Issuu on Google+

7

Edição 206 - Ano 5

Sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

1

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210 - Santa Rosa de Viterbo / São Simão / Cajuru / Tambaú

Especial cênico - Carnaval – a festa das festas Santa Rosa de Viterbo

Tambaú planejando mais para Saúde

Santa Rosa de Viterbo Autoridades querem câmeras de segurança na cidade

SANTA ROSA - SEMENTES DO BEM ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS Neste sábado, a equipe Sementes do Bem, realizará uma arrecadação de alimentos nos bairros Vila Ranzani e Filtro, à partir das 9 horas. O ponto de encontro para interessados a ajudar na arrecadação dos alimentos e produtos de higiene será na Rodoviária. “Toda ajuda e doação é muito bem-vinda; as cestas são organizadas e destinadas a famílias em difíceis condições de nossa cidade”, relata o pessoal da organização. Para mais informações entre na página do Facebook @SSementesdoBem.


2

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Coluna do Bem por João de Bem jotabem@bol.com.br Facebook: João de Bem

O universo de incertezas a que estamos sendo submetidos vem se avolumando na mediada que os eventos patrocinados por políticos no poder se intensificam. O rolo compressor manobrado pelo governo oligarca vem achatando tudo o que é projeto social, sem contemplação. A ofensiva está sendo perpetrada rasteiramente por integrantes do sistema, apondo a responsabilidade fiscal como aríete da manobra macabra que intentam contra a sociedade tupiniquim, formada por trabalhadores e empresários fora do esquema de sustentação do governo. Muitos são os economistas em dúvida sobre a eficácia do cronograma Meireles e de algum mecanismo incentivado que faria crescer a economia do setor produtivo. O que a maioria esclarecida enxerga é a migração do produto do trabalho para o sistema especulativo – bancos e congêneres, detentor do capital financeiro, em detrimento do agente produtor, que a cada dia recebe menos pelo trabalho realizado. A distância tende a aumentar entre o trabalho e o capital na medida em que o poder econômico, entenda-se banqueiros, continua a avolumar recursos, diminuindo a capacidade de circulação do dinheiro, esvaziando deliberadamente o reservatório, já no volume morto, da classe trabalhadora, a média e das

demais abaixo desta. A situação está tão clara, que mesmo sendo leiga, uma boa parcela da população já percebeu as manobras dos governantes atuais no sentido de consolidar as reformas que prejudicam, em muito, as classes menos favorecidas. A cronologia dos eventos está seguindo a risca o programa traçado. Aí vem até a desconfiança do acidente com Teori. Saiu um empecilho que incomodava, e muito. Lembramos a conversa de Jucá com aquele sujeito que gravou também Renan. Jucá disse textualmente – “temos que estancar a sangria...” isso com relação a Lava Jato. E aí está – ele e Renan tentando apressar a entrada rápida de Alexandre de Moraes no Supremo, atropelando prazo regulamentar para o processo de sabatinagem no Senado. A esperteza de Temer nomeando Moreira Franco para a Secretaria Geral com status de ministro, com

3

DELIRANDO? foro privilegiado, para livrá-lo das garras de Sérgio Moro. Toda essa gente no governo e no entorno deste, não passa de uma corja de velhacos, comprometidos até a alma com maracutaias de todos os matizes. Vai do favorecimento, passando pelo compadrio, até a roubalheira generalizada. Não há pudor para a realização do ilícito. A impressão que temos é que de tão habituados em fazer desvios de recursos, o clima entre eles é de fingimento coletivo – uns olham pros outros e sorridentes se cumprimentam solidários. Não externam, mais pensam – somos todos farsantes, cada um mente mais que outro na intenção de amealhar mais grana fácil! É de se perguntar – por onde andam os paladinos da moralidade, os raivosos manifestantes vestidos de verde-amarelo que povoaram as ruas das grandes cidades? O que estarão programando nesse momento de grande recuo da economia e pou-

ca ação de um governo incestado no poder, que faz reformas para prejudica-los (muitos daqueles manifestantes devem estar desempregados ou ficando sem emprego) e que impõe goela abaixo da população aumentos para servidores públicos que ganham bem acima da média dos irmãos da empresa privada. Governo que privilegia a casta política para conseguir maioria no Congresso para aprovar projetos que ferram com a maioria da população – inclusive os metidos a bestas fantasiados! Meu delírio se fecha em simulações do como será o Brasil de logo mais. Mas como disse um físico americano em programa de televisão que assisti outro dia: “Somos prisioneiros do presente – não há possibilidade de voltarmos ao passado e muito menos ir ao futuro”. E como prisioneiros desse presente na conjuntura que experimentados, com os políticos que temos, imagine – em qual futuro viveremos? Expediente: Direção Geral Jaqueline L. de Bem contato - (16)98169.1340 - Tim contato - (16)99145.9920 - Claro email - cidadeemfocosrv@gmail.com Jornalista responsável: Alexandre Xavier - MTB: 26.599 Tiragem: 4 mil exemplares Jaqueline Lasarete de Bem - ME CNPJ: 06.024.399/0001-27 Colaboradores: Adriana Tempesta - Tecnologia André Nader - Diversidade Cecília Pacheco - Cartórios Cristina Yasbek - Culinária Humberto Figueiredo - Segurança Isadora V. de Melo - Movimento Certo Jaquelina Orlando - Pet Mania João de Bem - Coluna do Bem Jucimara Pauda - Cultura em Pauta Mario Feitosa - Discordância Rogério Moscardin - Cidade Melhor Tais Basso - Conta Certa A opinião dos colunistas não representa, necessáriamente, a opinião do jornal.


4

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Momento Reflexão PROGRAMA DE PAZ Cumprir o próprio dever. Ninguém tranquiliza ninguém, sem trazer a consciência tranquila. Usar boas palavras e bons modos. Qualquer viajante da estrada sabe afastar-se do pé de laranja azeda. Desconhecer ofensas. A vida não constrange criatura alguma a passar recibo numa serpente para atormentar-se com ela. Auxiliar indistintamente. Se a fonte escolhesse os elementos a que prestar benefício, decerto que a Terra seria, francamente, um planeta inabitável. Não censurar. A crítica nos traça a obrigação de fazer melhor do que aqueles que nós reprovamos. Abençoar sempre. Qualquer trato de solo agradece o adubo que se lhe dê. Jamais vingar-se. Pessoa alguma consegue ajudar um doente, fazendo-se mais doente ainda. Amar os inimigos. A obra-prima da escultura nasce no sonho do artista que a concebe, mas não dispensa o concurso do buril que lhe dá forma. Não se lastimar por fracasso do caminho. O Sol, em cada hemisfério do mundo, começa a trabalhar de novo, diariamente. Saber cooperar, a fim de receber cooperação. O próprio Cristo não consegue sozinho realizar a obra de redenção da Humanidade e, em iniciando o seu apostolado na Terra, procurou doze companheiros que lhe serviram de base à divina missão. André Luiz - Página extraída do livro “Meditações Diárias” – Psicografia de Chico Xavier.

PALESTRA ESPÍRITA Estão convidados todos os confrades, simpatizantes e demais interessados para assistirem à palestra que será proferida nesta segundafeira, 20/02/2017, na sede do Grupo Espírita “Bezerra de Menezes”, situada à Rua Eugênio Melloni, 195 – Jardim Planalto, nesta cidade de Santa Rosa de Viterbo, quando o palestrante Geraldo Valadares, da USE-Ribeirão Preto, abordará o tema “Imortalidade da Alma”. Haverá sorteio de livros doutrinários. Desde agora, a diretoria da entidade agradece a presença de todos.


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Discordância Mario Feitosa - Um baixista, um baixo, p... baixo, um poeta, escritor, compositor, aristotélico, o cara da TI, factótum, "barbieri di Siviglia", exum ex-quisito. Me decifra ou te devoro, tal Caetano!... Leia mais em www. covildadiscordia.com.br/author/mariofeitosa/ © Covil da Discórdia

Cadê todo mundo?! Hoje serei brevíssimo: cadê todo mundo que era contra a corrupção?

foi forjada, buscando convencer brasileiros e o resto do mundo que a situação era inaceitável, porém corrigível.

Cadê aquele povo todo, de verde amarelo, batendo panelas, "primeiro a Dilma, depois o resto"?

Hoje temos Franco em Ministério, Jucá em liderança de Governo, no Congresso, empurrando blindagem à posição; temos censura de comunicação, a mando de Temer; temos o Espírito Santo em frangalhos, Rio em pé de guerra...

O problema não era a corrupção? Claro que não. Alguns começaram, já, a abrir os olhos e tal, mas, mesmo assim, ainda falo de uma parcela muito pequena, irrelevante, de pessoas entendendo que foram usadas. Claro que nem todos que o faziam eram inocentes úteis. Havia aqueles que realmente tinham interesses no projeto particular de "governo", que hoje rege o país. No entanto, como fica? Aliás, como ficamos?

A casa está desabando, porém parece que não. O silêncio impera em nosso peito de capachos que somos. O Estado se mostra soberano, mesmo em detrimento de nossos próprios direitos - sua real razão de existir -. Importante é que as boquinhas estejam caladas, as camisetinhas da CBF guardadas e as panelas tenham voltado para as mãos das diaristas... Isso que importa.

"Ah, mas o dólar baixou"... Claro que baixou: o aparelho todo passou a maquiar a verdadeira situação.

Quando o gato é bobo, os ratos fazem a festa. Só me desculpe por lembrar que nós não fomos convidados.

Toda uma crise de poder, depois econômica, hoje institucional

Segue o circo, ao som do mar e à luz do seu profundo...

5


6

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Tecnologia

More Bem

Alexandre Gregório de Bem Arquiteto e Urbanista

por Adriana Tempesta Visual Mídia

Vencedor do concurso de programação da Google não tem acesso à internet Google Code-in 2016, nada menos do que uma das competições de programação mais disputadas do mundo, tem entre seus vencedores um exemplo do que é esforço. Isso porque o campeão do ano não apenas foi o primeiro vencedor africano do concurso, como também está atualmente vivendo a 370 km de distância de sua cidade, na casa de primos na cidade de Iaundê, a capital de Camarões – tudo porque não há internet onde ele mora. Nji Collins Gbah, um jovem estudante de 17 anos, vivia em Bamenda e aprendeu a programar sozinho em dois anos. Na época, a cidade onde morava tinha acesso à internet, o que permitiu a ele estudar online e através de livros. Usando seus conhecimentos, Nji entrou no concurso, levando uma semana para fazer seu primeiro trabalho para a competição. Ao fim das inscrições do Google Code-in 2016, o estudante já havia entregado 20 trabalhos, em todas as cinco categorias do evento. Infelizmente, a internet em sua cidade foi cortada apenas um dia depois de ele ter completado esses trabalhos. Para piorar, esse corte foi resultado de uma série de desavenças ocorridas entre as regiões norte e sul da República de Camarões, o que fez o governo realizar o corte de conexão de toda a região noroeste e sudoeste do país desde 17 de janeiro. Foi pouco depois disso que Nji recebeu as boas notícias: ele foi um dos 34 ganhadores do Grande Prêmio do concurso da Google. A recompensa por tudo isso? Cada um deles vai passar

quatro dias na sede da Google, no Vale do Silício, em junho deste ano. Todo o trabalho que tive escrevendo um monte de códigos realmente valeu a pena “Fiquei muito, muito surpreso. Isso queria dizer que todo o trabalho que tive escrevendo um monte de códigos realmente valeu a pena”, contou ele ao jornal BBC. Quanto à ideia de ir morar com seus parentes na capital do país? A resposta, obviamente, era ter acesso à internet – afinal, convenhamos que um programador sem isso não tende a ir muito longe.

“Eu queria ter uma conexão para poder continuar estudando e fazer contato com a Google”, contou ele. O sonho de um jovem programador Como você já deve imaginar, um gênio como esses não pretende ficar apenas nessa vitória. Os planos de Nji são terminar seus estudos em Bamenda, para então cursar Ciência da Computação em uma universidade de respeito. Atualmente, Nji está dedicado a melhorar seus conhecimentos de inteligência artificial, redes neurais e deep learning - um ramo do machine learning (aprendizado de máquinas) que busca criar algoritmos para que máquinas aprendam com seus erros e façam melhores previsões de seus dados. fonte:tecmundo

Economia santa-rosense pode crescer com projetos de reforma urbana. A crise econômica nacional e o fechamento de postos de trabalho na indústria local trouxe preocupação para a maioria da população. Em consequência o comércio enfrenta grandes desafios para manter suas portas abertas e o poder público para pagar as contas e manter a arrecadação. Mas tudo pode mudar para melhor com boa vontade política e iniciativa privada, unidas em torno de bons projetos, transparência e honestidade. As parcerias público-privadas (PPPs) são contratos celebrados entre as empresas e os governos, e tem o objetivo de reabilitar espaços urbanos degradados ou obsoletos, viabilizando recursos e movimentando a economia. Muitas dessas PPPs já trouxeram grandes resultados para Alemanha, Canadá, Espanha, França, Holanda, Portugal, Reino Unido, e mais recentemente, para o Brasil. Arquitetos e Engenheiros santa-rosenses vêm desenvolvendo excelentes trabalhos profissionais e de graduação

que podem ser aproveitados pela administração municipal como forma de atrair investidores para a cidade. Os trabalhos acadêmicos são variados e muito bem fundamentados, mas ainda não saíram do papel, como por exemplo: Parque de Eco Aventura, Cidade Museu e Hotel Fazenda em Amália, Circuito de Turismo Rural da Serra, Reconstrução da Linha Férrea para passageiros entre Santos Dumont, Nhumirim e Fazenda Amália, Transformação da Avenida Presidente Vargas em corredor turístico cultural, entre outros. O destaque vai para o Sítio Paleontológico de Santa Rosa de Viterbo, iniciativa do Engenheiro Marco Antônio Cornetti. O Sítio foi criado com a ajuda da Ph7 e é considerado patrimônio mundial da humanidade pela UNESCO. Veja o vídeo sobre o Sítio pelo YouTube em https://www.youtube. com/watch?v=vBs5Bqpelc4, ou pesquise no YouTube pelo documentário: "Mar de Rochas" - Kortfilms Produções.


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

7


8

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

9


10

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Cidade Melhor

Rogério Moscardin rogeriomoscardin@yahoo.com.br

Qual é o segredo para tornar um lugar o mais feliz do mundo? A ONU escolheu 20 de março como o Dia Internacional da Felicidade e reconheceu o estado de espírito e bem -estar como metas universais. Os países mais felizes estão, na maior parte, na Escandinávia, de acordo com o último Relatório Mundial da Felicidade. As informações são da CNN, confira: Dinamarca A Dinamarca ficou em primeiro lugar como o país mais feliz do mundo no relatório. Um dos locais mais felizes no país deve ser, certamente, Tivoli Gardens, um dos parques de diversões mais antigos do mundo, que reabrirá no dia 10 de abril para a alta temporada. Se preferir um local mais calmo, visite o King's Garden, popular para piqueniques no verão. Para capturar o clima dinamarquês, a recomendação é jantar em uma casa dinamarquesa. Com estilo caseiro e luz de velas, é quase uma exigência para quem passa pelo país Noruega Jantar na capital do país, em Oslo, fará qualquer pessoa feliz. Oslo está comemorando a conquista de seis estrelas, entre cinco restaurantes diferentes, do Guia Michelin. Ylajali e Fauna receberam cada um uma estrela, enquanto Bagatelle e

Atatholdergaarden mantiveram uma cada e Maeemo ficou com duas. Para uma experiência mais natural, vá até o Dovrefjell National Park e a região montanhosa. Suíça A cidade suíça Zermatt e os 200 km de pistas de esqui da região encantam qualquer ávido esquiador. Mesmo no verão as encostas acolhem algumas das equipes de esqui nacionais para treinar - e você se estiver passando as férias na região. Para um passeio mais tranquilo, visite a aldeia Appenzell, com apenas 7 mil habitantes, e uma extensa rede de trilhas para caminhadas. Holanda A tulipa – a mais emblemática das flores. Os visitantes vêm de toda a Europa para ver as variedades de tulipas e outras flores. Os jardins fecham no dia 18 de maio. Fazer um passeio de bicicleta pela região das flores na Holanda é uma boa opção. Viajantes bem condicionados podem passear por várias partes do país de bike, por cerca de 400 km, ao longo de oito dias. Suécia De Estocolmo, Gamla Stan é um dos maiores e mais bem preservados centros medievais da cidade na Europa, e uma das principais atrações. Explorar o passado medieval de Estocolmo e passear pelo Royal National City Park, o primei-

CNN lista os 10 lugares mais felizes do mundo; confira ro parque nacional urbano do mundo, não pode ficar de fora do roteiro. Para uma passagem mais tranquila pela Suécia, o Kosterhavet Marine National Park, na costa Bohuslän, é o local ideal para a exploração. Canadá O Parque Nacional de Banff é um dos lugares mais felizes do país e certamente vale o tempo para se arriscar nos esquis. Confira Skoki Lodge para ver a primeira estância de esqui construída no Canadá. Se você quiser algo diferente, considere explorar a Haida Gwaii, antes conhecida como Queen Charlotte Islands. Com um voo de duas horas de Vancouver, há uma série de atividades ao ar livre, como a exploração da cultura e da história de uma das primeiras nações do Canadá. Finlândia Quer fazer a sua viagem para a Finlândia um pouco mais especial? Que tal dormir em um iglu de vidro no Kakslauttanen? Desfrute de uma vista deslumbrante sobre a aurora boreal e um céu estrelado em uma temperatura ambiente. Se você preferir uma pequena cidade à beira -mar, vá para Hanko, onde ciclismo, surf e mergulho são possíveis durante os meses mais quentes. Áustria Escutar música no famoso Musikverein Golden Hall, em Viena, é uma alegria para os ouvidos.

Além disso, provar a famosa torta Sacher de chocolate no Café Sacher vai agradar o paladar. Se você prefere ficar longe da algazarra da cidade, visite o Pogusch Country Inn para uma refeição. Para prolongar a felicidade, reserve um quarto na pousada e desfrute de um fim de semana no país. Islândia Ninguém deve ir embora da Islândia sem dar um mergulho na famosa Lagoa Azul. Veículos partem do aeroporto e oferecem aos turistas pagantes uma parada no caminho. A paisagem é deslumbrante, não deixe de nadar nas outras piscinas naturais aquecidas também. Os aventureiros devem visitar o Parque Nacional Snæfellsjökull para ver uma geleira no topo de um vulcão ainda ativo. A região ficou famosa por causa do filme Viagem ao Centro da Terra. Austrália Uma das sete maravilhas naturais do mundo e um dos itens na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, a Great Barrier Reef é imperdível no país. Ela tem 344 km de área e possui o maior ecossistema de recife de coral do mundo. Cerca de 600 ilhas continentais, 3 mil recifes e aproximadamente 150 ilhas costeira fazem parte da área. No entanto, os moradores de Wollongong estariam na parte mais feliz. Área de golfe e o Nan Tien, maior templo budista no hemisfério sul, estão lá.


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Cultura em Pauta

Jucimara Pauda Livros sem Frescura

Primeiro lugar no vestibular de Medicina da USP

Após fazer a prova da Fuvest não imaginava sequer ter passado. Passou. Parabéns e sucesso a esta garota que serve de inspiração a outrs jovens.

Livros mais lidos em presídios

Pensamento do dia: "O pensamento positivo pode vir naturalmente para alguns, mas também pode ser aprendido e cultivado, mude seus pensamentos e você mudará seu mundo" -Norman Vincent Peale - “Crime e Castigo” - Livro de Fiódor Dostoiévski, escrito em 1866 - Neste livro, Raskólnikov, um jovem estudante, pobre e desesperado, perambula pelas ruas de São Petesburgo até cometer um crime que tentará justificar por uma teoria: grandes homens, como César e Napoleão, foram assassinos absolvidos pela História. Este ato desencadeia uma narrativa labiríntica que arrasta o leitor por becos, tabernas e pequenos cômodos, povoados de personagens que lutam para perservar sua dignidade contra as várias formas da tirania.(Skoob)

- “Ensaio sobre a Cegueira”, de José Saramago, vencedor do Nobel de Literatura em 1998 -

Ela tem apenas 17 anos ,mas uma determinação que a fez conquistar o primeiro lugar no vestibular de Medicina. Bruna Sena começa a trilhar este ano um novo caminho: estudar na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Ela não cursou escola particular e contou com a ajuda dos professores do cursinho gratuito da USP. Em entrevista ao programa Sexo, Arroz e Internet , da TV Mais, ela disse que estudava de manhã, a tarde ficava em casa e a noite ia para o cursinho. Na rotina, nada de celular ou TV.

Ministério da justiça pesquisou e soltou a lista dos livros mais lidos nos presídios brasileiros. O ranking do Ministério da Justiça tem base no projeto Remição pela Leitura, que concede redução de quatro dias de pena a cada livro lido e resenhado. Cada detento pode ler (e escrever sobre) até 12 livros ao ano, o que representa 48 dias a menos na sentença.

11

É a fantasia de um autor que nos faz lembrar "a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam". José Saramago nos dá, aqui, uma imagem aterradora e comovente de tempos sombrios, à beira de um novo milênio, impondo-se à companhia dos maiores visionários modernos, como Franz Kafka e Elias Canetti.(Skoob)

- “A Menina Que Roubava Livros” de Markus Zusak -Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá -los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. (Skoob)


12

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

13


14

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Notícias de Santa Rosa

Gasperini ainda autorizou o uso da quadra de esportes do CEMEC (antigo Centro Comunitário) para que a Associação de Bairros possa desenvolver um projeto esportivo no local.

está ampliando a rede de comércios credenciada, oferecendo mais opções para o servidor público, além de promover maior circulação de recursos dentro do próprio município.

Enviado por Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santa Rosa de Viterbo

Autoridades querem câmeras de segurança na cidade

Campanha de Vacinação atende quase 700 pessoas e aplica 2200 doses

Quinta-feira tem 1º Pré-carnaval no Centro de Convivência do Idoso Na próxima quinta-feira, 23, das 09h às 12h a o cantor Emílio Costa e banda animam o 1º Pré-carnaval no Centro de Convivência do Idoso, que funciona em prédio anexo ao Ginásio de Esportes. Para participar basta ter 60 anos ou mais.

Prefeito recebe diretores da Associação do Nosso Teto

O delegado Adalberto Gonini, o Sub-tenente da Polícia Militar Adão Alves Pereira e o Prefeito Luís Fernando Gasperini estão em busca de soluções para ampliar a segurança pública da cidade de Santa Rosa de Viterbo. Na última semana os três se reuniram para discutir a viabilidade da instalação de câmeras em pontos estratégicos da cidade. O objetivo é aumentar a segurança dos moradores, principalmente após a onda de assaltos realizada nas últimas semanas. Foram consultados alguns especialistas que argumentaram qual a melhor maneira de instalar o equipamento, usando a tecnologia adequada para a cidade. O prefeito se comprometeu a fazer um esforço financeiro para começar o projeto neste ano, mesmo não tendo orçamento previamente designado para isso. Para os anos seguintes, a intenção é destinar recursos específicos para esta área.

Em recente visita ao gabinete do prefeito, alguns diretores da Associação do Bairro Nosso Teto ouviram do chefe do executivo municipal os projetos e programas para o bairro em sua gestão. O viceprefeito, Renato Palma Rocha Jr., também participou do encontro. Ficou definido que a comemoração do 34º. Aniversário do Bairro será realizada em parceria com a Prefeitura e coincidirá com a entrega, ainda no primeiro semestre de 2017, da Rodoviária que está sendo construída na Praça Zuleika de Melo Moura Balbão. A Famusa, que teve suas atividades paralisadas no final do ano, voltará em breve e também se apresentará no evento. Uma sugestão da associação que foi prontamente atendida pelo prefeito é a concessão do uso do anfiteatro da Praça à entidade. O local servirá como sede da associação que administrará o calendário de atividades do local, incentivando a realização de eventos por instituições culturais e igrejas do bairro.

Realizada no último sábado, a Campanha de Vacinação atendeu 698 pessoas que estavam com o cartão de vacinação desatualizado. Ao todo, foram aplicadas 2200 doses de vacinas diversas segundo informações do setor de Vigilância Epidemiológica da Prefeitura. É importante salientar que as vacinas continuam à disposição no Ambulatório Paulo Ricci, na Cohab, no Ambulatório Paschoal Cagliari, no Nosso Teto e na UBS do Povo.

Santa Rosa Folia: A volta da alegria

Já o delegado e o comandante local da PM vão analisar tecnicamente os melhores pontos para a instalação das câmeras e montar um projeto adequado para a cidade e a segurança de seus moradores.

Benefício para funcionários públicos injeta 2,7 milhões na economia local ao ano Todo funcionário público municipal recebe, além do salário, alguns benefícios, como cesta básica, vale alimentação e vale gás. Somados, estes valores chegam a 227 mil reais por mês. Isso significa injeção anual de 2,7 milhões no comércio local. Em tempos de crise e dificuldades financeiras em todas as cidades, uma injeção de capital desta magnitude no comércio local faz muita diferença. Para melhorar ainda mais, uma ação do Sindicato dos Servidores Públicos com a empresa Convênios Card, que administra os cartões dos funcionários,

O Espaço Mogiana será palco do Carnaval de Rua 2017 que terá como tema: Santa Rosa Folia, a volta da alegria. O evento acontecerá no sábado, segunda e terça-feira e a entrada será social, com doação de 1kg de alimento não perecível. No sábado e na segundafeira, o evento terá início às 21h com término previsto para as 2h da manhã. Já na terça-feira, o início será às 15h com encerramento às 22h. A animação ficará por conta de trio elétrico com DJ todas as noites. O ambiente terá ainda praça de alimentação e sanitários para maior comodidade do público. Dezenas de vigilantes farão a segurança do evento.


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Notícias de Santa Rosa Enviado por Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santa Rosa de Viterbo

Curso pré-vestibular está com inscrições abertas

O mutirão acontece neste sábado a partir das 8h e acontecerá em cerca de 300 cidades com cobertura televisiva pela EPTV. Faça sua parte e contribua com a eliminação dos focos de acúmulo de água em sua casa.

Vicinal do Polo Industrial de Amália: obras emergenciais começam em breve

O cursinho pré-vestibular gratuito que funciona na Escola Municipal Geraldo Magela Ribeiro está com inscrições abertas. São 30 vagas disponíveis para o ano de 2017 e podem inscrever alunos do 3º. ano ou egressos do ensino médio de escolas públicas. Se o aluno tiver frequentado escola particular também tem direito a inscrição, desde que apresente declaração de bolsista. As inscrições acontecem nos dias 20 e 21 de fevereiro no período das 18h30 às 21h na E.M. Geraldo Magela Ribeiro que fica na rua João Navas, 50 - Adib Moussa. Documentos Necessários: Cópia CPF e RG e comprovante de residência, declaração de matrícula ou certificado de conclusão do Ensino Médio e uma foto 3x4. Para aqueles que vêm de escolas particulares, também é necessário apresentar a declaração de bolsista.

Especial cênico - Carnaval – a festa das festas” Na próxima sexta-feira, 24, a Fundação Cultural apresenta o espetáculo cênico Carnaval -a festa das festas, como parte das programações do Carnaval Cultural. A peça é uma produção da Cia. Representando a Arte, grupo que coordenou uma oficina de iniciação artística destinada a crianças e adolescentes que compõem o espetáculo. A apresentação acontece no Centro Cultural às 19h30 com entrada gratuita. Direção: Richard Oliveira. Apoio e produção: Luiz Fernando Correa. Maquiagem: Jeniffer Moura. Participação especial da atriz Tamires Azevedo.

Mutirão contra dengue acontece neste sábado Uma ação em parceria da EPTV com a Prefeitura de Santa Rosa busca atacar os focos de proliferação do mosquito aedes aegypti. O mosquito que transmite várias doenças, gosta de água parada e o único modo possível de evitar a transmissão da dengue é a eliminação do mosquito transmissor. A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença.

15

Na manhã do último sábado, 11, o Prefeito Luís Fernando Gasperini e alguns assessores foram visitar a Cooperativa Cooperft, no assentamento dos sem-terra em Serra Azul. O objetivo era conhecer o trabalho desenvolvido pela cooperativa que atua na produção e distribuição de várias frutas, legumes e verduras, bem como conhecer mais de perto a realidade e o dia a dia dessas famílias. A equipe foi muito bem recebida por alguns integrantes do projeto que explicaram a logística do assentamento e da cooperativa da qual participam. No local existem quatro núcleos de moradia, assentados legalmente há doze anos. Há oito, a cooperativa foi organizada e legalizada pelo INCRA, recebendo o nome de Cooperativa dos Produtores Familiares Fruto da Terra. Atualmente a cooperativa realiza a entrega dos seus produtos para o CRAS de Serra Azul, várias escolas de Serrana e semanalmente, em Sertãozinho, onde percorrem vários bairros distribuindo seus produtos gratuitamente para a população.

Cinco empresas farão o rateio para as obras emergenciais na vicinal que liga a Rodovia Claudinete Luis Zurlo ao Polo Industrial Amália. O valor, orçado em cerca de 20 mil reais, será dividido entre as empresas: Tate & Lyle, Artivinco, Usina da Pedra, Moreno e Ipiranga. As obras serão realizadas por funcionários e maquinários da Prefeitura Municipal. O material está sendo cotado com alguns fornecedores e deve ser liberado em breve para o início das obras. As melhorias serão nos pontos mais críticos, onde há grande incidência de buracos que colocam em risco a vida dos trabalhadores das empresas do polo. Nesta semana, o prefeito Luís Fernando Gasperini irá a Brasília e, entre os pedidos, está o do recapeamento total da vicinal.

Prefeitura de Santa Rosa de Viterbo visita a COOPERFIT

O encontro foi agendado pelo vereador Dênis, de Serrana, e pela ex-vereadora Andressa e foi graças ao empenho de ambos em fazer o agendamento dessa visita que o município de Santa Rosa de Viterbo, possivelmente, estabelecerá uma parceria com a cooperativa. “Espero que tudo funcione muito bem para que os assentamentos de sem terra deixem de ser mal vistos e sofrer preconceito”, disse Giovani, um dos cooperados. Já Carlinhos, outro integrante do projeto, completa: “Se der certo essa parceria com o Prefeito de Santa Rosa vai ser muito bom porque as crianças terão uma alimentação muito boa”. “Aqui existem pessoas de bem, organizadas e famílias que, unidas, desenvolvem e produzem a agricultura familiar. Um trabalho honesto e digno, com o qual temos muito a aprender, principalmente a humildade de espírito e a força do trabalho realizado em comunhão. Com certeza foi uma manhã de grandes lições de vida onde saio daqui diferente de como cheguei! Foi emocionante” — encerra o Prefeito.


16

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

17


18

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210 o Prefeito Roni Astorfo.

Notícias de Tambaú Enviado por Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Tambaú

Pelo 5º ano consecutivo Carnaval Popular de Tambaú terá desfile de Escolas de Samba. - Prefeitura Municipal resgata a verdadeira tradição do Carnaval Tambauense! Em Tambaú os preparativos para o Carnaval 2017 seguem com muita alegria e disposição. Na terça-feira, 14/02, o Prefeito Roni Astorfo esteve reunido com a Diretoria de Esportes, Cultura e Turismo Cintia Eduardo e os responsáveis das Escolas de Samba tambauenses: Império da Vila representada por Reginaldo, Japão e Miau e Escola Beira Rio com Zequinha, Lena e Paulinho Monteiro para ajustar os detalhes do Desfile de Carnaval 2017. O Desfile das Escolas de samba acontecerá no dia 27/02 (segunda-feira) a partir das 20h com saída da Escola de Comércio, percorrendo o Centro da cidade até o palanque montado na Praça Sto. Antônio. Haverá arquibancada na Av. Theodomiro Celestino visando comodidade ao grande público que tem prestigiado o desfile das escolas de samba de Tambaú. Além da apresentação das Escolas de Samba também haverá o desfile de blocos convidados. Inscreva seu bloco para o desfile, procure o Centro de Atendimento ao Munícipe Luís Carlos Capriogli na Rua Coronel José Vilella, 297, ou pelo telefone 3673.2503. “Agradeço os envolvidos no Carnaval pelo empenho e dedicação, pois sem a determinação dos responsáveis e da comunidade seria impossível a realização do desfile. Nosso maior objetivo é ver a família e os amigos se encontrem na avenida para essa grande festa popular e oferecer momentos de divertimento e lazer! Neste ano buscamos novamente mais alegria no verdadeiro sentido do Carnaval Tambauense. Estamos muito felizes e otimistas com a festa deste ano!”, finalizou o Prefeito Roni Astorfo.

Administração de Tambaú participa de Encontro com o Consórcio Regional de Saúde busca melhorias para o Samu, Ame e Hospital de Divinolândia. No dia 10/02 o Prefeito de Tambaú Roni Astorfo esteve no hospital de Divinolândia junto a mais 13 prefeitos e 2 vice-prefeitos, representando as 16 cidades que fazem parte do Consórcio Regional sobre Saúde. No encontro foram discutidas situações do Samu, do Hospital de Divinolândia e também do AME. Na oportunidade, também aconteceu a Eleição para a presidência dessa regional, válida por dois anos, a qual elegeu como Presidente o Prefeito Amarildo de Vargem Grande do Sul e Vice Presidente o Prefeito Vanderlei de São João da Boa Vista. “Faço votos de muita sorte aos dois e reforço que iremos trabalhar juntos para buscar apoio dos governos federal e estadual para melhorar cada dia mais a qualidade dos serviços de saúde de nossa região” finalizou

Prefeitura Municipal, Assistência Social e Polícias Militar e Civil se unem em ação de conscientização dos moradores de rua! A Prefeitura Municipal de Tambaú através da Coordenadoria Municipal de Assistência Social e Convênios em parceria com a Polícia Militar e Polícia Civil do Estado de São Paulo executou uma ação de busca ativa junto aos moradores de rua alocados dentro do município. Essa ação tem como principal objetivo cadastrá-los e encaminhá-los para as políticas públicas setoriais de Tambaú como Assistência Social, Saúde, internações por uso de drogas e álcool quando necessário, também encaminhá-los às suas famílias através de relatório social e assim diminuir o número de moradores de rua na cidade. Esse é um primeiro passo do trabalho da Assistência Social tambauense para diminuição do número de pessoas em alta vulnerabilidade social, como também proporcionar o atendimento e acesso às políticas públicas. A próxima etapa é a conscientização da população em geral para que não dêem esmolas, mas sim os encaminhe para a Assistência Social para que tenham o atendimento profissional adequado. “Agradeço a participação do Delegado da Polícia Civil Dr. José Guilherme Torrens de Camargo, do Sub-Tenente da Polícia Militar Sr. Barbosa que dispôs de dois veículos com os policiais Cabo Danilo, Cabo Deividison, Soldado Garcia e Soldado Moscardini, além da equipe técnica do Depto. de Assistência Social pelo trabalho importante realizado em prol de toda nossa sociedade”, destacou o Prefeito Roni Astorfo.

Saúde em Tambaú: Médicos e Administração se reúnem para traçar metas e projetar melhorias. Iniciando seu segundo mandato o Prefeito Municipal de Tambaú Sr. Roni Donizetti Astorfo segue os projetos de planejamento para a Administração 2017/2020. Nesta semana, o chefe do Executivo tambauense esteve reunido com a equipe da Coordenadoria de Saúde e alguns médicos, os doutores Manuela e Doutores Júlio, Gustavo, Eduardo, João Roberto, Léo e também o Doutor e Vice Prefeito Sérgio Beltrão para ouvir opiniões, sugestões e, sobretudo, traçar o planejamento para 2017 e os próximos anos. “Planejar o ano de 2017 em sintonia com os profissionais e ir de encontro com os anseios da população é fundamental para que a cada dia os serviços sejam de qualidade para com os usuários SUS”, destacou o Prefeito Roni Astorfo.

Obras de recapeamento das Ruas Benjamin Constant e Mato Grosso são retomadas! Obras para regularização do estacionamento da Rodoviária também continuam. Nesta semana com a pausa nas fortes chuvas obras importantes foram retomadas em Tambaú. Na terça-feira,

dia 14/02, o Prefeito Roni Astorfo esteve com o Coordenador de Obras Julio Francischett acompanhando a retomada dos serviços de pavimentação da Rua Mato Grosso e Rua Benjamin Constant. Na oportunidade o chefe do executivo tambauense também acompanhou a obra de regularização do estacionamento e entorno do terminal Rodoviário de Tambaú. A Prefeitura informou que dentro de duas semanas, considerando a pausa nas chuvas, essas melhorias estarão concluídas para beneficiar diretamente a população e reforça que conta com a colaboração de todos, especialmente de moradores das proximidades, para que não soltem água na rua nos próximos dias, uma vez que isso pode prejudicar a conclusão das obras e afetar a qualidade do asfalto. Aos motoristas e pedestres é importante redobrar a atenção nos trechos em obras para evitar acidentes.

Atividades dos Grupos Alegria de Viver e Agita Tambaú retornam em 2017 com as Marchinhas de Carnaval! As atividades do ano de 2017 dos Grupos Alegria de Viver e Agita Tambaú já tem data para retornar. No dia 22/02 (quarta-feira) os grupos iniciam em grande estilo com as tradicionais Marchinhas de Carnaval no Esporte Clube Operário, às 19h. O dinheiro arrecadado com o serviço de bar do evento será revertido para a Apae. No fim de semana, dias 25/02 e 26/02 as Marchinhas acontecem no Coreto da Praça Santo Antônio às 19h. Os eventos são gratuitos e abertos a toda a população.

Escolas Municipais de Tambaú retornaram às atividades! Vagas para estágio em pedagogia estão abertas no novo ano letivo. As Creches Municipais de Tambaú retornaram suas atividades no dia 09/01, recebendo os pequenos com muito amor e dedicação. Já as Escolas Municipais retornaram às atividades no dia 06/02 seguindo o calendário do Ministério da Educação. Para efetuar a matrícula caso seu filho ainda não esteja em nenhuma escola ou creche, é necessário os pais ou responsáveis comparecerem na unidade escolar mais próxima de sua residência portando certidão de nascimento da criança, carteirinha de vacinação e comprovantes de residência e renda do responsável. A Prefeitura Municipal de Tambaú através do Departamento de Ensino informa ainda que estão disponíveis vagas de estágio para estudantes de pedagogia. Os interessados deverão levar currículo diretamente ao Departamento, que fica na Rua Dr. Alfredo Guedes, 1255 (APA), das 07h às 16h30. “A Educação tambauense vive um excelente momento, todas as crianças têm vagas e a espera é zero. Esperamos novamente que os pais e responsáveis estimulem a vida escolar de seus filhos e participem de sua rotina na escola, pois só assim teremos a garantia de um futuro melhor”, afirmou o Prefeito Roni Astorfo. Já as aulas de ginástica começam no dia 06/03 (segunda-feira), quando será entregue o planejamento para todo o ano. Além das atividades físicas, festa julina, bailes, encontros, jogos, dinâmicas de grupo e passeios estão previstos para 2017.


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Notícias de Tambaú Enviado por Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Tambaú

Imagens das Notícias da página 18 - Tambaú

19


20

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

21


22

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Pet Mania Jaqueline Orlando Facebook: Cheio de Mimos

#Dica antecipada: passeie com seu dog, pois deixá-lo sempre no mesmo lugar pode ser muito entediante para o bichinho. Você já sentiu que seu cão estava te evitando, ou estava muito infeliz, com atitudes fora do habitual? É claro que nós, amantes dos animais, sempre vamos querer deixar nossos pets mais felizes, mas sempre tem uma forma de melhorar a vida deles e deixá-los mais felizes. Você sabia que existem algumas atitudes suas que deixam o seu cão infeliz? Gritos Ok, essa é uma orientação polêmica: não grite nunca com seu cão. Não importa se ele descobriu o seu jardim, comeu os seus sapatos ou fez xixi no meio da sala. Imagine-se na seguinte situação: você arrumou

um emprego novo, e seu chefe grita sempre que você erra em alguma coisa que você nem foi orientado para fazer. Sentiu o drama? É assim que ele se sente. Ele sabe que você está bravo, pois é sensitivo, mas não entende o porquê, e isso o fará ficar estressado, assustado, medroso e ansioso. Passeio e exercícios O passeio é algo muito importante para o cão, pois de ficar sempre no mesmo ambiente, ele pode ficar ansioso e entediado. Quem não fica, não é mesmo? Por isso, procure arranjar pelo menos 20 minutos do seu dia para dedicar às caminhadas com o seu amigão. Coloque a coleira e saiam juntos. Isso fará com que ele fique mais feliz, calmo, satisfeito e equilibrado. É garantido o resultado. Mexer na comida ou no brinquedo É comum encontrarmos donos que retiram a comida do cão ou o brinquedo enquanto ele está se de-

Atitudes dos donos que deixam o cão infeliz dicando a eles para tentar mostrar ao cão quem manda no local e que ele lhes deve respeito. Isso, no entanto, somente irá deixar seu cão infeliz e irritado, podendo inclusive gerar o que você pode estar tentando evitar: a agressividade e a possessão com a comida e seus brinquedos. Ele não entende que você está fazendo isso para não deixa-lo possessivo, mas entende que você é um atormentador, e que ele não poderá comer em paz. Se você quer que ele seja calmo enquanto come ou brinca, quando ele estiver se alimentando ou brincando, procure mexer na ração e no brinquedo, mas sempre fazendo carinho. Mostre que você não vai roubar o alimento dele. Solidão Os cães não devem ficar sozinhos em casa por muito tempo. Isso é um fato: se você trabalha o dia todo e quer saber qual é a raça que fica melhor sozinha por determinado período em casa, vamos dar uma resposta breve. Nenhuma raça. Esses animais são sociais, criados para

viver em matilha tendo companhia constante. Se você trabalha o dia todo e mesmo assim quiser ter um cão, encontre uma creche para deixa -lo três dias na semana, pois os outros dois dias ele estará exausto das brincadeiras. Outra solução é ter outro cachorro para fazer companhia à ele. Castigo em gaiolas ou caixas de transporte Como treinamento e ferramenta de transporte, essas caixas são excelentes, mas sempre associadas à diversão e segurança. Isso não deve ser usado para punição, embora seja uma prática recorrente. Se você prendê-lo na caixa para deixa-lo de castigo, ele passará a odiar a caixa e isso tornará as viagens muito mais estressantes, para ele e para você. O tempo, para o cão, não faz diferença: não os deixe por 5 ou 10 minutos presos para pensar no que fizeram, pois eles não entendem o motivo de estarem sendo punidos. Fonte: Clube Para Cachorros.

Click da semana

Renata com seu príncipe peludinho Rick.


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Culinária

Cristina Yazbek Facebook: Colher de Pau

Torta de Presunto e Abobrinha

Ingredientes:

Modo de preparo

Para a Massa: 400 gramas de farinha de trigo 230 ml de leite 30 gramas de açúcar 6 gramas de sal 20 gramas de manteiga amolecida 15 gramas de fermento biológico fresco

Coloque todos os ingredientes na batedeira e bata até ficar uma massa lisa e homogênea. Deixe crescer por cerca de 20 minutos até dobrar de tamanho. Abra esta massa em formato de retângulo, em uma superfície lisa e com um pouco de farinha. Pincele um pouco de manteiga derretida na superfície da massa e coloque as fatias do recheio na ordem que achar melhor, sempre intercalando. Enrole a massa com este recheio formando um rocambole e corte em 7 pedaços, vire para cima e disponha em uma assadeira. Deixe crescer novamente por volta de 20 minutos até que os rolinhos estufem e cresçam. Pincele um pouco de leite sobre eles e leve ao forno pré-aquecido (180°C) aproximadamente 50 minutos.

Para o Recheio: 80 gramas de manteiga derretida 2 abobrinhas cortadas horizontalmente em fatias finas 100 gramas de presunto de parma fatiado 100 gramas de queijo provolone em fatias finas Para Finalizar: 1/2 xícara (chá) de leite para regar a torta

23


24

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

25


26

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Movimento Certo

por IsadoraVerdu Fisioterapeuta CREFITO: 3/198240-F

Dentre os diversos animais que mais se aproximaram do homem, o cavalo conquistou seu espaço nas cavalgadas culturais, religiosas, turísticas, nos esportes e como meio de transporte. Também de forma terapêutica, a equoterapia contribui para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização corporal, aperfeiçoamento da coordenação motora e equilíbrio.

Algumas atividades equestres são potencialmente de risco, podendo levar às lesões ou fraturas. A maior parte dos acidentes é resultante de quedas que variam de leve a graves. A taxa de lesões chega a ser maior quando comparada às lesões de motocicletas. No hipismo e rodeios os membros superiores e inferiores são os mais acometidos, mas as assaduras de contato, hematomas, torções e distensões musculares são comuns a todas as atividades que envolvem o cavaleiro.

As fraturas e luxações são de grau moderado, enquanto o trauma encefálico e vertebral são os mais graves. Apesar de protegida, a medula espinhal pode ser lesada pelas vértebras que se quebram ou deslocam de formas variadas causando lesões por traumatismo que, dependendo da gravidade, determinarão quais funções corporais serão comprometidas ou perdidas, uma vez que a medula espinhal é a principal via de transmissão de informações entre o cérebro e o resto do corpo.

Conhecendo-se os riscos é possível utilizar meios que tornem as atividades com cavalos mais seguras e prazerosas. Equipamentos como sela, coletes, capacetes e luvas são fundamentais, além de outros cuidados de segurança. Não podemos esquecer dos cuidados quanto a proteção e bom condicionamento físico de nossos queridos animais. Curta e abuse de sua companhia, mas com segurança. Bom dia a todos.

27

SEGUUUUURA PEÃO


28

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Conta Certa

Tais Basso Assessoria e Consultoria Contabil

qualificações às necessidades do trabalho.

4 dicas para conquistar reconhecimento e ser promovido! Quem ingressa no mercado de trabalho tem uma série de expectativas, como crescer na carreira, ganhar mais, realizar-se profissionalmente e ser reconhecido pela empresa. Porém, nem todos conseguem alcançar o sucesso, seja por falta de capacitação ou carência de habilidades. Para ter uma carreira de destaque é necessário desenvolver competências que são exigidas pelo mercado. Uma das maneiras de ser promovido é justamente buscar qualificação por conta própria. Para não perder competitividade no mercado de trabalho, é importante procurar especialização e planejar o crescimento da carreira. Faça um planejamento de carreira: Hoje em dia, cada vez mais a meritocracia é valorizada como quesito principal para promoções em detrimento do “jeitinho”, indicações ou apadrinhamentos. Os setores de RH das empresas já possuem planos de cargos e salários definidos, além de critérios de ascensão profissional. Uma vez que o colaborador sabe como a companhia funciona, fica mais fácil moldar as próprias

Estude sua área de atuação: É indispensável se dedicar a uma área de conhecimento, sabendo qual o cenário atual da profissão, as possibilidades de atuação e perspectivas para a área. Identifique o que os profissionais bem-sucedidos fazem para poder trilhar um caminho semelhante. Geralmente, esses profissionais possuem uma formação focada em determinada área, o que o coloca em destaque e aumenta as chances de contratação ou promoção. Invista em novos cursos: Para se destacar na empresa em que atua, é essencial demonstrar o domínio de algumas competências e conhecimentos técnicos. Cursos específicos podem ser eficazes para suprir carências na formação profissional. Hoje em dia é possível fazer várias capacitações e até obter certificações por meio da internet, sem precisar sair de casa. Aprimore suas habilidades: Cada profissão requer um grupo de habilidades específicas, necessárias para o desenvolvimento de tarefas com excelência. Ao identificar os conhecimentos práticos essenciais para a profissão, é preciso buscar formas de desenvolver essas habilidades. Mais uma vez, os cursos rápidos podem ajudar bastante a acelerar a aprendizagem. Administradores


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Cartórios

Cecília Pacheco Registradora de Imóveis

É muito saudável que as diferentes formas de constituição de família preservem suas peculiaridades, sem que isto signifique a superioridade de uma sobre a outra. A diferença hoje entre o casamento civil e a união estável restou fundamentalmente em que o cônjuge é herdeiro necessário e o companheiro não o é. Em que pese a polêmica discussão da igualdade entre essas duas formas de constituição de família e o julgamento pelo STF, em 31/08/2016, equiparando essas duas entidades familiares, é razoável que tais diferenças permaneçam. Isto não significa a prevalência de uma sobre a outra.

É exatamente esta diferenciação que dá a possibilidade de escolha ao casal de constituir uma família, sem que o cônjuge seja necessariamente herdeiro. É esta diferença, portanto, que pode garantir a liberdade, um dos pilares de sustentação do Direito Civil. É paradoxal a equiparação en-

tre união estável e casamento, tal como estabelecido na decisão do Supremo Tribunal Federal no RE 878694, no voto do Ministro Relator Luís Roberto Barroso e que ficou assente para fins de repercussão geral, a seguinte tese: “É inconstitucional a distinção de regimes sucessórios entre cônjuges e companheiros prevista no art. 1.790 do CC/2002, devendo ser aplicado, tanto nas hipóteses de casamento quanto nas de união estável, o regime do art. 1.829 do CC/2002”. Apesar da posição oficial do IBDFAM, inclusive participando como amicus curiae, em favor da equiparação, continuo me perguntando: Será mesmo bom estabelecer as regras para as uniões estáveis em similitude com o casamento? Ora, se as pessoas não se casam no civil, é porque não querem fazê-lo, ainda mais com as facilidades do divórcio pós EC 66/2010. Com o estabelecimento da equiparação entre união estável e casamento, qual alternativa restará à pessoa que não quiser se casar e preferir viver em regime de união estável? Certamente nenhuma, pois se estaria em um instituto idêntico ao do casamento, embora com outro nome. Neste raciocínio, equiparar a união estável seria praticamente acabar com ela, matá-la em sua essência, que é exatamente não estar presa às regras do casamento. A união estável é um instituto em que os sujeitos desejam um espaço onde possam criar suas próprias regras da convivência, sem interferên-

29

UNIÃO ESTÁVEL E CASAMENTO: O PARADOXO DA EQUIPARAÇÃO Por Rodrigo da Cunha Pereira Publicado em: 04/11/2016

cia estatal. As tentativas de equiparação da união estável esbarram em contradições. É que sua essência, seu cerne, é exatamente não querer intervenção excessiva do Estado. Isto é o que acontece na maioria dos países europeus, ou seja, o instituto da união estável escapa e escapará sempre às imposições e às tentativas de regramentos/equiparações. É o espaço do não institucionalizado e, pela sua natureza, é algo que quer exatamente fugir das regras e escapar dos limites e formalidades do casamento civil. Escolher viver em união estável está diretamente ligado à opção e desejo de um outro tipo de conjugalidade, fora daquele preestabelecido pelo Estado, ou uma forma alternativa ao casamento. Não podemos confundir, entretanto, a não equiparação das uniões estáveis com o casamento com a não proteção do Estado a este tipo de união, seu reconhecimento enquanto forma de família e como instituto que tem consequências jurídicas. União estável, ou união livre, como o próprio nome indica, é aquela livre de regulamentação, registros e controles oficiais. Equipará -las ao casamento significa interferir na liberdade de escolher a forma de se constituir família. Essa tendência é, na verdade, uma posição moralista e equivocada, pois seria o mesmo que não aceitá-la como uma forma de família diferente do casamento. É como se fosse para resgatá-la de

algo que não é correto, como moralistamente estabeleceu-se no artigo da Constituição da República (226, § 3º) que o Estado facilitará sua conversão em casamento. O Estado não pode e não deve interferir na liberdade dos sujeitos de viver relações de natureza diferente daquelas por ele instituídas e desejadas. Se em tudo se equipara união estável e casamento, significa que não teremos mais duas formas de constituição de família, mas apenas uma, já que não há mais diferenças. O velho, mas sempre atual, bordão do movimento feminista cai aqui como uma luva: viva a diferença com direitos iguais.

Rodrigo da Cunha Pereira: Advogado especializado em Direito de Família, com ênfase interdisciplinar em Psicanálise. Professor de Direito Civil – Direito de Família – PUC/MG, desde 01/09/93 (atualmente licenciado). QUEM NÃO REGISTRA, NÃO É DONO. Garanta seus bens, bom registro a todos e ótima semana!


30

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

Diversidade

André Nader nadersrv@live.com

— Me inscrevi, estudei tudo direitinho e estou terminando o ensino médio. “O dia em que eu morrer quero ser lembrada por algo que eu fiz. Não como algumas amigas minhas que foram assassinadas. Quando nos matam eles não dão um tiro, eles querem exterminar: é facada, paulada... É para exterminar. É triste pensar que o simples fato de eu existir e assumir quem eu sou é uma afronta para alguém”. A reflexão é de Valeria Rodrigues, mulher trans de 37 anos. Ela já pode ser considerada uma sobrevivente. A expectativa de vida de transexuais no Brasil não passa dos 35 anos. A média nacional de 74,9 anos. Um estudo recente feito pela Rede Trans Brasil mostra esse dado e também revela que, em 2016, 144 pessoas trans foram assassinadas no País. O relatório não faz diferenciação entre travesti e transexual e mostra que em segundo lugar na pesquisa está o México, com 52 homicídios (42% da média do Brasil). Valeria sobreviveu às estatísticas e à vida real. Ela já sofreu xingamentos, constrangimentos, ameaças e agressões que poderiam tê-la matado. A mulher, que nasceu no Paraná, hoje é conselheira municipal de políticas para mulheres e população LGBT. Ela teve contato com a transfobia logo cedo quando, na quinta série, começou sua transição. Depois de passar por muitas situações constrangedoras, ela ficou com medo de voltar para a escola e parou de frequentar a instituição. Hoje, ela conseguiu voltar aos estudos depois de uma bolsa que conseguiu no programa Trans Cidadania.

Aos 14 anos ela começou a trabalhar e sempre buscou levar conscientização para a população em relação às necessidades da população LGBT. Além disso, ajudava amigos que tinham alguma necessidade. Ela chegou a abrir as portas de sua casa para amigos e amigas que precisavam de um teto depois de serem expulsos de casa por familiares que não aceitavam as orientações sexuais e identidade de gênero dos filhos. — Naquela época, se algum gay ou trans passava na frente de uma balada, botavam para correr. Certa vez, em Franco da Rocha, ela conta que parou o carro em um posto de gasolina para ir em uma loja de conveniência para recarregar o celular, algo comum para a maioria das pessoas. Porém, quando se é uma pessoa trans, a situação não é tão fácil assim. Um homem e a namorada dele estavam no local e começaram a conversar sobre o fato de Valeria ser “menina ou menino”. — Ele falou: “Não sei não. É traveco”. Eu olhei para o casal e balancei a cabeça como desaprovação. Aí ele veio pra cima. Me tirou do posto me dando murro no ombro, na cara. Era um homem forte. Eu corri, entrei no carro e voltei no dia seguinte para pagar a dona e conversei com ela. Desse dia em diante ela colocou um segurança 24 horas lá. Nessa época eu fiquei traumatizada. Outra vez, no mesmo posto de combustível, um homem armado fez ameaças dizendo: “Quem é ‘veco’ vai subir, vai subir”. Valeria conta que

Conheça histórias de sobreviventes ao País que mais mata transexuais no mundo aquele dia foi “bem apavorante” e que a pessoa trans passa por situações como essa todos os dias no shopping, no cinema... — Sempre saímos de casa esperando qual será “a boa do dia”. Sempre vai ter. Cabe antes de sair de casa fazer um yoga (risos). Se não, vai ficar trancada em casa. Ela também já passou constrangimentos ao usar o banheiro em locais públicos. Certa vez, estava em um mercado e precisou usar o local. Ela entrou no banheiro, que estava vazio e, quando saiu, foi puxada por um segurança do local. — Ele perguntou: “Quem foi que te autorizou a entrar nesse banheiro? Você não sabe que essas pessoas assim não pode usar banheiro de mulher porque constrange as clientes”? Ela explicou que iria usar o banheiro com o gênero que ela se identifica e tentou conscientizar o homem dando um cartão seu para que ele pudesse se informar mais sobre a situação das pessoas trans no Brasil. Neste momento, ele xingou a mulher e a polícia foi chamada para ajudar. — Ao chamar a polícia, o policial me perguntou o que eu estava fazendo no mercado. Hoje, Valeria também trabalha com a reinserção social e profissional da pessoa trans por meio do Instituto Nice, do qual ela é presidente. Por meio de parceria com empresas, ela consegue ajudar as pessoas trans a buscarem trabalhos de recepcionista e camareira, por exemplo. Além disso, ela trabalha com conscientização de crianças em escolas para que elas cresçam respeitando a diversidade.

— O Brasil precisa urgentemente de leis que nos amparem. Na cabeça do povo a gente só pensa em sexo. Auto estima Em um País que mata praticamente três pessoas trans por semana, trabalhar a auto estima é algo muito difícil para essa população. Paulo Vaz é homem trans e tem 31 anos. Ele, que é formado em design, resolveu atacar de modelo e mostrou sua beleza e simpatia. No começo do ensaio, ele estava nervoso, mas conta que foi se abrindo conforme músicas de Madonna e Lorde começaram a tocar. — Na adolescência, eu passei a não gostar muito do meu corpo. Quando começou a crescer os seios, a mestruação... Foi terrível. Chegou um momento que eu engordei e decidi procurar um nutricionista e consegui emagrecer. Então comecei a hormonização. Segundo ele, a grande chave para que as pessoas mudem sua percepção em relação à população trans é elas terem informação e educação nas escolas e nas universidades. Além disso, ele conta que as agressões sofridas por um homem trans são diferentes das mulheres trans. — As pessoas perceberem mais as mulheres trans na rua do que os homens trans. As meninas trans, em sua maioria, são mais altas e têm um crescimento ósseo maior, e isso chama atenção fazendo ter uma leitura trans/ travesti. E também porque a testosterona acentua mais os traços masculinos, engrossam a voz nos homens trans. Já os efeitos do hormônio feminino são diferentes nas mulheres trans/travesti. Fonte: http://noticias.r7.com


Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210

31


32

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Ano 5 - Edição 210


Ed210