Issuu on Google+

Edição #17 | Distribuição gratuita

PARCERIA DE SUCESSO Michel Davidovich comanda o time

da Coca-Cola que entra em campo para os megaeventos esportivos do país

COMPORTAMENTO: Viagem interior é bom negócio

ESPAÇO FÉRIAS: A multicultural Colômbia

CHEK IN: Um hotel cheio de charme no Rio

AVIAÇÃO

Muita tecnologia e requinte na first class e business


Mas não perca. É só segunda, dia 12 de novembro, em todas Renda revertida para iniciativas de apoio ao cinema nacional. O Projeta Brasil Cinemark tem grande colaboração de todos os produtores e distribuidores que cedem seus filmes para o evento. A atriz Ingrid Guimarães e o fotógrafo Alexandre Salgado cederam seus cachês.


Dia 12 de novembro

vocĂŞ tem um encontro com o cinema nacional.

as salas Cinemark.


Carta ao Leitor

COMEÇA

©2012 Viagens S/A - Foto da capa: Daril Zalis

O JOGO N

estes tempos tão acelerados, os megaeventos esportivos que o país vai sediar começam a entrar cada vez mais na pauta, principalmente dos grandes e tradicionais patrocinadores, como a Coca-Cola, parceira dos Jogos Olímpicos desde 1928. Por isso, nesta edição, o jornalista e colunista Fabio Steinberg entrevista Michel Davidovich, vicepresidente e gerente geral da Coca-Cola Brasil para a Copa de 2014, que fala, na reportagem de capa, sobre alguns planos da multinacional ligados ao esporte. Seu time já entrou em campo e está trabalhando muito!

Publisher Andrea Magalhães Editora Executiva Simone Galib Diagramação e Arte Erick Mateus

Como viagens são a nossa especialidade, a editora executiva Simone Galib mostra as novidades nos serviços da primeira classe e business de algumas das principais companhias aéreas do mundo, que estão investindo muito em requinte e tecnologia a bordo. Hoje é possível até fazer reuniões de trabalho em poltronas giratórias, que durante o dia são estação de trabalho e à noite se transformam em confortáveis camas. Afinal, nossos leitores estão sempre em trânsito e não têm tempo a perder. E já que estamos falando em viajar, o articulista e palestrante Geninho Goes recomenda um roteiro diferenciado e muito exclusivo: uma grande volta ao mundo –só que ao interior. Para meditar!

Colaboradores Bebel Murray, Caroline Melo, Dario Zalis, Emmanuel Bassoleil, Fabio Steinberg, Geninho Goes, Marcelo Oste, Mario Potomati, Sergio Luiz Macera e Toni Sando Administrativo / Financeiro Adriana Magalhães Representante de Publicidade Live Group - contato@livegroup.com.br Impressão e acabamento CTP, Impressão e Acabamento:

Tiragem 35.000 exemplares

Em ritmo de Abav e quase no final do ano, trazemos ainda alguns dos melhores restaurantes do Rio de Janeiro e um hotel, em Santa Teresa, para quem gosta de luxo e conforto na medida certa em um dos bairros mais charmosos da cidade. E para voos mais longos, um roteiro pela multicultural e colorida Colômbia. Aproveitem!

Distribuição gratuita em ações em aeroportos, Taxis Comum do Aeroporto de Congonhas, Feiras e Eventos ( definidos por edição ), mailing direcionado, hotéis, bares e restaurantes. A revista Viagens S/A respeita a liberdade de expressão. As matérias, reportagens e artigos são de responsabilidade exclusiva de seus signatários.

Andrea Magalhães Publisher andrea@viagenssa.com

06

| Edição #17 |

Usar este box para indicar posicionamento do selo.

Contato e Publicidade www.viagenssa.com contato@viagenssa.com Tel.: +55 11 2355.2606 / +55 11 98633.1111 facebook.com/ViagensSABrasil

Área aplicar selo


Seu próximo evento já tem endereço certo. Mas não fixo: ele vai navegar. Grupo Costa,navios sob medida para Incentive & Meeting de absoluto sucesso. Ibero Cruzeiros

Ibero Cruzeiros

a b av 2 4 7 / s p

aNCONa LOpEZ

Costa Cruzeiros

Costa Cruzeiros

Costa Cruzeiros

Um parceiro com expertise internacional na área de Incentive & Meeting, que oferece um produto com qualidade mundial, flexibilidade de negociação e suporte no planejamento operacional e logístico, é o que você encontra no Grupo Costa. Trazendo anualmente ao Brasil, entre Novembro e Abril, transatlânticos das suas principais companhias - Costa Cruzeiros e Ibero Cruzeiros - o Grupo oferece opções de roteiros de 3 noites a 9 noites , ideal para programar sua Festa de Final de Ano, Eventos de Relacionamento e Good Will, Lançamento de Produtos, Viagens de Incentivo e Motivacionais, com turnos de refeições e mesas reservadas para seu grupo, possibilidade de ações de aproximação e networking entre executivos e convidados, utilizando espaços e equipamentos sem custo adicional, além da personalização com logo da empresa no jornal de bordo e no cardápio do jantar. Sem surpresas, você saberá qual será seu investimento antes de embarcar. Garanta desde já os melhores resultados: consulte o Grupo Costa, o endereço certo para eventos de absoluto sucesso.

Muito mais férias a bordo pra você.

iberocruzeiros.com.br

costacruzeiros.com.br 14 navios de última geração, no mundo todo.

SP 11 2123-3655 | RJ 21 2220-0505 Representantes em todo o Brasil

A frota mais latina e acolhedora com mais opções de duração e destinos.


Sumário

10. 10. Aviação

Luxo e conforto a jato

18. Bolsa de viagens Mercado e tendências

22. Capa

Fidelidade máxima

30. Conexão

Foto: Dario Zalis

36.

Destino, gente e afins

34. Cultura 36. Gastronomia

Comer, beber e... trabalhar

40. Comportamento

22.

Uma viagem essencial

Foto: Mario Potomati

44.

44. Espaço Férias

Colômbia: colorida e miscigenada

52. Artigo

Croácia: uma incentivo de destino

54. Curtas 56. Hotéis

Glamour sob medida

58. Tecnologia 60. Bastidores 64. Calendário 66. Impressões

Tudo azul em Curaçao

56. 08

| Edição #17 |

Fotos: Shutterstock | Divulgação

Feiras e eventos


AVIAÇÃO

LUXO E CONFORTO A JATO • por Simone Galib

A primeira classe e a business das aeronaves ganham cada vez mais atendimento premium. Investigamos o que há de novo, hi-tech e sofisticado a bordo de algumas das principais companhias aéreas internacionais 10

| Edição #17 |


Shutterstock


Aviação

A

aviação mudou muito nos últimos tempos, mas o glamour e os serviços sofisticados sempre fizeram parte de sua história e continuam em alta. É certo que atualmente passageiros e empresas buscam melhor custo-benefício e tarifas, mas as companhias aéreas internacionais também investem cada vez mais em suas classes business e first para conquistar especialmente os empresários que viajam a trabalho, precisam de conforto máximo e jet lag mínimo. A tecnologia chega na velocidade do jato, transformando poltronas das aeronaves em camas de até dois metros, à noite, e em uma estação de trabalho, durante o dia, com direito a tomadas para recarregar laptops, ipods, acesso à internet, sms e emails. Algumas cabines do avião são hoje pequenos escritórios que voam e incluem até cadeiras giratórias para reuniões a mais de dez mil metros de altitude. O entretenimento também se sofistica e diversifica, incluindo principalmente a gastronomia – os cardápios são assinados por uma equipe de renomados chefs internacionais e alguns deles permanecem a bordo para oferecer uma culinária gourmet. Sim, há boas novidades no ar, tanto no quesito voos quanto serviços, que se estendem também em terra, como lounges vips super equipados e até transporte em limousine até os aeroportos.

Divulgação

A Emirates, que opera no Brasil desde 2007 com um voo direto de São Paulo-Dubai e estreou este ano outro non stop entre Rio de Janeiro e Dubai, com escala em Buenos Aires, é reconhecida internacionalmente pelos seus serviços de alto padrão. Quem opta por embarcar em seu Boeing 777-300 tem à disposição, na primeira classe, oito suítes privativas com porta

elétrica corrediça, minibar, cesta de snacks, além de toucador, espelho e armário. Ah... tem até uma plaquinha de “do not disturb”. As poltronas, com sistema de massagem embutido, viram belas camas e um monitor de 27 polegadas garante o acesso a mais de 1.400 canais de entretenimento em tela digital, que exibe filmes, séries de TV, documentários e canais de música. Sem falar na telefonia por satélite, sms e e-mail, além das notícias principais da BBC ao vivo. A necessaire oferece produtos Bulgari, como fragâncias, perfumes e cremes, desenvolvidos especialmente pela estrelada marca para a companhia aérea. Conjunto de papel, caneta e envelope, chinelos, almofadas macias e mantas revestidas de algodão também fazem parte dos mimos. E, em terra, há um serviço cortesia de limusine com chofer para os aeroportos. Na business class, são 42 poltronas totalmente reclináveis. E os serviços seguem o mesmo padrão cinco estrelas.

REQUINTE TOTAL Sofisticação também é o cartão de visitas da Singapore Airlines, cuja primeira classe tem um dos assentos mais largos do setor, de 90 cm, revestido por um couro de granulação fina, aliás, fornecido pela mesma empresa responsável pelo couro da Ferrari, Jaguar e Rolls Royce. Claro que essa poltrona se transforma em uma cama totalmente plana, onde o passageiro dorme de travesseiro, edredon e até de pijama, criados pela

Minibar, toucador e espelho individuais: gentilezas na first class da Emirates 12

| Edição #17 |


Na classe executiva, com 42 assentos, o serviço da Singapore também é super personalizado e todos os assentos têm tomadas que podem ser usadas para carregar o computador ou celular, além de entrada USB. Em viagens de longa distância, alguns voos contam com a possibilidade de mandar mensagens curtas para um endereço de e-mail ou aparelho celular usando o telefone anexado ao assento, o Krisfone. As poltronas têm largura de 76 cm, permitindo, por exemplo, que duas pessoas fiquem sentadas juntas assistindo a um filme entre as mais de 1000 opções do canal de entretenimento, em tela individual LCD, de 23 polegadas. Sua classe executiva foi projetada pela James Park Association, a responsável pelo luxuoso Orient Express. Para voar como se estivesse em um hotel cinco estrelas, o passageiro desembolsa

Primeira classe da Singapore Airlines: champagne francês, grandes poltronas, louças Givenchy e produtos L´occitane

US$ 17 mil, na first class, US$ 7,5 mil em voo ida e volta de São Paulo a Cingapura. A companhia também opera São Paulo Barcelona (ida e volta), por U$ 9,5 mil na primeira classe e US$ 3,4 mil, na executiva.

RESTAURANTE A BORDO Gastronomia e aviação sempre voaram juntas. Mas nestes novos tempos, os serviços vão ficando cada vez mais personalizados. A Swiss International, a companhia aérea nacional da Suíça, que faz parte do grupo Lufthansa e é também membro da Star Alliance, está trazendo até novembro em seus voos intercontinentais, para os passageiros da first class e business, a premiada culinária do chef suíço Reto Lampard, do restaurante Lampard, de Hägendorf, cantão de Solothurn. Especializado na cozinha clássica francesa, com forte influência mediterrânea, seu restaurante foi premiado com duas estrelas no Michelin. Os passageiros da primeira classe, incluindo

Divulgação

marca Givenchy. Aliás, a grife francesa também assina toda a louça onde são servidas as refeições, que incluem vinhos e champanhes famosos, como Dom Perignon e Krug. A gastronomia é internacional e o menu, criado por oito chefs renomados, como o francês Georges Blanc, que inspiram a criação de pratos para serem servidos a bordo. E o passageiro tem a opção de escolher quando quer que a sua refeição seja servida. No banheiro, há cremes e colônias da L´occitane.

| www.viagenssa.com |

13


Aviação

os da rota diária que liga São Paulo a Zurique, poderão, por exemplo, degustar lagosta com molho de cenoura ou truta defumada, na executiva. Tudo acompanhado pelos melhores queijos e vinhos suíços, raros por aqui. Claro que os jantares são à la carte.

Primeira classe da Swiss: restaurante cinco estrelas a bordo e necessaire com produtos La Prairie

Divulgação

Recentemente foi introduzida a bordo a opção vegetariana, cujos pratos são elaborados pelo primeiro e mais tradicional restaurante do gênero da Europa, o Hiltl, que fica em Zurique e tem 112 anos de história. Mas as delícias gastronômicas não param por aí. Quer companhia para jantar? O passageiro da first class pode convidar outro para sentar-se à sua frente como se estivesse em um restaurante. Depois do jantar, basta apertar um botão para transformar a poltrona em uma cama de 2 metros de extensão, com direito a lençóis, pijama, travesseiro de plumas de ganso e necessaire com os estrelados produtos suíços La Prairie. Em terra, há o First Class Lounge, onde os passageiros poderão trabalhar, têm a sua disposição cabines de banho ou quartos privativos, com cama, para descansar. Podem ainda optar por jantar no restaurante do lounge em vez de comer no avião. A business da Swiss oferece ainda uma poltrona que vira uma ótima cama, com almofadas ajustáveis que podem ser reguladas como mais ou menos rígidas.

Na first class, as poltronas da Lufthansa se transformam em confortáveis camas, onde o passageiro dorme até de pijama 14

| Edição #17 |

SUSTENTABILIDADE NO CARDÁPIO A Lufthansa também investe pesado na gastronomia. Cardápios são criados por chefs famosos do mundo inteiro. Para se ter uma ideia, Daniel Boulud, de Nova York, e Paul Bocuse, de Lyon, já atuaram com “star chefs” e desde o ano passado são oferecidos como prato principal adicional comidas tradicionais alemãs. A sustentabilidade é outra bandeira forte da companhia que acaba de ser premiada pelo Condé Nast Traveller Word Saver Awards. A renomada revista exibiu o pioneiro estudo alternativo de combustível da Lufthansa, que faz voos diários operados com uma mistura de 50% de combustível tradicional e 50% de combustível biossintético.


Primeira classe da flagship suíte da American Airlines: poltronas giratórias e espaço de sobra para trabalhar

REUNIÕES DE TRABALHO Trabalhar a bordo nunca foi tão fácil. A American Airlines criou dois tipos de acomodações mais luxuosas em seus voos internacionais na Europa, Ásia e América Latina, e também nos feitos dentro dos Estados Unidos. Tratam-se da flagship suíte de primeira classe e da primeira classe doméstica. Na primeira classe dos voos internacionais operados pelo Boeing 777, a flagship suíte inclui divisórias e novas poltronas giratórias que agilizam as reuniões de trabalho. E, quando termina o “expediente”, elas se transformam em confortáveis camas de 1,83 m para uma boa noite de sono. A primeira classe também ganhou mais conforto nas frequências domésticas e, além de todas

comodidades, a companhia investiu em edredons especiais de algodão e maior espaço entre as poltronas, o que se estende à classe executiva. A empresa americana oferece ainda serviços exclusivos aos associados do Admirals Club, que dá acesso a mais de 40 lounges ao redor do mundo. Até dois convidados ou familiares (cônjuge, parceiro e filhos com idade inferior a 18 anos) poderão acompanhar o associado nesse atendimento mais vip.

NOVA CATEGORIA As companhias aéreas também encontram soluções alternativas para adaptar as conveniências da classe executiva às tarifas mais convidativas da econômica. A Turkish Airlines, que faz quatro voos semanais diretos entre São Paulo e Istambul, criou a comfort class, que privilegia o espaço para as pernas. A distância entre os assentos, de 116 cm, e a largura da poltrona, de 49 cm, são seus principais diferenciais. Além disso, todos os passageiros podem acessar seus próprios arquivos digitais usando dispositivos pessoais, com conexões USB ou ipods. Já a business oferece poltronas-camas com até 1,88 m de comprimento, função de massagem, tomada para laptop e divisória para garantir maior privacidade. A companhia turca mantém um chef a bordo que assina o cardápio. Até o final de outubro, a passagem de ida volta para

Divulgação

Os passageiros também encontram conforto de sobra e serviços cinco estrelas na first class, que tem poltronas que viram camas de até 2 metros e ganham uma tela desdobrável para garantir maior privacidade. Quem quiser dormir um pouco mais e estiver na business, pode pedir o “last minute breakfast”, servido até 45 minutos antes da aterrissagem. Suas poltronas têm ainda entrada para laptop que dispensam adaptador.

A espaçosa business class da Turkish Airlinespara trabalhar | www.viagenssa.com |

15


Aviação

Momento de relaxar na primeira classe da Lufthansa

Istambul, na business class, custa a partir de US$ 4.601. A Turkish faz conexões para todo o Oriente, Ásia e África, além de alguns destinos da Europa. A Qantas, única de bandeira australiana operando na América do Sul, é outra companhia que investe na chamada premium economy (a econômica com up grade), oferecendo 36 assentos e maior distância entre as poltronas em seu Airbus 380, com capacidade para 364 passageiros. A business tem 58 lugares e a companhia se orgulha de chegar em média quatro horas mais rápido à Austrália em relação aos seus principais concorrentes.

Divulgação

A Air France também está de olho nesse passageiro, que quer se sentir muito bem tratado. E o que já era bom, pode ficar melhor ainda: a empresa acaba de anunciar, em Paris, o investimento de milhões de euros para reposicionar seus produtos e serviços, reconquistando sua posição de líder mundial. Para tanto, na malha de longa distância vai renovar suas cabines da La Première e da classe executiva no Boeing 777 a partir de 2014. O objetivo é tornar sua frota referência em conforto, serviço e gastronomia –esta última, aliás, a especialidade da casa. Bons serviços também são a marca registrada South African Airways em sua executiva Premium. Os assentos têm comandos eletrônicos e reclinam até 180 graus, transformando-se em camas, onde o passageiro dorme com edredom de algodão natural e enormes 16

| Edição #17 |

Entretenimento a bordo da South African

A confortável classe executiva da Qantas

travesseiros. Além de tomada para laptop, os comandos eletrônicos oferecem saída para USB e RCA, onde se pode conectar o cabo da câmera, cartão de memória ou ipod para ver as fotografias durante o voo. Aliás, um ótimo passatempo a bordo!


Bolsa de Viagens

Mercado e tendências por Fabio Steinberg fabio@steinberg.com.br

A TURQUIA ESTÁ NA MODA Nas férias, o destino favorito dos russos é a Turquia, indica uma pesquisa do World Travel Monitor. Em 2011, mais de 3.4 milhões deles que visitaram o país. Mas não estão sozinhos. Cerca de 3.8 milhões de alemães e 2.2 milhões de ingleses também escolheram o país para fazer turismo. Dependendo da frequência da visita, o estudo dividiu os viajantes de lazer em três grupos: os marinheiros de primeira viagem; aqueles que repetem a experiência por mais uma a duas vezes; e os frequentadores assíduos, com mais de quatro retornos. Apenas 14% dos russos alcançaram essa condição, em contraste com 41% de alemães e 32% de ingleses. Baseado nos índices alcançados pelos turistas

alemães e ingleses, há uma imensa possibilidade dos russos voltarem ainda mais de quatro vezes, à Turquia, até porque 37% deles já retornou ao país entre 2 e 3 oc asiões. Para que serve esta informação, afinal? “O número de vezes que um país é visitado indica a popularidade do destino. A mensuração dos viajantes de lazer que repetem o país aponta o nível de satisfação geral com os serviços de turismo do local”, explica o especialista Martin Buck, diretor do Centro de Viagens e Logística de Feiras em Berlin. Agora é esperar a estreia da nova novela da TV Globo, ambientada na Turquia, para que os brasileiros ajudem a engrossar essas estatísticas.

Shutterstock

SEGURANÇA AL MARE As duas organizações que representam a indústria global de cruzeiros, a CLIA (Cruise Lines International Association) e ECC (European Cruise Council) resolveram adotar políticas de segurança adicionais. A partir de agora, os barcos salva-vidas de todos os cruzeiros marítimos serão lançados ao mar com sua carga plena com membros da tripulação a cada seis meses, tornando obrigatório o treinamento e familiarização de todos com o equipamento e esse tipo de operação de emergência. “Além dessa política, desde janeiro a indústria de cruzeiros adotou voluntariamente outras sete medidas amplas de segurança”, informa Christine Duffy, presidente da CLIA. Entre outras decisões, agora todos os passageiros devem ser treinados em operações de emergência antes da partida do navio, e não é mais permitido o acesso de estranhos à ponte de comando. 18

| Edição #17 |


TABLETS NOS CÉUS A American Airlines tornou-se a primeira companhia aérea do mundo a adotar tablets como instrumento de trabalho por suas comissárias de bordo. A ideia é proporcionar uma experiência personalizada, ao obter informações atualizadas de cada passageiro, explica Lauri Curtis, vice-presidente de serviços de bordo da empresa. Depois de testes com várias marcas, os tablets escolhidos foram os Galaxy Note, da Samsung, que devem estar distribuídos entre todas as 17 mil comissárias da empresa até meados de 2013. Com isso, será possível o imediato acesso a um mapa de assentos, com o nome, poltrona e status que o passageiro goza junto ao programa de lealdade. Além disso, poderá se conhecer o histórico de refeições e bebidas para melhor atender as classes econômicas superiores, assim como identificar com facilidade quais são os viajantes mais frequentes e quais requerem assistência esp ecial. O equipamento também serve para informar os portões de embarque de conexões, atrasos em voos, e as condições climáticas. Há vários projetos adicionais em estudo, como usar o Galaxy Note para a compra de comida durante o voo ou o download de manuais operacionais, neste caso permitindo eliminar papel.

Ao reservar o seu voo, quanto mais flexível você for, maiores serão as chances de gastar menos. Isso significa também realizar repetitivas pesquisas nos sites de viagens, pois os custos sobem ou caem todos os dias e horas ao sabor das flutuações de demanda. Da mesma forma, viajar em horas que em geral não são levadas em conta faz a diferença. Por exemplo, um voo noturno pode economizar um dia a mais no hotel, ou o primeiro voo da manhã pode sair bem mais barato. Sextas e domingos são os mais requisitados e mais caros, porque todo viajante quer maximizar o seu tempo no local onde está. Isto não quer dizer que não existem voos baratos nesses dias. Outra dica: geralmente as quartas feiras são os dias mais baratos para pegar avião, seguidos das terças. Parece confuso e trabalhoso? É mesmo. Foi por isso que Shahab Siddiqui fundou na Inglaterra

o site CheapFlightsFinder.com, um localizador de voos baratos, que ele define como “um motor de metapesquisa” ao comparar 16 sites de comparação de preços. “Nem comprar com antecedência ou na véspera são garantias de preço baixo. A melhor maneira de encontrar voos baratos é comparar o maior número possível de sites, tanto de agências como das companhias aéreas”, diz Siddiqui. Como este processo pode se tornar complexo, ele resolveu criar um site que faz as comparações. Animado com o sucesso, ele se começa a se expandir para o mercado internacional. | www.viagenssa.com |

19

Shutterstock

ECONOMIA NA ESCOLHA DO VOO


Bolsa de Viagens

Um estudo que mediu a percepção pública sobre 50 países do mundo concluiu que o Canadá é o país mais recomendado do mundo para se conhecer. Com isso, pelo segundo ano seguido saltou sobre pesos pesados como a Austrália e Nova Zelândia no turismo e Suécia e Suíça na atração de investimentos. Como se não bastasse, também foi considerado o melhor lugar para se trabalhar e estudar. O Instituto de Reputação, responsável pelo trabalho, mediu a confiança, estima, admiração e sensações positivas que o público tem sobre os países avaliados, assim

Shutterstock

O MELHOR DESTINO

a percepções sobre a qualidade de vida, segurança e atenção ao meio ambiente. Para os especialistas, há uma estreita conexão entre a reputação de um país e os resultados econômicos obtidos, no qual o turismo desempenha um papel vital na atração de investimentos em ideias, educação e negócios.

Divulgação

PREJUÍZOS À VISTA

Phoenix Resort

TOP LIST DA HOTELARIA Como faz há dez anos, o site Trip Advisor, o maior de viagens do mundo, divulgou a lista dos melhores hotéis. Separados por categoria, o resultado ganha em credibilidade por refletir as avaliações e opiniões de viajantes sobre quatro mil propriedades em todo o mundo. A ausência das grandes metrópoles e a dupla premiação da África do Sul são algumas das surpresas. Eis alguns exemplos dos melhores do mundo: • Hotel – Phoenix Resort - San Pedro, Belize • Luxo – Shangri-La Hotel - Tóquio, Japão • Barato – HueNino Hotel - Hue, Vietnam • Serviço – Arcadia Residence - Prague, República Tcheca • Bed & Breakfast – Twenty One - Brighton, Inglaterra • All-inclusive – Garonga Safari Camp - Phalaborwa, África do Sul • Spa – BollAnt’s im Park - Bad Sobernheim, Alemanha • Estiloso – Villa Zest Boutique Hotel - Cidade do Cabo, África do Sul 20

| Edição #17 |

A crise política provocada entre China e Japão pela disputa das ilhas desabitadas Diaoyu, segundo os chineses, ou Senkaku, de acordo com os japoneses, está trazendo um efeito colateral para o turismo japonês. Conforme os ânimos se acirram, o clima anti-nipônico que impera na China fez a balança ficar mais pesada para o lado do Japão. O mais recente estrago é um maciço cancelamento dos planos de viagens de chineses ao país. O impacto não é pequeno. Para dar uma idéia, só em 2011, 1 milhão de turistas chineses não só visitaram, como se mostraram ávidos consumidores de caros produtos made in Japan – entre câmeras, relógios, produtos eletrônicos e souvenirs. Por isso, os chineses ocupam o primeiro lugar entre os visitantes ao Japão, seguidos pelos coreanos e norteamericanos, e deixam no rastro de sua passagem nada desprezíveis US$ 2.4 bilhões - o correspondente a 1/4 do total da receita do turismo internacional no país.


Capa

FIDELIDADE • por Fabio Steinberg / fotos Dario Zalis

Patrocinadora e parceira dos Jogos Olímpicos desde 1928, a Coca-Cola coloca seu time em campo para os megaeventos esportivos no país. Tudo sob o comando de Michel Davidovich, que fala sobre alguns dos planos da multinacional para a Copa e Olimpíadas

22

| Edição #17 |


Foto: Dario Zalis

Mテ々IMA

| www.viagenssa.com |

23


Capa

A

msterdam, 1928. A bandeira olímpica é hasteada. Um empregado da companhia municipal de eletricidade da cidade atira um fósforo aceso em um caldeirão com combustível sobre uma torre, que se incendeia. Estão abertos oficialmente os nonos Jogos Olímpicos da era moderna, dando continuidade a tradição que surgiu na Grécia no século 8 A.C e reiniciada em Atenas em 1896, repetindo-se a

cada quatro anos desde então. A plateia vibra, enquanto experimenta uma novidade naquele ano. Trata-se de uma bebida norte-americana ainda desconhecida na Europa, vendida em quiosques próximos às áreas de competições. Mil engradados com garrafas selam a parceria da Coca-Cola com os Jogos Olímpicos, e que se mantém até hoje. Entre goles da bebida e as emoções das competições, forma-se a mais contínua relação comercial da história, não só com as Olimpíadas, mas provavelmente do mundo. O que faz com que uma empresa de bebidas se interesse e mantenha um relacionamento tão leal, onde momentos de confraternização se revezam com crises, entre elas duas guerras mundiais (provocando a suspensão dos jogos em 1916, 1940 e 1944), dois boicotes políticos durante a Guerra Fria (1980 e 1984), e chacinas (como a dos atletas israelenses em 1972)? E o que a Coca-Cola fez nesses 84 anos de participação nas Olimpíadas para se adaptar às radicais mudanças de hábitos e transformações culturais?

Divulgação

A resposta começa pela maneira como a empresa encara a sua parceria com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e com os 200 comitês de cada país. Ao fugir do lugar comum da maioria das corporações, que se limita a pagar a conta do patrocínio, a CocaCola efetivamente se envolve em todo o processo. Para isso, decidiu incorporar também os chamados valores olímpicos, que vão da exploração das habilidades 24

| Edição #17 |


Ganhos e perdas Além da Coca-Cola, parceira de primeira hora, há doses opostas de visão empresarial – como o da Samsung, que aproveitou os jogos para se lançar mundialmente – e de miopia – o erro irreversível do American Express, ao abrir mão do patrocínio para a Visa, que se mantém até hoje. Há também lances de corrupção, como os ocorridos ironicamente nos jogos de inverno da mórmon Salt Lake City, que quase liquidam a reputação do COI. Há situações improváveis de organização total, como em Atenas. Ou de inesperada desorganização absoluta, como o mafuá em que se transformou Atlanta em 1996, ironicamente terra da Coca-Cola. Justamente quando as Olimpíadas modernas completavam cem anos, histórias hilárias, com o patrocínio da IBM, arruinaram os resultados das competições. É que o sistema, ainda pouco testado, enlouqueceu. Paynes descreve o espanto de 197 países ao ouvirem “histórias de boxeadores de um metro de altura, saltadores de varas com 900 anos de idade, um jogador de pingue-pongue nigeriano com 12 centímetros de altura que competia contra um chinês de 19 metros”. Naqueles dias, a IBM bateu um novo recorde olímpico: o do “Vexame do Século”.

Divulgação

Foto: www.concierto.cl

No passado, as Olimpíadas eram um evento poderoso e cheio de bons ideais, mas com bolsos vazios. Os organizadores, pires na mão, buscavam patrocínios. Obtinham renda até de cigarros com a marca Olympias, molho de cebola ou assento de vaso sanitário. Há duas décadas, cidades fugiam da honra de sediar os jogos olímpicos com medo dos orçamentos astronômicos, e as que se ofereciam eram quase sempre mico. Como Seul, Coréia do Sul, a só 50 km da guerra que travava contra sua irmã do norte. (Um patrocinador incluiu sacos de cadáveres no kit de apoio à hospedagem para convidados). O sucesso da realização ficava à mercê de humores políticos – por exemplo, o boicote americano e outros 65 países às Olimpíadas de Moscou em 1980, por conta da invasão russa no Afeganistão – ou de negociações desgastantes com redes de televisão para assegurar direitos de transmissão. Até que a direção do COI – Comitê Olímpico Internacional, descobriu a força da marca e as características globais únicas dos jogos milenares, e passou a ditar as regras. Esta saga é relatada em “A Virada Olímpica – Como os Jogos Olímpicos tornaram-se a marca mais valorizada do mundo”, do inglês Michael Payne.

| www.viagenssa.com |

25


Capa

Enquanto isso... a Copa do Mundo

Foto: ME/Portal da Copa

Diante dos grandes eventos esportivos programados no Brasil, a Coca-Cola enfrenta um duplo desafio: primeiro, a Copa do Mundo, em 2014, e dois anos depois os Jogos Olímpicos. Fazendo do limão uma limonada, a estratégia da empresa é usar a experiência da Copa para se preparar para ações durante as Olimpíadas. A dupla missão foi entregue a Michel Davidovich, que desde já ostenta o longo e pomposo título de vicepresidente e gerente geral da Coca-Cola Brasil para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. E, como todo evento esportivo que se preza, a Copa também ganhou um mascote. O boneco, ainda sem nome, deve ser batizado após uma promoção pública. Embora formalizada só em 1978, a relação de patrocínio da Coca com a FIFA surgiu em 1950, com os primeiros anúncios nos estádios e deve se estender até 2022.

Divulgação

pessoais ao espírito da competição sadia, da busca pela excelência à construção de um mundo melhor e pacífico. Um bom exemplo é permitir o aprimoramento da maratona da tocha olímpica. Tradição herdada da Grécia antiga que renasceu em 1936, tinha o percurso feito apenas por atletas locais ou de países vizinhos. A partir dos Jogos de Barcelona, em 1992, o patrocínio da empresa de bebidas viabilizou uma participação internacional. Usando o sistema global, a Coca-Cola permitiu a inclusão na maratona de 150 esportistas de 50 nações, selecionados através de promoções das subsidiárias nos países. A empresa apoia também a realização dos jogos paraolímpicos, criados a partir de 1960, voltados a atletas com deficiências físicas, e que ocorrem no mesma cidade algumas semanas depois das Olimpíadas. As recém-encerradas atividades em Londres, pela terceira vez sede das Olimpíadas, demostraram mais uma vez como a Coca-Cola aprendeu a se sintonizar com os anseios contemporâneos. Ao estabelecer a conexão entre 26

| Edição #17 |

juventude, esporte e música, acertou na mosca. A música feita para a campanha “Anywhere in the World” tornouse o próprio hino dos Jogos Olímpicos. Ao fundir com música os sons produzidos durante os esportes em cinco lugares do mundo, Mark Ronson criou um ritmo único. Tirando carona na campanha global “Move to the Beat”, a Coca-Cola montou dentro do Parque Olímpico de Londres o Beat Pavillon, um pavilhão circular onde sons e música se interagiram. Pensando também na sustentabilidade, as garrafas de bebidas usadas nos jogos foram feitas de PET reciclável, com o compromisso de reutilização em seis semanas. Além disso, o uniforme do staff foi confeccionado em materiais reaproveitados, e a frota adotou o biogás. No Brasil, ações complementares associadas às Olimpíadas reforçaram conceitos associados à vida saudável, comunidade e sustentabilidade. Por exemplo: os representantes brasileiros que carregaram a tocha olímpica em Londres foram escolhidos entre gente


com histórias de vida inspiradoras, que simbolizam integridade, determinação, superação e confiança. Como Tião dos Santos, presidente de uma associação de catadores de aterro sanitário.

ONDE O VENTO SOPRA A Coca-Cola consegue perceber antes de todo mundo para que lado o vento sopra. Foi assim com as Olimpíadas, quando nem eram televisionadas. A empresa captou que ali existia uma oportunidade única de associar a marca a um evento admirado no mundo todo. Conseguiu com isso aprofundar o relacionamento com todos os povos, de forma simultânea. Do mesmo jeito que os tempos mudam, e com eles os valores, a Coca-Cola sabe que a fórmula de patrocínio exige contínua evolução. Tem uma visão de longo prazo, e por isso seu contrato com a COI vai até 2020. Neste meio tempo, modelos que funcionaram bem podem se obsoletar diante das exigências de novas gerações. A capacidade de se “antenar” com o mundo, testada com sucesso em Londres, é um desafio contínuo que permitirá ou não à empresa manter-se no pedestal. Com a aproximação das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, a Coca-Cola já está em plena atividade. Só que antes vem a Copa do Mundo, que não só representa um grande desafio, como uma oportunidade ímpar de aprendizado para as Olimpíadas dois anos depois. Para coordenar

todas as ações, a empresa criou em 2010 um núcleo especial, e entregou o comando a um vice-presidente, o engenheiro carioca Michel Davidovich. Depois de trabalhar na Shell e na consultoria McKinsey, em 2005 ele entrou para a Coca-Cola, onde já dirigiu a área de planejamento estratégico e pesquisa de mercado, e a empresa do grupo, Leão Junior. “O grupo que lidero conta hoje com 50 membros, mas até a Copa teremos 350 pessoas envolvidas nesse trabalho”, revela Michel. “As primeiras ações desse núcleo foram promover o lançamento do mascote da Copa. Para os Jogos Olímpicos Rio 2016, em breve também será montada uma equipe multidisciplinar nos mesmos moldes”. Michel explica que todo o trabalho será liderado pelo Brasil, sob a supervisão da matriz em Atlanta. Para não deixar o trem do sucesso descarrilhar, a subsidiária brasileira enviou a Londres 22 gerentes que ajudaram no processo de distribuição durante os Jogos Olímpicos. “Esses executivos, que representaram 5% do efetivo da Coca-Cola na empreitada, trouxeram para casa um valioso aprendizado que será replicado daqui a quatro anos nos Jogos Olímpicos Rio 2016”, explica Davidovich. Além disso, durante a Copa, 12 pessoas desse grupo devem gerenciar as operações da Coca-Cola nas cidades que receberão os jogos em 2014. “Cada país onde a Coca-Cola atua tem realidades e desafios diferentes. No caso do Brasil, decidimos concentrar as ações em comunidades, reciclagem e estímulo à vida”, ele conclui.

Olimpíadas X turismo

Divulgação

Foto: www.home-london.net

Ao contrário do que a maioria imagina, nem sempre eventos esportivos atraem o turismo. O tiro até pode sair pela culatra, como atestam os Jogos Olímpicos de Londres em 2012. De acordo com a ETOA, associação europeia dos operadores de turismo, a quantidade de visitantes caiu pela metade dos 1,1 milhão que visitam a cidade no período. Mesmo compensado por igual número de hóspedes aficionados pelos esportes, eles não se mostraram interessados em alguns setores do comércio, táxis, museus e teatros, estes com uma queda de 35% no movimento. “Jogos transformam Londres em uma cidade-fantasma”, chegou a anunciar o austero jornal Financial Times em uma de suas edições durante as Olimpíadas. A razão? O medo dos turistas tradicionais de que o evento poderia aumentar o preço dos hotéis e criar filas nas principais atrações, o que afinal não se concretizou. Mas otimistas, autoridades londrinas apostam no crescimento do turismo a longo prazo em função da alta exposição da cidade nas Olimpíadas.

| www.viagenssa.com |

27


Capa

Conexões curiosas • A Coca-Cola, inventada em 1886, vendeu no primeiro ano nove garrafas. Dez anos depois os primeiros jogos olímpicos da era moderna ocorreram na Grécia, com 211 atletas de 13 países, quando a bebida começava sua distribuição fora dos Estados Unidos. Hoje os Jogos Olímpicos atraem globalmente quatro bilhões de expectadores, e a Coca vende 1.7 bilhão de refrigerantes por dia. • J. Paul Austin, que fez parte do time norteamericano de remo das Olimpíadas de Berlim, em 1936, tornou-se anos mais tarde o principal executivo da Coca-Cola. • Johnny Weissmuller, medalha de ouro de natação em 1934 e mais tarde o Tarzan das telas, foi o primeiro atleta do mundo a endossar a CocaCola, em bandejas e pôsteres ao lado da esposa, a atriz Maureen O’Sullivan. • Devido às dificuldades logísticas pós-guerra em 1948, para atender o consumo durante os jogos de Londres a Coca-Cola criou uma linha especial de produção na Inglaterra. • Os engarrafadores patrocinaram a primeira visão de um helicóptero pelos noruegueses durante as Olimpíadas de inverno de Oslo, em 1952. • Em 1960, durante as Olimpíadas de Roma, a Coca-Cola distribuiu entre atletas e expectadores milhões de discos com a canção “Arriverdeci Roma.” • A empresa doou um cavalo ao time de equitação canadense durante os Jogos Olímpicos de Montreal, em 1976. • Com US$ 1 milhão, a Coca-Cola tornou-se o primeiro patrocinador do Museu Olímpico, que abriu em Lausanne, na Suíça em 1993.

Divulgação

• A Coca-Cola dá suporte financeiro à organização dos Jogos Olímpicos e aos comitês olímpicos de mais de 200 países, apoiando o treinamento de atletas.

28

| Edição #17 |


Conexão

Destino, gente e afins por Simone Galib simone@viagenssa.com

FERVILHANTE MACAU Alguém sabe onde fica um dos maiores hotéis do mundo abertos este ano? A Starwood Hotels & Resorts acaba de inaugurar o Sheraton Macao Hotel, em Cotai Central. Com cerca de 4 mil apartamentos, é o maior é o maior da carteira global da rede hoteleira. Sim, os números impressionam: com duas torres que se descortinam sobre a fervilhante Cotai Strip, conhecida como a “Las Vegas da Ásia”, o hotel abriga um super club lounge, um salão de convenções, com 15 mil m2 de espaços para reuniões –dimensão superior a

Divulgação

TEMPO DE PRIMAVERA Quer fazer um evento de última hora em casa? Suzana Galvão, arquiteta, florista e proprietária da Bothanica Paulista, uma das lojas mais descoladas de São Paulo, acaba de lançar o serviço Bothanica em casa, com produções especiais de arranjos de flores para pequenas comemorações. Detalhe interessante: o cliente encomenda o que precisa, retira os kits preparados por ela e monta tudo em casa, seguindo o passo a passo do manual fotográfico que vai junto com os arranjos. O resultado é uma decoração de muito bom gosto o que, aliás, ela tem de sobra! www.bothanicapaulista.com.br 30

| Edição #17 |

11 quadras de basquete-, três restaurantes exclusivos e três piscinas externas com cafés à volta. A segunda torre entra em funcionamento no início de 2013. O novo resort faz parte do Sands Cotai Central, destino exclusivo de compras, restaurantes e entretenimento da região. Tanto investimento não é à toa. Macau vem despontando como um dos destinos mais fervidos da Ásia: recebeu 13 milhões de turistas no primeiro semestre e já ultrapassou Las Vegas, desde 2006, como o maior mercado mundial de cassinos.


ELEGÂNCIA MINIMALISTA Está em busca de um hotel elegante em Santiago, no Chile? O endereço é o The Aubrey, que foi classificado pela conceituada revista National Geographic como “minimalista luxuoso e repleto de arte”. Ele também já entrou para a hot list 2012 da não menos conceituada publicação Condé Nast Traveller. Primeiro hotel boutique da cidade, foi construído em uma mansão histórica, de 1927, no boêmio bairro Bellavista, próximo às principais atrações da capital chilena, como museus, shoppings, parques e restaurantes. São apenas 15 apartamentos, de tamanhos distintos e decorados de forma personalizada. As diárias custam a partir de US$ 280 por apartamento duplo, categoria loft. O restaurante tem um piano bar, menu de bistrô e pratos da cozinha internacional com influências do Chile, incluindo “tapas” à tarde. Para relaxar –e degustar! www.theaubrey.com

EUROPA DE MOTO

moto, carro de apoio para bagagens e passageiros, assistência mecânica da moto, rota em GPS, atividades extras planejadas, acesso a telefone satélite em caso de emergência e material de primeiros socorros. www.teresaperez.com.br

| www.viagenssa.com |

Divulgação

Para quem gosta de pura adrenalina, acabam de chegar ao mercado brasileiro dois roteiros pela Suíça e Itália, que incluem dias de pilotagem em cima de uma moto BMW. Essa aventura em duas rodas começa em Zurique e parte em direção a Cannobio, Andermatt, St. Moritz, tendo pano de fundo belas paisagens e estradas sinuosas de montanhas. A novidade chega aqui pela Teresa Perez Tours. Os valores do roteiro de seis dias pela Suíça são: 6.950 euros (casal) e 4.950 euros (por piloto em acomodação dupla compartilhada), incluindo aluguel BMW F800 GS, café da manhã, guia acompanhante em

31


Conexão

AZUL DA COR DO MAR As praias brasileiras, mais uma vez, fazem bonito lá fora. Três delas acabam de ser agraciadas com o selo Bandeira Azul, concedido pela Foundation for Environmental Education (FEE), da Dinamarca, pela qualidade das águas e costa, educação e informação ambiental, segurança, serviços e infraestrutura aos banhistas. São elas: a praia do Tombo, no Guarujá (SP), a Marina Costabella (Angra dos Reis/RJ) -ambas

A FRANÇA É AQUI

Divulgação

Não é preciso sair do Brasil este mês para degustar o melhor da gastronomia francesa. É que São Paulo sedia, até o dia 28 de outubro, o Festival Sud de France, recheado de novidades, cores, sabores e promoções da região de Languedoc-Roussillon. Além de estar presente nos melhores restaurantes franceses da cidade, lojas e importadoras de vinhos vão oferecer degustações de grandes rótulos da região. Em cada compra, brindes exclusivos, que incluem até taças de cristal. Ulalá!

32

| Edição #17 |

recebem a certificação pelo terceiro ano consecutivo - , e a Prainha, um reduto do surfe no Rio, pela primeira vez. Esse selo de caráter socioambiental já certificou mais de 3,8 mil praias e marinas em 46 países, sendo amplamente reconhecido em todo mundo. Para obtêlo, é preciso atender a 29 critérios estabelecidos. A certificação existe, no mundo, há 25 anos. No Brasil, chegou em 2006.


SÃO PAULO BY NIGHT Que São Paulo tem uma super vida noturna todo mundo sabe. E Londres também descobriu isso em seu relatório World Cities Culture Report 2012, onde a capital paulista surge com o maior número de casas noturnas do mundo: são mais de 2 mil opções. Para facilitar a vida do visitante, acaba de ser criado o Pub Crawl São Paulo, um divertido tour que leva as pessoas a caminharem pela cidade, parando de bar em bar e conhecendo diversos lugares em uma só noite. O encontro acontece em uma casa pré-determinada, onde por uma hora pode-se tomar cerveja e petiscar a vontade. Depois, são três bares ao longo do caminho, feito a pé. A noite termina em alguma badalada casa noturna e com programação bem eclética: tem shows de pop rock, baile de salsa com direito a aula, flashback e música eletrônica. As saídas são acompanhas por uma equipe de staffs, seguranças e fotógrafos. Para participar, as reservas devem ser feitas no site da empresa. www.pubcrawlsp.com

Se as joias e produtos Bulgari – joalheria fundada em Roma, em 1884, e que hoje faz parte do poderoso Grupo LVMH - são puro requinte, imagine um hotel com essa marca? Quem for a Londres, pode conferir o novo Bulgari Hotel & Residences, inaugurado em Knightsbridge, no coração da cidade, que presta homenagem às nobres tradições britânicas, com design elegante e tendo a prata como tema do projeto. São apenas 85 apartamentos e suítes, com cortinas de seda inspirados em clássicos da joalheria Bulgari. A prata surge em todo o hotel até o restaurante e bar, que exibem artesanatos italianos feitos à mão, como os imponentes candelabros do salão. Outro detalhe interessante é que o hotel tem uma luxuosa sala de cinema, com tela também em prata, 47 poltronas e videoteca com mais de 200 filmes, além de um bem equipado e exclusivo centro de negócios. www.bulgarihotels.com | www.viagenssa.com |

33

Divulgação

LUXO CLÁSSICO


Cultura

por Simone Galib

DE TIRAR O FÔLEGO Crime, mistério e suspense: com mais de 600 mil exemplares vendidos nos Estados Unidos desde fevereiro, resenhas que já o elevaram à categoria de melhores livros do ano e um clássico instantâneo, o thriller jurídico Em defesa de Jacob (R4 39,90, 448 págs.), por mais de seis meses na lista de mais vendidos do New York Times, consagrou seu autor, William Landay, como um dos mestres do gênero. Jacob Barber é um garoto comum. Mas, sob a aparente normalidade, pode se esconder um assassino. Aos 14 anos, ele é acusado de matar Ben Rifkin, seu colega de escola. Por uma cruel ironia do destino, à frente do caso está o pai de Jacob, Andy Barber, promotor veterano e respeitado de uma cidade de Massachusetts, que é imediatamente afastado da investigação. Seu desafio torna-se descobrir se Jacob é inocente, ao mesmo tempo em que precisa encarar segredos do passado e tentar preservar seu casamento em crise. Os direitos para o cinema foram adquiridos pela Warner, que deve iniciar a adaptação para o cinema em 2013.

A CORRIDA DO OURO Os candidatos a empreendedores vão se inspirar, e muito, em O Toque de Midas (editora Campus/Elsevier), de autoria de Donald Trump e Robert Kiyosaki, dois empresários respeitados, que ensinam seus leitores a transformar seus projetos em negócios de sucesso. Por meio de suas histórias, de sucessos, fracassos, pensamentos e crenças, eles mostram como conseguiram ir além da riqueza, transformando suas empresas em marcas internacionais. Contam ainda por que estão sempre em busca de desafios cada vez maiores. Afirmam ainda que aqueles que têm talento precisam desenvolver suas habilidades, concentrando-se especialmente em cinco pontos: força de caráter, foco, marca, relacionamentos e pequenas coisas que contam. A obra é dividida em cinco capítulos, cada um representando um dos cinco dedos na mão do Toque de Midas. “Domine cada dedo e você descobrirá a magia por trás do amplo sucesso de alguns empreendedores e do insucesso da maioria”, ensinam os autores.

Nos anos 1920, em plena Lei Seca, os irmãos Bondurant ganham a vida, no estado de Virgínia, Estados Unidos, contrabandeando bebidas. O líder do trio é Forrest (Tom Hardy), que tem fama de invencível. Howard (Jason Clarke) é seu braço direito, enquanto que o caçula Jack (Shia LaBeouf) ainda precisa provar seu valor. Apesar dos problemas ocasionais com a polícia, o negócio deles vai bem. Só que Charlie Rakes (Guy Pearce), um policial enviado de Chicago, está disposto a usar todos os meios possíveis para capturar os irmãos. O diretor John Hillcoat (de A Estrada) recria em Os Infratores um cenário impecável para seu drama policial, baseado em uma história verídica. As livrarias também já receberam a obra, de título homônimo, lançado pela Record (R$ 44,90, 322 págs.) que inspirou o filme e foi escrito por Matt Bondurant, baseado na história real de seu avô e de dois tios. O autor retrata essa saga numa narrativa emocionante de irmandade, ambição e assassinato. 34

| Edição #17 |

Divulgação

DUPLA AÇÃO


Gastronomia

Comer, beber e... trabalhar

por Bebel Murray

rio de janeiro Um mix da variada e sofisticada culinária carioca

Rio Scenarium – A casa, ícone do processo de revitalização cultural da rua do Lavradio, reduto dos antiquários no centro histórico do Rio, é roteiro tanto de turistas quanto de cariocas. Ao som de boa música e em meio a gente do mundo inteiro, pode-se comer, beber, dançar e viajar no tempo por meio do grande acervo de móveis e objetos antigos, com mais de dez mil peças. Entre as preciosidades, cadeiras de várias décadas, como a centenária de barbeiro,

e uma antiga Pharmácia Homeopática da década de 1930. O casarão do século 19 costuma receber nos finais de semana mais de 2 mil pessoas nos dois sobrados e no salão anexo. Funciona como casa de shows com música ao vivo, bar e restaurante. Sua programação musical inclui samba, choro, MPB e forró. Já no ambiente do salão anexo há DJ, sempre com MPB. Tel.: (21) 3147-9000 - www.rioscenarium.com.br

Divulgação

Alloro – O chef Luciano Boseggia une a tradição da cozinha italiana ao seu toque pessoal no elegante restaurante localizado no térreo do hotel Windsor Atlântica. A especialidade do chef, os risotos, são o destaque, como o de frutos do mar, o de aspargos e stracciatella , o de cogumelos e o “bêbado”, à base de linguiça. Outro ponto forte são as polentas: a de gorgonzola doce e nozes e a com ragu de pato são as mais pedidas. Os peixes e crustáceos (hadoque, cavaquinha, bacalhau etc) são sempre muito requisitados. Experimente ainda o filé de vitela com fondue de pecorino trufado (R$ 80). Quanto às massas, destacam-se o tortelli de abóbora com ragu de camarão e amêndoas e o pappardelle com lagosta e manjericão. Uma carta de vinhos oferece cerca de 200 rótulos na adega, muitos deles europeus. Tel.: (21)2195-7857 36

| Edição #17 |


Confeitaria Colombo – Em setembro de 1894, o Rio ganhou o mais elegante estabelecimento comercial de luxuosa decoração, só comparável às confeitarias de Paris ou Londres. Até hoje faz parte do patrimônio histórico e artístico da cidade, representando a belle époque carioca. Sua decoração art nouveau inclui espelhos belgas, mobiliário em jacarandá e bancadas de mármore italiano. O chef Renato Freire usa de toda a experiência em pâtisserie para criar maravilhas que fazem sucesso desde a década de 20, entre elas o artesanal Biscoito Leque (gaufrettes), o Petit Four (único biscoito que não usa farinha em sua massa, sendo a a base em castanha de caju) e os famosos Pingo de Tocha, Pastel de Nata e Trouxinha de Ovos, tradicionais doces portugueses do século passado, que foram feitos por confeiteiros vindos de Portugal. Pura tradição! Tel.: (21) 2505-1500 www.confeitariacolombo.com.br Mangue Seco – Situado num casarão do final do século 19, na rua do Lavradio, na Lapa, a casa abriga, além do restaurante, uma completa cachaçaria, com mais de 100 rótulos. O ambiente é descontraído e acolhedor, seja nas simpáticas mesas do lado de fora, dentro do salão ou no segundo andar restaurado. Especializada também em frutos do mar, uma das especialidades da casa é a caldeirada, servida com arroz, pirão e farofa de dendê, para duas pessoas. Outra sugestão é o bobó de camarão, servido com arroz e farofa de dendê. Para sobremesa, banana flambada na cachaça da casa com sorvete de creme. Tel.: (21) 3852-1947

Eñe – Os restaurantes do Rio e de São Paulo já são considerados por muitos como embaixadas da Espanha no Brasil. A unidade carioca tem sofisticação e simplicidade na medida certa, com uma privilegiada vista para São Conrado e a inusitada “Tabla del Chef”, mesa de aço inox dentro da cozinha, para quem gosta de serviço exclusivo. O chef Francisco Farah oferece um menu diferenciado, que inclui peixes, como agulhão e corvina, além de produtos japoneses, como ovas e diferentes tipos de molhos de soja. Os menus degustação, sempre cheios de novidades, são sugeridos para que os clientes desfrutem de uma viagem pelos sabores da Espanha. Neles, há pratos como o tartare de vieiras ao perfume de cítricos e calda de

beterraba, a vitela lentamente braseada e o ravióli da casa com castanhas, foie gras e azeitonas pretas. Tel.: (21) 3322-6561 - www.enerestaurante.com.br | www.viagenssa.com |

37

Divulgação

www.manguesecocachacaria.com.br


Gastronomia

São paulo O melhor da Vila Nova Conceição

La Madonnina – Totalmente inspirado na Itália, o restaurante foi projetado por seu proprietário, o descolado chef Roberto Ravioli, expert na culinária italiana. Já na entrada, o quadro “La Madonnina”, de Enzo Venturini, retratando a região da Toscana, dá as boas vindas e explica o nome da casa. Com três ambientes - lounge de espera, salão principal e varanda - tem no cardápio pratos leves e aromáticos, além de petiscos diferenciados, entre eles o Vitello Tonnato, levíssima carne de vitela ao creme de atum, alcaparras e anchovas, típico do Piemonte. No menu principal,

destaques para o Canelloni Alla Harry’s Bar, recheado de ricota, gruyère, espinafre e pimenta-caiena, e o tradicional risoto de camarão. Os pratos são fartos, é claro, como manda a tradição. Entre as sobremesas, vale experimentar o Crema al Mascarpone, Cioccolato e Castagna e o sorvete de limão siciliano. O serviço atende também em inglês, italiano e francês e a adega climatizada oferece carta de vinhos com 230 rótulos, 70% deles italianos. Rua Hélio Pellegrino, 204 - Vila Nova Conceição Tel.: (11) 3842-0012 - www.ravioli.com.br

Cosí Vila Nova Conceição – Com passagens por premiados restaurantes europeus, o chef Renato Carioni utiliza toda a sua bagagem gastronômica para criar um bom cardápio, onde se destacam, nas entradas, a Polenta rústica trufada com pancetta e taleggio gratinado e o Carpacio de atum com emulsão de açafrão e creme de abacate picante. Entre os pratos principais, vale pedir o Escalope de vitela recheado com foie gràs e purê de mandioquinha trufada e o peixe do dia em crosta de camarão com risoto de espinafre e molho de açafrão. Para finalizar, sobremesas, como o Canolli siciliano com compota de laranja amarga e a Panna cota com caldas de figo ao vinho do porto.

Divulgação

Tel.: (11) 3672-0089 - www.restaurantecosi.com.br

38

| Edição #17 |

Foto: Tadeu Brunelli

Rua Jacques Félix, 381- Vila Nova Conceição


Gastronomia - Chef S/A

DOS DEUSES Com 35 anos de carreira, 25 deles no Brasil, o chef francês Emmanuel Bassoleil dá o passo a passo para um incrível camarão na abóbora

Camarão ao molho Iemanjá com abóbora e arroz de coco Ingredientes (4 porções):

Modo de preparo

Camarão: 24 unidades de camarão grande sem casca e sem rabinho 50 g de cebola picada 30 g de pimentão amarelo 30 g de pimentão verde 30 g de pimentão vermelho 20 ml de azeite 600 ml de leite de coco 600 ml de caldo de peixe 300 ml de molho de tomate 10 g de alho 10 g de cebolinha picada 10 g de coentro Sal e pimenta do reino moída

Molho Iemanjá Aquecer o azeite e reforgar os camarões por 3 minutos. Retire e reserve. Na mesma frigideira acrescente a cebola e o alho e refogue até dourar, acrescente os pimentões e refogue. Acrescente o leite de coco, o caldo de peixe e o molho de tomate. Deixe reduzir e adicione o coentro e a cebolinha, tempere com sal e pimenta. Bata tudo no liquidificador e reserve.

Arroz de coco: 400 g de arroz agulhinha 50 g de cebola picada 50 ml de óleo de milho 100 ml de leite de coco 50 g de fita de coco 700 ml de água Sal

Arroz de coco Aqueça o óleo, refogue a cebola, acrescente o arroz e frite. Coloque a água, o leite de coco e o sal, cozinhe com a tampa da panela semiaberta. Se houver necessidade, acrescente mais um pouco de água e leite de coco.

Montagem: Aqueça o molho e acrescente os camarões. Recheie as abóboras com os camarões e o molho e sirva com o arroz separado em uma mini louça de porcelana. Decore com lasca de coco fresco.

Emmanuel Bassoleil é o chef executivo e responsável pela gastronomia do Hotel Unique e do Skye Restaurante-Bar.

Divulgação

Abóbora: 600 g de abóbora japonesa (kabochan) 50 ml de azeite de oliva Sal e pimenta do reino moída

Abóbora Em uma panela ferva a água e cozinhe as abóboras (cuidado para não cozinhá-las demais). Corte uma tampinha e retire as sementes. Mantenha em local aquecido.


Comportamento

uma

VIAGEM ESSENCIAL • por Geninho Goes

Shutterstock

Nosso articulista convida o leitor para uma grande volta ao mundo interior, buscando o roteiro de sua própria história de vida. Que tal embarcar nessa?

40

| Edição #17 |


Shutterstock

Comportamento

J

á pensou em se aventurar numa viagem de volta ao mundo? Dever ser incrível conhecer pessoas com culturas e hábitos diferentes, lugares fascinantes e ver o mundo por outro ângulo que não seja o seu.

Shutterstock

O que atrai o ser humano quando se fala em viagem são as diferenças que ele pode encontrar e o quanto pode se aventurar naquilo que ainda não conhece. Isso significa sair do lugar comum e de sua zona de conforto. Imagine um planeta como o nosso onde, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), existem mais de 190 países e, de acordo com o compêndio Ethnologue, considerado a bíblia da lingüística, há pelo menos 6.912

42

| Edição #17 |

idiomas (só em Papua Nova Guiné são 850 idiomas falados), distribuídos em 510 milhões de km2 que é o tamanho do planeta azul, sabendo-se que destes 70,69 % são mares e oceanos. Somos mais de 7 bilhões de habitantes que, além de falar várias línguas, temos crenças e até deuses diferentes. Verificando esta imensidão, chego à conclusão de que ou somos muito pequenos ou é o mundo que é muito grande, o que nos impossibilita de conhecer tudo o que realmente nos cerca. E não é preciso ir muito longe para destacar a nossa incapacidade de conhecer tudo o que existe e, neste caso, não se tratam apenas de distâncias físicas. Somos incapazes de conhecer profundamente a nossa própria história.


Esta é a viagem mais próxima e quem sabe a mais difícil que podemos nos aventurar durante toda a nossa existência. O que comprova que o dinheiro realmente não compra todas as viagens existentes. Você pode não ter o dinheiro necessário para atravessar o mundo e vivenciar uma experiência na Índia, Japão, Tailândia ou, quem sabe, repetir o que a autora de “Comer, rezar e amar” fez, aventurando-se em busca de algo que nem mesmo ela sabia, mas foi o que o título do livro sugere que ela tenha encontrado. Mas existe outra maneira de viajar sem sair do lugar que é explorar a sua própria história e, quem sabe, dedicar uma pequena parte do seu tempo para contemplar o silêncio. Um dia destes fui a uma palestra de um monge do budismo zen e ele sugeriu que ficássemos por 40 minutos sentados olhando para uma parede e sem nenhuma interferência externa. Você já experimentou fazer isso? Tenta e depois me conta. A maioria das pessoas que conheço são incapazes. A sua mente vai parecer um siri dentro de uma lata. Não vai parar um minuto, vai ficar pulando. Quanto mais fascinados estamos pelas “tentações” do mundo externo, menos conectados estamos internamente, porque para fazer esta “viagem” é preciso foco e concentração. Mesmo quando esta aventura seja o autoconhecimento, sugerido desde a Grécia Antiga por Sócrates com a ilustre frase “Conhece-te a ti mesmo” – ele também é, curiosamente, o autor da frase “Só sei que nada sei” - chego à grande conclusão de que jamais se terá o entendimento sobre todas as coisas existentes no mundo. Aprendemos desde crianças que é preciso viver com objetivos, que as pessoas que não tiverem metas não

chegam a lugar algum. E toda esta correria em busca de “alcançar estes objetivos” demanda muito esforço e muita energia do ser humano. Viver já é uma grande aventura. A cada dia acredito mais que a maior viagem que podemos fazer na vida não é aquela que nos leva geograficamente de um lugar a outro, mas sim a que nos conduz para as profundezas do nosso ser, para a história de vida de cada um. É descobrir quem você é, porque a resposta para o que veio fazer aqui nem sempre virá. É aceitar a sua própria história e nela buscar a sua evolução pessoal. É entender que tudo o que aconteceu no passado não pode ser mudado, mas sim servir como parâmetro para dar um próximo passo. Ter a certeza que nem tudo que irá acontecer depende de você, mas o que faz no dia de hoje terá grande influência naquilo que irá encontrar depois. Se a vida é uma viagem na qual nunca sabemos quando seremos convidados a desembarcar e a única certeza que temos é que esta aventura terá fim, seria no mínimo interessante se dedicar a procurar entender um pouco melhor o propósito dela para nos tornarmos viajantes melhores. A cada vez que conheço um novo lugar no mundo, tenho certeza que é mais fácil a viagem para o lado de fora do que a sugerida neste texto e fico em dúvida se é porque o mundo aqui fora é tão fascinante e diferente ou se realmente não estamos preparados para tudo o que somos e o que podemos encontrar em nossa essência. Seja qual for a resposta, confio e acredito que o Universo em sua infinita sabedoria sabe a hora certa para as coisas certas acontecerem nesta grande viagem que é a vida. E termino com um provérbio africano, que diz: “Gente simples, fazendo coisas pequenas, em lugares pouco importantes, consegue mudanças extraordinárias”. Em outras palavras, você já é importante sendo quem é.

Geninho Goes é empresário, escritor, palestrante e alguém que busca viajar para fora e para dentro de si mesmo para ver o que encontra de novo. www.geninhogoes.com.br

| www.viagenssa.com |

Divulgação

Desde a antiguidade, somos ouvintes dos conselhos de grandes filósofos que nos instigam para a viagem interior. A Bíblia mesmo é recheada destes convites para uma reflexão e, se quiser ir ainda mais longe, temos os ensinamentos deixados por Buda que nos orientam pela busca da iluminação, que não está lá fora, como muitos pensam, mas é uma forma de olhar para dentro de nós mesmos para encontrar a paz de espírito, um caminho à verdadeira felicidade. Laotsé, o pai do Taoísmo, criador do “Livro das Virtudes”, disse que “se quiseres acordar toda a humanidade, então acorda-te a ti mesmo”. É impossível que pessoas em eras e locais tão diferentes tivessem o mesmo pensamento sem que houvesse um fundamento de verdade.

43


Espaço Férias

COLÔMBIA: COLORIDA E MISCIGENADA • por Caroline Melo

Shutterstock

O país tem paisagens naturais de tirar o fôlego, como a ilha de San Andrés e a baía de Santa Marta, além de muita história em Cartagena das Índias, também ponto de encontro da cultura nacional

44

| Edição #17 |


Muralhas de Cartagena, cidade que hoje ĂŠ ponto de encontro da cultura colombiana


Shutterstock

Espaço Férias

O lado moderno de Cartagena das Índias

U

m país que surpreende pela diversidade geográfica inigualável. Floresta Amazônica, Cordilheira dos Andes e praias banhadas, tanto pelo mar do Caribe quanto pelo Oceano Pacífico fazem da Colômbia um destino que atrai turistas de todo o mundo. Além da excelente gastronomia, rica história e diversos eventos culturais, o país possui um povo acolhedor.

Esse roteiro começa por “La Heroica”, como também é conhecida Cartagena das Índias, que investe na preservação de sua história, mas incorpora elementos da vida moderna para oferecer conforto e luxo. Ali, há monumentos, mosteiros, igrejas antigas, muralhas e vestígios de batalhas antigas. É muito bom caminhar pelas ruas, admirando os edifícios coloniais, o Palácio da Inquisição, a Torre do Relógio e o Castelo de San Felipe de Barajas, além dos parques e praças. Ainda pelo centro histórico da cidade, pode-se visitar a Igreja e Convento de San Pedro Claver, a Casa do Marquês de Valdehoyos, os monumentais templos de Santo Domingo e San Agustín e o Teatro Heredia. Fundada em 1533 pelo espanhol Don Pedro de Heredia, Cartagena, enquanto porto comercial foi alvo das invasões inglesas e francesas, o que motivou a construção de muros de defesa, transformando a cidade em uma das mais protegidas das Américas. Finalmente em 1811, conseguiu sua independência. Em dias de sol, vibra com o colorido de suas fachadas. A brisa do mar refresca as estreitas ruas da cidade antiga que, ao anoitecer, nos transporta para o passado, oferecendo passeios de charretes e jantares em restaurantes com o melhor da culinária colombiana. A cidade também é cercada por um belo mar e é a porta de entrada para as Ilhas Rosario - um grupo de 43

46

| Edição #17 |


Tanto na cidade amuralhada, como na região de Bocagrande, há mais de 100 restaurantes de todos os tipos e preços. Pode-se optar pela comida mais tradicional, que inclui pratos típicos, como broas de ovo, bolinhos de mandioca ou de feijão, arroz com coco, mandioca com molho costeiro ou salsicha, nos pequenos restaurantes de comida rápida no centro da cidade antiga, ou pelos restaurantes de luxo, com cardápio mais refinado, de gastronomia fusão. Cartagena também possui diversas opções de hospedagem, com os tradicionais hotéis coloniais e os mais sofisticados, com serviços personalizados. A noite é divertida, movimentada. Os melhores bares e discotecas oferecem uma visão privilegiada da cidade e belas festas aos ritmos de salsa, cumbia, merengue, reggaeton e vallenato, entre outros. Cartagena das Índias também respira cultura e é ponto de encontro de escritores, músicos, atores e jornalistas. A bela arquitetura local atrai diversos eventos internacionais, como o Festival Internacional de Música Clássica, Festival Internacional de Cine e o Hay Festival de Literatura e Artes, que atraem grandes nomes da literatura, cinema, música e jornalismo. A cidade tem histórias fascinantes que foram e continuam sendo escritas dentro de suas muralhas.

San Andrés, muito sol e praia

Divulgação

ilhas que se estendem até o Mar do Caribe e são protegidas como Parque Nacional Marinho. Em Barú, a maior ilha da região, é possível desfrutar das ondas da Playa Branca. Bastante visitada, tem vasta extensão de areia, ideal para um banho de sol e para um passeio de barco com sol abundante e cerveja gelada. As charmosas colombianas, conhecidas como palenqueras, vendendo frutas também são um capítulo à parte.

As várias tonalidades de azul do mar de San Andrés justificam seu apelido de “mar de sete cores” e tornam a região –definitivamente– uma das mais belas do Caribe colombiano. Localizada a 700 quilômetros da costa continental da Colômbia, a ilha impressiona com seus mais de 40 lugares para mergulho, com naves afundadas, rochas, grutas e poucas correntes marítimas. A visibilidade – que fica entre 15 e 30 metros – e a agradável temperatura permitem desfrutar deste mar de fauna variada e colorida. Aliás, San Andrés foi classificada pela Unesco como Reserva de Biosfera de Flora Marinha e, por estar inserida na terceira maior barreira de corais do mundo (com uma área de 250 mil km²), é um dos destinos preferidos para quem quer praticar esportes náuticos, como snorkeling, esqui-surfe, mergulho profissional, windsurfe, kitesurfe ou apenas passear de barco.

O casario colonial em Cartagena

Quem gosta de praia, pode ficar à beira-mar para conferir suas águas calmas graças à proteção da barreira de corais. A de San Luis é uma das mais frequentadas e fica em uma área repleta de casas de madeira e arquitetura caribenha. Para snorkeling, uma ótima sugestão é La Piscinita, uma grande piscina natural com enorme variedade de peixes multicoloridos. | www.viagenssa.com |

47

Shutterstock

A influência dos holandeses, espanhóis, ingleses e africanos deu a San Andrés uma cultura rica. Nas ruas é possível ouvir o idioma “creole”, que é uma mistura do inglês, espanhol e dialetos africanos. A população fala ainda espanhol e inglês, o que favorece a comunicação com os turistas. Essa mistura cultural influencia também a música, que tem ritmos como reggae, reggaeton, merengue e salsa.


Espaço Férias Já em La Loma, na parte mais alta de San Andrés, é possível curtir a natureza com cavalgadas, trilhas e passeios. É lá que fica a Iglesa Bautista. Construída em 1844, foi a primeira igreja da ilha e tem um mirante com uma vista de 360 graus dos 26 km² de extensão da ilhota. Um pouco mais da história da região pode ser conhecida na Casa Museo Isleña, uma típica casa de San Andrés, que resgata costumes, por meio de utensílios, trajes e danças típicas. Há um bar no local que serve bebidas tradicionais da ilha, como coco loco e piña colada. Não deixe de conhecer também o Hoyo Soplador, um gêiser natural formado a partir da pressão com que a onda do mar entra nos túneis de pedra.

Santa Marta, praias e aventura

Shutterstock

Conhecida por ter uma das baías mais bonitas da América, Santa Marta tem diferentes paisagens, com aventura, praias, natureza e história. Ali, é possível visitar a montanha costeira mais alta do mundo, a Sierra Nevada, considerada sagrada para as comunidades indígenas. Já as praias têm ondas suaves devido à proteção proveniente da serra.

As águas transparentes da praia de San Andrés 48

| Edição #17 |

El Rodadero é o principal centro turístico e possui uma luxuosa rede hoteleira. Bastante visitado durante todo o ano, é o lugar ideal para quem busca sol, bares à beira mar e esportes. Logo ao lado, pode-se visitar Taganga, uma tradicional aldeia de pescadores que possui uma grande variedade de restaurantes vegetarianos e albergues com preços acessíveis. Localizado ao redor de uma baía em forma de meia lua, é o local ideal para assistir ao pôr do sol e comer frutos do mar. Para quem gosta de atividades mais radicais, o Parque Nacional Tayrona, no Caribe, a 34 km de Santa Marta, é um dos lugares mais fascinantes do país. Conta com uma das melhores praias colombianas, além de exuberantes paisagens formadas por florestas úmidas, mar azul, areias brancas, recifes de corais, manguezais e baías. Longe da civilização, seus 15 mil hectares se convergem nas praias de Arrecifes, La Arenita, La Piscina, Cabo San Juan de Guia, Boca del Saco e Playa Brava, uma das menores da America do Sul. No parque nacional vivem mais de 100 espécies de mamíferos, 300 de aves, 31 de répteis, 15 de anfíbios, 471 de crustáceos e mais de 1000 espécies marinhas. Sem falar, é claro, dos golfinhos e tartarugas marinhas que frequentam o local para desovarem. Em relação à


Foto: Mario Potomati

As cores estão sempre presentes nas ruas colombianas

Se quiser dormir por lá, há também opções de hospedagem. É possível, por exemplo, desfrutar da noite em uma rede, acampar ou ainda hospedarse em uma das Ecohabs - cabanas requintadas e luxuosas em meio à natureza, que se assemelham às habitações da antiga cultura Tayrona.

Comer, beber Quem vai à Colômbia não pode deixar de tomar o famoso café colombiano, reconhecido por sua qualidade. É recolhido à mão, o que lhe confere um toque gourmet. A marca que virou referência é o café Juan Valdez, presente nas cafeterias em todo o país. Não deixe também de saborear as exóticas e coloridas frutas locais. Semelhantes às nossas carambolas, goiabas e maracujás, são também nutritivas e servem ainda de ingrediente para sorvetes, sucos, saladas, coquetéis, mousses e geleias. As mais famosas são granadilla, curuba, pithaya amarela, feijoa, tamarillo e gulupa.

À esq., baía de Santa Marta e acima a natureza exuberante do parque nacional | www.viagenssa.com |

49

Divulgação

flora, são 350 espécies de algas que representam apenas uma parte da vegetação total desta área, considerada a mais rica de todo o Caribe colombiano graças a seus 31 tipos de plantas. Ali, existem várias atividades interessantes, como o mergulho na Gruta de Neguanje, passeio pelos caminhos arqueológicos de pedra, snorkeling, nado nas piscinas naturais, observação de aves e cavalgada.


Espaço Férias - Serviço

Quando ir Por ser um país tropical, o clima na Colômbia não se altera muito, o que favorece o turismo durante o ano todo. Nas regiões litorâneas o clima é mais úmido, sendo mais frio nas regiões altas. Para quem não gosta de chuva, a melhor época é entre dezembro e abril, quando o índice é menor.

Voos Há saídas do Brasil para Bogotá em voos diretos partindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, operados pela TAM, Avianca, TACA, LAN e Copa. Os voos para Cartagena e San Andrés fazem conexão em Bogotá.

Em geral, o valor dos táxis é bem barato se comparado a São Paulo. Em algumas cidades, os veículos não possuem taxímetro, sendo necessário negociar o valor com o taxista antes. Tanto em Cartagena, San Andrés ou em Santa Marta é possível encontrar uma agência de viagens para solicitar informações ou contratar algum serviço. Caso tenha algum problema, a Embaixada do Brasil fica em Bogotá – Calle 93, 14 – 20 piso 8 - tel. (571) 2180800.

Hospedagem

Moeda

Divulgação

A moeda local é o peso colombiano. Um dólar equivale a cerca de 1.814 pesos colombianos. Para entrar no país, é necessário apenas o documento de identidade. O passaporte não é obrigatório, desde que a estada seja de até 180 dias. Apesar de indicada, a vacina contra febre amarela também não é obrigatória.

Piscina do Softel Santa Clara, em Cartagena 50

Transporte

| Edição #17 |

Em Cartagena, há diversas opções de hotéis boutique para quem quer mais exclusividade, além do luxuoso Sofitel Santa Clara. Construído onde antes era um convento, o empreendimento já recebeu diversas celebridades, como Bill Clinton e Mel Gibson. Já em Santa Marta, uma boa opção é o complexo hoteleiro que fica em El Rodadero, principal centro turístico da região. San Andrés também possui excelentes hotéis, principalmente, à beira-mar. O resort all inclusive Decameron e o San Luis Village Hotel são confortáveis.


Artigo

Croácia:

Divulgação

um incentivo de destino • por Sergio Luiz Macera

D

ubrovnik, cidade localizada no litoral da Croácia, sempre esteve na minha lista de “destinos para conhecer”, ocupando uma das dez primeiras posições. Pensava nela de modo isolado, sem esperar o que uma visita por outros destinos de um dos países originários da antiga Iugoslávia poderia me reservar. Há anos estava na lista, mas nunca chegou ao topo, até minhas últimas férias. Há mais de 20 anos trabalho no mercado de turismo, organizando eventos e viagens de incentivos para clientes corporativos, e a cada novo período de descanso procuro aliar um destino conhecido e cosmopolita com algum outro exótico. E o ritual de avaliar a tal lista de preferências, marcando, rabiscando, reorganizando posições, se repete religiosamente. Foi uma amiga que este ano impulsionou Dubrovnik para o primeiro lugar, dizendo que iria viajar para a Croácia, terra natal de seus ancestrais. Sem pestanejar, e sabendo que ela seria excelente companheira de viagem, ofereci-me, com a melhor cara de pau, para acompanhá-la. E, claro, garantindo que Dubrovnik estaria no roteiro. Um dos grandes destinos da Europa atualmente e prestes a entrar para a zona do Euro (2013), a Croácia se apresentou como escolha perfeita. Seja para o descanso, seja para o encanto. Suas mais de mil ilhas, litoral com mais de 4800 km de extensão, castelos medievais, fortalezas e parques, completam o menu que inclui, na capital Zagreb, variedade cultural entre atrações sazonais, 20 museus e uma infinidade histórica imperdível. Mesmo depois dos conflitos brutais enfrentados na década de 1990, que destruíram grande parte de seu acervo histórico e cultural, o potencial turístico foi o gatilho para a recuperação social 52

| Edição #17 |

e econômica da Croácia, incentivando outras indústrias – como a pesca e a construção civil, por exemplo – a crescerem e absorverem grande parte da mão de obra da região. Com preços convidativos para os brasileiros, mesmo com a forte valorização do Real, a Croácia se provou um excelente destino para viagens de incentivo de empresas que buscam por uma relação “custo-benefícioencantamento-do-premiado” de qualidade e com um quê de ineditismo e exotismo. De fácil acesso a partir do Brasil, com voos diretos conectados aos principais portões de entrada da Europa (Frankfurt é uma das opções), apresenta infraestrutura invejável, com destaque para as curtas distâncias entre as principais cidades e as ótimas estradas e rodovias. Depois de passar 20 dias entre as histórias, riquezas e culturas croatas descobri que visitar somente Dubrovnik seria um pecado e tentei imaginar porque demorei tanto a conhecer esse pedaço do paraíso. No que depender de mim, a Croácia estará, a partir de agora, sempre como um dos destinos oferecidos para as viagens de incentivo que minha agência vier a concorrer para organizar. Com certeza teremos alguns milhares de quilômetros de diferenciais à frente de nossos concorrentes.

Sergio Luiz Macera é diretor da Renase Eventos, Viagens e Incentivos e atua há mais de 20 anos no mercado corporativo.


| www.viagenssa.com |

53


Divulgação

Curtas

DELÍCIAS DO SUL O Ponta dos Ganchos, um dos resorts mais exclusivos do país e referência em gastronomia, promove este mês seu festival de Ostras. Situado em uma península particular em Governador Celso Ramos, em Santa Catarina, rodeado por uma pitoresca vila de pescadores, em meio à natureza exuberante, o resort tem localização privilegiada, além de praia e ilha particulares. Haverá um menu especial, criado pelo chef Luis Salvajoli em comemoração a Festa Nacional da Ostra e da Cultura

Açoriana (Fenaostra), em Florianópolis. No cardápio, ostras ao bafo, gratinadas, ao vinagrete de pepino e hortelã, tartare de ostras em ravióli de água do mar, sopa em emulsão de ervas cítricas, ostras sobre purê de cará em espuma de bottarga e ragú de cogumelos, entre outras. As diárias para o período custam a partir de R$ 1.510 (casal), com todas as refeições e bebidas não alcoólicas, menu especial do festival e cesta de frutas. www.pontadosganchos.com.br

Shutterstock

CORPORATIVO TURBINADO

Moscou, na Rússia

EUROPA PARA BRASILEIROS A CVC abriu 20 mil lugares para vendas de circuitos europeus, com saídas garantidas até dezembro de 2013, assistência de guias falando português e facilidade no pagamento, em até 12 vezes sem juros. Há roteiros de 8 a 29 dias de duração, que oferecem preços promocionais, hotéis selecionados e passeios pelos principais pontos turísticos das regiões visitadas. Na série Sonhos, um dos destaques é a Escócia. Já na série Conquista, mais econômica, há 100 diferentes opções de pacotes e permite que o passageiro insira outros serviços durante a compra do roteiro no Brasil para visitar, por exemplo, o Leste Europeu, a Escandinávia e a Rússia. www.cvc.com.br 54

| Edição #17 |

A Argo IT, companhia paulista de tecnologia para viagens corporativas, acaba de se unir à gaúcha Travel Explorer, empresa de tecnologia localizada no parque tecnológico da PUC, em Porto Alegre, também especializada em tecnologia para viagens, só que para o segmento de lazer. Juntas, elas criaram a Clic Holding, um grupo que nasce como uma das maiores provedoras de tecnologia e vendas de viagens para essa indústria na América Latina. Estima-se que cerca de 15 milhões de pesquisas online, só para passagens aéreas, passem pelos servidores da nova Clic Holding, que conta com quase mil agências, operadoras e clientes diretos atendidos, mais de cem colaboradores e cerca de um milhão de passagens aéreas processadas por mês em mais de 12 países nas Américas. Argo IT e Travel Explorer têm crescido, em média, 30% ao ano.


Os melhores destinos do mundo estão na P1 Travel!

10X

SEM JUROS

Grupos para Walt Disney World Resort NATAL

NATAL & RÉVEILLON

RÉVEILLON

FÉRIAS DE JANEIRO

Saída: 18 dezembro

Saída: 23 dezembro

Saídas: 27 e 29 dezembro

Saídas: 3, 7, 9, 11, 14, 19, 21 e 22 jan

Disney’s All Star Resort 9 noites

Disney’s All Star Resort 11 noites

Disney’s All Star Resort 10 noites

Disney’s All Star Resort 10 noites

A partir de

A partir de

A partir de

A partir de

9X US$

282

+ Entrada US$ 846 Á vista US$ 3.385 R$ 7.210

9X US$

351

+ Entrada US$ 1.053 Á vista US$ 4.211 - R$ 8.969

9X US$

340

+Entrada US$ 1.019 Á vista US$ 4.076 - R$ 8.682

9X US$

299

+ Entrada US$ 898 Á vista US$ 3.590 - R$ 7.647

Todos os pacotes incluem: • Aéreo desde São Paulo • Hospedagem • Traslados • 1 café da manhã no Vinito Ristorante (exceto saída de Natal 18/12) • 1 café da manhã no NBA City Restaurant • 1 café da manhã no Nascar Sports Grille • Seguro Viagem Travel Ace • Ingresso para os parques Disney • Ingresso para os parques Universal, Busch Gardens e SeaWorld. Visitas extras incluídas: Yes Brasil e Sports Autority. Presente RCA: DVD da viagem (1 por apto) e caneca MUG Disney.

Réveillon Internacional NEW YORK

PARIS

BUENOS AIRES

SANTIAGO

Saídas: 27 e 28 dezembro

Saídas: 27, 28 e 29 dezembro

Saídas: 29 e 30 dezembro

Saída: 30 dezembro

The Roosevelt Hotel 6 noites

Novotel Paris Tour Eiffel 6 noites

Facón Grande Hotel 4 noites

Torremayor Hotel 4 noites

A partir de

A partir de

A partir de

A partir de

9X US$

291

+ Entrada US$ 872 Á vista US$ 3.488 - R$ 7.429 (Base saída 27/12)

9X US$

203

+ Entrada US$ 610 Á vista US$ 2.440- R$ 5.197

9X US$

55

+ Entrada US$ 166 Á vista US$ 665 - R$ 1.416

9X US$

81

+ Entrada US$ 242 Á vista US$ 968 - R$ 2.062

Todos os pacotes incluem: • Aéreo desde São Paulo • Hospedagem • Café da manhã (exceto New York) • Traslados • City Tour • Seguro Viagem Travel Ace

Brasil Resorts Summerville Beach Resort - PE

Grand Palladium Imbassaí - BA

Grand Oca Maragogi - AL

Saída: 29 dezembro

Saída: 29 dezembro

Saída: 29 dezembro

Apto standard com pensão completa 7 noites

Suíte júnior com all inclusive 7 noites

Apto standard com all inclusive 7 noites

A partir de

A partir de

A partir de

9X R$

486

+ Entrada R$ 1.457. Á vista R$ 5.830

9X R$

547

+ Entrada R$ 1.640. Á vista R$ 6.563

9X R$

Inclui festa de reveillon

461

+ Entrada R$ 1.382. Á vista R$ 5.527

Todos os pacotes incluem: • Aéreo desde São Paulo • Hospedagem • Traslados • Seguro Viagem Travel Ace Preços por pessoa “Á partir de” base apto duplo (exceto Disney = apto quádruplo). Sujeito a alteração e disponibilidade de lugares sem aviso prévio. Taxas não incluídas. Financiamento em até 10X sem juros sendo 25% de entrada mais taxas e o saldo em 9X nos cartões MasterCard, Diners, Amex ou Visa. Preços calculados base câmbio 24/09/2012 US$ 1,00 = R$ 2,13. Valor será recalculado e pago ao câmbio do dia.

www.P1Travel.com.br 11 2949-4066 | 11 3624-1466

news@p1travel.com.br P1 Travel Jd. Japão: Praça Nippon, 40 - loja 1 corporate@p1travel.com.br P1 Travel Jd. São Paulo: Av. Leôncio de Magalhães, 1004 - loja R

QUALIDADE

DESD E 1 993


Hotéis

Glamour sob

medida • por Simone Galib

O hotel Santa Tereza, no bairro homônimo do Rio, é uma das melhores opções de hospedagem, além de ser endereço predileto de brasileiros e estrangeiros

Divulgação

Q

uando for ao Rio, quebre um pouco a rotina, esqueça o tradicional circuito CopacabanaLeblon- Ipanema, maravilhoso, aliás, mas vá para Santa Tereza. O bairro, considerado o Montmartre carioca, é o mais artístico e preservado da cidade. Sim, tem história, arte de museus e oficinas e uma arquitetura onde predominam os estilos colonial e neoclássico. Além disso, oferece acesso imediato aos 56

| Edição #17 |

principais centros econômicos e também está perto de alguns dos principais cartões postais, como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e o fervido bairro da Lapa. Como se não bastasse tudo isso, abriga o charmoso Hotel Santa Tereza, que faz parte do seleto grupo Relais & Chateaux e já virou endereço predileto de muita gente descolada –daqui e do exterior. Ali, tudo é muito


exclusivo. São apenas 40 apartamentos e suítes harmoniosamente distribuídos em um centenário casarão, que preserva a cultura nacional. Os quartos têm estilo loft, sendo decorados com peças de top designers brasileiros, como Sergio Rodrigues, Carassas e Zemog, entre outros. No artesanato, artefatos indígenas, fibras e madeiras tropicais. Os amenities são da tradicional marca Granado. Sandálias Havaianas, wi-fi gratuito no hotel inteiro e menu de travesseiros dão o toque de conforto aos serviços. A piscina de ardósia tem uma bela vista da cidade. No quesito panorâmica, os apartamentos também não deixam a desejar: ficam escancarados para os jardins, a baía de Guanabara e até para as montanhas da Tijuca. E para o público corporativo, há duas confortáveis salas de reuniões e infraestrutura para receber até 80 pessoas em almoços e jantares.

dos Descasados, em homenagem ao antigo Hotel dos Descasados que funcionava ali. De frente para o casario de Santa Tereza, o lugar é perfeito para um final de tarde, sob a luz do pôr do sol de uma das cidades mais lindas do mundo! www.santateresahotel.com

Divulgação

Mas, o melhor mesmo de tudo é que o hotel pode ser desfrutado pelos não hóspedes, ou seja, há um bar e restaurante abertos ao público. O restaurante Térèze, cujo cardápio também privilegia a cozinha brasileira contemporânea, e o famoso Bar

| www.viagenssa.com |

57


Tecnologia

por Mario Potomati

1. Porta-retrato virtual

1.

Em fase de projeto, este gadget promete fazer sucesso entre as pessoas que gostam de tirar fotos e postarem no Instagram. O Instacube é um porta-retratos que oferece sincronização em tempo real com o Instagram via wi-fi. Com tela de 6,5 polegadas, memória interna é de 4GB e imagens de 600x600 pixel ele é bem simples de usar ele só tem três botões, sendo um para você curtir as fotos que mais gosta. Quer comprar? Você terá que doar US$ 90 para ajudar a finalizar o projeto e ganha uma versão do Instacube. www.kickstarter.com

2.

A Samsung está lançando a Galaxy Camera. Uma câmera digital de 16 megapixels com sistema operacional Android 4.1 Jelly Bean com acesso a aplicativos Play Store e integração total redes sociais via wi-fi, 3G ou 4G. Com tela touchscreen de 4,8 polegadas, processador de 1,4 GHz e zoom óptico de até 21x promete ser um ótimo presente para o final de ano, que é a sua previsão de lançamento nos Estados Unidos, mas sem preço definido ainda.

3. Super teclado

3.

DeathStalker é um teclado que cumpre o que promete. Dinâmico e inteligente, ajuda muito quem gosta de jogar. Entre as novidades conta com um painel de LCD com controle customizável de dez teclas táteis e softwear que permite que a sua configuração seja salva em nuvem para carregar em outros computadores. Lançamento previsto no Brasil para outubro, com preço sugerido de R$ 1.299.

4.

4. De olho na Google TV A Sony promete o lançar até o final de 2012 o Sony NSZ-GS7 no Brasil. Ele é um set-top box que possui navegador Google Chrome e pode ser conectado a uma TV convencional e fornecer vários recursos como: streaming de vídeo, acesso à internet, redes sociais, conteúdo multimídia (vários formatos), acesso ao YouTube e suportar aplicativos para Android disponíveis na Play Store. Vem com controle remoto com tecnologia Bluetooth, teclado Qwerty, touchpad e um sensor para controlar jogos. Nos Estados Unidos, custa US$ 199, mas no Brasil ainda não está definido.

Divulgação

58

2. Ela só não faz ligações

| Edição #17 |


Bastidores

por Andrea Magalhães

FESTA NO INTERIOR Operadoras, agentes de viagens e a hotelaria levaram suas marcas para a Avirrp, que aconteceu em agosto, na cidade de Ribeirão Preto, e já é considerada a maior feira de turismo do interior de São Paulo. Muitos representantes do setor passaram por lá. Emerson da Silveira, presidente da AVIRRP, inalgura a feira

Divulgação

Valdo Odi Silva

Keco Correa Xaviere Marcelo Flores Gomes Salgado 60

| Edição #17 |

Walmir Santos e Fabio Redondo

Cleiton Feijo

Hermano GeraldoCarvalho Alves Cintra Filho, Marcela Cuesta, Sonaira Zanella e Fernando Lafalce


O MELHOR DA GASTRONOMIA Muita gente foi ao restaurante Capim Santo, da chef Morena Leite, para comemorar os cinco anos da São Paulo Restaurante Week, que atraiu mais de 280 casas participantes em agosto e setembro. E este ano ainda houve reservas online e parceria para doações ao Instituto Ayrton Senna. Foto: Elvis Fernandes

Emerson Silveira

Morena Leite, Roberto Ravioli e Carlos Bertolazzi

TURISMO DE NEGÓCIOS O Fórum de Turismo de Negócios reuniu, no Hotel Jurerê Beach Village, em Florianópolis, empresas ligadas ao turismo, à indústria da moda, à saúde, beleza e aos setores imobiliário e tecnológico, entre outros, para estimular esse segmento e garantir o network em acordos de compra e venda de produtos ou serviços. Vera Lucia F. de Souza e Marcia Isabel Lima

Cynthia Carmona

Daniel Gromzynski

Marta Lobo

Gabriela Godinho

É festa!

Divulgação

A equipe da Scritta compareceu em peso ao clube Sírio libanês, em São Paulo, para comemorar seus 20 anos de atividades. Alegria e sucesso foram o que não faltaram por lá. Paulo Piratininga | www.viagenssa.com |

61


Bastidores

por Andrea Magalhães

TEMPORADA DE NEVE Representantes das 17 estações de esqui do American Airlines SkiClub desembarcaram no país para apresentar as novidades de cada destino e as facilidades do maior programa de turismo de neve para brasileiros nos EUA. Em São Paulo, o encontro foi realizado no restaurante Figueira Rubayat. Adriana Boischio, Marcio Oliveira e Simone Krüger

VOAR E ESTUDAR Com um café da manhã no restaurante Paris 6, em São Paulo, a Lufthansa apresentou ao mercado a sua nova diretora geral para o Brasil, Annette Täuber, que é brasileira e trabalha na companhia aérea há 23 anos. Enquanto isso, o Consulado Geral do Canadá em São Paulo divulgou ao trade, no hotel Tívoli Mofarrej, o sistema educacional do país, do ensino médio à pósgraduação, passando por MBAs, além de cursos de inglês e francês.

Annette Täuber e Dr. Jörg Waber

Jaqueline Aguilar e Ramnet Sran

VAMOS À JORDÂNIA

Divulgação

Representantes do Jordan Tourism Board (JTB) estiveram no Brasil para divulgar o país e ampliar o relacionamento com o setor turismo nacional. A comitiva veio reforçada por profissionais de operadoras da Jordânia. Em São Paulo, o encontro aconteceu no hotel Intercontinental. Mahfouz Kishek, Ramez Goussous e Mustapha Adouni 62

| Edição #17 |


NOVIDADES NO CORPORATIVO O Instituto Alatur promoveu, em setembro, no Centro de Convenções da Fecomercio, São Paulo, a quinta edição de seu fórum, classificado como um dos maiores eventos de viagens, eventos e mobilidade corporativa do país. Todas as novidades que interessam aos viajantes de negócios foram ali discutidas. Ricardo Ferreira

Klaus Kühnnast

Letícia Sabatella

Patricya Travassos

Monja Coen

FORÇA NA HOTELARIA

Roberto Rotter, Ana Maria Biselli e Emanuel Baudart

Rodrigo Napoli, João Bueno, Fanny Cutrale, Alberto Moane e Ronaldo Linares | www.viagenssa.com |

63

Divulgação

O FOHB, Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, reuniu em setembro, no Novotel São Paulo Center Norte, cerca de 280 colaboradores de 23 redes associadas à entidade para o Encontro Comercial FOHB, com o tema “O consumidor do Século 21 e o Mercado Hoteleiro”. Vejam quem foi prestigiar o evento.


Calendário

Feiras e eventos

Outubro / Novembro, 2012 Expo Noivas & Festas Primavera 2012 Data: 11 a 14 de outubro Expo Center Norte - SP Pet Show América Data: 16 a 18 de outubro Expo Center Norte - SP

FITPAR - Paraguai Data: 09 a 11 novembro Assunção - Paraguai VI Eco SP Data: 12 e 13 novembro Anhembi - SP Internacional Golf Travel Market Data: 12 a 15 de novembro Algarve - Portugal

27º Salão Internacional de Automóvel de São Paulo Data: 24 a 04 novembro Anhembi - SP

Salão Internacional de Veículos Antigos Data: 22 a 25 novembro Anhembi - SP

Feira do Empreendedor Data: 25 a 28 de outubro Expo Center Norte - SP

Festival de Gramado de Turismo Data: 22 a 24 novembro Gramado - RS

FIT - Argentina Data: 03 a 06 de novembro Buenos Aires - Argentina

Oktoberfest Data: 23 a 25 novembro Anhembi - SP

Feiplar e Feipur 2012 Data: 06 a 08 de novembro Expo Center Norte - SP

EIBTM - Espanha Data: 27 a 29 novembro Barcelona - Espanha

Brasil Automotion – ISA 2012 Data: 06 a 08 novembro Expo Center Norte - SP

Congresso de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde Data: 30 novembro Expo Center Norte - SP Fonte: www.nfeiras.com | Foto: Shutterstock

ABAV Data: 24 a 26 de outubro Rio Cento - RJ

64

| Edição #17 |


A BNT MERCOSUL é destaque por atrair empresas para a realização de negócios. Nestes 19 anos conquistou a credibilidade por sua organização e garantia de público profissional

DIVULGUE SEUS PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS Garantia de público qualificado com poder de decisão.

5.542 profissionais reunidos

Presença de profissionais de 270 cidades do Brasil e participantes de 8 países da América do Sul.

198 jornalistas do Brasil e países do

na edição de 2012.

Delegação de Mercosul.

38 FANTURS de Operadores e

Mais de 390 empresas expositoras.

agentes de Viagens.

www.bntmercosul.com.br +55 47 3367 - 1119 | 3367-9960 CONFIRME JÁ SEU ESTANDE! dag@gwg.com.br – jair@gwg.com.br


Divulgação

Impressões

TUDO AZUL

Shutterstock

EM CURAçAO • por Marcelo Oste

E

m 1996, estive pela primeira vez em Curaçao, nas Antilhas holandesas, motivado exclusivamente pelo mergulho e passei a semana inteira lá, mais embaixo da água do que em cima. Neste ano, resolvi voltar e descobri as maravilhas da ilha. Porto livre, é um ótimo lugar para fazer compras. Há perfumes, relógios, óculos, máquinas fotográficas, bebidas e roupas, além de lojas de grifes, com preços bem atraentes. Para quem gosta de arriscar a sorte nas roletas, a maioria dos grandes hotéis oferece cassinos. Mas também existem os independentes, que são muito bons. A culinária não é gourmet, mas variada. Apesar de holandesa, Curaçao teve influências de diversas raças: índios, brancos, negros e amarelos. Era habitada por índios americanos, foi descoberta por espanhóis, explorada por portugueses, conquistada por holandeses e acabou se transformando em um dos maiores polos de tráfico de escravos do Caribe. A ilha abriga a sinagoga mais antiga em atividade das Américas e hoje é a única do Caribe que não inclui o turismo como sua maior fonte de renda, mas sim o petróleo. Toda essa mistura étnica nos aproxima da cultura, musicalidade, alegria, cores, artes e sabores desse povo extremamente feliz e amável. Curaçao não é só praia! Tem uma cidade linda, fotogênica, alamedas, condomínios e centros comerciais. Tem ainda passeio de bugue, de jeep, de quadriciclo, de bicicleta, de barco, a pé... fazenda de avestruz, cavernas, parque nacional, feiras, museus e uma bela arquitetura.

66

| Edição #17 |

Aliás, deixei para falar de praia por último, pois até nisso a ilha é diferente da maioria dos destinos caribenhos. Ao contrário das longas praias com areias brancas e águas azuis, típicas do Caribe, lá as praias estão geralmente em pequenas baías, cercadas de pedras e rochedos, mas com a mesma água azul e areia branca. Muitos hotéis constroem praias artificiais com barreiras de pedras, como quebra mar e verdadeiras piscinas entre elas e a areia. O que pode parecer um absurdo ambiental é facilmente esquecido na primeira imersão dos olhos abaixo d’agua. As tais “barreiras artificiais”, feitas de pedras brutas e gigantes, rapidamente se transformam em abrigo e berçário para uma enormidade de peixes, crustáceos e corais, de todas as cores e formas possíveis. Um delírio para quem gosta de natureza, seja ou não mergulhador. E, por falar em mergulho, Curaçao é um dos melhores locais do mundo e nem precisa ser com cilindro: com um simples snorkel é possível ver polvo, lula, lagosta, tartaruga, caranguejo, peixes e mais peixes, tudo emoldurado por corais multicoloridos sob um pano de fundo azul, igual ao seu mais famoso produto: o licor Curaçao Blue.

Marcelo Oste é gerente de publicidade e marketing da CVC.


Por trás de uma grande viagem tem sempre uma grande equipe.

Há 40 anos, a CVC faz tudo por uma boa viagem. São centenas de pessoas cuidando de todos os detalhes para você não se preocupar com nada e só aproveitar. É uma equipe preparada para atender você 24 horas por dia, do início ao fim de sua viagem, dando apoio total durante a compra, embarque, traslados, hospedagem, passeios e volta para casa. E o melhor: sempre com preços e condições excelentes. É por isso que, além de ser a maior da América Latina, a CVC é a operadora de turismo preferida dos brasileiros. Vá até uma das nossas lojas ou consulte seu agente de viagens e descubra a diferença entre uma viagem e uma boa viagem.

Acesse o site e saiba qual a loja CVC mais próxima ou consulte seu agente de viagens.

cvc.com.br/lojas SIGA A CVC NAS REDES SOCIAIS

/cvcviagens


O MAIS VERSÁTIL E COMPLETO CENTRO DE EXPOSIÇÕES E CONVENÇÕES DA AMÉRICA LATINA 98.000 M2 CONSTRUÍDOS ÁREA TOTALMENTE CLIMATIZADA 23 AUDITÓRIOS PARA ATÉ 5.100 PESSOAS SIMULTANEAMENTE 5 PAVILHOES E 1 CENTRO DE CONVENÇOES PARA FEIRAS, FORMATURAS ,CONGRESSOS E EVENTOS CORPORATIVOS

Rua José Bernardo Pinto 333 - 1º Andar - Vila Guilherme São Paulo - SP CEP: 02055-000 Tel. 5511 2089-8500 eventos@expocenternorte.com.br www.expocenternorte.com.br


Revista Viagens SA - Edição 17