Page 1

tos as dominialidades conhecidas, tais como: propriedades rurais, Unidades de conservação, terras Indígenas e assentamentos. Após a identificação das áreas desmatadas são realizadas incursões em campo para checagem dos dados INDICAR por meio de comparação com imagens e por visitas in loco, visando aferição do sistema. Também são realizadas manifestações técnicas em processos administrativos de autuações de infrações de desmatamentos e queimadas ocorridos na Amazônia Legal, utilizando ferramentas de Geoprocessamento para análise de dano ambiental.

Resultados Os resultados obtidos com imagens de radar demonstraram que este tipo de sensor tem condições de indicar desmatamentos recentes em condições severas de cobertura de nuvens. Os resultados obtidos durante o período de chuvas, com maior presença de nuvens, servem para antecipar as ações de fiscalização. Isto ocorre, porque as imagens convencionais só indicam os desmatamentos após o término do período de chuvas quando não há a presença de nuvens. A maior parte dos polígonos detectados pelo INDICAR, foram posteriormente detectados pelo sistema DETER (alguns com mais de 7 meses de atraso). Houve, também, uma expressiva coincidência destes polígonos com polígonos identificados pelo Prodes do ano correspondente. Os indicativos, mapas de apoio logístico, dados vetoriais digitais, dados para GoogleEarth, pontos para inserção no GPS e imagens georeferenciadas são disponibilizados no sitio do Sistema Compartilhado de Informações Ambientais (Siscom).

INDICAR

Indicador

de desmatamento por imagens de radar

Ibama SCEN Trecho 2 – Ed. Sede – Bloco F CEP 70818-900 – Brasília-DF – Tel. 061-3316 1212 siscom.ibama.gov.br/indicar www.ibama.gov.br/csr www.mma.gov.br (061) 3316-1825

INDICAR

Indicador

de desmatamento por imagens de radar

Centro de Sensoriamento Remoto


Apresentação

Objetivos

Em 2007 o Ibama firmou, por intermédio da Agencia Internacional de Cooperação do Japão (Jica), um acordo com a Agência de Exploração Aeroespacial japonesa (Jaxa), que completou o recebimento de imagens de radar do satélite ALOS (Satélite de Observação Avançada da Terra). As imagens fornecidas recobrem as florestas tropicais chuvosas da região Amazônica e Mata Atlântica. Nestas florestas a presença de nuvens impossibilita o uso dos satélites convencionais (óticos) em diversas regiões e períodos do ano.

Indicar áreas para orientação das ações de controle e fiscalização, mesmo em épocas e locais em que o elevado número de nuvens inviabilizam o monitoramento com imagens óticas na Amazônia Legal. Desenvolver metodologias de identificação e monitoramento de desmatamento utilizando imagens de radar orbital, visando desenvolver conhecimento neste tipo de imagens, uma vez que o governo brasileiro tem planos de lançar um satélite com sensores deste tipo no futuro.

O Ibama desenvolveu o sistema INDICAR, Indicador de Desmatamento por Imagens de radar. Esse sistema que é capaz de detectar desmatamento sob nuvens na floresta amazônica, disponibiliza, desde 2008, os polígonos de desmatamento na Amazônia Legal. O sistema utiliza imagens do sensor PALSAR (Phased Array Type L-band Synthetic Aperture Radar) que opera em banda L, com resolução de

INDICADOR DE DESMATAMENTO POR IMAGENS DE RADAR

indicar Principais atividades

Monitoramento e geração de dados do desmatamento a partir de análises de diferenças de refletâncias de alvos de imagens de radar satélite japonês ALOS no modo fino com 50m de resolução obtidas semestralmente para a Amazônia e anualmente para a Mata Atlântica.

10 a 100m, podendo fazer observações noturnas e diurnas, independente das condições meteorológicas. O PALSAR pode operar no modo ScanSAR com uma faixa de imageamento mais larga, muito útil para a floresta Amazônica, pois diminui o tempo de revisita ao mesmo ponto. Desta forma, com os dados dos sensores óticos que o Ibama utiliza, e com o advento do ALOS, é possível monitorar toda a Amazônia Legal em qualquer época do ano.

O INDICAR é baseado em comparações temporais de imagens no modo ScanSAR com 100m de resolução. Posteriormente a essa produção, há o processamento e manipulação com finalidade de produção de documentos indicativos de desmatamento, mapas de apoio logístico e planilhas para orientação e apoio a operações de fiscalização. Na geração dos documentos indicativos de desmatamento os polígonos identificados como áreas desmatadas são sobrepos-

Folder CSR - Indicar  

Folder CSR - Indicar

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you