Vinha | Soluções Agrícolas 2022 | BASF Agro Portugal

Page 1

Soluções BASF para Vinha

1


Edição 2022

2


Índice

05

Da Vinha ao Vinho

05

O compromisso BASF para uma Viticultura sustentável

06

Proteção da Videira - Desafios

06

Soluções BASF - Vantagens

08

Programa BASF para Vinha

12

Produtos

16

Proteção de Feridas de Poda

18

Fungicidas

38

Inseticidas e Acaricidas

42

Herbicidas

46

Anti-escaldão

3


4


Da Vinha ao Vinho Vinha, cultura que alia os conceitos tradição e inovação. Existe a indicação, de que na Península Ibérica, mais concretamente nos vales do Tejo e Sado a vinha terá sido cultivada cerca de 2.000 anos a.C., pelos Tartessos, mantendo-se até aos nossos dias como uma cultura de relevância social e económica. Ao longo da sua existência, a vinha passou por grandes inovações para se manter até aos nossos dias, desde a enxertia para o controlo da filoxera, evolução dos sistemas de condução, seleção de variedades, não só para ter castas com melhores características vinícolas, mas também mais adaptadas à diversidade das condições edafo-climáticas em que é cultivada. É através de uma videira saudável que obtemos as uvas responsáveis pelos vinhos de excelência. Mas para tal é necessário conhecimento, rigor, empenho, paixão e acima de tudo aliar tradição com a inovação. A BASF revê-se nestes conceitos e quer contribuir para a sua contínua valorização.

O compromisso BASF para uma Viticultura sustentável A complexidade da cultura da vinha requer um empenho específico da BASF que ajude o produtor, através do desenvolvimento de produtos e formulações específicas de modo a maximizar a sua rentabilidade. A evolução do portfólio BASF, no sentido de introduzir produtos inovadores e de qualidade, reflete este empenho. A BASF oferece um programa de defesa moderno e integrado para a gestão de pragas e doenças. A BASF fiel ao compromisso de introduzir soluções inovadoras, expandiu o portfólio de fungicidas, lançando Serifel®, Fantic® A, Saviran® Star e Tessior ®, que juntamente aos conhecidos Envita®, Sercadis®, Enervin® Pro Pack, Soriale® , Forum® F, Forum® Gold, Forum® C, Vivando®, Vivando®, Collis®, Scala® e Cantus® permitem controlar de forma eficiente as principais doenças que afetam a videira: “doenças do lenho”, escoriose, míldio, oídio, black rot e podridão cinzenta.

5


Proteção da Videira - Desafios Doenças, pragas e infestantes podem afetar a videira ameaçando a sua produtividade e a qualidade das uvas. Míldio e Oídio contam-se entre as principais doenças que, de forma regular causam prejuízos. Embora de aparecimento mais esporádico o Black rot e a Botrytis podem também ser muito destrutivos causando prejuízos elevados. De forma insidiosa e, a mais das vezes percetívxqeis numa fase já adiantada do seu desenvolvimento, as “doenças do lenho” são cada vez mais consideradas uma ameaça para esta cultura. Traça-dos-cachos e cicadelas são inimigos igualmente destrutivos que, a par das ervas infestantes, requerem um controlo adequado. Com o objetivo de minimizar o impacto de todas estas ameaças o viticultor necessita de intervir de forma precisa e atempada recorrendo a soluções que aliem eficácia à segurança para o utilizador, consumidor e ambiente. Para ultrapassar estes desafios, a BASF oferece soluções técnicas diferenciadas, contribuindo para uma vinha saudável e melhores colheitas.

Soluções BASF Vantagens • Portfólio de produtos completo • Soluções técnicas específicas • Proteção em todos os estádios fenológicos • Consistência nos resultados • Elevada qualidade da uva e do vinho

6


Catálogo BASF para a Cultura da Vinha Proteção de Feridas de Poda Tessior ®

Fungicidas

Envita® Enervin ® Pro Pack Forum ® Gold Soriale ® Forum ® F Forum ® C Kocide ® 2000 Polyram ® DF Sercadis ® Cabrio ® Top Vivando ® Collis ® Kumulus ® S Cantus ® Scala ® Serifel ® Fantic ® A Saviran ® Star

Inseticidas e Acaricidas Fastac ® Masai ®

Herbicidas

Stomp ® Aqua Focus ® Ultra Zarpa ®

Anti-escaldão Surround ® WP

7


Após a poda

Doenças do Lenho

Abrolhamento

Folhas livres

Cachos visíveis

Tessior ∏

Envita ∏

Escoriose

Polyram ∏ DF Kumulus ∏ S Cabrio∏ Top Envita ∏ Enervin ∏ Pro Pack Cabrio∏ Top

Forum ∏ F Míldio

Forum ∏ Gold Polyram ∏ DF

Soriale ∏ Saviran ∏ Star

8

Início da floração


Programa BASF para Vinha

Floração

Alimpa

Bago de chumbo

Bago de ervilha

Pintor

Maturação

Forum ∏ C

Kocide ∏ 2000

Fantic ∏ A

9


Repouso Vegetativo

Abrolhamento

Folhas livres

Envita ∏ Black rot

Cabrio∏ Top

Kumulus ∏ S Sercadis ∏ Oídio

Vivando∏ Collis ∏ Cabrio∏ Top

Podridão cinzenta

* Aplicar apenas durante o repouso vegetativo. 10

Cachos visíveis

Início da floração


Programa BASF para Vinha

Floração

Alimpa

Bago de chumbo

Bago de ervilha

Pintor

Maturação

Scala ∏ Cantus ∏ Serifel ∏

11


Repouso Vegetativo

Abrolhamento

Folhas livres

Cachos visíveis

Traça dos cachos áltica e cicadelas

Fastac ∏

Ácaros

Masai ∏ 0,5 kg/ha Stomp ∏ Aqua* Focus ∏ Ultra

Infestantes Zarpa ∏

* Aplicar apenas durante o repouso vegetativo. 12

Início da floração


Programa BASF para Vinha

Floração

Alimpa

Bago de chumbo

Bago de ervilha

Pintor

Maturação

13


O portfólio BASF oferece diferentes soluções contra os principais inimigos

14

Vinha


PROTEÇÃO DE FERIDAS DE PODA Tessior ®

FUNGICIDAS

Envita® Enervin ® Pro Pack Forum ® Gold Soriale ® Forum ® F Forum ® C Kocide ® 2000 Polyram ® DF Sercadis ® Cabrio ® Top Vivando ® Collis ® Kumulus ® S Cantus ® Scala ® Serifel ® Fantic ® A Saviran ® Star

INSETICIDAS E ACARICIDAS Fastac ® Masai ®

HERBICIDAS

Stomp ® Aqua Focus ® Ultra Zarpa ®

ANTI-ESCALDÃO Surround ® WP

15


Proteção de Feridas de Poda TESSIOR® PODAR, PROTEGER, PRESERVAR.

16


FERIDAS DE PODA

Tessior

®

Sistema Tessior ® é o primeiro sistema integrado de proteção dupla, pronto a usar, de alta precisão e flexível que assegura a qualidade e longevidade da sua vinha. Podar, proteger e preservar.

Formulação

Formulado sob a forma de suspensão concentrada, para aplicação direta, à base de piraclostrobina (5 g/l) e boscalide ( 10g/l).

Condições de utilização Tessior ® deve ser usado numa única aplicação após a poda.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Doenças do lenho da videira

A dose de aplicação real varia de acordo com o número de feridas a proteger. A dose máxima autorizada é 20 l/ha.

Aplicar nas feridas de poda com equipamento específicamente desenvolvido para a aplicação do Tessior ®.

Registo

Formulação

Substância ativa

Intervalo de segurança

AV n.º 1223

SC

piraclostrobina boscalide

-

Tessior ®: Fungicida

Classificação

Equipamento de aplicação 3555B

Sistema Tessior ®: Fungicida e equipamento de aplicação

Em colaboração com:

Utilize os produtos fitofarmacêuticos de forma segura. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar.

17


Fungicidas E N V I TA ® E NE RV IN ® PRO PACK FORUM® GOLD SORIALE® FORUM® F FORUM® C KOCIDE® 2 0 0 0 P O LY R A M ® D F SERCADIS® CABRIO® TOP VIVANDO® COLLIS® KUMULUS® S CANTUS® SCALA® SERIFEL® FANTIC® A S AV I R A N ® S TA R

18


FUNGICIDAS

Envita

®

Envita® fungicida que oferece uma proteção total da planta. Graças à combinação única da ação de superfície do ditianão com a ação sistémica do fosfonato de potássio, Envita® protege a planta tanto à superfície como a partir do interior dos tecidos vegetais.

Formulação Sob a forma de suspensão concentrada, Envita® contém 125 g/l de ditianão e 561 g/l de fosfonatos de potássio.

Condições de utilização Envita® deve ser usado como parte de uma estratégia preventiva para o controlo das doenças. A persistência biológica é de 10 a 14 dias. Em caso de tempo húmido e chuvoso e rápido crescimento foliar a persistência é reduzida a 10 dias. Não misturar com produtos azotados. Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio, black rot

3 – 4 l/ha

Aplicar preventivamente no período de maior sensibilidade à doença.

1 l/hl

Realizar o primeiro tratamento ao gomo de algodão-ponta verde (rebentos com 1-2 cm de comprimento); o segundo tratamento à saída das folhas livres (rebentos até 5 cm de comprimento).

Escoriose

Registo

Formulação

AV n.º 1169

SC

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

ditianão, fosfonatos de potássio

42 dias

Utilize os produtos fitofarmacêuticos de forma segura. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar.

19


FUNGICIDAS

Enervin Pro Pack ®

Enervin® Pro Pack é um fungicida para o controlo do míldio da videira com base na combinação de Enervin® SC (suspensão concentrada com 200 g/l de ametoctradina) e Soriale ® (Solução concentrada com 755g/l de fosfonatos de potássio) apresentado sob a forma de um Pack.

Condições de utilização Enervin® Pro Pack deve ser utilizado numa estratégia preventiva, em alternância com produtos com modo de ação diferente. Dado a forte capacidade de prevenir as infeções nos cachos, recomendamos o uso de Enervin® Pro Pack entre os cachos visíveis e o bago de chumbo – ervilha. Não Realizar mais de 3 tratamentos por campanha.

Doenças

Dose Enervin® SC

Dose Soriale®

Época de Aplicação

Míldio

1,5 l/ha

3 - 4 l/ha

Aplicar preventivamente no período de maior sensibilidade à doença.

Registo

Formulação

Classificação

Enervin® SC

Soriale®

Enervin® SC

Soriale®

AV n.º 755

AV n.º 0831

SC

SL

Substância ativa

Enervin® SC

Intervalo de segurança

Enervin® SC

Soriale®

Enervin® SC

Soriale®

ametoctradina

fosfonatos de potássio

35 dias

14 dias

20

Soriale®


FUNGICIDAS

Forum Gold ®

Forum® Gold é um fungicida que interfere com os processos bioquímicos que regem a formação da parede celular do fungo, provocando a desintegração da mesma e posterior morte do patogénio. Com triplo modo de ação, preventivo, curativo e antiesporulante. Não contém ditiocarbamatos ou ftalimidas.

Formulação

Condições de utilização

À base de dimetomorfe (150 g/kg) e ditianão

Recomendamos o uso de Forum® Gold como

(350 g/kg), Forum Gold apresenta-se sob

parte de um programa baseado na alternância

a forma de grânulos dispersíveis em água.

de substâncias ativas com mecanismos de ação

®

diferentes. Tratar a partir das primeiras chuvas com intervalos de 10-14 dias. Utilizar intervalo mais curto em períodos de rápido crescimento vegetativo e/ou no caso das condições serem favoráveis ao desenvolvimento da doença. Não realizar mais de 3 aplicações por campanha com fungicidas do grupo dos CAA.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio

1,5 kg/ha

Iniciar os tratamentos no estado 7 a 8 folhas. Os tratamentos seguintes deverão ser realizados enquanto as condições climáticas favorecem a doença.

Registo

Formulação

AV nº 0866

WG

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

dimetomorfe, ditianão

35 dias

21


FUNGICIDAS

Soriale

®

Soriale ® é um fungicida com sistemia ascendente e descendente, pertencente à família química dos fosfonatos, o qual, estimula as defesas fisiológicas da planta. Soriale ® tem ação preventiva e curativa, durante a fase incial da infeção.

Formulação

Condições de utilização

Apresenta-se sob a forma de uma solução

Soriale® é o parceiro ideal para misturas com

concentrada de fosfonatos de potássio (755 g/l).

fungicidas de contacto com base em ftalimidas, ditiocarbamatos ou compostos de cobre. Nestes casos é aconselhável a utilização da concentração mais baixa com um intervalo entre aplicação de 12-14 dias, consoante a pressão de doença.

22

Doenças

Dose

Míldio

3 – 4 l/ha

Época de Aplicação Deve ser aplicado em tratamentos preventivos com intervalo de 10 dias. Durante o período de desenvolvimento vegetativo até ao início do fecho dos cachos. Não efetuar mais que 5 aplicações ao ano.

Registo

Formulação

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

AV nº 0831

SL

-

fosfonatos de potássio

14 dias


FUNGICIDAS

Forum F ®

Forum® F é um fungicida à base de dimetomorfe e folpete ideal para o combate ao míldio da videira. A segurança da experiência do Forum® F leva a uma proteção completa das folhas e cachos durante o período de maior sensibilidade ao míldio - da floração ao bago de ervilha. Com triplo modo de ação Forum® F é preventivo, curativo e anti-esporulante.

Formulação

Condições de utilização

Sob a forma de grânulos dispersíveis em água

Forum® F deve ser usado de forma preventiva

Forum® F é composto por dimetomorfe

e para uma melhor gestão do risco de resistências,

(113 g/kg) e folpete (600 g/kg).

alternar com produtos com diferentes modos de ação. A persistência biológica de Forum® F é de 12 dias devendo ser reduzida para 10 em condições de maior pressão de doença. Não realizar mais de 3 aplicações por campanha com fungicidas do grupo dos CAA.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio

1,35 - 1,6 kg/ha

Iniciar os tratamentos no estado 7 a 8 folhas. Os tratamentos seguintes deverão ser realizados enquanto as condições climáticas favorecerem a doença.

Registo

Formulação

AV nº 0670

WG

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

dimetomorfe, folpete

42 dias

23


FUNGICIDAS

Forum C ®

Seletivo e eficaz, Forum® C pode ser utilizado a partir do fim da floração sendo contudo ideal a sua aplicação entre o fecho dos cachos e o pintor.

Formulação

Condições de utilização

Sob a forma de pó molhável, Forum® C é

Forum® C deve ser aplicado preventivamente

composto por dimetomorfe (60 g/kg) e cobre

a seguir à floração quando as condições sejam

(400 g/kg) sob a forma de oxicloreto de cobre.

favoráveis ao desenvolvimento da doença. Não realizar mais de 3 aplicações por campanha com fungicidas do grupo dos CAA.

24

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio

2,5 - 3 kg/ha

O produto destina-se a tratamentos pós-florais, repetir em intervalos regulares não superiores a 8-12 dias, até terminarem as condições favoráveis ao desenvolvimento da doença.

Registo

Formulação

APV nº 3256

WP

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

dimetomorfe e cobre (oxicloreto de cobre)

28 dias


25


FUNGICIDAS

Kocide 2000 ®

Fungicida inorgânico, Kocide ® 2000 é um produto de superfície com ação preventiva e amplo espetro de ação. Indicado para o controlo de míldio em vinha.

Formulação

Condições de utilização

À base de cobre (350 g/kg), Kocide ® 2000 é um

Atua preventivamente, por contacto, através da

fungicida cúprico veiculando o cobre na forma

inibição da germinação dos esporos das espécies

de hidróxido de cobre, apresentando-se sob

de fungos suscetíveis. Deve ser aplicado a seguir

a forma de grânulos dispersíveis em água.

à floração quando as condições sejam favoráveis ao desenvolvimento da doença.

26

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio

2 - 3 kg/ha

O produto destina-se a tratamentos pós-florais, repetir em intervalos regulares não superiores a 8-12 dias, até terminarem as condições favoráveis ao desenvolvimento da doença.

Registo

Formulação

APV nº 3779

WG

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

cobre (hidróxido de cobre)

7 dias


FUNGICIDAS

Polyram DF ®

O mais tradicional dos nossos produtos. Polyram ® DF é um fungicida multi-site de superfície que atua a vários níveis do metabolismo do fungo Plasmopara vitícola. Polyram® DF controla não apenas o míldio, mas também a Escoriose.

Formulação

Condições de utilização

À base de metirame (700 g/kg), apresenta-se

Polyram® DF deve ser aplicado preventivamente,

sob a forma de grânulos dispersíveis em água.

assegurando uma correta cobertura da cultura.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio

2 kg/ha

Na falta das indicações do Serviço Nacional de Avisos Agrícolas iniciar os tratamentos com um intervalo de 7 a 10 dias. Os tratamentos seguintes deverão ser realizados enquanto as condições climáticas favorecerem a doença.

Escoriose

300 - 400 g/hl

Realizar o primeiro tratamento ao gomo de algodão-ponta verde (rebentos com 1-2 cm de comprimento); o segundo tratamento à saída das folhas livres (rebentos até 5 cm de comprimento)

Registo

Formulação

AV nº 0592

WG

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

metirame

28 dias

27


FUNGICIDAS

Sercadis

®

Sercadis® é um fungicida pertencente ao grupo dos SDHI com ação essencialmente preventiva indicado para o combate ao oídio na videira.

Formulação

Condições de utilização

Sercadis® é composto por fluxapiroxade

Sercadis® deve ser utilizado como parte de uma

(300 g/l) e, apresenta-se sob a forma

estratégia preventiva de controlo do oídio, tendo

de uma suspensão concentrada.

em consideração a alternância de fungicidas com diferentes modos de ação. Não realizar mais de 3 tratamentos por campanha com este fungicida ou outros pertencentes ao grupo dos SDHI. Sercadis® não tem ação erradicante/curativa

28

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Oídio

0,15 l/ha

Realizar os tratamentos entre os cachos visíveis e o pintor. A persistência biológica do produto é de 14 dias.

Registo

Formulação

APV nº 0949

SC

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

fluxapiroxade

15 dias


FUNGICIDAS

Cabrio Top ®

Ação constante e persistente, Cabrio ® Top, caracteriza-se pela polivalência controlando, míldio, oídio, escoriose e black rot.

Formulação

Condições de utilização

Sob a forma de grânulos dispersíveis em água,

Cabrio ® Top é usado como parte de uma

Cabrio Top é composto por metirame

estratégia preventiva em que se alternam

(550 g/kg) e piraclostrobina (50 g/kg).

diferentes modos de ação eficazes no combate

®

ao míldio, oídio e/ou black rot. Recomendamos o uso entre a floração e o bago de chumbo. Não realizar tratamentos curativos e/ou erradicantes. Não realizar mais de 3 tratamentos por campanha com fungicidas do grupo QoI.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Míldio, Black rot, com controlo simultâneo de Oídio

1,5 kg/ha

Iniciar os tratamentos às 7-8 folhas até ao pintor.

Escoriose

150 g/hl

O período de proteção é entre a ponta verde das folhas e duas folhas livres.

Registo

Formulação

AV nº 0282

WG

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

metirame e piraclostrobina

56 dias

29


FUNGICIDAS

Vivando

®

Vivando ®, fornece uma proteção de alto nível aos cachos. Proveniente da família das benzofenonas, Vivando ®, é especialista em oídio garantindo proteção e fiabilidade. Ideal para em conjunto com Kumulus® S, Sercadis® e Collis ® criar programas sustentáveis de luta contra o oídio em que se alternam diferentes modos de ação.

Formulação

Condições de utilização

À base de metrafenona (500 g/l), Vivando ®

Vivando ® deve ser usado de forma preventiva

apresenta-se sob a forma de suspensão

na fase de maior sensibilidade à doença. Para

concentrada.

melhores resultados assegure um cobrimento adequado da cultura. Não realizar mais de 3 tratamentos por campanha com este produto ou com fungicidas pertencente ao grupo das benzoilpirimidinas.

30

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Oídio

0,2 l/ha

Iniciar os tratamentos entre os cachos visíveis e o pintor. A persistência biológica é de 14 dias devendo ser reduzida para 10-12 dias, na presença de castas suscetíveis e/ou forte pressão de doença.

Registo

Formulação

AV nº 0198

SC

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

metrafenona

28 dias


FUNGICIDAS

Collis

®

Forte sinergia das duas substâncias ativas, Collis ® fornece uma elevada proteção contra o oídio. Dotado de elevada eficácia e persistência, deve ser usado num programa de tratamentos em que se alternam produtos com diferentes mecanismos de ação.

Formulação

Condições de utilização

À base de cresoxime-metilo (100 g/l) e boscalide

Collis ® deve ser aplicado de forma a controlar

(200 g/l), Collis apresenta-se sob a forma

os ataques precoces de oídio permitindo

de suspensão concentrada.

manter a vinha protegida desta doença.

®

Não realizar tratamentos curativos ou erradicantes. Não realizar mais de 3 tratamentos por campanha com fungicidas do grupo dos QoI.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Oídio

0,3 - 0,4 l/ha

Realizar os tratamentos entre os cachos visíveis e o pintor. A persistência biológica do produto é de 12 a 14 dias.

Registo

Formulação

AV nº 0128

SC

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

boscalide, cresoxime-metilo

28 dias

31


FUNGICIDAS

Kumulus S ®

Dos produtos mais tradicionais, Kumulus ® S é um fungicida inorgânico para o controlo do oídio e escoriose.

Formulação

Condições de utilização

À base de enxofre (800 g/kg), Kumulus® S

Dar preferência a aplicações preventivas.

apresenta-se sob a forma de grânulos dispersíveis em água.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Oídio

4 - 12,5 kg/ha

Em condições favoráveis ao desenvolvimento do oídio e em vinhas de castas reconhecidas como sensíveis, usar apenas no período pré-floral.

400 - 500 g/hl

Realizar o 1º tratamento quando os gomos apresentem a ponta verde e os mais adiantados tenham 1 a 2 cm de comprimento. Realizar o 2º tratamento quando os rebentos tenham um comprimento que não ultrapasse os 5 cm.

Escoriose

Registo

Formulação

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

APV nº 1259

WG

-

enxofre

-

32


FUNGICIDAS

Cantus

®

Cantus ® é um fungicida anti-botritis da BASF aplicado entre a floração e alimpa para o controlo da botritis, Cantus® é também eficaz no combate ao oídio.

Formulação

Condições de utilização

Com base em boscalide (500 g/kg), Cantus®

Aplicar preventivamente. Pelas características

apresenta-se sob a forma de grânulos

do produto e pelo controlo oídio o Cantus ® deve

dispersíveis em água.

ser aplicado preferencialmente no período da floração-alimpa.

Doenças

Dose

Época de Aplicação

Podridão cinzenta e oídio

1 - 1,2 kg/ha

As épocas fundamentais de tratamento são a floração-alimpa e o pintor. Em anos e/ou condições favoráveis poderão justificar-se aplicações de fungicidas ao fecho dos cachos e 3-4 semanas antes da colheita.

Registo

Formulação

AV nº 0153

WG

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

boscalide

28 dias

33


FUNGICIDAS

Scala

®

Presença tradicional nos programas contra a podridão cinzenta da vinha, Scala® é uma ferramenta flexível, com grande valor acrescentado na ação contra a podridão. Scala® ao prevenir a doença, protege as características organoléticas do vinho da oxidação excessiva, da formação de odores indesejados, alteração e/ou perda de aromas naturais.

Formulação

Condições de utilização

Com base em pirimetanil (400 g/l), Scala®

Ampla janela de aplicação. Pelas suas

apresenta-se sob a forma de suspensão

características consideramos o início do pintor

concentrada.

a fase mais adequada para o uso do Scala®.

Doenças

Podridão cinzenta

34

Registo

Formulação

AV nº 0642

SC

Dose

Época de Aplicação

2,5 l/ha

As épocas fundamentais de tratamento são floração-alimpa e o pintor. Em anos e/ou condições favoráveis poderão justificar-se aplicações de fungicidas ao fecho dos cachos e 3-4 semanas antes da colheita.

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

pirimetanil

21 dias


FUNGICIDAS

Serifel

®

Fungicida biológico para uma proteção equilibrada. Serifel ® coloniza a superfície da planta impedindo a colonização dos patógenos através da produção de metabolitos antimicrobianos, competindo pelo espaço e nutrientes. Permite proteger a vinha contra a podridão cinzenta até muito próximo da colheita.

Formulação

Condições de utilização

Serifel ® é composto por 110 g/kg (equivalente

Aplicar preventivamente. Pelas características

a 5,5x10^10 cfu/g) de Bacillus amyloliquefaciens

do produto pode ser incluído tanto em estratégias

estirpe MBI600, sob a forma de pó molhável

de controlo biológico como de “Smart protection”

(WP)

em que se integram fungicidas convencionais e biológicos com o objetivo de assegurar a proteção da cultura e gestão de resíduos. Respeitar o intervalo mínimo de 5 dias entre aplicação de Serifel ® e a de outro fungicida. Não utilizar em misturas em tanque. Não realizar mais de 10 tratamentos por campanha. Doenças

Dose

Podridão cinzenta

Época de Aplicação Os tratamentos deverão ser realizados com carácter preventivo, de acordo com as recomendações do Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. A podridão cinzenta deve ser combatida com tratamentos essencialmente à floração-alimpa e pintor.

0,5 kg/ha

Registo

Formulação

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

AV nº 1286

WP

-

110 g/kg (equivalente a 5,5x10^10) Bacillus amyloliquefaciens estirpe MBI 600

3 dias

35


FUNGICIDAS

Fantic A ®

Fantic ® A é um fungicida sistémico do grupo das fenilamidas (tipo acilalanina) e de superfície (inorgânico com cobre). Com atividade preventiva e curativa, inibe a síntese dos ácidos nucleicos, atuando na RNA polimerase I e inibe vários processos metabólicos, atuando em diversas enzimas.

Formulação

Condições de utilização

Fantic ® A é composto por benalaxil-M (50 g/kg),

Para evitar reduzir o risco da fitotoxicidade típica

cobre na forma de hidróxido (150 g/kg) e cobre

dos cobres, recomendamos aplicar a partir da

sob a forma de oxicloreto (150 g/kg), formulado

alimpa. A persistência de ação é de 12-14 dias,

em grânulos dispersíveis em água (WG)

sendo o intervalo mais curto usado em condições de maior risco da doença. Realizar no máximo 2 tratamentos anuais, com este produto ou outro fungicida do grupo das fenilamidas. Alternar com produtos com diferentes modos de ação. No mesmo solo não execeder a dose de 4 kg/Cu/ha/ano.

Doenças

Míldio

Registo

AV nº 1356

36

Dose

2 kg/ha

Formulação

WG

Classificação

Época de Aplicação Iniciar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste, o produto deve ser usado preventivamente, ou seja, os tratamentos devem iniciar-se ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, no período que decorre entre as 7 a 8 folhas e o bago de chumbo.

Substância ativa benalaxil-M, cobre (na forma de hidróxido) e cobre (sob a forma de oxicloreto)

Intervalo de segurança 28 dias (uvas para vinificação) 40 dias (uvas de mesa)


FUNGICIDAS

Saviran Star ®

Saviran® Star é um fungicida sistémico do grupo das fenilamidas, com ação preveniva curativa e antiesporulante.

Formulação

Condições de utilização

Saviran® Star é composto por 3,75% (p/p) de

Para evitar o aparecimento de resistências, não

benalaxil-M (3,75% p/p), e 48% (p/p) de folpete,

efetuar mais que 2 aplicações com este fungicida

sob a forma de grânulos dispersíveis em água

ou outro do grupo das fenilamidas. A persistência

(WG)

é de 12 a 14 dias.

Doenças

Dose

Míldio

2 kg/ha

Registo

Formulação

AV nº 3832

WG

Época de Aplicação Iniciar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste, o produto deve ser usado preventivamente, ou seja, os tratamentos devem iniciar-se ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, no período que decorre entre as 7 a 8 folhas e o bago de chumbo.

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

benalaxil-M, folpete

42 dias (uvas para vinificação)

37


Inseticidas e Acaricidas FA S TAC ® MASAI®

38


INSETICIDAS E ACARICIDAS

Fastac

®

Graças ao amplo espetro de ação e intervalos de segurança curtos, Fastac® mostra máxima flexibilidade de utilização. Fastac® atua por contacto e ingestão sobre o sistema nervoso dos insetos.

Formulação Fastac® apresenta-se sob a forma de concentrado para emulsão, com base em alfa-cipermetrina (100 g/l).

Condições de utilização

A correta cobertura da superfície foliar otimiza a ação de Fastac ®, as intervenções devem ser feitas ao aparecimento das primeiras pragas.

Pragas

Dose

Época de Aplicação

Traça (Lobesia botrana)

0,15 l/ha

Ao aparecimento da praga.

Áltica (Altica lythri)

0,075 l/ha

Ao aparecimento da praga.

Cicadelas (Empoasca spp, Jacobiasca lybica, Scaphoideus titanus)

0,10 l/ha

Ao aparecimento da praga. No caso do Scaphoideus titanus seguir as indicações específicas para o combate a esta praga.

Registo

Formulação

AV nº 0204

CE

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

alfa-cipermetrina

7 dias

Utilize os produtos fitofarmacêuticos de forma segura. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar.

39


INSETICIDAS E ACARICIDAS

Masai

®

Masai ® é um acaricida com base em tebufenepirade - substância ativa que pertence ao grupo METI (IRAC MoA 21A). O seu modo de ação inibe o transporte de eletrões ao nível do complexo mitocondrial, levando à inibição da respiração celular dos ácaros fitófagos. Atua essencialmente por contacto, mas também por ingestão, sobre todas as formas móveis (larvas, ninfas e adultos) e ovos de verão. Masai ® possui ação translaminar.

Formulação

Masai ® é composto por 20 % (p/p) de tebufenepirade sob a forma de pó molhável em saqueta solúvel (WP-SB). Cada saqueta hidrossolúvel contém 100 g.

Cultura

Pragas

Dose

Época de Aplicação

Condições de Utilização

Intervalo de Segurança

0,5 kg/ ha

Os tratamentos deverão ser realizados ao início do desenvolvimento da praga / observação das primeiras formas móveis e antes que a população atinja níveis elevados.

Realizar apenas 1 aplicação por ano

14 dias

Aranhiço Amarelo

Vinha

Aranhiço Amarelo da Videira Aranhiço Vermelho

40

Registo

Formulação

AV nº 1820

WP-SB

Classificação

Substância ativa

tebufenepirade


41


Herbicidas STOMP® AQUA F O C U S ® U LT R A Z A RPA®

42


HERBICIDAS

Stomp Aqua ®

Stomp ® Aqua mantém por mais tempo o controle das infestantes gramíneas anuais e de folha larga. Graças à sua nova formulação, é mais fácil de usar, não suja e oferece uma ação residual melhor e maior seletividade para as culturas tratadas.

Formulação À base de pendimetalina (455 g/l), Stomp ® Aqua apresenta-se sob a forma de uma suspensão concentrada de microcápsulas, que libertam gradualmente a substância ativa.

Condições de utilização Aplicar em pré-emergência das infestantes durante o repouso vegetativo.

Infestantes Infestantes suscetíveis: bredo (Amaranthus blitoides), moncos-de- peru (Amaranthus retroflexus), morrião (Anagalis arvensis), catassol (Chenopodium album), erva-das-verrugas (Heliotropium europaeum), sempre-noiva (Polygonum aviculare), erva pessegueira (Polygonum persicaria), erva-moira (Solanum nigrum), milhã-pé-de-galo (Echinochloa crus-galli), milhãs (Setaria spp), malcasada (Polygonum lapathifolium), milhã digitada (Digitaria sanguinalis), couve-maltesa (Chenopodium opulifolium), urtiga-menor (Urtica urens), urtiga-morta (Mercurialis annua), corriola bastarda (Fallopia convolvulus), serralha-macia, (Sonchus oleraceus) mostarda dos campos (Sinapsis arvensis), morugem-branca (Stellaria media),verónica da pérsia (Veronica persica) Verónica-dos-campos (Veronica arvensis) Verónicada-folha-de-hera (Verónica hederifolia) tasneirinha (Senecio vulgaris), beldroega (Portulaca oleracea).

Dose

Época de Aplicação

2,5 - 3 l/ha

Aplicar durante o repouso vegetativo em tratamento dirigido ao solo.

Infestantes moderadamente suscetíveis: Balanco bravo (Avena sterilis), Galium spp, saramago (Raphanus raphanistrum) Ranunculus spp, erva moleirinha (Fumaria officinalis).

Registo

Formulação

AV nº 0215

SC

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

pendimetalina

-

Utilize os produtos fitofarmacêuticos de forma segura. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar.

43


HERBICIDAS

Focus Ultra ®

Focus® Ultra é um herbicida de pós-emergência, de ação sistémica específico para o controlo de infestantes gramíneas em culturas dicotiledóneas. Focus ® Ultra é caracterizado por um amplo espetro de ação.

Formulação

Concentrado de emulsão à base de cicloxidime (100 g/l).

Condições de utilização Focus® Ultra deve ser aplicado para o controle das infestantes gramíneas, utilizando a dose mais adequada, segundo o desenvolvimento das mesmas.

Infestantes

Dose

Gamíneas anuais

2 l/ha

Gramíneas vivazes

4 l/ha

Registo

Formulação

APV nº 2978

EC

44

Classificação

Época de Aplicação

Deve ser aplicado com as infestantes em estado de crescimento ativo. Aplicar desde a fase de 3 folhas até ao início do afilhamento.

Substância ativa

Intervalo de segurança

cicloxidime

28 dias


HERBICIDAS

Zarpa

®

Zarpa® é um herbicida de contacto e sistémico para controlo das infestantes em pós-emergência.

Formulação

Condições de utilização

Zarpa® apresenta-se sob a forma de uma

Em vinhas com mais de 4 anos em repouso

suspensão concentrada com 40 g/l de diflufenicão

vegetativo, em pós-emergência precoce das

e 160 g/l de glifosato (sob a forma de sal de

infestantes. Utilizando-se as doses mais altas na

isopropilamónio).

presença de infestantes perenes. Não mobilizar o solo após a aplicação. Não aplicar em terrenos arenosos. Durante a aplicação não atingir folhas, ramos e frutos. Não aplicar quando se prevê chuva nas 6 horas seguintes à aplicação. Não atingir culturas e terrenos vizinhos da área a tratar.

Infestantes

Dose

Época de Aplicação

1,5 - 4,7 l/ha

Em repouso vegetativo.

PRINCIPAIS INFESTANTES SUSCETÍVEIS Monocotiledóneas: Cabelo-de-cão (Poa annua); erva-febra (Lolium rigidum); balancos (Avena spp.). Dicotiledóneas: Pampilho-das-searas (Chrysanthemum segetum); papoila-das-searas (Papaver rhoeas); mostardas (Sinapis spp.) saramago (Raphanus raphanistrum); morugem (Stellaria media); esparguta (Spergula arvensis), sapinho roxo-das-areias (Spergularia rubra), raspa-saias (Picris echioides); labaças (Rumex spp.). PRINCIPAIS INFESTANTES RESISTENTES Monocotiledóneas: Junças (Cyperus spp.). Dicotiledóneas: Malva-bastarda (Lavatera cretica) e malvas (Malva spp.); cavalinhas (Equisetum spp.) e corriola (Convolvulus arvensis).

Registo

Formulação

AV nº 1077

SC

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

diflufenicão, glifosato

-

45


Anti-escaldão SURROUND® WP

46


ANTI-ESCALDÃO

Surround WP ®

Surround ® WP protege as culturas das queimaduras solares (escaldão) e do stress térmico, através da formação de uma película de finas partículas minerais que atua como barreira física. Ao ser aplicado sobre as plantas, Surround® WP forma uma película branca e seca. Uma cobertura uniforme e contínua é essencial durante todo o período de suscetibilidade. Surround ® WP não afeta nem é afetado pela maioria dos inseticidas, acaricidas e fungicidas.

Formulação

Condições de utilização

Formulado sob a forma de pó molhável

Não misturar com molhantes.

à base de caulino (950 g/kg).

Ação

Escaldão

Dose

Época de Aplicação

2,5 - 5 kg / 100 litros

Para redução de queimaduras provocadas pelo sol é necessário estabelecer uma boa cobertura antes que se verifiquem as condições que produzem este fenómeno. Para estabelecer a cobertura completa, realizar dois tratamentos com intervalo não superior a 7 dias entre aplicações. Enquanto durar o período de altas temperaturas, pode ser necessário fazer 3-4 aplicações no total, que devem ser feitas a cada 14-21 dias.

Registo

Formulação

Classificação

Substância ativa

Intervalo de segurança

-

WP

-

caulino

-

Utilize os produtos fitofarmacêuticos de forma segura. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar.

47


10 gestos responsáveis ANTES DA APLICAÇÃO 1

2

Armazenar os produtos em local adequado, seguro e fechado à chave.

3 Usar vestuário de proteção e luvas adequadas durante a preparação da calda e aplicação do produto.

Antes de utilizar o produto leia atentamente o rótulo.

4

5 Vigiar o enchimento e ajustar o volume de calda (válvula de retenção, dispositivo de segurança).

Verificar regularmente e assegurar o bom estado de funcionamento do material de aplicação.

6 Lavar as embalagens três vezes, fechadas, inutilizadas e colocadas em sacos de recolha devendo ser entregues num centro de receção Valorfito®; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

DURANTE A APLICAÇÃO 7 Realizar a aplicação com tempo calmo e evitar a contaminação pela deriva, das zonas circunvizinhas da área a tratar.

DEPOIS DA APLICAÇÃO 8 Dilua os restos de calda, 3 a 5 vezes, e pulverize numa zona com coberto vegetal que não seja destinada ao consumo humano e animal.

9 Após a limpeza do material de aplicação e do equipamento de proteção individual, o operador deve tomar um banho.

10 Prevenir poluições pontuais: Tratamento de efluentes fitossanitários.

Utilize os produtos fitofarmacêuticos de forma segura. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar.

Rua 25 de Abril, 1 - 2º Piso 2685-368 Prior Velho Tel 219 499 900 Fax 219 499 949

Para mais informações: www.agro.basf.pt


Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.