Page 1

Ver Ano III • n˚10 • Distribuição gratuita e dirigida

Vale

www.revistavalever.com.br

ANCHIETA

História e natureza preservadas em Ubatuba

PARAIBUNA

Turismo de contemplação e gastronômico para uma tarde, um dia ou um fim de semana

CICLOTURISMO

Uma aventura pelo interior do Brasil usando apenas a força de vontade para chegar a Brasília

LISBOA DOS MONGES O TWITTER AN

O SERTÃO VIROU MAR

Represas simulam praias em Minas Gerais @ re

er

AGO R

Conheça um dos mais impressionantes conjuntos arquitetônicos de Portugal

vistava

lev

OS!

SIGA-N

SPAS: O TURISMO DA SAÚDE, BELEZA E BEM ESTAR.


EDITORIAL Uma viagem e tanto. Até a Lua Reserve seu cavalo preferido em uma noite enluarada, siga pela trilha até chegar ao topo do monte. Lá uma fogueira te convida a se divertir com prosas, uma boa moda de viola e, se for destemido, ouvir um bom causo de assombração. Companhia para cavalgada: Marcela Puppio, contadora profissional de histórias e causos.

Vagas limitadas

29 de maio. Saída às 19h

ÍNDICE

Motivação: algo que nos impulsiona em direção às realizações.

Lisboa dos Monges

Nosso amigo Luís Cláudio Barreto venceu vários obstáculos na busca de realizar seu desejo de viajar o Brasil de bicicleta.

10

Uma coisa é realizar um grande esforço em direção a um objetivo, outra é comemorar alguma realização. Aí é procurar o que nos satisfaz e aproveitar esses ótimos momentos.

Conheça um dos mais impressionantes conjuntos arquitetônicos de Portugal.

Cicloturismo

Uma aventura pelo interior do Brasil usando apenas a força de vontade para chegar a Brasilia.

16 O sertão virou mar Represas simulam praias em Minas.

Viajar é sempre uma ótima maneira de comemorar a vida. Nesta edição exemplos bem distintos, para diversos gostos. Um mosteiro em Portugal; uma ilha, em Ubatuba; uma cidade pequena do interior paulista, com represa e comidas típicas – a escolha é sua. Se o que você precisa é de relaxamento e cuidados pessoais, talvez a resposta seja um SPA. Aproveite essa edição, nós a fizemos motivados em lhe oferecer momentos agradáveis. 

22 Paraibuna

Turismo de contemplação e gastronômico para uma tarde um dia ou um fim de semana.

28 Anchieta

História e natureza preservadas em Ubatuba.

34

Spas: O turismo da saúde, beleza e bem estar.

40 Expediente Revista Vale Ver – No 10 – Ano III – Maio de 2010. Conselho editorial: Camilo Alvarez, Celina Rodstein Rodrigues, Edson Rodrigues, Marcílio Sousa Lima, Marcelo Botosso. Diretor editorial: Marcílio de Sousa Lima – marcilio@revistavalever.com.br. Diretora comercial: Celina Y. R. Rodrigues – contato@revistavalever.com.br. Diretor de arte: Camilo Alvarez – arte@revistavalever.com.br Jornalistas: Marcia do Valle, Otávio Demasi, Ocimar Barbosa Colaboradores: Luis Cláudio Barreto, Marcelo Botosso, Pedro Luis Revisão ortográfica: Marcílio Sousa Lima Tradução: Callan Point – (12) 3942.6629 – alcallanmethod@hotmail.com Tiragem: 6000 exemplares Representantes comerciais no Vale do Paraíba Celina Y. R. Rodrigues – celina@revistavalever.com.br – Tel. (12) 8122.8999 / Atendimento ao leitor: contato@revistavalever.com.br – (12) 8122.5161 / 8122.8999. A Revista Vale Ver é uma publicação da MKT.ROD – Administração de Marketing Ltda. ME.

Informações e reservas (12) 3926.1614 / (12) 9703.8064 www.ranchosaoxico.com.br

www.revistavalever.com.br Outros contatos: www.meadiciona.com/revistavalever


Ver Vale

VALE VER, VALE LER, VALE ANUNCIAR ALGUMAS DAS EMPRESAS QUE ACREDITAM NA REVISTA DESDE 2007

www.revistavalever.com.br

MMartan

Safari

Shopping Colinas

Unimed

Itamambuca Eco Resort

Johnson & Johnson

Val du Lion - Peugeot

Ocean Palace (Natal) - CVC

Novotel

PROCESSO SELETIVO 2009 Prova tradicional ou por agendamento

SEMPRE

Cinesystem - Vale Sul

Residencial Jequitibá

1º s e m e s t r e

ATUALIZADA

Campus São José dos Campos

Unip

Rodovia Presidente Dutra, km 157,5 – Pista Sul – Tel.: (12) 2136 9000 • www.unip.br

La Galia

Perfil de cores: Perfil genérico de impressora CMYK Composição Tela padrão

.go

atempomarketing.com.br

Pode trazer a família toda para o teste-drive. Pensando bem, pode trazer os amigos, os vizinhos... Chegou Mais conforto, mais espaço, mais um monte de coisas.

CONFIRA O MELHOR VALOR EM OKM DO MERCADO.

72x

DESCONTO EXCLUSIVO EM SEMI NOVOS.

Imagens ilustrativas

PLANOS EM ATÉ

Capacidade para 7 pessoas.

Motor de 4 cilindros, 2.0 L, DOHC, 16 válvulas com Comando de Válvulas Variável (CVVT) • 149 cv • Bancos de couro • Pré-tensionador de cintos de segurança• 6 air bags • Direção hidráulica • Computador de bordo • Rádio CD player com entrada auxiliar, 4 alto-falantes, 2 tweeters e controle remoto no volante • Travamento elétrico central das portas e portamalas • Porta-objetos nas 3 fileiras de bancos • Freio a disco nas 4 rodas com ABS e EBD • Rodas de liga leve aro 16” • Sensores de aproximação no pára-choque traseiro • Vidros elétricos nas 4 portas • Câmbio automático de 4 velocidades com opção de trocas seqüenciais • Ar-condicionado digital • Banco do motorista com ajustes elétricos • Active Headrests – encostos de cabeça ativo • Abertura das portas e sistema antifurto acionados por controle remoto • Retrovisores elétricos com desembaçador • Rack de teto

A mais completa linha de importados do país está na sua concessionária Kia do Vale

Saday

FONE: (12) 3904-1000

Kia. Carros completos pelo preço que você vê nos anúncios.

Av. São João, 1970 | Jd. Esplanada - S.J.C. (12) 3913-5151

www.taipanveiculos.com

Av. Dr. Nelson D'Ávila, 1.779 - Centro - S. J. Campos

S:\Saday\Anuncios\09-Setembro\An SA 12-09 21X28cm rev vale viver.cdr segunda-feira, 15 de setembro de 2008 09:43:35

Grande Hotel SENAC - Campos do Jordão

BLACK YELLOW MAGENTA CYAN

do o a giã ov re an a N Urb

O ARD EDU

CLUBE STA RITA

Uma área de lazer completa, inspirada na diversidade da natureza.

Caesar Business

ra nç

a 24

h

LINE

U DE

Taipan Veículos

Vale Sul

Gonçalvestur

Veibras

Gonçalvestur

Coleção Oscar Verão. Bonita por natureza.

Financiamento RIO PA RAÍ BA DO SU

MORADA PORTAL DA SERRA DA SERRA

SABESP

FLORAD A DA

AV. PO S

SID Ô

em até

L

AV. S HI

SHIM A HI

SERRA

FUM I

GACC

84X

direto com o

N POSTO BR

UNIVAP

TAS FREI

se gu

no Residencial Jaguary.

E OSÉ D

co m

Kia Motors

VALIOSO COMO TUDO QUE É INESQUECÍVEL.

Seu sonho já é realidade

Y CUR

RA MOU VIVALLE

J IO

ia

SENAC

NOVO FORD EDGE 70% das obras concluídas.

328 lotes de alto padrão, a partir de 450m2 numa área total de 391.000m2.

rt ar

Splendor Blue

As maravilhas da natureza ao seu alcance no Residencial Jaguary.

LANÇAMENTO

Po

26.06.2008 00:07

empreendedor

ALTOS DA SERRA V

ALTOS DA SERRA VI

PARATEHY

PAR

Campo Society

2 Quadras de Tênis

Y

ATEH

Minigolfe

Plantão de vendas no local

Playground

CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA FROTISTAS, PESSOAS JURÍDICAS E EMPRESAS PARCEIRAS. LIGUE E AGENDE UMA VISITA. Realização

Vendas

Incorporação

SJC

www.residencialjaguary.com

(12) 3924-4444 Av. JK, nº 5.595 -Vila Industrial

TAUBATÉ (12) 3634-8600 Taubaté - Av. Nove de Julho, 129 - Centro

A vida com inspiração.

w w w . s u p e r f o r. c o m . b r

Processo nº 40.013-4/02 aprovado pela PMSJC em 01/06/07 Matrícula 9.324 Livro nº 02 do 2º Cartório de registro de Imóveis de São José dos Campos. Aprovado para venda - Previsão de liberação para construção: Out/2009

e mais: • Pista de Skate • Quadra de Areia • Pista de Caminhada/Cooper • Quiosques • Quadra Poliesportiva

´ NOVA OSCAR EM TAUBATE. AGORA NO CENTRO www.oscarcalcados.com.br

Fotos meramente ilustrativas. Reservamo-nos o direito de corrigir possíveis erros de digitação.

(12) 3921-8433 \ 3431-1824 \ 3431-0604

Residencial Jaguary

Embraer

M

Superfor

Oscar Calçados

Convention Bureau SJC

Pousada do Sandi - Paraty

anuncio_revista.indd 1

30.09.08 10:21:49

omentos es peciais. Lugares especiais.

Estrada São Benedito do Fógio, 1.501 / 1.551 Rodovia Presidente Dutra, km 166 - Jacareí - SP - CEP 12334-020 Tel: (12) 3956 1062 e 3956 1930 e-mail: bonanzaruralcenter@terra.com.br site: www.bonanzaruralcenter.com.br

Bonanza Rural Center

an2_210x280mm.indd 1

Impéria Pizzaria

11.04.09 12:30:00

Com a Pousada e a Marina Porto Imperial, Paraty ca ainda mais exclusiva.

ANUNCIE www.revistavalever.com.br contato@revistavalever.com.br

Estar bem no Centro Histórico de Paraty, atracar o barco na maior e mais moderna marina da região, se hospedar nos apartamentos mais confortáveis da cidade. Esses são alguns dos nossos diferenciais em Paraty. Desfrute de momentos inesquecíveis com exclusividade, sosticação, charme e segurança na Marina e na Pousada Porto Imperial.

POUSADA PORTO IMPERIAL R. Ten. Francisco Antonio, s/n - Centro Histórico de Paraty - RJ Tel.: (24) 3371-2323 MARINA PORTO IMPERIAL Rod. Rio–Santos, km 578 - Paraty - RJ - Tel.: (24) 3371-6022 www.portotel.com.br

Restaurante Raizes

Pousada Porto Imperial

Pref. de São Bento do Sapucaíw


CONFIRA Festival da Mantiqueira Pelo terceiro ano consecutivo, São José dos Campos será sede de um dos mais importantes eventos literários do Estado de São Paulo. Está confirmado para o período de 28 a 30 de maio, no Distrito de São Francisco Xavier, o III Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura. O festival é realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) e Prefeitura Municipal de São José dos Campos. Serão três dias de muitas atividades, entre debates, oficinas, sessões de autógrafos e shows.

Já estão confirmadas as presenças dos seguintes autores: Ferreira Gullar, Guilherme Fiúza, Ronaldo Correia de Brito, Altair Martins, Carola Saavedra, Lira Neto, Fernando Gabeira, Paulo César de Araújo, Marina Colasanti, Laurentino Gomes, João Carlos Marinho, André Vianco e Walcyr Carrasco. O violonista Marcílio Sousa Lima se apresentará no dia 29 às 14h e 17h em show em homenagem ao poeta Cassiano Ricardo. 

2º Festival de Inverno em Sacramento-MG

www.salao.turismo.gov.br

Exposição: Santa Branca

Em maio se inicia o 2º Festival de Inverno do Parque Nautico de Jaguara, com atrações culturais aos sábados e domingos ate final de junho. Muita musica, arte, literatura, teatros, dança, 2 meses de muitas apresentações culturais. Venha participar e prestigiar os artistas, conhecem as riquezas culturais da região. Este ano, alem da cidade de Sacramento, mais 8 cidades da região estarao se apresentando: Conquista, Araxa, Conceição das Alagoas, Rifaina, Igarapava,Pedregulho, Guara e Orlandia.

A cidade, sua gente e a natureza são imagens colhidas pelo olhar sensível de Meiry Sant’Anna e Narvaes. Captadas em várias ocasiões, ela nos traz cenas da cidade de Santa Branca e do Rio Paraíba, ressaltando detalhes de sua história, arquitetura, pessoas e da natureza que a cerca. A exposição inédita reune 20 fotos coloridas, selecionadas entre muitas de seu acervo.

Errata

A entrada é 1 livro para doação. Estaremos durante todo o Festival com o Projeto “Livro na Praça”,realizado pela ONG Amigos da Cultura e apoioado pela Livraria Bras Cubas de Sacramento, onde vc terá a oportunidade de trocar livros, vc deixa um livro, troca por outro, le e continua a troca... Fazendo com que os livros circulem e nao fiquem mais na estante sem uso. 

Rod. MG-428 – Km 102 - Usina Hidrelétrica de Jaguara – Sacramento/MG. (34) 335-9150 Entrada: 1 Kg de Alimento não perecível.

Divulgação: Pousada dos Marchadores. Fotógrafo: Cacá

Visitação até 17 de julho 2010, sextas das 18h às 24h, sábados das 12h às 16h30 e das 20h às 1h e domingos das 12h às 17h.  Deck Beira Rio Restaurante – Cozinha artesanal. Rod. Nilo Máximo, Km 13 – Santa Branca-SP. (12) 39724100 – Estacionamento no local. www.decksantabranca.com.br

6

Caros leitores, Informamos que a fotografia atribuída à matéria publicada na edição de setembro do Rancho São Xico, na edição nº 08, página 10, trata-se, na verdade, de imagem de propriedade da Pousada dos Marchadores, estabelecimento situado à Rua Virgo, 203, Monte Verde, Município de Camanducaia - MG, CEP 37650-000. Informamos ainda que o Rancho São Xico e a Pousada dos Marchadores são estabelecimentos distintos, cada qual com seus sócios, sendo sócios da Pousada dos Marchadores a Sra. Maria Cristina Machado Carvalho e seu esposo, o Sr. Paulo Machado Lima, que constam na imagem que segue.


Mosteiro dos Jerônimos,

coroa arquitetônica de Lisboa

Geofff

Por Pedro Silva – ps77@aeiou.pt

8


Portugal é, sem dúvida, um país apaixonante! De norte a sul pulula o verde da natureza e a pedra das serranias e dos monumentos. É na capital do país, Lisboa, que vamos encontrar uma das mais famosas relíquias da construção portuguesa, no caso o Mosteiro dos Jerônimos, também por conhecido por de Belém.

Crê-se que a ideia do monarca era criar um espaço magnificente que servisse de panteão a todos os pertencentes à sua dinastia (no caso, o ramo Avis-Beja). Não foi portanto de estranhar que tanto D. Manuel, como os seus descendentes, ali tenham sido sepultados em túmulos de mármore cuidadosamente trabalhados.

Data do ano de 1496 a solicitação régia à Santa Sé para edificar este monumento. Tendo o papa acedido, logo em 1501 o rei D. Manuel I – largamente conhecido pelo sucesso das suas empreitadas marítimas que resultaram nos Descobrimentos Portugueses – dá ordem de início de construção.

Convém igualmente referir que, para que tal obra pudesse ser efetuada, houve que negociar com os cavaleiros da Ordem de Cristo – sucessores dos Templários em Portugal – aos quais pertencia o terreno envolvente e que ali detinham uma pequena capela, cuja invocação era Santa Maria de Belém. Era neste templo que os freis de Cristo apoiavam todos aqueles que partiam nas embarcações rumo ao desconhecido.

Tão ambicioso foi o projeto que apenas ficou concluído um século depois. Mas a espera justificou-se plenamente.

Jerônimos Monestry, the architectural crown of Lisbon (Portugal) One of the most famous remains of Portuguese construction, the Mosteiro dos Jerônimos (Monastery of Jerônimos), also known as de Belém (of Bethlehem), was ordered to be constructed by king D. Manuel I, to be the pantheon for his whole family. The work was concluded in the XVII century.

9


Mosteiro dos Jerônimos

Foi, porém, já no século XIX que obras de remodelação lhe deram o perfil actualmente visitável, sem que tenha havido qualquer intenção de alterar uma obra que, durante a construção, absorvia em custos de material e operários, perto de 70 kg de ouro anualmente (rendimentos que derivavam do comércio com a África e o Oriente).

Tito Wong

De perfil horizontal, o imponente edifício religioso tem uma estrutura que ultrapassa os trezentos metros de fachada principal, destacando-se no seu interior obras de arte soberbas, algo a que não é alheio o fato de nela terem participado alguns dos mestres construtores mais famosos da época, tais como João de Castilho e Diogo de Boytaca.

Mauro Rodrigues

10

Josep Pena Llorens

Na página anterior, uma vista geral do claustro. Acima, um detalhe do teto do mosteiro. Acima e a direita, vista de um dos corredores do claustro. No centro, uma vista geral do exterior. Ao lado, um detalhe dos vitrais do mosteiro.


Peter Zaharov

Hoje em dia, o Mosteiro dos Jerônimos é um dos mais belíssimos exemplos da arquitetura manuelina e tornou-se, também, em panteão nacional, sendo que ali repousam os restos mortais de figuras como o ilustre historiador Alexandre Herculano ou o insigne poeta Fernando Pessoa. De forma acertada, o monumento foi declarado, no ano de 1984, “Patrimônio Cultural da Humanidade” pela prestigiada UNESCO.

Cuidadosamente cuidado, e contando com um serviço de guias altamente profissional, este espaço arquitetônico e monumental, é merecedor de uma visita prolongada, através da qual se poderá sentir, efetivamente, tudo aquilo que foi a epopeia dos Descobrimentos, através da qual os portugueses chegaram ao contato com essa bela nação que, em tudo, é irmã de Portugal, no caso o Brasil! 

There king D. Manuel I and his descendants were buried in lovingly made tombs of marble. For its construction it was necessary to negotiate with the knights of the Order of Christ – successors to the Knights Templar in Portugal – who owned the land and that had a small chapel there, of Saint Mary of Bethlehem. It was in that temple that the Friars of Christ supported all those that left in ships bound for the unknown.

11


iofoto

Pedro Silva. Com mais de quarenta livros publicados, em países tão díspares quanto Portugal, Brasil, Espanha ou Chile, o autor português Pedro Silva (1977) tem, igualmente, produzido títulos em diversas áreas temáticas, tais como o ensaio histórico, a ficção, o roteiro turístico ou mesmo os contos. Para além disso, o escritor tem-se dedicado igualmente a colaborar com diversos jornais portugueses, assim como revistas de História em Portugal e Brasil, tais como “História Viva”, “Desvendando a História” ou “Aventuras na História”.

In the XIX century remodelling work gave it the appearance visitors see today, the work was done without any intention of altering the original work, which during the construction absorbed in materials and operational costs almost 70kg of gold annually. Today the Jerônimos Monestry is one of the most lovely examples of Manueline architecture and has also turned into a national monument – There rests the mortal remains of such people as the illustrious historian Alexandre Herculano and the distinguished poet Fernando Pessoa.

12


BIKE

14


Luis Cláudio Barreto

1200 KM, DUAS RODAS E NENHUM MOTOR

Por Luis Cláudio Barreto – luisclaudiobarreto@yahoo.com.br

Minha história com viagens de bicicleta

rodas. Fiz mais três viagens depois dessa

começou em 1999, com uma viagem de

saindo de São José dos Campos: Naza-

moto de Paraty-RJ até Salvador-BA. Nes-

ré Paulista (2006), Foz do Iguaçu (2008),

sa viagem eu percebi o quanto a estrada

Brasília (2009)

me fascinava. Durante essa mesma viagem, pensei em um dia fazer o mesmo trajeto de bicicleta. A idéia era de fazer a viagem de bicicleta em 2000 e fazer coincidirem a chegada a Salvador com as comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil. Fui atingir esse meu objetivo em 2002.

De todas, a que me deu o maior frio na barriga foi a para Brasília. Nessa, eu peguei a estrada sozinho. (Digo sozinho fisicamente, porque meu amigo Eddy estava fazendo uma outra viagem que seria sincronizada com a minha. Ele foi de avião para Remanso-BA, de lá foi de bicicleta para Brasília, no mesmo dia em

Depois dessa primeira viagem não conse-

que saí daqui. Estava combinado que nos

gui parar de pensar na magnífica sensa-

encontraríamos em Brasília, entre os dias

ção de estar livre por aí em cima de duas

28 e 30 de dezembro de 2009).

On two wheels This wasn’t my first trip by bicycle – I’ve already made one by motorbike and two by bicycle, but it was the first that I set out on alone, which gave me butterflies in my belly. Due to it being a trip on my own, I had to work much more on the psychological side than the physical. A venture like this – taking a bicycle, loading it with baggage and pedalling for 1,200km – totally tests your patience, persistence and strength of will to finish and arrive at your destination.

15


Becoming money-less, due to not having banks in small towns and on the long distances through which I pedalled, occurred sometimes and this resulted in situations that when they were remembered, gave us good laughs but that at the time were a great hassle.

Luis Cláudio Barreto

These adversities seemed very small beside the enormous pleasure of feeling the wind in my face, having the sensation of control of my life in my hands, places that I wouldn’t get to know while passing by at 110km/h in a car, the great friendships that are made along the way and through the taste of victory of having managed to arrive at my destination safe and sound.

16

Por mais que já tivesse a experiência de Entre tantas coisas que passamos, lembroestrada, o fato de estar só fez com que eu me que, quando ia para Brasília, logo no tivesse que trabalhar muito mais o psicoló- meio do primeiro dia de pedal, senti uma gico do que o físico. Uma empreitada dessas fisgada no joelho. Essa fisgada me trouxe – pegar uma bicicleta, encher de bagagem à mente a viagem que fiz com o Eddy para e pedalar por 1.200 Km –v faz com que tes- Foz do Iguaçu. Estávamos no sétimo dia de temos toda nossa paciência, viagem e, durante uma parapersistência e força de vontade da para descanso, senti fortes de chegar e alcançar o objetivo. dores nos meus joelhos. A dor Imagine você pedalando longe era tanta que achei que minha Imagine você pedalando londe casa, sozinho, viagem estava acabada ali. A ge de casa, sozinho, sol forte na nossa frente uma forte subida, cabeça, com fome. Olha para a sol forte na cabeça, de uns 3 km. Tomei um analfrente e vê uma subida longa... com fome. gésico e devagar seguimos e seu almoço, tão merecido, em frente. Com persistência, está a 2 horas de pedal dali... seguimos e aos poucos venci a dor que Se o seu psicológico não tiver legal, pode sentia. Isso demonstra que seja numa viater certeza que o físico não vai resistir. gem de bicicleta, ou nos obstáculos que a


vida diária nos impõe, temos que superar e seguir adiante. Um exemplo de adversidades nesse tipo de viagem é o que relato abaixo. Em outra viagem que fiz para Salvador, com outro grande amigo, o Waldinor, estávamos no interior da Bahia, chegando a Trancoso, final de tarde. Somando os dois, tínhamos nos bolsos algo perto de R$ 4,00 em dinheiro, além dos cartões. Naquela época não era em todo canto que se aceitava cartão e ali não tinha nem Bradesco (Eu), nem Banco do Brasil (Waldinor). A agência BB mais próxima era em Porto Seguro. Entramos na primeira pousada que achamos perto do centrinho histórico e nos hospedamos. A

– Vocês estão sem dinheiro? – Nem para pagar o hotel, completei e rimos. Explicamos a situação, ele enfiou a mão no bolso e nos emprestou R$ 20,00 para jantarmos. Essas adversidades são muito pequenas perto do enorme prazer de sentir o vento no rosto, ter a sensação do controle de nossa vida nas mãos, dos lugares que não se conhece passando a 110 Km/h de carro, das grandes amizades que são conquistadas ao longo do caminho e pelo gosto da vitória de ter conseguido chegar ao destino são e salvo.

O que eu sempre digo é que, idéia era o Waldinor ir de ônifácil não é, porém não é imposbus até Porto Seguro no dia Em cada lugar sível. Tudo que você precisa seguinte pela manhã, com os que você passa, para se lançar numa viagem R$ 4,00 que tínhamos, sacar, e as pessoas ficam dessas é ter o mínimo de convoltar para pagar o hotel, ou dicionamento físico, (Aconsemuito curiosas seja, não tínhamos dinheiro lho a visitar seu médico e entrar para sair e comer. Detalhe, na ao verem você numa academia), bicicleta em pousada não havia restauran- parecendo um ser dia, alforjes, um destino em te e eles não serviam lanches de outro planeta. mente e disposição para penaquela hora. No começo da dalar. Na estrada, vá se acostunoite, o dono da pousada (Um argentino muito gente boa), veio nos reco- mando a ser chamado de louco, doido varmendar lugares para irmos e um restauran- rido entre outros adjetivos do gênero. Em cada lugar que você passa, as pessoas ficam te muito bom que ele conhecia. Falamos que não íamos sair e ele achou estranho. muito curiosas ao verem você parecendo um ser de outro planeta, (Isso acontece Ele perguntou na lata:

Luis Cláudio Barreto


The experience is a validation, rich and very gratifying. At the end of every day one more stage is complete. You arrive exhausted but with a clean soul. The perspective that you have of the world and of life changes significantly. It doesn’t just serve to test us physically but much more to conquer our biggest enemy... ourselves. Whoever manages to take this experience from the road to their daily life is a great victor.

principalmente nas cidades pequenas do interior). A grande maioria imagina que se trata de uma competição. Elas perguntam: de onde vem, para onde vai, e, quando digo minha origem e o destino, a fisionomia de espanto toma conta do rosto delas, chega a ser engraçado. Já chegaram a me perguntar se eu estava pagando promessa, ou algo do tipo, e se não era mais seguro ir de carro ou de avião.

Eddy Ribeiro

Uma coisa que me impressiona muito é o carinho com que somos recebidos e tratados. Carinho e muita admiração. Muitos

20

são os relatos de pessoas que gostariam de fazer esse tipo de “loucura”, mas que não têm coragem. A experiência é válida, rica e muito gratificante. No final de cada dia, mais uma etapa está completa. Você chega exausto, mas de alma lavada. A perspectiva que você tem do mundo e da vida muda significadamente. Serve não apenas para testarmos nosso físico, mas, muito mais, para vencermos o nosso maior inimigo... Nós mesmos. E quem consegue trazer essa experiência da estrada para o dia-a-dia, é um grande vencedor.. 


21


No Mar de Minas Gerais

Robson R. Suntree

por Marcelo Botosso – marcelobotosso@hotmail.com

22


23

Marcelo Botosso


Mar de Minas

João Carlos de Faria

“O sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”, profetizou Antônio Conselheiro, ou Santo Antônio do Mar, liderança messiânica que do semi-árido nordestino abalou a República Velha, no episódio conhecido historicamente como A Guerra de Canudos.

NÚMEROS Área inundada das Usinas do complexo de Furnas em Minas Baguari: 16 km² Furnas: 1.440 km² Itumbiara: 778 km² Estreito: 46,7 km² Marimbondo: 438 km² Peixoto: 250 km² Porto Colômbia: 143 km2

24

lagos artificiais do mundo. Eu e meus amigos já havíamos pensando na possibilidade de fazer uma travessia nas águas do “Mar de Minas” e sondamos aquele que parecia o melhor lugar, o mais isolado e, consequentemente, mais selvagem e bonito. Escolhemos o lago de uma das barragens do complexo, Os lagos de Furnas o lago do Estreito com 46,7 tem superfície de km2 de superfície. Decisão 2 acertada! 1.457,48 km , um

Distante do litoral, o Estado de Minas Gerais parece ter materializado parte da profecia de Conselheiro. Servindo-se do volumoso Rio dos maiores lagos Grande cuja nascente se Próximo a Serra da Canastra, artifi ciais do mundo. dá na Serra da Mantiqueia inundação se estende do ra (a serra que chora), um município paulista de Pedrecomplexo de hidrelétricas fora construído gulho e do mineiro de Sacramento até a rena segunda metade do século XX sendo presa do Peixoto nos municípios de Ibiraci responsável pelo surgimento de imensos e Delfinópolis, ambos nas Gerais. Apesar lagos como o de Furnas que cobre uma su- da imprecisão, sabíamos que o percurso perfície de 1.457,48 km2, um dos maiores seria longo. Para tanto, calculamos que um

Guilherme Trevisan


pernoite bastaria. Já estivemos nas proximidades anteriormente e o nosso espírito explorador não se aquietou para fazer a travessia de barragem a barragem. A partir de 3,5 km da barragem de Peixoto, colocamos nossos caiaques no rio e iniciamos nossa aventura entre serras e águas. Nesse ponto, a correnteza do rio deixa de existir, sofrendo influência do alagamento. Num trecho de quase 15 km o Rio Grande escoa por

borboletas e carcarás são apenas alguns ilustres moradores daquele fragmento do riquíssimo cerrado brasileiro. Tamanha é a transparência da água que, não raras vezes, causa a impressão das nossas embarcações serem aeronaves a voar. A viagem é prazerosamente No nosso pernoite: silenciosa. O silêncio só é surpresa! Um casal de quebrado pelo canto dos lobos-guará latia e se pássaros e o chuá da cachoeira que, num dado momovimentava, para mento, aparece aos montes.

“Onde a natureza brinda o sabor!”

nosso deleite, bem próximo de nós.

uma espécie de cânion todo vegetado que, por alguns momentos, nos faz lembrar a Serra do Mar. Navegando tranquilamente na embarcação à remo, portanto, sem barulho de motor, é possível surpreender alguns animais que ali habitam e saciam sua sede. Cotias, saracuras,

As frequentes praias são sempre convites à parada.

Estrelado Guia 4 Rodas Brasil Premio Chef Revelação Guia 4 Rodas Brasil

Pela facilidade do embarque e desembarque, foram nelas que fizemos nossos lanches, sempre acompanhados de água fresca para beber e nos banhar. No mar de água doce não se passa sede. Além da própria água do lago que é límpida, existem inúmeras nascentes nas margens que

Alta gastronomia em Gonçalves Estrada do Venâncio - Cachoeira do Simão (35) 3654.1240 /9977.0306 www.legourmetbistrot.com.br

Robson R. Suntree

Inauguração dia 23/05

cozinha brasileira / bar & boteco no centro de Gonçalves 25 (35) 3654.1259


Mar de Minas

Far from the coast, the state of Minas Gerais has kilometers and kilometers of reservoirs due to the hydroelectric dams that form a real fresh water sea. However it’s not just the production of energy that gives life to the dams. Rowing in the calm clean waters, on board a kayak, is a unique experience from which autonomy, respect and contemplation are made rules.

Robson R. Suntree

dispensam o transporte de água, deixando nossas embarcações bem leves. Apesar da marcante paisagem cênica, o notável na região do lago do Estreito é o vazio demográfico. Raras são as construções em suas margens e, em 48 horas de expedição, apenas um barco com pescadores foi avistado. No nosso pernoite: surpresa! Um casal de lobos-guará latia e se movimentava, para nosso deleite, bem próximo de nós.

No dia seguinte, continuamos a viagem sendo que, no final da tarde, distante das margens, enfrentamos o bater das pequenas ondas do mar mineiro. Ainda embriagados de natureza, o relógio acusou a inevitável hora de voltar. Depois de 53 km de remadas, a cidade nos esperava. Era hora de deixar o paraíso. Parece que parte da profecia de Antônio Conselheiro se concretizou. Só resta saber agora se o mar vai virar sertão. 

Marcelo Botosso

DICA DO AUTOR “Reserve mais que dois dias para se aventurar nesse paraíso onde não há adãos e evas. O único pecado que se pode cometer ali é não usufruir conscientemente do lugar.”

26


Venha para o descanso e tranquilidade de Guararema

Convenções - Festas - Lazer O melhor para você e sua família • Apartamentos • Chalés para até 6 pessoas c/sala de estar, TV a cabo e varanda com rede • Wi-fi • 3 piscinas, sendo uma aquecida com toboágua e cascata • Sauna a vapor • Quadra poliesportiva • Deck para pesca no rio • Salão de jogos • Sala de tv com lareira e videokê • Brinquedos infláveis • Cama elástica • Restaurante aberto ao público • 2 salões para convenções, festas e confraternizações de empresa • Day Use, escolas, melhor idade e igrejas

Apartamentos

Piscina

Chalés

Vista aérea

Faça sua reserva

(11) 4693.1894 hotel@valedosonho.tur.br www.valedosonho.tur.br

Rua João Barbosa de Oliveira, 1888 - Freguesia da Escada - Guararema/SP


Paraibuna,

entre a serra e o mar

28


Hoje, em seu cenário bucólico, Paraibuna preserva muitas de suas características naturais e seduz seus visitantes por delícias gastronômicas e diversas opções turísticas. A cidade tornou-se famosa no Vale do Paraíba e Litoral Norte, e marcou presença na grande São Paulo e em todo Brasil por produzir a Bananinha, um doce com textura cremosa. Outros atrativos também chamam a atenção e se transformam em oportunidades para que a cidade mostre seus encantos e conquiste cada vez mais sua população e os ávidos turistas que optam por ares campestres, tranqüilos, intimistas, mas

com possibilidades também para atividades mais radicais. Em um clima mesotérmico, com verões brandos e inverno seco, é possível desfrutar de belas paisagens para a prática do Ecoturismo, Turismo de Aventura, Turismo Esportivo, Turismo Rural, Esportes Náuticos, entre outros, restabelecendo a relação com a natureza, repondo as energias, revitalizando forças, recuperando a paz através do uso do patrimônio natural da cidade. Fundamental para o desenvolvimento de Paraibuna, a construção da represa, na década de 70, mudou o traçado da serra e é, sem dúvida, um espetáculo imperdível que proporciona lazer e divertimento, em um ambiente paradisíaco, ideal para esportes náuticos como esqui aquático, wake-board, barco a vela, canoagem, sem contar a possibilidade de um simples banho na represa, Camilo Alvarez Netto

Situado no Alto Paraíba, encravado na preciosa Serra do Mar, o município de Paraibuna vislumbra o Rio Paraíba do Sul que forma-se com o encontro das águas dos rios Paraitinga e Paraibuna.

29


Paraibuna

Braulina Vilhena

observando seus meandros e a maneira como é preservado o ecossistema. São situações onde é possível interagir harmoniosamente com a mãe natureza.

batás e até os peixes tucunarés, oriundos dos rios matogrossenses, são encontrados na represa,em locais com toda estrutura, o que torna a atividade ainda mais prazerosa e tranqüila para quem viaja sozinho, em casal, com grupo de amigos ou mesmo em família. Os peixes encontrados na região podem ser saboreados em restaurantes dos próprios pesqueiros, onde também são vendidos, para quem deseja preparar seu próprio prato na volta para casa.

Para os que desejam admirar ainda mais a paisagem, os passeios de lancha ou jetski na represa são convidativos, em seus 760 km de perímetro para navegação. É possível apreciar o espelho d’água de 230 km2, com águas cristalinas, e conhecer 204 ilhas para visitação. Contornando a ...Paraibuna encanta exuberante Mata Atlântica, pela simplicidade e é possível admirar a beleza atrai os turistas por

Colocando novamente os pés em terra firme, pode-

natural do Parque Estadual mos voltar aos tempos do revelar seu caráter da Serra do Mar, as refrescafé e do poderio dos coroingênuo ao assumir cantes cachoeiras com suas néis, visitando os casarões e seu ‘chão caipira’... águas que murmuram e fazendas que ainda presertomam conta dos nossos vam acervo histórico, que sentidos, além das corredeiras que podem conta, através dos lugares, os detalhes de tirar o fôlego, garantindo fortes emoções. diversas transformações pelas quais pasTudo isso transforma a aventura de estar na sou Paraibuna. represa em um espetáculo a parte Outro roteiro para conhecer um pouco da Para os apreciadores da pesca, uma ótima história, bem como curiosidades do café, opção são os pesqueiros, que oferecem va- desde o séc. XVII até os tempos atuais é riedades de serviços e de peixes. Lambaris, conhecer a Fazenda Valsugana. A casa sede, traíras, carpas, piabas, piabanhas, curim- em estilo colonial, abriga mobiliário antigo

In its bucolic scenery, Paraibuna preserves all its natural characteristics and seduces its visitors with delicious gastronomy and diverse tourist options. In a moderate climate, with gentle summers and dry winters, its possible to enjoy the lovely countryside through the practice of eco-tourism, adventure tourism and sport tourism among others revitalising the energy, recapturing peace through all of this natural heritage.

30

Prefeitura de Paraibuna - Assessoria de Comunicação

Situated in the Alto Paraíba, ensconced in the precious Serra do Mar (Sea Mountains), the municipality of Paraibuna can catch a glimpse of the Rio Paraíba do Sul (South Paraiba River), that is formed at the meeting of the rivers Paraitinga and Paraíba.


Cláudio Monteiro

The construction of the dam changed the layout of the sierra and transformed the city into an ideal location for water sports like water skiing, sail boating, canoeing without counting the possibility of swimming in the dam. For the trips by motor-boat or jet-ski in the dam there is a 760km perimeter to navigate. Its possible to appreciate the mirror like water 230km2 with crystalline clear water and 204 islands, skirting the exuberant Atlantic Forest. We can also encounter the murmuring water of refreshing waterfalls. For those that appreciate fishing an excellent option are the fishing centres that with all their structure offering a variety of services and fish.

original em estilo inglês. A casa de colonos, centenária, foi feita com madeira e barro do próprio local. Há, ainda, a capelinha, com a imagem de Nossa Senhora do Rosário, que é a padroeira da fazenda.Outras atrações: terreiros de secagem de grãos, a tulha de café e a atração principal – o Museu do Café & Cia, que possui várias peças antigas relativas ao café. Paraibuna encanta pela simplicidade e atrai os turistas por revelar seu caráter ingênuo ao assumir seu “chão caipira” por

ruelas, morros, capelas, a Igreja Matriz, na Praça Monsenhor Ernesto Almiro Arantes, o Mercado Municipal, casas e casarões em estilo colonial. Descobrir a personalidade e a beleza deste recanto preservado, através da culinária local com seus sabores marcantes é, sem dúvida, experimentar o jeito do campo, presenciando a cultura do Homem da roça e suas delícias tiradas da terra, reforçando sua identidade. A tradição, há cem anos é preservada com o afogado, ou fogado.

Paraibuna está em festa no mês de junho. São três festas, com shows, gastronomia e bebidas variadas. DO DIA 1O A 13 DE JUNHO.

DE 3 A 13 DE JUNHO

DE 11 A 13 DE JUNHO

Feira do Turismo “FEITUR”, gastronomia caipira, com produtores da cidade

Festa de Aniversário da cidade – 344 anos – de 2 a 13 de Junho, das 19h as 3h diariamente, exceto dos dias 12 para 13, das 20h as 4h da manhã.

Festival do Cambuci a Rota Gastronômica do Cambuci, com barracas de produtos, artesanatos e gastronomia do Cambuci, das 10h as 24h

Na Praça da Matriz durante a semana, das 19h as 23h e no final de semana, das 10h as 24h.

No Largo do Mercado Shows e barracas com alimentos e bebidas típicas

Mais informações no Dep. de Turismo pelo tel.: (12) 3974-0621

31


Paraibuna

We can return to the coffee era and power of the coronéis (rich & politically powerful men) with a visit to the colonial style mansions and the farms that still preserve a vast amount of history. The city enchants through simplicity and by revealing its mellow character to assume its “country ground” by its lanes, hills, forty chapels, cathedral and municipal market. The country climate, the hospitality – incontestable pleasures, according to the tourists.

Prefeitura Municipal de Paraibuna – Divulgação

Like this, the inhabitants affirm: “City of Paraibuna: where the important one is you”.

32

Prato servido em diversos lugares pitorescos e nas festas populares,, também é encontrado no Mercado Municipal, um dos pontos turísticos e históricos do município, e também na Casa do Fogado na Rua da Bica. Assim perduram os valores típicos de Paraibuna, legado deixado primeiramente pelos índios, depois os bandeirantes e finalmente os tropeiros, que comercializavam tropas de animais e outros produtos que interessavam aos que já fixavam na época suas moradias no local. Ainda podemos agradar ao paladar sentindo outras emoções, sim emoções, porque, ao degustar a comida caipira, muitos se reportarão à infância, lembrando de suas raízes. Imagine um sabor especial, característico, caipira, que lembra a avó, fogão à lenha e cheiro bom da manhã... é só chegar aos diversos restaurantes e pousadas

para experimentar – bolinho caipira, bolo de fubá, quirera, entre outras guloseimas. A pamonha tem uma festa só para ela, a pamonhada, que acontece em fevereiro, junto às festas de Carnaval. Há, também, o centenário Pastel do Manezinho, próximo ao Mercado Municipal. Segundo o pesquisador João Rural, “a receita é guardada em segredo” pelas irmãs Stábiles, terceira geração da família que até hoje preserva este costume delicioso. O clima do campo, a hospitalidade – prazeres incontestáveis, segundo os turistas que visitam Paraibuna. Existem executivos, comerciantes, empresários e até profissionais liberais que não se contentam em apenas visitar a cidade e, querendo fugir da correria urbana, de olhos bem atentos, já procuram por condomínios fechados de alto padrão, instalados na cidade. 


Agoravale

Anchieta História e natureza Por Ocimar Barbosa – ocimar@pindavale.com.br 34


Quando partimos, às 8h20 do dia 29 de estando o céu carrancudo enquanto das junho de 2007, do cais do “Saco da Ribei- montanhas brotam nuvens de algodão. De ra” em Ubatuba, parecia – repito, parecia repente, quase posso jurar que uma gaivo– ser mais um passeio pelas águas de uma tinha nos acompanha desde o cais. Ela vai cidade praiana rumo a uma ilha qualquer. e volta, passa sobre a embarcação, vai lá Uma escuna da Companhia na frente e faz o círculo sem Mykonos, batizada como grasnar uma vez sequer. “Maria Conga”, desfilou então A escuna balança Seria a guardiã da ilha? Não preguiçosamente pelas águas duvido nem aposto. A cada quase esverdeadas da ensea- e sua jornada lenta me faz imaginar dia que passa e a cada nova da da Praia Grande rumo à experiência, descubro que sei que também antiga “Ilha do Diabo”. muito pouco e que conheço Mas o que já foi o inferno hoje queira ela apreciar quase nada da Natureza. a paz e a beleza é o paraíso. Quando chegaOS FILHOS DA ILHA NOS ACOao redor... mos, um clima diferente nos LHERAM – Pessoas especiais é apresentado – algo “vivo”, vivem e trabalham ali, naquela como que uma forte consciilha- que é senhora absoluta da vida deles ência mística a circundar essa ilha, cujo – e adoram servi-la. mapa lembra um cão de pequeno porte que abana a calda, mas que não possui as Ao chegar ao “píer”, nossa equipe, composta por esse articulista, a administradora patas dianteiras. de um portal na internet, Rosana César, a A enseada vai ficando cada vez mais verdiretora comercial Sonia Veloso e o jorde. A escuna balança e sua jornada lenta nalista Luis Guilherme, foi recebida pelo me faz imaginar que também queira ela atendente Virgílio, que encaminhou os apreciar a paz e a beleza ao redor, mesmo

o s e u lu g a r d e i n v e s t i r e s e r f e l i z .

venha conhecer e entenda porque o seu par aíso é aqui.

Vista Panorâmica

Portaria com controle de acesso

Agoravale

Piscina adulto e infantil

terrenos de alto padrão a partir de 3 60 m 2 financiad os e m até 72 meses

Plantão de Vendas - Fazenda da Comadre: Rod. Tamoios, km 43 | No local: Rod. Rio-Santos, km 92 - Massaguaçu, Caraguatatuba/SP

INCORPORAÇÃO

REALIZAÇÃO

www.costanovaRESIDENCE.com.br (12) 3884-6111/(12) 3911-1066/(12)9761-5669

Loteamento fechado conforme Lei municipal nº 1457, de 17/09/07. CRECI: 17259 | Imagens meramente ilustrativas. | Aprovado pelo decreto municipal 35 nº 004-21/02/80. | Registrado no CRI – R.01/7216 – Caraguatatuba - SP


Anchieta SPAS: BEAUTY AND HEALTH

membros da pequena comitiva para seus respectivos quartos.

The Spas are establishments that, under medical direction, promote slimming and aesthetic assistence for people that are looking to recuperate from an excess of stress or weight. They are centers for pyshical and mental beauty, in the sports area, exercise, relaxation, physiotheraphy, medical orientation, recreational activities, balanced diets and the mind. Spa – an English word for a source of mineral water – comes from a city of the same name in Belgium with water that has few minerals, some calcium bicarbonate, is weakly radioactive and is mesotermais (36.6º C). Locations where you can attempt to integrate body and mind, in a search for balance and wholeness. Many specialists, representing various areas of health, as much physical as mental, offer their knowledge and skills for those that put effort into learning about techniques and treatments to search for a healthier life - mens sana in corpore sano .

Aos poucos – com exceção de Rosana que já conhecia o local – nossa equipe começou a se familiarizar com os primeiros “filhos da ilha” – assim são chamados aqueles que ali nasceram, por uma ou outra circunstância. São pessoas que passaram por uma triagem. De 275 famílias com ligação direta à vida e às histórias da ilha, ficaram 11 pessoas que tornaram-se monitores do Instituto Florestal.

Embora não tenha nascido na Ilha Anchieta, Samuel escreveu o livro “Ilha Anchieta, Rebelião, Fatos e Lendas” e hoje é considerado a maior autoridade do assunto, sendo procurado pelos órgãos de imprensa de todo o país, pois detém as mais preciosas De 275 famílias informações, resultado de incom ligação direta cansáveis pesquisas.

à vida e às histórias da ilha, ficaram 11 pessoas...

Os “filhos” se respeitam, trabalham em harmonia e procuram manter daquele patrimônio cultural e ambiental brasileiro. CONTATO DIRETO – Nossa equipe teve contato diário com várias pessoas importantes para o local paradisíaco, mas algumas delas foram fundamentais para que pudéssemos desenvolver esse material de pesquisa histórica e textos precisos. Samuel Messias de Oliveira, o Tenente Samuel, não estava lá na sexta-feira, quando chegamos. Ele e sua esposa Dra. Mara Cristina viriam na manhã de sábado, também na “Maria Conga”, trazendo mais filhos para

36

Dionéia da Cruz, a “Preta”, tinha apenas 7 anos quando aconteceu o levante de detentos da ilha. Francisco Cruz, seu pai, era guarda do presídio. Hoje, aos 62 anos, a professora aposentada que ainda mantém a alma de uma criança de sorriso fácil e constante, é tida como a “mãezona” daquele local.

No antigo quartel agora transformado em uma espécie de museu e núcleo de informação turística, “Preta” é a responsável pelas informações aos visitantes da Ilha Anchieta, relatando detalhes históricos, culturais e turísticos do local, através dos inúmeros painéis ilustrativos, mapas e uma enorme maquete em madeira da ilha. Walter Cardoso, o Waltinho, no auge dos

Agoravale

Uma das poucas casas da ilha.

a cerimônia de homenagem aos descendentes dos heróis da rebelião.


Agoravale

seus mais de 1.90 de altura é outro monitor da Ilha Anchieta. Brincalhão, atento ao ambiente e organizador, nasceu na ilha, sendo filho do Cabo Walter, que morava no local durante o período do presídio, inclusive participante no episódio do motim. Waltinho tem um sítio no bairro Pouso Frio em Pindamonhangaba.

Os moradores da ilha, “Filhos da Ilha”, com a equipe de reportagem.

que faz gozações com todos, especialmente com “Preta”, além de compor uma dupla de cantores com Waltinho e tirar gargalhadas dos visitantes.

Mais taciturno e com boa parte do episódio ainda na mente, o Sargento reformado PM Chagas lembra com riqueza de detalhes tudo o que aconteceu naquele dia e Talvez, o mais irreverente de todos seja ele: os reconta para visitantes, estudantes e Célio Sales de Almeida, policial reformado turistas que vão ao local. Fica sempre de que serviu no antigo 5º BP e no IRT, onde canto e, como que a reviver imagens de conheceu o Tenente Samuel Messias de 55 anos atrás, lembra dos companheiros Oliveira (autor do livro Ilha Anchieta, Re- mortos, da forma com que os prisioneiros belião, Fatos e Lendas) e o convidava insis- dissimularam uma falsa “cordialidade” para tentemente para que fosse conhecer a Ilha. o preparo do levante do dia 20 de Junho de 1952. Chagas é parte da história da rebelião Célio é de ótimo astral, um menino de 63 e tinha na época, 22 anos.  anos e também cerca de 1.90 de estatura

Agoravale

COMO CHEGAR Os interessados em conhecer a história da Ilha Anchieta têm direito a participar da visita e devem entrar em contato com o presidente da Associação Pró-Resgate Histórico da Ilha Anchieta e dos Filhos da Ilha Anchieta, o militar

reformado Samuel Messias de Oliveira, de Pindamonhangaba. O transporte até a ilha será feito pela empresa Mykonos, ao preço de R$ 20 por pessoa sai do Saco da Ribeira em Ubatuba. Mais info acesse: /www.pindavale.com.br/ilha/

37


A Bela Mantiqueira guarda um tesouro...

Gonçalves

SUL DE MINAS

O melhor clima de montanha, a beleza da paisagem preservada, a tranquilidade de uma cidadezinha mineira, o conforto e a qualidade das pousadas e restaurantes

Kleber do Posto

Conheça o que há de melhor em Gonçalves

www.goncalvestur.com.br Pousada Ao Nascer Do Sol Pousada Ao Som das Águas Pousada Bicho do Mato Pousada Dona Manoela Pousada Espelho D’água Pousada Lago Azul Pousada Lua de Pedra Pousada O Montanhes Pousada Passaredo

Pousada do Rio Pousada Riacho das Pedras Pousada Serra Vista Pousada Solar da Araucária Pousada Trem das Cores Pousada Três Orelhas Pousada Vida Verde Chalés na Pedra Fazenda Campestre

Porto do Céu Restobar Sauá Restaurante na Serra Restaurante Deméter Na Roça Restaurante Nó de Pinho Toca da Onça Restaurante Rural Otavianos Rancho Passeios Rurais Marcenaria Belas Artes

Associação Pró Turismo de Gonçalves - 10 anos


www.camilon.com.br

Porto do Céu Restobar propõe uma gastronomia rica em sabores. Comandado pelo chef Sergei Kotolevzev e sua esposa Sonia Sarto, é ponto de encontro dos turistas na cidade de Gonçalves.

A 1450 metros de altitude na Serra da Mantiqueira em Gonçalves no sul de Minas. Desde 2000 se destaca com acomodações charmosas e aconchegantes num local privilegiado, rodeado por floresta de araucárias com vistas deslumbrantes (área de preservação ambiental). Seus 15 chalés garantem o conforto e descanso merecidos.

A Pousada do Rio oferece piscina de água de nascente e corrente, sauna seca a lenha, playground, lago, cachoeira, prainha de rio, sala de estar com tv, livros e na recepção internet wireless. O Restaurante atende com reserva para almoço e jantar.

Sábados e véspera de feriados música ao vivo da melhor qualidade. Especialidades: trutas, massas e fondues. Damos preferencia a produtos orgânicos.

Venha experimentar nosso capelletti in Brodo com capa de massa folhada.

Ambiente acolhedor com vista panorâmica

Trutas, grelhados, massas, caldos, fondues, opções vegetarianas, priorizando produtos orgânicos da região e de nossa própria horta. Café da manhã colonial 8h30 às 10h30 – aos finais de semana e feriados Almoço 12h às 16h30 – diariamente Jantar 19h30 às 22h – aos finais de semana e feriados e com reserva para dias da semana.

(35) 3654.1346 / (11) 3083.4149 www.pousadadorio.com.br Estrada dos Venâncios km 7 Gonçalves Minas Gerais

Estrada Sertão do Cantagalo, Km 7,5 Gonçalves — MG (35) 3654.1350

www.pousadabichodomato.com.br

www.portodoceu.art.br R. Cel. Procópio Ribeiro, 80 centro (35) 3654.1233 e 9806.3575


40

D. Carson


SPAS: BELEZA E SAÚDE

Os Spas são estabelecimentos que, sob ginástica estética e rítmica, piscina de reorientação médica, promovem emagre- educação. Compreendem, também, uma cimento e assistência estética às pessoas dieta balanceada e um dos seus propósitos que visam se recuperar do consiste em recondicionaexcesso de estresse e peso. A mento físico, para remover explosão dos Spas, nos anos Spa, fonte de água o excesso de peso, dando à 90, em hotéis foi intensa. Nos mineral em inglês, pessoa melhor aparência esanos 2.000 virou febre nos deriva da cidade do tética. Nesses locais busca-se, centros urbanos. São acadetambém, a desintoxicação, mesmo nome na mias de beleza física e menliberando o corpo das toxiBélgica. tal, nas áreas de esportes, nas advindas da poluição atexercícios, lazer, fisioterapia, mosférica, cigarros e bebidas, orientação médica, atividades recreativas, com a tonificação do organismo.Com isso dietas balanceadas e da mente. Spa – fon- busca-se o aprendizado de hábitos que lete de água mineral em inglês – deriva da vam à conservação da higidez(característica cidade do mesmo nome na Bélgica, com de alguém ou alguma estrutura relacionada águas escassamente mineralizadas, bicar- à boa saúde, seja ela física ou mental), peso bonatadas cálcicas, ligeiramente radioativas corporal ideal e prevenção de doenças dos e mesotermais (36.6º C). dias atuais.

A instalação de um Spa comporta instalações de balneoterapia, como banhos borbulhantes, hidromassagem, estufas secas e úmidas, salas de hidromassagem, salas de

As atividades físicas programadas são sempre variadas: ginástica, Cooper, natação, relaxamento, jogging. Banhos de algas, de espuma, agualong, forno de Bier, sauna fin-

41


SPAS: Beleza e saúde

Spas: beauty and health The Spas are establishments that, under medical direction, promote slimming and aesthetic assistence for people that are looking to recuperate from an excess of stress or weight.

Spa – an English word for a source of mineral water – comes from a city of the same name in Belgium with water that has few minerals, some calcium bicarbonate, is weakly radioactive and is mesotermais (36.6º C). Locations where you can attempt to integrate body and mind, in a search for balance and wholeness. Many specialists, representing various areas of health, as much physical as mental, offer their knowledge and skills for those that put effort into learning about techniques and treatments to search for a healthier life - mens sana in corpore sano .

Engindeniz

They are centers for pyshical and mental beauty, in the sports area, exercise, relaxation, physiotheraphy, medical orientation, recreational activities, balanced diets and the mind.

landesa, banho a vapor, massagens corporais e faciais, jogos de xadrez, gamão, pinguepongue, danças, jogos de salão, futebol de campo, tênis, futsal, entre outros. Alguns mais equipados dispõem de estética facial, máscaras de lama e de algas, lifting, tai-chichuan, judô,ioga, i-ching, tarô, ginástica aeróbica, tai-sô, jazz, equitação, e dança em geral. A alimentação, voltada ao emagrecimento e desintoxicação é um tratamento dietético, sendo preparada individualmente, atingindo as quantidades necessárias de calorias, sempre com as condições físicas e em função dos exames médicos. A reeducação psí-

quica e psicossocial é feita por psicólogo. A educação sanitária visa não violar o regime alimentar, dormir oito horas de sono, não fumar, descartar o uso de qualquer medicamento, como moderadores de apetite e tranqüilizantes. As equipe médica e paramédica são compostas de: médico generalista, médico endocrinologista, psicólogo, fisioterapeuta, diplomado em educação física, massagista, estetecista, nutricionista e enfermagem especializada. Essa jornada exige a perda de muita barriga para a obtenção de bons resultados, mas é compensatória. 

Thiago Martins

42


Vale Ver 10  

Revista sobre turismo sustentavel.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you