Issuu on Google+

? ê Q u u

q LEAD em O ? ? o m ? ê o u C rq ? e o P Ond Quan do? Tiago Lobo Texto em Jornalismo Gráfico Turma 369


“Menina perde o útero após fazer sexo com 40 homens” Reportagem publicada no jornal A Tribuna, de Vitória (ES), em 16 de março de 2012

O quê?

Menina perde o útero.

Quem?

Garota de 12 anos. Identidade protegida pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Quando?

Não informado. Possivelmente há 15 dias antes da data da reportagem.

Onde?

Apesar de atendida pelo conselho tutelar do bairro Paul, em Vilha Velha, a cirurgia de remoção do útero aconteceu no município de Teixeira de Freitas, no estado da Bahia.

Como?

Praticando sexo com diversos parceiros, alguns sem uso de preservativo.

Por quê?

Para sustentar o vício nas drogas.

Lead: Para sustentar o vício nas drogas ela se prostituía em troca de esmolas, muitas vezes sem proteção. Foi isso que a fez parar na cama de um hospital para a retirada do útero — a pobre criatura tem apenas 12 anos e 40 clientes no currículo: pedófilos distribuidos entre os municipios de Vilha Velha (ES) e Teixeira de Freitas, na Bahia. Acostumado a lidar com inúmeros casos de crianças maltratadas, o conselheiro tutelar Ronaldo Correia Almeida, de Vila Velha (ES), foi surpreendido pela história quando o padrasto a levou até o conselho tutelar do bairro de Paul, na primeira semana de março, informando que a menina voltara da Bahia há 15 dias, após fazer uma cirurgia para a retirada do útero. O motivo seria uma infecção bacteriana provocada por relações sexuais sem o uso de preservativo. Mais: ela se drogava e prostituía desde os 10.

“Familia matava, “jantava” vítimas e vendia salgados feitos de carne humana” Reportagem publicada no portal de notícias Alagoano Tudo na Hora às 11h25min do dia 13/04/2012 www.tudonahora.com.br

O quê?

Matavam, comiam e vendia salgados de carne humana.

Quem?

Jorge Negromonte, 50; a eposa Isabel Cristina, 51 e a amante Bruna Cristina de Oliveira, 22 (apesar da reportagem informar 25, o correto é 22 segundo fontes locais).


Quando?

Não informado na reportagem. Mas segundo uma fonte local (http://agendagaranhuns.com/blog), a polícia encontrou os corpos e efetuou as prisões na manhã de quarta-feira, 11.

Onde?

Rua das Emboadas, bairro Jardim Petrópolis, Garanhuns (PE), a 228 Km de Recife.

Como?

As vítimas eram atraídas até a casa da família por Isabel Cristina, com ofertas de emprego, mortas, esquartejadas, tinham a pele retirada e a carne utilizada para alimentar a família e rechear cochinhas vendidas por Isabel Cristina na cidade.

Por quê?

Para ‘purificar a alma’ das vítimas.

Lead: A cidade natal do ex-presidente Lula, nunca ganhou tanto destaque na imprensa mundial como agora, com os crimes cometidos contra, pelo menos, sete vítimas por um trio canibal. Foi no município de Garanhuns, Cidade das Flores, que uma família aterrorizou a região com a brutalidade dos seus crimes — Jorge Negromonte, de 50 anos, a esposa Isabel Cristina, 51 e a amante Bruna Cristina de Oliveira, de 22, além de sequestrar, assassinar, esquartejar e canibalizar as vítimas, ainda vendiam cochinhas e empadas de carne humana pela cidade. Tudo isso para purificar as almas dos seres “do mal”. A polícia chegou até o local dos crimes na manhã do dia 11, em uma casa na rua das Emboadas, no bairro Jardim Petrópolis, em busca de duas mulheres desaparecidas. Chegando lá foram recebidos por uma criança de cinco anos que revelou, inocente, onde os pais estocavam a carne das vítimas que serviam de refeição para a família.


Trabalho Lead