Page 1


Artigo

Editorial Mérito

Durante os últimos anos, a cidade de Tubarão tem se destacado como pólo regional na área da saúde, mostrando grande desesnvolvimento nesta área, despontando m tecnologia e divesidadde de especialidades médicas, além da complexidade dos procedimentos executados. A Clínica Pró-Vida teve importante contribuição desse cenário, porém, o HNSC tem grandes méritos, já que com grande competência conseguiu estender seu atendimento a todos os municípios da região da Amurel, dignificando e qualificando o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A comunidade em geral deve muito a esta instuição que completa 100 anos em 2004.

Envelhecimento

Em censo nacional 2000 pelo IBGE constatou-se que quase um terço dos brasileiros têm mais de 40 anos e que cerca de 15 milhões (85% do total) estão acima dos 60 anos. Com isso a expectativa é que em 2025 o Brasil supere a marca de 35 milhões de indivíduos com mais de 60 anos, ocupando a sexta posição mundial em quantidade de idosos. Nos últimos anos a densidade de vida ganhou grande importância e um número cada

vez maior de pessoas passou a se preparar para estar bem na velhice. É extremamente importante que nós, médicos e pacientes estejamos atentos, procurando de qualquer maneira uma vida mais ativa e saudável, através dos recursos médicos e de outras áreas profissionais. Jaime César Souza / Médico

Fábio Vandresen / Gerente da Pró-Vida

Talento premiado O médico pediatra da Pró-Vida Arary Cardozo Bittencourt foi condecorado recentemente com a “Medalha de Mérito Pediátrico”, concedida pela Sociedade Catarinense de Pediatria. Pela primeira vez, um médico do interior do estado, juntamente com outro de Joinville, foi homenageado pela entidade. A “Medalha de Mérito Pediátrico” é um prêmio concedido aos médicos pediatras de Santa Catarina de destaque. Dr. Arary é pediatra em Tubarão há quarenta anos, numa época em que a pediatria era pouco representada e muito havia para fazer e ajudar as crianças do município. “Quem ganhou com o prêmio foi a especialidade de Tubarão e o próprio município. A cidade hoje é pólo regional do atendimento pediátrico hospitalar. Hoje temos duas dezenas de pediatras, mantendo a criança num invejável índice sanitário”, ressalta o médico.

02 - AGO/SET/OUT - 2004 - Informativo Pró-Vida

Além do atendimento aos seus clientes, a Pró-Vida se preocupa também com embelezamento da cidade. Bem em frente ao prédio da clínica, em meio ao vai-e-vem dos veículos, um belo jardim é mantido no canteiro da avenida Marcolino Martins Cabral. A idéia surgiu há mais de três anos, quando a empresa sentiu a necessidade de contribuir com a comunidade e a prefeitura para deixar a cidade mais bonita. “Não devemos somente depender dos órgãos públicos para a manutenção dos jardins da cidade, se cada empresa adotar um pequeno espaço teremos uma cidade muito mais agradável para se viver”, destaca o gerente da Pró-Vida, Fábio Vandresen. Um verdadeiro toque de natureza no cenário urbano.


Capa

Diabetes Doença atinge 5% da população com mais 50 anos Pouca gente sabe, mas o diabetes é hoje uma das doenças que mais afeta a humanidade. Em todo o mundo, mais de 5% das pessoas com mais de 50 anos sofrem do mal. A falta de informação, porém, faz com que muitos que possam ter a doença não procurem ajuda. O diabetes é uma enfermidade que provoca o aumento da quantidade de glicose (açúcar) no sangue por falta de insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas e responsável pela absorção do açúcar pelas células. Quando se tem diabetes, o corpo não produz insulina ou não produz o suficiente, ou ainda a insulina produzida não funciona adequadamente. Daí o aumento da quantidade de glicose no sangue. O corpo acaba não aproveitando a glicose e o excesso é eliminado na urina. Com a falta da substância, as conseqüências não tardam a aparecer. Cansaço, perda de peso, sede, necessidade freqüente de urinar e visão turva são alguns dos sintomas. Com o tempo, podem surgir sérios problemas nos olhos (levando até à cegueira), nos nervos, no coração,

nos pés, nos rins, nas artérias e nas veias. “A maioria dos casos de diabetes ocorre em casos de obesidade ou de antecedentes na família”, informa o médico endocrinologista da Pró-Vida Alexandre Rosendo. Pessoas que se enquadram neste grupo precisam ficar muito atentos para o aumento da taxa de açúcar no sangue. Alimentação adequada, exercícios físicos, controle de peso e, em alguns casos, medicamentos, sejam comprimidos ou insulina, ajudam no controle desse tipo de diabetes. “Para saber se uma pessoa tem diabetes ou não, o método mais indicado é o exame de sangue em laboratório. Existem outras formas, como o método da gota de sangue na fita, mas não são eficazes e servem mais como caráter educativo ou controle do nível de glicose para quem tem a doença”, afirma Rosendo. Em caso de aparecerem os sintomas, a pessoa pode pedir para fazer o exame em um laboratório. Se, no resultado, o índice de glicose estiver acima de 100 miligramas por decilitro de sangue deve-se procurar o médico.

Para saber se uma pessoa sofre ou não de diabetes, o ideal é fazer o exame de sangue em laboratório. O aparelhinho é mais utilizado em caráter educativo ou no acompanhamento dos pacientes.

Informativo Pró-Vida - 2004 - AGO/SET/OUT - 03


Especial

Diarréia É um mal comum. Todo mundo já teve. Mas quando acontece sempre pega de surpresa e pode provocar problemas sérios se não for dada a devida atenção. Quem nunca acordou de manhã, sentiu aquela vontade de ir ao banheiro e, quando percebeu, estava com uma diarréia daquelas? Todos sofrem de diarréia, mas poucos sabem porque ela surge, o que realmente causa esse mal e o que se deve fazer quando ela pega alguém de surpresa. “A diarréia é sempre um sinal de que alguma coisa não está funcionando muito bem no seu intestino. Normalmente, é causada por um alimento ou líquido contaminado e tem como principal característica a alteração da consistência das fezes, ela fica mais líquida, e aumento na freqüência de evacuações”, explica o médico proctologista da Pró-Vida Kaiser de Souza Koch (foto a esquerda). “Algumas vezes as fezes vêm acrescida de catarro (muco) e sangue. Isso é chamado de desinteria”, acrescenta. Felizmente e diarréia é auto-limitada, ou seja, ela não dura muito temo. O próprio organismo se encarrega de eliminar o vírus ou a bactéria que está fazendo mal em cinco a sete dias. Mas, durante esse período, é preciso se cuidar e evitar a desidratação. “O ideal é fazer uma dieta com bastante líquidos, alimentos de fácil absorção e sem gordura, como torradas, chá, arroz, macarrão e verduras cozidas. Se estiver com febre e dores, pode tomar um analgésico e anti-térmico”, orienta dr. Kaiser. A diarréia comum, essas que duram no máximo uma semana, é conhecida como diarréia aguda. Quando o tempo de duração começa a se prolongar, é chama de diarréia crônica. E é aí que as pessoas precisam tomar cuidado, pois pode ser um sinal de alguma doença mais séria, como a retocolite ulcerativa e a doença de Crohn. Nesses casos, a melhor medida é procurar um médico rapidamente. Provavelmente, ele vai pedir um exame de fezes para saber que tipo de mal o paciente está sofrendo. Quando crônica, a diarréia precisa ser levada a sério, pois, em ocasiões, ela pode ser um sintoma de uma

Como lidar com esse mal comum e inesperado

doença muito séria, como a AIDS e o câncer. “Homens com mais de 50 anos podem desenvolver um certo tipo de câncer o intestino que causa diarréia. Se ele for ao médico logo que ela durar mais de sete dias, o câncer pode ser diagnosticado cedo. Mas muitos não fazem isso. Ficam esperando para ver se melhoram e quando percebem já é tarde demais. Por isso não se pode deixar de ver o seu médico caso a diarréia dure mais de um semana”, alerta dr. Kaiser.

Crianças

Nas crianças, a doença também pode surgir por vários motivos. A mais comum é diarréia infecciosa, causada por vírus e bactérias. Segundo o médico pediatra da Pró-Vida Luissaulo Cunha (foto a direita), é muito comum uma criança sofrer desse mal e, geralmente, o problema também não passa de alguns dias. “Normalmente ela adquire o problema depois de ingerir um alimento contaminado ou em contato com alguma sujeira ou com alguém que esteja contaminado com um vírus que causa esse mal”, afirma médico. O tratamento também é feito através de uma dieta especial, com iogurte, gelatina e sopa de galinha, e ingestão e líquido e de soro, desses distribuídos em postos de saúde ou o conhecido soro caseiro. Guloseimas em geral, como chocolate e salgadinhos, mamão e feijão nem pensar. Como recémnascidos não podem dizer o que estão sentido, é preciso estar atento para os sinais de desidratação: pele seca e sem elasticidade (normalmente quando se puxa ela não voltar ao lugar), boquinha seca e moleira funda. Dr. Luissaulo, entretanto, lembra que nem sempre fezes amolecidas é um sinal de diarréia. “Muitas vezes, a criança recém-nascida apresenta as fezes mais mole que o comum. Isso é extremamente normal e acontece devido à ingestão do leite materno. Com o tempo, à medida que outros alimentos são introduzidos em sua dieta, a consistência das fezes começa mudar”, salienta.

Quando a ataca seu

O que é? A diarréia pode ser definida co evacuações ou uma diminuição na réia aguda dura alguns dias. Quand semanas é chamada de diarréia crô

Tratamento O principal objetivo do tratame DA DESIDRATAÇÃO. A criança prec de líquidos para repor a perda pela d para a utilização de uma solução d uso de refrigerantes.

Sinais de desidratação Boca seca; choro sem lágrimas; na (por exemplo sem urinar por mais trada (escura); moleira deprimida em perda de peso; olhos fundos, e dim

Cuidados com a dieta da crianç Em primeiro lugar NUNCA SUSP NO quando a criança estiver com d aleitamento. Apenas em casos extre vômitos incontroláveis, o aleitamento tempo. De uma maneira geral, não de alimento. Deve-se, entretanto, p (arroz), batatas, massas, bananas, m digestão mais fácil. Evite alimentos Nunca suspenda a alimentação. Em do volume da diarréia, o intestino po Isso previne a perda excessiva de pe rápida da infecção.

Complicações da Diarréia A maior complicação dos quad Por esta razão, o objetivo do tratam prevenção da desidratação.

Assaduras Após vários episódios de diarréia dura ao redor do ânus ou em toda reg isso aconteça, limpe sempre a regiã cada evacuação. Após a limpeza, util

Erros mais comuns Uso de refrigerantes para evitar utilizadas nas práticas esportivas ( solução de reidratação; uso somen ça com diarréia (não contem sais suspender a alimentação da crianç criança vai precisar de calorias apó

Inform

Publicaç de Resp

Dr. Jaim Dr. Nei Dr. Varn Fábio V

Coorde Fotogra Textos Projeto Designe

04 - AGO/SET/OUT - 2004 - Informativo Pró-Vida


a diarréia u filho

omo um aumento no número de a consistência das fezes. A diardo ela persiste por mais de duas ônica.

ento da diarréia é a PREVENÇÃO cisa beber quantidade suficiente diarréia. Deve-se dar preferência de hidratação oral (soro). Evite o

; diminuição da quantidade de uris de 8 horas); urina mais concenm crianças menores; irritabilidade; minuição da elasticidade da pele.

ça com diarréia PENDA O ALEITAMENTO MATERdiarréia. Aumente a freqüência de emos, quando a criança apresenta to poderá ser retardado por algum se deve suspender nenhum tipo preferir alimentos como cereais maçãs, etc, que sabidamente têm gordurosos e muito temperados. mbora possa provocar o aumento oderá absorver alguns nutrientes. eso e ajuda na recuperação mais

do que o indicado. Não espere que o uso de soluções de reidratação oral melhore a diarréia, pois a função destas soluções é tratar ou prevenir a desidratação. A diarréia costuma ser auto-limitada, e, até o momento não existe nenhuma medicação específica para o tratamento da diarréia. Quando procurar o médico? Toda criança deve ser avaliada pelo pediatra quando apresentar quadro de vômitos e diarréia persistentes. De uma maneira geral maior atenção deve ser tomada, e o médico deve ser procurado imediatamente quando: A criança é menor de seis meses de idade; Independente da idade, se apresentar febre acima de 38º; Apresentar sinais de desidratação; Está vomitando há mais de oito horas ou apresenta vômitos em jato; Apresenta fezes com sangue ou muco; Apresenta sangue nos vômitos; Não apresenta urina há mais de oito horas; Apresenta dificuldade para movimentar ou rigidez no pescoço; A criança está muito sonolenta ou agitada; Apresenta dor abdominal por mais de duas horas.

Geralmente os casos de diarréia e vômitos não necessitam de hospitalização, a não ser que o quadro de desidratação seja muito severo, e a criança necessite de hidratação através de soro endovenoso (soro de hidratação através de acesso venoso).

A amamentação é fator importante para a recuperação do lactente com diarréia e para o aumento da sua resistência ao vírus ou bactéria causadora do mal.

dros de diarréia é a desidratação. mento da criança com diarréia é a

a, a criança pode apresentar assagião das nádegas. Para evitar que ão com água morna e sabão após lize algum creme para assaduras.

r a desidratação; uso de bebidas (Gatorade, Marathon, etc) como nte de água para hidratar a crianminerais, perdidos na diarréia); ça e oferecer somente líquido (a ós um tempo); diluir o leite mais

mativo “Viver Melhor”

ção Bimestral ponsabilidade da Pró-Vida

me César Souza - Diretor Presidente E. Fava - Diretor Administrativo ne Viana - Diretor Financeiro Vandresen - Gerente

enação Geral – Fábio Vandresen afia - André Bianchini e Denilson Simerman - André Bianchini o visual - Adriano Fernandes da Silva er gráfico / adriano_fs@click21.com.br

Informativo Pró-Vida - 2004 - AGO/SET/OUT - 05


Especialidades Relação das especialidades da Pró-vida

Cardiologia Cardiologia pediátrica Cirurgia geral Clínica médica Cirurgia pediátrica Cirurgia plástica Cirurgia oncológica Dermatologia Endocrinologia Fisioterapia Gastroenterologia Ginecologia Hepatologia Homeopatia Infectologia Medicina do Trabalho Neurologia Nutricionista Oftalmologia Ortopedia Otorrinolaringologia Pediatria Pneumologia (adulto e infantil) Proctologia Psicologia Psiquiatria Reumatologia Urologia

Exames Relação de exames que a Pró-vida oferece

Anátomo patologia Cistoscopia Colposcopia Densitometria óssea Ecocardiograma (Adulto e pediátrico) Eletrocardiograma Eletroencefalograma Espirometria Exames de Laboratório Holter 24 hs Laboratório de Halitose Mamografia PH-Metria Raio-X Teste de Esteira Computadorizada Ultra-Som com Doppler colorido Vídeo Colonoscopia Vídeo Endoscopia Digestiva Tomografia Computadorizada

Atendimento Veja os horários de atendimento da Pró-Vida

Atendimento diário das: 8 horas às 23 horas, inclusive sábados, domingos e feriados. Agendamento de consultas pelo telefone:

(48) 631-1515 06 - AGO/SET/OUT - 2004 - Informativo Pró-Vida

Saiba o que é pneumologia Falta de ar, gripe intensa, dores no pulmão. Se você está passando por algum desses problemas, não resta dúvidas. Quando muitas vezes você procura um clínico geral, o que pode estar precisando mesmo é visitar um pneumologista. A pneumologia é a especialidade médica que trata doenças relacionadas ao aparelho respiratório da laringe até os pulmões, como infecções respiratórias, pneumonias, tuberculose, asma, enfisema pulmonar, bronquite crônica, câncer de pulmão e insuficiência respiratória. O médico pneumologista da Pró-Vida Adilson Medeiros dos Santos destaca também que as doenças mais tratadas nos últimos anos têm sido as causadas pelo cigarro. “O fumo provoca um conjunto de doenças chamado de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que une a asma, a bronquite e o enfisema. E é por esta razão que o cigarro é a terceira maior causa de mortes no mundo”, ressalta. Outra doença também destacada por ele é

asma, mal que atinge boa parte da população mundial. “Quando não é causada pelo cigarro, a asma, normalmente é alérgica. Muitos acham que não tem cura. Mas hoje esse quadro está mudando”, afirma. O médico conta que o tratamento para esta doença teve um progresso muito grande nos últimos anos e, com os medicamentos corretos, é possível obter a cura. “Muitas pessoas tem asma e não procuram o médico, achando que não vai adiantar. Mas, quem tem o problema deve iniciar logo o tratamento, pois é possível resolvê-lo”, salienta. Mas quando se deve procurar um pneumologista? Segundo o dr. Adilson, é bom estar atento para os sintomas para que se possa diferenciar uma possível doença pulmonar de um simples resfriado ou uma gripe menor. “A falta de ar é um sintoma sempre importante. Se aliado a isso você tiver tosse persistente, dores no peito e pontadas, é o momento de procurar um pneumologista”, aconselha.

Vídeo

Endoscopia:

Tecnologia que oferece precisão nos exames A tecnologia tem contribuído cada vez mais para o tratamento e o diagnóstico de várias doenças. Um exemplo disso é a vídeo-endoscopia digestiva, uma evolução da endoscopia comum, que era utilizada até o início da década passada. O endoscópio é um instrumento que permite ao médico olhar dentro do corpo do paciente. Há endoscópios que servem para olhar os pulmões, as vias aéreas, o intestino grosso, etc. Os vídeoendoscópios modernos são peças de alta tecnologia, extremamente flexíveis e controladas pelo médico que opera o equipamento. Através dele, as imagens são geradas e transmitidas a uma tela. Os instrumentos também são equipados com dispositivos para aspirar líquidos do estômago, distender o órgão e possibilitar a passagem de pinças para

a realização de vários procedimentos, como biópsia da parede do estômago, a extração de pequenos tumores e cauterização de úlceras sangrentas. Apesar de todo o aparato tecnológico, a endoscopia é um exame extremamente simples e qualquer pessoa pode fazer, seja ela adulto, criança ou até gestante. É necessário estar cerca de 12 horas em jejum. Antes de iniciar o exame, o médico coloca um anestésico na boca do paciente e faz uma sedação caso seja necessário. Após a realização do exame, o paciente fica em repouso por alguns minutos e liberado em seguida. Um hora depois do processo ele já pode alimentar-se. Médicos endoscopistas: Jaime César Souza, Darlan Kestering e Kaiser Kock.


Por dentro

Dicas de saúde

Conheça melhor os setores da Clínica Pró-Vida

Centro Cirúrgico da Pró-Vida Realizar vários tipos de cirurgias oferecendo segurança, conforto e garantia de uma boa recuperação. É o objetivo do Centro Cirúrgico da Pró-Vida. Em funcionamento desde março de 2002, o setor conta atualmente com duas amplas e equipadas salas de cirurgia, uma sala de recuperação e quatro leitos. No local, são realizadas cirurgias conhecidas como eletivas, previamente agendadas, de pequeno e médio porte. Os trabalhos são realizados por uma equipe altamente qualificada de médicos cirurgiões, anestesistas e profissionais de enfermagem, sendo três auxiliares de enfermagem (Abda, Lucimara e Tina) e a enfermeira Marilda, que é responsável técnica pelos serviços. “Nós procuramos sempre assistir o cliente pretendo cuidados e assistência de qualidade”, destaca Marilda.

Ambulatório

Sete passos para você parar de fumar Uma vez que realmente decidiu parar de fumar, você tem que ter bastante determinação para ser bem sucedido em sua missão. Siga estes passos e você verá que deixar de fumar não é tão difícil quanto esperava. Passo nº 1 Você decide que relamente quer parar de fumar e percebe que é capaz de atingir seu objetivo. Lembre-se que fumantes são bem determinados e que é apenas uma indecisão que torna difícil parar realmente. Passo nº 2 Reconheça a pense sobre o fato de que você é viciado em nicotina, mas lembre-se que a retirada não é tão dolorosa quanto você pensa que será e que leva apenas três semanas para que seu corpo se livre de 99% da nicotina. Passo nº 3 Anseie por sua liberdade. Não tenha medo de perder o apoio que a mídia levou você acreditar que o cigarro faz. O cigarro está escravizando você, evitando que consiga ter a calma e a confiança que costuma ter um não fumante.

Cuidar da saúde das pessoas é uma atividade que exige sempre um cuidado especial. A estrutura e o atendimento são dois fatores primordiais. E esses fatores são encontrados facilmente no Ambulatório da Pró-Vida. O setor ocupa três andares do prédio da Pró-Vida, com cinco a seis consultórios cada andar. “Ao ser atendido, o cliente tem à sua disposição médicos de 25 especialidades diferentes para consultas”, ressalta a coordenadora do Ambulatório, Dirléia Mendes Citadin. Além de Dirléia, o Ambulatório conta com uma equipe de seis secretárias. O Ambulatório atende de segunda à sexta-feira, das 8 às 20 horas.

Passo nº 4 Pare de fumar totalmente. Não existe essa história de fumar apenas um cigarro. Fumar é um vício e uma reação em cadeia. Se deixar vencer por um cigarro, é estar se punindo desnecessariamente. Passo nº 5 Fique atento aos fumantes. Eles podem se sentir ameaçados pelo fato de você ter parado de fumar e podem estimular você a voltar ao vício. Passo nº 6 Lembre-se que você não está desistindo de nada, mas sim trazendo enormes e positivos ganhos para sua saúde por não fumar mais. Passo nº 7 Procure o seu médico.

Informativo Pró-Vida - 2004 - AGO/SET/OUT - 07


Talento médico

Arte

como estilo de vida

“A arte é uma forma de expressar um sentimento. Se as pessoas apreciassem mais a arte ou desenvolvessem o seu dom artístico, certamente não haveria tanta violência como existe hoje”. É como o médico Geraldo Menezes define a arte, atividade a qual ele dedica boa parte dos seus momentos de folga. Em sua residência, as peças e obras criadas por ele estão em toda parte. Baús de madeira, pinturas, imagens talhadas em madeira, poemas e várias outras peças ficam expostas pelos cômodos da casa. Quem tem a oportunidade de conhecer o seu trabalho, dificilmente não fica impressionado, ainda mais ao saber que ele aprendeu a fazer suas peças por conta própria. Com mais de trinta anos de medicina, dr. Geraldo afirma que a vontade de se dedicar também à arte veio logo depois que se formou. “Talvez pelo fato do meu pai ter sido marceneiro, eu tenha herdado essa habilidade de trabalhar com madeira. Depois que me formei, senti a necessidade de fazer arte. Quando estou criando entro em um estado de espírito que é difícil de explicar”, conta.

08 - AGO/SET/OUT - 2004 - Informativo Pró-Vida

Entre as suas obras, umas das que chama mais atenção é um trem de madeira, com vários vagões e puxado por uma locomotiva a vapor. Os detalhes tiveram uma atenção especial. Até os passageiros e as rodas do trem foram cuidadosamente esculpidos. “A maria-fumaça faz parte das minhas recordações de infância. Eu fiz este trem e dei de presente para meu neto”, destaca. Apesar do talento que tem, o urologista diz que não vende a sua arte. “Eu não crio para vender. Não sou um artista profissional. O que eu faço, de vez em quando, é presentear os amigos”, diz. Criar arte, para o dr. Geraldo, é uma verdadeira terapia espiritual. E ele encoraja outras pessoas para seguir o seu exemplo. “Aquelas pessoas que, de repente, sentem vontade de fazer arte, não devem ficar com medo de tentar. Se na pintura não dá certo, quem sabe tenha habilidade para o artesanato, ou para a poesia ou a música. Se todos se dedicassem à arte ou aprendessem a apreciá-la, certamente não haveria tanta violência no mundo”.

AGO/SET/2004  

Revista Viver Melhor - Pró-Vida

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you