Page 1

Região

Tietê inaugura Centro de Equoterapia Municipal

Michela de Paulo Christensen

As aulas são gratuitas e direcionadas a moradores de Tietê e região. A única condição para inscrição é que a pessoa seja portadora de necessidades especiais No dia 12 de fevereiro, foi lançado em Tietê o Programa Municipal de Equoterapia “Esperança” no Centro de Exposições Luiz Uliana (recinto da FAIT), em Tietê. O programa tem como público alvo os portadores de necessidades especiais ou deficientes físicos, de qualquer idade. “A idéia de criar o Centro de Equoterapia Esperança surgiu há cinco anos, mas só agora, com o apoio do médico veterinário Paulo Lenzi e a iniciativa da Prefeitura, conseguimos dar início ao programa” revela o Secretario de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente de Tietê, Humberto Bortoleto de Arruda. Pecuaristas da região doaram três animais adestrados para o projeto. O médico veterinário Paulo Lenzi doou um desses animais de sua própria criação. A Prefeitura de Tietê também contou com a colaboração de empresários da cidade, que doaram ração, feno e uma rampa apropriada para pessoas com necessidades especiais. Uma equipe de cinco fisioterapeutas do Centro de Equoterapia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) começaram a ministrar as terapias no dia 19 de fevereiro. Ainda há vagas disponíveis para novos alunos. E as aulas, assim como as inscrições, são realizadas aos sábados, a partir das 9 horas da manhã, no recinto da FAIT. É necessário que o aluno tenha indicação médica para praticar a 08 - Evidência

equoterapia. Durante a inscrição, o praticante passará por uma triagem feita pelos fisioterapeutas que desenvolverão um tratamento específico de acordo com cada aluno e suas necessidades. “As aulas no Centro de Equoterapia Esperança são gratuitas e direcionadas a moradores de Tietê e região. A única condição para inscrição é que a pessoa seja portadora de necessidades especiais” explica o Secretário Bortoleto. No dia 12 de fevereiro, durante a inauguração do Centro Esperança, as meninas Maria Eduarda, de 2 anos e meio, e Maria Luiza, de 6 anos, realizaram pequenas demonstrações de como funciona a aproximação com o animal e a equitação propriamente dita. Ambas freqüentavam as sessões de equoterapia na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” em Piracicaba e aderiram ao tratamento por orientação médica. “A Maria Eduarda pratica a equoterapia há um ano e de lá para cá teve uma melhora significativa no equilíbrio. Antes do tratamento ela não se sentava, mas agora consegue. A implantação do Centro em Tietê é uma iniciativa maravilhosa, pois agora não precisaremos nos deslocar até Piracicaba e o tratamento será oferecido sem nenhum custo” afirmou Cristiane Coan de Luca, mãe de Maria Eduarda, em entrevista concedida à Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Tietê. Na rede particular, o custo do tratamento

varia de R$ 280,00 a R$ 400,00 por mês, com sessões semanais cuja duração média é de 40 minutos. Mais informações sobre o Centro de Equoterapia Esperança podem ser obtidas na Secretaria de Agricultura de Tietê, de segunda à sexta-feira das 08h às 17h ou através do telefone: (15) 3282-7889.

PAG 08-MARÇO  

As aulas são gratuitas e direcionadas a moradores de Tietê e região. A única condição para inscrição é que a pessoa seja portadora de necess...