Page 1

www.revistaexato.com

ANO I

EDIÇÃO 2

JUNHO DE 2019

COMO OBTER O GREEN CARD SEM PRECISAR SAIR DOS EUA Página 48

CONHEÇA EMPREENDEDORES BRASILEIROS DE SUCESSO EM ORLANDO Página 84

/revistaexato

EXCLUSIVO

Antônia Fontenelle CONHEÇA O LADO EMPREENDEDOR DA ATRIZ E APRESENTADORA Página 52


Juntos fazemos seu negócio uma nova potência

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


Anunci

Se vocĂŞ viu, seu clie

DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA M

Consulte nossa e e anuncie agora me

+1 (774) 5

E-mail: anuncie@


ie aqui

ente também verá!

MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

equipe comercial esmo sua empresa.

570.1226

@revistaexato.com


ÍNDICE

TURISMO

62.

Segmentos turísticos DOCUMENTOS

POLÍTICA

30.

A crise na fronteira ferrestre sul dos EUA

68.

Documentos e férias PSICOLOGIA

70.

A dependência nos jogos eletrônicos FINANÇAS

72.

Férias e viagens sem dor financeira ORGANIZAÇÃO

ECONOMIA

12.

NUTRIÇÃO

A economia americana e os imigrantes O fracasso que se tornou um sucesso

48. 50.

Ransomware ENTREVISTA

24.

Como obter o Green Card sem precisar sair dos EUA CONSULADO

TECNOLOGIA

20.

O que é Kefir? IMIGRAÇÃO

CINEMA

16.

44.

Espaço Empreendedor Brasileiro - EBB BELEZA

Você sabe o que é Personal Shopper?

60.

76.

Mala de viagem GASTRONOMIA

78.

Torta salgada de couve-flor com frango MODA

82.

Verão batendo a porta NEGÓCIOS

84.

Empreendedores brasileiros se destacam no turismo em Orlando

Vai viajar? Saiba o que levar de maquiagem

FAMÍLIA

36.

Família x Depressão

CAPA

A multifacetária Antônia Fontenelle

www.revistaexato.com

52.

REVISTA EXATO

7


EXPEDIENTE

REVISTA MENSAL ANO 1 | EDIÇÃO 2 JUNHO DE 2019

CEO/FOUNDER: CO-FOUNDER/PUBLISHER:

Daniel Rohde Simone Rohde

DIAGRAMAÇÃO:

Daniel Rohde

DESIGNER GRÁFICO:

Daniel Rohde

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE: JORNALISTA E EDITORA: FOTÓGRAFO: COLUNISTAS E ARTIGOS:

DEPARTAMENTO COMERCIAL:

ELOGIOS, CRÍTICAS E SUGESTÕES:

BRAUS Digital Marketing Thaís Partamian Victorello Fábio Nascimento Thaís P. Victorello . Adrieli Keler . Hanna Santos Brunna Granells . Ed Saraiva Jr . Vernan Wolf Antônio J. Fonseca . Jaime Zimmer Dra. Manuella Regina . Kelmer Neves Rafaela S. Fonseca . Natacha S. Fonseca Dra. Marisa Lobo . Giuseppe Regina Érica Nascimento . Érica Quidute

Simone Rohde +1 (774) 570.1226 anuncie@revistaexato.com ouvidoria@revistaexato.com A REVISTA EXATO é uma publicação mensal. O conteúdo da revista, bem como artigos e anúncios são de inteira responsabilidade de seus autores e anunciantes. Pessoas sem registro em nosso expediente, não estão autorizadas a falar em nome da Revista. Na dúvida, entre em contato conosco.

ONDE ESTAMOS:

Worcester, Massachusetts - EUA

ACESSE NOSSO PORTAL www.revistaexato.com /revistaexato

NA CAPA CAPA: Antônia Fontenelle FOTO CAPA: Carol Beiriz BELEZA CAPA: Will Ferrari


EDITORIAL

Temperatura subindo no verão e nos negócios POR SIMONE ROHDE

De acordo o segundo relatório anual de empreendedorismo da FreshBooks deste ano, 15 milhões de americanos são autônomos em tempo integral, e estima-se que em dois anos, 27 milhões deixarão a força de trabalho tradicional em favor do trabalho autônomo full time. Integrando esta estatística, está a entrevistada Pamella Cardenuto (pág. 24) exercendo uma das profissões “do momento”: a de Personal Shopper. Conheça a história dela e de outros brasileiros que se reinventam e conquistam seu espaço no mundo dos negócios, adquirem estabilidade financeira e assim proporcionam uma vida melhor aos seus familiares aqui na América. E com o verão chegando e as temperaturas subindo, uns saem da rotina de trabalho para curtir enquanto outros aumentam os lucros da empresa em consequência do turismo – e do calor. Disney é o destino preferido de americanos e também brasileiros, seja residentes nos Estados Unidos ou do Brasil. Veja a reportagem especial dos empreendedores da Flórida (pág. 84) e conheça mais este lugar especial – ou quem sabe, se inspire e empreenda assim

www.revistaexato.com

como eles. Férias é sinônimo de animação, aventura, viagens, descanso – e a lista segue. Passamos boa parte do ano esperando essa época, e com um destino grandioso para conhecer ou com uma programação mais tranquila perto de casa, sempre é bom tirar férias. Esta edição tem um Especial de Férias (pág. 58) que vai te ajudar a planejar e curtir mais essa época maravilhosa. Guarde seus casacos, passe o bronzeador solar, pegue o chapéu e a sandália e aproveite esse verão para colecionar bons momentos com sua família. Boa leitura!

Simone Rohde

REVISTA EXATO

9


Anuncie aqui Se você viu, seu cliente também verá! DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

Consulte nossa equipe comercial e anuncie agora mesmo sua empresa.

+1 (774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


ECONOMIA

A ECONOMIA AMERICANA E OS IMIGRANTES As razões pelas quais os Estados Unidos precisa (e muito) de mais imigrantes Por Vernan Wolf Aurélio

E

ste artigo não é, em absoluto, uma defesa a imigração irrestrita para os EUA. Apesar de entender que o livre-mercado – por definição o livre fluxo de mercadorias, capital e pessoas como resultado de trocas voluntárias sem a mão centralizadora do governo – seja o mais eficiente arranjo social para uma nação, acredito, sim, que qualquer país é soberano para defender suas fronteiras contra a entrada de criminosos. No entanto, entendo que uma saudável reforma imigratória é crucial para os Estados Unidos manter seu potencial eco-

12

REVISTA EXATO

nômico no longo prazo. No artigo da edição anterior, expliquei as razoes econômicas pelas quais o país que adotamos para morar ainda é o dínamo da economia mundial, principalmente, devido a seu arranjo institucional que preserva as liberdades individuais e a força empreendedora. Nem tudo é perfeito na América, contudo. A dívida do governo federal dos EUA atingiu, em fevereiro de 2019, o patamar de absurdos US$22 trilhões, maior que o PIB do país no ano de 2018, de US$20 trilhões. Esse é só um dos desafios que o país deve enfrentar caso queira continuar com uma economia pujante no futuro. Outro ponto essencial para a manutenção de uma economia vibrante é a necessidade de flexibilização no sistema de imigração. Vamos entender o porquê. A taxa de desemprego no país atingiu, em abril de 2019, o patamar de 3,6% da força de trabalho, a menor taxa dos últimos 50 anos. Em março de 2019, o país apre-

sentou um total de 7,3 milhões de novos postos de trabalho – vagas que precisam ser preenchidas por mão-de-obra – de acordo com o US Labor Department. De Seattle a Miami, do Maine a Califórnia, empregadores reclamam que há uma séria escassez de trabalhadores para as novas posições abertas. As poucas vagas para H-1B e H-2B – para mão-de-obra qualificada e de qualificação média de imigrantes – foram preenchidas em 2018 em tempo recorde, de acordo com o USCIS. A Federação Nacional de Negócios Independentes (National Federation of Independent Business) reportou que 22% dos donos de


pequenos negócios nos EUA afirmam que sua maior dificuldade é encontrar pessoas com qualificação para preencher as vagas abertas em seus empreendimentos. Todos esses são dados reais que demonstram a necessidade de uma maior oferta de trabalhadores para as vagas de trabalho que estão sendo abertas.

Se olharmos para outros dados da demografia atual da sociedade Americana, veremos que de fato a solução para alguns problemas passa pela reforma imigratória. A taxa de fertilidade das famílias americanas está em preocupante declínio. Em 2018, os EUA apresentou 3,7 milhões de nascimentos, 2% menor que o ano anterior, de acordo com o National Center of Health Statistics. É a menor taxa de natalidade desde 1980. No longo prazo, baixas taxas de natalidade estão associadas a uma redução da atividade econômica. Simples: menos pessoas disponíveis para o trabalho tendem a gerar um mercado de trabalho mais reduzido. Isso ficou claro na comunidade europeia nas ultimas 3 décadas. Veja esse exemplo bem simples: em março de 2019, os senadores do estado do Maine, Susan Collins e Angus King, lideraram um grupo de legisladores republicanos e democratas que enviou uma carta para a então secretaria de Homeland Security, Kirstken Nielsen. Nessa carta, o grupo solicitou à secretaria um aumento no número de vistos de trabalho para trabalhadores estrangeiros. O motivo? Escassez de mão-de-obra no mercado interno. Para quem entende a simples dinâmica de oferta e procura, a lógica é clara: menos trabalhadores, maior escassez de trabalho. Isso gera um aumento nos salários no curto-prazo, e no longo-prazo um aumento no custo do trabalho para as empresas. As empresas repassam esse aumento do custo da mão-de-

obra ao preço final de seus produtos, o que por sua vez acarreta aumento no nível geral de preços da economia, alimentando a ameaça de inflação. O arcabouço institucional que determina os incentivos para o caminho da prosperidade, os Estados Unidos já tem. Muitos desafios ainda estão postos, contudo, para que o país continue na rota ascendente do crescimento econômico. Um desses desafios, talvez o mais importante, é a reforma no Sistema de imigração, o que não significa tão somente fechar a fronteira com o México contra a entrada irrestrita de pessoas. Uma saudável reforma imigratória significa providenciar os incentivos necessários para que mais trabalhadores possam migrar legalmente para os EUA, através de maior flexibilização na obtenção de vistos, e também dar a oportunidade de trabalho legal para aqueles que já estão no país respeitando as leis. A economia e as gerações futuras dos americanos só têm a ganhar!

Vernan Wolf Aurélio Economista, mestre em Economia Aplicada pela Clark University, professor de Estatística na Bridgewater State University e fundador da WA Consulting.

REVISTA EXATO

13


CINEMA

O FRACASSO QUE SE TORNOU UM SUCESSO Como um filme mal atuado, mal escrito e mal dirigido virou cult nas famosas sessões da meia-noite Por Ed Saraiva Jr

O

artista do Desastre (2017) é um longa escrito, dirigido e atuado por James Franco que retrata os bastidores de filmagem de “The Room”(2003), considerado pelos fãs “O pior-melhor filme de todos os tempos” ou o “Cidadão Kane dos filmes ruins”. Além de reproduzir as situações inusitadas que aconteciam no set de gravação, a obra de Franco aborda a conturbada amizade entre os realizadores do filme: Tommy Wiseau e Greg Sestero. A história começa em San Francisco, em 13 de julho de 1998. O aspirante a ator, Greg Sestero (Dave Franco) estava tentando atuar em uma escola de teatro, mas é criticado severa-

16

REVISTA EXATO

mente pela professora por considerar aquela performance robótica e sem vida. Após o pedido da instrutora por voluntários para contracenarem no palco, a figura misteriosa e excêntrica de Tommy Wiseau (James Franco) entra em ação. Admirado pelo “talento” de Wiseau, Greg Sestero (Dave Franco) se aproxima e pede a ajuda dele para ingressar na carreira de ator. Após descobrirem vários objetivos em comum, os amigos decidem morar juntos em um apartamento em Los Angeles. Assim, Greg descobre que o seu companheiro é um homem bem-sucedido, mas que não gosta de detalhar sobre a sua vida e passado. Na terra dos astros de Hollywood, Greg e Tommy são desprezados várias vezes pela indústria cinematográfica, mas inspirados pelo ícone James Dean (1931-1955) que revelou ter recebido vários “nãos” antes de ser um célebre ator, não desistem de realizar aquele sonho. É aí que Tommy Wiseau resolve escrever o roteiro de “The Room” e desembolsa cerca de 6 milhões de

dólares para produzir o longa. O resultado disso é surreal, cômico e até emocionante. Vale destacar a performance de James Franco que lhe rendeu quatro premiações (Globo de Ouro, Critics’ Choice Award, Satellite Award e Gotham Independent Film Award) e uma quase indicação ao Oscar, não fosse a polêmica em que se envolveu. Quem assistiu “The Room” (2003) ou viu algum vídeo sobre essa pérola, vai perceber as interpretações impecáveis de um personagem real e caricato. “O artista do Desastre” (2017) mostra que não há apenas um caminho para o sucesso e que a perseverança resulta em boas surpresas, mesmo não sendo aquilo que um sonhador imagina.

Ed Saraiva Jr Escritor, jornalista e editor

www.revistaexato.com


TECNOLOGIA

RANSOMWARE Sua empresa está preparada? Por António J. Fonseca

D

esde o início da computação popular, nos início dos anos 1980, inúmeras pessoas decidiram desenvolver e empreender nesse mercado. Algumas, de forma negativa. Com mentes brilhantes, mas sem ética e sem moral, muitos programadores e profissionais da computação enveredaram por um caminho de atalhos e crimes. Começou a era dos vírus de computador. Os primeiros, na verdade, era apenas uma proteção contra cópias ilegais de programas. Os próprios autores de alguns programas inseriam rotinas dentro de seus aplicativos que tinha a capacidade de identificar a máquina, o computador em que estavam instalados e, ao serem copiados para outros computadores, simplesmente não “rodavam”. Mas, desse momento para a criação de vírus maliciosos, foi uma fração de tempo. Surgiram vírus de todos os tipos: vírus que apagavam arquivos do computador, que deixavam o computador lento, que

20

REVISTA EXATO

exibiam imagens pornográficas. Alguns eram apenas irritantes, mas sem poder destrutivo. Outros, bem elaborados, com alta capacidade de destruição. Mas naqueles tempos, a disseminação dos vírus dependiam da troca de arquivos entre usuários, normalmente através de disquetes ou emails. Mas a internet já começava a se fazer presente e os computadores passaram a ficar conectados pela rede mundial. E tornaram-se mais vulneráveis. E os prejuízos ficaram maiores. Vírus capazes de fazerem roubo de identidade, roubo de dados bancários, fraudes diversas. Vírus capazes de capturarem cada tecla digitada, cada movimento feito pelo mouse. No entanto, os hackers e criminosos tecnológicos, não estavam ainda satisfeitos, já que as empresas que criam e distribuem antivírus trabalham cada vez mais rápido, identificando e anulando a ação dos vírus. E como numa queda de braço, hackers criaram uma nova ameaça aos computadores e seus usuários: o Ransomware. Ransom, em tradução livre, significa “resgate” (por um sequestro). Os vírus conhecidos como Ransomware (existem vários: CryptoLocker, WannaCry, Bad

Fotos: Freepik

Rabbit…) atuam como “sequestradores” de computadores. Uma vez instalado no computador, o Ransomware atua sobre os arquivos colocando uma camada de criptografia de alta complexidade e transferindo o controle do computador para o hacker, que passa a exigir um “resgate” em dinheiro para liberar o acesso ao compu-


tador. O problema é que, uma vez refém desse tipo de ataque, o usuário não tem mais segurança. Nem qualquer garantia de que após pagar o resgate, o hacker vai realmente liberar o acesso. E mais: tendo acesso aos seus arquivos, não existe qualquer garantia de que, mesmo após o pagamento do resgate, o hacker não irá usar seus dados, seus arquivos (como fotos, vídeos, etc…) para divulgar informações confidenciais na internet. Há pouco tempo, a companhia aérea British Airways sofreu um ataque de Ransomware, o que

deixou o aeroporto de Heathrow fechado por cerca de 24 horas e todos os voos cancelados, com milhares de passageiros impedidos de viajar. Até hoje não se sabe se houve pagamento de resgate ou não, já que a companhia não comenta o incidente. O que se sabe, entretanto, é que o prejuízo foi bilionário!! E não somente o prejuízo financeiro, mas o prejuízo para a imagem da empresa, que expôs uma vulnerabilidade em seus sistemas de proteção, segurança e recuperação de desastre. A questão é: o caso da British Airways ficou conhecido devido à natureza da operação da empresa, mas quantos outros casos aconteceram e estão acontecendo neste exato momento sem que haja nenhuma manchete nos jornais? Talvez você já tenha passado por isso. E se não passou, pode estar em risco. O que fazer? Como se proteger? Bem, a resposta é simples: prevenção. Já dizia meu avô que “é melhor prevenir do que remediar”. A prevenção deve ser feita em diversas “frentes de batalha”. Antes de qualquer coisa, tenha certeza de ter um antivírus instalado e atualizado no seu computador que utilize Windows (computadores Mac ou que utilizem Linux são menos vulneráveis a vírus. Existem várias opções, com diversos preços e até mesmo bons antivírus gratuitos. Outra coisa importante é que você mantenha suas senhas seguras, com algum grau de complexidade.

Senhas como “123456”, “password”, “111111”, data de aniversário, nome do animal de estimação, placa do carro são facilmente quebradas por programas especializados ou por uma simples olhada no seu perfil em uma rede social. Também mantenha um backup atualizado do seu computador. E neste ponto, uma opção é utilizar um serviço de DRaaS (Disaster recovery as a Service). O DRaaS é um serviço oferecido por algumas empresas, que executa um backup de um ou vários dispositivos, inclusive do sistema operacional e mantém esse backup em versões, em servidores em nuvem, distribuídos por 16 datacenters ao redor do mundo. Em caso de você ter seu computador, tablet ou smartphone “sequestrado” por um Ransomware, basta que você entre em contato com a empresa e, sem o pagamento de qualquer resgate, é possível recuperar seus sistemas, aplicativos e dados em um tempo que pode variar de 15 minutos a 2 horas (casos de servidores críticos). Agora, faço novamente a pergunta lá do início: “Sua empresa está preparada em caso de um ataque de ransomware?”

António J. Fonseca Arquiteto, Analista de Sistemas, Auditor de Sistemas da Qualidade e Segurança da Informação, Consultor de Empresas, criador do treinamento Empreenda-se™ e CEO da bITs Tech Solutions

REVISTA EXATO

21


ENTREVISTA

Você sabe o que é Personal Shopper? Conheça a trajetória de Pamella Cardenuto da empresa Personal Pam e entenda como funciona uma das profissões do momento Por Thaís Partamian Victorello

C

om o avanço da tecnologia e a popularização da internet, cada vez mais surgem novas profissões, que logo se tornam valorizadas e muito procuradas. Uma dessas novas profissões, que vem ganhado cada vez mais espaço no mercado é a de Personal Shopper. A palavra vem do inglês e significa “compradora pessoal”, ou seja, é um profissional que irá te ajudar na hora das compras, nas mais diversas áreas: roupas, perfumes, brinquedos, enxovais, eletrônicos, etc.

24

REVISTA EXATO

Pamella Cardenuto é especialista em enxovais – Foto: Arquivo pessoal

www.revistaexato.com


Mesmo com o dólar em alta, este serviço tem sido muito utilizado por consumidores brasileiros que desejam comprar produtos importados nos EUA. Uma das profissionais brasileiras nessa área, que tem se destacado com o seu trabalho nas redes sociais, é a paulista Pamella Cardenuto. Morando nos Estados Unidos há quatro anos, Pamella vem fazendo a alegria de seus clientes, enviando encomendas para todo o Brasil. Através de sua conta no Instagram ela explica como funciona cada um dos seus serviços e mostra um pouco da sua rotina de compras e envios. Além do trabalho de redirecionar mercadorias e acompanhar clientes que vão as compras na Flórida (estado americano onde ela reside atualmente), Pamella decidiu ampliar seus serviços e compartilhar seu conhecimento ministrando workshops para pessoas interessadas em trabalhar nesta área. Confira a entrevista e conheça um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido pela empresa Personal Pam. EXATO: Como surgiu a ideia de trabalhar redirecionando mercadorias? Pamella: Sempre trabalhei com vendas no Brasil. Já tive loja, sou filha de pais comerciantes e sempre gostei de vendas. Após minha segunda gravidez não tive muitas opções de trabalho, então resgatei clientes antigas do Brasil e mandava tudo por pessoas que iam pra lá, até que não era mais possível. Depois de muita oração e uma ida ao Brasil, Deus me abriu a porta através de uma amiga, que me indicou falando que eu enviava produtos para o Brasil, foi aí que tudo começou. EXATO: Quais serviços a Per-

www.revistaexato.com

sonal Pam oferece? Pamella: Hoje somos uma empresa completa, oferecemos o serviço de envio de mercadorias, personal shopper, onde levamos clientes as compras presencialmente em Orlando, ou online através de aplicativos de celular, proporcionando uma experiência única de compra. Sou especialista em enxovais de bebê, fazemos armazenamento de mercadorias para clientes que estão vindo a Orlando e querem aproveitar promoções online. Montamos malas e entregamos prontas e há dois anos tenho ministrado treinamentos para quem mora nos EUA e quer fazer o mesmo que eu faço. Recentemente elaborei um treinamento totalmente online, onde ensino pessoas que moram fora dos EUA, a aprenderem a comprar produtos nos EUA e revende-los.

EXATO: O que diferencia a sua empresa das demais que atuam no mesmo ramo? Pamella: Primeiro Deus! Ele sempre foi o centro de tudo. No momento mais desesperador da minha vida profissional, Ele me abriu essa porta, Ele me mostrou o caminho, Ele me ajudou, apenas Ele. Em sonhos, acordava com ideias que vinham do céu mesmo! Estratégias que eu jamais teria conseguido sozinha. Fui crescendo muito rápido, mas na verdade só nos sabemos (eu, meu marido e nossa equipe). O atendimento sempre foi humanizado e o relacionamento com cada cliente é personalizado, além de sermos uma empresa familiar. Isso fez e faz toda diferença. EXATO: Quando e como surgiu a ideia de compartilhar seu conhecimento através de workshops?

Os seguidores acompanham a rotina de Pamella pelo Instagram Foto: Arquivo pessoal

REVISTA EXATO

25


Pamella: Primeiro pensei no financeiro, pois era um complemento de renda, depois passei a conhecer pessoas, vidas, mulheres recém mães, sem trabalho, sem expectativas e comecei a passar tudo que sei para que elas (maioria mulheres) possam ter a oportunidade de ter seu próprio negócio em uma terra tao fértil. Há espaço para todos, sempre temos/conhecemos alguém que quer alguma coisa dos EUA, então todas temos essa oportunidade. EXATO: Como funciona a dinâmica dos workshops? Pamella: O Workshop dura praticamente o dia todo. Começamos cedo com um cafá da manhã, para nos conhecermos, em seguida temos a parte de redirecionamento, paramos para almoçar e em seguida retornamos com a parte de Personal Shopper. Tudo é feito em linguagem simples, exemplos e práticas em aula. O aluno sai pronto, cheio de informações importantíssimas. EXATO: Quais são os temas abordados? Pamella: Os principais temas são: redirecionamento, como enviar mercadorias para o Brasil e qualquer lugar do mundo, todo o passo-a-passo, como utilizar o sistema dos correios, falamos sobre os trâmites, os principais problemas e como solucioná-los. Na parte de personal shopper, enfatizo a parte infantil, onde o público é o que mais vem crescendo, ensinando a planejar um enxoval, atender as necessidades do cliente e trabalhar nessa área com excelência.

26

REVISTA EXATO

www.revistaexato.com


Workshop direcionado para pessoas que desejam comeรงar a trabalhar no ramo - Foto: Arquivo pessoal

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

27


Anuncie aqui Se você viu, seu cliente também verá! DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

Consulte nossa equipe comercial e anuncie agora mesmo sua empresa.

+1 (774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


POLÍTICA

A crise na fronteira terrestre sul dos EUA A crise humanitária na fronteira entre os EUA e o México é recorrente ao longo do tempo Por Giuseppe Regina

D

urante a campanha presidencial de 2016, o então candidato Donald Trump, prometeu tolerância zero em relação aos imigrantes ilegais residindo nos EUA e que construiria um muro na fronteira entre os EUA e o México para conter a entrada de imigrantes ilegais, ou seja pessoas que invadem as fronteiras do país sem passar pela prévia tria-

30

REVISTA EXATO

gem e registro de identificação no sistema de imigração Americano. Neste ínterim, o Governo começou a utilizar políticas, ou melhor táticas, para intimidar e diminuir o fluxo migratório, tanto o que cruza a fronteira ilegalmente, como aquele que solicita de asilo. Em retrospectiva, milênios antes da descoberta da agricultura o ser humano já era acostumado a migrar de região para região, na procura constante de alimentos, seja frutos ou plantas para recolher ou animais para caçar. A migração era uma questão de sobrevivência. Naquele tempo não existia o conceito de fronteira como temos atualmente que é baseado no princípio da nacionalidade de um povo, onde uma nação é constituída por um Estado nacional composto por um povo

que partilha a mesma origem, história, língua e tradições dentro de um território. Nos dias de hoje, observamos muitos refugiados cruzando fronteiras, seja por questões de guerras, por questões econômicas, ou por perseguições (étnicas, políticas, segurança, religiosas ou orientação sexual). Este movimento é uma repetição do comportamento do ser humano em busca de sua sobrevivência, a diferença é que ao fugir de seu país natal para algum outro, estes refugiados se transformam em imigrantes nos países que os acolheram. Portanto, migração ou imigração não é um fenômeno novo no mundo. O governo americano sempre teve dificuldades para controlar a sua fronteira com o México. Não é por coincidência que existem inú-

www.revistaexato.com


Presidente americano Donald Trump – Foto: Google

meras famílias latinas, sem status ou ilegais, vivendo nos Estados da Califórnia, Arizona, Novo México e Texas. Nos últimos 25 anos, existiram duas grandes crises humanitárias nesta fronteira antes da crise atual: na década de 1990 no Governo Clinton e na década 2010 no Governo Obama. Na crise que ocorreu durante o Governo Clinton, que se caracterizou por um grande fluxo migratório ilegal realizado predominantemente por individuais adultos do sexo masculino. Na época, o foco da patrulha de fronteira e da política da Serviço de Imigração e Naturalização era a apreensão dos imigrantes que atravessassem a fronteira ilegalmente dentro dos EUA. Como esta abordagem se mostrou ineficaz, o Presidente Bill Clinton criou uma política de

www.revistaexato.com

ação para a patrulha de fronteira, em 1994, utilizando uma estratégia de segurança por retenção na fronteira, que concentrava recursos de fiscalização nos principais corredores de entrada. Consequentemente, muitos deles circundavam essas áreas para entrarem em locais remotos que não eram patrulhados tão intensamente, como o deserto do Arizona. A estratégia seria reter tráfego migrante, forçando-o a um terreno de grande extensão, desabitado e mais hostil, ou seja, barreiras naturais, menos adequado para a travessia pelo perigo mortal que representaria. Por incrível que pareça, esta política continua em vigor até os dias de hoje, e anualmente centenas de corpos são encontrados nestas áreas. A crise humanitária que ocor-

reu no Governo Obama, entre os anos de 2013 e 2014, foi caracterizada pelo influxo de menores de 18 anos desacompanhados de seus pais. Muitos desses menores tentaram atravessar a fronteira para ajudar economicamente a sua família no seu país de origem. Algumas estavam tentando se unir ao pai ou a mãe que os deixou anos atrás. Outros ainda estavam fugindo por causa da violência de familiares ou gangues. Como consequência, os EUA mantiveram um número crescente de menores desacompanhados em centros de detenção, onde esperavam para passar pelo mesmo processo de deportação que os adultos. Apesar de tudo, os relatos da época são de que as instalações tinham condições relativamente boas.

REVISTA EXATO

31


Policial patrulhando a fronteira dos EUA com o México – Foto: Google

A crise humanitária atual do Governo Trump, que se iniciou em 2018, se caracteriza pela migração de famílias acompanhadas de seus filhos. No fim do verão de 2018, a crise atingiu ao seu ápice, quando caravanas de migrantes saíram de Honduras, Guatemala e El Salvado em direção à fronteira entre os EUA e o México. Neste ínterim, o governo atual já havia

32

REVISTA EXATO

começado a adotar uma série de táticas para deter tanto o migrante que buscava asilo político no posto de imigração, como migrantes que cruzavam a fronteira ilegalmente. Uma das táticas mais polêmicas foi a implementação da separação dos menores de 18 anos e do seus pais, para evitar que a família unida esperasse o processo em liberdade. Outra tá-

tica polêmica foi a determinação que a pessoa que se apresente no porto de entrada na fronteira e solicita asilo política tenha que aguardar o processo no México. Em resumo, por mais que o governo americano tente diminuir o fluxo de migração de pessoas pela sua fronteira sul, através barreiras naturais extremamente perigosas, detenção de menores e

www.revistaexato.com


táticas polêmicas como separação de famílias, serão as condições de vida destas pessoas em seu país de origem que irá determinar a continuação e o tamanho do fluxo migratório. Portanto, o governo americano terá que revisar totalmente a sua legislação de imigração, agilizando os processos de concessão de asilo político, critérios,

www.revistaexato.com

objetivos para a migração de força de trabalho, e regularização de imigrantes ilegais ou sem status dentro dos EUA, com previsão de extensão do status para filhos e cônjuges fora do território americano. Caso contrário, as crises humanitárias continuaram a se repetir na fronteira entre os EUA e o México.

Giuseppe Regina Consultor de Empresas, MBA em Finanças e Especialista em Finanças Públicas.

REVISTA EXATO

33


FAMÍLIA

Família x Depressão Família é fator protetivo na prevenção e curativo no tratamento da depressão Por Marisa Lobo

A

depressão é um transtorno complicado, mas tratável, e acaba afetando também aqueles que estão ao redor. Às vezes, quando um amigo ou familiar está deprimido, experimentam-se diferentes emoções difíceis de suportar, como impotência, frustração, raiva, medo, culpa, tristeza etc. Esses sentimentos são normais e senti-los não significa que não possamos ou queiramos ajudar nosso amigo ou familiar. Assim, se quisermos somar e realmente prestar uma ajuda eficaz, não é bom que descuidemos

36

REVISTA EXATO

do cuidado com nós mesmos. Para ajudar alguém a superar a depressão, é preciso aprender como funciona a depressão e em que termos e formas devemos tratá-la sem esquecer a nossa própria saúde mental. Isso é fundamental para manter um cuidado efetivo ao longo do tempo e para que não paguemos um preço muito alto por nossa ajuda.

Cuide de si mesmo enquanto ajuda uma pessoa deprimida Há um impulso natural de querer solucionar os problemas das pessoas que amamos, mas não podemos controlar a depressão de uma pessoa querida. Por isso, se não cuidarmos do nosso próprio estado emocional, não poderemos ajudar o outro. Cuidar da sua própria saúde e da sua felicidade é fundamental para conseguir ajudar alguém que está deprimido. Portanto, você deve atender as suas próprias necessidades antes das do outro, para

www.revistaexato.com


poder ser útil. A família pode ter um papel ativo na sua recuperação, deve por isso, estar atento ao seu familiar e identificar as manifestações depressivas, ou seja, deve estar atento a sinais de alerta e, assim que possível, procurar ajuda profissional.

Como a família pode ajudar? • Convencendo o familiar a buscar ajuda médica, muitas vezes de forma incisiva, acompanhando-o ao médico ou psicológico, como forma de incentivo e acolhimento. • Encoraje o desabafo. Falar sobre os pensamentos e sentimentos que estão soterrando a pessoa faz bem, ajuda a aliviar a sensação opressiva que a acompanha. • Sendo responsável em ministrar os medicamentos. Não é indicado que a pessoas com depressão grave tenha acesso aos medicamentos. Se tiver pensamentos suicidas, deve-se manter a pessoa longe dos medicamentos. O ideal é a família controlar e dar o medicamento nos horários corretos, sem falar que as pessoas podem não querer tomar. • Incentivando, sendo companheiro(a) do ente querido nas caminhadas, na prática de esportes, ir à igreja, acompanhar em várias formas de lazer, porém sem pressionar, aos poucos, aproveitando aberturas que a pessoa dá. • Orar junto com o depressivo, fazer um acompanhamento. O monitoramento é importante até que a pessoa se recupere, mas cuide para não virar refém, e não passar dos limites, lembre-se: você não é médico(a).

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

37


• Ouça mais, fale menos, encontre um momento apropriado e um lugar calmo para falar sobre suicídio com essa pessoa. Deixe-a saber que você está lá para ouvir, ouça-a com a mente aberta e ofereça seu apoio. • Incentive a pessoa a procurar ajuda de um profissional, como um médico, profissional de saúde mental, conselheiro ou assistente social. Ofereça-se para acompanhá-la a uma consulta. • Se você acha que essa pessoa está em perigo imediato, fique por perto, não a deixe sozinha. • Procure ajuda de profissionais de serviços de emergência, um serviço telefônico de atendimentos a crises, um profissional de saúde, ou consulte algum familiar dessa pessoa.

O que a família não deve fazer Saber o que não dizer também é muito importante para não piorar a situação. Fique atento para não repetir os conselhos abaixo, pois eles só prejudicam quem já está fragilizado. • Desvalorizar o que está a acontecer com o seu familiar, evitando expressões como “esquece isso” ou “se arruma, você está parecendo um maltrapilho”. • Não deve utilizar críticas destrutivas, mas valorizar acontecimentos positivos do quotidiano. • A família não deve fazer cobranças como faz para uma pessoa “normal” da família, pois o depressivo não é “normal”, ele tem uma doença psiquiátrica que pode ser grave, ou se agravar justamente por cobranças severas, já que não consegue dar conta dessas cobranças e se sente culpado por isso.

38

REVISTA EXATO

www.revistaexato.com


• Evite frases de incentivo como: “Levanta a cabeça, deixa disso” “Pense positivo”, “Sua vida é boa, só você não vê”, “A vida é boa”, “Por que você apenas não faz algo para superar isso?”. O deprimido, mais do que qualquer coisa, quer “acabar com este estado”, mas ele não consegue. Seu nível de energia e consequentemente autoconfiança estão inoperantes. Ajude a pessoa a visualizar suas qualidades e a relembrar suas conquistas. Um aspecto da depressão é a tendência a meio que “esquecer” as coisas boas que já aconteceram. É como se houvesse uma cortina nublando essas memórias. Ajude-a a lembrar que ela é uma pessoa ótima e capaz de fazer coisas boas.

A Importância da família no processo terapêutico e espiritual

• Não condene. Depressão não é covardia, não é loucura, não é fraqueza. • Não banalize. “É por isso que quer morrer? Já passei por coisas bem piores e não me matei”, “Você quer chamar atenção”, ”Não gosta de ninguém” “Isso é falta de vergonha na cara”. • Não use a religião, para culpar ou discriminar o ente familiar dizendo ser “Falta de Deus”. • Não é hora de dar sermão do tipo “Tantas pessoas com problemas mais sérios que o seu, siga em frente” o doente de depressão sabe, mas não consegue reconhecer essa verdade, o que lhes causa mais desespero e dor.

www.revistaexato.com

Deus criou a família para ser unida, protegendo e fortalecendo cada membro. Uma família unida, guiada por Deus, é uma grande bênção! Os laços de família são muito fortes, se tornando assim, um fator protetivo, contra vários males, inclusive como proteção à saúde mental de seus integrantes. É por meio da família que aprendemos os primeiros valores que nos seguirão por toda a vida. São as noções de como nos relacionaremos em sociedade, a percepção do mundo em que vivemos e a instrução pelo caminho em que possivelmente seguiremos, é ela o nosso porto seguro, nas alegrias e nas tristezas. Crescer em uma família que ama e serve a Deus é um grande

privilégio. Os pais devem ensinar os filhos sobre Deus e os filhos devem honrar os pais. Todos devem ajudar os membros mais fracos e vulneráveis da família. A família é o lugar ideal para refletir o amor de Deus, para crescermos em amor, afeto, protegidos de toda doença mental. Infelizmente, temos muitas famílias disfuncionais, o que agrava e desencadeia muitos conflitos emocionais que podem acompanhar os indivíduos por toda vida. A Bíblia nos mostra as bênçãos a que temos direito se cuidarmos bem da nossa casa. Deus os abençoou e lhes disse: Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Como é feliz o homem que tem a sua aljava cheia deles! Não será humilhado quando enfrentar seus inimigos no tribunal. (Salmos 127:3-5) Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles. (Provérbios 22:6)

Dra. Marisa Lobo Psicóloga Palestrante, Pesquisadora, Teóloga e Escritora Cristã.

Instagram: @marisa_lobo

REVISTA EXATO

39


Anuncie aqui Se você viu, seu cliente também verá! DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

Consulte nossa equipe comercial e anuncie agora mesmo sua empresa.

+1 (774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


PUBLIEDITORIAL

EMPRESÁRIA FAZ SUCESSO COM A GASTRONOMIA BRASILEIRA NOS EUA Por Thaís Partamian Victorello

C

ozinheira “de mão cheia”, a empresária paulista Inês Moreira faz sucesso com a empresa “Toca das gostosuras” quando o assunto é gastronomia brasileira. Moradora de Massachusetts, Dona Inês (como é popularmente conhecida), é responsável por produzir coquetéis e refeições para eventos corporativos e sociais, como festas de empresas, shows, aniversários e casamentos. Trabalhando em família, a Toca das Gostosuras produz os tradicionais salgados brasileiros, bandejas de frios, tortas salgadas, mesa de frios, doces, massas, saladas e sobremesas em geral. Inês Moreira é uma das mais tradicionais cozinheiras da comunidade Foto: Arquivo pessoal

42

REVISTA EXATO

www.revistaexato.com


Dona Inês posa ao lado do comediante Whindersson Nunes Foto: Arquivo pessoal

Seu tempero e receitas especiais fazem sucesso não só com a clientela da comunidade brasileira de Massachusetts, mas também com artistas que vem a Boston para fazerem shows, como foi o caso do comediante Whindersson Nunes, quando se apresentou com o show “Proparoxítona”, em 2017, no Back Bay Events Center. A empresa de Dona Inês foi responsável pelo coquetel servido no camarim para o Whindersson e sua equipe. Na ocasião a empresária fez questão de ir conferir o show de perto e aproveitou para posar ao lado do comediante, que elogiou sua comida. Mas não foi só o Whindersson Nunes que aprovou as delícias produzidas pela Toca das Gostosuras, as receitas também chamaram a atenção da apresentadora Fernanda Pontes e Dona Inês chegou a ser pauta do programa Planeta Brasil, transmitido pela Globo Internacional.

TOCA DAS GOSTOSURAS

www.revistaexato.com

Fernanda Pontes entrevistou a empresária no programa Planeta Brasil - Foto: Arquivo pessoal

O salgados são algumas das especialidades da “Toca das gostosuras” Foto: Arquivo pessoal

EDGEWORTH ST, FRAMINGHAM, MA - 01609

(774) 578.3004

REVISTA EXATO

43


NUTRIÇÃO

O que é Kefir? Tudo o que você precisa saber para aproveitar todos os benefícios Por Adrielle Keler

O

Kefir é originário das Montanhas do Caúcasianas da Ásia e ficou popular em vários países da Europa há muitos séculos. O termo Kefir deriva-se do turco “Keif”, que quer dizer bom sentimento. O grão de Kefir é um agrupamento gelatinoso polissacarídeo que tem vários microrganismos em simbiose, e sua complexidade ainda não foi completamente decifrada pela ciência. Sendo um produto facilmente digestível é uma boa fonte de proteína e cálcio. Pode consequentemente ser incluído como parte da dieta diária. Ao cultivar os grãos do Kefir em água com mascavo ou leite, percebemos que, com o tempo eles se multiplicam e uma parcela desses grãos devem ser removidos para evitar a superpopulação e continuar proporcionando uma

44

REVISTA EXATO

boa reação entre o leite (ou água com mascavo) e grãos. Tradicionalmente, os grãos podem ser adquiridos por doações de outros usuários. O Kefir é um probiótico sendo conceituado como microrganismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefícios à saúde daquele que o ingere, pois contribui para o equilíbrio da flora intestinal. Mas, é importante sempre ressaltar que seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis. Os probióticos são disponíveis e ofertados no mercado em forma de preparações farmacêuticas (cápsulas ou sachês) ou naturais (como é o caso do kefir), podendo conter em sua composição um único ou conjunto de microrganismos.

A utilização de probióticos são relacionadas a efeitos como: -Melhora da capacidade de absorção de nutrientes no intestino; - Melhora na atividade antimicrobiana contra possíveis patógenos; - Participação na modulação do sistema imune; - Atividade anti-carcinogênica que pode ser tanto pela inibição de enzimas pro-carcinogênicas ou pela estimulação do sistema imunitário; - Colabora na digestão da lactase; - Altera o pH local e cria um ambiente desfavorável aos patógenos;

www.revistaexato.com


- Redução da constipação intestinal; - Melhora na resistência a infecções; - Alivia sintomas da síndrome do intestino irritável; - Melhora na função de barreira intestinal. Também já está provado que as melhores dietas são aquelas em que a pessoa se alimenta várias vezes durante o dia em pequenas quantidades. O Kefir, espe-

cialmente no leite, pode ser usado nestes pequenos “lanchinhos”, substituindo outros alimentos mais calóricos, mesmo quando batido com frutas e cereais, desde que se evite o uso de açúcar ou mel. Porém, a associação simultânea de Kefir com jejum não é recomendado e para os que gostam de jejuar o uso nos dias de jejum deve ser suspenso. Se alimentar somente de Kefir é uma atitude errada e contra-indicada.

Como fazer o Kefir de leite O leite é colocado em um recipiente apropriado, limpo, com os grãos de Kefir e deixado a temperatura ambiente por aproximadamente 24 horas. O leite que é fermentado deve ser coado para separar e recuperar os grãos de kefir do kefir líquido. Para os grãos são adicionados mais leite e reservado para a próxima utilização, e o processo é simplesmente repetido. Este processo simples pode ser executado indefinidamente. Grãos de Kefir são para sempre. O Kefir líquido, coado, pode ser consumido fresco ou refrigerado. É importante que no seu manuseio não sejam utilizados instrumentos metálicos, dada a possível reação do ácido da fermentação com os metais. E manter em locais com pouca luz e de temperaturas exteriores o mais constante possível, de -15ºC até 40°C.

Adrielle Keler Nutricionista

Fotos: Google

www.revistaexato.com

Instagram: @adrielleperrut

REVISTA EXATO

45


SOCIAL

Coquetel de lançamento da Revista EXATO Na noite do dia 10 de maio, aconteceu o coquetel de lançamento da primeira edição da revista Exato. O evento, que aconteceu nas dependências do Le Belle Day Spa, localizado na cidade de Natick (Massachusetts), contou a presença da direção e de boa parte dos colaboradores da revista voltada para o empreendedorismos, além de convidados e empresários brasileiros dos mais diversos ramos de atividades. Agradecimentos especiais: Le Belle Day Spa, Toca das gostosuras, Yummy Brazilian Treats, Atelier Sweet Party, Erica Quidute Personal Chef e Do Do Party.

Fotos: Fábio Nascimento CEO/Founder da Revista EXATO Daniel e Simone Rohde

Convidados para o lançamento da Revista EXATO


Priscila Souza e Wandersom

Jornalista/Editora da Revista EXATO Thaís e Rafael

Marlene e Thaís

Colunistas da Revista EXATO

Simone Mocelin, Simone Rohde e Thaís


IMIGRAÇÃO

COMO OBTER O GREEN CARD SEM PRECISAR SAIR DOS EUA Você conhece essa possibilidade de legalização? Por Kelmer Neves

V

ocê sabia que existem alguns meios legais em que o imigrante pode obter o seu Green Card sem precisar sair dos Estados Unidos? Muitos imigrantes desconhecem esta possibilidade de legalização, mas ela existe. Uma dessas possibilidades se dá através da chamada Seção 245(i), que foi estendida em 21 de dezembro de 2000, durante a presidência de Bill Clinton, permitindo que certos imigrantes indocumentados obtenham o Green

48

REVISTA EXATO

Card sem ter que sair do país. Na época, para se qualificar, o requerente tinha que provar que uma petição de família tinha sido submetida a seu favor, junto ao Serviço de Imigração e Naturalização ou uma certificação de trabalho junto ao Departamento de Trabalho, datado antes de 30 de abril de 2001. O que muitos não sabem é que os imigrantes quem deram entrada neste tipo de processo e que, por algum motivo, tiveram seu pedido negado, esse imigrante ainda pode ser beneficiado pela Seção 245(i). Para isso, eles precisam dar entrada novamente com um novo sponsor. O tempo para que esse imigrante, protegido pela Seção 245 (i), obtenha o seu Green Card através de trabalho pode variar de um a três anos, dependendo da categoria.

As categorias são as seguintes: EB-1 - Dividido em 3 subcategorias que incluem: indivíduos com habilidades extraordinárias (EB-1A), pesquisadores e professores em destaque (EB-1B) e executivos e gerentes de multinacionais (EB-1C). Em uma petição EB-1A, uma oferta de emprego não é necessária, e um estrangeiro pode solicitar benefícios de imigração sem um sponsor. Em petições EB-1B e EB-1C, uma oferta de trabalho permanente é necessária. Profissionais qualificados na categoria EB-1 obtêm o Green Card mais rápido do que outros imigrantes. EB-2 - Destinado a membros de categorias profissionais que possuem uma graduação avançada,

www.revistaexato.com


Fotos: Freepik

ou indivíduos que devido à sua habilidade excepcional em ciências, artes ou negócios beneficiaria substancialmente a economia, cultura ou educação americana. Dependendo da graduação do indivíduo, pode ser necessário, ou não, que o mesmo possua um empregador, pois existem isenções do mesmo, caso o indivíduo se enquadre para um “National Interest Waiver”. Fotos: Google

Kelmer Neves Palestrante, Assessor Jurídico especialista em imigração, integrante da equipe Saher Macarius Law em conjunto com a American Imigration Solution. Contato: (508) 561.5851

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

49


CONSULADO

ESPAÇO EMPREENDEDOR BRASILEIRO - EBB Consulado-Geral do Brasil em Boston Por Bernardo de Magalhães

Brasil em Boston: http://boston.itamaraty.gov.br/ pt-br/espaco_do_empreendedor_brasileiro_-_eeb.xml

O

EEB tem o objetivo de oferecer informações para a comunidade brasileira na região de Maine, Massachusetts, New Hampshire e Vermont, no que diz respeito a temas de empreendedorismo. Uma das iniciativas do EEB é o Mapa do Brasil em Boston, uma ferramenta de apoio para estimular e impulsionar os negócios brasileiros, identificando empreendimentos que buscam maior visibilidade. O mapa auxilia a promover negócios e facilita a busca por profissionais e produtos de origem brasileira. Obtenha maiores informações e faça parte deste mapa. Cadastre o seu empreendimento na página do Consulado-Geral do

50

REVISTA EXATO

No site do Consulado, é também possível acessar o guia “Como Empreender em Massachusetts” e instruções para acessar vídeos gratuitos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE)

sobre “Capacitação à distância para empreendedores brasileiros no exterior”. No mês de Abril, o EEB realizou o primeiro “Bate-papo com Empreendedor”, com a empresária Izabella Luiz (Sweet Pan), que relatou à comunidade sua experiência como empreendedora brasileira nos Estados Unidos. Informe-se, cadastre-se, participe e divulgue as ações de apoio do EEB à comunidade brasileira.

Bernardo Dias de Magalhães Consultor sobre empreendedorismo Consulado-Geral do Brasil em Boston E-mail: eeb.boston@itamaraty.gov.br

www.revistaexato.com


Anuncie aqui Se você viu, seu cliente também verá! DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

Consulte nossa equipe comercial e anuncie agora mesmo sua empresa.

+1 (774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


CAPA

Fotos: Carol Beiriz Produção: André Moraes Beleza: Will Ferrari


A multifacetária Antônia Fontenelle Conheça o lado empreendedor da atriz e apresentadora que fala tudo “na lata” Por Thaís Partamian Victorello

L

oira, independente, talentosa e “sem papas na língua”: assim é conhecida a atriz, produtora, empresária e apresentora Antônia Fontenelle. Mãe de dois filhos, Samuel de 23 anos e do pequeno Salvatore, de apenas 2 anos, Fontenelle nasceu em Brasília e foi criada no Piauí. O que muitas pessoas não sabem é que, desde muito jovem, Antônia já era inquieta, decidida e empreendedora. Ainda adolescente, ela decidiu abrir o seu primeiro negócio: uma loja voltada para moda jeans. Aos 18, mudou-se para o Rio de Janeiro para investir na carreira artística e desde então não parou mais: atuou na TV, no teatro, no cinema, dirigiu

www.revistaexato.com

filmes de curta metragem, produziu um longa metragem ao lado do então marido, o diretor Marcos Paulo, investiu novamente em lojas de moda feminina e, numa época em que o YouTube não era ainda tão popular como nos dias atuais, acreditou no seu potencial como apresentadora e criou o canal “Na Lata”, que recentemente comemorou cinco anos de existência, com quase um milhão e quinhentos mil inscritos e uma trajetória de sucesso. Muito simpática, Antônia topou o convite da Revista EXATO para um bate-papo sobre sua trajetória no empreendedorismo, internet, visão política, feminismo, preconceito e família.

REVISTA EXATO

53


das renderias do Morro da Mariana, que é uma cooperativa de renderias no Piauí. A loja foi um sucesso, mas optei por fechá-la pra cuidar do Marcos em tempo integral, quando ele descobriu o câncer.

SOFRO PRECONCEITO DIARIAMENTE POR FALAR O QUE PENSO, POR SER BONITA, POR SER LOIRA, POR SER NORDESTINA, POR SER MÃE SOLTEIRA, POR SER BEM SUCEDIDA...” Antônia Fontenelle

Fotos: Carol Beiriz

EXATO: Como e quando surgiu o seu lado empreendedor? Antônia Fontenelle: Surgiu quando eu tinha 15 anos de idade e montei uma loja voltada pra moda jeans. EXATO: O seu segundo empreendimento voltado para a moda feminina foi com a grife Mada-

54

REVISTA EXATO

me Simões. Como surgiu a ideia de criar essa grife? Antônia Fontenelle: A ideia da Madame Simões surgiu quando eu estava de férias com o Marcos Paulo e comecei a reparar nas turistas enlouquecidas comprando renda. Eu lembrei que na nossa casa de Búzios tinha um ponto

EXATO: Ao lado do ator e diretor Marcos Paulo, você produziu o longa metragem Assalto ao Banco Central. Você já havia feito alguma outra produção para o cinema antes? Antônia Fontenelle: Não, nunca havia feito nada tão grandioso... Eu assinei o argumento, as

www.revistaexato.com


sinei o elenco, também participei como atriz, uma aparição rápida só pra eternizar mesmo, meu foco ali era outro. Dar apoio ao Marcos que, aliás, foi difícil convencê-lo a dirigir o filme, ele achava que não seria capaz. EXATO: Após esse longa você produziu outros projetos para o cinema, TV ou para o teatro? Antônia Fontenelle: Sim, dirigi alguns curtas pro Festival do Rio e montei um monólogo pro teatro no ano passado, chamado “Sincericídio”, que também foi um sucesso. EXATO: Você já sofreu preconceito por ser bonita e ter sido casada com um dos principais diretores do Brasil? Se sim, como você lidou com isso? Antônia Fontenelle: Sofro preconceito diariamente por falar o que penso, por ser bonita, por ser loira, por ser nordestina, por ser mãe solteira, por ser bem sucedida... Não lido com isso, ignoro, já tenho muitas coisas pra lidar. EXATO: Muito antes do YouTube se popularizar tanto, você acreditou que seria possível produzir um conteúdo de qualidade para essa plataforma. Quando e como surgiu a ideia de criar o seu canal? Antônia Fontenelle: Surgiu da necessidade de me comunicar. Fui a precursora e hoje me orgulho muito disso, sou case no YouTube. EXATO: Você imaginou que trabalhando de forma independente teria o sucesso e a popularidade que você tem hoje apresentando o “Na Lata” e “Na cama da Gata”? Antônia Fontenelle: Imaginei sim... Modéstia à parte falando, não tem ninguém fazendo o que eu faço da forma como faço. Pode parecer pedante, mas não

www.revistaexato.com

Fotos: Carol Beiriz

o peso que a coisas têm, e o que faço é muito bom. EXATO: Como é o seu contato com os seguidores? Eles te abordam nas ruas para comentar ou sugerir alguma entrevista? Antônia Fontenelle: Sim, me abordam, me elogiam, sugerem, alguns fazem críticas construtivas e eu adoro, porque analiso. É uma relação linda, de troca e de respeito. EXATO: Tem alguém que você ainda não entrevistou, mas que gostaria muito de entrevistar? Antônia Fontenelle: São tantas... Ivete, Michele Bolsonaro, Dilma, Madonna... Qual é a maior vantagem e a maior desvantagem de produzir conteúdo pela internet de forma independente? Antônia Fontenelle: A maior vantagem é a liberdade, e a desvantagem é a incerteza. Eu traba lho pra uma empresa que só ela

tem o controle da situação, as cartas do jogo é ela quem dá e esse jogo pode mudar a qualquer momento... Isso é muito ruim, é inseguro. EXATO: Com tanto sucesso e tão bem aceita pelo público, você já recebeu proposta de alguma emissora para levar o seu “Na Lata” para a TV aberta? Antônia Fontenelle: Todas, exceto a TV Globo, mas nunca me ofereceram o salário que eu acho que mereço, e olha que não estou falando de nada exorbitante, apenas justo. EXATO: Pra você qual é o maior desafio para os novos empreendedores no Brasil? Antônia Fontenelle: A burocracia. EXATO: Você acredita que o seu jeito sincero e direto de alguma forma te atrapalha na possível contratação de uma emissora de TV aberta ou de patrocínios? Antônia Fontenelle: Sim, o que

REVISTA EXATO

55


é uma burrice. Já foi a época em que o povo se deixava enganar pelas falsas moçinhas. EXATO: A sua trajetória e a sua determinação profissional é exemplo e inspiração para muitas pessoas. Qual conselho que você daria para quem está iniciando na vida profissional? Antônia Fontenelle: Coragem, foco, amor e entendimento do que faz.

MODÉSTIA À PARTE FALANDO, NÃO TEM NINGUÉM FAZENDO O QUE EU FAÇO DA FORMA COMO FAÇO. PODE PARECER PEDANTE, MAS NÃO É.” Antônia Fontenelle

EXATO: O que você jamais faria (profissionalmente falando)? Antônia Fontenelle: Filme pornô. EXATO: Você acredita no avanço de conquistas das mulheres através do atual viés do feminismo? Antônia Fontenelle: Acho esse papo de feminismo chatíssimo. As feministas radicais eu tenho

56

REVISTA EXATO

paúra, quero distância. Minha forma de reinvidicar meu lugar ao sol é por meritocracia, me aprofundando na minha profissão pra que nenhum macho tente me diminuir. Adoro me depilar, cuidar do meu corpo e da minha mente... EXATO: Qual é o seu maior sonho? Antônia Fontenelle: Ver menos injustiça, menos miséria, menos corrupção e que o povo brasileiro aprenda a votar EXATO: O que a família representa para você? Antônia Fontenelle: Amor e referência. EXATO: Você tem algum grande arrependimento? Antônia Fontenelle: Nunca ter aceitado o que o Marcos Paulo me oferecia em vida EXATO: O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer? Antônia Fontenelle: Ficar com as minhas crias. EXATO: Você foi uma entusiasta do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante a campanha eleitoral. O que te fez “comprar essa briga” diante de parte da classe artística polvorosa com o “Ele não” ? Antônia Fontenelle: A turma do “Ele não” só está preocupada com o próprio umbigo. O PT ferrou o país... Esses ratos não poderiam continuar no poder. EXATO: Você gosta de acompanhar a política de modo geral? Você aceitaria o convite para atuar nessa área de alguma forma? Antônia Fontenelle: Já recebi alguns convites, desde pastas até me candidatar a algum cargo político, mas ainda não chegou a hora. EXATO: O que você espera para o Brasil nos próximos

Fotos: Carol Beiriz

www.revistaexato.com


3 anos e meio? Antônia Fontenelle: Que os mais de 50 milhões de brasileiros que tiraram o PT do poder, se orgulhem de seus gritos de liberdade. EXATO: Como você se imagina daqui a 10 anos? Antônia Fontenelle: Linda e realizada em todos os sentidos, plena. EXATO: Conte-me algo que ninguém sabe sobre a Antônia? Antônia Fontenelle: Eu não durmo sem ouvir o salmo 91. EXATO: Além da direção do filme da Gretchen e do conteúdo atual do seu canal no YouTube, este ano o seu público pode esperar mais da Antônia Fontenelle no quesito empreendedorismo? Antônia Fontenelle: Sempre, novidade é meu nome!

ACHO ESSE PAPO DE FEMINISMO CHATÍSSIMO. AS FEMINISTAS RADICAIS EU TENHO PAÚRA, QUERO DISTÂNCIA...” Antônia Fontenelle

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

57


BELEZA

VAI VIAJAR? SAIBA O QUE LEVAR DE MAQUIAGEM Dica sobre os principais produtos para levar numa viagem Por Hanna L. Santos

D

ia de viagem é um dia corrido, e na maioria das vezes não sabemos o que levar na nossa necessaire de maquiagens, seja porque temos muitos produtos ou porque não sabemos de antemão exatamente o que iremos precisar. Pensando nisso, separei algumas dicas especiais para que você não passe aperto e leve o básico que irá satisfazer todas as suas necessidades. Até porque sabemos que não adianta levar todas as nossas maquiagens, pois, não iremos usar nem metade delas. Então, aqui vão cinco dicas que irão te ajudar nesse momento.

60

REVISTA EXATO

A começar pelos itens essenciais, o que não pode faltar: base/protetor solar (se tiver 2 em 1, melhor ainda), corretivo, pó, blush, máscara de cílios, lápis preto para os olhos e batom. Com esses itens você pode fazer da maquiagem mais clássica a uma mais elaborada, acredite. A segunda dica é optar por uma paleta que contenha: o blush, contorno, iluminador e paleta para olhos com tons neutros, o que te dá liberdade para fazer diversos tipos de olhos, do smokey eye ao mais simples. Quanto aos pincéis, é interessante que se tenha apenas quatro, já que existem uma infinidade de modelos, porém utilizamos apenas esses: um pincel kabuki de cerdas sintéticas que vai te ajudar na utilização da base, o pincel de blush, de pó, e um menor para utilização das sombras. Além disso você pode coloca-los nos espaços laterais da mala, caso não caibam na necessaire, o que não ocupará muito espaço.

A melhor opção de demaquilantes, nesse caso, são os lenços umedecidos, além de compactos ocupam pouco espaço e faz um serviço tão bom quanto os demaquilantes líquidos. Como sabemos, existem algumas regras em viagens, principalmente internacionais. Acredito que essa dica seja a chave-de-ouro para que não aconteçam imprevistos desagradáveis: opte sempre por colocar suas maquiagens em saquinhos de plástico, tipo zip bag, ou envolva-os em plásticos filmes para evitar que abram e façam aquela sujeirada. Agora, é só aproveitar a viagem sabendo que terá a devida maquiagem para todos os dias!

www.revistaexato.com


Hanna L. Santos Maquiadora

Contato: (774) 778.4778

Fotos: Freepik

www.revistaexato.com

Instagram: @hanna.makeup

REVISTA EXATO

61


TURISMO

SEGMENTOS TURÍSTICOS O Turismo Cultural Por Rafaela S. Fonseca

O

que é a segmentação? E o Turismo Cultural?

A segmentação do Turismo nada mais é do que uma divisão dos aparelhos, naturais ou artificiais, de forma que se crie a estruturação dos produtos e consolidação dos roteiros e destinos a partir dos elementos de identidade da oferta e também das características e variáveis da demanda. Por definição é a atividade turística que está relacionada a viagens e eventos direcionados para o conhecimento e lazer com elementos culturais, tais como: monumentos, complexos arquitetônicos ou símbolos de natureza histórica, além de eventos artísticos/culturais/religiosos. Além disso, a cultura engloba todas as formas de expressão da raça humana como o sentir, o agir, o pensar e todo o produto das suas relações interpessoais e da relação com o meio onde vive.

62

REVISTA EXATO

Houve uma época onde a identidade do Turismo Cultural estava muito ligada ao patrimônio físico, ao edificado e somente a algumas festas e manifestações com origem das pessoas. Qual é a motivação? O Turismo Cultural é, portanto, uma combinação do patrimônio edificado e das manifestações populares. A escolha por um destino com maior apelo cultural deve sempre levar em consideração o perfil do turista para evitar que aconteça qualquer tipo de choque, isso porque quem busca esse segmento pode desejar uma interação maior ou menor com a sociedade do destino. Vivenciar os aspectos que são peculiares na cultura é uma escolha que deve ser adequada ao destino de escolha do turista.


Torre Eiffel, Paris, Franรงa

Fotos: Google

REVISTA EXATO

63


Para onde ir: Por definição do Ministério do Turismo do Brasil e da Unicamp, toda viagem turística é uma experiência cultural. “(...) ao sair de seu ambiente, o turista entra em contato com novos sabores da culinária local, com as músicas mais pedidas nas estações de rádio do local, com a forma dos habitantes locais de lidarem com visitantes”, porém nem todo turista pode ser considerado um turista cultural. Isso porque tudo vai depender da motivação da viagem.

Os destinos mais celebrados são Espanha, França, Portugal e Itália, com seus patrimônios edificados, a atmosfera da arte e da culinária. Tudo que emana desses lugares tem um ar mais tradicional, por vezes até formal, mas sem deixar de atender à grande parte do imaginário mundial. Fora da Europa alguns locais continuam trabalhando em diversificar a sua imagem, como exemplo México, Brasil e Índia. No caso de Cancun e Brasil, o imaginário está muito ligado às belas praias, resorts, natureza,

entretanto, a interação com a população, os costumes, as festas e danças populares e a alegria contagiante da população criam a atmosfera perfeita para integração e apreciação. Quando falamos de Índia, a relação com a cultura já é feita de forma mais natural. O imaginário do turista já tem a percepção de um local onde as manifestações populares e os bens materiais se complementam pra criar o ambiente de intercâmbio cultural que é tão reconhecido e difundido. Apesar da criação de diversos

Veneza, Itália


Porto, Portugal

Fotos: Google

segmentos, o que realmente importa e faz toda a diferença é a disposição do turista frente às situações. Ou seja, a criação de um “compartimento” para um aparelho turístico não interfere na experiência do turista. Não seria como entrar em quarto fechado onde existe somente um caminho a ser seguido. O turismo é uma troca constante, onde os diferentes segmentos e os diversos visitantes influenciam e sofrem influência de tudo que os cerca. E é isso que torna a atividade turística tão rica e importante.

Rafaela S. Fonseca Turismóloga formada pela UERJ e fundadora da Rosa dos Ventos Consultoria de Viagens

REVISTA EXATO

65


Anuncie aqui Se você viu, seu cliente também verá! DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

Consulte nossa equipe comercial e anuncie agora mesmo sua empresa.

+1 (774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


DOCUMENTOS

DOCUMENTOS E FÉRIAS Dicas para uma viagem tranquila Por Natacha Fonseca

A

o pensarmos em férias, a primeira coisa que vem na nossa mente é relaxar, descansar, de preferência num lugar paradisíaco. Há também aqueles que gostam da badalação das grandes cidades. Mas, para que qualquer um desses cenários se torne realidade, existe uma etapa muito importante: primeiro o planejamento. Para que o sonho de conhecer um lugar novo não se torne um pesadelo, é fundamental que seja feito um checklist detalhado de tudo que é necessário para a viagem. Primeiro o orçamento, depois as atrações que queremos conhecer e, por fim, , o que levar na mala. Mas será que é só isso mesmo? Muita gente esquece de se organizar em relação aos documentos necessários para a viagem: passaporte, vistos, vacinas e seguro, são detalhes que podem simples-

68

REVISTA EXATO

mente acabar com a viagem antes mesmo dela começar. Depois de decidido o destino da viagem é muito importante verificar quais os documentos exigidos para entrada no país. O passaporte é um item obrigatório. Se você já tem um, precisa verificar a validade. Alguns países exigem que ele esteja válido por mais três meses além da data de saída do país. Caso esse requisito não seja atendido, o primeiro passo antes de prosseguir com o planejamento é agendar a renovação, uma vez que qualquer problema que possa ocorrer durante esse processo, tal como demora no agendamento ou atrasos na entrega, impossibilitará a realização da viagem. Para quem viaja com frequência, o ideal é manter uma rotina de renovação do passaporte sempre que ele chegar aos seis últimos meses de validade, garantindo tranquilidade na hora de planejar as férias. Com o passaporte na mão, a segunda etapa é conferir a necessidade de vistos ou outras exigências de entrada no país de destino. Alguns países exigem que o visto seja requerido antes da via-

gem e recomendam que a passagem só seja comprada após sua concessão - como é o caso dos Estados Unidos - evitando que o viajante tenha prejuízo se a solicitação for negada. Há também países que não pedem visto para brasileiros, tais como os países do Mercosul, que fazem parte de um acordo de livre circulação, sendo necessário apenas a apresentação de um documento de identidade que seja reconhecido nos países membros. Nesse caso, é importante ressaltar que os documentos devem ser originais e estar dentro do prazo de validade - caso se aplique. Lembrando que identidades militares, mesmo dentro desses requisitos, não são válidas fora do Brasil. Para a entrada na União Europeia, brasileiros não precisam de visto, desde que a viagem seja de turismo e por no máximo 90 dias e, para verificar a motivação e a duração da viagem, a imigração exige outros documentos: seguro-viagem com cobertura mínima de 30 mil euros; comprovante de hospedagem ou carta-convite, que deve abranger todo período de estadia; comprovação finan-

www.revistaexato.com


ceira, tais como extratos de conta corrente ou cartões de crédito, saldo em cartões pré-pagos ou dinheiro, utilizando o cálculo de aproximadamente 68 euros por dia de viagem e passagem de volta, outro item obrigatório em uma viagem para a Europa, já que algumas companhias aéreas conferem este item no momento do embarque e, sem ela, o passageiro pode ser impedido de viajar. O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é exigido em 133 países para comprovação de que o viajante está imunizado, principalmente, contra a febre amarela, doença que mais preocupa as autoridades. Essa obrigatoriedade é especialmente para viagens que iniciem ou tenham como destino países em que o vírus é comum e a vacina deve ser tomada com pelo menos dez dias de antecedência da data da viagem e tem validade de 10 anos. Se você faz uso de algum medicamento controlado ou de uso contínuo, também é importante levar em consideração os documentos necessários para levá-los em suas viagens. Em primeiro lugar, você deve checar se o medicamento não é proibido no país de destino e, em seguida, providenciar a prescrição médica em inglês constando o nome do medicamento, a dosagem e a indicação do uso, que deve ser assinada e conter o número de registro do médico. Também é importante manter as bulas junto com os medicamentos e a quantidade não pode exceder ao necessário para 90 dias. Estar atento e providenciar com antecedência os documentos necessários são atitudes essenciais para uma viagem tran-

www.revistaexato.com

Fotos: Freepik

quila e sem dor de cabeça. O ideal é manter uma pasta com todos os documentos reunidos e atualizados, mesmo sem nenhuma viagem marcada e, quando for necessário, elaborar um checklist para não esquecer nada, seja antes ou durante a viagem. Seguindo essas sugestões é só arrumar as malas e boa viagem!

Natacha Fonseca Arquivista e Personal Stylist. Instagram: @natachafonsecaa

REVISTA EXATO

69


PSICOLOGIA

A DEPENDÊNCIA NOS JOGOS ELETRÔNICOS O novo inimigo silencioso Por Manuella Regina

O

s Jogos eletrônicos chegaram com identidade própria marcando gerações e fazendo história desde a sua origem. Pode-se afirmar que foi em 1972 que os Jogos Eletrônicos romperam com uma nova realidade em tecnologia ao trazer para o mercado o Atari. Com o passar dos anos as demandas surgiram e novas tecnologias foram desenvolvidas. Como resultado, a modernidade tem trazido para a sociedade muitas mudanças em ritmos acelerados permitindo pouco tempo para absorver inúmeras informações por minuto, comprometendo, no entanto, a relação de autoridade dos pais junto aos seus filhos. Os jogos eletrônicos trazem em si

70

REVISTA EXATO

uma capacidade de liberar ou causar o estresse através de uma possível diversão, podendo ficar notável a inabilidade do sujeito em controlar sua necessidade cada vez maior no uso da cibercultura, comprometendo a forma de pensar, agir e se portar no seu ambiente: a chamada dependência dos Jogos. Nas últimas décadas, a sociedade vem sobrevivendo a diversas mudanças que inferem nas relações parentais de autoridade. Onde há, por muitas vezes, uma inversão de valores causando uma descaracterização nos papéis familiares. Isto é, os pais perdendo o controle sobre os filhos. Afinal, o que está permitido hoje e até onde? Esta é a questão sobre o uso excessivo dos jogos eletrônicos. Em resposta a esse movimento, famílias vêm sendo chamadas a tomar uma posição de liderança junto a educação dos seus filhos. É importante salientar que, fazer parte na educação dos filhos, é estar presente com

qualidade, independentemente da quantidade. Muitos pais enganam-se ao trocar a quantidade de tempo com seus filhos junto aos famosos brinquedos eletrônicos, desperdiçando o que se tem de mais precioso na relação parental, que é a intimidade entre pais e filhos. Quando trazemos para a realidade de pais imigrantes, que possivelmente dispõe de bem menos tempo junto aos filhos, a utilização de jogos eletrônicos fica mais vulnerável. Afinal, estamos falando de adolescentes imigrantes com perdas sociais, de familiares, de amizades, escolas, entre outras. Nestas mudanças alguns sofrem mais que outros, variando de acordo com a singularidade de cada um. Sendo assim, é importante salientar alguns sintomas que podem alertar para crianças e adolescentes filhos de imigrantes que possam sofrer deste mal. São estes cinco sintomas: “fissura” (não consegue ficar 5 a 10 minutos sem recorrer aos jogos

www.revistaexato.com


Fotos: Freepik

abstinência (apresentando irritação, tristeza e tremores nas mãos), ansiedade, perda de interesse por outras atividades, e mentira. Como consequência deste diagnóstico é importante alertar o risco de depressão, ansiedade, pensamentos suicidas bem como isolamento social. Diante de sinais de risco sempre buscar ajuda das autoridades, chamar ambulância e se preciso a polícia. Não há risco em pensar no status imigratório, mas na segurança do menor. Lembramos que as férias estão chegando, e muitos programas podem ser elaborados em família com a inclusão do adolescente na escolha de seu interesse. Não facilitar a transgressão de limites de tempo de uso dos jogos; os adolescentes geralmente são muito sedutores. Importante saber que ao tirar o jogo não se faz necessário substituir por outra coisa, eles precisam se entediar, pois é no tedio que a criatividade flui. Vamos aproveitar as férias para desenvolver a criatividade, os jogos de tabuleiro, os passeios nos parques, nas praias, nos lagos, as atividades esportivas e os jogos eletrônicos com ponderação.

Manuella Regina Psicóloga, com especialização em Psicologia Clínica Hospitalar e Familiar. Contato: manuellaregina@hotmail.com

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

71


FINANÇAS

FÉRIAS E VIAGENS SEM DOR FINANCEIRA Finanças para entretenimento - uma questão de escolha Por Jaime Zimmer

O

processo para tirar férias parece simples, e na verdade é, se você se preparou adequadamente dentro de um orçamento financeiro equilibrado. Trazendo para a realidade da comunidade brasileira nos Estados Unidos, que é reflexo de nossa cultura no Brasil, é que as coisas podem se complicar um pouco. A maioria das famílias deixa para a última hora questões básicas de organização. Numa simulação de uma família composta de dois adultos e duas crianças, vamos a algumas dicas que podem ajudar você a ter férias sem turbulências financeiras, e algumas instruções de ferramentas de procura que podem ajudar em seu orçamento de viagem, mesmo que de última hora. Vamos a elas: • Faça um estudo rápido de

72

REVISTA EXATO

seu orçamento (mesmo que não esteja acostumado), busque suas entradas financeiras e despesas para saber se é hora de sair de férias ou esperar um pouco. Basicamente é descobrir seu orçamento e a partir daí tomar decisões. • Reúna sua família e deixe as ideias fluírem, é preciso este envolvimento de energia e motivação; na sequência todos terão suas responsabilidades no processo. • Discutam a lista de destinos que cabem no orçamento mesmo que tais destinos sejam perto de sua casa. Muitas famílias optam por ficar na área ou estado onde moram e isso pode ser muito proveitoso. • Preveja os gastos: é importante sempre definir um limite para gastos extras e compras. Delimite o quanto será gasto por dia na viagem e o montante destinado às compras e mantenha-se o mais fiel possível ao seu planejamento. Invista tempo neste processo de orçar sua viagem, tendo certeza de que você pode pagar as férias que você quer naquele destino e se já de início notar que es-

tará abalando as finanças, trate rapidamente de alterar os planos para algo mais em conta. Mas não desista das férias, elas são importantes e servem para recuperar energias. Existe uma opção B, basta manter a mente aberta. E quando chegar a uma decisão, não se esqueça de tomar ação! Aproveite a reunião da família para dividir as tarefas de preparo da viagem e lembre que existem datas especiais e períodos de preços bem mais “salgados” durante o ano, se você esperar muito tempo os valores poderão ter um aumento substancial. • Use a tecnologia: apps de viagem podem ser ferramentas excelentes, não apenas para economizar dinheiro, mas também seu precioso tempo durante as férias, com eles é fácil receber lembretes de check-in/chekout de hotel, ter acesso rápido e simples às informações de reserva de voo e hotel etc. Para isso você pode usar o app da Expedia, por exemplo. Existem sites com calculadora para viagens que mostram como seu orçamento diário mudará se

www.revistaexato.com


você alterar a duração da sua viagem. Você também pode ver seu orçamento diário líquido (seu dinheiro gasto) se optar por inserir o custo estimado do seu voo e sua estadia. Depois de entender o quanto você pode gastar e o quanto você é flexível com as datas, você pode começar a criar uma lista de destinos que você poderia acessar com facilidade ao seu orçamento. Isso vai lhe poupar horas de tempo desperdiçado sonhando com lugares que você não pode pagar ainda. Para facilitar sua vida, você poderá acessar o “Google Desti-

Fotos: Freepik

nations” e na barra de pesquisa do Google, digite a área (América, Europa etc.) que você deseja visitar, seguida da palavra “destino” ou “férias”. Irão aparecer sugestões superinteressantes. Algumas outras opções de pesquisa são tripnary.com e jauntaroo.com. Em cada um desses sites, insira suas datas, orçamento e selecione outros filtros que eles oferecem. Os resultados serão uma gama de opções de destino que você pode, teoricamente, ter recursos para visitar. Estes são apenas guias de preços. Jogue com algumas opções de datas diferentes em cada um desses si-

tes e crie uma lista final de destinos que você está considerando. Agora você terá uma lista de lugares para onde pode viajar e reservar acomodações e o que cada um desses lugares custará no total, com comida, bebida e visitas turísticas. Alguns sites interessantes para acessar uma enorme variedade de acomodações (e dentro do seu orçamento) podem ser: Priceline.com, Hipmunk.com, Travelocity.com, Hotels.com e etc. Pesquise muito, vale a pena! Para uma experiência de viagem diferente, você pode alugar apartamentos de outras pessoas


Fotos: Freepik


pelo AirBnB.com.com e economizar bastante, se comparado a hotéis. • Análise de custos: para obter uma análise detalhada dos custos diários em vários locais do mundo, acesse budgetyourtrip.com ou priceoftravel.com. Eles possuem uma calculadora de orçamento de viagem e você pode ver o padrão de restaurantes onde poderá comer, o que pode comer por noite entre as diferentes qualidades locais e o número de passeios que você pode fazer e que se encaixam em seu bolso. Estava tudo bem até agora, mas quando caiu na “real” de todos os custos, o susto veio? Sem dinheiro para tudo isso... E agora? Despreparado financeiramente para as férias? Você conseguiu

www.revistaexato.com

juntar dinheiro, mas não terá condições de ter a quantia total necessária para as férias com viagem mais longa? Hora de buscar alternativas de passeios que se encaixem no seu orçamento de férias. A boa notícia é que podemos encontrar opções que caibam no seu bolso e sejam bem legais! Mas atenção, se não for viajar, não busque “compensar” com compras e passeios dispendiosos na própria região, pois esse comportamento emocional poderá lhe trazer grandes problemas financeiros. Procure formas alternativas de diversão que caibam no bolso e sejam interessantes a todos na família. Converse com as crianças, principalmente, sobre suas expectativas para as férias, assim poderá planejar melhor esta e também a próxima, poupando dinheiro com antecedência. Como alternativa deixo algumas sugestões que podem ser incríveis sem pesar no bolso: • Procure lugares de sua região, como parques, praças, museus e pontos turísticos - sabemos que a maioria deles nem cobra para serem usados. • Cinema ou teatro: procure saber os dias e horários em que os preços são mais em conta ou busque descontos em sites ou em bibliotecas publicas. Eu mesmo já fui a vários locais totalmente de graça usando passes de bibliotecas públicas. • Praia e campo: uma viagem curta de um dia pode ser muito interessante. Coloque todos a ajudarem nas compras com listas pré-organizadas, sem excessos; atente para uma tarefa; defina a lista de compras; e saia de casa somente com o valor a ser gasto para isso. Deixe cartões de crédi-

to e débito em casa (grande oportunidade de educar financeiramente sua família). • Em casa com as crianças: sabe aqueles filmes que valem a pena investir um debate a respeito? Convide amigos, capriche com refeições feitas em casa (isso vale para shows musicais também). • Volte a brincar como jogos de tabuleiro, esconde-esconde, pega-pega, vivo-ou-morto, bolinhas de sabão e pular corda; invente o que fazer. Espero ter auxiliado você a fazer as melhores escolhas de acordo com sua capacidade financeira e desejo que aproveite muito bem seu tempo de lazer e entretenimento. Dinheiro é somente um veículo para alcançar algo que desejamos e foi feito para ser usado, aplicado, investido, gasto de forma consciente e saudável para trazer mais bem-estar e saúde, concorda? Fique com Deus!

Jaime Zimmer Educador Financeiro, Coach de Empreendedores, Empresário, Escritor e Palestrante. Contato: (508) 579.6101 www.okforever.com

REVISTA EXATO

75


ORGANIZAÇÃO

MALA DE VIAGEM O que levar para as férias? Por Brunna Granells

U

ma coisa que preocupa muito as pessoas quando se pensa em viajar, é como planejar a mala de viagem perfeita. Uma mala que atenda todas as suas necessidades, sem nada faltar. E como planejar a mala perfeita? Responda as questões: 1. Pra onde eu vou? 2. Como é o lugar? 3. O que eu vou fazer? 4. Como vai estar o clima? 5. Vou fazer muitos passeios? 6. Vou andar a pé? 7. Quantos dias vou ficar? 8. O hotel tem lavanderia? 9. Vou chegar de manhã ou à noite? Respondidas as perguntas, vamos formar os looks: • Evite levar peças novas: roupas que você nunca usou podem ficar desconfortáveis, e principalmente os calçados.

76

REVISTA EXATO

• Para cada parte de baixo, escolha três opções de parte de cima. • Leve peças básicas, de preferência sem estampas, que marcam muito e você não vai querer repetir se for tirar fotos. • Use acessórios para compor os looks, como colares ou lenços. Você vai ter uma variação maior de combinações, levando roupas lisas e poucas peças. • Não leve peças que amassem muito. Pode ser que você não consiga passar e vai deixar de usar a peça. • Se a viagem for longa, vá confortável e procure exercitar as pernas durante o percurso. • Almofada de pescoço: traz conforto para sua coluna e um sono mais estável. Se for comprar a almofada de pescoço, procure uma que tenha fecho com botão, que você possa prendê-la na parte externa da mala. Agora dica de itens para uma Bolsa de Emergência para a viagem, que você vai manter nos seus pés: • No avião: fone de ouvido, livro, legging térmica, par de meias, remédio para dormir, tapa-ouvido, lenço umedecido. • No carro: remédio para enjoo, biscoito, frutas, água,

cereais, lenço umedecido. Se tiver crianças inclua brinquedos, tablet, toalhinha e casaquinho. Outra dica para a viagem de carro no quesito mala é: prefira a mala de tecido ou lona, que cabe no carro com mais facilidade. E na hora de colocar os sapatos na mala, coloque cada pé de sapato em embalagens individuais. Eles vão caber com mais facilidade. Mala pronta, faça uma boa viagem!

Brunna Granells Personal Organizer

Contato: (774) 778.4395 Instagram: @brunnaorganizer

www.revistaexato.com


GASTRONOMIA

Torta salgada de couve-flor com frango Um lanche saudável para viagem Por Érica Quidute

O

mês de junho é sempre muito especial. O verão se aproximando e com ele as tão esperadas férias escolares. Isso mesmo! As crianças estarão em casa. Mas, com isso vem também a preocupação de

ter sempre um cardápio prático, saboroso e claro, bem saudável pra alegria de toda família. Vamos então a uma receita deliciosa e estratégica para que toda família desfrute de um prato extremamente saudável e apetitoso: torta salgada de couve-flor com frango. Prática e fácil de fazer. Vai bem num almoço em família ou num lanche da tarde entre amigos, excelente também pra levar em um piquenique no lago ou em um passeio na praia. Então vamos lá. Mãos à obra!

78

REVISTA EXATO


INGREDIENTES: • 600 g de couve-flor bem cozida • 4 ovos • 2 xícaras de farelo de aveia • Sal, pimenta do reino, noz-moscada ralada • 1 kg de peito de frango cozido e desfiado • Azeite de oliva • 1 cebola picada • 1 tomate picado • 1 cenoura ralada • Cebolinha e salsinha a gosto • 250 g de queijo muçarela para gratinar

MODO DE PREPARO:

1. No liquidificador coloque a couve-flor previamente cozida. Ainda batendo, adicione os ovos um a um, acrescente o farelo de aveia, tempere com o sal, a pimenta do reino, e a noz-moscada ralada. 2. Em uma panela, cozinhe o peito de frango com um fio de azeite. Após estar cozido, acrescente a cebola e refogue-a; acrescente o tomate, e refogue mais um pouco. Desligue o fogo e acrescente a cenoura ralada, a salsinha e a cebolinha verde. Acerte o tempero se necessário. 3. Em um recipiente misture a massa com o recheio, coloque em uma forma (26 cm diâmetro) untada, cubra com a muçarela e leve ao forno médio, pré-aquecido para gratinar. Bom Apetite! Érica Quidute Chef de Cozinha

Foto: Cozinha Intolerante

www.revistaexato.com

Contato: (774) 520.5444

REVISTA EXATO

79


Anuncie aqui Se você viu, seu cliente também verá! DIVULGUE SEU PRODUTO, SUA MARCA, EMPRESA OU SERVIÇO.

Consulte nossa equipe comercial e anuncie agora mesmo sua empresa.

+1 (774) 570.1226 E-mail: anuncie@revistaexato.com


MODA

Verão batendo a porta Altas temperaturas no mercado da moda e tendências para o verão 2019 Por Érica Nascimento

S

egundo a FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o mercado da moda deverá crescer 3,1% ao ano até 2021. É um mercado que ainda tem muito a ser explorado, e está em amplo crescimento no Brasil. Já nos Estados Unidos, segundo pesquisa feita pela Mckinsey & Company (líder no mercado de consultoria mundial), esse crescimento deve ficar entre 2,5% a 4,5% nesse ano. Espera-se que durante o ano de 2019 sejam movimentados cerca de 368 bilhões de dólares americanos. Nada mal hein? A moda realmente está “em alta”. E quais são as tendências que

82

REVISTA EXATO

irão marcar essa estação? A Pantone, que é a líder em tendência de cores, como todo ano já se espera, apresentou a sua paleta para este verão, no NYFW (New York Fashion Week). A paleta de cores está super-democrática e bela, trazendo desde as cores mais vibrantes como coral, vermelho e pink, até as cores mais clássicas como o lavanda (1) e o soybean (soja) que é uma cor semelhante ao bege. Lavanda foi a cor eleita para representar o verão 2019. O estilo das roupas e acessórios serão inspirados nos anos 80, apresentando forte apelo às roupas com listras coloridas e estampas assimétricas. O tecido escolhido foi o linho (2), que irá trazer um toque de leveza e sofisticação aos looks. Os conjuntinhos esportivos, macacões, e vestidos longos serão muito usados nesse verão. Lembrando que roupas longas e com listras ajudam a afinar e alongar a silhueta. Os acessórios também podem fazer a diferença nas composições com cores mais clássicas (3) (4).

Dicas copiadas, agora é só arrasar nesse verão, usando sempre peças que lhe tragam conforto e praticidade na hora de viajar. Boas férias!

Foto: Prada

3 www.revistaexato.com


Foto: P.A Concept

4 2

Foto: Chanel

Foto: Suellen Sartorato

1 Érica Nascimento

Stylist

@meublognana

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

83


NEGÓCIOS

EMPREENDEDORES

brasileiros se destacam no turismo em Orlando Conheça a trajetória desses brasileiros e fique por dentro das dicas para planejar as suas férias na Disney Por Thaís Partamian Victorello

84

REVISTA EXATO

www.revistaexato.com


O Magic Kingdom foi o primeiro parque temático da Disney em Orlando, inaugurado em 1971

S

eja no Brasil ou nos Estados Unidos, as férias de julho estão chegando e com isso muitas pessoas já começam a se organizar para tirarem as merecidas “férias em família”. Um dos roteiros preferidos e mais desejados de brasileiros que moram no Brasil, e também em outros países, é Disney World. Foi-se o tempo em que as pessoas imaginavam que Orlando (Flórida) era o destino ideal somente para as crianças. Com entretenimento para todas as idades, cada vez mais famílias tem se rendido aos encantos da cidade, que ganhou notoriedade na década de 70, através de Walt Disney. O desafio é se organizar, planejar bem a viagem, aproveitar o

www.revistaexato.com

tempo e o orçamento e curtir o melhor das atrações dentro e fora dos parques. Para isso é bom conhecer um pouco mais sobre essa fantástica cidade. Orlando é um dos principais destinos turísticos do mundo, responsável por gerar empregos e atrair boa parte do turismo no estado da Flórida, movimentando assim milhões de dólares para a econômia americana todos os anos. A cidade ganhou notoriedade à partir de 1971, quando Walt Disney inaugurou o Magic Kingdom, primeiro dos quatro parques temáticos da Walt Disney World, composto ainda pelos parques: Epcot, Disney’s Hollywood Studios, Disney’s Animal Kingdom,

além de dois parques aquáticos: o Disney’s Blizzard Beach e o Disney’s Typhoon Lagoon. Desde então a economia da cidade deslanchou e Orlando não parou de se desenvolver. Outras empresas voltadas para o entretenimento investiram em atrações para todos os gostos e idades e hoje a cidade é referência quando o assunto é diversão em família. Mas engana-se quem pensa que somente os americanos investem no turismo da Flórida. Muitos empreendedores brasileiros tem se destacado em meio ao concorrido mercado na “terra do Mickey Mouse”, fazendo um trabalho de excelência e conquistando cada vez mais clientes e seguidores.

REVISTA EXATO

85


Gastronomia brasileira - Gilson’s Restaurante

O empresário Gilson Rodrigues posa ao lado da cantora Annita durante visita da artista no local – Foto: Divulgação

86

REVISTA EXATO

Natural de Minas Gerais e criado em Piracicapa, cidade no interior de São Paulo, Gilson Rodrigues é um dos mais bem sucedidos empresários brasileiros no ramo gastronômico em Orlando. Com uma trajetória profissional que inspira muitas pessoas que sonham em se tornar um empreendedor de sucesso nos Estados Unidos, hoje o empresário é dono de um dos principais e mais badalados restaurantes brasileiros da cidade, o “Gilson’s Restaurant”. O empreendedor mineiro, que trocou o Brasil pelos Estados Unidos há mais de duas décadas, já trabalhou como garçon, investiu em um lava-rápido e um ano depois, comprou o restaurante “Vitório’s”. Em 2013, o empresário decidiu “alçar voos mais altos” e, em um ambiente ainda mais aconchegante, inaugurou o “Gilson’s Reastaurant”, badalado por turistas e também por artistas brasileiros que passeiam em Orlando. Com seu feeling de empreendedor, Gilson sabia que poderia ir além e proporcionar aos seus clientes um espaço maior e com mais opções para eventos. Foi assim que, no início de 2019, o empresário inaugurou um novo espaço, dessa vez em um ponto ainda mais estratégico e muito conhecido pelos turistas: a International Drive. Com um equipe de profissionais que faz com que os clientes se sintam “em casa” e matem a saudade do delicioso tempero brasileiro, o novo “Gilson’s Restaurant” mantém o cardápio variado e o estilo self-service, que conquistaram não só quem está

www.revistaexato.com


a passeio , mas também os moradores de Orlando e região, valorizando ainda mais a culinária brasileira. O novo local ainda conta com um espaço para festas infantis, casamentos e eventos corporativos, tendo a capacidade para cento e cinquenta pessoas, além do “Gilson’s Music Hall”, uma casa de shows e grande eventos, que abriga até mil e oitocentas pessoas. Vale a pena conferir!

O novo “Gilson’s Restaurante oferece também espaço para eventos e shows – Foto: Divulgação

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

87


Fotografia - Aline Miranda Apaixonada por fotos desde muito pequena, a carioca Aline Miranda conta que ganhou sua primeira câmera Polaroid quando tinha apenas 4 anos de idade. Registrando sempre os melhores momentos de sua família e amigos, Aline percebeu que esse era realmente o seu dom e sua grande paixão e decidiu investir em estudos para se profissionalizar na área.

Aline Miranda é fotógrafa profissional desde 2013 – Foto: Arquivo pessoal

88

REVISTA EXATO

www.revistaexato.com


Aline registra o passeio de turistas nos parques da Disney – Foto: Aline Miranda

Desde 2013, trabalhando profissionalmente como fotógrafa, cobrindo eventos sociais, festas e casamentos, Aline viu em Orlando (cidade em que reside), uma excelente oportunidade de exercer sua profissão, eternizando os momentos mágicos dos turistas que visitam os parques da Disney. “As pessoas começaram a me procurar e perguntar se eu fazia fotos na Disney, então eu vi uma boa oportunidade de mercado”,

www.revistaexato.com

reelembra. Diferente dos tradicionais serviços de fotos oferecidos nos parques, Aline capta não só os momentos posados em família e com os personagens, mas também expontâneos durante o passeio, até romanticos pedidos de casamento, todas com um estilo de foto jornalismo em sessões personalizadas. “Tenho diversos pacotes para atender a necessidade de cada cliente, mas de for-

ma geral as sessões tem em média três horas de duração, sem limite de fotos durante esse tempo e entrego as imagens editadas”, conta Aline que faz as sessões fotográficas não só nos parques da Disney, mas também nas mais diversas opções de passeios pela cidade. É uma excelente dica para quem deseja ter o registro dos melhores momentos das férias para toda a vida.

REVISTA EXATO

89


Aluguel de carros – Seven Car Rental Uma das principais preocupações dos turistas que visitam Orlando é a locomoção para os parques, shoppings e passeios em geral. Dificilmente uma pessoa conseguirá aproveitar bem as inúmeras atrações que a cidade oferece se não alugar um carro. Por mais que hoje exista inúmeras opções de transportes por aplicativos, nada substitui a liberdade e de ir e vir que um carro de aluguel proporciona, sem contar que é também a forma mais econômica de aproveitar bem toda a viagem. Que tal então alugar um carro de acordo com as suas necessidades, com atendentes que falam a sua língua e sem ter que se preocupar com taxas adicionais de seguro, GPS e outros serviços necessários, mas que geralmente são cobrados a parte do valor da diária? Para facilitar a vida dos turistas que visitam Orlando, há dois anos um grupo de empresários brasileiros decidiu expandir os serviços que já prestavam no Brasil, para os EUA. Com sede em Campinas, interior de São Paulo, e uma base em Orlando, a Seven Car Rental investiu em uma frota com 70 veículos nas linhas Sedan, Suv, Mini Vans e Esportivos. A empresa conta com uma equipe de atendentes que falam em português, inglês e espanhol. O diferencial da Seven Car Rental está não só atendimento personalizado, mas também nos serviços prestados. O cliente não precisa se preocupar com nenhum gasto extra, pois todas as cotações já incluem: seguro total (CDW / LDW), seguro de terceiros (LIS com cobertura até US 300.000),

90

REVISTA EXATO

A Seven Car Rental possui uma frota de setenta carros nas mais diversas linhas – Foto: Divulgação

www.revistaexato.com


internet a bordo, Sunpass (Dispositivo), adicional driver, além de GPS e car seat (se necessário) e todas as taxas. O serviço de Driver Service (também já incluso na cotação) foi criado para a comodidade dos clientes que preferem que um motorista dirija no trajeto (aeroporto-hotel) e vice-versa. E o melhor de tudo: eles são imbatíveis nos preços,

www.revistaexato.com

quando comparado com outras empresas do ramo e possuem diversas formas de pagamento em dólares ou em reais, por depósito bancário, Paypal e parcelado em até 12x no cartão de crédito brasileiro. No próximo ano, a Seven Car Rental pretende expandir seus serviços para a cidade de Miami.

REVISTA EXATO

91


Onde se hospedar Além do entretenimento, o que mais tem em Orlando são opções de hospedagem. Entre hotéis mais simples até os resorts cinco estrelas do complexo Disney, o que não falta são opções para todos os bolsos.

Boa parte dos hotéis de categoria turística oferece, incluso na tarifa diária, café da manhã, internet Wi-Fi nos quartos, estacionamento e transporte de ônibus para os principais parques. Para quem está planejando viajar em grandes grupos ou em família, e deseja ter mais privaci-

dade, uma excelente opção é alugar as casa de temporada, que geralmente estão localizadas em condomínios com toda a infraestrutura de segurança e lazer. Vale a pena consultar sites especializados em reservas de hoteis, tais como o Booking.com.


As melhores dicas da Disney Com a popularização da internet, é possível fazer uma rápida pesquisa e encontrar centenas de dicas sobre Orlando, mas entre os internautas existem aqueles que são “especialistas” quando o assunto é Disney. Separamos duas excelentes dicas nas redes sociais, para você ficar por dentro de todas as novidades sobre os parques e atrações: grupo “Eu amo a Disney”, no Facebook e “Pelo mundo Disney”, no Instagram.

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

93


Erich palestrando durante o 3º enconto do grupo “Eu Amo a Disney” – Foto: Arquivo pessoal

Grupo “Eu amo a Disney” – Erich Pontoldio Formado em administração de empresas e gestão de negócios, o paulistano Erich Pontoldio viajou com a família para Orlando pela primeira vez em 1988, aos 14 anos. Desde então toda a família se apaixonou pelo mundo encantado de Walt Disney World e as viagens para a Flórida se tornaram cada vez mais frequentes. Tantas idas e vindas tornaram Erich um “expert” em Disney. Em 2015, ele decidiu compartilhar suas experiências e dicas

94

REVISTA EXATO

nas redes sociais, criando o grupo “Eu amo a Disney”, no Facebook, hoje com mais de 70 mil membros, que participam ativamente, dando dicas ou se informando para montar o melhor roteiro. O grupo é bem mesclado entre participantes “veteranos” e aqueles que sonham com o dia em que irão conhecer o Mickey e sua turma. Com bate-papos semanais entre os moderadores, a ideia agradou tanto que o diálogo sobre o as novas atrações dos parques, as dicas e trocas de experiências foram além da internet e a partir de de 2016 o grupo começou a or-

ganizar eventos em São Paulo. O primeiro encontro aconteceu em uma hamburgueria e reuniu dezenas de fãs da Disney. Em 2017, a equipe organizou uma festa a fantasia muito animada. Já em 2018, o evento tomou uma proporção ainda maior, com workshops, palestras e expositores. Para esse ano o grupo planeja um evento de dois dias, triplicando a quantidade de participantes e oferecendo uma experiência inesquecível aos disneymaníacos.

Pelo mundo Disney – Camila Pinheiro

www.revistaexato.com


Outra paulistana que decidiu compartilhar seu amor e suas preciosas dicas sobre o mundo da Disney, foi a jornalista Camila Pinheiro. “Sou viajante compulsiva, já estive em mais de 75 países nos cinco continentes, mas confesso que a Disney é meu lugar preferido no mundo”, afirma. A paixão pela Disney veio quando ela ainda pequena e aprendeu a ler com o livro de história que narrava o conto da “Bela Adormecida”. Como boa parte das adolescentes, Cami (como é carinhosamente conhecida), sonhava em conhecer a Disney quando completasse 15 anos, mas a viagem só aconteceu mesmo 10 anos depois. “A primeira vez que estive na Disneyland chorei feito criança. Aquilo para mim era a realização de um sonho. Naquele dia, eu prometi para mim mesma que eu iria visitar todos os parques da Disney no mundo. Demorou um pouquinho, mas eu consegui”, relata a brasileira que atualmente reside em Orlando. A ideia de compartilhar as experiências vividas nos passeios aos parques surgiu quando ela criou o perfil @pelomundodisney, no Instagram. O espaço ficou “pequeno” e em fevereiro de 2018, Camila decidiu criar também um blog. “Sou apaixonada pela Disney e meu perfil é dedicado 100% a esse universo. Não falo de outros parques, apenas de Disney. Dou dicas de todos os parques da Disney no mundo, inclusive compartilho minhas viagens, seja para outros parques ou cruzeiros Disney. Também falo muito sobre a corrida da Disney e mostro as novidades nos parques e produtos.” Camila compartilha dicas no Instagram e no blog – Foto: Arquivo pessoal

www.revistaexato.com

REVISTA EXATO

95


Foto: Google

Curtindo Orlando fora da Disney

CELEBRATION

Excelente dica para quem gosta de esportes e quer ver um jogo profissional.

Ao visitar Celebration, de tão charmosa e organizada, a primeira sensação é de que você está em uma cidade cenográfica. Desenvolvida pela Walt Disney Company, a cidade fica localizada no Condado de Osceola, apesar de funcionar de forma independente.

ORLANDO EYE

MALLS E OUTLETS

Uma das mais recentes atrações inauguradas na cidade, tem atraído cada vez mais turistas que desejam ter uma vista panorâmica de Orlando.

Orlando também é conhecido pelos brasileiros como o “mundo das compras”. É impossível visitar os diversos malls e outlets e

ORLANDO MAGIC

96

REVISTA EXATO

sair de mãos vazias. Cheios de lojas de grandes marcas, os mais frequentados pelos turistas são: Orlando International Premium Outlet, Orlando Vineland Premium Outlet e The Mall at Millenia. KENEDY SPACE CENTER Uma estação da NASA repleta de história, simuladores e atividades para as crianças. Não fica dentro da cidade de Orlando, mas bem próximo.

www.revistaexato.com


Profile for revistaexato

Revista EXATO - Ed 02 - Junho 2019  

A Revista EXATO (Magazine) é uma publicação mensal com foco em Empreendedorismo, Inovação e Business Coach. Um novo espaço para mentes criat...

Revista EXATO - Ed 02 - Junho 2019  

A Revista EXATO (Magazine) é uma publicação mensal com foco em Empreendedorismo, Inovação e Business Coach. Um novo espaço para mentes criat...

Advertisement