Issuu on Google+

100% lençoense TEMPO E TEMPERATURA

HOJE

AMANHÃ

27C° 29C°

26C° 30C°

Máxima: Minina:

20C° 21C°

Máxima: Minina:

20C° 21C°

LENÇÓIS PAULISTA - SP - SÁBADO, 28 DE JANEIRO DE 2012 - EDIÇÃO Nº 18 - ANO 1 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Foto: Tânia Morbi

É pura lama Em pleno período de chuvas, moradores das chácaras São Judas Tadeu precisam enfrentar um lamaçal para poder chegar em casa. O acesso pela estrada, no Km 109 da Rodovia Osni Matheus, fica próximo de ser intransitável. Assim como a SP 261, o acesso às moradias no bairro espera por melhorias. Enquanto a melhoria não chega, o jeito é ir se equilibrando e deslizando na lama.

Câmara responde a 12ª ação

O promoror de Justiça Daniel Passanezi Pegoraro ajuizou na quinta-feira, dia 26, a 12ª ação civil pública contra a Câmara de Lençóis Paulista. Como réus, novamente foi arrolado o ex-presidente Ismael de Assis Carlos (PSDB), Formigão, além de dois funcionários. Essa é a 10ª ação envolvendo o nome do ex-presidente do Legislativo. O novo procedimento se refere também a viagem com uso de veículo oficial da Câmara, comprovada por registro do sistema “Sem Parar”. O mesmo sistema, que autoriza e registra a passagem de veículos pelos pedágios para cobrança posterior da tarifa, flagrou o carro da Câmara em viagem durante o

período de Carnaval do ano passado. Por essa viagem, quem responde é o atual presidente Ailton Rodrigues de Oliveira (PTB), o Juruna, em nova ação ajuizada pelo Ministério Público, dias antes, devido ao uso incorreto do veículo da Câmara. A segunda ação contra Juruna se refere a uma viagem ao litoral paulista durante o Carnaval de 2011. O serviço Sem Parar registrou que o veículo Astra placas DBA9584, da Câmara, passou por pedágios em sentido ao litoral na sexta-feira, dia 4 de março de 2011, quando teria iniciado a viagem, e voltou a Lençóis Paulista na terça-feira de Carnaval, dia 8 de março. O destino teria sido a cidade de Guarujá. Página 3

Mato causa transtorno no Caju Uma área pública destinada ao lazer, em frente a uma residência pode, em muitos casos, ser um ponto positivo quanto à valorização do imóvel e satisfação dos moradores próximos. No Jardim Caju I, no entanto, justamente uma área pública se tornou um problema que tem incomodado moradores da rua Bruno Nelli. Devido ao mato, eles enfrentam uma infestação de insetos, cobras e aranhas, entre outros animais peçonhentos. O bairro, segundo moradores, não recebe nenhuma melhoria há muito tempo, já que os investimentos feitos pela Prefeitura naquela região atenderam prioritariamente o novo bairro Ibaté e as adjacências da ETEC Cidade do Livro. “Quando cheguei para ver a casa que comprei, me disseram que aqui na frente (área verde) seria construída uma praça com campinho de futebol para as crianças. Fiquei empolgado, porque benfeitorias assim valorizam o imóvel e o bairro ficaria ainda melhor, mas passados mais de dois anos, continua a mesma coisa”, diz um morador. Na foto, crianças passam diante do terreno com mato que não para de crescer. Página 4

Coleta: mulheres em ação

ENTRE FLORES e CORES Viviane Virginio fez seu primeiro ensaio fotográfico e usou como cenário a loja de flores La Na Carminha. O ensaio está nesta edição. Página 8

Uma pesquisa feita na cidade de São Paulo mostra pela primeira vez o perfil dos trabalhadores do setor de limpeza pública urbana e aponta também que a indiferença e a descriminação são os principais problemas enfrentados pelos cerca de cem mil trabalhadores do setor na cidade. A pesquisa, encomendada pelo sindicato que representa os trabalhadores do setor, apontou que 86% desses profissionais já sofreram discriminação por conta da atividade e que a discriminação contra garis, em 95% dos casos, tem origem nos transeuntes. O levantamento divulgado na terça-feira, dia 24, no entan-

to, revela informações diferentes dos depoimentos ouvidos durante a semana pelo jornal Sabadão. Os relatos das quatro trabalhadoras, da única equipe de coletoras de lixo doméstico de Lençóis Paulista formada exclusivamente por mulheres indicam que o porte da cidade, a rotina no trabalho e a qualidade do serviço oferecido favorecem para que não haja descriminação ou desprezo por parte da população. A Prefeitura adquiriru uma máquina de varrer ruas, que pretende modernizar um dos serviços mais bem avaliados pela população, a limpeza urbana. A prefeita Izabel Lorenzetti e o diretor Dito Martins fizeram a apresentação na quinta-feira. Duas mulheres, ex-varredoras de rua, vão operar a máquina. Página 5


2

OPINIÃO

EDITORIAL

LENÇÓIS PAULISTA, 28 DE JANEIRO DE 2012

ANTENADO...para pensar

CONFIE SEMPRE EM UM ESPECIALISTA DA ÁREA

Separar lama de terra fértil Tradicionalmente, o mês de janeiro é chuvoso, o que ajuda no preparo da terra para uma boa colheita durante o ano. Assim, a chuva é sempre bem vinda para aqueles que apostam suas esperanças em colher uma boa seara. Mas, a chuva também causa estragos, e por vezes, desastres naturais que colocam em risco, quando não ceifam, a vida das pessoas. Em Lençóis Paulista, felizmente, a calamidade não chegou a tanto no ano passado, mas causou grandes estragos para muitas famílias que perderam seus bens, depois de terem suas casas invadidas pela água.

“Para os pobres, é dura lex, sed lex. A lei é dura, mas é a lei. Para os ricos, é dura lex, sed latex. A lei é dura, mas estica”

Fernando Sabino

Sabadão online issuu.com/billymao/docs/ Respeite o profissional de qualquer área, ele sabe o que está fazendo!

Seja na roça, como na cidade, o que fica mesmo, depois que a água baixa é a lama, o barro. Na política brasileira, a previsão de período chuvoso parece se estender por muitos meses, o que faz com que o lodo que resta esteja mais presente do que em muitos rincões do sertão, onde o homem trabalhador se empenha em manter a família e produzir o que uma população inteira precisa para se sustentar - o arroz e feijão nosso de cada dia. O lodo parece estar impregnado no costume e na prática da imensa maioria de homens e mulheres que ocupam cargos públicos. Salvo raras exceções. Por isso mesmo, a apuração e condenação dos fatos que os envolvem não podem ser tardios, como aquela chuva fora de hora que não atende às necessidades da muda para crescer forte e vingar em produção. A apuração, e caso seja comprovada a necessidade, punição, precisa ser no tempo, mas também na quantia exata, para que as próximas safras tragam exemplares de que a muda foi semeada em terra fértil de honestidade, compromisso público e atendimento às leis. Caso o contrário, temos muitos exemplos de fruta podre por ai.

Vagas e carros no centro NORBERTO M. PORTES Sei que este assunto já foi tratado por este veículo de comunicação, mas não custa lembrar os responsáveis pelo trânsito de Lençóis Paulista o quão desagradável está sendo ainda de carro pelas ruas da cidade. O que mais chama a atenção dos motoristas que necessitam trafegar por Lençóis é que muito dos problemas é causado pelo próprio motorista. Então vejamos: estacionar ali pelas bandas da biblioteca, seja descendo a Dr. Antonio Tedesco ou em qualquer outro ponto pelo centro é quase um desafio. Primeiro que o número de vagas é menor que o de veículos que precisam de vagas; segundo, muitos motoristas não pensam que outros também precisam colocar seus carros e deixam absurda distância entre os veículos. Espaços que somados abrigariam pelo menos quatro carros. Esse problema além de demonstrar o egoísmo de certos motoristas, demonstra também que caso a Demutran quisesse, resolveria pintando aquelas faixas divisórias para que o motorista se ligue que um espaço é suficiente. Ainda falando de trânsito, tem aberrações por ai que não dá para acreditar. Penso que é necessário uma revisão urgente de tudo que foi feito no trânsito em Lençóis Paulista até agora e o que não prestou, descartar. O que funcionou, deixar, e se possível, melhorar. O que tem de motocicletas em vagas para carros no centro da cidade é impressionante. O que parece é que todos primam pelos espaços em que a área azul cobre, do resto, é cada um por si.

Bate Papo

Há o que comemorar com os números do Caged? BILLY MAO Me impressiono ao ver números tão positivos quanto à criação de emprego em Lençóis Paulista e a hipocrisia de que um trabalhador lençoense tem salário médio de quase R$1.500,00 mensais. Essa impressão é a de que todos os munícipes estão muito bem, obrigado! Ora, basta olhar a quantia de pessoas pelas ruas da cidade revirando lixo em busca de resíduos recicláveis para perceber que essa realidade está longe de ser a que grande parte dos lençoenses vive. Caso isso fosse realmente diferente não seria necessário que empresas doassem mensalmente uma quantia relevante de alimentos para a Ação da Cidadania Contra a Fome e a Miséria, como o fazem a muito tempo, para citar apenas um exemplo. O número irrestrito de pessoas que deixam suas casas em Lençóis Paulista para buscar renda em outras cidades é outro ponto que deixa evidente essa hipocrisia. É necessário concordar que o número de pequenos empreendedores criando suas empresas, em sua maioria, de serviços, aumentou na cidade. Mas dai para comemorar um índice

como o apontado pelo Caged, de 1066 empregos criados no ano! É chover no molhado, para ser simples. A diferença populacional entre Lençóis Paulista e Pederneiras, por exemplo, que tem uma população de 42 mil habitantes, segundo o Ibge, mostra o quanto esses números são mais do mesmo. O saldo possitivo naquela cidade foi de 876 empregos. Penso que esse resultado era para chorar. Ai vão dizer: nossa, como esse cara é negativo, rancoroso, peçonhento. O saldo fechou positivo! De verdade, não me importo. Me importo com aquele que não está incluído nessa estatística de gabinete e que para sobreviver precisa se despir de dignidade, revirando lixo pelas ruas para continuar a vida. Ou então, o jovem que acorda 5h30 da manhã para pegar um ônibus, viajar uma hora e trabalhar em outros municípios, chegando em casa às 21h30, para o aconchego de seu lar em busca de descanso. O que faz uma cidade crescer, em todos os sentidos, é o emprego bem remunerado. Empresas produzindo com

mão de obra local, não como acontece todos os anos aqui em Lençóis, quando vem gente até do Sergipe, para trabalhos temporários de até seis meses, cuja renda vai para outros municípios e Estados. “Ah, mas eles gastam aqui na cidade, cooperando com o comércio e deixando reservas em nossa cidade”, podem dizer em defesa da falta de criação dos empregos em Lençóis. E não preciso dizer isso para quem tem por obrigação, criar condições e gerar eu disse “GERAR” emprego na cidade. Estamos entrando no período eleitoral e não demora aparecer soluções mirabolantes de criação de empregos, de renda, de propaganda disso, propaganda daquilo. Vamos esperar que a situação em nosso município tome um rumo onde todos sejam beneficiados e as amarrações sejam voltadas para a população. Caso não seja realmente feito algo nesse sentido, as eleições de outubro poderão surpreender muita gente que se sente acima do bem e do mal. Billy Mao é jornalista - Repórter fotográfico do jornal Sabadão

Sacolas plásticas, pague por elas WILSON LOURENÇO Foi lançada pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) a campanha “Vamos tirar o planeta do sufoco”, que pretende mobilizar a população do Estado de São Paulo no sentido de não mais utilizar as sacolas plásticas no transporte das compras a partir do dia 25 de janeiro. Motivada por razões ambientais, a iniciativa visa adotar a prática sustentável nas lojas dos supermercados paulistas. Mudar hábitos é uma tarefa difícil. Ao longo de décadas, os consumidores foram estimulados a consumir produtos em embalagens cada vez menores e levados para casa embalados em sacolas plásticas, pois isso permitiu aumentar a rapidez nos caixas dos supermercados. Agora que a questão ambiental está cada dia mais preocupante e se exige da sociedade a redução dos resíduos sólidos, é necessário encontrar uma solução para as sacolas

plásticas, que transporta os produtos para a casa, sem aumentar os custos das redes de supermercados e se possível eliminá-los. Nada de se pensar em reduzir as embalagens dos produtos que estão dispostos nas gôndolas, como a de frios fatiados em bandejas de isopor ou os diversos e pequenos recipientes de produtos de limpeza, laticínios, refrigerantes e outros tantos embalados com tecnologia tetra-pak. Nenhuma iniciativa para estimular a coleta seletiva nestes estabelecimentos ou a volta do uso de embalagens retornáveis, como as de refrigerantes. Ao invés disso, encontraram uma melhor solução. Deixar de fornecer as sacolinhas plásticas descartáveis e cobrar R$ 0,19 caso o consumidor prefira usar uma sacola biodegradável compostável feita de amido de milho. Ora, se o consumidor paga, o problema está resolvido!

Se o objetivo é conscientizar a população que o uso da sacola retornável apresenta vantagens ambientais em relação às sacolinhas plásticas descartáveis, deveriam os governos exigir que a mudança de hábito fosse bancada integralmente pelas redes de supermercados que estimularam ao longo de décadas este costume. Uma forma seria a disponibilização gratuita de sacolas retornáveis, na quantidade suficiente ao volume de produtos que o consumidor adquire naquele estabelecimento habitualmente. Infelizmente esta será mais uma solução de pouca criatividade e que representará mais um gasto para o consumidor. Quer sacolinha, pague por ela e polua a vontade! Wilson Lourenço é vice-Presidente da FACESP – Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo

Norberto é construtor

FALE CONOSCO

EXPEDIENTE

Diagramação e fotografia Billy Mao

Jornalista Responsável Tânia Morbi (MTB 52.193)

Reportagens Tânia Morbi (MTB 52.193) e Billy Mao (MTB 39650)

CNPJ: 14.647.331/0001-22 IE: 416.050.229.111 Redação e administração Lençóis Paulista Rua 15 de Novembro, 753 – Beco Amarelo Telefone – (14) 3263-4801 sabadaoantenado@gmail.com Sugestão de Pautas: 9104.6460

Tiragem 3.000 exemplares

Artigos assinados não exprimem a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores


HOJE

LENÇÓIS PAULISTA, 28 DE JANEIRO DE 2012

MP INVESTIGA

Formigão chega a 10ª e Juruna a 2ª ação civil Uso irregular do veículo da Câmara leva ex-presidente Formigão a mais uma ação pública, ajuizada na quinta-feira; Juruna se defende de segunda ação Billy Mao

Tânia Morbi

Café na Câmara Usuário - O Ministério Público Federal enviou para o MPE, em São Paulo, a apuração de possível prática de tratamento discriminatório aos usuários do Sistema Único de Saúde. Usuário 2 - Isso seria a utilização indevida de bem público para atendimento de interesse privado ou concessão de tratamento privilegiado a pessoas conveniadas ao plano de saúde de uma granda empresa lençoense, privando o usuário comum em detrimento de funcionários. Usuário 2 - Informações do Diretor de Saúde, Márcio Santaren, dão conta de que tudo não passou de um mal entendido. O Sabadão apurou o trâmite da ação e constatou que o processo em questão foi arquivado pelo MPE, durante a semana.

SEM PARAR | Nova ação não se justifica por ser de baixo valor, argumenta Juruna, sobre uso do Sem Parar por um assessor além de ter onerado os cofres públicos com as despesas de pedágio. Se o pedido do Ministério Público for aceito, os dois réus poderão ser condenados ao ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais. Além dessa, Juruna responde por outra ação movida pelo MP, também referente a uma viagem ao litoral, com o mesmo veículo da Câmara, também registrada pelo sistema ‘Sem Parar’. A viagem teria sido registrada nos dias 27 e 30 de janeiro de 2011. Nessa ação, Juruna é acusado de ter supostamente usadoo veículo com autorização do ex-presidente Formigão, que também é réu. Ontem, por telefone, o presidente confirmou as informações de que teria emprestado o aparelho ‘Sem Parar’ para que

outra pessoa fosse ao litoral. O objetivo da viagem seria adquirir detalhes sobre a implantação do Portal da Transparência no site da Câmara. O dispositivo que dá acesso às despesas e investimentos feitos por órgãos públicos, para acompanhamento do cidadão, ainda não entrou no ar, segundo Juruna, por ajustes que vêm sendo feitos no sistema. Juruna se defendeu da ação, alegando que os valores referentes às viagens já foram ressarcidos à Câmara. De acordo com o presidente, na primeira viagem pela qual vem sendo acusado pelo MP, na qual teria usado o veículo oficial em viagem ao litoral em janeiro do ano passado, mas que alega ter usado apenas o aparelho ‘Sem Parar’ com autorização de Formigão, o valor do pedágio seria de R$ 117,00. No segundo caso, da viagem em que ele teria emprestado o mesmo aparelho a uma terceira pessoa, o valor do pedágio seria de R$ 85. Nos

Ninguém é 100% de acerto, mas quando eu erro, tento consertar meu erro Ailton Rodrigues de Oliveira

O promoror de Justiça Daniel Passanezi Pegoraro ajuizou na quinta-feira, dia 26, a 12ª ação pública contra a Câmara de Lençóis Paulista. Como réus, novamente, foi arrolado o ex-presidente Ismael de Assis Carlos (PSDB), Formigão, além de dois funcionários da Câmara. Essa é a 10ª ação envolvendo o nome do ex-presidente do Legislativo. O novo procedimento se refere tamvém a viagem com uso de veículo oficial da Câmara, comprovada por registro do sistema “Sem Parar”. O mesmo sistema, que autoriza e registra a passagem de veículos pelos pedágios para cobrança posterior da tarifa, também flagrou o carro da Câmara em viagem durante o período de Carnaval do ano passado. O atual presidente Ailton Rodrigues de Oliveira (PTB), o Juruna, é quem responde por essa nova ação ajuizada pelo Ministério Público, dias antes, devido ao uso incorreto do veículo da Câmara. A ação contra Juruna se refere a uma viagem ao litoral paulista durante o Carnaval de 2011. O serviço Sem Parar registrou que o veículo Astra placas DBA-9584, da Câmara, passou por pedágios em sentido ao litoral na sexta-feira, dia 4 de março de 2011, quando teria iniciado a viagem, e voltou a Lençóis Paulista na terça-feira de Carnaval, dia 8 de março. O destino teria sido a cidade de Guarujá. Inicialmente Juruna negou que o veículo tenha sido usado e que teria apenas emprestado o aparelho que autoriza a passagem pelo pedágio a um amigo. A pessoa apontada por Juruna confirmou que usou o aparelho pertencente ao Legislativo, mas contradisse o depoimento do presidente da Câmara sobre as razões da viagem. O amigo citado por Juruna se tornou réu no processo, já que possui cargo de confiança no Legislativo, nomeado pelo atual presidente. Pegoraro menciona no processo que, embora não seja possível apurar se o carro da Câmara realmente não foi utilizado, o mero uso do aparelho que libera a passagem do veículo no sistema ‘Sem Parar’, retirado do veículo oficial, constitui grave infração que requer punição aos responsáveis, por ferir a moralidade,

dois casos, afirma Juruna, os recibos dos pagamentos foram juntados aos processos. “Ninguém é 100% de acerto, mas quando eu erro, tento consertar meu erro”, alegou Juruna. Embora afirme que tenha usado e emprestado o aparelho, sem uso do carro oficial, nos autos da ação mais recente, Juruna se contradiz nas razões que teriam motivado as viagens. O persidente oficiou à Promotoria que não havia ocorrido nenhuma viagem no período. Depois, declarou que um carro particular havia ido até São José dos Campos, a pedido dele e posteriormente, admitiu que havia emprestado o aparelho ‘Sem Parar’ do Astra da Câmara para que outra pessoa lhe fizesse um “serviço”. Após, afirmou que essa pessoa teria ido visitar empresas de patrimônio e de contabilidade para que elas participassem de licitações e contratações. A ação impetrada pelo promotor na quinta-feira, contra Formigão, segundo apurou o Sabadão, é um desdobramento das muitas viagens investigadas pelo MP, que está dividindo o ajuizamento de forma temporal. Durante a tarde de ontem a reportagem do Sabadão fez contato por telefone com Formigão, que não retornou às ligações. O ex-presidente também não foi localizado na Câmara.

Prefeitura convoca candidatos para prova

PROCURA-SE DESAPARECEU NO DIA 05/12/11 DA RUA WILLIAN ORSI NO JARDIM ITAPUÃ, UMA MARITACA DE 10 ANOS. CRIANÇA DOENTE POR CAUSA DA AVE. QUEM SOUBER DO PARADEIRO FAVOR INFORMAR PELOS TELEFONES:

(14) 9764-2012 (14) 8148-5755 (14) 8131-9667

Os candidatos inscritos no concurso público da Prefeitura de Lençóis Paulista devem ficar atentos para os horários das provas escrita e prática, que serão realizadas no dia 5 de fevereiro. A diretoria de Recursos Humanos recomenda aos candidatos que cheguem ao local das provas com pelo menos meia hora de antecedência antes do início. Para a realização das provas é preciso levar caneta esferográfica azul ou preta (ponta grossa) e documento de identidade original (RG). Para os cargos de agente comunitário de saúde (EACS), agente de serviços gerais, agente de vigilância eletrônica, cozinheiro, desenhista

projetista, engenheiro civil, engenheiro eletricista, motorista operador de guincho, técnico em contabilidade, técnico em edificações e vigilante as provas serão realizadas na escola Guiomar Fortunata Coneglian Borcat, no Jardim do Caju, a partir das 8h. Para o cargo de monitor de creche, as provas estão programadas para a ETEC Cidade do Livro (Próximo ao Jardim do Caju), também a partir das 8h. Já as avaliações práticas para os cargos de agente de serviços urbanos e auxiliar de manutenção serão realizadas no setor de Apoio e Motomecanização (Almoxarifado Municipal), a partir das 7h30.

3

mais atraentes em cidades como Bauru. Um exemplo é o material escolar. Viés - Com a 12ª ação contra a Câmara Municipal, o Ministério Público tem em mãos fatos que podem cassar os direitos políticos do ex-presidente da Casa, Ismael de Assis Carlos, o Formigão e Ailton Rodrigues de Oliveira, o Juruna. Guarujá - Parte das ações é em função de possível utilização irregular do veículo oficial da Câmara Municipal. Todas as viagens com o veículo coincidem com feriados ou fins de semana. Será - Quem acompanha pelos jornais todas essas ações do MP, liga para o Sabadão e pergunta? E ai, vai dar perda de mandato ou a pizza será mais requintada?

Na frente - Novamente o Sabadão saiu na frente e mostrou para o seu leitor que o trânsito na cidade anda de mal a pior.

Direito 1 - Resta ainda saber quando o MP vai fechar a conta e apresentar a denúncia ao Juíz e se isso vai acontecer.

Diferente - Fugindo das informações oficiais nas quais predominam interesses, o Sabadão levou para o leitor os problemas decorrentes de acidentes de pequena monta que muitas vezes não entram na estatística e ficam a margem de mudanças benéficas.

Direito 2 - A preocupação de quem vê seu dinheiro sendo usado de forma irresponsável, como parece ser o caso das viagens, é a que o MP não consiga chegar ao ponto X da questão e arquive todo o processo.

Vício - Das várias agências de comunicação da cidade, vamos ver quem vai fazer o material de campanha para o trânsito. Trampo - A informação do Caged de que o ano de 2011 fechou com índice positivo na criação de empregos na cidade não condiz com a realidade de muitos lençoenses. Praça - Alem de ser enorme o número de pessoas sem emprego, em locais públicos pela cidade como praças, por exemplo, é notável a quantidade de lençoenses que pegam ônibus para trabalhar em outras cidades.

Gaveta - Caso isso aconteça, ficará evidente a força do Legislativo lençoense quanto ao que acontece dentro e fora da Casa de Leis. Vice - Manezinho (PSDB) e Washington Scarparo (PSC) trocaram altos papos em sessão solene na Câmara Municipal na semana passada. Na conversa, as possíveis decisões e caminhos que os dois políticos devem tomar nos próximos meses.

Busão - Só para a cidade de Bauru são mitas pessoas transportadas pelo Prata, para irem ao trabalho. A maioria jovens, que não consegue colocação na cidade. Dúvida - Não dá para comparar o índice positivo de Lençóis com cidades como Macatuba, Areiópolis e Agudos. No mínimo, Pederneiras seria uma refêrencia, devido sua população, mas se levado em conta a proporcionalidade, Lençóis está pau a pau com Pederneiras, ou seja, na mesma. Envelhecido - Lençóis Paulista está já há quase 12 anos estagnada quanto ao emprego. Essa baixa se deve a falta de criação real de vagas remuneradas de trabalho no município. A “empresa” que mais contratou nesse tempo todo, foi a Prefeitura Municipal, que não entra na conta. Grana - Outro problema sério é para aqueles que estão empregados é o nivelamento dos salários sempre pelo piso. Ou seja, nivelado por baixo. Ai vem a Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) órgão ligado ao Governo do Estado de São Paulo, e diz que o lençoense tem salário médio próximo dos R$1.500,00 reais. Realidade paralela, só pode ser, ou coisa do PSDB! Vá ver! - Reflexo disso é a “crise” que vive o comércio local. Também porque os preços dos produtos estão

Minha vez - O vereador está confiante na possibilidade de ser candidato a vice em chapa majoritária rumo ao Paço das Palmeiras. E diz isso abertamente. Cabeça - Scarparo não definiu nada até este momento, mas pode ser candidato ao cargo máximo do município diante do cenário que aos poucos vai se formando. Copa - Várias empresas da cidade já estão se preparando com seus times de futebol para o Campeonato Amador, que acontece todo ano. Copa 2 - Uma dessas empresas é a Lwart que está montando o Nacional, time que promete arrepiar no próximo campeonato e para isso tem buscado os melhores atletas de Lençóis. Copa 3 - Dirigentes, técnicos e interessados estão se agarrando onde podem para conseguir apoio para colocar seus times em campo. Copa 4 - Até técnico que é acostumado a falar mal de empresário nos campos por ai afora está posando de bom moço, isso para conseguir o apoio desejado, depois que consegue, voltar à mesma ladaínha.

Sabadão todos sábados no Beco Amarelo ou na internet:

issuu.com/billymao/docs/


4

GERAL

LENÇÓIS PAULISTA, 28 DE JANEIRO DE 2012

BAIRRO

Caju I se sente abandonado pela administração pública Moradores pedem construção de praça, em área que antes era usada para plantação e agora está tomada por mato e animais peçonhentos Billy Mao

Billy Mao Uma área pública destinada ao lazer, em frente a uma residência pode, em muitos casos, ser um ponto positivo quanto à valorização do imóvel e satisfação dos moradores próximos. No Jardim Caju I, no entanto, justamente uma área pública se tornou um problema que tem incomodado moradores da rua Bruno Nelli. Devido ao mato, eles enfrentam uma infestação de insetos, cobras e aranhas, entre outros animais peçonhentos. O bairro, segundo moradores, não recebe nenhuma melhoria há muito tempo, já que os investimentos feitos naquela região atenderam prioritariamente o novo bairro Ibaté e as adjacências da ETEC Cidade do Livro. Francisco Macedo, 29 anos, é um desses moradores que não concorda com a condição do bairro. “Quando cheguei para ver a casa que comprei, me disseram que aqui na frente (área verde) seria construída uma praça com campinho de futebol para as crianças. Fiquei empolgado, porque benfeitorias assim valorizam o imóvel e o bairro ficaria ainda melhor, mas passados mais de dois anos, continua a mesma coisa”, diz o morador. Sua esposa compartilha da opinião do marido e ressalta que moradores próximos à sua residência plantavam de tudo no terreno, principal-

NO MATO | Crianças caminham ao lado de terreno onde está a placa de inauguração do bairro Caju I entre mato e plantação de milho mente milho. “Percebi que o milharal em frente de casa estava muito alto e que poderia esconder pessoas mal intencionadas, reclamei com a Prefeitura, e para as pessoas que plantavam, disse que não queria aquilo em frente minha casa”. Para Francisco, que esperava uma praça, a plantação também não agradou. “Precisamos dar fim naquela plantação, mas por outro lado, a Prefeitura não limpa aqui, só quando a gente diz que vai chamar a imprensa”, garante. A moradora do Caju I, Ondina Pereira Silva é uma das pessoas que usava a área para plantio, mas depois da reclamação dos vizinhos, desistiu da lavoura e achou

outro espaço para plantar. “O que penso é que quando eu plantava nesse terreno eu mantinha limpo, agora é esse matagal”, aponta. “Achei um lugarzinho ali na beira do córrego (Cachoeirinha) e planto minhas coisas ali”, conta. Francisco se diz preocupado também com a grande quantidade de bichos peçonhentos que entram nas casas. “O que mais vem para dentro de casa são aranhas, de todo tipo. Mas, ontem mesmo eu matei uma cobra aqui na rua que vinha em direção ao portão. Fico receoso porque tenho filho pequeno e isso assusta”, garante. A Prefeitura informou, de acordo com os moradores, que

existe um cronograma para as limpezas de terrenos públicos e que quando chegar o momento a área do Jardim Caju receberá a equipe de trabalho. “A sensação que a gente tem é que o bairro está abandonado pela administração pública. Me lembro de ver a prefeita aqui pelas ruas quando houve a eleição, depois não mais”, diz a esposa de Francisco. Outro morador que preferiu não se indentificar, disse que o bairro precisa de mais atenção e que com a instalação da ETEC, do bairro Ibaté e com a ligação dos bairros pela avenida Jácomo Augusto Paccola o Caju poderia receber mais a visita do poder público municipal, diz ele.

Saúde apresenta balanço de 2011 O diretor de Saúde Márcio Santarém apresentou, na segunda-feira, dia 23, o demonstrativo de aplicações em ações e serviços públicos de sua pasta no ano passado. A audiência pública foi realizada na Câmara de vereadores, com a presença de integrantes do Conselho Municipal de Saúde. No acumulado do ano de 2011, segundo o exposto, a área da Saúde recebeu entre receitas vinculadas ao município e outras referentes ao Estado e à União, R$ 23, 5 milhões. O atendimento à Emenda Constitucional 29, que determina a aplicação de no mínimo 15% do orçamento do município em Saúde, foi garantido, de acordo com o diretor, com a destinação de 16,49% do orçamento de mais R$ 95 milhões. Na divisão por trimestre, os primeiros três

meses do ano receberam a maior fatia do orçamento, num total de 22,71% do orçamento. O segundo trimestre teve o menor repasse, com 12,34%. Segundos dados do Siops/ DataSus (Sistema de Infor-

mações sobre Orçamentos Públicos em Saúde), desde 2009, primeiro ano do mandato da prefeita Izabel Lorenzetti, os índices de aplicação em Saúde, determinados por lei, vêm sendo cumpri-

dos. Em 2009, foram 16,64% e em 2010, 17,07%. Nos dois anos o índice foi acima do registrado em 2008, quando foram aplicados 15,43% do orçamento total do município em Saúde. Tânia Morbi

Homem morre depois de ser atacado por abelha Um homem de 46 anos morreu no início da semana, depois de ser atacado por abelhas, em Macatuba. O corpo de Domingos Gomes dos Santos foi encontrado por volta das 19h30, em um sítio no final da rua Desidério Minetto, no centro da cidade. Segundo informações da polícia, ele teria ido até o local para colher manga. O corpo estava próximo a uma árvore. A esposa do proprietário do sítio, onde existe um apiário, foi quem encontrou o corpo. A mulher contou à polícia, que por volta das 18h30 percebeu que as abelhas estavam alvoroçadas, mas apenas uma hora depois voltou ao local e encontrou o corpo do homem, que estava sem documentos

CONTAS | Diretoria de Saúde presta contas do que foi aplicado em 2011 durante reunião na Câmara Municipal

de fevereiro, depois que a Anatel ( Agência Nacional de Telecomunica��ões) ho-

mologou, na terça-feira dessa semana medida que aplica o novo regulamento para as tarifas cobradas nessas chamadas (interconexão entre telefones fixos e móveis). A medida foi aprovada em novembro do ano passado e entra em vigor já a partir de janeiro. Com uma tabela progressiva para a redução das tarifas nas ligações feitas de aparelhos fixos para telefones

móveis, o regulamento prevê uma redução líquida de até 45% no custo das chamadas para os usuários até 2014. Além de reduzir o custo para o usuário, a nova regulamentação deve ter impacto financeiro e na concorrência entre as principais companhias de telefonia móvel (TIM, Oi, Vivo e Claro), à medida que reduzirá um componente desse tio de ligação.

pessoais. A ambulância foi acionada e socorreu a vítima até o Pronto-Socorro, mas ele deu entrada na unidade por volta das 19h30 já sem vida. O médico plantonista contou à PM que a vítima recebeu várias ferroadas, sobretudo na face e braços, e morreu em razão de choque anafilático. De acordo com a Polícia Civil, o homem era alcoólatra crônico, não tinha residência fixa e dormia às vezes em uma casa abandonada no centro de Macatuba. No momento do ataque, ele teria ido até o sítio para colher mangas. Nem a polícia e nem o hospital souberam informar quantas picadas a vítima tinha pelo corpo.

Menores são apreendidas com crack em Macatuba Duas garotas, de 17 anos, foram apreendidas em Macatuba, na noite de terça-feira, depois de serem surpreendidas vendendo crack em um bairro da cidade. Segundo a Polícia Militar, quando L.S.S. e P.C.C. foram abordadas em uma rua do Jardim América, uma das garotas fugiu, mas com a outra, a PM encontrou 28 pedras de crack e R$ 30. A outra garota foi localizada na residência de sua

família, no mesmo bairro. Com autorização da mãe da jovem, os policiais fizeram buscas no quarto da adolescente e encontraram outras 16 pedras de crack e mais dinheiro. Dois rapazes, que estavam no local onde as meninas foram surpreendidas, foram ouvidos e confirmaram que haviam comprado drogas com as jovens. As duas foram colocadas á disposição da Justiça.

Dois se ferem gravemente na SP 261 em Lençóis Dois homens ficaram gravemente feridos em uma colisão entre um carro e uma moto, na noite de sábado, dia 21. O condutor do veículo Saveiro, placas CNP1210, de Lençóis Paulista, não se feriu. Já os dois ocupantes da moto Honda CG Titan, placas DTN-1458, de Macatuba, C.R., de 30 anos, e J.R.F., de 24 anos, foram levados em estado grave ao Pronto-Socorro de Lençóis Paulista e posteriormente, em razão da gravidade dos ferimentos, J.R.F. foi transferido para o Hospital

de Base, de Bauru, onde permaneceu internado em estado regular. O acidente ocorreu no quilômetro 116 da rodovia Osni Matheus (SP-261). Por razões a serem esclarecidas, por volta das 21h20, a moto colidiu transversalmente com a Saveiro. C.R. chegou a ficar internado na UTI do Hospital Nossa Senhora Piedade, mas seu estado evoluiu bem e ele foi transferido para a enfermaria da unidade até ter alta médica. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

PM encontra Bereta e munição no Granville Uma pistola Bereta, calibre 22, foi encontrada por policiais militares, na tarde de sábado, dia 21. A arma foi localizada em um terreno baldio, da rua Luiz Vaz de Camões, do Jardim Granville, depois de uma

Ligações mais baratas de fixos para celular As ligações entre celulares e telefones fixos ficarão cerca de 10% mais baratas a partir

A Casa Caiu

denúncia anônima. Juntamente com a arma também foram localizados dois cartuchos intactos. Segundo a polícia, a arma estava em bom estado de conservação. Pistola e munições foram apreendidas.

Onça é atropelada em Alfredo Guedes Uma onça Jaguatirica macho foi encontrada atropelada na rodovia Benedito José Dalben, em Alfredo Guedes. O corpo do animal foi localizado na madrugada de segunda-feira, dia 23. O policial militar Claudimar Petenucci, da Base Comu-

nitária de Alfredo Guedes, o corpo do animal foi encaminhado para o zoológico de Bauru que cuidaria do embalsamento. No zoológico a informação é de que se tratava de um animal de idade adulta.

CONTRATA-SE

Vendedora para trabalhar em sistema de telemarketing Interessadas devem deixar curriculo na Rua 15 de Novembro, 822 com a sigla: FABRICA


GERAL

LENÇÓIS PAULISTA, 28 DE JANEIRO DE 2012

5

MÃO DE OBRA

Coletoras de lixo residencial quebram tabu de trabalho masculino na cidade Fotos: Billy Mao

Grupo feminino de coletoras de lixo se opõe a estudo do Dieese e diz que população respeita trabalho pesado Billy Mao, com Tânia Morbi Uma pesquisa feita pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), na cidade de São Paulo, mostra pela primeira vez o perfil dos trabalhadores do setor de limpeza pública urbana e aponta também que a indiferença e a descriminação são os principais problemas enfrentados pelos cerca de cem mil trabalhadores do setor na cidade. A pesquisa, encomendada pelo sindicato que representa os trabalhadores do setor de limpeza, apontou que 86% desses profissionais já sofreram discriminação por conta da atividade e que a discrimi-

nação contra garis, em 95% dos casos, tem origem nos transeuntes. O levantamento divulgado na terça-feira, dia 24, no entanto, revela informações diferentes dos depoimentos ouvidos durante a semana pelo jornal Sabadão. Os relatos das quatro trabalhadoras, da única equipe de coletoras de lixo doméstico de Lençóis Paulista formada exclusivamente por mulheres indicam que o porte da cidade, a rotina no trabalho e a qualidade do serviço oferecido favorecem para que não haja descriminação ou desprezo por parte da população. O grupo foi formado em agosto do ano passado. Re-

giane, Andréia, Aline e Aparecida, ou Cidoca, como é chamada, trabalhavam como serviços gerais, que inclui a varrição de ruas, e acabaram se tornando amigas. No começo, contam, as pessoas estranhavam o fato de mulheres estarem à frente do trabalho pesado. Hoje, garantem, são bem tratadas pela população. “No começo ofereciam água, acho que porque estranhavam em ver mulheres no serviço. Pensavam que a gente era mais frágil”, conta uma delas. Diariamente, as servidoras iniciam o trabalho por volta das 10h. O término do serviço acontece quando acaba a coleta, sem hora marcada. No começo da semana sempre é mais demorado, já que a quantidade de lixo é maior, acumulado durante o fim de semana. Para dividir o fardo, as coletoras revezam o trabalho entre a coleta de porta em porta, quando os sacos de lixo são reunidos nas esquinas das ruas, e o despejo no caminhão que recolhe o material. Quando o volume é muito pesado, as trabalhadoras fazem a coleta juntas. “O trabalho é pesado, a gente anda muito”, dizem. Mesmo assim, a equipe garante que vale a pena.

ELAS | Equipe feminina de coleta dos resíduos residenciais trabalham em seu próprio rítmo pelas ruas da cidade

A baixa autoestima apontada pela pesquisa do Dieese, comum entre os trabalhadores do setor, na cidade de São Paulo, também não ocorre entre o grupo de coletoras. Regiane, por exemplo, faz o curso de Pedagogia na Faculdade Anhanguera, em Agudos, e quer ser professora. As demais demonstram estar satisfeitas

com o serviço, principalmente porque é possível cuidar da casa e da família, sempre antes de vestir o uniforme que identifica sua profissão. O trabalho realizado pelo Dieese foi reunido no livro “Perfil dos trabalhadores em Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo”. O sindicato que representa

a categoria em São Paulo pretende usar o resultado da pesquisa para exigir campanhas públicas de valorização da categoria. Uma das medidas em estudo no sindicato é a implantação de uma tarja no uniforme com o nome do trabalhador, como meio de valorizar e melhorar sua autoestima.

Prefeitura investe R$220 mil em máquina para varrer rua Equipamento será usado em ruas próximas à Facilpa e pode tomar o espaço de trabalho de pelo menos 10 pessoas; apesar de estimativa, dado não foi comprovado na prática, enquanto operadoras aprendem a conduzir equipamento A prefeita Izabel Lorenzetti apresentou na quinta-feira, dia 26, a mais nova aquisição da frota municipal, uma máquina de varrer ruas, que pretende modernizar um dos serviços mais bem avaliados pela população lençoense, a limpeza urbana. O diretor de Meio Ambiente Benedito Martins e outros funcionários da diretoria participaram da apresentação no recinto José Oliveira Prado (Facilpa). A máquina modelo MC 50, que utiliza diesel como combustível e custou cerca de R$ 220 mil, tem tecnologia alemã, mas foi desenvolvida na Europa. Tem capacidade para varrer e absorver uma carga de até 500 litros de lixo. Inicialmente será usada em pontos e horários específicos da cidade, como as avenidas Marino de Sanctis,

Tânia Morbi

TECNOLOGIA | Para o diretor Benedito Martins o investimento em tecnologia que colabore com o homem é bem vindo

Chute na canela

VÃO |

Estacionar no centro da cidade é problema sério para motoristas. Principalmente porque muitos não estacionam do jeito que deveriam, deixando um vão muito grande entre os veículos e tirando uma possível vaga para outros carros. Na rua Dr. Antonio Tedesco esse fato é frequente e está na hora dos motoristas ficarem atentos com o próximo.

Padre Salústio Rodrigues Machado e Papa João Paulo II, quando o fluxo de veículos for menor. A máquina deverá trabalhar brevemente também no recinto de exposições José Oliveira Prado, durante a Facilpa. A idéia, de acordo com o diretor, é reduzir o número de varredores nesses locais, para que possam fazer a varrição convencional em outros locais da cidade. Duas agentes de limpeza serão responsáveis por pilotar o equipamento. De acordo com Dito, o modelo escolhido não é o mais moderno disponível no mercado, mas funciona melhor no tipo de asfalto existente em Lençóis, superando imperfeições, como lombadas e depressões. Testes de um equipamento do mesmo modelo, realizados

na cidade de Paulínia, demonstraram que a máquina de varrer ruas percorre cerca de 12,5 mil metros quadrados por hora. Em Lençóis, ele deve trabalhar oito horas por dia, mas o diretor ressalva que sua capacidade de percurso ainda precisa ser mais bem avaliada. Valdete Ribeiro Correa, que varre as ruas da cidade há mais de três anos, e Sueli Correia de Almeida, que está no serviço há quatro meses, serão treinadas para pilotar a máquina. “Vai melhorar porque a gente vai sair do sol e vai ser bem mais rápido para trabalhar também. Eu que ficava na avenida (Padre Salústio), para cima da 9 de Julho, isso ela sozinha faz em uma hora e meia. Então vai fazer bem mais rápido o nosso serviço”, afirmou Valdete.

sabadaoantenado@gmail.com - 3263.4801

LAMA |

Na rua Uananas, no Jardim Itamarati, toda e qualquer água que desce da parte alta do bairro, para por ali. Tanto para pedestres, quanto para motoristas, é um transtorno. Basta uma chuvinha para acumular água e lama na esquina. O problema vem de longa data e até agora nada foi feito para soluciona-lo. Até quando?


6

GERAL

LENÇÓIS PAULISTA, 28 DE JANEIRO DE 2012

EMPREGO

Lençóis Paulista fecha 2011 com saldo positivo Lençóis Paulista fechou o ano de 2011 com saldo positivo na geração de empregos formais, com carteira assinada, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, divulgados na terça-feira, dia 24. Foram 10.870 contratações no ano contra 9.804 demissões, o que resultou no saldo positivo de 1.066 postos de trabalho. O desempenho em 2011 na manutenção dos postos de trabalho foi melhor que em 2010, quando o saldo anual foi negativo em 530 vagas, resultado entre as 11.033 contratações e 11.563 demissões. O resultado também é melhor do que o de 2009, primeiro ano do mandato da prefeita Izabel Lorenzetti, quando o resultado ficou positivo em apenas 31 postos de trabalho. Naquele ano foram 10.578 contratações ante 10.547 demissões. No segundo semestre de 2011, os dois meses nos quais

as empresas mais demitiram do que contrataram funcionários foram novembro e dezembro. Em novembro, foram 395 vagas a menos, no resultado entre as 648 admissões contra as 1.043 demissões. Em dezembro foram 282 vagas a menos, como resultado das 656 contratações ante as 938 demissões. Nos dois meses, ao menos cinco, dos oito setores da economia considerados pelo Caged, tiveram resultados negativos. Os saldos negativos mais expressivos ficaram por conta da agropecuária, que registrou menos 425 vagas de trabalho, seguida da administração pública, que contabilizou menos 108 postos, e indústria da transformação, que teve menos 86 vagas. Ainda no segundo semestre, mês a mês, entre os oito setores de atividade econômica, o comércio se manteve estável e mais contratou que demitiu de julho a novembro. Apenas em dezembro as demissões ultrapassaram as contratações em 21 postos. Em

NA REAL | Mesmo com o aparente desenvolvimento a cidade sofre com desemprego segundo lugar, considerando a estabilidade do setor, serviços tiveram saldo negativo apenas em novembro, com menos 78 postos de trabalho. Em todo ano de 2011, os serviços industriais de utilidade pública e administração pública foram os únicos setores que fecharam com saldo negativo. Das 11 vagas criadas no ano, no setor de serviços industriais de utilidade pública foram fechados 12 postos (-1), e na administração pública, das 150 admissões, foram registrados 171 desligamentos (-21). Na outra ponta do gráfico, o setor com melhor desempenho foi serviços que teve em todo ano um saldo de 324, no resultado entre as 2.502 admissões

ante os 2.178 desligamentos. Como resultado final em 2011, dos oitos setores de atividade econômica, a extração mineral teve três contratações, indústria da transformação gerou 162 postos, construção civil teve resultado de 109 vagas, comércio contratou 201 trabalhadores e agropecuária fecho 2011 com 289 postos a mais de trabalho. Ainda de acordo com o Caged, o Brasil registrou a criação de 1.944.560 vagas com carteira assinada em 2011, número 23,5% menor que o registrado em 2010, quando foram geradas 2.543.177 empregos formais. Apesar disso, o resultado no ano ainda é o segundo melhor da série histórica do Caged.

Educação terá investimentos em informática perto de R$ 2 milhões As aulas na rede municipal de ensino começam no próximo dia 1º de fevereiro, quarta-feira, para os cerca de 8.400 alunos e entre as novidades para esse ano, anunciadas na ultima quinta, pelo diretor de Educação de Lençóis Paulista Luiz Eduardo Conti o setor de informática educacional se destaca, com investimento inicial de cerca de R$ 350 mil, na aquisição de 20 lousas digitais e de cinco novos laboratórios móveis, que contarão ao todo com 200 netbooks. Até esse ano, as escolas da rede disponibilizaram 450 netbooks para uso dos alunos. Entre reformas e ampliações, a diretoria deve investir quase R$ 2 milhões neste começo do ano, de acordo com o diretor. As lousas digitais móveis serão usadas em 13 escolas municipais e não devem substituir as lousas convencionais, segundo a coordenadora da área de informática Laura Regina. Cada escola receberá uma lousa que será utilizada em sistema de rodízio pelos professores, apenas quatro unidades receberão duas lousas, por atenderem maior número de alunos. A lousa digital tem todos os recursos de um com-

Tânia Morbi

EDUCA | Coletiva mostrou as aplicações da diretoria de Educação putador. “Os benefícios para a sala de aula é a maior atenção dos alunos, o professor consegue mais tempo para elaborar suas aulas, porque já disponibiliza recursos on line off line para as aulas”, afirmou Laura. Conti ressaltou a implantação dos recursos de informática representa uma mudança de filosofia, adotada pela diretoria desde o ano passado, e que deve receber cada vez mais investimentos. “Vemos a informática como recurso pedagógico. O aluno não está na escola para aprender in-

Sessões às 19h e 21h

Billy Mao

Segundo Caged, desempenho na geração de empregos, em 2011, no município foi melhor do que os dois anos anteriores Tânia Morbi

AMANHECER

formática, mas para aprender usando a informática como ferramenta”, disse o diretor. Receberão reformas e melhorias as escolas de ensino fundamental Prefeito Ézio Paccola (Jardim Primavera), Esperança de Oliveira (Centro) e Professora Maria Zélia Camargo Prandini (Júlio Ferrari), além da creche Olivério Emiliano Ribeiro (Júlio Ferrari). O prédio onde funcionava a escola Lúcio de Oliveira Lima receberá uma grande reforma para abrigar uma nova creche. Sobre a obra, que custará R$ 600 mil e terá capacidade para atender 60 crianças, Conti concordou que se trata de uma iniciativa contrária à habitualmente usada pela diretoria, que prioriza creches nos bairros da cidade, onde residem famílias carentes, que necessitam do serviço. O investimento deve atender, na opinião de Conti, mulheres que saem dos bairros para trabalhar no centro da cidade. O prédio da escola estava de-

sativado por falta de demanda de crianças que frequentassem o ensino infantil. A diretoria de Educação também confirmou a construção de uma creche no bairro Santa Terezinha, obra estimada em mais de R$ 1 milhão, mas sobre a transferência da escola Ézio Paccola para um novo prédio, que já possui área destinada pela Prefeitura, Conti disse não haver previsão, já que a obra estaria estimada entre R$ 5 e R$ 6 milhões. O ano letivo faz uma pausa entre os dias 13 e 31 de julho, para as férias de meio de ano, e termina no dia 14 de dezembro de 2012. Entre os destaques desse ano letivo, apontados por Conti, estão ainda os investimentos na capacitação de professores e gestores da rede de ensino. Devem ser destinados aproximadamente R$ 300 mil em 20 cursos oferecidos para os cerca de 700 educadores da rede.

ALVIN E OS ESQUILOS 3 15h, 17h, 19h e 21h Gênero: Animação - Classificação: Livre - Diretor: Mike Mitchell SINOPSE: Em um luxuoso cruzeiro, Alvin, Simon, Theodore e as Esquiletes estão agindo como de costume, transformando o navio em seu playground pessoal, até que eles ficam encalhados em uma ilha deserta. Enquanto Dave Seville procura neuroticamente por sua equipe desaparecida, os ‘Esquilos e as Esquiletes’ fazem o que fazem de melhor - cantam, dançam e causam confusão. FYOUTUBE: http://www.youtube.com/ watch?v=i8rvk5hvUiQ

PROMOÇÃO QUARTA-FEIRA

R$ PREÇO VÁLIDO PARA ADULTOS E CRIANÇAS - ESTA PROMOÇÃO É VALIDA PARA QUALQUER FILME DENTRO DA PROGRAMAÇÃO

3,00

INFORMAÇÕES: 3263.3155

Projeto Guri abre inscrições para cursos de música O Projeto Guri, em parceria com a diretoria de Cultura, está com as inscrições abertas para os cursos gratuitos de música que serão oferecidos neste ano. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de fevereiro, as terças e quintas-feiras, das 8h às 17h, no pólo do projeto, localizado na rua Hugo Cavassutti, 185, ao lado da Unidade do Programa de Saúde da Família, no Con-

junto Habitacional Maestro Júlio Ferrari. Podem participar crianças e adolescentes entre 8 a 18 anos. Para este ano, o Projeto oferece os cursos de violino, viola erudita, violoncelo, contrabaixo acústico, saxofone, clarinete, flauta transversal, trombone, trompete, bombardino, percussão e canto coral. Mais informações pelos telefones 3263-0775 e 81040752 com Luciana.

vende-se fuscão FUSCA ANO 76 IMPECÁVEL TRATAR PELO CEL.: 9608.4959 VENDE-SE NEW CIVIC 2007 TRATAR PELO CEL.: 9621.3992 VENDE-SE GOL GS - 2009 PRETO, 30.000 KM DIREÇÃO - ALARME - TRAVA - SOM VALOR: R$24.000,00 TRATAR PELO TEL.: 3263.3433 COM GEADA VENDE-SE HONDA BIS 125 PRETA/DOC/IPVA/IMPECÁVEL TRATAR PELO CEL.: 9693.4464


VOCÊ

LENÇÓIS PAULISTA, 28 DE JANEIRO DE 2012

7

Receitas para você! Rostie de Macarrão Instantâneo com recheios diversos Ingredientes 1 pacote de macarrão instantâneo quebrado sabor frango (ou de sabor de sua preferência) 1 xícara (chá) de água 2 colheres (café) de manteiga 150 g de requeijão cremoso 100 g de frango desfiado e refogado cheiro-verde a gosto Sugestão de recheio 2 colheres (café) de manteiga 150 g de queijo muçarela ralado 100 g de presunto ½ tomate picadinho orégano a gosto

Modo de preparo 1°- Numa tigela coloque 1 pacote de macarrão instantâneo quebrado sabor frango (ou de sabor de sua preferência) 1 xícara (chá) de água e o sachê de tempero do macarrão e deixe de molho por 10 minutos. 2°- Espalhe numa frigideira antiaderente (13 cm de diâmetros) 1 colher (café) de manteiga. Coloque me-

tade do macarrão instantâneo (feito acima) e com uma escumadeira pressione bem. Sobre o macarrão coloque metade do requeijão cremoso, 150 g de frango desfiado, cheiro-verde a gosto e a outra metade do requeijão cremoso. Cubra com o restante do macarrão instantâneo e com a escumadeira vá arredondando as bordas formando uma rostie. Tampe a frigideira com uma outra frigideira (do mesmo tamanho)

untada com 1 colher (café) de manteiga. Deixe cozinhar, em fogo médio por +/- 5 minutos ou até dourar. Retire uma frigideira e com uma espátula desprenda a rostie do fundo da frigideira. Tampe novamente a frigideira e vire a rostie para dourar do outro lado por +/5 minutos. Deixe em fogo médio até dourar. Retire do fogo, transfira para um prato e sirva em seguida com salada verde.

Um racha inacreditavel O cara estava andando com sua Ferrari quando se deparou com um rapaz, parado no acostamento, com seu Fiat 147 quebrado. Ele resolveu ajudar e rebocou o carro. - Quando passa dos 40 Km/h, meu carro começa a desmontar. Se isso acontecer, eu faço sinal de ultrapassagem e você reduz a velocidade - pediu o rapaz do Fiat e o cara da Ferrari concordou. Ele estava rebocando o carro, tranqüilo, quando passou uma Mercedes chamando para o racha. Eles passaram pelo posto policial a 200 Km/h. O guarda pediu reforço: - Câmbio, câmbio! Preciso de reforço! Uma Ferrari tirando racha com uma Mercedes e, juro pela minha mãe, um Fiat 147 dando sinal de ultrapassagem! O onibus desgovernado Um ônibus estava no seu ponto final, em uma ladeira, quando, para o alívio de 450 passageiros apertados e impacientes, ele partiu ladeira abaixo. Um homem de certa idade começou a seguir o ônibus desesperadamente. Um bêbado que estava no ônibus viu a cena e gritou: — Esquece, coroa! Você não vai conseguir alcançar a gente é nunca! E o senhor, ofegante: — Eu não posso desistir! Sou o motorista!!!

Fusca e a BMW Ia o cara com seu Fusca na estrada quando passa uma BMW. O motorista da BMW olha e sorri esnobando. O motorista do Fusca ficou puto, acelerou e ultrapassou a BMW. O cara da BMW então acelerou a 120 KM/h e passou de novo, e sorriu.. O motorista do Fusca acelerou de novo e passou a BMW. O cara da BMW acelerou agora para 160 km/h, passou o Fusca e riu de novo. Mais puto ainda, o motorista do Fusca acelerou e passou a BMW de novo. O cara da BMW então emparelhou com o Fusca e falou: - Quero ver agora! E acelerou a 240 km/h !! O motorista do Fusca dessa vez ficou bravo: - Ah é!! É assim? Então vou mudar de marcha. Vou por a segunda.... E deixou a BMW para trás...

Piada de Baiano Os bandidos baianos foram assaltar um banco e pediram que ninguém reagisse, pois estavam armados. Feito o assalto, os bandidos foram para o esconderijo. Já instalados, foram conversar com o chefão e disseram: Chefe é melhor contar-mos o dinheiro para a gente dividir. Eis que o chefe rebate para seus comparsar: Gente, se avechem não, pra que pressa, vamos esperar o noticiário que eles contam pra gente quanto foi roubado. O dinheiro Dois baianos estavam parados debaixo de um coqueiro conversando, eis que passa um carro em alta velocidade e deixa escapar pela janela uma nota de 100 reais só que cai do ladooposto da rua. Os dois se entreolham e dizem. Olha, se o vento muda, ganhamos o dia.

ARIES

Aproveite as boas energias dos astros para fazer contatos profissionais com pessoas influentes. Seus esforços no trabalho podem trazer um lucro a mais nesta semana. Passeios e encontros com pessoas de sua estima estão favorecidos. Tudo azul no campo afetivo. Cuidado com expectativas altas demais.

TOURO

Para se destacar no trabalho, será preciso se mexer. Abuse da sua criatividade e será reconhecido(a) pelas pessoas ao seu redor. Em casa, tudo o que for feito na companhia do pessoal vai trazer bons resultados. Na paquera, poderá receber uma declaração de amor. No romance, trace novas perspectivas.

GEMEOS

Que tal se dedicar mais a atividades que estimulem seu crescimento e tragam mais conhecimento profissional? Novos projetos contam com boas vibrações das estrelas. Mudanças devem agitar o convívio familiar. No amor, estará esbanjando sensualidade. Na hora da conquista, não vá com tanta sede ao pote.

CANCÊR

No trabalho, faça o que estiver ao seu alcance para melhorar sua rotina. Não tenha medo de mudar procedimentos se isso ajudar em suas obrigações. Em casa, você deve mediar conflitos e restabelecer um clima de carinho e afeto. Momentos quentes na intimidade.Convide seu amor para um passeio diferente.

LEÃO

Estará mais atento(a) às necessidades de seus parentes neste período, trazendo mais harmonia para o seu lar. O romantismo e a vontade de agradar serão os destaques do relacionamento afetivo. Mantenha o foco em uma atividade de cada vez, assim conseguirá desenvolver suas tarefas com mais qualidade.

VIRGEM

É tempo de assumir novas responsabilidades profissionais. Seus esforços estão sendo avaliados. Saturno pede mais cautela com o dinheiro. Em casa, não faltarão otimismo e alto-astral. Problemas podem surgir no romance, mas saberá tirar isso de letra. Traga mais descontração no contato com sua cara-metade.

LIBRA

O segredo do sucesso está em fazer o que gosta. Invista em algo que traga mais prazer para seu dia a dia e conseguirá conquistar seus objetivos profissionais. Há sinais de muito diálogo e compreensão em família. Paquera favorecida. No relacionamento afetivo, não tente impor seus pensamentos ao par.

ESCORPIÃO

Reflita sobre sua vida profissional e veja se há mudanças a fazer. Não desanime caso algo não aconteça como gostaria, deixe os aborrecimentos de lado. Trabalhos feitos em casa têm tudo para dar certo. Bom astral entre pessoas queridas. A dois, esclareça mal-entendidos. Use seu charme para conquistar.

SARGITÁRIO

Demonstre sua preocupação com as atividades profissionais. Assim, poderá conseguir a segurança desejada. Pequenos desentendimentos não estão descartados em seu lar, mas o clima de companheirismo deve prevalecer. O ciúme pode atrapalhar seus sonhos de amor. Cuidado com a impulsividade e a possessividade.

CAPRICÓRNIO

Aproveite que seu raciocínio estará mais ágil que de costume para mostrar sua competência aos chefes e superiores. Em casa, não tente impor que todos sejam da forma como gostaria. Aceite que cada um tem um jeito de se expressar. Compartilhe suas vitórias com os familiares. Aproxime-se mais de quem ama.

AQUÁRIO

Sua criatividade estará em alta, aproveite para desenvolver projetos mais audaciosos. Atividades feitas em equipe são as mais indicadas neste período. Viagens em família contam com boas vibrações. A dois, o clima é de maior envolvimento. Nos momentos em que estiver só, reflita sobre sua vida afetiva.

PEIXES

HORÓSCOPO

Momento favorável para fazer novos contatos profissionais, mas mantenha a discrição sobre seus projetos. A segurança que precisa virá de seus familiares. Ótimo momento para mudar seu visual. Se procura um amor, é hora de investir! Tenha cuidado, pois um envolvimento secreto não está descartado.

QUER ALUGAR UM ESPAÇO GOSTOSO, SEGURO E COM TODO O CONFORTO PARA SEU EVENTO OU ENCONTRO DE FAMÍLIA ? LIGUE: 3264.6460 OU 9773.0060 E FAÇA SUA RESERVA


8

Sua Imagem

Paulo aniversariou no dia 23/01 e recebeu os parabéns da esposa Vânia e dos filhos Lucas, Fábio e Bia

LENÇÓIS PAULISTA, 28 JANEIRO DE 2012

Estéfani aniversaria dia 30 e pretende comemorar ao lado do namorado Guto. Parabéns a simpática garota!

Dona Eurídes compenetrada entre uma de suas artes manuais. Ora costura, ora fuxico e ainda uns bordados bem legais

Com você, pela nossa gente

Cardoso aniversariou no dia 23/01 e comemorou junto com os amigos lá no Bar do Acir, no Jardim São João. Aproveitaram a cobertura do Campo de Malha para um pagodinho e muita alegria!

DISK ENTREGA

3263.1083 3263.0006 3846.1511 RUA XV DE NOVEMBRO, 675 - EM FRENTE AO BRADESCO RUA XV DE NOVEMBRO, 485 - EM FRENTE AO ITAÚ RUA DR. PEREIRA DE REZENDE, 204 - AREIÓPOLIS

CENTRO - LENÇÓIS PAULISTA - SP A Câmara Municipal entregou na semana passada a Ordem do Merito Esportivo Lençoense. Nas fotos, alguns clicks do envento que reuniu empresas e empresários envovidos com o esporte na cidade.

Viviane da Silva Virginio, 19 anos, aproveitou a disposição de seu irmão Edenon Virginio, fotógrafo, para fazer um ensaio legal. O local escolhido para as fotos foi a loja de Flores da Carminha e do Dirceu. O cenário de Lá Na Carminha Flores completou o style da garota!

A LINHA Poly DA SCARPARO ESTÁ CHEGANDO CaDEIRAS SCARPARO

Rua 15 de Novembro, 822 - Lençóis Paulista - SP Tel/Fax: (14) 3263.4303 e 3263.7000


Sabadão_18