Issuu on Google+


são paulo companhia de dança


o fórum de dança é uma iniciativa destinada a pensar a dança, nos sentidos da formação, criação e produção, junto a grupos e profissionais que desenvolvem um trabalho permanente rio preto: 13 a 18 de abril votuporanga: 16 a 19 de abril 2009


Um lugar, um canto, uma canção, um conto.Inspirado em cantos e contos populares brasileiros. O espetáculo partiu da pesquisa musical do álbum “Músicas do Brasil”, do Livro de Fotografia “Maracatu do Baque Solto” de Pedro Ribeiro e Maria Lúcia Montes e do livro “Contos Tradicionais do Brasil” de Câmara Cascudo. O espetáculo se resume na transformação dos cortadores de cana-de-açúcar da zona-da-mata de Pernambuco, um ambiente nostálgico e religioso, para um ambiente rítmico, dançante e surreal do carnaval de Olinda.

‘CANTINHO DE NOIS’

j.garcia& cia. São Paulo-SP Rio Preto: 7, TERÇA 14H escola de educação infantil Creche IELAR (para alunos e frequentadores da entidade) 20H teatro municipal lançamento do fórum de dança Direção Artística e Concepção: Jorge Garcia. Coreografia: Henrique Lima Jorge Garcia e Marisa Bucoff. Elenco: Alexandre Magno, Marisa Bucoff e Jorge Garcia. Estagiários: Amanda Raimundo e André Graça. Música: Cantos Populares Brasileiros e DJ Dolores. Cenário: Henrique Lima e Jorge Garcia Figurinos: Marisa Bucoff e Jorge Garcia. Desenho de Luz e Direção de Cena: Ari Buccioni. Produção Executiva: Cria da Casa Comunicação e Cultura. Designer Gráfico: Sonaly Macedo. Fotos: Silvia Machado. DVD: Osmar Zampier.


As duas coreografias que constituem o espetáculo levam a assinatura de grandes nomes da dança internacional. Serenade, de George Balanchine (1904-1983), partiu de exercícios que procuravam esclarecer aos jovens bailarinos a distinção entre o bailado em sala de aula e a dança no palco. Gnawa é uma obra do consagrado criador Nacho Duato, diretor da Compañía Nacional de Danza (Espanha), inspirada no universo étnico e religioso de uma confraria mística muçulmana do norte da África. De origem sub-saariana, os gnawa incorporam cantos às suas práticas espirituais, e Duato adotou, como base da coreografia, canções dessa comunidade.

‘SERENADE’ e ‘GNAWA’

são paulo companhia de dança São Paulo - SP

Rio Preto: 13,SEGUNDA 16H30 ensaio aberto para estudantes da rede pública no teatro municipal humberto sinibaldi neto. 20H30 teatro municipal humberto sinibaldi neto - abertura oficial do 6º fórum de dança Diretora Artística: Iracity Cardoso. Diretora Artística Adjunta: Inês Bogéa. Coordenação de Ensaios (Professor): Ricardo Scheir. Ensaiadora (Professora): Daniela Stasi. Assistência Musical (Pianista): Leandro Setr. Bailarinos: Adriana Amorim, Airton Rodrigues, Alexandre Cardoso, Aline Campos, Allan Costa, Amanda Soares, Ammanda Rosa, Ana Paula Camargo, Artemis Bastos, Beatriz Hack, Carolina Amares, Daiane Camargo, Diego Mejía Neves, Duda Braz, Ed Louzardo, Elias Bouza,

Fabiana Ikehara, Fabyanna Nemeth, Felipe Antunes, Fernando Palma, Flávio Everton, Gabriel Conrad, Guilherme Maciel, Hebert Caetano, Irupé Sarmiento, Luiza Lopes, Manuel Gomes, Marcelo Germano, Michelle Molina, Milton Coatti, Morgana Cappellari, Patrícia Brandão, Paula Penachio, Priscilla Yokoi, Rafael Gomes, Raphael Panta, Renata Bardazzi, Rodolfo Saraiva, Roseli Zanardo, Rubem Barreto, Samuel Kavalerski, Sören Magnus, Thaís de Assis, Thamiris Prata, Uátila Coutinho, Williene Sampaio, Yoshi Suzuki. Coordenação de Produção e Turnê: Luca Baldovino. Coordenação de Projetos Educativos: Alexandra Itacarambi. Produção Executiva: Mirtes Mesquita. Produção: Stela Leite. Assistência de Produção: Carina Teixeira Arantes. Comunicação: Marcio Junji Sono, Flávia Fontes Oliveira.

Audiovisual: Charles Lima. Relações públicas: Franceschina Vilardo. Chefe de Palco: Samir KhanTécnico de Luz: Cristiano Pedott. Cenotécnico: Vinícius Simões. Técnico de Som: Rodolfo Dias Paes. Encarregada de Guarda-roupa: Inês Crepaldi. Costureiras/Camareiras: Vera Lúcia Pereira, Elizabete Roque. Coordenação Administrativa: Sílvia Kawata. Assessoria Administrativa: Mônica Takeda, Cristiane de Oliveira Aureliano. Assessoria de Direção: Sandra Regina Rodrigues dos Santos, Assistência Administrativa, Eduardo Bernardes da Silva, Rosely Lima. Secretaria de Direção: Zélia de Góes. Recepção: Edileusa Lopes Gomes. Assistência Geral: Maria da Conçolação Campos, Neide dos Santos Nery, Denílson Anselmo Laurindo. Fotos: João Caldas.


Agente Libre é uma companhia de dança contemporânea que iniciou suas atividades em 1999, sob direção de Félix Oropeza. Tem como objetivos desenvolver projetos de formação de recursos humanos para a dança, investigação e criação. La huida Ver um mundo num grão de areia, E o céu numa flor silvestre, Conter o infinito na palma da mão E a eternidade numa hora. (William Blake) Modelo a Escala Arè di arè aanu. Iyere di eyere aro. Bì ojù bà se mèji, won a wo ran. É agora um lugar triste. O canto ficou triste e melancólico. Quando são dois os olhos que miran, poden ver o que os acontecimientos nos deparan. Oriki Awon Baba Mi (Oturupon Meji)

agente libre Caracas, Venezuela

Rio Preto: LA HUIDA 14, TERÇA 20H área de convivência do sesc rio preto AUSENCIA 15, QUARTA 20H teatro municipal humberto sinibaldi neto Direção Artística: Félix Oropeza. Coordenação Geral: Oswaldo Marchionda. Diretor Técnico: Celso Neusi. Coreografía: Félix Oropeza. Intérpretes: Maria Cristina Rossell e Félix Oropeza. Figurinos: Efrén Rojas. Iluminacão: Richard Gómez.

‘LA HUIDA’ e ‘AUSENCIA’


Variacions Al-leluia do criador Juan Carlos García para a companhia Lanònima Imperial, é uma obra onde o movimento é o eixo dos acontecimentos. A dramaturgia simples é concebida como uma brincadeira de crianças - como nos contos de medo - que fala da presencia de seres terríveis e sobre o temor. A obra transcorre cheia de situações enigmáticas, de atmosferas em penumbras, de anjos caídos. Variacions Al-leluia quer mostrar que é no medo onde se desenvolve a coragem.

cia. lanònima imperial Barcelona, Espanha Rio Preto: 14, TERÇA 20H30 teatro do sesc rio preto Criação e Direção: Juan Carlos García. Elenco: Olga Clavel, Yester Mulens, Miryam Mariblanca, Mürfila. Cenografia: José Menchero. Direção musical: Oriol Rosell y Mürfila. Direção técnica: Manuel Martínez. Sonido: Marc Thio. Assistente coreográfico: Anna Roblas. Figurinos: José Menchero y Juan Carlos García. Management: Marc Périlhou. Produção: Albert Bonjoch.

‘VARIACIONS AL•LELUIA’


É na infância onde acontecem os primeiros encontros com o mundo. Alguns gratos e outro nem tanto. As primeiras experiencias giram em torno da família e escola, espaços que pressupõem experiências de amor e proteção porem muitas vezes acontece o contrário. Nesta obra a companhia se adentra nas vivencias de crianças vítimas de maus tratos ou abuso sexual na família ou escola mostrando os reflexos da dor, o silencio e o medo de falar.

cia. demo Santiago, Chile

Rio Preto: 15, QUARTA 16H ginásio de esportes do sesc rio preto para inscritos no programa curumim 18, SÁBADO 16H teatro do sesc rio preto Votuporanga: 17, SEXTA 20H concha acústica Direção e Coreografia: Paula Castillo. Intérpretes: Elena Arce, Susana Allende, Roberto Rojas, Verónica Toro, Valentina Chávez, Nicolás Fuentes,Paula Castillo. Iluminador: Felipe Conejeros.

‘ENTRE MIEDOS Y SILLAS’

Performance audiovisual: Ariel R. e Cía. DEMO. Edição de Vídeo: Paula Castillo. Realização de Teaser EMyS: Maria José Donoso. Vídeo e Câmara:

Italo Galgani e Paula Castillo. Textos: FIR, Teresa Sanhueza, Paula Castillo y Paulo Uribe. Apoiadores: Espacio Arte Nimiku; AKI Centro de Investigación; Sindicato Social e Cultural; Museo de la Educación Gabriela Mistral; BOX Equipamientos.


Espetáculo de dança cênica, pensado para espaços fechados, onde sete bailarinos desenvolvem uma serie de vinhetas que se entrelaçam entre elas, para finalmente dar o sentido ao todo. Cada personagem se desenvolve num perfil psicológico do eneagrama, na procura de una possível solução aos seus conflitos. O espetáculo inclui a interação com o vídeo, o uso da palavra e o jogo de sombras. “Lux Boreal explora em Scrabble terrenos íntimos, para logo coloca-los em jogo no ambiente social, humano, com o objetivo final de estabelecer um diálogo enriquecedor com o espectador…” (Juan Hernández – Crítico de Dança)

‘SCRABBLE’

cia. lux boreal Tijuana, México

Rio Preto: 14, TERÇA 16H ginásio de esportes do sesc rio preto para inscritos no programa curumim 15, QUARTA 20h30 teatro municipal humberto sinibaldi neto Diretor Geral, Bailarino e Coreógrafo: Ángel Arámbula. Diretor Artístico e Bailarino: Henry Torres. Bailarinos: Briseida López Inzunza, Azalea López Inzunza, Victoria Reyes Kiffmeyer, Raul Navarro, David Mariano. Coordenadora Técnica: Patrícia Pacheco Bermejo. Produção da turnê: Eunice Contreras Leal.


Los zuecos van hacia sus buenos hábitos, se fundamenta no trabalho de investigação do movimento e no corpo como motor da ação e argumento coreográfico. Este trabalho coreográfico se adentra no corpo e sua presença.

‘LOS ZUECOS VAN HACIA SUS BUENOS HABITOS’

cia. nómada Ilhas Canárias, Espanha Rio Preto: 16, QUARTA 20H área de convivência do sesc rio preto Votuporanga: 19, DOMINGO 15h no terminal rodoviário Coreografia e iluminação: Daniel Abreu. Intérprete: Roberto Torres. Música: Miguel Gil, Mozart, Fennesz e Klimerk. Fotografia: Élida Dorta. Vestuario: Dosinda Andrade. Produção: Compañía Nómada danza-teatro. Asistente de produção: Marliuz Borges. Técnico de palco: Grace Morales


Ao investigar momentos que inspiraram o poeta Manoel Bandeira no caminho de sua vida, o espetáculo extrai elementos que coloquem o bailarino/interprete dentro do universo poético do autor modernista, numa instalação coreográfica, com material cênico e de luz vindos de lugares inusitados, não comuns aos espetáculos de dança, propondo que o gestual possa provocar no espectador a sensação de estar ouvindo os poemas através dos movimentos.

balé de rio preto

São José do Rio Preto - SP Rio Preto: 16, QUINTA 20H30 teatro do sesc rio preto Coreógrafo: Fernando Machado. Trilha Sonora: Loop B. Direção Geral: Creuza Arruda. Direção Artística: Rodolfo César. Direção Teatral: Danilo Melo. Iluminação: Rodolfo César. Sonoplastia: Danilo Melo. Acessoria Conceitual: Inês Praxedes. Consultor de Pesquisa Literária : Danilo Melo. Design Gráfico e Fotografia: Evandro Rocha. Edição e Captação de Vídeos e Imagens: Gilberto Gubolin. Figurino: Criação

‘ALUMBRAMENTOS’

coletiva. Cenário: Cássia Franco. Elenco: Ana Rufino, André Almeida, Carol Campos, Fábio D’Albert, Gisela Zeghini, Ícaro Negroni, Jaqueline Brambilla, Natália Gazola.


“Decalque” é decorrência de um processo de pesquisa iniciado pelo Ballet de Londrina em 2006, com o espetáculo “Fale Baixo”, cuja proposta principal é trabalhar novos e diferentes eixos de equilíbrio e apoios para locomoção. Na exploração desse processo, foi na música “Romeu e Julieta”, de Prokofiev, que se identificou a energia do movimento investigado no atual momento. Desta forma, a opção por montar este clássico de Shakespeare não partiu da idéia de contar a tão conhecida história dos dois amantes de Verona, mas usá-la como substrato para a construção da dança. O motivo principal da criação não foi o tema, mas o movimento.

‘DECALQUE’

ballet de londrina Londrina - PR

Rio Preto: 17, SEXTA 20H30 teatro municipal humberto sinibaldi neto Votuporanga: 18, SÁBADO 20H30 concha acústica Criação e direção: Leonardo Ramos. Música: Sergei Prokofiev. Cenário: Maria Laura. Fotos: Olívia Orquiza e Celso Pacheco e Isabela Figueiredo. Confecção de Figurino: Ateliê Cidinha Elenco: Alessandra Menegazzo, Bruna Martins, Carina Corte, Cláudio de Souza, Gláucia Leite, José Maria, Nayara Stanganelli, Viviane Terrenta. Estagiários: Guilherme Floriano e José Ivoa Técnicos de Palco: Roberto Rosa, Romildo Ramos e Gustavo Batilano. Produção: Danieli Pereira


Na pesquisa de sons e de linguagens, a Cia. Shuffle Trips apresenta um roteiro de cenas surreais onde a sapateado e a dança contemporânea se dialogam com a dança-teatro e a percussão. Modo 1: o estranhamento Modo 2: a fantasia Modo 3: o inusitado Modo 4: o boteco Modo 5: o arrependimento Modo 6: a grande valsa Modo 7: o remate Modo 8: a lenha Modo 9: ninguém vai sabê Modo 10: duracell

cia. shuffle trips Araquara - SP Votuporanga: 16, QUINTA 20H na praça são bento

Rio Preto: 18, SÁBADO 18H área de convivência do sesc rio preto Direção: Gilsamara Moura. Concepção: Khosro Adibi e Gilsamara Moura Coreografias: elenco. Assistente e Colaboradora: Érica Duarte. Técnico de Som e Luz: Ricardo Portari Filho. Secretários: Pablo Lozano e Leonice Moura. Integrantes: Ana Karla Marconato, Diogo Motta, Geraldo Pelegrino, Gilsamara Moura, Márcio Amaral, Mariana Sanchez, Nicolas de Souza, Renata Pestana.

‘NINGUÉM VAI SABÊ: 10 MODOS DE TAPEAR’


Usando como eixo central de estudo trechos do romance A Pedra do Reino, de Ariano Suassuna, a Companhia de Danças de Diadema aborda, neste trabalho, as crendices populares que habitam o dia-a-dia do povo brasileiro. A pesquisa de movimentação apoiada nos gestos e símbolos oriundos das danças afro e de referências religiosas, como o candomblé e a umbanda, é mesclada e fundida com a dança contemporânea, por meio da apropriação desta movimentação, sem deixar de lado o que ao tema é capaz de revelar.

‘CRENDICES... QUEM DISSE?’

cia. de danças de diadema Diadema - SP

Rio Preto: 20, SÁBADO 20H ginásio de esportes do sesc rio preto Direção: Ana Bottosso. Concepção coreográfica: Ana Bottosso e elenco. Roteiro: Ana Bottosso e Ton Carbones. Maître: Valéria Mattos. Assistente de Coreografia: Eloy Rodrigues. Ensaiadora: Manuela Fadul. Professores de Dança Contemporânea: Ana Bottosso, Eloy Rodrigues, Fabiana Villas Boas, Francisco Junior, Ton Carbones. Condicionamento Físico: Carolini Piovani. Técnica de Pilates: Klenio Casarin. Danças Brasileiras e Cultura Popular: Enoque Santos. Direção e produção musical: Luciano Sallun.Interprete ao vivo: Pedra Branca. Músicos: Luciano Sallun - sitar, theremin, jawharp, flautas

de pvc, caxixi, efeitos, beats eletronicos. Aquiles Ghirelli - didgeridoo, pandeiro, vozes, tambor onça, efeitos. Web designer: Marcio Edison (MExCorp). Produção: Ton Carbones. Assistente de produção: Milene Paula. Assessoria de Comunicação: Fabiana de Holanda e Renata Boniol. Elenco: Carolini Piovani, Eloy Rodrigues, Francisco Junior, José Manuel, Juliana Lim, Léo Oliveira, Manuela Fadul, Thaís Lima, Ton Carbones. Estagiários: Alexandre Nascimento, Ivan Bernardelli, Jéssica Moretto.


O sonho de voar. O homem pode ocupar o ar, ser anjo, ser fada, pode voar com o vento. A inversão do horizontal, no espetáculo, possibilita o questionamento da realidade e aproxima o real do sonho. O espetáculo ASAS usa o movimento como possibilidade de experimentar olhar para o alto. Explorar o ar e o concreto, dicotomia possibilitada através da arquitetura que cria outros palcos e um diferente chão. O espetáculo explora construções urbanas provocando o cotidiano, aborda o homem vivendo ainda, sonhos de infância, nos arranha-céus contemporâneos.

‘ASAS’

cia. dos pés

São José do Rio Preto - SP Votuporanga: 19, SÁBADO 20H na praça são bento Roteiro e direção: Angélica Zignani. Elenco: Angélica Zignani, Alex D’arc, Rodolfo Cesar e Kelly Simão. Figurino: Alex D’arc. Iluminação: Rodolfo Cesar. Técnicas Verticais: Kesler Jamal Contieiro. Técnico de luz: Fuad Jamal Neto Técnico de som: Edivaldo Vitorino. Produção geral: Naégili de Oliveira Zignani.


Rio Preto:

armazém da dança

Inscrições a partir de 2 de abril, na Secretaria de Cultura. ENCONTRO DE PRODUTORES, PROGRAMADORES E ARTISTAS 14, TERÇA 14H no auditório do sesc rio preto

Com Simone Avancini, Gerência de Ação Cultural do SESC São Paulo; Inês Bogéa e Iracity Cardoso, diretoras da São Paulo Companhia de Dança e Fernado Torres, Curador do “Danza Nueva” - Festival Internacional de Lima - Peru.

‘ATIVIDADES FORMATIVAS’

MANUTENÇÃO DE PROJETOS, EVENTOS E COMPANHIAS

workshops

16, QUINTA 14H no auditório do sesc rio preto

RICARDO SCHEIR Com São Paulo Companhia de Dança, São Paulo -SP.

Com Samanta Orihuela, diretora do Festival Andanzas, integrante da Rede de Cidades que Dançam de La Paz - Bolívia; Leonardo Ramos, diretor do Festival de Dança de Londrina - PR; Angel Arámbula, diretor da Companhia Lux Boreal de Tijuana - México; Creuza Arruda, diretora do Balé de Rio Preto - SP e Gilsamara Moura, diretora do Grupo Gestus de Araraquara - SP.

palestra PARA O PROFESSOR Com Inês Bogéa, diretora da São Paulo Companhia de Dança. 12, DOMINGO 17H no teatro do sesc rio preto

12, DOMINGO 14H na sala de uso múltiplo do sesc rio preto

ANGEL ARÁMBULA Lux Boreal, Tijuana - México. 14, TERÇA 9H na casa de cultura dinorath do valle

FELIX OROPEZA Companhia Agente Libre, Caracas - Venezuela. 15, QUARTA 9H na casa de cultura dinorath do Valle.

FERNANDO MACHADO Balé de Rio Preto, São José do Rio Preto - SP. 16, QUINTA 9H na casa de cultura dinorath do valle


LEONARDO RAMOS Ballet de Londrina, Londrina – SP. 17, SEXTA 9H na casa de cultura dinorath do valle

ANA BOTTOSSO Companhia de Danças de Diadema, Diadema - SP. 18, SÁBADO 10H no auditório do sesc rio preto

videodança 17, SEXTA 20H no teatro municipal

Votuporanga:

workshops PAULA CASTILHO Companhia DEMO, Santiago, Chile 17, SEXTA 9H no teatro municipal

LEONARDO RAMOS Ballet de Londrina, Londrina - PR 18, SÁBADO 9H no teatro municipal

ANGÉLICA ZIGNANI Cia. dos Pés, São José do Rio Preto - SP. 19, DOMINGO 16H na praça são bento


Rio Preto:

maratona

da dança 18, SÁBADO 13H às 21H em vários espaços do sesc rio preto

espetáculo

dança comentada

ENTRE MIEDOS Y SILLAS Com Companhia DEMO, Santiago - Chile. Retirar ingressos a partir de 1h antes da apresentação.

CRENDICES... QUEM DISSE? Com Companhia de Danças de Diadema, Diadema - SP. Retirar ingressos a partir de 1h antes da apresentação.

16H no Teatro

workshop

GILSAMARA MOURA Com Companhia Shuffle Trips, Araraquara - SP. 13H às 15H na sala de expressão corporal exibição de vídeo

FIGURAS DA DANÇA Com São Paulo Companhia de Dança, São Paulo - SP. 15H e 17H no Auditório

‘ATIVIDADES FORMATIVAS’

espetáculo

NINGUÉM VAI SABÊ: 10 MODOS DE TAPEAR Com Companhia Shuffle Trips, Araraquara - SP. 18H na Área de Convivência exibição de vídeo

CANTEIRO DE OBRAS Com São Paulo Companhia de Dança, São Paulo - SP. 19H no Auditório

20H no ginásio de esportes

intervenções CIA. LANÒNIMA IMPERIAL Barcelona, Espanha. 13, SEGUNDA 15H no terminal rodoviário

BALÉ DE RIO PRETO São José do Rio Preto - SP. 15, QUARTA 15H no terminal rodoviário

COMPANHIA SHUFFLE TRIPS Araraquara - SP. 17, SEXTA 15H no terminal rodoviário


Teatro Municipal “Humberto Sinibaldi Neto” Avenida Brigadeiro Faria Lima, 5381 São José do Rio Preto - SP Telefone: (17) 3226-1501

informações: www.ciavirtual.art.br

Secretaria Municipal de Cultura Praça Jornalista Leonardo Gomes, 1 São José do Rio Preto - SP Telefone: (17) 3215 -1800 Casa de Cultura Dinorath do Valle Praça Cacilda Becker, s/n São José do Rio Preto - SP Telefone: (17) 3226-3366 SESC – Rio Preto Av. Francisco das Chagas Oliveira, 1333 São José do Rio Preto - SP Telefone: (17) 3216-9300 Teatro Municipal Tenente Mário Bernardes Praça Fernando Costa Pinto, 79 Votuporanga –SP Telefone: (17) 3405-9750 Praça São Bento Rua Ivai, esquina com a rua Itacolomi Votuporanga – SP Todos os espetáculos são gratuitos. Para as apresentações no Teatro Municipal, no Teatro e no Ginásio do SESC Rio Preto é necessário retirar o ingresso no local, a partir das 13h na data da apresentação.

balé de rio preto



Guia Fórum de Dança