Issuu on Google+

Margarida Barbosa adapta-se a nova categoria No passado fim-de-semana disputou-se no Kartódromo de Viana a segunda prova do Troféu de Inverno da Rotax Max Challlenge. A piloto famalicense Margarida Barbosa estreou-se na categoria rainha, Rotax Max. Visto que o Troféu de Inverno é a preparação da próxima temporada, a piloto efectuou a segunda prova para se adaptar a uma nova categoria. Margarida Barbosa surpreendeu os seus adversários ao conseguir a pole-position nos treinos cronometrados. Na primeira manga liderou da primeira à última volta enquanto na derradeira manga um erro cometido na partida foi o suficiente para acabar na segunda posição final, mostrando ainda assim um forte andamento.

AVC é líder na 2ª divisão voleibol Depois de uma derrota na segunda jornada no terreno do S. Mamede, a formação do Atlético Voleibol Clube (AVC) recebia o primeiro classificado, o Gueifães, para mais uma ronda do campeonato nacional da 2ª divisão de seniores femininos. As famalicenses venceram por 3-0, com os parciais de 25-28, 25-16 e 25-16. O Gueifães só tinha vitórias, mas o AVC entrou no jogo muito concentrado, evitando cometer erros e desta forma criou uma vantagem de quatro pontos, possibilitando às suas atletas arriscar no serviço e colocando muitas dificuldades na recepção as adversárias. Esta forma agressiva de jogo levou as locais a vencerem o 1º set. Nos restantes sets o jogo das famalicenses ficou mais fluído, levando aos triunfos nos dois sets seguintes. Na explicação do treinador José Pereira, “quando vencemos o set inicial, a pressão diminui, logo a ocorrência de erros não forçados baixa e depois o serviço fundo e agressivo, que é a base do nosso jogo, começar a garantir resultados”. Como esperava o treinador, o segundo e terceiro sets desenrolaram-se com o AVC muito forte no serviço e as forasteiras a devolverem muitas bolas sem perigo, aumentando bastante a finalização sem oposição. Com esta vitória, o AVC passa para o primeiro lugar da tabela classificativa, recebendo na próxima jornada, no domingo pelas 15 horas, no Pavilhão das Lameiras, a formação do Vólei de Aveiro.

No XX Rali de Famalicão

Nos nacionais de clubes em pista coberta

Luís Mota e Paulo Marques foram os melhores

NAJ recebe apoio de 2.400 euros

Escola Benfica Famalicão abre sábado

O Núcleo de Atletismo de Joane (NAJ) vai receber da autarquia um subsídio de 2.400 euros. A verba, aprovada na última reunião do executivo, destina-se a apoiar financeiramente a colectividade pela sua participação na Taça dos Campeões Europeus de Corta-Mato, em juniores. A prova decorreu no passado dia 1 de Fevereiro na Turquia, sendo que o NAJ classificou-se na 11ª posição, num total de 20 equipas.

A Escola de Futebol do Benfica de Famalicão tem a sua inauguração marcada para o próximo sábado, 7 de Março, pelas 15 horas, no Fluxindoor, em Calendário. A Escola do Benfica destina-se a crianças dos 3 aos 14 anos, do sexo masculino e feminino, e tem como objectivo a ocupação dos tempos livres e a prática do desporto, na modalidade do futebol, e a captação de talentos para o Sport Lisboa e Benfica.


sport: 04 de Março de 2009

22

grande área

Reis Campos reuniu-se com Comissão Administrativa do FC Famalicão

PÓDIO

1º GRAC

“Não descanso enquanto não vir o clube na 1ª liga” José Clemente

O Grupo Recreativo e Associativo de Cruz (GRAC) sagrou-se campeão do Norte nos 3000 metros de atletismo, no escalão de iniciados. Se um título já merece o seu destaque, o facto de ter sido conseguido nas camadas jovens assume ainda mais importância.

2º Paulo Marques O piloto famalicense marcou presença na prova extra do Rali de Famalicão e voltou a mostrar todas as suas qualidades. A competir em casa, Paulo Marques não deixou os créditos por mãos alheias e apesar de não ser o principal objectivo venceu a prova extra do rali famalicense.

Reis Campos, candidato do Partido Socialista à autarquia famalicense, reuniu com a Comissão Administrativa do FC Famalicão na passada sextafeira, dia 27 de Fevereiro. O encontro inseriu-se num conjunto de visitas que Reis Campos tem realizado a várias entidades do concelho. Desta vez foi uma colectividade desportiva, o FC Famalicão, para saber quais as dificuldades e também os projectos para o futuro. No final da reunião, Reis campos sublinhou que a “visita ao Famalicão ficou a dever-se àquilo que já tive a oportunidade de dizer aos elementos da Comissão que é o reconhecimento e um louvor porque de facto estes homens tiveram a coragem de pegar no clube e tiraram-no do nada”, referiu. “O FC Famalicão é uma instituição que tem 76 anos e eu tive o cuidado de ir buscar o sócio número um para dizer que este clube está bem vivo com estes homens ao leme do clube”, acrescentou ainda o candidato

Reis Campos e Carlos Carreira demonstraram estar em sintonia

do PS à Câmara, afirmando mais à frente no seu discurso que não descansa enquanto “não vir este clube na primeira liga de futebol”. “Portanto, da minha parte e enquanto candidato, ou como futuro presidente da autarquia,

podem e devem contar com todo o meu apoio”, concluiu. Já Carlos Carreira, presidente da Comissão Administrativa do clube famalicense, disse que “chegou a hora de salvar o clube e é por isso que este grupo de

associados está a tentar levantar o Famalicão pelo melhor clube possível”. “Sabemos que a tarefa não é fácil, mas tudo faremos para o conseguir, sendo que neste momento estamos a conseguir levar este clube a bom porto. Penso que o FC Famalicão está a entrar no caminho certo e como disse Reis Campos nós também só pararemos quando conseguirmos colocar o Famalicão na primeira liga”, acrescentou Carreira. Tanto Reis Campos como Carlos Carreira demonstraram estar em sintonia quanto aos objectivos futuros para o clube famalicense, sendo que o candidato do PS à presidência da autarquia prometeu total apoio no projecto de recuperação do FC Famalicão encetado pela actual Comissão Administrativa. Para já, os famalicenses caminham a passos largos para regressarem aos campeonatos nacionais da Federação Portuguesa de Futebol e Carlos Carreira acredita que “daqui a três ou quatro anos todos juntos colocaremos o Famalicão no principal escalão do futebol português”.

GD Lagense muda de treinador

Sai Amadeu Marques entra Dantas Teixeira

3º Pedro Vieira O atleta do Núcleo de Atletismo de Joane (NAJ) venceu o Grande Prémio de Atletismo realizado em Penafiel. Pedro Vieira é fruto das camadas jovens do NAJ e no seu primeiro ano como sénior tem conseguido resultados muito positivos. Nova equipa do Lagense

O Grupo Desportivo Lagense trocou de treinador para atacar a última fase da temporada e tentar ainda chegar à subida de divisão. Amadeu Marques abandonou o comando técnico e para o seu lugar entrou Dantas Teixeira. Na base desta decisão por parte da direcção da colectividade famalicense estiveram os maus resultados, em especial no início da segunda volta. Depois de uma primeira volta do campeonato onde a equipa da Lage andou sempre no comando da 2ª divisão distrital, série C, as últimas jornadas de Amadeu Marques na liderança da equipa ficaram marcadas pelos resultados negativos. A formação famalicense sofreu algumas derrotas, tendo perdido o primeiro lugar, por troca com outra equipa famalicense, o Bairro. Face a esta situação, a direcção do GD Lagense não perdeu tempo e trocou de equipa técnica. Foi buscar Dantas Teixeira, que nessa mesma semana tinha rescindido com o Pevidém, assumindo novo desafio na sua carreira desportiva. Dantas Teixeira traz consigo Rui Batista que será o

seu braço direito e adjunto na condução dos destinos do Lagense. “A decisão de mudarmos de treinador teve a ver com os maus resultados e também com alguma indisciplina, uma vez que os jogadores estavam a ver muitos cartões”, referiu Joaquim Moreira, presidente do Lagense. O presidente deixou ainda assim elogios ao trabalho desenvolvido por Amadeu Marques que considera “um bom treinador”. “Trabalha bem no campo e fez um bom trabalho no clube, mas os resultados não foram os mais felizes e não o ajudaram”. Os objectivos do Lagense continuam a passar pela subida de divisão e a confiança de todos é que esse objectivo ainda pode ser alcançado. “Escolhemos o técnico Dantas Teixeira para assumir a equipa porque acreditamos que é uma opção válida e pedimos-lhe muito trabalho para conseguir ainda a subida de divisão”, refere Joaquim Moreira. “Sempre dissemos que queríamos subir e agora vamos tentar recuperar o terreno perdido nas últimas jornadas “. J.C. pub.


sport: 04 de Março de 2009 23

futebol

Joane tentou tudo mas sucumbiu a um Vieira mais forte

Esforçados mas derrotados José Carlos Fernandes

1-0 Estádio Municipal de Vieira Árbitro : Leonardo Marques (Aveiro) Auxiliares: Luís Marco e Sérgio Silva

Vieira Joane Miguel Tozé Castelar Belmiro Giane Óscar Armando Pablo Rambóia (72’ Huguinho) Catana (87’ Paulinho) Pedro Mendes (65’ Leo)

Campos Álvaro (64’ Marquinho) Hugo André Bruno Roberto (67’ Carneiro) Carlos Manuel Sócrates Jader (83’ Luís) Gil Bertinho

Treinadores Pedro Rui

Paulo Rafael

Golos: 57’ Pedro Mendes (1-0). Cartões Amarelos: 32’ Roberto; 34’ Pedro Mendes; 36’ Álvaro; 44’ Bruno; 65’ Tozé; 72’ Leo; 75’ Catana; 77’ Castelar; 93’ Paulinho. C artõ es Vermelho s: Não houve.

Foi justa a vitória do Vieira frente ao Joane. Num jogo muito táctico, os caseiros conseguiram superiorizar-se, acabando por vencer por 10. Num campo sintético, mas em excelentes condições, esperavase um bom jogo de futebol, daí que o Municipal de Vieira do Minho registou uma boa moldura humana. As equipas tiveram atitude, a incerteza no resultado manteve-se até ao final, mas o jogo em si não foi de grande qualidade. Paulo Rafael foi obrigado a mexer no onze inicial, de realçar a entrada de Campos, para o lugar do castigado Sérgio, Roberto também jogou de início, relegando Carneiro para o banco de suplentes. Pedro Rui também foi obrigado a alterar, pois não pôde contar com três jogadores que tinham sido expulsos na última jornada frente ao Vilaverdense. A partida foi muito

Iniciados do Famalicão venceram Barroselas por 2-1

disputada no meio campo, as oportunidades de golo foram raras, mas foram os da que tiveram as melhores situações para marcarem. Aos 27 minutos, Rambóia, sozinho, atirou ao lado. Ao intervalo o empate aceitavase, mas o Vieira tinha deixado ficar no ar que queria mais. No segundo tempo, o Vieira conseguiu ganhar ascendente sobre a equipa joanense. Logo no primeiro minuto, Catana ameaçou, mas o remate saiu por cima da barra. O maior domínio traduziu-se em golo aos 12 minutos. André e Álvaro desentenderam-se, aparecendo Pedro Mendes, descaído sobre a esquerda, a rematar para o único golo do desafio e que trouxe justiça ao marcador. Paulo Rafael queria mudar o rumo dos acontecimentos e trocou Álvaro por Marquinho. Gil passou para a direita, à semelhança do jogo com o Fafe, só que Marquinho não acrescentou

nada de novo. Aqui é de realçar também o bom posicionamento da defensiva caseira. O Vieira equilibrou mais o meio campo e a defesa. Castelar, o capitão caseiro, recuou mais no relvado, apoiando os dois centrais. O Joane ficou assim com a baliza bloqueada para poder chegar ao golo. Apesar de todas as tentativas de Paulo Rafael, ao trocar Roberto por Carneiro e mais tarde Jader por

III DI VI SÃO

Sé rie A

Luís, o Vieira não dava veleidades aos joanenses. Entretanto, Pedro Rui também jogou os seus trunfos do banco, na tentativa de chegar ao segundo golo, ou pelo menos não permitir que o Joane empatasse. Acabou por ser a equipa da casa a desperdiçar a melhor oportunidade. Sozinho, Leo não conseguiu rematar com êxito Arbitragem regular do árbitro Leonardo Marques, de Aveiro. CLAS SI FI CA ˙ˆO

J

1. Vieira 23 2. Bragan a 23 Amares, 1; Prado, 1 Mªe `gua, 3; Vilaverdense, 3. Merelinense23 4 2 Limianos, 2; Mondinense, 4. Joane 23 5. M. Cavaleiros 23 1; Joane, 0 Fªo, 1; M. Cavaleiros,Vieira, 1 23 0; Merelinense, 1 6. Fafe Marinhas, 4; Bragan a,Fafe, 0 7. Fªo 23 8. Limianos 23 PR XIMA JORNADA 9. Prado 23 14. Mªe de `gua23 M. Cavaleiros - Limianos10. Vilaverdense 23 Bragan a - Fªo 2 4 17 11. Marinhas 23 Vilaverdense - Marinhas 12. Amares 19 74 10 23 Joane - Mªe de `gua Mondinense - Prado 13. Mondinense 23

RESULTADOS

V

E

15 14 12 11 10 10 9 9 6 6 6 3 4

D

F

C

6 2 44 17 2 7 27 21 3 8 37 21 6 6 35 26 7 6 35 23 7 6 31 21 7 7 36 21 7 7 35 30 9 8 21 25 8 9 32 33 7 10 34 39 9 11 35 44 6 13 18 44

P

51 44 39 39 37 37 34 34 27 26 25 18 18

Única desatenção defensiva deu em desaire

d e r r o t a depois cinco jogos A Objectivo alcançado 1-0 Complexo Desportivo Azevido Árbitro: Sílvio Gouveia (Bragança) Auxiliares: Carlos Meco e Paulo Gonçalves

Rebordosa Oliveirense

Formação de iniciados do FC Famalicão

José Clemente

PR XI MA

RE SUL TA DOS

marcação de um penálti. O Famalicão marcou por interOs iniciados do Famalicão recebe- médio de André, à passagem do ram no passado domingo o Barro- minuto 20 da primeira parte, e a selas, naquele que era conside- partir daqui esperava-se uma reacrado o jogo que valia um ção por parte do Barroselas. A campeonato. Só a vitória interes- mesma não aconteceu e disso se sava aos jovens famalicenses já aproveitaria o Famalicão para conque outro resultado podia atirar a trolar a partida. equipa para os distritais. Os locais Para a segunda parte, os locais acabaram por vencer o Barroselas entraram com a intenção de pelo por 2-1. menos marcar mais um golo e conOs famalicenses conseguiram seguiu-o numa boa jogada do atasomar os três pontos, graças à ati- que. Já dentro da área e com um tude demonstrada desde o início potente remate, Pedro fazia o seda partida, e assim asseguraram a gundo para a sua equipa. A partir manutenção no nacional do esca- daqui, o Famalicão ainda teve mais lão. O Famalicão venceu porque foi uma ou duas oportunidades para sempre superior ao seu adversário, poder dilatar o resultado. O Barrotendo sofrido um golo e apenas na selas acabaria por reduzir de penálti. Com este triunfo, os iniciados INICIADOS I Divisão Sp. Braga, 4; Moreirense, 0 1; Gil Vicente,do Vizela, 1 Famalicão conseguiram o seu grande objectivo para esta época Varzim, 1; Flaviense,Famalicªo, 1 2; Barroselas, 1 que era a manutenção. Os jogadoChaves, 1; Vianense, Marinhas, 0 1; V. Guimarªes, res responsáveis por este feito foCLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P ram: Carlos, André, Pereira, Tiago, 3 1. V. Guimarªes21 19 0 2 89 8 57 Rui Pena, Rui Freitas, João Pedro, 2. Sp. Braga 20 15 4 1 43 10 49 André Pereira, Renato, Pedro, Si3. Vizela 21 14 3 4 45 14 45 mões, Ricardo, Carvalho, Diogo No4. Varzim 21 10 3 8 49 29 33 5. Gil Vicente 21 9 5 7 34 31 32 gueira, Lobo, Jorge, José Carlos, 6. Marinhas 20 8 6 6 28 26 30 Duarte Silva, José Filipe, Vítor Ra7. Barroselas 21 7 3 11 21 34 24 fael, João Padrão, João Neto e Aires 8. Famalicªo 21 7 3 11 22 35 24 9. Chaves 21 8 0 13 18 32 24 Cristiano. A juntar a estes atletas há 10. Moreirense 21 6 1 14 21 51 19 ainda o técnico José Meireles, o ad11. Vianense 21 4 1 16 18 45 13 junto Luís Vítor Navio e o prepara12. Flaviense 19 Vianense - Varzim dor físico Tiago Filipe. Os respon2 1 16 Gil Vicente - Chaves sáveis pelo escalão são Mário 16 89 7 Flaviense - Sp. BragaBarroselas - Vizela Araújo e Carlos Costa.

Hugo Cerqueira Vagner Fábio Amado Pedro Oliveira Leal (87’ Filipe) Ita (93’ Miguel) Gustavo Joel Cafú (76’ Silvério)

Rui Forte Luís Miguel João Duarte Alexandre Carvalhinho César Marques Paulinho (70’ Meira) Arturinho (83’ Daniel) João Cruz Nuno Cavaleiro Pedro Fidalgo (83’ Xavi)

Treinadores António Monteiro

Mário Jorge

Golos: 62’ Leal (1-0). Cartões Amarelos: 59’ Vagner; 72’ César Marques; 80’ Gustavo; 92’ Amado; 93’ Hugo; 94’ Fábio; 95’ Pedro Oliveira. C artõ es Vermelho s: Não houve.

Bruno Marques A Oliveirense deixou-se apanhar pelo Rebordosa na tabela classificativa, depois da derrota por 1-0 no passado domingo. A equipa de Mário Jorge controlou os acontecimentos durante largo período de tempo, mas foi surpreendido pelo adversário, que fez o golo da vitória por intermédio de Leal na segunda parte. A primeira parte foi muito equilibrada e não teve muitos lances perigosos junto das duas balizas. A posse de bola pertenceu quase sempre à formação visitante, mas as duas equipas estavam mais preocupadas em cometer poucos erros do que em arriscar no ataque. Ao minuto 27, o Rebordosa

dispôs de uma boa ocasião para chegar ao golo. Ita fugiu bem à defensiva adversária, entrou na área e à saída de Rui Forte permitiu a defesa do guarda-redes da Oliveirense. A resposta dos forasteiros surgiu quatro minutos depois. Após um canto de Arturinho na esquerda, Alexandre saltou mais alto do que toda a gente mas o cabeceamento saiu um pouco por cima da baliza de Hugo. Os primeiros 45 minutos pautaram-se pelo equilíbrio, sendo que a Oliveirense assumiu mais as despesas da partida perante um Rebordosa na expectativa e à espera dos erros do adversário. A toada da segunda parte não foi muito diferente, embora tenham acontecido mais ocasiões de golo para um e outro lado. Aos 52 minutos, Arturinho marcou um livre, descaído sobre o lado esquerdo, tendo a bola saído muito perto da barra. Dez minutos volvidos, lance de contra-ataque dos locais, bola para a direita com Ita a cruzar atrasado onde apareceu Leal, num remate de primeira, a marcar o único tento do encontro. Em desvantagem no marcador, a Oliveirense aumentou a pressão, foi para a frente e abriu mais espaços na sua defensiva. O

III DI VI SÃO

Sé rie B

Rebordosa aproveitou esse espaço para criar mais perigo e aos 76 minutos Ita atirou ao poste após um primeiro remate de Gustavo defendido por Rui Forte. A Oliveirense ficou perto de marcar em três ocasiões. Aos 81 minutos, Luís Miguel surgiu ao segundo poste, depois de um lance de bola parada, rematou cruzado, Hugo defendeu e na sobra Nuno Cavaleiro rematou fraco quando tinha tudo para marcar. Sete minutos depois, o mesmo jogador chutou forte de fora da área para defesa de Hugo. Já em período de compensação foi a vez de César Marques ficar muito perto da igualdade, cabeceando por cima da barra. O resultado final traduz o jogo menos conseguido por parte da Oliveirense que controlou mas não marcou, saindo penalizada por isso. Quanto ao trabalho do trio de arbitragem de Bragança, fica a dúvida no lance do golo do Rebordosa. Cafú está em fora de jogo, parece fazer-se ao lance numa primeira instância, desistindo depois de ver que Ita estava em melhor posição. No seguimento da jogada, Leal marcou o único golo.

CLAS SI FI CA ˙ˆO

V

E

D

F

C

P

1. Oliveirense 21 10 2. Rebordosa 22 10 RESULTADOS 3. Padroense 22 10 Folgou: Serzedelo, 0; T. Moncorvo, 0 Vila Meª 4. Coimbrıes 21 10 Coimbrıes, 0; Oliv. Douro, 1 Rebordosa, 1; Oliveirense, 0 5. Paredes 21 9 Le a, 11; Paredes, 3 6. Le a Padroense, 3; Alpendorada, 21 9 Vila Real, 4; Lixa, 3 7. Vila Meª 21 8 8. Serzedelo 21 8 PR XIMA JORNADA 9. Oliveira Douro 21 7 Oliveirense - Torre Moncorvo Oliveira Douro - Vila10. MeªT. Moncorvo21 6 Alpendorada - Rebordosa Paredes - Coimbrıes 11. Vila Real 22 6 Lixa - Padroense Le a - Serzedelo 12. Alpendorada21 5 Folga: Vila Real 13. Lixa 21 4

J

7 7 6 5 7 4 7 3 6 8 6 3 3

4 5 6 6 5 8 6 10 8 7 10 13 14

25 39 36 31 29 37 35 26 26 19 30 24 27

16 31 32 24 21 29 32 30 31 22 36 37 43

37 37 36 35 34 31 31 27 27 26 24 18 15

FC Famalicão-Porto d’Ave é às 16 horas O próximo jogo do FC Famalicão a contar para a Divisão de Honra, frente ao Porto d’Ave, realiza-se no próximo domingo às 16 horas. Todas as partidas realizadas pelos famalicenses no Estádio Municipal até ao final da época serão sempre neste horário, tal como era pretensão do clube.


sport: 04 de Março de 2009

futebol

Determinação do Alegrienses garante um ponto frente ao líder

Flávio Neves substitui José Lemos

Famalicão marca passo 1-1 Campo da Ponte Árbit ro : José Silva Auxiliares: Miguel Silva e Vítor Lopes

Alegrienses Famalicão Zé Carlos Pimenta Evandro (45’ Flávio) Jaiminho Miguel (67’ Martins) Roger Mané Rochinha Zé Carlos Nuno Xila (88’ Seninho)

Objectivo passa pela manutenção

Bruno Celso Zé d’Angola Barreiras (75’ Táxi) Canetas (63’ Maniche) Ruizinho Jorginho Hélder Nuno Sousa Bessa Tó

Treinadores

Calend ário da se gunda fase já conhecido A equipa do Passal ficou na tarde da passada segunda-feira a conhecer o calendário da segunda fase do campeonato nacional da 2ª divisão, série A. Os ribeirenses vão começar a fase da manutenção em casa, já no próximo domingo, diante dos madeirenses do Ribeira Brava. O sorteio realizado na sede da Federação Portuguesa de Futebol ditou ainda que o Ribeirão se desloque no fim-desemana seguinte ao terreno do Maria da Fonte (15 Março), seguindo-se dois jogos no Passal, diante de Vianense (22 Março) e Caniçal (29 Março). A última jornada da primeira volta será no terreno do Mirandela (5 Abril). O Ribeirão vai iniciar a fase da manutenção na segunda posição, com 15 pontos, menos um que o Ribeira Brava. Seguem-se depois Vianense, com 11 pontos, Caniçal, com 10, Maria Fonte, com 9, e Mirandela, com 8. Os três últimos classificados desta fase descem directamente à 3ª divisão nacional, descendo ainda o terceiro pior classificado de todas as séries.

3º Raid BTT a 29 de Março O Centro de Recreio Camiliano, de Seide S. Miguel, vai organizar no próximo dia 29 de Março o 3º Raid BTT Trilhos de Camilo. A prova terá uma distância total de 50 kms e dificuldade física média/alta, sendo que o preço de inscrição varia entre os cinco e os seis euros. As inscrições podem ser realizadas até ao dia 22 de Março na sede da associação ou através do site www.crc-famalicao.org. A organização garante prémios para o primeiro, segundo e terceiro classificados, masculinos e femininos, estando ainda garantidos sorteios de artigos BTT.

Aristides Ferreira

Vito r Paneira

Golos: 30’ Ruizinho (1-0, penálti); 43’ Xila (1-1). Car tõ es Amare los: 32’ Celso; 35’ Jaiminho. Car tõ es Vermelhos: Não houve.

Aristides Ferreira O FC Famalicão deslocou-se na tarde de domingo ao Campo da Ponte, em Braga, para defrontar o Alegrienses que ocupava a 14ª posição. O Famalicão era o líder, com mais seis pontos que o segundo classificado, o Taipas, prevendo-se um jogo fácil para os comandados de Vítor Paneira, mas mais uma vez os famalicenses não tiveram capacidade para vencer uma equipa de nível inferior. Os visitantes até entraram melhor no jogo e logo no minuto três, Canetas recebeu um cruzamento da direita e de cabeça atirou ao lado. Volvidos dois minutos, Ruizinho marca um livre na direita do seu ataque, enviando a bola à barra. O Alegrienses fechava bem os caminhos da sua baliza e Zé d’Angola tentou a sua sorte de longe à passagem do minuto 15, mas mais uma vez não consegue acertar no alvo. Aos 17 minutos, os donos da casa desceram pela primeira vez

com perigo à área contrária e Jaiminho beneficiou de todas as facilidades concedidas pela defesa famalicense e na cara de Bruno atirou à figura do guarda-redes. Aos 30 minutos, Ruizinho cruzou na direita, um jogador da casa colocou a mão na bola, o árbitro nada assinalou, sendo o auxiliar a chamar o árbitro para marcar penálti. Chamado a converter, Ruizinho não perdoou, colocando a sua equipa a vencer por 1-0. Os visitantes foram à procura do segundo golo, que podia ter surgido aos 40 minutos. Barreiras passou por toda gente no lado direito e quando tinha bem desmarcado um companheiro para atirar para a baliza, preferiu o remate. E quem não marca acaba por sofrer. Aos 43 minutos, Rochinha trabalhou bem na direita, cruzou para Xila que de cabeça fez o empate. No segundo período, o Famalicão entrou com disposição para virar o resultado e nos primeiros quatro minutos criou duas boas situações para chegar de novo à vantagem. Primeiro foi Bessa, de cabeça, a obrigar Zé Carlos a desviar para canto. Depois foi Barreiras, na zona frontal, a rematar ao lado. Com o passar dos minutos o Alegrienses começou a acreditar que

era possível conseguir um resultado positivo frente ao primeiro classificado. Roger obrigou Bruno à defesa da tarde e Vítor Paneira mexeu no seu xadrez, tentando dar mais consistência ao seu ataque, mas o jogo continuou numa toada de parada e resposta e o Famalicão acabou por perder mais dois pontos, não conseguindo manter a vantagem de seis com que vinha da jornada anterior. Trabalho aceitável do árbitro da partida.

AFB DIVISÃO HONRA

Série 1

Laje, 1; Esposende, Sta 1 Maria, 4; Sta E. Vizela, 1 P.Regalados, 0; Torcatense, Forjªes, 1; Aroes, 0 3 Pica, 1; Martim, 1 Aguias Gra a, 2; Ronfe, 2 Alegrienses, 1; Famalicªo, 1

CLAS SI FI CA ˙ˆO

J

V

E

D

F

C

Porto Ave, 1; Taipas, 2 1. FC FAMALICˆO 20 14 3 3 34 45 2. Taipas 20 13 2 5 34 21 3. Santa Maria 20 10 8 2 42 23 4. St“ Eulalia Vizela 20 11 4 5 29 21 5. Martim 20 10 6 4 30 18 6. Aroes 20 11 2 7 25 17 7. Torcatense 20 10 2 8 29 16 8. Esposende 20 9 4 7 32 25 9. Porto Ave 20 8 4 8 24 18 10. Aguias Gra a20 7 5 8 25 23 11. Pica 20 6 5 9 21 26 12. Ronfe 20 6 4 10 26 34 13. Laje 20 4 4 12 14 39 14. Alegrienses 20 3 4 13 15 32 15. Pico Regalados 20 3 3 2 6 12 10 40 11 40 12 Taipas - Laje 16. Forjªes 20 Esposende - P.

P

8 41 38 37 36 35 32 31 28 26 23 22 16 13 14 12 Regalados

Juniores do Famalicão empatam com Rio Ave A equipa de juniores do Famalicão não conseguiu somar os três pontos frente a um adversário

que até estava ao seu alcance. Os famalicenses empataram a uma bola na recepção ao Rio Ave, em mais uma jornada do nacional do escalão. JUNIORES I DIVISÃO FC Porto, 1; Vizela,Beira-Mar, 0 2; Candal, 2 Foi um jogo muito bem disFamalicªo, 1; Rio Ave, 1 Infesta, 0; V. Guimarªes, 4 putado, com ambas as equipas à Leixıes, 1; Merelinense, 1 Penafiel, 3; Sp. Braga, 0 procura do melhor resultado. Boavista, 0; Gondomar, Gil0Vicente, 1; AcadØmica, 3 Frente ao seu público, o FamaliCLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P cão era favorito à vitória final só 1. FC Porto 23 18 4 1 63 19 58 2. V. Guimarªes23 13 6 4 44 20 45 que o Rio Ave, sem qualquer 3. Sp. Braga 23 13 6 4 41 27 45 pressão, acabou por apresentar 4. Penafiel 23 13 2 8 51 35 41 bom futebol. O nulo registado ao 5. Leixıes 23 11 8 4 35 24 41 6. AcadØmica 23 8 8 7 42 33 32 intervalo condizia na perfeição 7. Merelinense 23 8 8 7 21 29 32 com o que se tinha passado du8. Candal 23 8 7 8 29 28 31 rante os primeiros 45 minuto. 9. Boavista 23 8 6 9 42 34 30 Para a segunda parte, o Fa10. Gondomar 23 8 4 11 37 41 28 11. Rio Ave 23 7 7 9 31 37 28 malicão teria de fazer mais al12. Gil Vicente 23 8 4 11 36 47 28 guma coisa e isso passaria por 13. Vizela 23 5 4 14 22 46 19 marcar golos. No entanto, seria a 14. Famalicªo 23 5 4 14 21 48 19 formação de Vila do Conde, aos 15. Beira-Mar 23 3 8 12 32 51 17 16. Infesta 23 2 6 15 24 52 12 64 minutos e por intermédio de Rio Ave - Vizela V. Guimarªes - Beira-Mar Mikael, a colocar-se na frente do Merelinense - Famalicªo Sp. Braga - Infesta Gondomar - Leixıes AcadØmica - Penafiel marcador. Na resposta, e apenas Candal - Boavista Gil Vicente - FC Portovolvidos cinco minutos, Bruno RE SUL TA DOS

O Grupo Desportivo de Ribeirão tem novo treinador, o quarto da presente época. Depois de António Caldas, Luís Miguel e José Lemos, Flávio Neves é o senhor que se segue no comando técnico dos ribeirenses. O novo treinador confia na qualidade do grupo de trabalho e acredita que a manutenção será alcançada rapidamente. Flávio Neves tem um largo currículo como treinador, tendo orientado nas últimas épocas a Sanjoanense e levado a Oliveirense a uma subida de divisão, depois de três anos ao serviço do clube de Oliveira de Azeméis. Mais recentemente, Flávio Neves orientou os madeirenses do Caniçal que abandonou no final da última época. Desde então estava sem clube. “Os responsáveis do Ribeirão contactaram-me e sendo um clube de algum prestígio nesta divisão, resolvi assumir este desafio”, começa por explicar o treinador, acrescentando que a situação “está complicada mas não muito difícil”. Aliás, Flávio Neves revela ter plena confiança no grupo de trabalho que tem à sua disposição, bem como acredita na conquista da manutenção. “Se não acreditasse não teria aceite o desafio. Se viesse para este clube e depois não alcançasse o objectivo da manutenção isso seria muito mau para mim e para o Ribeirão. Felizmente, posso dizer que ao longo da minha carreira nunca falhei um objectivo e certamente que não será agora que isso vai acontecer”, refere. Flávio Neves revela ter “total

confiança” na direcção e nos jogadores, deixando um pedido especial a todos os adeptos e associados ribeirenses para que “não deixem de apoiar a equipa porque nada está ganho”. O novo treinador não trouxe qualquer adjunto consigo, mantendo-se por isso a mesma estrutura técnica que comandou a equipa desde a saída de Luís Miguel. José Lemos volta ao cargo de director desportivo, acompanhando ainda de perto o grupo de trabalho.

PR XI MA

Bruno Marques

Famalicenses ainda estiveram em vantagem

RE SUL TA DOS

Quarto treinador da temporada no GD Ribeirão

PR XI MA

24

fez o tento da igualdade e a partir daqui o Famalicão acreditou que era ainda possível chegar à vitória e tudo fez para o conseguir. Ainda assim o resultado não sofreria mais alteração até ao final, sendo que esta igualdade é penalizadora para a formação famalicense que ainda se encontra na zona de despromoção. Sob arbitragem de Arnaldo Araújo (Vila Real), o Famalicão alinhou com: Piteca, Vidigal, Carlos, Castanheira, Miguel, Batista, Rui, Arantes, Cesário, Urbano e Bruno. Jogaram ainda: Tavares e Tiago. Já o Rio Ave jogou com: João Terroso, Edu, Hélder, Ruben, Mikael, Gonçalo, Pedrinho, Napoleão, Ricardo e Emanuel. Jogaram ainda: Filipe Cunha e Marques. José Clemente


sport: 04 de Março de 2009 25

distritais

Ninense sobe ao primeiro lugar

4. Catel 17 12 2 3 51 18 38 4. Sandinenses 17 9 2 6 34 30 29 4. Amares 16 10 1 5 39 24 31 5. Operario 16 10 2 4 44 22 32 5. Oliveirense 17 8 3 6 24 23 27 5. Esposende 17 8 3 6 32 26 27 6. Meªes 16 9 0 7 46 42 27 6. Pevidem 17 7 4 6 37 30 25 6. Prado 17 8 2 7 33 38 26 7. Realense 16 7 4 5 30 26 25 7. Brito 17 7 2 8 30 28 23 7. Merelim S. Paio 17 7 3 7 26 25 24 8. Forjªes 17 6 1 10 22 42 19 8. Fair-Play 17 6 4 7 25 23 22 8. Arsenal Devesa17 6 1 10 27 48 19 9. Granja 17 5 3 9 39 39 18 9. M.Fonte 17 7 1 9 28 29 22 9. Andorinhas 17 5 3 9 20 29 18 10. Antas 17 5 1 11 26 50 16 10. Ronfe 16 6 4 6 25 30 22 10. Nogueirense 17 5 2 10 30 41 17 11. Vila Chª 17 3 3 11 23 48 12 11. Arıes 17 5 2 10 27 38 17 11. S. Ver ssimo 17 5 2 10 30 46 17 12. Marca 16 4 0 12 23 58 12 12. Torcatense 17 4 2 11 26 36 14 12. Vila 17 5 1 11 24 41 16 13. Bastu o 17 3 2 12 26 42 11 13. Vieira 16 3 2 11 18 34 11 13. Ninense 17 4 3 10 23 45 15 14. Apulia 16 1 0 15 15 60 3 14. Brufense 17 3 1 13 17 46 10 14. Patrimoniense17 2 2 13 23 56 8 Santa Maria - Prado Nogueirense - Andorinhas Pevidem - Ribeirªo M.Fonte - Ronfe Catel - Bastu o Arnoso - Marca S.Eulalia - Oliveirense Amares - S. Ver ssimo Merelim S. Paio - Marinhas Brufense - Sandinenses Vila Chª - Forjªes Apulia - Granja Realense - Antas Operario - Meªes Ninense - Arsenal Devesa Torcatense - Vieira Fair-Play - Brito Vilaverdense - Esposende Moreirense - Arıes Ag.Alvelos - Celeiros Patrimoniense - Vila

I Divisão - Série A

INICIADOS

I Divisão - Série B

C

P

PR XI MA

INICIADOS

II Divisão - Série A

CLAS SI FI CA ˙ˆO

INICIADOS RE SUL TA DOS

Vila Chª, 1; Ninense,Aveleda, 0 0; Marinhas, 3 Verissimo, 1; Granja,Operario, 0 2; E.Faro, 0 Folgou: Louro Bastu o, 2; Fªo, 3 Braga-Gandra J

V

1. Marinhas 16 14 2. Braga 13 10 3. Verissimo 15 9 4. Fªo 14 9 5. Vila Chª 15 8 6. Bastu o 15 6 7. Aveleda 16 6 8. Louro 15 6 9. E.Faro 16 4 10. Operario 15 3 11. Gandra 12 3 12. Granja 12 3 13. Ninense 14 2 Granja - Ninense Louro - Verissimo Folga: Gandra Marinhas - Braga

E

D

F

C

P

1 1 48 9 43 0 3 49 10 30 2 4 27 16 29 1 4 26 21 28 2 5 19 14 26 4 5 23 21 22 2 8 20 26 20 1 8 22 34 19 2 10 16 37 14 3 9 9 27 12 1 8 17 26 10 1 8 24 35 10 2 10 9 33 8 E.Faro - Aveleda Fªo - Operario Bastu o - Vila Chª

V

E

D

F

C

P

CLAS SI FI CA ˙ˆO

II Divisão - Série C

Moreirense, 4; Delªes, 0 Cabeceirense, 0; Ponte, 2 S.Jorge, 0; Pevidem, Bairro, 3 3; Vitoria, 1 Oliveirense, 2; Famalicªo, 0 2; Celoricense, 1 Pencelo, Ronfe, 5; S. Paio, 0

CLAS SI FI CA ˙ˆO

J

V

E

D

F

C

P

1. Pencelo 17 15 2 0 52 11 47 2. S.Jorge 17 11 1 5 44 21 34 3. Oliveirense 17 11 0 6 48 22 33 4. Pevidem 14 10 2 2 58 14 32 5. Ronfe 17 10 2 5 43 13 32 6. Bairro 17 9 3 5 33 19 30 7. Celoricense 16 9 1 6 37 22 28 8. Moreirense 17 8 1 8 26 27 25 9. Vitoria 17 7 3 7 33 24 24 10. Famalicªo 17 5 3 9 23 39 18 11. Desp. Ponte 15 5 1 9 14 20 16 12. S. Paio 15 3 1 11 23 56 10 13. Delªes 17 1 1 15 11 85 4 14. Cabeceirense17 0 1 16 9 81 1 Pevidem - Delªes Vitoria - Cabeceirense Famalicªo - S.Jorge Celoricense - Bairro S. Paio - OliveirensePencelo - Moreirense Desp. Ponte - Ronfe PR XI MA

CLAS SI FI CA ˙ˆO

J

J

V

E

D

F

C

P

1. Braga 17 11 6 0 41 6 39 1. Ribeirªo 17 16 0 1 52 3 48 2. Merelinense 16 11 3 2 48 28 36 2. M. Fonte 17 15 1 1 48 15 46 3. Prado 17 10 4 3 43 12 34 3. Vitoria 17 13 0 4 54 10 39 4. Arsenal 17 10 2 5 30 11 32 4. Fafe 17 8 3 6 39 27 27 5. Esposende 17 9 2 6 26 17 29 5. Taipas 16 8 3 5 24 19 27 6. Vilaverdense16 9 1 6 23 16 28 6. Sandinenses 16 7 5 4 29 15 26 7. S. Maria 15 7 3 5 33 13 24 7. Brito 17 8 1 8 21 25 25 8. Palmeiras 17 6 4 7 36 18 22 8. Urgeses 16 5 2 9 22 29 17 9. Misericordia17 6 3 8 27 26 21 9. S.E Vizela 16 5 2 9 13 36 17 10. Gil Vicente 16 6 3 7 14 27 21 10. Ruivanense 17 4 4 9 20 33 16 11. Andorinhas 17 3 7 7 27 27 16 11. Joane 16 4 4 8 15 32 16 12. Ceramistas 17 4 2 11 24 45 14 12. Fair-Play 15 4 1 10 19 36 13 13. Amares 16 2 0 14 17 53 6 13. F.C Vizela 16 2 3 11 9 38 9 14. Arnoso 15 1 0 14 19 109 3 14. Vieira 17 0 3 14 12 59 3 M. Fonte - Ruivanense S. Maria - Arsenal Gil Vicente - Palmeiras Ribeirªo - Brito Arnoso - VilaverdenseMerelinense - Amares F.C Vizela - Fair-Play Vieira - Urgeses Esposende - Prado Braga - Misericordia Taipas - Vitoria Joane - Fafe Andorinhas - Ceramistas Sandinenses - S.E Vizela

V

E

D

F

C

P

RE SUL TA DOS

os dois jogadores. A jogar contra dez pensava-se que o S. Cosme iria ter mais facilidades, mas o Lagense soube compensar bem a falta de um elemento. Entretanto, os da casa também ficaram reduzidos a dez elementos depois de uma agressão na sequência de uma disputa de bola no círculo central. No último minuto do jogo, o juíz da partida mandou marcar grande penalidade. No entanto, o Lagense não conseguiu converter o castigo máximo, com o jogador visitante a atirar a bola à trave. O resultado final acaba por se aceitar. O S. Cosme jogou com: J. Pereira, Toninho, Rafa, Diogo (Tiago), Bruno, Vitó, Rochinha, Pedro, Seara (Daniel), Gonçalves (Rui) e Zé Miguel. A.M.

Abel. O Guisande entrou para a segunda parte com outra disponibilidade e aos 60 minutos chegou ao golo do empate, depois de um forte remate de fora da área. Aos 70 minutos, o Guisande fez o 1-2, depois da marcação de um pontapé de canto. A equipa de Antas voltou a pressionar e por diversas vezes poderia ter feito o golo do empate. No entanto, só aos 93 minutos Morais conseguiu

da 2ª divisão distrital, série C, e não conseguiu mais do que um empate a duas bolas. A primeira parte começou com a equipa de Antas a pressionar e o primeiro remate a cargo de Carlitos que levou a bola a bater na trave da baliza adversária. O primeiro golo do S. Cláudio chegou aos 40 minutos, através de AFB II DIVISÃO RE SUL TA DOS

F

Série A

J

V

E

D

F

C

P

1. Tadim 17 13 4 0 32 9 43 2. MARCA 17 10 4 3 26 15 34 3. Roriz 17 10 3 4 41 21 33 4. OperÆrio 17 10 3 4 22 12 33 5. S. Ver ssimo17 8 7 2 34 20 31 6. Gandra 17 7 5 5 26 21 26 7. Sequeirense 17 6 4 7 19 31 22 8. Lemenhe 17 5 6 6 20 21 21 9. Mouquim 17 5 5 7 20 25 20 10. Antas 17 5 4 8 28 24 19 11. Granja 17 4 7 6 25 30 19 12. Necessidades17 4 2 11 22 34 14 13. Tebosa 17 1 3 13 14 35 6 14. Juv. Belinho17 1 3 13 17 48 6 Tebosa - Lemenhe OperÆrio - Tadim Juv. Belinho - Roriz Necessidades - Granja Sequeirense - MouquimAntas - S. Ver ssimo Gandra - MARCA

fazer o golo do empate. O empate acabou por ser um resultado justo, face à vontade das duas equipas que não queriam perder o jogo. A equipa de arbitragem saiu de S. Cláudio com nota positiva. A equipa de S. Tiago de Antas alinhou com: Hélder, Prego, Riba, Couto e Ricardo (83’ Mendes), Peneda, Abel, Carlitos (65’ Morais), Rafael (90’ Vítor), José Rui e Carneiro. Rui Faria

AFB II DIVISÃO

S. Ver ssimo, 2; Lemenhe, Tadim,11; Gandra, 0 Roriz, 3; Tebosa, 0 Granja, 0; OperÆrio, 3 Mouquim, 1; Juv. Belinho, Antas,02; Necessidades, MARCA, 3; Sequeirense, 0

CLAS SI FI CA ˙ˆO

PR XI MA

D

PR XI MA

E

J

1. Apœlia 19 12 4 3 27 9 40 2. Ninense 19 11 7 1 23 9 40 3. CATEL 18 10 4 4 29 13 34 4. Louro 19 9 7 3 24 11 34 5. `guias Alvelos 19 9 6 4 22 16 33 6. Vila Chª 19 9 4 6 35 23 31 7. Palmeiras 19 9 3 7 26 21 30 8. Terras Bouro18 9 3 6 23 18 30 9. Cabreiros 19 7 2 10 18 24 23 10. Gondifelos 19 7 1 11 20 33 22 11. Pousa 19 5 6 8 16 16 21 12. Soarense 19 5 6 8 21 29 21 13. Maximinense 19 5 5 9 18 20 20 14. Viatodos 19 3 9 7 17 29 18 15. Dumiense 19 4 3 12 12 30 15 16. Celeir s 19 1 2 16 12 42 5 Celeir s - Louro Dumiense - Soarense Ninense - Vila Chª CATEL - Cabreiros `guias Alvelos - Viatodos Palmeiras - Pousa Maximinense - Apœlia Gondifelos - Terras Bouro

São Cláudio empata em casa

RE SUL TA DOS

RE SUL TA DOS

V

CLAS SI FI CA ˙ˆO

Série C

Bairro, 0; S. Paio, Figueiredo, 1 1; Telhado, 1 Peıes, 1; `guias, 1 S. ClÆudio, 2; Guisande, 2 0 S. Cosme, 0; Lagense,L.0Enguardas, 1; Delªes, 1 Arsenal, 2; Ruivanense, 1 Vit ria Folgou:

RE SUL TA DOS

PR XI MA

PR XI MA

INICIADOS

PR XI MA

J

1. Viatodos 16 13 1 2 61 8 40 2. Ribeirªo 15 13 0 2 87 8 39 3. Joane 15 13 0 2 41 11 39 4. Ruivanense 16 10 2 4 35 20 32 5. Operario 14 9 3 2 35 8 30 6. Oliveirense 15 9 1 5 43 17 28 7. Bairro 15 7 2 6 34 28 23 8. Carreira 16 5 0 11 26 47 15 9. Arnoso 15 4 0 11 23 53 12 10. Telhado 15 4 0 11 24 61 12 11. Lousado 15 3 0 12 16 67 9 12. Cavalıes 15 1 2 12 11 63 5 13. Brufense 14 1 1 12 5 50 4 Carreira - Operario Lousado - Bairro Ruivanense - BrufenseOliveirense - Joane Cavalıes - Arnoso Folga: Ribeirªo Telhado - Viatodos

RE SUL TA DOS

RE SUL TA DOS

RE SUL TA DOS

II Divisão - série C

1 13 14 46 7 Gil Vicente - Vizela Famalicªo - Pevidem Moreirense - Vitoria

Brufense, 0; Carreira, 6 2; Lousado, 0 4; Brito, 1 Ruivanense, 1; Sandinens., Joane, Misericordia, 0; Arsenal, Palmeiras, 1 2; Andorinhas,Fafe, 2 O S. 2Cláudio recebeu o Arnoso, 1; Ruivanense, 3 3 Ribeirªo, 1; Oliveirense,Vilaverdense-S. 2 Urgeses, 2; M. Fonte, 3 MariaAmares, 0; Gil Vicente, 2Fair-Play, 0; Ribeirªo, Guisande na 18ª jorPrado, 12; Arnoso, 0 Braga, 0; Merelinense, 0 Vitoria, 5; F.C Vizela, Viatodos, 4; Cavalıes, 0 0 3; Vieira, 2 Folgou: Operario Joane, nada do campeonato Ceramistas, 1; Esposen., 6 Bairro, 3; Telhado, 1 S.E Vizela, 1; Taipas, 3

CLAS SI FI CA ˙ˆO

PR XI MA

PR XI MA

PR XI MA

PR XI MA

RE SUL TA DOS

PR XI MA RE SUL TA DOS

JUVENIS

14. Amares 16 2 14. Regalados 17 0 0 17 8 94 0 S.Verissimo - Moreirense Esposende - Merelinense Delªes - Fair-Play Prado - Famalicªo Marinhas - Regalados Ronfe - Amares Vilaverdense - Gil Vicente Andorinhas - Alvelos Fafe - M.Fonte Misericordia - Braga Brito - Taipas

Série A

Terras Bouro, 1; Louro, 0 Soarense, 1; Maximinen., 0 Vila Chª, 4; Celeir Cabreiros, s, 0 1; Dumiense, 0 Viatodos, 0; Ninense,Pousa, 0 0; CATEL, 1 Apœlia, 0; `guias Alvelos, 1 Gondifelos, 3; Palmeiras, 0

Dérbi concelhio terminou sem golos

Assistiu-se na tarde de domingo a mais um dérbi concelhio, com duas equipas que sabem praticar futebol, tendo S. Cosme e Lagense empatado a zero. O S. Cosme tomou as rédeas do jogo e foram os da casa a procurar bem cedo chegar ao golo, II Divisão - série C com jogadas rápidas de ataque. JUNIORES I Divisão - série A JUVENIS I Divisão - série B JUVENIS 0; Moreirense, 6 Merelinen., 9; Misericordia, 2 Vitoria, 5; Fair-Play, 1 Vizela, 1; Brito, 2 Silvares, 1; Urgeses,Ruivanense, 3 3; Gandarela,Alvelos, 0 A primeira ocasião de golo surCabeceirense, 1; Joane, 0 2; Antime, 3 Delªes, Famalicªo, 7; S.Verissimo, 0 0; Esposende, Amares, Regalados, 3 2; Delªes, 2 Pevidem, 4; Gil Vicente, giu0 na marcação de um pontapé de Celoricense, 2; Bairro, 1 Estorªos, 4; Prazins, 2 Gil Vicente, 4; Prado, 0 Andorinhas, 1; Marinhas, M.Fonte, 0 2 4; Ronfe, 0 Moreirense, 2; Famalicªo, canto, onde apareceu completaS.Paio-Fradelos (adiado) Braga, 3; Vilaverdense, 0 Taipas, 1; Fafe, 1 mente solto Rafa que não conseCLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P CLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P CLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P 1. Ruivanense 16 12 4 0 47 10 40 guiu direccionar bem a bola, cabe1. Gil Vicente 17 15 1 1 53 6 46 1. Fafe 16 14 1 1 36 5 43 2. Urgeses 17 12 3 2 40 17 39 2. Moreirense 17 12 2 3 53 9 38 2. Vitoria 16 13 2 1 64 12 41 ceando ao lado. Até ao intervalo foi 3. Joane 17 7 8 2 33 20 29 3. Famalicªo 17 11 3 3 38 11 36 3. Gil Vicente 17 10 2 5 32 27 32 sempre o S. Cosme a tentar chegar 4. Antime 15 8 4 3 21 16 28 4. Braga 17 9 4 4 34 17 31 4. Fair-Play 15 9 3 3 38 20 30 ao golo. 5. Celoricense 16 6 7 3 24 19 25 5. Marinhas 17 9 3 5 31 18 30 5. M.Fonte 17 8 4 5 28 16 28 6. Prazins 17 7 4 6 34 33 25 Na segunda parte, o Lagense 6. Merelinense 17 8 5 4 36 20 29 6. Pevidem 16 8 2 6 25 18 26 7. Delªes 17 7 3 7 31 30 24 7. Andorinhas 16 8 3 5 34 25 27 entrou melhor no jogo e tentou to7. Taipas 17 6 7 4 24 20 25 8. S.Paio 16 6 4 6 29 29 22 8. Vilaverdense17 8 1 8 37 40 25 8. Vizela 17 7 3 7 26 25 24 mar conta do meio campo, só que 9. Cabeceirense17 5 3 9 35 34 18 9. Brito 16 6 3 7 16 22 21 9. Esposende 16 7 3 6 31 23 24 viu-se reduzido a dez jogadores de10. Fradelos 15 3 5 7 24 31 14 10. Moreirense 16 4 5 7 19 27 17 10. Misericordia17 5 5 7 25 34 20 11. Estorªos 16 3 5 8 26 42 14 pois de uma entrada bastante dura 11. Ronfe 17 3 2 12 12 36 11 11. Prado 17 4 2 11 33 33 14 12. Silvares 17 3 5 9 19 36 14 de um jogador visitante. Nessa jo12. Delªes 16 2 3 11 19 54 9 12. Alvelos 17 2 4 11 8 46 10 13. Bairro 16 3 2 11 20 44 11 13. Famalicªo 16 2 2 12 14 39 8 13. S.Verissimo 17 2 0 15 13 58 6 gada, o árbitro deveria ter excluído 14. Gandarela 16 0 7 9 9 31 7 Joane - Urgeses Antime - Ruivanense Bairro - CabeceirensePrazins - Delªes Fradelos - Celoricense Estorªos - Silvares Gandarela - S.Paio

AFB I DIVISÃO

CLAS SI FI CA ˙ˆO

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. PR XI MA

RE SUL TA DOS

RE SUL TA DOS

RE SUL TA DOS

O Ninense ascendeu ao primeiro lugar na 1ª divisão da AF Braga ao empatar a zero no terreno do Viatodos, mas aproveiAs equipas do Ruivanense e o primeiro lugar com mais um beceirense. A luta promete ser tando a derrota do Apúlia por dos Amigos de Urgeses man- ponto do que o Urgeses. Esta interessante de seguir até ao 1-0 frente ao Álvelos. têm uma luta interessante e semana, as duas equipas ven- final, com o principal ponto de O Louro tinha também uma acesa no topo da classificação ceram e aumentaram ainda interesse a situar-se na parte boa oportunidade para se colar do campeonato distrital da 2ª mais o fosso para as restantes cimeira da tabela classificativa. ao grupo da frente, mas averdivisão, série C. formações desta série, uma vez O conjunto de Ruivães está a bou nova derrota, desta feita Para já, a equipa de Famali- que o Joane, terceiro classifi- realizar uma época positiva e em Terras do Bouro por 1-0 e cão leva vantagem, segurando cado, perdeu no terreno do Ca- aspira à subida de divisão. viu-se apanhado pelo Catel Cunha. Destaque ainda para o Gondifelos que conseguiu imI Divisão - série A I Divisão - série B II Divisão - série A JUNIORES JUNIORES JUNIORES Arsenal Devesa, 2; Andorinhas, Prado, 2; 1Patrimoniense, 2 Brito, 0; Ribeirªo, 1Ronfe, 0; Moreirense, 1 Meªes, 3; Bastu o, 0 Marca, 1; Ag.Alvelos, 3portante vitória sobre o PalmeiMarinhas, 3; Nogueirense, 1 ssimo, 1; Santa Maria, S. Ver 3 Oliveirense, 2; Pevidem, 0 3; Catel, 0 Granja, 0; Arnoso, 2 ras (3-0) e fugiu aos lugares de Sandinenses, 3; M.Fonte, Forjªes, 1 Vieira, 0; S.Eulalia,Fair-Play, 1 5; Brufense, 1Antas, 1; Vila Chª, 2Operario, 6; Apulia, 0 Esposende, 2; Merelim Ninense, S. Paio, 2; 2 Amares, 1 despromoção. Arıes, 2; Torcatense, 1 Celeiros, 0; Realense, 2 Vila, 1; Vilaverdense, 4 Na próxima jornada, o NiCLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P CLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P CLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P nense recebe o Vila Chã, o 1. Vilaverdense 17 15 2 0 68 19 47 1. Ag.Alvelos 17 15 1 1 60 9 46 1. Moreirense 17 14 3 0 40 6 45 2. Marinhas 16 14 0 2 56 13 42 2. Arnoso 16 13 1 2 67 31 40 2. Ribeirªo 17 10 4 3 35 18 34 Louro vai ao Celeirós e o Gondi3. Santa Maria 17 10 3 4 42 22 33 3. Celeiros 17 13 0 4 41 26 39 3. S.Eulalia 17 10 4 3 25 20 34 felos recebe o Terras de Bouro.

PR XI MA

Ruivanense e Urgeses em luta acesa nos juniores

J

V

E

D

F

C

P

Bairro 17 10 6 1 37 14 36 S. Paio 16 10 4 2 24 13 34 Ruivanense 17 10 2 5 30 15 32 Lagense 17 9 4 4 29 14 31 L. Enguardas16 9 4 3 27 13 31 Figueiredo 16 7 5 4 23 17 26 S. Cosme 17 7 5 5 18 15 26 S. ClÆudio 17 7 3 7 28 25 24 Guisande 16 6 5 5 23 20 23 Delªes 17 5 4 8 19 22 19 Vit ria 16 5 4 7 23 31 19 Arsenal 17 4 2 11 24 37 14 `guias 17 3 4 10 21 44 13 Peıes 17 2 4 11 18 40 10 Telhado 17 1 4 12 13 37 7 S. Paio - Peıes Telhado - S. ClÆudio `guias - S. Cosme Guisande - L. Enguardas Lagense - Arsenal Delªes - Vit ria Ruivanense - Figueiredo FOLGA - Bairro


26

sport: 04 de Março de 2009

modalidades

FAC vence e Riba d’Ave perde na 2ª divisão de hóquei

FAC nos oitavos-de-final da Taça de bilhar

Equilíbrio no topo mantém-se Na 20ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins, o FAC recebeu e venceu o Bom Sucesso por 7-3 enquanto o Riba d’Ave foi surpreendido no Parque das Tílias pelo Tomar, perdendo por 3-2. Apenas a vitória interessava ao FAC e o jogo iniciou-se com os locais a assumirem o controlo, sendo sem surpresa que aos três minutos André Barbosa fez o 1-0. Aos 7 minutos, Miguel Soares fez o 2-0 e parecia que a vitória estava a ser muito bem construída. Contudo, a equipa de Aveiro melhorou o seu jogo e aos dez minutos reduziu e aos 19 empatou. No mi-

PR XI MA

RE SUL TA DOS

nuto seguinte, André Barbosa fez o 3-2 e ainda antes do intervalo Miguel Soares bisou e colocou o resultado em 4-2. Na segunda parte, à passagem dos 14 minutos, Mauro Lima fez o 5-2. O Bom Sucesso ainda reduziu, mas André Barbosa e Justiniano colocaram justiça no marcador com o 7-3 final. Nesta partida, o FAC alinhou com, André Camões, Mauro Lima, Nuno Alves, André Barbosa e Miguel Soares. Jogaram ainda: Justiniano, Tiago Barbosa e Pedro Salgado. Quanto ao Riba d’Ave perdeu uma boa oportunidade de dilatar ainda mais a vantagem que tinha em relação ao segundo classificado. A formação ribadavense até HOQUEI EM PATINS II Divisão Sanjoanense, 4; AzemØis, Lavra,3 3; Turquel, 3 entrou muito bem no jogo e ao inRiba d’Ave, 2; Tomar,Marco, 3 2; Infante Sagres, 3 tervalo vencia por 2-0. Na segunda Feira, 1; Espinho, 4Ouriense, 2; Limianos, 2 parte tudo foi diferente e para pior. J. Pacense, 5; Mealhada, 4 Bom Sucesso, 3 FAC, 7; O Tomar entrou com a nítida inCLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P tenção de mudar o rumo dos acon1. Riba d’Ave 20 13 3 4 77 60 42 2. Tomar 20 11 4 5 80 53 37 tecimentos e operou mesmo a re3. Turquel 20 11 4 5 86 64 37 viravolta no marcador, vencendo 4. FAC 20 11 4 5 66 50 37 por 3-2. 5. Espinho 20 11 4 5 61 52 37 6. Marco 19 9 4 6 75 52 31 Fazer melhor era quase impos7. Infante Sagres 20 8 5 7 76 73 29 sível isto porque durante a semana 8. Sanjoanense 20 8 5 7 65 65 29 o treinador do Riba d’Ave teve pra9. Limianos 20 8 3 9 59 64 27 ticamente todo o plantel parado 10. Feira 19 7 4 8 56 58 25 11. Juv. Pacense20 8 1 11 72 99 25 devido a doença e lesões. Nesta 12. Ouriense 20 5 9 6 53 55 24 partida, o Riba d’Ave alinhou com: 13. Lavra 18 5 6 7 45 55 21 Vítor Salgado, André Alves, Joel 14. AzemØis 20 6 0 14 60 84 18 Ferreira, Arnaldo Queirós e Hélder 15. Bom Sucesso 20 4 5 11 71 81 17 16. Mealhada 20 1 3 16 55 92 6 Gomes. Jogaram ainda: Vítor Hugo B. Sucesso - Sanjoanense Mealhada - Lavra e Ricardo Caldas. AzemØis - Riba d’Ave Turquel - Marco Tomar - Feira Infante Sagres - Ouriense Espinho - Juv. Pacense Limianos - FAC

J.C.

GRAC realiza Assembleia Geral eleitoral O Grupo Recreativo e Associativo de Cruz (GRAC) convocou todos os seus associados para uma Assembleia Geral eleitoral que se vai realizar no próximo dia 21 de Março, pelas 14h30, na sede da Junta de Freguesia de Cruz. A ordem de trabalhos passará por: discussão e aprovação das contas referente ao ano desportivo de 2008 e respectivo parecer do Conselho Fiscal, eleger a Mesa da Assembleia Geral, a Direcção e o Conselho Fiscal e o tratamento de outros assuntos de interesse para a colectividade.

ARCA surpreende Macedense do campeonato, o Araucária, equipa que ainda não somou qualquer ponto.

RE SUL TA DOS

6. Barranha 17 8 2 7 58 58 26 7. Merelinense 16 7 1 8 63 71 22 8. Chaves 17 6 2 9 65 75 20 9. ARCA 17 5 5 7 46 70 20 10. C. Ansiªes 17 6 1 10 82 81 19 11. Vianense 16 5 2 9 71 89 17 12. Sangemil 16 3 3 10 42 58 12 13. AraucÆria 15 0 0 15 32 92 0 FC Foz - Sangemil Folga - Merelinense Ac. Le a - Macedense C. Ansiªes - P. Creixomil Contacto - Chaves ARCA - AraucÆria Barranha - Vianense

Carlos Veloso do FAC

gueiredo a suplantar o seu adversário e após um empate até às 7 carambolas, disparou para a vitória com duas sequências de três e qualificou o FAC para os quartos-de-final da Taça de Portugal. Nesta fase da prova defrontará a Portuguesa de Leça, clube que milita no escalão máximo nacional. O jogo decorrerá em Leça no dia 20 de Março.

Iniciados de hóquei perdem em Barcelos A equipa de iniciados de hóquei em patins do FAC deslocou-se a Barcelos para o campeonato nacional e perdeu com o Óquei local por 4-0. A estratégia montada pelo treinador Jorge Ferreira causou grandes dificuldades à equipa da casa que apenas marcou o primeiro golo numa desatenção defensiva. Ao intervalo o resultado assinalava a vantagem mínima para o Barcelos. Na segunda parte, a supremacia do Barcelos veio

ao de cima e foi coroada com três golos que estabeleceram o 4-0 final e premiaram a melhor equipa em campo. Pelo FAC alinharam neste jogo: Miguel Freitas, Tiago Azevedo, Bruno Costa, Nuno Dias, Rui Carvalhal, Paulo Ribeiro, Bruno Silva, Camilo Ribeiro, Paulo Araújo e Diogo Fernandes. O FAC volta a jogar para o campeonato nacional no próximo sábado, 7 de Marços, às 15 horas, no Pavilhão Municipal.

FAC vence CART e Limianos na Taça do Minho Para a Taça do Minho, a equipa de iniciados de hóquei patins do FAC efectuou duas partidas. Primeiro, a formação do FAC foi às Taipas vencer o CART por 4-3. O treinador Jorge Ferreira aproveitou para rodar alguns elementos do plantel. Pelo FAC alinharam: Miguel, Luca, Luís, Zé Miguel, Álvaro, Bruno, Camilo, Afonso e Fábio. Diante do Limianos, em mais um jogo da Taça do Minho, o FAC venceu por 9-2. Nesta partida alinharam: Miguel, Luís, Álvaro, Bruninho, Paulo, Zé Nuno, Zé Miguel, Francisco, Rafa e Fábio. O próximo jogo desta competição é no domingo, às 9h30, no Pavilhão Municipal de Famalicão.

Juniores do FAC derrotados pelo HC Braga Os juniores de hóquei patins do FAC deslocaram-se a Braga e perderam por 3-1, em mais um jogo do campeonato regional. Frente ao HC Braga, a equipa famalicense apresentou-se a jogar bom hóquei e discutiu o jogo. Ao intervalo es-

tava a perder por 1-0 e na segunda parte tentou inverter a tendência do jogo, mas os bracarenses acabaram por dilatar a vantagem e cimentar o 31 final. No próximo domingo, o FAC desloca-se a Ponte de Lima.

Escolares venceram CART A formação de escolares do FAC venceu o CART por 2-1, em hóquei em patins, no passado fim-desemana, e perdeu em casa com a AD Limianos por 10-1. A formação infantil também saiu derrotada da partida que efectuou frente ao CART, mas por 7-1. O próximo jogo destas equipas jovens é no domingo, às 11h30, no Pavilhão Municipal de Famalicão.

FAC em 4º no nacional de sub-17 em badminton

O FAC classificou-se em 4º lugar no campeonato nacional de sub-17 para equipas mistas, em badminton. No Pavilhão Universitário de Coimbra, a equipa faFUTSAL III Divisão Sangemil, 1; Ac. Le a, 1 malicense perdeu os três jogos que realizou. Merelinense, 5; C. Ansiªes, 3 Macedense, 5; ARCA, 6P. Creixomil, 4; Contacto, 3 No primeiro jogo, frente ao Clube de Albergaria, o Chaves, AraucÆria, 2; Barranha, 3 7; FC Foz, 5 resultado final foi de 4-1, com a única vitória a ser conFolgou: Vianense seguida por Inês Bastos, em singulares senhoras. No CLAS SI FI CA ˙ˆO J V E D F C P segundo jogo, frente à Académica de Coimbra, o re1. P. Creixomil17 13 3 1 80 36 42 sultado foi o mesmo e com a mesma protagonista na 2. FC Foz 17 12 2 3 80 38 38 vitória do FAC. Em pares mistos, a dupla Pedro Cardoso 3. Ac. Le a 16 11 1 4 65 42 34 4. Macedense 16 10 2 4 69 47 32 e Sónia Gonçalves quase conseguia nova vitória, ape5. Contacto 17 9 0 8 76 72 27 nas cedendo no 3º set. Finalmente, no último jogo da

PR XI MA

A equipa de futsal da Associação Recreativa e Cultural de Antas (ARCA) conseguiu um importante triunfo por 6-5 no terreno do Macedense, quarto classificado do campeonato. Este resultado foi uma das surpresas da jornada, com a equipa orientada por Henrique Passos a dar mais um passo seguro rumo à permanência na 3ª divisão nacional de futsal. Os três pontos somados em Macedo de Cavaleiros permitiram mesmo que a formação de S. Tiago de Antas deixasse os lugares abaixo da linha de água, estando agora numa posição que garante a manutenção. Na próxima jornada, a ARCA é favorita a somar mais três pontos, uma vez que recebe no Pavilhão Municipal das Lameiras o lanterna vermelha

O FAC venceu o BC Porto, em jogo a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, em bilhar, e atingiu os quartos-de-final da competição. Num jogo emocionante e com um final dramático, a qualidade dos atletas do FAC revelou-se nos momentos decisivos. Disputada à melhor de cinco sets de 15 carambolas, a partida não começou bem para os jogadores famalicenses. Nos dois primeiros jogos, tanto Carlos Veloso como Adelino Paredes não pareciam capazes de vencer os seus opositores. Paredes saiu derrotado e Veloso teve de sofrer para vencer. Nos dois jogos seguintes, Jorge Lopes jogou com um atleta da 1ª divisão (Jaime Tavares) e Artur Figueiredo, 34º do ranking, defrontou Manuel Rio, 23º. Jorge Lopes venceu os dois primeiros sets e no terceiro set saiu derrotado. No quarto set voltou o dramatismo, com o famalicense a vencer. No jogo entre as primeiras figuras, Figueiredo entrou no jogo a perder o 1º set. Depois a partida com Manuel Rio foi sempre muito disputada e equilibrada. O final do encontro foi dramático, com o Artur Fi-

competição, frente ao campeão CHEL (Lagoa), o marcador final foi de 3-2. Inês Bastos desta vez não venceu, perdendo para a primeira jogadora nacional, no derradeiro set. As vitórias famalicenses foram conseguidas em pares homens, com os atletas Pedro Cardoso e Luís Reis a protagonizarem um grande resultado com os três sets a finalizarem com 21-19. A outra vitória pertenceu ao par misto por desistência do CHEL. No próximo fim-de-semana, o FAC vai disputar o campeonato nacional da 2ª divisão para equipas mistas seniores. A competição decorrerá em Miranda do Corvo.

FAC mais forte que UTAD no voleibol sénior Terminou a primeira fase do campeonato nacional da 2ª divisão de voleibol, com a formação sénior do FAC a vencer a UTAD por 3-0. Esta foi a quinta vitória consecutiva, com os locais a despedirem-se da melhor forma da primeira fase ao terminarem no 3º lugar. Quanto ao jogo, o FAC conseguiu sempre alcançar vantagem suficiente para segurar e vencer todos os sets e a boa réplica dada pelos universitários não foi suficiente para colocar em perigo o triunfo. O sorteio da próxima fase realiza-se amanhã, quinta-feira, na sede da Federação Portuguesa de Voleibol e a competição regressa apenas no fim-de-semana de 14 e 15 de Março.


sport: 04 de Março de 2009 27

modalidades

Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos apresentou equipa

Aposta na formação é forte Foi apresentada no passado sábado a equipa de ciclismo (escola) da Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos\Escola de Ciclismo Carlos Carvalho para a época 2009. A equipa é composta por várias categorias (infantis, juvenis, cadetes e juniores), num total de 19 ciclistas, podendo este número ainda aumentar com o decorrer da época. Em infantis a equipa é formada por: Romeu Guimarães, Álvaro Ferreira, Luís Pereira, Rafael Taveira e André Carvalho. Em juvenis: João Fernandes, João Ribeiro, João Pereira e Pedro Oliveira, contando com os directores desportivos: Filipe Carvalho, Nuno Silva, António Meira e Ricardo Silva. Quanto à formação de cadetes tem como elementos: Fábio Machado, Ricardo Teixeira, Abílio Carvalho e Carlos Machado. Nuno Silva e Hélder Carvalho são os directores desportivos. Por fim, a equipa de juniores tem os elementos: Pedro Fernandes, Pedro Rodrigues, Pedro Baptista, Hugo Vaz, David Machado, Fábio Leal e conta com Filipe Carvalho como director desportivo.

Ciclistas da equipa de Pousada de Saramagos para a nova época

Esta equipa é apadrinhada pelos ciclistas Tiago Machado (MadeinoxBoavista) e Fernando Machado (Sporting CP). Desta forma, a Associação de Ciclismo de Pousada de Saramagos\EC Carlos Carvalho aposta forte na formação e educação de jovens para que estes possam “vingar” no futuro, tanto como ciclistas como cidadãos. Para esta temporada es-

peram-se bons resultados de toda a equipa ao longo da época e muito empenho por parte de todos. Entretanto, no próximo fim-desemana a formação júnior entra em acção, com uma deslocação até Benavente (Santarém) para participar na prova de abertura da época. A organização do evento está a cargo da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Moinho de Vermoim destaca-se em Moreira de Cónegos A atleta Rosa Oliveira, da Associação Moinho de Vermoim (AMVE), obteve mais um resultado positivo, desta vez no 1º Corta Mato do Moreirense Futebol Clube. Com um percurso bastante duro e sinuoso, a atleta da AMVE ficou no segundo lugar da geral no escalão sénior feminino. Rosa Oliveira prossegue a preparação para os Europeus de Estrada que irão decorrer na Dinamarca no final do mês de Maio. Os restantes atletas da AMVE obtiveram também resultados bastante positivos. A atleta Hermínia Pereira ficou no quinto lugar no escalão sénior feminino, sendo que no sector masculino participaram três atletas. Américo Oliveira ficou no sexto posto do escalão de veteranos 1 e Paulo Oliveira foi oitavo no mesmo escalão. Rui Araújo também participou no escalão sénior masculino, obtendo uma boa classificação. No próximo fim-de-semana a equipa da AMVE vai estar presente no Regional de Cross Curto, em Guimarães.

Natação famalicense obteve 28 medalhas em Braga O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF) obteve 28 medalhas nos campeonatos regionais de juvenis, realizados nos passados dias 20 e 22 de Fevereiro, nas Piscinas Municipais da Rodovia, em Braga. A equipa de Famalicão teve a participação de 15 nadadores juvenis, nomeadamente João Rocha, Diogo Rodrigues, João Fernandes, Mário Cunha, Simão Alves, Francisco Costa, Rui Faria, Carlos Araújo, Pedro Romanoski, Filipa Rompante, Hedvidges Carvalho, Francisca Pereira, Sofia Cunha, Mariana Dias e Jéssica Lopes, alcançando 28 medalhas, das quais dez medalhas de ouro, nove de prata e nove de bronze. Os atletas que se sagraram campeões regionais individuais foram: João Rocha, Simão Alves e Filipa Rompante, assim como a estafeta de 4x100 metros estilos masculina, constituída por

João Fernandes, Diogo Rodrigues, João Rocha e Mário Cunha. Para o treinador famalicense Pedro Faia foram “uns campeonatos repletos de emoção, com elevado número de títulos obtidos, quer ao nível individual quer colectivo, boas marcas, a obtenção de mínimos de acesso

aos nacionais por parte de alguns atletas que ainda não o tinham conseguido, assim como 99 recordes pessoais. Tratouse de um momento importante de avaliação dos nadadores para os próximos Campeonatos Nacionais a realizar no mês de Março”.

Atletas do GDNF que representou a equipa em Braga

ADRO disputou Taça de Portugal A equipa da Associação Desportiva e Recreativa Outeirense (ADRO) esteve presente na primeira fase da Taça de Portugal, em ténis de mesa, organizado pela Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, que teve lugar no Pavilhão Municipal de Mafra. Os atletas da equipa pousadense estiveram em bom nível, ao vencerem os dois primeiros encontros, vindo a ser derrotados no terceiro jogo no embate com a equipa madeirense do Câmara de Lobos que disputa a 2ª divisão nacional, zona sul. Esta participação serviu, segundo o técnico da equipa, para preparar os últimos encontros

do campeonato nacional de 3ª divisão que esta formação lidera isolada, com vista à subida de divisão. Também no passado sábado se realizou o Torneio do Inatel, em Guimarães, tendo a ADRO participado nos escalões de juniores femininos e cadetes masculinos e conquistado em ambos a primeira posição. Em juniores femininos, Joana Fernandes arrecadou o primeiro lugar batendo na final uma atleta do Bairro da Misericórdia. Já em cadetes masculinos, Ricardo Martins arrecadou igualmente o primeiro lugar, sentindo muitas dificuldades para bater na final um atleta o CTM Taipas.

3ª Maratona Isabelinha BTT é em Abril Viatodos vai acolher no fim-de-semana de 11 de Abril mais um evento desportivo de grande dimensão: a 3ª Maratona Isabelinha BTT 2009. Para além da maratona e meia maratona que terão lugar no dia 11 e que irão reunir alguns atletas conhecidos, haverá ainda um passeio familiar, aberto à participação de todas as famílias e sem qualquer limite de idade, no dia 13 de Abril. O percurso é dividido em três escalões de dificuldade: 80, 45 e 15 kms. Este último designado como passeio familiar. O tempo máximo para completar a prova, que se desenvolve em estrada e em percursos de campos e montes, com algum grau de dificuldade e algumas subidas e descidas arrojadas, é de 8 horas. A partida terá lugar às 9 horas, no recinto da Feira da Isabelinha (junto à escola do 2º e 3º Ciclo de Viatodos). Daqui os ciclistas efectuaram uma volta de aquecimento pelas ruas da Freguesia de Viatodos dirigindo-se posteriormente para o percurso previamente estabelecido. As inscrições estão abertas para todos os interessados em participar, podendo ser realizadas em www.isabelinhabtt.com. Esta prova está inseridas nas festividades centenárias da Feira da Isabelinha.

Karaté de Delães e S. Mateus na Taça Nacional CPK

Atletas que participaram na Taça Nacional de Karaté

No passado sábado o Pavilhão Municipal de Castelo de Paiva foi palco da Taça Nacional CPK, nos escalões de infantis a juvenis, organizada pelo Centro Português de Karaté. Este torneio, de âmbito nacional, contou com a participação de 410 competidores, apenas do estilo de karaté shotokan com a aplicação das regras da WKF. A prova contou com a participação das Escolas de Karaté de Delães e S. Mateus que se fizeram representar por cerca de uma dezena de atletas. Em representação da Escola de Delães, Hugo Pinto foi terceiro classificado na prova de kata infantil masculino; Cristina Monteiro foi a segunda classificada na prova de kata juvenis femininos e terceira classificada na prova de kumite 45 kg, juvenis femi-

ninos. João Batista foi primeiro classificado na prova de kata juvenis masculinos. Participaram ainda Daniel Rocha, na prova de kata infantil masculino, Renato Monteiro, nas funções de chefe de tatamí, e Patrícia Batista, nas funções de treinadora. Da Associação Desportiva de S. Mateus competiram: Hugo Pinto que foi terceiro classificado na prova de kata infantil masculinos; Nuno Pinto, na prova de kata iniciados masculinos; João Miranda, na prova de kata iniciados masculinos; Diana Ribeiro que se classificou na terceira posição na prova de kata juvenis femininos e foi a primeira classificada na prova de kumite juvenis femininos. António Oliveira marcou igualmente presença nas funções de árbitro.


28

publicidade

sport: 04 de Março de 2009

Transportes de Mercadorias Mudanças Distr. de Publicidade ALVARÁ N.º 14030/2007 Tlm. 968 380 719 - 916 938 215 E-mail: franciscopinto_@hotmail.com

CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO Está pelo Fundo Desemprego? Quer criar o seu próprio posto de trabalho/ negócio, beneficiando de apoios e incentivos? Estamos disponíveis para executar o projecto e dar todo o acompanhamento contabilístico/seguros.

Contacto: 939 471 604

PRETENDE-SE JOVEM DINÂMICA/O PARA TRABALHAR EM ESCRITÓRIO

Duas pelo preço de uma

Contacto: 917 562 589 916 135 005 / 252 319 451

PREÇO NEGOCIÁVEL 252 102 971 / 936 878 542

Garagens Centro da Cidade Vendo duas garagens com capacidade para 2 carros cada

ENGOMAMOS A SUA ROUPA APENAS 0.99€ O KILO RECOLHAS E ENTREGAS AO DOMICÍLIO Inclusive fins-de-semana LIGUE-NOS 912 208 679 Associação Desportiva Juventude de Mouquim ASSEMBLEIA-GERAL ORDINÁRIA CONVOCATÓRIA De acordo com o disposto nos Estatutos, da Associação Desportiva Juventude de Mouquim, convoco os associados a reunirem no dia 06 de Março de 2009 pelas 21H00, na Sede da Junta de Freguesia, com a seguinte ordem: ORDEM DE TRABALHOS

T1 CENTRO DA CIDADE MOBILADO E EQUIPADO- 300€ ARRENDA O PRÓPRIO: 965 074 464

SEAT IBIZA COMERCIAL Setembro de 2005 1.4 TDI com todos os extras Preto 40.000 Kms 1 dono Preço 9600€ Contacto: 917 007 309

PONTO: 1- Apresentação de contas referentes ao ano de 2008. PONTO: 2- Trinta minutos para tratar de assuntos de interesse da Associação. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: Se à hora marcada (21H00), não estiver presente o número de sócios exigido pelos Estatutos, a Assembleia-Geral funcionará trinta minutos depois com o número de sócios presentes. Informo os associados que só poderão participar nos trabalhos desta Assembleia, desde que tenham as quotas regularizadas. Mouquim, 06 de Fevereiro de 2009 O Presidente da Assembleia Geral

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA Senhor Cooperador: Nos temos do disposto no nº2 do artigo 20º dos Estatutos da Cooperativa Eléctrica do Vale d’Este, convoco a Assembleia Geral a reunir em sessão ordinária, às 14H00 do dia 21 de Março de 2009, na sua sede, com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1. APRESENTAÇÃO, DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DO RELATÓRIO DE GESTÃO E CONTAS REFERENTE AO EXERCÍCIO DE 2008. 2. DISCUSSÃO DE QUAISQUER OUTROS ASSUNTOS DE INTERESSE PARA A COOPERATIVA. Se à hora marcada para a reunião não se verificar o numero de presenças previsto no nº1 do artigo 45º do Código Cooperativo, esta, reunirá com qualquer número de Cooperadores, uma hora depois, conforme o nº2 do mesmo artigo. Louro, 03 de Março de 2009. O PRESIDENTE DA MESA DA ASSEMBLEIA GERAL Dr. Manuel J. Carvalho Nunes de Sá

PRECISA-SE 3 VENDEDORES (M/F) Residência concelhos: Guimarães, Famalicão, Sto. Tirso, Trofa ou Vizela PERFIL EXIGIDO Boa Apresentação Sentido Responsabilidade 25/40 Anos OFERECEMOS Viatura Vencimentos acima da média Tlm.: 964 618 365


sport: 04 de Março de 2009 29

modalidades

Nos campeonatos de Portugal de pista coberta

CCD Ribeirão subiu ao pódio

CCD Ribeirão tem conseguido destacar-se na pista coberta

O Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão fechou da melhor forma a época de pista coberta, ao alcançar três lugares no pódio dos campeonatos de Portugal, realizados no passado fim-de-semana, em Pombal. Numa competição onde estiveram os melhores atletas do país, o CCDR participou com oito atletas que obtiveram mínimos para estar presentes. Renato Silva correu a prova de 800 metros, alcançando o 3º lugar nacional, numa prova que foi ganha na ponta final pelo atleta do Sporting, Rui Silva. Logo no início, o atleta do CCDR colocou-se em segundo lugar, tendo o atleta do Benfica Fábio Gonçalves comandado a prova. O campeão Rui Silva impôs a sua velocidade final, vencendo a prova, tendo Fábio Gonçalves terminado no segundo posto e Renato Silva no terceiro. Em destaque esteve também o velocista Raul Veloso que após alcançar a final nos 60 metros, ficando em 6º lugar, esteve surpreendente na prova de 200 metros ao ficar apurado para a final e alcançar o 3º lugar no pódio nacional. A prova foi ganha por Dany Gonçalves, do Marítimo e em 2º lugar ficou Bruno Ferreira, do Benfica. Na prova de salto à vara o jovem sub-23 Diogo Silva, voltou a estar em destaque

batendo o seu recorde pessoal e alcançar o 4º lugar nacional com o marca de 4.40 metros. Para finalizar com sucesso, no final dos campeonatos de Portugal, o CCDR participou na estafeta de 4x400 metros, com os atletas Renato Silva, Rui Araújo, Márcio Pereira e Rui Gomes, sagrando-se vicecampeões nacionais, atrás da Casa do Benfica de Faro. Relativamente a estes resultados, o presidente do CCDR, Santos Oliveira, referiu que “estes foram mais uns campeonatos de grande nível realizados pelos atletas do Ribeirão que após se sagrarem campeões por equipas do Norte na pista coberta, vice-campeões nacionais da 2º divisão de pista coberta e do 3º lugar no pódio nos nacionais de juniores na prova de lançamento do peso, ainda conseguiram esta boa prestação”. O presidente do clube acrescentou que “o balanço é francamente positivo e motiva os atletas, toda a equipa técnica e direcção para continuar a trabalhar para alcançar outras excelentes prestações na pista ao ar livre”. “O clube está orgulhoso por todo o empenho dos atletas e valoriza o trabalho de qualidade que é efectuado pelos treinadores desde a formação até aos escalões seniores”, concluiu.

Resultados camadas jovens FC Famalicão… Os resultados da formação do FC Famalicão foram: Famalicão A 7-0 S. Veríssimo (juvenis); Moreirense 2-2 Famalicão B (juvenis); Ruivanense 10-0 Famalicão B (infantis); Bragafut 2-4 Famalicão A (escolas); Famalicão B 1-5 Ponte (escolas). Na próxima jornada realizam-se os seguintes encontros: Guimarães-Famalicão (iniciados, domingo, 11 horas); Prado-Famalicão A (juvenis, sábado, 15 horas); Famalicão

B-Pevidém (juvenis, sábado, 15 horas, Campo Outiz); Famalicão B-Ases S. Jorge (iniciados, domingo, 10h30, Campo Avidos); Famalicão A-Fair Play (infantis, sábado, 16h30, Campo Avidos); Famalicão B-Joane (infantis, sábado, 15 horas, Campo Avidos); Famalicão A-Ruivanense (escolas, sábado, 10 horas, Campo Avidos); Fair Play-Famalicão B (escolas, sábado, 15 horas).

…e do GD Joane Também as camadas jovens do GD Joane jogaram no passado fim-de-semana. Resultados: Cabeceirense 1-0 Joane (juniores); Joane 2-0 Lousado (juvenis); Joane 3-2 Vieira (iniciados); Joane 2-5 Vizela (infantis); Ruivanense 6-3 Joane (escolas, série E); Brito 3-2 Joane (escolas, série F). Próxima jornada: Joane-Urgeses (juniores, sábado, 15 horas, Campo Riopele); Oliveirense-Joane (juvenis, sábado, 15 horas, Campo Ribes); Joane-Fafe (iniciados, domingo, 10 horas, Campo Riopele); Famalicão-Joane (infantis, sábado, 15 horas, Campo Avidos); Joane-Ribeirão (escolas, série F, domingo, 9h30, Campo nº 2 Joane); Joane-Prado (escolas, série E, domingo, 11 horas, Campo nº 2 Joane).

Cadetes da ATC perdem primeiro jogo A equipa de cadetes masculinos da ATC não começou da melhor forma a sua participação na Taça Nacional de basquetebol. No domingo passado frente ao campeão distrital de Viseu, o GDR Gumirães, os jovens da ATC não tiveram argumentos para contrariar a maior velocidade e força física de uma equipa que contava ainda com uma média de altura muito superior à da ATC. Para além da derrota da ATC, por 46-92, registe-se a qualidade do jogo, de nível nacional, apresentado por ambas a equipas. Das restantes equipas da ATC em competição durante o fim-de-semana, a contar para a Taça do Minho, derrotas também para os iniciados B e para as cadetes. Se os iniciados B perderam em Valença, frente ao BC Valença, por 114-16, já as cadetes venderam cara a derrota na Póvoa de Lanhoso com o Maria da

Fonte, perdendo por 50-49. Por sua vez, os iniciados A, em jornada dupla, venceram no sábado, em Joane, o Juventude de Guimarães por 7131, e no domingo, em Viana, o Clube de Basket de Viana por 101-35. Ainda na Taça do Minho, os juniores da ATC voltaram às vitórias, derrotando em Vermoim o BC Valença por 87-38. Finalmente, a contar para o Torneio Inter Associações, as iniciadas da ATC receberam e venceram a Escola Desportiva Limiana por 85-35. No próximo fim-de-semana, as diferentes equipas da ATC realizarão onze jogos. Desta maratona de encontros, destaque para a jornada dupla na Taça Nacional de Cadetes masculinos, com a equipa da ATC a deslocar-se no sábado a Monção e a receber no domingo, às 11h15, no Pavilhão de Vermoim, o Vasco da Gama, do distrito do Porto.

Pedro Vieira vence em Penafiel O atleta Pedro Vieira, do Núcleo de Atletismo do Joane (NAJ), foi o vencedor do Grande Prémio de Atletismo realizado no primeiro dia de Março, na cidade de Penafiel. Este atleta, fruto das camadas jovens do NAJ, é um jovem muito promissor que possui grandes capacidades para a prática do atletismo e no seu primeiro ano como sénior, os resultados têm sido positivos. Por isso, Pedro Vieira é uma das maiores esperanças do NAJ para o futuro.

Iniciados do GRAC campeões do Norte

Decorreu no passado dia 21 de Fevereiro, em Vila Real, o Campeonato do Norte de Atletismo. Na prova de 3000 metros, a formação de iniciados do Grupo Recreativo e Associativo de Cruz (GRAC) sagrou-se campeã. Para alcançar este título a colectividade de Cruz contou com as prestações dos atletas Francisco Cruz, que foi segundo classificado, Carlos Oliveira, que se classificou na 16ª posição, Hélder Salazar, no 21º posto, e Paulo Silva que terminou a prova no 35º lugar. Todas as prestações somadas deram o título colectivo ao GRAC. pub.


30

sport: 04 de Março de 2009

modalidades/motores

S. Mateus sonha com acesso à poule final… O S. Mateus venceu no passado fimde-semana o Pousadense por 2-1 e levou para a última jornada do campeonato todas as decisões quanto à entrada para a poule final de discussão da subida. Os famalicenses estão em igualdade pontual, 37 pontos, com o Grupo Desportivo André Soares (GDAS) e só na derradeira ronda se ficará a saber que ocupará o terceiro lugar. Santo Tirso Futsal e Gualtar já garantiram os dois primeiros lugares, respectivamente. Na 19ª jornada do campeonato distrital de futsal, série A, a formação da Mocidade Alegre de Landim (MAL) empatou a seis golos na recepção à Fundação Manuel da Costa. Em termos de classificação, o

Santo Tirso Futsal já garantiu o primeiro lugar, seguindo-se Gualtar e depois GDAS e S. Mateus com 37 pontos casa. O MAL surge no sexto posto com 28 pontos enquanto o Pousadense está no nono lugar com oito pontos conquistados. Na próxima jornada, a última do campeonato, o S. Mateus recebe o Priscos, o MAL desloca-se ao pavilhão do EPB enquanto o Pousadense joga também fora de casa, mas no reduto da Fundação Manuel da Costa. No Pavilhão Municipal de Delães o S. Mateus precisará do apoio do público para ultrapassar o Priscos, procurando ultrapassar o GDAS que vai até à casa do Santo Tirso Futsal.

…e Mouquim também Na série B da 1ª divisão distrital de futsal, o Mouquim foi conquistar uma importante vitória por 4-2 ao pavilhão do ISAVE e tem ainda hipóteses de chegar ao terceiro lugar e entrar na poule final de subida. Na partida disputada em Nogueiró, Braga, assistiu-se a um bom espectáculo de futsal, com o Mouquim a apostar tudo e a ser mais forte que o adversário. O Mouquim utilizou: Patrese, Ricardo (1), Hélder (1); Teixeira, Matos (1), Pedro Pinto, Zé Luís, Taveira, Gil (1), Tiago, Gui e Paulo. Nos outros jogos da 17ª jornada, no dérbi concelhio, o Pinheiro Torto empatou a três bolas com o Esmeriz. Na classificação, ISAVE e Mouquim têm ambos 29 pontos e só na última jornada se ficará a saber quem integra a poule final de subida. Guimarães Futsal e Nun’Álvares já garantiram os seus lugares nessa fase. Quanto ao Esmeriz está na sétima posição com 21 pontos enquanto o Pinheiro Torto está no último lugar com dez pontos conquistados. Na última jornada do campeonato, o Esmeriz recebe o Nun’Álvares e o Pinheiro Torto vai até ao terreno do Lordelo. O jogo grande da jornada será no sábado, às 21 horas, no Pavilhão das Lameiras, onde o Mouquim recebe o CAR Taipense, esperando-se grande afluência de público para apoiar os famalicenses. A equipa de Miguel Machado precisa de vencer para entrar na poule final e esperar por um resultado pior do ISAVE no terreno do Celorico.

Covense e Castelões igualados na AFSA Jogou-se no passado fim-desemana mais uma jornada dos campeonatos da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA) e na 1ª divisão Covense e Castelões repartem a liderança com 41 pontos. Resultados da 16ª jornada: Vermoim 1-3 Floresta; Novais 0-9 Covense; São Martinho 8-5 ADESPO; Outeirense 3-4 Lameiras; Castelões 8-2 Gavião; Carril 3-7 Pedome; JASP 3-5 Landim. Na 2ª divisão os resultados foram os seguintes: Barrimau 9-5 Louredo; Barrimau 1-4 São Cosme; Esmeriz 7-8 Bente; 1º Maio 5-0 Cabeçudense; Lousado 8-3 Requionense; Flor Monte 5-6 ACURA; Bairrense 0-3 Telhado. Comanda o S. Cosme com 43 pontos, seguindose Cabeçudense com 42. Em juvenis jogou-se mais uma eliminatória da Taça concelhia, com

os seguintes resultados: Louredo 57 Juv. Académico; S. Martinho 4-3 Pedome; Lameiras 9-7 Flor Monte; Landim 1-3 Castelões. Passam para a próxima eliminatória: Juv. Académico, S. Martinho, Lameiras e Castelões. Em iniciados, jogou-se para a 7ª jornada que estava em atraso. Resultados: Cabeçudense 3-4 outeirense; JASP 30-2 ADERM; Juv. Académico 12-4 Lameiras; Barrimau 7-0 Covense; Joane 2-14 Pedome; Carreira 4-6 Castelões. Comanda o Outeirense com 36 pontos. Por fim, no escalão feminino disputou-se a 10ª jornada, com os resultados: Oliveirense 3-0 Pedome; Lousado 0-8 Landim; Juv. Académico 0-4 santa Maria; Joane 4-1 Covense. Comanda o Landim com 24 pontos, seguido pela Oliveirense com 20.

50 pilotos no motocross de Arnoso Decorreu no passado domingo, 1 de Março, em Arnoso Santa Maria, e com organização do Desportivo e Cultural de Arnoso (DECA), o 1º Grande Prémio de Motocross da freguesia. Perante centenas de adeptos deste deporto motorizado, cerca de meia centena de pilotos portugueses e espanhóis conseguiram prender o público durante toda a tarde. Após corridas muito disputadas e em que os vencedores só foram encontrados nas últimas voltas, as classificações foram as seguintes: infantis, 1º Yamandu Dominguez (KTM); 2º Pedro Garcia (Kawasaki); 3º Cristian Caamaño (Kawasaki); iniciados, 1º Alejandro Vazquez (KTM); 2º Óscar Fernandez (Yamaha); 3º Xavi Ballas (Honda); elite (250 e 450 cc), 1º Rui Rodrigues (Yamaha); 2º Ricardo Cunha (Kawasaki); 3º Vasco Santos (Kawasaki).

XX Rali de Famalicão marcado pelas desistências

Luís Mota subiu ao mais alto lugar do pódio Bruno Marques Luís Mota, em Mitsubishi Evolution IV, foi o grande vencedor da XX edição do Rali de Famalicão que decorreu na tarde do passado sábado no concelho de Famalicão. Na prova extra a vitória foi para o piloto famalicense Paulo Marques, em Citroen Saxo. Ainda em termos de pilotos do concelho, Márcio Pereira foi o melhor no Regional depois de terminar na quarta posição. O Rali de Famalicão pontuava para o Campeonato Regional de Ralis Norte e o espectáculo protagonizado pelos pilotos presentes foi muito. Os adeptos da modalidade puderam assistir a um bom rali, com os troços, Brufe-Fradelos e Requião-Telhado, ambos de dupla passagem, a merecerem elogios. A prova ficou ainda marcada pelas muitas desistências. À partida estavam inscritos 30 pilotos, 21 no Regional de Ralis Norte e nove na prova extra, sendo que apenas 14 lograram chegar aos Paços do Concelho, sete em cada uma das classificações. Apesar de ter tido alguns problemas no início do rali, Luís Mota, da equipa Comptisport, acabou por ser mais forte que a concorrência e alcançar um triunfo que há muito procurava em Famalicão. Do concelho famalicense, Márcio Pereira estreou-se da melhor forma, sendo o melhor na classificação geral, seguindo-se Daniel Miranda, em Citroen AX 4x4, no quinto posto.

Classificação Final

Paulo Marques/Alberto Silva, em Citroen Saxo

Daniel Miranda/Manuel Oliveira, em Citroen AX 4x4

José Carvalho/Miguel Gonçalves, em Fiat Punto HGT

Regional Ralis Norte 1º Luís Mota (Mitsubishi EVO IV) 2º Júlio Bastos (BMW M3) 3º Firmino Peixoto (Citroen AX) José Janela/Frederico Carvalho, em VW Polo GTI

Prova Extra 1º Paulo Marques (Citroen Saxo)

Luís Mota “Nunca nos correu bem aqui em Famalicão, onde tínhamos duas desistências seguidas. Desta vez, ainda furamos o radiador no primeiro troço, mas resolvemos tudo na assistência e depois foi só gerir a vantagem até ao final”

2º Nuno Almeida (Fiat Punto HGT)

Paulo Marques

3º Jorge Lopes (Fiat Punto HGT)

“Fiquei bastante satisfeito com este resultado, não só pelo facto de ter ganho mas também pelo facto de me ter divertido bastante. O carro estava em excelente condições e a navegação do Alberto Silva também foi muito boa”


sport: 04 de Março de 2009 31

motores

Márcio Pereira entrou com pé direito nos ralis

Nuno Pimenta

António Freitas

Maria João Ruivo deixou boa imagem

O Crédito Agrícola Rally Team contou no Rali de Famalicão com uma nova dupla, neste caso com Maria João Ruivo e João Ruivo, naquela que foi a estreia da jovem piloto nos ralis, terminando no sexto posto da prova extra. “Acima de tudo queria divertir-me e isso foi conseguido”, disse. Ao seu lado, contou com o irmão João Ruivo “que foi uma preciosa ajuda com a experiência que ele tem”.

O jovem famalicense Márcio Pereira estreou-se nos ralis, disputando “em casa” o Rali de Famalicão. Com apenas 18 anos, Márcio alcançou o 4º lugar (melhor famalicense em prova) no Regional de Ralis Norte. “Chegar ao final nos dez primeiros é um resultado muitíssimo motivador e que supera as nossas expectativas. A fiabilidade da nossa viatura foi importante”, disse o piloto.

Mariana Neves Carvalho com estreia promissora

Jorge Lopes com pódio em casa

Nuno Pimenta

Quanto à prova extra, onde eram muitos os famalicenses presentes, Paulo Marques, a fazer dupla com Alberto Silva, em Citroen Saxo, tinha como objectivo participar, mas conseguiu mesmo ser o mais rápido a cumprir as quatro classificativas. Jorge Lopes foi o segundo melhor famalicense ao fechar no derradeiro lugar do pódio. Depois, José Janela, do Team Famalicão, foi quarto; Mariana Neves de Carvalho, da Macominho, quinta, e Maria João Ruivo, da Crédito Agrícola Rally Team, terminou no sexto posto. A fechar a classificação, o famalicense José Gonçalves, em Fiat Punto HGT. O XX Rali de Famalicão teve a organização da Demoporto, Clube de Desportos Motorizados do Porto, contando também com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão. O balanço feito foi positivo e ambos os organismos esperam que em breve esta prova integre o Open de Ralis. “Fazemos um balanço francamente positivo, apesar de termos sido condicionados por diversas situações que nos levantaram novos problemas e aos quais não estávamos habituados, nomeadamente o asfaltamento na classificativa de Famalicão Poente. Para além disso, o factor meteorológico foi o nosso grande susto”, revelou Rogério Ferreira, da organização. Já o vereador do desporto da autarquia famalicense, Jorge Paulo Oliveira, ficou satisfeito com os elogios de pilotos e organização aos troços do rali. “Aquilo que me foi transmitido foi que os troços tinham um bom piso, o público aderiu em bom número e comportouse muito bem e quando assim acontece esta edição só pode ter um balanço positivo”.

A piloto da Macominho Sport realizava no Rali de Famalicão a tão desejada estreia em competição e teve um comportamento positivo ao terminar na quinta posição na prova extra. “Estou muito satisfeita com o resultado e no início estava um pouco nervosa, mas com o apoio de toda a equipa consegui gerir as minhas emoções”, disse a piloto.

Na segunda presença no rali da sua terra, o pódio voltou a ser o resultado final para o piloto Jorge Lopes. Desta feita com o 3º lugar final. “Tudo correu pelo melhor, conseguimos um rápido entendimento e os tempos espelham isso mesmo, só foi pena não termos chegado ao 2º lugar”, disse o piloto famalicense. pub.


32

sport: 04 de Março de 2009

publicidade

Digital FM premiou ouvintes no Dia dos Namorados

Telenova ofereceu um telemovel ao ouvinte João Carlos de Joane

Diogo Snack Bar ofereceu um jantar para duas pessoas à Teresa Carvalho de Cavalões

A loja Lifestyle do Lago Discount ofereceu um vale de 25€ em compras à Fernanda Isabel de Calendário

Fatipão ofereceu dois bolos do dia dos namorados, um deles à Esperança Rodrigues de Joane

Um vale de 50€ foi o que a Photofashion e KME Eventos ofereceu à Paula Silva de Barcelos

Isabel Machado de Landim recebeu um vale de 50€ do Carlos Alberto Cabeleireiros

O Hotel Moutados ofereceu uma estadia de uma noite com direito a jantar e peueno almoço à Maria José de Gondifelos

Sabores Perfumaria ofereceu um vale de compras de 50€ à Conceição Duarte de Calendário

O Restaurante Malcriada ofereceu um jantar para um casal ao ouvinte Nuno André de Oliveira Santa Maria

Fontenova - Livraria e Papelaria ofereceu um vale de compras de 20€ à Silvia Adriana de Cabeçudos

A Satierf Feira do Ouro ofereceu um vale de compras de 30€ à ouvinte Margarida Veloso de Requião

A Rosário Florista ofereceu um arranjo floral à Deolinda Freitas de Avidos

Termas Caldas da Saúde ofereceu 2 Pack Vichy’s um deles à ouvinte Joaquina Oliveira de Vermoim

Crude ofereceu um vale de 50€ ao ouvinte João Carlos de Joane


OP 5C