Issuu on Google+

Escola Básica dos 2ºe 3º Ciclos Cónego Jacinto Gonçalves de Andrade

Ano Lectivo 2008/2009 Área de Projecto

Professores: Graça Dias e Cátia Silva Trabalho Elaborado por: André nº 2 Hélder nº 5 Jéssica S. nº 8 David nº 10


União Europeia O que é a União Europeia? Europeia?

A EU é constituída por 27 países europeus que aderiram a um projecto de integração política económica. Os países integrados são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos (Holanda), Polónia, Portugal, Reino Unido, Republica, Roménia, Suécia. Macedónia, Croácia e Turquia encontram-se em fase de integração. Os países fundadores da EU são: Alemanha, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo, Países Baixos Estes países são politicamente democráticos, com um estado de direito em actividade.

Quais são os símbolos da União Europeia?

Os símbolos que promovem a dimensão europeia são a Bandeira da União, o Lema da União, o Hino Europeu, a Moeda e o Dia da Europa.

Significado da Bandeira Europeia: 12 Estrelas Douradas Douradas – Solidariedade e Harmonia dos povos da Europa. Fundo Azul – A Perfeição e a União.

Objectivos da União Europeia: • • • • • •

Promover a unidade política e económica da Europa; Melhorar as condições de vida e de trabalho dos cidadãos europeus; Melhorar as condições de livre comércio entre os países membros; Reduzir as desigualdades sociais e económicas entre as regiões; Fomentar o desenvolvimento económico dos países em fase de crescimento; Proporcionar um ambiente de paz, harmonia e equilíbrio na Europa.


Os países da EU segundo o ano de adesão:

1957 ‘’Europa dos 6’’ • • • • • •

França; Alemanha; Itália; Países Baixos; Bélgica; Luxemburgo.

1973 ‘’Europa dos 9’’ • • •

Reino Unido; Irlanda; Dinamarca.

1981

1986

‘’Europa dos 10’’ •

Grécia.

2004

1995

‘’Europa dos 12’’ • •

Portugal; Espanha

‘’ Europa dos 15’’ • Suécia; • Finlândia; • Áustria.

2007

‘’Europa dos 25’’ • • • • • • • • • •

Estónia; Letónia; Lituânia; Polónia; República Checa; Eslováquia; Hungria; Eslovénia; Malta; Chipre.

‘’Europa dos 27’’ • Roménia; • Bulgária.


A Moeda Única: EURO (€) Com a decisão de unificação monetária e facilitação do comércio entre os países da União Europeia. Desde Janeiro de 2002 os países membros com a excepção da Grã-Bretanha adoptaram o Euro para sua moeda.

Notas e moedas de Euro

Objectivos da União Europeia: • • • • • •

Promover a unidade política e económica da Europa; Melhorar as condições de vida e de trabalho dos cidadãos europeus; Melhorar as condições de livre comércio entre os países membros; Reduzir as desigualdades sociais e económicas entre as regiões; Fomentar o desenvolvimento económico dos países em fase de crescimento; Proporcionar um ambiente de paz, harmonia e equilíbrio na Europa.

Quem são os “pais” da União Europeia? Cinco personalidades contribuíram de forma particular para a criação da União Europeia: Konrad Adenauder, Alcide de Gasperi, Jean Monnet, Robert Schuman e Paul-Henri Spaak. Qual é o Dia da Europa? O 9 de Maio é o Dia da Europa. Nasceu no Conselho Europeu de Milão, de 28 e 29 de Junho de 1985 e foi celebrado pela primeira vez em 1986. Inicialmente dirigido em particular à comunidade escolar, o 9 de Maio é hoje um dos símbolos da União Europeia e constitui uma oportunidade para desenvolver actividades e festejos que aproximam a Europa dos cidadãos. Quais são as línguas oficiais da União Europeia? A União Europeia possui, desde 1 de Janeiro de 2007, 23 línguas oficiais: Búlgaro, Checo, Dinamarquês, Alemão, Estónio, Grego, Inglês, Irlandês, Espanhol, Francês, Italiano, Letão, Lituano, Húngaro, Maltês, Neerlandês, Polaco, Português, Eslovaco, Esloveno, Finlandês, Romeno e Sueco. Quais são os países da zona euro? A partir de 1 de Janeiro de 2008, são 15 os Estados-Membros que adoptaram o euro, a moeda única: Bélgica, Alemanha, Grécia, Espanha, França, Irlanda, Itália, Chipre, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Áustria, Portugal, Eslovénia, Finlândia. A Eslováquia deverá aderir a 1 de Janeiro de 2009.


Países Países da União Europeia

Alemanha

Ano de adesão à União Europeia: Membro Fundador Sistema político: República Federal Capital: Berlim Superfície: 356 854 km² População: 82,6 Milhões de Habitantes Moeda: Euro Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: Alemão A Alemanha tem a maior quantidade de habitantes. Sendo ela uma República Federal. Depois da queda do Muro de Berlim em 1989, a antiga RDA (República Democrática da Alemanha) foi incluída na República Federal, que deu o começo à adesão de cinco novos Bundeslander à União Europeia. A Alemanha é a língua com maior número de falantes na EU. A Alemanha é a terceira maior Economia Mundial, dando mais importância aos domínios da produção automóvel, da indústria mecânica de precisão, do equipamento electrónico e de comunicações.

Muro de Berlim

Catedral de Colônia


Áustria

Ano de adesão à União Europeia: 1995 Sistema político: República Federal Capital: Viena Superfície: 83 858 km² População: 8,3 Milhões de Habitantes Moeda: Euro Escutar a língua oficial da UE: UE Alemão Os Alpes dominam a parte ocidental e meridional da Áustria, ao passo que as províncias orientais, bem como a capital, Viena, situam-se na bacia do Danúbio. Até ao fim da Primeira Grande Guerra, durante vários séculos a Áustria foi um vasto Império que dominava grande parte da Europa Central. Viena recebeu várias organizações internacionais sobretudo o Secretariado da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa. A Áustria tem uma economia mista, industrial e agrícola, sendo o turismo também uma importante fonte de rendimento. As especialidades culinárias austríacas, como o Wiener Schnitzel e o Apfelstrudel, tornaram-se pratos internacionais que dispensam qualquer tradução.

Kunsthistorisches Museum (Viena)

Palácio e Jardim de Shönbrunn


Bélgica

Ano de adesão à União Europeia: Membro fundador Sistema político: Monarquia Constitucional Capital: Bruxelas Superfície: 30 158 km² População: 10.5 Milhões de Habitantes Moeda: Euro Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada falada (s) no país: país: Francês, Neerlandês, Alemão A Bélgica é um Estado Federal dividido em três regiões: a Flandres neerlandófona (a Norte), a Valónia francófona (a Sul), e Bruxelas (capital bilingue), onde o francês e o neerlandês partilham entre si o estatuto de línguas oficiais. A leste, existe ainda uma pequena comunidade germanófona com cerca de 70 000 habitantes. A paisagem belga é muito variada: 67 quilómetros de costa marítima e de planícies na costa do Mar do Norte, colinas na parte central e florestas nas terras altas da região das Ardenas, a sudeste. Independente, desde 1830, a Bélgica é uma Monarquia Constitucional. O Parlamento bicamaral é composto pela Câmara dos Representantes, cujos deputados são eleitos por um mandato de quatro anos, e pelo Senado ou Câmara Alta, cujos membros são eleitos ou designados por cooptação. Dadas as suas características políticas, a Bélgica é geralmente dirigida por governos de coligação. A Bélgica é famosa pelos seus chocolates apreciados no mundo inteiro. O prato favorito dos belgas é os mexilhões com batatas fritas, as quais, de acordo com a lenda, seriam uma invenção belga.

Manneken Pis

Chocolate Belga


Bulgária

Ano de adesão à União Europeia: 2007 Sistema político: República Capital: Sófia Superfície: 111 000 km² População: 7.7 Milhões de Habitantes Moeda: Lev Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: Búlgaro Situada no coração dos Balcãs, a Bulgária possui uma grande diversidade de paisagens, predominando, a norte, as vastas planícies das margens do Danúbio e, a sul, as montanhas e planaltos. A leste, a costa do Mar Negro atrai turistas durante o ano inteiro. Fundada em 681, a Bulgária é um dos mais antigos Estados da Europa, sendo a sua história marcada pela sua situação geográfica na confluência da Europa com a Ásia. Cerca de 85% da população é constituída por cristãos ortodoxos e 13% por muçulmanos. A população de origem turca representa 10% e a de origem romanichel 3%. De igual modo, a cozinha tradicional búlgara é uma mistura de influências do ocidente e do oriente. Os pratos típicos são à base de iogurte que, segundo a crença popular, assegura longevidade a quem o consome regularmente. A Assembleia Nacional da Bulgária (parlamento unicamaral) é composta por 240 membros eleitos por um mandato de quatro anos. As principais exportações da Bulgária são constituídas por produtos industriais leves, produtos alimentares e vinhos, competindo com êxito nos mercados europeus. A Bulgária é conhecida pela sua música popular, tendo mesmo sido gravada uma canção pela Voyager Golden Record que foi depois enviada para o espaço pela NASA. Entre os búlgaros mais célebres destacam-se a filósofa Julia Kristeva, Elias Canetti, Prémio Nobel da Literatura, em 1981, e o escultor Christo Javachev (“Christo”) o criador de muitas esculturas de exterior pouco ortodoxas.

O Monastério de Rila

Catedral Alexandre NevskiSofia


Chipre Ano de adesão à União Europeia: 2004 Sistema político: República Capital: Nicósia Superfície: 9 000 km² População: 0.8 Milhões de Habitantes Moeda: euro Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: Grego, Inglês Chipre é a maior ilha do Mediterrâneo Oriental, estando situada a sul da Turquia. As duas regiões montanhosas (Carpas a norte e Trogodos na parte central e a sudoeste da ilha) estão separadas pela planície fértil de Mesoreia. Chipre foi desde tempos remotos um ponto de passagem entre a Europa, a Ásia e África, existindo ainda hoje inúmeros vestígios das sucessivas civilizações (moradias e teatros romanos, igrejas e mosteiros bizantinos, castelos do tempo dos cruzados e testemunhos de habitats pré-históricos. As principais actividades económicas da ilha são o turismo, a exportação de vestuário e de artesanato e a marinha mercante. O artesanato tradicional inclui bordados, cerâmica e trabalhos em cobre. As especialidades locais são os tradicionais meze, que são servidos como prato principal, o queijo halloumi e a aguardente zivania. Após a ocupação da parte norte da ilha pela Turquia em 1974, as comunidades cipriotas grega e turca ficaram separadas pela chamada Linha Verde. Chipre é mais conhecida como a Ilha de Afrodite, a deusa do amor e da beleza, que, segundo a lenda, aí terá nascido.

Mosteiro de Stavrovouni (séc. IV)


Dinamarca Dinamarca

Ano de adesão à União Europeia: 1973 Sistema político: Monarquia Constitucional Capital: Copenhaga Superfície: 43 094 km² População: 5.4 Milhões de Habitantes Moeda: Coroa Dinamarquesa Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: país Dinamarquês O território da Dinamarca é constituído pela península da Jutlândia (Jylland) e cerca de 400 ilhas, 82 das quais são habitadas, sendo Funen (Fyn) e a Zelândia (Sjælland) as maiores. A Dinamarca possui um importante sector da pesca e uma grande frota mercante. As suas principais indústrias concentram-se nos sectores alimentar, químico, de maquinaria, da metalurgia, dos equipamentos electrónico e de transporte, da cerveja, do papel e da madeira. O turismo ocupa também um lugar importante na actividade económica do país. Do século VIII ao século X, os dinamarqueses, então conhecidos por Viquingues, juntamente com os noruegueses e os suecos, colonizaram, invadiram e praticaram o comércio nos quatro cantos da Europa. Hoje, os dinamarqueses orgulham-se de viver num Estado que assegura uma sólida protecção social a todos os seus cidadãos. A Dinamarca é uma monarquia constitucional regida pela Constituição de 1953. O Parlamento unicamaral, ou Folketing, é composto por 179 deputados eleitos. Entre os mais célebres dinamarqueses contam-se o famoso escritor de contos infantis, Hans Christian Andersen, a escritora Karen Blixen e o designer Arne Jacobsen. O cinema dinamarquês ganhou fama internacional graças ao realizador de cinema experimental, Lars von Trier. Entre as especialidades culinárias, refira-se, por exemplo, smørrebrød (uma espécie de canapés), as batatas cozidas ou caramelizadas, a couve-rouxa e os assados de carne de porco ou de pato.


Eslováquia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Bratislava Superfície: Superfície 49 000 km² População: População 5,4 Milhões de Habitantes Moeda: Moeda Coroa Eslovaca Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: Eslovaco A República Eslovaca acedeu à independência em Janeiro de 1993, após a cisão da Checoslováquia em duas Repúblicas independentes. O Rio Danúbio liga a Eslováquia, situada no coração da Europa Central, aos países vizinhos. A atracção natural mais famosa é os picos de Tatra, apreciados pelas suas paisagens e pelas infraestruturas para a prática de esquis. As terras da planície do Danúbio formam uma região fértil para a produção de trigo, centeio, batata, beterraba sacarina, fruta, tabaco e vinha. O Presidente da República, eleito por sufrágio universal directo, por um mandato de cinco anos, dispõe de poderes limitados. O Parlamento unicamaral é composto por 150 membros eleitos por um mandato de quatro anos. A população é composta por 86% de eslovacos, constituindo os húngaros, a principal minoria étnica. As fortificações existentes no cimo de muitas colinas são testemunho de uma longa história de invasões. Bratislava, onde, no passado, eram coroados os reis da Hungria, tem um importante património arquitectónico medieval e barroco. Os principais pratos tradicionais são os bolinhos de batata com queijo de cabra e a sopa de couve com salsicha. Entre os eslovacos mais conhecidos contam-se Štefan Banič que inventou o pára-quedas em 1913, o fundador da arte pop, Andy Warhol, ou Andrej Varchola, cujos pais eram originários do Leste da Eslováquia, sem esquecer a célebre orquestra Slovenská Filharmónia, criada em 1949.


Eslovénia Ano de adesão à União União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Liubliana Superfície: Superfície 20 000 km² População: População 2 Milhões de Habitantes Moeda: Moeda Euro Ouça a (s) língua(s) oficial(is) da UE falada(s) no país : Esloveno

A Eslovénia, uma das seis repúblicas que formavam a ex-Jugoslávia, acedeu à independência em 1991, quando da cisão da Jugoslávia. O país faz fronteira com a Itália, a Áustria, a Hungria e a Croácia. A Eslovénia situa-se na confluência das quatro grandes zonas geográficas europeias: alpina, dinárica, panónica e mediterrânica. O terreno é bastante montanhoso, sendo os eslovenos bons esquiadores e grandes caminhantes. A bandeira nacional eslovena ostenta os três picos do Triglav, que é a montanha mais alta da Eslovénia (2 864 metros).

O país fez parte do Império Austro-Húngaro. A capital, Liubliana, foi fundada no tempos dos romanos. A sua universidade, com mais de 50 000 estudantes, contribui para a vida cultural intensa da cidade. A actividade industrial do país concentra-se nos sectores de produção de componentes automóveis, produtos químicos, aparelhos eléctricos, produtos metálicos, têxteis e mobiliário. Entre as principais atracções turísticas contam-se as famosas grutas de Postojna, decoradas de estalactites e estalagmites. As inscrições murais revelam que os primeiros turistas visitaram as grutas em 1213. A cozinha eslovena foi muito influenciada pela dos países vizinhos. Assim, o Strudel e o Wiener Schnitzel vieram da Áustria, o risoto e os ravióli da Itália e o gulache da Hungria. O potica é um bolo esloveno especialmente apreciado. Entre os mais célebres eslovenos destacam-se o físico Jožef Stefan, o linguista Franc Miklošič e o arquitecto Jože Plečnik.


Espanha Ano de adesão à União Europeia: Europeia 1986 Sistema político: político Monarquia Constitucional Capital: Capital Madrid Superfície: Superfície 504 782 km² População: População 40,7 Milhões de Habitantes Moeda: Moeda Euro Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada falada (s) no país: país Espanhol A paisagem do território continental de Espanha é dominada por planaltos e cadeias montanhosas, como os Pirinéus e a Serra Nevada, onde nascem os grandes os rios, como o Ebro, o Douro, o Tejo e o Guadalquivir. O território espanhol inclui ainda as Ilhas Baleares, no Mediterrâneo, e as Ilhas Canárias, ao largo da costa africana. A Espanha é uma monarquia constitucional, com um monarca hereditário e um Parlamento bicamaral (as Cortes ou Assembleia Nacional). A Catalunha, o País Basco e a Galiza têm um estatuto especial, que lhes confere o direito de utilizar a sua própria língua e outros direitos, ao abrigo da Constituição de 1978, que consagra o respeito pela diversidade linguística e cultural numa Espanha unida. O país está dividido em 17 comunidades autónomas (regiões) governadas por autoridades eleitas directamente pela respectiva população. Os principais sectores da economia espanhola são a agricultura (especialmente fruta e produtos hortícolas, azeite e vinho), a pesca, os têxteis, a produção automóvel e o turismo. A Espanha possui um valioso património artístico e cultural, no qual se destacam os pintores Velázquez, no século XVII, Goya, nos séculos XVIII e XIX e Picasso, Dali e Miró, no século XX. A música e a dança características do flamenco espanhol são admiradas no mundo inteiro e “Dom Quixote”, a obra-prima de Cervantes, é um dos marcos da literatura europeia moderna. Importa ainda referir os realizadores de cinema Pedro Almodóvar, Alejandro Amenábar e Luis Buñuel que foram várias vezes galardoados com prémios internacionais. Os pratos mais conhecidos da cozinha espanhola são a paella (arroz com frango, marisco e legumes) e a tortilha (omeleta com batata). A sangria (à base de vinho com mistura de frutas) é uma bebida refrescante muito apreciada.

Sagrada Família


Estónia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Tallin Superfície: Superfície 45 000 km² População: População 1,4 Milhões de Habitantes Moeda: Moeda Coroa Estónia Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: país Estónio A Estónia, o mais setentrional dos países Bálticos, tornou-se independente da União Soviética em 1991. O seu território é essencialmente constituído pelas planícies da costa oriental do Mar Báltico, por inúmeros lagos e ilhas e por grandes áreas agrícolas ou florestas. A língua estónia tem grandes afinidades com o finlandês e nenhuma com as línguas dos restantes países Bálticos (Letónia e Lituânia) nem com o russo. Cerca de um quarto da população da Estónia fala russo. A capital, Tallin, é uma das cidades medievais mais bem conservadas da Europa. O turismo representa 15% do PIB da Estónia. Os principais sectores da economia são a indústria metalomecânica, a produção alimentar, a metalurgia, o sector químico e os produtos de madeira. Muitos outros povos – dinamarquês, alemão, sueco, polaco e russo – dominaram esta região ao longo da história, o que também influenciou a cozinha estónia. Entre os pratos tradicionais mais apreciados figuram as enguias marinadas, a salsicha de sangue e o cozido de chucrute com carne de porco. Entre os estónios famosos destacam-se o escritor Jaan Kross, cuja obra está traduzida em 20 línguas, o autor da epopeia nacional (“Kalevipoeg”), Friedrich Reinhold Kreutzwald, e o escritor, realizador cinematográfico, diplomata e político Lennart Meri.


Finlândia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 1995 Sistema político: político República Capital: Capital Helsínquia Superfície: Superfície 338 000 km² População: População 5,2 Milhões de Habitantes Moeda: Moeda euro Ouça a (s) língua (s) oficial (is) da UE falada (s) no país: país Finlandês, Sueco A Finlândia, um país de florestas e lagos, é talvez essencialmente conhecida pela sua beleza natural bem preservada. No extremo norte do país, a região das noites brancas, o sol não se põe durante quase dez semanas de Verão e no Inverno, nessa mesma região, não nasce o dia durante cerca de oito semanas. Uma vez que a Finlândia fez parte da Suécia durante setecentos anos (desde o século XII até 1809) cerca de 6% da população fala sueco. A Finlândia acedeu à independência após a Revolução Russa em 1917, ano em que foi instaurada a República. O Parlamento unicamaral tem 200 deputados eleitos por um mandato de quatro anos. O país desenvolveu uma economia moderna e competitiva, sendo líder mundial no sector do equipamento de telecomunicações. As exportações são constituídas principalmente por equipamentos de telecomunicações e produtos do sector metalomecânicos, papel, pasta de papel e madeira, artefactos de vidro, aço inoxidável e cerâmica. A beleza natural do extremo norte inspirou muitos artistas, nomeadamente o compositor Jean Sibelius e o designer Alvar Aalto. A cozinha finlandesa sofreu influência continental, russa e sueca. Entre os pratos tradicionais contam-se pratos de peixe (especialmente ovas de salmão e rodovalho) e a carne de rena. Vale a pena provar os pastéis da Carélia (karjalanpiirakka) feitos de batata ou de arroz e o peixe e carne gorda de porco em crosta de pão de centeio (kalakukko).


França Ano de adesão à União Europeia: Membro Fundador Sistema político: República Capital: Paris Superfície: 550 000 km ² População: População: 59,6 Milhões de Habitantes Moeda: Euro Ouça a(s) língua(s) oficial(ais) da UE falada(s) no país: Francês O território da França, um dos maiores países da Europa, estende-se do Mar do Norte ao Mediterrâneo. A sua paisagem diversificada, caracteriza-se por regiões montanhosas a leste e a sul, incluindo o Pico do Monte Branco (4 810 m) nos Alpes que é o ponto mais alto da Europa Ocidental, e por extensas planícies atravessadas por quatro rios: o Sena, a norte, o Loire e o Garona, que correm para oeste, e o Ródano que atravessa o lago Lemano e desagua no Mar Mediterrâneo. O Presidente da República desempenha um papel político importante: preside as reuniões do Conselho de Ministros e assume a tutela de primordial importância da política externa e da defesa, cabendo ao Primeiro-Ministro a gestão corrente do país. O Presidente é eleito por sufrágio directo por um mandato de cinco anos. O Parlamento é composto pela Assembleia Nacional, cujos deputados são eleitos por sufrágio directo, para um mandato de cinco anos, e pelo Senado, cujos membros são designados por um colégio eleitoral. A economia da França caracteriza-se por indústrias de ponta e por um sector agrícola eficiente. A sua actividade industrial concentra-se principalmente nos sectores da construção automóvel e aeroespacial, das tecnologias da informação, da electrónica, dos produtos químicos e farmacêuticos e da moda. São franceses alguns dos mais influentes escritores e pensadores europeus, como Descartes e Pascal, no século XVII, Rousseau e Voltaire, no século XVIII, Balzac, Baudelaire e Flaubert, no século XIX, e Sartre e Camus, no século XX, bem como pintores mundialmente famosos, como Renoir, Monet, Cézanne, Gauguin, Matisse e Braque, para citar apenas alguns.

Arco do Triunfo

Torre Eiffel


Grécia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 1981 Sistema político: político República Capital: Capital Atenas Superfície: Superfície 131 957 km² População: População 11 Milhões de Habitantes Moeda: Moeda Euro país: Grego Ouça a(s) língua(s) oficial(is) da UE falada(s) no país Situada próximo da intersecção entre a Europa e a Ásia, a Grécia é o Estado mais meridional da Península Balcânica, no sudeste da Europa e conta mais de 2 000 ilhas nos mares Egeu e Jónico, das quais somente 170 são habitadas. O Monte Olimpo é o pico mais alto do país. A Grécia é um dos berços da civilização europeia, tendo os seus sábios da Antiguidade fortemente contribuído para o progresso da filosofia, da medicina, da matemática e da astronomia. As cidades-Estado gregas foram pioneiras do desenvolvimento das formas de governo democrático. A herança histórica e cultural da Grécia continua a repercutir-se no mundo moderno nos campos da literatura, arte, filosofia e política. Actualmente, a Grécia tem uma estrutura republicana, baseada na Constituição de 1975. Os 300 deputados do Parlamento unicamaral são eleitos por um mandato de quatro anos. O país está dividido em 13 regiões administrativas. Mais de metade da indústria grega está concentrada na região de Atenas. Os principais sectores da economia grega são a agricultura, o turismo, a construção civil e a construção naval. Entre os gregos mais conhecidos do nosso tempo contam-se o realizador Kostas Gavras, o Prémio Nobel Odysseus Elitis e o compositor Mikis Theodorakis. A cozinha grega é geralmente preparada à base de carne de borrego e de cabrito, mas os pratos de peixe são igualmente muito apreciados. O azeite, que é produzido em grandes quantidades, acentua o sabor peculiar da comida grega.

Acrópole


Hungria Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Budapeste Superfície total: total 93 000 km² População: População 10,1 milhões de habitantes Moeda: Moeda forint Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Húngaro A Hungria é um país sem litoral, que faz fronteira com muitos países, designadamente, a Eslováquia, a Ucrânia, a Roménia, a Sérvia, a Croácia, a Eslovénia e a Áustria. O seu território é essencialmente plano, com montanhas de baixa altitude a norte. O Lago Balatão, uma estância turística muito popular, é o maior lago da Europa Central. Os húngaros descendem dos magiares que se instalaram na região dos Cárpatos em 896. A Hungria tornou-se um país cristão no ano 1000 sob o reinado de Santo Estêvão. A língua húngara não tem quaisquer afinidades com as dos países vizinhos, sendo apenas vagamente aparentada com o finlandês e o estónio. A capital, Budapeste, formou-se a partir de duas cidades distintas: Buda e Peste. Estendendo-se por ambas as margens do rio Danúbio, a cidade, que é conhecida pelas suas termas, possui um património cultural e histórico muito rico. A Hungria possui um Parlamento unicameral ou Assembleia Nacional que é constituído por 386 deputados, eleitos por um mandato de quatro anos. A Hungria possui alguns recursos naturais limitados (bauxite, carvão e gás natural), bem como solos férteis e terras aráveis. Os vinhos húngaros são apreciados em toda a Europa. O país exporta principalmente equipamento eléctrico e electrónico, maquinaria, produtos alimentares e produtos químicos. A Hungria é um país com grande tradição musical. A sua música popular serviu de inspiração a grandes compositores como Liszt, Bartók e Kodály. Entre os húngaros mais famosos, são de destacar Albert Szent-Györgyi, que descobriu a vitamina C, Imre Kertész, Prémio Nobel da Literatura, e o realizador István Szabó, vencedor de um óscar.

Monumento a Estêvão I da Hungria (Santo Estêvão)


Irlanda Ano de adesão à União Europeia: 1973 Sistema político: República Capital: Dublim Superfície: 70 000 km² População: 4 milhões de habitantes Moeda: euro Ouça a(s) língua(s) oficial(is) da UE falada(s) no país: Inglês, Irlandês Desde a sua adesão à União Europeia em 1973, a República da Irlanda (Éire) sofreu profundas transformações, passando de uma sociedade predominantemente agrícola para uma economia moderna e tecnologicamente avançada, sendo conhecida como o Tigre Celta. As regiões planas do interior são essencialmente constituídas por terrenos agrícolas, com excepção de algumas zonas ligeiramente acidentadas, e por grandes áreas de pântanos e lagos. A oeste erguem-se montanhas costeiras que atingem, por vezes, mais de 1 000 m de altitude. Cerca de um terço da população vive em Dublim. A Câmara Baixa do Parlamento ou Dáil é composta por 166 deputados e a Câmara Alta, ou Seanad, é composta por 60 membros. As eleições para o Parlamento são realizados de cinco em cinco anos. Embora a Irlanda tenha atravessado ao longo da sua história períodos agitados e conturbados, os irlandeses sempre foram conhecidos pelo seu gosto pela música e pelas suas lendas. Muitas vezes referida como terra de santos e de sábios, a Irlanda foi o berço de muitos escritores famosos de língua inglesa, como Yeats, Joyce, Beckett, Wilde e Shaw e de grupos e cantores de rock mundialmente conhecidos, como os U2, The Corrs e Sinead O’Connor. A cozinha tradicional irlandesa é essencialmente conhecida por pratos simples à base de legumes cozidos como por exemplo, batata, cenoura, nabo e cherivia.

Castelo do século XII


Itália Ano de adesão à União União Europeia: Europeia Membro fundador Sistema político: político República Capital: Capital Roma Superfície total: total 301 263 km² População: População 57,3 milhões de habitantes Moeda: Moeda euro Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Italiano O território italiano, predominantemente montanhoso, com excepção da planície do Pó na região da Emilia-Romagna, estende-se dos Alpes ao Mar Mediterrâneo, onde se situam as ilhas da Sicília, da Sardenha, de Elba e cerca de 70 ilhas mais pequenas. Na península italiana existem dois pequenos Estados independentes: a Cidade do Vaticano, em Roma, e a República de São Marinho. O Parlamento, bicameral, é constituído pelo Senado (Senato della Repubblica), ou Câmara Alta, e pela Câmara dos Deputados (Camera dei Deputati). As eleições têm lugar de cinco em cinco anos. Os principais sectores da economia italiana são o turismo, a moda, a construção mecânica, os produtos químicos, o sector automóvel e a alimentação. As regiões do Norte contam-se entre as mais ricas da Europa em termos de rendimento per capita. A península italiana foi não só o berço do vasto império Romano, que deixou um imenso património arqueológico, cultural e literário, mas também do humanismo medieval e do Renascimento, que tanto contribuiu para moldar o pensamento político, a filosofia e a arte da Europa, através de personalidades como Maquiavel, Dante, Leonardo da Vinci e Galileu. A lista de artistas italianos famosos é longa e nela figuram Giotto, Botticelli, Leonardo da Vinci, Miguel Ângelo, Tintoretto e Caravaggio. O país também foi berço de compositores de ópera como Verdi e Puccini e cineastas como Federico Fellini e Luchino Visconti. A gastronomia italiana é das mais requintadas e variadas da Europa, indo desde as saborosas receitas características de Nápoles e da Calábria até aos pratos à base de pesto da Ligúria, passando pelos risotti (pratos de queijo e arroz) dos Alpes italianos.

Torre de piza


Letónia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Riga Superfície total: total 65 000 km² População: População 2,3 milhões de habitantes Moeda: Moeda lats Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Letão A Letónia tornou-se independente da União Soviética em 1991. Situada na costa do Mar Báltico, a Letónia é um país de baixo relevo com vastas áreas florestais que fornecem madeira para os sectores da construção e da indústria do papel. O país tem uma grande variedade de fauna selvagem. A Letónia produz também bens de consumo, têxteis e máquinas-ferramenta. O país atrai turistas de toda a Europa. A população é composta por letões (59% ) e russos (29%), mais de um terço dos quais vivem na capital, Riga. Fundada em 1201, Riga é a maior das cidades dos três Estados bálticos, com uma população de 730 000 habitantes. Com 43 metros, a Estátua da Liberdade de Riga é um dos monumentos mais altos da Europa. O Parlamento unicameral da Letónia, o Saeima, é constituído por 100 deputados eleitos por sufrágio universal directo por um mandato de quatro anos. O Presidente é eleito pelo Parlamento, por um período também de quatro anos. Entre os letões mais famosos conta-se o pintor expressionista Mark Rothko e o compositor contemporâneo Pēteris Vasks. As especialidades típicas da cozinha letã mais conhecidas são as speėa pīrādziĦi (empadas de toucinho) e uma sopa fria refrescante à base de natas ácidas.


Lituânia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Vilnius Superfície total: total 65 000 km² População: População 3,4 milhões de habitantes Moeda: Moeda litas Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Lituano Dos três Estados Bálticos, a Lituânia é o país situado mais a sul. É também o maior quer em superfície quer em número de habitantes. A Lituânia foi a primeira república soviética ocupada a tornar-se independente da União Soviética e a recuperar a sua soberania através da declaração da independência de 11 de Março de 1990. A paisagem da Lituânia é essencialmente plana, com excepção das regiões de colinas de baixa altitude a oeste e de planaltos a leste. O seu ponto mais alto, Aukštasis, fica situado a 294 metros de altitude. Na Lituânia existem 758 rios, mais de 2800 lagos e uma zona costeira junto ao Mar Báltico de 99 km, principalmente destinados a actividades de lazer e à conservação da natureza. 30% do território é coberto por florestas. Cerca de 84% da população é de etnia lituana. As duas minorias mais importantes são as populações de origem polaca e russa, que representam, respectivamente, cerca de 6% e 5% da população. A língua lituana pertence à família das línguas indo-europeias. A capital, Vilnius, que é uma cidade pitoresca situada nas margens dos rios Neris e Vilnia, possui um dos centros históricos mais interessantes da Europa de Leste. A universidade de Vilnius, fundada em 1579, é constituída por um complexo de edifícios de estilo renascentista, com inúmeros pátios interiores, que formam uma espécie de cidade dentro da cidade. O Presidente lituano, eleito por sufrágio directo por um período de cinco anos, é especialmente activo na área da política externa e de segurança. O Parlamento lituano unicameral, o Seimas, tem 141 deputados. O prato mais famoso da Lituânia é provavelmente a sopa fria de beterraba. As batatas são um ingrediente recorrente da gastronomia lituana, sendo o prato mais popular as panquecas de batata e as Cepelinai, uma espécie de almôndegas de batata recheadas de carne, requeijão ou cogumelos.


Luxemburgo Ano de adesão à União Europeia: Membro fundador Sistema político: Monarquia Constitucional Capital: Luxemburgo Superfície: 2 586 km² População: 0,4 milhões de habitantes Moeda: euro Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Francês, Alemão O Grão-Ducado do Luxemburgo é um pequeno país, que faz fronteira com a Bélgica, a França e a Alemanha e cuja história é indissociável da dos países vizinhos. O seu território é essencialmente constituído por planaltos e florestas.Ao longo da sua História, o Luxemburgo esteve sob o domínio de muitos Estados e casas reais, mas constitui, desde o século X, uma entidade política distinta, embora nem sempre autónoma. Actualmente, o Luxemburgo é um Grão-Ducado hereditário com um sistema parlamentar unicamaral. A língua nacional, o luxemburguês (Letzeburgesch), é parecida com o alemão, que é a língua mais falada pelos luxemburgueses e nos meios de comunicação social, sendo o francês a língua utilizada para fins administrativos. A estrutura da economia luxemburguesa assenta principalmente nos sectores bancário, dos seguros e da indústria siderúrgica, mas a produção agrícola e vitivinícola são também importantes. Muitos pratos típicos luxemburgueses são característicos de regiões florestais, como o guisado de lebre e o presunto das Ardenas. Outras especialidades são os pratos à base de trutas e lúcios dos seus rios. No vale do rio Mosela, que se estende também pelo território da Alemanha, produzem-se vinhos brancos muito apreciados. À semelhança de outros países do Norte da Europa, o Luxemburgo é também conhecido pelas suas cervejas.


Malta Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital La Valeta Superfície total: total 316 km² População: População 0,4 milhões de habitantes Moeda: Moeda euro Oiça uma das línguas oficiais da UE faladas no país: país Maltês, inglês Malta é um arquipélago constituído por sete ilhas do Mediterrâneo, das quais só as três maiores (Malta, Gozo e Comino) são habitadas. O terreno é pouco acidentado e rochoso, com um litoral de falésias. Situada no centro do Mediterrâneo, Malta foi desde sempre um espaço de convergência de várias civilizações, com uma história milenar. Habitado desde cerca de 5200 a.C., o país foi palco de uma importante civilização pré-histórica anterior à chegada dos fenícios, que deram à ilha principal o nome de Malat, que significa “porto seguro”. Durante alguns séculos, as ilhas foram sede da Ordem dos Cavaleiros de São João do Hospital, tendo depois feito parte do Império Britânico. Malta tornouse independente em 1964. O Governo maltês é presidido pelo líder do partido que disponha de uma maioria de deputados na Câmara dos Representantes ou, em maltês, Kamra tarRappreŜentanti. A língua nacional é o maltês, que faz parte da família de línguas semíticas, que inclui o árabe. O inglês também é língua oficial e muitos malteses também falam italiano. O turismo é uma actividade económica importante em Malta, mas observa-se igualmente um crescimento do sector dos serviços. Na cozinha tradicional maltesa destacam-se as sopas (minestrone, sopa de peixe), os pratos de massa e pastelaria. Os pratos recheados também são típicos, sendo o Stuffat Tal-Fenek (estufado de coelho) um prato nacional.


Países Baixos Ano de adesão à União Europeia: Europeia Membro fundador Sistema político político: ico Monarquia constitucional Capital: Capital Amesterdão Superfície total: total 41 526 km² População: População 16,4 milhões de habitantes Moeda: Moeda euro Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Neerlandês Os Países Baixos, como o nome indica, são um país de muito baixa altitude, com cerca de um terço do território ao nível do mar ou abaixo deste. Muitas zonas estão protegidas contra as inundações por diques e paredões. Grande parte das terras foram conquistadas ao mar, sendo o polder da Flevolândia o caso mais recente. O Parlamento (ou Staten-Generaal) é constituído por duas Câmaras: uma com 75 membros, eleitos indirectamente e que dispõem de poderes limitados, e outra, a Câmara Baixa, cujos membros são eleitos directamente. Os membros das duas Câmaras são eleitos por um mandato de quatro anos. Devido ao sistema multipartidário, todos os governos são formados por coligações. A actividade industrial dos Países Baixos concentra-se essencialmente nos sectores da produção de alimentos, dos produtos químicos, da refinação de petróleo, dos produtos eléctricos e da maquinaria electrónica. O sector agrícola, muito conhecido pelas plantas e pela floricultura, também é muito dinâmico. O porto de Roterdão é o porto com maior volume de tráfego da Europa, servindo o interior (hinterland) que se estende pela Alemanha e pela Europa Central. Os Países Baixos marcaram a história da pintura europeia, em especial no século XVII, a época dos grandes mestres holandeses, como Rembrandt van Rijn, Johannes Vermeer e Jan Steen. Mas os séculos XIX e XX não são menos dignos de destaque, graças a grandes artistas como Vincent van Gogh e Piet Mondriaan. As especialidades culinárias mais conhecidas dos Países Baixos são o arenque cru, as enguias fumadas e a sopa de ervilhas, sem esquecer uma grande variedade de queijos, como o Edam e o Gouda.


Polónia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Varsóvia Superfície Superfície: ície 313 000 km² População: População 38,2 milhões de habitantes Moeda: Moeda zloty Ouça a(s) língua(s) oficial(is) da UE falada(s) no país: Polaco O Norte da Polónia, que se estende até ao Mar Báltico, é quase exclusivamente constituído por terras baixas enquanto a Sul se eleva a cordilheira dos Cárpatos (incluindo o maciço de Tatra). A Masúria é a maior e mais visitada região de lagos da Polónia. A Polónia é um Estado milenar que, no século XVI, era também um dos mais poderosos da Europa. O rei João III Sobieski da Polónia fez levantar o cerco de Viena em 1683, pondo termo à ameaça de uma eventual ocupação da Europa Ocidental. A Polónia possui uma grande riqueza em recursos minerais naturais, nomeadamente, sal-gema, formando as minas de sal de Wieliczka uma verdadeira cidade, talhada na rocha de sal, com um sanatório, um teatro, uma igreja e um café, onde tudo, desde as escadas aos candelabros, é feito de sal. A actual Constituição polaca data de 1997. O Presidente é eleito por sufrágio universal por um mandato de cinco anos. Os 460 membros da Câmara Baixa do Parlamento (o Sejm) e os 100 membros do Senado são eleitos directamente, de acordo com o sistema de representação proporcional, por um mandato de quatro anos. A cozinha tradicional polaca inclui a sopa de beterraba, a couve recheada (folhas de couve recheadas com carne e arroz) e os pierogi (uma espécie de ravióis recheados com couve e cogumelos, por exemplo). Entre os polacos mais famosos destacam-se o astrónomo Copérnico, o compositor Chopin, a cientista Maria Curie-Sklodowska, os realizadores de cinema Roman Polanski e Krzysztof Kieslowski e o Papa João Paulo II.


Portugal Ano de adesão à União Europeia Europeia: 1986 Sistema político: político República Capital: Capital Lisboa Superfície total: total 92 072 km² População: População 10,4 milhões de habitantes Moeda: Moeda euro Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Português Portugal, um país com uma história marcada pelos descobrimentos e pelos feitos dos seus navegadores, está situado na Península Ibérica, sendo a sua costa banhada pelo Oceano Atlântico. A história de Portugal deixou marcas indeléveis na cultura do país, sendo notáveis a influência mourisca e oriental na arquitectura e nas artes. Durante os últimos três milénios, o território português foi testemunha de uma sucessão de civilizações, tendo a cultura do país sido influenciada por fenícios, gregos, celtas, cartagineses, romanos e árabes. No século XV, os intrépidos navegadores portugueses, entre os quais figura Vasco da Gama, partiram à descoberta de novas terras, construindo um vasto império ultramarino. A Universidade de Coimbra, criada em 1290, é uma das mais antigas da Europa. O Presidente da República, eleito por sufrágio universal por um mandato de cinco anos, tem poderes limitados. A Assembleia da República é composta por 230 deputados, eleitos por um mandato de quatro anos. Portugal sempre esteve bem representado no domínio das artes. Entre os poetas mais famosos, figuram Luís de Camões e Fernando Pessoa. Nas últimas décadas, alguns futebolistas portugueses como Eusébio, Luís Figo e Cristiano Ronaldo atingiram fama mundial. Durante o mês de Junho, celebram-se um pouco por todo o país várias festividades dedicadas aos três santos conhecidos por Santos Populares onde merecem papel de destaque as danças e canções populares. Portugal é também conhecido pelo fado, um tipo de canto muito melancólico. Cada região de Portugal tem os seus próprios pratos típicos à base de carne, de peixe ou de marisco, existindo mais de cem receitas para cozinhar o bacalhau.


Reino Unido Ano de adesão à União Europeia: Europeia 1973 Sistema político: político Monarquia constitucional Capital: Capital Londres Superfície total: total 244 820 km² População: População 60,4 milhões de habitantes Moeda: Moeda libra esterlina Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Inglês O Reino Unido é constituído pela Inglaterra, pelo País de Gales, pela Escócia (que, em conjunto, formam a Grã-Bretanha) e pela Irlanda do Norte. A geografia do reino Unido é variada, incluindo falésias junto da costa, terras a alta e baixa altitudes e muitas ilhas ao largo da Escócia. A sua montanha mais alta, situada na Escócia, é Ben Nevis, com 1343 metros de altitude. O Reino Unido é uma monarquia constitucional e uma democracia parlamentar. A principal câmara do Parlamento, a Câmara Baixa (Câmara dos Comuns), é composta por 646 deputados eleitos por sufrágio universal, e a Câmara Alta (Câmara dos Lordes), por cerca de 700 membros, que são os Pares do Reino nomeados a título vitalício ou hereditário e os bispos. Existe também um Parlamento escocês, em Edimburgo, com amplos poderes regionais e uma Assembleia galesa, em Cardiff, com poderes mais limitados para as questões relativas ao País de Gales mas que pode legislar em certas áreas. Os ingleses representam mais de 80% da população, os escoceses quase 10%, sendo a restante população constituída essencialmente por galeses e irlandeses do Norte. O Reino Unido possui também várias comunidades de imigrantes oriundos principalmente das Índias Ocidentais, da Índia, do Paquistão, do Bangladesh e de África. A economia, uma das mais importantes da UE, assenta cada vez mais no sector dos serviços, embora mantenha uma importante presença no sector da alta tecnologia, assim como noutros sectores. A City de Londres é um centro financeiro mundial. O Reino Unido, país da revolução industrial, foi berço de muitos cientistas, entre os quais se destacam Isaac Newton e Charles Darwin. O fundador da economia moderna, Adam Smith, era escocês. A literatura inglesa conta com inúmeros poetas, dramaturgos, ensaístas e romancistas, que vão desde Geoffrey Chaucer, passando por Shakespeare e pelos seus contemporâneos, até uma série de escritores modernos como Doris Lessing, Prémio Nobel da Literatura, e J. K. Rowling, autora da série infanto-juvenil Harry Potter. O Reino Unido oferece uma gama de especialidades regionais e tradicionais aos turistas que o visitam o país. Por exemplo, na Escócia deixe-se tentar pelos Arbroath smokies (arinca defumada mal cozida) e na Irlanda do Norte por que não começar o dia com um pequeno-almoço à moda do Ulster composto por bacon frito, ovos, salsichas, soda farls (pãezinhos tipicamente irlandeses) ou pão à base de batata? Uma especialidade tradicional no País de Gales é pãezinhos laverbread, feitos


com laver (uma alga marinha comestĂ­vel) e aveia, comidos fritos e servidos com ovos, bacon e berbigĂľes. No norte de Inglaterra, o Lancashire hotpot feito com carne de borrego ou vaca, batatas e cebolas.


República Checa Ano Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2004 Sistema político: político República Capital: Capital Praga Superfície total: total 78 866 km² População: População 10,3 milhões de habitantes Moeda: Moeda coroa checa Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Checo A República Checa acedeu à independência em Janeiro de 1993 após a cisão da Checoslováquia em duas Repúblicas independentes. Antes da Segunda Guerra Mundial, a Checoslováquia era um dos dez países mais industrializados do mundo e o único país da Europa Central que continuou a ser uma democracia até 1938. A capital checa, Praga, é uma cidade milenar de grande riqueza arquitectónica, marcada por diferentes estilos ao longo da história, sendo, por esta razão, escolhida por muitos cineastas para aí rodarem os seus filmes. A indústria transformadora continua a ser uma importante actividade económica, concentrando-se a produção principalmente nos sectores automóvel, de maquinaria e metalo-mecânica. O sector da siderurgia (ferro e aço) é muito importante na Morávia, na região oriental do país. No sector agrícola, o milho, a beterraba sacarina, a batata, o trigo, o centeio e a cevada são as culturas predominantes. Cerca de 95% do território da República Checa é montanhoso, sendo um espaço ideal para praticar esqui ou BTT ou fazer grandes caminhadas. Nas suas inúmeras florestas vivem ursos selvagens e raposas. A República Checa produz cerveja de renome mundial, incluindo Pilsner. É produzido vinho nas regiões meridionais da Morávia e na região da Boémia. O país produz também bastante água mineral graças às suas mais de 900 fontes naturais (um verdadeiro recorde). Entre os pratos tradicionais, destacam-se os knedlíky, que são uma espécie de bolas feitas com batatas ou pão. Entre os checos mais famosos encontram-se o artista "Arte Nova" Alfons Mucha, os compositores Antonin Dvořák e Bedřich Smetana, os escritores Franz Kafka e Milan Kundera e o maratonista Emil Zátopek.


Roménia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 2007 Sistema político: político República Capital: Capital Bucareste Superfície: Superfície 238 000 km² População: População 21,8 milhões de habitantes Moeda: Moeda leu Ouça a(s) língua(s) oficial(is) da UE falada(s) no país: Romeno A Roménia, situada no sudeste da Europa, é um país montanhoso a norte, enquanto a sul se caracteriza pela vastidão do vale do rio Danúbio que forma um delta próximo do Mar Negro, constituindo uma reserva natural de vida selvagem onde existem inúmeras aves nativas e migratórias. O Parlamento da Roménia é constituído por duas Câmaras, o Senado (Senat), com 140 membros, e a Câmara dos Deputados (Camera DeputaŃilor ), com 345 deputados. Os membros de ambas as Câmaras são eleitos de quatro em quatro anos. A população da Roménia é composta por romenos (90%) e húngaros (7%). À semelhança de muitas outras línguas faladas no sul da Europa, o romeno deriva directamente do latim, embora o país esteja geograficamente separado dos outros países de língua românica por países de língua eslava. A Roménia possui recursos naturais consideráveis – petróleo, gás natural, carvão, ferro, cobre e bauxite. As principais actividades industriais são a metalurgia, a petroquímica e a indústria mecânica. Entre as especialidades culinárias, destacam-se as almôndegas de carne grelhadas, o guisado de carne de porco com alho e cebola e os donuts recheados de natas e queijo. A lenda arrepiante do Drácula baseia-se na vida do conde romeno Vlad Dracul que viveu no século XV e cujo filho ficou célebre pelo facto de, em tempos de guerra, empalar os seus inimigos. Entre os romenos mais célebres destacam-se o escritor Eugene Ionesco, a ginasta Nadia Comaneci e o compositor George Enesco.


Suécia Ano de adesão à União Europeia: Europeia 1995 Sistema político: político Monarquia constitucional Capital: Capital Estocolmo Superfície total: total 449 964 km² População: População 9,2 milhões de habitantes Moeda: Moeda coroa sueca Oiça a língua oficial da UE falada no país: país Sueco A Suécia é o país nórdico com maior número de habitantes. O país é separado da Noruega, a oeste, por uma cadeia de montanhas e partilha com a Finlândia o Golfo de Bótnia, no extremo norte do Mar Báltico. As regiões do sul são predominantemente agrícolas, mas à medida que se avança em direcção ao norte as florestas ocupam uma superfície cada vez maior. A densidade populacional também é mais elevada no sul da Suécia, principalmente no vale do Lago Mälaren e na região de Öresund. Em 1971, o Parlamento, ou Riksdag, tornou-se unicameral, sendo os seus 349 deputados eleitos de acordo com o sistema de representação proporcional por um mandato de quatro anos. A população sueca conta, pelo menos, com 17 000 nativos samis (ou lapões), uma comunidade cujo rendimento deriva essencialmente das renas. Existe também uma minoria da população sueca de origem finlandesa. A Suécia exporta automóveis, produtos do sector metalomecânico, aço, dispositivos electrónicos, equipamentos de comunicação e produtos derivados do papel. A Suécia teve um papel pioneiro nos primeiros tempos do cinema, sendo de destacar Mauritz Stiller e Victor Sjöström. Mais tarde, o realizador Ingmar Bergman e as actrizes Greta Garbo, Ingrid Bergman e Anita Ekberg fizeram carreira internacional. A música sueca está, para muitos, associada ao grupo Pop dos anos 70 ABBA. A cozinha sueca é conhecida pelos seus smorgåsbord (refeição à base de fatias de pão com diversas iguarias), arenques do Báltico, sopa de ervilhas e panquecas.


Países Países candidatos à União Europeia Antiga República Jugoslava da Macedónia Sistema político: República Capital: Skopje Superfície: 25 713 km² População: 2,05 milhões Moeda: denar A Antiga República Jugoslava da Macedónia tornou-se independente em 1991, na sequência da cisão da Jugoslávia. É um país sem litoral, situado no centro dos Balcãs, uma região montanhosa com bacias e vales profundos. A sua principal atracção turística é o Lago Ohrid, na fronteira ocidental com a Albânia. Dois terços da população é constituída pela etnia macedónia, embora exista também uma minoria albanesa significativa (25%) e duas pequenas minorias turca e cigana. A Constituição de 1991 foi alterada em 2001 a fim de conferir mais direitos às minorias. O Parlamento unicamaral, ou Sobranie, é compostopor 120 membros eleitos por um mandato de quatro anos. O Presidente, eleito por sufrágio universal, por um mandato de cinco anos, dispõe de poderes limitados. O país possui alguns recursos minerais, nomeadamente minério de ferro, cobre, chumbo e zinco. As principais actividades económicas concentram-se nos sectores da agro-indústria, do tabaco, dos têxteis, dos produtos químicos, do aço e do cimento. Entre as especialidades culinárias locais figuram a carne de porco com couve e cominhos, o pombo estufado e uma variante local de salada shopska (à base de tomate, pepino e queijo de ovelha), uma salada típica da região dos Balcãs.


Croácia Sistema político: político República Capital: Capital Zagrebe Superfície: Superfície 57 000 km² População: População 4,4 milhões de habitantes Moeda: Moeda kuna A Croácia tornou-se independente em 1991, na sequência da cisão da exJugoslávia. Na região de Zagorje, a norte da capital, Zagrebe, predominam as colinas, enquanto a fértil planície da Panónia, uma região de terras agrícolas, é delimitada a leste pelos rios Drava, Danúbio e Sava. As florestas cobrem mais de um terço do território da Croácia. O Parlamento da Croácia (o Sabor) é um órgão legislativo unicamaral, composto por 160 membros eleitos por sufrágio universal por um mandato de quatro anos. A economia da Croácia assenta principalmente na indústria ligeira e nos serviços, sendo também o turismo uma importante fonte de rendimento. A zona mais conhecida da Croácia é a costa da Dalmácia, graças às suas centenas de ilhas e às cidades históricas de Dubrovnik, Split e Zadar. Os seis sítios classificados Património da Humanidade e os oito parques nacionais são testemunho da imensa riqueza cultural da Croácia. Essa riqueza reflecte a história por vezes turbulenta de uma região que começou por fazer parte do Império Romano, servindo posteriormente de fronteira entre o Império AustroHúngaro e o Império Otomano. Entre os pratos típicos da cozinha croata figuram a carne grelhada, o presunto fumado da Dalmácia, as sardinhas salgadas, o queijo de ovelha e o salame condimentado com pimentão. A Croácia é também conhecida pelos seus vinhos que são fruto de uma longa tradição vitivinícola.


Turquia Sistema político: político República Capital: Capital Ancara Superfície: Superfície 775 000 km² População: População 70,2 milhões de habitantes Moeda: Moeda lira turca Situada na encruzilhada entre a Europa e a Ásia, a Turquia possui uma grande diversidade cultural e étnica. A sua história remonta às civilizações antigas, tais como a dos hititas, passando pelas épocas grega e romana (quando São Paulo propagou o cristianismo na região) e os impérios bizantino e otomano. A república moderna da Turquia foi fundada em 1923 segundo o modelo de Estado secular ocidental. Cerca de 98% da população é muçulmana. No sudeste da Turquia existe uma importante comunidade curda. No ano de 330, Constantinopla (hoje Istambul) situada nas margens do Bósforo, entre o Mar Negro e o Mar Mediterrâneo, tornou-se a capital do Império Bizantino, a parte oriental do Império Romano. O património arquitectónico turco inclui obras-primas tais como as mesquitas de Selimiye (do Sultão Selim) e Suleymaniye (do Sultão Solimão) e a Igreja de Santa Sofia mundialmente famosa, que foi transformada em mesquita sob o domínio otomano, sendo actualmente um museu. O vasto património arqueológico do país é também uma importante atracção turística. No seu apogeu, o Império Otomano era a potência dominante no Mediterrâneo oriental e meridional. A cozinha turca tem por principais ingredientes a carne de borrego, sendo também muito apreciado o iogurte de leite de cabra, misturado com pepino, alho ou hortelã. O café é uma bebida com uma longa tradição na Turquia, onde os cafés são locais de convívio muito apreciados. Entre os turcos mais célebres destaca-se o fundador da Turquia moderna, Mustafa Kemal Atatürk.


União Europeia