Page 1

Ricardo Costa abre temporada de ralis

Cust贸dio Ribeiro preocupado com o futuro da arbitragem em Portugal

Juniores do FCF mais perto do l铆der

Carlos Alberto

Carlos Alberto

Equipas famalicenses com fim-de-semana positivo no futebol nacional

pub.


sport: 13 de Janeiro de 2010

Desportivo S. Cosme

A equipa do Desportivo de S. Cosme continua com um percurso brilhante na série C da 2ª divisão nacional, tendo no passado fim-de-semana conquistado a 12ª vitória em outros tantos jogos realizados. O S. Cosme lidera a prova sem qualquer oposição e caminha a passos largos para a promoção.

2º FC Famalicão A equipa comandada por Artur Jorge deu uma prova de força no passado domingo, depois de ter vencido em Leça da Palmeira por 3-0. Frente a um adversário directo, e fora de portas, os famalicenses mostraram que estão bem vivos e dispostos a lutar por uma vaga nos seis primeiros classificados.

“É sempre mais fácil dizer mal dos árbitros” Bruno Marques As arbitragens nas divisões distritais da Associação de Futebol de Braga não têm sido pacíficas, com alguns clubes dos diferentes escalões a queixarem-se da falta de qualidade dos árbitros, bem como de arbitragens menos conseguidas. Confrontado com aquilo que vai lendo nos órgãos de comunicação social, o presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da associação bracarense, Custódio Ribeiro, em declarações ao OPINIÃO SPORT, diz não ter conhecimento de qualquer queixa formal apresentada naquele organismo. O dirigente famalicense faz mesmo a defesa dos árbitros, referindo que os mesmos têm capacidades para realizar boas arbitragens e estão bem preparados face às exigências das competições da AF Braga. O presidente do CA diz ainda que as queixas que surgem nos jornais são apenas de treinadores e que “é sempre mais fácil dizer mal do árbitro do que dizer mal de um jogador que falhou um penálti ou um golo de baliza aberta, ou mesmo admitir que uma táctica foi mal escolhida”. Embora reconheça que “é mais fácil descarregar no árbitro do que no seio da própria equipa”, Custódio Ribeiro sempre admite que “existem arbitragens que são mais felizes do que outras” até porque “errar é humano”. A garantia deixada pelo presidente dos árbitros do distrito de Braga é de que a preparação dos trios de arbitragem é feita de forma adequada e sustentada para que tudo decorra com normalidade. “Os árbitros estão preparados, agora como em tudo na vida há melhores e piores. Portanto,

Liga Concelhia de Bilhar Terminou no passado fimde-semana a primeira edição da Liga Concelhia de Bilhar, uma iniciativa que a organização considerou bem sucedida. Esta competição permitiu uma maior divulgação da modalidade e devido ao sucesso obtido promete ter novas edições.

Custódio Ribeiro, presidente do CA da AF Braga

no universo de cerca de 400 árbitros que temos, o curso é ministrado a todos por igual, têm provas e testes físicos, têm formação, três a quatro vezes durante a época”, refere. Custódio Ribeiro acredita que as críticas que têm surgido partem dos treinadores e não dos dirigentes dos clubes, pelo que assume serem circunstâncias naturais do futebol. Até porque até ao momento “não existe qualquer queixa formal, de qualquer clube, sobre as arbitragens na AF Braga”. Aliás, a recomendação do dirigente é para que todas as queixas que possam existir sejam

Preocupação pelo futuro da arbitragem O presidente do CA revela estar muito preocupado com aquilo que será o futuro da arbitragem nacional, uma vez que as associações não estão a conseguir atrair jovens para seguirem a carreira de árbitros. A falta de mais valias e benefícios para quem quer ser árbitro tem afastado muitas pessoas. “Um dos principais problemas da arbitragem nacional, mais propriamente na formação, é a debandada que está a acontecer em virtude dos problemas referentes aos descontos de IRS. Nas últimas épocas notava-se uma procura crescente dos jovens pela arbitragem, existindo muitos universitários e licenciados a procurarem a carreira de árbitro, e com o problema de ficarem sem o direito às bonificações no IRS começaram a abandonar”, diz. Esta situação está a tentar ser resolvida pelas entidades nacionais competentes e promete ser uma luta ainda com muitas batalhas pela frente. “Há vários anos que procuramos resolver estas questões junto das entidades governativas para serem dadas melhores condições aos jovens que querem iniciar carreira, mas cada vez mais a arbitragem está a piorar e a ficar sem futuro porque não se resolvem os problemas de fundo”.

Após triunfo sobre o Trofense com golo de Dia

Juniores do Famalicão mais perto do líder José Clemente

dirigidas para o organismo que preside porque “os desabafos ditos aos microfones da comunicação social não têm nada de construtivo para o futuro”. “Se os problemas sentidos pelos clubes nos fossem colocados directamente, seria mais fácil de os solucionar e discutir”, conclui.

Os juniores do Famalicão receberam no passado sábado o Trofense, em jogo a contar para a 16ª jornada do nacional da 2ª divisão, tendo vencido pela margem mínima graças a um golo solitário de Dia. Numa partida que se previa bastante difícil para a formação famalicense, e que no final do jogo se veio a confirmar, o Trofense veio a Famalicão com a nítida intenção de não perder o jogo e pode dizerse que quase o conseguia. Durante a primeira parte, a equipa da Trofa foi muito mais perigosa, teve duas boas oportunidades para marcar e valeram na circunstância as boas intervenções do guarda-redes Marco que contribuiu com duas espectaculares

defesas para canto. Tirando estas duas oportunidades, nada mais há a registar durante a primeira parte. Para a segunda, o Trofense entrou novamente como o tinha feito durante a primeira parte, só que a nível de oportunidades essas pertenceram ao Famalicão que por várias vezes esteve à beira de marcar. O Trofense lá ia fazendo o seu jogo e estava na espreita de um erro da formação famalicense para conseguir fazer estragos. Aos poucos os famalicenses iam acreditando que mais tarde ou mais cedo poderiam chegar ao golo e foi precisamente isso que veio a acontecer na marcação de uma grande penalidade que apesar de muito contestada existiu mesmo. Chamado para marcar, Dia conseguiu fazer o golo para a sua

equipa e dar ao mesmo tempo os três pontos ao Famalicão. Numa partida onde o equilíbrio foi a nota dominante, com uma primeira parte com algum pendor da equipa da Trofa, o Famalicão foi melhor no segundo tempo a acabou por justificar o triunfo. Quanto ao árbitro esteve bem. Em jogo realizado no Campo de Treinos do Estádio Municipal de Famalicão, sob arbitragem de Francisco Vicente (Vila Real), auxiliado por Bruno Trindade e Bruno Costa, o Famalicão alinhou com: Marco, Sousa, Nuno, Bruno Carvalho, Alex, Kauskas, Adriano, Álvaro, Veiga, Dia e Bruno. Jogaram ainda: Bruninho, João Miguel e Hélder. Já o Trofense jogou com: Ricardo, Ricardinho, Adriano, Viana, Serra, Trindade, Laranja,

Nelson, Vilas, Rui Carvalho e Dany. Jogaram ainda: Tiago Manuel e Néné. JUNIORES RE SULTA DOS

Custódio Ribeiro, presidente do Conselho de Arbitragem da AF Braga

II Divisão

Famalicão, 1; Trofense, 0 Vizela, 2; Bragança, 3 Moreirense, 1; Taipas, 0 Chaves, 3; Diogo Cão, 1 Limianos, 0; Freamunde, 0 Valdevez, 0; Fafe, 3

CLASSIFICAÇÃO

1. Freamunde 2. Fafe 3. Famalicão 4. Moreirense 5. Chaves 6. Limianos 7. Trofense 8. Diogo Cão 9. Vizela 10. Bragança 11. Taipas 12. Valdevez PRÓXIMA

PÓDIO

grande área

Correio do Minho

22

J

V

16 10 16 9 16 9 16 8 16 7 16 6 16 5 16 6 16 5 16 5 16 4 16 0

Fafe - Vizela Bragança - Moreirense Taipas - Limianos

D

F

C

P

4 2 2 5 2 5 4 4 4 5 5 5 8 3 3 7 5 6 3 8 4 8 0 16

E

34 25 29 26 27 31 23 22 39 25 21 7

20 10 16 17 16 24 20 27 31 30 27 71

34 29 29 28 25 23 23 21 20 18 16 0

Freamunde - Famalicão Trofense - Chaves Diogo Cão - Valdevez pub.


sport: 13 de Janeiro de 2010 23

futebol

Segundo empate consecutivo para os homens do Passal, desta feita em Espinho

Ribeirão travou os tigres da Costa Verde 1-1 Estádio Manuel Oliveira Violas Árbitro : Ricardo Oliveira (Lisboa) Auxiliares: Martinho Rodrigues e Nuno Pinto

Sp. Espinho GD Ribeirão Tiago Borges Batista Rui Raínho Marco Abreu Carlos Manuel Nuno Coelho (63’ Tiago André) Horácio Valença Rodrigo (70’ Glauco) Joel (85’ Carela) Hélder Vasco

César Hugo Pina Wesley João Faria Hamilton Forbes (92’ Bruno Filipe) Renato (65’ Nivaldo) Pedro Caravana Paulo Rola Abílio Tiago Silva (89’ Luís Faria)

Treinadores Pedro Martins

José Lemo s

Golos: 2’ Forbes (0-1); 6’ Carlos Manuel (1-1). C artõ es Amarelo s: 34’ Carlos Manuel; 38’ e 83’ Hamilton; 64’ Batista; 89’ Tiago Silva; 92’ César. C artõ es Vermelho s: 83’ Hamilton.

Aristides Ferreira Na deslocação a Espinho, o Ribeirão averbou mais um empate, num jogo com duas partes

distintas. Foi melhor o Espinho na primeira metade e o Ribeirão no segundo período equilibrou e até teve momentos em que esteve por cima no jogo. O empate conseguido fora de portas acaba por ser um resultado positivo frente a uma equipa que no início da temporada se apresentou como candidato aos lugares cimeiros. Quanto ao jogo, o Ribeirão entrou praticamente a vencer. Logo aos dois minutos, Caravana beneficiou de um livre na direita do seu ataque, cruzou para Forbes e este não se fez rogado, desviando para o fundo da baliza de Tiago Borges. Tudo parecia bem encaminhado para a conquista dos três pontos para os comandados de José Lemos, só que os donos da casa reagiram de imediato e não durou muito tempo a vantagem forasteira. Com seis minutos jogados, Carlos Manuel fugiu à defesa do Ribeirão e na cara de César não perdoou. O Ribeirão ficou atordoado, não conseguindo acertar nas marcações e o Espinho

desperdiçou uma mão cheia de oportunidades para desfazer o empate. Primeiro foi Carlos Manuel, aos oito minutos, a surgir solto do lado esquerdo do seu ataque, a cruzar para o centro da área e Horácio a chegar um pouco atrasado, deixando escapar a bola para a linha de fundo. O jogo só tinha um sentido e aos 17 minutos foi Paulo Rala quem substitui César, tirando em cima da linha de golo. E um minuto depois o mesmo jogador tirou o pão da boca a um dianteiro do Espinho, enviando a bola para canto para pouco depois Rodrigo escapar à defesa ribeirense e à saída de César fazer um chapéu, com a bola a sair rente ao poste. Aos 34 minutos surgiu a última oportunidade do Espinho para desfazer o empate. Carlos Manuel, o jogador mais inconformado da equipa da casa, depois de uma boa investida na esquerda do seu ataque, entregou a Horácio e este enviou o esférico à barra da baliza de Cé-

sar. E por aqui ficou o domínio do Espinho. A partir daqui o Ribeirão começou a acertar nas marcações e até ao intervalo César nunca mais se sentiu incomodado, No segundo período, o Ribeirão entrou muito melhor e aos 59 minutos fica muito perto do voltar a recuperar a vantagem no marcador. Com o decorrer do jogo, o frio que se fazia sentir começou a vencer jogadores e público e o jogo foi perdendo qualidade. Mesmo assim foi o Ribeirão, com 71 minutos jogados, a criar uma boa situação num livre marcado por

II DI VI SÃO

Sé rie A

R E S U LTA D O S

Espinho, 1; Ribeirão, 1 Vieira, 0; Vizela, 1 Gondomar, 1; Tirsense, 0 Vianense, 1; Merelinense, 2

Boavista, 2; Padroense, 0 Lousada, 1; Lourosa, 0 A. Lordelo, 0; Moreirense, 1 Valdevez (folga)

PRÓXIMA JORNADA Ribeirão - Vieira Vizela - Gondomar Tirsense - Vianense Merelinense - Boavista

Padroense - Lousada Lourosa - A. Lordelo Moreirense - Valdevez Paredes - Espinho

Hugo Pina. A última situação de perigo pertenceu a Carlos Manuel que frente César não conseguiu desviar para golo. O último quarto de hora foi jogado aos repelões e o empate iria prevalecer até ao final da partida. Um empate que se ajusta por aquilo que o Ribeirão fez na segunda metade, mas a acontecer a vitória também não ficava mal ao Espinho por algumas oportunidades criadas na primeira meia hora do primeiro período. Trabalho aceitável do árbitro Ricardo Oliveira, de Lisboa. CLASSIFICAÇÃO

1. Moreirense 2. Gondomar 3. Vizela 4. Tirsense 5. Espinho 6. Ribeirão 7. Padroense 8. A. Lordelo 9. Vianense 10. Lourosa 11. Merelinense 12. Paredes 13. Vieira 14. Boavista 15. Lousada 16. Valdevez

V

E

D

F

C

P

14 11 14 9 14 7 14 6 14 6 14 4 14 6 14 5 14 5 14 4 14 3 13 4 14 4 13 3 13 3 13 2

J

2 3 5 4 3 7 1 3 2 4 6 3 3 5 3 2

1 2 2 4 5 3 7 6 7 6 5 6 7 5 7 9

26 22 22 21 18 17 17 11 17 15 15 12 13 14 13 11

7 9 10 16 15 17 23 10 22 21 15 15 17 18 21 28

35 30 26 22 21 19 19 18 17 16 15 15 15 14 12 8

Já lá vão quatro jogos consecutivos a somar vitórias

2-1 Campo de Barreiros Árbitro : Bruno Costa (Aveiro) Auxiliares: Hélder Santos e João Rodrigues

GD Joane Pedrouços AC Sérgio Batista André (83’ Hélder) Marquinho Miguel Lemos Carneiro (69’ Gil) Sócrates Daniel (73’ Laureta) Hugo Carlos Manuel Álvaro

Ivo Jorginho Bruno Paparradas João Jorge Buía Pedrosa Tinaia (62’ Barros) Paulinho (45’ Flávio) Didi (90’ Postiga) Fabú

Treinadores Paulo Rafael

Leão

Golos: 39’ Hugo (1-0); 64’ Carneiro (2-0); 94’ Paparradas (2-1). C artõ es Amare los: 3’ Bruno; 26’ Daniel; 36’ Carneiro; 36’ Paparradas; 43’ Jorginho; 78’ André; 84’ Fabú. C artõ es Vermelho s: Não houve.

José Carlos Fernandes Neste confronto frente ao último classificado, os joanenses não facilitaram e venceram por duas bolas a uma, mas tiveram um opositor que valorizou a vitória. Numa tarde de muito frio, e com um terreno pesado, as equipas entraram sem receios. O Joane assumiu o comando do jogo, mas os forasteiros traziam a lição estudada. Taparam bem os caminhos para a baliza de Ivo e tinham no contra-ataque a sua melhor arma. Só aos 15 minutos é que surgiu o primeiro remate com perigo à baliza. Foi Miguel Lemos que re-

matou, mas sem direcção. A res- nidade de golo. O tempo ia pasposta do Pedrouços foi de ime- sando, mas o Pedrouços nunca diato e Bibi também não acertou baixou os braços. O técnico focom a baliza de Sérgio. Aos 32 mi- rasteiro tentava tudo, voltava a nutos foi a equipa forasteira que mexer na equipa, sempre na desperdiçou a melhor oportuni- busca do golo da igualdade. dade de golo. André hesitou, a Golo que esteve perto de aconbola sobrou para Bibi que isolado tecer. Fabú beneficiou de uma boa rematou para defesa com os pés situação para marcar, foi lento e do guarda-redes Daniel efecSérgio. Era mais tuou excelente O Joane assumiu um aviso para corte. De seos joanenses e o o comando do jogo, guida, surgiu o Pedrouços, apegolo mas os forasteiros segundo sar de nunca ter joanense. vencido neste Bom passe de traziam campeonato, Sócrates e Cara lição estudada. trazia objectineiro com um vos. remate cruAos 34 minutos, Sócrates, em zado bateu Ivo pela segunda vez. boa posição, falhou o remate. Era Faltava meia hora para o final, o um período de parada e resposta. Pedrouços teve um período de Tinaia em boa posição rematou desnorte e o Joane aproveitou para defesa de Sérgio. Até que para dominar o desafio. aos 40 minutos o Joane abriu o Paulo Rafael aproveitou tamactivo. Livre à entrada da área e bém para efectuar alterações, troHugo a rematar com força. Ivo cando jogadores amarelados, ainda tocou na bola, mas não como Daniel e Carneiro, para enconseguiu segurar. O remate de tradas de Gil e Laureta. Só mais facto foi forte, mas o guarda-re- tarde Hélder rendeu André. O Pedes forasteiro podia ter feito me- drouços apesar de demonstrar allhor. Ainda antes do intervalo, o gumas dificuldades nesta fase do Pedrouços voltou a incomodar a desafio conseguiu marcar o tento baliza joanense. Ao intervalo, de honra. Canto do lado escom o equilíbrio que se verificou, querdo e Bruno foi lá à frente o empate seria mais ajustado. para de cabeça bater Sérgio. Na segunda metade, o técnico Pouco depois surgiu o apito fiLeão mostrou insatisfação, tendo nal, culminando com mais uma trocado Paulinho por Flávio. Apos- vitória da equipa de Paulo Rafael. tou num jogador mais possante Com este resultado, o Joane e com bom remate de meia dis- conseguiu a quarta vitória contância. Foi entretanto o Joane que secutiva, passando para o sepodia ter feito o segundo golo. gundo lugar da classificação. O Carlos Manuel, sozinho frente a Pedrouços pelo que jogou não Ivo, esbarrou a bola contra o merece o último lugar da classificorpo do guarda-redes forasteiro, cação. Boa arbitragem de Bruno desperdiçando excelente oportu- Costa, o juiz de Aveiro.

Carlos Alberto

Joane continua a vencer

Sócrates conduz o esférico perante a pressão de Bibi


sport: 13 de Janeiro de 2010

24

futebol

Famalicão vence em Leça da Palmeira por 3- 0

Oliveirense derruba Fafe e fica em vantagem sobre adversário directo

Vitória da inteligência 0-3 Estádio do Leça FC Árbitro: Jorge Brito (V. Castelo) Auxiliares: Leandro Barbosa e Sérgio Malheiro

Leça FC FC Famalicão Festas Magalhães Carlos José Soares João Pedro Tiago Magano (60’ Sencadas) Rui Ramos Domingos (75’ Sequeira) Sérgio Silva André Leal João André (45’ Álvaro)

André Zé d’Angola Gualter Tó Talocha Madior Cesar Marques Ruizinho (84’ Magalhães) Nuno Cavaleiro (31’ Luís Carlos) Diop Zézé (63’ Tozé)

Treinadores Pedro Mesquita

Artur Jorge

Golos: 4’ César Marques (0-1); 85’ Diop (0-2); 88’ Luís Carlos (0-3). C artõ es Amarelo s: 28’ Tiago Magano; 29’ César Marques; 58’ Ruizinho; 62’ Diop; 77’ Madior; 77’ Álvaro; 90’ Rui Ramos. C artõ es Vermelho s: 78’ José Soares.

José Clemente Nesta jornada o Famalicão provou que continua a ser um sério candidato aos seis primeiros lugares. Com a postura colocada em campo no jogo do passado domingo em Leça, a equipa famalicense deu um passo de gigante rumo aos objectivos traçados no início do campeonato. Venceu a formação do Leça por um resultado que no final não deixou qualquer margem para dúvidas quanto à sua justiça. Quanto ao jogo pode dizer-se que a equipa comandada por Artur Jorge entrou praticamente a vencer na partida porque aos quatro minutos e na marcação de um pontapé de canto, o Famalicão conseguiu marcar aquele que seria o seu

primeiro golo. O seu autor foi César Marques que por sinal se cotou com uma exibição acima da média. A partir daqui houve naturalmente uma reacção bastante positiva da equipa da casa em busca do golo do empate, só que pela frente o Leça teria um grande obstáculo, a postura da formação famalicense que muito inteligentemente não dava qualquer veleidade aos atacantes da casa. O Leça era uma equipa que tinha mais posse de bola, atacava muito mais, mas jogadas de perigo eram uma nulidade para a baliza de André Ferreira. O Famalicão controlava as operações e foi com a vantagem para a equipa famalicense que se atingiu o intervalo. Mas ainda antes já Artur Jorge tinha feito uma alteração forçada na sua equipa, com a saída de Nuno Cavaleiro, lesionado, para entrada de Luís Carlos. Para a segunda parte, o Leça entrou com a nítida disposição de alterar o rumo dos acontecimentos. O seu treinador fez a primeira alteração, deixando nos balneários João André e fazendo entrar Álvaro. Com esta alteração, Pedro Mesquita tentou dar mais movimento ao seu sector atacante, mas

III DI VI SÃO

Sé rie B

R E S U LTA D O S

Joane, 2; Pedrouços, 1

Infesta, 1; Vila Meã, 1

o Famalicão continuava com a mesma postura. O Leça tomou conta da partida e o Famalicão continuava a fazer o que tinha feito durante a primeira parte. Os famalicenses deram a iniciativa de jogo ao Leça e partiam em perigosos contra-ataques, em especial pelo lado esquerdo, onde a velocidade de Diop era um quebra-cabeças para os locais. O jogador do Famalicão levava sempre muito perigo para a baliza do Leça. O jogo ficaria marcado pela expulsão do capitão de equipa José Soares, aos 78 minutos, por palavras dirigidas ao árbitro do encontro. A partir daqui o Famalicão, e com inteligência, soube tirar proveito de jogar com mais um homem e aos 85 minutos Diop acabaria com o jogo ao marcar o segundo golo para a sua equipa. E não ficaria por aqui o marcador, uma vez que Luís Carlos, aos 88 minutos, fechava a contagem com a obtenção do terceiro golo. Depois foi só gerir, mas Magalhães ainda poderia ter marcado o quarto tento quando apareceu frente ao guarda-redes Festas. Quanto ao árbitro, muito contestado pelos homens da casa, mas sem motivos para tal, esteve muito bem. CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

13

7

4

2

21

13

25

2. Joane

13

6

5

2

21

16

23

3. Amarante

13

5

7

1

21

15

22

4. Fafe

13

6

4

3

17

12

22

1. Vila Meã

Bolas paradas resolveram

Festejos dos jogadores da Oliveirense no golo apontado por China

2-0 Campo de Ribes Árbitro: João Pinheiro (Braga) Auxiliares: Renato Mendes e José Pereira

AD Oliveirense AD Fafe Pedro Freitas Luís Miguel João Duarte China Fifas Nuno Sousa Ricardinho (84’ Leal) Arturinho (89’ Paulinho) João Cruz Pedro Moreira (68’ Meira) Cafú

Nuno Dias Primo Zé Manel Xavi (55’ Vítor Hugo) Michael André (55’ Josi) Silvestre Bijou Filipe Ferrinho (45’ Delfim) Cícero

Oliveirense, 2; Fafe, 0

Leça, 0; Famalicão, 3

5. Oliveirense

13

7

1

5

18

15

22

Amarante, 1; T. Moncorvo, 1

Rebordosa, 0; Serzedelo, 3

6. Famalicão

13

5

4

4

21

16

19

7. Torre Moncorvo

13

4

6

3

13

11

18

8. Leça

13

4

4

5

14

14

16

9. Rebordosa

13

4

4

5

20

22

16

António Remelgado

10. Serzedelo

13

4

1

8

16

22

13

Golos: 10’ China (0-1); 53’ Cafú (0-2).

11. Infesta

13

1

7

5

22

29

10

12. Pedrouços

13

0

3

10

13

32

3

Cartões Amarelos: 16’ Nuno Sousa; 19’ e 80’ Bijou; 46’ Ferrinho; 79’ China; 87’ Silvestre.

PRÓXIMA JORNADA Fafe - Pedrouços

Famalicão - Infesta

T. Moncorvo - Oliveirense

Serzedelo - Leça

Vila Meã - Amarante

Rebordosa - Joane

Treinado res Carlos Condeço

Cartões Ver me lhos: 80’ Bijou.

Pedome isola-se no comando na AFSA Na 1ª divisão o Pedome subiu à liderança. Os resultados da 10ª jornada foram: Landim 3-4 S. Martinho; Carril 6-4 Floresta; Bente 3-0 Vermoim; Lameiras 11-2 Gavião; S. Cosme 3-4 Pedome; Outeirense 3-2 JASP; Castelões 3-2 Covense. Comanda o Pedome com 25 pontos, mais três do que o Covense que tem menos um jogo. Já na 2ª divisão disputou-se a 11ª ronda, com os seguintes resultados: Bairrense 7-2 Barrimau; Flor Monte 2-2 Esmeriz; ACURA 5-0 Colina Ave; Lousado 5-5 Ramil; Novais 2-1 ADERM; ADESPO 5-9 1º Maio; Gente Fantástica 1-5 Carreira; Folgou: Louredo. Comanda a ACURA com 25 pontos, mais um do que o Novais. Em juvenis, jogou-se a 1ª eliminatória da Taça da AFSA, com os seguintes resultados: Pedome 3-5 Landim; Louredo 5-7 Barrimau (após prolonga-

RE SULTA DOS

INICIADOS

Marinhas, 0; Ribeirão, 0 Famalicão, 0; Braga, 3 Gil Vicente, 1; Bragança, 0

CLASSIFICAÇÃO

PRÓXIMA

1. V. Guimarães 2. Braga 3. Varzim 4. Bragança 5. Vizela 6. Barroselas 7. Gil Vicente 8. Famalicão 9. Marinhas 10. Ribeirão 11. Chaves 12. Paço

J

V

14 13 14 9 14 8 14 8 14 8 14 7 14 7 14 4 14 3 14 2 13 2 13 1

Vizela - Marinhas Ribeirão - Famalicão Braga - Gil Vicente

I Divisão

Chaves, 0; V. Guimarães, 3 Varzim, 0; Paço, 1 Barroselas, 2; Vizela, 0 D

F

C

P

1 0 5 0 2 4 2 4 0 6 2 5 2 5 1 9 3 8 2 10 2 9 0 12

E

56 39 24 23 21 22 23 12 12 9 6 1

2 3 15 15 21 12 14 28 24 23 28 63

40 32 26 26 24 23 23 13 12 8 8 3

Bragança - Chaves V. Guimarães - Varzim Paço - Barroselas

mento); Castelões 6-0 Bairrense; ADERM 7-6 Flor Monte. Equipas que passam para a 2ª eliminatória: Outeirense, Lameiras, Juv. Académico, Cabeçudense, Landim, Barrimau, Castelões e ADERM. Em femininos também se jogou a 1ª eliminatória da Taça da AFSA, com os resultados: Lousado 2-11 S. Martinho; Barrimau 3-0 Bente; Juv. Académico 2-4 Outeirense; Covense 0-5 Landim. Passam para a segunda eliminatória as seguintes equipas: Esmeriz, ADERM, Pedome, Oliveirense, S. Martinho, Barrimau, Outeirense e Landim. Por fim, em iniciados jogou-se a 1ª ronda da Taça, com os resultados: Castelões 0-6 Outeirense; Landim 4-7 Cabeçudense; 1º Maio-Carreira (adiado). Estão na segunda eliminatórias as equipas: Lameiras, ADERM, Pedome, Barrimau, Juv. Académico, Outeirense e Cabeçudense.

Ribeirão e Famalicão dividem pontos em iniciados No regresso do campeonato nacional de iniciados, após a paragem para as festividades, Ribeirão e Famalicão defrontaram-se na 15ª jornada do campeonato, tendo empatado sem golos e dividido os pontos. No segundo dérbi concelhio da temporada, o jogo foi interessante de seguir e sempre muito disputado, apesar de não terem existido golos. Com este resultado, o Famalicão manteve-se no oitavo lugar com 14 pontos, mais cinco do que a congénere ribeirense que está no 11º posto, penúltimo da tabela classificativa. Na próxima jornada, o Famalicão recebe o Marinhas, equipa que está uma posição abaixo e com menos um ponto, enquanto o Ribeirão se desloca ao terreno do Gil Vicente, equipa que está na sétima posição. Entretanto, os resultados das camadas de formação do Grupo Desportivo de Ribeirão foram os seguintes: Ribeirão 1-0 Ronfe (juniores); Gil Vicente 2-3 Ribeirao (juvenis); Maximinos 0-1 Ribeirão (iniciados).

Bruno Marques Na estreia em casa na segunda volta do campeonato, a Oliveirense bateu o Fafe por 2-0 e ganhou vantagem no confronto directo com os fafenses, uma vez que os comandados de Carlos Condeço triunfaram na primeira volta por 1-0. Num jogo muito movimentado acabaram por ser os lances de bola parada a decidir o vencedor. O encontro fica ainda marcado pela estreia de Cafú a marcar com a camisola da Oliveirense. Os locais entraram melhor e começaram desde cedo a incomodar o último reduto visitante. Logo aos dez minutos, Arturinho, na marcação de um livre a castigar carga sobre Cafú, serviu China que com um bom golpe de cabeça abriu o activo. Nuno Dias nada podia fazer, uma vez que o defesa central surgiu na área contrária livre de marcação. A resposta do Fafe não demorou. Também de bola parada, os fafenses obrigaram a defesa da casa a algum trabalho, ainda que sem grandes oportunidades de golo. Os forasteiros tinham o domínio da posse de bola, mas a Oliveirense tapava bem todos os caminhos para a sua baliza. Até ao intervalo a melhor ocasião iria pertencer aos visitados. Do meio da rua, Cafú desferiu um potente remate que foi devolvido, ca-

prichosamente, pela barra da baliza de Nuno Dias. O guarda-redes do Fafe ficou a ver a bola passar, pensando que o esférico iria sair por cima da barra. Nuno Dias ainda evitou com uma palmada que Ricardinho fizesse a emenda para o segundo golo. Para a segunda parte, Carlos Condeço lançou Delfim para o lugar de Ferrinho e o Fafe melhorou a sua prestação. Mais rápidos no ataque, os fafenses foram mais perigosos na etapa complementar. Logo na abertura, Cícero correu isolado pelo lado esquerdo, entrou na área e rematou forte para defesa de Pedro Freitas. O avançado brasileiro foi egoísta, uma vez que tinha dois companheiros em boa posição para alvejar a baliza da Oliveirense. Praticamente na jogada seguinte, a equipa da casa chegou ao 2-0. Canto na esquerda apontado por Arturinho e à entrada da pequena área surgiu Cafú a cabecear para golo. O ponta de lança adiantou-se a todos os adversários e estreou desta forma a marcar pelo seu novo clube. O Fafe não desistiu de correr atrás do prejuízo e aos 75 minutos Cícero voltou a pôr à prova o guardaredes Pedro Freitas. Num remate violento de fora da área, na conversão de um livre, o brasileiro obrigou o guardião local a defesa complicado. Pouco depois, o árbitro marcou penálti para os visitantes, sancionando uma suposta carga de China sobre Cícero. Chamado a converter, Delfim não conseguiu concretizar. Um minuto volvido foi a vez da Oliveirense dispor de uma grande penalidade. O árbitro descortinou uma falta de Bijou sobre Arturinho e mostrou o segundo cartão amarelo ao jogador do Fafe. Ainda assim, o mesmo Arturinho não conseguiu bater Nuno Dias que negou o 3-0. Pouco depois surgiria o apito final, com a Oliveirense a vencer com justiça um Fafe muito aguerrido e que nunca virou a cara à luta. Quanto ao trabalho do trio de arbitragem fica manchado pelas duas grandes penalidades assinaladas. Nas duas situações fica a ideia de que os defesas jogaram primeiro a bola e só depois aconteceu o contacto inevitável entre os jogadores. João Pinheiro esteve bem na amostragem dos cartões e na forma como geriu a partida.


sport: 13 de Janeiro de 2010 25

futebol

Louro goleou Pica na Divisão de Honra

Só Ninense venceu na 1ª divisão da AF Braga

O Grupo Desportivo de Louro regressou no passado domingo aos triunfos e logo com uma goleada por 4-0 frente ao Pica. A formação famalicense aumentou para quatro o número de jogos sempre a pontuar, depois de empates com Prado e Silvares. O Louro já não vencia desde o dia 6 de Dezembro, altura em que também goleou em casa o Cabeceirense por 5-0. Com este triunfo, o Louro aproximou-se do 10º lugar da tabela classificativa e continua a sua luta para garantir a manutenção no principal escalão da Associação de Futebol de Braga. Os famalicenses somam agora 16 pontos e na próxima jornada deslocam-se ao terreno do Pordo d’Ave, equipa que tem mais um ponto e que está um lugar acima dos comandados de António Tavares.

Decorreu no passado fim-desemana, sob frio intenso, mais uma ronda do campeonato da 1ª divisão da Associação de Futebol de Braga, com as famalicenses em ronda negativa. Na série A, o Ninense foi mesmo a única equipa a ganhar (1-0 frente ao MARCA) já que o Gondifelos retomou a lanterna vermelha, após derrota em Tadim (2-0). Na série B, o Ruivanense perdeu em Travassós (1-0) enquanto o Bairro não foi além de um empate na Ponte (2-2). Em Nine, os locais entraram em campo na procura dos três pontos, frente a uma equipa organizada e com a lição bem estudada em campo. Na primeira parte, Luís Tiago teve uma ocasião soberana para desfazer o nulo, mas o intervalo chegaria rapidamente. Na segunda parte, o

S. Cosme 3-0 CDC Espinho No passado domingo, o Desportivo de S. Cosme recebeu e venceu o Espinho por 3-0, tendo assim dado continuidade a uma série de doze jogos sem perder. A equipa da casa apresentou algumas mudanças, tendo Mário Melo apostado em Rui Abílio, guarda-redes de 20 anos que se estreou esta temporada, rendendo assim Jota. O S. Cosme entrou em campo com um futebol prático, muito apoiado e bonito. Os locais dominaram autenticamente o seu adversário que se apresentou bastante forte a nível físico. O primeiro golo surgiu aos 14 minutos de jogo, após lance individual de Rogério que a passe de Luís criou alguma confusão dentro da área visitante, tendo mesmo rematado a bola contra um jogador do Espinho que assim acabou por introduzir a bola dentro da sua própria baliza. O S. Cosme pressionava e rematava cada vez mais à baliza adversária, mas apenas aos 25 minutos surgiu o segundo golo, desta feita apon-

tado por Vitó, após bom entendimento com Morais. E foi também Vitó que marcou o terceiro tento, aumentando assim o marcador aos 35 minutos, após a concretização de um pontapé de canto em que conseguiu superiorizar-se aos defesas visitantes. Na segunda parte, os locais geriram muito bem a vantagem de três golos. A equipa do Espinho ainda beneficiou de um penálti, aos 70 minutos, por alegada mão de Filipinho, mas Rui Abílio negou o tento de honra aos visitantes com uma boa intervenção. O S. Cosme jogou com: Rui Abílio, Carvalho, Maia, Bruno, Rogério, Rochinha, Filipinho, Vitó, Luís Carlos, Gonçalves e Morais. Jogaram ainda: Joel, Daniel e Triguilha. No próximo sábado, às 15 horas, o S. Cosme joga no reduto do GDR Rendufinho, onde irá disputar a 13ª jornada da 2ª divisão, série C, da AF Braga. R . A.

MARCA ainda assustou, com uma bola enviado ao ferro da baliza ninense, mas a perdida do jogo foi mesmo a favor dos locais, com Kaká, frente à baliza, a rematar por cima. Perto do final do jogo, Xavi, que tinha entrado na partida, bateu irrepreensivelmente um livre directo e marcou golo, dando os três almejados pontos aos comandados de Canário. Ainda houve tempo para João, guardaredes do Ninense, fazer a defesa da tarde, quando o MARCA, em desespero, procurava o golo do empate. Na próxima semana, o Ninense desloca-se a Roriz na procura de um resultado que possibilite chegar-se do pelotão da frente do campeonato. A.B.

Juventude Académico empata na estreia

São Cláudio regressa à competição Carlos Alberto

mais perto de fazer o golo. A equipa de arbitragem esteve em bom nível. Ainda a destacar a boa assistência neste jogo, apesar do frio que se fez sentir. O São Cláudio, dirigido pelo treinador Henrique, jogou com: Hélder, Diogo, Prego, Maia; Salgado, Peneda, Avelino (80’ Bruno), Vítor (50’ Couto), Jorge (65’ Hugo), Luca e Rui Miguel. No próximo sábado, a equipa de Antas desloca-se ao terreno do Godinhaços para disputar, às 15 horas, a 2ª jornada.

Ruben Barbosa num remate à baliza do Marrancos

O Juventude Académico não foi feliz no jogo inaugural do campeonato regional da Inatel, tendo empatado a duas bolas com o Marrancos. Os academistas, cujo objectivo é o primeiro lugar do grupo, alcançado também na época passada, iniciaram a partida balanceados para o ataque, desenhando algumas jogadas de perigo mas pecando na finalização. No primeiro remate realizado à baliza do Académico, o Marrancos chegou à vantagem, num golo contra a corrente do jogo. Os locais voltaram à carga e chegaram à igualdade em cima do minuto 40. No recomeço, o jogo continuou a ter um só sentido, ou seja, a baliza do Marrancos, que bafejado pela sorte, mas também por alguma apatia da defensiva academista, voltaria a colocar-se em vantagem ao minuto 65. De imediato, o técnico Zito lançou o angolano Staline, alargando a frente de ataque. Com um grande caudal ofensivo, adivinhavase a igualdade que surgiu com naturalidade. Apesar de ser um autogolo o trio atacante academista teve mérito na jogada. O escasso tempo que restava não deu para chegar ao triunfo que seria o resultado mais justo para os famalicenses que ao longo dos 80 minutos deixaram tudo em campo. No próximo sábado, às 15 horas, no Campo do Lagense, o Juventude Académico recebe o Sete Fontes para mais uma ronda do campeonato da Inatel. O Juventude Académico, treinado por Zito, alinhou com: Teixeira, Zé Ricardo, Vítor (Staline), Pedro, Mário, Patrício, Lima, João, Nelinho, Ivo e Ruben Barbosa. C.A.

Delães 1-1 S. Mamede d’Este

J

PRÓXIMA

1. Esposende 13 2. Taipas 13 3. Torcatense 13 4. Martim 13 5. Arões 13 6. Águias Graça 12 7. Vilaverdense 13 8. Prado 13 9. Ronfe 13 10. Porto d'Ave 13 11. Louro 13 12. Apúlia 13 13. Santa Eulália 13 14. Pica 13 15. Silvares 13 16. Cabeceirense 12 Cabeceirense - Silvares Pica - Prado Porto d'Ave - Louro Arões - Vilaverdense

V

E

8 8 6 5 5 5 5 4 5 3 4 4 2 3 1 0

3 2 27 16 27 2 3 33 17 26 5 2 18 10 23 6 2 18 10 21 6 2 20 14 21 5 2 18 10 20 4 4 17 17 19 6 3 15 9 18 3 5 16 18 18 8 2 17 11 17 4 5 16 15 16 3 6 15 21 15 6 5 13 22 12 1 9 10 28 10 5 7 5 16 8 3 9 10 34 3 Torcatense - Esposende Martim - Santa Eulália Apúlia - Ronfe Águias Graça - Taipas

D

F

C

P

CLASSIFICAÇÃO

J

1. Vila Chã 12 2. Palmeiras 12 3. T. Bouro 11 4. Forjães 11 5. Viatodos 12 6. Panoiense 12 7. Ninense 12 8. Tadim 12 9. Soarense 12 10. Ág. Álvelos 12 11. Gerês 12 12. MARCA 12 13. Roriz 12 14. Laje 11 15. Merelim 11 16. Gondifelos 12 Merelim - Ág. Álvelos Roriz - Ninense MARCA - Tadim Gondifelos - T. Bouro

Série A

T. Bouro, 2; Gerês, 1 Soarense, 1; Vila Chã, 2 Laje, 4; Viatodos, 1 Panoiense, 1; Forjães, 1

V

E

9 8 8 7 6 5 5 5 5 3 3 3 3 1 1 1

2 1 20 7 29 2 2 30 10 26 2 1 28 11 26 4 0 25 6 25 4 2 19 14 22 5 2 23 19 20 4 3 11 11 19 2 5 15 13 17 0 7 15 22 15 4 5 19 20 13 3 6 13 17 12 3 6 13 21 12 1 8 12 20 10 2 8 10 23 5 2 8 8 24 5 2 9 6 29 5 Gerês - Soarense Vila Chã - Laje Viatodos - Panoiense Palmeiras - Forjães

D

F

C

P

AFB I DIVISÃO

Ponte, 2; Bairro, 2 L. Enguardas, 3; S. Paio, 0 Airão, 2; Tabuadelo, 0 Guilhofrei, 1; Maximinense, 0

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. Pevidém 12 8 2. Celoricense 11 7 3. Polvoreira 12 7 4. Guilhofrei 12 5 5. Maximinense 12 5 6. L. Enguardas 12 5 7. Campelos 12 4 8. Tabuadelo 12 4 9. Ruivanense 12 4 10. Travassós 12 3 11. Ponte 12 3 12. Airão 12 2 13. St Adrião 12 3 14. Bairro 12 2 15. S. Paio 12 2 16. Pedralva 11 0 Ponte - L. Enguardas S. Paio -Airão Tabuadelo - Guilhofrei Maximinense - Travassós

Série B

Travassós, 1; Ruivanense, 0 Celoricen.-Pedralva (adiado) Polvoreira, 2; Pevidém, 0 StAdrião, 2; Campelos, 2 E

D

F

C

P

2 2 35 11 26 3 1 19 7 24 2 3 23 16 23 4 3 18 20 19 3 4 13 12 18 2 5 14 20 17 4 4 15 14 16 4 4 15 15 16 3 5 17 16 15 6 3 13 13 15 5 4 15 14 14 7 3 14 15 13 4 5 10 15 13 5 5 13 16 11 3 7 13 28 9 5 6 12 27 5 Ruivanense - Celoricense Pedralva - Polvoreira Pevidém - StAdrião Bairro - Campelos

AFB II DIVISÃO R E S U L TA D O S

Merelim, 0; Palmeiras, 1 Ág. Álvelos, 2; Roriz, 1 Ninense, 1; MARCA, 0 Tadim, 2; Gondifelos, 0

R E S U L TA D O S

AFB I DIVISÃO

ARIAL

CLASSIFICAÇÃO

Série 1

Ronfe, 0; Martim, 1 Taipas, 2; Apúlia, 3 Cabecei.-Á.Graça (adiado)

R E S U L TA D O S

Prado, 2; Silvares, 0 Louro, 4; Pica, 0 Vilaverdense, 0; P.'Ave, 0 Esposende, 2; Arões, 3 S. Eulália, 2; Torcatense, 5

PRÓXIMA

R E S U L TA D O S

AFB DIVISÃO HONRA

para chegar à igualdade ainda antes do intervalo, os visitantes saírem para o descanso em vantagem. Na segunda parte assistiu-se ainda a um maior domínio por parte do Delães que tentou de todas as formas chegar ao empate. O técnico Vítor Carvalho alterou o seu onze inicial, bem como o esquema táctico, e acabaria por sair premiado com um golo de Jácome que estabeleceu o resultado final. O Delães merecia outro resultado, mas pode também dizer-se que pecou no capítulo da finalização, uma vez que desperdiçou muitas oportunidades de golo.

Sequeirense, 1; Cabreiros, 1 S. Veríssimo, 6; Tebosa, 0 J. Belinho, 1; Mouquim, 2 Lemenhe, 0; Operário, 4

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. Pousa 12 11 2. Gandra 12 9 3. Cabreiros 12 8 4. S. Veríssimo 12 6 5. Sequeirense 11 7 6. Operário 12 6 7. Carreira 11 6 8. Mouquim 12 5 9. Necessidades 12 4 10. Antas 12 4 11. Arentim 11 2 12. Arnoso 12 2 13. Lemenhe 12 2 14. Granja 12 2 15. J. Belinho 12 2 16. Tebosa 11 0 Sequeirense - S. Veríssimo Tebosa - J. Belinho Mouquim - Lemenhe Operário - Necessidades PRÓXIMA

Na 12ª jornada da série C da 2ª divisão distrital, o Centro Recreativo e Popular de Delães recebeu no Campo da Portela a formação do S. Mamede d’Este e empatou a uma bola. Num jogo de sentido único, com o Delães a ter o sinal mais, a divisão de pontos acaba por ser injusta. O jogo começou com a equipa famalicense ao ataque, criando as primeiras ocasiões para chegar ao golo inaugural. Apesar do maior domínio do Delães, a formação delaense foi surpreendida ao minuto 20, em contra-ataque, tendo o S. Mamede d’Este chegado ao 0-1 contra a corrente de jogo. Apesar de ter tentado tudo

Série A

Necessidades, 2; Arentim, 5 Gandra, 2; Carreira, 1 Granja, 2; Antas, 4 Arnoso, 0; Pousa, 5 C

P

0 1 36 8 1 2 29 11 2 2 28 5 5 1 24 11 2 2 17 8 3 3 27 15 2 3 20 15 2 5 19 17 2 6 17 20 1 7 19 22 4 5 17 22 4 6 12 24 3 7 18 26 3 7 17 34 2 8 16 38 0 11 8 48 Arentim - Gandra Carreira - Granja Antas - Arnoso Cabreiros - Pousa

E

D

F

33 28 26 23 23 21 20 17 14 13 10 10 9 9 8 0

AFB II DIVISÃO R E S U L TA D O S

muito bem estruturada, nunca se conseguiu impor ao São Cláudio. A destacar dois lances da equipa do São Cláudio. Primeiro Rui Miguel, isolado, em frente ao guarda-redes, não conseguiu fazer o golo, chutando ao lado da baliza. Depois, Luca, num bom remate do lado esquerdo do ataque, proporcionou a melhor defesa da tarde ao guarda-redes visitante. O resultado acabou por ser injusto para o São Cláudio porque foi a equipa que esteve

Delães, 1; SM Este, 1 Briteiros, 0; Figueiredo, 1 Vitória, 1; Longos, 0 Sobreposta-Doniense (adiad)

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. S. Cosme 12 12 2. Brito 12 9 3. SPArcos 12 6 4. Lagense 11 6 5. Figueiredo 12 5 6. Doniense 11 5 7. SM Este 12 3 8. Sobreposta 11 5 9. Emilianos 12 4 10. Guisande 12 4 11. Delães 12 4 12. Espinho 11 3 13. Longos 11 3 14. Briteiros 10 2 15. Rendufinho 11 2 16. Vitória 10 2 Delães - Briteiros Figueiredo - Vitória Longos - Sobreposta Doniense - Emilianos PRÓXIMA

O CSCD São Cláudio regressou no passado sábado à competição. Nesta época 2009/2010 a equipa famalicense vai disputar a conhecida Taça Fundação INATEL. Na 1ª jornada, o São Cláudio recebeu o Mikaelense (Braga) e apesar de ter sido um jogo muito intenso, com a bola muitas vezes perto das balizas, o resultado final foi um empate sem golos. A equipa do Mikaelense, já habituada a esta competição e apesar de ter uma formação

Série C

Emilianos, 3; Rendufinho, 1 S. Cosme, 3; Espinho, 0 SPArcos, 4; Lagense, 2 Guisande, 0; Brito, 5 E

D

F

C

0 0 33 10 1 2 29 8 2 4 26 17 2 3 21 15 4 3 13 11 3 3 21 12 7 2 20 18 0 6 13 26 2 6 14 12 2 6 16 23 1 7 25 25 3 5 14 18 2 6 16 20 2 6 9 18 1 8 12 32 0 8 9 26 Rendufinho - S. Cosme Espinho - SPArcos Lagense - Guisande SM Este - Brito

P

36 28 20 20 19 18 16 15 14 14 13 12 11 8 7 6


26

sport: 13 de Janeiro de 2010

modalidades

Resultados das camadas jovens do FC Famalicão… No passado fim-de-semana as equipas de formação do FC Famalicão estiveram em competição, registando os seguintes resultados: Famalicão 1-0 Trofense (juniores); Ribeirão 0-0 Famalicão (iniciados); Brito 2-1 Famalicão A (juvenis); Famalicão B 00 Esposende (juvenis); Ferreirense 2-0 Famalicão (iniciados); Famalicão 4-2 Louro (infantis); Famalicão B 4-4 Barco Academia (escolas); Famalicão C 0-15 Santa Eulália (escolas); Ruivanense 1-7 Famalicão A (escolas). Na próxima jornada, os encontros são: Freamunde-Fama-

licão (juniores, sábado, 15 horas); Famalicão-Marinhas (iniciados, domingo, campo de treinos, 11 horas); Famalicão A-Urgeses (juvenis, sábado, 15 horas, campo do Outiz); Santa Maria-Famalicão B (juvenis, sábado, 15 horas); FamalicãoGualtar (iniciados, domingo, campo do Avidos, 10 horas); Ruivanense-Famalicão (infantis, sábado, 9h30); Famalicão A-V. Guimarães (escolas, sábado, 10 horas, campo do Avidos); Pevidém-Famalicão B (escolas, sábado, 10h30); Gandarela-Famalicão C (escolas, sábado, 11 horas).

…e do GD Joane Também as camadas jovens do GD Joane estiveram em actividade. Resultados: Telhado 1-6 Joane (juniores); Lousado 2-0 Joane (juvenis); Joane 0-4 Brito (iniciados); Moreirense 0-2 Joane (infantis, série F); Moreirense 5-3 Joane (infantis, série G); Joane 9-2 Delães (escolas, série E); Joane 0-5 Taipas (escolas, série F). Próxima jornada: Joane-Monsul (juniores, sábado, 15 horas, campo da Riopele); Ruivanense-Joane (iniciados, domingo, 10 horas); Joane-Fradelos (infantis, série F, domingo, 11 horas); JoaneRonfe (infantis, série G, domingo, 9h30); Bairro-Joane (escolas, série E, sábado, 11 horas); Ronfe-Joane (escolas, série F, sábado, 10h30).

CCDR e EB Dona Maria II no pódio de pista coberta

Didáxis conquista Torneio dos Reis em Esposende Decorreu no passado sábado, 9 de Janeiro, o Torneio de Xadrez dos Reis por equipas, realizado nas instalações da Junta de Freguesia das Marinhas (Esposende). O ritmo utilizado foi o semi-rápido, isto é, 20 minutos para cada jogador acabar a partida. A equipa da Didáxis esteve presente, conseguindo conquistar algumas distinções. Este evento pretendeu incutir uma nova dinâmica ao clube Grupo de Xadrez das Marinhas, contando com o apoio de entidades locais, bem como, da Associação de Xadrez do Distrito de Braga. O Núcleo de Xadrez de Vale S. Cosme-Didáxis (NXVSCDidáxis), actual campeão distrital por equipas neste ritmo de jogo, fez-se representar por duas formações e a equipa A venceu com toda naturalidade o torneio com uma actuação 100 por cento vitoriosa. A equipa A foi constituída por Inês Machado Oliveira, Ivo Dias, Hélio Silva, João Veloso e Carlos Dias. De realçar que o prémio do jogador mais jovem foi atribuído a Elisa Machado Oliveira, a benjamim do NXVSC-Didáxis, com apenas cinco anos de idade.

Elisa Machado Oliveira, jogadora do NXVSC-Didáxis

FAC vence em Resende e segura primeiro lugar no voleibol A equipa do Famalicense Atlético Clube (FAC) não teve dificuldades em vencer a frágil equipa do Anreade (Resende) por 3-0, conquistando o primeiro lugar da zona Norte do campeonato nacional da 2ª divisão de voleibol sénior. O jogo não teve grande

história, com alguns elementos menos utilizados a serem titulares na partida e a darem uma resposta muito boa ao treinador do FAC, Miguel Ferreira. Mais uma vez destacou-se o jovem Nélson que tem progredido de jogo para jogo.

FAC derrota HC Braga em infantis e escolares… As formações infantis e escolares, do Famalicense Atlético Clube (FAC) foram claramente superiores em todos os capítulos, à sua congénere do HC Braga. Os infantis venceram, por 5-0 e os escolares por 7-3. As vitórias das

formações de Famalicão, são exemplo de como estas equipas têm evoluído. No próximo domingo, apenas joga a equipa de infantis, recebendo no Pavilhão Municipal a equipa de Valença.

…e juniores perdem em Fão A deslocação da equipa júnior de hóquei em patins do FAC deslocou-se a Fão e antevia-se uma partida complicada. A formação da casa é um dos apurados para o campeonato nacional, facto que demonstra a qualidade da sua equipa. Os famalicenses tentaram contrariar o jogo do seu adversário, mas nunca conseguiram encontrar o equilíbrio. A vitória da equipa de Fão por 5-2 acaba por se ajustar ao desenrolar dos acontecimentos. No próximo fim-de-semana, o Atlético Famalicense recebe a Juventude de Viana para mais uma ronda do campeonato regional de juniores.

Bilhar famalicense sofre desaire em Leça Atleta Elsa Cruz no decorrer da sua prova

Realizou-se na pista coberta de Braga o Campeonato Regional de Triatlo, onde os atletas tiveram que efectuar as provas de 60 metros barreiras, salto em comprimento ou salto em altura e lançamento do peso. O Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão (CCDR) e a Escola EB D. Maria II (equipa de desporto escolar) participaram com resultados positivos, competindo com atletas dos escalões de infantil, iniciados e juvenis. O CCDR subiu cinco vezes ao pódio regional, onde se destacam as vitórias alcançadas pelas atletas Elsa Cruz (infantil) e Sandra Ferreira (iniciada), que alcançaram o maior número de pontos nas três provas realizadas, e o 2º lugar alcançado no escalão de juvenil por Jorge Rodrigues e os 3º lugares de Margarida Torres e João Pedro Simões.

A Escola D. Maria II também se evidenciou ao marcar presença no 2º lugar do pódio, com Maria Beatriz Silva (infantil), e através de Artur Rocha, também do mesmo escalão, que se classificou em 3º lugar. Estes atletas encontram-se apurados para a fase de zona Norte, a realizar no próximo dia 16 de Janeiro, na mesma pista, onde os melhores disputarão a fase nacional no mês de Fevereiro, em Alpiarça. Nos dias 16 e 17 de Janeiro realizam-se também na pista coberta de Braga os Campeonatos Regionais e de zona Norte para os escalões juniores e seniores, onde a equipa masculina do CCDR marcará presença, pretendendo alcançar os lugares cimeiros do pódio, a nível individual, nas diversas especialidades, e a nível colectivo, sendo o FC Porto o seu grande adversário.

A equipa de bilhar do FAC não conseguiu contrariar a experiente e consistente equipa de Leça que se apresenta como grande candidata à final seis do nacional da 1ª divisão. Terminada a participação do FAC na primeira volta, o balanço é positivo com os resultados alcançados dentro do esperado. Quanto ao jogo de Leça da Palmeira, o jogador

Jorge Bastos foi o que mais próximo esteve de conquistar pontos, perdendo por 50-47, em 70 entradas. Artur Figueiredo esteve ao seu nível, mas o opositor fez um jogo muito bom fechando-o em 46 entradas, com 50-38. Adolfo Pereira (50-30) e Francisco Graça (50-24) não estiveram bem e nunca discutiram os seus encontros. A próxima jornada apenas se realiza em Março.

Tiago Moreira e Manuel Figueiredo apurados para o Q2 de bilhar Na semana passada disputou-se o quadro 1 do terceiro Open para atletas da 3ª divisão em bilhar. O FAC inscreveu sete atletas, com dois deles, Carlos Veloso e Adelino Paredes, devido ao ranking cimeiro que ocupam, a ficarem isentos desta primeira fase. Os restantes tiveram destinos diferentes. Em Famalicão, Amândio Marinho não esteve ao nível habitual e foi eliminado, perdendo os seus dois jogos, frente a Rui Castro e Germano Almeida, ambos atletas do Bilhar Clube do Porto. Os jogos foram muito equilibrados, mas a sorte também não bafejou o atleta do FAC. Em Matosinhos, na sala do Leixões, na mesma série, Fernando Macedo e Jorge Lopes foram eliminados por João Pinto (Leões da Agra). No Porto, no salão do Fenianos, Manuel Figueiredo e Tiago Moreira conseguiram o apuramento. Manuel Figueiredo venceu a sua série, realizando apenas um jogo e com um brilhante desempenho derrotou o atleta da casa, Luís Cunha, por 30-18, em apenas 38 entradas. Tiago Moreira foi segundo, necessitando de três jogos para o apuramento ser conseguido. Duas vitórias e uma derrota foi o saldo, com 28-21 no encontro derradeiro frente a Ricardo Nogueira (Casa Porto Espinho). Após estes resultados, são quatro os atletas do FAC que participarão no quadro 2 que se realiza no final do mês, em Famalicão e Porto. Carlos Veloso já sabe que jogará em Famalicão e Adelino Paredes no Porto. Em breve se saberá o destino de Tiago Moreira e de Manuel Figueiredo.


publicidade

sport: 13 de Janeiro de 2010 27

Pensão

No centro da cidade. No centro da cidade.

Cozinha mobilada, tem placa e exaustor.

De rés-do-chão e andar.

Uma casa de banho completa.

Com jardim em frente.

Sala de jantar com uma varanda.

Garagem p/ 1 carro

Dois armários embutidos.

Valor: 200.000 € (negociável)

Valor: 72.000,00 €

Com garagem. Tem a área de 102 m2. Uma suite mais duas casas de banho, uma com banheira de hidromassagens. Cozinha mobilada e equipada com electrodomésticos. Lavandaria.Caldeira para aquecimento central, aspiração central, radiadores. Excelente localização. Valor: 135.200,00 €

Tem a área de 145 m2 com dois lugares de garagem e arrumos. Cozinha mobilada e equipada. Sala com lareira. Tem duas varandas. Ar condicionado e aquecimento central. Iluminação em focos. Valor: 150.000 €

T2 como novo. Tem duas frentes. Garagem para um carro. Cozinha mobilada e equipada com electrodomésticos. Lavandaria e arrumos. Valor: 125.000,00 € T2 – Semi-novo.Tem a área de 122 m2.Garagem individual fechada com 23 m2. Cozinha com terraço e equipada com electrodomésticos. Uma casa de banho com hidromassagem. Valor: 99.750,00 € T2. Dois quartos com armários embutidos. Uma casa de banho completa. Sala de jantar e estar com lareira. Cozinha mobilada, lavandaria. Uma varanda. E ar condicionado. Valor: 85.000,00 € T3. Com a área de 130 m2. Com três frentes. Garagem fechada. Três quartos, dois deles com varanda. Sala de jantar e estar com lareira e recuperador de calor. Cozinha mobilada e equipada e

lavandaria. Valor: 88.500,00 € T3 com aparcamento fechado. Com uma frente. Tem a área de 103 m2. Cozinha mobilada. Uma lavandaria e despensa. Uma varanda, soalho flutuante. Em Calendário. Valor: 83.500 € T3 – No Vinhal. Com lugar de garagem. Tem a área de 130 m2. Com uma frente. Uma suite, mais duas casas de banho. Armários embutidos. Aquecimento central. Uma varanda com 33 m2 Valor: 155.000 € Café e Sna ck-Bar para Trespasse No centro da cidade. Está todo equipado. Tem duas casas de banho. Sala de jogos. Valor: 45.000,00 € Café e Snack-Bar Está todo remodelado. Tem a área de 100 m2 Fica no centro da cidade. Valor: 50.000,00 €

Como nova. Garagem para dois carros. Cozinha mobilada e equipada, sala de jantar e estar com lareira. Casa de banho com banheira de hidromassagens. Aquec. e aspiração central, ar condicionado. Valor: 180.000 € (negociável).

Sto António, Ld a.

No Covêlo Garagem fechada para um carro. Cozinha mobilada e equipada. Tem um grande terraço. Aquecimento central. Soalho flutuante. Boa exposição solar e óptimas áreas. Valor: 95.000,00 €

Quinta em Viatodos. Com a área total de 25.700 m2. Com moradia. Valor: 325.000,00 € Pavilhão com 300 m2 em fase de construção. Junto ao centro da cidade, com excelentes acabamentos. Valor de venda: 165.000,00 € Pavilhão – Novo. Com a área de 400 m2. No centro da cidade. Valor: 220.000,00 €. Pavilhão para restauro – Tem a área de 880 m2. Valor: 235.000,00 € Terreno com a área de 1.550 m2. Aprovado para construção industrial. Já tem as infra-estruturas. Valor: 165.000,00 € Terrenos – Várias áreas. Para construção. Nos arredores da cidade. Loja 90 m2 centro cidade frente de rua – 550 €

Há 54 anos que brindamos os nossos clientes com o melhor serviço de hospedagem. Venha conhecer o sabor das comidas caseiras e vinhos da casa que temos para lhe servir. Pra ça D. Ma ria II 4760-111 V.N. Fa ma li cão Te lefs. 252 322704 ou 252 312838


28

sport: 13 de Janeiro de 2010

modalidades

Liga de Futsal de Famalicão cumpriu quarta ronda

Sexta vitória do Clube Rugby Famalicão

Disputou-se no passado domingo, no Pavilhão Municipal de Famalicão, a quarta ronda do escalão de escolas da Liga de Futsal de Famalicão, com os seguintes resultados: Esc. F.T.P./GR Covense 2-5 Sportfut; Artes de Movimento 2-5 AJ Joane; FC Vermoim 10-1 Barrimau FC; Recreio Desportivo 2-5 Juv. Académico. No próximo domingo joga-se no Pavilhão Municipal das Lameiras mais uma ronda do escalão de infantis, estando marcados os jogos: 9h00, Sportfut-Artes Movimento (jogo em atraso da 3ª jornada de escolas); 10h00, Juv. Académico-Barrimau FC; 11h00, Esc. F.T.P./ GR Covense-Sportfut; 12h00, Arnoso Sta Eulália-AJ Joane.

Juniores do AVC entram no novo ano a vencer A formação júnior do Atlético Voleibol Clube (AVC) venceu no primeiro jogo do ano de 2010. Na Póvoa de Varzim, frente ao Clube Desportivo da Póvoa, e para o campeonato, as juniores do AVC venceram por três sets a zero, iniciando da melhor forma o ano. Mesmo sem contar com Carla e com Gabi,

duas jogadoras importantes na manobra da equipa, a equipa júnior venceu sem deslumbrar, cumprindo o necessário para conseguir bater a sua congénere. Na próxima jornada, o AVC recebe, no dia 23 de Janeiro, no Pavillhão Municipal das Lameiras, a equipa do Juventude Pacense.

Iniciadas da ATC mais fortes que Basquete de Leça

Plantel da Associação Teatro Construção

Realizou-se no passado domingo a jornada de abertura do Torneio Inter Associações de Basquetebol de iniciados femininos. Neste torneio, que reúne equipas dos distritos de Braga, Viana do Castelo, Vila Real, Porto, Aveiro e Coimbra, participa igualmente a equipa da Associação Teatro Construção (ATC), de Joane, recentemente terceira classificada no campeonato distrital da modalidade. Na primeira jornada, a equipa joanense deslo-

cava-se ao terreno do Grupo Desportivo Basquete de Leça, deslocação essa que se avizinhava difícil dada a tradição dos leceiros na modalidade. Contudo, as meninas de Joane não se intimidaram com o nome do adversário e venceram logo o primeiro período do jogo com um parcial de 19-04. No segundo período, o jogo seria mais equilibrado, mas mesmo assim favorável à ATC (12-10). No terceiro e no quarto perío-

dos, com os parciais de 2605 e 25-13, as meninas de Joane desfizeram as dúvidas quanto ao vencedor do jogo. Assim, no final, a ATC acabaria por ter uma vitória fácil (82-32), frente a um adversário que se esperava difícil. Por sua vez, os iniciados masculinos da ATC, que também participam no Torneio Inter Associações, não foram felizes no primeiro jogo, pois perderam claramente por 116-24, com a formação da Escola Desportiva de Viana. Finalmente, no play off de apuramento para a final do campeonato distrital de cadetes masculinos, ainda que por pouca diferença, a equipa da ATC não conseguiu ultrapassar o V. Guimarães, ao perder no primeiro jogo por apenas seis pontos de diferença e no segundo por cino. Desta forma, os cadetes masculinos da ATC jogarão o play off para o 3º e 4º classificados do campeonato distrital, participando dr seguida na Taça do Minho. pub.

Rugby famalicense tem estado em grande nível

O Clube de Rugby de Famalicão (CRF) abriu a segunda fase do campeonato nacional da 2ª divisão com mais uma vitória. Desta vez recebeu a equipa do Prazer de Jogar, em jogo a contar para a 1ª jornada desta fase. O jogo realizou-se no passado domingo no campo do Operário FC e contou com a presença de bastante público que apoiou a equipa famalicense e mostrou que o rugby está a cativar cada vez mais adeptos. O resultado final foi de 34-14. Os homens de Famalicão entraram no jogo bastante aguerridos, tanto a atacar como a defender, chegando rapidamente à vantagem. A equipa adversária demonstrou bastante nervosismo na primeira meia hora, tal era a falta de soluções para travar as iniciativas atacantes do CRF. Desta forma, a equipa da casa chegou aos 15-0. Devido a esta vantagem acumulada tão cedo, a equipa do CRF perdeu um pouco a concentração defensiva e teve algumas dificuldades no final da primeira parte,

tendo mesmo sofrido um ensaio. Na segunda parte, a equipa de Famalicão entrou outra vez com bastante força e logo na segunda jogada fez o seu terceiro ensaio. Sempre dominante, a equipa famalicense até ao final da partida marcou mais dois ensaios convertidos, sofrendo somente um ensaio. O CRF alinhou com: João Marinho, Costa, Tiago Peniche, Carlos Fernandes, Alexandre, Micael, Francisco, André Guimarães, Paulo Carvalho, Miguel Maia, Pedro Jacinto, Barquero, José Manuel, António Pedro e Domingos. Entraram ainda: Luís Manuel, Rosendo, Jonatas, César Santos, Renato, Hélder Gabriel, João Pedro e Flávio. A equipa de Famalicão encontra-se no primeiro lugar do grupo com cinco pontos contra os quatro pontos do Bairrada. O CRF irá realizar o seu próximo jogo no dia 17 de Janeiro, no campo da Anadia, pelas 15 horas.

Pré-escolas da Artes de Movimento alcançam primeiro triunfo No passado sábado realizou-se um jogo em atraso referente à 2ª jornada da Liga de Futsal de Famalicão, no escalão de pré-escolas, entre a Associação Artes de Movimento e a Associação Juventude de Joane, no pavilhão das Piscinas Municipais de Joane. A formação da Artes de Movimento venceu por 4-2, conquistando desta forma o primeiro triunfo na competição Foi um jogo bem disputado, bastante equilibrado e com a incerteza no resultado até ao final.

Formação de Pré-Escolas

A Artes de Movimento demonstrou sempre grande atitude e raça, frente a uma Juventude de Joane que vendeu cara a derrota, mostrando também

ser uma equipa bem orientada e organizada. Os golos da equipa vitoriosa foram apontados por: João Amadeu, Filipe Reis e André Neves (2).

Artes de Movimento derrotada na 4ª jornada de escolas Disputou-se no passado domingo a 4ª jornada da Liga de Futsal de Famalicão, no escalão de escolas, uma ronda organizada pelo R. Desportivo e que decorreu no Pavilhão Municipal de Famalicão. A equipa da Associação Artes de Movimento defrontou a Associação Juventude de Joane e perdeu por 5-2. O jogo teve duas partes bastante distintas. Na primeira metade, a Artes de Movimento sofreu cinco golos sem resposta. A equipa entrou nervosa e não conseguiu travar o jogo ofensivo do adversário. Na segunda parte os jogadores da Artes de Movimento entraram diferentes, com outra atitude, não sofreram qualquer golo e

Equipa de Escolas

marcaram dois. Não chegou para inverter o resultado, mas deu para entender o que tem que ser feito nos próximos jogos.


sport: 13 de Janeiro de 2010 29

modalidades

jogadores, aos que aplaudiram as suas equipas e também aos proprietários dos cafés envolvidos na actividade. “Esperamos de uma forma geral ter superado as expectativas para este final, não esquecendo que esta foi a 1ª Liga de Concelhia de Bilhar Snooker e deixando a garantia de que em breve iremos organizar a próxima etapa deste memorável torneio”, disse fonte da organização. Resultados do play-off: apuramento, Vice-Versa 20 Bem Estar; apuramento, Paris 1-2 Vivas; 3º e 4º lugares, Paris 2-1 Bem Estar; 1º e 2º classificado, ViceVersa 2-1 Vivas; supertaça, Vice-Versa 2-1 Bem Estar. Classificação final: 1º lugar, Café Vice-Versa; 2º lugar, Café Vivas; 3º lugar, Café Paris; 4º lugar, Café Bem-Estar; vencedor da taça, Café Bem Estar; finalista vencido, Café Vivas; vencedor da supertaça, Café Vice-Versa; finalista vencido, Café Bem Estar.

S. Mateus leva a melhor no dérbi concelhio CART, 5; EPB, 6 Apulienses, 1; Lordelo, 7 Cabeçudense,6; N'Álvares, 2

Série A

Mouquim, 3; Pousadense, 1 Esmeriz (Folga)

I DIV. FUTSAL AFB RE SULTA DOS

RE SULTA DOS

I DIV. FUTSAL AFB

StoTirso-AEIPCA(adiado) S. Mateus, 6; PinheiroTorto, 3 FMC-StoAdrião (adiado)

Série B

MAL, 5; Celorico, 7 Priscos, 2;André Soares, 1

V

E

D

F

C

P

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

12 11 12 11 12 12 11 11 12

9 8 7 5 5 5 4 4 1

1 0 1 1 1 1 3 0 0

2 3 4 5 6 6 4 7 11

51 46 46 40 27 35 27 28 32

30 34 35 34 30 46 33 34 56

28 24 22 16 16 16 15 12 3

1. Fundação MC 2. S. Mateus 3. StoTirso 4. StoAdrião 5. Priscos 6. MAL 7. Celorico 8.AEIPCA 9.André Soares 10. PinheiroTorto

11 12 11 10 11 13 12 12 11 13

9 9 6 6 5 5 5 3 3 0

1 1 2 1 3 1 0 2 1 2

1 2 3 3 3 7 7 7 7 11

67 51 47 48 45 40 54 32 45 53

36 35 40 35 42 54 57 44 46 93

28 28 20 19 18 16 15 11 10 2

EPB - Esmeriz Lordelo - CART Nun'Álvares -Apulienses

Pousadense - Cabeçudense Mouquim - Folga

PRÓXIMA

J

1. EPB 2. Nun'Álvares 3. Lordelo 4. CART 5. Mouquim 6. Cabeçudense 7. Esmeriz 8. Pousadense 9.Apulienses PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

PinheiroTorto -AEIPCA StoAdrião - S. Mateus Celorico - Fundação MC

André Soares - MAL Priscos - StoTirso

No passado sábado jogou-se a 13ª jornada da série B da 1ª divisão distrital de futsal, com a formação do S. Mateus a derrotar o Pinheiro Torto por 6-3, em mais um dérbi concelhio nas divisões distritais da Associação de Futebol de Braga. Já a Mocidade Alegre de Landim foi surpreendida em casa pela equipa de futsal de Celorico de Basto, perdendo por 7-5. O S. Mateus que manteve assim o segundo lugar da tabela classificativa, mantendo a perseguição à Fundação Manuel da Costa. Na série A da 1ª divisão distrital, realizou-se um jogo em atraso da 13ª jornada, com o Cabeçudense a bater a sua congénere do Nun’ Álvares por 6-2. A equipa famalicense subiu assim ao sexto lugar da tabela, em igualdade pontual com o Mouquim.

Soube a injustiça para o FAC A equipa de hóquei em patins sénior do FAC praticou um bom hóquei, nada consentâneo com o lugar que ocupa na tabela classificativa, mas acabou derrotado em casa pelo HC Marco por 5-4. Dominadores e pressionantes, os famalicenses foram infelizes nos momentos importantes do encontro e averbaram mais uma derrota. Sem nada o prever, o Marco chegou à vantagem aos dois minutos. O FAC falhava na finalização e o Marco marcava mais um golo. A eficácia dos marcuenses neste encontro foi muito elevada. Antes do intervalo, João Pedro, que fez o primeiro jogo após a sua inclusão no plantel sénior, reduziu para 1-2. Pelo jogo de ambas as equipas esperava-se um FAC novamente acutilante para a segunda parte e foi isso que aconteceu. Novamente João Pedro a marcar e a empatar o encontro. Não durou muito a vantagem do FAC que viu o Marco operar a reviravolta. Os locais voltaram a empatar por André Barbosa, numa finalização muito bonita, mas quase na jogada imediata o Marco voltou a marcar. Já nos minutos finais, os visitantes ampliaram o marcador sem o merecer e a formação famalicense acusou esse golo. Não deixou de tentar, embora sem o discernimento necessário. O FAC ainda conseguiu reduzir por João Pedro, que na sua estreia marcou três golos, a 10 segundos do final, mas já nada mais havia a fazer. Nesta partida, o FAC alinhou com: Vítor Salgado, André Bar-

bosa, António Cruz, José Marinho e Jonathan Oliveira. Jogaram ainda: João Pedro, Miguel Correia e João Pinheiro. No próximo sábado, o FAC desloca-se a Ponte de Lima para defrontar um dos candidatos assumidos à subida. Riba d’Ave continua caminhada rumo à subida O Riba d’Ave Hóquei Clube (RAHC) recebeu e venceu o Penafiel por seis bolas a uma. Pelo desfecho, o resultado não sofre qualquer contestação, uma vez que os ribadavenses foram sempre superiores ao seu adversário, marcando seis golos e podendo apontar ainda muitos mais. Com mais esta vitória, a equipa do Riba d’Ave continua na terceira posição, com 27 pontos, a quatro do segundo e a seis do primeiro. Na próxima jornada, o RAHC vai ter uma deslocação difícil, jogando em Matosinhos no pavilhão do Lavra.

HOQUEI EM PATINS R E S U L TA D O S

Equipa do Café Vice-Versa

Jogaram-se no passado fim-de-semana as finais da Liga Concelhia de Bilhar, com as equipas presentes no playoff a revelarem-se muito competitivas na prática do bilhar ao mais alto nível, destacando-se a organização do evento pela tarde de sucesso que promoveu. A equipa do Café Bem Estar, ao vencer a Café Vivas na Taça e perdendo a supertaça à tangente para o Café Vice-Versa, foi uma das equipas em maior evidência, sendo que todas as equipas deram o seu melhor, tendo menos sorte a equipa do Café Paris que terminou esta final em 3º lugar. O Café Vice-Versa sagrou-se o grande vencedor da primeira edição desta Liga, vencendo também a supertaça. A organização procedeu depois à entrega de todos os troféus, numa tarde que foi exclusivamente dedicada à prática do bilhar, tendo deixado um agradecimento a todos aqueles que estiveram presentes como

No nacional da 2ª divisão de hóquei em patins

Cambra, 9; E. Livre, 2 Inf. Sagres, 3; Limianos, 3 FAC, 4; Marco, 5 Sanjoanen, 4; Académica, 2

CLASSIFICAÇÃO

J

V

1. Cambra 14 11 2. Inf. Sagres 14 10 3. Nortecoope 14 9 4. Riba d'Ave 14 9 5. Limianos 14 7 6. Penafiel 14 8 7. Sanjoanense 13 8 8. Carvalhos 14 6 9. Feira 14 6 10. Marco 14 6 11. Marítimo 14 6 12. Lavra 13 4 13. Escola Livre 14 4 14. Juv. Pacense 14 3 15. FAC 14 2 16. Académica 14 1 Escola Livre - Inf. Sagres Limianos - FAC Marco - Sanjoanense Académica - Marítimo PRÓXIMA

Café Vice-Versa campeão da Liga Concelhia de Bilhar

II Divisão

Marítimo, 1; Nortecoope, 5 J. Pacense, 4; Carvalhos, 9 Feira, 3; Lavra, 3 Riba d'Ave, 6; Penafiel, 1 E

D

F

C

P

0 3 87 39 33 1 3 58 47 31 1 4 56 46 28 0 5 70 57 27 4 3 59 50 25 1 5 50 45 25 0 5 70 59 24 2 6 74 57 20 2 6 61 53 20 2 6 60 65 20 0 8 61 63 18 3 6 42 53 15 3 7 45 63 15 0 11 44 73 9 1 11 46 73 7 2 11 45 85 5 Nortecoope - Juv. Pacense Carvalhos - Feira Lavra - Riba d'Ave Penafiel - Cambra

Ninense realizou sorteio dos Reis A Associação Desportiva Ninense procedeu ao sorteio dos números premiados da venda de bilhetes que levou a cabo. Os resultados do Sorteio de Reis tiveram os seguintes números como premiados: 1911 (1º prémio); 3721 (2º prémio); 5593 (3º prémio). A direcção do Ninense deixou um agradecimento a todos os sócios e simpatizantes do clube que colaboraram na iniciativa. pub


30

sport: 13 de Janeiro de 2010

publicidade

Empresa de decoração de interiores pretende colaboradora

CONTABILIDADES

comercial Perfil Bons conhecimentos de informática Idioma de Inglês escrito e falado Dinamismo Sentido de responsabilidade Boa Apresentação Espiríto de equipa Enviar curriculum Vitae acompanhado por uma fotografia para este jornal com resposta ao anúncio 917.

PRECISA-SE Cabeleireira com experiência para salão em Vale S. Cosme

Contacto: 914 252 960

Precisa-se técnico de contabilidade Perfil Bons conhecimentos de informática -software primavera Idioma de Inglês escrito e falado Dinamismo/organização Sentido de responsabilidade Boa Apresentação Espiríto de equipa Enviar curriculum Vitae acompanhado por uma fotografia para este jornal com resposta ao anúncio 917/2.

Área de Serviço de Ceide SELECCIONA: Chefe de Balcão Empregados de Balcão e Recepcionista Horário: Turnos incluindo fimde-semana - Dinamismo, disponibilidade imediata e iniciativa; - Forte sentido de responsabilidade; - Flexibilidade de horários.

Contacto: 96-7825016

M/F Trofa Famalicão

Empresa de serviços de apoio domiciliário e limpezas domésticas em Santo Tirso.

Pretende recrutar

Gabinete com profissionais bastante activos também na área de créditos

Ajudantes familiares e empregadas de limpeza para as zonas de Santo Tirso e Famalicão

COMPRA CARTEIRA DE CLIENTES Telf. 914 768 806

Os candidatos devem contactar-nos através do telefone 252 866 456 ou telemóvel 927 578 825.

ALFACOOP-COOPERATIVA DE ENSINO, CRL EXTERNATO INFANTE D. HENRIQUE Ruílhe - Braga FORMADOR PARA CURSO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS (ENSINO PROFISSIONAL)

VENDA Venda de quota social do sócio Abílio Ferreira Marques com participação social de 25%, no valor de venda em € 200.000,00 da sociedade “Marques Sousa & Companhia Lda.” com uma média de facturação em €800,000 ao ano.

Este profissional terá como responsabilidade a tutela do curso, a actualização e validação de conteúdos do dossier técnico pedagógico, a resposta às questões e solicitações dos formandos e disponibilidade para o projecto. PROCURAMOS: • Licenciatura em Engenharia (no âmbito das energias renováveis) • CAP de formador • Experiência prática na área • Orientação para o aluno • Disponibilidade para um horário de 18 horas semanais para as disciplinas de “Práticas Oficinais” e “Tecnologia de Processos” • Disponibilidade Imediata Resposta a: alfacoop@mail.telepac.pt

Telefone: 963 932 518 ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE ESMERIZ

ACTA Em reunião de Direcção, realizada no dia 26/12/2009 pelas 14h30 na sede da Associação Desportiva de Esmeriz, foi deliberado pelos mesmos a realização de uma Assembleia Geral afim de convocar eleições para os orgão sociais a realizar no dia 22/01/2010 pelas 21h00 na Junta de Freguesia de Esmeriz e apresentação dos relatórios de contas.

TORNEIO DE SUECA

Em Ruivães na Casa do Povo para benefício da Festa do Divino Salvador Dia: 16/01/2010 Início do torneio: 15h 1º Pr´meio: 2 Anhos 2º Prémio: 2 Frangos 3º Prémio: 2 Gansos 4º Prémio: 2 Coelhos 5º Prémio: Cobertores

ADMITE-SE TELEFONISTAS Ligue 252 318 146

PRECISA-SE FUNCIONÁRIO/A Para Snack-Bar No Centro de Famalicão Contacto: 913 839 349 ENGOMARIA/COSTURA Recolha/Entrega Gratis ao domicílio ou local de trabalho Contratos mensais ou peça à peça Arranjos de Costura Pedido de Serviços/Orçamento

Tel.: 966 752 761

Nota: no local temos um bar com bolo no forno, bons vinhos e petiscos

ALUGA-SE VIVENDAS ± 6 Km da cidade

T2

Mobilia Cozinha Casa de Banho c/ móvel Esquentador, Candeeiros e Focos, Não paga àgua 175€

T3

Mobilada e Equipada Casa de Banho c/ móvel Suite e Focos embutidos 250€

916 122 104

ALUGA-SE VIVENDA T3 COM GARAGEM, ANEXOS E QUINTAL EM S. COSME DO VALE

Contacto: 966 533 933

Transportes de Mercadorias Mudanças - Distr. de Publicidade ALVARÁ N.º 14030/2007 Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com


modalidades

Prova decorreu na passada sexta-feira e contou com seis equipas

Segundo Troféu de Karting juntou trabalhadores da Câmara

Todos os participantes da prova de karting

Momento da competição do segundo Troféu de Karting

Carla Alexandra Soares Na sexta-feira da semana passada, 8 de Janeiro, realizou-se o 2º Troféu-Convívio Inter-Departamentos da Câmara Municipal de Famalicão. A iniciativa, que decorreu no Indoor Karting de Famalicão, si-

tuado no Lago Discount em Ribeirão, contou com a participação de seis equipas, representativas dos departamentos da Cultura (2 equipas), Educação e Desporto (2 equipas), Ambiente (1 equipa) e Jurídico (1 equipa). Apesar da competição, o ob-

jectivo primordial do Troféu de Karting foi o convívio e para isso todos o vereadores da autarquia foram convidados a apresentar as suas equipas. Para além da Câmara, a iniciativa contou, para a sua organização, com o apoio da Unidade de Gestão Centro Urbano. “Esta também é uma forma de agradecer a colaboração que os diversos departamentos têm para com a Unidade de Gestão. Procuramos que este convívio decorresse dentro do mais alto espírito de convivência e amizade”, explicou o gestor urbano, Jorge Pinto, ao Opinião Sport. Embora, neste caso, o resultado fosse secundário, houve prémios para os três primeiros classificados, entregues, no final da prova, pelo vereador do Desporto, Leonel Rocha, que também fez parte de uma da esquipas presentes. Assim, o primeiro prémio foi entregue à equipa “Os Domingueiros”, do departamento Jurídico, constituída por Joaquim Granja, Vítor Martins, Rui Pedro e Manuel António. O segundo troféu foi conquistado pelos “Os Enjeitados”, do departamento de Ambiente. Esta equipa foi formada por José Neves Carvalho, José Janela, Isabel Fernandes e Hélder Salazar. O terceiro prémio foi conseguido pelos “Os Turistas”, do departamento da Cultura, sendo que a equipa foi constituída por Mário Monteiro, Sandra Coutinho, Agostinho Moura e António Freitas. Ainda no âmbito desta iniciativa, os participantes elegeram, entre todos, José Neves de Carvalho para receber o prémio “Fair-Play” que foi entregue por Jorge Pinto.

Ricardo Costa e Mariana Neves Carvalho esperam alcançar bom resultado

Temporada arranca em Fafe Dois meses depois de ter terminado a época de 2009 do Campeonato Open de Ralis é já no próximo fim-de-semana que se inicia a temporada de 2010. As honras de abertura da nova temporada cabem uma vez mais ao Rali Monte Longo/Cidade de Fafe, onde a formação famalicense Macominho Sport vai marcar presença. Com a estrutura alargada a três carros, Ricardo Costa/Nuno Almeida mantêm-se na competição ao volante do Mitsubishi Evo VI enquanto a dupla Mariana Neves de Carvalho / Filipe Martins estreiam um Peugeot 206 GTI. Quem se junta à equipa de Famalicão são os pilotos de Fafe e vencedores da época passada do Desafio Modelstand, Daniel Ribeiro/Hugo Magalhães, também em Peugeot 206 GTI. Ricardo Costa/Nuno Almeida esperam repetir o resultado da temporada passada, ou seja, a vitória, e dessa forma entrar com o pé direito na temporada de 2010. Embora com algumas cautelas, até porque os adversários ainda não se deram a conhecer na sua totalidade, a dupla do Mitsubishi mostra-se confiante em alcançar um lugar dentro dos três primeiros da geral. “Este é um rali que conheço relativamente

bem e isso dá-me alguma confiança. Repetir o resultado da época passada seria óptimo, contudo vamos ter algumas cautelas e observar bem os nossos adversários para atacarmos na hora certa”, referiu Ricardo Costa que dado o espaço de tempo entre o final do campeonato passado e o início deste ainda não conseguiu testar o Mitsubishi. Mariana Neves de Carvalho/Filipe Martins também já traçaram o objectivo para Fafe. Inseridos no campeonato de Portugal júnior de ralis e no Desafio Modelstand, a dupla da Macominho Sport espera alcançar um lugar entre os cinco primeiros da competição. Já quanto ao Desafio Modelstand, a piloto de Famalicão não traça nenhuma meta em especial apenas pretende “conhecer o carro na perfeição”. No que toca ao rali, a piloto refere que “este é totalmente novo para mim, tem zonas muito rápidas e ao mesmo tempo muito técnicas por isso vou ter algumas cautelas”. A edição deste ano do Rali Monte Longo/Cidade de Fafe tem como novidade o regresso do troço de Gontim, mantendo-se as classificativas de Montim e Travassós, embora com algumas alterações.

sport: 13 de Janeiro de 2010 31

Águia Vitória vai visitar Escola do Benfica de Famalicão

Adeptos encarnados vão poder ver a águia vitória

No próximo sábado a águia Vitória e Juan Bernabé vão estar presentes no treino dos atletas da Escola do Benfica de Famalicão. Pelas 10 horas da manhã, o símbolo encarnado fará uma visita aos famalicenses e estará disponível para tirar fotografias com todos aqueles que se deslocarem ao Estádio do Gondifelos, actual campo de treinos dos escalões mais velhos da Escola do Benfica. Com esta iniciativa, o Sport Lisboa e Benfica pretende aproximar cada vez mais os seus atletas mais distantes do dia-a-dia do clube. Refirase que a Escola de Famalicão é até ao momento a escola mais recente do clube e o seu número de atletas ascende os 100 inscritos.


32

sport: 13 de Janeiro de 2010

últimas

As mais bem vestidas de 2009 Sharon Stone, Angelina Jolie, Diane Kruger, Jessica Alba, Eva Mendes, Kylie Minogue, Madonna, Sienna Millar, Beyoncé, Jennifer López, Lady Gaga (na foto) e Rihanna (na foto) são algumas das cinquenta mulheres mais bem vestidas de 2009, segundo a revista "Vogue". O atrevimento de Lady Gaga, que inspirou designers ao liderar uma corrente própria de estilo, também tem o seu lugar na lista da 'Vogue'. Junto a ela aparecem Rihanna, Alice Dellal y Daphnenness, todas muito originais. A actriz latina, Eva Mendes, que apostou durante este ano em modelos discretos para suavizar a imagem de mulher sexy foi para a lista junto com as também latinas Jessica Alba e Jennifer López. Pelo seu estilo diferente e impecável também aparecem Sienna Miller, Kate Bosworth, Charlize Theron, Gwyneth Paltrow, Nicole Kidman, Marion Cotillard, Tilda Swinton, Demi Moore, Kate Hudson e Diane Kruger que neste ano investiu em modelos Calvin Klein, Lanvin, Dior, Versace o Chloé para sair na rua. Graças às suas capacidades de colocar a marca pessoal em looks de passarela, aparece na lista Kate Moss, Chanel Iman, Karlie Kloss, Erin Wasson, Daria Werbowy y Natalia Vodianova. Madonna e Kylie Minogue apostam em designers conhecidos como Givenchy e Jean Paul Gaultier, respectivamente. As actrizes espanholas Paz Veja (na foto) e Penélope Cruz, vestidas de Gucci e Balmain, respectivamente, também figuram na lista que valoriza códigos estéticos e bom gosto. Na frente da política, estão a rainha Rania da Jordânia, as princesas Letizia Ortiz e Carlota Casiraghi e as primeiras-damas Michelle Obama e Carla Bruni-Sarkozy.

Raffaella Fico não fala sobre Ronaldo Até há um mês atrás, Raffaella Fico garantia que era a namorada de Cristiano Ronaldo. No entanto, o alegado envolvimento do craque com a espanhola Marisa Gomez-Sandoval poderá ser a causa para a mudança de discurso da italiana que chegou a leiloar a sua virgindade. “Da nossa relação não quero falar mais. Pus uma pedra neste assunto”, deixa claro Raffaella Fico, que ainda se sente magoada por duvidarem da veracidade do namoro com o internacional português. “Será o tempo a dar a sua

resposta. Porém, a história com Cristiano Ronaldo não me interessa, por isso não quero saber se dizem que é verdadeiro ou falso”, afirma. Raffaella Fico que acompanhou Ronaldo ao concerto de Elton John, no Pavilhão Atlântico. Mas a vida amorosa de Ronaldo continua a dar que falar. Mesmo não assumindo qualquer romance, o craque parece somar conquistas e, sobretudo, fãs. Enquanto Marisa Gomez-Sandoval parece pertencer ao passado, eis que surge Estibalíz Pereira Rábade, Miss Espanha 2009.

OS923  

Juniores do FCF mais perto do líder Ricardo Costa abre temporada de ralis Carlos Alberto Carlos Alberto pub.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you