Page 1

Pág. 02

Pág. 04

SAÚDE

Especialistas vêm enfatizando a importância dos cuidados com a saúde do cérebro.

Pág. 06

EMPREGO

Brasil criou mais de 137 mil empregos formais em setembro.

Região Metropolitana de Vitória - ES

Pág. 08

ICEC

Confiança dos comerciantes teve leve alta no último mês.

Fundado em 24/08/11 Pág. 04

NOVO HOSPITAL

Hartung autoriza edital para construção de Hospital em Cariacica.

Edição nº 87, Ano VIII, outubro de 2018

VILA VELHA Mais de 400 pessoas entre lideranças políticas e comunitárias decidiram se mobilizar, no último dia 11, para reapresentar à Câmara Municipal de Vila Velha, o projeto de financiamento externo. Pág. 10

VITÓRIA Ampliar a participação da cidade de Vitória no cenário internacional é um dos objetivos do Plano de Metas 2018-2020. E o município já mostra sinais de avanço.

CRESCE CONFIANÇA DA INDÚSTRIA O Índice de Confiança do Empresário Industrial aumentou 0,9 ponto em relação ao mês passado e alcançou 53,7 pontos em outubro. Com isso, o indicador acumula uma alta de 4,1 pontos nos últimos quatro meses.

Pág. 11

SERRA Mobilidade urbana e desenvolvimento sustentável são os principais objetivos dos convênios assinados entre o governo do Estado do Espírito Santo e o município de Serra. Pág. 12


02

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

Opinião

O mundo está cheio de opiniões. Só as melhores são encontradas aqui! contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

EXPEDIENTE J L MAZOLINI SERVIÇOS LTDA. ME

CORREIOCAPIXABA.COM

Saúde

Informações sobre saúde e qualidade de vida passadas por especialistas.

contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

Para Leitores e Anunciantes exigentes

Tempo de “lacrar” a era da irresponsabilidade Nesta eleição, contra quase tudo e quase todos, o povo brasileiro, promoveu uma grande faxina eleitoral. Se lamentamos a preservação de certos mandatos, simbolizados pelos de Renan Calheiros, Jader Barbalho e Ciro Nogueira, é forçoso reconhecer que sempre haverá eleitores com tais imagens e semelhanças. Por outro lado, três em cada quatro colegas da trinca sinistra foram devolvidos à planície. E muitos à justiça dos homens. Diversos indicativos deste pleito sugerem haver chegado ao fim a era da irresponsabilidade. Até o indulgente e leniente STF será atingido com mudanças no seu perfil. Nos próximos quatro anos, duas ou três substituições por aposentadoria o conduzirão a alterações significativas. Isso poderá levar, entre outras consequências, à maior valorização da colegialidade e à coibição do uso abusivo de prerrogativas individuais por seus membros. A era da irresponsabilidade quebrou o país. Impulsionado pela influência positiva de um ciclo de crescimento da economia mundial, o petismo fez explodir a despesa pública. Já no fim do ciclo, para preservar a bolha da aparente prosperidade geral, o próprio gasto das famílias passou a ser estimulado. Consequências: recessão, êxodo de investimentos, 14 milhões de desempregados, dívida da União próxima do PIB anual e, em julho

deste ano, 63,4 milhões de brasileiros com contas atrasadas! São produtos da falta de juízo que casou o keynesianismo de alguns economistas de esquerda com o insaciável populismo eleitoreiro do petismo. Simultaneamente, o aparelho estatal brasileiro, que já era tamanho XL, passou para a categoria XXL. Povoadas por companheiros, criaram-se 41 novas estatais. Na década petista anterior a 2015, o funcionalismo federal cresceu 28%. Contrataram-se centenas de obras que permanecem paralisadas. A irresponsável Copa de 2014, de tão má memória, desencadeou uma gastança altamente comissionada por todo o país (entre elas as famosas “obras da Copa”). A insanidade atingiu seu ápice com a simultânea realização dos Jogos Olímpicos que deixam reminiscências na crise do Rio de Janeiro e nas já ruinosas instalações esportivas. A era da irresponsabilidade é um mostruário de lições penosas que – espera-se – tenham cumprido função pedagógica. O Estado brasileiro assumiu um peso insustentável. Também para ele falta dinheiro porque todo item de despesa criado pelo poder público adquire uma espécie de dimensão imanente da eternidade. Subsistirá até a ressurreição dos mortos.

* Percival Puggina (71), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina. org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

Av. Eudes Scherer de Souza, nº 519, sala 101, P R LARANJEIRAS CEP: 29.165-680 SERRA-ES CNPJ: 31.822.356/0001-34 Inscrição Municipal: 1-008.518-0 TELEFONES 27 3328.5969 27 99991.5729 27 99238.7548 DIREÇÃO GERAL

José Luiz Mazolini

diretoria@jornalcorreiocapixaba.com.br

ADMINISTRATIVO FINANCEIRO

Ana Maria B Mazolini

financeiro@jornalcorreiocapixaba.com.br

COMERCIAL & MARKETING

Pedro Augusto P Mazolini

comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br marketing@jornalcorreiocapixaba.com.br

PAUTA

Thaynná S Pinheiro

contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

SOCIAL

social@jornalcorreiocapixaba.com.br

JURÍDICO

juridico@jornalcorreiocapixaba.com.br

REVISÃO

Ana Maria B Mazolini PERIODICIDADE

Mensal

ESTRUTURA 05 colunas CIRCULAÇÃO

Região Metropolitana da Grande Vitória-ES e adjacências. MUNICÍPIOS

Vitória Vila Velha Serra Viana Cariacica Fundão Ibiraçu João Neiva

IMPRESSÃO Gráfica Metro

FONTES: Citadas nas matérias

Ginástica cerebral é para todos Em todas as partes do mundo, especialistas vêm enfatizando a importância dos cuidados com a saúde do cérebro, como forma de manter-se ativo, independente e saudável. O SUPERA, rede de escolas que oferece um curso de ginástica cerebral, é pioneira no ramo. Com uma metodologia exclusiva, o curso promove o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais, entregando a seus alunos mais performance, saúde e qualidade de vida. A ginástica cerebral melhora atenção, raciocínio, memória e criatividade. Com essas habilidades, os alunos se tornam mais seguros e mais preparados para aprender coisas novas, gerir desafios, trabalhar em equipe, praticar esportes, planejar e lidar com as mudanças do século 21. No SUPERA, crianças, jovens, adultos e idosos aprendem sobre o funcionamento do cérebro, tomam consciência de seu potencial, descobrem novas habilidades, praticam o ábaco, usam jogos e participam de dinâmicas de grupo. A ginástica cerebral pode e deve ser praticada em todas as idades: Público infanto-juvenil: O SUPERA contribui significativamente para o desempenho escolar, comportamento e formação ética do aluno. É um complemento do ensino, sobretudo para quem vai prestar

Enem, Vestibulares e Concursos. Adultos: O maior benefício da ginástica cerebral para este público é o desenvolvimento de memória operacional, necessária para o bom cumprimento dos afazeres do dia a dia. A prática também melhora raciocínio, criatividade e visão lateral, importantes para a resolução de problemas complexos e a manutenção do foco para atingir objetivos. Idosos: A expectativa de vida aumentou, mas de nada adianta chegar aos 90 sem independência e saúde mental. Com cérebro ativo, é possível manter-se jovem, trabalhando, viajando, empreendendo e comemorando novas conquistas. A ginástica cerebral promove bem-estar e longevidade. O SUPERA tem uma rede de 300 escolas espalhadas por todo território brasileiro e, em breve, deve estrear em países como EUA, Austrália e México. Ao todo, a rede já treinou mais de 100 mil pessoas em 12 anos, com a missão de leva-las a experimentar a emoção de pensar e agir de forma inovadora, desenvolvendo o potencial do cérebro. Sobre o Supera Pioneira no mercado, SUPERA melhora atenção, raciocínio, memória, criatividade e autoestima, habilidades essenciais para uma vida ativa, saudável e feliz. Saiba mais, acesse: https://www.facebook.com/superaserra/ - www.metodosupera.com.br


Cenário Empreendedor

CORREIOCAPIXABA.COM

- EDIÇÃO CORREIO CAPIXABA 87 - OUTUBRO 2018 “Seja como os pássaros que,

Prof. José Luiz Mazolini, palestrante e diretor da Mazolini Consultoria & Marketing (www.mazoliniconsultoria.com.br)

diretoria@mazoliniconsultoria.com.br / professormazolini@gmail.com

ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas.” (Victor Hugo)

Motivação e equilíbrio na vida pessoal e profissional Sim, a vida é cheia de altos e baixos: a aprovação no vestibular, uma demissão do trabalho, o nascimento de um filho, um engarrafamento no trânsito, um aumento de salário, a dificuldade em acordar cedo, etc. O grande desafio de qualquer pessoa consiste em fazer com que, independentemente do saldo ser positivo ou negativo, é manter um elevado nível de “motivação”, habilidade que serve de parâmetro que mede a capacidade de enfrentar os obstáculos e assim, alcançar aquilo que deseja. Você está cansado de procurar por emprego após tantos “nãos” das empresas onde foi entrevistado? Não está feliz com o seu relacionamento amoroso? Acha que não é valorizado em seu trabalho? Inventa desculpas para não ir à academia? As respostas para

todas essas perguntas podem ser uma só: você perdeu o equilíbrio e está desmotivado! A motivação (combinação entre Motivo e Ação), é uma habilidade intrínseca e pode ser definida como um conjunto de ações, pensamentos e comportamentos capazes de impulsionar você nas suas escolhas, na conquista daquilo que deseja e, assim, conduzir sua vida, seja no plano pessoal ou profissional. Quando você se sente equilibrado e motivado, vários outros aspectos do comportamento humano se alinham ao melhor desempenho. Por exemplo, além de se sentir mais disposto, mais confiante, mais inspirado, mais criativo, mais comprometido e mais satisfeito, você consegue melhorar também, o relacionamento com amigos, com fami-

“A motivação nos limita de distrações, nos posibilita o alinhamento entre as possibilidades (diferente de expectativa) com a dose necessária de paciência para esperar os resultados no tempo certo e na medida desejada liares e companheiros de trabalho. Terá mais facilidade em solucionar os entraves do dia-a-dia e, obviamente, estará credenciando para competir com

diferenciação, que te levará à conquista dos seus objetivos. Quando não nos sentimos motivados, qualquer desafio na trajetória se transforma em dificuldade. Justamente por isso, precisamos encontrar verdadeiros “motivos” e desenvolver “ações”, cuja capacidade de estimular a “motivação” em alto nível, ajuda mudar comportamentos e pensamentos sabotadores, que impedem a definição das prioridades, nos puxam para a zona de conforto e nos fazem desistir, facilmente, dos sonhos. A motivação nos limita de distrações, nos possibilita o alinhamento entre as possiblidades (diferente de expectativas) com a dose necessária de paciência para esperar os resultados no tempo certo e na medida desejada. É fundamental identificar

aquilo que nos motiva e desenvolver essa habilidade diariamente. Existem ferramentas, estratégias e ações capazes de nos auxiliar nesse processo, como a leitura, por exemplo. Sobre esse assunto, tem um livro muito interessante que fala sobre as “100 Maneiras de Motivar a Si Mesmo”. Nele, os autores Steve Chandler e Scott Richardson evidenciam o quanto a motivação é necessária para que o ser humano se desenvolva, como pessoa e como profissional. A obra é cheia de dicas, citações e inspirações para você aplicar em sua vida e assim, modificar a maneira de agir, pensar e conseguir atingir o tão sonhado sucesso. A ideia é que a pessoa, mesmo em momentos dolorosos, encontre o equilíbrio e desenvolva seu autoconhecimento, evolua e alcance a realização plena.

A

Usar o cinto de segurança é obrigatório no banco da frente e no banco de trás. Essa é uma escolha que faz a diferença hoje e para as gerações futuras. Dar o bom exemplo é uma decisão sua.

Suas escolhas no trânsito não terminam só em você. É obrigatório o uso do cinto de segurança.

I

s i a p s . u o e t , n i sm e c z e v m s A e s r a m a d x i n e d a e

m

Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social


04

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

137,3 mil empregos formais criados em setembro WELLTON MÁXIMO

Beneficiada pelos serviços e pela indústria, a criação de empregos com carteira assinada atingiu, em setembro, o maior nível para o mês em cinco anos. Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, 137.336 postos formais de trabalho foram criados no último mês. O indicador mede a diferença entre contratações e demissões. A última vez em que a criação de empregos tinha superado esse nível tinha sido em setembro de 2013, quando as admissões tinham superado as dispensas em 211.068. A criação de empregos totaliza 719.089 de janeiro a setembro e 459.217 nos últimos 12 meses. Na divisão por ramos de atividade, sete dois oito setores econômicos criaram empregos formais em setembro. O campeão foi o setor de serviços, com a abertura de 60.961 postos, seguido pela indústria de transformação (37.449 postos) e pelo comércio (26.685 postos). A construção civil abriu 12.481 vagas, seguida pelos serviços industriais de utilidade pública (1.091 vagas), administração pública (954) e extrativa mineral (403). ONDE CAIU O nível de emprego caiu apenas no setor da agropecuária, que demitiu 2.688 trabalhadores a mais do que contratou no mês passado. Tradicionalmente, setembro registra contratações pela indústria, que começa a produzir para o Natal. Em contrapartida, o mês registra demissões no campo, por causa da entressafra de diversos produtos. Nos serviços, os grandes destaques foram o comércio e a administração de imóveis,

CORREIOCAPIXABA.COM

Temer comemora dados positivos do Caged MARCELO BRANDÃO

O presidente Michel Temer comemorou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados pela pasta. O presidente destacou o saldo positivo de 137,3 mil carteiras de trabalho assinadas em setembro. “É sinal de progresso no país, acerto na reforma trabalhista e de otimismo no país”, disse o presidente ao lado do ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, em vídeo divulgado em sua conta no Twitter. O número celebrado por Temer é resultado de 1.234.591 admissões e 1.097.255 desligamentos no mês passado, o melhor resultado para setembro em cinco anos. ACUMULADO O acumulado de janeiro a sevalores mobiliários e serviço técnico, que abriu 25.872 postos, e os serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação, com 13.168 vagas. A indústria foi impulsionada pelos produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, com 29.652 postos. REGIÕES Todas as cinco regiões brasileiras criaram empregos com carteira assinada em setembro. O Nordeste liderou a abertura de vagas, com 62.177 postos, seguido pelo Sudeste (38.933 vagas). Foram abertos 18.063 postos no Sul, 10.262 no Norte e 7.901 no Centro-Oeste.

Cresce vagas de empregos formais para PCD MTE

Na divisão por estados, apenas o Mato Grosso do Sul demitiu a mais do que contratou, com o fechamento de 2.645 postos formais de trabalho. As maiores variações positivas no saldo de emprego ocorreram em São Paulo (22.448 vagas), Pernambuco (21.414), Alagoas (15.179) e Paraná (9.487).

O número de empregos formais para pessoas com deficiência (PCD) cresceu em 2017. Os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho mostram que o contingente de pessoas empregadas por este grupo chegou a 441,3 mil vínculos empregatícios, o que equivale a 1% do estoque total de empregos no país. Em relação a 2016, foram 22,8 mil novos postos de trabalho preenchidos por PCD, o que representa um crescimento de 5,5%. “Estes números mostram que o mercado para esses trabalhadores vem crescendo ano a ano no Brasil”, diz o chefe de Divisão para Inclusão de Pessoas com Deficiência e Combate à Discriminação no Trabalho, João Paulo Reis.

www.PORTALFLEX.com

O seu portal de negócios 27 3318.2222 LARANJEIRAS

tembro apresenta acréscimo de 719 mil vagas, um crescimento de 1,90%. O melhor desempenho no mês foi do setor de serviços, que abriu 60,9 mil novos postos de trabalho. Os grandes destaques deste setor foram o comércio e a administração de imóveis, valores mobiliários e serviço técnico, que abriu 25.872 postos, e os serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação, com 13.168 vagas. O nível de emprego caiu apenas no setor da agropecuária, que demitiu 2.688 trabalhadores a mais do que contratou no mês passado. Tradicionalmente, setembro registra contratações pela indústria, que começa a produzir para o Natal. Em contrapartida, o mês registra demissões no campo, por causa da entressafra de diversos produtos.

Imobiliária CORRESPONDENTE

CRECI: 5550-J

RAIS 2017 Segundo a Rais 2017, houve aumento de vagas formais preenchidas por trabalhadores com deficiências física, auditiva, visual, intelectual, múltipla e reabilitados. A maior alta foi registrada para deficientes visuais, com crescimento de 16,3% em relação a 2016 (+8,7 mil novas vagas). Trabalhadores com deficiência intelectual (mental) tiveram 2,5 mil empregos a mais (+7,3%). Para pessoas com deficiência múltipla, o aumento foi de 5,1% (+370 postos). Nos casos de deficiência física, o número de vagas preenchidas subiu 4,1% (+8,3 mil), enquanto para deficiência auditiva o crescimento foi de 3,5% (+2,8 mil). Essa expansão é impulsionada, entre outros fatores, pela ação do Ministério do Trabalho, orientando e fiscalizando as empresas para que a lei seja cumprida.


04CORREIOCAPIXABA.COM

- EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018 CORREIO CAPIXABA “Persistir e alcançar o sucesso,

Oportunidades & Negócios Pedro Augusto: Conectado com o universo dos negócios, apresenta as grandes oportunidades e novidades dos mercados.

marketing@jornalcorreiocapixaba.com.br

CNC eleva previsão de vendas Após a divulgação no último dia 11 da alta de 4,2% do comércio varejista em agosto, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo(CNC) revisou de +4,3% para +4,5% sua estimativa de crescimento do setor varejista este ano. Foi a primeira revisão positiva desde a greve dos caminhoneiros em maio. Para a entidade, a liberação de recursos do PIS/PASEP ajudou nas vendas em agosto, injetando no consumo aproximadamente R$ 10,3 bilhões do total sacado nos meses de agosto e setembro, segundo estimativa da própria Confederação. Esse

cenário se baseia na percepção de que a economia e o mercado de trabalho seguem em recuperação lenta, e de que as taxas de juros mantêm tendência de queda pelo menos até o fim do ano. Além disso, a taxa de câmbio, que havia apresentado elevação de quase 20% entre maio e agosto, arrefeceu nas últimas semanas, situando-se atualmente no menor patamar dos últimos dois meses. No entanto, passado o “efeito PIS/PASEP”, o setor deverá voltar a enfrentar dificuldades para sustentar o ritmo de crescimento, mesmo considerando a possibilidade de o varejo brasileiro avançar em 2018 um pouco mais do que no ano passado, quando registrou +4%.

Atividade industrial A queda na produção e no emprego na indústria continuam dificultando a recuperação do setor, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). A pesquisa Sondagem Industrial, divulgada no último dia 23, mostra queda da produção mais intensa que a registrada entre agosto e setembro do ano passado, e a utilização da capacidade instalada abaixo do observado em anos de boa atividade industrial. A ociosidade no setor continua elevada e estoques estão acima do planejado, segundo a pesquisa. O alto custo da matéria-prima e taxa de câmbio ganharam importância

entre os obstáculos enfrentados pelos industriais. Por outro lado, há leve melhora das condições financeiras das empresas. O índice de evolução da produção foi de 47,2 pontos e o de nível de emprego ficou em 49,2 pontos em setembro. Os indicadores da Sondagem Industrial variam de zero a 100 pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos mostram queda na produção e no emprego. De acordo com a pesquisa, a queda na produção no mês passado foi mais intensa do que a registrada em setembro de 2017, quando o indicador ficou em 48,1 pontos.

Remuneração das mulheres

Brasil e Chile O diretor do Departamento de Integração Econômica Regional do Ministério das Relações Exteriores, ministro Michel Arslanian Neto, disse no último dia 23, que o acordo de livre comércio entre Brasil e Chile, que poderá ser assinado no mês que vem, é o mais amplo em matéria não tarifária já negociado pelo país. Na sexta-feira (19), foram concluídas, em Santiago, as negociações para o documento. O tratado ainda precisa ser ratificado pelo parlamento dos dois países para entrar em vigor. Segundo o diplomata, o acordo poderá servir de parâmetro para futuras negociações do Mercosul com o Canadá e com a Aliança do Pacífico, por exemplo. “Há expectativa de que se criem efeitos multiplicadores na região e para além”, completou. O Mercado Comum do Sul (Mercosul) é composto por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai e tem como estados associados Chile, Peru, Colômbia, Equador, Guiana e Suriname. A Bolívia está em processo de adesão ao bloco. A Aliança do Pacífico reúne Chile, Colômbia, México e Peru.

OPORTUNIDADE

ou desistir e aceitar o fracasso, é questão de escolha.” (Prof. José Luiz Mazolini)

O salário médio real das mulheres cresceu mais que o dos homens em 2017, mas ainda persiste a diferença de remuneração entre os dois gêneros. Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho, no ano passado, o rendimento médio das trabalhadoras foi de R$ 2.708,71, um aumento de 2,6% em relação a 2016. Já o salário médio masculino subiu 1,8% em 2017. O aumento da remuneração feminina é maior também que o registrado para todos os trabalhadores, que ficou em 2,1%.

Segundo o Ministério do Trabalho, a diferença salarial entre homens e mulheres vem diminuindo a cada ano. A remuneração média das mulheres em 2017 correspondia a 85,1 % do salário dos homens. Em 2016, o rendimento feminino representava 84,4% do masculino e, em 2015, 83,43%. No ano passado, o rendimento médio das trabalhadoras evoluiu em quase todos os níveis de escolaridade. As profissionais com doutorado tiveram maior aumento: 4,78%, o equivalente a R$ 527,52, em relação a 2016.

QUEM ANUNCIA VENDE +MAIS 27 3328.5969 - 27 99991.5729

comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br

Profissões digitais em 2019 O avanço tecnológico acelerado dos últimos anos está transformando todo o mercado de trabalho, que vem se adaptando constantemente para suprir essa demanda. Em todo o Brasil, são cerca de 250 mil vagas para cargos digitais, um setor que movimentou US$ 38 bilhões só em 2017 no país, e é com esse cenário que as profissões que mais devem bombar em 2019 são de tecnologia. Para ajudar os profissionais a se capacitarem para essa demanda, empresas de

educação para a formação de profissionais de alta performance para o universo digital, vem implementando iniciativas para incentivar a movimentação desse mercado. Além dos cursos, promovem constantes eventos de capacitação e de busca por colocação. Entre os cursos são ofertados alguns dos mais requisitados do momento como Desenvolvimento Web Full Stack, Desenvolvimento Mobile Android, Marketing Digital,UX Design, Gestão de Negócios Digitais, Data Science e Data Analytics.

A RACCO tem um Plano de Negócios que vai fazer de você um milionário! Saiba como fazer parte: +55 27-99745.7868

DE NEGÓCIOS

executivodenegocio@yahoo.com.br loja.racco.com.br/vip/negocioeoportunidade


06

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

Intenção de consumo das famílias recua em outubro ASCOM/CNC

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 86,7 pontos em outubro de 2018, registrando queda de 0,3% em relação ao mês passado, após duas altas consecutivas. Já na comparação anual, o aumento foi de 11,3%. O estudo mostra que, dos sete componentes do ICF, quatro subindicadores apresentaram-se negativos na comparação mensal, com destaque para Momento para Duráveis (-3,3%) e Perspectiva de Consumo (-1,2%). O subíndice Renda Atual foi o que mais subiu (+1,0%), enquanto Nível de Consumo Atual (+0,3%) e Emprego Atual (+0,1%) cresceram moderadamente.

o que pode ser um sinal de melhor distribuição de recursos dentro do orçamento. Merecem destaque os subíndices Nível de Consumo Atual (+24,4%), Perspectiva de Consumo (+15,0%) e Renda Atual (+12,6%).

FAMÍLIAS RETICENTES Segundo o economista da CNC Antonio Everton, as famílias têm se mostrado reticentes com relação às intenções de consumo. “A lenta recuperação do mercado de trabalho, o comportamento dos juros, o elevado endividamento, a alta do dólar, os reajustes das tarifas e, principalmente, a indefinição quanto ao rumo da economia em 2019, influenciaram a decisão de compra”, pontua. A pesquisa também aponta que o nível de consumo melhorou em relação a 2017,

SEGURANÇA NO EMPREGO A sensação quanto à segurança no emprego manteve-se praticamente estável (+0,1%) em relação a setembro. Dos sete subíndices do ICF, Emprego Atual e Perspectiva Profissional são os únicos acima de 100 pontos. Em outubro, o Emprego Atual (com 113,4 pontos) ficou praticamente no mesmo estágio de março deste ano (113,5 pontos). Em relação ao mercado de trabalho, a análise da CNC mostra que a elevação de +1,0% do subíndice Renda

Atual pode ter sido influenciada pelo impacto da liberação dos recursos do PIS/Pasep. “Também pode-se considerar que a renda tenha crescido em virtude de ganhos adicionais decorrentes de trabalhos extras, como meios para aumentar o orçamento”, observa Antônio Everton. PERSPECTIVAS PARA 2018 A liberação de recursos do PIS/Pasep vem ajudando as vendas, injetando no consumo aproximadamente R$ 10,3 bilhões do total sacado nos meses de agosto e setembro. Diante disso, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revisou de +4,3% para +4,5% sua estimativa de crescimento do setor este ano. Foi a primeira revisão positiva desde a greve dos caminhoneiros em maio.

CORREIOCAPIXABA.COM

Leve alta no ICEC ASCOM/CNC

Apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) alcançou 106,1 pontos no mês de setembro. Na comparação com agosto, o indicador teve leve aumento de 0,2%, na série com ajuste sazonal, registrando a primeira alta em cinco meses. Para a CNC, no entanto, esse resultado não indica uma tendência de retomada de investimentos no setor. O levantamento da entidade mostra que o subíndice que captura a avaliação das condições correntes da economia aumentou 0,9% na passagem de agosto para setembro, e 1,8% na comparação anual. Apesar da pequena melhora na avaliação das condições correntes da economia, 62,9% dos empresários do varejo observaram deterioração significativa do cenário econômico brasileiro nos últimos meses. Segundo Fabio Bentes, chefe da Divisão Econômica da CNC, a desvalorização do real nos últimos meses tem demonstrado potencial para contaminar os preços no médio prazo e poderá se somar às pressões já existentes, advindas de reajustes significativos nos itens com preços administrados. “Apesar da inexistência de pressões de demanda nesse

momento, a combinação desses dois fatores deverá comprimir o orçamento das famílias e dificultar o cenário para o varejo até o fim deste ano”, prevê Bentes.

MENOS INVESTIMENTOS A lentidão da recuperação econômica e a indefinição do cenário político apontam para um adiamento de investimentos nas empresas, estoques e contratação de funcionários. O subíndice relativo aos investimentos recuou pelo quinto mês consecutivo (-0,3%), registrando 94,6 pontos. Desde o último mês de maio, esse indicador acumula queda de 4,8%,A regredindo ao seu menor nível desde dezembro E de 2017 (92,46 pontos). Embora a intenção de con-t tratação tenha avançado 0,3%m em termos mensais, desdep maio, nota-se uma maior de-o terioração na expectativa ded contratação de funcionáriost (-6,3%). No mesmo período,p as perspectivas de investi-p mentos nas empresas e nosd estoques variaram -3,7% eq -1,9%, respectivamente. Setembro marca o início do período de contratações de trabalhadores temporários para as vendas de fim de ano. Para este Natal, a CNC projeta a oferta de 72,7 mil vagas temporárias – queda de 1,7% em relação às 73,9 mil vagas oferecidas no mesmo período do ano passado.

“Para o CNC, no entanto, esse resultado não indica tendência de retomada de investmentos no setor.”

V

2019 24/11

( d p c m d c m P G

m t d s h p


CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

CORREIOCAPIXABA.COM

07

Empresários da indústria brasileira estão mais confiantes, diz CNI

MADEPORTAS

Industrial de outubro ainda é 0,4 ponto inferior à sua média histórica e 2,3 pontos inferior ao registrado em outubro de 2017”, diz o estudo.

Trabalhamos com esquadrias e telhados coloniais.

__

Imagens ilustrativas

(ACEITAMOS ENCOMENDAS)

AV. EUDES SCHERER DE SOUZA, 1.267

P. R. LARANJEIRAS - SERRA - ES.

AGÊNCIA BRASIL/CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial aumentou 0,9 ponto em relação ao mês passado e alcançou 53,7 pontos em outubro. Com isso, o indicador acumula uma alta de 4,1 pontos nos últimos quatro meses. Os resultados da pesquisa divulgada hoje (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostram que o empresário voltou a

27-3228.1415 27-99775.4464

mostrar mais confiança na recuperação da economia. Os indicadores variam de zero a 100 pontos. Quando estão acima de 50 mostram que os industriais estão otimistas. A média histórica do índice é de 54,1 pontos. “Mesmo com a sequência de bons resultados, o índice encontra-se 1,8 ponto abaixo do registrado em maio de 2018, antes da paralisação dos serviços de transporte de carga. O Índice de Confiança do Empresário

MAIS OTIMISTAS De acordo com a CNI, embora haja uma percepção de piora nas condições atuais das empresas e da economia, as expectativas para os próximos seis meses estão mais otimistas e estimulam a retomada da produção e dos investimentos. Entretanto, a melhora do índice em outubro deve-se, exclusivamente, às expectativas do empresário. Neste mês, o índice de condições atuais caiu para 45,8 pontos e está 0,9 ponto abaixo do registrado em setembro. É a segunda queda consecutiva do indicador e, segundo a CNI, mostra que o empresário percebe a piora crescente de suas condições correntes de negócios, tanto na economia brasileira quanto nas condições da empresa. No entanto, o índice de expectativas para os próximos seis meses subiu para 57,8

Foto: Arquivo/Agência Brasil

pontos e ficou acima da linha divisória dos 50 pontos, que separa o pessimismo do otimismo. A CONFIANÇA A confiança é maior nas grandes empresas, segmento em que o índice alcançou 54,9 pontos. Nas pequenas, o indicador alcançou 52,1 pontos e, nas médias, 53 pontos. A pesquisa mostra ainda que os empresários de todo o país estão otimis-

tas. O Índice de Confiança do Empresário Industrial está acima de 50 pontos em todas as regiões. Neste mês, o indicador aumentou no Nordeste, no Sul e no Sudeste e recuou no Norte e no Centro-Oeste. A pesquisa ouviu 2.759 empresas entre 1º e 15 de outubro. Dessas, 1.094 são pequenas, 1.034 são médias e 631 são de grande porte. O estudo completo está disponível na página da CNI.

PIB brasileiro cresceu 1,6% no trimestre encerrado em agosto

VITOR ABDALA

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, teve um crescimento de 1,6% no trimestre encerrado em agosto deste ano, na comparação com o trimestre finalizado em maio. O dado é do Monitor do PIB, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Na comparação com o trimestre que terminou em agosto de 2017, o crescimento foi de 1,9%, segundo a FGV. Considerando-se apenas agosto, houve altas de 0,2% na comparação com julho deste ano e

de 1,9% em relação a agosto do ano passado. A alta de 1,6% do trimestre fechado em agosto em relação a maio foi acompanhada pelos três grandes setores produtivos: serviços (1,1%), indústria (2%) e agropecuária (2,5%).

IMÓVEIS

COMPRA, VENDA OU ALUGUEL 27 99727-0718 27 99703-0718

CRECI-ES: 009169-F

“Pesquisa revela que houve alta de 1,2% no consumo das famílias.”

EXPANSÃO POR SETOR Entre os segmentos da indústria, foi observada expansão na indústria da transformação (3,1%) e na construção (1,2%). O setor de eletricidade manteve-se estável e a indústria extrativa

mineral recuou 1,2%. Entre os serviços, todos os segmentos tiveram alta, com destaque para os transportes (5,4%) e o comércio (2,9%).

Sob a ótica da demanda, foram registradas altas de 1,2% no consumo das famílias, 1,1% na formação bruta de capital fixo (investimentos)

e de 0,6% no consumo do governo. No setor externo, as exportações cresceram 1,3% e as importações, 3,7%.

FAZENDO DIFERENÇAS POSITIVAS E IMPACTANTES NAS EMPRESAS, EQUIPES E NEGÓCIOS.

diretoria@mazoliniconsultoria.com.br professormazolini@gmail.com www.mazoliniconsultoria.com.br

27 3328.5969 -

27 99991.5729


08

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

CORREIOCAPIXABA.COM

Hartung autoriza edital para construção de Hospital em Cariacica PRISCILLA COELHO

O Governo do Espírito Santo, Paulo Hartung, autorizou no último dia 22, a publicação do edital de licitação para a construção do Hospital Estadual Geral de Cariacica, onde serão ofertados 400 novos leitos à população capixaba. O Instituto de Obras Públicas do Estado do Espírito Santo (Iopes), responsável pela obra, fará a publicação no ultimo dia 23. O valor do empreendimento é de aproximadamente R$ 280 milhões, sendo R$ 239.514.722,38 para obras e R$ 40 milhões para compra de equipamentos. A previsão é iniciar a obra no primeiro semestre de 2019, com duração de quatro anos. Durante o período de construção do hospital, a estimativa é de abrir 1,2 mil vagas de empregos, sendo 400 diretos e 800 indiretos. As oportunidades serão para

O Instituto de Obras Públicas do Estado do Espírito Santo (Iopes), responsável pela obra, fez a publicação no ultimo dia 23. os cargos de auxiliar de obras, pedreiro, carpinteiro, bombeiro hidráulico, eletricista e encarregado de obra, dentre outras. BUROCRACIA O governador Paulo Har-

tung comentou o avanço na área da Saúde e lamentou o excesso de burocracia no serviço público. “Não é uma obra simples, exige muita engenharia e complexidade. Tivemos parceria do segmento privado para realizarmos o

projeto. É uma obra de grande porte. Agora, com o edital pronto, faremos a publicação no Diário Oficial. É um sonho. Toca minha alma de emoção. É uma alegria. Já temos uma base orçamentária assegurando os recursos para a obra nos próximos dois anos”. O Hospital será construído pelo Governo do Estado às margens da Rodovia Leste-Oeste, no bairro Campo Belo, que liga a BR 262, no trecho de Cariacica, à Rodovia Darly Santos, em Vila Velha. Serão 37.976.67 mil metros quadrados de área construída. A edificação terá oito pavimentos e heliponto. ATENDIMENTO O Hospital fica em Cariacica, mas vai atender, além deste município, toda a região de Vila Velha, Guarapari e o conjunto de municípios do Sul que também demandarem atendimento hospitalar. Esse é um hospital bastante grande e vai fazer

atendimento de pronto-socorro, vai ter maternidade, e terá leitos de Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (Utin) para fazer atendimento de gravidez de alto risco. Após a publicação do edital de licitação, será necessário aguardar aproximadamente quatro meses para que as empresas analisem o documento e façam suas propostas. A previsão é de que as obras comecem no primeiro semestre de 2019, e o secretário frisou que há recursos garantidos em caixa para o início da construção do hospital.

Acesso gratuito e ilimitado

Conteúdo dinâmico Para leitores e anunciantes +MAISexigentes

CORREIOCAPIXABA.COM


CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

CORREIOCAPIXABA.COM

É para conectar você à qualidade de vida que a gente investe cada vez mais em esporte e lazer.

Praça do Cauê

Revitalização da Praça do Cauê. Ampliação e reforma das Academias Populares da Pessoa Idosa – 38 em funcionamento. Construção e revitalização de campos de futebol – 15 campos. Enquanto você planeja o que fazer nas horas de folga, a gente planeja melhorias em todas as áreas. Nos últimos anos a Prefeitura de Vitória também investiu naquilo que não tem preço: a qualidade de vida das pessoas. E tem muito mais vindo por aí. Serão investidos R$ 2,8 milhões para que a nossa cidade continue sendo um dos melhores lugares para se viver.

Vitória é assim: inteligente para ser cada vez mais humana.

José Otávio do Nascimento e Ironilda Santos Rangel Moradores de Vitória


10

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

CORREIOCAPIXABA.COM

Projeto de financiamento externo voltará à Câmara, diz o prefeito Max Filho

O projeto é de financiamento internacional da ordem de US$ 34 milhões para obras de diversos bairros. VANDIQUE MAGALHÃES

Mais de 400 pessoas entre lideranças políticas e comunitárias decidiram se mobilizar, no último dia 11, para reapresentar à Câmara Municipal de Vila Velha, o projeto de financiamento internacional da ordem de US$ 34 milhões para obras de dre-

nagem, pavimentação de ruas e estruturação de quatro parques na cidade. Essa foi a saída encontrada após o prefeito Max Filho ter apresentado o detalhamento do projeto em reunião quer aconteceu na manhã do ultimo dia 11, no Centro de Convenções de Vila Velha, em Coqueiral de Itaparica, depois que a Câmara

Municipal decidiu pelo arquivamento da lei autorizativa sob alegação de inconstitucionalidade da proposta. O projeto só pode ser reapresentado na mesma sessão legislativa se for de iniciativa popular com pelo menos 5% de assinaturas da população votante conforme prevê o artigo 41 da Lei Orgânica do município e o Regimento Interno do Legislativo Municipal. “As justificativas apresentadas podem inviabilizar o andamento do projeto que ainda deveria ser submetido ao Tesouro Nacional, o avalista da proposta, e o Senado Federal para aprovação final até assinatura do contrato com o banco”, explicou o prefeito Max Filho. COMISSÃO FAVORÁVEL Segundo Max, a Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX) do Ministério do Planejamento e o Fundo Multilateral de Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata) - que integra países como Brasil, Bolívia, Argentina, Paraguai e Uruguai, já haviam se manifestado favoravelmente a operação de crédito proposta

pelo município. Técnicos do Fonplata estiveram no município em duas ocasiões para analisar a viabilidade da operação de crédito. Na última ocasião, em setembro, os técnicos chegaram a externar que o município possuía todas as condições para aprovação do contrato, com juros de 0,5% ao ano, muito inferior aos 2% da taxa cobrada pela Caixa Econômica Federal, além de um prazo de cinco anos de carência e outros 15 anos para amortização da dívida. “Só no bairro de Barramares temos 45 km de ruas sem pavimentação que necessitam de obras de pavimentação. Por isso é que nós vamos reapresentar esse projeto com a assinatura do povo e a maioria dos vereadores. Nós temos pressa de tirar o povo da lama e da poeira”, justificou o prefeito, ao detalhar os investimentos que beneficiam 30 bairros com elevada taxa de vulnerabilidade social.

________

Foto: Paulo Borges Filho/Gilberto Medeiros

Técnicos detalham projeto de crédito externo na Câmara de Vila Velha NAIRA SCARDUA

Técnicos da Prefeitura de Vila Velha apresentaram, em sessão na noite dessa quarta-feira (17), na Câmara Municipal, o projeto de lei autorizativa para contratação de crédito externo de US$ 34 milhões (R$ 140 milhões), junto ao Fundo de Desenvolvimento da Bacia do Prata (FONPLATA). Sob a presidência do vereador Ivan Carlini, a sessão contou com a participação da maioria dos vereadores da Casa, além de lideranças comunitárias de várias regiões da cidade. Da tribuna, o secretário municipal de Planejamento e Projetos Estratégicos (Sempla), Ricardo Santos, fez um relato histórico das negociações da operação de crédito iniciada em junho de 2017. Segundo ele, o programa de requalificação urbana e melhorias ambientais para investimentos em obras

Durante o processo de negociação o município recebeu duas missões técnicas do FONPLATA para tratar do financiamento externo. de infraestrutura foi elaborado a partir das demandas prioritárias apresentadas nas 23 assembleias do Orçamento Participativo. VIABILIDADE “Em junho deste ano, a Comissão de Financiamento Externo do Ministério do Planejamento se manifestou favoravelmente à operação de crédito internacional após consulta feita pelo município junto à Secretaria de Assuntos Internacio-

nais do Governo Federal sobre a viabilidade do financiamento”, explanou Santos. Durante o processo de negociação o município recebeu duas missões técnicas do FONPLATA para tratar do financiamento externo. O secretário da Sempla, Ricardo Santos, explicou o motivo pelo qual a Região 5 concentra a maior parte dos investimentos. “É que trata-se de uma região com o maior déficit de infraestrutura na cidade, além de ser congregar bairros com alta vulnerabilidade social e ambiental’, argumentou. O subsecretário da Sempla, Luiz Son, detalhou as condições do financiamento, com taxas anuais de 5,25% do valor do empréstimo, e os 30 bairros beneficiados, com obras de drenagem, pavimentação, iluminação, arborização, instalação de equipamentos e mobiliários urbanos, além da estruturação dos parques municipais da Manteigueira, Penedo, Marista e Moreno.

FINANCIAMENTO O projeto prevê uma operação de crédito de US$ 34 milhões – cerca de R$ 140 milhões – que serão investidos na requalificação urbana com obras de drenagem e pavimentação de ruas, além da estruturação de quatro parques na cidade. O município também participa da operação com recursos de US$ 8,5 milhões em contrapartida para ampliar a abrangência dos investimentos nas obras de infraestrutura. Também participam da reunião os vereadores PM Chico c Siqueira, Patrícia Crizanto, Os- t valdo Maturano, Adeilson Horti d Super e representante do ve- E reador Reginaldo Almeida, o d vice-prefeito Jorge Carreta, a f maioria dos secretários munici- p pais, além de lideranças comu- n nitárias dos bairros de Ponta da c Fruta, Riviera da Barra, Jardim p Asteca, Cobilândia, Rio Mari- a nho, Alecrim, Alvorada e Nor- d milia, Jockey de Itaparica, entre outras localidades. e d p o S RESP. TÉCNICO p n ç a

Dr. Douglas Lobo CIRURGIÃO DENTISTA (CRO-ES 3583)

Equipe completa. Diversas áreas de atuação.

Temos NOVIDADE! Toxina Botulínica (Botox)

m n m m v u a p

Pode abrir o sorriso. AGENDAMENTO:

27

3318.7117 -

P V a c e p e

27

99909.3284

Av Brasília, 879 - Loja 2 - PORTO CANOA - SERRA Facebook: Doctor D Consultório Odontológico

t i t e g f c U

p a


10CORREIOCAPIXABA.COM

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

11

Intercâmbio com outros países acelera o desenvolvimento de Vitória

NAIRA SCARDUA

Ampliar a participação da cidade de Vitória no cenário internacional é um dos objetivos do Plano de Metas 2018-2020. E o município já mostra sinais de avanço para alcançar o que foi planejado. A Prefeitura tem promovido o intercâmbio internacional para mostrar a capacidade e as ações da capital para outros países e também aprender com o que eles têm de melhor. No início do Plano de Metas, em 2017, estavam contabilizadas 13 participações do município no cenário internacional, e o objetivo é chegar a 38 até 2020. São considerados estes itens: participação em evento internacional, recepção de delegação estrangeira e assinatura de acordo internacional.

RECONHECIMENTO O secretário de Gestão, Planejamento e Comunicação, Vander Borges, ressaltou que a Prefeitura de Vitória tem sido convidada a participar de vários eventos internacionais de cooperação, networking e troca de experiências. “É um importante reconhecimento de que estamos no caminho certo. Temos a chance de mostrar as ações que implantamos na área de tecnologia, serviços e solução de desafios sob uma perspectiva local. E vamos ampliar ainda mais essa participação”.

CENÁRIO INTERNACIONAL Confira abaixo algumas participações de Vitória no cenário internacional. Vale ressaltar que todas as comitivas enviadas ao exterior são custeadas por organizações internacionais de fomento à cooperação entre cidades “modelo”, como BID e União Europeia. EUA Em outubro deste ano, o prefeito Luciano Rezende vai aos Estados Unidos apresen-

tar os projetos implantados na Prefeitura de Vitória, na Universidade da Califórnia. Estão previstas reuniões com o prefeito da cidade e também com empresários americanos, por meio do programa “Membro de liderança do Pacífico”. Chile Ainda em outubro, o secretário de Gestão, Planejamento e Comunicação, Vander Borges, vai à Conferência de Cidades: Mobilidade Urbana e Sustentabilidade, em Santiago, no Chile, para mostrar os programas implantados em Vitória nessas áreas. Bélgica O secretário municipal de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, vai participar do Programa de Cooperação Urbana Internacional durante a “Semana de Cidades e Regiões”, cujo tema é “Sustentabilidade”. Espanha (Sevilha) Neste mês de setembro, uma comitiva da Prefeitura de Vitória, coordenada pela Seges, foi para Sevilha, na Espanha, para o intercâmbio de cooperação entre as cidades, promovido pelo Programa Europeu de Cooperação Urbana Internacional (IUC), da União Europeia. Cinco cidades brasileiras participam do programa. Várias reuniões on-line foram realiza-

das e representantes da cidade europeia estiveram no Espírito Santo para conhecer de perto os programas de Vitória desde o início da parceria, em 2017. Na época, o prefeito Luciano Rezende foi a Bruxelas, na Bélgica, participar do anúncio oficial da seleção. Por meio do acordo, a nossa capital se compromete a cooperar intensivamente com Sevilha por, pelo menos, 18 meses, compartilhar atualizações sobre seu progresso e desenvolver um plano de ação local de desenvolvimento urbano sustentável sobre a prioridade de troca de conhecimentos. Espanha (Barcelona) O prefeito Luciano Rezende foi convidado a ser palestrante no Smart City Expo World Congress, em Barcelona. Ele fez parte de delegação organizada pela Frente Nacional de Prefeitos. Em uma das sessões temáticas do evento, ele apresentou as iniciativas de sucesso da cidade de Vitória na área “Cidades Inteligentes”. Índia Vitória foi convidada a participar da “Smart City Expo Índia”, na cidade de Jaipur, neste mês de setembro. O secretário Vander Borges representou a PMV na conferência internacional, que reuniu especialistas e representantes de cidades inteligentes de todo o mundo. Os participantes discutiram soluções para os desafios que as cidades atuais enfrentam em termos de eficiência, planejamento urbano e desenvolvimento social e econômico na era global. Foi possível conhecer o trabalho que é feito pela Índia para desenvolver 100 cidades inteligentes no país. Também houve a chance de apresentar as ações que fazem

Cônsul geral do Japão também visitou Vitória e teve reunião com o prefeito Luciano Rezende.

Encontro com cônsul da Espanha tratou do alinhamento de relações entre cidades espanholas e Vitória. Vitória ter o reconhecimento nacional e internacional como cidade inteligente, que usa a tecnologia para o bem-estar da população. RECEPÇÃO DE COMITIVAS INTERNACIONAIS EM VITÓRIA Saiba quem são as autoridades internacionais que já estiveram na capital Capixaba desde 2017: • Cônsul Geral da Espanha, Manuel Salazar: ele veio estreitar relações pois identificou em Vitória grande potencial turístico, além de ser referência em Educação e Saúde. Surgiu a partir do intercâmbio com Sevilha por meio do Programa Europeu de Cooperação Urbana Internacional (IUC) • Cônsul Geral dos Países Baixos no Rio de Janeiro, Sr. Roland Martin: identificação de possíveis áreas de cooperação com a cidade de Vitória. Foi destacada a possibilidade de intercâmbio com a cidade de Eindhoven, no âmbito do Parque Tecnológico. • Cônsul de Imprensa dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, Sr. Jean Olson: foram apresentados alguns programas de intercâmbio oferecidos pelo Consulado dos EUA a cidadãos brasileiros. • Cônsul Geral do Japão no Rio de Janeiro, Sr. Yoshitaka Hoshino: o objetivo principal do encontro foi estreitar os laços com a comunidade japonesa

em Vitória. • Delegação da cidade de Dalian, China: a comitiva conheceu a estrutura de esporte e lazer da cidade de Vitória com o objetivo de avaliar intercâmbios esportivos entre as duas cidades. • Delegação da cidade de Zhuhai, China: a comitiva apresentou as potencialidades da cidade de Zhuhai e assistiu a uma apresentação da cidade de Vitória.

AÇÕES A cidade de Vitória foi eleita como coordenadora da Rede Brasileira de Cidades Educadoras, como resultado das ações que tem sido feitas para intensificar a representação na Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE). Além disso a Prefeitura de Vitória tem se esforçado para aumentar a participação nas redes e associações internacionais de cidades. O assessor de Relações Internacionais do município, Leonardo dos Santos, ressalta a importância da cooperação internacional entre as cidades. “Vitória tem se destacado internacionalmente, possibilitando troca de ideias e atração de parcerias com diferentes cidades do mundo, promovendo desenvolvimento econômico, social e cultural para a população capixaba”.


12

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

CORREIOCAPIXABA.COM

Estado assina convênio de R$ 13,4 milhões para obras de mobilidade urbana em Serra melhorar a qualidade de vida da população, e sinto-me realizado por terminar o governo com ações e políticas estruturantes em um período desafiador para o Brasil e o Espírito Santo. Tenho um carinho enorme por essa cidade que passou por muita transformação em um período muito curto”, comentou o governador Paulo Hartung.

ACÁCIO RODRIGUES

IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS

Mobilidade urbana e desenvolvimento sustentável são os principais objetivos dos convênios assinados entre o governo do Estado do Espírito Santo e o município de Serra, no último dia 18, pelo governador Paulo Hartung e o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Marcelo de Oliveira. Os recursos na ordem de R$ 13.419.465,68 vão contemplar ruas e avenidas com urbanização, recapeamento e implantação de ciclovias e ciclofaixas, beneficiando mais de 100 mil moradores. O investimento será usado para urbanização nas avenidas José Rato e Rio Amazonas, com arborização e sinalização, e implantação de ciclofaixa na Rua Calixto Tamanini; implantação de ciclovia (aproximadamente 244 metros) e recapeamento no Bairro de Fátima e no trecho da Avenida Norte-Sul, entre os Bair-

ros Civit e Colina de Laranjeiras. TALMA RODRIGUES Também haverá recuperação de ciclovia e urbanização da Avenida Talma Rodrigues, numa extensão de aproximadamente 7,4 quilômetros. As regiões contempladas possuem grande circulação de pessoas, já que concentram empresas de comércio, indústrias,

escolas e hospitais. Além do governador Paulo Hartung e do secretário, a solenidade contou com as presenças do prefeito Audifax Barcelos, outras autoridades e moradores do município. “Fiquei feliz em realizar esse evento aqui na sede da prefeitura. Estou muito satisfeito por assinar esses atos em que liberamos ações importantes para

O IMPACTO O impacto para os moradores de Serra será de conforto para a acessibilidade nas vias de transporte motorizado e também com bicicleta nas ciclovias. É um avanço para o desenvolvimento da cidade, com o estímulo de locomoção a pé, graças à segurança e à qualidade dos serviços de urbanização. “Não é cheque pré-datado! Dia 1° o dinheiro vai ser depositado de forma integral na conta da prefeitura. Se temos a oportunidade de assinar esses convênios com a Serra é porque o governador Paulo Hartung soube traba-

lhar e encerrar esse ciclo como o Estado que é caso isolado no Brasil pela eficiência nas contas. Tenho orgulho de ser secretário deste governo”, afirmou o secretário Marcelo de Oliveira. No último dia 2, o governador Paulo Hartung e o secretário Marcelo de Oliveira deram ordem de serviço para implantação de ciclofaixa na Avenida China e urbanização do canteiro central, drenagem, recapeamento e implantação de ciclovia na Avenida Terceiro Mundo, em um investimento de quase R$ 2 milhões. CONVÊNIOS Infraestrutura urbana, qualidade de vida, turismo e sustentabilidade são alguns dos benefícios prestados por meio de convênios entre a Sedurb e os municípios do Espírito Santo. Somente em 2018, 31 municípios foram contemplados com os recursos para realizar ações necessárias em suas localidades, em um investimento total de R$ 89,9 milhões.

Nosso Self Service tem muito mais pra você! VARIEDADES DE SALADAS BUFFET TEMÁTICO

CHURRASCO

PRATOS EXECUTIVOS

INGREDIENTES DE PRIMEIRA - AMBIENTE CLIMATIZADO

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO

Laranjeiras Shopping


Mundo Automotivo

CORREIOCAPIXABA.COM

13 - OUTUBRO 2018 CORREIO CAPIXABA “ReunirEDIÇÃO é um 87 começo, manter-se

A criatividade das montadoras, o desenvolvimento de novos e arrojados modelos e lançamentos automotivos. comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br

Ford Ecosport sem estepe Entre as atrações no estande da Ford para o Salão do Automóvel de São Paulo 2018 estão o EcoSport sem estepe na tampa e o SUV Ford Territory. O utilitário será um teste para o mercado brasileiro, enquanto EcoSport com nova configuração chega no futuro. Evento acontece entre os dias 8 e 18 de novembro. O Territory é fabricado na China, e foi desenvolvido pela Ford chinesa em parceria com a JMC. Ao que tudo indica, é um modelo pensado para mercados emergentes, razão pela qual está a caminho do Brasil Se ele chegar ao mercado, será um concorrente direto do Jeep Compass, o

SUV mais vendido do país. Quanto ao EcoSport sem estepe, a configuração já é vendida na Europa e nos Estados Unidos. Segundo a marca nos contou, no passado, a opção não era oferecida no Brasil porque “donos de EcoSport mais antigos adoram” o pneu dependurado. De acordo com a montadora, o EcoSport sem estepe chega “mais para frente”. Já a vinda do Ford Edge 2019 para o Brasil foi divulgada pela marca em janeiro, quando o SUV entrava no ano/ modelo durante o Salão de Detroit. À época, foi feito o lançamento da versão esportiva Edge ST que, agora, chegará ao país.

Chevrolet Cruze SS de 300 A Chevrolet anunciou, nesta terça-feira (23), que apresentará um Cruze SS de 300 cavalos no Salão do Automóvel de São Paulo, entre os dias 08 e 18 de novembro. Não há previsão para que o modelo seja fabricado. No entanto, o Cruze Sport6 SS adianta a reestilização do Chevrolet Cruze no Brasil. O carro-conceito teve visual, suspensão e motor turbo preparados especialmente para a mostra paulistana. Há também modificações na parte interna. O Cruze SS vem equipado com bancos dianteiros tipo concha, cintos de segurança, peda-

leiras e volante de competição. A suspensão também foi modificada para maximizar a performance do veículo. Alguns itens do conceito Cruze SS são oferecidos no mercado de acessórios da Chvrolet, entre eles o sistema de som premium da JBL, que ganhou a companhia de potentes alto-falentes, amplificadores e subwoofers. A carroceria do hatch teve o visual inspirado na versão esportiva vendida nos Estados Unidos, mas diferencia-se em vários aspectos, incluindo as rodas aro 20, os pneus 235/35 R20 e o aerofólio traseiro estilizado.

Óleo certo para o motor O óleo lubrificante certo extrai o melhor do motor do carro já que, ao utilizar o óleo lubrificante recomendado pela montadora o motorista assegura o desempenho do motor. Durante o desenvolvimento de um novo veículo, a parte mecânica do motor é elaborada e testada, inclusive especificando o óleo lubrificante que vai assegurar a performance projetada para o veículo. Sabendo disso, não há motivos para escolher um óleo lubrificante diferente. E a Campneus segue essa recomendação e orienta seus clientes durante a troca de óleo a usar o tipo indicado pela montadora. “O tipo de óleo deve sempre seguir o recomendado pelo fabricante, indicado no manual do veículo. Usar o óleo errado pode danificar o motor e diminuir a vida útil. Porém, se você usa o óleo certo, é garantia de vida útil longa e de evitar problemas com o motor do seu carro”, orienta Fabio Facca gerente nacional de Operações de Varejo da Campneus.

junto é um progresso e trabalhar juntos é Sucesso.” (Henry Ford)

Pneu irregular A segurança é questão essencial para uma viagem, e os pneus são fundamentais para a estabilidade dos veículos. Esse item, quando bem observado, melhora o desempenho do automóvel, além de garantir economia de combustível. “Os riscos são grandes no uso de pneus desgastados”, alerta Marcelo Gama, instrutor do SEST SENAT São Vicente. “O proprietário do automóvel deve ficar atento com os sulcos, pois além de reduzir substancialmente o equilíbrio do carro, quando menores que 1,6mm de profundidade, podem ocasionar a aquaplanagem”. Ele

explica que a pressão é outro item importante e a calibragem deve seguir a recomendação do fabricante, sempre. “O atrito indevido no solo, por exemplo, aumenta a temperatura na borracha do pneu, provocando também a deformação e maior desgaste do pneumático, isto sem falar no consumo de combustível que tende a crescer”, esclarece o instrutor. Embora varie de acordo com o fabricante, a cada 10.000 km, no máximo, seria preciso passar por serviços de alinhamento e balanceamento para se evitar o desgaste excessivo desse item.

Produção de motocicletas A produção de motocicletas em setembro foi de 80.690 unidades, crescimento de 5,2% sobre o mesmo mês em 2017. O levantamento foi divulgado hoje (9) pela Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares (Abraciclo) na capital paulista. No acumulado de janeiro até setembro, a alta na produção foi de 19,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com agosto, houve redução de 23,4% atribuído, em parte, ao menor número de dias úteis (quatro a menos).

As vendas no atacado tiveram alta de 20,9% em setembro sobre o mesmo mês em 2017. Na comparação com agosto, houve queda de 19,3%. O acumulado de nove meses teve avanço de 18% sobre o mesmo período de 2017. No varejo, as vendas totalizaram 74.067 unidades em setembro, alta de 11,9% sobre o mesmo mês em 2017. Na comparação com agosto, foi registrada queda de 16,7% e, no acumulado do ano, a comercialização cresceu 8,7% em relação a período similar no ano passado.


14

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

Educação

Abordagens sobre temas relevantes à formação acadêmica e carreira profissional. contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

Revisão no ensino médio Todos os estudantes do ensino médio deverão ter a acesso a mais de um itinerário formativo no próprio município onde estudam, de acordo com a revisão preliminar das Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio, que foi divulgada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e esteve disponível para análise e contribuições de toda a sociedade até o dia 23 de outubro. Além dos itinerários, as redes terão que ofertar uma parte comum a todos os estudantes, que será definida pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), em discussão no CNE.

As diretrizes vigentes estão sendo revistas pelo CNE para se adequarem ao Novo Ensino Médio, aprovado em 2017. Pela nova lei, os estudantes poderão escolher ter formações específicas em linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou ensino técnico. Uma das preocupações levantadas durante a discussão da lei era a oferta das várias opções aos estudantes, sobretudo em municípios menores. O documento disponibilizado pelo CNE diz que os sistemas de ensino devem garantir a oferta de mais de um itinerário formativo.

Professores capacitados O professor brasileiro quer aprender. Com mais de 2,2 milhões de docentes no país, a percepção é que a valorização do profissional da educação não está unicamente em garantir salários mais atrativos e planos de carreira, mas em um conjunto de estratégias que tem como o ponto central o apoio à formação continuada. A pesquisa Profissão Professor –conduzida pelo movimento Todos pela Educação com mais de 2 mil professores brasileiros de educação básica e ensino médio, em junho de 2018 –, aponta que 69% dos

educadores defendem que dar mais oportunidades de qualificação aos docentes que estão na ativa é a medida mais eficaz para a valorização da profissão pela sociedade; 67% dos entrevistados destacam o envolver e escutar os educadores nos debates públicos e nas decisões políticas educacionais. Em suma, a qualificação e escuta, na opinião dos professores, podem levar à valorização da atividade; restaurar a autoridade frente aos alunos e pais, e melhorar remuneração aparecem em segunda posição com, respectivamente, 64% e 62%.

CORREIOCAPIXABA.COM “Todos nós temos que sofrer uma das seguintes dores: a dor da disciplina ou a dor do arrependimento.” (Jim Rohn - Filósofo)

CONVITE

Participe conosco do evento que acontecerá no dia 27/10/2018, entre 8h e 12h, na PRAIA DE JACARAÍPE, (Ref. Praça Encontro das Águas)

Presencial x EaD Comparar os resultados da educação superior presencial e da educação a distância (EaD) “não é simples”, segundo o ministro da Educação, Rossieli Soares. O ministro defende a EaD como uma “importante ferramenta de inclusão”. De acordo com os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), divulgados no último dia 9, pela pasta, os cursos presenciais tiveram melhor desempenho na avaliação.

“Na EaD estão pessoas que estão mais estabilizadas no trabalho e querem continuar crescendo na carreira.” “Temos claramente públicos prioritariamente distintos que buscam a EaD e a presencial. Mais jovens solteiros estão em número maior na presencial, no início da vida. Na EaD estão pessoas que estão mais estabilizadas no trabalho e querem continuar crescendo na carreira”, diz. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), enquanto no ensino presencial 42,3% dos estudantes que fizeram o Enade em 2017 não trabalhavam, 46,6% dos estudantes de EaD trabalhavam 40h por semana ou mais.

1ª OLIMPÍADAS SERRA 2018 (ETAPA PRAIA)

A

Brasileiros chegam à NASA Três estudantes de uma escola pública de Curitiba estão bem próximos aos engenheiros da NASA. Isso graças a uma única palavra: oportunidade. Após vencerem a etapa regional do campeonato Space Apps Challenge e se qualificarem no “Top 5” da etapa mundial na categoria Best Mission Concept, os jovens paranaenses, apoiados pelo Instituto Robert Bosch, embarcam no último dia 13 de outubro com destino à agência Espacial do Governo Federal dos Estados Unidos – responsável pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial – para vivenciarem de perto a rotina de trabalho de engenheiros, astronautas e pesquisadores. O JunoRadio, que foi analisado por engenheiros da NASA,

recebeu o primeiro lugar na competição Space Apps Challenge Curitiba, evento que reúne programadores, designers e outros profissionais de todo o mundo ligados ao desenvolvimento de softwares. Marcos Mateus Garrido de Mello, de 15 anos, Raul Guedes Carlesse, 15, e Jennifer Gabriela da Silva Jetka, 14, desenvolveram #JunoRadio - um dispositivo capaz de receber informações enviadas pelo satélite da NASA sobre focos de incêndio em tempo real, transformando os dados digitais em analógicos de forma que possam ser enviados para diversas emissoras AM espalhadas pelo país. O rádio funciona sem nenhum acesso à internet e pode ser transmitido para as áreas mais remotas.

Desejo de ser professor “Meu sonho mesmo é dar aula para o ensino médio, pode ser em escola estadual, municipal ou particular”, diz Lucas dos Anjos Castro, 16 anos, estudante do 2º ano do ensino médio da Escola Estadual Professor Botelho Reis, em Leopoldina, Minas Gerais. “Eu me vejo como professor, igual aos meus, na correria, rodando para lá e para cá, entrando em uma sala e outra. É

o que eu gosto”. O sonho com a carreira docente, como o de Castro, é cada vez mais raro. De acordo com levantamento feito pelo Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), com base nos dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) de 2015, apenas 3,3% dos estudantes brasileiros de 15 anos querem ser professores.


15 CORREIO CAPIXABA EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018 “O talento-vence jogos, mas, somente

Esporte

CORREIOCAPIXABA.COM

Trazendo as notícias mais importantes sobre o mundo dos esportes nacionais e internacionais. contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

Hum! Carnes variadas e fresquinhas, todos os dias, das 08 às 20h. Domingos, das 08 às13h.

27-2141.2373 27-99720.1323 AV. COPACABANA, 407 MORADA DE LARANJEIRAS

Sorteio dos grupos da Copa América

ASCOM/CBF

Está chegando a hora! A Copa América de 2019 vem se aproximando e o Comitê Organizador da competição anunciou No último dia 19 que o sorteio da fase de grupos será realizado no dia 24 de janeiro, às 20h30 (Horário de Brasília), na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. A decisão foi tomada durante a reunião do Conselho Extraordinário CONMEBOL e publicado no site da entidade. O evento decidirá as chaves da 46ª edição do torneio mais antigo entre as Seleções do mundo, que será disputada entre os dias 14 de junho até o dia 7 de julho. PROCEDIMENTOS Nos dias anteriores ao sorteio, 22 e 23 de janeiro, também na cidade sede do sor-

teio, será levado o Seminário das Equipes, com apresentação dos procedimentos que serão realizados no sorteio dos grupos. Temas como logística, segurança, transporte e acomodação serão abordados com os representantes de todos os países participantes. A Copa América de 2019 será disputada em cinco cidades-sede (Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo) com 12 seleções participantes. Em campo, nove títulos de Copa do Mundo FIFA reunidos e algumas grandes estrelas do futebol mundial. Além dos dez países sul-americanos membros da CONMEBOL (Brasil, Argentina, Bolivia, Chile, Colombia, Equador, Paraguai, Perú, Uruguai e Venezuela), Japão e Qatar foram convidados para participar da Copa América.

o trabalho em equipe permite ganhar campeonatos.” (Michael Jordan - NBA)

Desafios da política de esporte para o próximo presidente do Brasil ASCOM/CBF

O fomento ao esporte é um dever do Estado, de acordo com a Constituição Federal de 1988. Entretanto, seu lugar na política nacional tende a ser minoritário, se comparado com outras pastas ministeriais e funções orçamentárias. Isso inclui o período de preparação para os megaeventos esportivos realizados no país, a Copa do Mundo FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Ainda assim, os investimentos realizados nos últimos anos não podem ser ignorados. Conforme informações do portal “Transparência no Esporte”, da Universidade de Brasília, entre 2004 e 2017, o segmento do esporte contou com R$ 26 bilhões em recursos federais, a partir de várias fontes de financiamento: orçamento da União, repasses de loterias, benefícios tributários, patrocínios de empresas estatais, entre outros. Somente no ano de 2016, o investimento federal no segmento foi de R$ 4,38 bilhões, impulsionado, é claro, pelos investimentos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos (63% do orçamento total daquele ano). OS RECURSOS Os recursos para o esporte no Brasil têm algumas peculiaridades. Por exemplo, as diferentes fontes orçamentárias fazem com que o Poder Executivo, por meio do Ministério do Esporte, tenha limitado poder de

Oficina - Bikes - Peças - Acessórios

decisão, restrito aos recursos orçamentários. Em 2017, por exemplo, essa fonte representou 19% de todos os recursos federais do esporte, sendo o restante dividido entre isenções fiscais, recursos das loterias e patrocínio das estatais. Não por acaso, quando houve a proposição da Medida Provisória nº 871 em 2018, que propunha redirecionamento dos recursos de loterias e concursos prognósticos para o fundo de segurança pública, houve significativa mobilização contrária de setores esportivos. Apesar da manutenção de percentuais ao esporte, o impacto dessa alteração precisará ser avaliado nos próximos anos. POSSÍVEIS DEBATES A partir desse breve cenário, é possível imaginar alguns dos possíveis debates e decisões a serem tomadas pelo próximo Presidente da República, de acordo com as inclinações políticas e econômicas da nova equipe de governo: - A manutenção, redução ou eliminação das desonerações e isenções tributárias às entidades esportivas e recreativas, que representam quase R$ 0,5

AV. CIVIT, Nº 519 LARANJEIRAS SERRA - ES 27 3086.4894 27 99951.5508 / zenibike Frente ao H. Metropolitano

bilhão por ano, em um cenário de busca por aumento na arrecadação e de demanda de alguns setores por uma reforma fiscal; - A manutenção, redistribuição ou eliminação dos recursos das loterias e concursos prognósticos, que privilegiam majoritariamente instituições esportivas voltadas ao esporte de alto rendimento, que também se aproximam a R$ 0,5 bilhão por ano; - Usos ou desmontes das infraestruturas esportivas criadas para os megaeventos esportivos, cuja decisão deverá ser feita em conjunto com os governos estaduais, distrital e municipais, especialmente no Rio de Janeiro; - Parcerias e/ou estratégias para manutenção e utilização das infraestruturas esportivas e recreativas construídas nas cidades (investimentos da ordem de R$ 3,1 bilhões nos últimos 14 anos); - Prioridades dos programas federais esportivos, considerando os investimentos orçamentários e a perspectiva de prioridade ao esporte educacional pela Constituição Federal de 1988.

Uma jogada estratégica que vai deixar você de frente com o mais sólido Sistema de Ganhos do mercado.

Cadastre-se e saiba mais: https://loja.racco.com.br/vip/negocioeoportunidade


16

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 87 - OUTUBRO 2018

Giro Social

Ana Maria: Os eventos mais marcantes da sociedade capixaba e do mundo dos negócios passam por aqui. social@jornalcorreiocapixaba.com.br

CORREIOCAPIXABA.COM “A felicidade é como uma borboleta que, quando perseguida, parecerá inatingível. No entanto, se você for paciente, ela poderá pousar no seu ombro”. (Nathaniel Hawthorne, escritor)

Feliz Aniversário! “A vida é um milhão de novos começos movidos pelo desafio sempre novo de viver e fazer nosso sonho brilhar.” Layla Christine - 08/10 Coordenadora na InterMed Saúde. A jovem empreendedora, Dóris Akemi Akagi, é diretora franqueada do SUPERA de Serra/ES.

O 26º Prêmio Atualidade Cosmética acontecerá no dia 30 de outubro, no Teatro Bradesco, em São Paulo. O Prêmio instituiu o seu Hall da Fama, com a proposta de imortalizar os nomes que com o seu talento, coragem, trabalho e dedicação construíram a grandeza do mercado brasileiro de beleza. Este ano, os homenageados serão Gisela e Luiz Felipe Rauen, diretores da Racco Cosméticos. A 8ª edição do “Festival Sabores de Guarapari”, que acontecerá entre os dias 1º e 25 de novembro, apresentará a diversidade gastronômica da Cidade Saúde, que atende a todas as ocasiões e paladares. São 42 opções de pratos e espaços, do requinte ao pé na areia, que valorizará o setor, fortalecerá o Turismo Gastronômico, além de movimentar a economia local. O Prêmio Mérito Empresarial Serra 2018, que acontecerá no próximo dia 22 de novembro, às 20 horas, no Centro de Eventos Steffen, reconhecerá e homenageará os empresários que se destacaram durante o ano, nos segmentos de indústria, comércio e serviços, eleitos em votação dos associados da Associação dos Empresários de Serra (Ases). Informações e reservas pelos telefones: 27 3338.7476 / 3338.7293.

Douglas Lobo – 13/10 Especialista em Odontologia e Ortodontia.

Gerson Furlani na convenção da Wine, que aconteceu no Steffen Centro de Eventos, em comemoração aos 10 anos da empresa, com ninguém menos do que Bernardinho, ex-técnico da Seleção Brasileira de voleibol masculino por 16 anos e 7 títulos mundiais.

Iran Mendes -15/10 Diretor de Serviços no Hospital Metropolitano. Ana Lílian - 16/10 Psicóloga, em Laranjeiras, Serra. Fernanda Valadares – 18/10 Comunicação Corporativa na ArcelorMittal Tubarão. Janaína Dardengo – 25/10 Coordenadora Acadêmica no Emescam

Natércia Lopes – 29/10 Diva do canto Lírico internacional

Ex-moradora do Parque Residencial Laranjeiras e, com reconhecida experiência em gestão pedagógica, Adriana Morelato é a nova diretora do Colégio Americano de Laranjeiras.

CORREIO CAPIXABA  

Edição 87

CORREIO CAPIXABA  

Edição 87

Advertisement