Page 1

GD Ribeirão perde invencibilidade na 2ª divisão nacional

Famalicão deixa escapar terceira vitória seguida

Numa partida manchada pelos erros de arbitragem, o Ribeirão foi surpreendido em casa pelo Atlético de Valdevez e perdeu a invencibilidade no campeonato da 2ª divisão nacional, zona Norte. Os ribeirenses perderam por 2-0 e ficaram mais longe do primeiro lugar da tabela classificativa.

4ª Super Especial de Famalicão levou espectáculo às ruas da cidade

Foram mais de 20 mil pessoas que vibraram com a passagem das mais de sete dezenas de viaturas de diferentes gerações e competições nacionais na 4ª Super Especial de Famalicão que decorreu no passado sábado. O vencedor desta edição foi António Barros, ao volante de um BRC, consagrando-se como o quarto vencedor diferente da prova.

Riba d’Ave Hóquei Clube regressou aos bons resultados

Futebol: Juniores do FC Famalicão continuam a marcar passo pub.


sport: 4 de Novembro de 2009

1º 4ª Super Especial

A 4ª Super Especial de Famalicão voltou a reunir muitos adeptos dos desportos motorizados, juntando também alguns dos melhores pilotos da região. A competição foi mais um sucesso organizativo e a promessa da organização é que a prova vá melhorando de ano para ano.

2º Luís Silva O atleta famalicense da modalidade de boccia transferiu-se recentemente para o Sporting de Braga e foi agora homenageado pela Confederação de Desporto de Portugal. Este é mais um reconhecimento público pelos resultados positivos que o atleta tem alcançado.

3º Arturinho A Oliveirense regressou no passado sábado às vitórias e Arturinho foi o herói do jogo ao apontar os três golos que garantiram o triunfo dos famalicenses. Não é todos os dias que se consegue um hat-trick e Arturinho provou que atravessa um bom momento de forma.

Mais de 20 mil espectadores invadiram as ruas de Famalicão

António Barros estreia-se a vencer Mais um grande êxito desportivo para a cidade de Famalicão. Foram mais de 20 mil pessoas que vibraram com a passagem das mais de sete dezenas de viaturas de diferentes gerações e várias modalidades de diferentes competições nacionais na 4ª Super Especial de Famalicão que decorreu no passado sábado em Famalicão. O vencedor desta edição foi António Barros, ao volante de um BRC. Famalicão recebeu mais uma jornada desportiva de grande nível, num concelho onde os aficionados do desporto automóvel “crescem” ao som dos motores. Por esta razão e pela lista de inscritos que enriqueceu esta quarta edição, contemplando pilotos que ostentam já títulos nacionais e outros com largos pergaminhos no desporto automóvel nacional, a organização a cargo da Demoporto, em parceria com a associação famalicense Válvulas e Cilindros e com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, só pode estar satisfeita por mais este grande êxito. A 4ª especial de Famalicão teve a particularidade de consagrar o quarto vencedor diferente. Desta feita, António Barros seguiu-se a Nuno Pina, vencedor do ano passado, ao cabo que na segunda edição tinha sido José Pedro Gomes a triunfar, depois de Joaquim Jorge abrir o livro dos consagrados. Outro dado estatístico é que em nenhuma das quatro edições o vencedor compareceu à seguinte, após se ter consagrado no lugar mais alto do pódio. Na vertente competitiva, António Barros, um portuense que agora reside em Famalicão, impôs-se com o seu BRC CM05 EVO, quer na fase de apuramento, quer na final, com uma escassa vantagem de 0,375 milésimas de segundo para outro BRC tripulado por Nuno Guimarães. O pódio acabaria por ser monopolizado pelos BRC’s, com Luís Martins a assegurar a terceira posição. Depois de uma primeira

fase com a totalidade dos participantes a realizaram uma volta ao circuito ficaram apurados para a segunda fase os 25 melhores. Foi aqui que os BRC’s justificaram o favoritismo, sendo cerca de cinco segundos mais rápidos que os restantes. Vítor Pascoal, no seu habitual Peugeot 207 S2000, foi quarto da geral, levando de vencido o “duelo” com o Austin Mini de Pedro Salvador. Seguiram-se na classificação geral três Escort’s RS. O madeirense José Carlos Magalhães superiorizou-se a Rui Alves e Joaquim Santos, assegurando no final a sexta posição. Patrícia Silva em Alfa Romeo 33 venceu a taça das senhoras. A organização instituiu ainda um prémio para o piloto que mais leva-se o público ao rubro, com a sua actuação. O prémio “show” foi para Júlio Bastos que não defraudou as expectativas com o seu BMWM3. Tr ofé u Dom i ngos Casimiro e ntr eg ue a J o ão Ru ivo De forma a premiar o desempenho do melhor famalicense, o troféu “Domingos Casimiro”, instituído pelo pelouro do desporto da Câmara Municipal de Famalicão, foi entregue pelo próprio Domingos Casimiro a João Ruivo, piloto do Open de Ralis que fez deslocar até sua “casa” o Fiat Stilo. Domingos Casimiro é um ilustre famalicense, dos mais antigos licenciados ainda em actividade - a primeira licença desportiva já completou 45 anos. Referência incontornável do pioneirismo do automobilismo em Portugal, Domingos Casimiro iniciou a sua actividade desportiva pelas perícias no ano de 1970, seguindo-se o autocross e por fim as competições de velocidade, com o seu Alfa Romeo Giulia. Nos dias de hoje continua a ser presença assídua nas provas de resistência em Braga e Estoril, para além de integrar o núcleo “duro” do Automóvel Antigo e Clássico de Famalicão.

Foto DPI

PÓDIO

grande área

António Barros foi o vencedor da Super Especial

Foto DPI

30

Pódio Final da prova famalicense

Classificação Final 1º António Barros (BRC) 2º Nuno Guimarães (BRC) 3º Luís Martins (BRC) 4º Vítor Pascoal (Peugeot 207 S2000) 5º Pedro Salvador (Austin Mini) 6º José Magalhães (Ford Escort) 7º Rui Alves (Ford Escort) 8º Joaquim Santos (Ford Escort) 9º José Pires (BMW M3) 10º José Miranda (Mitsubishi Evo VIII) pub.


sport: 4 de Novembro de 2009 31

futebol

FC Famalicão já não vence há quatro jogos

Jogos das camadas jovens do FC Famalicão

Juniores de mal a pior

No próximo fim-de-semana, 7 e 8 de Novembro, as equipas dos escalões de formação do FC Famalicão vão voltar a competir nos respectivos campeonatos. Nos nacionais, os juniores famalicenses jogam em Vizela, no sábado, pelas 15 horas, enquanto os iniciados recebem no domingo, pelas 11 horas, no campo de treinos nº2, o Varzim. Os restantes jogos são: Famalicão B-Marinhas (juvenis, 10h00, Campo Dr. Jorge Reis,

José Clemente

RE SULTA DOS

JUNIORES

II Divisão

Moreirense, 1; Fafe, 0 Chaves, 4; Taipas, 0 Limianos, 4; Vizela, 1 Valdevez, 1; Freamunde, 4 Famalicão, 0; Bragança, 2 Diogo Cão, 0; Trofense, 0 J

V

E

D

F

C

P

1. Freamunde 2. Trofense 3. Fafe 4. Diogo Cão 5. Limianos 6. Famalicão 7. Moreirense 8. Taipas 9. Chaves 10. Bragança 11. Vizela 12. Valdevez

8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8

6 5 5 4 3 4 3 2 2 2 1 0

1 3 1 2 3 0 3 3 2 1 3 0

1 0 2 2 2 4 2 3 4 5 4 8

18 15 14 14 19 15 13 12 12 14 14 4

9 8 6 9 14 11 12 15 11 19 18 32

19 18 16 14 12 12 12 9 8 7 6 0

PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

Moreirense - Limianos Vizela - Famalicão Bragança - Chaves

RE SULTA DOS

INICIADOS

Taipas - Valdevez Freamunde - Diogo Cão Fafe - Trofense

Padrão, aos 30 e 55 minutos, marcou os dois golos dos visitantes, sendo que com um tento em cada parte do encontro aniquilou por completo os intuitos dos famalicenses para esta partida. Depois de neste campeonato os juniores do Famalicão terem entrado com quatro triunfos consecutivos, agora a equipa está a realizar o caminho inverso, averbando quatro desaires seguidos. Neste momento o Famalicão encontra-se na 6ª posição, com os 12 pontos conquistados nas quatro primeiras jornadas do campeonato. É caso para se perguntar o que se está a passar com o Famalicão,

sendo que uma coisa é certa, a equipa tem valor suficiente para dar a volta por cima desta onda de maus resultados. Em jogo realizado no campo de treinos do Estádio Municipal de Famalicão, sob arbitragem de João Coelho (Porto), o Famalicão alinhou com: Maia, Sousa, Bruno Carvalho, Quim, Bruno Miguel, Kauskas, Adriano, Nelson, Dias, João Miguel e Branco. Jogaram ainda: Fredy, Cláudio e Veiga. Já o Bragança actuou com: Nelson, Neto, Jotime, Vítor Hugo, Edas, Capelo, Valdo, Valentim, Padrão, Guerra e Paulo Lima. Jogaram ainda: Alexandre, Filipe e Ricardo.

Iniciados do Ribeirão perdem e Famalicão empata I Divisão

Gil Vicente, 0; Vizela, 1 Chaves, 0; Famalicão, 0 Varzim, 4; Marinhas, 1

Barroselas, 3; Ribeirão, 0 Paço, 0; Braga, 9 Guimarães, 4; Bragança, 0

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. V. Guimarães 2. Braga 3. Bragança 4. Varzim 5. Vizela 6. Barroselas 7. Gil Vicente 8. Famalicão 9. Chaves 10. Marinhas 11. Ribeirão 12. Paço

8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8

8 5 6 5 5 3 3 3 2 2 1 0

0 3 0 0 0 1 1 1 2 1 1 0

0 0 2 3 3 4 4 4 4 5 6 8

40 21 18 17 12 14 8 8 3 6 5 0

1 2 10 12 11 8 11 15 11 14 12 45

24 18 18 15 15 10 10 10 8 7 4 0

PRÓXIMA

Arquivo: Carlos Alberto

Os juniores do Famalicão receberam no passado sábado a formação do Bragança naquele que foi o quarto jogo sempre a perder para a formação famalicense. Desta feita, os comandados de José Lopes foram surpreendidos pelo conjunto transmontano por 2-0, agravando ainda mais a crise de resultados que tem afectado a equipa. Foi uma partida bastante fraca por parte dos jogadores do Famalicão e pode mesmo dizer-se que no cômputo geral o resultado foi mais do que justo porque o Bragança foi a melhor equipa em campo. Antes da partida, o Famalicão era naturalmente favorito à vitória final, só que isso tem que ser provado dentro das quatro linhas, algo que acabou por não acontecer.

Gil Vicente - Chaves Famalicão - Varzim Marinhas - Barroselas

Ribeirão - Paço Braga - V. Guimarães Vizela - Bragança

Disputou-se no passado fim-desemana mais uma ronda do campeonato nacional do escalão de iniciados, a oitava, com nenhuma das equipas famalicenses que disputam este escalão a conseguir vencer. Os iniciados do Ribeirão saíram derrotados do terreno do Barroselas por 3-0 enquanto a formação do Famalicão empatou sem golos em casa do Desportivo de Chaves. Em jogo realizado no Complexo Desportivo de Barroselas, a formação ribeirense não conseguiu evitar um novo desaire e ao intervalo já perdia por duas bolas a zero. O jogo foi equilibrado até cerca dos 30 minutos e após esse

período assistiu-se ao domínio da equipa da casa. Para a segunda parte, o treinador Jorge Couto, do Ribeirão, alterou o esquema táctico, mas a sua equipa acabaria por sofrer o terceiro golo. Após o 3-0, as forças dos iniciados do Ribeirão foram abaixo. A atitude foi irreconhecível naquela que se cotou até ao momento com a exibição mais fraca da formação ribeirense. O Ribeirão alinhou com: Sérgio, Paulinho, Costinha, Emanuel, Dani (55’ Sousa), Monteiro (35’ Miguel), Guilherme, Luís Peixoto, Alberto, Mendes (55’ Telmo) e Pedrinho.

Outiz); Cabeceirense-Famalicão A (juvenis, 10h30, domingo); Est. Reluzentes-Famalicão (iniciados, sábado, 15h00); Famalicão-Ribeirão (infantis, sábado, 9h30, Campo José da Costa Rodrigues, Lagoa); Ribeirão-Famalicão A (escolas, sábado, 9h30); Famalicão B-Ribeirão (escolas, sábado, 11h00, Campo José Costa Rodrigues, Lagoa); Ases S. Jorge-Famalicão C (escolas, domingo, 10h00).

Resultados da formação do GD Joane As equipas das camadas de formação do Grupo Desportivo de Joane só realizaram dois jogos no passado fim-de-semana. Os juniores joanenses bateram em casa o Laje por 3-1 enquanto os juvenis do Joane perderam em casa frente ao Marinhas por 3-1. Quanto ao próximo fim-de-semana, 7 e 8 de Novembro, o calendário de jogos é o seguinte: Joane-Operário (juniores, sábado, 15h00, Campo Riopele): Brufense-Joane (juvenis, domingo, 10h00, Campo do Brufe); Joane-Maria Fonte (iniciados, domingo, 10h00, Campo Riopele); Ruivanense-Joane (infantis, série F, sábado, 9h30, Campo Ruivanense); Folgam: escolas, série E e F.

Cavalões e Famalicão em frente na taça de juvenis As formações do Cavalões e do Famalicão carimbaram no passado fim-de-semana o passaporte para a próxima eliminatória da taça distrital do escalão de juvenis. O Cavalões goleou em casa o Golães por 7-0 enquanto o Famalicão deslocou-se a Vila Verde para derrotar o Vilaverdense por 1-0. Pelo caminho na segunda eliminatória da taça distrital de juvenis ficaram Oliveirense e Joane que perderam ambos por 3-1 frente a Merelinense e Marinhas, respectivamente. Já o

Arnoso perdeu com o Santa Eulália por 5-0. Outros resultados da segunda eliminatória: Gil Vicente 0-1 Santa Maria; Antas 1-5 Taipas; Oleiros 1-2 Nogueirense; Pevidém 0-1 Vizela; Brito 6-2 Palmeiras; Alegrienses 0-2 Esposende; Arsenal Devesa 3-0 F. Pires; Sandinenses 2-4 Ronaldinhos (após penáltis); Prado 6-0 Celoricense; Guimarães 5-0 Porto d’Ave; Resultados da primeira eliminatória: Merelim 5-3 Realense; Fão 4-0 Carreira; Maria Fonte 4-0 Laje.

FC Famalicão organiza deslocação a Fafe O FC Famalicão irá pôr à disposição dos sócios e simpatizantes um autocarro para que se possam deslocar a Fafe para assistir ao jogo da próxima jornada do nacional da 3ª divisão, série B. As inscrições podem ser feitas até amanhã, quinta-feira, na sede do clube, custando cinco euros por pessoa, e caso não existam pessoas suficientes para encher o autocarro fica sem efeito. A saída está marcada para domingo, pelas 13h30, junto ao Pavilhão Municipal de Famalicão. pub.


sport: 4 de Novembro de 2009

32

futebol

Árbitro assumiu protagonismo e estragou uma boa partida de futebol

Ribeirão perde invencibilidade no campeonato 0-2 Estádio do Passal Árbitro: Raul Valega (Porto) Auxiliares: Bruno Rodrigues e Pedro Varanda

Ribeirão Valdevez Hélder Luís Faria Hugo Pina João Faria Hamilton Forbes (64’ Wesley) Adriano (54’ Renato) Pedro Caravana Paulo Rola Nivaldo (71’ Tiago Vidigal) Abílio

Adriano Rato Hélder Zé Pedro Pablo Duque (75’ Napoleão) Gil I (80’ Renato) Abdou Nélson Tiba (88’ Romeu) Peixoto

Treinadores Rui Gregório

Carlos Cunha

Golos: 68’ Tiba (0-1); 79’ Tiba (0-2). C artõ es Amarelos: 24’ Rato; 30’ Nelson; 86’ Zé Pedro. C artõ es Vermelhos: 57’ Pedro Caravana; 63’ Paulo Rola; 80’ Luís Faria.

Em jogo da sexta jornada do nacional da 2ª divisão nacional, Ribeirão e Valdevez proporcionaram um bom jogo de futebol, numa toada muito viva e com oportunidades de golo para um e outro lado. Tudo corria bem até o árbitro procurar protagonismo, expulsando três jogadores ribeirenses e promovendo um triunfo visitante por 2-0. Logo no primeiro minuto, Pablo apareceu bem no lado esquerdo do ataque e rematou de forma violenta ao poste da baliza de Hélder Colaço. A ameaça estava feita, mas no minuto seguinte Abílio fugiu bem a toda a defensiva visitante e rematou cruzado com a bola a ser devolvida, de forma caprichosa, pelo poste direito de Adriano. O encontro continuou vivo e aos quatro minutos Gil rematou para nova boa intervenção do guardião ribeirense. Pouco depois foi Tiba a assustar novamente os locais com a tentativa de um canto directo que Hélder defendeu por extinto. Aos dez minutos, os da casa criaram a melhor ocasião do primeiro tempo. Cruzamento do lado esquerdo e na área Forbes cabeceou para uma de-

Árbitro : Arnaldo Araújo (Vila Real) Auxiliares: José Teixeira e Ruben Clemente

Moncorvo Joane

Treinadores Go los: 8’ Marquinho (0-1); 32’ Filipe (1-1). Cartões Amarelo s: Não houve. Cartões Vermelhos: Não houve.

fesa em voo de Adriano. A partir daqui, e com o passar dos minutos, os ribeirenses foram assumindo mais as despesas do jogo perante um Valdevez mais na expectativa e a procurar explorar os espaços concedidos pela equipa da casa para lançar o contra-ataque. Até ao intervalo destaque para algumas jogadas rápidas do Valdevez, sempre bem solucionadas pela defensiva da casa, e para um remate forte de Hamilton que saiu

II DI VI SÃO

Sé rie A

R E S U LTA D O S

Padroense, 2; Espinho, 1 Merelinense, 3; Lourosa, 0 Tirsense, 1; Moreirense, 2 Vizela, 2; Paredes, 0

Ribeirão, 0; Valdevez, 2 Vieira, 1; A. Lordelo, 1 Gondomar, 1; Lousada, 0 Vianense, 2; Boavista, 1

PRÓXIMA JORNADA Padroense - Merelinense Lourosa - Tirsense Moreirense - Vizela Paredes - Ribeirão

Valdevez - Vieira A. Lordelo - Gondomar Lousada - Vianense Espinho - Boavista

perto da baliza do Valdevez. Na segunda parte, o Ribeirão entrou melhor perante um Valdevez que sentia mais dificuldades físicas. Os locais tinham mais posse de bola e dava a sensação que poderiam chegar rapidamente à vantagem no marcador. No entanto, tudo se alterou à passagem do minuto 12. Num contra-ataque rápido pela ala esquerda, Gil colocou a bola em Abdou que no interior da área rematou, com a bola a tabela na mão CLASSIFICAÇÃO

1. Moreirense 2. Vizela 3. Ribeirão 4. Merelinense 5. Espinho 6. A. Lordelo 7. Padroense 8. Boavista 9. Vieira 10. Gondomar 11. Tirsense 12. Vianense 13. Valdevez 14. Lourosa 15. Paredes 16. Lousada

J

V

E

D

F

C

P

6 6 6 6 6 6 6 6 7 5 6 6 6 6 6 6

5 3 3 2 3 2 3 2 2 2 2 2 2 2 1 0

0 3 2 3 0 3 0 2 2 1 1 1 1 1 2 2

1 0 1 1 3 1 3 2 3 2 3 3 3 3 3 4

11 11 6 7 7 3 5 7 4 6 10 11 6 4 4 2

3 2 5 2 7 4 6 7 6 4 10 13 9 10 7 9

15 12 11 9 9 9 9 8 8 7 7 7 7 7 5 2

Joane traz um ponto de Moncorvo Aristides Ferreira

Sérgio Laureta Marquinho Roberto (54’ Batista) Lemos Carneiro Sócrates Daniel (45’ Pedro Pinto) Hugo Gil Álvaro (78’ C. Manuel)

Silvio Carvalho

Forbes foi sempre seguido de perto pelos adversários

Depois de um final de jogo muito atribulado, com o árbitro do encontro a ser muito contestado por dirigentes e adeptos do clube do Passal, Adriano Pereira, presidente do Ribeirão, esteve presente na sala de imprensa para dar conta da sua revolta quanto ao trabalho do trio de arbitragem. O presidente ribeirense disse estar farto de situações como a do passado sábado, estando mesmo a ponderar abandonar a presidência do clube. “A forma como o árbitro expulsou três jogadores com vermelho directo, para nos prejudicar neste jogo e nos próximos, onde teremos jogos difíceis e um deles com um concorrente directo, faz com que qualquer reacção que possa tomar não sirva de nada”, começou por dizer Adriano Pereira, considerando também que “o Ribeirão foi visitado por um ladrão”. Para o presidente ribeirense “não existem adjectivos nem forma para qualificar o trabalho do árbitro”. “Como presidente do clube vou tomar uma decisão, estou cansado do futebol que não dá para pessoas sérias e que andam aqui por amor e paixão ao clube. Por isso, vou ter uma reunião esta semana com a minha direcção e a maior probabilidade é demitir-me de presidente do Ribeirão”, reforçou. A terminar, Adriano Pereira disse que tem também de pensar nele próprio, tendo em conta que gasta “muitas horas e dinheiro no clube”, mostrando-se também desgostoso com o futebol português. “Não quero dar cabo da minha saúde e como acho que estou a mais neste futebol, vou ponderar seriamente demitir-me de presidente do Ribeirão porque estou cansado destas situações”, concluiu.

Treinador Paulo Rafael queria mais do que o empate

1-1 Estádio Eng. José Aires (Moncorvo)

Vítor Fernando Zé Borges Glauber (45’ André Pinto) Leandro (16’ Pedro Borges) Paulo Borges Filipe Flávio Elísio Jaime Baba

Carlos Alberto

Bruno Marques

de Pedro Caravana. O remate aconteceu a menos de um metro do jogador do Ribeirão, que não teve hipótese de evitar o contacto, mas o árbitro entendeu que haveria lugar à marcação de penálti. Se essa decisão já seria muito discutível, então a expulsão de Caravana com vermelho directo é exagerada. Chamado a converter, Peixoto não conseguiu bater Hélder Colaço. O penálti defendido por Hélder teve o condão de motivar ainda mais o Ribeirão que se balanceou ainda mais no ataque, mesmo com menos uma unidade. Aos 63 minutos, Raul Valega toma nova decisão errada, expulsando Paulo Rola com vermelho directo depois de uma alegada agressão a um adversário. Com menos duas unidades defensivas, Rui Gregório teve de mexer na equipa para reformular a sua defesa, mas os muitos espaços existentes permitiram que o Valdevez chegasse à vantagem. Pablo fugiu bem pela esquerda do ataque e cruzou para a área onde apareceu Tiba, sem oposição, a encostar para o 1-0. Corria o minuto 68. Mesmo com todas as dificuldades, o Ribeirão manteve a vontade de dar a volta aos acontecimentos, mas o facto de jogar com menos duas unidades acabou por ter reflexo mais uma vez no resultado. Luís Faria falhou uma intercepção a meio campo, permitindo que Gil e Tiba caminhassem isolado para a baliza e à saída de Hélder, o primeiro serviu o segundo que não teve dificuldades em bisar no encontro e estabelecer o resultado final. Como um mal nunca vem só, Raul Valega volta a exagerar e expulsa Luís Faria, de novo com vermelho directo. Talvez por palavras do jogador ribeirense. Aos 79 minutos o jogo ficou fechado em definitivo porque com oito unidades e a perder por 2-0, os ribeirenses nada mais poderiam fazer. O jogo estava a ser muito interessante de seguir até ao minuto 57, altura em que o árbitro começou a estragar o encontro, alterando por completo o rumo que estava a ter. Raul Valega teve influência no resultado final e quando assim é o futebol sai a perder.

Adriano Pereira pondera demissão

Paulo Rafael

Na deslocação a Torre de Moncorvo, o Joane não conseguiu mais do que um empate, num jogo em que os forasteiros desfrutaram de uma dezena de oportunidades flagrantes para trazer de Moncorvo uma vitória folgada, mas a falta de pontaria na hora da verdade ditaram o resultado de 1-1, com sabor amargo para os joanenses. Na abertura da partida, o Joane bem cedo tomou conta das operações, encurralando o Moncorvo no seu meio campo. Foi com toda a naturalidade que o golo surgiu logo aos oito minutos de jogo, depois de um lançamento em profundidade. Sócrates penteou o esférico para

Carneiro e este colocou na zona Aos 27 minutos, Lemos isoloufrontal, onde Marquinho, com um se frente a Vítor que atirou rente remate colocado, inaugurou o mar- ao poste. Quem não marca acaba cador. por sofrer e foi isso que veio a aconTudo parecia encaminhado tecer. Com 32 minutos, o árbitro para uma vitória fácil dos coman- assinalou falta em cima de linha lidados de Paulo Rafael, mas de se- mite da grande área e Filipe com guida o que um remate se viu foi um O Joane poderia ter saído seco bateu festim de Sérgio, emcom uma goleada, oportunidapatando a mas o melhor des desperdipartida. çadas. Aos 14 que conseguiu foi o empate. No seminutos, Sógundo pecrates aparece nas costas da de- ríodo foi o Moncorvo a entrar mefesa contrária e na cara de Vítor ati- lhor e com oito minutos conseguiu rou à barra. Depois foi a vez de criar duas situações de perigo, Carneiro, à passagem do minuto coisa que não tinha acontecido no 21, isolado, não conseguir bater o primeiro período. O jogo era mais guarda-redes local. repartido e Paulo Rafael do banco

tentava dar mais força à sua equipa. Marquinho mais uma vez atirou ao lado quando o cronómetro assinalava 16 minutos do segundo período. O futebol praticado na segunda parte era mais incaracterístico e foi o Moncorvo quem consegue mais um lance de perigo com 27 minutos jogados. O ultimo quarto de hora voltou a pertencer ao Joane que até ao final do jogo ainda teve tempo para mais duas situações flagrantes para marcar. A fechar o festival de oportunidades desperdiçadas foi a vez de Batista, num boa posição, atirar ao lado. O Joane poderia ter saído com uma goleada, mas o melhor que conseguiu foi o empate.


sport: 4 de Novembro de 2009 33

futebol

Famalicão deixou escapar possibilidade de atingir os seis primeiros lugares

2ª eliminatória da taça de juniores

Empate já nos descontos

Realizou-se no passado fim-desemana a segunda eliminatória da taça distrital do escalão de juniores, com Joane e Ninense a seguirem em frente. O Joane recebeu e venceu o Laje por 3-1, após prolongamento, depois do 1-1 que prevaleceu até ao final do encontro. Já o Ninense bateu no seu terreno o Realense por 4-2. Outros resultados: Nogueirense 4-2 Vieira (após prolongamento); Celoricense 6-1 Cabanelas; Antime 4-2 Porto d’Ave (após prolongamento); Sta Eulália 2-0 Operário; Esposende 2-1 Torcatense; Palmerias 1-0 Vila; Pevidém 2-0 Marinhas; Vilaverdense 3-1 Fradelos; Viatodos 0-1 Águias Álvelos; Brito 3-1 Maria Fonte (após penáltis). Entretanto, realizaramse jogos em atraso da primeira eliminatória da taça, com a Oliveirense a vencer por 2-1 no terreno no Ruivanense e a seguir em frente. Outros resultados: Antas 16 Santa Maria; Celeirós 1-4 Merelim.

2-2 Estádio Municipal de Famalicão Árbitro: Nuno Cabral (Vila Real) Auxiliares: Telmo Gonçalves e Márcio Teixeira

Famalicão Pedrouços André Ferreira Zé d’Angola Hélder Tózé Talocha César Marques Madior Zézé (90’ Luís Carlos) Nuno Cavaleiro Khoné (55’ Ruizinho) Diop

João Soares Bruno Pinto Ângelo Bruno Mendes Tino Pedro Nunes Flávio Jorge Buia Márcio (80’ Chico) Paulinho (60’ Fábio Ferreira) João

Treinadores Berto Silva

Ricardo Jorge

Go los: 9’ Nuno Cavaleiro (1-0); 29’ Flávio (1-1); 33’ Talocha (2-1); 92’ Pedro Nunes (2-2). Cartões Amarelos: 53’ Nuno Cavaleiro; 59’ Fábio; 65’ e 90’ Talocha; 69’ Tozé; 85’ Jorge Bóia; 92’ Pedro Nunes. Cartões Vermelhos: 90’ Talocha.

O FC Famalicão empatou na tarde de domingo a duas bolas com o Pedrouços naquele que era considerado uma partida fácil para a formação famalicense, isto se tivermos em conta a tabela classificativa. O Famalicão ocupava a oitava posição, com sete pontos, enquanto o Pedrouços era o lanterna vermelha com apenas um ponto. Daí todo o favoritismo para a formação famalicense que na prática cedeu o empate já nos descontos depois de ter estado duas vezes em vantagem no marcador. Quanto ao jogo, o Famalicão entrou muito bem na partida e aos nove minutos já Nuno Cavaleiro colocava a sua equipa em vantagem no marcador. A partir daqui o Famalicão continuou a

Carlos Alberto

José Clemente

Khoné lança mais um ataque famalicense

atacar, criou muitas situações de perigo para dilatar ainda mais o resultado, só que numa desatenção entre Hélder e André Ferreira permitiu aos visitantes chegar à igualdade à passagem do minuto 29 por intermédio de Flávio. Com este golo a frio, o Famalicão não baixou os braços e na marcação de um livre, muito bem marcado, Talocha voltava a colocar o Famalicão na frente do marcador e curiosamente foi com este resultado que se atingiu o intervalo. Uma vantagem justa face ao domínio exercido pelos famalicenses nos primeiros 45

minutos. Para a segunda parte o Famalicão voltou a mostrar que estava ali para vencer a partida. O jogo continuava com um único sentido, a baliza do Pedrouços, e aos poucos a equipa da casa criava muitas oportunidades para dilatar a vantagem, só que os atacantes locais teimavam em não acertar com a baliza. A perdida mais escandalosa aconteceria por intermédio de Koné que apareceu sozinho frente ao guardaredes do Pedrouços e não conseguiu marcar. Nesta fase do jogo já todos assistiam a um festival de golos

Geração Benfica entra a vencer No passado dia 24 de Outubro jogou-se a 1ª jornada do Campeonato da APEF. A equipa anfitriã foi a Escola do Sport Lisboa e Benfica de Famalicão que recebeu no Estádio do Gondifelos as equipas do “Fintas”, “Traquinas” e o “Vilaverdense”. De assinalar a boa prestação dos escalões mais velhos, tendo obtido resultados bastante positivos, assim como o escalão de minis que venceu todos os jogos por margens bastante alargadas. A Escola do Benfica disputou nove jogos, tendo vencido seis e empatado um. No mês de Novembro as equipas voltam a encontrar-se, desta vez na cidade de Braga.

perdidos, só que o pior estava para acontecer. Já em período de descontos Talocha viu o segundo cartão amarelo, de seguida o vermelho e a partir daqui o lado esquerdo da defensiva famalicense ficaria manco, o que originou que o Pedrouços explorasse muito bem esse facto, tirando daí dividendos. A dois minutos do final da partida, Pedro Nunes daria à sua equipa o segundo ponto conquistado neste campeonato. Por aquilo que fez, o Famalicão não merecia este castigo, embora que desperdice tantas ocasiões acabe sempre por sair penalizado.

Oliveirense de regresso aos triunfos duas jornadas depois

Rei Artur brilhou em Serzedelo 0-3 Campo das Oliveiras (Serzedelo) Árbitro: José Carlos Silva (Braga) Auxiliares: Vítor Ferreira e Armindo Duarte

Serzedelo Oliveirense Paulo Jorge Ricardo Hugo Zé Pedro Nera Xavi (46’ Lucas) André Ká (75’ Miguel Mota) Maurício David Vitinha (46’ Pedro Mendes) Feliz

Pedro Freitas Alexandre João Duarte China Paulinho Ricardinho (85’ Daniel) Meira (76’ Tó) João Cruz Fifas (58’ Carvalhinho) Arturinho Pedro Moreira

Treinadores Marco Alves

Antó nio Remelgado

Golos: 16’ Arturinho (0-1, penálti); 35’ Arturinho (0-2, penálti); 53’ Arturinho (0-3). Cartões Amarelos: 15’ Hugo; 23’ Fifas; 34’ David; 39’ Pedro Freitas; 46’ Paulinho; 64’ e 67’ Maurício; 66’ Meira; 69’ China; 72’ André Ká; 83’ Pedro Mendes. Cartões Vermelhos : 67’ Maurício.

José Carlos Fernandes A Oliveirense conseguiu uma excelente vitória no terreno do Serzedelo. As dificuldades que se

esperavam foram brilhantemente ultrapassadas, com um triunfo por 3-0. António Remelgado efectuou duas alterações em relação ao jogo com o Famalicão, Paulinho e Meira jogaram em detrimento de Tó e Nuno Sousa. Começou bem a Oliveirense e logo aos três minutos Pedro Moreira não aproveitou o brinde da defesa caseira. Isolado rematou para grande defesa de Paulo Jorge. Estava dado o mote daquilo que a Oliveirense pretendia, a vitória. A formação forasteira jogava com mais tranquilidade, mais organizada, originando um futebol superior ao seu adversário. Aos 13 minutos, Ricardinho, em excelente jogada, cruzou, mas João Cruz chegou atrasado. Não desarmava a Oliveirense. Aos 16 minutos, na sequência de um canto, surgiu a primeira contestação ao juiz da partida. Num lance confuso dentro da área caseira, José Carlos Silva, apitou de pronto para o penálti. Arturinho, alheio a todos os protestos, rematou com êxito para o primeiro golo.

Reagiu o Serzedelo. Maurício, sozinho, rematou ao lado. Foi a melhor oportunidade da equipa da casa durante todo o jogo. A Oliveirense aproveitava a intranquilidade dos locais para jogar com muita cabeça. Aos 35 minutos, novo penálti. Aqui, os protestos surgiram de fora e dentro do relvado. A dúvida ficou, mas uma vez mais Arturinho aproveitou para fazer o segundo. Agora rematou para o lado contrário, conseguindo o segundo golo. Ao intervalo, a vitória da formação de António Remelgado ajustavase, mas a diferença mínima seria mais condizente. Os lances que

III DI VI SÃO

Sé rie B

J

V

E

D

F

C

P

1. Vila Meã

6

4

2

0

13

5

14

2. Amarante

6

3

2

1

9

6

11

Serzedelo, 0; Oliveirense, 3

3. Fafe

6

3

1

2

9

5

10

Rebordosa, 0; Amarante, 1

4. Rebordosa

6

3

1

2

11

11

10

Leça, 6; Infesta, 2

5. Torre Moncorvo

6

2

3

1

8

6

9

6. Joane

6

2

3

1

9

9

9

7. Leça

6

2

2

2

9

6

8

8. Famalicão

6

2

2

2

10

8

8

9. Oliveirense

6

2

1

3

6

7

7

10. Serzedelo

6

2

1

3

7

11

7

R E S U LTA D O S

Torre Moncorvo, 1; Joane, 1 Vila Meã, 2; Fafe, 1 Famalicão, 2; Pedrouços, 2

PRÓXIMA JORNADA Torre Moncorvo - Vila Meã Fafe - Famalicão Pedrouços - Serzedelo

deram origem aos golos foram muito contestados pelos caseiros. No reatamento, Marco Alves tentou dar um safanão na monotonia da sua equipa. As entradas de Lucas e Pedro Mendes tornaram o Serzedelo mais ofensivo, mas nunca conseguiu o equilíbrio necessário para criar perigo na baliza de Pedro Freitas. Acabou por ser a Oliveirense a dar o golpe final nas aspirações dos caseiros. Rei Artur voltou a marcar, agora a passe de Ricardinho, rematando de fora da área e não dando hipóteses a Paulo Jorge.

Oliveirense - Rebordosa Amarante - Leça Joane - Infesta

CLASSIFICAÇÃO

11. Pedrouços

6

0

2

4

7

15

2

12. Infesta

6

0

2

4

8

17

2

O tempo ia passando e o Serzedelo jogava mais com coração do que com a cabeça. Prova evidente é o lance em que o capitão Maurício viu duplo amarelo e a consequente expulsão. A jogar com menos um e a perder por 30 foi complicado para os caseiros fazerem melhor. Remelgado foi refrescando a equipa, conseguindo assim gerir a vantagem. Só muito perto do fim é que o Serzedelo criou uma situação de perigo. O remate de Pedro Mendes saiu ligeiramente ao lado. Resultado positivo para a Oliveirense, conseguindo vencer num campo difícil e com uma margem folgada. Os caseiros criticaram o árbitro, mas pela exibição que fizeram devem também fazer o exame de consciência porque nada produziram para alcançarem melhor resultado. Foram uma equipa desorganizada, tendo no seu guarda-redes sido um dos melhores em campo. Arbitragem muito contestada pelos caseiros, principalmente nos lances de grandes penalidades.


sport: 4 de Novembro de 2009

34

distritais

S. Cosme 5-0 Sobreposta

Louro derrotado em casa pelo Ronfe

No passado sábado o Desportivo de S.Cosme goleou no seu reduto o FC Sobreposta por 5-0, tendo assim reforçado a liderança no campeonato da série C da 2ª divisão da AF Braga. A equipa da casa entrou no jogo com notória vontade de vencer, mas acusando alguma ansiedade nos minutos iniciais. Aos 25 minutos, Gonçalves, num bonito lance individual, inaugurou o marcador. Os adeptos da casa não se conformavam com o resultado e pediam mais golos, pois era notório o domínio dos comandados de Mário Melo. Aos 42 minutos, Carvalho cruzou tenso e Rogério ao segundo poste deu a bola a Gonçalves que bisou no encontro. Já se esperava o intervalo quando os homens da casa conseguem de rajada fazer mais dois golos. Aos 44 minutos por Seara e aos 46 mais uma vez por Gonçalves que completou o seu primeiro hat-trick da temporada. No segundo tempo, a equipa de S. Cosme surgiu de igual forma, demonstrando sempre garra e vontade de praticar bom futebol. Logo aos dois minutos da etapa complementar, o S. Cosme fechou as contas do encontro, com Seara a estabelecer o 5-0. Com um resultado que dava toda a tranquilidade aos homens de S.Cosme, Mário Melo teve uma segunda parte para testar novos aspectos na sua equipa. Pelo S. Cosme jogaram: Jota, Carvalho, Rafa, Maia, Rogério, Rochinha, Vitó, Luís Carlos, Filipinho (57’ Tiago), Gonçalves (70’ Morais) e Seara (65’ Hélder). R.A.

Na Divisão de Honra, o Louro perdeu em casa por 1-0 na recepção ao Ronfe, na sexta jornada do principal campeonato da Associação de Futebol de Braga. Os comandados de António Tavares foram surpreendidos em casa pelo agora quarto classificado da Divisão de Honra. O Louro que no passado sábado averbou a terceira derrota na prova e desceu agora ao 11º lugar da tabela classificativa com sete pontos. Na próxima jornada o Louro desloca-se ao terreno do Santa Eulália, actual décimo classificado com os mesmos pontos da formação famalicense.

Ninense triunfou em Vila Verde Decorrida a 5ª jornada no campeonato distrital da 1ª divisão, as equipas famalicenses acabaram por ter diferentes sortes nos seus encontros. Na série A, o destaque, pela negativa, vai para o Gondifelos que perdeu no Gerês e é cada vez mais último, não tendo ainda pontuado no campeonato. Na mesma série, o Ninense venceu em Vila Verde a equipa da Laje por 1-0. Na série B, o Ruivanense bateu em casa o Maximinense por 3-1 enquanto o Bairro não foi além de um empate caseiro a uma bola frente ao Travassós. Numa primeira parte pobre em oportunidades, o nulo ao intervalo no Laje-Ninense expunha bem o desempenho de ambas as equipas, com a equipa local mais preocupada em não perder do que propriamente em ganhar, dada a situação aflitiva na tabela. A equipa famalicense, que neste encontro promoveu algumas entradas felizes, casos de Leal, Nuno e Cesário, entrou na segunda parte determinada em somar os três pontos e conseguiu, através de um grande golo de Cesário, dar contornos mais justos ao resultado final. A equipa local, que na parte final do jogo apresentou-se em notórias dificuldades físicas, nunca conseguiu contrariar o melhor futebol dos visitantes e seguiram-se um desfile de oportunidades falhadas pelos comandados de Canário, nomeadamente por Bezerra e Kaká. A vitória pela diferença mínima no final do desafio não espelha o

Brito 3-0 Delães malicense ficou cara a cara com o guarda-redes do Brito, no entanto uma má decisão da equipa de arbitragem, que beneficiou o infractor, depois de ter interrompido a jogada para mostrar um cartão amarelo a um jogador do Brito por discordar de uma decisão anterior. Aos 83 minutos, Nuno Sobral, isolado, falhou o empate. O Brito viria a chegar ao 2-0 e ao 30 já nos descontos, depois dos atletas do Delães estarem todos no ataque à procura do empate, deixando só um defesa e o guarda-redes recuados. Arbitragem desastrosa, sempre em prejuízo do Delães. De salientar a falta de fair-play do árbitro que se recusou no final a cumprimentar um atleta delaense. V.C.

J

V

PRÓXIMA

1. Taipas 6 5 2. Esposende 6 3 3. Arões 6 2 4. Ronfe 6 3 5. Porto d'Ave 6 2 6. Martim 6 2 7. Torcatense 6 2 8. Águias Graça 6 2 9. Prado 6 1 10. Santa Eulália 6 1 11. Louro 6 2 12. Silvares 6 1 13. Pica 6 2 14. Vilaverdense 6 1 15. Apúlia 6 1 16. Cabeceirense 6 0 Ronfe - Prado Cabeceirense - Torcatense Apúlia - Porto d'Ave Águias Graça - Pica

E

D

F

C

P

1 0 19 5 16 2 1 11 10 11 4 0 6 3 10 1 2 10 11 10 3 1 9 4 9 3 1 5 1 9 3 1 6 4 9 2 2 9 6 8 4 1 6 3 7 4 1 6 7 7 1 3 3 7 7 3 2 3 5 6 0 4 4 11 6 2 3 8 13 5 1 4 4 10 4 2 4 5 14 2 Taipas - Silvares Esposende - Vilaverdense Martim -Arões Santa Eulália - Louro

CLASSIFICAÇÃO

Panoiense, 2; Ág. Álvelos, 2 Laje, 0; Ninense, 1 Soarense, 1; Tadim, 0 Palmeiras, 1; T. Bouro, 2

J

V

E

1. Forjães 5 2. Soarense 5 3. Viatodos 5 4. Panoiense 5 5. T. Bouro 5 6. Vila Chã 5 7. Ninense 5 8. Palmeiras 5 9. Tadim 5 10. Ág. Álvelos 5 11. MARCA 5 12. Gerês 5 13. Roriz 5 14. Laje 4 15. Merelim 4 16. Gondifelos 5 Gondifelos - Palmeiras MARCA- Gerês Roriz - Vila Chã Merelim - Viatodos

5 4 3 3 3 3 3 2 2 1 1 1 1 0 0 0

0 0 17 2 0 1 9 4 2 0 8 3 1 1 12 5 1 1 10 5 1 1 9 4 0 2 4 4 2 1 8 6 0 3 7 7 2 2 9 9 2 2 4 7 2 2 3 7 0 4 3 10 1 3 1 6 0 4 3 13 0 5 1 16 Forjães - Ág. Álvelos Ninense - Panoiense Laje - Tadim T. Bouro - Soarense

D

F

C

P

15 12 11 10 10 10 9 8 6 5 5 5 3 1 0 0

AFB I DIVISÃO

Ruivanense, 3; Maximine., 1 Pedralva, 1; Tabuadelo, 2 Pevidém, 7; S. Paio, 1 Campelos, 1; Ponte, 0

CLASSIFICAÇÃO

J

1. Pevidém 5 2. Celoricense 5 3. Campelos 5 4. Polvoreira 5 5. Travassós 5 6. Ruivanense 5 7. L. Enguardas 5 8. Bairro 5 9. Tabuadelo 5 10. St Adrião 5 11. Guilhofrei 5 12. Airão 5 13. Maximinense 5 14. Ponte 5 15. S. Paio 5 16. Pedralva 5 Maximinense - Bairro Tabuadelo - Ruivanense S. Paio - Pedralva Ponte - Pevidém

Série B

StAdrião, 0; L. Enguardas, 1 Polvoreira, 5;Airão, 2 Celoricense, 4; Guilhofrei, 0 Bairro, 1; Travassós, 1

V

E

4 4 4 3 2 2 2 1 1 1 1 0 1 1 1 0

1 0 21 5 13 1 0 11 1 13 0 1 6 2 12 1 1 10 5 10 2 1 7 6 8 1 2 8 10 7 1 2 3 6 7 3 1 5 4 6 3 1 5 6 6 2 2 4 7 5 2 2 5 9 5 4 1 3 6 4 1 3 5 9 4 0 4 6 8 3 0 4 6 15 3 2 3 6 12 2 Campelos - L. Enguardas Airão - StAdrião Polvoreira - Guilhofrei Travassós - Celoricense

D

F

C

P

Carlos Alberto

O Grupo Desportivo Lagense alinhou com: Nando, Ruizinho, Diogo, Vítor Hugo I, Júlio, Sergi-

AFB II DIVISÃO

Série A

Arentim, 1; Operário, 3 Carreira, 1; Mouquim, 0 Antas, 3; Tebosa, 2 Pousa, 2; Sequeirense, 0

CLASSIFICAÇÃO

Arnoso, 1; S. Veríssimo, 1 Granja, 0; J. Belinho, 2 Gandra, 2; Lemenhe, 1 Cabreiros, 2; Necessidad., 1

J

V

E

1. Pousa 5 2. Cabreiros 5 3. Gandra 5 4. Necessidades 5 5. Carreira 5 6. Antas 5 7. Mouquim 5 8. Sequeirense 5 9. Arnoso 5 10. S. Veríssimo 5 11. Operário 5 12. Granja 5 13. Lemenhe 5 14. J. Belinho 5 15. Arentim 5 16. Tebosa 5 Operário - Cabreiros Mouquim - Arentim Tebosa - Carreira Sequeirense - Antas

5 4 4 2 2 2 2 2 2 1 1 1 1 1 0 0

0 0 13 2 15 1 0 14 1 13 1 0 14 3 13 2 1 7 4 8 2 1 6 6 8 1 2 10 9 7 1 2 6 5 7 1 2 5 5 7 1 2 5 6 7 3 1 5 4 6 2 2 9 10 5 2 2 6 8 5 2 2 6 8 5 0 4 3 15 3 1 4 2 10 1 0 5 6 21 0 Pousa - S. Veríssimo J. Belinho - Arnoso Granja - Lemenhe Necessidades - Gandra

D

F

C

P

nho, André (Bruno), César, Dani (Alexandre), Vitinha e Vítor Hugo II.

AFB II DIVISÃO R E S U L TA D O S

Série A

Gerês, 1; Gondifelos, 0 Vila Chã, 2; MARCA, 0 Viatodos, 4; Roriz, 2 Forjães, 4; Merelim, 1

Jogador do Lagense leva a melhor sobre um contrário

R E S U L TA D O S

R E S U L TA D O S

AFB I DIVISÃO

desenrolar dos 90 minutos de jogo. Na próxima jornada, o Gondifelos recebe o Palmeiras enquanto o Ninense joga em casa frente ao estreante Panoiense, num jogo onde a vitória dos locais poderá relançar a candidatura à subida de divisão.

Série C

Rendufinho, 4; Doniense, 3 Espinho, 2; Longos, 1 Lagense, 0; Figueiredo, 0 Brito, 3; Delães, 0

CLASSIFICAÇÃO

Guisande, 3; Briteiros, 0 SPArcos, 5; Vitória, 2 S. Cosme, 5; Sobreposta, 2 SM Este, 2; Emilianos, 1

J

V

E

1. S. Cosme 5 2. Lagense 5 3. SP Arcos 5 4. SM Este 5 5. Brito 5 6. Espinho 5 7. Figueiredo 5 8. Guisande 5 9. Emilianos 5 10. Sobreposta 5 11. Doniense 5 12. Longos 5 13. Rendufinho 5 14. Vitória 5 15. Briteiros 5 16. Delães 5 Doniense - SM Este Longos - Rendufinho Figueiredo - Espinho Delães - Lagense

5 4 4 3 3 2 2 2 2 2 1 1 1 1 1 0

0 0 17 5 1 0 8 3 0 1 17 9 2 0 10 5 1 1 8 3 2 1 10 7 2 1 6 5 1 2 8 8 0 3 6 5 0 3 6 9 1 3 7 8 1 3 7 10 1 3 7 12 0 4 6 14 0 4 3 13 0 5 4 14 Brito - Briteiros Vitória - Guisande SPArcos - Sobreposta Emilianos - S. Cosme

PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

Série 1

Prado, 1; Taipas, 2 Pica, 2;Apúlia, 1 Porto d'Ave, 0; Martim, 0 Vilaverdense, 1; Sta Eulália, 1

PRÓXIMA

R E S U L TA D O S

Silvares, 0; Águias Graça, 1 Arões, 3; Torcatense, 2 Louro, 0; Ronfe, 1 Esposend., 3; Cabeceir., 0

R E S U L TA D O S

No passado domingo, o Centro Recreativo e Popular de Delães (CRPD), em parceria com Escola de Futebol Quim (guarda-redes do Benfica), organizou um torneio de pré- escolas com a participação das equipas do Bairro, Oliveirense e Delães A e B. A Oliveirense acabou por sair vitoriosa deste torneio. Perante as bancadas bem preenchidas no Campo da Portela, em Delães, os miúdos das quatro equipas presentes viveram este momento com grande alegria e empenhados em concretizar os seus sonhos. Foi um torneio onde prevaleceu o fair-play e o fortalecimento dos laços entre os clubes participantes. De registar a boa organização do torneio, onde não faltaram prémios variados e o respectivo lanche a todos os atletas presentes, oferecido pela organização. A classificação final ficou assim ordenada: 1º Oliveirense; 2º Bairro; 3º Delães A; 4º Delães B.

PRÓXIMA

Na quinta jornada da série C da 2ª divisão distrital da Associação de Futebol de Braga, o Lagense cedeu os primeiros pontos no campeonato e viu o S. Cosme fugir no topo da classificação. Na recepção aos bracarenses do Figueiredo, o conjunto famalicense não foi além de um nulo. Foi um jogo onde a equipa da casa não conseguiu impor o seu futebol. O Figueiredo veio com a lição bem estudada e só em contra-ataques chegava à baliza do Lagense. Os locais tudo tentaram para surpreender os visitantes que se apresentaram muito fechado e com o único intuito de não sofrer golos e garantir um ponto. Não houve grandes oportunidades de golo para ambas as equipas e por isso o resultado não sofreu qualquer alteração desde o primeiro minuto. De salientar que ao cair do pano o Lagense podia ter chegado à vitória, mas César não foi feliz na concretização.

CRP Delães organizou torneio de pré-escolas

AFB DIVISÃO HONRA

Ninense levou os três pontos de Vila Verde

Lagense 0-0 Figueiredo

PRÓXIMA

A equipa sénior do Centro Recreativo e Popular de Delães (CRPD) deslocou-se no passado fim-de-semana ao terreno do Brito para mais uma ronda do distrital da 2ª divisão, série C, e saiu derrotado por 3-0. O Delães mostrou novamente uma boa atitude, mas continua sem vencer no campeonato. O CRPD iniciou melhor a partida, mas contra a corrente do jogo, aos 22 minutos, na cobrança de um livre directo, o Brito inaugurou o marcador. Aos 32 minutos, o Delães ficou reduzido a dez unidades por acumulação de amarelos do jogador Jácome. Mesmo com menos um jogador, o CRPD continuou a lutar por dar a volta aos acontecimentos, sendo sempre superior ao Brito. Ao minuto 70, um atleta fa-

D

F

C

P

15 13 12 11 10 8 8 7 6 6 4 4 4 3 3 0


sport: 4 de Novembro de 2009 35

modalidades

Karaté de Delães competiram: João Batista, nas provas de cadetes masculinos de kata e kumite -52 kg, tendo arrecadado 1º lugar. Miguel Dinis foi 3º na prova de kumite cadetes masculinos enquanto Andreia Silva participou na prova de juniores femininos -53 kg, onde foi sétima classificada. Nas provas de juniores femininos de kata, Stephanie obteve a primeira posição na categoria de kumite -53 kg e ficou na segunda posição do pódio. O famalicense Renato Monteiro esteve presente na arbitragem.

Lideranças repartidas na AFSA Disputada a segunda jornada dos campeonatos da 1ª e 2ª divisões da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA), quatro equipas repartem a liderança nos dois escalões. Na 1ª divisão, Covense, Pedome, Lameiras e S. Cosme seguem na frente com seis pontos enquanto na 2ª divisão ACURA, Ramil, Bairrense e Lousado seguem na frente, também com seis pontos. Na 1ª divisão, os resultados da 2ª jornada foram: Pedome 10-3 S. Martinho; Gavião 1-6 JASP; Vermoim 0-4 Covense; Floresta 2-1 Castelões; Landim 0-2 Outeirense; Carril 2-4 S. Cosme; Bente 3-9 Lameiras; jogo em atraso: Castelões 4-1 Lameiras. Já na 2ª divi-

são, os resultados foram: Lousado 7-5 ADESPO; ACURA 11-1 Gente Fantástica; Flor Monte 3-5 União Louredo; Bairrense 7-2 Carreira; Barrimau 3-2 1º Maio; Esmeriz 3-4 ADERM; Colina Ave 2-10 Ramil; Folgou: Novais. Entretanto, na 1ª divisão de seniores, os resultados da 1ª jornada foram: JASP 2-5 Pedome; Covense 14-1Gavião; Outeirense 3-3 Floresta; S. Cosme 4-0 Landim; S. Martinho 7-3 Bente; Lameiras 3-2 Carril. Já na 2ª divisão, os resultados foram: Louredo 0-4 ACURA; Gente Fantástica 2-4 Lousado; ADESPO 1-3 Novais; AC Ramil 3-2 Esmeriz; 1º Maio 2-4 Bairrense; ADERM 3-3 Barrimau; Carreira 10-2 Flor Monte.

Ténis de mesa do Outeirense rumo à manutenção Associação Desportiva e Recreativa Outeirense recebeu e venceu por 4-0 o Desportivo do Marco (Marco de Canavezes), um encontro realizado no pavilhão Terras de Vermoim a contar para a 2ª divisão nacional de ténis de mesa, zona Norte. Com este resultado, o Outeirense caminha a passos largos rumo à manutenção na 2ª divisão nacional, sendo que à 4ª jornada a associação famalicense tem duas derrotas e duas vitórias. Entretanto, terminou o torneio de futebol de salão feminino que ao longo de sete semanas fez as delícias dos amantes da modalidade. Os resultados foram: para o 1º e 2º lugar, ADERM 0-4 Covense; para o 3º e 4º lugar, Outeirense 2-3 Académico; Esmeriz e Pedome ficaram nas duas últimas posições.

CCDR apresenta equipa de atletismo 2009/2010 O Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão (CCDR) vai apresentar no próximo dia 14 de Novembro, pelas 15 horas, na Quinta Nossa Senhora da Alegria, em Ribeirão, a sua equipa de atletismo para

a época 2009/2010. O CCDR convida todos os sócios e participantes das diferentes actividades da colectividade ribeirense, sendo necessária confirmar a presença.

Liberdade FC organiza magusto No próximo dia 7 de Novembro, sábado, pelas 18h30, o Liberdade Futebol Clube vai organizar o tradicional magusto do Liberdade FC que se realizará no Largo da Liberdade, na freguesia de Calendário.

Em mais uma jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins, o Riba d’Ave Hóquei Clube (RAHC) regressou aos triunfos, depois de ter batido no Parque das Tílias o Limianos por 7-5. O RAHC já contou com o contributo de Arnaldo Queirós, que esteve ausente durante duas jornadas por castigo federativo, e entrou a controlar a posse de bola, tendo inaugurado o marcador aos dez minutos por intermédio de Pedro Salgado. Respondeu o Limianos, empatando o jogo. Não alterando a sua postura, o Riba d’Ave continuou a controlar o jogo e conseguiu ainda na 1ª parte o 2-1. No início da segunda parte, o RAHC apresentou-se totalmente avassalador e em dez minutos chegou aos 5-1, com golos de Joel Ferreira, Hélder Gomes e Pedro Salgado. Quando se pensava que o jogo estava decidido, o Limianos reduziu para 5-2, num golo em que mais uma vez a bola não entrou, mas a

equipa de arbitragem validou. Logo a seguir o RAHC atingiu as dez faltas e apesar do livre directo ter sido defendido pelo guarda-redes Pedro Pereira, o Limianos conseguiu através de Samuel Costa chegar ao 5-3. Logo de seguida, Joel Pereira elevou para 6-3. Dois minutos depois o Limianos fez o 6-4 e aos 24 minutos de jogo chegou ao 6-5. Mesmo com pouco tempo para jogar o RAHC chegou ao 7-5 final por Hélder Gomes na conversão de um livre directo a penalizar a 10ª falta do Limianos. O RAHC alinhou com: Pedro Pereira, Pedro Salgado, Joel Ferreira, Arnaldo Queirós e Hélder Gomes. Jogaram ainda: André Alves, João Sousa, e André Camões. Entretanto, os resultados da formação do Riba d’Ave foram: HC Braga 7-2 RAHC (escolas); HC Braga 2-8 RAHC (infantis); RAHC 6-15 OC Barcelos (juvenis); RAHC 7-12 OC Barcelos (juniores). Rui Ferreira

FAC derrotado na Madeira A equipa de hóquei em patins sénior do Famalicense Atlético Clube (FAC) teve uma deslocação difícil ao arquipélago da Madeira para defrontar o Marítimo. A equipa local é um conjunto com as mesmas aspirações do FAC e conseguiu os três pontos em disputa, depois de ter ganho por 6-3. A equipa do FAC jogou de igual para igual, mas a finalização do Marítimo funcionou melhor e ao intervalo já venciam por 3-0. Após o descanso, o Atlético Famalicense, ainda conseguimos reduzir e chegar ao 4-3, mas não alcançou o empate e os visitados aproveitaram, para aumentar o marcador, vencendo o jogo por 6-3. Na próxima jornada, o FAC recebe a Juventude Pacense, no Pavilhão Municipal de Famalicão, no sábado, às 18h30.

HOQUEI EM PATINS R E S U L TA D O S

No passado sábado, dia 31 de Outubro, o Pavilhão Municipal de Castelo de Paiva recebeu a Taça Nacional CPK, nos escalões de cadetes, juniores e seniores, tendo participado alguns atletas famalicenses que conseguiram resultados positivos. O evento, organizado pelo Centro Português de Karaté, contou com a participação de clubes famalicenses. Pela Associação Desportiva de S. Mateus competiu: Ricardo Oliveira, que obteve o 3º lugar na prova de kumite cadetes masculinos -57 kg. Pela Escola de

Riba d’Ave de regresso às vitórias no hóquei

Carvalhos, 5; Nortecoope, 3 Lavra, 8; Académica, 2 Penafiel, 8; Marco, 4 Riba d'Ave, 7; Limianos, 5

CLAS SI FI CA ˙ˆO

J

1. Feira 5 2. Carvalhos 5 3. Penafiel 5 4. Inf. Sagres 5 5. Marco 5 6. Cambra 5 7. Riba d'Ave 5 8. Limianos 5 9. Marítimo 5 10. Lavra 5 11. Nortecoope 5 12. Sanjoanense 5 13. Juv. Pacense 5 14. Escola Livre 5 15. FAC 5 16. Académica 5 Nortecoope - Cambra Académica - Carvalhos Marco - Lavra Limianos - Penafiel PRÓXIMA

Karaté famalicense em destaque na Taça Nacional da CPK

II Divisão

Feira, 6; Escola Livre, 2 Pacense, 3; Inf. Sagres, 6 Marítimo, 6; FAC, 3 Cambra, 9; Sanjoanense, 5

V

E

4 4 4 4 3 3 3 3 2 2 2 2 1 1 1 0

1 0 27 13 13 0 1 27 15 12 0 1 27 17 12 0 1 24 18 12 1 1 25 23 10 0 2 32 17 9 0 2 29 25 9 0 2 24 24 9 0 3 21 23 6 0 3 16 19 6 0 3 16 19 6 0 3 26 29 6 0 4 17 27 3 0 4 15 26 3 0 4 16 31 3 0 5 17 33 0 Escola Livre - Riba d'Ave Inf. Sagres - Feira FAC - Juv. Pacense Sanjoanense - Marítimo

D

F

C

P

pub.


36

sport: 4 de Novembro de 2009

modalidades

Fase final da 1ª divisão de bilhar em Famalicão

FAC entra da melhor forma no nacional por equipas Iniciou-se o campeonato nacional por equipas de bilhar, com os atletas do FAC a darem mostras de estarem em grande forma. Depois da soberba exibição de Carlos Veloso na semana passada, esta semana, Graça, Figueiredo, Adolfo, Bastos e Paredes somaram vitórias importantes. Em encontro da primeira jornada do segundo torneio da 2ª divisão, no quadro 1 (Q1), que decorreu na Academia do FAC, Artur Figueiredo fez uma exibição soberba e em apenas 35 entradas cilindrou o seu adversário Aguiar Oliveira. No segundo jogo, Artur Figueiredo averbou a segunda vitória frente ao atleta Carlos Anastácio (Senhor do Padrão) por 40-24, em 44 entradas e garantiu o 1º lugar do grupo. Também no Q1, no Porto, Jorge Bastos venceu Adriano Lopes (BC Porto) apenas na última entrada. No segundo jogo confirmou o favoritismo e venceu, no Salão do Fenianos, o atleta da casa, Rui Felizes, em 60 entradas. Com a segunda vitória na competição juntou-se a Figueiredo no apuramento para a fase final que se disputará no Salão do Fenianos. Adolfo Pereira jogou na Academia do FAC o encontro eliminatório da sua sé-

No próximo fim-de-semana, o Salão da Academia de Bilhar do Famalicense Atlético Clube (FAC) acolhe a realização da fase final do 1º open nacional de bilhar. Em Famalicão estarão concentrados os melhores atletas portugueses, representantes de alguns dos clubes de referência da modalidade, como Porto, Leixões, Sporting, Benfica, Leça, Amadora e a equipa da casa, o FAC. No domingo, as meias-finais têm o início marcado para as 11 horas enquanto a final se inicia às 15 horas.

Juniores do FAC vencem Limianos em hóquei Os juniores de hóquei em patins do FAC conseguiram um triunfo importante em Ponte de Lima, na terceira jornada do campeonato regional. Os famalicenses venceram o Limianos por 9-3. Foi um jogo de alto nível, com o FAC a cometer apenas duas faltas nos 50 minutos do encontro, sendo que também Francisco Graça conseguiu derrotar o campeão nacional em título

rie do Q1, do primeiro torneio da 1ª divisão e venceu um jogador do Fenianos por 34-22, em 60 entradas e qualificou-se para o Q2. Em Matosinhos, no Q2, Adolfo Pereira defrontou o nº 1 nacional, Paulo Andrade, do FC Porto, e venceu por 46-44, em 60 entradas. Na próxima jornada defronta Américo Rui, atleta do Leixões, que jogará em casa. Francisco Graça continua 100 por cento vitorioso nesta temporada e no seu primeiro jogo no Q2 venceu o campeão nacional em título, Santos Oliveira, do FC Porto. Depois de Adolfo ter vencido o nº 1

nacional, Graça conseguiu outra proeza e os dois atletas do FAC podem aspirar à presença na fase final. Entretanto, subiu para oito o número de atletas do FAC que estão qualificados para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal. Em jogo em atraso da 1ª eliminatória, Adelino Paredes venceu por 2-0 o leixonense Ricardo Pinto. Foi um jogo com comando completo de Paredes que nunca teve em perigo a passagem da eliminatória. Na próxima fase, em meados de Novembro, o jogador do FAC defrontará Nicolau Vaqueiro, atleta de escalão superior, em Leça. pub.

Instituição de Solidariedade Social

CONVITE

A Direcção da Casa de Pessoal do Hospital de Vila Nova de Famalicão convida todos os Famalicense a estarem presentes na cerimónia pública a título póstumo ao seu Presidente, Cidadão e Médico, Dr. Marques Dias, que se realizará no dia 7 de Novembro pelas 11h. Programa

11.00H - Recepção dos Convidados

11.30H - Descerramento de Placa de Homenagem

12.30H - Missa na Igreja Matriz - Vila Nova de Famalicão Presidida por D. Jorge Ortiga - Arcebispo de Braga

13.30H - Almoço no Salão Paroquial de Vila Nova de Famalicão Inscrições para o almoço (20€) através do nº 252 300 874 e no CHMA, EPE (Carmo Gonçalves) Inscrições limitadas até ao dia 30 de Outubro

O Presidente da Direcção

Dr. Francisco Gonçalves

se apresentou desfalcado de três elementos importantes: Rafael Pinho, Pedro Pinto e Rui Sousa (este a cumprir o último jogo de castigo que transitou da época transacta). Na próxima jornada, no dia 8 de Novembro, o FAC receberá o Fão e a terceira vitória consecutiva é o objectivo a perseguir.

Juvenis empataram nas Caldas das Taipas… Em juvenis, o Famalicense empatou 4-4 frente ao CART nas Caldas das Taipas. Globalmente o FAC fez um bom jogo e apesar das dificuldades já habituais no piso, alcançou uma vantagem folgada de 3-0. A equipa praticou bom hóquei, mas não conseguiu manter a vantagem alcançada devido ao excesso de individualismos e de falhas na concretização, capítulo onde esteve muito perdulário. A equipa de Famalicão criou inúmeras oportunidades para conseguir um resultado avolumado, mas com alguma infelicidade e ingenuidade cometeu a 10ª falta a 22 segundos do final do encontro e o consequente livre directo traduziu-se no 4-4 final. Na próxima jornada, o Atlético Famalicense joga frente ao Fão no Pavilhão Municipal de Famalicão.

…iniciados goleiam e infantis perdem As equipas de iniciados e infantis de hóquei em patins do FAC realizaram exibições antagónicas na deslocação a Valença. Os iniciados venceram por 10-3 enquanto os infantis saíram derrotados por 4-0. Nos iniciados, ao intervalo o FAC já vencia por 6-0 e o treinador Jorge Ferreira aproveitou para rodar todos os elementos na pista e todos deram uma boa resposta. O resultado final foi de 10-3 favorável ao FAC. Já os infantis estiveram muito apáticos. Nos primeiros dez minutos ainda conseguiram controlar o jogo, embora sem concretização. Nos últimos cinco minutos da primeira parte sofreram três golos, demonstrando alguma instabilidade quando

se encontram em desvantagem. Na segunda parte voltaram a equilibrar o encontro, sofrendo o quarto e último golo do encontro na sequência da décima falta cometida, através de um livre directo. Na próxima semana, os iniciados deslocam-se a Seixas e os infantis a Riba d’Ave. Entretanto, três atletas iniciados do FAC estiveram presentes no primeiro treino de preparação da Selecção do Minho para o Torneio dos Reis, que vai decorrer de 8 a 10 de Janeiro de 2010. Bruno Costa, Afonso Carvalhal e Camilo Ribeiro foram os três jogadores chamados pela Associação de Patinagem do Minho. O treino decorreu no pavilhão de Monserrate, em Viana do Castelo, no passado dia 28 de Outubro.

Atletas do FAC falharam finais no badminton Na primeira jornada do circuito nacional para atletas não seniores de badminton, o Famalicense Atlético Clube (FAC) esteve representado por nove atletas nas provas realizadas em Óbidos no passado fim-de-semana. Em singulares senhoras, no escalão de sub19, Joana Faria atingiu as meias-finais e em sub-17 Sónia Gonçalves marcou presença em duas meias-finais, em pares senhoras com Maria Carvalho e em pares mistos com Luís Reis. Nas restantes competições houve diversas presenças de atletas do FAC nos quartos-definal desta competição de badminton. A próxima jornada realiza-se apenas nos dias 28 e 29 de Novembro no Bombarral.

Famalicenses no campeonato da Europa de dança O par famalicense Sérgio Costa e Rita Almeida, com um curriculum que regista já vários títulos nacionais, estarão presentes mais uma vez, em representação de Portugal, no Campeonato da Europa de dez danças, a realizar no próximo dia 14 Novembro, em Minsk, Bielorússia. Entretanto, no passado fim-de-semana, na final da Taça de Portugal, em clássicas e em juventude, que se realizou em Vermoim (Famalicão), o par famalicense venceu o seu escalão, em representação da Escola de Alunos Apolo que funciona em Famalicão na Gindança, Associação de Ginástica e Dança de Famalicão.


sport: 4 de Novembro de 2009 37

modalidades

Barrimau FC apresentou equipa feminina Realizou-se no fim-de-semana de 24 e 25 de Outubro o jogo de apresentação da equipa feminina do Barrimau FC contra a formação do Esmeriz, numa partida que serviu também de preparação destas equipas para o campeonato concelhio de Famalicão, época 2009/2010.

Ruben Oliveira prepara final em Santo Emilião Ruben Oliveira, Jorge Barbosa e Tiago Ferreira, do Clube de Pesca Desportiva de Lemenhe, estiveram na pista de pesca de Santo Emilião para preparar a final que Ruben Oliveira vai disputar no próximo fim-desemana. Esta final vai ser disputada por todos os pescadores que subiram à 1ª divisão regional individual, participando assim os dez primeiros classificados do grupo A e os dez primeiros classificados do grupo B. Quem vencer esta final, baseada em duas provas (sábado e domingo), ganhará o título de campeão da 2ª divisão regional individual de pesca desportiva. Apurados os resultados do treino, adivinha-se uma final extremamente difícil. Contudo, Ruben Oliveira assume que vai correr alguns riscos, dado que o interesse é apenas o primeiro lugar nessa competição.

Columbofilia ninense entregou prémios O Grupo Columbófilo Ninense realizou no passado dia 31 de Outubro 2009 a entrega de prémios referente à campanha 2009 aos seus columbófilos. O dia começou com um lanche que contou com a participação de todos columbófilos, familiares, amigos e também os membros da Junta de Freguesia. No final procedeu a entrega de prémios ao campeão e aos melhores amadores (columbófilos) das várias provas de velocidade, meio fundo e fundo. Os prémios foram distribuídos da seguinte forma: Campeão da geral: 1º Manuel da Silva Faria; 2º José Cunha Ferreira e 3º Manuel da Silva Barbosa. Campeão de velocidade: 1º Manuel da Silva Faria; 2º José Cunha Ferreira e 3º Vieira & Torres. Campeão de meio fundo: 1º Vieira & Torres; 2º Luís Filipe Gomes Araújo e 3º Manuel da Silva Barbosa. Campeão de fundo: 1º Oliveira & Vale, 2º Manuel da Silva Faria e 3º José Fernando Nogueira Silva.

A ARCA voltou a adiar o primeiro triunfo no campeonato nacional da 3ª divisão de futsal, perdendo desta feita no pavilhão do Barranha por 6-0. Esta foi a segunda derrota da formação famalicense no campeonato, sendo que neste momento tem apenas dois pontos conquistados, fruto de dois empates, nos dois últimos jogos realizados em casa. Com a ausência de vitórias, a ARCA ainda não venceu qualquer jogo oficial, a formação de S. Tiago de Antas vai-se afundando na classificação e ocupa neste momento um dos lugares abaixo da linha de água.

E

4 3 3 3 2 2 2 2 1 1 0 0 0 0

0 0 26 9 12 1 0 24 16 10 0 1 21 17 9 0 1 16 15 9 1 1 23 14 7 1 1 16 7 7 1 1 20 14 7 1 1 12 10 7 1 2 19 27 4 0 3 16 22 3 2 2 13 20 2 2 2 9 19 2 0 4 11 23 0 0 4 7 20 0 Mondim Basto - Chaves Pioneiros - Monte Pedras A. Criança - Merelinense

D

F

C

P

Esmeriz, 0; EPB, 0 CART, 5; Lordelo, 4 Apulienses, 4; Nun'Álvares, 5

Série A

I DIV. FUTSAL AFB

Cabeçuden., 4; Pousaden., 3 Folgou: Mouquim

RE SULTA DOS

V

I DIV. FUTSAL AFB

Manuel da Costa ter menos uma partida disputada. A formação comandada por Peixe voltou a triunfar na jornada do passado fim-de-semana, assumindo que o objectivo passa por lutar pelos primeiros lugares da tabela classificativa e regressar aos campeonatos nacionais de futsal. De resto, nesta série B, a Mocidade Alegre de Landim (MAL) saiu derrotada enquanto o Pinheiro Torto empatou a três bolas, conquistando o seu segundo ponto na prova. Série B

AEIPCA, 3; PinheiroTorto, 3 MAL, 2;André Soares, 4 S. Mateus, 3; StoAdrião, 2 StoTirso, 5; Priscos, 5 Fundação MC, 10; Celorico, 5

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. EPB 2. Nun'Álvares 3. Lordelo 4. Esmeriz 5. Mouquim 6. Cabeçudense 7. CART 8. Pousadense 9.Apulienses

5 4 5 4 4 5 4 4 5

3 3 3 2 2 2 1 1 1

1 0 0 2 0 0 1 0 0

1 1 2 0 2 3 2 3 4

17 20 17 7 11 13 11 11 15

13 12 13 5 11 18 14 16 20

10 9 9 8 6 6 4 3 3

1. S. Mateus 2. Fundação MC 3.AEIPCA 4. StoAdrião 5. MAL 6. StoTirso 7. Priscos 8.André Soares 9. Celorico 10. PinheiroTorto

5 4 5 4 5 5 4 4 5 5

4 3 2 2 2 2 1 1 1 0

0 1 2 1 1 1 2 0 0 2

1 0 1 1 2 2 1 3 4 3

26 32 18 18 15 24 18 18 24 22

18 20 15 15 16 25 20 21 30 35

12 10 8 7 7 7 5 3 3 2

Lordelo - Esmeriz Nun'Álvares - CART Pousadense -Apulienses

Mouquim - Cabeçudense Folga: EPB

PRÓXIMA

J

1. Chaves 4 2. Guimarães 4 3. Mondim Basto 4 4. Contacto 4 5. Junqueira 4 6. Barranha 4 7. Paredes 4 8. Monte Pedras 4 9. Santa Luzia 4 10. Macedense 4 11.Amanhã Criança 4 12.ARCA 4 13. Pioneiros 4 14. Merelinense 4 Santa Luzia - Barranha ARCA- Macedense Guimarães - Paredes Junqueira - Contacto PRÓXIMA

CLASSIFICAÇÃO

III Divisão

Contacto, 7; Mondim Basto, 6 Chaves, 6; Pioneiros, 4 M. Pedras, 5; Merelinense, 1

RE SULTA DOS

Sta Luzia, 6;Am. Criança, 4 Barranha, 6;ARCA, 0 Macedense, 5; Guimarães, 6 Paredes, 2; Junqueira, 2

Na série A da 1ª divisão distrital de futsal disputou-se no passado fim-de-semana o dérbi concelhio entre Cabeçudense e Pousadense, com a equipa de Cabeçudos a levar a melhor, depois de ter vencido por 4-3. Ainda na série A, o Mouquim folgou enquanto o Esmeriz registou um resultado invulgar no futsal, depois do empate sem golos diante do EPB. Quanto à série B, o S. Mateus continua no topo da classificação, apesar da Fundação

PRÓXIMA

R E S U L TA D O S

FUTSAL

No próximo domingo, dia 8 de Novembro, realiza-se a III concentração de bicicletas antigas no concelho de Vila Nova de Famalicão. Esta concentração vai contar com mais de 300 participantes vindos de todo o mundo: Brasil, França, Suíça, Canadá, Espanha, Inglaterra, entre outros. Os participantes irão desfilar com as suas bicicletas antigas pelas ruas da cidade, vestidos a rigor, com trajes antigos típicos dos anos 60/70. Este é um acontecimento que pretende valorizar a ati-

tude de coleccionadores, admiradores e amantes da história da bicicleta antiga e dos velocípedes. Do programa desta concentração faz parte ainda um convívio dançante, ao som do Rancho Regional Minhoto, acompanhado de almoço churrasco, uma exposição de bicicletas, um mercado de peças e bicicletas antigas, para venda e também a entrega de troféus nas categorias: traje etnográfico antigo; bicicleta mais antiga; velocípede mais visto a circular; benfeitores coleccionadores e melhor restauro.

Carril comemora 25º aniversário A Associação Desportiva do Carril comemora o seu 25º aniversário de 7 a 15 de Novembro, com a realização de diversas iniciativas. De 7 a 14 de Novembro disputa-se o II Torneio Quadrangular AD Carril/Egosport. O torneio vai contar com a presença das velhas guardas da AD Carril; direcção da ADERM; Escuteiros de Mogege e direcção da AD Carril. No dia 15, às 9h00, será celebrada uma missa pelos sócios e fundadores falecidos. Entres as 9 e as 12 horas, a associação, em parceria com Farmácia de Ronfe, leva a efeito um rastreio gratuito ao colesterol, diabetes e tensão arterial para todos os sócios e população em geral. Às 14h30 actua a Banda Musical «SIGLADEP» e às 16 horas serão entregues lembranças aos participantes. Às 17h30 actua o Rancho Folclórico de Santa Marinha de Mogege e às 19horas cantar-se-á os parabéns, com o respectivo corte do bolo.

Liga Concelhia de Bilhar cumpriu duas jornadas

Cabeçudense levou a melhor no dérbi de futsal distrital

ARCA atrasa-se

III concentração de bicicletas antigas no domingo

PinheiroTorto - StoTirso StoAdrião -AEIPCA Celorico - S. Mateus

André Soares - Fundação MC Priscos - MAL

Realizou-se nos passados dias 27 e 29 de Outubro a 5ª e 6ª jornadas da segunda volta da Liga Concelhia de Bilhar, com os dois primeiros da classificação, Vice Versa e Paris, a não cederem terreno na frente. Na 5ª jornada, os resultados foram os seguintes: Arca 1-2 Requionense; S. Cláudio 1-2 Camiliano; Passos 0-3 Salão Mendes; Vivas 1-2 Vice Versa; O Calendário 1-2 Bem Estar; Louro 2-1 Queen’s Park; Koppus 3-x Carlitos; Realista 1-2 Paris. Já na 6ª ronda, registaram-se os resultados: Paris 3-0 Arca; Requionense 3-0 S. Cláudio; Camiliano 1-2 Passos; Salão Mendes 1-2 Vivas; Vice Versa 3-0 O Calendário; Bem Estar 3-0 Louro; Queen’s Park 2-1 Koppus; Carlitos x-3 Realista. Após a realização das seis primeiras jornadas da segunda volta, a classificação

está ordenada da seguinte forma: 1º Vice Versa, 67 pontos; 2º Paris, 62 pontos; 3º Vivas, 57 pontos; 4º Bem Estar, 47 pontos; 5º Salão Mendes, 38 pontos; 6º O Calendário, 35 pontos; 7º Passos, 34 pontos; 8º Camiliano, 33 pontos; 9º Requionense, 32 pontos; 10º Louro, 31 pontos; 11º Arca, 30 pontos; 12º Koppus, 29 pontos; 13º Realista, 26 pontos; 14º Queen’s Park, 24 pontos; 15º S. Cláudio, 22 pontos; 16º Carlitos, 10 pontos. Entretanto, realiza-se hoje, quarta-feira, pelas 21 horas, no Café Bem Estar, em Antas, o sorteio dos quartos-definal da taça concelhia de bilhar. Os jogos realizam-se a 17 de Novembro, pelas 20h30, sendo que as equipas ainda em prova são: Viva, O Calendário, Queen’s Park, Passos, Paris, Bem Estar, Camiliano e Louro.

Centro Recreio Camiliano garantiu três pódios Decorreu no passado dia 25 de Outubro, domingo, a 9ª e última prova do campeonato regional Minho de cross country em Proselo (Arcos de Valdevez), com a formação do Centro Recreio Camiliano (CRC) a conseguir garantir dois terceiros e um segundo lugar. O CRC não tinha atletas em discussão de títulos, mas havia alguma disputa para lugares cimeiros dos escalões. Desta forma, João Antunes, nos infantis, precisava de pontuar o mais possível para entrar nos cinco primeiros lugares. Assim sendo, ao conquistar o terceiro posto nesta prova terminou na quarta posição do campeonato. Nos juniores, Francisco Azevedo, ao terminar em terceiro lugar, conquistou a quinta posição na classificação final. Na classe promoção, Bruno Freitas levou pela primeira vez o CRC ao pódio, ao conquistar a segunda posição.


38

sport: 4 de Novembro de 2009

modalidades pub.

Juvenis do S. Mateus derrotado em casa no futsal

Equipa de juvenis do S. Mateus

No passado fim-de-semana, os juvenis do São Mateus receberam o Nun’Álvares e perderam por 4-3. Numa partida em que a formação do São Mateus começou o jogo a dominar, mas o Nun’Álvares através de um contra-ataque rápido fez o 1-0, resultado que se manteve até ao intervalo. O conjunto de Oliveira S. Mateus iniciou a segunda parte na mesma toada da primeira parte, chegando ao golo do empate aos quatro minutos, por Pedrinho,

mas perante tanta passividade defensiva a equipa forasteira fez o 2-1 e o 3-1. O S. Mateus ainda reduziu a oito minutos do fim para 3-2, por intermédio de Ricardinho, e arriscou tudo jogando com guarda-redes avançado, mas em tarde de azar o Nun’ Álvares fez o 4-2. A dois minutos do fim a formação da casa reduziu para 4-3 e assim terminou o jogo. No próximo sábado, o São Mateus viaja até Lordelo para defrontar a equipa da casa pelas 17h30.

MAL comemora 44º aniversário A Mocidade Alegre de Landim (MAL) vai realizar um jantar comemorativo do 44º aniversário, com uma noite de fados que terá lugar no Real Colégio D. Fernando, em Landim, pelas 20 horas do próximo dia 14 de Novembro de 2009. A direcção conta com a presença de todos os sócios, amigos e simpatizantes da colectividade de Landim, sendo que as inscrições podem ser feitas até ao dia 12 de Novembro, na sede da associação, ou através dos números 919 465 392, 918 452 128 ou ainda do e-mail mal.landim@gmail.com. pub.

José Magalhães foi segundo em Gaia Tem a área de 122 m2. Garagem individual fechada com 23 m2. Sala com a área de 31 m2, com pré-instalação para lareira e com recuperador de calor. Cozinha com terraço e equipada com electrodomésticos. Um deles tem suite e um terraço. Uma casa de banho com hidromassagem. Valor: 99.750,00 €

Tem a área de 145 m2 com dois lugares de garagem e arrumos. Um dos quartos tem suite. Cozinha mobilada e equipada. Sala com lareira. Tem duas varandas. Ar condicionado e aquecimento central. Iluminação em focos. Valor: 150.000 €

T 3 com aparcamento fechado. Com uma frente. Tem a área de 103 m2. Cozinha mobilada. Uma lavandaria e despensa. Uma varanda, soalho flutuante. Em Calendário. Valor: 83.500 € T 3 – No Vinhal. Com lugar de garagem. Tem a área de 130 m2. Com uma frente. Uma suite, mais duas casas de banho. Armários embutidos. Aquecimento central. Uma varanda com 33 m2 Valor: 165.000 € T 3. Com a área de 130 m2. Com três frentes. Garagem fechada. Três quartos, dois deles com varanda. Dois armários embutidos. Duas casas de banho. Sala de jantar e estar com lareira e recuperador de calor. Cozinha mobilada e equipada e lavandaria. Valor: 88.500,00 € T2. Com a área de 122 m2. Garagem individual fechada. Sala com pré instalação de lareira com recuperador de calor. Cozinha mobilada e equipada. Quartos com armários embutidos e

Como nova. Garagem para dois carros. Cozinha mobilada e equipada, sala de jantar e estar com lareira. Casa de banho com banheira de hidromassagens. Aquec. e aspiração central, ar condicionado. Valor: 180.000 € (negociável).

No centro da cidade. De rés-do-chão e andar. Com jardim em frente. Uma garagem. Valor: 180.000 € (negociável)

Com garagem. Tem a área de 102 m2. Armários embutidos nos quartos. Uma suite mais duas casas de banho, uma com banheira de hidromassagens. Cozinha mobilada e equipada com electrodomésticos. Lavandaria.Caldeira para aquecimento central, aspiração central, radiadores. Excelente localização. Valor: 135.200,00 €

um deles com suite. Uma casa de banho com banheira de hidromassagens. E um terraço. Valor: 90.000,00 € T2 como novo. Tem duas frentes. Garagem para um carro. Um dos quartos tem uma suite e armários embutidos. Cozinha mobilada e equipada com electrodomésticos. Lavandaria e arrumos. Valor: 125.000,00 € T2. Dois quartos com armários embutidos. Uma casa de banho completa. Sala de jantar e estar com lareira. Cozinha mobilada, lavandaria. Uma varanda. E ar condicionado. Valor: 85.000,00 € Quinta em Viatodos. Com a área total de 25.700 m2. Com moradia. Valor: 325.000,00 € Es c ri tór io no centro da cidade Com a área de 48 m2, duas casas de banho.Tem vários pontos de luz. Valor: 60.000,00 € ou para aluguer. Café e Snack-Bar para Trespasse No centro da cidade. Está todo equipado. Tem duas casas de banho. Sala de

No Covêlo Garagem fechada para um carro. Cozinha mobilada e equipada. Sala de jantar e estar com lareira. Uma suite, mais uma casa de banho completa. Tem um grande terraço. Aquecimento central. Soalho flutuante. Boa exposição solar e óptimas áreas. Valor: 95.000,00 €

jogos. Valor: 45.000,00 € Café e Snack-Bar Está todo remodelado. Tem a área de 100 m2. Fica no centro da cidade. Valor: 50.000,00 € Pa vi lh ão com 300 m2 em fase de construção. Junto ao centro da cidade, com excelentes acabamentos. Valor de venda: 165.000,00 € Pavilhão – Novo. Com a área de 400 m2. No centro da cidade. Valor: 220.000,00 €. Pavilhão para restauro – Tem a área de 880 m2. Valor: 235.000,00 € Terrenos – Várias áreas. Para construção. Nos arredores da cidade. Apartamento T2 centro cidade para arrendar – 275,00 € Apartamento T2 centro cidade para arrendar – 375,00 € Apartamento T3 centro cidade arrendar – 330,00 € Loja 90 m2 centro cidade frente de rua – 550 €

A equipa de atletismo da Associação Teatro Construção (ATC) participou no sábado passado no Grande Prémio de Atletismo do Estrelas do Sul, em Vila Nova de Gaia. Nesta prova destaque para a prestação positiva do atleta José Magalhães, segundo classi-

ficado no escalão de veteranos III. Ainda neste escalão, José Silva conseguiu a 4ª posição final. Destaque ainda para as boas prestações no escalão de veteranos I, com Manuel Ribeiro em 15º lugar e Joaquim Costa no 20º lugar.

Liga de Futsal de Famalicão arranca domingo A época 2009/2010 da Liga de Futsal de Famalicão arranca este domingo, 8 de Novembro, com o escalão de pré-escolas a ser o primeiro a entrar em competição. A primeira jornada terá lugar no Pavilhão Municipal de Famalicão, com a organização a cargo da Sportfut, tendo o seguinte calendário de jogos: série B, Vermoim-Esc. Fut. T. Paiva/GR Covense (9h00); série A, Lousado-Acad. F. F. /Lagense (10h00); série B, Juv. Joane-ADC Arnoso Sta Eulália (11h00); série A, Juv. Académico-Sportfut (12h00); folga da série A: Esc. F. Recreio Desportivo; folga da série B: Ass. Artes em Movimento.

Juventude Joane defronta Arnoso A Associação Juventude de Joane vai iniciar no domingo a sua participação na Liga de Futsal de Famalicão, época 2009/10. O jogo da primeira jornada da competição está marcado para as 11 horas no Pavilhão Municipal de Famalicão e será frente à formação do Arnoso Santa Eulália. A organização da primeira jornada estará a cargo da Sportfut.


sport: 4 de Novembro de 2009 39

modalidades/motores

Na natação

Famalicenses vencem Trial Meeting em Ribeirão

Nuno Pina desistiu no Rali de Penafiel

Pina promete atacar em Gondomar

Comitiva famalicense no meeting de natação

O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF) esteve em bom nível ao vencer o Trial Meeting de natação, primeira prova oficial realizada no Complexo de Piscinas de Ribeirão, no passado dia 1 de Novembro. Nesta competição participaram ainda os clubes Leixões Sport Clube e Clube Fluvial Vilacondense. Esta competição, organizada pelo GDNF em colaboração com a Câmara Municipal de Famalicão, teve a participação de cerca de 130 atletas, em representação dos três clubes participantes e de muitos adeptos da modalidade que se deslocaram à vila de Ribeirão. O melhor atleta masculino do Meeting foi Jorge Maia, ao passo que a melhor atleta foi

Rita Ferreira, ambos do GDNF. Para o responsável técnico do GDNF, Pedro Faia, “esta sétima edição do Trial Meeting tratou-se de uma extraordinária competição realizada num excelente complexo, que foi abrilhantada com mais uma vitória Famalicense. Os atletas de Famalicão tiveram a oportunidade de vencer uma competição em Famalicão e não a desperdiçaram. Retribuíram com excelentes marcas, vitória no meeting, o melhor atleta feminino e masculino, vários recordes pessoais e vários mínimos de acesso aos Campeonatos Nacionais de Absolutos a realizar em Leiria e Campeonatos Nacionais de Juniores e Seniores a realizar em

Coimbra”. Os atletas famalicenses que participantes neste meeting foram: Carlos Tinoco, Diogo Carneiro, Jorge Maia, João Ferreira, Luís Vaz, Marco Machado, João Rocha, João Fernandes, Mário Cunha, Simão Alves, Pedro Romanoski, Luís Fernandes, Carlos Araújo, Diogo Rodrigues, Rui Faria, André Isaías, Nuno Martins, Alexandre Machado, José Pedro Antunes, Marta Isabel Jordão, Rita Ferreira, Mariana Almeida, Daniela Ribeiro, Catarina Marques, Francisca Carmo, Hedviges Carvalho, Sofia Cunha, Francisca Pereira, Filipa Rompante, Andreia Granjo, Catarina Azevedo, Ana Fernandes, Diana Rocha e Teresa Pedroso.

Foi ostentando o número 1 na porta, que Nuno Pina se apresentou ao muito público presente em Lousada, na superespecial de abertura do Rali de Penafiel, a quem ofereceu muito espectáculo. O piloto famalicense poderia ter garantido vários títulos no Campeonato Open de Ralis e Desafio Modelstand, mas um ligeiro erro, já no segundo dia de prova, adiou os festejos para Gondomar, onde Pina promete aplicar-se. O piloto navegado por Guilherme Pereira entrou no segundo dia de prova cauteloso, mas averbando um bom tempo no primeiro troço. No troço seguinte, a situação alterou-se. “Não estávamos a arriscar muito, mas uma saída de estrada veio complicar um pouco as coisas, pois ficámos com o braço de direcção em-

penado, temendo a partir daí, que se partisse a ponteira de direcção a qualquer momento. No final do último troço da manhã e na última curva, esta cedeu, levandonos a embater na parte interior da curva e capotando de seguida, o que nos obrigou a desistir”. Apesar da tristeza causada por uma desistência tão atribulada, o famalicense fazia questão de frisar que “os ralis são assim e quem lá anda sabe disso”. Feito o balanço de Penafiel, Nuno Pina já só pensa no Rali de Gondomar, onde promete voltar ao melhor nível, com toda a força e motivação, tendo como objectivos a conquista do vicecampeonato no Open de Ralis, a vitória na Categoria 1 do mesmo, e ainda o triunfo no Desafio Modelstand.

António Moreira brilhou nos quads em Portalegre

Luís Silva homenageado pela Confederação de Desporto de Portugal O famalicense Luís Silva, atleta de boccia que recentemente se transferiu para o Sporting Clube de Braga, esteve presente na 14ª Gala da Confederação do Desporto de Portugal, realizada no passado dia 29 de Outubro, no Casino do Estoril, sendo-lhe prestada uma homenagem. Luís Silva foi homenageado com o prémio de mérito desportivo pela obtenção do título de campeão europeu de pares em boccia, realizado no passado mês de Julho na cidade da Póvoa de Varzim. Este é mais um momento de orgulho para este atleta famalicense, dado o grande simbolismo nacional e reconhecimento público do sucesso do atleta famalicense Luís Silva.

O piloto famalicense António Moreira, que defende as cores do Team J. Machado Motos, esteve presente na 23ª Baja Portalegre que decorreu de 29 de Outubro a 1 de Novembro a contar para o campeonato nacional de todo-o-terreno. O famalicense ficou no 9º lugar da geral e no 3º posto da classe Q1. A prova contou com 65 participantes nos quads e constituiuse um vigoroso exercício de todo-o-terreno, pois o muito pó dificultou a tarefa dos pilotos no sector selectivo. Devido a problemas ainda no prólogo, António Moreira fez uma corrida de trás para a frente, mas nunca descorando os seus objectivos para esta prova, conseguindo alcançar o 3º lugar na classe Q1 e ser 9º à geral. No final da prova o piloto estava satisfeito pela época, pois conseguiu tornar-se campeão nacional em Q1, em veteranos, e ser o melhor piloto Polaris Portugal.


40

sport: 4 de Novembro de 2009

publicidade

OS913  

GD Ribeirão perde invencibilidade na 2ª divisão nacional Futebol: Juniores do FC Famalicão continuam a marcar passo Riba d’Ave Hóquei Clube...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you