Page 1

CIDADES 6HQWHQoDGHSDGUHVGH$UDSLUDFDDFXVDGRVGHSHGRÂżOLDVDLQDVHJXQGDIHLUD 12 EXEMPLAR DO ASSINANTE

QUARTA-FEIRA

LAUDO DA PERĂ?CIA

3HUtFLDDÀUPDTXH carro de prefeita causou acidente TXHPDWRXWXULVWD A Hilux que era conduzida pela prefeita de Matriz do Camaragibe, Doda Cavalcante, foi o veículo causador do acidente que matou uma turista gråvida, de São Paulo, em outubro passado. O laudo produzido pela perícia tÊcnica do Instituto de Criminalística de Alagoas diverge GR%ROHWLPGH2FRUUrQFLD %2 D¿UPDRGHOHJDGRGH Acidentes de Trânsito, Fernando Tenório. O BO feito no local do acidente, a AL-101 Norte, aponta a condutora do Celta, Queila Brito de Oliveira, como a causadora do acidente fatal. A prefeita deverå responder por homicídio culposo. Påg. 9

MACEIĂ“ - ALAGOAS - 14 DE DEZEMBRO DE 2011 - NÂş 1317 - R$ 1,50

Pousadas participam de rede de prostituição de menores Delegado Jobson Cabral revela que transportadores de turistas e atÊ mães das adolescentes tambÊm participam do esquema em Paripueira, descoberto com a prisão de italiano. Påg. 11 ASSESSORIA

1.200 sem-terra são ameaçados por pistoleiros em Alagoas

MINISTROS consideraram que Teotonio Vilela nĂŁo cometeu crime eleitoral apontado por Lessa

Por seis votos contra um, os ministros do TSE rejeitaram ontem à noite a denúncia do ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), de abuso de poder econômico e uso da måquina estatal mediante distribuição de ovinos a produtores rurais na campanha eleitoral, con-

tra o governador Teotonio Vilela (PSDB). Com a decisão, Lessa amarga mais uma derrota contra Vilela na Justiça Eleitoral e o governador alagoano fica definitivamente mantido no cargo. Ainda por maioria, os ministros decidiram multar Vilela em R$ 10 mil. 5

NIGEL SANTANA

O GLOBO

‘SENHORA DAS IMAGENS’

AILTON VILLANOVA

Para quem nĂŁo sabe, Federaldo Pimpo, o popularĂ­ssimo FedĂŠ, ĂŠ irmĂŁo do bizarro Federaldo, amigo do peito do jornalista, radialista e tambĂŠm psicĂłlogo Reinaldo Cavalcante . Federaldo ĂŠ o cara mais estranho... PĂĄg. 11

OUTRA DERROTA

Lessa perde mais uma ação contra TÊo Vilela no TSE

CONFLITO AGRĂ RIO

De janeiro a setembro deste ano, 1.200 trabalhadores sem-terra acampados foram ameaçados de morte por pistoleiros, grileiros, proprietårios de terra ou policiais militares a serviço de fazendeiros. O levantamento Ê da Comissão Pastoral GD7HUUD &37 HUHÀHWHRV FRQÀLWRVSRUSRVVHGHWHUUD no Estado. Em 2010 foram 990 ameaças. Alagoas Ê o segundo Estado do Nordeste no ranking de pessoas acampadas ameaçadas por pistoleiros e proprietårios de terras, perdendo apenas para o Maranhão, com 2.630 pessoas ameaçadas. Påg. 10

tribunahoje.com

GlĂłria Pires farĂĄ o papel da alagoana Nise da 6LOYHLUDHPĂ€OPHTXHVHUiODQoDGRHP

ELEITORES TXHGHL[DUDPSDUDVHUHFDGDVWUDUGH~OWLPDKRUDHQIUHQWDPÂżODVFDGDYH]PDLRUHV

A atriz GlĂłria Pires anunciou ontem em entrevista FROHWLYDjLPSUHQVDRODQoDPHQWRSDUDGRÂżOPH “Nise da Silveira – A Senhora da Imagensâ€?, sobre a vida da mĂŠdica alagoana que revolucionou o tratamento psiquiĂĄtrico da esquizofrenia no Brasil. PĂĄg. 7

RECADASTRO

Retardatårios amargam longas ÀODVQRVSRVWRV

TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

30Âş

MarĂŠs

05:54 1.8 11:53 0.4 18:04 1.9

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,85 R$ 1,85 DOLAR PARALELO R$ 1,84 R$ 1,95 OURO: R$ 99,50 POUPANÇA: 0,5819%

Restando poucos dias para encerramento do prazo para o recadastramento biomĂŠtrico, os eleitores retardatĂĄrios de MaceiĂł amargam longas ÂżODVQRVSRVWRVGHDWHQGLmento. A causa ĂŠ “tradicionalâ€?: muita gente deixa sempre para Ăşltima hora. PĂĄg. 5

ATLETASGR6DQWRVÂż]HUDPRQWHPDSHQDVXPDTXHFLPHQWRSDUDHQIUHQWDUKRMHRVDGYHUViULRVMDSRQHVHVTXHYrPHPEDODGRV

CASO CECI CUNHA

FUTEBOL

Ă?DOLO DO ASA

Sociedade faz Santos inicia hoje vigília para pedir caminhada rumo ÀPGDLPSXQLGDGH ao tri no Japão

Como SĂłcrates, BiĂł morre vĂ­tima do alcoolismo

Nesta sexta-feira, 16 de dezembro, começa uma vigília em memória da deputada federal e mÊdica Ceci Cunha, assassinada hå 13 anos, completados nessa data. O evento Ê o início de uma grande mobilização nacional contra a impunidade. Påg. 2

Na semana em que morreu o craque SĂłcrates, morreu tambĂŠm Antonio Alves Leite, o BiĂł, meio-campista do ASA na dĂŠcada de 70, quando formou memorĂĄvel trio com Bado e BiĂŠ. Aos 57 anos, ele tambĂŠm foi vĂ­tima de cirrose provocada pelo ĂĄlcool. PĂĄg. 15

Após 48 anos, o Santos, volta a disputar um Mundial. A busca pela terceira estrela na camisa começa hoje às 7h30 (Alagoas) em Toyota, ante o Kashiwa Reysol, campeão MDSRQrV6HYHQFHUGHFLGH domingo contra o Barcelona ou Al Sahyad. Påg. 16

EM FOTO histĂłrica, BiĂł forma com Garrincha no elenco


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

PolĂ­tica SANDRO LIMA

/LPSH]DSUHVLGHQWHGD&&-FRQÂżUPD que pareceres jĂĄ foram emitidos Para as votaçþes da prĂłxima quinta-feira, o presidente da ComissĂŁo de Constituição e Justiça, Ricardo Barbosa (PT), destacou que todos os pareceres de sua responsabilidade jĂĄ foram emitidos. Galba Novaes colocou que na sessĂŁo de hoje, dia 14, servirĂĄ para checar tudo o que falta para a votação de todas as matĂŠrias no dia 15. “Tudo que jĂĄ estiver com parecer publicado, serĂĄ votado, inclusive os projetos que tratam dos cortes de gastos no Legislativo municipalâ€?.

Câmara vai contar com R$ 50 milhþes em 2012 Orçamento municipal da capital para o próximo ano serå de R$ 1,7 bilhão

Galba NovaesFRQÂżUPDDXPHQWRQRGXRGpFLPRGD&DVDHP

da manutenção dos vetos Ă Lei de Diretrizes OrçamentĂĄrias – deve regressar e acordo com a re- ao Legislativo municipal publicação da Lei nesta quarta-feira, dia 14. OrçamentĂĄria Anual Segundo o documento, /2$ QR'LiULR2Ă€FLDOGR o novo orçamento do muMunicĂ­pio, na terça-feira, nicĂ­pio ĂŠ de aproximadadia 13, os vereadores por mente R$ 1,7 bilhĂŁo, dos MaceiĂł terĂŁo um consid- quais R$ 50 milhĂľes serĂŁo erĂĄvel reajuste no duodĂŠci- destinados ao “parlamentomo destinado Ă  Câmara -mirimâ€?. Municipal de MaceiĂł, em O novo valor foi con2012. A peça orçamentĂĄria Ă€UPDGR SHOR SUySULR SUH– que retornou ao Executivo sidente da Câmara Mumunicipal por conta das nicipal de MaceiĂł, Galba readequaçþes em virtude Novaes (PRB). Segundo

LEGISLATIVO MUNICIPAL

ATÉ VOTAĂ‡ĂƒO

LUIS VILAR REPĂ“RTER

D

Sobras de duodÊcimo devem custear novo prÊdio-sede Em relação às sobras deste ano, o presidente da Câmara de Maceió diz que o recurso pode ter dois destinos: o primeiro Ê a devolução aos cofres do Executivo municipal. PorÊm, Galba Novaes não descarta a possibilidade de utilizar o recurso para comprar um novo prÊdio-sede para a Casa de Mårio Guimarães. Ele explica que um corretor de imóveis jå tem trabalhado – corrido contra o tempo, por conta dos prazos – para tentar achar um prÊdio que possa ser comprado. Caso a Câmara Municipal não feche as negociaçþes com o novo prÊdio-sede – que Ê uma das promessas de gestão do vereador Galba Novaes – o destino dos R$ 4 milhþes Ê o retorno ao Executivo municipal. O presidente cita ainda que a sobra de custeio se deu sem que fosse necessåria a solicitação de suplementaçþes orçamentårias, como ocorreu em

2010. Naquele ano, ainda em gestĂŁo passada, o Executivo teve que socorrer Ă Câmara Municipal. Mas, ainda assim houve uma sobra de custeio de pouco mais de R$ 500 mil. Os casos sĂŁo citados pelo presidente do Legislativo para lembrar a possibilidade de devolução caso sobre verbas. Apesar do aumento do duodĂŠcimo, vale ressaltar, que o Legislativo municipal pode aprovar – ainda nesta semana – trĂŞs projetos de lei que preveem a redução de custos no “parlamento-mirimâ€?. As trĂŞs matĂŠrias sĂŁo de autoria do prĂłprio Novaes. De acordo com ele, hĂĄ uma necessidade de redução em virtude do nĂşmero maior de vereadores que devem entrar na casa em 2013. Novaes propĂľe a revogação do reajuste salarial dos edis; a redução do valor da verba indenizatĂłria e a redução do nĂşmero de cargos nos gabinetes da Casa. (L.V.)

TRIBUNA DA CASA

Vereador Paulo Corintho volta a criticar Defesa Social

O vereador Paulo Corintho (PDT) utilizou a tribuna da casa - mais uma vez - para alertar o governo do Estado a respeito dos crescentes nĂşmeros da violĂŞncia em Alagoas. Para o vereador, a situação da violĂŞncia nĂŁo permite que os seus gestores a tratem como uma prioridade de 10Âş grau. â€œĂ‰ inaceitĂĄvel que os militares que tĂŞm condiçþes de trabalhar estejam alocados em gabinetes de assessoria, atendendo a um pedido de AlguĂŠm. Faz por bem que os agentes da segurança pĂşblica exerçam suas funçþes com a devida assistĂŞncia do Estadoâ€?, cobrou. Ainda em seu discurso, Corintho expĂ´s que na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) mais de 80 policiais militares estĂŁo Ă disposição da Casa. “SerĂĄ que todos esses agentes estĂŁo exercendo sua função no parlamento alagoano? NĂŁo

acredito! LamentĂĄvel observar a falta de policiamento em diversos pontos da cidade, quando na verdade os militares estĂŁo deslocados por vontade polĂ­ticaâ€?, esbravejou. EDUCAĂ‡ĂƒO FĂ?SICA O presidente da Câmara de MaceiĂł, Galba Novaes, assinou ontem, dia 13, a promulgação da lei nÂş 6.085, de autoria do vereador Eduardo Canuto (PV), que regulamenta o concurso pĂşblico para professores de Educação FĂ­sica da rede municipal de ensino. O ato contou com a presença de vĂĄrios representantes da categoria, que comemoraram a vitĂłria, alegando ser uma reivindicação antiga dos professores. â€œĂ‰ reservado, exclusivamente, aos portadores de diploma de graduação em licenciatura, inclusive a plena, em Educação FĂ­sica, o exercĂ­cio da docĂŞnciaâ€?, disse Galba Novaes.

ele, apenas se cumpre a lei. Quando a peça orçamentåria chegou ao parlamento em 15 de outubro deste DQR R ([HFXWLYR KDYLD Àxado o duodÊcimo em R$ 46 milhþes. PorÊm, como explica Galba Novaes, diante do acrÊscimo de receita, a Câmara Municipal tambÊm passar a ter direito a um maior repasse, jå que o duodÊcimo corresponde a 4,5% da previsão de receita para o próximo ano. Galba Novaes salientou – em entrevista ao Tribu-

na Independente – que QmRVLJQLÀFDGL]HUTXHWRGR o dinheiro serå utilizado pela Câmara Municipal. Ele lembra que o parlamenWRPLULP SRVVXL GLÀFXOGDdes no que diz respeito à execução orçamentåria por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). De acordo com o presidente, isto ocasiona sobras de custeio, como ocorreu este ano. Do duodÊcimo de R$ 46 milhþes repassados em 2011, houve uma sobra de R$ 4 milhþes.

LOA tira recesso natalino de vereadores ARQUIVO

Vereador SĂ­lvio CameloTXHUGDWDVSDUDDSUHFLDUSURMHWRV

Com a publicação da Lei Orçamentåria Anual (LOA) QR 'LiULR 2ÀFLDO GH RQWHP a Câmara Municipal de Maceió jå traça um cronograma para apreciação da matÊria. Jå Ê certo – como informou o presidente Galba Novaes – que o parlamento-mirim não entrarå em recesso, que deveria ocorrer no próximo dia 15 de novembro. 2 UHFHVVR GH ÀP GH DQR apenas Ê possível com a aprovação da peça orçamentåria. O vereador Sílvio Camelo (PV) – líder do prefeito na Casa – solicitou do presidente que estipulasse datas para apreciação dos projetos que se encontram na pauta, em especial a LOA. Camelo demonstrou preocupação com a agenda de ÀQDOGHDQRHGHVWDFRXDLPportância da celeridade que requer a matÊria. Novaes frisa que no próximo dia 15 – quando deveria ser iniciado o recesso – os vereadores se reunirão para limpar a

pauta. PENDĂŠNCIAS “Votaremos todos os projetos pendentes, zerando a SDXWD GD &kPDUD Ă€FDQGR apenas a lei orçamentĂĄria. SerĂĄ convocada a sessĂŁo permanente, e apĂłs as audiĂŞncias pĂşblicas, quando estiverem prontos os pareceres das comissĂľes, o orçamento jĂĄ entra em pauta para ser votado em duas sessĂľesâ€?, colocou o presidente Galba Novaes. Com muita pressa das comissĂľes de Constituição e Justiça e a de Orçamentos, ĂŠ possĂ­vel que a LOA seja aprovada ainda neste ano. O presidente jĂĄ marcou inclusive uma audiĂŞncia pĂşblica – como prevĂŞ o Regimento Interno – para a prĂłxima sexta-feira, dia 16. “SerĂĄ no Tabuleiro do Martins, IDOWDQGR DSHQDV FRQĂ€UPDU HVSHFLĂ€FDPHQWH R ORFDOÂľ $ prĂłxima sessĂŁo pĂşblica jĂĄ deve ocorrer na prĂłxima semana na prĂłpria Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes. (L.V.)

“QUEREMOS JUSTIÇAâ€?

Vigília lembra 13 anos sem Ceci Cunha A Executiva Nacional do PSDB em parceria com o PSDB Alagoas mobiliza a sociedade alagoana nesta sexta-feira, 16, para a vigília em memória da deputada federal e mÊdica Ceci Cunha, assassinada hå 13 anos. O evento Ê o início de uma grande mobilização nacional contra a impunidade e se estende atÊ o dia 16 de janeiro, data de julgamento do assassinato da deputada. A vigília, que se inicia com uma missa na Catedral Metropolitana de Maceió, na sexta-feira, às 8h30, terå a participação da sociedade, membros do Judiciårio, MinistÊrio Público, parlamentares, entidades, lideranças políticas locais e nacionais, como a presidente nacional do PSDB Mulher, deputada Telma Oliveira, e do vice-presidente nacional do PSDB, Alberto Goldman. A mobilização continua após a missa, com uma ca-

DIVULGAĂ‡ĂƒO

minhada pelo centro de MaceiĂł, partindo da Catedral atĂŠ a sede da OAB Alagoas, e se encerra com um grande ato pĂşblico na sede da OAB, previsto para as 11h. De acordo com o advogaGR 5RGULJR &XQKD Ă€OKR GH Ceci e idealizador do projeto “Queremos Justiçaâ€?, que mobiliza brasileiros na luta contra a impunidade, a vigĂ­lia ĂŠ o inĂ­cio de uma “contagem regressivaâ€? para chamar a atenção do paĂ­s para o combate Ă impunidade e ao crime de pistolagem. â€œĂ‰ o inĂ­cio de uma contagem regressiva por uma solução que jĂĄ esperamos hĂĄ 13 anos. É necessĂĄrio mobilizar toda a sociedade, as autoridades, polĂ­ticos e instituiçþes para que as pessoas vejam que Alagoas nĂŁo ĂŠ uma terra de bandidos, nĂŁo ĂŠ uma terra de injustiça, mas um local em que se faz justiça e se cumprem as leisâ€?, disse o advogado. Julgamento GRDVVDVVLQDWRGDGHSXWDGDDFRQWHFHHPMDQHLUR


TribunaIndependente

3

TJ cita prefeito de SĂŁo JosĂŠ da Laje por desvio

Pobreza de idĂŠias

D

o jornalista Ricardo Noblat, em seu blog: “Os que defendem o governo e o PT, de preferĂŞncia quando eles estĂŁo escandalosamente errados, arranjaram um novo argumento para tentar se dar bem nas discussĂľes travadas com seus adversĂĄrios nas chamadas redes sociais: a pretexto de qualquer coisa, agora invocam a leitura do livro do jornalista Amaury Ribeiro Jr., ‘A privataria tucana’. Se vocĂŞ critica Dilma por blindar Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento, autor de consultorias suspeitas, logo alguĂŠm escreve: ‘E o livro de Amaury, cujos primeiros 15 mil exemplares se esgotaram num Ăşnico dia? NĂŁo vai falar dele?’. Outros provocam: ‘Criticando Dilma outra vez? E a roubalheira tucana promovida por ocasiĂŁo da privatização das estatais?’ De sua parte, os que vivem para bater no governo e no PT mesmo quando eles acertaram, se valem de truque igual sĂł que na direção oposta. ‘E a reportagem da VEJA sobre o estelionatĂĄrio TXHIDOVLĂ€FRXGRFXPHQWRVSRUHQFRPHQGDGHGHSXWDGRVGR37SDUD comprometer polĂ­ticos da oposição e embaralhar as cartas na ĂŠpoca da CPI do MensalĂŁo?’ - pergunta um deles. ‘NĂŁo vai comentar?’ É uma pobreza de idĂŠias de dar pena. O livro de Amaury desperta desde jĂĄ dois tipos de reação: ‘NĂŁo li e nĂŁo gostei’. E: ‘NĂŁo li e gostei’. Comecei a ler ontem. É uma leitura penosa para quem tem SRXFDLQWLPLGDGHFRPRPXQGRĂ€QDQFHLURÂľ

Despiste O mÊdico Fernando SÊrgio Lira, que foi prefeito de Maragogi por duas vezes, recebeu uma homHQDJHPQDFLGDGHQRViEDGR passado, por conta do seu anLYHUViULR2WDPEpPPpGLFR-~OLR %DQGHLUDVHXH[VHFUHWiULRGH Saúde, reuniu mais de 500 pessoas para uma confraternização. Indagado sobre se isso seria o indicativo de uma candidatura a prefeito, SÊrgio Lira preferiu GHVFRQYHUVDU³)RLDSHQDVXPD reunião de amigos�.

Falha

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

http://www.youtube.com/watc

$RFRPSDUHFHUDRDXGLWyULR9LUJtQLR/RXUHLURGR&HQWURGH&RQYHQo}HV h?v=EOKvK5ozE_Y&feature= para receber a Medalha Dom Helder Câmara, JosÊ Thomaz Nonô regLVWURXDGH¿FLrQFLDGRVLVWHPDFHQWUDOGHUHIULJHUDomR2FDORUWDPEpP related pVHQWLGRQR$XGLWyULR*XVWDYR/HLWHHSURYRFDUHFODPDo}HVGHTXHP SUHFLVDXVXIUXLUGR&HQWURGH&RQYHQo}HV

Postura O Instituto Cidadão, dirigido pelo jornalista Pedro Oliveira, conferiu a Luiz 2WiYLR*RPHVRWtWXORGHPHPEURKRQRUiULRGDLQVWLWXLomR$SUHPLDomR ocorreu na entrega da Medalha Dom Helder Câmara e do Prêmio JosÊ Aprígio de Gestão Pública. Algo raro e que merece registro, pelo moPHQWRHPTXHVHGiDKRPHQDJHP

CenĂĄrio

PenĂşria

CÊlia Rocha não foi ao lançamento da prÊ-candidatura de RogÊrio 7Hy¿ORQHPHVWHYHQDSUHPLDomR de Luciano Barbosa, prefeito de Arapiraca, como ganhador do Prêmio JosÊ Aprígio Vilela de Gestão Pública. Pelo jeito, ainda avalia quem vai apoiar à prefeitura. 5LFDUGR7Hy¿ORLUPmRGH5RJpULR estava com Luciano.

CidadĂŁos que sĂŁo parte em causas de pequeno valor tĂŞm sofrido tanto quanto os seus advogados com a greve de servidores do Tribunal Regional GR7UDEDOKR3DUDSLRUDUKi alguns com poder de gestĂŁo no TRT aderindo Ă causa, de forma H[WUDRÂżFLDO*UDQGHVHVFULWyULRV bem estruturados, nĂŁo tĂŞm tido problemas.

Nós pagamos Alagoas Ê mesmo um Estado onde, de modo geral, as causas nobres não obtêm maior repercussão. Caso dos repetidos atos públicos contra DFRUUXSomR2IUDFDVVRGHS~EOLFRQHVVDVPDQLIHVWDo}HVGiDHQWHQGHU que somos todos coniventes, embora, na verdade, só uns poucos conterrâneos nos fazem passar vergonha.

Louvåvel (PWHPSRVGHGHVHQFDQWRVFRPDSROtWLFDpGHORXYDURSRYRGR3DUi que, atravÊs de plebiscito, não permitiu a divisão do Estado, para criação GHGRLVRXWURV7DSDMyVH&DUDMiV2VH[HPSORVWrPGHPRQVWUDGRTXH H[FHo}HVjSDUWHQR%UDVLOFULDUHVWDGRVHPXQLFtSLRVVyVHUYHPHVPR para aumentar o gasto público.

“

O Estatuto do Desarmamento estå sendo copiado por oito países no momento, como uma das leis mais avançadas do mundo. Mas o Brasil legal não tem nada a ver com o Brasil real�. ANTÔNIO RANGEL BANDEIRA &RRUGHQDGRUGDVDo}HVGHGHVDUPDPHQWRGDRUJDQL]Dção não governamental Viva Rio, ao cobrar mais rigor sobre a venda de armas no Brasil

* O Sindicato dos Trabalhadores em Educação convida os associados para assembleia geral hoje, Ă s 9 horas, no Clube FĂŞnix Alagoana. Dentre RVWHPDV$/3UHYLGrQFLD3DVHSSUHFDWyULRVHLQtFLRGDVQHJRFLDo}HV com o governo sobre o reajuste 2012. * O ator Saulo Laranjeira, que tem dentre seus personagens o deputado JoĂŁo PlenĂĄrio, se apresenta hoje, Ă s 20h30m, no Teatro do SESI, em Pajuçara, com o espetĂĄculo “Assunta Brasilâ€?, iniciativa da Eventur’s. Informaçþes: 3235.51.91 / 3235.4280. 2SURMHWRÂł3DSHOQR9DUDO´HVWDUiKRMHjVKRUDVQR%RWHTXLP Paulista, na Avenida AntĂ´nio Gomes de Barros, na JatiĂşca. Muita poesia, com Charles Bukowski, Paulo Leminski, Marcos de Farias Costa e Hilda +LOVW,QIRUPDo}HV * O Instituto de PrevidĂŞncia dos Servidores PĂşblicos do MunicĂ­pio de MaceiĂł realiza atĂŠ 6ÂŞ feira, dia 16, e de 9 a 12 de janeiro, o recadastramento previdenciĂĄrio dos servidores inativos e pensionistas cujos nomes começam com as letras D e E. * Ontem, o Flamengo comemorou 30 anos do tĂ­tulo de CampeĂŁo do Mundo, obtido na vitĂłria de 3x0 sobre o Liverpool. Hoje, o Santos inicia a luta pela mesma façanha, tambĂŠm no JapĂŁo, enfrentando o Kashiwa 5H\VROjVKP KRUiULRGH$ODJRDV 

Dudui ĂŠ acusado de repassar ilegalmente dinheiro da prefeitura para sua mĂŁe DIVULGAĂ‡ĂƒO

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

O

prefeito de SĂŁo JosĂŠ da Laje, MĂĄrcio Lyra, tem dez dias para se defender na Justiça de ação movida pelo MinistĂŠrio PĂşblico do Estado de Alagoas (MP/AL). O prazo foi determinado pelo desembargador OtĂĄvio LeĂŁo Praxedes, em decisĂŁo publicada no DiĂĄrio da Justiça de ontem (13). Como a decisĂŁo do magistrado foi publicada restando poucos dias para o começo do recesso judiciĂĄrio, Dudui, como o prefeito ĂŠ mais conhecido, terĂĄ atĂŠ o começo do prĂłximo ano para organizar sua defesa. Ele ĂŠ acusado de tentar repassar cerca de R$ 360 mil para sua mĂŁe DWUDYpVGHXPDPDQREUDĂ€nanceira ilegal na contabilidade do municĂ­pio. Maria Izabel da Fonseca Ferreira, genitora do prefeito, ĂŠ funcionĂĄria pĂşblica aposentada da cidade e havia entrado com uma ação judicial cobrando o pagamento de supostas dĂ­vidas trabalhistas. Acontece que antes mesmo do processo ir a julgamento, a prefeitura decidiu fazer um acordo com a funcionĂĄria aposentada. Pela negociação, o muQLFtSLR Ă€FRX REULJDGR D UHalizar o pagamento de R$ 366 mil para Maria Izabel, Ă tĂ­tulo de revisĂŁo de sua aposentadoria. O problema ĂŠ que nĂŁo havia sequer uma MXVWLĂ€FDWLYDSDUDRYDORUH[Lgido pela mĂŁe do prefeito. AĂ‡ĂƒO PENAL O caso foi denunciado ao TJ/AL pelo procurador-geral de Justiça substituto, SĂŠrgio JucĂĄ. Ele entrou com uma ação penal contra o prefeito no começo de dezembro do ano passado. Contudo, desde entĂŁo, a defesa de Dudui vinha tentando impedir que o prefeito fosse julgado pelos desembargadores da Corte alagoana. Na denĂşncia, o prefeito ĂŠ acusado de desviar verbas pĂşblicas, ordenar despesas nĂŁo autorizadas por lei e antecipar a ordem de pagamento de dĂŠbitos do municĂ­pio, sem qualquer benefĂ­cio para a prefeitura. AlĂŠm do prefeito, Roberto FlĂĄvio de Andrade Silva, gestor do Fundo Municipal de PrevidĂŞncia Social (Fapem), tambĂŠm ĂŠ rĂŠu no processo. FICHA-SUJA Se condenado no decorrer GRSUy[LPRDQR'XGXLĂ€FDrĂĄ enquadrado na Lei da Ficha Limpa e nĂŁo poderĂĄ concorrer Ă  reeleição municipal. A reportagem tentou entrar em contato com o prefeito, mas as ligaçþes nĂŁo foram completadas. O gestor da Fapem tambĂŠm foi procurado atravĂŠs de seu advogado, mas nĂŁo obteve retorno atĂŠ o fechamento da edição.

Prefeito Dudui estĂĄ sendo acusado de repassar para sua prĂłpria mĂŁe R$ 360 mil da prefeitura

VĂ RIOS DELITOS

Pagamento irregular tambÊm motivou Ação Civil Pública AlÊm do processo penal, Dudui tambÊm responde a uma Ação Civil Pública impetrada pelo promotor Jorge Dória, titular de São JosÊ da Laje. Ele passou a investigar os pagamentos ainda no começo de 2010, após receber denúncias de vereadores do município. À Êpoca, Dória conseguiu suspender imediatamente o pagamento das parcelas do acordo feito entre a prefeitura e Maria Izabel da Fonseca Ferreira, mãe de Dudui. Pelo menos duas mensalidade, no valor total de R$ 122

mil, haviam sido pagas Ă servidora aposentada. Na ação, o promotor pede o ressarcimento dos recursos transferidos Ă  conta de Maria Izabel, anulação do acordo e perda de mandato de Dudui, com consequente inelegibilidade. Para DĂłria, as chances de condenação do prefeito sĂŁo grandes. â€œĂ‰ pouco provĂĄvel que ele nĂŁo venha a ser condenado. O acordo ĂŠ irregular, tem muitos problemasâ€?, pontua. PROCESSO INICIAL Foi a partir da denĂşncia impetrada por DĂłria que o

procurador-geral de Justiça substituto decidiu encaminhar uma ação penal ao TJ/ AL. “Mandei todo o material para a Procuradoria-geral de Justiça. A conduta do prefeito infringe vĂĄrias normas. AlĂŠm de improbidade, se constata crimes de fatoâ€?, explica. Em tramitação hĂĄ mais de um ano na Justiça Estadual, o processo impetrado por DĂłria se encontra na IDVH Ă€QDO GH SURGXomR GH provas. “Espero que ele seja julgado o quanto antesâ€?, ressalta o promotor. (V.A.)

INADIMPLENTES

Prefeituras começam a sofrer cortes no fornecimento energÊtico Pelo menos sete prefeituras de Alagoas tiveram o fornecimento de energia interrompido por falta de pagamentos de conta. O anúncio do corte havia sido feito pela Eletrobras Distribuição Alagoas na tarde de segunda-feira (12). Ao todo, 21 prefeituras tem dívidas com a companhia na soma de R$ 27 milhþes. De acordo com o gerente do Departamento Comercial da Eletrobrås, Edson Lima, a decisão de realizar cortes no fornecimento foi o último recurso disponível da em-

presa. “JĂĄ se esgotou toda a situação de negociação. A HPSUHVD WHYH TXH GHĂ DJUDU a campanha de corteâ€?, comenta. As prefeituras em dĂŠbito serĂŁo incluĂ­das no Cadastro Informativo de CrĂŠditos NĂŁo Quitados do Setor PĂşblico Federal (Cadin), uma espĂŠcie de SPC/Serasa do Poder PĂşblico. “Fizemos vĂĄrias negociaçþes, inclusive intermediadas pelo Tribunal de Justiça, Ă pedido da prĂłpria Associação dos MunicĂ­pios Alagoanosâ€?, esclarece. A medida nĂŁo atinge os

serviços pĂşblicos considerados essenciais, como saĂşde e educação. “O corte foi apenas em prĂŠdio administrativos, nĂŁo traz nenhum problema para a população. Observamos rigorosamente a legislaçãoâ€?, explica Lima. NEGOCIAĂ‡ĂƒO Dos sete municĂ­pios que sofreram cortes, cinco jĂĄ entraram em negociação de dĂ­vidas com a Eletrobras. No entanto, o fornecimento sĂł serĂĄ restabelecido apĂłs a quitação do dĂŠbito ou formalização de contrato de pagamento em parcelas. (V.A.)

ORÇAMENTO

SANCIONADA

O orçamento anual de União GRV3DOPDUHVVHUiGLVFXWLGR nesta quinta-feira (15), às 9h, HPVHVVmRH[WUDRUGLQiULDGD Câmara Municipal da cidade. A convocação foi feita pelo presidente da Casa Legislativa, o vereador Bruno Praxedes. Na RFDVLmRVHUiDQDOLVDGRRSURjeto de lei que estima a receita e as despesas da prefeitura no exercício de 2012. A sessão VHUiDEHUWDDRS~EOLFRTXH SRGHUiHQYLDUSURSRVWDVSDUDD utilização dos recursos públicos do município.

O governador Teotonio Vilela sancionou a lei que reconvoca 800 policiais e bombeiros que estavam na reserva para a ativa. Seguindo critÊrio da Secretaria de Defesa Social, os militares deverão prestar serviços administrativos e segurança patrimonial de prÊdios da adminLVWUDomRS~EOLFD3DUDWDOHOHVUHFHEHUmRERQL¿FDo}HVYHQFLPHQWDLV A medida objetiva recolocar nas ruas os militares que não estavam WUDEDOKDQGRQDDWLYLGDGH¿P$OHLGHYHUiVHUUHJXODPHQWDGDQR prazo de 30 dias.

Câmara de União discute orçamento

Entra em vigor lei que reconvoca militares


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA 0$&(,Ă?48$57$)(,5$DE DEZEMBRO DE 2011

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Enterro voltando

A

pós um período de retração, reduzindo a produção e partindo para a demissão de trabalhadores, a indústria dos eletrodomÊsticos no país ganhou uma injeção de ânimo do Governo com o corte do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a chamada linha branca. As demissþes foram canceladas, as måquinas voltaram a produzir e as perspectivas para DVYHQGDVGHÀPGHDQRUHQRYDUDPDDOHJULDGDLQG~VWULDHGR comÊrcio. A Whirlpool, dona das marcas Cônsul e Brastemp e de 40% do mercado de eletrodomÊsticos, jå anunciou a contratação de 1.100 empregados nas fåbricas de Rio Claro (SP) e Joinvile (SC) e projeta uma elevação nas vendas de atÊ 15% para o Natal e de 30% para o primeiro trimestre de 2012. As concorrentes Electrolux e Mabe acertaram a redução das fÊrias coletivas dos funcionårios e jå planeja um aumento na produção para atender aos pedidos. A Latina, que fabrica lavadoras semiautomåticas, resolveu aumentar a produção ampliando o número de horas extras. A Esmaltec, fabricante de fogþes e geladeiras do município cearense de Maracanaú, garante estar pronta para atender ao aquecimento do mercado. O comÊrcio em geral tambÊm começa a sentir o aumento da procura, a partir da primeira semana de dezembro e jå trabalha para atender a demanda. Espera-se um crescimento acima de 15% nas vendas atÊ o Natal.

Pensão alimentícia Diz o adågio popular que no Brasil só vai preso de verdade quem não pagar a pensão alimentícia. E Ê verdade. PorÊm, se depender do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro CÊzar Peluso, isso vai acabar. Ele defendeu a idÊia de acabar com a prisão pelo não pagamento da pensão junto ao relator do Novo Código de Processo Civil, deputado SÊrgio Barradas Carneiro (PT-BA). O ministro FRQVLGHUDDSULVmRLQH¿FD]QDPDLRULDGRVFDVRVHGHIHQGHDFULDomR de alternativas para punir o responsåvel. Uma delas seria a restrição do crÊdito do infrator e penalizå-lo com uma noite na prisão. Mas a Justiça não deve retirar os seus meios de pagar a dívida. O deputado relator disse que ainda vai ouvir outros juristas sobre a questão. No Senado o Novo Código foi aprovado mantendo a cadeia para quem não pagar a pensão alimentícia.

PGE: deputados tiram PEC da pauta do dia Proposta que altera escolha do procurador geral do Estado volta sĂł em 2012 NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

U

m entendimento de lideranças que durou mais de duas horas e segundo o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Fernando Toledo (PSDB), a Proposta de Emenda Ă Constituição (PEC) que altera a estrutura da Procuradoria Geral do Estado (PGE), sĂł deverĂĄ ser votada no prĂłximo ano. Toledo concedeu entrevista Ă  imprensa apĂłs prorrogar por mais 20 minutos a reuniĂŁo com os deputados Antonio Albuquerque (PTdoB) e Jota Cavalcante (PDT), autor da PEC, que tem causado rusgas entre os parlamentares, a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas, e a Associação Nacional dos Procuradores do Estado (Anape). “A PEC ĂŠ uma matĂŠria que jĂĄ foi suspensa da pauta. Provavelmente nesse primeiro ano da 17ÂŞ Legislatura nĂŁo serĂĄ mais posta em votação. Esse acordo foi feito, pois temos que analisar ainda as mensagens

governamentais, mensagens de suplementação de crÊdito, que, naturalmente, as comissþes precisam emitir pareceres sobre os assuntos para que o plenårio vote�, explicou o presidente. 15º% Após retomarem a sessão ordinåria, o deputado Antonio Albuquerque levantou a questão do remanejamento dos recursos do governo do Estado. Segundo a Comissão de Orçamento o Executivo receberå 15% ao invÊs de 30%, como havia pedido os valores do remanejamento. A bancada do PT propôs que o governo recebesse 10%, o que foi rejeitado pelos deputados que compþem a Comissão. A pedido do líder do governo, deputado Edval Gaia Filho (PSDB), os pareceres incluídos no Orçamento serão apreciados nos trabalhos dessa quarta-feira. Ainda na noite de ontem, os parlamentares apreciaram em primeira discussão a aprovação de um crÊdito suplementar de R$ 79 milhþes para o governo. A disFXVVmR WHUi XP SRQWR ÀQDO na sessão de hoje.

ARQUIVO

Presidente da ALE, Fernando Toledo, diz que JHC foi ‘infeliz’

Distribuição de sementes Associaçþes de moradores do campo, cooperativas rurais, federaçþes, sindicatos e prefeituras têm atÊ o dia 29 de janeiro para se inscrever e receber sementes gratuitas por parte da Secretaria de Agricultura. Em 2012 serão distribuídas 1.200 toneladas de sementes de feijão, milho, algodão, arroz, mamona e sorgo entre os meses de mMarço a agosto. O credenciamento pode ser feito via internet no site da Secretaria de Agricultura (www.agricultura.al.gov.br.) ou nos escritórios regionais em Porto Calvo, União dos Palmares, Penedo, Palmeira dos �ndios, Arapiraca, Batalha, Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia. Mais informaçþes podem ser obtidas pelo telefone 3315-1373.

Gonzagão no cinema 1 No inicio dos anos 50, o jovem Luiz Gonzaga se apresentou na cidade do Recife, onde hoje é o Marco Zero. Essa foi a primeira cena rodada no ¿QDOGHVHPDQDGR¿OPHTXHSUHWHQGHFRQWDUDYLGDGH/XL]*RQ]DJD R5HLGR%DLmR2FLQHDVWD%UHQR6LOYHLUDXWLOL]RXFHUFDGH¿JXUDQWHV QDVSULPHLUDV¿ODVHDSURYHLWRXRFDVDULRDQWLJRGDFDSLWDOSHUQDPEXcana para criar o clima do início da trajetória do músico mais popular do Nordeste. O músico paulista Nivaldo Expedito de Carvalho, o Chambinho do Acordeon, interpretou Gonzagão e caiu nas graças do público SUHVHQWHDRFDQWDU³4XHQHPMLOy´³$PRUWHGRYDTXHLUR´H³$VD%UDQFD´ Foi muito aplaudido, mais ou menos como há 60 anos.

Gonzagão no cinema 2 6HJXQGRRGLUHWRU%UHQR6LOYHLUDR¿OPHGHYHUiFXVWDUFHUFDGH5 10 milhþes, de acordo com o orçamento previsto. No início do próximo ano a equipe estarå no Sertão do Araripe, para rodar cenas da infância de Luiz Gonzaga, antes dele partir para o Rio de Janeiro. Mas Silveira considera as gravaçþes no Rio as mais complexas, principalmente pela estrutura de Êpoca a ser montada. Terå de interferir na paisagem, usar ¿JXULQRVGDVGpFDGDVGHHDWpFDUURVDQWLJRVSDUDFRPSRUR WUDEDOKR2QRPHHVFROKLGRSDUDR¿OPHp³*RQ]DJDGHSDLSDUD¿OKR´ %UHQR6LOYHLUDWDPEpPGLULJLX³2V¿OKRVGH)UDQFLVFR´VHXPDLRU sucesso.

Compras pelo celular 1 A Caixa Econômica Federal lançou um projeto piloto de pagamento de compras pelo celular. Inicialmente serão atendidos mil moradores do Conjunto Palmeira, em Fortaleza, que poderão pagar suas contas com aparelhos comuns ou smartphones, nos próximos seis meses. O projeto Ê uma parceria da CEF com a Mastercard, Redecard, Vivo e Banco Palmas do Cearå. A estimativa Ê de que cada cliente realize em torno de 30 transaçþes atravÊs do celular durante o período de testes. Inicialmente, RS~EOLFRDOYRVHUiIRUPDGRSRUFOLHQWHVGD&DL[DLQFOXLQGRRVEHQH¿FLårios do Bolsa-Familia.

Compras pelo celular 2 A transação acessa a função do cartĂŁo de dĂŠbito no celular. No caso, o cliente terĂĄ de ter uma conta Caixa FĂĄcil, que ĂŠ isenta de tarifas, e pode ser aberta no Banco Palmas, em Fortaleza. As compras podem ser feitas em estabelecimentos comerciais credenciados pela Redecard e diretamente de pessoas fĂ­sicas como autĂ´nomos e representantes comerciais. Basta o cliente acessar o menu do telefone e inserir quatro LQIRUPDo}HVDVHQKDGRDSOLFDWLYRRFyGLJRGRHVWDEHOHFLPHQWRFDGDVWUDGRRYDORUHDVHQKDGRFDUWmR$WUDQVDomRpFRQÂżUPDGDDWUDYpVGH mensagem de texto para o cliente e para o lojista. ‡)DOWDQGRPDLVGHGH]PHVHVSDUDDVHOHLo}HVPXQLFLSDLVGRSUy[LPR ano, uma pesquisa do Instituto DataFolha apontou que se a votação fosse hoje a Prefeitura de SĂŁo Paulo estaria sendo disputada entre Celso Russomano (PP) e o cantor Netinho de Paula (PCdoB). ‡2VGRLVOLGHUDPDLQWHQomRGHYRWRGHL[DQGREHPDWUiVRVFDQGLGDWRVGR37)HUQDQGR+DGGDGH%UXQR&RYDVXPDGDVDOWHUQDWLYDVGR 36'%(QWUHRVWXFDQRVRPHOKRUSRVLFLRQDGRVHULD-RVp6HUUDTXHMXUD GHSpMXQWRTXHQmRYDLGLVSXWDUDHOHLomRGRDQRTXHYHPÂłQHPDSDX -XYHQDO´ ‡2JUDQGHSUREOHPDHQIUHQWDGRSHORH[FDQGLGDWRj3UHVLGrQFLDGD RepĂşblica ĂŠ o seu alto Ă­ndice de rejeição pelo eleitorado. Segundo o DataFolha, Serra tem 35% de rejeição em SĂŁo Paulo. ‡&RQWLQXDDEHUWRjYLVLWDomRS~EOLFDRž6DOmRGH$UWHGD0DULQKDQR &HQWUR&XOWXUDOHGH([SRVLo}HV6mRWUDEDOKRVGHDUWLVWDVGDVPDLV GLYHUVDVOLQJXDJHQVFXOWXUDLVHDUWtVWLFDV ‡6mRSLQWXUDVIRWRJUDÂżDVHVFXOWXUDVYLGHRDUWHLQVWDODo}HVHGHVHnhos compondo a mostra, considerado o evento cultural mais antigo de $ODJRDV26DOmRGH$UWHGD0DULQKDÂżFDDEHUWRDRS~EOLFRDWpGH

TOLEDO SOBRE GDE

Levantamento sai antes do prazo de 30 dias Outro assunto repercutido pelo presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo, diz respeito DR SDJDPHQWR GD *UDWLÀFDção por Dedicação Exclusiva, tema polêmico que causou uma sÊrie de contradiçþes sobre a constitucionalidade da GDE, levantada pelo deputado João Henrique Caldas (PTN). Para Toledo, antes do prazo regimental de 30 dias, a Casa darå a resposta sobre R SDJDPHQWR GDV JUDWLÀFDçþes, inclusive as respostas serão encaminhadas ainda

para o MinistĂŠrio PĂşblico Estadual, que solicitou da ALE mais detalhes sobre a GDE. “Todas as informaçþes estĂŁo sendo elaboradas e com muita responsabilidade. SerĂŁo apresentados os nĂşmeros, todas as publicaçþes, em um tempo muito menor que o solicitado serĂĄ divulgado. NĂŁo temo nenhuma ação de improbidade adPLQLVWUDWLYDHUHDĂ€UPRTXH R SDJDPHQWR GD *UDWLĂ€FDção por Dedicação Exclusiva ĂŠ constitucional e aprovado pelo parlamento e nĂŁo pelo

deputado Fernando Toledoâ€?, esclareceu. Questionado se as declaraçþes do deputado JHC foram infelizes, Toledo foi enfĂĄtico, e ressaltou que JHC ainda deve aprender muito durante seu mandato na Assembleia. “Foi um pronunciamento totalmente infeliz e descabido, no entanto eu tenho a sensação que o deputado JoĂŁo Henrique Caldas vai amadurecendo ao longo dessa convivĂŞncia parlamentar no seu mandato. Ele tem conversado com os outros

membros da Mesa Diretora, demonstrando que não hå embates do parlamentar com o presidente dessa Casa. Ele questionou a GDE, porÊm, reitero que a presidência não aprovou esse pagamento, mas, todo o colegiado foi o responsåvel por votar esse projeto�, garante. A Mesa Diretora, por meio do primeiro-secretårio, Inåcio Loiola (PSDB), ainda estå fazendo os levantamentos de quantos parlamentares recebem e prestam contas sobre a GDE. (N.S.)

JUSTIÇA

TJ aceita ação de perda de cargo de promotor O Tribunal de Justiça recebeu a Ação Civil Pública do procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares, contra o promotor Carlos Fernando Barbosa de Araújo que pede a perda do cargo. Ele Ê acusado de estuprar GXDV ÀOKDV H XPD HQWHDGD todas menores de idade, alÊm de cometer atentado violento ao pudor. Os crimes foram cometidos durante dez anos e foram cessados em 2006. Desde então, o promotor estå afastado de suas fun-

çþes. Carlos Fernando cheJRX D ÀFDU SUHVR SRU TXDVH dois anos, mas teve a prisão relaxada enquanto o caso não Ê julgado. Todas as teses apresentadas pela defesa do rÊu foram derrubadas pelo relator, o desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo. Carlos Fernando alegava em sua defesa que o processo não obedeceu todos os ritos legais e que existia prescrição para o caso. AlÊm disso, apontou que tinha prerrogativa de função, jå

que Ê membro do MinistÊrio Público e que por isso não poderia ser demitido antes de ser julgado pelos crimes praticados. Segundo a argumentação da Procuradoria Geral de Justiça, não houve prescrição, jå que os casos foram denunciados em 2006 e a ação proposta em 2010, alÊm disso todas as etapas do processo foram respeitadas, inclusive dando voz à defesa do rÊu. AlÊm disso, a Lei deixa bem claro que não se pode esperar o julgamen-

TRABALHOS

PROVAS

CPI apresenta UHODWyULRĂ€QDOTXLQWD

Desembargador frisa objetividade na ação

O deputado Ricardo Nezinho (PMDB), presidente da CPI que apura os serviços da empresa de telefonia TIM em Alagoas, FRQ¿UPRXTXHDHQWUHYLVWDFROHtiva que apresentarå os resultados da CPI serå quinta-feira, às 10h, na Assembleia Legislativa do Estado. Serå apresentado o relatório conclusivo do trabalho de investigação. Devem participar da coletiva os deputados SÊrgio Toledo (PDT), relator; Gilvan Barros (PSDB); Dudu Hollanda (PSD) e Ronaldo

O desembargador Pedro Augusto indeferiu o pedido da defesa do rĂŠu de nĂŁo recebimento da Ação Civil PĂşblica, bem como recebeu a inicial para perda do cargo de promotor de Justiça e destacou que a iniciativa do procurador-geral de Justiça foi pautada em “elePHQWRVREMHWLYRVHGHÂżQLGRV´ produzidos a partir das provas coletadas no processo criminal e nos procedimentos administrativos conduzidos pelo MinistĂŠrio

to para se dar inĂ­cio ao processo de demissĂŁo. “A Ação Civil PĂşblica para perda do cargo deve ser proposta a Ă€P GH YHODU SHOR LQWHUHVVH da instituição e da sociedadeâ€?, aponta um relatĂłrio do Conselho Nacional do MinistĂŠrio PĂşblico, que embasou a decisĂŁo do procurador-geral de Justiça em apresentar o pedido para expulsĂŁo do promotor dos quadros do MinistĂŠrio PĂşblico Estadual. â€œĂ‰ preciso mostrar austeridade em todos os âmbitosâ€?, destacou Eduardo Tavares.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

POLĂ?TICA

5

TSE mantĂŠm mandato de governador Tribunal Superior Eleitoral pune com multa de R$ 10 mil, entretanto Teotonio Vilela Filho continua Ă frente do governo

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Aqui a natureza ĂŠ show

C

om sua reserva de Mata Atlântica e belezas naturais paradisíacas, Murici realizou mais uma edição do Festival GD1DWXUH]DQRXOWLPRÀQDOGHVHPDQD*UDQGHVHUDPDV H[SHFWDWLYDVVREUHDSURJUDPDomRTXHPYLULDHTXDQWRVGLDVVHriam. Saiu a programação e como sempre alguns, apenas alguns, QmRJRVWDUDPFRQWXGRDPDLRULDVHHQWXVLDVPRXHMiFRPHoDYD DGLYXOJDUSHORSRSXODU´ERFDDERFD¾QDHUDGLJLWDO7ZLWWHU Facebook, Messenger e Orkut. A juventude toda empolgada e o comÊrcio vivendo a certeza de grandes vendas; mesmo com a FKHJDGDGRÀQDOGHDQRRIHVWLYDOVHPSUHDUUDVWDPXOWLGmRHDV vendas aumentam. O prefeito Remi Calheiros sempre com seu FRPSURPLVVRGHVDOiULRVHPGLDHGHQWURGRPrVWUDEDOKDGRDVVLP RIH]FRPLVVRWRGRVSRGHULDPSDVVDURIHVWLYDOWUDQTXLORÀQDQFHLUDPHQWH*HQWHVLPSiWLFDDOHJUHHGHVFRQWUDtGDSDVVDUDP por Murici durante os quatro dias do festival, amigos e parentes À]HUDPTXHVWmRGHÀFDUQDFLGDGHHUHYLYHUPRPHQWRVTXHFRP toda certeza foram inesquecíveis, famílias se reencontram e relembraram fases de suas vidas. A programação cultural, que este ano exaltou as tradiçþes culturais de Murici, foi um sucesso de publico. Em mais um ano a segurança se destaca, nenhuma ocorrência grave, nenhum delito, um arrombamento sequer aconteceu, graças ao desempenho das polícias Militar, Civil e da *XDUGD0XQLFLSDO$ÀQDOGXUDQWHTXDWURGLDVIRUDPDSUR[LPDdamente 100 mil pessoas que aplaudiram, dançaram e se divertiram fazendo assim deste festival o maior sucesso. Continuidade, competência e entusiasmo. Eis o tripÊ que faz, desde 2005, Murici ter no segundo semestre um festival cultural que cresce a cada ano. Suas casas e pousadas permaneceram lotadas não só por participantes do evento mas por interessados em cultura, arte, PHLRDPELHQWHRQGHRVSDUWLFLSDQWHVYLQGRGHYiULDVSDUWHVGR Estado e do Nordeste, podemos dizer do Brasil. O clima da cidade tem uma conotação cultural que faz dela um paraíso em termos ambientais, com estudantes, nomes famosos da música e pessoas que apenas gostam de se divertir conviverem ao longo dos quatro dias em plena harmonia. A continuidade do Festival que somente traz bons frutos a MuriciÊ um dos aspectos que faz o evento se consolidar nacionalmente.

Sem salĂĄrios Os 15 secretĂĄrios municipais da cidade de SĂŁo JosĂŠ da Laje, na Zona da Mata, estĂŁo hĂĄ dois meses sem receber os salĂĄrios, o motivo ninguĂŠm sabe. PorĂŠm nenhum dos gestores das pastas no municĂ­pio tem coragem de cobrar ao Prefeito Dudui.

Lideranças jovens A juventude do PMDB em Arapiraca sempre muito articulada promoveu um seminårio sobre politicas na educação e na saúde e teve como palestrante as gestoras AurÊlia Fernandes (Saúde) e Ana Valeria (Educação), o evento contou a presença de mais de mil jovens mostrando assim por que a capital do Agreste alagoano Ê sempre destaque.

Cadastrar Ê preciso Foi aprovado por unanimidade projeto de autoria da vereadora Silvana %DUERVDTXHUHJXODPHQWDRFDGDVWURGRVÀDQHOLQKDVHP0DFHLyDTXHOHVMRYHQVTXH³FXLGDP´GRVYHtFXORVTXH¿FDPHVWDFLRQDGRVQDVYLDV publicas, e que quando não se paga o valor pedido o cidadão Ê penalizado com atos de vandalismo. Esperamos que o projeto saia do papel e WHQKDDWRWDO¿VFDOL]DomRDVVLPDVRFLHGDGHDJUDGHFH

Mania (P$ODJRDVSUHFLVDPHQWHHP0DFHLyHDOJXQVPXQLFtSLRVGRLQWHULRU um fato chamou a atenção no dia de ontem, quando se encerrava o SUD]RSDUDRUHFDGDVWUDPHQWRELRPpWULFRHOHLWRUDORVFDUWyULRVHVWDYDP ORWDGRVORQJDV¿ODVTXHSDUHFLDPQmRWHU¿PUHFODPDomRHGHVRUJDQLzação. PorÊm vale ressaltar que a Justiça Eleitoral disponibilizou vårios postos para o recadastramento, infelizmente essa mania de deixar tudo para a ultima hora causa esse tipo de constrangimento.

Alagoas e Pernambuco O projeto politico do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, em ganhar espaço na politica nacional chegou a Alagoas, agora ele diz aos quatro cantos que farå o (im)possível para eleger seu amigo Carimbão, SUHIHLWRGH0DFHLy

Chama ela $SyVUHVXOWDGRGHSHVTXLVDHOHLWRUDOIHLWDDSHQDVSDUDDQDOLVDULQWHUQDPHQWHRTXDGURSROLWLFRHP0DFHLyDOJXQVFDFLTXHVQmRWLUDPRVROKRV da deputada federal Rosinha da Adefal, dona de prestigio e aceitação popular, ela poderå ser o principal apoio que qualquer candidato precisa para suceder Cicero Almeida.

Apoiando todos Quando se fala em 2012 no PalĂĄcio RepĂşblica do Palmares, sede do Poder Executivo estadual, todo mundo responde no mesmo tom: “Na capital teremos vĂĄrios candidatos para a prefeitura, quem conseguir passar para o segundo turno irĂĄ congregar todos os demais apoioâ€?.

E vem ai... ... mais uma operação policial que promete agitar Alagoas, pelo visto terå gente comemorando a chegada do Ano-Novo dentro da prisão. 9DPRVDJXDUGDUDVFHQDVGRSUy[LPRFDStWXOR

DICOM/TSE

CADU EPIFĂ‚NIO EDITOR DE POLĂ?TICA

C

inco ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entenderam que o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) deve permanecer Ă frente dos destinos do povo de Alagoas pelos prĂłximos trĂŞs anos. Vilela estava sendo acusado GH WHU VLGR EHQHĂ€FLDGR HOHLtoralmente pelo programa Alagoas Mais Ovinos que distribuiu 1.600 ovelhas a produtores rurais do Agreste e SertĂŁo do Estado durante os meses de agosto e setembro de 2010, em plena campanha eleitoral, na qual Vilela concorria Ă  reeleição, vencendo o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT). Neste sentido, o voto do ministro relator Arnaldo Versiani optou pela conservação do mandato do governador, porĂŠm votou pela aplicabilidade de multa de R$ 10 mil. Do mesmo modo, aconteceu com o vice-governador JosĂŠ Thomaz NonĂ´ (DEM) e com RVGHPDLVEHQHĂ€FLiULRGDFRligação “Frente Pelo Bem de Alagoasâ€?, entretanto, NonĂ´ e os demais devem pagar multa de R$ 5.320 mil.

Ministro Arnaldo Versiani, relator do caso que poderia tirar mandato de Vilela, optou por multa

Para o ministro-relator, “a conduta do governador QmR IRL VXĂ€FLHQWH SDUD TXH ocorresse a cassação de seu mandatoâ€?, porĂŠm o Tribunal puniu a conduta do governador com multa. Deste modo, Arnaldo Versiani nĂŁo viu potencialidade

VXĂ€FLHQWHSDUDFDVVDURPDQdato do governador Teotonio Vilela Filho, visto que nĂŁo houve comprovação real da contribuição do programa com sua vitĂłria. “Dos sete municĂ­pios que o programa autou, o governador ganhou apenas em doisâ€?, esclareceu.

Apenas o ministro Marco AurÊlio Melo foi contra a aplicabilidade da multa ao governador. Os demais ministros acompanharam o ministro relator e escolheram a multa como punição a Vilela, não a cassação de seu mandato de governador.

BIOMETRIA

/RQJDVÀODVYROWDPDVHUFHQDFRPXPHPFDGDVWUDPHQWR ma hora. 1R SiWLR GR )yUXP VLWXado no bairro da Gruta de O cadastramento biomÊ- Lourdes, no Farol, pessoas trico termina nesta sexta- que deveriam ter se cadas-feira (16), e o que era es- trado na biometria em janeiSHUDGR HVWi DFRQWHFHQGR ro, fevereiro e março lotaORQJDV ÀODV PXLWDV UHFOD- ram praticamente todos os maçþes, e tudo isso devido à espaços do local. insistência das pessoas em De acordo com Tadeu Ladeixarem de cumprir com a ges, coordenador da biomeobrigação eleitoral na últi- tria da capital, as pessoas

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

nĂŁo respeitaram os prazos HDJRUDDVORQJDVĂ€ODVVHUYLrĂŁo de alerta para quem ainda nĂŁo se recadastrou. “Quem deixou para a Ăşltima hora vai enfrentar esse caos. O cronograma do Tribunal Regional Eleitoral elaborou todo um cronograma para atender os eleitores e tivemos um grande respaldo, pois, mais de 80% do

eleitorado compareceu. No HQWDQWRQDUHWDÀQDOpHVVH R UHVXOWDGR ORQJDV ÀODV H consequentemente alguns contratempos. É preciso ressaltar que quem estiver DTXLQRSiWLRGR)yUXPVHUi atendido. Os postos estão abertos de 8h às 17h, e hoje [ontem] devemos atender mais de duas mil pessoas�, argumenta o coordenador.

SENADOR COMEMORA

Governo prorroga dĂ­vidas agrĂ­colas do NE O lĂ­der do PMDB no Senado, Renan Calheiros, anunciou ontem (13) que o governo concordou com a prorrogação das dĂ­vidas agrĂ­colas da RegiĂŁo Nordeste. O prazo para renegociar DV GtYLGDV VHUi GH PDLV XP ano e vai atĂŠ o dia 30 de noYHPEURGH$WpOiHVWmR suspensas as execuçþes e os processos judiciais contra aqueles que se enquadrarem no novo prazo. O acordo foi selado em reuniĂŁo da qual participou o senador Renan Calheiros, o deputado Heleno Silva e o VHFUHWiULRDGMXQWRGH3ROtWLca EconĂ´mica do MinistĂŠrio da Fazenda, Gilson BittenFRXUW 2V EHQHĂ€FLiULRV GR novo prazo sĂŁo os mesmos que estĂŁo contemplados pelos artigos 70 e 71 da Lei 10.249, ou seja, as dĂ­vidas que estejam lastreadas em recursos do FNE, ou em recursos mistos do FNE com outras fontes, ou em recursos de outras fontes efetuadas com risco da UniĂŁo, ou ainda das operaçþes realizadas no âmbito do Pronaf. Pelo acordo tambĂŠm serĂŁo remitidas as dĂ­vidas referentes Ă s operaçþes de crĂŠdito rural do Grupo ‘B’ do Pronaf contratadas atĂŠ 31 de dezembro de 2004 com recursos do orçamento ge-

ral da UniĂŁo ou dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste, Norte e Centro-Oeste, efetuadas com risco da UniĂŁo ou dos respectivos Fundos, cujo valor contratado por mutuiULR WHQKD VLGR GH DWp 5  mil, na ĂŠpoca do contrato. O perdĂŁo tambĂŠm vale para as que tenham sido inscritas ou estejam em processo de inscrição na DĂ­vida Ativa da UniĂŁo. 2WH[WRGRDFRUGRVHUiLQcorporado Ă Medida ProvisĂłULDTXHHVWiWUDPLWDQGR na Câmara dos Deputados, cujo relator ĂŠ o deputado +HOHQR 6LOYD $ 03 GHYHUi ser votada antes de iniciar o recesso do Congresso, marcado para o dia 23 de dezembro. O acordo chancelado ontem envolve recursos da ordem de R$ 2,5 bilhĂľes e YDL EHQHĂ€FLDU SHUWR GH  mil agricultores. “Acho que o governo e a equipe econĂ´mica demonstraram grande sensibilidade com o Nordeste, que tem suas peculiaridades e, eventualmente, precisa ser vista e atendida dentro de suas HVSHFLĂ€FLGDGHV ,VVR p DLQGDPDLVVLQWRPiWLFRTXDQGR falamos em agricultura, porque o clima da regiĂŁo nem sempre ajuda na lavouraâ€?, comemorou o senador.


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

OpiniĂŁo

Votação da palmada

A

votação do projeto de lei que proíbe os pais de baterem nos ÀOKRV IRL DGLDGD GHYLGR D XP impasse com a bancada evangÊlica. A Comissão Especial da Câmara dos 'HSXWDGRVGHYHYRWDUKRMHDFKDPDGD ´/HLGD3DOPDGD¾6HIRUDSURYDGDD Lei vai à votação no Senado. Em meio jGLVFXVVmRQR%UDVLOXPFDVRQRV(VWDGRV8QLGRVJDQKRXSURMHomR$ÀOKD de um juiz postou um vídeo no Youtube em que aparece sendo espancada pelo SDL $ QRWtFLD OHYRX j UHà H[mR TXDQGRD´SDOPDGLQKD¾SDVVDGRVOLPLWHV" Um pai de cabeça quente Ê capaz de HQ[HUJDU HVWD OLQKD" 2XWURV PpWRGRV SDUD LPSRU OLPLWHV VmR FRQKHFLGRV como o castigo não-violento e a tÊcniFDGHIHQGLGDSRU'LDQH/HY\SVLFyORga e autora neozelandesa com 30 anos

GH SUiWLFD HP FRQVXOWyULR $ PDLRULD das pessoas encara com naturalidade RJHVWRGHEDWHUQRVĂ€OKRVFRPRVHD YLROrQFLD ItVLFD IRVVH XP LQVWUXPHQWR legĂ­timo (e atĂŠ necessĂĄrio) para a eduFDomR GDV FULDQoDV e XP KiELWR WmR arraigado em nossa cultura que nĂŁo ĂŠ raro ouvirmos o argumento de que “os Ă€OKRVMiQmRUHVSHLWDPPDLVVHXVSDLV SRUTXH QmR DSDQKDP (VVD DJUHVVmR nĂŁo deveria ser vista com tanta natuUDOLGDGHMiTXHpXPDYLROrQFLDSURLELGDSRUOHLHPSDtVHVFRPR)LQOkQGLD 6XpFLD 'LQDPDUFD &KLSUH /HW{QLD ÉXVWULD &URiFLD H 1RUXHJD $OpP GD covardia que estĂĄ presente no ato de EDWHUHPDOJXpPPDLVIUDFRDYLROrQFLD QmR p GHĂ€QLWLYDPHQWH XP ERP LQVWUXPHQWR GH GLVFLSOLQD FRPR DQDlisam muitos especialistas.

ELIAKIM ARAUJO Ancorou o primeiro canal de notĂ­cias em lĂ­ngua portuguesa, a CBS Brasil. Foi âncora dos jornais da Globo, Manchete e do SBT e na RĂĄdio JB foi Coordenador e titular de “O Jornal do Brasil Informaâ€?.

Quem venceu no Iraque? Toda guerra tem um venceGRU  +LVWRULFDPHQWH HODV DFDEDPFRPDUHQGLomRGRH[pUFLWR inimigo ou com a ocupação de VHXWHUULWyULRSHORH[pUFLWRYHQcedor. 1HVVH DVSHFWR D JXHUUD GR Iraque pode ser considerada VXL JHQHULV  $V IRUoDV QRUWH-americanas de ocupação vão GHL[DU R SDtV QRV ~OWLPRV GLDV GHGH]HPEURVHPTXHVHVDLED quem venceu a guerra. e YHUGDGH TXH R IDQIDUUmR *HRUJH:%XVKDQXQFLRXRÀP GDVRSHUDo}HVPLOLWDUHVHPSULPHLUR GH PDLR GH  FRP D GHSRVLomRGH6DGGDP+XVVHLQ menos de dois meses do início GDLQYDVmRTXHFRPHoRXHP de março do mesmo ano. $ TXHGD GH %DJGi H D IXJD GH 6DGGDP HUDP HYHQWRV VXÀcientes para que ali terminasse D JXHUUD H D IUHQWH DOLDGD IRUPDGDSRU(8$H*Um%UHWDQKD SURFODPDVVH D YLWyULD FRQWUD DV FKDPDGDV  ´IRUoDV GR PDO¾ 0DV LVVR QmR DFRQWHFHX SRUTXHQDYHUGDGHGHSRLVGLVVRp que começou a verdadeira guerUDTXHQmRWHPGLDPrVHDQR para acabar. 2V(8$HVWDUmRIRUDGRSDtV DWpRGLDPDVDJXHUUDLQWHUQDLUDTXLDQDFRPVXDVHVSHFLÀFLGDGHVSURPHWHUHFUXGHVFHUD partir de agora. Essa Ê a grande preocupação GRV DWXDLV OtGHUHV LUDTXLDQRV a partir do primeiro-ministro 1RXUL $O 0DOLNL TXH HVWHYH

QHVWD VHJXQGDIHLUD HP :DVKLQJWRQ SDUD WRPDU D EHQomR GR SDGULQKR 2EDPD  0DOLNL nĂŁo esconde o medo do que pode acontecer em seu paĂ­s depois da saĂ­da dos militares norte-ameULFDQRV PDV R GyFLO %DUDFN 2EDPD SURPHWHX TXH RV (8$ continuarĂŁo sendo “um parceiro Ă€HOGR,UDTXHÂľ 'H IDWR R IXWXUR GR ,UDTXH p XPD LQFyJQLWD $ SDUWLU GH MDQHLUR  WXGR SRGH DFRQWHFHU desde uma revolta popular nos PROGHVGDFKDPDGD3ULPDYHUD ÉUDEHDWpRYL]LQKR,UmVHDSURveitar da ausĂŞncia americana SDUD LQĂ XHQFLDU D SROtWLFD LUDquiana. (PFOLPDGHFDPSDQKDSDUD D UHHOHLomR 2EDPD MRJD SUD WRUFLGD H Vy IDOWD DQXQFLDU QRV SDODQTXHV ´DPHULFDQ SHRSOH SURPHWL H FXPSUL DFDEHL FRP D JXHUUD QR ,UDTXHÂľ WHQWDQGR GLVWUDLU D DWHQomR GR SRYmR mais preocupado neste momento com a economia do paĂ­s. )LFDQRDUDSHUJXQWDTXHP JDQKRX HVVD JXHUUD" 'H FRQcreto o que se sabe ĂŠ que quase  IDPtOLDV QRUWHDPHULFDnas perderam um ente querido no Iraque e que o paĂ­s gastou QR PtQLPR  WULOK}HV GH GyODres para manter uma guerra de ocupação que começou com XPD PHQWLUD D GDV DUPDV GH GHVWUXLomR HP PDVVD SUHWH[WR GR JRYHUQR %XVK SDUD D LQYDVmRTXHQXQFDIRUDPHQFRQWUDdas.

'R ODGR LUDTXLDQR HVWLPDVH que mais de cem mil pessoas morreram em consequĂŞncia da JXHUUD D PDLRULD FLYLV LQRFHQtes. Quem vai pagar pelos crimes de guerra praticados nesWHVDQRVSHORH[pUFLWRLQYDVRU" ( QmR SRVVR GHL[DU SDVVDU HPEUDQFRDQRWtFLDTXHH[SORdiu na mĂ­dia brasileira nesta VHJXQGDIHLUD2WXPRUQDJDUJDQWD GH /XOD UHJUHGLX  R TXHGHL[RXDHTXLSHPpGLFDERquiaberta. ´$ UHGXomR HUD HVSHUDGD R que a gente nĂŁo podia saber era TXDOVHULDDGLPHQVmRIRLXPD UHGXomRH[WUDRUGLQiULDGHXPD certa maneira surpreendeu a HTXLSH PpGLFDÂľ DĂ€UPRX R 'U Artur Katz. 2VPpGLFRVMiYLQKDPQRWDQGR XPD PHOKRUD QD YR] GR H[-presidente e estavam otimisWDVHVSHUDQGRXPDUHGXomRGH DSRUFHQWR'LDQWHGLVVR a possibilidade da cirurgia estĂĄ descartada. &RP DSHQDV GXDV VHVV}HV GH TXLPLRWHUDSLD /XOD JDQKD R primeiro e decisivo round conWUD R FDQFHU ( R PHOKRU RV mĂŠdicos preveem que em março ele poderĂĄ retornar Ă s atividades normais. $ YLWyULD GH /XOD FRQWUD D GRHQoDPHWURX[HjOHPEUDQoD XP YHOKR GLWDGR TXH RXYL SHOD SULPHLUDYH]GHPHXYHOKRSDL SHUQDPEXFDQR FRPR HOH ´QRUdestino ĂŠ madeira de dar em doidoâ€?.

RUI MARTINS Jornalista, escritor, ex-CBN e ex-Estadão, exilado durante a ditadura, Ê líder emigrante. Vive em Berna, na Suíça. Escreve para o Expresso, de Lisboa, Correio do Brasil e agência BrPress

Protesto nu contra os islamitas

ANTONIO MACHADO Membro da AAI

Escola e educação

2 %UDVLO XPD YH] GHVFREHUWR DRV  GH DEULO GH  VRPHQWHHPIRLFULDGDDSULPHLUD HVFRODSUDWLFDPHQWHPHLRVpFXOR GHSRLV HVWDQGR VHPSUH D HGXFDomRDWUHODGDDIRWRVHIDWRUHVTXH vĂŞem se arrastando ao longo da KLVWyULDTXHPXLWDVYH]HVGLĂ€FXOtam o processo da aprendizagem. $ HGXFDomR QR %UDVLO IRL LQtroduzida pelos padres da ComSDQKLD GH -HVXV VHJXLGRUHV GH 6WR,QiFLRGH/R\RODRV-HVXtWDV SRGHQGRVH DĂ€UPDU TXH R %HDWR -RVp$QFKLHWDIRLRGRVSULPHLURV SURIHVVRUHVGR%UDVLOTXHDRWHPSRHPTXHFDWHTXL]DYDRVtQGLRV LDPOKHV LQVWUXLQGR DWUDYpV GD educação no ensino das primeiras OHWUDV WHQGR FRPR SDOFR DV SUyprias capelas. ( LVWR DJUDGRX DR UHL ' -RmR ,,,TXHPDLVWDUGHPDQGRXTXH RQGH KRXYHVVH XPD FDSHOD VH FRQVWUXtVVH HP DQH[R XPD HVFROD H DVVLP HVWDYD QDVFHQGR RV primeiros rebentos da educação na terra de Santa Cruz. Mais tarde o todo poderoso MarquĂŞs de 3RPEDO  H[SXOVRXRV MHVXtWDVR%UDVLOHPHWURX[H RV IUDQFLVFDQRV H EHQHGLWLQRV para seus lugares. 2SURFHVVRGDHGXFDomRQR%UDVLOWHPSDVVDGRSRUPXLWDVIDVHV e nĂŁo tem sido prioridade dos goYHUQDQWHV HPERUD VHMD R SRQWR bĂĄsico para o crescimento de uma VRFLHGDGH$ODJRDVTXHRGLJDRV jornais alardeiam com letras vi-

vas que o estado Ê campeão em DQDOIDEHWLVPR H DV HVWDWtVWLFDV apontam esses índices. Enquanto isto o secretårio de HGXFDomR GH $ODJRDV DQXQFLD D UHVWDXUDomR H PHOKRUDPHQWRV GH YiULDV HVFRODV LVWR p GHYHUDV LPSRUWDQWH PDV QmR UHà HWH QHFHVVDULDPHQWH D HGXFDomR GR HVWDGR HVFROD ERQLWD QmR p HGXFDomR H PXLWR PHQRV HOLPLQD WD[D GH DQDOIDEHWLVPR URWXQGR TXHFDSHLDRHVWDGRRTXHUHGX] HVVHV IDWRUHV GHJUDGDQWHV GD HGXFDomRpRDOXQRQDHVFRODQR GLD D GLD FRP SURIHVVRUHV FDSDFLWDGRVTXDOLÀFDGRVHEHPSDJRV VHP JUHYH SRU TXH R SURIHVVRU bem pago não se estimula a greYHPDVVHVHQWHYDORUL]DGRSDUD RWUDEDOKRFRPRERPSURÀVVLRQDO QRH[HUFtFLRGHVXDPLVVmRRSURIHVVRU FRPSDUDVH DV YHODV QRV FDQWDUHV GR 3H $QWRQLR 9LHLUD VDFULÀFDPVH TXHLPDQGR SDUD dar luz aos outros. A constituição assegura que a educação Ê um direito do cidadão HXPGHYHUGRHVWDGRKDMDYLVWD D PLVVmR GH HGXFDU VHU VXEOLPH SRLVWRGDVDVSURÀVV}HVGRPXQGR FDUHFHPGDVPmRVKDELOLGRVDVGH XP PHVWUH PDV QD PDLRULD GDV YH]HVTXDQGRVHFKHJDDRWRSRGR poder a classe do MagistÊrio Ê relegada a segundo plano. ' 3HGUR GL]LD ¾TXH VH HX QmR IRVVH,PSHUDGRUVHULDSURIHVVRU¾ 'DtVHYrRYDORUGHXPSURIHVVRU SDUDRDOXQRGHVGHRFXUVRIXQGD-

PHQWDO D XQLYHUVLGDGH $OH[DQGUHGL]LD´GHYRPDLVDPHXPHVWUHTXHDPHXSDLVHHVWHPHGiR SmRTXHDOLPHQWDRFRUSRDTXHOH PHGiSmRTXHYLYLÀFDDDOPD¾ 9DORUHV TXH GLJQLÀFDP R VHU KXPDQRHGXFDomRIRUPDomRWUDEDOKR KRQHVWLGDGH YLGD GLJQD devem ser prioridades dos que GLULJHP RV SRYRV SRUTXH IRUDP HVFROKLGRVSHORSUySULRSRYRDXmentando ainda mais a responVDELOLGDGH GRV GLULJHQWHV PDV 5X\ %DUERVD GL]LD ´QHP WRGRV TXHPDQGDPDQGDPEHP¾ 2FRQMXQWRGHUHJUDVQRUPDV leis e decretos que normatizam D HGXFDomR ID]HP SDUWH GH XP FRQWH[WRTXHSUHFLVDPVHUUHYLVtos e adequados as realidade reJLRQDLV PXLWDV YH]HV WRUQDPVH DVOHLVHVGU~[XODVIHLWDVGHFLPD SDUDEDL[RQRVIULRVJDELQHWHVGH %UDVtOLD IXJLQGR D UHDOLGDGH GR 1RUGHVWHPRUPHQWHGH$ODJRDV e não alcançando à mesma diPHQVmRGHRXWUDVUHJL}HV (VFRODV EHP HTXLSDGDV ERQLWDV QHP VHPSUH VLJQLÀFD TXH Ê ensinada uma educação de TXDOLGDGH QmR H[LVWH XPD ERD DSUHQGL]DJHP RQGH IDOWD R FRQKHFLPHQWRYRFDomRHRHVWtPXOR SDUDDUHDOL]DomRSURÀVVLRQDOVHL FRQWXGR TXH D HGXFDomR p FRLVD VXEOLPH PDV WXGR FRPHoD HP FDVDOHYDQGRRSRHWD&ROO\)ORUHV HVFUHYHU ´D HGXFDomR QDVFH QR ODUà RUHVFHQDHVFRODHIUXWLÀFD na sociedade�.

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

(OD VH FKDPD $OLDD 0DJGD (OPDKG\ p HJtSFLD H GHFLGLX HQIUHQWDU RV LVODPLWDV TXH SHORMHLWRVHDSURSULDUDPGDŠ primavera årabe . $PHDoDGD GH PRUWH HVVD MRYHP GH  DQRV DLQGD FRP FDUDGHDGROHVFHQWHWLURXWRGD URXSDHQXDGHVIHFKRXVHXDWDTXHFRQWUDRVIDQiWLFRVPXoXOPDQRV FDSD]HV GH DFDEDUHP com todos os direitos das muOKHUHVFRQTXLVWDGRVQRVpFXOR SDVVDGR SHOD PXOKHUHV HJtSFLDV H PHUJXOKDUHP R (JLWR numa Idade MÊdia corânica. Š(XUHLYLQGLFRPLQKDOLEHUGDGH VH[XDO R GLUHLWR GH QmR PH FDVDU PHX DWHLVPR $V PXOKHUHV GHYHP SRGHU YLYHU sua vida como bem entendem ªpRGHVDÀRODQoDGRSRU$OLDD 6HIRVVHQD)UDQoDPHGLHYDO HODVHULDTXHLPDGDQDIRJXHLUD FRPRÀOKDGRGLDERRXIHLWLFLHLUDSHORVUHOLJLRVRVFDWyOLFRVGD Inquisição. Mas a Idade MÊdia cristã-ocidental acabou com a modernização do cristinianismo decorrente dos movimenWRV GD 5HIRUPD GH /XWHUR D =ZLQJOLR H &DOYLQR H VHXV HVWHUWRUHVIRUDPSURYRFDGRVSHOD 5HQDVFHQoDHSHOR,OXPLQLVPR com o laicismo sacralizado pela Revolução Francesa. (QWUHWDQWR QR PXQGR UHOLJLRVR iUDEH VHP XPD FHQWUDO UHOLJLRVDGLWDGRUDGRVGRJPDV FRPRR9DWLFDQRDLQGDpGLItFLO se esperar uma modernização HXPDOHLWXUDOLEHUDOGR&RUmR SDUDVHFKHJDUjPRGHUDomRHD

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

uma separação do poder divino e poder temporal como aconteFHX QD (XURSD $OpP GLVVR D GLYLVmR HQWUH VXQLWDV H [LLWDV PLQRULWiULRV  p UHODWLYL]DGD pela ascenção dos integristas TXH SUHJDP R UHWRUQR j FKDULi D DSOLFDomR OLWHUDO GD OHL GR&RUmRXPDOHLTXHSRGHULD ter seu lugar naqueles anos do 9,,VpFXORPDVKRMHpXPDOHL cruel e desumana. Por que a importância do deVDÀRGH$OLDD0DJGD(OPDKG\ "3RUTXHDWHQGrQFLDKRMHQRV SDtVHV WUDQVIRUPDGRV SHOD Š primavera årabe  Ê a do poder político ser tomado pelos ,UPmRV 0XoXOPDQRV PRYLmento integrista combatido na tentativa panaråbica do líder ODLFR DQWLFRORQLDOLVWD H QmR UHOLJLRVR *DPDO $EHO 1DVVHU 3DUD1DVVHUDWHQWDWLYDIUXVWUDGDGHXQLÀFDomRiUDEHYLVDYD FULDU XPD IUHQWH FRQWUD RV SDtVHVFRORQLDOLVWDV,QJODWHUUD H)UDQoDSULQFLSDOPHQWHSDUD desenvolver os países årabes. 2V LQWHJULVWDV GH KRMH HVWmR FRQVHJXLQGR D XQLÀFDomR iUDEH SHOD UHOLJLmR H HPERUD RV inimigos sejam praticamente RVPHVPRVRVRFLGHQWDLVPDV as consequências serão desasWURVDV 2 LQWHJULVPR LVODPLWD VHDOLPHQWDGDSREUH]DMiTXH RVGRQRVGRSHWUyOHRQmRVRXEHram distribuir a riqueza nem instaurar regimes com participação popular. $ LQVWDXUDomR GD FKDULi p R retorno literal aos preceitos

GR&RUmRFRPSXQLo}HVItVLFDV WRUWXUD H PRUWH HP QRPH GH uma rigorosa moralização dos costumes. E as principais vítimas são DV PXOKHUHV TXH UHWRUQDP D VHU PHURV REMHWRV REULJDGDV D FREULU WRGR R FRUSR D ÀP GH QmRWHQWDUHPRVKRPHQV-XVtamente quando estavam conquistando alguns dos direitos mais que comuns entre as muOKHUHVRFLGHQWDLV (YLGHQWHPHQWH H[LVWH D H[FHomR WXUFD SDtV PXoXOPDQR TXH RSWRX SHOD ODLFLGDGH QD TXHGDGR,PSpULR2WRPDQR2 ULVFRpRGRVLVODPLWDVXVDQGR GH IRUoD H LQTXLVLomR DFDEDrem com sociedades muçulmaQDV OLEHUDLV FRPR D H[LVWHQWH QD 7XQtVLD 4XDQWR DR (JLWR SDUHFH Mi WHU R GHVWLQR VHODGR devendo ser proibido mesmo às turistas se bronzearem nas praias. (PWHUPRVIXWXURVEDVWDVH imaginar a presença de governos teocråticos islamitas em IUHQWHj(XURSDGRRXWURODGR do Mediterrâneo. Sem se contar a atual presença islamita dentro da Europa. E o mais DEVXUGRpTXHIRLRSUySULR2FLdente o autor desse quadro – a destruição do Iraque de Sadam +XVVHLQ H GD /tELD GH .DGDÀ IRUDP R HTXLYDOHQWH D UHWLUDU DVEDUUHLUDVTXHFRQWLQKDPRV [LLWDV GR ,Um H RV ,UPmRV 0Xçulmanos do Egito. $EULXVH D &DL[D GH 3DQGRra.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

Brasil

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Homens, tremei: uma nova pesquisa feita pelo site The Ohhtel, destinado a quem deseja manter encontros extraconjugais, indica que, no dia 22 de dezembro, ĂŠ bom maridos e namorados procurarem saber onde estĂŁo suas mulheres. Neste o dia, elas prĂłprias revelaram ao site que vĂŁo comemorar o Natal com os seus amantes.O The Ohhtel ĂŠ o mesmo que divulgou que SĂŁo Paulo ĂŠ a cidade com o maior nĂşmeros de pessoas dispostas a trair. Em 150 dias, 100 mil pessoas daquele estado se inscreveram no site.

Atriz se encanta com alagoana que revolucionou tratamento psiquiĂĄtrico

U

e Dario Dezem, com roteiro de Nassife. “Estamos todos apaixonados porque ela. Quanto mais a conhecemos, mais temos vontade de nos aprofundar em sua histĂłria. EstĂĄ sendo uma maravilha, um aprendizado, um sonhoâ€?, disse GlĂłria, que utilizou-se de documentos, entrevistas e fotos, alĂŠm da trilogia “Imagens do inconscienteâ€?, o premiado documentĂĄrio sobre Nise dirigido pelo cineasta Leon Hirszman. “MULHER DE OPOSTOSâ€? GlĂłria destaca a personalidade da personagem, descrita pela atriz como uma “mulher de opostosâ€?. “Ela tinha um senso de humor muito peculiar, embora fosse uma mulher muito estudiosa. Estamos justamente nesta busca para trazer estes contrastes, sua humanidade e sua enorme carga de afetividadeâ€?, destacou a atriz, que tambĂŠm tem conversado com pessoas conviveram com a psiquiatra.

7

Site indica 22 de dezembro como data para as mulheres “pularem a cerca�

A vida de Nise da Silveira HPĂ€OPHFRP*ORULD3LUHV ma histĂłria de bravura e determinação estĂĄ prevista para chegar Ă s telas brasileiras em 2013. Com direção de Roberto Berlinder, “Nise da Silveira – Senhora das imagensâ€? pretende revelar ao grande pĂşblico a histĂłULD GD WUDMHWyULD SURĂ€VVLRnal da mĂŠdica alagoana que virou referĂŞncia no tratamento da esquizofrenia no Brasil. 2 SDSHOWtWXOR Ă€FDUi D cargo de GlĂłria Pires, que se diz “mergulhadaâ€? em pesquisas sobre a vida e a WUDMHWyULD SURĂ€VVLRQDO GD mĂŠdica alagoana. Gloria Pires nĂŁo para. A atriz, que interpretarĂĄ Nise da Silveira no cinema, estĂĄ debruçada em livros sobre a mĂŠdica alagoana que revolucionou o tratamento psiquiĂĄtrico no Brasil. AlĂŠm GR Ă€OPH VREUH D PpGLFD D ELRJUDĂ€DGDDWUL]Âś$QRV de Gloria’, escrita por Eduardo Nassife e FĂĄbio FabrĂ­cio Fabretti, chegarĂĄ Ă  telona como documentĂĄrio dirigido por Fred Augusto

BRASIL

GERALDO PROTTA/I

GlĂłria Pires interpretarĂĄ a alagoana em “Senhora das Imagensâ€?

QUIMIOTERAPIA

HPV

O ex-presidente Luiz InĂĄcio Lula da Silva deixou na noite de ontem. por volWDGDVKR+RVSLWDO6trio-LibanĂŞs depois de alta mĂŠdica. Ele recebeu ontem a Ăşltima sessĂŁo de quimioterapia do tratamento que faz contra um câncer na laringe. Lula saiu acompanhado por sua mulher, Marisa, e, segundo a assessoria dele, seguiu direto para a residĂŞncia do casal em SĂŁo Bernardo do Campo, no ABC paulista. EFEITOS COLATERAIS XOD GHYHUi Ă€FDU DWp VDbĂĄdo com uma bolsa por onde recebe por meio de infusĂŁo contĂ­nua os medicamentos da quimioterapia. É esperado que ele nĂŁo saia de casa atĂŠ terça ou quarta-feira da prĂłxima semana. Nesse perĂ­odo, surgem os principais efeitos colaterais da quimioterapia, como dor de cabeça e diarreia. Lula deu entrada no SĂ­rio-LibanĂŞs na segunda-feira de manhĂŁ, para a Ăşltima sessĂŁo do ciclo de quimioterapia no tratamento contra um tumor na laringe. trĂŞs centĂ­metros, teve uma redução de cerca GH

O MinistÊrio da Saúde avalia vacinar meninas de 9 a 13 anos contra o HPV, doença sexualmente transmissível que pode provocar câncer de útero. A informação Ê do secretårio de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa. O HPV pode atingir mulheres de qualquer idade. No entanto, a ideia Ê imunizar aquelas que não iniciaram a vida sexual. $YDFLQDQmRWHPHÀFiFLD em adultas, com vida sexual ativa, que jå foram expostas à infecção, segundo o secretårio. A prevenção nesse caso deve ser feita por meio do exame papanicolau, que LGHQWLÀFDRFkQFHUQRFRORGR útero. Ele estimou um custo anual de R$ 600 milhþes para incluir a vacina no calendårio de imunização das adolescentes - equivalente a um terço do que o governo gasta com todas as vacinas, segundo a pasta. O secretårio participou de debate na Comissão de Assuntos Sociais do Senado sobre projeto de lei da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) que prevê vacinação gratuita contra o HPV para o público feminino na faixa HWiULDGHDDQRV$WXDOmente, hå mais de 100 tipos de HPV - alguns podem provocar câncer, principalmente no colo do útero e ânus.

Lula tem alta e Meninas de 9 a deixa o hospital 13 anos podem SĂ­rio-LibanĂŞs ser vacinadas


8

MUNDO

TribunaIndependente

0$&(,Ă?48$57$)(,5$'('(=(0%52'(

Mundo

‘LadrĂŁo sorridente’ ĂŠ condenado apĂłs apontar o dedo para roubar banco O britânico Roderick Williamson foi condenado a quatro anos de cadeia apĂłs URXEDUQRDQRSDVVDGRXPDLQVWLWXLomRÂżQDQFHLUDHP*UDQWKDPQR5HLQR Unido, usando o dedo como se fosse uma arma. Segundo o jornal “Daily Mailâ€?, o caixa entregou 1,8 mil libras (R$ 5,17 mil) ao ladrĂŁo, pois pensou que ele estava armado. Williamson foi apelidado de “ladrĂŁo sorridenteâ€? depois que foi Ă€DJUDGRSHODVFkPHUDVGHYLJLOkQFLDVRUULQGRDRGHL[DURHGLItFLR,PDJHQVGR VXVSHLWRIRUDPGLYXOJDGDVSHODSROtFLDGRFRQGDGRGH/LQFROQVKLUH

Atirador deixa cinco mortos na BÊlgica Solitårio, homem lançou granadas em uma praça da cidade de LiÊge e atentado deixa tambÊm 120 pessoas feridas

U

m atirador abriu fogo e lançou granadas ontem em uma praça repleta de crianças e de pessoas que faziam compras de Natal na cidade belga de Liège, deixando cinco mortos e 120 feridos, antes de morrer em circunstâncias ainda nĂŁo esclarecidas. A Ăşltima vĂ­tima a morrer foi um menino, informou o hospital de Liège Ă s 22h45 locais (19h45 de BrasĂ­lia). “Cinco feridos estĂŁo em estado crĂ­ticoâ€?, informou nas primeiras horas da noite a ministra do Interior, Joelle Milquet. VeĂ­culos da imprensa belga, citando fontes

AFP

mÊdicas, informaram que mais duas pessoas morreram, o que elevaria o número de mortos para seis, mas essa informação não foi conÀUPDGDSHODVIRQWHVRÀFLDLV 123 FERIDOS As autoridades estimaram que havia 123 feridos, a maior parte por fragmentos de vidro. O ataque ocorreu na praça Saint-Lambert, a principal da cidade, onde estå localizado o Palåcio de Justiça e perto de um mercado muito popular, ao qual se dirigem diariamente anWHVGDVIHVWDVGHÀPGHDQR centenas de pessoas para faPoliciais investigam corpo suspeito de ser o atirador que abriu fogo zer suas compras de Natal.

PONTOS TURĂ?STICOS

França decreta prisĂŁo e multa para os mendigos O governo francĂŞs emitiu uma sĂŠrie de decretos para banir a circulação de mendigos nos principais pontos turĂ­sticos e comerciais de Paris, a poucos dias do Natal. O ministro do Interior, Claude GuĂŠant, que ĂŠ o braço direito do presidente Nicolas 6DUNR]\ DĂ€UPRX TXH SUHQder e multar mendigos sĂŁo açþes cruciais para impedir que visitantes estrangeiros sejam importunados por “delinquentesâ€? organizados por gangues organizadas.

Segundo a versão on-line do jornal britânico The Guardian, a avenida Champs ElysÊes foi a primeira da lista de locais vetados a mendigos - a proibição, que jå estava aprovada de setembro atÊ janeiro, foi estendida atÊ o próximo verão francês. Agora, dois outros locais tradicionais no Natal parisiense foram banidos de pedintes: os arredores das famosas Galerias Lafayette e das lojas de departamento Printemps.


TribunaIndependente

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Cidades

CIDADES

9

Cliente sai de banco na Ponta Verde com R$ 2.400 e é roubado por dois homens Dois indivíduos armados em uma motocicleta Honda CG de cor preta, de placa não anotada, atacaram um homem após ele sair de uma agência bancária, no bairro da Ponta Verde, em Maceió. A vítima havia acabado de entrar no banco para sacar dinheiro, na tarde de ontem. Depois de algum tempo no terminal, o rapaz guardou o dinheiro na carteira, no bolso traseiro da calça e saiu. Do lado de fora, os dois ponteavam os movimentos da vítima, que estava a pé. Os acusados chegaram de moto perto do rapaz e anunciaram o assalto, com os revólveres em punho. A vítima não reagiu e entregou todo o dinheiro que havia em sua carteira: R$ 2.400.

Hilux dirigida por prefeita causou acidente, diz laudo

ARQUIVO/BEATRIZ NUNES

Diferente do BO, perícia aponta que carro de Doda Cavalcante bateu primeiro em Pálio onde estava turista grávida que morreu ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

O

laudo da perícia técnica do Instituto de Criminalística de Alagoas aponta a Hilux que era conduzida pela prefeita de Matriz do Camaragibe, Doda Cavalcante, como veículo causador do acidente que levou à morte uma turista de São Paulo, em outubro passado. O laudo diverge do Boletim de Ocorrência, segundo afirma o delegado de Acidentes de Trânsito, Fernando Tenório. Segundo o delegado, o Boletim de Ocorrência feito no local do acidente, a AL-101 Norte, aponta a condutora do Celta,

Queila Brito de Oliveira, como a causadora do acidente. Já o laudo da perícia técnica, concludído esta semana, aponta como responsável pelo acidente a Hilux dirigida pela prefeita. “Pelo croqui que foi feito no laudo pericial, a Hilux teria batido na traseira do Pálio, que teria perdido o controle e invadido a contramão, atingido assim, o Celta, originando todo o acidente”, relata Tenório. Mesmo com o laudo da perícia em mãos, o delegado ainda aguarda o resultado da oitiva de Rodrigo Casovan, condutor do Pálio e marido de Lilian Levy Leitão, que estava grávida e faleceu no local. “Em depoimento, o condutor do Pálio

é que vai dizer qual veículo o atingiu primeiro, reforçando as informações”, declara Tenório. O depoimento de Rodrigo Casovan foi pedido à delegacia de São Paulo, por meio de carta precatória. O pedido, segundo o delegado, já foi feito há pelo menos duas semanas e até o momento não obteve resposta da delegacia paulista. “Se demorar muito, talvez eu tenha que ir até São Paulo”, conta. De acordo com Fernando Tenório, se confirmado o resultado do laudo, a prefeita vai responder por homicídio culposo, sem intenção de matar, podendo pegar até quatro anos de reclusão. ALAGOAS24HORAS

Até então, veículo de Queila Brito, um Celta, era apontado como causador do acidente na AL-101 Norte

LOCAL DE CRIME

Companheira de vítima diz que houve tentativa de manipulação

Prefeita de Matriz foi contactada, mas não atendeu as ligações para falar de acusações contra ela

Manipulação de Boletim de Ocorrência e tentativa de retirada de carros antes da perícia chegar ao local, são algumas denúncias referentes ao acidente envolvendo a prefeita de Matriz do Camaragibe, Doda Cavalcante. As denúncias chegaram à Tribuna Independente por meio de um comentário postado no portal Tribuna Hoje. As informações foram registradas por Regina Lopes, companheira de Queila de Brito Oliveira, condutora do Celta, apontada como a responsável pelo acidente que vitimou uma turista de São Paulo.

Regina Lopes afirma que o BO foi manipulado. “Replicaram a versão da prefeita, mesmo que a disposição dos carros conduza para outras interpretações”, reforça. No comentário, Regina fala ainda que dois promotores informaram que presenciaram os “capangas” da prefeita tentando tirar os carros do local e os impediram. Procurada pela reportagem da Tribuna Independente, a promotora Ilza Torres esclareceu que presenciou o Corpo de Bombeiros tentando desobstruir a pista, que estava interditada nos dois sentidos. “Os bombeiros iam tirar

os carros da pista e eu e o Claudio dissemos que esperassem a perícia para não descaracterizar o local”, explicou a promotora, afirmando não ter presenciado o acidente. A reportagem tentou contato com o promotor Claudio Pinheiro, mas seu telefone estava desligado. Já a assessora técnica do Ministério da Justiça, Queila de Brito Oliveira, preferiu não se manifestar. A prefeita Doda Cavalcante também foi procurada. Ela atendeu ao telefonema, pediu para que a reportagem retornasse mais tarde e depois não atendeu mais. (A.T.)


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Este ano, 1.200 sem-terra foram ameaçados de morte

SANDRO LIMA

SĂ­ntese de denĂşncias foi divulgada segunda, pela ComissĂŁo Pastoral da Terra SANDRO LIMA

ANA PAULA OMENA REPĂ“RTER

O

número de ameaças por conflitos agrårios entre trabalhadores sem-terra e donos de propriedades aumentou no Estado de Alagoas, se comparado ao ano passado. De acordo com uma síntese parcial divulgada na última segunda-feira pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), de janeiro a setembro deste ano, 1.200 pessoas acampadas foram ameaçados de morte por pistoleiros, grileiros, proprietårios de terra ou policiais militares a serviço dos fazendeiros. No ano de 2010 foram 990 ameaças. Alagoas Ê o segundo Estado do Nordeste no ranking de pessoas acampadas ameaçadas por pistoleiros e só perde para o Maranhão, com 2.630 pessoas que sofreram alguma pressão de pistoleiros este ano. O coordenador da Comissão Pastoral da Terra, Carlos Lima, fez uma retrospectiva deste ano e lembrou que o mês de janeiro foi marcado por conflitos agrårios.

&RQĂ€LWRVno interior levam trabalhadores a protestarem na capital

“Houve vĂĄrias reintegraçþes de posse e por esta razĂŁo, os movimentos pela reforma agrĂĄria ocuparam o Porto de MaceiĂł em protesto contra a violĂŞncia no campo e despejo de centenas de famĂ­lias que sobreviviam do que plantavamâ€?, disse.

Ainda segundo o coordenador do CPT, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agråria (Incra) não assentou nenhuma família este ano. A superintendente do Incra, Lenilda Lima, por meio da assessoria de comunicação informou que os assentamentos aconte-

cem por duas situaçþes, uma que seria pela desapropriação da terra e outra pela compra e venda da propriedade. Entretanto muitas vezes os fazendeiros não aceitam os limites das åreas ou o Incra acaba perdendo a ação pela årea ser produtiva.

GOVERNO ESTADUAL

EM ALAGOAS

Site de compras ĂŠ clonado e faz vĂ­timas ALANA BERTO MILTON RODRIGUES REPĂ“RTERES

A

pågina de compras coletivas Groupon foi clonada e fez vítimas em Alagoas. Golpistas estão utilizando a imagem do site para adquirir informaçþes e dados pessoais do consumidor como senha de cartão de crÊdito. A pågina falsa vem sendo divulgada no e-mail de vårias pessoas, como spam e ofertou um aparelho Iphone modelo novo, que ainda não foi lançado, por um valor de R$ 240 quanto o valor real Ê de mais de R$ 1.500. Essa oferta fez com que

7HUUDiJXDHWUDEDOKRVmRPDLRUHVFDXVDVGHFRQĂ€LWRVQRFDPSR

vĂĄrias pessoas caĂ­ssem no golpe. Ao clicar no link da compra a pĂĄgina pede informaçþes do cartĂŁo de crĂŠdito da vĂ­tima. A pĂĄgina falsa nĂŁo apresenta conexĂŁo segura para este tipo de serviço. AlĂŠm de possuir alguns erros como a ausĂŞncia de Ă­cones. O diretor de atendimento do Procon, Denis Malta, disse que o primeiro procedimento do consumidor que foi vĂ­tima de golpe ĂŠ fazer um Boletim de OcorrĂŞncia na PolĂ­cia Civil. Em seguida, a vĂ­tima deve levar o documento para o Procon, que vai tentar resolver o caso na esfera administrativa. “Como se trata de crimes cometidos pela internet, a fraude pode fugir da

competĂŞncia do Proconâ€?, destacou. O diretor ainda acrescenta que caso a fraude nĂŁo seja solucionada no Procon, o fato ĂŠ levado para o JudiciĂĄrio. “O Brasil nĂŁo possui uma legislação especĂ­fica para internet. O consumidor precisa ficar atentoâ€?, concluiu. Por conta do 13Âş salĂĄrio que estimula o comĂŠrcio no final de ano, as compras pela internet aumentam nesse perĂ­odo, incluindo tambĂŠm o nĂşmero de golpistas e de sites falsos. Segundo o diretor-presidente do Procon, Rodrigo Cunha, a demora na entrega, a quebra do produto e o arrependimento sĂŁo as maiores causas de recla-

maçþes dos consumidores em Alagoas. “Sempre antes de comprar qualquer coisa pela internet, a orientação que a gente passa ĂŠ para evitar acessar pĂĄginas de compra diretamente do emailâ€?, diz Cunha, que informa que esta ĂŠ uma prĂĄtica muito comum e que acaba levando o consumidor a ser vĂ­tima de golpe. Para ele o que dificulta o ressarcimento das vĂ­timas ĂŠ a dificuldade em localizar os autores dos sites e responsabilizĂĄ-los pelo golpe. “Por isso a gente aciona atĂŠ a PolĂ­cia Federal se for preciso, mas ĂŠ complicado quando o golpe ĂŠ bem dadoâ€?, ressalta.

Em Alagoas só houve cinco assentamentos este ano No Estado de Alagoas, os únicos assentamentos realizados este ano foram por parte do Governo do Estado. No total de 2011, atÊ agora, foram cinco. A pretensão do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agråria (Incra) Ê a de que em breve, 400 famílias sejam inseridas nestes assentamentos estaduais, sobretudo aquelas que se encontram às margens das rodovias como Messias, Rio Largo e Flexeiras. Indagada sobre os sem terra que eram acampados da Fazenda Cavaleiro/Gulangi, no município de Murici, Alagoas, e estão na Praça

Sinimbu, em Maceió, hå cerca de dez meses, a assessoria de comunicação do Incra disse que as 45 famílias que estão na Praça serão as primeiras contempladas. Redução dos conflitos Os números da Comissão Pastoral da Terra (CPT) relativos ao período de janeiro a setembro de 2011 indicam uma redução geral de conflitos - de 777, em 2010, para 686, em 2011. Mas a queda não esconde que a violência se mantÊm firme. O número refere-se ao conjunto de conflitos por terra, por ågua e trabalhistas, todos no campo. (A.P.O.)


TribunaIndependente

AÍLTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

CIDADES

11

Rede de prostituição envolvia até pousadas no Litoral Norte Delegado acusa transportadores, agenciadores e até as mães das garotas ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

P Fedé, o intelectual

P

ara quem não sabe, Federaldo Pimpo, o popularíssimo Fedé, é irmão do bizarro Federaldo, amigo do peito do jornalista, radialista e também psicólogo Reinaldo Cavalcante. Federaldo é o cara mais estranho o mundo. Talqualmente o irmão, é meio doido, com o seguinte adendo: é analfabeto, embora saiba ler e escrever. Novidade nenhuma, porque temos aí um monte de festejados “intelectuais” analfabetos, inclusive atuando na mídia. Quando quer, o destino também sabe ser moleque. Numa de suas presepadas, armou um encontro do Fedé com uma bela balzaca, intelectual de verdade. Esse encontro ocorreu numa festa de aniversário, cujo som estava acima de todas as escalas dos decibéis. De modo que os dois não puderam conversar e tiveram que se contentar nos olhares e alisamentos de mãos. Ao repararem naquilo, alguns dos amigos de Fedé manifestaram preocupação, principalmente o Zeferino, seu vizinho e conselheiro: - Se ele cismar de conversar com a coroa, vai ser um desastre! - Chama ele aqui e diz pra ficar de boca fechada. – sugeriu Joãozinho Bernardo, outro amigo dos mais chegados. Zeferino foi até o casal, pediu licença à coroa, puxou Fedé pelo braço e disse ao seu ouvido: - Tu não abre essa boca, rapaz! Não fala nada, porra! - Hmmmm... - Fedé! - Quié? Num tô calado? - Está. E deve permanecer sempre assim. - A vida toda? - Não. Com a nossa patota você pode falar à vontade. A gente lhe entende. - Mas... - Nem “mas” nem meio “mas”. Tudo o que essa sua namorada disse você apenas comentará: “certamente”. - Só isso? - Apenas isso! Nesse ponto, Joãozinho Bernardo divergiu: - Mas que droga de conselho é esse, meu? Se tudo o que ele falar for a palavra “certamente”, aí irá esnobar! Isso é um tremendo perigo! Zeferino confordou: - Está certo. Então, Fedé, você não fala nada, pronto! - Nem uma palavra? Nem um “ai”! Passou-se um tempo, Fedé desapareceu da vista dos velhos amigos e, um dia, deram de cara com ele e a balzaca rodeados de intelectuais, num barzinho de bacanas. Fedé falava pelos cotovelos e a mulher só reparava pra ele com aquele olhar de peixe morto. - Mas que diabo o Fedé tanto fala, meu Deus do céu? – agoniou-se Joãozinho Bernardo. Vou lá ouvir o que ele está dizendo. – ofereceu-se um outro amigo chamado Miguel. - Não vai, não! – proibiu Zeferino. – Vamos bolar outra estratégia. Bolaram. Na hora, inventaram que naquele dia o Bernardo estava aniversariando. Aí, fizeram aquela festa, chamando a atenção de todos. Fedé e a namorada se aproximaram da patota e ele discursou, sob o olhar apaixonado da namorada: - Meus amigos, estou assaz encantado com este conspícuo aniversário exterior! Eu nunca vi um aniversário mais infalivelmente! - Ninguém entendeu nadinha do que o novel “intelectual” acabara de pronunciar. Aparentemente, só a namorada entendeu, porque só ela aplaudiu entusiasticamente. Ela achou pouco, e complementou o que o namorado acabara de dizer: - Fedé tem soberba razão! Realmente, este encontro aniversarialítico está catalipticamente insopitável e tempestivamente caótico. Fedéencarou os amigos e indagou com ar vencedor: - Viram? - Vimos. – confirmou Zeferino, decepcionado. – a partir de agora você está liberado pra falar o que quiser!

Um troço de sugestão Esta é do tempo em que por aqui existiam os bailes populares à fantasia. Tempo bom, aquele! Não havia essa frescura de baiano rebolando a bunda nos carnavais, trepados em trios elétricos. Então, num dos carnavais dessa época, o Sesi programou um baile exclusivamente para a plebe e, folião do jeito que era, o negrão Josias Parísio resolveu brilhar na folia apresentando uma fantasia original. De modo que passou no Mercado da Produção e entrou numa loja especializada em artigos carnavalescos. Chamou uma das balconistas e pediu: - Mocinha, eu queria uma fantasia de Adão, tem? Bastante solícita, a mocinha levou pro cara uma réplica de folha de parreira. Ele

recusou: - Sinceramente, moça, essa daí num tapa nem a cabeça da “peça”. Ela foi lá dentro e voltou com outra maior. Ele recusou: - Olhe só! Num é grande o bastante!” - Peraí! A balconista pegou uma folha de bananeira e apresentou ao freguês, que voltou a fazer restrições: $LQGDYDL¿FDUXPSHGDcinho de fora. Aí, a garota perdeu a paciência: - Posso lhe fazer uma sugestão, moço? - Pode! - Por que o senhor não pega esse “troço”, bota em cima GRRPEURHGHV¿ODIDQWDVLDGRGH bomba de gasolina?

ousadas do município de Paripueira, no Litoral Norte do Estado, fazem parte da rede de prostituição de menores descoberta na semana passada, após a prisão de um italiano, revela o delegado Jobson Cabral, que hoje vai colher novos depoimentos do caso. “Todo mundo está envolvido: transportadores, donos de pousadas e agenciadores contribuem com essa safadeza”, desabafa o delegado de Paripueira, referindo-se à rede de prostituição ligada ao italiano Giuseppe Nezzoli, de 67 anos, preso sexta-feira (9). Além dele, outros dois estrangeiros faziam parte do esquema e são procurados. Cabral conta ainda que, por causa da miserabilidade das famílias, algumas mães das meninas são coniventes com a exploração. “Muitas mães até estimulam as filhas a venderem o corpo, para terem acesso ao dinheiro fácil”, explica. “Onde elas conseguiriam 30 reais por

dia, com trabalho?”, questiona Jobson Cabral. “Isso está se tornando normal, não só em Paripueira, mas em todas as cidades litorâneas. O que falta é um combate efetivo”, reforça. O delegado ressalta que faltam políticas públicas no município. “O Estado precisa fazer programas para tirar essas meninas da ociosidade e estimularem a ida à escola, bem como fiscalizar”, sugere Jobson Cabral. Segundo o delegado, para esses estrangeiros, as meninas são produtos ‘descartáveis’ e a Polícia Federal tem que investigá-los para monitorar o que eles estão fazendo no Estado. Na próxima sexta-feira, o delegado vai ouvir os porteiros dos prédios que serviam de local para as orgias. Para o conselheiro tutelar de Paripueira, Aldemir Silva de Lima, a dificuldade de registrar os casos de exploração sexual acontece porque a maioria das mães é conivente e beneficiária do esquema. “Quando as coisas não saem como elas esperam, aí elas denunciam”, esclarece Aldemir.

ARAPIRACA

Defensores são contrários à desativação de presídio O Núcleo Criminal da Defensoria Pública em Arapiraca encaminhou ontem um oficio à Secretaria de Defesa Social, à Superintendência Geral de Administração Penitenciária e à Corregedoria Geral de Justiça argumentando ser incabível a desativação do Presídio Desembargador Luiz de Oliveira Souza, em Arapiraca, nas proximidades da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Os defensores públicos André Chalub e Roberto Alan justificaram que a realidade do presídio em Arapiraca é semelhante a de todos os demais do Estado, seja no aspecto de salubridade para os presos, seja de dificuldades para os serviços administrativos ou ainda no padrão de segurança. “Não se justifica a transferência dos presos para Maceió, pois lá existem os mesmo problemas. A Defensoria Pública defende a necessidade de melhorias no

presídio, e não sua desativação”, afirmou o defensor público Roberto Alan. Segundo ele, a transferência dos presos para Maceió representa retrocesso no processo de ressocialização, visto que a Lei de Execuções Penais determina que a pena seja cumprida próximo aos familiares do condenado, facilitando sua adaptação social. “Trata-se de pessoas carentes que não dispõem de recursos para se deslocarem para visitas aos presos em Maceió”, explica. Além disso, o documento afirma que a estratégia de fechamento do Presídio de Arapiraca é preocupante, na medida em que o sistema prisional está superlotado em Maceió. A desativação foi prometida pelo governador Teotonio Vilela para o reitor da Ufal, Eurico Lôbo, sob alegação de que a universidade ganharia mais segurança.

MILTON RODRIGUES

Giuseppe Nezzoli foi preso sexta e é apenas um dos participantes do esquema


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Troca de experiĂŞncias O programa Alagoas Mais Peixe vinculado Ă Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura (Sepaq) vem desenvolvendo cada local a qual ele estĂĄ inserido. Um exemplo ĂŠ a comunidade Palmeira Alta no municĂ­pio de Penedo. Sua estrutura serve de modelo aos produtores de outros mĂłdulos do Programa. Para o secretĂĄrio de Estado da Pesca e Aquicultura, RĂŠgis Cavalcante, momentos de troca de experiĂŞncias sĂŁo ideais para demonstrar o que vem dando certo. “Na Ăşltima semana participamos de um dia de campo promovido pelo Sebrae e APL Piscicultura Delta SĂŁo Francisco, na comunidade Palmeira Alta, que teve como objetivo apresentar a realidade dos produtores daquele local aos integrantes de outros mĂłdulos do programa, como Igreja Nova e Coruripeâ€?, destacou.

Piscicultura

Oportunidade

Miguel Alencar, gestor do APL Piscicultura Delta SĂŁo Francisco, explicou que obedecer a parâmetros das boas prĂĄticas da piscicultura sĂŁo prioritĂĄrios para o sucesso do cultivo dos peixes. “A utilização de tanques-rede, repicagem, oferta de ração e JHVWmRÂżQDQFHLUDVmRSDVVRVTXHDV comunidades precisam seguirâ€?. Segundo a presidente da Associação de Piscicultores de Palmeira Alta, Jailma Vasconcelos, cada produtor obtĂŠm uma renda mensal em aproximadamente R$ 800. “Cooperação, uniĂŁo e comprometimento ĂŠ a receita para o sucesso do mĂłduloâ€?.

De acordo com o diretor de Agregação de Valores de Produto Pesqueiro e AquĂ­cola, Manoel Sampaio, proporcionar aos piscicultores a oportunidade de aumentar seus conhecimentos em termos de cultivo, gestĂŁo e mercado a partir de um mĂłdulo que deu certo ĂŠ um estĂ­mulo aos outros. “Mostramos a utilização dos recursos do programa de IRUPDHÂżFD]HDVSHFXOLDULGDGHV da piscicultura de Palmeira Alta para que um exemplo positivo guie os que estĂŁo começando agoraâ€?.

Mulher ĂŠ sequestrada e estuprada por trĂŞs homens Estudante foi levada da porta da universidade, quando chegava para a aula DAVI SALSA REPĂ“RTER

A

rapiraca (Sucursal) - Uma estudante de 19 anos, que estuda no campus da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), em Palmeira dos Ă?ndios, foi sequestrada e estuprada, na noite de segunda-feira, por trĂŞs homens, um deles portando arma de fogo. O sequestro aconteceu no momento em que a jovem descia de uma

van, em frente ao prÊdio da instituição pública de ensino superior. Gesmânia Wênia Pereira dos Santos foi colocada à força no interior de um automóvel e depois levada para um terreno baldio, onde foi estuprada. Após praticarem a violência sexual, os bandidos colocaram a vítima dentro do carro e depois a abandonaram nas imediaçþes do campus, localizado às margens da Rodovia AL-115,

Sentença decide destino de padres no dia 19 ARQUIVO/DAVI SALSA

A informação ĂŠ do vereador Daniel Rocha, do PTB: No Ăşltimo dia 29/11 foi aprovado por unanimidade o Projeto de Lei Ficha Limpa para cargos comissionados no municĂ­pio de Arapiraca. O Projeto tem como fundamentos os mesmos princĂ­pios da Lei Federal que visa preservar a moralidade e a ĂŠtica. A proposta de autoria de Daniel Rocha ĂŠ chamada de “Ficha Limpa Municipalâ€? devido Ă s semelhanças com a famosa Lei da Ficha Limpa, que proĂ­be candidatos com pendĂŞncias na Justiça de se candidatarem.

Comissionados

De acordo com o vereador Daniel Rocha, o objetivo do projeto Ê não permitir que a Prefeitura de Arapiraca e a Câmara de Vereadores tenham em seu quadro de cargos comissionados pessoas que tenham sido julgadas e consideradas culpadas em crimes contra o patrimônio público, contra o meio ambiente, lavagem ou ocultação de bens, racismo, contra a vida e a dignidade sexual.

O Ficha Limpa Municipal, complementa o artigo 79 da Lei Orgânica Municipal, referente Ă provisĂŁo de cargos comissionados na administração pĂşblica direta, indireta, fundos, fundaçþes, autarquias, empresas pĂşblicas e no Poder Legislativo do MunicĂ­pio de Arapiraca, estabelecendo de maneira clara o rol de crimes pelos quais o cidadĂŁo serĂĄ impedido de assumir cargos GHFRQÂżDQoD Daniel Rocha frisou: “Acredito que iniFLDWLYDVFRPRHVVDEHQHÂżFLDPQmRVyR Poder PĂşblico Municipal, como tambĂŠm a população arapiraquense, que terĂĄ a certeza de que o quadro de funcionĂĄrios de nosso municĂ­pio serĂĄ composto de pessoas Ă­ntegras e de boa condutaâ€?.

Esporte Duzentos jovens inscritos na Escola de Futebol “Arapiraca Giganteâ€? receberam no Ăşltimo sĂĄbado, 10, os kits (calção, camisa, meiĂŁo e colete). A entrega aconteceu no GinĂĄsio JoĂŁo Paulo II. As atividades foram iniciadas nesta terça-feira, 13 de dezembro. A solenidade contou com a presença dos alunos inscritos, acompanhados dos pais; do secretĂĄrio municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Josenildo Souza, que na oportunidade representou o Prefeito Luciano Barbosa; do presidente da Facomar, BrĂĄs AntĂ´nio de Farias; do desportista e coordenador da Escola de Futebol “Arapiraca Giganteâ€?, Adeildo Silva Damasceno, da equipe de trabalho da Escola de Futebol e dos jogadores Didira e AndrĂŠ Nunes.

Começa hoje

Sonho

As atividades foram iniciadas nesta terça-feira, dia 13, no Lago da Perucaba, com aulas pråticas e teóricas. Os alunos inscritos que não compareceram para receber seus kits no último såbado devem comparecer ainda esta semana no Ginåsio Municipal no Parque Ceci Cunha, das 8h às 14h, para receberem seus kits.

“O Esporte tem grande importância na vida das pessoas. As crianças se inspiram em grandes jogadores. Didira e AndrĂŠ Nunes sĂŁo exemplos disso. Didira veio de famĂ­lia humilde, passou pelo ASA e hoje estĂĄ no AtlĂŠtico Mineiro, e o AndrĂŠ Nunes começou QDEDVHHKRMHHVWiSURÂżVVLRQDOL]DGR(OHV sĂŁo referĂŞncia para os garotos que sonham em serem jogadores. A intenção da Escola de Futebol ĂŠ de nĂŁo sĂł de revelar craques, mas de formar cidadĂŁos conscientes, responsĂĄveis e estudiososâ€?, disse Josenildo Souza.

Incentivo O secretĂĄrio enalteceu o trabalho do prefeito Luciano Barbosa, que asVXPLXRFRPSURPLVVRGHEHQHÂżFLDURVJDURWRVLQVFULWRVQRSURMHWR dando toda estrutura necessĂĄria para que os trabalhos sejam desenvolvidos da melhor maneira possĂ­vel. “O prefeito Luciano Barbosa tem feito muito pelo esporte como um todo, tem ajudado ao ASA, que ĂŠ orgulho de Arapiraca e de Alagoas, e leva o nome do nosso Estado pelo Brasil. Tem incentivado o esporte amador, realizando vĂĄrios campeonatosâ€?. Falou Josenildo Souza. ... O vereador por Delmiro Gouveia, Edvaldo Nascimento (PCdoB), continua a cobrar da operadora de telefonia mĂłvel TIM melhorias na prestação do serviço no municĂ­pio. O parlamentar explica que continua a receber reclamaçþes da comunidade e decidiu se manifestar novamente. “NĂŁo podemos continuar pagando um serviço que nĂŁo atende as nossas necessidades. É um absurdo o que estĂĄ acontecendo no nosso municĂ­pioâ€?, frisou. ... Edvaldo enfatiza ainda que a prestação de um serviço de qualidade ĂŠ obrigação da operadora. “Como representante da população cumpro o PHXSDSHORGHÂżVFDOL]DUHVVHVVHUYLoRVGHLQWHUHVVHGDVRFLHGDGHHD operadora tem o dever de prestar um sistema de qualidade, para que as pessoas possam utilizĂĄ-lo. Isto ĂŠ um direito inclusive previsto do CĂłdigo de Defesa do Consumidorâ€?, disse.

dessem identificar e prender os três maníacos sexuais. O fato gerou revolta e indignação de colegas de sala de aula, professores, gestores e servidores da universidade. Um dos problemas da instituição que Ê alvo das críticas de quem frequenta o local diariamente Ê que ela estå situada em årea com pouca iluminação e afastada da zona urbana de Palmeira dos �ndios.

PEDOFILIA EM ARAPIRACA

Moralidade e ĂŠtica

Ficha limpa

no acesso a Palmeira dos Ă?ndios. A estudante universitĂĄria, que ĂŠ casada, ligou para o sogro e, por volta de uma hora da madrugada de ontem, foi atĂŠ o 10Âş BatalhĂŁo de PolĂ­cia Militar, onde registrou a ocorrĂŞncia. Ela contou que o terreno estava muito escuro e nĂŁo pĂ´de identificar os agressores. A polĂ­cia foi atĂŠ o local, realizou rondas, mas nĂŁo conseguiu pistas que pu-

Monsenhores e padre sentaram no banco dos rĂŠus no mĂŞs de agosto

Arapiraca (Sucursal) - O juiz da Vara da Infância e da Juventude de Arapiraca, João Luiz de Azevedo Lessa, confirmou ontem que jå recebeu o documento com as alegaçþes finais da defesa do padre Edilson Duarte. Com isso, a sentença decisória acerca da acusação de pedofilia contra ele e mais três sacerdotes da Igreja Católica estå prevista para ser anunciada no início da tarde da próxima segunda-feira (19). O magistrado conclui, com as alegaçþes, as etapas que faltavam para ser anunciada a sentença. São acusados os monsenhores Luiz Marques Barbosa, Raimundo Gomes e padre Edilson Duarte, que teriam cometido crime de pedofilia contra três ex-coroinhas. As audiências de instrução e julgamento dos três

religiosos se estenderam atÊ o mês de agosto e, somente agora, com a entrega das alegaçþes finais dos advogados de defesa, todo o processo que antecede a sentença estå concluído. Os supostos abusos cometidos pelos monsenhores Luiz Marques Barbosa, Raimundo Gomes e padre Edilson Duarte teriam sido praticados quando os jovens ex-coroinhas ainda eram menores de idade. As vítimas são os ex-coroinhas Fabiano da Silva Ferreira, Cícero Flåvio Vieira Barbosa e Anderson Farias Silva. O escândalo tomou conta do país e virou notícia no exterior, com repercussão atÊ no Vaticano, por conta de reportagem apresentada no programa Conexão Repórter, do SBT, pelo jornalista Roberto Cabrini. (D.S.) ARQUIVO/DAVI SALSA

POSSĂ?VEL EMBRIAGUEZ

Motorista que causou acidente em Feira Grande Ê identificado A Polícia Civil identificou ontem o motorista da caçamba que provocou o acidente que deixou 12 mortos - segundo novo boletim - na cidade de Feira Grande. Trata-se de Protåsio Nunes Cadete Neto, acusado tambÊm de outros dois crimes: lesão corporal e desacato. De acordo com as investigaçþes, ele não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ainda não foi localizado. A delegada Maria Fernanda Porto começou a ouvir testemunhas na segunda-feira e os depoimentos seguem atÊ a próxima

sexta-feira. Denúncias sobre o paradeiro do condutor da caçamba Mercedes Benz, de cor vermelha e placa MWF9975, podem ser feitas pelo telefone (82) 3530-2747. Algumas informaçþes apontam que ele Ê jovem, aproximadamente 20 anos, e estaria bebendo momentos antes do acidente. A Unidade de Emergência do Agreste Doutor Daniel Houly, em Arapiraca, informou ontem que mais uma vítima do acidente, que estava internada, faleceu na madrugada de ontem. Nelson Dias, 30 anos, morreu após cinco dias internado.

Caçamba era conduzida por Otåvio Nunes Neto, de aproximadamente 20 anos

RESISTIRAM

IrmĂŁos traficantes agridem PMs e vĂŁo presos BRENO AIRAN BEATRIZ NUNES REPĂ“RTERES

Foram presos na madrugada de ontem trĂŞs irmĂŁos, apĂłs um deles ser flagrado com drogas e tentar fugir do flagrante e entrar em “vias de fatoâ€? com 12 policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), da Radiopatrulha (RP). O fato aconteceu no campo de futebol do Central, no Conjunto Cambuci, no bairro de Antares, em MaceiĂł. A polĂ­cia chegou Ă ocorrĂŞncia depois ter recebido denĂşncia anĂ´nima de que Alisson Valdevino dos Santos, 21, estaria praticando trĂĄfico de drogas no local. De acordo com a polĂ­cia, a

guarnição teria encontrado Alisson com uma pochete. Ele estaria carregando grande quantidade de maconha e crack, e resistiu à voz

de prisĂŁo. Transtornado, o jovem agrediu fisicamente os trĂŞs militares e, em seguida, fugiu para sua casa. Com ASSESSORIA

Na casa dos acusados, havia grande quantidade de maconha e crack

reforços, e desta vez com 12 policiais, as guarniçþes foram atĂŠ a residĂŞncia onde Alisson teria “se escondidoâ€?. Na casa, Adson Valdevino dos Santos, 20, e Alexandre Valdevino dos Santos, 24, tambĂŠm receberam os policiais com agressĂľes fĂ­sicas. No local, mais crack e maconha foram encontrados com os irmĂŁos. ApĂłs mais uma luta corporal, os bandidos foram contidos. Eles foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapiche da Barra, e levados para a Central de PolĂ­cia Civil para ser autuados em flagrante por trĂĄfico de droga e desacato aos policiais, e por agressĂŁo fisica.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Economia

ECONOMIA

13

Ocupação na rede hoteleira se manterĂĄ em alta, apesar da redução de voos Mesmo com o aumento expressivo do nĂşmero de leitos no Estado e a redução de voos para a capital, a ocupação da rede hoteleira alagoana vem se mantendo com altos tQGLFHV2Q~PHURGRĂ€X[RGHWXULVWDVWDPEpPYHPDXPHQWDQGRDFDGDPrVVHJXQGR os dados da Infraero divulgados Ă Secretaria de Estado do turismo (Setur-AL). Por isso, DDOWDWHPSRUDGDSURPHWHIHUYHURVHWRUHP$ODJRDV1R$HURSRUWR=XPEL GRV3DOPDUHVRĂ€X[RGHSDVVDJHLURVFUHVFHHRDQRGHDSUHVHQWDDH[SHFWDWLYD GHEDWHURQ~PHURGHSHVVRDVTXHFLUFXODUDPHPWRGRRDQRGHFHUFDGHXP PLOKmRHPLOSHVVRDV6yHPQRYHPEURGHVVHDQRVHJXQGRGDGRVGD,QIUDHUR FRQVWDPTXHSDVVDUDPSHOR$HURSRUWR=XPELGRV3DOPDUHVSDVVDJHLURVFRQWUDHPUHSUHVHQWDQGRXPDXPHQWRGH

AL: 15.562 micros formalizadas em 2011 'DVSHTXHQDVHPSUHVDVUHJLVWUDGDVQR(VWDGRTXDVHREWLYHUDPIRUPDOL]DomRQRSHUtRGRHPWRGR(VWDGR

D

as 67.966 micro e pequenas empresas registradas no Estado, quase 23% foram formalizadas em 2011, um total de 15.562. São artesãos, doceiras, costureiras, manicures, cabeleireiros e vendedores, entre outros milhares de SURÀVVLRQDLV TXH HQFRQtraram na formalização do negócio a oportunidade de mudar de vida e conquistar DLQGHSHQGrQFLDÀQDQFHLUD As facilidades para abrir uma micro e pequena empresa e os benefícios adquiridos pelos empreendedores ao formalizarem um negócio explicam o grande número de formalizaçþes registrado em 2011. De acordo com a Junta Comercial de Alagoas (Juceal), que funciona como um cartório de registro de empresas, hoje os novos empreendedores não precisam mais esperar para registrar o próprio negócio, jå que, em alguns casos, a formalização Ê instantânea. Trabalhamos para reduzir o prazo de abertura da empresa no Estado. No caso do Empreendedor Individual, se o empresårio der entrada atÊ 11h da manhã, ele sai com o registro na mesma

DIVULGAĂ‡ĂƒO

hora; o processo Ê instantâneo. Para sociedades limitadas, o prazo Ê de 48 horas. Mas nosso objetivo Ê reduzir esse tempo para 24 horas no DQRTXHYHP¾DÀUPDRSUHsidente da Juceal, JosÊ Lages Junior. APOSTA Cícera Firmino Ê um exemplo de alagoana que apostou na formalização do negócio como ponto de partida para o sustento dela e da própria família. Em 1994, a cabeleireira resolveu abrir um salão de beleza improvisado na própria casa. Na Cícera Firmino, com seu salão de beleza, cresce com formalização Êpoca, a clientela era pouca HDSURÀVVLRQDOFRQWDYDFRP Eu não acreditava que o salão a ajuda de apenas uma funcionåria. O marido, o admipoderia dar certo, pois na Êpoca nistrador de empresas JosÊ a indústria de cosmÊticos era Luis, não apostava na ideia e não imaginava que o negópequena. O crescimento do salão cio um dia fosse dar certo. veio com a evolução da Hoje, o Salão Cícera Cabeleireira oferece mais de 40 indústria� serviços no ramo de beleza, JOSÉ LUIS possui uma confortåvel inADMINISTRADOR DE EMPRESA fraestrutura, uma lista com cerca de três mil clientes e uma equipe de 15 funcionårias, alÊm do próprio JosÊ Luis. O marido, que não acreditava no negócio, virou R DGPLQLVWUDGRU ÀQDQFHLUR da empresa.

“

CONSELHO

Fapeal debate Plano de Ciência e Tecnologia Durante a última reunião do Conselho Superior da Fundação de Apoio à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), realizada ontem, foram destacados os principais projetos e açþes para o ano de 2012. O planejamento estratÊgico da instituição e a construção do Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) foram dois dos tópicos abordados, evidenciados como estruturantes para elaboração de novas políticas e consolidação do sistema em Alagoas. O secretårio da Ciência, Tecnologia e Inovação e tambÊm membro do Conselho Superior da Fapeal, Eduardo Setton, informou que, devido à necessidade de parâmetros para o sistema de CT&I de Alagoas, serå construído, a partir do mês de março de 2012, o Pla-

no de CT&I. O documento serĂĄ construĂ­do sob a orientação do Centro de GestĂŁo e Estudos EstratĂŠgicos (CGEE), ĂłrgĂŁo vinculado ao MinistĂŠrio da CiĂŞncia, Tecnologia e Inovação (MCTI), e com a participação de representantes do governo, das universidades e do setor produtivo. DIVERSAS OFICINAS “Durante a construção desse SODQRKDYHUiGLYHUVDVRĂ€FLQDV na capital e interior, de forma participativa, para que tenhamos entendimento das açþes nos prĂłximos anos. A existĂŞncia de um plano se faz necessĂĄria para que as instituiçþes envolvidas tenham um direcionamentoâ€?, enfatizou o secretĂĄrio Eduardo Setton, acrescentando que no inĂ­cio do prĂłximo ano entrarĂĄ em funcionamento o Conselho Estadual de CT&I.


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

etjornalista@gmail.com

JacarĂŠ dos Homens, clima eleitoral sĂł em 2012

O

prefeito Júnior Ernesto não tem escondido seu otimismo de ir para a reeleição mais uma vez no calor do eleitorado do município; sobretudo agora, depois desses seus três primeiros anos de governo, desenvolvendo obras e açþes sociais para o povo de JacarÊ, onde para ele tem sido muito positivo seu trabalho. As composiçþes políticas, para Júnior, só deverão ser concretizadas mesmo na virada do ano. (VWHÀQDOGHVHPDQDRSUHIHLWRYDLj cidade do Pilar, prestigiar a grande vaquejada, seu esporte preferido, quando tambÊm vai rever amigos de outras regiþes que lidam com esse tipo de diversão.

Barra de Santo Antonio A prefeita CĂ­cera Mendonça (Ciçou) anda mais otimista do que nunca visando a sua reeleição em 2012. Conta com o apoio das principais lideranças da regiĂŁo, sobretudo das entidades de classe. “Nosso governo tem feito o que pode. O bom de tudo ĂŠ que temos investido em todos os setores, como Educação, SaĂşde, Ação Social, Abastecimento de Ă gua, HQÂżPHVWDPRVWUDQVIRUPDQGRXPDDGPLQLVWUDomRYROWDGDSDUDDFLGDdania de todosâ€?, confessa entusiasmada acreditando que o ano que se aproxima serĂĄ a vez da construção de um conjunto habitacional, creche e o muro de proteção na Ilha da CrĂ´a.

Cajueiro

Capela

Alunos da escola municipal de Maceió Cícero DuÊ tiveram a oportunidade de prestigiar durante o dia de ontem, de uma valiosa apresentação da banda de sucata Movimento. A banda Ê composta por alunos da cidade de Cajueiro, que estudam na escola municipal Antônio Palmery. São vinte componentes todos adolescentes que animam a plateia ao batuque de latas, puxando por sinal, todos os ritmos musicais que estão em evidência no País. Franklin Balbino, que Ê o PDHVWURHFRUHyJUDIRGDEDQGD¿FRX encantado com a receptividade da garotada maceioense, e disse que esse trabalho tem como carro-chefe, o esforço da professora Ivanir.

Sem querer focar detalhes completos, o prefeito Adelmo Calheiros que assumiu o comando da prefeitura no meio do ano, devido ao afastamento do tio, João de Paula Gomes alegando motivo pessoal, disse que uma pesquisa feita recentemente em Capela lhe aponta como o primeiro colocado para a eleição que se aproxima. E a notícia ruim, comentou o prefeito, Ê que seu município deve perder cerca de 60 mil reais por mês a partir de 2012, por conta da redução populacional de Capela, conforme dados do IBGE.

Mar vermelho No inicio deste mĂŞs a prefeitura promoveu agricultores familiares, tĂŠcnicos extensionistas e entidades de classe envolvidas com o campo, o I SeminĂĄrio da Municipal Agricultura Familiar. O objetivo, segundo a prefeita QuitĂŠria Berto, foi de incentivar a agricultura familiar, proporcioQDQGRDÂż[DomRGRKRPHPQRFDPSRVREUHWXGRDSUHVHQWDQGRPRGHORV tecnolĂłgicos que privilegiem a utilização dos recursos naturais de forma sustentĂĄvel e que colaborem na manutenção do meio ambiente. “Mais de cinquenta pessoas prestigiaram o eventoâ€?, disse.

Boca da Mata

Penedo

Na segunda-feira o prefeito ZĂŠ TenĂłrio compartilhou com a comunidade a fĂŠ e devoção a Nossa Senhora de Guadalupe. Mensagens com oraçþes foram veiculadas na rĂĄdio local, com o objetivo de que todos pudessem ter conhecimento da data em comemoração Ă chamada MĂŁe das AmĂŠricas. ZĂŠ TenĂłrio, emocionado, falou sobre a fĂŠ que mantĂŠm com sua famĂ­lia. “Seria excelente que todas as pessoas tivessem sua fĂŠ, independente de qual fosse e a praticasse; nĂłs estamos compartilhando com toda a comunidade nossa crença, nossa devoção e temos certeza de que com fĂŠ em Deus e em Nossa Senhora nossas vidas e a de nosVDVIDPtOLDVÂżFDPDLQGDPDLVLOXPLQDGDV´ frisou.

Os cooperados da Cooperativa de Colonização Agropecuåria de Penedo (Coopenedo) possuem novas instalaçþes para funcionamento da casa de farinha. Na última sexta (9), foi inaugurada a nova Casa de Farinha da Coopenedo reformada e ampliada pela Codevasf a partir de recursos de R$ 190 mil de emenda parlamentar do deputado federal Joaquim Beltrão e do MinistÊrio da Integração Nacional.

Boca da Mata - Origem Sobre Nossa Senhora de Guadalupe, em 1531 uma “Senhora do CĂŠuâ€? apareceu a um pobre Ă­ndio de Tepeyac, em uma montanha a noroeste da Cidade do 0p[LFRHODLGHQWLÂżFRXVHFRPRDPmH do Verdadeiro Deus, instrui-o a dizer ao bispo que construĂ­sse um templo no lugar, e deixou sua prĂłpria imagem impressa milagrosamente em seu Tilma, um tecido de pouca qualidade (feito a partir do cacto), que deveria se deteriorar em 20 anos, mas nĂŁo mostra sinais de deteriorização GHSRLVGHDQRVGHVDÂżDQGRTXDOTXHU H[SOLFDomRFLHQWtÂżFDVREUHVXDRULJHP

U. dos Palmares Um dos prĂŞmios mais importantes do municĂ­pio de UniĂŁo dos Palmares, o “PrĂŞmio Personalidade Palmarina, edição 2011â€? jĂĄ tem data prevista para acontecer. JĂĄ no prĂłximo mĂŞs de janeiro acontecerĂĄ uma noite de festa para que a sociedade conheça os personagens que foram destaques na mĂ­dia, educação, saĂşde, no mundo empresarial e em outros segmentos do municĂ­pio.

Santana do Ipanema A partir desta segunda-feira, 19, o Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo, localizado em Santana do Ipanema, inicia o processo seletivo para portadores de necessidades especiais. As vagas estão sendo ofertadas nas åreas: administrativa, atendimento, nutrição, enfermagem, KRWHODULDWHOHIRQLD¿VLRWHUDSLDHUHFHSomR

Feira agrĂĄria comercializa produtos sem agrotĂłxico

Banana, abacaxi, macaxeira, inhame e outros alimentos na Praça da Faculdade NIGEL SANTANA REPÓRTER

O

Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) estå realizando em Maceió mais uma edição da Feira da Reforma Agråria. São produtos naturais e sem agrotóxico para o consumo da família, que estão à venda na Praça da Faculdade, no bairro do Prado, parte baixa de Maceió. Bananas, abacaxi, macaxeira, inhame, estão na lista de alimentos saudå-

veis que devem fazer parte da mesa de todo o alagoano. $)HLUDLQLFLRXRÀFLDOPHQWH ontem e encerra na próxima sexta-feira. De acordo com o coordenador nacional do MLST, Josival Oliveira, a oportunidade dos alagoanos consumirem alimentos sem agrotóxico Ê real, jå que os grandes produtores injetam grandes quantidades de produtos químicos nos nutrientes que são vendidos nos mercados. A solenidade de abertura foi feita nessa terça-fei-

ra, na Praça da Faculdade, no bairro do Prado. QU�MICO E PLà STICO Os principais resultados da Cadeia Produtiva da Química e do Plåstico (CPQP) foram discutidos ontem, em reunião do Fórum Permanente da CPQP. No encontro, presidido pelo secretårio de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, tambÊm foram apresentados os empreendimentos prospectados em 2011 e os resultados de pesquisas da cadeia

e capacitaçþes do Núcleo de Tecnologia do Plåstico (NTPlås). O secretårio reforçou a importância do fórum como uma oportunidade de discutir e sugerir propostas para fortalecer a Cadeia Produtiva da Química e do Plåstico, que Ê referência em todo o Nordeste e no Brasil. Em seu discurso, ele frisou que, hå dez anos, Alagoas transformava cerca de mil toneladas de plåstico por mês e, atualmente, o consumo mensal superou cinco mil toneladas.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011 ESPORTES 15

Quando o ĂĄlcool destrĂłi um herĂłi 1RPHVPRÂżQDOGHVHPDQDHPTXHDEHELGDWLURX6yFUDWHVGRVJUDPDGRVGDYLGDPRUULDRÂľFUDTXHÂś%LyGR$6$ BRENO AIRAN REPĂ“RTER

É

sempre difĂ­cil ver um herĂłi partir. Seja um pai ou mesmo um Ă­dolo dos gramados ou da mĂşsica. DĂłi demais. Mesmo atĂŠ que nĂŁo se tenha um contato assim tĂŁo tangĂ­vel, mas que pelo menos o encanto se passe na TV ou no rĂĄdio. Foi dessa forma que o pĂşblico conheceu os passes de calcanhar do Doutor SĂłcrates, Ă­dolo mĂĄximo da nação corintiana, daquele ‘bando de loucos’. Aos 57 anos, vĂ­tima de infecção generalizada, ele deixou todos os brasileiros com o punho direito cerrado, erguido para o cĂŠu. E em se tratando do AntĂ´nio Alves Leite? Os alagoanos levantaram sequer os olhos para o leste, em pesar Ă morte do melhor jogador que o ASA de Arapiraca jĂĄ pĂ´s em campo? O paralelo entre os jogadores sĂł pode ser feito por

conta da relação dos dois com o ålcool. Bió, como era conhecido dentro das quatro linhas e pelos amigos fora dela, entrou na Agremiação Sportiva Arapiraquense com apenas 16 anos de idade, nos idos de 1969. Enquanto Sócrates era um estudante recÊm-formado em Medicina quando entrou no Corinthians, Bió não tinha sequer terminado o 2º grau, o hoje Ensino MÊdio. À Êpoca, ele jå era titular do time alvinegro. Numa das competiçþes, o plantel viajou para o interior paraibano para um jogo e lå estava um olheiro do Botafogo. Uma proposta foi feita, mas o adolescente que mal conhecia a capital alagoana ficou de analisar a investida. Conversou com o pai, o seu Amabílio Leite. Ambos decidiram que o melhor era ficar por Alagoas mesmo. Receosos, analisaram que o Rio de Janeiro ficava muito longe e

que pouco conheciam da cidade maravilhosa. A Ăşnica oportunidade de BiĂł de crescer no meio foi esta – hĂĄ ainda o ditado que diz que sĂł existe uma dessas por vida. Logo, o jovem jogador do ASA, um ponta-direita habilidoso que jogava sem firulas, começou a torcer pelo prĂłprio Botafogo, ironicamente. Ele, entĂŁo, despontou no clube arapiraquense como um dos maiores do setor. Seu chute, geralmente rasteiro, era preciso e seus passes, primorosos. “Na minha opiniĂŁo, ele foi o craque do ASA. Ele era o melhor, tanto no futebol de campo como de salĂŁo, com todo o respeito ao tambĂŠm excelente jogador do ASA, AcedĂ­lio Vieira Leite, cujo nome estĂĄ estampado no GinĂĄsio dos Fumicultores, no Centro de Arapiracaâ€?, diz o boleiro CĂ­cero Brito, que bateu bola diversas vezes com BiĂł.

Um dos melhores pontas que o ASA jĂĄ teve, BiĂł (destaque) era tido como a referĂŞncia de bons toques

NO ASA

BiĂł, maestro do meio-campo, chegou a jogar com Garrincha Segundo CĂ­cero Brito, que ĂŠ economista e foi amigo do ponta-direta de longa data, por conta de BiĂł ter sido casado com sua irmĂŁ, AntĂ´nio Alves Leite tinha esse apelido desde pequenino. “Ele dizia que a alcunha dele vinha do latim bio, enfim, vida. E era isso o que ele dava Ă s jogadas da equipe. O BiĂł nĂŁo era jogador, como se chama na linguagem futebolĂ­stica, ‘fominha’. Era garçom; sua especialidade era o passe. Lembro que uma vez o pai dele disse para o prĂłprio BiĂł: ‘Rapaz, nĂŁo toque a bola, nĂŁo, quando vocĂŞ tiver com chances de fazer o gol. Nin-

guĂŠm vai gritar o seu nome; ninguĂŠm lembra de quem dĂĄ o passe bem encaixado... sĂł de quem sai pra comemorar a bola enfiada na redeâ€?, conta Brito. O ex-cunhado tambĂŠm lembrou do coração muito grande daquele atleta. “Ele falava: ‘Pai, se um companheiro estĂĄ em melhor condição que eu ĂŠ claro que vou dar a assistĂŞncia’. E ria. Era um cara de um coração enorme, bem humildeâ€?, rememora o amigo. CURRĂ?CULO BiĂł jogou ao lado de craques como Zito, Adeildo, Cambota, Ézio, SabarĂĄ, GuaranĂĄ e Freitas. Em 1973, jogou com

o eterno ManÊ Garrincha pelo ASA, em partida amistosa, no Estådio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, o Fumeirão, uma de suas maiores emoçþes em vida. No ano seguinte, o Fumeirão ganhou uma reforma e o clube passou a ser mais respeitado, de certa forma. Outro bom momento dele no ASA foi a conquista do título do Torneio Incentivo de Alagoas, em 1977, time que deu base para a boa campanha no Brasileiro de 1979. Um dos maiores trios que o alvinegro arapiraquense jå teve era composto, inclusive, pelo tripÊ Bió, Bado e BiÊ. (B.A.)

O ADEUS

Garrincha, o primeiro da esquerda para a direita com a mĂŁo no chĂŁo; BiĂł estĂĄ no canto, em destaque

VĂ?CIO

Alcoolismo ‘tabelou’ a vida toda com jogador do ASA de Arapiraca Apesar de todas as qualidades, BiĂł bebia muito. NĂŁo que esse vĂ­cio tenha o atrapalhado nos gramados, mas, quando tinha folga dos treinos, se excedia. E isso foi virando rotina. As brigas foram tambĂŠm se tornando frequentes, por motivos geralmente fĂşteis. BiĂł achava, por exemplo, que a mulher, a entĂŁo funcionĂĄria pĂşblica Mary Selma de Brito, estava lhe sendo infiel e

as discussþes só aumentavam. Mas a esposa dele sempre lhe foi fiel e cuidou bem dos quatro filhos – os ainda pequenos Michelle, Diogo, Ygor Thales e Fåbio –, após o divórcio por conta do alcoolismo, no ano de 1990. No entanto, ele parou de jogar no ASA devido à idade e não por causa do ålcool. Sem fazer o que mais gostava – que era jogar bola – acabou incluindo o rum e depois

Ă€ frente, Garrincha entra em campo com BiĂł, por Ăşltimo

passou para a cachaça. Para nĂŁo ficar parado, BiĂł ficou Ă frente das barras, contudo, nĂŁo as do gol, mas de um portĂŁo. Tornou-se porteiro da Escola Estadual Costa RĂŞgo, que fica no bairro do Alto do Cruzeiro, ‘batendo uma bolinha’ somente em times amadores. A constância do ĂĄlcool em seu dia a dia culminou em complicaçþes de saĂşde. O ex-atleta trocou entĂŁo a cachaça pela cerveja e hĂĄ pouco passara a tomar vinho. Conforme ele teria dito em uma festa de aniversĂĄrio de uma sua nora, “faz ĂŠ bem pro sangue e pro coração, o vinhoâ€?. Agora, BiĂł estava dosando o vĂ­cio. Essa comemoração, que ocorreu no dia de 5 de novembro Ăşltimo, foi a Ăşltima vez que BiĂł viu boa parte da famĂ­lia reunida. O detalhe ĂŠ que seu organismo havia sido exposto demais ao consumo de ĂĄlcool e ele teve de ser internado por duas semanas. Fora a primeira vez que ele ia para uma unidade de saĂşde por conta disso. O ex-jogador agora nĂŁo mais era porteiro e dependia da ajuda financeira de amigos e familiares. O que restava a BiĂł era se recuperar e voltar para casa com a condição de nĂŁo mais beber. Contudo, nem essa chance foi-lhe dada. (B.A.)

SĂłcrates ‘adivinhou’ quando iria morrer; BiĂł nĂŁo pĂ´de nem falar A cirrose hepĂĄtica ‘pegou de jeito’ o ex-boleiro do ASA, ao contrĂĄrio de SĂłcrates, o Ă­dolo corintiano, que voltou para casa ainda umas duas vezes, mas nĂŁo resistiu Ă terceira internação e faleceu, com 57 anos, no domingo, dia 4, durante a madrugada. O intrigante ĂŠ que, em entrevista em 1983, o Doutor previu o que aconteceria em 2011. PorĂŠm nĂŁo o quinto campeonato de seu Corinthians (1990, 1998, 1999, 2005 e agora). Na ocasiĂŁo, perguntado por um repĂłrter como queria morrer, de supetĂŁo, SĂłcrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira respondeu: “Quero

morrer num domingo e com o Corinthians campeão�. Jå com Bió, nada pôde ser dito. Em seu momento derradeiro, o velho jogador estava sem forças atÊ para falar, entubado numa das salas do Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho. O melhor jogador do ASA não pôde agradecer à família pelo conforto naquela última hora, pois a voz não saía – ele estava com dificuldade em respirar. Às 23h30 daquela sexta-feira (2), Bió morreu de insuficiência cardíaca. No dia seguinte, foi enterrado no CemitÊrio Pio XII, às 16h, sob forte comoção de

familiares e amigos de sempre. Em conversa recente com seu cunhado Cícero Brito, naquela festa, dia 5 de novembro, entre um gole e outro de vinho e a esperança de o Botafogo ainda se classificar para a Libertadores de 2012, Bió abriu um sorriso. Cícero comentou, empolgado, que o nome do recÊm-construído Ginåsio Poliesportivo Papa João Paulo II, em Arapiraca, deveria, na verdade, ter seu nome, Antônio Alves Leite. Bió, com seus 58 anos, continuou somente rindo, em sua humildade, mal sabendo que estaria tatuado no coração dos alagoanos que viram o seu bom futebol. (B.A.)

Ă?dolo mĂĄximo do TimĂŁo, SĂłcrates encantou uma geração com seus ‘passes cirĂşrgicos’ de calcanhar


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Esportes

Ranking CBF 2012 coloca CRB no 37º lugar, CSA em 50º e a FAF em 13º A CBF divulgou nesta terça-feira o ranking de clubes brasileiros para a temporada 2012. O líder Ê o Santos, campeão paulista e da Libertadores de 2011, com 2358 pontos, que saltou da dÊcima posição, na listagem anterior, para a primeira. Dos clubes alagoanos, o CRB Ê o mais bem colocado ocupando a 37ª posição. Em seguida vem o CSA na 50ª posição e o ASA estå na 88ª posição. Entre as 27 federaçþes do país, a alagoana estå em 13º lugar. Comparando com as entidades do Nordeste, Alagoas só estå atrås de Pernambuco, Bahia, Cearå e Rio Grande do Norte.

Santos inicia luta pelo tri no Mundial Peixe tem quer superar hoje o Kashiwa Reysol, do Japão, antes de disputar, no domingo, o título contra o Barcelona O Mundial de Clubes vai começar para o Santos hoje, às 8h30 (7h30min - horårio de Alagoas). Antes do sonhado duelo diante do Barcelona, o alvinegro encara no Toyota Stadium, em Toyota, no Japão, o popular Kashiwa Reysol, clube com passado recente na segunda divisão do campeonato nacional, e que tenta repetir o feito do Corinthians de conquistar o mundo sem triunfar no continente. Assim como o Corinthians no ano do título, o Kashiwa Ê o representante da casa, jå atravessou duas eliminatórias no Mundial, mas só estå no torneio por conquistar o título japonês ainda no início de dezembro deste ano. Só que a inspiração não Ê o clube rival do Santos, e sim, o Mazembe,

do Congo, que eliminou o Internacional da final na edição passada do torneio. O discurso ĂŠ modesto por conta do adversĂĄrio. O Santos luta para repetir o feito da geração de PelĂŠ, bicampeĂŁ do Mundo em 62 e 63 com o herdeiro do Rei, Neymar, com fama digna de majestade. O craque santista serĂĄ seguido de perto pelo lateral-direito japonĂŞs Sakai: “Acho complicado falar alguma coisa sobre Neymar, pois nĂŁo vejo muito ele jogar. SĂł pela televisĂŁo algumas vezes. Vou tentar marcar ele no jogo. Vai ser um primeiro duelo, interessanteâ€?, destacou o jogador que rejeitou uma recente oferta do Santos para jogar no clube em 2012. O sonhado duelo entre Santos

TOSHIFUMI KITAMURA

e Barcelona estå marcado para domingo. Só que ainda existem riscos de ele não acontecer. Pelo lado do alvinegro, o obståculo Ê o Kashiwa Reysol. FICHA TÉCNICA SANTOS Rafael; Danilo, Bruno Rodrigo, Edu Dracena e Durval; Arouca, Henrique, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Borges TÊcnico: Muricy Ramalho KASHIWA REYSOL Sugeno; Kondo, Masushima, Hashimoto e Sakai; Otani, Leandro Domingues, Jorge Wagner e Kurisawa; Tanaka e Kudo (Hayashi) TÊcnico: Nelsinho Baptista à rbitro: Nicola Rizzoli (Itålia) Assistentes: Renato Faverani (ITA) e Andrea Stefani (ITA)

SOB MARCAĂ‡ĂƒO

MissĂŁo do Kashiwa Reysol no jogo de hoje ĂŠ parar Neymar O campeĂŁo japonĂŞs Kashiwa Reysol sabe que precisa parar o atacante Neymar se pretende surpreender e derrotar o Santos hoje pela semifinal do Mundial de Clubes do JapĂŁo, em Toyota. “Todo mundo fala sobre Neymarâ€?, disse ontem a jornalistas o tĂŠcnico do Kashiwa, o brasileiro Nelsinho Baptista. “Ele nĂŁo estĂĄ sĂł nas manchetes brasileiras. Ele tem um talento excepcional e muita classe, todas as ferra-

mentas para tornar-se o melhor jogador do mundoâ€?, completou. No entanto, Neymar, de 19 anos, nĂŁo ĂŠ o Ăşnico a preocupar Nelsinho, que acredita que sua equipe, que eliminou o mexicano Monterrey nas quartas-de-final, pode conseguir uma vitĂłria surpreendente. “Neymar pode ser uma superestrela, mas o Santos tem outros como (Paulo Henrique) Ganso, Elano, uma lista... todos sĂŁo jogadores incrĂ­veis

de ataqueâ€?, disse o tĂŠcnico do Kashiwa. Nelsinho, demitido do cargo de tĂŠcnico do Santos em 2005 apĂłs uma goleada de 7 x 1 para o Corinthians, nĂŁo quis descartar as chances de seu time atual. “Vou bloquear qualquer sentimento pessoal que tenho pelo Santos e fazer o melhor trabalho que possa para o Reysolâ€?, disse o treinador, de 61 anos. “Respeito sua qualidade, mas vamos buscar a vitĂłria. TOSHIFUMI KITAMURA

Neymar inicia, nesta manhĂŁ, a tentativa de repetir o feito de PelĂŠ, campeĂŁo mundial de 1962 e 1963

LONGA JORNADA

Barcelona tenta superar cansaço nos treinos para o Mundial

TĂŠcnico do Kashiwa Reysol, Nelsinho Batista diz respeitar o Santos mas quer a vitĂłria

EX-CARRASCO

COPA DO BRASIL

O ASA de Arapiraca anunciou ontem um dos primeiros reforços para a temporada de 2012. Trata-se do atacante Lúcio Maranhão que atuou no Horizonte-CE, time que eliminou o alvinegro da Copa do Brasil deste ano. AlÊm de /~FLRR$6$FRQ¿UPRXWDPEpP as contrataçþes do zagueiro Fabiano, que atuou pelo ABCRN e lateral Alan (ex-Gama e Brasiliense). Pelo menos mais seis jogadores devem ser contratados atÊ o início da temporada.

A CBF divulgou, na manhã de ontem, a relação dos 64 clubes que vão participar da Copa do Brasil de 2012. Entre os clubes alagoanos jå se sabe que o Palmeiras estreia contra o Coruripe-AL. O ASA encara o Santa QuitÊria do Maranhão. O Cruzeiro pega o Rio Branco-AC, e o Grêmio, o River Plate-SE. O São Paulo encara o Independente-PA na primeira fase. O AtlÊtico-MG pega o Cene-MS, enquanto o Botafogo tem o Treze-PB pela frente. O primeiro adversårio do Bahia serå o Auto Esporte-PB.

ASA anuncia atacante Lúcio como reforço

O volante do Barcelona, Javier Mascherano, prometeu que o gigante espanhol nĂŁo serĂĄ pego cochilando no Mundial de Clubes, apesar da longa maratona para se chegar ao JapĂŁo. Os campeĂľes europeus enfrentarĂŁo o campeĂŁo asiĂĄtico Al Sadd na semifinal de amanhĂŁ apĂłs uma vitĂłria de 3 a 1 no clĂĄssico contra o Real Madrid, no Ăşltimo fim de semana. Mascherano disse ontem que o longo voo e a mudança de fuso-horĂĄrio foram complicados, mas que o Barcelona nĂŁo vai de forma alguma subestimar seu adversĂĄrio do Oriente MĂŠdio: “estĂĄ difĂ­cil conseguir dormir bemâ€?, disse ele, apĂłs treinamento em Yokohama, com as olhei-

Coruripe pega Palmeiras e ASA o StÂŞ QuitĂŠria

ras comprovando suas declaraçþes. “Estamos tentando nos adaptar com remĂŠdios (para dormir), mas estĂĄ difĂ­cilâ€?, acrescentou. “Sabemos que o time do Catar ĂŠ muito forte fisicamente. Eles sĂŁo fortes e tiveram mais tempo de preparação. NĂłs jogamos no sĂĄbado (contra o Real) e chegamos ao JapĂŁo depois do jogo, 13 horas voando. NĂŁo ĂŠ fĂĄcil vencer um time como esse nesse tipo de torneioâ€?, analisou. Antes do treino, Mascherano, Lionel Messi e o elenco do Barcelona deram rĂŠplicas de camisas personalizadas para um grupo de crianças de Fukushima, a ĂĄrea ao norte de TĂłquio que foi afe-

CORINTHIANS-AL

Volante Serginho jĂĄ treina no tricolor

O Corinthians continua reforçando seu elenco para o próximo Estadual. A novidade na Via Expressa foi o experiente volante Serginho que iniciou as atividades físicas com o preparador Tiago Pereira. O atleta estava no Metropolitano (SC) e tem a carreira marcada por passagens em grandes clubes do futebol brasileiro. Serginho jå defendeu vårias equipes de expressão do futebol brasileiro e promete muito empenho com a camisa do Tricolor no Campeonato Alagoano.

tada por uma crise nuclear apĂłs o tsunami de março. “Foi bom poder fazer isso pelas crianças. Vamos buscar uma atuação especial na quinta-feira para elesâ€?, disse Mascherano. O Barcelona estĂĄ em busca de seu segundo tĂ­tulo mundial de clubes da Fifa, o terceiro em trĂŞs anos, apĂłs vencer o Estudiantes da Argentina na final de 2009, em Abu Dhabi. Os catalĂŁes foram derrotados na final de 2006 pelo Internacional. O Santos, campeĂŁo da Copa Libertadores, enfrenta o campeĂŁo japonĂŞs Kashiwa Reysol em Toyota na semifinal desta quarta-feira e ĂŠ o favorito para decidir o tĂ­tulo contra o Barça.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

1

Rodrigo Santoro ĂŠ eleito melhor ator no Festival de Cinema

Radiohead lança duas músicas inÊditas pela internet

Rodrigo Santoro foi eleito, em Cuba, o melhor ator no Festival de Cinema Latino-Americano de Havana. O ator recebeu o prĂŞmio por sua atuação em “Helenoâ€?, de JosĂŠ Henrique Fonseca. Ele dĂĄ vida ao jogador de futebol Heleno de Freitas, um brilhante atleta, que teve a carreira afundada por conta de seu temperamento explosivo. O longa se passa entre os anos GXUDQWHVHXDXJHHÂżQDOGHTXDQGRPRVWUDVHXV~OWLPRVGLDVHPXPVDQDWyULR A previsĂŁo de estreia no Brasil ĂŠ para o primeiro semestre de 2012. AlĂŠm de Santoro, o elenco ainda conta com Alinne Moraes, que interpreta sua mulher, SĂ­lvia.

O Radiohead vai lançar na prĂłxima segunda-feira (19) duas mĂşsicas inĂŠditas. As faixas sĂŁo “The Daily Mailâ€? e “Staircaseâ€? foram feitas durante as sessĂľes de gravação do ĂĄlbum mais recente da banda, “The King of Limbsâ€?. As faixas estarĂŁo disponĂ­veis no site Amazon britânico. As duas mĂşsicas jĂĄ foram apresentadas ao vivo pela banda no programa “From the Basementâ€?, que serĂĄ lançado em DVD e Blu-Ray tambĂŠm na prĂłxima segunda-feira.

SARAMAGO O LIVRO REJEITADO DE

J

osĂŠ Saramago (Azinhaga, 1922- Lanzarote, 2010) foi o Ăşnico escritor em lĂ­ngua portuguesa a ganhar um prĂŞmio Nobel de Literatura. Sua ELRJUDÂżDFRPSOHWDHVWiWUDQVcrito literalmente na orelha da edição pĂłstuma de “Claraboiaâ€? e que vem com uma falha ao nĂŁo citar a primeira esposa, Ilda Reis, mĂŁe de sua Ăşnica ÂżOKD9LRODQWH VyFLWD3LODU del Rio). Saramago casou-se com apenas 22 anos de idade (1944) e o casamento durou 26 anos, atĂŠ 1970. Em 1972, nasceu a primeira neta, Ana, e em 1984, seu neto, Tiago. O escritor estava com Ilda na ĂŠpoca da escritura desse livro, e uma das personagens, a “Claudinhaâ€?, ĂŠ datilĂłgrafa como era Ilda. “Claraboiaâ€?, segundo romance de Saramago (o primeiro foi “Terra do pecadoâ€?, escrito em FRPDSHQDVDQRV o nome original era “ViĂşvaâ€?, mas a editora Minerva mudou RQRPH ÂżQDOL]DGRHPGHMDQHLURGHIRLUHMHLWDGRSHlas editoras, imagino o motivo: 3RUWXJDOYLYLDQDTXHODpSRFD a ditadura de Salazar (1926 a 1974, uma das mais longas da histĂłria) e as ditaduras pregam ÂłDPRUDOHRVERQVFRVWXPHV´ havia censura e nĂŁo preciso dizer muito mais que isso. A narrativa de “Claraboiaâ€? desenvolve- se num prĂŠdio da classe mĂŠdia portuguesa e conta a vida de seis famĂ­lias, onde vivem pessoas aparentemente “normaisâ€?, no entanto, neles guardam os pensamentos e desejos proibidos dos vizinhos. Saramago mostra todas as suas mazelas, infelicidades, sonhos, relaçþes matrimoniais penosas, a luta pela sobrevivĂŞncia diĂĄria, e algo mais: relaçþes incestuosas. Uma mĂŁe que sente uma HVSpFLHGHDWUDomRSHODÂżOKDH duas irmĂŁs apaixonadas entre si e que chegam ao ponto de tocar-se. O narrador, indiscreto, observa e revela os sentimentos de uma das irmĂŁs depois de reprimir a carĂ­cia da outra: Âł,PyYHOGHROKRVÂżWRVQRWHWR as fontes latejando, resistia, obstinadamente, ao despertar da sua fome de amor, tambĂŠm recalcada, tambĂŠm escondida e frustradaâ€?, diz ele. A espanhola Carmen e seu marido EmĂ­lio levam uma vida matrimonial angustiosa, tal

“Claraboiaâ€? ĂŠ uma espĂŠcie de romance perdido de JosĂŠ Saramago, que nunca teve seu crivo. Agora, no aniversĂĄrio de sua morte, editoras resolveram lançå-lo em homenagem ao autor

como o jornalista Caetano e Justina. Caetano ĂŠ um verdadeiro sĂĄdico com a esposa, TXHSHUGHXDÂżOKDGHDSHQDV anos e vive em luto eterno: JĂĄ lhe tirara tanta coisa, amor, amizade, sossego, e tudo o mais que pode tornar suportĂĄvel, e quantas vezes, desejĂĄvel, a vida conjugal. Quase chegou a lamentar ter perdido tĂŁo depressa o hĂĄbito de a beijar ao entrar e sair de casa, sĂł para o poder fazer agoraâ€?. TambĂŠm havia uma outra vizinha, a prostituta LĂ­dia, mantida num apartamento pelo DPDQWH3DXOLQR0RUDLVULFRH seboso. E “Honoratoâ€?, pseudĂ´nimo que Saramago usou para esta obra, um escritor “subversivoâ€?, esse herege, que maculou as relação familiares da conservadora sociedade portuguesa GHPHDGRVGRVDQRVHIRL rejeitado com seu “Claraboiaâ€?, SXEOLFDGRDQRVGHSRLV graças Ă â€œdemocraciaâ€? e “liberdade de expressĂŁoâ€? (sim, com DVSDV 6DUDPDJRWDPEpP falou de polĂ­tica na voz do sapateiro Silvestre, felizmente casado com a doce Mariana, ele havia sido um revolucionĂĄrio socialista quando jovem, e num diĂĄlogo com Abel, jovem que alugou um quarto na casa deles, Silvestre repreende o jovem sem ideais, que vivia sem comprometer-se com nada, repassou a sua experiĂŞncia: “Aprendi a ver mais longe TXHDVRODGHVWHVVDSDWRV aprendi que, por detrĂĄs desta vida desgraçada que os homens levam, hĂĄ um grande ideal, uma grande esperançaâ€?. As ditaduras reprimem e censuram qualquer forma de ideal de LibertĂŠ, ĂŠgalitĂŠ, fraternitĂŠ, e quem pensa diferente, possivelmente terĂĄ problemas. SerĂĄ isso que aconteceu? O tĂ­tulo do livro me chamou muito a atenção, Claraboia, uma espĂŠcie de telhado de vidro com a função de iluminar. Seria alguma mensagem subliminar? Quanto Ă  forma narrativa, esse livro difere do estilo saramaguiano que estamos acostumados, sem pontos nem vĂ­rgulas, onde respiração acontece naturalmente sem a LQWURPLVVmRGHVLQDLVJUiÂżFRV Nessa obra hĂĄ um estilo gramatical muito mais acadĂŞmico, “corretoâ€?, menos criativo e inovador que as obras escritas posteriormente.


2

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

Então Ê Natal O jå tradicional Concerto de Natal da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) estå marcado para esta quinta-feira, às 20h, na Catedral Metropolitana de Maceió (Centro). No repertório, alÊm dos tradicionais cantos natalinos, o concerto A Primavera, de Vivaldi, com solo de violino de Fagner Magrinelli, e duas obras inÊditas: uma de Nilton de Souza, Alagoana nº 2 – Fantasia, sobre um tema do pastoril alagoano, e outra de Eduardo Xavier, Coco, alÊm de quatro jornadas de pastoril com a participação do Pastoril Menino Jesus, de Maceió. Os solistas são Bruno Sandes, Elvira Rabelo, Claudiana Melo, Eduardo Xavier e Érick Robert. A participação do Coro e Orquestra da Universidade Federal de Alagoas, sob a batuta de Nilton de Souza. Regente do Coro, Gustavo Campos Lima.

Manu Ducoulombier

Aniversårio do Anexo Esta semana Ê de festa nas comemoraçþes dos 6 anos do Anexo Music Bar, na Serraria. Hoje se apresenta a banda $ifrão com um repertório variadíssimo, de MPB ao reggae. Amanhã (15), a presença do pop rock da banda JAM 80, com grandes sucessos nacionais e internacionais dos anos 80. Na VH[WDIHLUD  DIHVWDGHDQLYHUViULR¿FD por conta das bandas de pop-rock, L-100 e 082. No såbado (17), encerra as comemorao}HVRJUXSR0,%FRPXPGHV¿OHPXVLFDO de sucessos nacionais e internacionais. O som começa a rolar a partir das 22 horas.

Na ladeira Na próxima sexta-feira o Engenho Massayó, a partir das 22h, apresenta a banda Samba da Ladeira. Banda formada em 2009, pioneira do samba rock alagoano, busca compor sua identidade a partir do samba tradicional, samba rock e bossa nova incorporando elementos de ritmos como funk, blues, rock, jazz e drum’n’ bass numa linguagem moderna e atual. Com um repertório amplo, apresentando desde clåssicos do samba como Adoniran Barbosa, Demônios da Garoa, à Bossa Nova de Dorival Caymmi, Vinícius de Moraes e Tom Jobim, alÊm do samba rock com Jorge Ben Jor, Tim Maia e Seu Jorge. Couvert: R$ 5. Mais informaçþes: 3235-1160.

Papel no varal

A Academia de Dança Manu Ducoulombier realizarĂĄ, na sextafeira, sĂĄbado e domingo, no Teatro Deodoro, o espetĂĄculo “Encantos Nordestinos. As bailarinas farĂŁo uma viagem cultural pela regiĂŁo, homenageando as tradiçþes QRUGHVWLQDVHPFRUHRJUDÂżDV Das passistas de frevo ao pastoril, do coco de roda ao forrĂł pĂŠ de serra, passando pelo cangaço, os feirantes e os caipiras, entre outros itens da cultura regional, representados nos passos do balĂŠ e sapateado. Com cenĂĄrio de Alberto do Carmo e participação do ator Naeliton Santos, o espetĂĄculo trarĂĄ mĂşsicas de Luiz Gonzaga, Sivuca e dos alagoanos Eliezer Setton e Chau do Pife. Os ingressos custam R$ 20 e estĂŁo Ă venda na Academia Ação Livre. Mais informaçþes (82) 8808-1000/8842-1067.

Cåssia Eller Para celebrar o talento de Cåssia Eller (morta hå 10 anos), no próximo dia 22 serå realizado um tributo com a participação da banda original da artista (Lanlan, Fernando Nunes, João Viana e Walter Villaça) e alagoanos como Fernanda Guimarães, Junior Almeida e Luiz Assis. A noite da boa música estå marcada para começar às 22h no Jaraguå Tênis Clube (Av. Comendador Leão, 322). Ingressos: R$ 20, mas a organização ainda não divulgou a data e local das vendas. Mais informaçþes: 8705-2901.

O Papel no Varal estå de volta e desta vez Ê o Botequim Paulista (antiga Avenida AmÊlia Rosa) que vai ser banhado com poesia. Charles Bukowski, Paulo Leminski , Marcos de Farias Costa e Hilda Hilst se juntarão a 96 outros autores H¿FDUmRSHQGXUDGRV no varal enquanto não forem lidos pelo público. Qualquer presente pode ler qualquer poema do varal. O evento acontecerå hoje, às 20h. A participação musical serå da cantora e compositora alagoana Fernanda Guimarães. &ODVVL¿FDomRDQRV Mais Informaçþes: 88721705.

Pedro Onofre O escritor, dramaturgo, ator e poeta Pedro Onofre lança, no próximo dia 22, um volume que reúne toda a sua produção poÊtica. Às 20h, no Auditório Eça de Queiroz, Hotel Pajuçara. Av. Dr. Antonio Gouveia, 197, Pajuçara.

Virada do ano Começaram a ser vendidos os ingressos pra o RevÊllion do Sesc, que vai contecer na Praia de Guaxuma. Preços: Comerciårios: R$ 50; casais comerciårios R$ 80; crianças (de 5 a 12 anos) R$ 25; Conveniado: R$ 60; casais conveniados R$ 100; crianças (de 5 a 12 anos) R$ 30; Usuårios: R$ 90; casais usuårios R$ 160; crianças (de 5 a 12 anos) R$ 45. Pontos de venda dos ingressos: Sesc Poço (Rua Pedro Paulino, 40, Poço), Sesc Centro (Rua Barão de Alagoas, 229, Centro), Sesc Guaxuma (Rua Coronel Mårio Saraiva, s/n, Guaxuma) e Sesc Arapiraca (Rua Manoel Cazuza, s/n, Santa Edwiges - Arapiraca-AL). Mais informaçþes: 0800-284-2440 e no site www.sescalagoas.com.br. FALE CONOSCO - A Agenda Ê um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravÊs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Nanda sugere que Rodrigo esqueça Ana e invista em Manuela. Ana pede para trabalhar na ONG de Lúcio. Rodrigo chama Manuela para viajar. Eva não aceita que Ana queira trabalhar na ONG. Ana fala para Manuela sobre suas expectativas com Lúcio e com o trabalho na 21*-~OLDGHFLGH¿FDUFRP$QDGXUDQWHR¿P de semana em que Rodrigo e Manuela viajarão.

GLOBO 19h AQUELE BEIJO

Raul se oferece para investigar Regina. Iara tenta se reconciliar com Joselito. Felizardo vê Marisol e Eveva confrontando Locanda e manda Agenor resolver a situação. Joselito volta para casa e exige que Iara resolva o problema do diårio de sua mãe. Ricardo visita o salão de Ana Girafa e Bernadete demonstra interesse pelo mÊdico. Lucena se muda para a casa de Vicente. Sebastião planeja se casar com Raíssa no mesmo dia do casamento do primo. Sebastião pede Raíssa em casamento.

GLOBO 21h FINA ESTAMPA

Ferdinand reage, incrÊdulo, à exigência de Tereza Cristina. Griselda combina de se encontrar com Renê. Tereza Cristina acusa Ferdinand de ser a pessoa que Crô recebe em sua casa e ameaça contar para todos se ele não cumprir o trato. Wallace recebe seu primeiro pagamento como agente. Griselda ajuda Renê a arrumar suas coisas no hotel. Baltazar proíbe Celeste de contar para Griselda que Renê se separou. Esther e Guaracy se beijam. Antenor reage com despeito ao ver o carro que Amålia ganhou de Griselda. Renê e Griselda se beijam.

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Regina parte para cima de Augusta, mas Ê contida por Adalberto. As duas começam a discutir e Augusta fala sobre o HIV. Adalberto retira Regina do quarto à força. Ela cospe no rosto de AdalEHUWRTXHUHWULEXLFRPXPWDSD'LYLQDD¿UPD que não sabe quem Ê o pai porque foi para a cama com Ernesto e Severino no mesmo dia. Alterado pela bebida, Severino chora nos braços de Margarida, temendo que Jaqueline realmente VHMD¿OKDGH(UQHVWR


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

3

GLOBO/DIVULGAĂ‡ĂƒO

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Record fecha programação de Natal e Ano Novo

TV TUDO Atravessou o samba

T

oda a programação de Natal e Ano Novo da Record foi fechada no começo da semana, inclusive com alguns GRVPHOKRUHVÀOPHVGRVHXDUTXLYR)LFRXDVVLP

Dia 17 – estreia “Roberto Justus Mais�

A volta do Tom Cavalcante Ă TV Globo esteve muito prĂłxima de acontecer. SĂł nĂŁo aconteceu, segundo algumas fontes, porque um empresĂĄrio desavisado entrou no circuito.

Cinema

Dia 22 – “Coral de Ruaâ€? e “O Menino GrapiĂşnaâ€? Dia 23 – Amigo secreto do “Hoje em Diaâ€? e o especial Record Kids 'LD²´20HOKRUGR%UDVLOÂľGH1DWDOHRVĂ€OPHV´-HVXV de NazarĂŠâ€? e “O 4Âş SĂ­tioâ€? Dia 25 – Filme “Junoâ€?

A Globo jå tem escolhidas as sÊries para o lugar do Jô em janeiro. De terça a sexta. Só a segunda-feira ainda era dúvida. Não Ê mais. Serão H[LELGRV¿OPHVQDFLRQDLV

EstĂĄ difĂ­cil

Longe das novelas desde “ParaĂ­so Tropicalâ€?, DĂŠbora Nascimento estĂĄ acertando sua volta ao vĂ­deo. JĂĄ ĂŠ dada como certa sua participação em “Avenida Brasilâ€?, substituta de “Fina Estampaâ€?, vivendo um dos principais papĂŠis

Dia 29 – Uma Noite com BeyoncÊ

SĂŁo muitas as queixas sobre as reprises do seriado NCIS na Bandeirantes. Nas Ăşltimas semanas nĂŁo foi apresentado nada de novo. E a Record faz o mesmo com o CSI. Se isso estĂĄ acontecendo agora, ĂŠ possĂ­vel imaginar o que ainda virĂĄ por aĂ­ nas fĂŠrias de janeiro.

Dia 30 – “O Gangster� no “Cine Record Espetacular�

Vem aĂ­

Dia 31 – Filme “Mamma Mia�

A qualquer momento vai aparecer por DtPDLVXPYtGHRSROrPLFRGR5DÂżnha Bastos, sĂł que agora em cima da fase cantor. É o que estĂĄ combinado. A gravação, inclusive, contarĂĄ com as participaçþes de Arnaldo Saccomani e Miranda, do “Qual ĂŠ o Seu Talento?â€?, este Ăşltimo fantasiado de diabo.

Quase lĂĄ

Expediente

Dividindo os trabalhos

Diego Guebel, novo consultor Artístico da Band, não alterou a sua rotina de vida. Fica de terça a quinta por aqui e os outros dias na Argentina. Hå uma briga muito grande para conseguir um lugar em sua agenda.

Sobre o novo programa da Adriane Galisteu nas tardes da Band, com estreia anunciada para janeiro, se WHPGHÂżQLGRWDPEpPTXHHODWHUi a seu lado um casal de apresentaGRUHV2VQRPHVVHUmRGHÂżQLGRV nesses prĂłximos dias.

Dia 26 – Ăšltimo “Show do Tomâ€? e o especial “O Madeireiroâ€? Dia 27 – Retrospectiva

Dia 1Âş - Filme “IrresistĂ­vel PaixĂŁoâ€? Dia 2 – Filme “Eu Vos Declaro Marido e Larryâ€? Para janeiro, a Record ainda terĂĄ as estreias do reality “AmazĂ´niaâ€?; o policial “Câmera em Açãoâ€?, e a minissĂŠrie “Rei Daviâ€? no dia 24. E pronto.

Esquisito A Record, hå coisa de uns 15 ou 20 dias, fez retornar o diretor Mafran Dutra ao seu Artístico, tomando o lugar de Fabiano Freitas que foi o seu substituto para a mesma função, meses atrås. O curioso Ê que atÊ agora não circulou nem ao menos um comunicado interno a respeito dessa retroca.

Alguns setores da Globo jå dão como fechada a presença de Tiago Abravanel, neto de Sílvio Santos, na próxima QRYHODGH*OyULD3HUH]$VSDUWHVHVWDULDPDJXDUGDQGRDSHQDVR¿QDOGH³$PRUH5HYROXomR´QR6%7TXH termina em janeiro, para anunciar a assinatura de contrato.

Reestreia Hoje, 5 da tarde, a Record inicia a reapresentação de “A HistĂłria de Esterâ€?, minissĂŠrie de Vivian de Oliveira, com Gabriela Durlo, Marcos Pitombo, Ewerton de Castro, Paulo Gorgulho e Vanessa Gerbelli nos principais papĂŠis. Vai ocupar um dos horĂĄrios do seriado “Chrisâ€?.

Depois de “Aquele Beijoâ€? Os diretores Denise Saraceni e Carlos AraĂşjo estĂŁo buscando locaçþes no ParĂĄ e PiauĂ­ para a prĂłxima novela das sete na Globo, “Marias do Larâ€?, escrita por Filipe Miguez e Izabel de Oliveira. Enquanto isso, no Projac, FRPHoDPDVSURYDVGHÂżJXULQRVSDUDRVDWRUHVMiFRQÂżUPDGRV No elenco, entre outros, TaĂ­s AraĂşjo, ClĂĄudia Abreu, Jonatas Faro, Marcos Palmeira, Leandra Leal, Isabelle Drummond e Luiz Henrique Nogueira.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br O mais famoso mÊdium brasileiro Manifestação de virtudes fingidas

Uma das luas de JĂşpiter (Astr.)

Š Revistas COQUETEL 2011

Arma do feitor de escravos Novatos

Indica "corrida paralisada", na No caso FĂłrmula 1 de

Jogo de repetição de frases difíceis

Formas elĂ­pticas O combate Ă misĂŠria, para o Governo Dilma

Endereço de computador (sigla)

Percebe pela visĂŁo

Italiano (abrev.) Negativo, em inglĂŞs

Oeste (abrev.)

Sensação de enfado Destituída de miolo

Seu único O último osso Ê o da sefêmur mana Ê (Anat.) såbado Dar (?) luz: parir Forma de publicação das histórias da Turma da Mônica

É protegido pela Funai Título nobre de Caroline de Mônaco

D I Saudação jovial

Medida da idade Vento brando

"A teoria na (?) ĂŠ outra" (dito)

Ă“rgĂŁo eleitoral dos estados (sigla) GrĂŁo fecundante de flores

AndrĂŠ (?), tenista mineiro

Antigo Testamento (abrev.)

Cantam (as aves) Puro, em inglĂŞs

VĂ­rus do qual Cazuza era portador

Torna sem efeito Toma por verdadeiro

Trecho sinuoso de estradas

86

Solução P O L C O

C H I PR I O C O A X O A V G I B E P R A R A G E M

P O C R I D I T N E G C I N D P R I I A AN O T I C E H S S A A N R C P R E AÇ

P U R E

P O L E N

S

T O R I S A D E V E A T I L P I O N C E G A S U T A E I R A

B I A N O D V E A I I R S A V R E R A M T E L H H A

IV

BANCO

A

4/pure. 5/tÊdio. 6/açoite — chance. 8/negative — princesa.

Indulgente; tolerante (fem.)

Narrativa Êpica típica da Islândia

(?) de gol, lance do futebol

Cada Docuregião mento exigido de glacial turistas da Terra estrangeiros Doença comum de digitadores (sigla)

Genitor Aparelho para caminhadas

¡ Rede TV! anunciou o lançamento do desenho “Johnny Testâ€? para a Ăşltima segunda-feira, mas cancelou a exibição na Ăşltima hora. ¡ A estreia serĂĄ reprogramada. Ă‚(DHPLVVRUDWDPEpPLQIRUPDTXHWRGRVRVÂżOPHVHVSHFLDLVSDUDR1DWDO H$QR1RYRHVWmRPDQWLGRV ¡ Globo, SporTV e Bandsports transmitem na manhĂŁ desta quarta-feira a estreia do Santos no Mundial de Clubes. O japonĂŞs Kashiwa ĂŠ o adversĂĄrio. ¡ Vale esclarecer que sĂł o SporTV estarĂĄ com equipe completa no estĂĄdio. ¡ Mesmo em dezembro, um mĂŞs por tradição complicado para audiĂŞncia, “Fina Estampaâ€? continua registrando Ă­ndices muito bons. Ă‚1DVHJXQGDIHLUDSRUH[HPSORIHFKRXFRPGHPpGLD ¡ Outra surpresa do dia foi “Marimarâ€?, no SBT. Primeiro lugar, das 4 Ă s 5 da tarde, com 10 pontos. Ă‚$FRQYLWHGD)UHPDQWOHRJROHLUR-~OLR&pVDU&RULQWKLDQVHRH[MRJDGRU Juninho Paulista estarĂŁo amanhĂŁ no episĂłdio “Uma paixĂŁo nacionalâ€?, do programa “Marcas da Vidaâ€?, na Record. ¡ TambĂŠm nesta quinta, a cantora PatrĂ­cia Marx grava o programa “Mega Senhaâ€?, na Rede TV!.

&¡HVWÀQL Em todos os seus programas deste mês, Amaury Jr. estå exibindo vinhetas de Natal e Ano Novo com troca de presentes entre o pessoal da sua equiSHDOpPGDSDUWLFLSDomRHVSHFLDOGDV¿OKDVGH/DXUD:LHH0DULD&kQGLGD Então Ê isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

PROGRAMA

HORĂ“SCOPO Ă RIES - (21/3 a 19/4) – A cautela ĂŠ o caminho mais indicado para VXSHUDUDVGLÂżFXOGDGHVQRVUHODcionamentos afetivos. O dia pode ser desgastante e tenso, por isso aproveite as oportunidades para estar junto de pessoas com as quais se sente bem. Evite abusos na alimentação. Cor: Azul Marinho NĂşmero da Sorte: 24 TOURO – (20/4 a 20/5) – As relaçþes familiares entram em uma fase mais suave e com menos FRQĂ€LWRV A relação a dois se torna mais agradĂĄvel com a redução dos atritos e mal-entendidos. Pode respirar mais sossegado diante do clima de harmonia que se instala nos assunWRVSURÂżVVLRQDLV Cor: Marrom Escuro NĂşmero da Sorte: 26 GĂŠMEOS – (21/5 a 21/6) – Contorne o clima tenso Ă sua volta. Um abraço ou uma palavra amiga ajuda a desfazer mal-entendidos. Entenda os motivos de quem ama antes de dar conselhos: hoje, a sua famĂ­lia vem em primeiro lugar. No emprego, nĂŁo fuja de suas responsabilidades. Cor: Vermelho Rubi NĂşmero da Sorte: 34 CĂ‚NCER – (22/6 a 22/7) – VocĂŞ e RSDUFRQVHJXLUmRVHDÂżQDUHPERUD apareçam divergĂŞncias na vida a dois. Neste dia, mantenha os olhos Âż[RVQDVSHVVRDVSUy[LPDVFRPDV quais compartilha o seu lar. Cor: Tons Pastel NĂşmero da Sorte: 16 LEĂƒO – (23/7 a 22/8) – Mesmo que nĂŁo estejam tĂŁo prĂłximos, vocĂŞ e seu amor vivem um clima de grande compreensĂŁo. Bom momento para seguir metas comuns. Evite grandes esforços neste dia, mantenha a discrição, sem expor as suas motivaçþes no trabalho. Cor: Verde Esmeralda NĂşmero da Sorte: 30 VIRGEM – (23/8 a 22/9) – TerĂĄ pouco tempo para cuidar de todas as suas responsabilidades. Portanto, divida as tarefas com os outros. TambĂŠm nĂŁo deixe de dar atenção Ă s pessoas de sua famĂ­lia. 8PDWURFDGHROKDUHVVHUiVXÂżciente para mostrar a qualidade dos sentimentos.

Bate-rebate

Cor: Bege NHĂşmero da Sorte: 31 LIBRA – (23/9 a 22/10) –Ótimo perĂ­odo para se relacionar e trocar ideias com pessoas mais experientes. A responsabilidade com seus familiares toma o seu tempo e diminui aquele dedicado Ă s WDUHIDVSURÂżVVLRQDLV4XDQWRPDLV prĂĄtico(a), maior serĂĄ sua chance de ĂŞxito. Cor: Laranja NĂşmero da Sorte: 06 ESCORPIĂƒO – (23/10 a 21/11) – É hora de expor suas qualidades! NĂŁo se distancie da famĂ­lia a ponto de ter que ouvir queixas e reclamaçþes. Fique mais prĂłximo(a) de quem ama. Cor: Preto NĂşmero da Sorte: 51 SAGITĂ RIO – (22/11 a 21/12) – Divida o seu tempo para que possa dar conta de suas tarefas e tambĂŠm se dedicar Ă s pessoas que ama. Seus familiares vĂŁo solicitar mais seu entusiasmo e sua alegria. Cor: Azul Royal NĂşmero da Sorte: 90 CAPRICĂ“RNIO – (22/12 a 19/1) – Demonstre seu interesse Ă  pessoa amada convidando-a para uma atividade de lazer. Momento de conciliação entre trabalho e famĂ­lia. Neste dia, antes de tomar qualquer GHFLVmRpERPUHĂ€HWLUVREUHRV pontos positivos e negativos. Cor: Rosa NĂşmero da Sorte: 27 AQUĂ RIO – (20/1 a 18/2) – O entendimento ĂŠ a tĂ´nica do casal, pois mesmo que estejam em campos separados, vocĂŞs tĂŞm objetivos e metas em comum. Quanto mais conversarem, menor a chance de desentendimentos. É recomendĂĄvel cuidar mais da sua alimentação a partir de agora. Cor: LilĂĄs NĂşmero da Sorte: 23 PEIXES – (19/2 a 20/3) -O momento no relacionamento afetivo serĂĄ de mĂştua compreensĂŁo, mesmo que estejam distantes. O dia pede zelo aos seus familiares, pois as necessidades de uma pessoa mais velha poderĂŁo tomar seu tempo e lhe causar aborrecimento. Cor: Violeta NĂşmero da Sorte: 25

Prossegue atÊ sexta-feira a inscrição no BNB Cultura

P

rossegue atÊ sextafeira o prazo para inscriçþes de projetos no Programa Banco do Nordeste de Cultura – Edição 2012 – Parceria BNDES. O Programa Ê uma linha de patrocínio direto do Banco do Nordeste, com a parceria do BNDES, com dotação orçamentåria de R$ 8 milhþes, para apoio à produção e difusão da cultura do Nordeste e Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo (årea de atuação do Banco do Nordeste), mediante seleção pública de projetos. O edital contendo o regulamento do Programa e os respectivos formulårios eletrônicos para inscrição de projetos, bem como as instruçþes para preenchimento e o modelo de relatório para prestação de contas, estão disponíveis no portal do Banco do Nordeste (www.bnb.gov.br). O período de inscrição dos projetos iniciou no último dia 1º de novembro e vai tÊ sexta-feira, mediante entrega de seis vias de formulårio de inscrição impresso, devidamente preenchido com letra legível, digitado ou datilografado, assinado por responsåvel pelo projeto, e acompanhado de seis cópias de cada anexo indicado no formulårio. O formulårio de inscrição e todas as informaçþes necessårias aos proponen-

tes estão disponíveis no Portal do Banco do Nordeste (www.bnb.gov.br). A entrega dos projetos deverå ser feita nos seguintes locais: projetos oriundos do Cearå, nos Centros Culturais Banco do Nordeste-Fortaleza e Cariri (em Juazeiro do Norte); projetos originårios dos demais Estados situados na årea de atuação do Banco do Nordeste (Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Alagoas, Sergipe, Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, nas sedes das superintendências estaduais do Banco do Nordeste); na Paraíba, as propostas tambÊm poderão ser entregues no Centro Cultural Banco do Nordeste-Sousa; por sua vez, os projetos de Estados localizados fora da årea de atuação do Banco do Nordeste deverão ser enviados para o Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza. No período de 2 a 13 de janeiro de 2012 todos os projetos inscritos passarão por uma anålise tÊcnica, objetivando a habilitação para a fase de seleção. Serão considerados desabilitados os projetos que apresentarem inconsistências e não atenderem às exigências previstas no edital.


4

DIVERSĂƒO&ARTE

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2011

felipe1camelo@gmail.com felipecamelo@saladaonline.com.br camelofelipecamelo.blogspot.com

No Ăşltimo domingo, depois do Arte no Parque, meu amigĂŁo Vinicius Palmeira juntou amigos pra conhecer o Milk Beach Pub, em Riacho Doce. Bebidinhas Ăłtimas, comidinhas pra lĂĄ de gostosas e, o ambiente, show. Pelas caras do Vini, aprovadĂ­ssimo

BailĂŁo

Varal Armado

Presidente Leonardo Pinto Junior jĂĄ informando que as prĂŠvias de carnaval jĂĄ se DSUR[LPDPDVVLPGHWDOKHVMiGHÂżQLGRVSUDJUDQGHSUpYLDGRWUDGLFLRQDOtVVVLPR JaraguĂĄ TĂŞnis Clube. No dia 21 de janeiro, com o tema ‘No Escurinho do Cinema’, o animado Baile Vermelho & Preto vai, como nos anos anteriores, bombar. $2UTXHVWUDGH)UHYRGH=X]D0LUDQGDH7KDtVGH2OLQGDD%DQGD3DWXVFR de Recife nĂŁo vĂŁo deixar ninguĂŠm parado criando mosquito da dengue. O salĂŁo estĂĄ reformado e climatizado, alĂŠm da ĂĄrea externa, e esquema ‘Tudo Incluido’. Ah! VĂŁo rolar premiaçþes de fantasias e de grupos fantasiados. 2Âş Leo, “Vai ser sensacional. Imagine quantas Marilyn Monroe e Elvis Presley, e outras fantasias mais iremos ter abrilhantando nosso Vermelho & Pretoâ€?. Melhor jĂĄ ir se animando e preparando a fantasia, pra sair bem nas fotos. Reservas e compras de mesas e individuais no prĂłprio clube, na Comendador LeĂŁo, em JaraguĂĄ.

Às 8 da noite de hoje, poeta, agitador cultural, boa praça e querido Ricardo Cabús estarå com o varal armado no Botequim Paulista pra HGLomRGRSURMHWR¾3DSHOQR9DUDOœ3HQGXUDGRVHSURQWRVSDUD ser lidos e digeridos, Charles Bukowski, Paulo Leminski, Marcos de )DULDV&RVWDH+LOGD+LOVWVHMXQWDUmRDRXWURVDXWRUHVH¿FDUmR no varal enquanto não forem lidos pelo público. Qualquer presente pode ler qualquer poema do varal. A participação musical serå da cantora e compositora alagoana Fernanda Guimarães, que encantarå, inclusive, calçadas e canteiros da AmÊlia Rosa com sua bela YR]23DSHOQR9DUDOH[LVWHHP0DFHLyKiGHDQRVHWHPOHYDGR poesia aos 4 cantos da cidade. Claro que vale presença, vale leitura, YDOHDSODXVRQRKWWSFDFRVLQFRQH[RVEORJVSRWFRP

Cenografando Quando não estão levando turistas da Pajuçara Turismo mundo afora, Mírian & Cícero Canuto aproveitam o CafÊ Palato pra botar a conversa em dia, e degustar as delicias dali, claro

“Natal Luz�

SĂł na Sapatilha

Na confraternização da Santa Casa de Maceió, realizada no Espaço Multieventos, do Ginåsio do Sesi, o provedor Humberto Gomes de Melo anunciou para o próximo dia 16 a liberação da segunda parcela do 13º salårio e para o dia 29 a antecipação do mês de dezembro. Por lei, o 13º deve ser pago atÊ o dia 20 de dezembro e o salårio atÊ o dia 5. Destaque na cena pra apresentação emocionante do Coretfal, coro patrocinado pelo Instituto Federal de Alagoas, que anteriormente chamava-se Etfal. O grupo de cantores mostrou porque Ê considerado o melhor e mais organizado coro do Estado. Entre cançþes natalinas e populares, o grupo cantou e dançou para aplausos dos presentes. A festa prosseguiu com o sorteio de 94 presentes, entre eletrodomÊsticos da linha branca, computadores, bicicletas, condicionadores de ar, ventiladores, entre outros. Intercalando cada sorteio, música e dança com a Orquestra Golden Time e o DJ Edgard. Presentes, quase 2.000 colaboradores da Santa Casa. Jornalistas Theodomiro Jr. e Antônio Noya, assessorando.

“O tempo ĂŠ belo. Os anos que seguem sĂŁo sĂĄbios. A idade que cada pessoa guarda dentro da sua histĂłria ĂŠ como uma coleção de cançþes que recordam a essĂŞncia da vida. Suas alegrias, tristezas, despedidas... Os sonhos HRVGHVDÂżRVGHTXHPQXQFD deixou de acreditar que o tempo presente ĂŠ o melhor tempo, e, tambĂŠm, nunca esqueceu plantar suas sementes para receber o bem que sempre hĂĄ de vir. É por esta razĂŁo que hĂĄ quase quatro dĂŠcadas a Academia de %DOOHW(PtOLD9DVFRQFHORVDWXD no ensino da dança dentro do Estado de Alagoas. Tradição, talento, disciplina e criatividade sĂŁo qualidades que fazem parte dos fundamentos da Escolaâ€?. Com este texto introdutĂłrio, a querida (PtOLD9DVFRQFHORVQRSUy[LPR ÂżQDOGHVHPDQDDSUHVHQWDHVpetĂĄculos. Ă€s 6 da tarde, ‘Contos da Carochinha’ e Ă s 9 da noite ‘Mitos’, sĂĄbado, 17 e domingo, 3HORKLVWyULFRGH0DULD(PtOLD pelo capricho de suas produçþes, pelo empenho e dedicação de VXDVDOXQDVLPSHUGtYHO

Fruto de parceria entre o Governo do Estado, por meio da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas e a FundaomR1DFLRQDOGH$UWHVDFRQWHFHXGHViEDGRDWpD~OWLPDÂ?RÂżFLQDGHFHQRJUDÂżDFRPGRVPDLRUHVQRPHVGD ĂĄrea, JosĂŠ Dias, no Teatro Deodoro. Na turma, 20 pessoas, entre artistas, cenĂłgrafos, arquitetos e cenotĂŠcnicos DODJRDQRV2SRUWXQLGDGH~QLFDGHSDUWLFLSDUGHRÂżFLQDFRPSURÂżVVLRQDOFRPODUJDH[SHULrQFLDHPWHDWUR cinema e TV. JosĂŠ Dias ĂŠ Mestre e Doutor pela Escola de Comunicaçþes e Artes da Universidade de SĂŁo Paulo, JosĂŠ Dias ĂŠ Professor Titular da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Na tarde da Ăşltima 2ÂŞ, o Diretor-Presidente da DITEAL, Juarez Gomes de Barros, presenteou JosĂŠ Dias com 1 exemplar do livro “Theatro Deodoro – 100 anos de Arteâ€?, lançado no ano passado em comemoração ao centenĂĄrio do teatro.

Gestor acadêmico, Vagner Herculano, diretor geral da Eståcio FAL; prof. Ruy Chaves, e o capitão dos Portos, AndrÊ Pereira Meire,FHOHEUDPFRQYrQLRTXHEHQH¿FLDUiPDULQKHLros em Alagoas, acompanhados pela gestora de Desenvolvimento, Cristina Suruagy e o coordenador do curso de Educação Física da faculdade, Bråulio Mendonça

Marinheiros Diplomados $)DFXOGDGH(VWiFLR)$/HD&DSLWDQLDGRV3RUWRVGH$ODJRDV¿UPDUDPFRQYrQLRRQGHRVLQWHJUDQWHV GD0DULQKDHP$ODJRDVWHUmRDFHVVRDWRGRVRVFXUVRV $GPLQLVWUDomR'LUHLWR(GXFDomR)tVLFD Fisioterapia, Enfermagem, Sistemas de Informação, Turismo e Secretariado Executivo Trilingue), com GHVFRQWRQDVPHQVDOLGDGHVIDFLOLWDQGRDVVLPRDFHVVRDRHQVLQRVXSHULRUQXPDIDFXOGDGHVFRP GHPLODOXQRVSUHVHQWHHPWRGDVDVUHJL}HVGRSDtVHFRPDQRVGHDWXDomR(RPHOKRUDOpP GRFRODERUDGRUVHXVIDPLOLDUHVFRPRHVSRVDH¿OKRVWDPEpPSRGHPVHUEHQH¿FLDGRVFRPHVWD Com auxílio luxuoso de Aline Rijo e Ana Waleska Bulhþes, Larissa & Yvetinha Brêda recebem hoje pra apresentar o que as ++ devem e vão usar neste Alto Verão; nas araras e vitrines Glam, VyPDUFDVHVWUHODGDVFRPRDVDQ¿WULmV$SDUWLUGDVGDWDUGH'-9DQGiRWRP

CINEMA NACIONAL abriga a nova geração da música

Cantores como Crioulo, recĂŠm catapultados para a fama, jĂĄ mostraram suas performances fora dos CDs

A

chamada nova geração jĂĄ conquistou seu espaço em shows, discos e clipes. Mas, na era multimĂ­dia, os artistas ditos da nova mĂşsica --baseada num sistema independente de produção e distribuição-- começam tambĂŠm a aparecer no cinema. Em março de 2012, o rapper Emicida vai deixar o microfone um pouco de lado para se dedicar Ă s câmeras pela primeira vez. O MC paulistano atuarĂĄ em “Meu Tempo ĂŠ Agoraâ€? (tĂ­tulo provisĂłrio), longa de Ă€FomRVREUHDKLVWyULD de amizade de Marcelo D2 e Skunk --fundadores do Planet Hemp-quando ainda eram jovens camelĂ´s no Rio. ApĂłs encarar vĂĄrios testes, Emicida foi aprovado para o papel de Skunk. O diretor

que o rapper precisou fazer “laboratĂłrio e alguns ensaiosâ€?, mas que WLURXGHOHWUD2Ă€OPH sai em 2013. Artista revelação

MTV, o MC Criolo foi convidado para o novo Ă€OPHGH$QD&DUROLQD “A Primeira Missaâ€?, mas preferiu priorizar a carreira musical.

ele foi o protagonista GH´3URÀVVmR0&¾ ORQJDGHÀFomRVREUH um rapper da periferia que, desempregado e com a amante gråvida,

SDUDLQWHJUDURWUiÀFR Com direção de Ale[DQGUH%X]RRÀOPHIRL exibido em circuito da periferia. Criolo, diz Buzo, não

“mandou muito bemâ€? no papel. Para alĂŠm do rap, a cantora NanĂĄ Rizinni se prepara para viver vendedora de loja e DJ em “AlĂŠm do Arco-Ă?risâ€? (tĂ­tulo provisĂłrio), previsto para ser rodado em março por Alexandre Carvalho. Antes, fez “Supernadaâ€?, de Rubens Rewald, DWXDOPHQWHHPĂ€QDOLzação, mas, ali, interpreta a si mesma. É algo similar ao que acontece com Karina Buhr, que aparece em “Era uma Vez VerĂ´nicaâ€?, longa de Marcelo Gomes gravado no Recife e previsto para estrear em 2012. (ODIRLĂ€OPDGDFDQtando sua “Mira Miraâ€?, canção que impacta a protagonista vivida por Hermila Guedes. Ao contrĂĄrio dos outros, a cantora tem experi-

ĂŞncia como atriz --por mais de cinco anos fez parte do grupo Uzyna Uzona, de ZĂŠ Celso, atuando, por exemplo, em “As Bacantesâ€? e “Os SertĂľesâ€?. “Eu piro muito em ser dirigida. Parece que sou eu, mas nĂŁo eu. Mas nunca tinha feito cinema. Agora TXHURORXHVVHĂ€OPHĂ€TXHL louca para fazer maisâ€?, diz a

Edição número 1317 14 de dezembro de 2011  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente