Issuu on Google+

Fases do processo

Equipa de Auto-avaliação

Agrupamento de JI e Escolas Professor Galopim de Carvalho

Processo de A u t o av a l i a ç ão

Calendarização

A tarefa de avaliar onde estamos e para onde queremos ir é de todos. Participantes

Participe! Contactos

Comunidade educativa

EB23 Professor Galopim de Carvalho Largo da Boa Esperança, 4 2745– 378 Queluz tel. 214342010 Email: dirgalopim@gmail.com

Candidatura


Objetivos da autoavaliação

Reunir as evidências e analisar os processos e resultados do desempenho do Agrupamento para definir um plano de melhoria numa perspetiva de melhoria continua. Apresentar a candidatura do Agrupamento à certificação de qualidade - Co mmitted to Excellence da EFQM

Modelo A autoavaliação vai ser feita usando o Modelo CAF – Estrutura Comum de Avaliação (Common Assessment Framework) por se tratar de uma ferramenta especificamente criada para a gestão da qualidade nas organizações públicas da União Europeia, através da autoavaliação e por ter sido já a metodologia usada no Agrupamento.

Certificação de Qualidade Findo o processo de autoavaliação e delineado o Plano de Melhorias, o Agrupamento vai apresentar à APQ (Associação Portuguesa da Qualidade) a sua candidatura ao primeiro patamar de excelência da EFQM — Committed to Excellence.

Estrutura do Modelo CAF O Modelo estrutura-se em 9 critérios essenciais de autoavaliação, que se subdividem em 28 subcritérios. Para cada subcritério são testados vários indicadores separadamente e pontuados segundo um sistema próprio de pontuação obtendo-se o valor do desempenho da organização em cada um dos critérios.

Para isso é necessário avaliar, tal como previsto no artigo 5.º do Decreto-lei 31 de 2002, de 20 de Dezembro:

European Foundation for Quality Management É uma fundação que visa apoiar as organizações no seu caminho para a Excelência Sustentada, certificando-as pelo desenvolvimento de uma cultura de excelência, boas práticas, inovação e melhoria de resultados.

O grau de concretização do projeto educativo; O nível de execução de atividades; O desempenho dos órgãos de administração e gestão do agrupamento;

Fontes de informação

O sucesso escolar

O desenvolvimento das aprendizagens escolares dos alunos; A existência de uma cultura de colaboração entre os membros da comunidade educativa.

Análise documental (Projeto Educativo, Projeto Curricular, Plano Anual de atividades, Atas, Relatórios, Projetos…) Questionários (aos alunos, docentes, pessoal não docente, encarregados de educação)

Entrevistas (órgãos de gestão, elementos da comunidade educativa e do meio envolvente)

Associação Portuguesa da qualidade É a parceira da EFQM em Portugal e a responsável pela gestão do esquema de reconhecimento Níveis de Excelência.


Galopim - apresentação da auto avaliação e certificação