TCC arqurbuvv A permeabilidade espacial e o uso multifuncional como promotores da qualidade de vida

Page 1



A PERMEABILIDADE ESPACIAL E O USO MULTIFUNCIONAL COMO PROMOTORES DA QUALIDADE DE VIDA URBANA: ENSAIO PROJETUAL NO MUNICÍPIO DA SERRA.



A PERMEABILIDADE ESPACIAL E O USO MULTIFUNCIONAL COMO PROMOTORES DA QUALIDADE DE VIDA URBANA: ENSAIO PROJETUAL NO MUNICÍPIO DA SERRA.



A PERMEABILIDADE ESPACIAL E O USO MULTIFUNCIONAL COMO PROMOTORES DA QUALIDADE DE VIDA URBANA: ENSAIO PROJETUAL NO MUNICÍPIO DA SERRA.



A

AG RADE CI M E N TO







R

RESUMO


A

ABSTRACT


L

L I S TA D E F I G U R A S













L

L I S TA D E TA B E L A S


S

SUMÁRIO



I N TRODU ÇÃO



C

CON TEXTUALI ZAÇÃO


O

OB J E TI VOS

M

M ÉTODO


E

ESTRUTURA


DENSIDADE URBANA

2.1 BAIXA DENSIDADE X ALTA DENSIDADE 2.2 CIDADE COMPACTA: ARGUMENTO A FAVOR DA ALTA DENSIDADE 2.3 ÁREAS CENTRAIS X DENSIDADE




B

2 .1 B A I XA D E N S I DA D E X A LTA D E N S I D A D E





C

2 . 2 C ARGUMENTO I D A D EA FAVOR C ODAMALTAP ADENSIDADE C TA



A

2.3 ÁREAS CENTRAIS X DENSIDADE


URBANIDADE

3.1 DENSIDADE E USO MISTO: COMPACIDADE E DIVERSIDADE 3.2 QUALIDADE DOS ESPAÇOS PÚBLICOS 3.3 PERMEABILIDADE ESPACIAL 3.4 FORMA URBANA

3.4.1 Tipologias



D

3 .1 D E N S I DA D E E U S O M I S T O COMPACIDADE E DIVERSIDADE




Q

3.2 QUALIDADE DO E SPAÇO PÚ B LI CO






P

3.3 PERMEABILIDADE E SPACI AL



F

3.4 FORMA URBANA







A A R Q U I T E T U R A M U LT I F U N C I O N A L E A QUALIDADE URBANA 4.1 BREVE HISTÓRICO 4.2 CARACTERIZAÇÃO HÍBRIDA 4.3 O HÍBRIDO E A SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA 4.4 REFERÊNCIAS PROJETUAIS

4.4.1 Complexo Multiuso Brascan Century Plaza , São Paulo, 2003 4.4.2 Bloco Codan Shinonome, Tóquio, 2003




B

4.1 B R E VE H I S TÓ R I C O



C

4. 2 CARACTERI ZAÇÃO H ÍB R I D A





O

4 . 3 O H ÍB R I D O E A SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA



R

4. 4 REFERÊN CI AS PROJETUAIS

4.4.1 Complexo Multiuso Brascan Century Plaza, São Paulo, 2003.

4.4.1.1 Implantação e relação com o entorno





4.4.1.2 Programa x Usos



4.4.1.3 Morfologia



4.4.1.4 Materialidade


4.4.2 Bloco Codan Shinonome, T贸quio, 2003.


4.4.2.1 Implantação e relação com o entorno




4.4.2.2 Programa x Usos




4.4.2.3 Morfologia


4.4.2.4 Materialidade



P R O P O S TA U R B A N A E ARQU I TETÔN I CA 5.1 CONTEXTUALIZAÇÃO MUNICIPAL 5.2 CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA DE INTERVENÇÃO

5.2.1 Malha Urbana e Usos do Solo 5.2.2 Gabarito e Densidade 5.2.3 Mobilidade e Acessibilidade 5.2.4 Aspectos Legais

5.3 PROPOSTA

5.3.1 Partido e Conceito 5.3.2 Implantação 5.3.3 Morfologia 5.3.4 Programa e Usos 5.3.5 Fluxos e Percursos 5.3.6 Espacialidade e Ambiência 5.3.7 Materialidade



C

5 .1 C O N TE XTU A L I Z AÇ ÃO M U N I CI PAL





C

5.2

CARACTERI ZAÇÃO DA ÁREA DE I N TERVEN ÇÃO



5.2.1 Malha urbana e usos do solo 5.2.1.1 Tipologia da malha e parcelamento do solo




5.2.1.2 Usos do solo



5.2.2 Gabarito e Densidade



5.2.3 Mobilidade e Acessibilidade



5.2.4 Aspectos Legais




P

5.3

5.3.1 Partido e Conceito

P R O P O S TA


5.3.2 Implantação









CORTE TRANSVERSAL

CORTE LONGITUDINAL


5.3.3 Morfologia




5.3.4 Programa e Usos

















5.3.4.1 Bloco 2 - Torre Comercial










5.3.4.2 Bloco 5 - Torre habitacional




5.3.5 Fluxos e percursos



5.3.6 Espacialidade e ambiĂŞncia



5.3.7 Materialidade


CON SI DERAÇÕES FINAIS




REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS






AN E XO S


ANEXO 1 - MEMORIAL DE CÁLCULOS DE CIRCULAÇÕES VERTICAIS



ANEXO 2 - MEMORIAL DE CÁLCULO DE VAGAS PARA ESTACIONAMENTO