Page 1

CIDADE novembro 2008

IRMÃOS CAMPANA Humberto e Fernando encantam o mundo com design 100% brasileiro

JARDIM DE VERÃO Moda em Punta, leitura de praia, Rio Summary, Arthur Casas, Patagônia e Côte D’Azur

06


shopping cidade jardim Tel. (11) 3323-3535


EDITORIAL / SUMÁRIO

Vem chegando o verão N PORTO DE PUNTA DEL LESTE

ovembro é um mês que nos faz pensar nas férias que estão chegando – e nos destinos que nos seduzem. Nesta edição, embarcamos para Punta del Este, cidade uruguaia que oferece alguns dos mais belos cenários da América Latina. Em seus arredores, repletos de belíssimas locações, em especial o Las Piedras, o novo empreendimento da JHSF e seu incrível visual, fotografamos o maravilhoso editorial de moda que você vê neste número. As novidades não param por aí. A cada dia melhor, o Shopping Cidade Jardim recebe novas lojas. As boas-vindas do mês são para a loja Ferragamo, pronta para seduzir as mulheres que acreditam que um par de sapatos é muito mais do que um simples acessório e para a mais famosa e tradicional doçaria paulistana, a Cristallo. E, quando o assunto é gastronomia, prepare-se para a inauguração do Due Cuochi, eleito como um dos melhores restaurantes da cidade. Quer mais? Um serviço ainda inédito está pronto para ajudar quem gosta de se vestir. Basta agendar horário com o concierge do shopping que as personal shoppers Katia Fridrich, Cris Gabrielli e Fernanda Resende, três fantásticas especialistas em moda, ajudarão você a escolher a roupa que mais combina com sua personalidade além de ajudar a escolher os melhores presentes de Natal. E já que o assunto é moda, o Cidade Jardim é lugar perfeito para desfrutar de alguns dos desfiles mais badalados da temporada. São Paulo não fica de fora. Depois do Rio Summer, o Shopping Cidade Jardim promove o Rio Summary, um desfile que vai reunir, no dia 25, as dez marcas do shopping que desfilaram no evento. Todas vão mostrar por que a moda praia brasileira é sucesso lá fora. Não só a moda. O design também, como você verá com nossos entrevistados de capa, os irmãos Campana. Num papo descontraído, Fernando e Humberto falam de seus quase 20 anos de estrada e da série de eventos de que participam e de homenagens que recebem mundo afora até o fim do ano. Que venha o verão! SHARON WEISSMAN BETING

LAS PIEDRAS

DIRETORA DO SHOPPING CIDADE JARDIM

JOSE IGNACIO

06

10. ENTREVISTA IRMÃOS CAMPANA 18. JARDIM Bolsa e leitura de praia, Patagônia, Côte D ’Azur e m uito m ais 48. MAPA Punta p or M ario Co hen 50. MODA CLÁSSICOS por J oão Ávila 54. AFINIDADES EL ETIVAS IMENSIDÃO A ZUL X M AMMA MIA! 56. MODA LAS P IEDRAS, P UNTA DEL E STE por D ebby Gram 70. POR D ENTRO DO SHOPPING Ferragamo, um passeio com as personal shoppers e festa no Dia das Crianças 86. CIDADE JARDIM POR... O mix eclético de Doris Bicudo EDITOR PA ULO L IMA DIRETOR E DITORIAL FERNANDO LU NA DIRETORA D E CRIAÇÃO C IÇA PINHEIRO DIRETOR D E N ÚCLEO TATO C OUTINHO EDITORA EXECUTIVA EVA JOORY CONSELHO EDITORIAL JOSÉ AURIEMO, SHARON WEISSMAN BETING, MARINA AURIEMO E CARLOS SARLI GERENTES EXECUTIVAS

LUANA ANNES E HELENA GUIMARÃES DIRETORA DE ARTE VANINA BATISTA DESIGNER MARINA GARCIA PRODUTORA EXECUTIVA PATRICIA FERREIRA PRODUÇÃO

LUIZA TOLEDO EDITORA ISABEL DE BARROS EDITORA CONTRIBUINTE KARLA SARQUIS PRODUÇÃO GRÁFICA WALMIR GRACIANO E MONICA YAMAMOTO PRODUTORA GRÁFICA JR. FLAVIA LEVORIN ASSISTENTE MARIANA PINHEIRO TRÁFEGO COMER CI ALLUCIANO ISHIZAWA PESQUISA DE IMAGENS ALDRIN FERRAZ

(COORDENAÇÃO), FERNANDO DE ALMEIDA, FERNANDA COBAIAXI E MARIANA ABRANTES (ASSISTENTES) COORDENADORA DE REVISÃO DANIELA LIMA REVISORAS CÁRITA NEGROMONTE, ECILA CIANNI E FERNANDA ALVARES TRADE E LOGÍSTICA DA NIELA BASILE ASSISTENTES DE TRADE ANA CHRISTINA CHAIB E DENISE FORESTIERI ANALISTA DE LOGÍSTICA J ÉSSICA PANAZZOLO ASSISTENTE DE LOGÍSTICA E ASSINATURAS CAMILLA GARCIA COLABORARAM NESTA EDIÇÃO T EXTO CESAR G IOBBI, G LÓRIA K ALIL, H ELENA M ONTANARINI, LUCIANO H UCK, M ARIA H ELENA E STRADA E WALDICK J ATOBÁ FOTOGRAFIA ADI LEITE, ANA OTTONI, ANCAR BARCALLA, DANIELA TOVIANSKY, DEBBY GRAM, ED VIGGIANI, EDU DELFIM, FELIPE REIS, JOÃO ÁVILA, LIA LUBAMBO, LUCIANO HUCK, MARLOS BAKKER, NELSON PEIXOTO, REGINA DE GRAMMONT, RENATO PIZZUTTO, RICARDO CORREA E ROGÉRIO MIRANDA PRODUÇÃO DE STILL ALEXANDRE BREVE ILUSTRAÇÃO FILIPE JARDIM STYLIST PAULA LANG E TINA KULGEMAS TRATAMENTO DE IMAGEM STUDIO PHOTOUCH (CAPA E MODA) DEPARTAMENTO COMERCIAL TRIP TEL ( 11) 2 244-8741 DIRETOR COMERCIAL ROGÉRIO DE BARROS ROCHA ROGERIO@TRIP.COM.BR GERENTE COMERCIAL ANA CAMARGO ACAMARGO@TRIP.COM.BR EXECUTIVAS DE CONTAS LILIAN BARROS E LUCIANA CALDERARO ASSISTENTE COMERCIAL VANESSA SOARES

PROJETOS ESPECIAIS ANA PAULA WEBHA PUBLICIDADE SHOPPING CIDADE JARDIM LUANA ANNES TEL. (11) 3552-1000 PRÉ-IMPRESSÃO ARIZONA IMPRESSÃO

IBEP GRÁFICA A REVISTA CIDADE É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DA TRIP EDITORA E PROPAGANDA S.A. ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: RUA CÔNEGO EUGÊNIO LEITE, 767 – CEP 05414-012

CAPA FOTO ANA OTTONI; PRODUÇÃO ALEXANDRE BREVE ERRATA NA MODA DESEJO (ED 5), O PREÇO DA RASTEIRA CONSTANÇA BASTO É R$ 168


São Paulo Shopping Iguatemi tel. 11 3031 4771 • Shopping Cidade Jardim tel. 11 3552 4102 Rua Haddock Lobo 1.682 tel. 11 3062 1881 • Villa Daslu tel. 11 3845 3750 Rio de Janeiro Shopping Leblon tel. 21 2422 3757 www.zegna.com


ENTREVISTA

RAZÃO E SENSIBILIDADE Com quase 20 anos de carreira, os irmãos Campana seguem seduzindo o mundo com seu design made in Brazil e um trabalho com materiais nunca antes imaginados pela indústria de móveis POR WALDICK JATOBÁ E EVA JOORY FOTOS ANA OTTONI


OS IRMÃOS FERNANDO (DE PÉ) E HUMBERTO EM BUSCA DA RIQUEZA DA CULTURA POPULAR


ENTREVISTA

ENTRE A ASPEREZA DAS LASCAS

árvore podada na esquina de casa.

DE MADEIRA DA CADEIRA FAVELA

“Sempre tivemos admiração pelas

E A PLASTICIDADE DOS BICHOS DE

obras dos modernistas Mário de

PELÚCIA DA POLTRONA BANQUETE,

Andrade e Flávio de Carvalho,

A OBRA DOS IRMÃOS HUMBERTO

criadores que recusaram qual-

E FERNANDO CAMPANA GANHOU

quer colonialismo cultural”, diz

FORÇA NO MUNDO GRAÇAS A UM

Humberto, mapeando parte das

A partir

influências da dupla, que tem

de um impulso antropofágico,

uma de suas criações, o painel

as peças que levam a assinatu-

Zig Zag, exposta no Cidade Jardim

ra Campana absorvem de tudo

(veja box à pàg. 13). “O Brasil não

um pouco, incorporando de ele-

é de forma alguma um país mini-

mentos do artesanato aos mais

malista, racional. Pelo contrário,

diversos objetos e materiais, en-

ele é imperfeito, caótico, barroco.

contrados em feiras, camelôs, e

Queremos fazer um retrato do

casas de umbanda, aos pés de uma

que está ao nosso redor.”

DNA 100% BRASILEIRO.

Ú TRANSROCK

SUSHI

FAVELA

BANQUETE

nicos brasileiros a merecerem uma retrospectiva dedicada a sua obra no MoMA – mostra organizada em 1998 pela curadora de design e arquitetura do prestigioso museu de arte moderna de Nova York, a italiana Paola Antonelli –, a dupla de criadores conseguiu chamar a atenção para uma questão central do design nacional, muitas vezes deixada em segundo plano. Com um restrito circuito de exposições a abrir espaço para novos talentos e para o mercado de objetos de natureza utilitária, a indústria acaba investindo pouco em criações assinadas porque o conteúdo artístico encarece demais a peça. Mesmo com uma produção em pequena escala, os irmãos se orgulham de ter criado uma marca, reconhecida em qualquer canto do mundo onde caiba um móvel ou uma poltrona. “Sem querermos soar pretensiosos, criamos uma ‘escola’ projetual Campana baseada na celebração da simplicidade e da transformação. Acho que somos um pouco alquimistas. A força do nosso trabalho é a contaminação”, define Humberto.

Fontes de influência de outros jovens talentos de renome internacional, como o grupo sueco Front Design, a brasileira radicada na Suíça Tete Knetchk e o artista suíço Adrian Rovero, Humberto e Fernando são hoje apontados pela crítica especializada como os designers de maior criatividade neste início do século XXI. Não por acaso, o bate-papo com Waldick Jatobá foi marcado na véspera do embarque deles para Londres, onde iniciariam uma intensa maratona de contaminação. Durante a Frieze, a concorrida feira de arte contemporânea da capital inglesa, apresentariam oficialmente o projeto de um novo hotel em Atenas, na Grécia, da cadeia Yes, do superempresário e colecionador Dakis Joannou. Com inauguração prevista para o segundo semestre de 2009, o prédio dos anos 1960 do velho Olympic Palace será renovado pela dupla, à maneira de Philippe Starck, em seu primeiro trabalho do gênero em mais de 20 anos de carreira. Em seguida, voariam para Paris, onde lançariam uma fruteira feita de braços e pernas de bonecas, produzida em edição limitadíssima pela famosa fábrica de por-


2

1

3

4

FOTOS ANA OTTONI (1), ZUMA PRESS / GRUPO KEYSTONE (2), DIVULGAÇÃO (3); REGINA DE GRAMMONT (4); EDUARDO KNAPP/FOLHA IMAGEM (5)

5

celana francesa Bernardaud. Em dezembro, aterrissam em Miami, onde recebem o título de Designer of the Year, concedido pela Miami Design Fair. Da Flórida, esticarão até Nova York para assistir, no teatro do museu Guggenheim, à estréia do clássico musical Pedro e o Lobo, do russo Sergei Prokofiev (1891-1956), em espetáculo com cenografia assinada por eles. Driblando convites que já os levaram para palestras de Moscou a Sydney, fecharão o ano com a finalização do projeto de catálogo raisonné, um detalhado levantamento sobre sua obra completa, cuidado dedicado até agora a apenas outro artista brasileiro, o modernista Cândido Portinari (1903-1962). “Não sabíamos que era tão raro assim”, diverte-se Humberto.

CIDADE O que move vocês nessa paixão pelo design? HUMBERTO É a possibilidade de comunicação com as pessoas de um outro modo, de pertencer a seus universos. O reconhecimento do nosso trabalho vem justamente dessa nossa investigação sobre alguns aspectos do Brasil contemporâneo

quase intocados pela globalização. Quando começamos, era muito claro para nós, e ainda é, que queríamos fazer um retrato do que está ao nosso redor, que não queríamos ser o que não somos. Procuramos potencializar ao máximo em nosso trabalho a riqueza da cultura popular brasileira. Quais são as principais fontes de influência de vocês? FERNANDO Eu peguei a transição pop dos anos 1970. Eu sou superpop, da geração da televisão. Adorava filmes e histórias de ficção científica, como Viagem ao Centro da Terra, o universo dos livros de Julio Verne. HUMBERTO Até o fim da década de 1980, não tínhamos tanto essa preocupação. Foi só quando começamos a merecer uma certa atenção da crítica especializada italiana que passamos a elaborar nossa personalidade artística. Um jornalista, Marco Romanelli, uma vez nos falou: “É, o trabalho de vocês é superlegal, interessante, mas vocês têm de conectá-lo melhor com a alma. A produção industrial não sobrevive sem a alma do criador”. Hoje buscamos per-

manentemente criar esse choque entre esses dois elementos quase contraditórios, o industrial e o artesanal. FERNANDO Pensávamos: como vamos criar nossos objetos e achar alguém para fazer a parte industrial? Tempos depois recebemos o primeiro grande convite da Edra [fábrica italiana de móveis com design assinado]. Começamos então a testar a possibilidade de uma maior aproximação com a indústria, de saber fazer essa passagem. Nesse ponto, ajudou muito o nosso conhecimento prévio das possibilidades de uso dos materiais. HUMBERTO Encontramos uma afinidade muito grande com eles. Nosso design é encarado como uma espécie de artesanato pela Edra. Ela se diferencia das outras empresas de design justamente por trazer esse lado mais humano e mais conceitual para o design. Quando chegamos à Itália em 1998, era a época do neominimalismo e da produção em série computadorizada. Estávamos na contramão. É mais difícil ser designer no Brasil do que na Europa ou nos Estados Unidos,

1. NO A TELIÊ E M S ÃO

PAULO

2. E M LO NDRES,

EM 2007, P REPARANDO I NSTALAÇÃO NO J ARDIM DO V&A MUSEUM

3. FIGURINOS E CENÁRIO

PARA A Ó PERA PEDRO E O LO BO M ONTADA E M

13

NOVA YORK

4. ZIG ZAG, O BRA E XPOSTA N O C I5. EM 1995 OS IRMÃOS EXIBEM A

DADE JARDIM

CADEIRA F EITA C OM PLÁSTICO B OLHA NA EXPOSIÇÃO “ENTRE OBJETOS”


ENTREVISTA

OS IRMÃOS NO APARTAMENTO DE FERNANDO: O MELHOR CENÁRIO PARA SUAS OBRAS


com um mercado e circuito de exposições mais fortes? fi fifi fififififi É uma profissão difícil e complicada em qualquer país do mundo. Penso que o mais importante para um jovem criador é não correr atrás das tendências que se anunciam sem fazer um mergulho profundo em sua alma, para extrair o que ela tem de mais puro. Só assim é possível transformar o mundo, os conteúdos, os materiais com originalidade.

TRATAMENTO DE IMAGEM PHOTOUCH; PRODUÇÃO ALEXANDRE BREVE

Como é o processo de criação? Quando vocês perceberam que seriam designers, que trabalhariam juntos? fififi fififififi Desde a nossa infância e adolescência em Brotas [no interior de São Paulo], sempre fomos muito amigos um do outro. A nossa parceria vem desse tempo quando brincávamos juntos no quintal de casa. Continuamos brincando até hoje. E brigando muito também [risos]. fififififi fi fi fi Brigávamos... [risos]. fi fi fi fififififi A gente ainda briga! Às vezes a gente se pega mesmo. Mas o importante é o respeito que temos um pelo outro, pelo espaço do outro, pelo tempo do outro. Penso que o design veio ao nosso encontro gradualmente. Comecei a pensar que queria ser escultor quando decidi deixar a faculdade de direito da USP. Durante o curso de arquitetura, Fernando foi, passo a passo, dando função às formas que criava em minhas esculturas. Foi um processo lento que requereu principalmente um aprendizado sobre os materiais, sobre funcionalidade, usabilidade, conforto. E como se deu esse aprendizado sobre as possibilidades dos materiais? fififi fififififi Isso funciona como uma transposição: quando não temos um material, procuramos algo semelhante ou o que melhor o represente. Uma vez, por exemplo, quisemos fazer uma cadeira com plástico. Mas não tínhamos dinheiro para comprar nem as ferramentas nem o material. E muito menos havia empresas interessadas em investir em nós. Compramos então mangueiras de regar jardim [usadas na cadeira Anemona]. Nossas

idéias nascem assim. E, nesse aspecto, acho que São Paulo nos ajuda, porque aqui tem de tudo. São Paulo é como um mercado persa. Tem desde lojinhas que vendem vassouras de piaçava na calçada até brechós e camelôs, casas de umbanda e cabeleireiros... fififififi fi fifi Uma cortina de um cabeleireiro toda de renda, por exemplo, é uma fonte de inspiração, claro, porque ajuda a pensar na desmaterialização. Foi assim com uma peça de vime que criamos recentemente para a exposição “Second Nature”, que está na Fundação Miyake [do estilista Issey Miyake], no Japão. A peça pedia um outro elemento agregado e eu não sabia o que colocar. Um dia cortaram uma árvore aqui perto do ateliê em Santa Cecília, São Paulo, e recolhemos todos os galhos. Resultado: costuramos tudo junto com a peça. Como funciona a divisão do trabalho entre vocês? fififififi fi fi fi O trabalho da pesquisa do material vem do Humberto. Eu me considero artista, mas acho que ele tem mais a alma transformadora do artista do que eu. Eu vivo mais o lado da produção. Sou mais racional. Minha formação começou quando o curso de arquitetura ainda tinha urbanismo, moda, paisagismo. Você desenhava um prédio, um hospital, mas ainda tinha de criar um uniforme, um jardim. fi fi fi fififififi Do que mais gosto é do tempo que se leva para fazer uma peça. Acho que sou um alquimista. Gosto do processo de transformação. Hoje essa parceria é mais fácil? fififififi fi fi fi Quando se trabalha em dupla, é preciso fazer concessões. Tenho que fazer do jeito dele, ele tem que fazer do meu. Não dá para cada um fazer o trabalho no seu tempo. Eu sou mais lento, ele é mais rápido. Essa é a diferença. Um precisa respeitar o outro, adaptar-se ao outro. É isso que nos dá confiança. Esse é um processo de criação diário? fififi fififififi Eu exijo de mim um exercício constante de produção. Para mim, é

fififififififififififififififififififififififi POR fififi fifi fifififififi fi fififififififi fi DIRETORA DA REVISTA ARC DESIGN fifififififififi fifififififififififififififififi fifififififififi

fififififififififififififififififififififififififififi fifififififififi

fififififi fifififififi fififififififififi fifififi fififififi fififififi fififififififififififis fififififififi fifififi fififi fififififififififi fifi fififi fifififififi fififififififififififi fififi fifififififififi

fififififififififififififififififififififififififififififififififi

fififififififififififififififififififififififififi fififififififi

fifififififififi fififififififififififififi fifififififififififififififi

fifififififififififififififi fififififififi fififififififi

fifififififififi fififi fifi fifififi fififififififififififififififi fifififi

fififififi fififififififififififififififififififififi fifi fififififififififi fifififififi fififififififi fififififififififififi fififififififififi fififi fififififififififififififififi fififififififififififi fifififififi fifififififififififififififififififi fifififififififi fififififififi fififififififififi fifififififififififififififififififififififififi fififififififififififififi fififififififififififi fififi fififififififififi fififififififififififififififififififififififi

fi fifififififififififififififififififi fifififififififi

fififififififififififififififififi fi fifififififififi fififififififififi fifi fififififi fifi fififififi fififififififi fififififififififi fififi fifi fififififififififififififififififififififififififififi fi fififififififififi fififififififi fifififififififififi fifififi fifififi fifififi fififi fifififififi fififififififififi fifi fifififififififififififi fi fifififififififififififififififi fififi fifififi fifififififififififififi

fififififififififififi fififififififififififififififififififififi fififififififififi

fifififififififififififi fifi fifififififififififi fifififififififififi

fififififififififi fififi fififififi fi fififi fififififififififififi

fifififififififififififififi fifififififififififi fifififififififififififififififififififififi fififififififi fifi fifififi fifififififififififififi

fififififififi fifififififififififififififi fifififififififififififififififi fififififififififififi fififififi fififififififi fifi fififififififififififi

fififi fififififififififififi fifififi fififififififi fifififififififififififi

fififi fifififififififififififififi fififififififififi fififi fififi fifi fififi fififififififififi fi fifi fififififi

fififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififi

fifififififi fififififififi fifififififififi fiflfififififififififi fifififi fififififififi fififi fififififififififififififi fi fififififififififififi

fififi fifififififififififififififi fififififi fifififififififi

fifififififififififififififi fififi fifififififififififififi fififi fi

fifififi fififififi fi fififi fififi fifififififififififififi fifi fififififififififififififi fififififififi

uma forma de não envelhecer. Tenho 55 anos. Como não gosto de fazer palavras cruzadas, digo para mim mesmo: “Vou criar”. É uma forma de fazer a minha mente funcionar. fififififi fi fifi O processo tem uma continuidade, mas nossa parceria com o Salão do Móvel de Milão e com a Edra prevê uma nova idéia, um produto novo a cada ano. Alguma exposição em vista? fififi fififififi Em março do ano que vem lançaremos o catálogo raisonné de nossa obra em uma mostra no museu da fábrica de móveis Vitra, em Basel, na fronteira da Suíça com a Alemanha. Depois de lá, a exposição vai percorrer o mundo ao longo de cinco anos. O Brasil está incluído no roteiro? fi fi fi fififififi Não está. Por enquanto, somente a Argentina, no Malba, o Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires, e o Chile.

15


ANA MARIA CARVALHO PINTO

1

FLAVIA GOLDFARB

2

18

ELIANA TRANCHESI

3

Por dentro da

BOLSA DE PRAIA Quem disse que basta biquíni, protetor solar, chapéu e toalha para ir à praia? À beira-mar, estilo também é fundamental. Três convidadas contam o que não pode faltar em suas sacolas

1. ANA MARIA CARVALHO PINTO, EMPRESÁRIA

“Geralmente, levo duas bolsas à praia. Uma, a da Frida Kahlo [na foto], só para revistas e livros. Adoro ler na areia. Esta geralmente é meu namorado que carrega – ela é bem pesada. Já a outra bolsa tem protetores com vários fatores e também óculos escuros, óculos de grau, chapéu, garrafa de água, Aspirina, chiclete, dinheiro, escova de cabelo, pente e uma camiseta extra, caso eu saia direto para um almoço. No fim, é sempre bom, a praia inteira faz uso do que levo nas minhas bolsas. Não vivo sem saber que tenho qualquer coisa de que precisar.”

2. FLAVIA GOLDFARB, ESTILISTA

“Minha bolsa de praia está sempre cheia de coisas que não podem faltar durante o dia à beira-mar. Os básicos: protetor solar para o rosto e para o corpo, boné, pente de madeira, prendedor de cabelo, água termal para borrifar no rosto, água mineral para hidratar e um vestidinho da minha marca, a FG, essencial para eu colocar quando estiver indo embora. Também levo revistas com o melhor dos desfiles internacionais e, dependendo da praia onde eu estiver, uma máquina fotográfica.”

3. ELIANA TRANCHESI, EMPRESÁRIA

“Não vou à praia sem estes itens: um espelho, sempre, pente, tiaras da Daslu, água mineral, um bom livro, iPod da Roberta Eluf, a nossa DJ, e muitos óculos coloridos da 284. E mais um monte de produtos de beleza: creme Nívea, protetor labial, Avène 50 para o rosto e dois produtos para proteger o cabelo do sol, Micro-Voile Protecteur e Gelée Aqua-proof, ambos da linha Kérastase Soleil.”

1. RICARDO CORREA; 2. MARLUS BAKKER; 3. ADI LEITE

JARDIM

As dicas da Côte D’Azur por Washington Olivetto, os desfiles do Rio Summary no Shopping Cidade Jardim, uma viagem pela Patagônia, o que ler na praia...


19

JARDIM Olhar de criador O arquiteto Arthur Casas indica livros sobre dois assuntos de seu interesse: arquitetura e decoração

FOTO ANCAR BARCALLA

FOTOS DIVULGAÇÃO

M

ARTHUR CASAS

oderno, contemporâneo, básico. É assim que se define o arquiteto paulistano Arthur Casas, responsável pelos projetos do Shopping Cidade Jardim e do spa que abre em breve no quinto piso. Valeria mais um qualitativo: internacional. Afinal, seus projetos são conhecidos de São Paulo (hotel Emiliano, loja Huis Clos, restaurante Kosushi do Shopping Cidade Jardim) ao Japão (loja do estilista Alexandre Herchcovitch), passando por Nova York, onde há dez anos mantém uma filial de seu escritório. “Preciso de um estímulo na hora de criar, mas não me preocupo com tendências”, diz. Arthur é adepto da vida simples e, nessas horas, acredita e aposta na tecnologia. Sem falar nos bons livros, outra de suas paixões. Aqui ele dá suas dicas para uma boa leitura.

QUANDO O BRASIL

MAISON –

CHINA’S NEW DAWN:

ERA MODERNO*

CHRISTIAN LIAIGRE*

AN ARCHITECTURAL

DE LAURO

DE CHRISTIAN

TRANSFORMATION*

CAVALCANTI

LIAIGRE

DE LAYLA DAWSON

OUTROS HOME DELIVERY: FABRICATING THE MODERN DWELLING, DA EXPOSIÇÃO DO MOMA GRANDES NOMES DA ARQUITETURA E DA DECORAÇÃO, DE ANDRÉE PUTMAN *À VENDA NA LIVRARIA DA VILA DO SHOPPING CIDADE JARDIM

GLÓRIA KALIL COMENTA:

O quimono ou como detectar um homem elegante

ESTOU E M P LENO CORREDOR DE UM C HIQUÉRRIMO HOTEL EM NOVA YORK QUANDO A PORTA DE UM DOS QUARTOS SE ABRE E UM HOMEM, ENROLADO EM UMA TOALHA DE ROSTO Q UE MAL COBRE UM T ERÇO DA SUA BARRIGA, T ENTA APANHAR UM E NVELOPE

O susto que leva ao deparar comigo é tamanho que faz com que ele solte a toalha enquanto bate a porta o mais rápido que consegue. Não o suficiente para que eu não tenha tido tempo de ver o seu rechonchudo corpinho, nu como veio ao mundo. O vexame não terminou aí: no dia seguinte teve que amargar mais um encontro comigo, só que desta vez no lobby e de terno e gravata, o que não diminuiu em nada o seu constrangimento. São muitas as pistas para reconhecer um homem elegante (além de boa educação, cultura, humor e finesse, é claro): a qualidade dos sapatos, a escolha das gravatas, o cuidado com as unhas das mãos e dos pés, o tom certo do azul-marinho do blazer e o roupão que usa (ou não usa) ao se deslocar pela

FOTO DANJAQ/EON/UA/THE KOBAL COLLECTION

DEIXADO NO CHÃO.

casa ou pelo quarto dos hotéis. Este último item é o menos falado por exigir – para um julgamento completo – um conhecimento mais íntimo desse homem. Mas não é menos importante. Sempre digo para alguma amiga que vai pela primeira vez a casa de um pretendente: olhe atrás da porta do banheiro e veja como é o roupão dele. É decente ou é um pavor atoalhado, de cor e forma indefinidas? Se for, aproveite enquanto é tempo e suma. Roupão velho e maltratado significa: homem dependente de providências maternas para sua sobrevivência. Pode ter a certeza de que o robe horroroso que você viu foi dado pela mãe muitos anos atrás e usado sem tréguas (e sem sinal de lavanderia) desde então. Em compensação, conheço um homem que conquistou sem muito esforço uma mulher famosa, linda e refinada só porque ela avistou um chiquérrimo quimono de algodão estampado de azul e branco em cima de uma cadeira no quarto dele (até hoje ele acha que foi seu charme pessoal e sua lábia que lavraram o tento). Quimonos são práticos, modernos e elegantes, além de ocuparem pouquíssimo lugar na mala. Nada justifica, portanto, o indigno recurso de se enrolar numa toalhinha para circular

pela casa ou a cada vez que, num hotel, tiver que chamar uma camareira para arrumar o quarto ou pedir uma comidinha para o room service. Homem elegante se reconhece de longe. E de muito perto também.

SEAN CONNERY: JAMES BOND VERSÃO QUIMONO


20

JARDIM

LUCIANO HUCK FOTOGRAFA: Os samburus, o milenar povo do Quênia, na África PESSOAS DESEMBARCARAM N O CONTINENTE A FRICANO PARA CAÇAR ESPÉCIES SELVAGENS DA REGIÃO, E, COM ISSO, PRATICAMENTE EXTERMINAR ALGUMAS DELAS E COLOCAR OUTRAS EM RISCO DE EXTINÇÃO.

Elefante, leão, leopardo, rinoceronte e búfalo eram o troféu máximo de um grande safári. Com a conscientização das sociedades e governos, na discussão da preservação e do equilíbrio do ecossistema global nas últimas décadas, muitas políticas de preservação foram implementadas com efeitos relativamente positivos e muitos hábitos foram mudados, como, por exemplo, trocar as espingardas por câmeras fotográficas em safáris pelo continente africano. Em Loisaba, no norte do Quênia, milhares de zebras, impalas e várias espécies de aves estão livres na natureza, ao alcance das lentes fotográficas. Um leão pode estar mais perto do que se imagina. A segurança para explorar a savana e se

MULHERES DA TRIBO SAMBURU

aproximar dos animais selvagens no safári fotográfico só é possível graças aos guias: autênticos guerreiros da tribo samburu. Os samburus são um povo nômade, que vive em pequenas tribos no meio das savanas, sem luz elétrica. E carregam tradições milenares. Entre os 14 e 18 anos, os meninos da tribo devem se transformar em guerreiros. Eles são circuncizados numa cerimônia coletiva e depois expulsos da tribo por um mês. Nesse período, se alimentam de raízes, caçam pequenos animais, arrumam um lugar seguro para dormir, sem ajuda nem proteção de ninguém. Na volta são recebidos com festa pela tribo e se tornam guerreiros de verdade. A tradição é bem mais cruel com as meninas. Uma semana antes do casamento, é retirado o clitóris. As meninas a partir dos 12 anos já são consideradas prontas para casar. Essa autêntica mutilação ainda gera enorme polêmica nas entidades humanitárias e de defesa dos direitos da mulher.

O governo do Quênia criou uma lei que proíbe essa prática, mas o controle é extremamente difícil. É inacreditável que em pleno século XXI, era da globalização e da defesa dos diretos humanos, uma atrocidade como essa seja uma prática comum, mesmo que seja nas áreas mais longínquas da África. Uma vergonha. Uma violência. Crueldades à parte, a verdade é que os samburus são um povo milenar que luta para não perder suas raízes, mas aos poucos incorpora conhecimentos que podem melhorar sua qualidade de vida. A preservação dessas tribos e a maneira como elas se relacionam com a natureza também são importantes para a preservação dos animais e das terras que habitam.

FOTO LUCIANO HUCK

DURANTE B OA PARTE D O SÉCULO X X, MI LHARES DE


Como todo velejador profissional sabe, é possível perder ou ganhar uma regata antes mesmo da largada. Por isso, o Rolex Yacht-Master II possui uma função de contagem regressiva, regulável de acordo com as seqüências de partida de cada regata. Chegar em primeiro lugar em uma regata depende apenas de você e de sua tripulação. ROLEX.COM

CIDADE JARDIM: (0xx11) 3758-4960

IGUATEMI: (0xx11) 3812-5900

CENTER NORTE: (0xx11) 2252-2341


22

JARDIM

Dose dupla

Conhecidos como um dos casais mais apaixonados do circuito paulistano, Sabrina Gasperin e Ara Vartanian reservaram um dia para um giro pelo Cidade Jardim. Veja as escolhas da dupla

VESTIDO

LIVRO THE BEATLES

REINALDO

LYRICS LIVRARIA

LOURENÇO R$ 1.972

DA VILA R$ 93

SABRINA GASPERIN MODELO

BLACKBERRY 3G BOLD SORVETE DE TANGERINA

TIM R$ 2.279 NO PLANO

E MORANGO MIL FRUTAS R$ 14

TIM BRASIL 400

A primeira parada de Sabrina foi na loja Reinaldo Lourenço. “Estou de olho num vestido laranja”, diz. O novo BlackBerry 3G da Tim é outro objeto de desejo da modelo. Em sua passagem pela Livraria da Vila, ela levou de presente para o namorado o livro The Beatles Lyrics. No fim, Sabrina se deliciou com um sorvete da Mil Frutas.

BERMUDA OSKLEN R$ 227

CAIXA DE TRUFAS

CAIXA DE SOM PARA IPOD ICLUB R$ 3.990

ARA VARTANIAN JOALHEIRO

CAMISETA DASLU HOMEM R$ 298

Ara Vartanian foi à Daslu Homem para comprar uma camiseta básica. Na Osklen, escolheu uma bermuda cargo. O joalheiro passou na iClub e levou para casa uma caixa de som para seu iPod e uma caixa de chocolates trufados da Chocolat Du Jour para Sabrina.

FOTOS ED VIGGIANI; STILL FELIPE REIS

CHOCOLAT DU JOUR R$ 104


COMING SOON Shopping Cidade Jardim


24

JARDIM

FAZENDA BOA VISTA JHSF

Refúgio no campo Localizada em Porto Feliz, a Fazenda Boa Vista é o ambiente perfeito para relaxar, sair da rotina e aproveitar a paz do campo

2

RESIDÊNCIAS DE 600 A 1.500 M PROJETADAS PELOS MAIS RENOMADOS ARQUITETOS BRASILEIROS

ESTÂNCIAS A PARTIR DE 20 MIL M

2


25

JARDIM

A FAZENDA BOA VISTA ESTÁ LOCALIZADA A MENOS DE 100 QUILÔMETROS DE SÃO PAULO

FOTOS DIVULGAÇÃO

DOIS CAMPOS DE GOLFE COM 18 BURACOS CADA. UM DELES ASSINADO POR ARNOLD PALMER DESIGN CO., O PRIMEIRO CHAMPIONSHIP GOLF COURSE DA AMÉRICA DO SUL


26

fifififi fifi 1 EGOTRIP fi fi fifi fifi fi fifififififi fifi fifififi

DIAS DE LUZ Vencedor de 48 Leões no Festival de Cannes, o publicitário Washington Olivetto conhece como ninguém a Côte D’Azur. Habitué das famosas praias da região desde 1974, ano em que ganhou seu primeiro prêmio – aliás, o primeiro Leão de Ouro da publicidade brasileira –, Olivetto tem as melhores dicas para quem vai passar férias nesse trecho da costa francesa. Anote tudo no seu caderno de viagens e aproveite

1. HOTEL BELLES RIVES <www.bellesrives.com> fi fifififififififififififififi 3

3

fififififififififififififififififififififi fi fifififififififififififififififififififififififififififififi fi fifififififi fifififi fififififi fifififififififi fifififififi fifififififififififififififififi fififi fififififififi fififififififififififififififififififififififififififi fifi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififififififififififi fifi fifififififififififififififififififififififififi fififi

fifififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fifififififififififififi fififi fififififififififififififififi fififififififififififififififififi fifififififififififi fififififififi fifi fifififififififififififififififi fifififififififififififi fifififififi fififififififi fifififififififififififififififififi fififififififififififi fififififififififi fifififififi fififififififififififi fifififififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififi fifififififififififififififififi fifififififi

3.PASSEIO fi fifi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififififi fi fifi fififi fi fififififi fifififififififi fifi fififi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fifififi

4.

CENERI <http://pagesperso-orange.fr/ceneri/>fifi fifi fififififififififififififi fifififififififififififi fifififififififififififififi fifififififififififi fififififi fifififififi fififififififi fifififififififififi fifififi fififififififififififififififififififififi fififififififififififi fifififififififi fifififififi fififififififififi fififififi fififififi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fifififififififififififi fifi fifi fififififi fi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififififififififififi fi fifififififififififififi fi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi

5

5.BACON Tel.: 33-4-9361-5002fififififififififififififififififififififififififififififififi

fifififi fifififififififi fifififififififififififi fifififi fifi fifififififi fifi fififififififififififififififififififififififififififififi fififi fifififi fifififififififififififi fifi fififififififififififififififififififi fififififififififififififififififi fifi fifififififi fifi fififi fififififififififififififififififififififififififi fififififififififififi fififififififififififififififififi fififififififififififi fififififififififififififi fififififififififififififififi fififififi fififififififififi fifififififififififififififi fifififififififififififi

7

8

6.LA MERENDAfifififififififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififififififififififi

fififififififififififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififififififififififififi fififififififififi fi fififififififififi fififififififi fifififififi fifififififififififi fifififififi fififi fifififififififififififi fififi fifififififififi fififi fififififififi fifi fifififififififififififififififi fifififififififififififififififififififi fifi fififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififi fififififififi fifififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififi fifififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififififi fififififififififififififi fi fifififififififi fifififififififi

7.FONDATION MAEGHT <www.fondation-maeght.com>fififififififififififi

fifififififififififififi fififififififi fi fifififififififififififi fi fifififififififififi fifififififififififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fififi fififififififififififififififififififififififififi fi fififififi fifififififififi fifififififififi fififififififi fifififififififififififififi fifififififififififi

8.

LA BASTIDE SAINT-ANTOINE Tel.: 33-4-9370-9494fifififififi fifi fifififififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififi fififififififififi fifififififififi fifi fififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififi fifi fififi fififi fifififififififififififififi fififififififififi fififififififififi fifi fififi fifififififi fififififi fififififififi

fifi fifi fififififififi fififififififififififi fifififififififififififififi fifififi fifififififi fifififififi fifififififififi fi fifi fifi fi fififi fifififi fififififi fififififififi fififififi fi fififififififififififi fi fifififi fifififififififi fifi fifififi fififififi fifi fififififififififififififi fi fifi fi fififi fifififi fifi fi fifi fififififififi fi fififi fififififi fifififififififi fififififi fi fififi fifi fi fififi fifi fifififififi fi fififififififififififi fififififififi fi fififi fi fifififi fifififififi fifififififi fifififififififififi fifififififi fififififififi fi fi fifi fifi fififififififi fifi fififi fififififi fi fi fififi fi fifi fifi fi fifi fi fififififi fifififi fi

2.TETOU Tel.: 33-4-9363-1677fifififi fifififififi fifififififififififififififififififififi


28

JARDIM

LOUCOS

por leitura de praia

NOIA CAROLINA, DESIGNER DE JÓIAS

“Levaria A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak. É uma ficção, mas retrata bem uma época que me interessa, que é a da Segunda Guerra Mundial. É na praia que eu tenho tempo de ler com mais calma.”

Sombra, o barulho do mar, a brisa soprando e um bom livro. Cinco personalidades que não hesitariam em marcar a página com palito de picolé indicam uma boa leitura de verão FOTOS LIA LUBAMBO

SERGIO KALIL, EMPRESÁRIO

“Quero muito ler Cidade do Sol, de Khaled Hosseini, mesmo autor de O Caçador de Pipas, que adorei. Algumas pessoas acham o livro triste, mas, neste momento, qualquer leitura que não seja sobre a realidade econômica é ótima.”

SERGIO SACCHI, EMPRESÁRIO

RENATA KLEM, MODELO

CARINA DUEK, ESTILISTA

“Shipwreck at the Bottom of the World, de Jennifer Armstrong. O livro conta a verídica viagem do Capitão Shakelton à Antártida, em 1914. Vou ler também Meditação Transcendental e Saúde, de Wolfgang Schachinger e Ernst Schrott.”

“Marley e eu, de John Crogan. A história gira em torno de um casal que compra um labrador chamado Marley que nunca soube se comportar. É um livro simples e uma leitura fácil. Ideal para a praia porque é muito relaxante.”

“A Casa das Belas Adormecidas, de Yasunari Kawabata. O livro é muito bom e não tem a ver com a minha rotina. Bem despretensioso, é um livro daqueles que você começa a ler e não tem vontade de parar nunca mais.”


30

JARDIM

MUCKI SKOWRONSKI

HELAINE TISSIANI

do hotel Fazenda da Lagoa, Ilhéus (BA) POR DANIEL POMPEU

do Hotel da Praça, Trancoso (BA) POR MUCKI SKOWRONSKI

“O hotel Fazenda da Lagoa, em Ilhéus, equilibra requinte e natureza. Fica num lugar privilegiado, entre o mar, o rio e uma lagoa. A decoração é feita pela própria Mucki e os funcionários vestem Lenny.”

“No Quadrado, o Hotel da Praça, da Helaine, é a melhor pousada de Trancoso. Ela e o marido, Raul, me convidaram para fazer a decoração da pousada. O Ano-novo de lá é o melhor da Bahia!”

4 POR 4 Mucki é dona do Fazenda da Lagoa. Helaine, do Hotel da Praça. Emmanuelle, do Insólito. E Daniel comanda o Santa Teresa. Conheça alguns dos principais hotéis de luxo do Brasil DANIEL

HELAINE EMMANUELLE

DANIEL POMPEU

EMMANUELLE TONNERRE

do Santa Teresa, Rio de Janeiro (RJ) POR EMMANUELLE TONNERRE

do hotel Insólito, Búzios (RJ) POR HELAINE TISSIANI

“No hotel Santa Teresa, no Rio, você está perto de tudo e ainda pode desfrutar o clima bucólico do bairro. A decoração é bem brasileira e a gastronomia, incrível. Sem falar no spa da Natura.”

“Amo Búzios! O hotel Insólito tem localização ótima e uma decoração contemporânea e cheia de detalhes. Para completar, Emmanuelle aposta na gastronomia franco-brasileira.”

CESAR GIOBBI COMENTA:

O verão

E uma das raras coisas de que eu gosto na estação é a hora oficial. Aquela luz do dia que chega quase até as oito da noite, no pico do solstício. Uma delícia. Mas detesto o calor e detesto a meteorologia do verão. Tudo exacerbado: a luminosidade, os ventos, as chuvas, as encrencas. Nenhuma sutileza, tudo chapado, alagado e aos solavancos. Apertem bem os cintos, pois os vôos serão turbulentos. E o trânsito, o que piora com o calor! As pessoas – a imensa maioria sem ar-condicionado – dirigem como baratas tontas dentro de seus fornos de quatro rodas, com metade dos neurônios embotada. E não me convidem para o Rio ou a Bahia de novembro a março, porque eu não vou mesmo. Lá tem brisa, dizem. Pois se tem, não é suficiente... Aliás, bem no auge do verão, no meio das férias, o lu-

O VERÃO ESTÁ CHEGANDO.

gar onde mais gosto de estar é São Paulo mesmo. A 700 metros de altitude, com noites frescas e dias suportáveis. E sem gente. Um paraíso. Ou Cumbica, com passagem para as neves ou para Punta del Este, onde realmente há vento e à noite faz quase frio. Quando menciono Punta, lembro que tem outra coisa de que gosto do verão: a moda. Os linhos, as cores claras e os panamás são muito chiques. Só que, infelizmente, a grande maioria não usa nada do que mencionei. E somos obrigados a ver braços e barrigas em péssimas condições, que deveriam continuar cobertos o ano inteiro. Gente, não é mau humor! É senso estético! O calor tira a gente do sério, eu posso entender. Mas o espelho deveria devolver a compostura. Pensem nisso.

FOTOS ARQUIVO PESSOAL; ANA COLLA (DANIEL POMPEU)

MUCKI


LOOK PRAIA COM VISUAL RETRÔ

CIA. MARÍTIMA

OSKLEN

CRIS BARROS

IÓDICE

Rio Summer

NO CIDADE JARDIM Shopping Cidade Jardim celebra a moda praia com o Rio Summary, versão editada dos desfiles do Claro Rio Summer NO Q UESITO BEACHWEAR, S E N OVEMBRO COMEÇOU COM O CLARO RIO SUMMER, ENTRE OS DIAS 5 E 8 DE NOVEMBRO NO FORTE DE COPACABANA, NO R IO DE JANEIRO, O MÊS CHEGA AO FIM COM O RIO SUMMARY, QUE TERÁ L UGAR NO S HOPPING CIDA-

Previsto para acontecer em dois horários do dia 25, o evento tem como objetivo antecipar aos paulistanos as tendências apresentadas nos desfiles cariocas. “No Brasil,

DE JARDIM, EM SÃO PAULO.

moda praia é um estilo de vida, e não apenas um jeito de se vestir.” É assim que o diretor criativo do Rio Summary, Pazetto, define o tão aclamado beachwear nacional. Para assistir ao Rio Summary, não é preciso pegar a ponte aérea, basta pegar a ponte Cidade Jardim. As dez marcas que vão desfilar são: Cris Barros, Osklen, Iódice, Carlos Miele, todas com lojas no Cidade Jardim, mais Cia. Marítima, à venda na Track & Field, 284, à venda na Daslu, Jo de Mer, Adriana Degreas, Rosa Chá e Triya, representadas pela loja SUB. Elas vão mostrar em 90 looks por que

o Brasil merece destaque mundial quando o assunto é passarela ou calçadão... “O Rio Summer vai simbolizar a moda do nosso país”, afirma Pazetto. “Praia não é Miami: é Brasil.” E Brasil, ele faz questão de lembrar, não é apenas o litoral: “É a primeira vez que esse calendário acontece e São Paulo precisava participar de alguma maneira”. Os desfiles do Rio Summer serão transmitidos com exclusividade no Shopping Cidade Jardim. Com um time de primeira grandeza, Nizan Guanaes colocou definitivamente o Brasil no circuito principal da moda internacional. POR EVA JOORY

© H. ARMSTRONG ROBERTS/CLASSICSTOCK/CORBIS/LATINSTOCK (FOTO ANTIGA); FERNANDA CALFAT / DIVULGAÇÃO (CIA. MARÍTIMA; CRIS BARRROS E IÓDICE); DIVULGAÇÃO (OSKLEN)

32

JARDIM


34

fifififi fifi HELENA MONTANARINI fi fififi fifi fifi

MEU OLHAR:

os produtos ecologicamente corretos estão cada vez mais sofisticados e já ganharam o apelido de “ecofabulous”. Previsto para ser lançado em 2010, o Lighting GT tem tudo para agradar os homens aficionados por velocidade. O carro esportivo e híbrido de luxo alcançará a aceleração de 0 a 100 km/h em 4 segundos e possuirá 700 cavalos de potência, tudo ao preço estimado de R$ 470 mil. No Brasil, marcas como a Osklen e o Tear já se preocupam em produzir itens de consumo consciente e com qualidade e design que agradam o consumidor mais exigente. Esse consumidor verde (não só pelo amor à natureza, mas pelo amor ao consumo consciente) já está se multiplicando!

LOOK ECOFRIENDLY DA OSKLEN

a elegância nos detalhes...

SORVETE DE JABUTICABA MIL FRUTAS

SISLEY PARA SPACE BEAUTY BY FRAGRANCE

LOOK TOTAL VOLUNTEER PARA SUB

BOLSA DE VIAGEM OSKLEN

fifi fififi fififififififififififififififififififi fifififififififififififififi fififififififi fififififififififififififififififififififi fifififififififi

fifi fififififififififififififi fifififififififififififififi fififififififi fififififi fifififififififififififififififififififififififi

fifi fififififififififififififififi fififififi fifififififififififififififififi fi

fifi fififififififi fifififififi fififififififififififififi fifififififififififififififififififi fifififififififififi fi

fifi fifi fififififi fififi fifififififi fififi fififififififififififi fifififififi fifi fifififi

O consumo consciente já virou mainstream. A novidade, agora, é um grupo de pessoas que encontrou um meio-termo e conciliou luxo ao consumo consciente. O termo Scuppies (Socially Conscious Upwardly-Mobile Person) define um grupo de consumidores que abraça a natureza e ao mesmo tempo valoriza bens materiais e tendências de moda. O criador do termo, Charles Failla, presidente de uma companhia financeira de Nova York, comentou em seu site: “Nós queremos salvar o mundo, sim. Mas, enquanto isso, queremos aproveitar nossas vidas. Ser ‘ecofriendly’ não implica abrir mão do prazer”. Quando o assunto surgiu, os radicais foram batizados de ecochatos. Hoje,

fifi fifi fifififi fififififi fi fi fi

fifi fi fififififi

BRITÂNICO DE 27 ANOS E HERDEIRO DE UMA DAS MAIORES FOR TUNAS DO MERCADO FI NANCEIRO G LOBALIZADO, DAVID DE ROTHSCHILD É HOJE O SEGUNDO SOLTEIRO M AIS DESEJADO DO R EINO UNIDO S EGUNDO A REVISTA TATLER, NA FRENTE ATÉ DO PRÍNCIPE HARRY.

ROTHSCHILD, UM CONSUMIDOR CONSCIENTE

Apesar de lindo e bem-nascido, o motivo de ser cobiçado pouco tem a ver com sua fortuna, que ele pretende gastar com causas ambientais. David tornou-se referência mundial de consumidor consciente, sem, por isso, virar um ambientalista radical. Formado com honra em ciências políticas por Oxford, abriu uma confecção de roupas esportivas que não agredissem o meio ambiente. Resolveu, então, fazer viagens de aventura ao redor do mundo. Fundou um grupo de expedi-

ção que alerta, por onde passa, sobre os efeitos do aquecimento global. Esportista desde criança, já percorreu a Antártida, vários desertos e os países mais afetados pelo desmatamento, como em sua famosa viagem ao Equador em abril deste ano. Foi convidado para escrever em 2007 a cartilha mundial do Live Earth contra o aquecimento global, com 77 maneiras de diminuir as emissões de monóxido de carbono. Todo esse envolvimento com ecologia rendeu-lhe exposição na mídia, o que o transformou também em ícone de estilo. Sua barba por fazer e seus looks esportivos glamorosos, como casacos de nylon com gola de pele (falsas, claro) ou camisas de linho e calças de algodão orgânico, têm sido copiados ao redor do mundo.

fifi fifi fifififi fi fifififi fifififi fi fifififi fifififififi fi fififififififififi fifififi fi fifi

Homem de estilo: David de Rothschild


36

JARDIM

O PARQUE NACIONAL, COM PICOS QUE CHEGAM A 3 MIL METROS

JANELÕES FACILITAM INTEGRAÇÃO COM A NATUREZA

UM DOS 29 LAGOS DO PARQUE ONDE FICA O REMOTA HOTEL

Remota Patagônia NO EXTREMO SUL DO CHILE, O REMOTA PERMITE A INTEGRAÇÃO COM A NATUREZA INÓSPITA DA REGIÃO E O IDEÁRIO DA AVENTURA ROMÂNTICA COM O LUXO DE UM HOTEL CINCO ESTRELAS POR GONÇALO JUNIOR, DE PORTO NATALES

T

udo é torto na Patagônia. As placas, as árvores, as cercas que aprisionam os rebanhos de cordeiros. Anda-se torto também, em busca do equilíbrio diante de ventos que podem chegar a até 140 quilômetros por hora. Como o chão rochoso tem camadas de terra de não mais do que 30 centímetros, as árvores baixas e retorcidas não resistem muito tempo em pé. Com jeito e sabedoria, porém, vive-se em harmonia com a natureza em Porto Natales, centro cultural e geográfico da Patagônia chilena, a 250 quilômetros de Punta Arenas. Fundada por ingleses que para cá vieram no começo do século XX para montar um grande frigorífico, Porto

Natales é uma cidade planejada, cujas casas têm paredes revestidas de lata, para conter a força das intempéries. A mesma força que inspirou o arquiteto German del Sol a projetar o Remota Hotel. Sem televisão ou frigobar, a sedução do cinco estrelas resiste em sua integração com a natureza, à maneira da região. Encrustada numa encosta, a construção em apenas dois pisos amplos, instalada diante de uma cinematográfica baía e grandes montanhas cobertas por neve, foi tão cuidadosamente planejada que só se revela na paisagem a algumas centenas de metros de distância. As paredes com colunas inclinadas – semelhantes ao efeito do vento nas cercas – e três camadas de vidro para proteger do frio lembram os antigos galpões para coleta de lã. Inaugurado há dois anos, o Remota Hotel foi pensado para que em suas acomodações o hóspede se desconecte do mundo da tecnologia que deixou nos centros urbanos – sim, lá tem internet, mas apenas na sala da gerência. Nunca o rústico foi tão luxuoso. Pelas amplas salas de estar, o que se vê são as mais de mil peças da

coleção arqueológica particular do proprietário, o empresário Daniel Gonzales, algumas com até 6 mil anos de idade. O conforto se dá de outras formas, quando se volta para o que realmente interessa ao hóspede: conhecer o Parque Nacional Torres del Paine, emoldurado por picos com até 3 mil metros de altura e 29 lagos. Esquecido o dinheiro – a hospedagem inclui caféda-manhã, almoço e jantar com a escolha de vinhos de uma adega selecionada –, o hóspede pode se entregar à aventura à maneira romântica em 27 rotas de passeios em seis regiões distintas. Pode-se escalar uma pequena serra de mil metros, numa paisagem de cinema, a cavalo, num percurso de 20 quilômetros. Ou descer de caiaque por um cânion onde se vêem grandes blocos de gelo flutuando ao redor, sempre com guias bem treinados. Por causa do aquecimento global, disse Gonzales à Cidade, o inverno deixou de ser inóspito e se tornou uma ótima época para visitar a região. Não fosse tanta beleza em estado bruto, difícil seria querer sair do hotel. A REVISTA CIDADE VIAJOU A CONVITE DO REMOTA HOTEL

FOTOS JAIME BORQUEZ

AMBIENTE DA “SALA PARA O ÓCIO”


37 WALDICK JATOBÁ COMENTA:

JARDIM

A arte do vazio chega a São Paulo

“NADA É MAIS ABSTRATO DO QUE A REALIDADE”, GIORGIO MORANDI

O vazio que nos questiona… que nos faz pensar e repensar… que nos preenche… É com esse espírito que a 28ª Bienal de São Paulo – Em Vivo Contato – abriu suas portas ao público no mês de outubro. Sob curadoria de Ivo Mesquita e Ana Paula Cohen, esta Bienal, que ficou conhecida como “Bienal do vazio”, por deixar um vão do pavilhão do edifício da Bienal sem obra alguma, traz em si um tom questionador sobre o sistema das artes. Muito mais do que dar ênfase à produção artística, os curadores preferiram levar o visitante a questionar todo o modelo do ponto de vista cultural; pretendem com isso resgatar uma relação mais intensa entre a instituição e o indivíduo. Será uma exposição toda auto-identificável e auto-explicada, dispensando assim a necessidade de um grande grupo de monitores e das visitas guiadas para as escolas. Cada espaço terá um texto cujo objetivo será o de questionar o visitante, fazendo com que ele faça seu próprio roteiro para a visitação, e cada obra apresentará toda sua especificidade para uma melhor compreensão. Uma Bienal para ser vista de forma mais individual do que coletiva. A proposta dos dois curadores é claramente a de mudar a percepção da mostra, para que seja possível questionar sua história e sua função. O número de artistas convidados, geralmente em torno de 150, foi reduzido e apenas 40 artistas de 20 diferentes nacionalidades foram selecionados pelos curadores.

Dentre eles, 27 artistas estão desenvolvendo obras específicas para o tema desta Bienal. Merece especial atenção os trabalhos dos artistas brasileiros Carla Zaccagnini, Dora Longo Bahia, Iran do Espirito Santo, Rivane Neuenschwander, Valeska Soares, entre outros. Em complementação à idéia de vazio da Bienal como espaço potencial, a galeria Luisa Strina inaugurou a mostra internacional “This Is Not a Void”, com curadoria do Jens Hoffmann. O objetivo central é desafiar o espaço do chamado cubo branco das galerias, focando na tematização da noção de vazio ao criar um espaço teoricamente vazio, mas cheio de criações quase imperceptíveis. Os parâmetros de exposição e de percepção das obras de arte são alterados de forma a conduzir o visitante a questionamentos que o coloca no centro da relação com a arte. Quem passar pela rua já vai notar que a galeria, originalmente pintada de preto segundo a concepção do arquiteto Isay Weinfeld desde sua inauguração após a reforma de 2002, está totalmente pintada de branco; já o seu interior foi completamente pintado de preto!!! Trata-se do trabalho da dupla Emgreen (Dinamarca) & Dragset (Noruega), que inverte o conceito de “cubo branco” tão associado às galerias!


38

JARDIM

Dana Thomas no Cidade Jardim

CIDADE Qual o segredo de uma grife de luxo? É a de provocar desejo assim como a moda? DANA THOMAS Sim, é um símbolo de status, mas é o resultado do capitalismo. Hoje todo mundo quer ter algum

produto de luxo, só que o luxo verdadeiro está cada vez mais raro. Por quê? O que muitas marcas de luxo fizeram foi democratizar um mercado até então restrito aos endinheirados. Isso gerou a banalização do luxo. Banalizar significa colocar sua etiqueta em qualquer produto para aumentar as vendas. Quais são as verdadeiras marcas de luxo hoje e por quê? As empresas ainda controladas pelas famílias, como Hermès e Ferragamo, que souberam preservar sua integridade. Essas empresas são autênticas.

DANA THOMAS DURANTE A VISITA

POR EVA JOORY

AO SHOPPING CIDADE JARDIM

1

2

1

3

FOTO ADI LEITE

C

om seu livro Deluxe. Como o Luxo Perdeu seu Brilho, a jornalista americana Dana Thomas tornou-se referência quando o assunto é luxo. Durante o período em que trabalhou como correspondente de moda da revista Newsweek, em Paris, conheceu de perto a indústria que movimenta quase US$ 200 bilhões por ano. Em São Paulo visitou o Shopping Cidade Jardim e falou à Cidade: “Fiquei impressionada com a beleza do Shopping”.

4

DIRETO DA FONTE Sonia Racy comemorou um ano da coluna Direto

7

5

da Fonte, do Estadão, e o lançamento do site, em uma noite muito concorrida, que recheou a Livraria da Vila do Shopping Cidade Jardim de personalidades do mundo político e empresarial e de celebridades

1. LILIAN WITTE FIBE FEZ QUESTÃO DE PRESTIGIAR A COLEGA 2. SONIA RACY (DE BRANCO), ENTRE OS AMIGOS

8

9

3. O PREFEITO GILBERTO KASSAB DEU O AR DA GRAÇA 4. EUGENIO STAUB, PRESIDENTE DA GRADIENTE 5. MAITÊ PROENÇA VEIO ESPECIALMENTE DO RIO PARA ABRAÇAR SONIA RACY

6. FERNÃO MESQUITA, SIG BERGAMIN, JAN MILAN

E NEWTON SIMÕES FORMAVAM UM GRUPO ANIMADO

7. ESTHER GIOBBI ENCONTROU VÁRIOS AMIGOS 8. O GOVERNADOR JOSÉ SERRA, ENTRE O CASAL ANDREA CALABI E MARTA GROSTEIN

9. CLAUDIO LOTTEMBERG, PRESIDENTE DO HOSPITAL ALBERT EINSTEIN, E A MULHER, IDA SZTAMFATER

FOTOS LUCIANA PREZIA

6

ABÍLIO DINIZ E A MULHER, GEYZE, WASHINGTON OLIVETTO E ELIANA TRANCHESI, DA DASLU


43

fififi fififi 2

1

ACONTECEU fififififi fi fififi fififi fifi fi fifi

60 anos, em ótima forma fi fifififififififififi fifififi fifi fififififififififififififififififififi fifififififififififififififififififi fifififififififififififififi fififififififi fififififi fi fifififififififififififififififififififififififififi

1. JEAN CASSEGRAIN fififi fifi fi fifififi fi fifififififififififi fifififi fifififi fifififififi fi fi fififififi fifififi fifififififi fififi fifififififi fififififi fi fififi fifi

3

4

5

2. KIKA RIVETTIfifiSTEPHANIE PEÑA fifiTANIA WAGNER

fifififififififififi fififi fi fi fififi fi fifififififi fifififi fififi fififififififififi fifi fifi

3. ROSANE BEHARfifififi fifi fifififififi fifififi fifi fifififififi fifi fi fififi fififififi fifififififi fifi fififi fififififi

4. CHRISTIANA NEVES DA ROCHAfififi fififi SUZANA fifiCAMILA MEDEIROSfi

5. KITTY FIORAVANTI fifi fifififi fififi fifi fifififififififi fifi

Alô, alô, responde fi fifi fififififififi fifififi fififififififififififififififi fifififi fifififififififi fifififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififi

7

6

fifi fifififififififi fifififififififififi

6.

HUGO JANEBAfifififi fi fifififififififi fifi fifififififififi fifififififi fi fifi fififififi fifi fififififi fifiJOSUE FREITAS fifiLEDA KAYAN

7. SILVIO ANTUNESfiJOÃO MOURA fifiMARTA MOURA fififi fi fi fifififi fi fififi fififififififi fifi fifififi fifi fififi

8. fififififififi fifififiERNESTO PAGLIAfififi fifififi fi fififififififififi fi fi fi fifi fi fi fififififififi fifi fifi fififi fi

Happy Town 9

8

fi fifififififififififififififififififififi fififififififififififififififififififi fifi fi

10

fifi fifififi fififififififififififififififififififififififififififififififififififi

9. KELE fifiMARIA FERNANDA BÉRGAMO fi fififififi fifi

fifififi fififi fifi fifififififififi fi fi fififi fifi fifififififififi fifififi fi fi

fifi fifi fififififififi fi fifififififi fifi

10. LAURA DIASfififiGIANLUCA SIMÕESfififififififi

11

12

fififififififi fifififi fififififi fifi fifififi

11.CLARA KFOURI fifififi fifi fi fififififififi fifififififi fi fifi fi fi fi 12.ANA MENOITA fififi fififififififi fifiVINICIUS 13. MARCOS BANDEIRA DE MELOfifi fififi fifi fifi fififiSUZANAfi fifiFELICIO BORZANIfififi LUCILIA DINIZ

13


44

JARDIM 1

2

3

Balneário chic A JSHF armou uma série de eventos para apresentar o empreendimento Las Piedras Villas e Hotel Fasano, na Barra, em Punta del Este, Uruguai. Um condomínio para bacanas do jet set nacional e internacional

1.FABIO AURIEMO RECEBE GILBERTO FARIA, DA BOUTIQUE DE SERVIÇOS GAMA, QUE SEMPRE FOI FÃ DE PUNTA

2.NIZAN GUANAES GARANTIU O SEU PIED-À-TERRE 3. SILVANA TINELLI E RAFAEL GUINLE, QUE PASSOU A INFÂNCIA EM PUNTA

4

5

4.MATHILDE PADILHA COM ISMAEL E DANIELA BRANDÃO,

UM TRIO DE BACANAS QUE NÃO PODE FALTAR NUM EVENTO CONCORRIDO COMO O LANÇAMENTO DO LAS PIEDRAS

5. AS MULHERES DO CLÃ AURIEMO: MARIANA, ANGELA, ANA E MARINA

6.MÁRCIO SANTORO SE RENDEU AO GLAMOUR DE PUNTA 7.LICA MELZER, UMA DAS MULHERES MAIS CHIQUES DO EIXO SP–POA, ADORA O BALNEÁRIO

8.RAQUEL CORREA CARVALHO E CLAUDIA BRASIL SALEM 9.MELANIE BITT FICOU ANIMADA COM A FESTA QUE VAI ROLAR EM PUNTA NO FIM DO ANO

10.CESAR GIOBBI CONHECE TODA A TURMA QUE SE

CONCENTRA EM PUNTA NO VERÃO E SERÁ UMA ESPÉCIE DE ANFITRIÃO DA TEMPORADA

6

7

9

8

11.ROGÉRIO FASANO E PAULO RICARDO SEMPRE ACHAM MOTIVO PARA DIVERSÃO EM TODAS AS OCASIÕES

12.PEDRO ASSUMPCÃO E FRANZISKA HÜBENER, ENTRE OS MUITOS HABITUÉS DE PUNTA

Sotaque baiano Para apresentar o Horto Bela Vista e o Shopping Bela Vista, em Salvador, a JHSF convidou uma turma de celebridades, que

10

11

12

embarcou para a festa na capital baiana

13. MARIANA XIMENES E FERNANDA LIMA ENTRE AS CELEBRIDADES QUE ESTRELARAM A CAMPANHA

14. GIOVANNA ANTONELLI TAMBÉM INTEGRA O CASTING ESTRELADO

15. ANTONIO CARAMELO E ISABEL ABUCHAM 16. MURILO ROSA E ÁLVARO COELHO DA FONSECA FICARAM

IMPRESSIONADOS COM O CARINHO DOS SOTEROPOLITANOS

13

14

15

16


45

JARDIM 17

19

18

Bendito vinho Rosana Camargo de Arruda Botelho comandou megaleilão de vinhos em prol da Childhood Foundation Brasil, na Casa Fasano

17. LIANA E JOSÉ ERMÍRIO DE MORAES ARREMATARAM UM DOS LOTES COM RARIDADES

18.MARINA RIVETTI, REPRESENTANTE DA ALA MAIS JOVEM 19. ROSE E ALFREDO SETÚBAL 20. NÁDIA SETUBAL E ANDREA DA VEIGA PEREIRA 21. TANIA E OTAVIO PIVA DE ALBUQUERQUE, DA EXPAND 22. A ANFITRIÃ ROSANA COM O MARIDO, FERNANDO

21

20

23

22

25

28

27

26

29

24

30

31

FOTOS MARINA MALHEIROS (LEILÃO); CAROLINA ANDRADE (SHINE); NELSON PEIXOTO (TIFFANY); KIN KIN(SALVADOR); CISSA SANNOMIYA (LAS PIEDRAS)

ARRUDA BOTELHO, COMEMORA O RESULTADO DO LEILÃO

Preciosidades reluzentes A Shine armou um coquetel para lançar a nova coleção de bijoux e semijóias

23. MARÍLIA ÓPICE E ANA CAROLINA GASPAR 24. REGINA ÓPICE E GISELA LUTZ 25. MANOELA E MARCELA QUINTAS

Chuva de arroz Patricia Assui, da Tiffany & Co. Brasil, promoveu o evento The Perfect Wedding, na loja do Shopping Cidade Jardim, com palestras de experts no tema

26. A ANFITRIÃ PATRICIA ASSUI 27.VERA E FERNANDA SUPLICY, MÃE E FILHA, ADORARAM O CONTEÚDO DAS PALESTRAS

28. ANDREA ARTIGAS, ANTENADA, FOI CONFERIR AS TENDÊNCIAS

29. A ESTILISTA FLÁ VIA GALLI FALOU SOBRE OS VESTIDOS DE NOIVA. PRISCILA NOSCHESE ADOROU

30. GLÓ RIA KALIL, IMPECÁVEL, COMO SEMPRE 31. CLAUDIA MATARAZZO DEU DICAS PRECIOSÍSSIMAS

PARA QUE OS NOIVOS ACERTEM EM TODOS OS DETALHES

32. KIKI GOES, MÔ NICA LAUB E ROBERTA CURY

32


46

fifififififi 2

1

3

Mulheres de verdade fififififififififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififi fififi fifififififififififi fififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififififififi fifi fi desfifififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififi fifififififi

1.LELLI DE ORLEANS E BRAGANÇA fifififififififififififififi fififififififififififiFRANCESCA ROMANA DIANA

2.HELENA MONTANARINIfifififififi fififififififififififififififififififififi 3.BALIAfifiARMANDO LEBEISfififififififififififififififififi fififi fi

fifififififififi fi fifififififififififififififififififi fifififififififi

4.RIVAfififiAMIR SLAMA fifififififififi fifififififififififififififi fifififi fifififififi 5.MARIA FRANCISCA DE ORLEANS E BRAGANÇA RATTO 6.fi fifififi SCHYNAIDERfififififififififififififififififififififififi fififififififififififi

4

5

6

fififififififififififi fifififififi fifififififififififififififififififififififififififififi

Verão multicolorido fififififififififififififififififi fififififififififififi fififififififififififififififififi fifififififififi fifififififififi fifififififi fifififififififififififi fififififififififififififififififififi fifififififififififi fifififififififi fifififififififififififi fifififififififififi

7

7. fifififififififififi fififififi

SARA OLIVEIRA fififififi fi fi fififififififififififififififififififififififi

8

8. ISABELLA GIOBBI fifiCAMILA SARPIfifififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififi

9. ADRIANA DRIGOfifififififififififififififififififififi fi fifififififififififififififi fififififififififififififififififi fifi

9

10. EDUARDO COLLET fi JULIANA ELORZA 11. TATIANA MONTEIRO DE BARROS 12. MARIANA DIASfififiRODRIGO JULIAN

Pele de pêssego fififififififififififififififi fifififififififi fififi fifififififififi

10

fififififififififififififi fififififififi fifififififififififififififi

11

fififififififififififififififi fififififififififififififi fififififififififi fifififi

13. FLORENCE COSTESfififiDANIELA TORRES BAHÍA 14. DR. HUMBERTO PONZIOfififififififififififi fifi fifififififififififififififififififififi fi

15. FABIANA TORRESfifiSANDRA PINHEIRO

12

13

14

15


47

JARDIM 17

16

Cassino Royale A Louis Vuitton transformou sua loja do Shopping Cidade Jardim num cassino chic para o seu evento Cassino Night, que reuniu amigos, clientes e adeptos de um bom joguinho

16. ANA MARIA E PAULO VELLOSO COM O BANQUETEIRO JOSÉ ROBERTO MOREIRA DO VALLE

17. BRAULIO PASMANIK E AMÁ LIA ROCHA

19

18

DIVERTIRAM-SE NA NOITE TEMÁTICA

20

18. O ANFITRIÃO FRÉDÉRIC MORELLE E MALU GOMES 19. DAVID REMSEN NÃO PARECE MUITO ANIMADO

22

21

25

24

27

23

28

26

29

FOTOS RENATA JUBRAN (ISABELLA GIOBBI); VERÔNICA CAMPOS (FRANCESCA ROMANA DIANA); NELSON PEIXOTO (LOUIS VUITTON, THORRÈ); CLELBY TREVISAN (ZAPÄLLA)

COM AS CARTAS...

20. DAVE GORDON ENCANTOU OS CONVIDADOS COM SEU VOZEIRÃO

21. ROGERIO ANITABLIAN APROVEITOU PARA CONHECER OS LANÇAMENTOS DA GRIFE

22. MAGDA SZULFER E JEAN BAPTISTE EXIBEM SUA PORÇÃO PÉ-DE-VALSA

23. LIESEL POTGIETER E DIANA CORREA, PELO VISTO, ESTAVAM COM A SORTE DO LADO DELAS

Golden boys José Eduardo Souza Aranha, João Gaspar Bastos e Mario Velloso comandaram coquetel de lançamento da coleção verão 2009 da Zapälla, que encheu os corredores em torno da loja de gente bonita, elegante e sincera

24. RODOLFO TRUSSARDI, THIAGO KAORIS E DANTE COBUSSI APROVARAM O VERÃO CRIADO PELOS MENINOS PROPRIETÁRIOS DA MARCA

25. FERNANDA E NANDO VIDIGAL FORAM PRESTIGIAR OS AMIGOS

26. FABIO DINIZ É UM DOS CLIENTES MAIS FIÉIS DA ZAPÄLLA E JÁ FOI GAROTO-PROPAGANDA DA MARCA

27. CICCY HALPERN E LALA RUDGE ADORARAM O LINE-UP QUE ROLOU NOITE AFORA

28. MARCELO ALCÂNTARA E RODNEI RISCALI CURTIRAM A FESTA ATÉ O FIM

29. LUCIANA FARIA E STELLA JACINTO, REPRESENTANTES

DA NOVA SAFRA DE GENTE BONITA, JOVEM E SAUDÁVEL

30. O TRIO FORMADO POR MARIO VELLOSO, JOSÉ EDUARDO DE SOUZA ARANHA E JOÃO GASPAR MARTINS BASTOS COMEMORA O SUCESSO QUE A COLEÇÃO FEZ

30


fififi fifi fifififififififififi fififi Mario Cohen fi fifififififififififififi fififififififififi fififififififififififififififififififififififififi fifi fifi fififififififififififififififififififififififififififi fififififififififi fififififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififi fififififififififififi fifififi fififi fifififififififififi fifififififififififififififififififi fififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififi fififififi fififififififi fifififififififi fififififi fififififififififififififi fifififififififififi fi fifi fi fifi fifi fififi fifi fi fififi fi FILIPE JARDIM

Lojas, restaurantes e passeios 1

TRADING POST Tel.: 598-42-77-06-26

2

GALERÍA SUR Tel.: 598-42-27-10-13-36

7

fifififififififififififififi fifififififififififififififififififi fifififififi fififififi fififififi fififififififififififififi fififififi fififififififififififi fififififififififififififififififififififi fififififififififififififififi

fifififi fififi fififififififififififififififififi fifififififififi fifififififififififififififififi fifififififififififi fifififififififififififififififififififififififi fifififififififififi fififififiafifififififi

3

EL CANUTO

fifi fifi fififififififififififi fifififififififififififififififififififi fifififififififififififi fifi fififififififi fi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi

4

MAGMA Tel.: 598-42-44-12-73

fifififififi fifififififififi fififififififififififi fififififififi fifififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififififififi

Restaurantes 5

PAULATINO Tel.: 598-42-77-22-48

fififififi fififififififififififi fifififififififififififififififififififififififi fififififififififi fififififififififififififififififififififififififififififi fifi fififi fi fifififi fififififi fififififififififi fifififififififififififififififififi

6

LA HUELLA <www.paradorlahuella.com>

fifififififififififififififififififififififififififififififififififififi fifififififififi fi fififi fififififififififififififififififififififi fififififififififififi fififififififififififififififi fififififi fifififififififififi fifififififififi fifififififi

Passeios 7

SAN CARLOS

fifi fififififififi fifififififififi fi fifififififififififififififififififififififi fi fifififififi fifififififififififi fifififififififififififififi fififi fifififififififififi fififififififififififififififififi fifififififififififififififififififififififififififififififififififififi

8

GARZON

fifi fifififififififififififififififififififififififififififi fifififififififi fifififififi fifififififififi fififififififififi fifififififififi fifififififififififififififififififififififififi fififififififififififi fifififi fifififififififififififififififi fififififififififififififififififififififififififififi

5


8

6 3 4

2


MODA

CLÁSSICOS BÁSICOS OU SOFISTICADOS, OS ACESSÓRIOS NUNCA SAEM DE MODA

fotos João Ávila styling Paula Lang e Tina Kugelmas


51 nesta página: SANDÁLIA CRIS BARROS R$ 672 BOLSA JAMIN PUECH PARA MIXED R$ 1.990 CARTEIRA ELISA ATHENIENSE R$ 897 COLAR

R$ 268 E LIBÉLULA SHINE R$ 218 BRACELETE NOIA CAROLINA R$ 45.000 PENTE JULIANA

SCARPA R$ 9.900

na página ao lado: ÓCULOS DE SOL DOBRÁVEIS EMPÓRIO ARMANI PARA ÓTICA VENTURA

R$ 890 RELÓGIO R$ 10.543,53 E BRACELETE MONTBLANC R$ 1 .586 C ANETA PORSHE PARA C ARUSO R$ 9 35 IPOD ICLUB R$ 1.299 TÊNIS BIKKEMBERGS PARA FASHION

FACTORY R$ 686


MODA

52 nesta página: GRAVATA DASLU R$ 148 CINTO ALFAIATARIA PARAMOUNT R$ 119 RELÓGIO ROLEX R$ 31.480 MOCASSIM LOUIS VUITTON R$ 2.080

na página ao lado: ECHARPE LOUIS VUITTON R$ 910 BOLSA CAPODARTE R$ 749,90 PULSEIRA ANA ROCHA & APPOLINÁRIO R$ 2.900

ESCARPIM GIORGIO ARMANI R$ 2.460 SAPA-

TILHA HUIS CLOS R$ 726


ASSISTENTE DE FOTOS PHILIPPE SANDER; PRODUÇÃO CINTYA MISOBUCH; ASSISTENTE DE PRODUÇÃO ERIKA SOUTO; TRATAMENTO DE IMAGEM PHOTOUCH


AFINIDADES ELETIVAS DOIS FILMES, DOIS TEMAS

1

3

2

4

6

5

11

7 10

8

9

Imensidão Azul O AZUL, A COR DA SERENIDADE, INSPIRA O CLIMA DA ESTAÇÃO, FRESCO E ACONCHEGANTE. MERGULHE NESSE TOM

1.

RELÓGIO M ULETTO B ELLO E PRECISO NÓIA CAROLINA R$ 720

R$ 2.100

4.

BERMUDA ZAPÄLLA R$ 155

MUNDO DO ENXOVAL R$ 127

8.

5.

2.

LATA D E CARIMBOS CAVALLINI CORAL CASA 8 R$ 130

COLÔNIA RAIN MARC JACOBS FRAGRANCE R$ 257

6.

SABONETEIRA ESTRELA-DO-MAR TANIA BULHÕES PERFUMES R$ 36

R$ 39 E ÓCULOS R$ 59,90 PARA NATAÇÃO SPEEDO NA CENTAURO

11.

3.

BROCHE CAVALO-MARINHO GIORGIO ARMANI

ÓCULOS CHRISTIAN DIOR PARA VENTURA R$ 1.290

7.

ROUPÃO BUDDEMEYER

9. LANTERNA À PROVA D’ÁGUA TABACARIA CARUSO R$ 375 10. TOUCA

CASE À PROVA D’ÁGUA PARA IPOD ICLUB R$ 379


3

1

4

FOTOS EDU DELFIM; ©COLUMBIA PICTURES/COURTESY EVERETT COLLECTION/KEYSTOCK (IMENSIDÃO AZUL); UNIVERSAL/THE KOBAL COLLECTION (MAMMA MIA!) ; ASSISTENTE DE PRODUÇÃO CAIO GARRO

2

5

11

10

6 9

7

8

Mamma Mia! EMBARQUE NO ESTILO DA DIVERTIDA FAMÍLIA DE MAMMA MIA!, UMA AVENTURA ROMÂNTICA COM TRILHA DO ABBA

1.

VESTIDO AMARELO FLOR R$ 499

ZEGNA R$ 1.016 R$ 450

9.

5.

2.

CD MAMMA MIA! NA LIVRARIA DA VILA R$ 29,90

BIQUÍNI ADRIANA FERNANDES PARA SUB R$ 170

ÁGUA TERMAL AVÈNE R$ 62 E VICHY R$ 45 NA DROGASIL

6. 10.

3.

BRINCOS FRANCESCA ROMANA DIANA R$ 210

BOLSA CECÍLIA MACHADO PARA SUB R$ 135 CALÇA PANTALONA FIT R$ 510

11.

7.

4.

CAMISA DE LINHO ERMENEGILDO

SANDÁLIA DOURADA LEELOO R$ 228

8.

VESTIDO FG

CHINELO DE COURO DE PEIXE OSKLEN R$ 379 PRODUÇÃO ALEXANDRE BREVE


MODA

LAS PIEDRAS, PUNTA DEL ESTE fotos Debby Gram styling Paula Lang e Tina Kugelmas


BIQUÍNI TERESA FERNANDA NIEMEYER PARA SUB R$ 178 CARDIGÃ ADRIANA DEGREAS PARA SUB R$ 1.035 COLAR DASLU R$ 180


MODA


59

59

na página nesta página: ao lado: BIQUÍNI MAIÔ L ACIA. PE RLA M ARÍTIMA R$ 6 88 CALÇA M IXED R $ 3 65 ASLU PARA TRACK & FIELD R$ COLARES 187 ÓCULOSDLOUIS

VUITTON R$ 180 (GOTA) R$ 1.400 E R$BOLSA 230 (CADA LOUIS CORRENTE) VUITTON R$ 5.950 PULSEIRAS CARTEIRA RENATAVANIA VICINTIN NIELSEN PARAPARA SUB SUB R$ 275 DEPULSEIRA R$ 34 A R$ DASLU 68 R$ 240 BRACELETE FRANCESCA ROMANA DIANA R$ 216

nesta página: CAMISA THORRÉ R$ 306 SHORT na página GANT R$ 299 aoBRINCOS lado: MAIÔ SHINE C IA. SILVER MA RÍTIMA DESIGN R$ 123TRACK PARA ANÉIS & SHINE FIELDSILVER R$ 187 ÓCULOS DESING R$ LOUIS 451 (GRANDE)R$ R$1.400 191 (PEQUENO) CINTO MIXED VUITTON BOLSA LOUIS VUITTON SANDÁLIA OSKLEN 297 R$ 220 5.950 PULSEIRAS VANIAR$ NIELSEN PARA SUB DE R$ 34 A R$ 68


MODA


61 MACAQUINHO CRIS BARROS R$ 624


MODA


63 nesta página: CAMISA THORRÉ R$ 306 SHORT GANT R$ 299 BRINCOS SHINE SILVER DESIGN R$ 123 ANÉIS SHINE SILVER DESING R$ 451 (GRANDE) E R$ 191 (PEQUENO) CINTO MIXED

R$ 220 SANDÁLIA OSKLEN R$ 297

na página ao lado: VESTIDO R EINALDO LOURENÇO R$ 1.998 PULSEIRA ISABELLA GIOBBI R$ 408


MODA

64 nesta página: MACACÃO MIXED R$ 970 BRINCOS SHINE SILVER DESIGN R$ 394 CINTO CRIS BAR-

ROS R$ 494 SANDÁLIA DASLU R$ 780

na página ao lado: REGATA FG R$ 125 CALÇA FLOR R$ 498 ÓCULOS VENTURA R$ 375 LENÇO LIMO-

NADA PARA SUB R$ 200 RELÓGIO JENNIFER PEPE R$ 600 BRACELETE FRANCESCA ROMANA DIANA

R$ 246 RASTEIRA CAPODARTE R$ 149,90


MODA


67 nesta página: TOP OSKLEN R$ 279 REGATA MARA MAC R$ 2 98 CHAPÉU DASLU R$ 1 80 BIQUÍNI C IA. MARÍTIMA P ARA TRACK & FIELD R$ 181

na página ao lado: VESTIDO DASLU R$ 990 COLARES DASLU R$ 230 (CADA) CARTEIRA LEELOO R$ 198 SANDÁLIA PEACH

BY CONSTANÇA BASTO R$ 228


MODA


ASSISTENTE DE FOTOS GABRIEL BEMERGUI; ASSISTENTES DE STYLING ANA LAURA VILLEGA E ERIKA SOUTO; CABELO E MAQUIAGEM MARCELO GOMES; TRATAMENTO DE IMAGEM PHOTOUCH

69

CAFTAN CARLOS MIELE R$ 980 BIQUÍNI VIX PARA

SUB R$ 256 BRINCOS DASLU R$ 180


CRIS, FERNANDA E KATIA: CONSULTORAS DE ESTILO

COMPRAS PERSONALIZADAS Dúvida na hora das compras? Chame a personal shopper, serviço exclusivo do Cidade Jardim com consultoras de estilo para o momento de decisão

Uma novidade promete animar as compras no Shopping Cidade Jardim. Desde outubro, está à disposição dos freqüentadores do shopping um serviço inédito de personal shopper, ou comprador personalizado. Com hora marcada, um time formado por Katia Fridrich, Fernanda Resende e Cristina Gabrielli dá sugestões e dicas para ajudar homens e mulheres não só a comprar roupas, mas a criar uma identidade visual de acordo com sua personalidade, além de ajudar na escolha de presentes: “Nossa proposta é reunir as informações que elas têm sobre si e ajudá-las na hora de comprar as roupas”, explica Fernanda. “Não criamos um visual somente apoiado em tendências, levamos a moda para uma vida real, para as necessidades dos clientes.” O trabalho do trio funciona da seguinte maneira. Depois de uma conversa com as profissionais, quem quiser os serviços (acessível para homens e mulheres) terá à disposição duas horas de atendimento. “Nosso trabalho é bem objetivo”, resume Katia. “Traçamos um perfil da pessoa, procuramos entender o seu gosto e adaptá-lo às proporções do corpo de cada

um. A idéia é valorizar a silhueta com roupas que tragam conforto e que alcancem o objetivo desejado.” A intenção do trio não é mudar o visual de ninguém, mas, ao contrário, ajudar a encontrar um estilo que combine com a personalidade”, explica Cristina. “Não fazemos milagres”, adverte Fernanda, “mas muita gente descobre um outro lado e fica feliz com o novo visual. É um ótimo remédio para a auto-estima.” Três detalhes básicos são levados em conta quando o cliente contrata o serviço:

1.O tipo físico e as proporções de cada pessoa. 2.O tom de pele e a cor do cabelo, determinantes para

identificar se o visual da pessoa é vivo ou apagado.

3. A roupa com que se apresenta. É a primeira im-

pressão que a pessoa transmite e o que vai ajudar as profissionais na escolha do guarda-roupa. O serviço funciona segundas e quartas, das 15h às 22h, e terças e quintas, das 10h às 17h. Marque sua visita pelo telefone: (11) 3552-3552. POR EVA JOORY

FOTO DANIELA TOVIANSKY

POR DENTRO DO SHOPPING


Esta é pra tocar no rádio

FOTO ED VIGGIANI

E

m algum de seus passeios pelo Shopping Cidade Jardim, você certamente já notou a qualidade da trilha sonora ambiente. O que talvez você ainda não saiba é que essa seleção musical é graça e obra de ninguém menos do que o músico João Marcello Bôscoli. Desde a inauguração do shopping, em maio deste ano, é ele quem está no comando da Rádio Cidade Jardim, que acaba de ganhar o patrocínio da Montblanc. Seu critério para a escolha das músicas?

“Tento criar um equilíbrio de vários estilos”, explica. “Nada muito leve, nada muito pesado. Minha idéia é uma seleção que deixe o clima do Cidade Jardim tão suave quanto a arquitetura do lugar.” É assim que artistas e bandas consagrados como João Gilberto e Radiohead figuram ao lado de novidades musicais como Mariana Aydar, Kassin e Cansei de Ser Sexy. “Fico feliz quando consigo agradar as pessoas com uma mistura de gêneros tão eclética”, conclui Bôscoli.

JOÃO MARCELLO BÔSCOLI: O MAIS NOVO DJ DA PRAÇA

FOTO DIVULGAÇÃO

Volta ao mundo

O NAVIO DA VIRTUOSO: VIAGENS PERSONALIZADAS

NO MÊS PASSADO, A NOVA LOJA DA AGAXTUR, NO SHOPPING CIDADE JARDIM, RECEBEU UMA VISITA ILUSTRE: MATTHEW D. UPCHURCH, CEO DA VIRTUOSO, UMA EMPRESA ON-LINE FOTOS ADI LEITE

QUE A GREGA AS PRINCIPAIS A GÊNCIAS D E TURISMO D E LUXO DO MUNDO. Entre as quais, claro, a Agaxtur. Com DIVINA CAFFÉ: MÚSICA NO FIM DO DIA

EMBALOS DE SEGUNDA À TARDE Quem não gosta de ouvir uma boa música enquanto passeia pelo shopping? Depois do sucesso de outubro, o grupo instrumental Divina Caffé repete a dose musical em novembro, com apresentações em frente à Livraria da Vila, sempre no fim da tarde. Formado há sete anos e com dois CDs gravados, o septeto é composto de dois violinos, um violoncelo, um baixo acústico, um piano, um acordeão e um saxofone. O repertório mistura

gêneros e épocas musicais. Desse modo, clássicos de Bach e Villa Lobos podem ser apreciados ao lado de George Gershwin e Tom Jobim, Beatles e Sivuca, Caetano Veloso e Rita Lee. “São mais de 80 músicas que ganham cara nova através do Divina Caffé”, conta Cláudia Amaral, produtora da banda. Vale a pena conferir, às segundas-feiras das 18h30 às 20h30.

o objetivo de atrair os viajantes que sempre buscam os melhores e mais exclusivos destinos, as viagens oferecidas pelo site www.virtuoso.com têm sempre serviços diferenciados para os clientes, como limusine à disposição, laptops individuais nas salas de embarque e passeios privados. No topo da lista das viagens favoritas dos clientes da Virtuoso estão os ultraluxuosos passeios de navio pelo Mediterrâneo. Dois exemplos são o SeaDream Yatch Club e o Silversea Cruises, cruzeiros que oferecem serviços personalizados, excelente gastronomia e acomodações muito mais do que confortáveis. Interessou? Para saber mais, visite a Agaxtur, que fica no piso Jardim.


POR DENTRO DO SHOPPING

A SALA DAS SAPATILHAS VANINA NO MUSEU FERRAGAMO EM FLORENÇA

A MARGUERITA DE EVA LONGORIA

MARILYN MONROE ERA FÃ DA GRIFE

Aos pés de Ferragamo A PAIXÃO PELO CINEMA LEVOU, NOS ANOS 1920, O J OVEM A RTESÃO S ALVATORE F ERRAGAMO PARA HOLLYWOOD. OITENTA ANOS DEPOIS, SUA GRIFE É FESTEJADA NO MUNDO INTEIRO

S

alvatore Ferragamo tinha a exata dimensão do valor de seu trabalho. Jamais, contudo, poderia imaginar o valor de seu império, quase 40 anos após sua morte. Contrariando a lógica, sua trajetória de sucesso não começou na Itália e sim nos Estados Unidos. Apaixonado por cinema, desembarcou, com 20 e poucos anos, em Hollywood, na década de 1920, em uma leva migratória de italianos. Seu primeiro contrato foi com a American Film Company, para fazer botas para os filmes de Velho Oeste, que foram calçadas por Rodolfo Valentino, Douglas Fairbanks, Póla Negri, Mary Pickford, entre outros astros do período. A fama do criativo designer, que aliava estilo, conforto e acabamento impecável, rapidamente se espalhou e os artistas passaram a encomendar sapatos exclusivos. Não demorou para que Salvatore ficasse conhecido como o “sapateiro das estrelas”. De

volta à Itália, em 1927, ele fundou em Florença, no ano seguinte, a grife que logo se tornaria uma das marcas italianas de luxo mais celebradas do mundo. Nos anos 1930 e 1940, com a escassez do couro, ele criou modelos com materiais mais facilmente disponíveis, como celofane e cortiça. Ferragamo patenteou esses modelos que marcaram a história da fabricação de sapatos para sempre, como o salto anabela de cortiça e a sandália invisível com a parte superior feita de nylon. Depois da Segunda Guerra Mundial, o showroom de Ferragamo, o Palazzo Spini Feroni, uma construção com ares medievais bem no centro de Florença, passou a ser point de artistas, da realeza e de jet setters internacionais. Nos anos 1950, Audrey Hepburn, Ava Gardner, Greta Garbo, Carmem Miranda, Anna Magnani, Paulette Goddard, Lauren Bacall e Sofia Loren podiam ser vistas, com freqüência, no Palazzo. Cada visita era cercada por uma aura de glamour. Ferragamo fazia questão de atender pessoalmente essa clientela especialíssima e realizava seus desejos mais extravagantes. Diz a lenda que Greta Garbo encomendou, de uma só vez, 70 pares. A grife, por sinal, continua atraindo celebridades. A atriz Eva Longoria elegeu a bolsa Marguerita, de couro perolado trança-

do, um must have da temporada. E a eterna top Claudia Schiffer estampa os anúncios da grife. Após a morte de Salvatore, em 1960, a marca manteve sua reputação em alta. Graças ao esforço conjunto da esposa, Wanda, e de seus seis filhos, que se desdobraram para aumentar tanto a variedade de produtos quanto a distribuição. Atualmente, a Ferragamo conta com mais de 500 lojas pelo mundo, com faturamento de 630 milhões de euros em 2006, provenientes de sapatos, roupas, bolsas, echarpes, gravatas, óculos, relógios e perfumes femininos e masculinos. A grife, que este ano comemora seu 80º aniversário, é considerada uma verdadeira marca de luxo e uma das poucas empresas ainda comandadas pela família. Segundo Marcelo Noschese, diretor da Salvatore Ferragamo para a América Latina, “à medida que acontece um aumento de poder aquisitivo do brasileiro, existe uma procura maior por produtos de alta qualidade. Como não há lojas de departamento de luxo no país, os shoppings são a opção ideal”. Ao luxo e ao conforto de um Ferragamo, por sinal, poucos conseguem resistir. A Ferragamo abre suas portas em novembro no Shopping Cidade Jardim. POR KARLA SARQUIS

FOTOS DIVULGAÇÃO (EVA LONGORIA); ALLAN GRANT (MARILYN MONROE); LOCCHI – LOCCHI HISTORICAL ARCHIVE (FERRAGAMO); PHILLIP JARRELL/WIREIMAGE/GETTY IMAGES (SAPATILHAS VANINA)

FERRAGAMO COM OS MOLDES DOS PÉS DAS CELEBRIDADES


POR DENTRO DO SHOPPING

A um passo do verão QUEM QUISER BOTAR OS PÉS NO VERÃO COM UMA SANDÁLIA CUSTO-

A designer acaba de inaugurar um corner especial no Shopping Cidade Jardim, bem em frente à sua loja, no primeiro piso. Inspirada nas famosas sandálias do tipo rasteira feitas su mesura na beira das praias de Capri e Saint-Tropez, Paula resolveu trazer a idéia para o Brasil. Mas com um diferencial: seus modelos servem tanto para a praia como para a cidade. “Uma sandália feita na hora, sob medida, fica mais elegante e também mais divertida”, resume a designer. “Gosto de vender esse clima descontraído para minhas clientes.” No corner Montan’ora, como o espaço é chamado, são três os passos da customização. O primeiro é decidir o modelo de sandália, que pode ser o clássico, feito com pedras brasileiras, ou o da coleção Bichos da designer. Modelo definido, é a vez de definir a cor da palmilha. São dez tons diferentes, todos pintados à mão: dos básicos marrom e cru ao rosa antigo e vermelho. A escolha do fecho finaliza o processo. Feito isso, é só esperar 20 minutos e pronto – ou melhor, pronta para o verão.

A CLIENTE BRUNA TOLEDO ESPERA POR SEU MODELO PERSONALIZADO

FOTO REGINA DE GRAMMONT

MIZADA DA GRIFE PAULA FERBER TEM ATÉ DEZEMBRO PARA ISSO.

Na parede O Q UE FAZER C OM A QUELA CAMISETA AUTOGRAFADA

CIAL, ABERTO NUM MOMENTO MAIS ESPECIAL AINDA? A resposta do momento é: emoldurar e pendurar na parede de seu canto favorito. É o que conta Antonio Carlos Viegas Filho, proprietário da loja Moldura Minuto, no terceiro piso do Shopping Cidade Jardim. “As pessoas levam os mais diferentes tipos de objeto para emoldurar: coleções de carrinhos, roupas de bebê, bolachas de chope, bonecos de bolo de casamento. A criatividade não tem limite”, diz. “Hoje em dia, as pessoas querem cada vez mais guardar as boas lembranças, e os objetos colecionados são cada vez mais inusitados.” Na Moldura Minuto, os quadros ficam prontos em uma hora. Boa razão para dar um pulo no Cinemark, bem ao lado.

SIMONE ZANK: MIMOS PARA AS CLIENTES

FOTO ADI LEITE

OU EN TÃO C OM A R OLHA D AQUELE V INHO T ÃO ES PE-

DO 42 AO 60

MOLDURA MINUTO: LEMBRANÇAS EMOLDURADAS

É essa a variedade de tamanhos de roupas femininas que a Maison Zank põe à disposição de sua fiel clientela em sua nova loja, localizada no primeiro piso do Shopping Cidade Jardim. Segundo Simone Zank, estilista e proprietária, a cliente encontra lá roupas para todos os momentos do dia: da praia ao trabalho, de vestidos de noite a roupas de ginástica. Sua peça mais popular, contudo, ainda é a camisa masculina – que, nas mulheres,

cai como um vestido perfeito. A linha de roupas da Zank também inclui estamparias, roupas de alfaiataria, além de uma coleção para mulheres de 18 a 30 anos. Para as clientes mais exigentes, Simone criou até um atendimento personalizado: “Faço algumas mudanças ao gosto delas, troco a cor, ajusto e dou aquele toque pessoal. Gosto de paparicá-las”, diverte-se. “Minhas clientes saem da loja com um guarda-roupa completo.”

FOTO DIVULGAÇÃO

Numeração não impõe limites à moda na Maison Zank


POR DENTRO DO SHOPPING

Dia das

CRIANÇAS

FOTOS RENATO PIZZUTTO

O Shopping Cidade Jardim armou uma surpresa especial para as crianças: uma caça ao tesouro pelos corredores do shopping. Personagens saídos dos cartoons animados e bichinhos de pelúcia estavam na Happy Town esperando para brincar com os minifãs

Presente de Natal

ENFEITES DE NATAL DA MICKEY HOME

FOTOS REGINA DE GRAMMONT

D

ecorada de vermelho e dourado, a vitrine da loja Mickey Home, localizada no piso térreo do Shopping Cidade Jardim, já virou bom motivo para que os visitantes diminuam o passo quando passam em frente, principalmente as crianças. Quem entra na loja descobre um mundo de enfeites e objetos decorativos – todos eles importados, diga-se de passagem – para comemorar o fim de ano em grande estilo. A loja oferece ainda um belo presente de Natal para os clientes: árvores customizadas. “Os clientes reservam a árvore que querem levar, escolhem os enfeites e nós montamos na casa deles”, diz Carlos Cimerman, proprietário da loja.


POR DENTRO DO SHOPPING

Guia de compras

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O SHOPPING CIDADE JARDIM

CHANEL MODA FEMININA

SALVATORE FERRAGAMO MODA FEMININA E MASCULINA

DUE CUOCHI CUCINA ALIMENTAÇÃO

| térreo | TEL. 3552-3000

| térreo | TEL. 3266-2431

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3078-8092

CRISTALLO (DASLU) ALIMENTAÇÃO

GIORGIO ARMANI MODA FEMININA E MASCULINA

| térreo | TEL. 3758-325

| térreo | TEL. 3323-3535

HAPPY TOWN MODA E ARTIGOS INFANTIS | piso jardim, 3º piso | TEL. 3755-0210

LOGO CASA DO SABER | térreo | TEL. 3552-1280

SANTO GRÃO (LIVRARIA DA VILA) ALIMENTAÇÃO

AGAXTUR SERVIÇOS E CONVENIÊNCIA

| térreo | TEL. 3552-7700

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3759-7900

APOIO AO CLIENTE 3552-3552 | HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO SEGUNDA A SÁBADO DAS 10H ÀS 22H | DOMINGO DAS 14H ÀS 20H

FOTOS REGINA DE GRAMMONT (AGAXTUR; GIORGIO ARMANI E SANTO GRÃO); RENATO PIZZUTTO (CASA DO SABER E HAPPY TOWN)

Confira as inaugurações de outubro e novembro


POR DENTRO DO SHOPPING MODA FEMININA

CARLOS MIELE

CRIS BARROS

DASLU

| térreo | Tel. 3552-4400

| térreo | TEL. 3758-1058

| térreo | TEL. 3552-3000

FG

FIT

FLOR

HUIS CLOS

| 1º piso | TEL. 3552-1515

| 1º piso | TEL. 3552-1060

| 1º piso | TEL. 3552-6000

| 1º piso | TEL. 3552-3464

ISABELLA GIOBBI

JENNIFER PEPE

LEELOO

MAISON ZANK

| 1º piso | TEL. 3552-1234

| 1º piso | TEL. 3552-8677

| 1º piso | TEL. 3758-5167

| 1º piso | TEL. 3552-8112

MARA MAC

MIXED

REINALDO LOURENÇO

THORRÈ

| 1º piso | TEL. 3758-4938

| 1º piso | TEL. 3552-3111

| térreo | TEL. 3758-5217

| 1º piso | TEL. 3552-6700

FASHION FACTORY

GANT

| térreo | TEL. 3552-1818

| 1º piso | TEL. 3552-1500

>

MODA MASCULINA E FEMININA

VALDEMAR IODICE

>

| 1º piso | TEL. 3552-5100

LACOSTE

LOUIS VUITTON

OSKLEN

ZARA

| 1º piso | TEL. 3758-5311

| térreo | TEL. 3552-1601

| térreo | TELS. 3758-5035/2595

| 1º piso | TEL. 2101-1952

ALFAIATARIA PARAMOUNT

DASLU HOMEM

ERMENEGILDO ZEGNA

| 1º piso | TEL. 3552-1414

| 1º piso | TEL. 3552-3008

| térreo | TEL. 3552-4102

CAPODARTE

CONSTANÇA BASTO

| 1º piso | TEL. 3758-3209

| 1º piso | TEL. 3758-5211

>

ACESSÓRIOS E CALÇADOS

>

ZAPÄLLA | 1º piso | TEL. 3552-3110

ELISA ATHENIENSE

FRANCESCA ROMANA DIANA

FURLA

LONGCHAMP

| 1º piso | TEL. 3552-3700

| 1º piso | TEL. 3552-3010

| 1º piso | TEL. 3552-6110

| térreo | TEL. 3552-1555

FOTOS RENATO PIZZUTTO; DIVULGAÇÃO (FRANCESCA ROMANA DIANA, MAISON ZANK)

MODA MASCULINA


Foto: Ricardo Toscani / Origami: Andre Simmank

BIOSFERA FRANS KRAJCBERG CLÁUDIO VALLADARES PÁDUA LÉLIA DELUIZ WANICK SALGADO TRABALHO ODED GRAJEW DRAUZIO VARELLA MYRNA DOMIT CONEXÃO KAREN WORCMAN JOSÉ MINDLIN MARCELO ARAÚJO SABER LAÍS BODANZKY E LUIZ BOLOGNESI VIVIANE SENNA JAIR RIBEIRO IN MEMORIAM E HORS-CONCOURS

CONHEÇA OS INDICADOS. Chegamos aos indicados ao Prêmio Trip Transformadores 2008. Gente que, com seu

trabalho, suas idéias e suas iniciativas, ajuda a pensar um mundo melhor, mais inteligente e mais equilibrado. Acesse www.trip.com.br/transformadores, conheça melhor as categorias e seus indicados, vote nos seus preferidos e faça parte desse movimento.

RUTH CARDOSO TETO DENIS MIZNE PAULO MENDES DA ROCHA MARA SIAULYS LIBERDADE EDUARDO SUPLICY SYLVIA STEINER ANTONIO CARLOS GOMES DA COSTA SONO MONJA COEN JOÃO GILBERTO TOM ZÉ CORPO MAYANA ZATZ PROFESSOR HERMÓGENES DEBORAH COLKER ALIMENTAÇÃO MARCOS PALMEIRA LUIZ GERALDO MOURA TEREZA WATANABE DESPRENDIMENTO RONALDO LEMOS JUNIOR DO AFROREGGAE SUSAN ANDREWS DIVERSIDADE HERMANO VIANNA GUTI FRAGA EDUARDO VIVEIROS DE CASTRO ACOLHIMENTO JÔ CLEMENTE REGINA MORAES WAIB MARIA DA PENHA


POR DENTRO DO SHOPPING MODA PRAIA E ESPORTIVA

ÓTICA VENTURA

PAULA FERBER

SHINE SILVER DESIGN

| 1º piso | TEL. 3758-0149

| 1º piso | TEL. 3552-7180

| 1º piso | TEL. 3552-6100

CENTAURO CONCEPT

REEBOK

SUB

TRACK & FIELD

| 1º piso | TEL. 3552-5600

| piso reebok, 4º piso | TEL. 3758-0179

| 1º piso | TEL. 3552-6555

| 1º piso | TEL. 3552-5800

LIVRARIA E PAPELARIA

>

PRESENTES E CASA

>

CASA 8

LIVRARIA DA VILA

| 1º piso | TEL. 3552-8888

| térreo | TEL. 3755-5811

>

DASLU CASA

TABACARIA CARUSO

LOEB

MICKEY HOME

| térreo | TEL. 3552-3001

| 1º piso | TEL. 3552-3232

| 1º piso | TEL. 3552-1010

| térreo | TEL. 3758-3244

MODA E ARTIGOS INFANTIS

MUNDO DO ENXOVAL

NESPRESSO

TANIA BULHÕES PERFUMES

| 1º piso | TEL. 3758-4945

| térreo | TEL. 3552-1255

| térreo | TEL. 3758-4996

BALANGANDÃ

BONPOINT

CENTOPÉIA

DASLU TEEN

| 1º piso | TEL. 3552-2222

| térreo | TELS. 3552-3707/3708

| 1º piso | TEL. 3758-1780

| térreo | TEL. 3552-3000

ANA ROCHA & APPOLINÁRIO

H. STERN

| 1º piso | TEL. 3552-5555

| térreo | TEL. 3758-3480

>

>

VILA SET BRINQUEDOS | 1º piso | TEL. 3552-3377

JULIANA SCARPA

MONTBLANC

NOIA CAROLINA

ROLEX

| térreo | TEL. 3758-2178

| térreo | TEL. 3552-8000

| 1º piso | TEL. 3552-5518

| térreo | TEL. 3758-4953

FOGAL

JOGÊ

| térreo | TEL. 3552-1333

| 1º piso | TEL. 3758-4885

MODA ÍNTIMA

TIFFANY & CO. | térreo | TEL. 3552-5200

>

FOTOS RENATO PIZZUTTO; DIVULGAÇÃO (DASLU CASA E LIVRARIA DA VILA)

JÓIAS E RELÓGIOS


ELETRÔNICOS

LA PERLA

MISS VICTTORIA

| térreo | TEL. 3552-1111

| 1º piso | TEL. 3552-6477

>

BOSE

>

CINEMARK

| térreo | TEL. 3552-2673

CINEMA

ICLUB LIMITED

SONY STYLE

| 1º piso | TEL. 3552-1444

| 1º piso | TEL. 2145-7150

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3552-1800

TELEFONIA

>

CLARO

TIM

VIVO

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3758-5361

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3758-5079

| piso jardim, 3º piso | TEL. 9902-5031

>

BAKED POTATO

CASA DO PÃO DE QUEIJO

CHOCOLAT DU JOUR

| 1º piso | TEL. 3552-3710

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3552-3131

| térreo | TEL. 3168-2720

ILLY

KOSUSHI

LANCHONETE DA CIDADE

MIL FRUTAS

| 1º piso | TEL. 3552-3132

| 1º piso | TEL. 3552-7272

| 1º piso | TEL. 3552-9000

| 1º piso | TEL. 3552-5900

ALIMENTAÇÃO

SAÚDE E BELEZA

NONNO RUGGERO

PATI PIVA

FIT FOOD (REEBOK CLUB)

| térreo | TEL. 3552-7000

| 1º piso | TEL. 3552-5670

| piso reebok, 4º piso | TEL. 3759-7878

>

FOTOS RENATO PIZZUTTO; REGINA DE GRAMMONT (EA TURISMO & CÂMBIO; GAMA)

SERVIÇOS E CONVENIÊNCIA*

DROGASIL

FRAGRANCE

REEBOK SPORTS CLUB

| 1º piso | TEL. 3758-5036

| 1º piso | TEL. 3552-1644

| piso reebok, 4º piso | TEL. 3759-7878

CONCIERGE

EA TURISMO & CÂMBIO

GAMA

HSBC

| térreo | TELS. 3552-3557/3558

| 3º piso, piso jardim | TEL. 3552-3300

| piso jardim, 3º piso | TEL. 3552-2000

| 1º piso | TEL. 3755-5710

*TELEFONE PÚBLICO E PONTO DE TÁXI (TÉRREO)

EM BREVE

CAIXAS ELETRÔNICOS BANCO 24 HORAS, BRADESCO, REAL, UNIBANCO E ITAÚ

ESPAÇO FAMÍLIA/FRALDÁRIO • HERMÈS • SPA CIDADE JARDIM

MOLDURA MINUTO | piso jardim, 3º piso | TEL. 3758-1472

>


CIDADE JARDIM POR...

BLUSA ISABELLA GIOBBI

Doris Bicudo À M ODA. NO S AN OS 80, T EVE S UA P RÓPRIA CON-

REINALDO LOURENÇO

FECÇÃO, A 100% ALGODÃO. O jornalismo entrou

na sua vida pouco tempo depois, quando foi editora de moda da revista Querida. Doris, que chefiou por seis anos o site Glamurama, atualmente colabora para a coluna social de Sonia Racy, no Estadão. Seu estilo ela define como “quase básico”. O “quase”, em seu visual, se traduz na abundância de acessórios, de que ela tanto gosta: “Cintos, sapatos, bolsas, bijuterias e jóias. Adoro e sempre compro mais do que deveria”. Na hora de escolher o que usar, ela prefere misturar peças antigas e novas. “Moda é isso: personalidade”, resume.

PULSEIRAS H. STERN

FOTO ROGÉRIO MIRANDA

86

INGRESSOS SALA PREMIER CINEMARK IPHONE CLARO

ROUPA CACHORRO BOLSA JAMIN PUECH

GAMA

MIXED

CALÇA REINALDO LOURENÇO

COLEIRA E GUIA LOUIS VUITTON

SAPATOS MIXED

PRODUÇÃO ALEXANDRE BREVE; ASSISTENTE CAIO GARRO; FOTO ARQUIVO PESSOAL (DORIS BICUDO)

A JORNALISTA DORIS BICUDO SEMPRE FOI LIGADA TRENCH COAT


Edição 6  

Cidade Jardim - Edição 6

Advertisement