Page 1

Seminário Aquicultura em Águas Públicas - AMUSUH Passo Fundo / RS 20-05-2016


Descrição do Caso “O monitoramento do rendimento e socioeconomia da pesca no reservatório de ITAIPU BINACIONAL é desenvolvido pela empresa desde 1987. Os dados retratam que para 94% dos pescadores a renda mensal é inferior a 2 salários”.

Oportunidade: Aumento do consumo de pescado no Brasil, a estabilização da produtividade da pesca extrativista e a necessidade na geração de renda para “segmento vulnerável”, atrelado a política pública de aproveitamento dos reservatórios para aquicultura implantada pelo governo federal em 2003, originou a iniciativa voltada ao fomento da produção em tanques-rede no reservatório de ITAIPU.


Objetivo


Metodologia de implantação 1.  2.  3.  4. 

Fase Ambiental Fase Público alvo / Divulgação Fase Capacitação e Fomento Fase Desenvolvimento


Fase 1- AMBIENTAL Licenciamento ambiental: •  Ordenamento (zoneamento); •  Estimativa da capacidade de suporte; Produtos: 3 parques aquícolas: São Francisco Verdadeiro, São Francisco Falso e Ocoi.

Consolidação das informações para cálculos de avaliação de capacidade suporte

Georeferenciamento e mapeamento dos usos múltiplos existentes e áreas propícias para utilização de tanques-rede

Mapeamento das cotas de operação reservatório (cotas 210-215metros)

Definição de critérios para corte e seleção das áreas aptas

Levantamento de informações Hidrológicas

Levantamento de informações Limnológicas

Produção de cartas pela sobreposição dos layers para exclusão e confirmação de áreas


• 

Implantação de 3 Parques Aquícolas com capacidade de suporte para produção de 7.000 toneladas/ciclo de pacu

PRODUÇÃO TOTAL OUTORGADA 4.666 t Produção de cartas pela sobreposição dos layers para exclusão e confirmação de áreas Reunião técnica para definição de critérios para corte e seleção das áreas propícias


Mapeamento dos parques aquĂ­colas


Fase 2 – PÚBLICO ALVO / DIVULGAÇÃO Identificar e caracterizar público alvo e forma de organização: •  600 pescadores organizados em 8 Colônias e 2 Associações de Pescadores Profissionais Artesanais; •  135 famílias Índios da Comunidade Indígena Avá Guarani do Ocoy .

Palestras e reuniões sobre o programa e sistema de criação


Fase 3 – CAPACITAÇÃO E FOMENTO ● Desenvolvimento de convênio com instituições de ensino pesquisa e extensão – UNIOESTE e Inst. AGUA VIVA para realização de cursos e dia de campo ● Desenvolvimento de manuais técnicos - Manual para criação do pacu (Piaractus mesopotamicus), Manual Boas Práticas; ● Fornecimento de insumos para primeira produção.


Fase 4 – DESENVOLVIMENTO Tanques

Instalação

Alevinage m

Peixamento

Manejo

Alimentação

Comercialização

Cadeia Produtiva PACU em tanque-rede No reservatório de Itaipu

Biometria

PROCESSAMENTO CMS, Defumado e Cortes

Abate

Despesca


Resultados e Continuidade Cultivo de peixes em tanques-rede na aldeia indígena TEKOHA OCOY - 40 tanques-rede em produção; - Produção de aproximadamente 14 ton/ano; - Produção utilizada para alimentação da comunidade e prática de escambo.


Resultados e Continuidade -  63 Títulos licenciados de cessão de uso das áreas propicias para pescadores; - A produção de 70 toneladas de pacu /ano, receita liquida por tanques-rede R $750,00; - 153 tanques-rede instalados em parceria com a UNIOESTE – desenvolvimento tecnologico; - Produção de 2.000 cartilhas de boas práticas da aquicultura e 1.500 manuais orientativos para criação de Pacu;

-


Resultados e Continuidade

- Mapeamento (com usos já confrontados) para zoneamento de areas aquicolas dos demais braços do reservatório. - Produção estimada de 15.291 t -


Resultados e Continuidade - 10

cursos de extensão e 1 capacitação certificada (IFPR) ;

- Realização de feiras e almoços coletivo para divulgacao do Pacu; - Obtenção de certificação sanitária municipal para o peixe produzido em tanques-rede; - Criação da logomarca compartilhada “Peixe do Lago – Produzido em Tanques-rede”


Resultados e Continuidade - Desenvolvimento do corte especificos para o Pacu (eliminação de espinho) , agregação de valor e disponibilização de uma maquina de CMS (uso integrado);


Resultados e Continuidade


Desafios -  Continuidade de convenios específicos com IFPR e UNIOESTE, para a continuidade do aprimoramento tecnológico e capacitação certificada dos novos pescadores que ingressem no programa; -  Criação de novos parques aquícolas (cinco braços); -  Criação de Cooperativas; -  Articular junto aos Municipios Lindeiros para a inclusão diferenciada do CMS de Pacu produzido em tanques-rede na merenda escolar; -  Assistencia Técnica; -  Atender 5% do mercado de peixe da região em 5 anos (161 ton/ano); -  Tilápia; - 

Faixa de proteção.


Obrigada! ITAIPU BINACIONAL DIRETORIA DE COORDENAÇÃO DIVISÃO DE RESERVATÓRIO C ANZI@ITAIPU.GOV.BR

Tilapias deveriam ser autorizadas no lago da Itaipu Binacional  

A produção de pacu no lago da Itaipu Binacional faz parte de um projeto social que atinge 48 pescadores. Se fosse permitida a produção de ti...

Tilapias deveriam ser autorizadas no lago da Itaipu Binacional  

A produção de pacu no lago da Itaipu Binacional faz parte de um projeto social que atinge 48 pescadores. Se fosse permitida a produção de ti...

Advertisement