Issuu on Google+

Instituto Rumo Náutico Projeto Grael O que é? Como funciona?


INSTITUTO RUMO NÁUTICO/PROJETO GRAEL

O QUE É? COMO FUNCIONA? 1.

O QUE É O INSTITUTO RUMO NÁUTICO/PROJETO GRAEL?

 INSTITUTO RUMO NÁUTICO & PROJETO GRAEL O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael é a organização que administra o Projeto Grael, aprimorando continuamente a sua metodologia e multiplicando novas unidades pelo país. O termo PROJETO GRAEL, como a organização é mais conhecida pelo público, foi adotado pelo Estatuto como marca de fantasia do Instituto. O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael possui sede na Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494, Jurujuba Niterói e está registrada sob o CNPJ 03.989.542/0001-27. Possui Inscrição Municipal (109.562-9) e Alvará de funcionamento, emitido pela Prefeitura de Niterói. Além de Niterói, o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael mantém uma unidade do Projeto Grael em Três Marias - MG.

 HISTÓRICO - COMO TUDO COMEÇOU? Foi fundado em 4 de julho de 2000, com a finalidade de dar o suporte institucional ao Projeto Grael, que já existia desde 1998. O Projeto Grael surgiu com o apoio da Prefeitura de Niterói e deu origem a um programa municipal conhecido como Projeto Nomes. A iniciativa foi de um grupo de velejadores liderados pelos medalhistas olímpicos Torben Grael, Lars Grael e Marcelo Ferreira, que sonharam em fazer dos barcos instrumentos de educação.

Página 2


 QUE TIPO DE INSTITUIÇÃO É O INSTITUTO RUMO NÁUTICO/PROJETO GRAEL? Segundo o seu Estatuto (Art. 1o), o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael é: “...uma associação civil, de direito privado, de fins não econômicos, com sede à Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494, Jurujuba, Niterói, e foro no município de Niterói, Estado do Rio de Janeiro”. Portanto, o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael é uma organização sem fins lucrativos. Em 2009, foi reconhecida como uma OSCIP.

 O QUE É SER UMA OSCIP? Conforme estabelecido pela Lei 9790, de 23/03/1999, as organizações da sociedade civil, como o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, podem se submeter voluntariamente aos critérios estabelecidos por esta lei e serem reconhecidas pelo Ministério da Justiça com o certificado de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP). Ao ser reconhecido como OSCIP, a organização passa a ter a obrigação de prestar contas anuais ao Ministério da Justiça e está sujeito a ser fiscalizado por ele. O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael obteve o seu certificado de OSCIP através do Processo MJ no 08071.027070/2008-49, autuado em 10 de novembro de 2008, com o seu deferimento publicado no DOU de 20 de fevereiro de 2009.  QUAL O OBJETIVO? Os objetivos do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael são firmados pelo seu Estatuto, no Artigo 2o, da seguinte forma: Artigo 2º - O INSTITUTO RUMO NÁUTICO tem por finalidades: IOferecer aos jovens uma oportunidade educacional e de socialização através de uma experiência náutica, de iniciação a esportes como a vela, o remo e a canoagem, contribuindo desta forma para popularizar, incentivar e promover esses esportes, além de criar condições para o surgimento de novos valores para a competição; IIPromover a educação ambiental, estimular o jovem para o exercício da cidadania e resgatar a cultura da maritimidade;

Página 3


III-

IVV-

VI-

Mostrar aos alunos a existência de oportunidades profissionais relacionadas às atividades náuticas, capacitá-los para o exercício destas atividades e facilitar o acesso dos mesmos a esses mercados; Integrar desporto, educação, saúde e o civismo; Promover a prática da natação como complemento indispensável da atividade náutica, ensinar técnicas de segurança e de primeiros socorros; Difundir a sua metodologia para outras localidades, no Brasil e no exterior.

 QUE PRINCÍPIOS NORTEIAM O INSTITUTO? O Estatuto (Art. 3o) estabeleceu que o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael atuará obedecendo os seguintes princípios: “...legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e eficiência”.

 QUAL A MISSÃO? Conforme foi proposto pelo processo de Planejamento Estratégico e ratificado pelo Conselho Diretor do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, a Missão da organização é: “Promover a cultura da ‘maritimidade’, bem como a ribeirinha, e ampliar o acesso aos esportes náuticos, utilizando-os como instrumentos de educação, de estímulo à profissionalização, de construção da cidadania e de inclusão social”.

 QUAL A VISÃO: Assim como a Missão, o Planejamento Estratégico firmou a Visão do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael como:

Página 4


“Os esportes náuticos se tornarão menos elitistas e os barcos serão instrumentos de educação através da construção de uma Rede Náutica Educativa”.

 QUAIS OS VALORES? Os valores do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael são: ALTRUÍSMO: significa que temos orgulho de atuar em benefício da coletividade, do trabalho educativo e social que realizamos, acreditando na sua qualidade e nos seus resultados para a construção de uma sociedade melhor. Acreditamos na solidariedade e no engajamento, valorizando a importância da participação cidadã em causas coletivas, em redes de promoção e fortalecimento do terceiro setor e na melhoria da qualidade de vida. IGUALDADE: significa igualdade de oportunidades, com o objetivo de contribuir para a justiça social ao capacitar, motivar e dar oportunidade aos jovens para a prática do esporte, facilitar o acesso ao mercado de trabalho, ao conhecimento tecnológico, à educação ambiental e ao pleno exercício da cidadania. RESPEITO ÀS DIFERENÇAS: respeitamos e reconhecemos o direito às diferenças de credo religioso, de ideologia política, de manifestações culturais, de gênero e orientação sexual, de raça e tradição cultural, de aptidão ou deficiência física, de origem ou vínculo comunitário, etc. Acreditamos que essas diferenças poderão ter livre expressão, nos limites do bom convívio, com compreensão e sem imposição, com respeito às leis e com adequação aos objetivos do Projeto Grael. ÉTICA: significa agirmos dentro dos princípios da transparência, da legalidade, da moralidade e do respeito ao meio ambiente. EFETIVIDADE: significa agirmos com segurança, inovação e adotando as melhores práticas profissionais e administrativas

Página 5


COOPERAÇÃO: significa que valorizamos as ações coletivas como forma de promover o crescimento humano e profissional do conjunto de colaboradores e de participantes do Projeto Grael. SUSTENTABILIDADE: significa que estamos engajados na construção de uma Sociedade Sustentável, baseada em um modelo de responsabilidade ambiental, economicamente viável e socialmente junto, garantindo as necessidades básicas das atuais e futuras gerações. IGUALDADE: significa igualdade de oportunidades, com o objetivo de contribuir para a justiça social ao capacitar, motivar e dar oportunidade aos jovens para a prática do esporte, facilitar o acesso ao mercado de trabalho, ao conhecimento tecnológico, à educação ambiental e ao pleno exercício da cidadania. RESPEITO ÀS DIFERENÇAS: respeitamos e reconhecemos o direito às diferenças de credo religioso, de ideologia política, de manifestações culturais, de gênero e orientação sexual, de raça e tradição cultural, de aptidão ou deficiência física, de origem ou vínculo comunitário, etc. Acreditamos que essas diferenças poderão ter livre expressão, nos limites do bom convívio, com compreensão e não-imposição, com respeito às leis e com adequação aos objetivos do Projeto Grael. ÉTICA: significa agirmos dentro dos princípios da transparência, da legalidade, da moralidade e do respeito ao meio ambiente. EFETIVIDADE: significa agirmos com segurança, inovação e adotando as melhores práticas profissionais e administrativas COOPERAÇÃO: significa que valorizamos as ações coletivas como forma de promover o crescimento humano e profissional do conjunto de colaboradores e de participantes do Projeto Grael. SUSTENTABILIDADE: significa que estamos engajados na construção de uma Sociedade Sustentável, baseada em um modelo de desenvolvimento responsável com o meio ambiente, que garanta as necessidades básicas das atuais e futuras gerações, que seja economicamente viável e socialmente justo.

Página 6


CIVISMO: significa ter um compromisso ideológico com a construção do futuro do nosso país, significa promover o respeito às instituições, aos símbolos da nação e às leis e regras de convívio social, bem como o sentimento de compromisso e zelo com o patrimônio coletivo, seja ele material, cultural ou natural.

Página 7


2.

COMO FUNCIONA O INSTITUTO RUMO NÁUTICO/PROJETO GRAEL?

 QUEM PARTICIPA? Há várias formas de participar e de se relacionar com o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael. Veja a seguir: ASSOCIADOS: O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael é composto por um corpo de associados, que são cidadãos engajados nos seus objetivos e que de alguma forma contribuem para que o Projeto Grael siga avançando. Conforme o Artigo 31o do Estatuto podem ser convidados ou requererem a condição de sócio as “pessoas de reconhecida idoneidade e que aceitem se submeter às regras...” do Estatuto. Cabe ao Conselho Diretor aprovar as propostas de novos associados. Existem as seguintes modalidades de associados: Artigo 31º - Para admissão dos sócios do INSTITUTO RUMO NÁUTICO, observar-seão os seguintes requisitos mínimos, além daqueles estabelecidos em outras normas vigentes no INSTITUTO RUMO NÁUTICO: III-

III-

IV-

Os títulos de Sócios Eméritos e Beneméritos são de caráter honoríficos; Poderão ser congratulados com o título de Sócio Emérito, velejadores que alcancem projeção internacional e ainda aqueles que derem notável contribuição para o iatismo e para o desenvolvimento das atividades do Instituto; Poderão ser congratulados com o título de Sócio Benemérito, aqueles que fizerem contribuição financeira significativa para o INSTITUTO RUMO NÁUTICO, segundo critérios fixados pela Assembléia; Serão concedidos títulos de Sócios Veleiros às crianças e adolescentes que participarem do INSTITUTO RUMO NÁUTICO com aproveitamento satisfatório e desejarem permanecer com contato com o esporte e os objetivos do INSTITUTO RUMO NÁUTICO;

Página 8


V-

Poderão ser admitidos como Sócios Contribuintes aqueles que estiverem dispostos a contribuir para o desenvolvimento do INSTITUTO RUMO NÁUTICO e que tiverem aprovadas pelo Conselho Diretor suas propostas de admissão.

DIRETORES: o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael conta com uma diretoria composta por presidente, vice-presidente e nove membros do Conselho Diretor. Todos estes cargos são exercidos por associados do Instituto, eleitos em Assembleia Geral Ordinária e, por força do Estatuto, são cargos não remunerados. Por decisão da Assembleia de Fundação do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, realizada em 2000, os sócios-fundadores Torben Grael e Lars Grael possuem assento permanente no Conselho Diretor. Todos os demais são eleitos. EQUIPE TÉCNICA PROFISSIONAL: o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael possui uma equipe permanente e multidisciplinar de profissionais, contratados na forma da legislação trabalhista (CLT) para prestar serviços especializados e indispensáveis ao alcance de sua missão e seus objetivos. Dentre estes profissionais, contamos com cerca de 50 colaboradores (nas sedes de Niterói e Três Marias), das seguintes formações: administrador de empresas, cientista social, assistente social, professor de educação física, engenheiro florestal, oceanógrafo, geógrafo, pedagogo, advogado, bibliotecária, instrutores de vela, instrutores dos cursos profissionalizantes, participantes dos projetos ambientais e funcionários de apoio. Muitos dos profissionais que hoje integram a equipe do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael são oriundos dos seus próprios programas educacionais. ALUNOS - PARTICIPANTES DOS PROGRAMAS EDUCATIVOS MANTIDOS PELO PROJETO GRAEL: são estudantes da rede pública de educação que atendem às exigências do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael e são matriculados para participar das suas atividades curriculares. VOLUNTÁRIOS: o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael mantém um programa permanente de voluntariado, aberto a interessados no Brasil e no exterior, como pode ser verificado em http://volunteeringproject.blogspot.com/ Além deste Programa, que permite a não especialistas no setor participarem, temos um banco de dados com

Página 9


currículos de candidatos a voluntários, que é consultado quando necessitamos de alguma colaboração eventual.

 GOVERNANÇA A estrutura administrativa foi estabelecida pelo Estatuto do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, mas a composição e o detalhamento operacional das coordenações a assessorias são aprovados pelo Conselho Diretor, de acordo com as necessidades da instituição. Os cargos de direção (presidente, vice-presidente, membros do Conselho Diretor e os membros do Conselho Fiscal) são eleitos pela Assembleia Geral Ordinária, que se reúne anualmente. Estes cargos são compostos por associados com direito a voto, possuem mandatos de dois anos e não recebem qualquer remuneração. Apenas no âmbito da Gerência Executiva (gerente executivo, gerência executiva adjunta, coordenadores, assessores, instrutores e outros profissionais contratados), os profissionais são remunerados. No caso dos membros do Conselho Diretor, a renovação é feita parcialmente, sendo que em um ano elegem-se três conselheiros (na ocasião da eleição também do Presidente e Vice-Presidente e Conselho Fiscal). No ano seguinte são renovadas quatro cadeiras. O organograma atual é o apresentado abaixo:

Página 10


CONSELHO FISCAL (F): Ronaldo Mesquita, Ronald Hees e Francisco A. Silva

Diretoria

Presidente (P) Axel Schmidt Grael

Vice-Presidente Guilherme Vinhas

CONSELHO CONSULTIVO (C)

Conselho Diretor (D)

CONSELHEIROS: Torben Grael, Lars Grael, Marcelo Ferreira, Clínio Freitas, Dora Negreiros, Cintia Knoth, Colin Corfe Gomm Jonatas Gonçalves, Marcelo Land

Gerência Executiva

Suporte EUA

Gerente Executivo (GE)

Debora Fajer-Smith

Christa Vogel Grael

Contabilidade Consiste

Ger. Execut. Adjunto (GA)

Cooperativa

Joanna Alves Dutra

(Coopeli)

Assessorias

Asjur

Ascom

Assup

Asfin

Asdes

Asped

Asope

Astec

Vinhas & Redenschi

Velassessoria

Márcia Dias

Ana Cristina

Odenílson

Luciene Priscila

Fred Hoff

Cosme

Coordenações

Unidades Descentralizadas (CUD)

Esportes Náuticos (CEN)

Profissionalizante e Meio Ambiente (CPA)

Archimedes Delgado

Fernanda Hoffmann

Valéria Braga

 QUEM SUSTENTA? DE ONDE VEM O DINHEIRO? O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael recebe recursos de patrocinadores privados (empresas), doações individuais e repasses públicos. Os patrocinadores privados repassam recursos através dos sistemas de incentivos fiscais ou por doação. Os recursos públicos chegam através de convênios. O único parceiro público é a Prefeitura Municipal de Niterói, primeiro apoiador do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael e que está desde a sua inauguração. Atualmente, os repasses da Prefeitura representam apenas cerca de 15% do orçamento anual do Instituto. Os principais patrocinadores do exercício fiscal de 2012-2013 são: SHELL, VOLVO, VOTORANTIM, CCR, INSTITUTO OI FUTURO, KLABIN, PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI, BG BRASIL, ÁGUAS DE NITERÓI. Os gráficos abaixo exemplificam a evolução dos orçamentos anuais e das fontes de recursos do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael ao longo dos últimos anos:

Página 11


Evolução dos valores captados

Total 2.500.000,00 2.000.000,00

1.500.000,00 Total

1.000.000,00 500.000,00 0,00 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011

Evolução dos valores por fonte 1.600.000,00

1.400.000,00

Convenios Empresas Privadas

1.200.000,00

Repasses governamentais

1.000.000,00 800.000,00

Doações Pessoas Juridicas

600.000,00 Doações Pessoas Fisicas

400.000,00 200.000,00

Total

0,00 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009

Página 12


3.

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL

A transparência institucional – seja nos seus processos de governança ou na gestão financeira e patrimonial - é uma prioridade do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, como uma forma de garantir a credibilidade de sua ação para o seu corpo de associados, para a sociedade em geral e para os seus parceiros. Vários são os instrumentos de controle interno e externo que garantem a lisura da gestão do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael.  CONTROLE INTERNO: Para o controle interno de sua gestão, o Instituto conta com: CONSELHO FISCAL: é um dos órgãos de previsão estatutária, cujos membros são eleitos pelos associados do Instituto em Assembleia Geral Ordinária. Segundo o Estatuto, a atribuição do Conselho Fiscal é: Artigo 17º - São atribuições do Conselho Fiscal: IIIIII-

Efetuar, anualmente, a tomada de contas do INSTITUTO RUMO NÁUTICO; Acompanhar a execução orçamentária e notificar imediatamente ao Conselho Diretor sobre as eventuais irregularidades identificadas. Emitir parecer sobre o Balanço Anual do INSTITUTO RUMO NÁUTICO e submetê-lo à aprovação da Assembléia Geral Ordinária.

O Exercício Fiscal do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael encerra-se em abril e as suas contas, uma vez aprovadas, são publicadas de forma resumida para conhecimento público no site do Instituto. Ver em http://www.projetograel.org.br/Anobase2010.pdf RECURSOS GERENCIAIS: o Instituto conta com sistemas informatizados que garantem a eficiência da administração e permitem que sejam gerados dados gerenciais com facilidade.

Página 13


Dentre estes sistemas está o PRESTO, sistema de acompanhamento financeiro que controla receitas e gastos. Estas informações sistematizadas são disponibilizadas para a contabilidade, exercida pela empresa Consiste. O outro sistema é o SAGRES, adaptado pela própria equipe do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, para atender às suas necessidades de gerenciamento e acompanhamento acadêmico dos seus alunos. O sistema permite que se produzam informações estatísticas sobre o perfil socioeconômico dos alunos, a sua freqüência e aproveitamento nas aulas e gera alertas sobre evasão e outras preocupações da equipe. O sistema ainda auxilia a gestão do acervo da biblioteca, assim como, do almoxarifado.

 CONTROLE EXTERNO: diversos são as instâncias e os órgãos públicos para os quais o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael presta contas e está sujeito a controle e fiscalização. Como exemplo, citamos: EMPRESAS E INSTITUIÇÕES PARCEIRAS: o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael presta contas periódicas para cada uma das suas instituições parceiras que lhe repassam recursos. É o caso dos patrocinadores. De acordo com o que rege cada contrato, são emitidos relatórios parciais e finais. ÓRGÃOS FEDERAIS: como o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael recebe repasses da Lei de Incentivo ao Esporte, com recursos geridos pelo MINISTÉRIO DOS ESPORTES, submete-se a rigorosos procedimentos legais para permitir os repasses e para a obtenção posterior das prestações de contas. Portanto, o Instituto está sujeito às regras e à fiscalização do Ministério do Esporte, assim como ao TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO e tantos outros órgão de controle e acompanhamento dos gastos públicos federais. Por outro lado, por ser reconhecida como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael obriga-se a prestar informações anuais ao MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, podendo ser objeto de diligências daquele órgão a qualquer momento. ÓRGÃOS ESTADUAIS: considerando que uma pequena parte de seu orçamento anual é proveniente de repasses da Prefeitura Municipal de Niterói e considerando que a

Página 14


administração municipal é fiscalizada pelo TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, o convênio assinado entre o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael e a Prefeitura frequentemente recebe diligências daquele colegiado. Quando capta recursos através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte (incentivos de ICMS) o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro também se impõe no controle da gestão destes recursos públicos. ÓRGÃOS MUNICIPAIS: como recebe recursos repassados mediante convênio com a administração pública municipal, o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael tem a obrigação de atender aos procedimentos da Prefeitura Municipal de Niterói, incluindo o acompanhamento da Secretaria Municipal de Esportes e toda estrutura de aprovação e acompanhamento dos gastos públicos daquela instância de poder, como a área de Fazenda, Controladoria, Procuradoria, etc.

Página 15


4.

COMPROMISSO COM A QUALIDADE E A INOVAÇÃO

O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael promove um processo sistemático e permanente de aperfeiçoamento metodológico, fortalecimento institucional e qualificação continuada da equipe.  INOVAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO METODOLÓGICO Em virtude do pioneirismo e do ineditismo da proposta do Projeto Grael em desenvolver um programa educativo, profissionalizante e de inclusão social construído em torno dos esportes náuticos, a equipe do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael se viu obrigada a um trabalho de concepção, experimentação, ampliação do escopo, sistematização e aperfeiçoamento metodológico. Para a construção do marco metodológico que rege as suas ações a sua equipe multidisciplinar buscou embasamento teórico, somando-o ao reconhecido expertise na prática dos esportes náuticos e adaptou a experiência de outras organizações do terceiro setor. Chegou-se então ao modelo atual que sustenta a ação do Projeto Grael sobre três eixos norteadores: esporte náutico, capacitação profissionalizante e educação complementar. Este último pilar inclui atividades em meio ambiente, meteorologia, oceanografia, história, informática, estímulo à leitura, bem como ações de desenvolvimento pessoal, cidadania e civismo. Este processo de criação e inovação continuada tem permitido o máximo aproveitamento do potencial educacional dos esportes náuticos, o seu ajuste para atender às necessidades do público do Projeto Grael e a multiplicação da sua experiência para outras partes do país.  PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael é uma organização com uma estrutura e atuação profissional, com capacidade de gestão e de avaliar os seus resultados. Isso deve-se a um processo permanente de planejamento.

Página 16


Um passo decisivo para o alcance deste estágio de organização institucional foi o desenvolvimento do Planejamento Estratégico, para o qual o Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael contou com o apoio do programa PDG, do Instituto Hartmann Regueira (WWW.institutohr.org.br).  CAPACITAÇÃO CONTINUADA DA EQUIPE O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael mantém uma programação de treinamento e capacitação de toda a equipe coordenada internamente pela Assessoria Pedagógica. São também convidados especialistas externos para atender necessidades especiais da equipe. O Instituto tem também estimulado seus quadros a avançar em sua formação profissional (formação universitária, etc.) e apoiado a participação de seus profissionais em treinamentos e eventos externos que promovam o crescimento profissional individual e coletivo da equipe.

Página 17


5.

IMPACTOS E RESULTADOS

Hoje, o Instituto Rumo Náutico-Projeto Grael é reconhecido como uma referência nacional e internacional no desenvolvimento de programas de náutica educativa e social. A sua experiência tem sido um modelo para várias outras iniciativas públicas e privadas.  INSPIRAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS Sua experiência influenciou e inspirou a criação de políticas públicas. Em 1999, um dos fundadores do Projeto Grael, Lars Grael, assumiu cargos de direção no governo federal e criou no âmbito do Ministério do Esporte o Projeto Navegar, inspirado na metodologia e na experiência do Projeto Grael. Posteriormente, como secretário da Juventude, Esporte e Lazer do Governo do Estado de São Paulo (2003-2006), Lars Grael criou o projeto Navega São Paulo, e estimulou ações semelhantes em outros estados, como o Pará. Ao todo, são cerca de 80 unidades em todo o país criadas por iniciativa pública e inspirados originalmente no Projeto Grael.

 INSPIRAÇÃO DE INICIATIVAS INDEPENDENTES O Projeto Grael recebe com freqüência representantes de organizações interessadas em desenvolver iniciativas de náutica educativa, partilha a sua experiência e oferece capacitação. É o que ocorreu com mais intensidade em 1998, quando o Instituto firmou convênio com o British Council, que repassou recursos do UK Sports para a capacitação como Monitores de Vela para cerca de 30 professores de educação física e lideranças comunitárias dos estados do Ceará, Pernambuco e Alagoas.

 REDE DE UNIDADES DO PROJETO GRAEL O próprio Projeto Grael, que já teve unidades em Vitória-ES e Maricá-RJ, mantém uma unidade em Três Marias – MG, em parceria com a empresa CEMIG e com a prefeitura local. A unidade é conhecida como projeto Versol. Além desta, o Projeto Grael estuda a criação de novas unidades em GO, BA, RJ, RS, SC, PI, DF e CE.

Página 18


 CRIAÇÃO DE UMA REDE NÁUTICA EDUCATIVA É parte do sonho do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael integrar a sua rede de unidades com as demais iniciativas de vela social criadas no Brasil, formando uma REDE NÁUTICA EDUCATIVA, de forma a fortalecê-las institucionalmente, partilhar experiências e expandir este conceito pelo país.

Página 19


6.

PRÊMIOS E OUTROS RECONHECIMENTOS

Ao longo da existência do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael, a importância e a qualidade de seu trabalho tem sido reconhecidas através das seguintes homenagens.  PRÊMIO ITAÚ-UNICEF 2003 (entre os 20 finalistas: mais de 1.700 inscritos)  Vencedor do PRÊMIO REVISTA NÁUTICA 2003  Vencedor do PRÊMIO “BEST SAILING PROGRAM 2005”, concedido durante o ISSInternational Sailing Summit, Amsterdam, Holanda.  Convidado pela ISAF – International Sailing Federation para apresentar o PROJETO GRAEL na Conferência Anual da organização, em Cingapura, 2005.  CRIANÇA ESPERANÇA (Rede Globo/UNESCO). Projeto selecionado 2006, 2007.  PRÊMIO EMPREENDEDOR SOCIAL, 2010. O presidente do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael foi um dos 6 finalistas.  PRÊMIO FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL DE TECNOLOGIAS SOCIAIS, 2011. O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael foi uma das tecnologias sociais selecionadas e certificadas pela Fundação Banco do Brasil.

Página 20


7.

CONCLUSÃO

O Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael é uma organização com um sistema de governança, planejamento e com capacidade de gestão eficientes e confiáveis, podendo garantir a transparência necessária para o acompanhamento de seus parceiros e do público em geral, de seus critérios e resultados. A organização tem capacidade administrativa para manter-se sempre em dia com as suas obrigações legais e formais para com os seus patrocinadores e parceiros públicos, não tendo qualquer pendência com estas instituições.

Niterói, fevereiro de 2012.

Axel Schmidt Grael Presidente Instituto Rumo Náutico-Projeto Grael

Página 21


ANEXO 1- Balizamento filosófico-institucional do Instituto Rumo Náutico/Projeto Grael.

O O qquuee ssoom mooss

O O qquuee nnããoo ssoom mooss

A INSTITUIÇÃO: O Instituto Rumo Náutico, organização mantenedora do Projeto Grael, é uma associação civil, de direito privado, de fins não econômicos, regida por um Estatuto próprio e demais instrumentos legais aplicáveis. As diretrizes estratégicas são estabelecidas pelo seu Conselho Diretor e são implementadas pela Gerência Executiva e sua equipe. IDENTIDADE: Somos um projeto social que tem como base a inclusão social através do esporte VALORES: Somos orientados por valores éticos baseados no respeito à igualdade entre os indivíduos, nos interesses coletivos, nos preceitos legais, no civismo e na prática democrática. AÇÃO: Oferecemos um programa de motivação para o aprendizado a partir dos esportes náuticos, formamos bons velejadores, capacitamos profissionalmente para o mercado náutico, promovemos a educação ambiental e a cultura da maritimidade. NOSSO PÚBLICO: O Projeto Grael dedica-se exclusivamente a atender estudantes da rede pública de ensino. Os jovens que participam do Projeto Grael não são melhores ou piores que outros; são jovens a procura de oportunidades e é nossa missão ajudá-los a alcançar um futuro melhor. É nossa prioridade atuar de forma que nossos jovens sejam integrados à comunidade esportiva e profissional, sem que sejam discriminados de

Não somos um iate clube, não somos uma empresa privada, não objetivamos o lucro, não temos vinculação partidária, não temos vínculo com credo religioso

Não somos um Iate Clube

Não admitimos discriminação racial, religiosa, de orientação ideológica e de opção sexual.

Não somos apenas uma escolinha de vela. Nossa ênfase não é só na competição e, portanto, essa não é a nossa única prioridade.

Não somos discriminatórios com relação a quaisquer grupos sociais. A escolha por trabalhar com estudantes da rede pública de educação é uma opção metodológica.

Página 22


qualquer forma. NOSSA EQUIPE: Apesar de termos uma importante contribuição de voluntários, o Projeto Grael é um espaço de ação profissional. Somos profissionais de formações variadas, decidimos prioritariamente de forma colegiada, atuamos por motivação profissional, mas, sobretudo por engajamento e militância social. COMPROMISSO: Fazemos do nosso trabalho um compromisso cidadão, cívico e profissional. Assumimos o compromisso de oferecer o melhor programa aos nossos alunos, de aprimorar continuadamente a nossa metodologia, bem como a nossa própria capacitação profissional. RESPONSABILIDADE: Entendemos que estamos inseridos dentro do contexto de políticas públicas, de redes de organizações do movimento social, esportivo e ambientalista, e assumimos a responsabilidade de manter uma postura solidária, coletivamente construtiva e de intercâmbio com organizações congêneres.

Não somos colaboradores eventuais, mas uma equipe com responsabilidades profissionais definidas, mesmo que estabelecidos tempo (horas) de dedicação diferenciada.

Não somos acomodados e não nos satisfazemos com o que já conquistamos. Temos o compromisso com o contínuo aprimoramento.

Não somos desconectados do contexto da comunidade onde estamos inseridos.

Página 23


O que é o Instituto Rumo Náutico-Projeto Grael?