Page 1

Ana Vidigal


Ana Vidigal S贸nia Baptista

Biblioteca da FCT-NOVA


[2006] - 2016 10 anos da nova Biblioteca da FCT-Nova. AVESSO é parte desta comemoração! A Biblioteca desafiou Ana Vidigal. AVESSO desafia-nos. AVESSO fará parte da nossa memória coletiva.

José J. G. Moura / Diretor Biblioteca Fernando Santana / Director FCT-Nova


Virar costas não O avesso é adverso, esquecido, desamado. O avesso é avesso ao vidro, fininho, esfumado. Sonho familiar da transparência que nunca alcança, relação casta, relação mansa. É o lombo que geme na humidade, humildade. É o lombo, são os costados. É a árvore genealógica do lado a norte, a musgar com a humildade, humidade. É o lado certo dos desajustados, arrevesados. O avesso de um sentimento deixa tudo ás vessas como o fundo das travessas. (Rapou-se o leite-creme dos namorados). O avesso das coisas é a costa das coisas, Entre a terra e o mar a emparedar. É virar a família do avesso, Guarda-costas, amparo para as anquinhas. É o fecho éclair e os botõezinhos forrados. É a nódoa do éclair nos fundilhos afazendados (Estás avessada, hostil, encanitada. Vê-se logo pelo laço amachucado por cima do rabo, Sinal de muito contra-a-parede, de amuo e esboroar o estuque com o tacão. Avessada como quem deu estalo com as costas da mão. E o castigo é, para o jantar, lamber o lombo do perfumado sabão). Sónia Baptista


TEMPOS SIMPLES Indicativo Presente Eu avesso (vivo do avesso, sempre pensei ser esta a maneira mais direita de o fazer) Ana Vidigal


CURRICULUM VITAE (abreviado) Ana Vidigal nasceu em Lisboa em 1960 onde vive e trabalha. Licenciou-se em Pintura pela ESBAL em 1984. Em 1999 ganha o Prémio Maluda e em 2003 o Prémio Amadeo de Souza Cardozo. Em 2010 o Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian organiza, com curadoria de Isabel Carlos, a sua primeira exposição antológica intitulada: Menina Limpa Menina Suja. Expõe regularmente desde 1981, sendo as individuais mais recentes: 2015 - Época, Galeria Espacio Mínimo, Madrid, Espanha; Vieuxchêne, O Armário, Lisboa; Guarda (-me) Teatro Municipal da Guarda, Guarda; Amuse – Bouche, Galeria Diferença, Lisboa. 2014 – Jugular, Instituto Camões Luanda, Angola; Oú va t’on?, Sala do Veado, Museu Nacional de História Natural e Ciência, Lisboa; Somos insuportáveis, Ambas insuportáveis, Museu Nogueira da Silva, Braga; Em primeiro lugar o Fim (rigorosamente pessoal). Baginski Galeria Projetos, Lisboa 2013 - JUÁ (de vivre) Fundação Júlio Resende, Porto. 2012 - Casa dos Segredos, Centenário do Instituto Superior Técnico, IST, Lisboa. 2011 - Estilo Queen Anne, Baginski Galeria/Projetos, Lisboa e The brain is deeper than the sea, Museu do Chiado, Lisboa. A sua obra encontra-se presente em diversas coleções públicas e privadas.


BIBLIOTECA FCT/UNL José Moura, coordenação (director) Ana Roxo, coordenação Luisa Jacinto, colaboração Isabel Pereira, colaboração Rui Olavo, design

AVESSO #1 2016 Conjunto de molduras de dimensões variáveis 329 X 144 cm AVESSO #2 2016 Moldura (estrutura de madeira e impressão digital) 298 X 440 X 32 cm AVESSO #3 2016 Moldura espelhada 24 X 30 cm (texto de Ferreira Gullar) AVESSO #4 2016 2 Molduras (texto de Saint-John Perse) 48 X 27 cm

IMPRESSÃO E COLOCAÇÃO DE VINIL Brandsmartinho MONTAGEM DE ESTRUTURA J.C. Sampaio, Lda TEXTOS José Moura Joana Baptista Ana Vidigal Miguel Mesquita (Folha de Sala) DESENHO DE ESTRUTURA Egas José Vieira FOTOGRAFIAS João Silveira Ramos (Avesso #2 ) José Moura (montagem Avesso #2) Ana Vidigal (restantes) IMPRESSÃO DO CATALOGO Brandsmartinho Ana Vidigal agradece ao Professor José Moura e sua equipa , a Nuno Nunes-Ferreira, Egas José Vieira, José António Aires Pereira, Sónia Baptista e Irene Pimentel. Horário 28 de Abril a 20 de Julho de 2016 2ª a 6ª das 9:00h às 20:00h


AVESSO | Ana Vidigal @BIblioteca FCT/UNL  

AVESSO Solo Show by Ana Vidigal @FCT/UNL AVESSO Exposição Ana Vidigal@FCT/UNL

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you