira que poderá, ou não, salvar o seu império. Certa noite, numa viagem de carro com Julie Côte (Laetitia Casta), a sua amante, Miller adormece e tem um acidente. Foto: Paris Filmes

Ao perceber que Julie não sobreviveu e que a situação ficou fora do seu controlo, entra em pânico e foge. A partir daquele momento, o magnata vê-se envolvido numa espiral de mentiras e contradições.

Rota Irlandesa Direção: Ken Loach O diretor Ken Loach , filho de operários ingleses, tem dedicado sua filmografia a tratar de problemas sociais de sua terra natal e, em especial, das questões envolvendo as mazelas da classe operária. Seus dramas políticos, frequentemente, examinam grandes questões políticas e sociais dentro de uma trama mais intimista, focando seus efeitos nas relações pessoais. Em Rota Irlandesa, filme de 2010, seu exame recai sobre os contratos de empresas privadas de segurança trabalhando na ocupação do Iraque. Fergus (Mark Womack) convence Frankie (John Bishop), seu inseparável amigo desde a infância, a se juntar à sua equipe de segurança em Bagdá, já que o retorno financeiro é muito atraente, apesar do periculosidade do Foto: Paris Filmes

serviço. Quando Frankie morre na Rota Irlandesa, estrada iraquiana mais perigosa do mundo, Fergus, em Liverpool, cidade natal de ambos, não se convence com a explicação oficial e inicia sua própria investigação sobre a morte do amigo. Em sua busca ele se aproxima de Rachel (Andrea Lowe), esposa de Frankie, enquanto relembra a felicidade que dividia na companhia do amigo.

55


Roteiro CULTURAL

Música

Adele Até mesmo aqueles que não são fãs da franquia 007 se rendem à beleza e criatividade de suas aberturas. Trazendo sempre nomes consagrados da música, os momentos surreais que trazem o espectador a um mundo de intrigas e ação, aliados a uma poderosa canção já entraram para a história do Cinema. Adele ,queinterpretará a música do próximo filme da série de James Bond, “007 - Operação Skyfall” entra no time de Paul McCartney, Madonna, Duran Duran e outros que já embalaram trilhas da saga de 007. Ela capta perfeitamente o clima dos filmes do espião James Bond – cujo primeiro filme, 007 Contra o Satânico Dr. No completa 50 anos – e ajuda a aliviar a memória da terrível Another Way to Die,

sonymusic

tema de Quantum of Solace composta por Jack White e Alicia Keys.


entrevista

Marina Machado

vezes coloco uma música minha no repertório mas sou amiga de muitos compositores bons e acabo gravando suas músicas nos meus CDs. Meu forte é pensar no todo, no produto que é o cd, em seu conceito,no espetáculo que vai acontecer em cima daquele repertório, na luz, no cenário, sou uma cantora fundamentalmente cênica, sou do palco. CM: Na sua turnê “Baile das Pulgas” você teve parceiros como Lô Borges e Milton Nascimento. Como foi dividir o palco com essas duas pérolas da música brasileira? Marina Machado: Não tive o Milton só na turnê do “Baile das Pulgas” ali em 1999 foi onde tudo começou e não paramos até hoje e nem vamos parar, o Milton é meu padrinho musical, ele é tudo pra mim, nossa relação deu muito certo. Depois do “Baile” ele me chamou pra cantar em 2000, 2001 e 2002 no show “Milton convida”, depois gravei em seu CD “Pietá”, escurcionamos em turnê entre 2003 até 2006 quando gravamos um DVD, o “Pietá ao Vivo”. O Lô, me deu música inédita pra gravar no meu primeiro cd solo o “Baile das Pulgas” , cantou comigo no cd “Flávio Henrique e Marina Machado”. Esses caras são a minha referencia musical, dei a maior sorte na vida de ter encontrado eles no meu caminho, cresci muito com eles e pretendo continuar “na cola” deles!!! rsrsrsrs

CM: Você foi recordista mineira de natação. Como surgiu essa mudança do esporte para arte?

CM: Você conheceu o mundo tanto através do esporte quanto por meio da música. Tem algum lugar específico, que já te inspirou ou normalmente te inspira a compor?

Marina Machado: Os meus pais sempre incentivaram a mim e aos meus irmãos a apreciarmos arte como um todo. Sempre ouvimos muita música em casa desde cedo. Crescemos num condomínio vertical, um prédio, no alto da Afonso Pena em BH que foi construído por um grupo de amigos, e nesse ambiente fomos criados muito soltos. Quando senti que já era a hora de parar de nadar por conta da idade, a escolha de começar a cantar foi muito espontânea.

Marina Machado: A turnê que fiz com o Milton divulgando o cd “Pietá” me inspirou muito musicalmente, dizem que voltei cantando melhor. As viagens e o conhecimento de outras culturas são inspiradores certamente, mas meu forte não é compor, sou uma cantora intérprete, meu dom está em descobrir canções que me dizem algo e reproduzi-las para o público com o meu próprio arranjo.

CM: Geralmente como é o seu processo de composição?

Marina Machado: Acho que o Skank é um exemplo de profissionalismo e competência, o Pato Fu também. Mas eu gosto muito de uma nova cantora que é a Juliana Perdigão, da Érika Machado e do Lenis Rino e do Anderson Guerra.

Marina Machado: Meu processo de compor é muito lento, faço isso aos poucos na minha vida sem pressa, algumas

CM: Quem ou quais bandas mineiras você destacaria?

57


coluna Beto Hadad

Bebidas típicas Quando falamos em gastronomia, ou em pratos diferentes que iremos fazer ou recomendar para um cliente, a pergunta que nunca se cala é a seguinte: Isto combina com que? Ou seja, o que você me sugere para beber, que seria uma boa opção? Aí viajamos e também tentamos adivinhar o gosto do nosso convidado ou cliente, dependendo da situação. Passando por bebidas típicas de regiões de todo o mundo, sempre tem um determinado momento que ou alguns coquetéis (que são misturas das mais inusitadas) ou bebidas diferentes viram modismos. O Pisco peruano é uma dessas bolas da vez, junto com o Aperol italiano e o Jägermeister alemão. Fora outras que vão e vaiem sem a gente dar notícias. Começando pelo Pisco, de origem peruana, apesar de os chilenos reivindicarem sua criação, se transforma em uma excelente opção para beber puro ou misturado em forma de drinques. O mais famoso de todos é, sem dúvida, o Pisco Sauer, mistura de Pisco com limão, calda de açúcar (Jarabe de goma), gelo e angustura. Extremamente refrescante e combina com tudo em dias de calor. Outro coquetel de Pisco muito bebido é o Chilcano, misturado com Ginger Ale (refrigerante de gengibre) e frutas que podem ser as típicas do Perú como lúcuma, atimoya, tuna ou outras que temos por aqui como kiwi, morango, abacaxi e maracujá. Infelizmente, aqui no Brasil ainda não chega piscos de qualidade. Há pouco tempo, comecei a ver marcas medianas chegando timidamente. O que ainda mais se vê, são marcas de baixa qualidade no mercado, do mesmo modo que quando vamos ao exterior, querem fazer uma caipirinha para nos impressionar usando 51 ou Pitu (arghhh!!!). O Aperol, de origem italiana, é um destilado ou misturado a base de laranja, usado também, para fazer coquetéis das mais variadas formas. Já o Jägermeister, que lembra no aroma o Undërberg menos amargo, é a bebida usada pela galera nos embalos da noite. É bebido misturado a refrigerante energético e muito gelo. Pode ser bebido puro também, mas tome cuidado! Ultimamente, bartenders teem colocado ingredientes, que até pouco tempo seria incompreensível por nós. Pimentas, molho de pimenta, manjericão, salvia e outras ervas que dão um toque nota dez nestes drinques. Então, voltamos ao primeiro parágrafo, de que quando nos pendem para harmonizar as bebidas com o que vamos comer, vale tudo! Vale o gosto da pessoa, vale o clima de momento, vale o que valer!!

58

Beto Haddad

* Beto Haddad é especialista em cozinhas asiáticas e consultor gastronômico. Já viajou o mundo aprimorando

seus

conhecimentos

culinários

e

atualmente é o chef do restaurante de comida tailandesa Bangkok

Fale com o autor: betohaddad@yahoo.com.br


conheça o único restaurante especializado exclusivamente em culinária tailandesa de Minas Gerais.

www.restaurantebangkok.com.br Rua Fernandes Tourinho, 1057 . Lourdes . Belo Horizonte/ MG Tel. 31 3582 7348 Horário de funcionamento: Segunda à sexta - a partir das 18h / Sábado - a partir de das 12h / Domingo - 12h às 18h


Todas as porTas da assembleia esTão aberTas para você. Participar da vida política é direito de todo cidadão. Por isso, a Assembleia facilita o acesso para você chegar à Casa do Povo. Você pode acompanhar o trabalho dos parlamentares, consultar os projetos e as notícias e apresentar sugestões. Acesse a Assembleia pela internet, TV ou telefone. Ou venha aqui pessoalmente. Fique à vontade, a Assembleia é a sua Casa.

acesse: www.almg.gov.br assista: TV Assembleia – em BH, canal 35 UHF Fale: Centro de Atendimento ao Cidadão – (31) 2108 7800 venha: Rua Rodrigues Caldas, nº 30 – Santo Agostinho Belo Horizonte. Atendimento das 7h30 às 20h.


edição 9