Page 1

Gazeta DIVINÓPOLIS•MG | QUARTA-FEIRA, 25 DE JULHO DE 2012 | ANO XIX | N.º 1.872 | R$ 2,50

DO OESTE

Motorgerais JÁ VEM REESTILIZADO Citroën antecipa detalhes do novo C3

Divulgação

Ministério Público debate junto com candidatos e partidos quais serão os limites dos comitês PÁGINA 03

Lixo nas ruas e mato alto no bairro Santos Dumont

Flaviane Oliveira

Abandonada, Toca do Tamanduá se transformou em ponto de drogas O clube desativado há cinco anos, está tomado pelo mato alto. Os moradores ao redor do clube pedem que as autoridades tomem as providências necessárias, pois o terreno está servindo como ponto de drogas no bairro. PÁGINA 05

Fábrica de roupas é incendiada

Claúdio Ramalhão

No local todo tipo de material pode ser encontrado em pontos onde os próprios moradores usam como bota fora irregular. Além disso, o mato alto tem preocupado quem mora no local ou somente passa pelo bairro, uma vez que os lotes sujos escondem material de furto e outros crimes. PÁGINA 05

O prejuízo total ainda não foi calculado, mas com o trabalho estagnado, a fábrica perde a produção de 5 mil peças por dia. PÁGINA 13

CARRO CAPOTA NA MG-050 Claúdio Ramalhão

O acidente ocasionou no capotamento de um carro de Divinópolis. O veículo ficou todo destruído, mas as duas vítimas não t i veram graves ferimentos. PÁGINA 13


02 POLÍTICA

Conversa com a Presidenta Coluna semanal da Presidenta Dilma Rousseff OZANO CARNEIRO, 53 ANOS, MÉDIO PRODUTOR RURAL DE MIRANDA DO NORTE (MA) - QUE MEDIDAS ESTÃO SENDO ADOTADAS PARA ALIVIAR OS PREJUÍZOS DA ESTIAGEM E PARA QUEM ESTÁ INSCRITO EM DÍVIDA ATIVA E É COBRADO COM O LEILÃO DE NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO, A TERRA? PRESIDENTA DILMA – Ozano, para amenizar as consequências da seca sobre a população e a economia do semiárido do Nordeste, liberamos R$ 2,7 bilhões para ações emergenciais e temos 3.360 carros-pipa distribuindo água potável em 692 municípios. Criamos a Bolsa Estiagem, no valor de R$ 400, pagos em cinco parcelas, que já beneficia mais de 700 mil agricultores em 800 municípios. Desde 2011, entregamos 111 mil cisternas e chegaremos a 200 mil neste ano. O Ministério da Agricultura destinou 400 mil toneladas de milho para ração animal a pequenos e médios produtores, com preços abaixo do mercado. Há uma linha especial com R$ 1 bilhão para investimento, capital de giro e custeio agrícola e pecuário. Empreendedores e agricultores afetados podem contratar entre R$ 12 mil e R$ 100 mil, com juros máximos de 3,5% ao ano. Nos municípios em situação de emergência na área da Sudene, produtores adimplentes em 31/12/2011 podem prorrogar dívidas rurais com vencimento até 1º de janeiro de 2013. Quanto aos débitos antigos de produtores rurais de todo o Brasil, a Lei 11.775/2008 já havia permitido descontos de 33% a 70% sobre os saldos, para liquidação ou renegociação, em até dez anos. Deu, ainda, desconto fixo de até R$ 19.200,00, além de desconto adicional de 10% para a região da Sudene. RAIMUNDO NONATO DE CASTRO LUSTOSA, PROPRIETÁRIO RURAL DE PIRACURUCA (PI) -TENHO UMA PROPRIEDADE RURAL, DE NOME BOM LUGAR, QUE HÁ MUITO NECESSITA DE ENERGIA ELÉTRICA. QUANDO A ENERGIA VAI CHEGAR? NOSSA COMUNIDADE ESPERA ANSIOSA. PRESIDENTA DILMA – Raimundo, o atendimento da sua comunidade está programado para ser feito ainda neste ano, segundo o planejamento do Programa Luz Para Todos. Serão feitas as ligações para as 22 famílias de Bom Lugar. Em todo o município de Piracuruca, já atendemos 1.094 famílias com um investimento de mais de R$ 5,2 milhões. No estado do Piauí, o governo federal já investiu mais de R$ 595 milhões para atender 123.307 domicílios. Em todo o Brasil, já foram beneficiadas quase 3 milhões de famílias. Mas não vamos parar por aí. Estamos trabalhando para levar energia a mais localidades como a sua e, por isso, o Luz para Todos foi prorrogado até 2014, com a inclusão da meta de atendimento a mais 495 mil domicílios rurais em todo o Brasil. A partir dessa expansão, vamos atender povos indígenas, quilombolas, comunidades tradicionais e famílias contempladas no Programa Brasil Sem Miséria. Temos preocupação tanto em assegurar a universalização do acesso, quanto em garantir a segurança das pessoas no uso do serviço. Com o Luz Para Todos, Raimundo, estamos levando energia a quem precisa dela para produzir e para viver. ANTÔNIO DE PÁDUA ASSUNÇÃO, 42 ANOS, PROFESSOR UNIVERSITÁRIO EM PALMAS (TO) -PRESIDENTA, O QUE ESPERAR DE CONCRETO PARA A ECONOMIA VERDE COMO RESULTADO DA CONFERÊNCIA RIO+20? PRESIDENTA DILMA - Antônio, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, deu passos importantes para um novo modelo de desenvolvimento sustentável para o mundo, que combine crescimento com inclusão social e proteção do meio ambiente. Os países reconheceram a erradicação da pobreza como o maior desafio global, decidiram criar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e se comprometeram com o fortalecimento do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), para auxiliar os países mais pobres na implementação de suas políticas de proteção do meio ambiente. O Brasil contribuirá com US$ 6 milhões para o Fundo do Pnuma e com US$ 10 milhões para o enfrentamento das mudanças do clima em países da África e nas pequenas ilhas. A biodiversidade marinha foi considerada de importância estratégica e terá um tratado específico para protegê-la. Foi adotado ainda o Plano Decenal de Produção e Consumo Sustentáveis. A Rio+20, Antônio, consolidou uma agenda para o século XXI e demonstrou que todos nós – governos, organizações internacionais e sociedade civil – somos sócios na construção de um mundo mais justo, com a pobreza erradicada, o meio ambiente protegido, e com padrões sustentáveis de produção, consumo e gestão dos recursos naturais. Você também pode fazer uma pergunta para a presidentaDilma Rousseff. Basta enviá-la para o e-mail: regional.imprensa@presidencia.gov.br, com nome completo, idade, ocupação e cidade de moradia.

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Dilma viaja para Londres Presidenta participará da abertura das olimpíadas e irá incluir Brasil como destino turístico A presidenta Dilma Rousseff, acompanhada por uma comitiva de ministros, viajou ontem (24) por volta das 16h para Londres, capital do Reino Unido, onde fica até o dia 28. Ela programou uma intensa agenda, que inclui a abertura da 30ª edição dos Jogos Olímpicos, quando aproveitará para promover o Brasil como destino turístico, e atividades de fortalecimento do Programa Ciência sem Fronteiras, além de várias reuniões. Dilma deve viajar acompanhada pelos ministros Helena Chagas (Comunicação Social), Aldo Rebelo (Esportes), Antonio Patriota (Relações Exteriores), Gastão Vieira (Turismo), Aloizio Mercadante (Educação) e Marco Antonio Raupp (Ciência, Tecnologia e Inovação), além do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS). Dilma tem conversa marcada com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, e participa de uma recepção oferecida pela rainha Elizabeth II aos chefes de Estado e de Governo, no Palácio de Buckingham. Hoje (25), a presidenta se reúne com Cameron. A expectativa é que Dilma e o primeiro-ministros tratem dos efeitos da crise econômica internacional sobre a Europa e o restante do mundo. Vários países da zona do euro, como a Espanha, Portugal e Grécia, estão entre os que mais sofrem com os

impactos da crise. Paralelamente, a presidenta aproveita a viagem para divulgar a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. A ideia é que o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), durante os Jogos Olímpicos de Londres, aproveite para promover os destinos brasileiros no exterior. A presidenta estará à frente da campanha. Amanhã (26), ciência e educação dominam o dia da presidenta. Ela visita o Museu de Ciências acompanhada pelo cientista e doutor em cosmologia Stephen Hawking. Dilma também tem encontro com estudantes do Ciência sem Fronteiras. A intenção do governo é enviar 100 mil profissionais e pesquisadores em quatro anos para diversos países. Por meio do Ciência sem Fronteiras, o governo promete custear 75 mil bolsas e espera que a iniciativa privada viabilize mais 25 mil. O programa inclui desde bolsas do tipo sanduíche (em que parte do curso é feita no Brasil e outra parte no exterior) de graduação até pós-doutorado em 18 áreas de tecnologia, engenharia, biomedicina e biodiversidade. No dia 26, deve ser assinado o termo de compromisso entre o Brasil e o Reino Unido para incluir universidades britânicas no programa. Também na quinta-feira, Dilma inaugura a Casa Brasil. No

local, foi organizada uma exposição sobre ciência e tecnologia na área de esportes. A mostra foi montada para promover as Olimpíadas de 2016, com sede no Rio de Janeiro. A sexta-feira (28) será dedicada à abertura do 30º Jogos Olímpicos. As cerimônias de abertura e encerramento poderão ser acompanhadas por meio das transmissões de televisão por

Divulgação

aproximadamente 4 bilhões de pessoas no mundo, segundo os organizadores dos Jogos. No total, são 29 modalidades e 26 esportes. A previsão é que cerca de 10,5 mil atletas de 192 países e 13 territórios participem. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) reuniu uma equipe de 259 atletas, dos quais 136 são homens e 123, mulheres. Eles disputarão 32 modalidades olímpicas.

43% dos tribunais do país ainda não divulgaram salários, segundo CNJ Cortes de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraíba ainda não atenderam a norma Três dias após o encerramento do prazo final estipulado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que os tribunais do país divulgassem na internet os salários de magistrados e servidores, 39 (43%) das 90 Cortes ainda não cumpriram a determinação. Os dados foram obtidos em levantamento do próprio CNJ concluído na segunda-feira (23). O maior número de atrasos para um cumprimento da resolução do órgão do Judiciário ocorreu dentro da estrutura da Justiça Eleitoral, onde 17 dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), 62,9%, não haviam publicado os vencimentos de seus funcionários até as 18h da segunda. Na Paraíba e em Sergipe, apesar de os TREs afirmarem que haviam disponibilizado os contracheques na rede, os links que deveriam dar acesso às remunerações não abrem. Em números proporcionais, os Tribunais Regionais Federais (TRF) vêm em segundo lugar no descumprimento da norma no prazo estipulado (60%). Das cinco cortes, apenas o TRF-1 e o TRF-5 já expuseram seus ven-

cimentos. A maior parte da Justiça Militar também não seguiu, até o momento, a resolução aprovada pelos conselheiros do CNJ em 3 de julho. Além do Superior Tribunal Militar (STM), as cortes de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul também não atenderem à norma. Apenas o tribunal militar de São Paulo disponibilizou os salários de seu quadro na internet. Dentre as cortes superiores, o STM é a única que ainda não publicou os vencimentos. Nos Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs), 11 (45,8%) das 24 direções ainda não se adequaram às regras previstas na nova Lei de Acesso à Informação. Somente em 13 TRTs é possível identificar os salários e os nomes de desembargadores, juízes e servidores. Nos Tribunais de Justiça estaduais, a publicação das remunerações também não foi atendida integralmente. Segundo o balanço do CNJ, comandando pelo conselheiro Wellington Saraiva, somente em 16 dos 27 tribunais os cidadãos já conseguem verificar quanto ganham magistrados e funcionários.

Calçado em uma liminar obtida pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), o TJ do Rio de Janeiro divulgou parcialmente a relação com os salários, omitindo os nomes dos desembargadores e juízes.

as remunerações, poderão vir a ser punidos pelo CNJ. Saraiva, contudo, não quis adiantar que tipo de sanções poderão ser aplicadas aos desobedientes. O tema deve ser discutido pelos conselheiros do órgão no retorno do recesso do Judiciário, no dia 31.

PUNIÇÃO Apesar do alto índice de tribunais que desobedeceram a ordem de divulgar os salários de seus funcionários na web, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) não estuda, em um primeiro momento, punir os dirigentes das cortes. Segundo a assessoria do CNJ, antes de recorrer a sanções, o órgão pretende entender por que os tribunais não cumpriram a resolução. Com o balanço concluído nesta segunda em mãos, o conselheiro Wellington Saraiva irá procurar os presidentes das cortes para questioná-los sobre os motivos de não terem publicado os contracheques na internet e cobrá-los a disponibilizar as informações, conforme prevê a Lei de Acesso à Informação. Se mesmo com a advertência os tribunais se negarem a expor

ADIAMENTOS Na última sexta (20), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, que acumula o comando do CNJ, autorizou os TJs de Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina a postergarem a divulgações dos salários de seus funcionários. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que já havia obtido a prorrogação do prazo por decisão do conselheiro Wellington Saraiva, também terá mais tempo para publicar seus contracheques. Em vigor desde 16 de maio, a Lei de Acesso à Informação obriga órgãos públicos a divulgar informações de interesse público, exceto as sigilosas ou que podem colocar em risco a segurança nacional. A forma da abertura dos dados depende de regulamentação.


POLÍTICA 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Representantes dos partidos políticos foram convocados para nova reunião sobre o TAC

Escolas Estaduais de Divinópolis receberão investimentos para o setor Os recursos virão de emendas dos Deputados Fabiano Tolentino e Jaime Martins junto com o MEC Divulgação

O motivo do encontro foi debater sobre os limites dos comitês e discutir sobre algumas mudanças do termo carla.mariela@gazetaoeste.com.br

Ontem, por volta de 17h30min, ocorreu uma reunião no Ministério Público, com a presença de representantes dos partidos políticos, com o objetivo de esclarecer para as lideranças políticas o que realmente o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) aborda, e debaterem em conjunto qual seria o limite dos comitês. Durante a reunião, algumas cláusulas foram acrescentadas com alguns aditivos que terão que ser seguidos por alguns candidatos e partidos. O TAC é um termo, que foi assinado pelos presidentes dos partidos e por candidatos referentes algumas normas que devem ser seguidas por eles nas eleições desse ano. O intuito do termo é fazer com que os candidatos, partidos políticos e coligações não utilizem os muros públicos ou particulares como meios de veiculação de propaganda eleitoral, como por exemplo, pinturas, inscrições, colagens de cartazes, enfim, qualquer propaganda em muros por candidatos, partidos que concorrerá a vaga proporcional ou majoritária no processo eleitoral. De acordo com o Promotor de

Justiça Eleitoral, Dr. Sérgio Gildin, no início as regras seriam somente para os muros, mas a pedido dos próprios candidatos para se ter uma campanha equilibrada financeiramente para todos, o TAC, se estendeu para as faixas, outdoors, placas, dentre outros. Em relação às placas, os candidatos assumiram a obrigação de não utilizarem esse tipo de material, principalmente, no interior de propriedade particular. As placas só podem ser utilizadas nos comitês e mesmo assim, só para identificar o estabelecimento para a população. Mas, embora os candidatos e representantes tenham assinado o termo, ontem durante o encontro, houve o debate em relação algumas regras para os comitês, inclusive, sobre como seria realizada a propaganda eleitoral, uma vez que está vedada a propaganda em passeios, e no interior de bens privados. Nos comitês, será permitida a colocação de banners ou placas somente na frente do comitê para a identificação. De acordo com o Promotor de Justiça Eleitoral, Dr. Sérgio Gildin, se for analisar, e realmente seguir o TAC, hoje, não poderia nem a utilização de comitês, mas o debate estava em aberto justamente para que os representantes parti-

Carla Mariela

CARLA MARIELA

Fabiano Tolentino afirmou que foram entregues dois ofícios para a Secretária de Educação, Ana Gazolla, para mais investimentos na área. CARLA MARIELA

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

Promotores de Justiça Eleitoral que assinaram o TAC em conjunto com os representantes dos partidos políticos, candidatos e testemunhas.

dários decidissem como ficariam esses comitês em relação o limite. “Atualmente se fossemos seguir o TAC, da maneira que deve ser seguida, não poderia ter comitê, mas é por isso que estamos aqui para acharmos a melhor forma de colaborar com todos os candidatos e partidos para que façam uma campanha positiva. Caso, os candidatos não cumpram as normas estabelecidas pelo termo, à propaganda eleitoral realizada por eles, serão consideradas irregulares, e

provavelmente será multado no valor de dez mil reais”, disse. Por fim, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), além de ter sido assinado pelos líderes dos partidos e candidatos, foi também assinado pelos Promotores de Justiça Eleitoral, Dr. Sérgio Gildin e Dr. Gilberto Osório; e por testemunhas. Porém, ontem foi alternado com algumas mudanças aditivas, principalmente, em relação de como vai funcionar os comitês.

A maioria dos candidatos que disputará a eleição em Divinópolis tem entre 45 e 59 anos As estatísticas foram apresentadas por meio do TRE/MG CARLA MARIELA

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

As estatísticas das candidaturas tanto da chapa proporcional, quanto da majoritária, nas eleições políticas no geral, são importantes para que o eleitor possa entender sobre alguns dados de cada candidato. Isso contribui com o eleitor no momento da votação. Normalmente, os dados que são publicados pelo Tribunal Regional Eleitoral de

Minas Gerais (TRE/MG), estão relacionados à faixa etária, grau de instrução, informações sobre o partido, a situação de cada candidato, dentre outros. Uma análise feita pelo TRE/ MG sobre a faixa etária de cada candidato apontou que em Minas Gerais, mais de 41% dos candidatos têm entre 45 e 59 anos, dos 72.858 candidatos que constam no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com o Município de Divinópolis não é

Média de idade dos candidatos as eleições 2012 em Divinópolis 46,154% 31,868%

9,615%

45 a 59 anos

35 a 44 anos

25 a 34 anos

5,769%

2,473% 2,198% 1,648% 0,275%

60 a 69 21 a 24 anos anos

70 a 79 anos

*Candidatos a prefeito: A maioria tem entre 45 e 59 anos *Candidatos à vice: Todos os candidatos têm entre 45 e 59 anos

18 a 20 Superior anos a 79 anos

diferente, pois voltando a análise para a cidade, o resultado geral da chapa para vereador e prefeito, apontou que a maioria dos candidatos também possui entre 45 e 59 anos. Na disputa do cargo para prefeito de Divinópolis, há somente um candidato com a faixa etária entre 35 a 44 anos. Esse candidato é o Vladimir de Faria Azevedo (PSDB). A análise aponta que dois candidatos têm entre 45 a 59 anos, são eles, o Jorge Tarcisio Torquato (PSOL) e o Luiz Roberto de Souza Cury (PT). Entre 60 a 69 anos, tem uma candidata, que é a Heloísa Vieira Cerri (PV). Superior a 79 anos, também tem somente um candidato que é o Galileu Teixeira Machado (PMDB). Em relação à candidatura de vice-prefeito, todos os candidatos apresentaram entre 45 a 59 anos, são eles: Roberto Pedro Bento (PTdoB), Ana Maria Goulart Torquato (PSOL), Antônio Rinaldo Valério (PSDC), Edson José de Sousa (PSB) e Rodrigo Pinto Resende Costa (PDT). Já a faixa etária dos candidatos que irão concorrer à vaga de

vereadores, o TRE publicou da seguinte maneira: Seis candidatos possuem entre 18 a 20 anos com porcentagem de 1,648%; nove têm entre 21 a 24 com porcentagem de 2,473%, entre 25 a 34 foram apresentados 35 candidatos com 9,615%, entre 35 a 44 foram 116 candidatos com porcentagem de 31,868%, entre 45 a 59 foram 168 candidatos com 46,154%, entre 60 a 69 foram 21 candidatos com 5,769%, entre 70 a 79 foram oito candidatos com porcentagem de 2,198% e superior a 79 anos foi apresentado somente um candidato com 0.275%. Na soma geral, tanto a chapa proporcional, quanto a chapa majoritária, o resultado final indicou que a maioria dos candidatos possui entre 45 a 59 anos. Conforme a Constituição, a idade mínima para os candidatos a prefeito participarem do processo eleitoral é de 21 anos e para os candidatos a vereador é de 18 anos. Segundo o TRE, a verificação das faixas etárias é feita na data estabelecida para a posse, que é no dia 1º de Janeiro.

Em entrevista ao Jornal Gazeta do Oeste, ontem, pela manhã, o Deputado Estadual Fabiano Tolentino (PSD), ressaltou que participou de um encontro na segunda-feira, em Belo Horizonte, com a Secretária de Educação, Ana Gazolla. O encontro serviu para uma solicitação de mais investimentos para a educação no Município de Divinópolis. Na ocasião foram entregues dois ofícios de autoria do Deputado Federal Jaime Martins (PR), que no último momento precisou sair para participar de outro compromisso. Porém, como a proposta de mais recursos é em parceria entre Fabiano Tolentino e Jaime Martins, o Deputado Fabiano Tolentino permaneceu no local e entregou os ofícios para a Secretária. Durante a entrevista, o Deputado Estadual Fabiano Tolentino, disse que a proposta de mais investimentos servirá para contemplar as Escolas Estaduais da cidade, sendo que no total são 34 escolas. “O encontro com a Secretária de Educação Ana Gazolla serviu para solicitarmos mais investimentos para a área da educação. A ideia é contemplar as escolas estaduais de Divinópolis com emendas minhas e com emendas do Deputado Federal Jaime Martins em conjunto com o MEC em 2 ou no máximo 3 anos. A minha emenda será de R$1,5 milhão, o Jaime vai colaborar com a parte dele e os outros investimentos serão de acordo com a posição do MEC, no qual estamos aguardando. Ao todo são 34 escolas”, ressaltou. O ofício apresentado para a secretária, Ana Gazolla, são primeiramente referentes às Escolas Estaduais Dona Antônia Valadares e Joaquim Nabuco. Conforme, o ofício, a Escola Dona Antônia Valadares, é tradicional em Divinópolis e há 68 anos é referência pela qualidade de ensino, reflexo de dedicação e do comprometimento dos funcionários, professores e diretoria. A instituição possui 1.750 alunos, distribuídos entre os turnos da manhã, tarde e

noite. Porém, segundo o ofício, a escola não dispõe de um espaço amplo destinado às reuniões pedagógicas, seminários, apresentações culturais, festivais, palestras, dentre outros. Por esse motivo de não ter um amplo espaço, Jaime Martins juntamente com Fabiano Tolentino, se juntaram com a diretoria da instituição para requerer para a Secretária Ana Gazolla, a viabilização da reforma do “Prédio Aleijadinho”, que atualmente serve de depósito de materiais inservíveis, situado nas dependências da escola; uma vez que o pedido dos deputados tem como intuito beneficiar não só a comunidade escolar, mas toda a comunidade divinopolitana de modo geral. Já o ofício referente à Escola Estadual Joaquim Nabuco, aborda que a solicitação foi feita para Jaime Martins, por meio do diretor Roberto Rodrigues Ribeiro, que é atual presidente do Colegiado de Diretores de Divinópolis (MG). A proposta desse ofício foi para solicitar a proposta de modificação da atual quadra de esportes da instituição para um amplo espaço coberto destinado a reuniões pedagógicas, seminários, apresentações culturais, festivais, palestras e para a construção de nova quadra no segundo pavimento, transformando aquele espaço em um amplo Centro Cultural apto a atender não só na comunidade escolar, mas toda a comunidade divinopolitana de modo geral. De acordo com o diretor da escola, estima-se que a obra fique no valor de trezentos mil reais, conforme o projeto que será apresentado. Por fim, segundo o Deputado Fabiano Tolentino, a ideia é contemplar todas as escolas estaduais, com as reformas das quadras, com emendas parlamentares e de acordo com a direção que o Ministério da Educação (MEC) apontar para as devidas melhorias no setor da educação. Ele finalizou a entrevista dizendo que essa parceria é para que o esporte e a educação sejam cada vez mais contemplados no Município de Divinópolis.


04 OPINIÃO

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

EDITORIAL

Aquecendo as turbinas

E

stá tudo muito quieto, tudo muito silencioso. Os candidatos que viviam como verdadeiros ‘Roberts’ em inaugurações e eventos sociais, desapareceram! E desapareceram também as voluptuosas inaugurações e eventos sócio politiqueiros, a qual eram aclamados no decorrer do ano. Isto porque a legislação não permite, é claro! Pois se não fosse a legislação eleitoral já estaríamos, emaranhados de placas, outdoors, faixas de lambe lambe espalhados pelos muros em toda cidade. Aos fins de semana já é perceptível a presença de cabos eleitorais em meio as vias principais do município. Eis que chegam eles, totalmente gerundianos e treinados para convencer o eleitor de que determinado candidato é a melhor opção de escolha. Mas o pior ainda está por vir.... Com a moda do Tecnobrega, do Charme e do Arrocha, não há oportunidade melhor para os candidatos se esbaldarem na formulação de seus jingles eleitorais. E existe marketing melhor do que uma melodia que gruda no ouvido da pessoa como um mantra maligno?! E olha que estas observações são apenas previsões de que o pior ainda está por vir... As gráficas aptas a rodar milhares e milhares de santinhos já vem investindo em equipamentos de última geração e também em mais mão de obra, visando os voluptuosos lucros eleitoreiros no período em que gastar com campanha não pode ser considerado um gasto, mas sim, “ [...]a bandeira hasteada um investimento! de que os brasileiros Os santinhos das redes sociais, como já mencionado anteriormente exercem sua cidadania, nesta esquina em deveras oportutem ficado um pouco nidades, já pipocam pelas telas dos a desejar. Pois, caso computadores, e as inovações não fossemos considerar o param por aí, pois antigamente ser direito de cidadania, candidato a um cargo político era algo não seriam constantes sério e viril, hoje quanto mais caricato as manifestações, os o candidato for, parece que mais abaixo assinados e nem chances ele tem de angariar votos. as passeatas para que E os nomes? Há os nomes de os cidadãos brasileiros cunho interiorano, “ nada contra a consigam gritar, ou moral e os bons costumes o interior”, melhor, berrar, ou melhor mas analisar um candidato por ele ser esbravejar aos quatro o fulano o açougue, o beltrano veteventos deste país seus rinário ou o cicrano filho de alguém ideais, direitos e condições (alguém este que embora tiveram ou não um história junto ao município) humanas.” não são fatores significantes, relevantes ou analíticos para se entregar um voto, que é realmente a única forma de se exercer a cidadania neste país. Fora deste contexto, a bandeira hasteada de que os brasileiros exercem sua cidadania, tem ficado um pouco a desejar. Pois, caso fossemos considerar o direito de cidadania, não seriam constantes as manifestações, os abaixo assinados e nem as passeatas para que os cidadãos brasileiros consigam gritar, ou melhor, berrar, ou melhor esbravejar aos quatro ventos deste país seus ideais, direitos e condições humanas. E incluindo na pauta de condições humanas, infraestrutura é o carro chefe para melhoras as condições de vida do ser humano. Bairros periféricos com esgoto a céu aberto, sem pavimentação, com pessoas utilizando fossas, essa são as atuais condições daqui e dali. Então quando as fanfarras começarem a tocar os jingles de nossos candidatos, será que assim como hoje em que se resguardam ‘esquentando as turbinas’, os mesmo atenderão a este pedidos depois que ultrapassarem a barreira das urnas? Se sim ou se não continuaremos de olho, seja ano de eleição ou não! ÓRGÃO DO GRUPO GAZETA DO OESTE DE COMUNICAÇÃO LTDA

FUNDADOR: Antônio Eustáquio Rodrigues Cassimiro (1947 2004)

DIRETOR PRESIDENTE Fernando Marcos Rodrigues

DIRETOR DE MARKETING Leonardo Marcos Rodrigues

EDITORA CHEFE Liziane Ricardo

ASSESSORES JURÍDICOS Dr. Márcio F. Vaz • Dr. Mauro M. Nogueira • Dr. Breno M. de Faria ADMINISTRAÇÃO, REDAÇÃO E GRÁFICA: Rua Rio Branco, 948 - Porto Velho • Divinópolis (MG) • CEP 35.500-430 TELEFONE: (37) 3222-6322 • www.g37.com.br • gazeta@gazetaoeste.com.br O JORNAL NÃO É SOLIDÁRIO COM CONCEITOS EMITIDOS EM COLUNAS E MATÉRIAS ASSINADAS.

Marcos Fábio

olharempreendedor@formatar.com.br

VOCÊ SABE O QUE É PRODUTIVIDADE EM VENDAS? A produtividade significa fazer mais com a mesma estrutura. Como esse conceito se aplica tanto na produção quanto em qualquer outra área, vamos abordar a produtividade na área de vendas. Para isso, preciso que haja uma reflexão acerca das seguintes perguntas: a) Qual é o máximo que você consegue vender com a sua atual estrutura (pessoas, espaço, etc)? b) Qual é o máximo de pessoas que você consegue atender bem em um dia? c) Das pessoas que entram no seu negócio, para quantas você consegue vender? A diferença entre a capacidade máxima que você está estruturado para atender e o que você realmente vem conseguindo obter de resultado, é a sua possibilidade de ganho de produtividade. Uma forma de melhorar a produtividade em vendas poderia ser a redução de custos na sua estrutura (pessoas e instalações) sem perder nenhum real em venda, porém, isso nem sempre é fácil. Muitas vezes você já pode até estar com a estrutura mínima possível e ainda assim não aproveitar o máximo que ela pode lhe dar. Vejamos um exemplo: você tinha 02 caixas e reduziu para 01, eliminou o estoquista e ficou com 02 pessoas em vendas. Reduzir mais não é possível mas, ainda assim, você sabe que com essa estrutura as vendas de seu negócio poderiam chegar aos R$ 60.000,00 mensais, porém, você só consegue vender R$ 40.000,00. Por que isso ocorre? Talvez a resposta esteja na produtividade de suas vendas. As perguntas iniciais servem para refletirmos sobre o aproveitamento que fazemos de nossa estrutura. Recentemente em um dos treinamentos que ministrei, apresentei os seguintes dados reais da empresa “X” (dados médios 2011): • De cada 100 clientes que entram na loja em 2011, 30 compram alguma coisa; • A média de vendas por cliente é de R$ 89,00 (vendas mensais dividido pelo no de clientes que compraram no mês); • 1,89 é o número médio de itens que cada um desses clientes levou para casa. Com base nestes números, o que essa empresa precisa fazer para melhorar sua produtividade em vendas? Analisando percentualmente a situação em relação a cada grupo de 100 pessoas que entram na loja, a resposta parece óbvia: ou atendemos melhor para aproveitar os 70 clientes que saem sem comprar; ou forçamos a venda de mais itens para os 30 clientes que compram; ou vendemos produtos de maior valor agregado para eles a fim de aumentar o valor médio por cliente; ou fazemos um pouco de cada. Das alternativas acima, vou comentar uma delas que é o fato de atendermos melhor para vendermos para parte dos 70 clientes que saem sem comprar. Para isso pergunto a você que está lendo essa coluna, em qual tipo de profissional você se encaixa: vendedor ou atendente? O atendente se limita a tentar dar o que o cliente procurou e, se não há o produto na loja, ele dispensa o cliente. Já o vendedor, investiga o cliente com uma abordagem que lhe permita perceber outras opções que este poderia experimentar e conduz o processo da venda como um dançarino profissional conduz a parceira. A venda vencedora encanta no primeiro encontro. O vendedor seduz e conquista porque tem sede de namoro com o cliente, enquanto o atendente só quer “ficar”. Os atendentes estão ali, com os braços cruzados, encostados em algum canto, pensativos e preocupados com o jogo do seu time no domingo ou se a vilã da novela vai se dar mal, enquanto 70 a cada 100 clientes entram e saem de seu negócio sem comprar. O que pode ser pior que isso? Tem algo pior sim: é ver essas coisas acontecerem debaixo do nosso nariz e não tomarmos nenhuma atitude, por não termos os números de nosso negócio na mão e que nos permita as análises sugeridas nas perguntas iniciais.

Idéias & Negócios

ideiasenegocios2011@gmail.com

O vice-presidente da ACID, Alexandre Calmon esteve presente no programa Idéias e Negócios trazendo uma promoção da Associação Comercial, que tem como presidente o empresário e consultor de empresas Carlos Moacir Meira de Aguiar. A idéia é aquecer o comércio não só em datas comemorativas, mas no decorrer de todo ano. Nesse sentido foi criado um carnê de beneficio, composto por 50 empresas, sendo cada empresa um segmento diferente para não haver concorrência. Todas as empresas envolvidas sortearão um brinde, visando atingir o cliente VIP, que é aquele cliente que já tem um relacionamento de fidelidade com a empresa. A ACID não pretende obter lucros neste projeto e sim de dar um bom atendimento aos seus clientes.

Alexandre Calmon, vice-presidente da ACID, no programa Idéias e Negócios da última quinta-feira

No mesmo dia estiveram presentes no programa, os empresários Leonardo e Fernando Rodrigues, proprietários do jornal Gazeta do Oeste. Os irmãos nasceram e cresceram no ramo das comunicações e em entrevista o Idéias e Negócios, Fernando ressaltou que em seus 32 anos de vida, nunca pensou em ter outro ramo de trabalho a não ser este. O diretor do impresso narrou um fato interessante que marcou a história do jornal, como no dia da morte do cantor Leonardo, dia em que a Gazeta do Oeste foi um dos primeiros jornais a noticiar a morte do cantor em sua primeira edição, Na época, Fernando que era o impressor gráfico do jornal e Leonardo o diagramador. O comunicólogo, Leonardo Rodrigues falou sobre o que mudou nestes 19 anos na mídia, e das diretrizes da Gazeta do Oeste que hoje tem que se apurar mais a notícia e a grande diferença hoje, sem dúvida é a tecnologia, e como isto afeta diretamente a comunicação, mas o mais importante é que ela (a tecnologia) faz a evolução do seu próprio meio e de sua comunidade e que um complementa o outro, pois a mídia digital chega mais rápido e o impresso tem a preocupação de apurar melhor os fatos e trazer a análise daquele acontecimento, e sempre preocupado em seguir os preceitos éticos e crescendo de uma forma sustentável defendendo os interesses da população cobrando as soluções e apontar os problemas em prol da população. Leonardo também falou sobre o planejamento de crescimento na região e ainda foi mencionado sobre a liberdade de imprensa.

Boa semana a todos! Marcos Fábio Administrador de empresas e mestre em administração profissional com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas

Os irmãos que cresceram no ramo das comunicações, Leonardo e Fernando Rodrigues do jornal Gazeta do Oeste.


CIDADES 05

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Lixo nas ruas e mato alto no bairro Santos Dumont incomodam moradores Um pouco de tudo pode ser visto no meio do lixo que fica nas esquinas do bairro

FLAVIANE OLIVEIRA

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Roupas, sapatos, utensílios domésticos e muita sujeira compõem as imagens de vários quarteirões no bairro Santos Dumont. Em vários pontos há também mato alto. Durante a reportagem, um dos moradores do bairro cortou o pé por causa de um copo quebrado que foi jogado na rua. Além disso, vários animais

peçonhentos entram nas casas atraídos pelo lixo que fica bem próximo das residências. O mau cheiro no local é insuportável e os objetos jogados na rua são no mínimo inusitados. Há instrumentos musicais, filtros, brinquedos, móveis, lençóis e até pedaços de comida e garrafas quebradas. Em determinadas épocas os próprios moradores queimam o lixo no local e o fogo se alastra

Todo tipo de material é jogado nas ruas.

pelos lotes vagos. Alguns moradores cobram uma solução para a situação que tem se tornado preocupante. A situação é ainda mais grave nas vias a exemplo da rua Zomar Nogueira com Celina Diniz no bairro Santos Dumont. Uma senhora que mora no local e preferiu não se identificar conta que em alguns dias vai ao ponto de maior concentração de lixo para juntar o que está espalhado, “De vez em quando eu venho para juntar. Colocamos um tanque para colocar o lixo, mas está precisando mesmo é que a prefeitura coloque uma caçamba aqui ou a prefeitura fazer uma lixeira. Alguns colocam o lixo na porta de casa e os que moram mais perto colocam aqui” conta. A moradora contou ainda que devido ao excesso de lixo e alimentos em estado de deterioração, o espaço chama a atenção de animais que se alimentam daquilo que encontram no meio do entulho, “Cavalos esparramam o lixo, cachorro esparramam e a situação fica pior” lamenta a moradora. Outro morador da região que também preferiu não se identificar ressalta que além do lixo espalhado, o mato alto tem trazido transtornos para a vida das pessoas que moram no bairro. Ele destaca ainda que a questão do lixo também deveria partir do bom senso das outras pessoas que moram nos arredores, “Tem muito lote vago e outro dia mesmo duas casas aqui de

Flaviane Oliveira

O lixo está espalhado em vários pontos do bairro.

baixo foram roubadas por causa do mato, o pessoal esconde no mato e já acharam até botijão de gás escondido no mato. Está passando da hora da prefeitura notificar o pessoal para fazer uma limpeza nesses lotes. Os moradores deveriam colocar o lixo na porta da própria casa, mas colocam na esquina, na rua de baixo todo mundo tem uma lixeira na sua porta. O negócio do lixo é cada um colocar na sua porta” argumenta. FISCALIZAÇÕES A reportagem entrou em

contato com o setor de fiscalização da secretaria Municipal de Meio Ambiente para saber quais medidas podem ser tomadas para solucionar o problema do mato e lixo no bairro. De acordo com João Donizete Silqueira, fiscal de posturas, a situação é complicada, uma vez que não há como identificar de forma clara quem são as pessoas que jogam o lixo na rua. Nesses casos, em que o infrator não é identificado, a secretaria de Meio Ambiente solicita à secretaria Municipal de Operações Urbanas (Semoudes), para que

faça a limpeza do local. Nesses casos, quando a pessoa que joga o lixo é identificada, primeiro é feita a notificação de limpeza e em seguida a autuação que pode variar de R$49,00 a R$498,00. Porém, o fiscal ressalta que é importante que os próprios moradores da região não joguem o lixo nos pontos onde o entulho tem sido encontrado. Já para o caso do mato alto, o fiscal explica que os próprios moradores devem entrar em contato com a Semoudes pelo (37)3221-1088 e solicite a limpeza no local.

Clube desativado vira ponto de tráfico na cidade População que reside próximo a antiga ‘Toca do Tamanduá’ reclama que após o abandono do clube, mato tomou conta do terreno. E a noite usuários e traficantes fazem do espaço ponto de drogas

Mariana Gonçalves

MARIANA GONÇALVES

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

A Toca do Tamanduá está abandonado há alguns anos, desde que os sócios do clube decretaram falência. O local está tomado por mato, e passou a abrigar usuários e traficantes de drogas. Os moradores próximo ao clube reclamam que devido ao abandono do local, e a falta de vigilância, o terreno está se tornando ponto de tráfico, e por isto tem deixado os moradores com medo. Uma moradora próxima vizinha ao clube, que preferiu não se identificar, conta que vê gente (traficantes e usuários) entrando e saindo do local. “Não sei como ainda não acharam ninguém morto ai”, conta a divinopolitana. Os moradores também reclamam que o mato está muito alto. O descuido com o clube, está trazendo animais como ratos e insetos para as casas próximas. Como a entrada da Toca do Tamanduá é aberta, e sem nenhuma barreira, todos podem estar livremente. Os moradores relatam que há

alguns dias, um rapaz entrou no clube e pulou para uma das casas vizinhas. Quando a moradora foi ver o que estava acontecendo se deparou com um individuo tentando invadir sua residência. A equipe de reportagem da Gazeta do Oeste esteve no local, e confirmou a situação descrita pelos moradores. O clube mantém as entradas abertas, sem nenhuma barreira para proibir a entrada de estranhos. Foi possível verifica também que dentro do espaço abandonado, a muitos escombros de salões e banheiros que foram demolidos. O mato está por toda a parte do clube. E um outro problema, é que as antigas piscinas não possuem nenhuma proteção, as chuvas empossam a água que ali fica parada. Durante a nossa visita ao local, registramos duas piscinas, com uma água esverdeada de sujeira. A piscina estava cheia e logo foi possível concluir que a água está há dias parada. Nossa equipe entrou em contato com as autoridades policiais do município para saber sobre

A piscina desativada virou reservatório de água poluída.

as ocorrências registradas no local. E de acordo com Capitão Leônidas, sempre é feita a ronda de rotina na cidade, e que o bairro Santos Dumont também recebe a ronda dos policiais a noite. O capitão, conta que há poucos dias a polícia realizou uma operação no bairro e apreendeu um suspeito de tráfico. Ainda segundo o capitão Leônidas, os moradores precisam denunciar este tipo de acontecimento. “Peço que essas

pessoas denunciem o caso no posto policial do bairro Interlagos, que é o responsável por patrulhar aqueles bairros da região”, afirma. FISCALIZAÇÃO Em contato com o fiscal de posturas da secretária Municipal de Meio Ambiente, João Donizete Silqueira, a reportagem foi informada de que um protocolo será aberto, para que possam ser tomadas as providências neces-

Os moradores reclamam que o descaso com o local está prejudicando quem mora ao lado. A localidade a noite se tornou ponto de encontro de usuários de drogas.

sárias. João Donizete, ainda conta que como o clube foi vendido pelos antigos donos, agora eles precisam identificar quem é o novo proprietário do local para que o mesmo esteja ciente da situação. RELEMBRE Depois de vários anos em funcionamento na cidade, o clube declarou falência em 2007. Com uma dívida que ultrapassava os

R$700 mil. A compra da massa falida por uma empresa de Belo Horizonte na época seria uma das soluções para os problemas financeiros do clube. Porém não foi o que aconteceu, os ex-sócios não concordaram com a venda total do clube, e somente há alguns meses parte do clube foi vendido. O novo proprietário não foi localizado até o fechamento desta edição para fornecer mais detalhes sobre a situação do terreno.


06 CIDADES

Mivla Rios

mivlarios@hotmail.com

OLÁ, MEU NOME É MIVLA RIOS. E você deve estar se perguntando: “Quem é essa pessoa de nome estranho?”. Respondo: Tenho nome estranho e sou mesmo um pouco estranha, se ainda assim quiser, prossiga. Sou uma mulher de 32 anos, solteira, publicitária, coordenadora do curso de Comunicação Social da Faculdade Pitágoras de Divinópolis. Nasci aqui na cidade do Divino e morei em Belo Horizonte por 12 anos estudando e trabalhando. Mais uma vez você deve estar se perguntando: “E daí?” E daí que fui convidada pelo jornal Gazeta do Oeste para escrever uma coluna de cotidiano, falando um pouco, de mim, da vida, das pessoas, e dos fatos e sentimentos que compartilhamos, ou não, em nosso dia-a-dia. Me formei em publicidade e propaganda pela PUC/MG em 2000, depois me pós-graduei em Administração na Fundação Getúlio Vargas (FGV), e na sequência virei mestre em Comunicação Social, também pela PUC. Até aqui tem sido um caminho interessante, às vezes avesso e conturbado, mas que me trouxe de volta à minha terra natal há cerca de 2 anos. Assim, sinto que tenho um bocado de histórias, esquisitices e pensamentos poéticos para compartilhar com os leitores deste jornal. Então, se você leu até aqui, deve estar querendo saber melhor sobre o que eu vou escrever, o que eu tenho a dizer, são coisas práticas desse tipo. Normal, pessoas do século XXI precisam de razões para dar crédito a alguém. Pois então: Tô aqui pra falar de muita coisa que eu penso, rumino. Algumas delas profissionais, outras pessoais, outras ainda filosóficas, teológicas, existenciais ou simplesmente curiosas. Concebe um coquetel desses? Ok! Prossigamos... Sou taurina e acho que isso influencia sim, no meu modo de estar no mundo, de pensar as coisas e existir. Sou cabeça dura, teimosa, pés no chão, batalhadora, fiel aos meus princípios, intensa nas minhas emoções e ao mesmo tempo com enorme capacidade de abstração e relativização do mundo. Sou professora universitária e amo o que faço. Não sou jornalista, sou metida a escritora de curiosidades e pensamentos, e, por vezes, me perdoem alguns muito prováveis vacilos ou quebras de protocolos. Não me proponho à escrita jornalística, até por que, não tenho formação para tal. Escrevo por acaso, pra compartilhar vivências e quem sabe ganhar comparsas em meus devaneios. Deixo claro, me interessa muito mais o conteúdo que a forma. Dito isso, acho que vivemos em um tempo de muitas conturbações, bem próprias da nossa “era”. Nascida em 1979, ainda posso dizer que sou da geração migrante, aquela que não nasceu digital, mas vive na digitalização e sofre seus impactos. É uma loucura. Fico pensando em minha vozinha que está com 84 anos. Ela viu o ferro de passar brasa e hoje vê a gente no facebook, twitter, e tenta entender. Ela já viu trem de ferro, lamparina, guerra mundial, invenção de carros, eletrodomésticos, rádio, máquina de datilografia, luz elétrica, TV, cinema, avião, computador, internet etc. Pensa, agora: se em um tempo que as coisas andavam mais devagar ela já viu tantas mudanças científicas, tecnológicas e sociais, o que será de nós? Eu nasci antes do Papa João Paulo II vir ao Brasil pela primeira vez. E quando ele veio eu gritei ao ver na TV: “O Papa mamãe, o Papa!”. Depois vi “matarem” o Tancredo, a eleição do Collor, o impetchemant do mesmo, e toda a luta do Lula pra chegar ao poder (Lula lá) e depois passar pra Dilma. E depois ter câncer, e depois se curar. Eu vi o computador sem internet (juro que isso já existiu!). Vi o Bozo, o Chaves, a Caverna do Dragão, o Balão Mágico, a Xuxa e os Menudos. Fui fã dos New Kids on The Block e não tenho vergonha disso. Vi também todas as minhas amigas se casarem ou se tornarem mães enquanto eu, absurdamente estudava. Hoje estou aqui, acompanhando um novo mundo, habitado pelas mesmas pessoas que se relacionam de novas maneiras. Penso que sofro e sofreremos um impacto ainda mais brutal das chamadas “evoluções” do mundo contemporâneo. Vamos vivenciar muito mais mudanças que a minha avó. Nesse sentido, às vezes entro na onda e evoluo. Às vezes meto o pé no freio e questiono tudo, numa verdadeira catarse. Na verdade me sinto um tanto deslocada, meio louca, e até privilegiada, especial. Vivo questionando a minha própria existência, as relações entre as pessoas e a razão de estarmos no mundo. Enfim é o famoso trio “oncoto? quemcossô? proncovô? Se você quiser embarcar nessa estrada venha comigo. Não prometo nada demais, afinal, não sei de nada. Sei que vou indo, vivo, sinto e vou contando um pouco do que vejo pelo caminho. Vamos? Mivla Rios Publicitária, pós-graduada em Administração de Empresas, mestre em Comunicação Social, professora e coordenadora do curso de Comunicação da Faculdade Pitágoras (@mivlarios).

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Vigilância Sanitária alerta para os cuidados com alimentos enlatados Flaviane Oliveira

Uma série de fatores devem ser observados na hora da compra de enlatados FLAVIANE OLIVEIRA

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

A cada ida ao supermercado, na maioria das vezes, o consumidor leva para casa pelo menos um produto enlatado. Hoje, de milho a carnes e conservas, tudo pode ser encontrados neste formato. Porém, o consumo desses alimentos deve ser feito com cuidado, uma vez que latas que não passam por procedimento de lavagem podem causar doenças como a leptospirose. No caso do palmito ou contaminação da lata de outros produtos, pode haver botulismo. Se os enlatados estiverem contaminados por microrganismos ou contaminação química pode haver infecção do sistema gastro intestinal e/ou intoxicação. Em Divinópolis a Vigilância Sanitária fiscaliza a venda desses tipos de alimentos. Os estabelecimentos que comercializam alimentos são inspecionados pela Vigilância Sanitária Munici-

pal pelo menos uma vez ao ano. São observadas as condições de acondicionamento, rotulagem, higiene dos estabelecimentos, e procedimentos seguros para manipular os produtos a granel. CUIDADOS De acordo com a Vigilância Sanitária, alguns cuidados devem ser observados na hora de consumir um alimento enlatado ou vendido a granel. Para isso é importante verificar se o estabelecimento comercial apresenta adequadas condições de conservação dos alimentos. A limpeza e a organização do ambiente são fatores importantes. Outro cuidado é observar se os atendentes e manipuladores estão vestidos de forma adequada à atividade que exercem. Os que manipulam alimentos devem usar touca, e o uniforme deve estar limpo e bem conservado. É importante também verificar se os produtos estão acondicionados em prateleiras limpas e

Na compra de alimentos a granel as condições de conservação também devem ser observadas.

organizadas. Se encontrar produtos empilhados no chão, não compre. Já para os alimentos acondicionados em embalagens transparentes, que permitem ver seu conteúdo, observar se os alimentos apresentam alteração na cor, na consistência, no aspecto e se há presença de matérias estranhas. O consumidor deve ficar atento ainda e não comprar produtos de origem animal se não tiverem o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura ou do serviço de inspeção estadual ou municipal. EMBALAGENS Na hora da compra é importante não levar para casa latas amassadas, estufadas ou enferrujadas. Ao serem amassada, algumas substâncias tóxicas presentes na parede interna da lata podem se desprender e se misturar com o alimento. As embalagens amassadas podem ter sofrido algum choque mecâ-

nico, afetando a vedação da lata, permitido assim a entrada de ar e, consequentemente, podendo causar contaminação por micro-organismos. Quando se vê latas estufadas, significa que existem microorganismos fermentando lá dentro. No caso de embalagens de vidro, a tampa também não pode ser estufada. O consumidor deve olhar sempre a data de validade antes de comprar o produto, observar sempre a temperatura de acondicionamento conforme orientação do fabricante e quando utilizar o produto, lavar em água corrente antes de abrir a lata. A porção não utilizada deve ser colocada em recipiente com tampa e colocado na geladeira. Para o palmito em conserva, é necessário fervê-lo por 15 minutos na própria salmoura ou em água antes de usá-lo na culinária. Essa medida é importante para evitar o risco de contaminação das pessoas pela bactéria causadora da doença chamada Botulismo.

Sem pavimentação moradores do Terra Azul ficam na poeira

Dentre as reivindicações infraestrutura é o item mais importante da lista. Pavimentação foi prometida em 2011

Flaviane Oliveira

MARIANA GONÇALVES

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

Os moradores da região Sudeste da cidade como o bairro Terra Azul vem reclamando pontualmente do descaso com o bairro. Não é de hoje que a população sofre com a falta de infraestrutura do local. A equipe da Gazeta do Oeste esteve na região e verificou que todas as ruas estão sem pavimentação. De acordo com um morador que preferiu não se identificar, a pavimentação foi prometida para o ano passado, mas, até o momento as ruas continuam do mesmo jeito. Nos bairros vizinhos, onde foram construídas as casas populares, os cidadãos ganharam um espaço usado para o lazer e para a realização de partidas de futebol. Para o bairro Terra Azul um espaço como este, também foi prometido, porém a população como conta Rabibi Sousa, pratica esportes nos bairros vizinhos que tem a quadra de futebol. Ainda segundo o morador que tem um salão de cabeleireiro no local, por causa da situação das ruas, e a poeira em excesso, acaba

fazendo com que os moradores desistam de frequentar o salão. Outro que também não está nada satisfeito com o local, é o senhor Vantuil Augusto, o morador também reclama da poeira, e das ruas onde passam os veículos. “As vezes chega um ponto que nem o ônibus consegue passar, tem vez, que isso aqui não da pra passar ninguém. Porque o barro faz a rua ficar cheia de buracos de lama. Os carros sempre atolam aqui”,conta o morador. Vantuil Augusto, conta também que já mora no local há bastante tempo, é que as melhorias para o bairro são apenas promessas que ele escuta desde pequeno. “Esse meu lote, foi comprado em 1995, na época não tinha casa aqui direito. Depois quando o bairro começou a encher, prometeram arrumar as ruas e fazer uma ponte aqui. Até hoje nada disso aconteceu, e já faz muito tempo”,afirma. A equipe da Gazeta confirmou a dificuldade dos moradores com a falta de infraestrutura do local. Os moradores reclamam que as autoridades deixaram o bairro de

“As vezes chega um ponto nem o ônibus consegue passar aqui”,conta o morador Vantuil Augusto, que reclama das ruas sem pavimentação no Terra Azul.

lado, e que os bairros mais novos ao lado do Terra Azul estão bem mais desenvolvidos. PROGRAMA BAIRRO NOVO X LICITAÇÃO Em entrou em contato com a Secretaria de Operações Urbanas, a reportagem foi informada que o bairro Terra Azul está dentro do programa ‘Bairro Novo’. E para que as ruas sejam pavimentadas, os moradores precisam se reunir e fazer um abaixo assinado, o qual deve ser protocolado na Prefeitura Municipal. Com este processo feito, uma licitação será aberta para que as ruas do bairro sejam pavimentadas. Ainda fomos in-

formados que dentro de 30 dias, será iniciado um processo de manutenção das vias. Esse processo consiste em capinar os locais onde o mato esta alto. E passar as máquinas nas ruas com buraco, para que elas fiquem preparadas para receber o calçamento. Ainda segundo informações da secretaria de Operações Urbanas, Divinópolis está dividida em quatro partes. Foram divididas etapas para que cada bairro fosse atendido. Já quanto ao maquinário usado pela secretaria, obtivemos a informação da própria pasta de que: os equipamentos não são suficientes para atender á todos os bairros da cidade de uma vez só.


CIDADES 07

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Cresce o número de pessoas que optam por importar produtos De maquiagens a eletrônicos, tudo pode ser comprado nos sites internacionais FLAVIANE OLIVEIRA

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Maquiagens, produtos de beleza, celulares, notebooks e até roupas e acessórios são alguns dos produtos constantemente importados por muitos brasileiros. Muitas vezes é fora do país que algumas pessoas encontram o produto com a qualidade e preço desejados em uma só compra. Gabriela Gonçalves Marques

Gabriela considera mais em conta comprar produtos importados

da Silva que já realizou várias compras por meio da importação fala dessa experiência, “Compro de fora há muito tempo. Compro de pessoas que trazem produtos de fora e também de sites internacionais que demoram muito para entregar aqui, mas é boa, nunca deixei de receber nada” conta. China e Estados Unidos são alguns dos países que mais importam para o Brasil e as maquiagens e cosméticos são os preferidos das mulheres que compram o que vem de fora. Gabriela explica que na maioria das vezes opta comprar fora devido a qualidade e preço dos produtos que acabam saindo mais em conta, “Tem muita diferença porque eu não vou ficar pagando caro por produtos brasileiros sendo que os importados muitas vezes são melhores e custam o mesmo preço, compensa muito mais os importados que os brasileiros infelizmente. Muitas vezes a qualidade é a mesma ou superior, porém o valor dos superiores são até mais baratos e então eu prefiro com-

prar de fora. Geralmente compro maquiagem e eletrônicos são os produtos com maior diferença de preço. São marcas que vendem aqui, que vendem lá fora e compensa muito mais comprar e trazer de lá pelo preço, porque quando eles importam para vender aqui o mercado brasileiro coloca um preço muito alto e então não compensa comprar aqui.” lamenta. CUIDADOS Nas compras importadas, geralmente o prazo de entrega do produto leva de 20 a 40 dias. Porém, Gabriela alerta que é fundamental comprar com cuidado para garantir o recebimento da mercadoria, “Procuro saber e pesquiso pessoas que deram depoimentos positivos sobre o site, que compraram e receberam os produtos no tempo correto que o site prometia, que não foram taxadas e esse tipo de coisa e sites que quando deu alguma coisa errada se comunicou com a pessoa e a pessoa se comunicou

com a loja e a loja deu retorno. Porque costuma algumas vezes a pessoa não receber o produto ou receber estragado ou faltando e a loja não dar nenhum tipo de retorno”explica. No site da Receita Federal, estão detalhados os procedimentos para realizar importações. De acordo com informações do site, “É crescente o número de fraudes e ilicitudes sendo praticados no meio eletrônico, incluindo as relações de comércio virtual. Inexistência do vendedor, falta de entrega do produto, emissão de nota fiscal falsa são alguns dos exemplos mais comuns de crimes praticados” divulgou a Receita. A Receita Federal alerta ainda que é importante desconfiar de preços muito atrativos, depósitos em contas-corrente de titularidade diferente do vendedor, como forma de pagamento dos valores negociados. É importante para o consumidor buscar o maior número de informações possíveis a respeito do produto e do ven-

Flaviane Oliveira

De maquiagem a eletrônicos, tudo pode ser importado

dedor, para garantir a segurança de sua operação. Assim como em outras operações comerciais, as que envolvem o comércio eletrônico também necessitam de documentos que comprovem sua regularidade. Para produtos comprados no exterior, informações dos procedimentos de regularização de

importação podem ser obtidas no item encomendas e remessas do site da Receita. No site, qualquer pessoa pode ainda obter informações sobre o pagamento de possíveis impostos no momento do recebimento do produto e também os fatores que garantem a legalidade do produto importado ao entrar no país.

Novas notas de R$ 10 e R$ 20 começam a circular no país Em 2013, deverão entrar em circulação as notas de R$ 2 e R$ 5 MARINA ALVES

marina.alves@gazetaoeste.com.br

Marina Alves

Começaram a entrar em circulação ontem as novas notas de R$ 10 e R$ 20, da nova família do Real. As novas notas vêm para substituir gradativamente as da primeira família da moeda em todo o Brasil. A substituição já começou com as notas de R$ 100 e R$ 50, no ano de 2010. O Banco Central realizou a cerimônia de lançamento das novas notas na tarde de ontem. A circulação das novas notas de R$10 e R$ 20 foi publicada pelo Departamento de Meio Circulante do Banco Central no Diário

Oficial da União na segunda-feira. As novas cédulas da segunda família do Real têm dimensões diferenciadas. As notas de R$ 10 tem 135mm por 65mm, e as notas de R$ 20 tem 142mm por 65mm. As notas de R$ 10 e de R$ fazem parte de uma segunda etapa da substituição das notas. No próximo ano, as notas de R$ 2 e R$ 5 também deverão ser substituídas. A data de substituição ainda não está confirmada pelo Banco Central. Conforme o divulgado no site oficial do Banco Central, é necessário fazer a substituição das notas, pois o Real foi consolidado

Maria Aparecida conta que nova medida irá auxiliar o comércio

como uma moeda forte, e que deve utilizar das últimas tecnologias disponíveis para garantir a segurança do dinheiro brasileiro nos próximos anos. Ainda segundo o Banco Central, as notas pertencentes a segunda família do Real terão circulação simultânea com as notas antigas, que serão substituídas de acordo com o seu desgaste natural. O planejado era que se substituíssem as notas de R$ 10 e R$ 20 no ano de 2011 e as de R$ 5 e R$ 2 neste ano. Porém, houve a necessidade de fazer alguns ajustes técnicos para a substituição das notas, o que atrasou o início da circulação. SEGURANÇA NO COMÉRCIO A mudança das notas, que vem sendo planejada desde o ano de 2003, tem como principal intuito facilitar a identificação das notas, por ter mais símbolos e marcas que certificam a validade da cédula. A facilidade para identificar as notas é uma das principais vantagens para os comerciantes, que tem dificuldades em distinguir as cédulas. Maria Aparecida Ribeiro, Gerente de uma loja de roupas íntimas em Divinópolis, conta que a mudança irá ajudar na identificação das notas: “Essa mudança é muito boa para nós, vai facilitar muito. Porque as

notas parecem ser mais seguras, o que ajuda bastante”. A comerciante conta que a loja nunca teve problemas com as notas falsas, mas que se preocupa com a validade das notas: “A gente fica meio indecisa mesmo, porque aqui aparece sempre uma nota de cem reais, que é um valor muito alto, tem que observar se é verdadeira e fica preocupado, pois as falsas são muito idênticas. Mas até hoje nós nunca tivemos problemas com isso”.

Maria conta que ao receber a nota as vendedoras sempre observam as marcas: “A gente sempre analisa a nota, olha, como foi passado o método de observação de todas as marcas. Tudo que a gente aprendeu. Olhamos a nota, os símbolos e todas as marcas para evitar de receber as notas falsas”, conta a gerente. Sobre a mudança gradativa das notas, Maria conta que é vantajosa, pois as novas notas são mais fáceis de ser identificadas. Segundo ela, “É melhor ainda.

Assim como as notas de cem, isso tem facilitado bastante, tem dado muito certo. A gente lida com dinheiro toda hora. As notas grandes são as que mais entram”. A gerente da loja de roupas íntimas ainda ressalta a mudança feita pelo Banco Central como uma ajuda aos comerciantes, uma vez que as novas notas são mais seguras: “Essa mudança é muito boa para nós, vai facilitar muito. Porque as notas parecem ser mais seguras, o que ajuda bastante”, afirma.


08 VARIEDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

DRA. KARLA FARIA

karlafaria@ortodontista.com.br

AMÁLGAMA : O PERIGO ESTÁ EM NOSSAS BOCAS Divulgação

Amálgama é um material bastante emprego pelos dentistas, formado de prata, mercúrio e estanho, e tem o objetivo de restaurar os dentes. O amálgama possui muita resistência, principalmente no que diz respeito à oxidação, mas pelo fato do mercúrio ser absorvido pelo organismo, foi absorvido em alguns países, como a Suécia. Mercúrio é um metal líquido e uma das substâncias mais perigosas conhecidas pelo homem. A maioria das pessoas tem amálgama em suas bocas e seu preenchimento leva como matéria-prima esse metal. Durante anos, os dentistas acreditaramque estes preenchimentos estavam seguros, mas agora sabemos que foi descoberto um corpo crescente de evidências científicas que mostram ligações entre o mercúrio dos dentes e enfermidades sérias. O mercúrio é tóxico que, a certos níveis, deixa a pessoa incontrolável, mas até as quantias mais baixas são consideradas inseguras. Organização Mundial de Saúde diz que não existe um nível seguro de mercúrio e que ele é considerado um veneno, então, como pode continuar a ser usado pelos dentistas? Os dentistas sempre assumiram que estava seguro, pois não havia nenhum efeito colateral identificável, mas será que eles eram as pessoas mais certas para procurar o sutil, mas perigoso, sintoma de envenenamento de mercúrio de baixo nível? E se houvesse um sintoma colateral, eles saberiam reconhecer? Será que o sintoma sempre esteve lá? Envenenamento crônico por sais de mercúrio provoca proteinúria (presença de pro-

DPOC: DIAGNÓSTICO PRECOCE BENEFICIA TRATAMENTO

teína na urina). Fetos e recém-nascidos são especialmente vulneráveis. Também o mercúrio elementar pode acumular-se no cérebro. A permanência prolongada de mercúrio no cérebro — mesmo em pequena concentração — afeta os centros de controle motor. Por isso, o cérebro é considerado o órgão crítico para a acumulação de mercúrio. Conseqüências da intoxicação por mercúrio Os dentes são parte do nosso organismo. Quando doentes, podem afetar todos os órgãos. Quando os dentes são obturados com mercúrio e perdem continuamente este metal, ocorre uma intoxicação geral e crônica do organismo. Essa difusão do tóxico, muitas vezes, provoca uma sobrecarga para o sistema imunológico. Mesmo quantidades mínimas de mercúrio, que chegam ao organismo durante um tempo prolongado, podem provocar uma série de problemas: dores de cabeça, transtornos da visão, edemas (no rosto, nos lábios, na mucosa da boca, da língua e da garganta), eczema crônico, bronquite asmática, cansaço crônico, menor capacidade de reação, maior necessidade de sono, falta de apetite, cólica intestinal, apatia, falta de memória, depressão, queda

dos cabelos, distúrbios reumáticos e digestivos. É preciso ter muito cuidado com obturação de amálgama em gestantes. Pesquisas mostram que o mercúrio liberado das obturações atravessa a placenta e alcança o feto, podendo prejudicá- lo. Como os sintomas são comuns, fica difícil apontar uma causa específica. É claro que existem outros motivos para os distúrbios indicados e uma infinidade de correlações imprevistas. No Brasil, infelizmente, a odontologia ainda não se sentiu motivada a deixar o amálgama. No primeiro mundo, são os próprios clientes que, lentamente, estão derrubando o amálgama. Com isso, abriu-se o caminho para materiais menos prejudiciais. Ninguém deveria aceitar uma nova obturação de amálgama. Uma diminuição do teor de mercúrio na boca já pode produzir uma diminuição dos efeitos nocivos. A afirmação: “não existe nada à altura do amálgama” é válida quanto à toxicidade e facilidade de manipulação, mas não com relação à saúde. Não existe um material para obturações que reúna todas as qualidades desejáveis. Mas existem soluções que não envenenam constantemente o corpo. Para as pequenas cavidades, podemos recorrer ao cimento, matéria-prima antiga e bem conhecida. Diversos tipos de cimento são compatíveis com a polpa do dente e aderem muito bem à cavidade. São freqüentemente utilizados embaixo das obturações. Como substitutos do amálgama, é possível utilizar compósitos (resinas),que hoje em dia são de alta tecnologia, são muito mais seguros do que o amálgama. Também existem obturações de porcelana fundida. O ouro, extremamente caro, apresenta desvantagens devido à “corrente” na boca, ao gosto metálico e por motivos estéticos, já quase não usados mais. O tratamento dentário exige bom senso e equilíbrio na escolha do tratamento. Seria melhor evitar esses problemas tão danosos ao organismo.

Fique atento aos sintomas e procure um médico em caso de dúvida Divulgação

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica - DPOC - é caracterizada pela inflamação crônica das vias aéreas e dos pulmões, dificultando a passagem do ar. No Brasil, ocorrem anualmente mais de 150 mil hospitalizações por DPOC somente no serviço público de saúde. A principal causa da doença é o tabagismo de longa data, fazendo da DPOC muito mais frequente entre fumantes com idade superior a 40 anos. No entanto, fatores como a inalação da fumaça originada da queima de lenha também podem contribuir para o surgimento da doença. De acordo com a dra. Regina Maria de Carvalho Pinto, pneumologista e integrante da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), os principais sintomas da doença são falta de ar e tosse. “É importante ficar atento à fase inicial da doença, quando os sintomas geralmente são interpretados como fatores sem muita importância, ‘comuns’ ao tabagismo. Este descaso contribui para o atraso do diagnóstico da doença e resultados menos satisfatórios no tratamento”, explica. Os sinais que devem chamar a atenção, especialmente dos fumantes é a tosse ou pigarro que predomina pela manhã, acompanhada ou não de secreção de aspecto claro, que com o passar dos anos, tende a se tornar constante. Eventualmente, a secreção pode ser purulenta, de pequena a média quantidade, com duração de vários dias. Esta é a principal característica de uma crise da DPOC. “A falta de ar também costuma piorar com o passar dos anos e passa a ser constante, interferindo na realização das atividades diárias. É nesta fase, normalmente, que o in-

dividuo passa a se incomodar mais com o sintoma e decide procurar o auxílio médico”, revela a especialista. Se g u n d o a m é d i c a , a DPOC é considerada uma doença prevenível e tratável. Abandonar o hábito de fumar e evitar a exposição aos fatores de risco é a melhor forma de prevenir a doença. “O abandono do hábito de fumar é muito importante no tratamento da DPOC e é a intervenção individual mais eficaz e com melhor custo efetividade. Parar de fumar pode prevenir ou retardar o desenvolvimento da alteração da função pulmonar e reduzir a sua progressão”, afirma. DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO O diagnóstico da DPOC é feito através da história clínica do paciente e, confirmado pela espirometria, exame que mede a capacidade pulmonar. A espirometria permite não apenas confirmar o diagnóstico, mas também quantificar a gravidade da doença. O tratamento mais comum para a DPOC é realizado através de medica-

mentos broncodilatadores, aplicados por via inalada, que promovem a dilatação dos brônquios, melhorando o esvaziamento pulmonar e consequentemente reduzindo os sintomas. Há também situações nas quais são indicados corticóides por via inalada. Já os por via oral são reservados para os casos de exacerbação; vacinação contra gripe; oxigenoterapia contínua, em casos de insuficiência respiratória; reabilitação pulmonar ou atividade física orientada para pacientes em qualquer gravidade de risco da doença; e até o transplante pulmonar, para pacientes selecionados e com a DPOC muito avançada. A dra. Regina Carvalho Pinto lembra que a base para o tratamento é sempre evitar a progressão da doença, aliviar sintomas, melhorar a qualidade de vida e reduzir o número de hospitalizações e mortes. “Embora já seja possível melhorar muito a qualidade de vida dos pacientes com os tratamentos disponíveis, a chave para o sucesso ainda é o diagnóstico precoce.”

ESPAÇO MÉDICO CURSO SOBRE NEGOCIAÇÃO EM SP, DF E CE A AMB promoverá o curso “Poder da Negociação - Como Conseguir o Efetivo Ganha-Ganha” ministrado por Horácio Falcão, professor da escola de negócios Insead (European Institute of Business Administration). As atividades acontecem em agosto, nos dias 13 e 14, em Fortaleza; 16 e 17, em São Paulo; e 20 e 21, em Brasília. O curso visa a desenvolver competência de negociação por meio de metodologia diferenciada. Mais Informações podem ser obtidas pelos e-mails: diretoria@amb.org.

br ou daniela@manole.com.br. DIVULGADO EDITAL PARA EXAME DE SUFICIÊNCIA EM MEDICINA PALIATIVA Já está publicado no site da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM) o edital de convocação da AMB para o primeiro Exame de Suficiência em Medicina Paliativa –2012. As inscrições estarão abertas a partir de 20 de julho, por meio do site www.amb.org.br. O processo de avaliação inclui prova escrita para avaliação de desempenho e análise curricular. O resultado final será divulgado em 17 de setembro, no site da AMB. Os candidatos aprovados receberão o Certificado de Área de Atuação em Medicina Paliativa, emitido pela AMB.

Perguntas e sugestões podem ser enviadas por e-mail para acontece@acontecenoticias.com.br ou para o endereço: rua Cotoxó, 303, conjunto 81-82, São Paulo, SP, CEP 05021-000


VARIEDADES 09

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

FABIANO TOLENTINO & PAULO MARIUS tv@campoenegocio.com

7º FESTIVAL DA LINGÜIÇA DE FORMIGA Hummmm, que evento! Parabéns à Formiga pelo reconhecimento de ser a cidade que produz a melhor linguiça do Brasil. Fomos conferir de perto o 7º Festival desta deliciosa iguaria.

FIGURAS BAR – CARMO DO CAJURU

Quem não conhece o proprietário do Figuras Bar? É difícil não conhecer esse simpático cidadão da cidade de Carmo do Cajuru que recebe com muita atenção todos que visitam o seu estabelecimento. O Programa Campo & Negócio teve a honra de conhecê-lo. E pode ter certeza viu, Adilson Figurinha vamos voltar mais vezes para experimentar seus deliciosos tira-gostos. Quem sabe levamos o nosso Buchechinha!

CAVALGADA DA MANGUAÇA

A equipe do Programa Campo & Negócio foi até a comunidade dos Paivas, próximo a Água Limpa, no final de semana do dia 15 de julho. Centenas de cavaleiros participaram do evento, que contou com vários shows de artistas da região. Parabéns ao Rildo e sua esposa Sarah pela organização da cavalgada.

4ª ETAPA COPA LAÇO – RANCHO FÊNIX

Estivemos no Rancho Fênix neste último final de semana em São Sebastião do Oeste, onde foi realizado a 4ª Etapa da Copa de Laço. Grandes competidores estiveram presentes. Não poderíamos deixar de citar também a presença da ilustre empresaria do ramo Country, Marina Assis juntamente com toda sua família.

www.campoenegocio.com tv@campoenegocio.com Twitter: @campoenegocio facebook: programacampoenegocio

PROGRAMA CAMPO E NEGÓCIO 20-07-2012 Esse programa foi de dar água na boca. Os campeões do Prato da Casa 2012 foram nossos convidados especiais. Experimentamos ao vivo o prato campeão “Pra comer de joelhos”, que realmente é pra comer de joelhos.

GUSTAVO BICALHO thegufaro@hotmail.com

Equipe do Bistrô Boulevard

Karol Canto encanta no mercado municipal de Divinópolis O ator e amigo Juvenal Bernardes é um encanto no palco e no prato!

frangoline Sr. Geraldo e sua esposa contemplam momentos de festa - recém chegados de Caldas Novas, onde moraram por alguns anos

Roberta e Geraldinho Martins, alunos de Lucrécia Donato.

Panela Wok de cerâmica da Ceraflame - A Mania Gourmet , praticidades e presentes quem me forneceu esta ferramenta!

Juvenal Bernardes e Joubert Amaral

Os amigos do Prato são assim, sentem e entendem o real valor do cheiro. O cheiro que muita gente mal percebe, faz o amigo do prato ficar feliz, ficar com fome de alegria, ficar de bem... Pode reparar. Quem vive ao redor de um bom prato sempre está feliz, porque muito mais do que uma receita, em um bom prato estão amigos e momentos incríveis da vida! Siga esta receita e junte-se aos amigos do Prato! Envie fotos de momentos especiais ao lado de um prato, junto dos amigos, preparando uma bela iguaria ou nos bares e botecos para THEGUFARO@HOTMAIL.COM e a gente publica para todos ficarem com água na boca! Abraços! Gustavo Bicalho


10 VARIEDADES

Horóscopo

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Novelas

Madonna desafia polícia da Escócia e mostra armas em show

Divulgação

AMOR ETERNO AMOR Globo - 18h Elisa não se conforma com o afastamento de Rodrigo. Rodrigo expulsa Virgílio de sua Seja paciente para não criar conflitos com seus colegas no setor profissional. Na vida a dois, mostre seu lado companheiro, isso vai fortalecer a união.

Precisará de bastante energia para dar conta das suas obrigações na profissão. Quanto mais ajudar os outros, mais colaboração vai receber. Na união, manifeste ao seu par os seus valores e as suas qualidades.

casa. Débora conversa com Miriam sobre a próxima matéria para a revista. Laura fala

Forme alianças e parcerias, assim, você conseguirá superar os desafios que surgirem. No setor afetivo, encarar os problemas será a melhor forma de resolvê-los.

No trabalho, fique de olho em suas responsabilidades. Terá que agir com pulso firme para não prejudicar o andamento de um projeto profissional. No amor, mostre maturidade em suas ações.

pede para Rodrigo deixar a suposta carta

que está nervoso por conta da prova

de Angélica com ela. Tati vende todos os

que Jaime vai fazer. Depois de um certo

brigadeiros que levou para a escola. Fernando volta a trabalhar na construtora. Gracinha

As dificuldades e os obstáculos são um teste para que possa crescer em sua atividade profissional. No amor, seja mais compreensivo(a).

prova, Jaime está confuso. Olívia pede para o aluno entregar o teste. Ao olhar a prova de Jaime, Olívia diz que ele respondeu somente três questões e as três

Miriam e Zilda tentam fazer uma reunião

estão erradas. Helena revela a Firmino

com todos os novos moradores da casa, an-

que está apreensiva com o resultado

tes de Gabriel e Beatriz voltarem de viagem.

da prova de Jaime. Jaime chega em casa

dará continuidade à sua carreira de modelo.

e seu pai pergunta como foi a prova.

para Pedro. Rodrigo confessa para Elisa que

REBELDE Record - 20h30

não está certo de seu casamento com ela.

Binho altera as provas dos rebeldes.

Miriam mostra a suposta carta de Angélica

CHEIAS DE CHARME Globo - 19h repreende. Valda flagra Máslova tentando furtar um doce de Ariela. Isadora se irrita

aposta para Vitória mas não consegue. Franco fica indignado ao saber que Eva contou para os rebeldes a história da carta. Vinícius e Juju se desculpam um com o outro. O casal fica em clima de romance. Dadá pede que Ofélia tome conta de Bia para que ela possa ir para

ao ver Conrado assistindo à entrevista de

São Paulo. Márcia conta a Vitória que

Cida na TV. Dinha se insinua para Inácio.

Bernardo realmente está afim dela.

Penha pensa em colocar Sandro na Justiça.

Os rebeldes se reúnem no porão e

Samuel destrata Alana no colégio, mas ela

aproveitam para conversar sobre o

faz sucesso com os alunos por ser irmã de Penha. Cida e Elano namoram pelo computador. O ônibus de Fabian é atacado.

sequestro. Eles estranham a história e acreditam que tem algo mal contado. Binho continua sabotando mais provas dos rebeldes. Desta vez ele muda as provas de Física e Química.

Inácio e Dinha. Sandro tenta animar Patrick e Penha fica dividida.Tom tem uma solução para o problema que Fabian está enfrentando com a mídia. Penha avisa a Sandro que

MÁSCARAS Record - 22h Letícia e Marco Antônio tentam tirar

não vai mais ajudá-lo. Sarmento perde sua

Régis de casa. Régis vai ao encontro de

licença para advogar. Fabian chega com

Letícia. Impaciente, Maria não consegue

Simone para morar na mansão de Chayene.

jantar. Otávio (Martim) e Décio se pre-

Sarmento pede para conversar com Valda.

ocupam, mas Maria ignora e resolver beber. Mário recebe parte do acordo

Globo - 21h Tufão se preocupa com Carminha, pois não está conseguindo falar com ela. Monalisa

e Big Blond o aconselha a deixar o país por algum tempo. Régis leva Letícia para o motel. A adolescente fica desconfortável, mas os dois acabam transando. Mário prepara a mala e Geraldine decide terminar o namoro. Maria bebe demais e

pensa em se mudar para a zona sul e alugar

começa a falar do seu amor por Otávio

um apartamento no prédio de Débora.

(Martim) e por Martim (Otávio). Eliza

Tessália e Adauto reclamam de Leleco e

diz a Otávio (Martim) que tem ciúmes

Muricy. Lucinda pede para Santiago tomar

de Maria e que nunca teve um irmão

conta das crianças enquanto ela sai. Nilo Jorginho por falar mal de Carminha e Max. Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora, estando sujeitos a eventuais alterações.

para gostar tanto assim. Martim (Otávio) leva Maria para o quarto. Marco Antônio vai à casa de Mirella, que diz ter medo de estar doente e que não sabe como superar o estupro. Marco Antônio diz que vai esperar o tempo que for preciso.

com uma pistola e uma AK 47 nas mãos. “Madonna e seus dançarinos usando réplicas de armas sempre foi de mau gosto, mas depois do que aconteceu no

Colorado, isso ficou ainda pior. Ela deveria saber disso”, disse a porta-voz da entidade Mothers Against Guns (Mães Contra Armas) ao jornal escocês Daily Record.

Um dia após cirurgia, Claudia Jimenez relata sentir muita dor

Bernardo tenta contar a história da

observa Lucinda e Santiago. Muricy critica Prepare-se para possíveis mudanças no trabalho. Enfrente dificuldades com determinação. No amor, vença a timidez e fale o que sente.

tempo, os alunos começam a entregar a

Jacira não aceitar trabalhar como modelo.

AVENIDA BRASIL Se deseja encontrar soluções eficientes para seus problemas profissionais, ouça o conselho dos mais velhos. No relacionamento a dois, incentive o diálogo para evitar brigas.

alunos começam a entrar na sala de mecânica, Rafael confessa a Jurandir

Heraldo percebe o entrosamento entre No ambiente profissional, mantenha-se em uma posição recolhida se quiser ficar longe de problemas. Em casa, faça o que for de sua responsabilidade para não receber cobranças.

a prova que terá no dia seguinte. Os

sua casa. Priscila provoca Pedro. Miriam

Penha paga a dívida de Sandro e Ivone a Prepare-se para um dia cansativo, em que precisará mostrar todas as suas habilidades profissionais. Em casa, reorganize sua vida. Nos assuntos do coração, mantenha a calma e segure a ansiedade.

aconselha Valéria a descansar para

Divulgação

Para ter sucesso na carreira, coopere com os seus colegas. É possível que precise enfrentar obstáculos. A serenidade será importante para preservar sua vida afetiva.

sobre a briga que teve com Davi. Rosa

aula. Olívia aplica a prova. Na oficina

Josué deixa Valéria curiosa para saber se Há indícios de preocupações e intrigas no setor profissional. Seja firme ao defender suas decisões e opiniões. Se precisar desabafar, recorra à sua cara-metade.

Valéria conversa com sua mãe, Rosa,

para Gil que Henrique está morando em

destrata Virgílio. Elisa fica revoltada por Mantenha seu equilíbrio emocional, especialmente nas atividades profissionais desenvolvidas em grupo. No romance, cumpra as promessas feitas ao seu par.

CARROSSEL SBT - 20h

A cantora Madonna se apresentou em Edimburgo, na Escócia, no sábado (21) e gerou mais controvérsia ao ignorar o pedido da polícia local para que não usasse as armas que fazem parte de uma das coreografias da MDNA tour, durante a apresentação. Os oficiais também aconselharam a pop star a não mostrar imagens de armas. A solicitação ocorreu por causa do massacre ocorrido na sexta-feira (20), em Aurora, Colorado, EUA, durante a primeira sessão do filme Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Mas Madonna desafiou as autoridades e subiu ao palco

A personal trainer Stella Torreão, amiga de Claudia Jimenez, comentou no Facebook sobre a recuperação da atriz, que passou por uma cirurgia cardíaca na segunda (23), no Hospital Pró-Cardíaco, no Rio. “Claudia está ‘lutando’. São quase 24h pós-cirurgia, relata muita dor; natural, devido à natureza da cirurgia e por não ser

a primeira. Agora intensificará fisioterapia, mas ainda com todos os drenos. Desconheço essa ‘dor’, mas ao olhar para ela e ao redor, dá vontade de ajoelhar e aplaudir... todos que estão ali, tanto equipe clínica quanto pacientes... todos numa tentativa de superar e viver; só viver. Por favor, vamos mandar boas vibrações a Claudia e a todos. Ela, antes de dormir, sempre reza o Pai Nosso! Obrigada”, escreveu Stella na rede social. De acordo com boletim médico do hospital divulgado na manhã de ontem (24), Claudia está lúcida e clinicamente bem. “A paciente deu entrada no Hospital Pró-Cardíaco no dia 22 de julho e se encontra clinicamente estável, lúcida em recuperação no CTI Pós-Operatório conforme o planejado”, diz o relatório. A cirurgia para a substituição da válvula aórtica durou sete horas e ocorreu dentro do

planejado, segundo o médico da atriz, doutor Edson Nunes. “A cirurgia foi trabalhosa, pelo fato de ter sido a terceira vez que ela passou por um procedimento no tórax, mas foi um sucesso”, disse ele, que explicou que o procedimento era bem arriscado. “Essa cirurgia foi de muito risco no caso dela porque ela já tinha passado por dois procedimentos anteriormente, um por causa de um tumor, outro para fazer cinco pontes em cirurgia de urgência por causa de um infarto em 1999. Trocamos a válvula aórtica que estava totalmente calcificada e obstruindo a passagem do sangue.” Desde a noite de segunda, Claudia já respira sem ajuda de aparelhos, como Stella informou também no Facebook: “Claudia acaba de ser extubada (retirado tubo da traqueia), corada, lúcida e lutando muito!”.

Mel Maia, a Ritinha de Avenida Brasil, fica nervosa com Carminha

Divulgação

Na estreia de Avenida Brasil, Mel Maia emocionou os telespectadores fazendo o papel de Rita (Débora Falabella) na infância, quando foi abandonada por Carminha (Adriana Esteves) no lixão. Com apenas sete anos, a atriz mirim surpreendeu o elenco veterano da novela. O que a pequena estrela acha das últimas maldades da vilã mais assustadora da tevê, como enterrar sua personagem num cemitério? Em entrevista, Mel Maia deixou claro que não chega a ter pesadelos com essas cenas aterrorizantes de Carminha, só um medinho. “Estou amando

a novela, não me assusto com as maldades da Carminha, mas fiquei muito nervosa quando a Carminha enterrou a Nina, eu pensei: meu Deus acabou a novela?” Sobre seus personagens preferidos de Avenida Brasil, ela lista três: “Adoro o Leleco, o Adauto morro de rir, mas também adoro a Suellen...hahaha fala sério, não tem ninguém nessa novela que eu não curta. Muito boa”, disse. A estrela mirim estará em breve de volta à telinha. “Vou continuar a ser atriz e vou fazer uma novela que ainda está na fila, acho que no horários das seis, o resto

ainda não posso falar”, contou. Mel anda desfilando muito e fazendo publicidade pela marca Lilica Ripilica. “Virei garota-propaganda, mas também estou de férias no colégio”, disse.

Músico do Kid abelha é assaltado, no Rio Após passar o final de semana na Região Serrana do Rio, George Israel, saxofonista da banda Kid abelha, retornava para sua casa, no Rio, acompanhado pela filha, de apenas 13 anos. O músico seguia em seu carro, quando se

deparou com um enorme engarrafamento na BR-116, nas proximidades do bairro de Imbariê, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com registro feito na 14ª DP (Leblon), por volta das

19h, Israel e a filha foram abordados por três ladrões, que levaram dinheiro, documentos e o telefone celular do músico. Israel disse ainda no registro que, felizmente, seu saxofone não foi levado. Os assaltantes não foram presos.


CIDADES 11

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Divinópolis recebe 12º Encontro de Motociclistas neste fim de semana Evento terá três dias de comemoração aos 15 anos do Motoclube Tigres do Asfalto MARINA ALVES

marina.alves@gazetaoeste.com.br

No próximo fim de semana, Divinópolis recebe o XII Encontro Nacional de Motociclismo. O evento começa na próxima sexta-feira (27) e termina no domingo, 29. Além dos 15 anos do motoclube Tigres do Asfalto, a 12ª edição do evento também comemora o Dia do Motociclista, comemorado em 27 de julho. Para o evento, são estimados cerca de cinco mil pessoas, dentre escudeiros, motociclistas e colecionadores. No encontro, haverá parque de diversão para as crianças, espaço para jiperiros, posto com ambulâncias, estandes com revenda de motos e acessórios,

área de camping para os motociclistas e um posto da Polícia Militar. Na sexta-feira, a abertura do evento será às 14h, com a recepção dos motociclistas visitantes. As 17h haverá a abertura oficial da Rua do Rock, que será realizada em caráter especial, promovida pela Secretaria Municipal de Cultura. Às 20h, o Padre Chrystian Shankar da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, irá ministrar uma bênção especial aos motociclistas. No sábado, a partir das 13h começarão os shows no Parque de Exposições. Se apresentam as bandas Chula Rock Band, Alzheimer The Band, The Police Cover, Maria Boné, Creedence Cover e Lurex Queen Cover, durante todo

o sábado, haverá sorteio de brindes, brincadeiras e exposição de motos e carros antigos. No último dia de encontro, o evento começa logo pela manhã. A partir das 8h, motociclistas escudados participarão de um café da manhã especial, com feirão de veículos. A partir das 10h, o Frei Leonardo irá celebrar uma missa campal com os motociclistas. Após a missa, haverá shows com bandas locais, previstos para terminar às 16h, dando encerramento ao encontro. O Presidente do Clube Tigres do Asfalto, Radulfo da Silveira Zaponi, conta que a edição especial da Rua do Rock deverá atrair um público maior do que o dos anos anteriores: “Nós estamos esperando um grande contingente de

pessoas, até maior do que os outros anos, devido também a Rua do Rock, que foi complementada no nosso evento”, conta Radulfo. O presidente do Motoclube afirma que motociclistas de todo o país devem marcar presença: “Estamos em êxtase, esperando nossos companheiros motociclistas de todo o Brasil, pra gente fazer uma confraternização bem bonita e bem movimentada, trazendo sempre um grande movimento. Aqui os hotéis já estão sendo reservados, vem gente do Brasil inteiro”, ressalta. Radulfo também convida toda a população a participar do encontro: “Convido todo o pessoal a participar. Tem gente que acha que é um encontro

Marina Alves

Encontro irá comemorar 15 anos de Tigres do Asfalto e Dia do Motociclista

somente de motociclista, não é isso. Tem várias outras atrações, como o feirão tem também praça de alimentação, são várias

opções de entretenimento, então eu acho muito importante, e convido todo mundo para participar do encontro”.

Rede esgoto é alvo de reclamações de moradores em bairros periféricos Marina Alves

Rede de esgoto no bairro Terra Azul está a céu aberto. MARINA ALVES

marina.alves@gazetaoeste.com.br

Os moradores dos bairros periféricos de Divinópolis estão

tendo problemas com a rede de esgoto da cidade. Nos locais mais afastados, há problemas com a rede, que as vezes fica a céu aberto, no meio das ruas que não têm

pavimentação. Em bairros como o Jardinópolis, a rede de esgoto tem que ser compartilhada entre vizinhos. Em outros bairros mais afastados de Divinópolis, a rede de esgoto também corre a céu aberto, o que pode causar doenças aos moradores das áreas próximas ao local, além de gerar transtornos na rua, que fica com mau cheiro e com a rede passando entre as casas. No bairro Terra Azul, os moradores reclamam do esgoto, que está a céu aberto. Segundo o morador do bairro, Wantuil Augusto, o esgoto prejudica muito na vida dos moradores: “Na rua de baixo vai até a metade do quarteirão, a rede esgoto chega até certo ponto e para. Muitas pessoas não ligam a rede de esgoto, eu, por exemplo, não liguei a minha. Eu coloquei a fossa, em frente a minha casa. Enquanto eles não ligarem a rede de esgoto aqui pra mim não tem como mexer para arrumar” contou Augusto.

O morador do bairro Terra Azul conta que o vazamento de esgoto tem afetado os moradores, que tem crianças que frequentam as ruas com o esgoto a céu aberto: “Há algum tempo atrás, estava vazando a rede de esgoto aqui. O esgoto que vazava na rua de baixo, antes vazava na minha rua. Mas de tanto a gente reclamar lá eles resolveram o problema daqui, mas na outra rua o problema continua a mesma coisa. Aqui tem muita criança, eu tenho dois meninos. Todos os vizinhos são pais de família, e isso é complicado pra nós”. Em contato com a Copasa, o Engenheiro de Produção Gilberto Silva afirmou que “a Copasa está sempre trabalhando para resolver os problemas da rede de esgoto em Divinópolis. Ele ressalta que a Companhia está “sempre aberta para ouvir os consumidores”. Segundo ele, é feita uma programação para solucionar os problemas dos locais onde a Copasa é acionada, e que atualmente a companhia

está com um volume menor de serviço, conseguindo atender a todos os chamados solicitados. BAIRRO NITERÓI Já na manhã de ontem (24), os moradores do bairro Niterói, se depararam com uma situação incomum. Um cano se rompeu no ‘Canto da mina’, logo pela manhã, o que fez com que a água jorrasse no local. Segundo Diva Ferreira Soares, moradora do local, “É a primeira vez que isso acontece aqui, e está desde cedo. Isso é uma rede, que deve ter vazado. E isso vai para o hospital, essa água abastece toda

essa região, inclusive o hospital. Se continuar assim vai faltar água para todo mundo”. Porém, Diva afirma que o local não costuma ter problemas com a rede de esgoto: “Essa rede de esgoto aqui não costuma dar problema, eles vêm toda semana, fazem manutenção, passa sempre um caminhão aqui, mas hoje, desde bem cedo, está desse jeito”. Ainda no período da tarde, a Copasa foi até o local e solucionou o problema no ‘Canto da Mina’. A Copasa informou que após o chamado, uma equipe foi deslocada até o local para consertar o rompimento.

NOTA DE ESCLARECIMENTO //Na edição 1871 da Gazeta do Oeste de terça feira (23), a matéria intitulada Miss Gay Divinópolis, deve-se ler “Miss Divinópolis Gay”. No entanto é importante esclareceu que conforme informado: as próprias candidatas irão votar entre si para escolher a “Miss Simpatia Gay”. E já no tópico intitulado por “Atrações”: será apresentada a Dreg Queen Perfect, de Belo Horizonte. A dreg Heloisa Prato Cheio, e Wanderleya. Além das apresentações de dança do coreógrafo Vinicius Sotynas, e os bailarinos da Banda Lex Luthor. Os apresentadores oficiais do Miss serão Bruna Betheyn e João Mendes.


12 CIDADE

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Ateliê de férias em Divinópolis tem programação especial infantil Crianças de três a oito anos podem participar de várias atividades recreativas nas férias escolares

Marina Alves

Crianças têm várias atividades recreativas ao longo do dia MARINA ALVES

marina.alves@gazetaoeste.com.br

A Casa Cultura de Divinópolis está oferecendo uma programação especial no período de férias escolares. Crianças com idades entre três a oito anos de idade podem participar das oficinas, que acontecem diariamente no local. Segundo a coordenadora do ateliê, Vânia Ordones, o Ateliê de Férias “tem um perfil um pouco diferente de colônia, porque

aqui a gente desenvolve projetos que já são da casa. Todo dia tem uma oficina de arte, reciclado, plantio, brincadeiras, hora do conto, oficina de teatro, argila, música”, conta. Vânia Ordones conta que os pais podem levar as crianças diariamente, ou semanalmente, dependendo do pacote adquirido: “A gente está com uma média de 28 crianças, mas a gente tem estrutura para atender até 40. Aqui a criança pode vir um dia, ou uma semana, duas se-

manas, depende do pacote. Os pais podem trazer as crianças até na hora”. A casa de cultura da cidade sempre funciona com atividades culturais, durante todo o ano. Vânia afirma que “funciona com aulas, oficinas diárias, isso sempre tem”. No local, são oferecidas diversas atividades, para crianças e também adultos. Já na programação de férias, que é especialmente voltada para as crianças, a coordenadora conta que a faixa etária

pode ter exceções: “As oficinas são para crianças a partir de três anos, até os oito anos de idade. Tem algumas exceções pra crianças de dois anos, algumas crianças que já são conhecidas da casa, ou que ficam bem, podem vir”, afirma. “Aqui as vezes ficam todos juntos ou divididos em grupos de trabalho. Hoje temos três grupos de trabalho, e a gente trabalha em forma de rodízio, enquanto um grupo está pintando o outro está na oficina de

brincadeiras, ou de música, e ai vai acontecendo esse rodízio”, lembra Vânia, contando que durante todo o período as crianças desenvolvem várias atividades. Segundo Vânia, “O ateliê, além de ser um espaço de ocupação do tempo, trabalha com uma linha de pensamento, que oferecer essas atividades para a criança, não só para ocupar o tempo, mas para o desenvolvimento do coletivo”. O local conta com vários espaços e uma estrutura volta-

da para as atividades a serem desenvolvidas com as crianças. A casa de cultura oferece atividades como teatro, pintura, canto, oficinas, contação de histórias, dentre outras recreações para as crianças. A programação especial será até a sexta-feira. O local funciona de 13 às 17 horas. Os pais interessados podem procurar a casa, que fica na rua Itapecerica, esquina com a Rua Piauí, ou entrar em contato através do telefone 3222-6677.


POLÍCIA 13

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Fábrica de roupas em Divinópolis é incendiada no bairro São José

Autores de furto em estabelecimento são presos no Bairro Nossa Senhora das Graças Camila Caetano

O prejuízo total ainda não foi calculado, mas com a produção estagnada, a fábrica perde a produção de 5 mil peças por dia

Cláudio Ramalhão

Dois dos autores presos no bairro Nossa Senhora das Graças CAMILA CAETANO

camila.caetano@gazetaoeste.com.br

Terceiro setor da fábrica de roupas todo incendiado CAMILA CAETANO

camila.caetano@gazetaoeste.com.br

as janelas para sair a fumaça”, relata Everson. Everson também afirma que a fábrica possui seguro, que poderá diminuir seus prejuízos, “a gente já conversou com o corretor que fez o seguro pra gente, ele ficou de acionar, e tem 24 horas para vir, e agora é esperar pra ver o que fazemos, porque no primeiro momento a gente fica sem ação, não sabe as providências que vai tomar direito, até porque grande parte da produção aqui seria para o dia dos pais”. Neste sentido, a perícia ainda será feita para descobrir a causa certa do incêndio. O prédio da fábrica é dividido em três setores, que são bordados, produção e acabamento, sendo que esta última, a incen-

diada, é de extrema importância para a finalização das peças de roupas, pois é responsável por casear, pregar botões, e arrematar, “então, o que produziu em dois três dias, estava aqui encima para dar acabamento”, complementa Everson. A fábrica conta com uma produção de 5 mil peças por dia, deste modo, o proprietário comenta que se for dar o acabamento das roupas para terceiros realizarem, totalizará um prejuízo de 4 a 5 mil reais/dia. “Agora temos que contar com os amigos, minha prima que tem uma fábrica também já se prontificou, talvez a gente leve algumas máquinas, e de repente no primeiro momento a gente alugue algum maquinário para não ficar parado”, relata Everson.

Cláudio Ramalhão

Na noite dessa segunda-feira (23), por volta das 22:30h, um incêndio numa fábrica de roupas masculinas, MX 72, destruiu o seu setor de acabamentos, danificando também grande quantidade de peças e máquinas do estabelecimento, localizado no Bairro São José, Rua Cascalho Rico. A proprietária, conhecida como Dodora, que mora próximo à fábrica escutou quando o alarme disparou. A princípio ela achou que alguém estivesse entrado no local, ou até mesmo algum animal, pois às vezes isso acontece. Quando viu que o alarme permaneceu acionado, a proprietária ligou para os seus

filhos, que foram até o local em alguns instantes. O incêndio aconteceu no último andar do prédio, deste modo, para conter as chamas, o único acesso era através das escalas, entretanto, Everson Carlos de Melo, filho de Dodora, e também dono da fábrica, conta que devido essa situação não puderam fazer nada relevante para diminuir o fogo. O mesmo ainda relata que acionou o Corpo de Bombeiros, que demorou por volta de 30 minutos para chegar, assim, “quando eles chegaram, já estava 80% controlado, nós tínhamos muitos extintores, e ainda pegamos alguns emprestados da fábrica de um amigo aqui. Quando chegaram eles fizeram só o rescaldo mesmo, e abriram

A Polícia Militar conseguiu prender três autores de um furto em um estabelecimento comercial, ocorrido na madrugada dessa terça-feira (24). Durante a manhã do mesmo dia, no Bairro Nossa Senhora das Graças, um policial militar que estava de folga avisou à Corporação a localização dos possíveis infratores e o destino dos materiais que

Material furtado em estabelecimento e arma de fogo calibre 32

foram furtados. “Com a chegada da minha guarnição no local, esse policial militar que estava de folga, já tinha feito a prisão de um dos autores, posteriormente mediante informações, conseguimos lograr êxito na prisão de mais dois autores, sendo um autor do furto, e mais um receptador”, relata Cabo Diniz, responsável pela ocorrência. Com os autores os policiais militares encontraram o produto do furto, que é uma televisão, dentre outros objetos de menor relevância. Além disso, um dos envolvidos tinha de posse na sua cintura uma arma de fogo, calibre 22. O mesmo confessou para a equipe de reportagem de que o revólver lhe pertence, entretanto, nega ter participado do furto, assim como o outro envolvido, e a receptadora, que estava com a televisão na sua residência. Diante dos fatos foi dada voz de prisão aos envolvidos e materiais recuperados bem como a apreensão da arma de fogo.

PM apreende quantia considerável de crack Acidente na MG-050 ocasiona capotamento de um carro de Divinópolis Divulgação PM

CAMILA CAETANO

camila.caetano@gazetaoeste.com.br

As duas vítimas não tiveram graves ferimentos e permanecem com bom estado de saúde Cláudio Ramalhão

João Pedro Silveira ainda consciente é retirado do veículo CAMILA CAETANO

camila.caetano@gazetaoeste.com.br

Na manhã dessa terça-feira, 24 de julho, um Uno, placa GTM1279, de Divinópolis capotou na MG-050, no sentido Divinópolis/ Formiga, a distância de 1 km do pedágio do município de São Sebastião do Oeste. Estava presente no veículo, apenas o motorista, João Pedro Silveira, com aproximadamente 78 anos, e sua esposa, Angélica Rodrigues Silveira. Ambos

não tiveram graves lesões, porém, o carro ficou todo destruído. João Batista, genro do condutor, conta que seu sogro estava a caminho de um sítio quando sofreu o acidente, e que o mesmo perdeu o controle do carro quando foi pegar dinheiro para pagar o pedágio. Enquanto o motorista aguardava o resgate ainda consciente dentro do Uno, afirmou que há 15 anos dirige e que nunca sofreu nenhum acidente, sendo a primeira

Acidente na MG-050, sentido Formiga/MG, próximo ao pedágio

vez. Em questão de segundos, por distração, perdeu a direção e bateu no guard rail (mureta) da rodovia, ocasionando o capotamento do veículo. O Corpo de Bombeiros foi acionado por um conhecido das vítimas que também passava pela rodovia no momento que ocorreu o acidente. O resgate primeiramente levou ao Pronto Socorro, Angélica Rodrigues, e em seguida, retornaram para encaminhar João Pedro.

Durante um mandado de busca e apreensão no Bairro Jusa Fonseca, Rua José Augusto Mendes, a Polícia Militar localizou nessa segunda-feira, 23 de julho, por volta das 17h54min, uma porção de tamanho considerável de substância semelhante à cocaína, duas de crack, uma balança de precisão, R$1.288,00 em dinheiro, 49 munições de calibre 38 intactas, um cartucho deflagrado também de calibre 38 e um aparelho de televisão de 42 polegadas de procedência duvidosa. Todo o material foi apreendido na residência de uma menor infratora de 17 anos.

Materiais apreendidos pela Polícia Militar nessa última segunda-feira

Ainda no mesmo dia, cerca de 23h52min, os militares realizavam uma operação batida policial no Bairro Terra Azul, Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, quando abordaram um menor infrator de apenas 15 anos, onde nas buscas pessoais e proximidades, os policiais encontraram uma bucha de material semelhante à maconha,

R$69,00 em dinheiro, 16 pedras de material análogo a crack e uma réplica de arma de fogo. Depois de registrados os fatos, os menores infratores foram apreendidos e encaminhados à Delegacia da Polícia Civil juntamente com os materiais encontrados, onde foi lavrado o Auto de Apreensão e Flagrante.

Lanchonete no centro de Divinópolis é assaltada Policiais militares conseguem localizar os infratores logo após o crime CAMILA CAETANO

camila.caetano@gazetaoeste.com.br

Por volta de 00h03min de ontem, terça-feira (24), uma lanchonete, localizada no centro da cidade, na Avenida 21 de abril, foi assaltada por dois indivíduos, onde um deles estava armado com uma faca no momento que anunciaram o assalto. De acordo

com as informações da vítima, os infratores roubaram a quantia de R$140,00 em dinheiro e fugiram no sentido da Avenida 1º de Junho. Logo após o crime, a vítima acionou a Polícia Militar, que de posse das características dos autores, conseguiu localizá-los, logrando êxito na prisão dos mesmos, T.M.A.O, 20 anos, e

A.P.S, 25 anos. Com estes os militares encontraram a faca com lâmina de aproximadamente 20 cm, R$41,85 em dinheiro e uma mochila contendo farelos de material semelhante à crack. O reconhecimento dos indivíduos foi realizado pela vítima, sendo assim, presos e conduzidos à Delegacia da Polícia Civil, junto com todo o material apreendido.


14 ESPORTES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Cruzeiro quer manter bom rendimento fora de casa

Luciano Eurides luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

A SAGA DE UMA TRANSMISSÃO

Denilton Dias / VIPCOMM

A equipe da Rádio Minas teve a missão de cobrir o cotidiano do Guarani de Divinópolis, que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro. A Transmissão dos jogos está incluída na cobertura jornalística. No domingo, dia 8, a equipe partiu de Divinópolis com direção à Volta Redonda-RJ, onde o Guarani realizaria seu segundo jogo na competição, naquele mesmo dia, enfrentando o Volta Redonda no estádio Raulino de Oliveira. A cidade não era bem um caminho fácil, partindo de Divinópolis. Localizada no sul fluminense, Volta Redonda dista cerca de 450 km de Divinópolis, dependendo do trajeto escolhido. A VIAGEM O repórter Alexandre Silva conta como foi essa inesquecível viagem. “Tínhamos três opções disponíveis e pra isso, nosso amigo Google Maps deu uma mãozinha na escolha do “menor” caminho. Claro que escolhemos aquele que nos daria a menor distância e consequentemente o menor tempo gasto. E este caminho era passar pela cidade de Andrelândia. Cidadezinha daquelas no meio do nada e longe de tudo, onde uma poesia de Drummond seria facilmente incorporada ao hino do município. A cidadezinha era muito bem sinalizada e para nossa alegria, na saída da mesma constava uma placa informando que Volta Redonda estava a poucos quilômetros a frente. De volta a estrada, uma sinalização informava a cidade de “Passa Vinte” que seria a divisa dos estados de Minas Gerais com Rio de Janeiro. Caminho certo e alguma tranquilidade de chegar à Volta Redonda em pouco tempo. Eis que o asfalto termina. A estrada de terra começou com muito boa qualidade, inclusive com tratores limpando a pista, o que leva a crer que um asfalto chegará por ali em breve”, conta. 20KM Um fiscal da obra informou que a direção estava correta. “São quantos km de estrada de terra? - Uns 20 – respondeu o fiscal”. A paisagem das montanhas mineiras, tendo como pano de fundo um céu cinza e um clima frio formava uma combinação perfeita para uma manhã de domingo. Seguindo por estrada de chão, até então em boa qualidade, não contávamos era com o tanque na reserva: Agora a coisa tinha ficado séria! “Logo quando detectamos que nosso combustível poderia nos deixar na mão a qualquer instante, surgiu o trevo da tal Passa Vinte. Tudo bem, era só ir até lá e abastecer, não é? Isso se a estrada até lá não estivesse completamente interditada, como nos informou um cidadão que tocava suas vaquinhas calmamente de um lado a outro da estrada: “Pode ir reto, por aqui ocês num saem em Passa Vinte não. A estrada termina logo ali embaixo. E onde tem um posto de gasolina mais próximo? Ah...(pausa de uns 5

Três vitórias, um empate e apenas uma derrota. Dez pontos conquistados em 15 disputados. Este é o retrospecto do Cruzeiro fora de casa neste Campeonato Brasileiro. A Raposa tem um aproveitamento de 66,6% como visitante. O time derrotou Botafogo-RJ e Vasco, no Rio; empatou com o Náutico, no Recife; e perdeu para o Internacional, em Porto Alegre. Quando perguntado sobre o bom aproveitamento do Cruzeiro como visitante, o técnico Celso Roth, primeiro, falou com bom humor. “Quando a gente só ganha em casa, aí falam ‘pô’, e não ganha fora? Qual é a justificativa de não ganhar fora?’ (risos). Agora nós estamos equilibrados, pois temos três vitórias fora e três vitórias em casa. É isso? É isso! Está bom demais! Então, justificativa nenhuma. Espero que a gente faça aquilo que vem fazendo”. Depois, fez uma análise e disse o que, no entendimento dele, tem sido fundamental para que o time tenha feito boas partidas fora de casa. E ainda disse que a Raposa também está em busca disso nos jogos em Belo Horizonte. “Me parece, para não te deixar sem resposta, que fora de casa o time encorpa um pouco mais, joga mais, se impõe mais. Nós estamos procurando, talvez, isso em casa. Mas fora de casa nós ganhamos do Botafogo-RJ, do Vasco e da Portuguesa-SP. Não são adversários fáceis. Parece fácil ter ganho de 2 a 0 da Portuguesa-SP, não é? Mas, três dias depois, a Portuguesa-SP empatou, aliás, o Corinthians empatou com ela no Pacaembu. As coisas neste campeonato não são tão fáceis

segundos) uns 20km aí pra frente. Lá no Falcão”. E continua “Já tínhamos andado quase 5 km a mais, quando um mini trevo e uma placa indicando “Volta Redonda” a frente, mas sem a sinalização de quilometros. Um rapaz com chapéu de palha, camiseta e montado no lombo de um cavalo descia a estrada, sorridente. Respondeu ao nosso cumprimento e muito solícito em ajudar quase desceu do lombo do bichinho para nos responder: “ Ocês tão no caminho certo aqui, é só ir. Ah sô... acho que uns 20km” 20 KM DE NOVO??? A mesma informação e mais quilometros a frente. E a gasolina acabando. Com a matemática de consumo de um carro popular (um Renault Logan), temíamos que 20 km era estrada demais. Mas o pior, esses 20 km eram só uma base que poderia ser de 80 a 100, vai saber! Já tínhamos andando uns 15 desde a primeira informação, do fiscal lá no início da estrada de terra. O problema é que a estrada foi ficando ruim. E mais apertada. Parecia que há anos um carro de passeio não se aventurava por ali. E com a velocidade baixa, desviando de tudo quanto era buraco, o consumo só aumentaria. Margeando a ferrovia do aço, que era o único sinal de civilização por ali, seguimos em frente. Até aparecer na nossa frente um resquício de esperança. Um sitiozinho, bucólico, daqueles de janelinhas de madeira, embaixo da ferrovia era nossa única alternativa. Na garagem da casa, havia um Fiat Uno estacionado, sinal que o liquido tão precioso para a modernidade se encontrava ali naquele final de mundo. O senhor com olhar desconfiado – natural, pois não deve ver alguém parando por ali com muita freqüência – nos recebeu bem e atendeu nossa solicitação com respeito ao combustível. Pagamos 7 reais pelos 2 litros de gasolina. Acha caro? Se ele tivesse cobrado R$ 35 o litro nós teríamos pagado. Afinal, onde é que tinha posto de combustível mesmo? “Só a uns 20 km aí na frente”. E pra completar: Guarani x Volta Redonda ficou 0 x 0. Com um público de 127 torcedores (sendo 5 do Guarani) e com 13°C de temperatura. Contou Alexandre Silva.

assim. Então, me parece isso, que fora de casa o time do Cruzeiro dá uma encorpada e o futebol do Cruzeiro flui mais”. Em busca da terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro encara o Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Celso Roth, perguntado sobre o adversário, falou da força do Corinthians, que foi campeão da Copa Libertadores e já vem se recuperando no Campeonato Brasileiro, uma vez que, nas primeiras rodadas, mesclou jogadores e priorizou a competição sul-americana. No entanto, Roth acredita em um Corinthians motivado contra o Cruzeiro. “Eu acho que sim. O Corinthians vem fazendo já um campeonato de recuperação. Porque a gente sabe muito bem como é ganhar a Libertadores. Você conquista a Libertadores numa quarta-feira e domingo, se não ganhar, já é vaiado. O Corinthians está saindo de uma situação difícil do campeonato, já está somando pontos, teve um resultado de empate no último jogo contra a Portuguesa. Aliás, foi buscar o empate. Então, certamente será um grande jogo, mesmo que o Corinthians esteja aí com alguns problemas de cartões e até de lesões, mas será um grande jogo”. O treinador também foi perguntado sobre o Corinthians poder escalar o time quase completo, e sobre o que isso representa para quem vai acompanhar o duelo desta quarta-feira. Aliás, Celso Roth espera por um grande jogo. “É sempre bom para quem

Cruzeiro encara o Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio do Pacaembu

vai olhar e para quem assiste pela televisão ter as equipes completas, os times completos. Por que? A probabilidade de melhorar, teoricamente, a qualidade, é muito grande. E eu espero que o Corinthians esteja dentro da sua normalidade, claro que um ou outro jogador não vai jogar, e o mesmo com a gente. Mas para que seja um grande jogo. Não sei se é o jogo da rodada, mas será um dos. O Cruzeiro vem se reabilitando, conseguiu duas vitórias, o Corinthians procurando novamente o seu espaço, para não deixar para o final. Tem tudo para ser um grande jogo”. Por fim, Celso Roth foi questionado sobre o que pode representar uma vitória sobre o Corinthians no Pacaembu, em São Paulo-SP. O treinador disse que trata-se de outro clássico do futebol brasileiro, e que, todo jogo deste porte, representa muito para a sequência na com-

Líder isolado do Brasileirão fala em cautela

Bruno Cantini

O Atlético é líder do Campeonato Brasileiro após 11 rodadas disputadas. Com 28 pontos, a equipe alvinegra marcou 23 gols e levou apenas oito, tendo o ataque mais positivo da competição, empatada com o Fluminense, ambos com 15 gols de saldo. O Galo também acumula seis vitórias consecutivas no brasileirão. Apesar do grande início, no entanto, jogadores e comissão técnica preferem adotar a cautela. O volante Serginho lembra que a competição é longa, e muita coisa pode acontecer nas próximas rodadas. “Temos que ter os pés

no chão. Não conquistamos nada ainda, até porque sabemos a dificuldade que é o Campeonato Brasileiro e como é disputado. Hoje mesmo, estamos em primeiro e o Vasco logo na cola, não temos ainda aquela gordura para queimar. Então, temos que continuar com a humildade que a gente vem tendo”, alertou o jogador ao site oficial do clube. O técnico Cuca também pede calma e exige foco de seus comandados. “Temos que continuar nessa batida porque o campeonato é longo e tem muita coisa pela frente”, afirmou o treinador. O

Atlético não quer perder o foco e deixar escapar pontos importantes para o título de campeão

próximo compromisso do Atlético será contra o Santos, no Indepen-

Julho Mês de Férias! R$

18,40

Cadeira Giratoria

R$

109,90

dência. As equipes se enfrentam nesta quinta-feira, às 21h.

Som Multilaser

R$

Em todos os momentos com você!

Suporte CPU Rodinha

petição. “Independentemente de vencer o campeão da Libertadores, eu acho que ganhar em São Paulo, ou no Rio, ou em Porto Alegre, é sempre importante. São clássicos. Sempre dá uma confiança maior para qualquer equipe. Esses clássicos, como foi o jogo contra o Flamengo, disputadíssimo, com qualidade, com alternâncias de comando de jogo, e nós vamos ter isso contra o Corinthians, pode ter certeza. Mas eu espero que o Cruzeiro esteja mais equilibrado. Nós tivemos momentos no jogo contra o Flamengo em que estávamos fora do lugar, algumas coisas não funcionaram, alguns erros primários de novo, erros de passe, erros infantis, que eu espero que não se repitam contra o Corinthians. Pois, se isso acontecer, certamente, nós não teremos a possibilidade de ter um resultado positivo, como nós queremos”.

109,00

CD Virgem Cis - Unid

R$

0,55

Avenida Antônio Olimpio de Morais, 41 – Centro - (37) 3221-4876


ESPORTES 15

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

Em disputa na Sede Campestre do Divinópolis Clube, o campeonato de futebol soçaite adulto mostrou um equilíbrio entre as equipes. Nas três partidas realizadas, vitória das equipes da Lugo Esportes, Max Shop e Karinho. No primeiro jogo da tarde, a Lugo Esportes se recuperou em cima da Total Parts após sofrer uma goleada na última rodada. A Total Parts entrou em campo desfalcado, o jovem time da Lugo Esportes se aproveitou e abriu o placar com Cristian. No segundo tempo, logo aos cinco minutos, Jones empatou. O placar não era bom para nenhuma das equipes e a partida ficou mais aberta, aos 18, Rayan trabalhou a bola com Glauber, a jogada acabou desfeita, mas a bola sobrou para Lucas Melo chutar por entre as pernas de Douglas, improvisado no gol, fazendo 2x1. Aos 22, Rayan acreditou em uma bola que saia pela linha de fundo, com um grande esforço alcançou e tocou para Cristian chutar a gol, Lucas Melo desviou enganando o goleiro e fazendo 3x1, a arbitragem deu o gol para Cristian. Aos 25, contra ataque rápido, Almir descontou para a Total Parts, final Lugo Esportes 3x2 Total Parts. O time da Lugo tem uma derrota e uma vitória, a Total Parts segue sem vencer na segunda fase. O grande clássico da rodada

Max Shop soube aproveitar as oportunidades e venceu a equipe da Gente & Música

foi realizado entre Max Shop e Gente e Música, as duas equipes com grandes desfalques entraram em campo em busca da vitória e aproximação da liderança desta fase, a Max Shop melhor em campo aproveitou as oportunidades e acabou vencendo por 3x2, resultado este que colocou a equipe na liderança, isso devido o resultado da última partida da rodada. A equipe da Gente e Música começou vencendo, logo a oito minutos de jogo, Toquinho chutou fraco e rasteiro, mas João Marcos, improvisado no gol, acabou aceitando. O goleiro se mostrou artilheiro, deu um chute em direção a Marquinho

Cidadão, que de cabeça dividiu com o zagueiro, enganou Wendell e a bola entrou, empatando a partida. No segundo tempo, falta na entrada da área da Max Shop, Piabba cobrou com perfeição e recolocou a Gente e Música a frente no marcador. O empate veio em um vacilo da defesa do Gente e Música, escanteio cobrado na área e Pablo de cabeça fez 2x2. No minuto seguinte a virada. Pablo depois da cobrança de falta viu o posicionamento de Wendell e chutou no canto, fazendo 3x2. Após um longo período sem saber o que é derrota no Campeonato de Futebol Soçaite do Divinópolis Clube, a Alá Imóveis

conheceu a sua primeira derrota na competição e a queda para a segunda colocação na segunda fase ao ser derrotado para a Karinho pelo placar de 3x1. Tomaz com dois gols e Léo fizeram o placar favorável a Karinho, Messias descontou para a equipe de Geraldo Martins. A próxima rodada três partidas sendo duas no sábado e uma no domingo na parte da manhã, todas as equipes ainda tem chances reais de classificação para a fase de semifinais da competição. Sábado 14h jogam Max Shop x Karinho e às 15h30min Gente e Música x Lugo Esportes. No domingo 10h Alá Imóveis x Total Parts.

Time divinopolitano é campeão em Goiás Divulgação

Equipe do Afonso Pena trouxe o título de Goiás LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

As equipes de base de Divinópolis aproveitam o período de

férias escolares para excursões por várias cidades do país. O Vasco da Gama, com sede no bairro Afonso Pena, permaneceu entre os dias 14 a 21 de Ju-

Restaurante Castanheira Self-service sem balança

R$ 2,99

Aberto de 10h às 14h Segunda à sábado

Rua Pernambuco, 155 - Centro Divinópolis-MG - Tel: (37) 3214-0453

lho, na cidade de Jataí-GO onde disputou a 3ª Copa Eco Thermal e foi Campeão de forma invicta na Categoria 96. A competição contou com 13 equipes parti-

cipantes. Para chegar ao título a equipe divinopolitana jogou e venceu seis vezes. O time marcou 24 gols, média de seis por partida, teve o artilheiro da disputa, João Pedro que fez oito gols. A defesa se sobressaiu, sofreu apenas três gols e teve o goleiro Gabriel como o menos vazado. A estreia foi contra o EF Diamante Verde, de Mato Grosso (5 x 1); depois Ovel, de Goiás (4 x 1); ainda Juventude, de Mato Grosso (8 x 0). Na quarta de final o adversário foi o Flamengo, de Lagoa da Prata (3 x 0). Na fase de Semifinal foi a vez de MPA Clube-PA (2 x 1) e na final a equipe de Divinópolis enfrentou novamente Ovel, de Goiás, com a vitória por 2 x 0.

Luciano Eurides

LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

Luciano Eurides

Soçaite do Divinópolis clube mostra equilíbrio

Flamengo mantém a tradição disputando bons campeonatos de férias A tradição do Flamengo de Divinópolis leva o time a disputar as principais competições de férias pelo estado de Minas Gerais. Desde o dia 20, as categorias 2001/2002, 99/00 e 97/98, viajaram para o Sul de Minas, na cidade de Bom Repouso, onde já disputaram dois jogos. Ontem as categorias 98 e 99 seguiram para Ubá, onde disputam um torneio que começa hoje e termina no dia 29. Em Ubá as categorias estão sob o comando do técnico Paulo Vicente (Cat. 98) e o técnico Beto (Cat. 99). Neste torneio estará renomadas equipes, como Atlético Mineiro, Clube de Regatas Flamengo-RJ. Ubaense, entre outros. Quando o Flamengo disputou este torneio o ano passado, o Galo, levou embora Lucas Rodrigues, meia esquerda de grande habilidade, que deve estar enfrentando o seu antigo clube. Em Bom Repouso a categoria 2001/2002 venceu o Sumaré-SP por 1x0 e o São Cristóvão de Betim por 2x0. A categoria 99/00 perdeu por 1x0 frente o Sumaré e também perdeu para o São Cristovão por 2x0. Na categoria 97/98 o time de Divinópolis venceu 2x0 o Sumaré com gols de Túlio Machado e Luís Felipe, e também o São Cristóvão, por 1x0, gol de Luís Felipe. Ontem, o adversário foi o Bom de Bola de Careaçu, a ca-

Túlio Machado marcou o gol dele na vitória do Flamengo 97/98 em Bom Repouso

tegoria 01/02 venceu por 4x1, a 99/00 também venceu por 1x0 e a categoria 97/98 venceu por 2x0. O Flamengo de Divinópolis ainda tem pela frente Meninos de Ouro de Bom Repouso, Rubro Negro de Betim e o Vasco da Gama de Divinópolis. Em Bom Repouso o treinador José Carlos está no comando das categorias 0l/00 e 99/98. Na categoria 97/98, está sob o comando do técnico Alessandro. Sendo a grande final no sábado - 28/07/12 e após o jogo, o Flamengo estará retornando para Divinópolis.


16 GERAL

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Há 19 anos, nossas páginas são o espelho do desenvolvimento e crescimento da cidade A maior parte da nossa vida é um desenrolar de fatos e acontecimentos que passam como paisagens vistas da janela de um carro. Algumas sem qualquer importância e outras, com o maravilhoso poder de transformar nosso destino. É justamente no registro da transformação do cotidiano, que encontramos a magia e o grande propósito da imprensa. É quando tudo e todos que fizeram parte dessa transformação passarão a viver para sempre, eternizados na forma de notícia. Nos últimos dezenove a Gazeta do Oeste tem caminhado junto com nossa cidade, ajudando a construir, refletir e eternizar os momentos que constroem a identidade desse povo. Mais do que uma meta, é uma grande paixão contar a história de Divinópolis, sabendo que esses momentos viverão para sempre em nossas reportagens.

Ousadia e alegria

18 de Agosto DIVINÓPOLIS

bezerroentertainment

@bezerrocom

APOIO:

É por isso que tomamos como nossa missão, eternizar nossa cidade em notícias e fazemos questão de dizer diariamente, através de nossas páginas:

Divinópolis, nós te amamos!


Debute à brasileira

Atrasado três anos, Citroën C3 de segunda geração estreia no país com reestilização a ser aplicada na Europa. Em três versões de até 122 cv, hatch nacional tem painel próprio Fotos: Divulgação

Semelhante ao C3 europeu em produção no Velho Continente desde 2009, a segunda geração do compacto de entrada da Citroën chega ao Brasil com grade frontal redesenhada e LEDs (diodos emissores de luz) integrados ao para-choque que só serão aplicados na Europa no segundo semestre. Com lançamento marcado para 6 de agosto, o modelo teve as primeiras imagens e dados antecipados pelo fabricante, exceto o preço (que continua uma incógnita). Será que ele custará mais caro que o atual C3? Certo é que o novo C3 virá em três versões de acabamento, dos quais duas (Origine e Tendance) são inéditas e se somam à topo de linha Exclusive. Os motores são os novos 1.5 de 93 cv (cavalos) e torque de 14,2 kgfm, e 1.6 16v de 122 cv e 16,4 kgfm, aliados a câmbios manual e automático, todos já conhecidos da dupla C3 Picasso e Aircross. A plataforma, aliás, não é o único grande componente que os modelos compartilham. O painel do novo C3, diferentemente do modelo europeu, é o mesmo das minivans. Uma adaptação bem ao jeitinho brasileiro que tem como principal propósito a redução de custos. Mantendo o volante de base achatada com novas saídas de ar arredondadas e um quadro de instrumentos de fundo branco, o painel do C3 tupiniquim abriu mão da sofisticação do equivalente original, que é bicolor e possui navegador integrado acima do console central. Um dos maiores arrojos, contudo, foi mantido no carro produzido em Porto Real (RJ) e certamente será o grande mote desta geração: trata-se do para-brisa panorâmico Zenith, opcional que se estende sobre

a carroceria indo bem além do tradicional teto-solar. A luminosidade é outra

vantagem do para-brisa que, acrescenta a Citroën, aumenta o campo de visão vertical dos

passageiros dos bancos dianteiros em mais de 80° em relação a um vidro convencional. Resta

SAIBA MAIS GOL E VOYAGE TAMBÉM PASSAM PELO BISTURI Enquanto a Citroën prepara a chegada do novo C3 reestilizado, outros dois carros já presentes no país desde 2007 passaram por sua primeira mudança de estilo na atual geração. Modelo mais vendido do mercado nacional, o Gol adotou faróis, grade e para-choque frontal mais retilíneos, repetindo o novo DNA da marca já aplicado à Fox e Jetta, somado a novas lanternas, vidros dianteiros elétricos, travamento central e abertura interna do porta-malas como equipamentos de série. Acompanhado do Voyage, mais refinado na traseira, e trazendo leves novidades no painel, o Gol estreia ainda o pacote de equipamentos BlueMotion para redução no consumo de combustível. Os preços da linha vão de R$ 27.990 para o Gol 1.0 a R$ 43.490 para o Voyage 1.6 Comfortline equipado com o câmbio automatizado I-Motion.

saber quanto custará mais esta ousadia dos franceses – já vistos com desconfiança pelo brasilei-

ro, sobretudo o mineiro, pelo alto valor cobrado nas revisões de seus carros.


02 MOTORGERAIS

Fernando Calmon

REDUZIDAS

motorgerais@gmail.com | motorgerais.blogspot.com

fernando@calmon.jor.br

AGITAÇÃO NÃO PARA Semana passada foi muito movimentada. Dois lançamentos (três modelos) e uma prévia indicam que 2012 passa para a história como o ano mais profícuo em termos de novidades. E ainda há outras boas notícias neste segundo semestre. A Volkswagen abriu os “trabalhos” com apresentação simultânea do que chamou Novo Gol e Novo Voyage. Na realidade, modificações de meia vida que se tornaram quase padrão mundial. Em geral ocorre de três a quatro anos após o lançamento de uma nova geração, que tem ciclos em torno de sete anos no exterior, porém poucas vezes obedecidos, no Brasil. Gol e Voyage, lançados em 2008 (junho e setembro, respectivamente), ainda não haviam recebido o alinhamento ao estilo mundial da Volkswagen. Os carros, de fato, ficam parecidos uns com os outros, mas a fórmula parece adequada, pois a marca está em expansão de vendas no mundo. Nova arquitetura eletrônica permitiu recursos interessantes, como sinalização de frenagem de emergência. O motor de 1 litro/76 cv apresenta curva de torque melhorada, perceptível aos mais sensíveis, e consumo médio de combustível 4% menor. Economia pode chegar a 8%, ao agregar itens opcionais específicos. Mais equipamentos desde a versão básica, com aumento simbólico de R$ 86 no preço, é a estratégia para segurar a liderança de 26 anos (1986-2011). Gol parte de R$ 27.990 e o Voyage, de R$ 29.990. Vêm de série com comandos elétricos de vidros dianteiros, travas de portas e porta-malas, alémdelimpador/lavador/desembaçadortraseiros,entreoutros.Bemútil é a opção de caixa de elevação do assoalho, no porta-malas do Voyage. Preços das versões mais caras: R$ 38.290 (Gol) e R$ 40.890 (Voyage). O Gol de duas portas chega ainda este ano, em outubro. Hyundai fez pré-apresentação, em sua nova fábrica de Piracicaba (SP), do compacto hatch HB20. Ainda sem dados sobre o produto, a revelar apenas em 12 de setembro. Primeiras entregas começam 30 dias depois. Versão pseudoaventureira será exibida no Salão do Automóvel, em outubro. Já o sedã, no primeiro trimestre de 2013, continua escondido. Em ambiente fechado, o hatch de quatro portas (não existirá versão de duas portas) foi examinado. Faróis e lanternas traseiras marcam estilo arrojado, sem exageros. Interior bem projetado, acabamento e materiais muito bons, além de espaço semelhante aos dos compactos “normais” do segmento. Porta-malas, aparentemente, equivale ao de Gol ou Palio. Rodar em uma pequena pista impecável, com apenas duas curvas, e ainda camuflado, não é ideal. Motor de 1 litro, igual ao do Kia Picanto (80 cv), tem disposição, timbre de escapamento agradável e claramente percebido como um três-cilindros. Motor de 1,6 litro, também flex e já usado nos Kias Cerato e Soul, mostra forte pegada em baixas rotações, mas potência original de 130 cv pode ter sido um pouco reduzida para diminuição de consumo. Uma das versões, básica, tinha airbag apenas para motorista e sem freios ABS. Fiat fechou a semana com o Novo Punto, atualização do seu compacto anabolizado de 4,06 m de comprimento. Essa estilização chega depois de cinco anos e é a mesma apresentada na Europa em 2009. A frente recebeu nova grade e friso largo cromado; atrás, carreira de LEDs nas lanternas. Interior, no entanto, é quase todo novo e ponto alto do carro. Além de espaçoso, novos materiais e bancos dianteiros com assentos de maior apoio lateral na versão esportiva T-Jet, deixam o Punto em posição privilegiada. Motor de 1,4 litro/88 cv, da versão de entrada Attractive, melhorou em desempenho e está mais econômico em média 8%, embora a Fiat, a exemplo da VW, sonegue os dados. Apesar da maior taxa de compressão, potência e torque permaneceram iguais. Ideal para a massa do carro continua sendo o motor de 1,6 l/117 cv, da versão Essence. Preços vão de R$ 38.750 a R$ 55.750. Airbag duplo e ABS são de série nas quatro versões, todas mais equipadas, e sem aumento de preço (T-Jet, R$ 2.000 mais barato), como regra geral. Houve, apenas, variação em torno de R$ 700, cerca de metade do que se cobrava antes para airbags frontais/ABS.

RODA VIVA PRIMEIRA integração industrial Fiat e Chrysler na América do Sul começa na Venezuela. A coluna também adianta que Grand Siena é o produto escolhido, mas com a marca Dodge. Aliás, Dodge Dart lançado nos EUA (base Alfa Romeo Giulietta) é candidato certo para produção no Brasil, a exemplo da China, onde se chama Fiat Viaggio. HYUNDAI Brasil implanta rede de distribuição específica para seus três produtos piracicabanos (HB20). Novas concessionárias

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

venderão apenas estes compactos, sem importados ou aqueles produzidos em Anápolis (GO) pela Hyundai CAOA. Rede atual, por sua vez, não comercializará, nem dará assistência aos HB20. Estranho, mesmo. CONSULTORIA inglesa Jato aponta os 10 mais vendidos na Europa, no primeiro semestre: Golf, Fiesta, Polo, Corsa, Focus, Clio, Astra, Mégane, Nissan Qashqai (único crossover) e BMW Série 3 (único médio-grande).

Punto 2013 segue estilo do Evo europeu Fotos: Divulgação

Lançado no Brasil em 2007, o Fiat Punto passa por sua primeira reestilização na linha 2013. Adotando um estilo já descontinuado na Europa, onde adotou o sufixo Evo (hoje em sua segunda atualização), o hatch compacto adotou nova grade e entrada de ar frontal, emoldurada por plástico e as luzes de setas, detalhe cromado, calotas, rodas e frisos laterais redesenhados. Na traseira, igualmente com novos para-choques, há luzes de LEDs e o novo logotipo que identifica o Punto. O interior adota um

SAIBA MAIS

CONFIRA OS PREÇOS:

painel de linhas arredondas e a função Eco:Drive, que orienta o motorista à uma direção mais econômica. Na versão espor-

BEBE TODAS

A tecnologia flex enfim chega à linha Yamaha com o lançamento da versão Blue Flex para a street YS 250 Fazer. Abastecida com gasolina ou etanol em qualquer proporção, a motocicleta manteve o

condução – Dinâmico, Normal e Autonomia – que alteram a resposta do pedal do acelerador e a luz de aviso para troca de marcha que, no último caso, prioriza a redução do gasto de combustível. Como no novo Uno, o motor 1.4 flex evoluiu com variador de tempo de válvulas e mais potência com etanol (88cv, ante os 86cv anteriores), agora sendo chamado de Fire Evo, enquanto o câmbio automatizado Dualogic passa a ser o Plus, com as novas funções Auto-Up Shift Abort e Creeping. A lista de versões permanece inalterada.

desempenho do motor de 249 cm³ que fornece potência de 21 cv (cavalos) a 8.000 rpm e 2,1 kgfm a 6.500 rpm. O preço é de R$ 11.690, diferença de R$ 411 em relação à Fazer a gasolina – vendida em valor promocional.

600 trabalhadores // foram contratados pela Fiat para as áreas de funilaria, prensa e pintura da fábrica de Betim (Região Metropolitana de Belo Horizonte). O objetivo é ampliar a produção em 150 carros/ dia.

tiva (e mais cara da linha) 1.4 16v T-Jet, a grande novidade, entretanto, é o Seletor DNA. O sistema oferece três modos de

Punto Attractive 1.4 – R$ 38.570 Punto Essence 1.6 16v – R$ 41.750 Punto Essence Dualogic 1.6 16v – R$ 44.140 Punto Sporting 1.8 16v – R$ 46.400 Punto Sporting Dualogic 1.8 16v – R$ 48.770 Punto T-Jet 1.4 16v Turbo – R$ 55.740

PINTA DE EVOQUE

Modelo mais vendido da Land Rover no Brasil, o Freelander 2 ganha a série de apelo esportivo Dynamic por R$ 170 mil. Limitada a 700 unidades em todo o mundo, dos quais 90 virão ao país, o modelo se diferencia esteticamente por trazer para-choques com apliques, saias laterais, aerofólio traseiro, rodas

aro 19 e três opções de cores aplicadas no recém-lançado Range Rover Evoque: azul mauritius, preto barolo e vermelho firenze. As cores combinam com o tom dos bancos de couro, acabamento das portas e painel, que podem ter detalhes em branco ou vermelho. O motor é o 2.2 diesel SD4 de 190 (cavalos).


MOTORGERAIS 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Troller T4 policial divide espaço com modelos da Ford na Interseg

Fotos: Divulgação

Uma das principais feiras de segurança pública da América do Sul, a Interseg 2012 (Feira Internacional de Tecnologia, Serviços e Produtos para Segurança Pública), em São Paulo, serviu de palco para a Ford e a subsidiária Troller apresentarem versões adaptadas de seus carros ao uso policial.

Entre eles estava a nova picape Ranger na versão XL, exclusiva para frotistas, equipada com motor 2.2 Diesel e câmbio manual de seis velocidades. Plotados e com luzes adicionais de advertência – além do conhecido giroflex –, new Fiesta e Focus Sedan também dividiram espaço com o Troller

T4, utilizado nas frotas oficiais da Polícia Rodoviária Federal, Aeronáutica, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Ceará, Estado em que é produzido. A versão policial do jipe, que adota o motor 3.2 MWM MaxxForce de 165 cv (cavalos) na linha 2013, vem equipada com

protetor metálico nas lanternas traseiras, quebra-mato dianteiro com suporte para guincho, engate para reboque traseiro, bagageiro metálico, sinalizador visual e strobo com LEDs, sinalizador acústico e rádio VHF. Os itens especiais se somam à lista de série que inclui ar-condicionado,

direção hidráulica, vidros, travas e retrovisores elétricos, santantônio, rodas de alumínio, pneus todo-terreno 255/75 aro 15 e capota rígida removível. “Com a proximidade dos grandes eventos esportivos no Brasil e os altos investimentos planejados no setor, esperamos

aumentar consideravelmente nossa participação nesse mercado. A Interseg é a oportunidade ideal para a apresentação de novos produtos e tecnologias, como a Nova Ranger”, diz o coordenador de Vendas ao Governo da Ford, Ricardo Permagnani dos Santos.

tação normal de uso.

dianteiras. Alguns veículos, afirma o fabricante, podem apresentar abertura involuntária das portas, causando risco de colisão, ferimentos aos ocupantes dos CR-V ou terceiros. Nenhuma ocorrência foi registrada no Brasil até o momento. A Honda recomenda que o serviço seja agendado por meio do site www.honda.com.br/ recall/autos ou por meio de sua central de atendimento no telefone 0800-701-3432, de segunda à sexta-feira, de 8h às 18h.

BANDA DE RODAGEM É FUNDAMENTAL PARA A RESISTÊNCIA DO PNEU Para quem pensa que um pneu é feito apenas de borracha, é melhor rever seus conceitos. A produção de um borrachudo, aponta a Bridgestone – um dos principais produtores do setor – envolve uma série de detalhes especialmente criados para cada finalidade. Em comum está a meta por melhor condições de dirigibilidade e segurança. Além da borracha natural, base utilizada nos pneus e que pode ser substituída parcialmente pela borracha sintética, o componente é formado por negro de fumo (obtido da queima de derivados de petróleo), óxido de zinco e ácido esteárico, enxofre,

resinas, agentes plastificadores e antioxidantes além de poliéster (ou nylon) e aço. São várias as partes que o compõem. A banda de rodagem, por exemplo, é a única delas em contato com o solo, possuindo, para isso, resistência ao desgaste,

corte, penetrações e o calor do asfalto. O desenho da banda de rodagem tem características para aderência em pisos secos e molhados e influencia diretamente a emissão de ruído e a drenagem de água. A banda de rodagem é dividida em:

CARCAÇA É formada por cordonéis de poliéster, nylon ou aço. As lonas de corpo recebem uma camada de borracha de ambos os lados para aumentar a adesão e evitar atrito interno. Resiste a pressão, suporta peso, choques, esforços gerados pelo torque do motor e aquecimento gerados por alta velocidade.

bilidade. A lona é formada por fios de aço de configurações específicas para determinadas aplicações e é revestida de borracha para facilitar a adesão com outros compostos de borracha. Tem a função de proporcionar estabilidade na zona de rodagem, proteger a carcaça de impactos e perfurações, além de restringir o diâmetro do pneu.

borracha que protegem a carcaça contra umidade, além de estancar o vazamento do ar comprimido, evitando a perda de pressão do pneu.

Parte que mais sofre por desgastes excessivos. É uma área de grande esforço, pois recebe força lateral durante as curvas e tem arrastes intermitentes. Não é recomendado fazer consertos nela.

CINTA ESTABILIZADORA Também com influência direta no desempenho do pneu, dirigibilidade, conforto e dura-

ESTANQUE OU LINER Presente nos pneus sem câmara de ar é o revestimento interno formado por camadas de

LATERAL Tem borracha com propriedades específicas mais resistentes à fadiga gerada pela grande solicitação de flexão e extensão, além do envelhecimento devido ao tempo de exposição a ações climáticas. OMBRO

TALÃO É formado por fios de aço banhados por cobre e revestidos individualmente por borracha, para evitar a oxidação e facilitar a adesão. Fixa o pneu na roda, de maneira a evitar o vazamento de ar e garantir que não ocorrerá destalonamento durante a solici-

CR-V É CONVOCADO PARA NOVO RECALL NAS PORTAS DIANTEIRAS Três meses depois de convocar 165 donos de CR-V produzidos de 2002 a 2004 por causa de uma falha de funcionamento na luz baixa dos faróis, a Honda chama o utilitário-esportivo novamente às oficinas. Desta vez, entretanto, a razão é muito mais abrangente e envolve nada menos que 11.100 veículos: o sistema de travamento das portas


04 MOTORGERAIS

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUARTA-FEIRA, 25/07/12

Limusine equilibrada A mais luxuosa das motocicletas Honda, GL 1800 Gold Wing ganha aprimoramentos de estilo, bagageiros laterais e rádio CD MP3 por R$ 92 mil Muito conforto para piloto e garupa, completa lista de equipamentos de série – o que inclui até mesmo um airbag de formato em V – e um vigoroso motor seis cilindros à disposição para se explorar grandes distâncias. Estas são três características já conhecidas da GL 1800 Gold Wing, uma das estradeiras mais cobiçadas dos motociclistas e a mais luxuosa das Honda. Na linha 2012 que acaba de chegar às concessionárias, as novidades são menos impactantes, mas aprimoram o conjunto restrito à poucos: a meta da marca japonesa é comercializar 80 unidades da grandona importada do Japão, ao preço de R$ 92 mil. A primeira das alterações aparece na carenagem. Faróis receberam máscara negra, há novos piscas e acabamento que envolve as entradas de ar, na cor prata. A remodelação foi mais profunda na traseira ao adotar um conjunto de luzes reposicionado acima da placa e dos novos bagageiros laterais,

Fotos: Divulgação

ampliando a capacidade de carga de 147 para 150 litros. As rodas são de liga leve aro 18 na dianteira (calçadas em pneus sem câmara 130/70 R) e aro 16 atrás (180/60 R) Somados ao para-brisa regulável, controle de velocidade, sistema de marcha-a-ré e regulagem eletrônica da suspensão traseira, o rádio agora pode acoplar MP3 e celular, como iPod, iPhone e dispositivos USB. O sistema de som também ficou mais potente com um amplificador de 80 watts por canal, permitindo a reprodução de um áudio mais puro e nítido. O painel de instrumentos é detalhado. Possui velocímetro, tacômetro, indicadores de nível de combustível e temperatura do motor. Mais abaixo está o mostrador digital que tem, entre suas funções, hodômetro total e dois parciais, ajuste da luminosidade do mostrador, relógio, medidor de temperatura ambiente, indicador de abertura dos compartimentos de bagagem, sistema de som, regulagem da suspensão e altura dos faróis. A 740 mm do solo, o assento do condutor é largo e possui apoio lombar, enquanto o do passageiro tem nível e encosto mais altos em relação ao do piloto. MOTOR 1.8 DE SEIS CILINDROS Foi mantido o motor seis cilindros de 1.832 cm3 , 12 válvulas, arrefecido a liquido, com injeção eletrônica do tipo PGM-FI (Programmed Fuel Injection) e potência de 118 cv (cavalos) a 5.500 rpm. O torque máximo, de acordo com a

Honda, chega a 17 kgfm a 4.000 rpm, boa marca para uma motocicleta considerada pesada – embora o fabricante não revele qual seja seu peso no material de divulgação. O tanque de combustível abriga 25,5 litros. Uma luz de advertência do nível de combustível se acende automati­camente ao atingir o nível dos 4,4 litros e, na sequencia, dos 3 litros. A bateria selada de 12 Volts também dispensa manutenção. O chassi é do tipo Diamond, em alumínio de dupla trave, buscando maior rigidez estrutural. Na dianteira, a suspensão

de garfo telescópico e 140 mm de curso utiliza o sistema anti-drive, que controla a velocidade de compressão e retorno dos amortecedores, reduzindo o mergulho, momento quando ocorre a inesperada transferência de peso devido às frenagens. A traseira tem o sistema Pro-Arm (monobraço de alumínio), associado ao amortecedor com sistema Pro-Link, de 105 mm de curso, e opção de ajuste eletrônico da pré-carga da mola em 26 diferentes posições e duas memórias. A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.

SAIBA MAIS AIRBAG “SEGURA” PILOTO EM IMPACTO Um dos diferenciais da GL 1800 Gold Wing é o exclusivo airbag frontal oferecido desde 2006. Instalado à frente do piloto, o equipamento é desenhado em formato de V invertido para que o piloto não seja jogado para frente em caso de impacto. Um prendedor fixa o airbag junto à motocicleta. Com isso, o equipamento não se desloca para frente junto com o condutor. Uma central eletrônica monitora continuamente os dados recebidos de quatro sensores de desaceleração instalados no garfo dianteiro, comparando-os com o comporta­mento padrão da Gold Wing, e determinando se é necessário ou não disparar a bolsa de ar. Se algum problema for detectado, uma luz se acenderá no painel. Freios ABS de série reforçam a proposta de segurança da motona ao evitar o travamento das rodas.

Gazeta do Oeste  

Edição 1872

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you