No Alvo - Dezembro de 2015

Page 1

no

ANO 3 - EDIÇÃO 26 - dezembro 2015

alvo

Revista eletrônica oficial da Confederação Brasileira de Tiro com Arco

Entrevista com George Hilton


Editorial

A

A última edição do ano da revista No Alvo tem a honra de trazer uma entrevista com o Ministro do Esporte, George Hilton, fazendo um balanço dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e do tiro com arco. A revista traz também um pouco da história de superação e conquistas da arqueira Thaís Carvalho e como foi a visita dos atletas e comissão técnica ao Centro de Treinamento da Hoyt. O ano de 2015 foi de muitas conquistas para o tiro com arco brasileiro e cada vez mais aumentam as expectativas para 2016. Agradecemos e parabenizamos todos os atletas, equipe técnica, familiares, que ajudam a engrandecer a modalidade. Desde já desejamos um excelente natal e ano novo! Que em 2016 possamos dar continuidade, juntos, nessa caminhada, rumo a medalha olímpica!

4 Sala de Imprensa

8 Entrevista com George Hilton

10 Trocando Experiências

11

Participe Mande para nós sugestão de pauta, assuntos que gostaria que fossem divulgados, fotos, comentários. Contamos com a sua colaboração! imprensacbtarco@sbpromocoes.com.br

Presidente: Vicente Blumenschain Coordenador Técnico: Eros Fauni

2

No Alvo www.cbtarco.org.br

Mais que patrocínio, parceria

12 Na Mira: Thais Carvalho


6 8

9 10

A revista NO ALVO (antiga CBTARCO DIGITAL) está em sua 13ª edição! Online, mensal e única, a revista atende a todos que se interessam pelo tiro com arco nacional. Anunciando aqui, sua marca terá destaque nacional para todo o nicho do tiro com arco! Contato: (21) 2495-7053. Expediente - Jornalista: Marcella Bastos (33795/RJ) - Fotos: CBTARCO - Diagramação: Márcio Oliveira - Design: Alberto Corrêa Junior - Assessoria de imprensa: imprensacbtarco@sbpromocoes.com.br. No Alvo www.cbtarco.org.br

3


Sala de imprensa

Clique e veja o que saiu na imprensa O Popular: Prodígio do tiro com arco é surfista nas horas vagas

Globo Esporte GO: Campeonato Brasileiro de tiro com arco é encerrado em Goiânia

Rio 2016: ‘Nota 10’: Sambódromo é aprovado no teste do Desafio Internacional de tiro com arco.

Anuncie na única revista eletrônica sobre Tiro Com Arco do Brasil

Lei Seca Maricá: Atletas de Maricá foram destaque no 41º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco

Nortão: Atletas indígenas do Amazonas conquistam ouro, prata e bronze no 8º Campeonato Brasileiro de Base, no Rio de Janeiro

Rio 2016: Arco e flecha? Muito mais do que isso: conheça os equipamentos do tiro com arco.

SPORTV: TV Goiás - Conheça a equipe de tiro com arco do Goiás

Rio 2016: Deu samba: arqueiro e ritmista encaram desafio no Sambódromo

SBT Rio: Conheça o tiro com arco, esporte pouco conhecido no Brasil

Página Inteira

Meia Página

1/4 de Página

21cm x 29,7cm. 21,5cm x 30,2cm (com sangria).

21cm x14,8cm. 21,5cm x 15,3cm (com sangria).

21cm x 7,4cm. 21,5cm x 7,9cm (com sangria).

Revista CBTARCO com edição mensal. Envio do anúncio até dia 20 de cada mês. Fechamento no dia 30 de cada mês. Envio eletrônico até dia 02 do mês subsequente.

Nova página oficial da CBTARCO 4

No Alvo www.cbtarco.org.br

A CBTARCO está com Facebook novo. Acesse e curta a página da Confederação: www.facebook.com/cbtarcooficial


A Lei de Incentivo ao esporte permite que patrocínios e doações para a realização de projetos esportivos e paraesportivos recebam descontos do Imposto de Renda devido por pessoas físicas e jurídicas, estimulando uma participação mais efetiva de todos, num trabalho conjunto entre governo e sociedade. CBTARCO: O ano de 2013 termina como o melhor para o Tiro com Arco brasileiro, com recordes, medalhas e atletas que obtiveram sucesso e se tornaram promessas, como Sarah Nikitin (oitavo lugar no Mundial de Tiro com Arco), que conseguiu a melhor colocação para o Brasil até hoje na história do esporte. A modalidade é a grande promessa para 2016.

DADOS DO PROJETO: Valor: R$ 1.956.700,60 Nº SLIE: 1203821-05 Dados Bancários: Banco do Brasil, Agência 2280 DV:2, Conta Corrente vinculada nº 38837-8 Período de Captação: 10/09/2014

ACERTANDO O ALVO DA EDUCAÇÃO O projeto irá atender 300 crianças e adolescentes, estudantes de escolas públicas com risco social. Dentro de uma p roposta educacional, serão oferecidas aulas de tiro com arco durante o tempo livre desses jovens, dando a oportunidade de socialização através do esporte, afastando-os da ociosidade e das más influências das ruas.

COMO PARTICIPAR: Pessoa Física: poderá destinar até 6% do Imposto de Renda devido. Pessoa Jurídica: empresas optantes pelo lucro real poderão destinar até 1% do Imposto de Renda devido. O incentivo pode ser realizado através de doação, sem utilização da imagem do doador, ou patrocínio, com possibilidades de utilização da imagem do apoiador junto aos associados e atletas do projeto. Para mais informações: sb@sbpromocoes.com.br No Alvo www.cbtarco.org.br

5


3° campeonato Brasileiro Escolar

No mês de novembro, sete estados participaram do 3° Campeonato Brasileiro Estudantil. Confira, abaixo, os resultados.

CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR 2015 -­‐ RESULTADOS ESTADO ESCOLA CATEGORIA M/F PONTOS X's RS E.T.E. MAL. MASCARENHAS DE MORAES Infantil F 263 5 RJ A. Liessin Scholem Aleichem Infantil F 253 1 ES LACY ZULEICA NUNES Infantil F 252 1 Giovanna Alessandra Salvador Vieira SP Colégio Dom Aguirre Infantil F 237 0 Nicole Burgon Gianotti SP COLEGIO OBJETIVO Infantil F 237 0 Victoria Dutra Oliveira RJ Colégio Martins Infantil F 229 0 Líris Yoko Salvador SP Colégio Veritas Infantil F 221 0 Gabriele Mayumi Kagiyama SP Colégio Bela Alvorada Infantil F 215 0 RAFAELA DE LIMA ROXO RS E.E.E.M. GOV. ROBERTO SILVEIRA Infantil F 214 0 Lethicia Rodrigues Lacerda Goiás Fundação Bradesco Infantil F 213 1 Larissa Volpin Cardoso SP ESC. COMUNITÁRIA DE CAMPINAS Infantil F 201 1 Nathalia Brizella e Silva RJ Santa Monica Marica RJ Infantil F 195 0 ISABELLE TRINDADE ESTEVEZ PEREIRA RJ COLEGIO FARIA BRITO Infantil F 192 0 Giovanna Kaori Pavanelli Alicawa SP Colégio Santa Amália Infantil F 185 1 Lorena Gomes MG Colégio Dona Clara Infantil F 184 1 Nadia Moutinho MG Colégio Magnum Cidade Nova Infantil F 182 1 Thais Harumi Shinkai SP Colégio Santa Amália Infantil F 175 2 Amanda Bottega SC Escola João Alfredo Rohr Infantil F 174 1 Sara Paixao Cardoso RJ Municipal Conego Batalha Infantil F 170 0 GIOVANNA MARTINS MACHADO RS COL. EST. RODRIGUES ALVES Infantil F 138 0 138 Barbara Campos MG SESI Infantil F 0 Leticia Bonavita Mambrini Frezzarin SP COLÉGIO RIO BRANCO CAMPINAS Infantil F 138 0 Tayna Paiva ES SESI Infantil F 136 0 LUIZA CANABARRO LAGRANHA RS E.E.E.M. GUIMARÃES ROSA Infantil F 123 0 Mariana Maura Tezolim RJ Santa Monica Marica RJ Infantil F 120 0 YASMIN MACHADO DA SILVA RS COL. EST. RODRIGUES ALVES Infantil F 117 0 ATLETA VIRGINIA CLEMES NOVAKOSKI Aline Engelender Thayná do Nascimento Ramos

6

No Alvo www.cbtarco.org.br

10's 11 5 5 4 1 6 1 0 2 2 2 1 3 3 0 2 2 2 2 2 2 0 0 0 1 1

9's 11 10 12 7 12 9 5 8 5 6 7 2 4 4 4 2 5 3 3 2 5 4 1 2 3 2


Estatística do Campeonato Brasileiro Escolar de 2015 ESTADO ES GO MG RJ RS SC SP TOTAL

Infantil FEM. Infantil MASC. Cadete FEM. Cadete MASC. 2 3 1 2 1 0 0 0 4 13 1 6 7 10 0 2 7 18 3 3 1 1 1 2 9 6 4 4 31 51 10 19

TOTAL 8 1 24 19 31 5 23 111

Quadro Geral de medalhas do Quadro Geral de medalhas do Campeonato Brasileiro Escolar de 2015 BBrasileiro Estatística Escolar 2015 Estatística ddo o CCampeonato ampeonato rasileiro Escolar de de 2015 Campeonato Brasileiro Escolar ESTADO SP ES RS MG RJ SC GO

Ouro 2 1 1 0 0 0 0

Prata 1 0 0 2 1 0 0

Bronze 1 1 1 0 0 1 0

ESTADO ES GO MG RJ RS SC SP TOTAL

Infantil FEM. Infantil MASC. Cadete FEM. Cadete MASC. 2 3 1 2 1 0 0 0 4 13 1 6 7 10 0 2 7 18 3 3 1 1 1 2 9 6 4 4 31 51 10 19

TOTAL 8 1 24 19 31 5 23 111

No Alvo www.cbtarco.org.br 7 Quadro Geral de medalhas do Campeonato Brasileiro Escolar de 2015


Entrevista com George Hilton No Alvo deste mês teve a honra de entrevistar o Ministro do Esporte, George Hilton dos Santos Cecílio, que falou sobre a evolução do tiro com arco, os Jogos Olímpicos Rio 2016, entre outros assuntos. 1) Qual a importância para o Brasil em sediar os Jogos Olímpicos Rio 2016? Os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos constituem o maior evento esportivo do Planeta. Mais de 12 mil atletas de 206 países – durante 17 dias, entre 5 e 21 de agosto do ano que vem – vão protagonizar mais do que disputas esportivas, a maior festa de confraternização das humanidade. E o Brasil é o primeiro país da América do Sul a sediar uma olimpíada. E, olha, não quero falar aqui de resultados econômicos, financeiros, do movimento de turistas, do trabalho de mais de 20 mil jornalistas que vão mostrar o Brasil ao mundo antes, durante e depois dos jogos. Prefiro resumir a importância de sediar os Jogos assim: não sabemos que outra geração de brasileiros terá a honra de ver, aqui, uma nova edição das Olimpíadas e das Paralimpíadas. 2) Qual o legado que a Olimpíada irá deixar para o país? Vão ficar vários legados. Pra mim, o mais importante deles é um que não pode ser calculado em metros quadrados, distâncias, toneladas de ferro, concretos, pisos, grama. O legado mais importante dos Jogos será a conscientização do país para a importância da prática da atividade física e o incentivo para que mais brasileiros possam exercitar seus talentos nas pistas, nas piscinas, nas quadras, nos gramados. O Ministério vai dar uma ajuda fundamental nesse processo com a criação do Sistema Nacional de Esporte. Vamos enviar ao Congresso Nacional um projeto de Lei de Diretrizes e Bases para definir, claramente, as metas a serem alcançadas pelo

8

No Alvo www.cbtarco.org.br

Poder Público, pelas federações, clubes e confederações, pelas empresas que investem no esporte e pelos atletas. Assim, nossa preparação será permanente e mais efetiva. E também teremos, para apoiar nossos atletas, a Rede Nacional de Treinamento que estamos construindo em todo o Brasil. São centros esportivos equipados com o que há de mais moderno em tecnologia ligada à atividade física. E o Rio de Janeiro, depois da Olimpíada, será uma cidade ainda mais maravilhosa. 3) Qual é a meta que o Ministério do Esporte tem para o tiro com arco em 2016? Quais as novas possíveis parcerias, nesta reta final, visando a Olimpíada? O Ministério do Esporte não estabelece metas para nossos atletas. O Ministério do Esporte torce e acredita que todos terão grandes vitórias. Temos parcerias bem efetivas com a CBTARCO. Em três convênios, foram repassados mais de R$ 2.6 milhões para aquisição e modernização de equipamentos e custeio de viagens para participação em torneios internacionais. Com certeza, novas parcerias virão. 4) Qual a sua avaliação sobre a evolução do tiro com arco brasileiro? Veja só que bonita coincidência. A primeira prova de tiro com arco foi disputada no Brasil no dia 5 de novembro de 1955 com equipamentos trazidos de Portugal pelo brasileiro Rodolpho Porta, que morava lá. Pois agora, passados 60 anos e às vésperas da Olimpíada, é do Rio de Janeiro o nosso atleta nessa modalidade: o medalhista Marcus Vinícius D`Almeida,


sexto no ranking mundial e forte candidato ao Ouro no ano que vem. Me parece que temos aí uma boa medida da evolução do Tiro com Arco. De competições com equipamentos emprestados às medalhas de Ouro, Prata e Bronze do Marcos Vinícius e seus companheiros de equipe. 5) O desenvolvimento da modalidade deve-se muito ao apoio dos convênios realizados entre a confederação e o Ministério do Esporte, que permitem que os atletas participem de campeonatos internacionais e tenham os melhores equipamentos. O tiro com arco está correspondendo às expectativas? Eu digo que está quase superando as expectativas. O Marcus é o melhor exemplo da evolução, mas temos vários arqueiros que sempre têm bons desempenhos em competições internacionais. Os convênios são importantes para criar condições de

treinamento. Mas no final o que prevalece é o talento dos atletas. 6) Algumas entidades esportivas têm apoio de empresas públicas. Há chance da CBTARCO obter também? As parcerias com empresas públicas da mesma forma que aquelas com a iniciativa privada, dependem de bons projetos. As federações e os clubes precisam se preparar, cada vez mais, para planejar e desenvolver projetos. Assim, não faltarão parcerias. Um grande instrumento para essas parceiras é a Lei de Incentivo ao Esporte, que garante às empresas o direito de investir em projetos esportivos até um por cento do Imposto de Renda devido. E pessoas físicas também podem investir até seis por cento do imposto devido. 7) Hoje o tiro com arco tem chance real de obter uma medalha olímpica, algo que não tinha em 2013. Essa evolução se deve ao apoio do ME. Abrirão novas chamadas públicas? As chamadas públicas estão abertas todos os anos. 8) Gostaria que o senhor deixasse uma mensagem para os praticantes e admiradores da modalidade de tiro com arco, por favor. Se pudesse, eu diria isto pessoalmente a cada atleta brasileiro – desde aqueles que ainda estão na base, até os escalados para a Olimpíada: Sem vocês, o esforço do governo para dotar o Brasil dessa grande Rede Nacional de Treinamento e do Sistema Nacional do Esporte seria em vão. Vocês são exemplos para o Brasil e motivo de orgulho para os brasileiros.

Fotos: Divulgação

No Alvo www.cbtarco.org.br

9


Trocando No último dia 24, Marcus Vinícius visitou os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, em Palmas, Tocantins, e trocou experiências com esses guerreiros. Dois mil indígenas de 24 países participaram. Foram nove dias de provas, num encontro inédito na história. Cada etnia indígena confecciona seu arco e sua flecha de acordo com os seus costumes – o material

pataxó é feito com madeiras putuna, pati e tucum, e a flecha tem ponta de osso. Totalmente diferente do arco competitivo, que é aerodinâmico, conta com uma mira, estabilizadores e flechas de carbono ou alumínio, mais leves e resistentes. Marcus Vinícius também mostrou ao índio Timbira Pataxó o equipamento que usa em treinos e competições.

Fotos: Divulgação

10

No Alvo www.cbtarco.org.br


Mais que patrocínio,

A

marca Hoyt é utilizada pela maioria dos atletas de ponta do tiro com arco, tanto no composto, quanto no recurvo. Sua sede fica nos Estados Unidos, na cidade de Salt Lake, no estado norte-americano de Utah. E foi lá que arqueiros e equipe técnica do tiro com arco brasileiro ficaram de 08 a 16 de novembro. A viagem foi planejada pela equipe técnica brasileira e viabilizada por Juan Carlos Holgado, diretor de evento da World Archery, que entrou em contato com a equipe Hoyt/Easton. A ida aos EUA fez parte do ciclo de viagens, com intenção de aprimorar tecnicamente nossos atletas, permitindo o contato direto com centros de treinamento, equipamentos e equipes de destaque no cenário mundial da modalidade. Durante a estadia dos atletas brasileiros, foram realizados diferentes testes com o intuito de direcionar os equipamentos para cada arqueiro especificamente. Para serem feitas as aquisições, já que a dispo-

nibilização desses equipamentos faz parte do patrocínio que a empresa Hoyt/Easton presta a Seleção Brasileira de Tiro com Arco. Participaram da viagem, financiada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os arqueiros Daniel Xavier, Bernardo Oliveira, Marcus D’Almeida, Marcelo da Costa, Marina Canetta, Michele Acquesta, Ane Marcelle e Sarah Nikitin, além do técnico Evandro Azevedo, a chefe de equipe Joice Simões, psicóloga Aline Wolff e Juan Holgado na assessoria técnica.

No Alvo www.cbtarco.org.br

11


Na Mira: Thais Carvalho 12

M

uito extrovertida e simpática, Thais Carvalho pode ser a Katniss (personagem do filme Jogos Vorazes) da equipe de Brasília. “Nossa única semelhança é o arco, talvez a determinação e paramos por aí”, disse a modesta arqueira, sem citar a beleza como outra semelhança. A brasiliense iniciou em 2012 no tiro com arco e no ano seguinte já foi vice-campeã dos Jogos Mundiais IWAS Juvenil, em Porto

Nessa competição também bati o recorde da prova durante a classificatória.

No Alvo www.cbtarco.org.br

Rico. Em 2014, conquistou o 4° lugar no Parapan-Americano, na Argentina, e neste ano já acumulou títulos importantes como o ouro no 9° Para Campeonato Brasileiro, realizado em Goiânia, e o segundo lugar no Parapan--Americano de Toronto. “Nessa competição também bati o recorde da prova durante a classificatória”, disse a arqueira. Com dedicação diária ao tiro com arco, Thais consegue conciliar os treinos com seus estudos e trabalho na Secretaria de Saúde do Distrito Federal. “As noites são divididas entre musculação e natação. Essas atividades complementares são feitas na Companhia Athletica de Brasília, local que me acolheu e deu todo apoio”, ressaltou agradecida, sem esquecer da Clínica de Nutrição Esportiva Vida Fit e a HJC Bowstrings,


locais que apoiam a atleta, que fez questão de citar a importância desses suportes. No ano passado, Thais tomou uma importante decisão. “Fraturei a perna aos três anos de idade. Após um tempo descobriram que eu tinha um problema chamado pseudoartrose congênita da tíbia, o que dificultava minha calcificação óssea no local”, explicou. Com isso, ela usou prótese a vida toda e se submeteu a uma série

de cirurgias que não resolveram. “Em 2012, fui operada com a finalidade de fixar meu osso com uma haste e manter minha situação estável por uns 10 anos. Mas, em 2014, sem explicação, o pino que estava na minha perna quebrou dentro do meu osso fraturado”, relembrou Thais. Foi nesse momento que ela decidiu, após muito pesquisar e analisar, a amputar a perna, visando mais estabilidade e qualidade de vida.

Perfil

Thais é sinônimo de superação e persistência. “Quero participar dos jogos Paralímpicos e Olímpicos também. As pessoas precisam entender que o atleta paralímpico não é ‘café com leite’. Temos nossas limitações, mas é uma questão de tempo e paciência, funcionamos na base de tentativa e erro”, disse a dona dos belos olhos verdes e sorriso largo. Alguém tem dúvida que ela conseguirá?

Nome Completo: Thais Silva e Carvalho Música: Black Bird, Beatles Hobby: Ler, cantar e me divertir com jogos de tabuleiros Ídolo: Deus Frase: “Tudo posso naquele que me fortalece” Felicidade: Viver cercada das pessoas e coisas que amamos Sonho: Construir uma família Thais antes do tiro com arco: Um pouco insegura Thais depois do tiro com arco: Confiante e determinada No Alvo www.cbtarco.org.br

13



Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.