Issuu on Google+

Ano X - Nº 126 - Junho de 2011 - Revista Mensal do Sócio Evangelizador

clube.cancaonova.com

ISSN 1806-1494

educando Profundidade e delicadeza

r e v i s t a

Pentecostes Pentecostes” “Esperamos um novo


FALE CONOSCO: Cachoeira Paulista- SP - Brasil Caixa Postal 57 CEP 12630-000 Tel: 55 (12) 3186 2600 www.cancaonova.com revista@cancaonova.com clube.cancaonova.com

T IRAGEM : 463.000 unidades I MPRESSÃO : ESDEVA INDÚSTRIA GRÁFICA S.A. Distribuição gratuita aos sócios evangelizadores

Índice

Expediente

FUNDADOR DA COMUNIDADE CANÇÃO NOVA: MONSENHOR JONAS ABIB PRESIDENTE: WELLINGTON SILVA JARDIM DIRETOR EXECUTIVO: FILIPE JARDIM JORNALISTA RESPONSÁVEL: OSVALDO LUIZ/MTB 23094 COORDENAÇÃO: SIMONE LARANJEIRA PRODUÇÃO E ASSESSORIA: MAURICIO MOURA E AUGUSTO LUIZ REVISÃO ORTOGRÁFICA: DYRCE ARAÚJO DIREÇÃO DE ARTE: AGÊNCIA DE PUBLICIDADE CANÇÃO NOVA PROJETO GRÁFICO: NELI SESTARI DIAGRAMAÇÃO: NELI SESTARI, ANDRÉ PORTE, DANIEL GOMES E ISAAC ARLEY FOTOS: AGÊNCIA DE PUBLICIDADE CANÇÃO NOVA CAPA: NELI SESTARI

5 6 5 6 7

PALAVRA DO FUNDADOR

EUCARISTIA: O NOSSO TESOURO

PALAVRA DA IGREJA

A SANTA MISSA A ORAÇÃO EUCARÍSTICA

PALAVRA DO FUNDADOR

IRMÃ DULCE UMA VIDA DE SANTIDADE

PALAVRA DA IGREJA

A SANTA MISSA A ORAÇÃO EUCARÍSTICA

PALAVRA EM DESTAQUE AINDA É TEMPO DE NAMORAR?

9 10 13 13 14

ADMINISTRAÇÃO E VIDA

UMA ESTRELA NOS GUIA!

MATÉRIA ESPECIAL

“ESPERAMOS UM NOVO PENTECOSTES”

+ VIDA DORES NO INVERNO

+ VIDA DORES NO INVERNO

EDUCANDO

PROFUNDIDADE E DELICADEZA

15 16 17 16 17

AÇÃO JOVEM

CHIARA LUCE, ISSO É CONTRADIÇÃO!

DIA 13, SANTO ANTÔNIO

O MUNDO MATERIAL SURGIU PELA EVOLUÇÃO?

SANTO DO MÊS

DIA 13, SANTO ANTÔNIO

FORMAÇÃO

O MUNDO MATERIAL SURGIU PELA EVOLUÇÃO?


carta ao leitor

Junho de tantas motivações! Mês do Sagrado Coração de Jesus, que nos impulsiona a ter um coração misericordioso, pacífico, terno, acolhedor, à Sua semelhança. Providencial, então, esse mês abrigar no Brasil o Dia dos Namorados. Luzia Santiago lembra que “nada mais belo do que o Amor no coração humano”. Junho de Corpus Christi! O próprio Senhor se faz alimento e remédio. Monsenhor Jonas Abib dá o diagnóstico: “... se afastada da eucaristia, logo nossa vida espiritual vai dando sinal de fraqueza e baixa resistência ao pecado, ficamos desnutridos da graça, com risco constante de aridez espiritual e o esfriamento na fé, com a alma enfraquecida”. Dom Benedito Beni, que tem se dedicado a uma série sobre a missa, nesse mês trata da Oração Eucarística, a grande oração de ação de graças. Mês de tradicionais festas populares, ancoradas em santos como João, Pedro e Antônio. Padre Fabrício destaca que o santo de Pádua ensinou sobre estágios essenciais da oração: abrir o próprio coração a Deus, falar afetuosamente com ele, apresentarlhe as nossas necessidades e louvá-lo, agradecer-Lhe. Gabriel

Chalita também fala de Santo Antônio para defender a conjugação profundidade e delicadeza: “é possível e necessário ser assertivo sem deixar de ser dócil”. Junho de Pentecostes! Força do alto capaz de transformar vidas, superar obstáculos, impulsionar à santidade. Força que fez Chiara Luce enfrentar com grandeza toda dor e sofrimento e testemunhar: “uma mulher só será feliz se primeiro tiver sido amada pelo Amor”. Espírito que gera fé, segurança, verdadeira estrela a nos guiar, como nos ensina o Eto. Mês que dá início também a uma nova estação. No espaço saúde, alerta sobre as dores do inverno, que provoca uma demanda 20% maior nas clínicas. Leia também mais um esclarecimento do Professor Felipe Aquino. O mundo material surgiu pela evolução? Um junho inspirado para você!

OSVALDO LUIZ Jornalista Responsável www.twitter.com/osvaldoluiz_

Distribuição do Sinal da Rádio e TV Canção Nova. Informamos desde 01 de Abril, o sinal da Rádio e TV Canção Nova, presente no Satélite Brasil Sat B4, (antigo B3), foi desativado. Desde esta data, a distribuição do sinal para as Retransmissoras e TV’s por Assinatura está acontecendo pelo Satélite NSS-806. Aqueles telespectadores que têm antena doméstica apontadas para este satélite ficarão sem receber o sinal da TV Canção Nova. Para estes usuários, a solução é reapontar suas antenas para o Satélite NSS806 e a troca dos seus receptores. Essa alteração, está sendo realizada para que a Canção Nova transmita seus sinais em Alta Definição para o Brasil, toda América Latina, parte dos EUA e Europa, aumentando o alcance da Evangelização.


A PROVIDÊNCIA DIVINA PASSA POR SUAS MÃOS! trouxe de e m e u q o ã ç a foi uma preg quando, por um acaso , a v o N o ã ç palestra ãos da Can ão profunda Queridos irm Estava em uma depress TV Canção Nova e uma novo a vida. ando de canal, parei na ndo, coisa que não pessoa. da vida, troc o. Dormi um sono profu me sentia mais a mesmaegunda falava comigs, quando acordei já não a família! Agora, pela s para o fazia há dia vocês se tornaram minh ar minha contribuição uando ix A partir daí, Canção Nova, quero de É o par de alianças de q eus, vez, vindo à Pai das Misericórdias. . Mas, com a graça de Dento do Santuário dom o tempo se quebraram m de me unir ao sacram casei, que co o par. Este quero que, alé comprei outr alve muitas almas. casamento, s a todos. Um abraço abençoe. ia r a M e d r o ria Que o am amor de Ma o e s u s e J e A paz d

DOAÇÃO EM OURO

Envie sua doação com o seu testemunho para nossas casas de missão ou via SEDEX para o endereço: Fundação João Paulo II CX Postal 57 - CEP:12630-000 - Cachoeira Paulista-SP. D O A ÇÃO CONTA BANCÁRIA

Banco Bradesco Ag. 3373-1 – C/C 4200-5 em nome da Fundação João Paulo II

li

e onini Contar Valdirene B ) G Contagem (M


palavra do fundador

Eucaristia: o nosso Tesouro Quero partilhar com você sobre a grande solenidade de Corpus Christi, onde o Santíssimo Sacramento da Eucaristia é o centro das atenções. Acompanhamos a linda tradição dos grandes tapetes eucarísticos, onde o povo manifesta sua fé e experiência pessoal com a eucaristia. Nesta festa os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo grande dom da Eucaristia, na qual o próprio Senhor se faz presente como alimento e remédio de nossa alma. A Eucaristia é fonte e centro de toda a vida cristã. Nela está contido o tesouro espiritual da Igreja, o próprio Cristo. Falo dessa riqueza eucarística da nossa fé num livro que escrevi chamado Eucaristia, Nosso Tesouro, pois é assim que experimento a presença da Eucaristia em minha vida como verdadeiro tesouro. Essa solenidade é também uma oportunidade de evangelização para todos, mas de forma especial para os católicos que foram se distanciando da Eucaristia, seja por uma situação de pecado ou por esfriamento na fé. Nosso corpo, quando fica privado de alimentação, dá sinais de fraqueza e baixa resistência, fica desnutrido e corre o risco de contrair qualquer doença. Bem semelhante pode acontecer com nossa alma, se afastada da Eucaristia, logo nossa vida espiritual dá sinais de fraqueza e baixa resistência ao pecado, ficamos desnutridos da graça, com o risco constante da aridez espiritual e o esfriamento na fé, com a alma en-

Confira o livro Eucaristia Nosso Tesouro no site shopping.cancaonova.com

fraquecida. Para esses males, a Eucaristia é remédio eficaz. Convido você, que está há muito tempo sem participar da Eucaristia, a buscar um sacerdote, se confessar e voltar a experimentar a força deste sacramento. Esta é a hora de retomada da sua vida cristã. Coragem! Anime-se, é por um bem maior: a salvação de sua alma. Caso exista algum impedimento que o prive da comunhão eucarística, busque-a de forma espiritual, na santa missa ou ainda durante uma adoração ao Santíssimo. O que você não pode é continuar longe desse nosso tesouro: a Eucaristia. Faço aqui um grande apelo a toda família Canção Nova, da qual você é parte integrante: não podemos ficar sem essa graça; somos profundamente eucarísticos. Como diz a música do Diácono Nelsinho, “Não comungo porque mereço, isso eu sei, oh, meu Senhor, comungo pois preciso de Ti...” Essa é uma verdade: comungamos porque precisamos da Eucaristia. Somos homens e mulheres eucarísticos e, em cada comunhão, somos transformados e nos tornamos mais parecidos com Aquele que comungamos: Jesus, o Senhor. Convido-o a viver também a experiência da Adoração ao Santíssimo Sacramento. Não se preocupe com o que você deve fazer ou rezar diante dEle, simplesmente permaneça em adoração porque o mais importante Ele fará em você. Posso testemunhar: hoje sou um homem muito mais convertido e fortalecido na fé, graças à experiência da adoração. Muitas vezes é ali que sou modelado para ser aquilo que Deus pensou para mim. Jesus Eucarístico espera por você na capela de sua paróquia. Deus o abençoe. MONSENHOR JONAS ABIB Fundador da Comunidade Canção Nova www.twitter.com/padrejonasabib www.padrejonas.com

Revista Canção Nova Junho 2011

05


palavra da Igreja

A Santa Missa A Oração Eucarística Em nossa última reflexão, meditamos sobre o ofertório da Missa. Após o ofertório, segue-se a grande oração de ação de graças, centro da celebração: a oração eucarística. Ela se inicia com uma introdução, chamada prefácio. Tem a forma de um diálogo entre o presidente da assembleia (o bispo ou o presbítero) e o povo. Este diálogo se encontra em todas as liturgias cristãs. Sua antiguidade é uma demonstração de sua importância. Antes de tudo, o prefácio recorda a presença do Ressuscitado na assembleia: - O Senhor esteja convosco. - Ele está em nosso meio. Esta afirmação expressa a originalidade de Cristo com relação a todos os fundadores da religião. Todos eles estão encerrados no passado. Seus túmulos permanecem fechados. O único túmulo que permanece aberto, desde a madrugada do domingo da Páscoa até hoje, é o de Jesus. Ele é alguém sempre atual. É o Ressuscitado. A identidade da igreja está ligada a este fato. Ela é aquela comunidade única na história, que conserva a memória de Jesus, celebra a sua presença de Ressuscitado e o anuncia ao mundo. Por isso mesmo, todas as vezes que a Igreja celebra a Eucaristia, expressa a sua identidade e a fortalece. E o diálogo continua: - Corações ao alto! O nosso coração está em Deus! Na sagrada Escritura, o coração designa o núcleo profundo da nossa personalidade, o nosso interior. Devemos nos voltar para Deus, não apenas exteriormente, mas com todo nosso ser. 06

Revista Canção Nova Junho 2011

Depois, vem o convite solene ao agradecimento: - Demos graças ao Senhor, nosso Deus! - É digno e justo! O convite a dar graças recorda o gesto de Jesus na última ceia: Tomou o pão e deu graças. Tomou o cálice em suas mãos e deu graças novamente. O próprio vocábulo eucaristia vem do verbo grego eucaristein que significa ação de graças. A celebração da Eucaristia é a grande ação de graças. Ação de graças por excelência que a Igreja, envolvida pela ação do Espírito Santo e por Ele santificada, eleva ao Pai por meio de Jesus Cristo, o Sumo e Eterno Sacerdote. O prefácio termina com a afirmação do profeta Isaías: Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo! Esta exclamação recorda que a perfeição de Deus é a santidade. Só ele é santo, pois é infinitamente distante de toda a maldade, de todo o pecado. A santidade humana é apenas uma participação na santidade de Deus. O Espírito Santo é quem nos comunica essa participação. Como afirmou S. Basílio Magno, o Espírito é chamado “Santo” porque sua missão é nos santificar. Ser santo, pois, é deixar santificar-se pela ação do Espírito Divino. O tríplice Santo recorda também que Deus é uma comunhão de três Pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. DOM BENEDITO BENI DOS SANTOS Bispo da diocese de Lorena-SP


palavra em destaque

Ainda é tempo de namorar? O mês de junho, para nós cristãos, é o mês do Sagrado Coração de Jesus, e também lembramos outras comemorações, entre elas o Dia dos Namorados, dia 12. É sobre este tema que vou discorrer aqui, pois, quem não se enamorou um dia? Nada mais belo do que o Amor no coração humano. Este Amor, que é Divino, desde cedo já é despertado na vida do homem e da mulher, e de tantas formas transborda em seus corações especialmente na fase do namoro. É a etapa da descoberta um do outro por meio de um conhecimento recíproco e crescente que, quando bem vivido, conduz o jovem à maturidade afetiva, alicerce para uma vida adulta resolvida. Aqui na Canção Nova, é desenvolvido um trabalho missionário que tem crescido lindamente através do Grupo Namoro Cristão, tendo à frente Ricardo Sá que já há algum tempo vem orientando muitos na descoberta do que é o namoro. Em minha conversa com ele, perguntei sobre o que é na verdade o Grupo Namoro Cristão e quais frutos já podemos colher, especialmente nesta geração com tantos desafios. Percebi ali uma luz para jovens e pais que possuem o questionamento comum que é exatamente o como viver esta realidade hoje. Uma vez que vivo numa comunidade onde os jovens são solidamente orientados para viverem esta fase até que se encaminhem para a formação de suas famílias, tenho bem claro que jovens e famílias em

suas mais diversas circunstâncias necessitam de uma orientação na realidade em que vivem. Nesta partilha, pude ouvir do Ricardo que o Grupo Namoro Cristão é uma inspiração, um espaço para que jovens e adultos cristãos, que ainda não namoram e que aspiram namorar, possam de um modo mais adequado à sua realidade cultivarem relacionamentos de amizade cristã de forma que, à medida que se conheçam, venham a namorar, noivar, até se casar e oferecer para o mundo novas famílias e novos santos como pediu o Papa Beato João Paulo II. Com a mesma importância, o Grupo Namoro Cristão é também um caminho de discernimento vocacional para a descoberta do desígnio de Deus em suas vidas, ele explica. O Grupo Namoro Cristão está na Rede Social www.gentedefe.com administrado pela Canção Nova e é conduzido por um grupo composto de casais noivos, namorados e casados que semanalmente por meio do blog.cancaonova.com/namorocristao oferecem orientação e testemunho para seus membros. Para participar, basta cadastrar-se no gentedefe.com. Anualmente acontecem encontros e acampamentos aqui na sede da Canção Nova em Cachoeira Paulista, SP. Também nesta realidade, podemos ver milagres como se deu nas Bodas de Canã, onde Jesus estava presente com sua Mãe, para confirmar a benção que é o Amor humano que cresce e se consuma quando o Amor de Deus une os corações. Sagrado Coração de Jesus, velai sobre o nosso amor! LUZIA SANTIAGO Cofundadora da Comunidade Canção Nova www.twitter.com/luziasantiago www.luziasantiago.com

Revista Canção Nova Junho 2011

07


administração e vida

Uma Estrela nos guia!

Nossas contas

Caros amigos, Meditando sobre o Evangelho de São Mateus, chamou-me a atenção no capítulo 2, 1-6, algo interessante: o medo do rei Herodes, o rei de Belém da Judéia, ao saber do questionamento dos reis magos do Oriente: “Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo”. Neste texto vemos que Herodes, na verdade, sentiu ‘medo da concorrência’. Trazendo a reflexão para os nossos dias, podemos perceber que isto também acontece com os líderes quando se sentem inseguros. Além de não passar segurança aos seus subordinados, essas pessoas acabam por limitar seus auxiliares mais capacitados, pois líderes inseguros nunca serão capazes de gerar equipes com pessoas seguras e produtivas. Numa segunda reflexão, a estrela que os reis magos tinham visto no oriente os precedia, embora ela brilhasse para todos. Muitos a viram, poucos a reconheceram, apenas três a seguiram. É verdade que era uma estrela como tantas outras. Mas devia haver algo diferente nela para que os três reis a seguissem. Andaram por caminhos desconhecidos e deixaram tudo, só para seguir uma pequena estrela. Para eles, a fé nesse pequeno corpo celeste marcou o encontro com o Criador entre todas as estrelas. Sempre haverá uma estrela a brilhar para mim, para você, para todos nós. Um sinal indicando o caminho, uma luz afugentando as trevas. A fé é isso, meus amigos! Um dom de Deus que nos é dado de graça, mas que é preciso ir buscar para possuí-lo. A fé é também uma conquista pessoal. Mas o caminho para chegar até ela pode ser

Juntos, Promovendo o Bem!

tão difícil e comprido como a dos reis magos. Aquela antiga estrela continua brilhando sobre o mundo, sempre nova, porque nos indica Jesus. Pena que para muitos, como ao rei Herodes, ela ainda permanece distante e desconhecida. Mas eu também quero dizer-lhes: ainda há muita gente para levarmos o sinal da Canção Nova. Agora vamos trabalhar para nossa campanha dos 50 mil novos sócios pelo débito automático. É a grande necessidade de hoje; é como pagar a energia elétrica da nossa casa. É uma necessidade trocarmos todos os nossos parques de transmissão, pois temos um prazo para isso. Unimo-nos em oração por essa empreitada, neste mês de Maria, para que ela como Mãe passe na frente, providenciando todas as graças. Com carinho e amor.

WELLINGTON SILVA JARDIM Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador www.twitter.com/etocn blog.cancaonova.com/eto

AJUDE A CANÇÃO NOVA A EVANGELIZAR

BANCO DO BRASIL Ag.: 3358-8 C/C.: 3689-7

BANCO REAL Ag.: 0617 C/C.: 0004315

BANESE Ag.: 028 C/C.: 101368-6 Tipo: 03

BRADESCO Ag.: 3373-1 C/C.: 215-1

BRB - BANCO DE BRASÍLIA C/C.: 204007584-9

CAIXA Ag.: 2003 C/C.: 339-1 Tipo: 003

HSBC Ag.: 1378 C/C.: 0676370

ITAÚ Ag.: 0247 C/C.: 31453-7

SANTANDER Ag.: 0164 C/C.: 13-000147-3 Revista Canção Nova Junho 2011

09


matéria especial

“Esperamos um novo PENTECOSTES” O grupo reservou o sábado, desde cedo, para se reunir e tomar aquela decisão. Como fazia frio, trancou-se numa sala. Tempo depois chegou mais um para ajudar. Achou o ambiente pesado, o ar viciado: “como vocês conseguem trabalhar assim, vamos abrir as janelas?” Mas não aceitaram e pediram que ele fosse logo ajudar na tarefa, que neste momento parecia ainda mais difícil. O dia ia passando, ali mesmo lanchavam e a tensão só aumentava. Cada nova pessoa que chegava reclamava do ambiente, mas os presentes, mais nervosos, reagiam com vigor. Foi quando chegou uma senhora. Antes que os demais pudessem resistir, ela foi logo abrindo as janelas dizendo: “Do jeito que vocês estão é impossível raciocinar. Vamos trocar esse ar e descansar por uns minutinhos”! Uma brisa entrou rapidamente pela sala. A luz natural também melhorou o ambiente e as pessoas tiveram uma onda de bem-estar. Meia hora depois, já tinham encerrado a reunião com tudo resolvido. Dizem que quando o Papa João XXIII foi questionado sobre o Concílio Vaticano II teria também aberto uma janela para mostrar que era preciso novos ares dentro da Igreja. E foi autor de uma oração preparatória pedindo que o Espírito Santo “renove em nosso tempo os prodígios como de um novo Pentecostes”. Mesmo pedido feito, recentemente, na Conferência de Aparecida: “A Igreja necessita de uma forte comoção que a impeça de se instalar na comodidade, no estancamento e na indiferença, à margem do sofrimento dos pobres do Continente... Esperamos um novo Pentecostes que nos livre do cansaço, 10

Revista Canção Nova Junho 2011

da desilusão, da acomodação ao ambiente; esperamos uma vinda do Espírito que renove nossa alegria e nossa esperança” (262). RENOVAÇÃO Um ano e dois meses depois do Concílio Vaticano II, nos Estados Unidos, surgia a Renovação Carismática Católica (RCC). O movimento, que já está próximo de comemorar seus 50 anos, colhe hoje frutos de maturidade. O arcebispo de Belém (PA) e diretor espiritual da Fraternidade Católica das Novas Comunidades, Dom Alberto Taveira Corrêa, que acompanha desde 1994 a RCC no Brasil, testemunha o crescimento na comunhão “com os serviços do Escritório Nacional, a organização de Encontros Nacionais de Formação, os temas anuais bem escolhidos e desenvolvidos, a formação dos diversos ministérios e serviços”. Professor Felipe Aquino, um dos pioneiros do movimento no Vale do Paraíba e que se empenhou num aprofundamento da tradição católica, vê com alegria esses frutos: “sinto que os renovados hoje buscam muito mais um conhecimento profundo da Igreja, sua missão, sua identidade, sua história. Sinto uma sede desse conhecimento nos jovens e adultos”. Para Dom Alberto: “Vive-se um tempo de reconhecimento do valor da RCC nos diversos níveis de vida eclesial... Há muito mais


“ABRI-VOS COM DOCILIDADE AOS DONS DO ESPÍRITO! ACOLHEI COM GRATIDÃO E OBEDIÊNCIA OS CARISMAS QUE O ESPÍRITO NÃO CESSA DE DISPENSAR!” acolhimento recíproco entre a renovação e outros grupos de Igreja. A própria Renovação também se abre muito mais para outras realidades eclesiais igualmente importantes”. “ABRI-VOS COM DOCILIDADE AOS DONS DO ESPÍRITO”! O Beato João Paulo II expressou, com ênfase, seu desejo pelos “dons do Espírito” na Igreja. Seu discurso na Vigília de Pentecostes de 1998 ainda repercute: “quero bradar: abri-vos com docilidade aos dons do Espírito! Acolhei com gratidão e obediência os carismas que o Espírito não cessa de dispensar!”... “Como outrora os Apóstolos, também nós nos encontramos reunidos num grande cenáculo de Pentecostes, desejando ardentemente a efusão do Espírito. Queremos professar

aqui, com a Igreja inteira, que «o Espírito é o mesmo..., o Senhor é o mesmo... é o mesmo Deus que opera tudo em todos» (1 Cor 12, 4-6). Este é o clima que desejamos reviver, implorando os dons do Espírito Santo para cada um de nós e para o inteiro povo dos batizados”. Efusão do Espírito que resume o ministério do fundador da Canção Nova, Monsenhor Jonas Abib: “Eu preciso, você precisa dessa efusão do Espírito Santo para ter a força de um apóstolo, a coragem dos evangelizadores que o Senhor precisa ter... para viver a vida cristã com pujança; para sermos cristãos verdadeiramente”. NOVAS COMUNIDADES João Paulo II falava também naquela vigília aos participantes do Congresso Mundial dos Movimentos Eclesiais: “os movimentos e as novas comunidades eclesiais são a resposta, suscitada pelo Espírito Santo, a este dramático desafio do final de milênio. Vós sois esta resposta providencial”... “Sois a prova palpável desta ‘efusão’ do Espírito. Cada movimento difere do outro, mas todos estão unidos na mesma comunhão e para a mesma missão. Alguns carismas suscitados pelo Espírito irrompem como vento impetuoso, que arrebata e atrai as pessoas para novos caminhos de empenho missionário ao serviço radical do Evangelho, proclamando sem temor as verdades da fé, acolhendo como dom o fluxo vivo da tradição e suscitando em cada um o ardente desejo da santidade”. E o saudoso Papa encerrou seu discurso histórico em oração, que ainda hoje ecoa: “Vinde Espírito Santo... Dai nova força e impulso missionário a estes vossos filhos ... Dilatai o coração deles, reavivai o seu empenho cristão no mundo. Tornai-os corajosos mensageiros do Evangelho, testemunhas de Jesus Cristo ressuscitado, Redentor e Salvador do homem”.

Canção Nova “A Canção Nova é feita para contribuir neste renovamento de Pentecostes para toda a Igreja”. É sua identidade. Sua origem. Experimentou a graça do derramamento do Espírito, de um novo pentecostes, da Renovação Carismática Católica. É instrumento, através de retiros, de pregações, de programas de TV, rádio e web, para que tantas pessoas tenham seu encontro com Deus, experimentem a presença real de Jesus e se abram aos dons, aos carismas. Gerando fervor e entusiasmo pelas coisas de Deus, por uma nova evangelização, na formação de homens novos para um mundo novo.

OSVALDO LUIZ Jornalista Responsável www.twitter.com/osvaldoluiz_

Revista Canção Nova Junho 2011

11


Lago Tiberíades

Terra Santa Veja o que preparamos para você...

Qunram

Igreja de São José- Nazaré

SAÍDAS: TERRA SANTA

E MAIS Peregrinação especial Natal em Família na Terra Santa com Ricardo Sá, Eliana Sá e Eduardo Neto

Saída: 14 de dezembro

21/06 – Pe. Clovis 28/06 – Diac. Nelsinho e Márcia Correa 14/07 – Mazinho e Celiane 21/07 – Pe. Eliano (Salvista) 13/09 – Pe. Donizete 26/10 – Wendel Luciano

Programe-se

Mais que viagens... Encontros com Deus!

Prado Flores

Informações:

(12) 3186-2055 atendimento@obrademaria.com.br peregrinacoes@cancaonova.com


+ vida

Dores no inverno importante é a prática de atividade física regular para que dessa forma a mobilidade e a flexibilidade das articulações se mantenham sempre ativas, pois no inverno a tendência é que fiquemos encolhidos na tentativa de fugir do frio gerando assim uma grande tensão muscular e contraturas, levando então às dores. Durante o sono também é importante que a pessoa esteja bem aquecida, pois com o frio, a tendência é que se permaneça numa só postura por mais tempo, assim também podendo apresentar dores pelo corpo ao acordar. O segredo é um só: mexa-se e tenha maior qualidade de vida.

PARA PREVENIR AS DORES (durante o inverno) Realize alongamentos durante todo o dia

Pratique atividades físicas regularmente

Durante o sono se mantenha bem aquecido

foto ilustrativa

+ dicas

Quem nunca percebeu que no inverno as dores pelo corpo aparecem com mais frequência? Isso é verdade. Estudos mostram que as clínicas ortopédicas, reumatológicas e de fisioterapia tem um aumento de 20% na demanda de pacientes nessa época do ano. As dores são as mais variadas e podem ser no joelho, no pescoço, nas costas, etc. A explicação para isso é fácil, pois quando a temperatura cai as terminações nervosas tornam-se bem mais sensíveis. Pessoas com dores crônicas são as que mais sofrem, porém, até quem não tem problemas de saúde pode apresentar dor no inverno. O fato é que muitas vezes não damos importância a pequenas dores no dia a dia e assim podemos adquirir um problema maior, que por sua vez irá demandar maior tempo de tratamento. Por isso, se sentimos dor no inverno, devemos procurar um especialista, pois isso significa que algo não está correto. Para ajudar a prevenir as dores no inverno, é importante que as pessoas realizem alongamentos durante todo o dia, pois o alongamento ativa a circulação e isso diminui a sensação de frio. Outra dica

MARIA CECÍLIA MOREIRA TORRES Fisioterapeuta - Crefito: 3/91165-F mcmtfisio@yahoo.com.br

Revista Canção Nova Junho 2011

13


educando

Profundidade e delicadeza Nasci em Cachoeira Paulista, terra que abriga esta magnífica obra que é a Canção Nova. No alto da colina dessa cidade privilegiada que se localiza entre duas serras, a do Mar e a da Mantiqueira, a Igreja Matriz de Santo Antônio. Passei minha infância e adolescência vivendo as festas do padroeiro da cidade. Ficávamos curiosos para saber quem seriam os festeiros do próximo ano, o enfeite da Igreja, as músicas e os padres pregadores da trezena. Santo Antônio foi primeiro agostiniano e depois franciscano. Com os agostinianos, teve formação sólida tanto religiosa quanto científica o que lhe possibilitou ser o primeiro professor e mestre de teologia dos franciscanos, símbolos da simplicidade no Amor a Deus e ao próximo. Santo Antônio consegue unir essa delicadeza franciscana com uma profundidade doutrinária impressionante. Suas figuras de linguagem são profundas, mas a sua forma de dizer são artisticamente palatáveis. A palavra de Deus é para ser compreendida para que possa ser vivida. Era a síntese da doutrina e da vida do povo. Era a proposta do evangelho e a cotidianidade. O cristão se transforma no dia a dia. O Papa Pio XII o proclamou Doutor da Igreja e justificou o título de Doutor Evangélico “por usar com tamanha eloquência e precisão os textos do Evangelho”. A delicadeza de Antônio não o fez ingênuo diante das inverdades da fé, ele foi conhecido também como o martelo dos hereges. Martelo, não por ser violento, mas por ser certeiro, verdadeiro, íntegro. É possível e necessário ser assertivo sem deixar de ser dócil. É esse 14

Revista Canção Nova Junho 2011

o ensinamento sobre o qual gostaria de refletir. Precisamos defender nossos valores, mas sem nos valermos de pedras, de palavras que visam mais a desconstruir do que edificar. Não poucas vezes presenciei cristãos com pedras na mão para agredir a outros cristãos; não poucas vezes vi desnecessários julgamentos em nome de Deus. Santo Antônio nos ensina a estudar profundamente antes de pregar. A palavra é um instrumento poderoso para o bem e para o mal. E a palavra de Deus não pode jamais ser usada para o mal. Todo cuidado é pouco quando anunciamos a Boa Nova. A pergunta que Antônio fazia, e que nós podemos fazer também, era: como Cristo falaria como Cristo agiria se estivesse no meu lugar? Afinal, ser Cristão é ser um novo Cristo. Saudade da minha infância, das músicas, das procissões e dos sermões. Padres tão queridos que me apresentaram um Deus amoroso e que me ensinaram a viver com profundidade e delicadeza o cristianismo. Um deles ainda me orienta com um sorriso e uma profundidade que faz lembrar Santo Antônio. Suas pregações moram no coração de milhões de pessoas que aprenderam a ser Igreja com profundidade e leveza. Obrigado, Monsenhor Jonas Abib. GABRIEL CHALITA Professor, escritor e apresentador da TV Canção Nova twitter.com/gabriel_chalita


ação jovem

Chiara Luce, isso é contradição!

dicas

“Se o Evangelho que anuncio não gera contradição, é porque não o estou anunciando na totalidade” (Bento XVI). Isso me deixou bem questionado, pois, em um mundo de conveniências, o “politicamente correto” parece ganhar o ápice do reconhecimento. Mas “peraí”, não quero uma vida igual a tudo que se vê! Quero uma vida de valer a pena e não de dar pena! E como disse Abbé Pierre: “Os santos não estão limitados a um catálogo, e nós, certamente, cruzamos com eles todos os dias”. E, por estes tempos, cruzei meu caminho com uma garota que realmente é uma contradição! Mulher que soube mostrar, em poucos anos de vida, o que é ser uma mulher de verdade! Falo de Chiara Badano, que nasceu em 29 de outubro de 1971, e ao nascer já faz toda diferença na vida de seus pais. Mas como isso não é um texto biográfico, vou direto ao assunto.

LIVRO JOÃO PAULO II, UMA VIDA DE SANTIDADE Pe. Roger Araújo (Ed. Canção Nova) Em decorrência de sua beatificação, esta obra foi escrita como uma forma de alento, uma maneira de homenagear e eternizar a história do Papa “jovem”, esportista, poeta e exemplo de determinação, força e dignidade.

Mas se você acha que para uma garota ser santa tem que ter a coluna encurvada, uma camisa amarelada e cheirando naftalina, fala baixo e cara de dó... por favor, não leia o resto desta página! Quando pensar em Chiara, pense em uma garota que soube curtir a vida. Como toda mulher, gostava de se cuidar, sair com amigos e praticar esportes. Uma mulher feminina! E o que tem demais nisso? Tudo e nada! O diferencial estava em quê??? No encontro com Jesus. ISTO É CONTRADIÇÃO. Quando ela se encontrou com Jesus, o Homem Perfeito, tudo se tornou novo. Na normalidade da vida, buscava o essencial, no simples de cada gesto se tornava Evangelho vivo. ISSO É CONTRADIÇÃO. Aqui entra a contradição. Uma mulher que buscava como único direito estar com o Todo. Mulher que não se contentava com o “mais ou menos”, e sim, com o eterno! Tanto que quando ficou doente, não se fez de vítima. Uma doença a levou para cama, mas não a impediu de correr ao encontro do Amado. O coração estava conquistado, por isso, não se contentava com qualquer penumbra de amor! Uma mulher só será feliz se primeiro tiver sido amada pelo Amor! ISSO É CONTRADIÇÃO. Chiara é tão contradição que se preparou para morrer. Sim, ela pediu à mãe que a vestisse de noiva no funeral: “Enquanto você estiver me preparando, mamãe, deverá repetir: agora Chiara Luce está vendo Jesus”. ISSO É CONTRADIÇÃO! Quem sabe de onde veio não tem medo de voltar. Chiara é esta mulher que mostra em sua vida a contradição do Evangelho. Veio do céu, viveu o céu e voltou para o céu. Em um mundo que quer tirar a fragilidade bela da mulher, Chiara usa de sua fragilidade para pregar o Evangelho! ISSO É CONTRADIÇÃO! Viveu aos 18 anos, sim ela não morreu aos 18 anos, mas sim, entrou na nova vida! Uma vida que abraça o que não passa, pois passou os dias aqui desejando o eterno! ADRIANO GONÇALVES Comunidade Canção Nova Chiara Luce, ISSO É CON@adriano_rvj TRADIÇÃO!

Revista Canção Nova Junho 2011

15


santo do mês

13

jun

Santo Antônio Responsório de Santo Antônio Se milagres desejais, Recorrei a Santo Antônio, Vereis fugir o demônio, E as tentações infernais. Recupera-se o perdido, Rompe-se a dura prisão, E no auge do furacão Cede o mar embravecido. Todos os males humanos Se moderam, se retiram, Digam-nos aqueles que o viram, E digam-nos os paduanos. Recupera-se o pedido... Pela sua intercessão Foge a peste, o erro, a morte. O fraco torna-se forte E torna-se o enfermo são. Recupera-se o pedido... Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Recupera-se o pedido... V. - Rogai por nós, bem-aventurado Antônio. R. - Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

O nome de batismo dele era Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo, nasceu em Lisboa, em 15 de agosto de 1195. Era único herdeiro de família nobre. Recebeu no batismo o nome de Fernando. Ainda jovem pertenceu à Ordem dos Cônegos Regulares, onde estudou Filosofia e Teologia, em Coimbra, até ser ordenado sacerdote. Aconteceu que, em Portugal, Antônio conheceu a família dos Franciscanos, encantando-se com testemunho dos mártires em Marrocos, o que também o arrastou para a vida itinerante na santa pobreza, uma vez que também queria testemunhar Jesus com todas as forças. Ao ir para Marrocos, ficou tão doente que teve de voltar, mas providencialmente foi ao encontro de Francisco “o Pobre de Assis”, que o autorizou a ensinar aos frades as Ciências desde que não os atrapalhassem de viverem o Evangelho. Nos “Sermões”, sua obra, Antônio fala da oração como uma relação de amor, que impulsiona o homem a falar suavemente com o Senhor, criando uma alegria indescritível, que envolve a alma em

oração. Antônio lembra-nos que a oração exige um clima de silêncio, que não coincide com a separação do ruído exterior, mas é experiência interior, que visa eliminar as distrações causadas pelas preocupações da alma, criando silêncio nela. Segundo o ensinamento do eminente doutor franciscano, a oração está dividida em quatro estágios essenciais que são: abrir confiadamente o próprio coração a Deus; falar afetuosamente com Ele; apresentar-Lhe as nossas necessidades; louvá-Lo e agradecer-Lhe. Morreu nas vizinhanças da cidade de Pádua, na Itália, em 1231, por isso é conhecido como Santo Antônio de Lisboa ou de Pádua. Foi tamanha a repercussão de sua morte e tantos os milagres, que onze meses após sua morte, é canonizado pelo Papa Gregório IX em 1232; Foi o processo mais rápido da história da Igreja. Em 1263, quando seu corpo foi exumado, sua língua estava intacta e assim continua até hoje, numa redoma de vidro, na Basílica de Santo Antônio, em Pádua. Santo Antonio, rogai por nós!

“É viva a Palavra quando são as obras que falam.”

PE. FABRÍCIO ANDRADE Comunidade Canção Nova www.cancaonova.com/portal/canais/ liturgia/santo/ Twitter: @Pe_fabriciocn

junho 2011

liturgia

Santo Antônio

16

Dia 1 – Quarta • At 17,15.22 - 18,1 • Sl 148 • Jo 16,12-15 Dia 2 – Quinta • At 18,1-8 • Sl 97(98) • Jo 16,16-20 Dia 3 – Sexta • At 18,9-18 • Sl 46(47) • Jo 16,20-23a Dia 4 – Sábado • At 18,23-28 • Sl 46(47) • Jo 16,23b-28 Dia 5 – Domingo • At 1,1-11 • Sl 46(47) • Ef 1,17-23 • Mt 28,16-20 Dia 6 – Segunda • At 19,1-8 • Sl 67(68) • Jo 16,29-33 Dia 7 – Terça • At 20,17-27 • Sl 67 • Jo 17,1-11a

Dia 8 – Quarta • At 2,14.22 • Sl 67(68) • Jo 17,11b-19 Dia 9 – Quinta • At 22,30; 23,6-11 • Sl 15(16) • Jo 17,20-26 Dia 10 – Sexta • At 25,13b-21 • Sl 102(103) • Jo 21,15-19 Dia 11 – Sábado • At 11,21b-26; 13,1-3 • Sl 97 (98) • Mt 10,7-13 Dia 12 – Domingo • At 2,1-11 • Sl 103(104) • 1Cor 12,3b-7.12-13 • Jo 20,19-23 Dia 13 – Segunda • 2Cor 6,1-10 • Sl 97(98) • Mt 5,38-42 Dia 14 – Terça • 2Cor 8,1-9 • Sl 145(146) • Mt 5,43-48

Dia 15 – Quarta • 2Cor 9,6-11 • Sl 111(112) • Mt 6,1-6.16-18 Dia 16 – Quinta • 2Cor 11,1-11 • Sl 110(111) • Mt 6,7-15 Dia 17 – Sexta • 2Cor 11,18.21b-30 • Sl 33(34) • Mt 6,19-23 Dia 18 – Sábado • 2Cor 12,1-10 • Sl 33(34) • Mt 6,24-34 Dia 19 – Domingo • Ex 34,4b-6.8-9 • Sl (Dn 3) • 2Cor 13,11-13 • Jo 3,16-18 Dia 20 – Segunda • Gn 12,1-9 • Sl 32(33) • Mt 7,1-5 Dia 21 – Terça • Gn 13,2.5-18 • Sl 14(15) • Mt 7,6.12-14 (2)

Revista Canção Nova Junho 2011

Dia 22 – Quarta • Gn 15, 1-12.17-18 ou 2Cor 8,9-15 • Sl 104(105) • 1Pd 2,4-9 • Mt 7,15-20 Dia 23 – Quinta • Dt 8,2-3.14b-16a • Sl 147(147b) • 1Cor 10,16-17 • Jo 6,51-58 Dia 24 – Sexta • Is 49,1-6 • Sl 138(139) • At 13,22-26 • Lc 1,57-66.80 Dia 25 – Sábado • Gn 18,1-15 • Sl (Lc 1) • Mt 8,5-17 Dia 26 – Domingo • 2Rs 4,8-11.14-16a • Sl 88(89) • Rm 6,3-4.8-11 • Mt 10,37-42 Dia 27 – Segunda • Gn 18,16-33 • Sl 102(103) • Mt 8,18-22 Dia 28 – Terça • Gn 19,15-29 • Sl 25(26) • Mt 8,23-27

Dia 29 – Quarta • Gn 21,5.8-21 • Sl 33(34) • Mt 8,28-34 Dia 30 – Quinta • Gn 22,1-19 • Sl 114 • Mt 9,1-8

DATAS ESPECIAIS 04 - Impressão de primeira Bíblia nas Américas (1743) 05 - Dia Mundial do Meio Ambiente 12 - Dia dos Namorados 22 - Dia da Mídia 23 - Corpus Christi 22 - Nossa Senhora Rainha da Paz

Dia 24 - Dom.: para a Missa vespertina: Lc 24, 13-35


Série Pergunte e Responderemos

formação

O mundo material surgiu pela evolução?

Capela Sistina, Vaticano, Leonardo DaVinci, início do século III. (cf. CIC)

A Bíblia narra a criação do mundo em seis dias, de uma forma não científica, mas parabólica, querendo nos ensinar, sobretudo, que “a matéria não é eterna”, que o mundo teve um começo, e foi criado, belo e ordenado, a partir “do nada”, por um amoroso ato criador de Deus. Os seis dias simbólicos mostram que Deus foi criando os seres numa ordem gradativa de perfeição até chegar ao homem e à mulher, criados “à sua imagem e semelhança”, para serem, como disse Santo Irineu (†200), “a glória de Deus” no mundo visível. O Papa João Paulo II disse certa vez aos cientistas que: “o Magistério da Igreja está diretamente interessado pela questão da evolução, pois ela se refere à concepção do homem […].” E disse ainda que

a teoria da evolução é hoje “mais que uma hipótese”. (22/11/1996). O Papa Bento XVI também não exclui a possibilidade da evolução. O nosso querido cardeal Odilo Scherer falando ao jornal “O São Paulo” (fev. 2009) disse que: “A criação não exclui a evolução, nem o contrário [...] “a evolução é um fato evidente e não pode ser posta em dúvida; porém, se ela explica como as coisas se diferenciam e mudam, por diversos fatores, ela, contudo, não explica a origem absoluta dessas coisas”. Só Deus pode explicar isso. A evolução do universo foi atestada depois que o astrônomo Edwin Hubble verificou pela observação a teoria do “Big Bang” (Grande Explosão) proposta pelo cientista padre jesuíta Georges Lemaître, aceita por Einstein. O que a Igreja não aceita é que a evolução tenha ocorrido pela própria força da matéria, sem a necessidade de Deus criador, como se ela fosse uma deusa. A evolução que trouxe este mundo à existência é um ato da vontade, da bondade, do poder e da ação da Santíssima Trindade. Não existe o Acaso; ele é uma ocorrência cega que jamais pode criar a perfeição dos seres vivos. Os que não querem pronunciar o nome de Deus dão lhe o pseudônimo de Acaso. O estudo do Big Bang mostra aos físicos modernos que a sua evolução, desde o seu início, foi programada para que nós hoje pu-

déssemos existir. Se o seu desenvolvimento, nos primeiros bilionésimos de segundo, tivesse ocorrido de maneira diferente, este mundo não existiria como é e também nós. Isto é, a meta era o homem. Deus conduziu a evolução. Outra coisa que a Igreja também não aceita é que alma humana, fonte de todas as nossas faculdades intelectivas, emocionais e espirituais, tenha sido gerada pela matéria. Não. A alma é gerada diretamente por Deus, não é fruto da evolução, mas de Deus no momento da concepção de cada ser humano.

PROF. FELIPE AQUINO Escritor e apresentador na TV Canção Nova blog.cancaonova.com/felipeaquino

Revista Canção Nova Junho 2011

17


RÁDIO

Canção Nova Para sintonizar o sinal da Rádio Canção Nova no satélite, por meio dos receptores normais das antenas parabólicas comuns, deve-se proceder da seguinte maneira: RECEPTOR MANUAL (SEM CONTROLE REMOTO) - Sintonize o canal da TV Canção Nova, na Polarização Vertical (chave 6 posição V), ajustando o Botão Grande (4 – Vídeo) até aparecer a imagem da Canção Nova (frequência de 1084 Mhz) - Ajuste o Botão Áudio (3) para a direita (sentido horário). O som da Tv vai sair e depois vai aparecer o som da rádio. OBS.: Conforme a marca do receptor, alguns botões podem não existir ou estar com outro nome.

RECEPTOR COM CONTROLE REMOTO - Cada marca e modelo tem uma forma diferente de sintonia e memória, porém, na maioria existe uma tecla Função, Instalar ou Menu para iniciar o ajuste. - Selecione Polaridade Vertical, Largura de Faixa 27 Mhz, Frequência de vídeo de 1084 Mhz (em alguns modelos não aparece a frequência em números e sim uma barra que vai aumentando ou diminuindo, da mesma maneira que nos analógicos. Ajuste, com as setas (direita+esquerda e para cima ou para baixo), até aparecer a TV Canção Nova. - Selecione a Frequência de Áudio em 6.2 (o som da TV é 5.8) Da mesma maneira que o vídeo, em alguns modelos não aparece a frequência em números e sim uma barra que vai aumentando ou diminuindo. Ajuste, com as setas (direita+esquerda e para cima ou para baixo), até sair o som da Tv e depois aparecer o som da rádio. - Memorize o canal, confirmando o ajuste, apertando duas vezes a tecla Store ou Memory. Após sintonizado, você poderá ouvir a Rádio na televisão (com a imagem da TV Canção Nova) ou ligar a saída de áudio do receptor no sistema de som (entrada Auxiliar) e assim poderá ouvir a rádio mesmo com a televisão desligada.


PARTICIPE DOS EVENTOS CANÇÃO NOVA! Acampamento de Pentecostes “Espírito Santo, esperança para os nossos dias” 10 a 12 de junho Presença de Pe. Roger Luis, Pe. José Augusto, Pe. Edimilson, Márcio Mendes, Salette Ferreira, Eliana Ribeiro e Amor e Adoração

Acampamento Sagrado Coração de Jesus “Jesus, manso e humilde de coração” 24 a 26 de junho Presença de Pe. Donizete Heleno, Pe. Fábio de Melo, Pe. Joãozinho, Dunga, Eliana Ribeiro e Márcio Todeschini

Show com Eugenio Jorge

OUTROS EVENTOS EM JUNHO Acampamento para Namorados e Noivos

Vigília Clamando por milagres

Corpus Christi

Concentração Diocesana – Lorena/SP

APROFUNDAMENTOS CANÇÃO NOVA

Vagas limitadas, faça sua inscrição!

Aprofundamento de Cura e Libertação De 17 a 19/6 Presença de Pe. Sóstenes e Irmã Maria Eunice

Aprofundamento Escola Santo André De 8 a 9/7 Presença de Pe. Ademir e Prado Flores

Aprofundamento Clamando por Milagres De 1° a 2/7 Presença de Pe. Roger Luis, Pe. Edimilson, Eliana Ribeiro e Amor e Adoração

Aprofundamento Revolução Jesus De 22 a 24/7 Presença de Pe. Paulo Ricardo, Adriano Gonçalves, Brais Oss e Márcio Todeschini

Retiro de Férias De 19 a 21/7 Tema: “Vós sois o sal da terra... Vós sois a luz do mundo...!” (Mt 5, 13-14). Pregadores: Pe. Paulo Ricardo e Pe. Demétrio (assessor do Setor Juventude da Arquidiocese de Niterói).

Aprofundamento para Músicos “Músicos em ordem de batalha” De 26 a 28/7 Presença de Pe. Wagner Ferreira, Pe. Delton, Ricardo Sá, Urbano Medeiros e Eugenio Jorge

Acompanhe-nos

Canção Nova – Cachoeira Paulista/SP Informações: (12)3186-2600 eventos.cancaonova.com

“Eu quero um amor de verdade” De 3 a 5/6 Presença de Pe. José Augusto, Prof. Felipe Aquino, Gerson Abarca e Maria Celina, Ricardo e Eliana Sá, Amor e Adoração Lançamento do CD “Amor é decisão”, de Ricardo Sá

“Eis o mistério da fé” Dia 23/6 Presença dos padres da Canção Nova, diácono Nelsinho Corrêa, Dunga, Márcio Todeschini, Eliana Ribeiro e Ricardo Sá

/eventoscn Obs.: Agenda sujeita à alteração sem aviso prévio.

Dia 18/6 Presença de Irmã Maria Eunice

Dia 19/6 Presença de Dom Benedito Beni, Adriano Gonçalves, Tiba e Déia


ORAÇÃO

Mãe de Deus e Mãe nossa, Maria, Rainha da Paz! Viestes até aqui para conduzir-nos a Deus. Alcançai-nos Dele a graça de podermos não apenas dizer: “Faça-se em mim segundo a Vossa palavra!”, mas também poder vivê-la como Vós o fizestes. Em vossas mãos colocamos as nossas para que, em meio a todas as dificuldades e misérias, possais conduzir-nos a Jesus. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!


Revista Canção Nova de Junho 2011