Issuu on Google+

VA L E

VITRINE

DO

AÇO

z D O M I N G O , 1 0 / J U L H O / 2 0 1 1 z E - m a i l : vitrine@jornalvaledoaco.com.br z Te l e f o n e : ( 3 1 ) 2 1 0 9 . 3 5 5 0

C U L T U R A

&

V A R I E D A D E S

1-A

ESTUDANTE DE IPATINGA vira web hit em uma semana VINÍCIUS FERREIRA

A estudante afirmou que não liga para as críticas. "São pessoas que nem me conhecem. Só não podem é falar que eu fiz o clipe para zoar o Michael Jackson" Vinícius Ferreira Repórter IPATINGA - No dia 24 de junho, uma paulista de 20 anos, estudante de direito, atriz, modelo e moradora de Ipatinga postou um vídeo para prestar uma homenagem aos dois anos da morte do seu ídolo: Michael Jackson. Dançando e cantando a música "Vou para Hollywood", (a melodia é de uma música do Rei do Pop, Hollywood Tonight, mais a letra é da própria estudante) Leidiane Alvarenga Soares, conhecida como Lady Jackson, conseguiu uma repercussão que não imaginava. Após uma semana, seu vídeo foi parar no Kibeloco, um dos sites de humor mais vistos no Brasil. Após a 'vitrine negativa', as visualizações saltaram de duas mil para mais de 100 mil, e crescendo a cada dia. O clipe foi gravado nos dias 18 e 19 de junho por um amigo de Leidiane, que também editou o material. As filmagens foram feitas em locais públicos de Ipatinga, como o Parque Ipanema, o Campo do Itamaraty, no

Em uma tentativa de homenagem ao Rei do Pop, Lady Jackson vai parar em um dos maiores sites de humor do Brasil REPRODUÇÃO

Betânia, e a ciclovia do Bairro Canaã. Ela acha que muita gente não entendeu o que ela quis dizer com o vídeo. "Meu sonho era conhecer o Michael Jackson, sempre fui fã dele. Até escrevi uma carta de um quilometro para entregar para ele, porém, ele morreu. Queria prestar uma nova homenagem de uma forma original. Fiz a música em maio, já pensando no clipe. O problema é que muita gente não entendeu. Estou levando as zoações na brincadeira, só não quero é que pensem que eu zoei o Michael Jackson no clipe, porque não fiz isto. Foi tudo uma homenagem", explicou Lady Jackson. PRIMEIRAS CRÍTICAS Nos dias que se seguiram à postagem do vídeo, Lady Jackson afirma que ouviu brincadeiras e elogios, mas que ambos estavam no mesmo nível, até pessoas que ela não imaginava defenderam a sua ideia. "No começo as zoações estavam meio a meio. Muita gente chegava a mim cantando 'eu vou pra hollywood', e alguns amigos falavam que gostaram do vídeo. Até um professor meu, de Direito Civil, me apoiou. Disse que gostou da iniciativa, que eu tive coragem, chegou até a colocar o vídeo no facebook dele. E quando começaram a criticar o vídeo lá, ele me defendeu. Não esperava isto dele, achei super bacana", confessou a estudante.

O vídeo de Leidiane saltou de dois mil para quase 100.000 acessos em dois dias, porém, o número de pessoas que afirmaram não gostar é muito grande KIBELOCO Lady Jackson ficou sabendo que seu vídeo foi parar no Kibeloco por meio de um amigo. "Ele me ligou rindo, eu não entendi por que. Ai ele explicou, que o Kibeloco tinha postado meu vídeo na categoria 'Vergonha Alheia Records'. Ai eu fui ver, e os acessos começaram a aumentar". Desde a postagem, o número de acesso aumentou muito. "Não esperava este número tão grande de aces-

sos, mas é bacana. As criticas em relação ao vídeo não me ofendem. São de pessoas que nem me conhecem e que eu não dou a mínima. Levo sempre na brincadeira. O problema é confundirem a minha homenagem com uma zoação ao Michael Jackson", afirmou Leidiane. VITRINE NEGATIVA A repercussão de vídeos no Youtube, de forma negativa, já fez

muitos web astros no Brasil e no mundo. Os exemplos mais conhecidos são a cantora piauiense Stefhany, conhecida pelo clipe do Cross Fox (depois ela lançou outro clipe, 'Menino Sexy' também) e a norte-americana Rebecca Black, que teve 55 milhões de acesso no seu clipe 'Friday'. Em ambos os casos, o grande número de acessos se deu devido a criticas contra o vídeo, o que pode ser medido ao

observar os comentários nas redes sociais mais famosas, como o twitter e o facebook. O vídeo de Lady Jackson, postado na página do kibeloco no facebook, tem mais de 60 comentários, a maioria fazendo piada com a estudante de direito. Mas Lady Jackson afirma não se importar. "Eu não me importo, estou me divertindo muito com tudo isto. As críticas não me afetam. E eu acho a Stefhany super talentosa", explicou. CARREIRA ARTÍSTICA OU DIREITO? Lady Jackson não esconde o desejo de seguir com a carreira artística, mas mantém os pés no chão. "Artistas do interior raramente conseguem sucesso. Então escolhi o direito. Meu pai que me incentivou. É algo que me dará estabilidade, segurança" afirmou a estudante que se forma daqui a dois anos e meio. Porém, mesmo com o foco na segurança, ela não deixa de lado o sonho em ser artista. "Eu quero ser destaque sabe, adoraria poder seguir carreira artística. Já participei de peças de teatro, fui destaque em um jornal do estado e em um site da região, e queria poder viver disto. Tenho muitos sonhos, mas com certeza, um dos mais desejados é 'ir para hollywood'", finalizou Lady Jackson.


Estudante de Ipatinga vira web hit na internet