Móbile #13 | Moradia Popular

Page 60

ponto de vista

O papel do Lighting Designer para o sucesso do ambiente construído Arquivo pessoal

“Projetamos os edifícios não apenas para prover luz, mas para serem vivenciados através da luz.” Made of Light | Speirs + Major

O

A Arquitetura de Iluminação ainda é uma disciplina pouco conhecida nas suas particularidades de atuação LETÍCIA MARIOTTO

Revista do CAU/SP

Lighting Design, ou a Arquitetura de Iluminação, não é uma disciplina nova. O norte americano Richard Kelly foi um dos primeiros a exercer a profissão de lighting designer sob este nome em 1935. Deixou não só projetos icônicos como o Seagram Building de Mies Van der Rohe (1958), em Nova York, mas também o ensaio “Luz como uma parte integrante da arquitetura” (1952), que é até hoje um dos pilares teóricos do Lighting Design. No Brasil, Livio Levi foi um dos pioneiros, ainda nos anos 60. No entanto, nós, profissionais desta área, notamos de forma clara no nosso exercício que a Arquitetura de Iluminação ainda é uma disciplina pouco conhecida nas suas particularidades de atuação. O sucesso de uma construção depende da contemplação de todos os elementos que determinam sua composição, ocupação e uso, e da integração harmônica entre as equipes de projeto multidisciplinares que os estudam. Com o passar do tempo, as construções ficaram mais complexas, as tecnologias evoluíram rapidamente, tornando obsoletos sistemas enraizados em