Issuu on Google+

História de um namoro Era uma vez um carro vermelho que foi passear para o meio da mata e começou a cantarolar o ritmo do “Malhão”: - Lá, lá, lá, lá… lá, lá, lá… Quando ia para casa, apareceu uma carrinha branca que gostou da voz e do estilo do carro vermelho: - Gosto muito da tua voz e do teu aspeto… - Obrigado, igualmente! Ficaram amigos, conheceram-se melhor e namoraram. No princípio, o carro era muito carinhoso com a carrinha. Um dia, começaram a discutir e o carro bateu à carrinha. A carrinha continuou a confiar no carro, mas o carro batia-lhe cada vez mais. Dias depois o carro disse carinhosamente: - Tenho uma surpresa para ti, no meio da mata… acho que vais gostar! A carrinha, confiante, aceitou o convite do carro e foram para o meio da mata. Quando chegaram ao meio da mata, conversaram carinhosamente. - Qual é a surpresa que tens para mim? – perguntou a carrinha branca ao carro vermelho. Sem responder, o carro matou a carrinha.

Cláudio e Diogo, com todos 18 de abril de 2012


História de um namoro