Issuu on Google+

Futebol: FC Famalicão e GD Joane venceram Ocupa o 4º lugar da série A da 2ª divisão distrital

Luís Silva recebe prémio de mérito desportivo

CRP Delães a fazer um campeonato tranquilo Magda Ferreira

No passado dia 4 de Janeiro decorreu no Centro Universitário em Lisboa a cerimónia de entrega dos prémios de mérito desportivo. Esta iniciativa do Governo de Portugal foi presidida pelo secretário de Estado do desporto e da juventude, Alexandre Mestre, e teve como propósito premiar todos os atletas, técnicos e demais clubes que conseguiram obter resultados desportivos de relevo nas provas internacionais ao serviço das respectivas Selecções, nos anos de 2009, 2010 e 2011. O atleta famalicense Luís Silva, bem como o seu treinador Ricardo Sá, foram premiados com este galardão, fruto do 1.º lugar em pares e do 3.º lugar individual obtido no Euro Boccia 2009 e pelo 3.º lugar em pares obtido na Taça do Mundo de Boccia de 2011. De referir também, que a Associação de Boccia Luís Silva, clube que Luís Silva e o seu treinador representam actualmente, foi também premiado com o prémio de mérito desportivo, prémio este atribuído pelo reconhecimento da colaboração prestada por este clube na obtenção de tais conquistas para Portugal.

Iniciativa d’os Amigos do Pedal

Ant´ónio Freitas

Passeio Solidário de BTT com forte participação

Momento da entrega de bens em Esmeriz

Os “Amigos do Pedal” lançaram o desafio de um passeio BTT solidário e a grande maioria dos grupos betetistas do concelho de Famalicão disseram presente. No domingo, dia 8 de Janeiro, cerca de três centenas de ciclistas formaram um forte cordão solidário, que saiu do centro da cidade famalicense em direção ao Centro Social da Paróquia de Esmeriz e ao Centro Social da Paróquia de Landim, onde entregaram bens de primeira necessidade e brinquedos para apoio às famílias mais carenciadas das comunidades servidas pelos dois centros sociais. “Foi um passeio descontraído, marcado pela presença de várias gerações de pessoas e pelo espírito positivo de cada uma delas”, afirmou Paulo Machado Ruivo, presidente da direção dos “Amigos do Pedal. A inscrição esteve simplesmente sujeita à entrega de um bem para doação, tendo-se registado uma grande abertura dos participantes à causa social. Para além da missão solidária, a iniciativa acabou por se traduzir também na realização de uma grande jornada de confraternização entre os adeptos do BTT, que saíram da cidade famalicense em ritmo de passeio cicloturístico, em direção a Esmeriz e Landim. “Estão mais uma vez de parabéns os amantes do BTT, pelo sinal solidário que souberam dar e pelo salutar espirito de camaradagem que se respira dentro da modalidade”, disse ainda Paulo Machado Ruivo, traçando um balanço “manifestamente positivo” da iniciativa.

O Centro Recreativo e Popular (CRP) de Delães tem, esta época, como objectivo fazer “um campeonato tranquilo”. “Deixarmonos ficar pelos primeiros lugares e depois, no fim, faz-se as contas. Não somos assumidamente candidatos à subida, gostaríamos de ficar pelos primeiros lugares, mas se tivemos oportunidade de subir, não a vamos enjeitar”, declarou o presidente do clube, António Sampaio, em declarações ao programa “Roteiro Associativo”, da rádio Digital FM, na quarta-feira, dia 4 de Janeiro. O dirigente adianta que foi isso mesmo que foi pedido ao actual treinador da equipa sénior, José Alberto, que não foi a primeira escolha para esta temporada, tendo assumido a liderança do plantel quando faltavam apenas 10 dias para o início do campeonato da 2ª divisão da Associação de Futebol de Braga. O plantel não foi, por isso, escolhido por José Alberto, depois de cerca de 13 anos ao serviço do Delães, saiu em 2007 para voltar esta época para treinar o plantel sénior. “Fui conhecendo o plantel e acho que estamos mais ou menos dentro do que era possível fazermos”, resume, recordando as maiores dificuldades sentidas nas primeiras três jornadas do campeonato. “Só a partir da 3ª jornada é que o plantel começou a perceber aquilo que a equipa técnica pretendia, quais eram os métodos, as novas formas de trabalhar, e aí as coisas tornaram-se mais fáceis”, afirma. O plantel é formado por 13 jogadores que transitam da época passada e 10 caras novas. Atletas que têm cumprido com os objecti-

vos delineados pela direcção e equipa técnica. No passado domingo venceram a ADJ Mouquim, em casa desta, por 2-1, ascendendo ao 4º lugar da tabela classificativa da Série A da 2ª divisão distrital, com os mesmos 27 pontos que o 3º classificado, o Caldelas, e a 5 pontos de distância do 2º, o Bairro, e a 7 pontos do líder, o Lanhas. Equipas com quem, de resto, o Delães empatou a uma bola, nas últimas jornadas do ano de 2011. “Este campeonato é difícil, muito competitivo, qualquer equipa pode ganhar ou perder, todas as semanas existem surpresas. Conhecendo este campeonato já há alguns anos, penso que só nas últimas 10 jornadas é que se decidirá mesmo quem vai ficar por cima e subir”, declara o treinador delaense. O CRP Delães já andou pelos campeonatos nacionais de futebol, tendo chegado à 2ª divisão B (actualmente designada apenas de 2ª divisão) na época 1990/91. As saudades desses tempos são muitas, mas o presidente garante que regressar aos nacionais não é um sonho. “É claro que deixa saudades. O Delães subiu até à 2ª divisão sem nunca ter descido nenhum ano. Foram os anos de ouro do Delães, em que o campo enchia de gente, mas a partir daí as ajudas começaram a desaparecer e o Delães começou em sentido inverso”, contou, assumindo que “ninguém apaga essa memória do CRP Delães”. Campanha de angariação de sócios Actualmente, o clube vive com um orçamento que ronda os 40 mil euros por época, dependendo, essencialmente, dos apoios finan-

ceiros da Câmara Municipal e da Junta de Delães, bem como das quotas pagas pelos associados. A formação delaense tem à volta de 300 sócios, mas apenas cerca de 200 são pagantes, o que rende uma receita anual a rondar os 2 mil euros. Esta época, o clube assumiu o objectivo de aproximar a população da freguesia do Delães, tendo, por isso, procurado dinamizar a imagem da colectividade através de um site na internet (www.crpdelaes.com) e de páginas nas redes sociais, nomeadamente no facebook. Depois, foi também lançada uma campanha de angariação de sócios, a que os interessados podem aderir no site do clube ou na sede, sita no Lugar da Portela, em Delães. “Estávamos à espera de outra adesão, mas também é verdade que se não formos nós a procurar as pessoas, também ninguém se vem tornar sócio do clube do nada. Mas temos encontrado receptividade das pessoas em tornarem-se sócias, em tentarem conhecer e fazer parte da família delaense”, conta Paulo Pereira, o tesoureiro do Delães. Papel importante na vida do clube assumiram as camadas jovens. A ambição já vinha de há muito tempo, mas alcança-la ia sendo difícil. Na época passada, o Delães criou uma equipa de escolinhas e esta temporada já tem também benjamins. “É uma paixão grande e uma aposta nos miúdos”, afirma António Sampaio. Actualmente, o plantel sénior tem oito jogadores que foram formados nas camadas jovens do Delães. A equipa técnica está atenta e para o último treino da semana, normalmente, são convocados dois ou três juniores para treinar com a equipa sénior.

Paulo Pereira, António Sampaio e José Alberto (esq./dir.)


18

sport: 11 de Janeiro de 2012

futebol

Ainda não foi desta que a Oliveirense conquistou a primeira vitória

Novo reforço Beré foi importante na vitória caseira

Famalicão abre 2012 Derrota com excelente vitória pela margem 2-1 mínima Está Municipal 22 de Junho Ár bitro : Hugo Silva (Lisboa)

1-0 Campo do Cruzeiro Árbitro : Renato Gonçalves (Guarda) Auxiliares: Rui Fernandes e Rui Ventura

Limianos Oliveirense Litos Beck Vasco Diego (76’ Gustavo) Pedro Maciel Micael (70’ Vítor Hugo) Káká Ribeira (37’ Tiba) Tchikoulaev Cara Marcos

Vila Cova Nuno Guimarães (82’ Costa) João Duarte Cadete Sanã João Cruz Sá Leal (68’ Festas) César Marques China Dani (64’ Zézé)

Treinadores José Carlos Fernandes

Berto Gomes

Golos: 12’ Tchikoulaev (1-0). C artõ es Amare los: 47’ João Duarte; 58’ Leal; 79’ Nuno Guimarães; 87’ Tiba; 89’ Litos; 94’ Tchikoulaev. C artõ es Vermelho s: Não houve.

Aristides Ferreira No arranque do ano de 2012, a Oliveirense deslocou-se ao terreno do Limianos e averbou mais uma derrota, não conseguindo sair do último lugar da tabela classificativa. Com dois reforços vindos do Famalicão, os homens de Ribes foram uma agradável surpresa, entraram a dominar o jogo e logo nos primeiros minutos da partida foram somando algumas situações de golo, com o guardaredes local a opor-se com muita galhardia e evitando que os forasteiros bem cedo se adiantassem no marcador. Logo no minuto 5, César Marques recebeu um cruzamento da direita e na zona frontal rematou por cima. Depois foi a vez de Dani receber na direita do seu ataque e com um remate forte obrigou Litos à primeira grande defesa. Pouco tempo depois, novamente Litos a opor-se, evitando que a Oliveirense se adiantasse no marcador. E lá diz o velho ditado, quem não marca, acaba por sofrer. Com 10 minutos, Micael deu o aviso com um re-

mate à entrada da área e viu um defesa da Oliveirense desviar para canto. Na sequência do canto, Boris Tchcoulaev voou mais alto que os centrais da Oliveirense e de cabeça colocou a bola no véu da noiva. Um golo com sabor a vinagre para uma equipa que dominava. Depois de alguma turbulência nas hostes da Oliveirense, os homens de Berto Gomes voltaram a pegar no jogo e por duas vezes na marcação de livres o perigo rondou a área do Limianos. Mas o melhor do jogo acontece aos 38 minutos. Cadete, numa jogada de insistência, rematou para uma monumental defesa de Litos e a primeira metade não ia terminar sem que o mesmo Litos, a remate de Sanã, voltasse a brilhar, mostrando-se intransponível. No segundo período a qualidade do jogo não foi a mesma, mesmo assim foi a Oliveirense quem mais arriscou na procura do empate. Do outro lado o Limianos controlava o jogo, tentando matar a partida em contra-ataque. O encontro foi mais repartido e aos 62 minutos Sanã esteve perto do empate. Aos 66’ foi a vez de Diba, isolado, não conseguir matar o jogo. Depois foi o Vasco a receber um cruzamento da direita e de cabeça rematou ao lado. Berto Gomes fez algumas mexidas à entrada para o último quarto de hora, a Oliveirense arriscou tudo, mas o coração falou sempre mais alto e o golo do Limianos conseguido aos 12 minutos da primeira metade ia ditar os três pontos para os homens de Ponte de Lima. Se as vitórias morais valessem pontos, os homens de Ribes saiam a vencer porque foram uma agradável surpresa e bem podiam sair de Ponte de Lima com outro resultado. César Marques e China vieram dar mais consistência à equipa da Oliveirense e pode ser que a primeira vitória neste campeonato esteja para breve.

Famalicão Vizela César Luís Miguel Pedro Silva Hugo Matos Talocha Fina Flávio Igor Flávio Moreno (Gómis, 56’) Beré (Palheiras, 83’) João Dias André Claro (Diop, 88’)

Diego Diogo (Kanu, 65’) Hugo Lopes Jaka Matheus (João Pedro, 45’) Tiago Veiga Zé Lopes Nuno Valente Zé Manel Nani Julian (Ricardo, 11’)

Treinadores José Augusto

Quim Berto

Golos: 0-1 Zé Manel, 49’; 1-1 Gómis, 62’; 2-1 Beré, 78’. Car tõ es Amarelos: Flávio Moreno, 15’; Ricardo, 18’; Zé Miguel, 44’; Pedro Silva, 48’; Fina, 53’ e 67’; João Dias, 69’; Cafú, 73’; Gómis, 78’; Tiago Veiga, 85’; João Pedro, 86’; César, 91’; Hugo Matos, 92’. Car tõ es Vermelhos: Fina, 67’; Jaka, 72’..

José Carlos Fernandes Beré, uma das aquisições do Famalicão no mercado de Inverno, acabou por dar a vitória ao conjunto da casa. O brasileiro, ex-Tondela, esteve nos lances de maior perigo que o Famalicão usufruiu na primeira parte, contudo as diversas situações de golo foram desperdiçadas. Os vizelenses apresentaramse cautelosos, conseguiam mais bola, maior domínio, mas não criavam perigo na baliza de Celso. Ora, o Famalicão, mais objectivo, podia ter marcado logo aos 5 minutos. Foi aqui que Beré começou a demonstrar que, de facto, é reforço para este Famalicão. Voltou a dar nas vistas o brasileiro, mas uma vez mais falhou no re-

mate, a passe primoroso de Igor. Os vizelenses não conseguiam incomodar Celso, voltou a ser o Famalicão, agora à passagem da meia hora, a desperdiçar mais uma boa oportunidade: Beré neste lance adiantou em demasia, quando estava na cara do guarda-redes Diego. Um minuto depois, o brasileiro voltou a desperdiçar, falhando o remate quando estava em excelente posição. Os falhanços de Beré foram muitos, o Famalicão ameaçou mas não marcou. O Vizela teve a única oportunidade da primeira parte aos 37 minutos, por intermédio de Ricardo (que tinha entrado para o lugar do lesionado Julien) que, em excelente posição, rematou por cima. Ao intervalo o empate em nada espelhava o que se passou na primeira metade. No reatamento, Quim Berto efectuou nova alteração: Matheus deu lugar a João Pedro. Acabou por ser a formação forasteira a abrir o activo. Aos 3 minutos, penálti favorável os vizelenses: mão de Pedro Silva, o juiz em cima do lance assinalou a marca de penalidade e amarelou o central famalicense. Celso ainda conseguiu defender o remate de Nani, mas na recarga Zé Manel fez o primeiro golo do desafio. A tarefa ficou mais complicada para a formação caseira. José Augusto mexeu na equipa: Gomis entrou para o lugar de Flávio Moreno e 5 minutos depois de estar em campo, o senegalês fez o golo da igualdade. Pouco tempo depois, Fina recebeu ordem de expulsão por acumulação de amarelos. A partir daqui, o Vizela, que já demonstrava sinais de satisfação com a vitória, tentou, pelo menos, se-

gurar o empate, apesar da superioridade numérica. Aos 27 minutos Jaka, viu duplo amarelo, originando a expulsão. A jogarem de novo em igualdade numérica, o Famalicão conseguiu encontrar o caminho para a vitória. André Claro trabalhou na direita, a simulação de Igor foi excelente, o remate de Beré foi perfeito, não dando hipóteses a Diego. Excelente golo para um jogador que tinha desperdiçado na primeira parte, acabou por marcar na estreia, originando a vitória do Famalicão. Com mais de 15 minutos para o fim, nem Vizela nem Famalicão conseguiram mais situações de golo e o jogo também perdeu qualidade. Neste período o árbitro Hugo Silva, que já vinha fazendo um péssimo trabalho, teve oportunidade de se exibir ainda mais pela negativa, acabando por complicar as duas equipas, contudo o Famalicão tem mais razões de queixa.

II DI VI SÃO CLASSIFICAÇÃO

1. Varzim 2. Ribeira Brava 3. Tirsense 4. Mirandela 5. Limianos 6. Vizela 7. M. Cavaleiros 8. Fafe 9. Chaves 10. FC Famalicão 11. Camacha 12. GD Ribeirão 13. Maritimo B 14. Lousada 15. Merelinense 16. Oliveirense

Zona Norte J

V

E

D

F

C

P

14 14 14 14 14 14 14 14 14 14 14 14 14 14 14 14

9 8 6 6 6 5 5 6 5 5 5 4 4 4 0 0

3 3 5 4 4 5 5 2 5 4 4 6 6 4 4 4

2 3 3 4 4 4 4 6 4 5 5 4 4 6 10 10

16 16 20 30 17 20 25 14 12 14 13 17 18 19 7 6

4 13 11 19 12 16 24 14 13 14 15 15 17 24 25 28

30 27 23 22 22 20 20 20 20 19 19 18 18 16 4 4

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Mirandela, 2; M. Cavaleiros, 1 FC Famalicão, 2; Vizela, 1 Chaves, 0; Tirsense, 0 Limianos, 1; Oliveirense, 0 Camacha, 2; Fafe, 2 Lousada, 0; Ribeira Brava, 0 Varzim, 2; GD Ribeirão, 0 Merelinense, 0; Maritimo B, 1

M. Cavaleiros - FC Famalicão Vizela - Chaves Tirsense - Limianos Oliveirense - Camacha Fafe - Lousada Ribeira Brava - Varzim GD Ribeirão - Merelinense Maritimo B - Mirandela

Famalicão contrata Paiva para a baliza Márcio Paiva é mais recente reforço do Futebol Clube de Famalicão. O guarda-redes foi contratado para colmatar a saída de Rui Forte. Assim, os azuis e brancos voltam a possuir três guardiões, fechando o capítulo do sector da baliza. Paiva jogava no Doxxa, do Chipre, e em Portugal passou pelo Vitória de Guimarães, Rio Ave, Feirense e Maia. “É um jogador com muita experiência, que se enquadra naqueilo que pretendíamos para substituir o Rui Forte: nesta fase precisávamos de um jogador que se tiver que jogar o possa fazer sem acusar a pressão de jogar. E o Paiva enquadra-se nesses parâmetros”, explica o treinador José Augusto, descrevendo Paiva como “um jogador experiente, que tem qualidades e que se for chamado nos garante que jogará com à-vontade e cumprirá a sua função”. pub


sport: 11 de Janeiro de 2012 19

modalidades

Ribeirão também atacou, mas falhou na concretização

Varzim venceu na eficácia 2-0 Jogo no Estádio do Varzim SC Árbitro: Tiago Martins (Lisboa) Auxiliares: José Borges e Tiago Barradas

Varzim Ribeirão Miguel Tiago Lopes André Nelsinho Ibraima (89’ Jorge Humberto) Pedro Henrique (85’ Rui Figueiredo) Jaime Duarte (80’ Moreira) João Faria Rui Coentrão Kaiser

Ederson Daniel Diogo Paulo Rola Coelho Marcelo (65’ Ventura) Régis (50’ Ricardo) Cerdeira (80’ Vitinha) Andrew Arsénio Tiago Silva

Treinadores Dito

António Rocha

Golos: 44’ Biscoito (0-1); 81’ Santos (1-1). C artõ es Amare los: 50' Santos; 58' Biscoito; 66' Filipe; 83' Martins; 87' Ruizinho; 96' André. C artõ es Vermelho s: Não houve.

José Clemente Depois das férias natalícias, o campeonato nacional regressou no passado domingo e logo com um jogo entre vizinhos: o Varzim a receber o Ribeirão. Venceu a formação da casa, por duas bolas a zero, fruto de dois golos marcados no decorrer da segunda parte, o primeiro aos 49 minutos e o segundo aos 83. Com este resultado, o Varzim mantém-se na liderança deste campeonato.

Podemos dizer que estavam frente a frente duas boas equipas deste campeonato, embora com objectivos diferentes. O Varzim luta pelo regresso à Segunda Liga, enquanto o Ribeirão apenas joga pela manutenção. Mas ambas as equipas proporcionaram um bom espectáculo de futebol aos muitos adeptos presentes no estádio. As oportunidades dividiram-se, mas com maior pendor para a equipa da casa. O Ribeirão entrou muito bem no jogo e nos primeiros 15 minutos ainda fez tremer a formação caseira. Andrew assustou os donos do terreno em duas jogadas em que teve tudo para marcar: numa ainda fintou o guarda-redes Miguel, ficou com a baliza escancarada e rematou fraco para um defesa do Varzim, em cima da linha de golo, evitar o pior para a sua equipa; na jogada seguinte o mesmo jogador tentou mais uma vez fintar o guardião poveiro mas este, desta vez, não foi na cantiga. Era uma entrada muito boa da equipa do Ribeirão no jogo, mas a partir daqui o Varzim, e espreitando o perigo, começou aos poucos a tomar conta do jogo e começou a criar muitas dificuldades para o último reduto ribeirense. As jogadas de perigo eram uma constante, a defensiva do Ribeirão lá ia sacudindo a pressão e não ficava

atrás do seu adversário, pois quando atacava também o fazia com bastante perigo. Resumindo: duas equipas mesmo de ataque, que só viam as balizas. O intervalo chegaria com o nulo a ser um resultado a não condizer com o que se estava a passar, porque ambas as equipas mereciam ter marcado. Na segunda parte o Varzim entrou muito forte e logo aos 4 minutos chegou ao seu primeiro golo, da autoria de Duarte. A partir daqui o Ribeirão voltava à primeira forma. Correu atrás do prejuízo, esteve por várias vezes à beira de empatar, não o conseguiu e numa altura em que estava toda a equipa balanceada no ataque, o Varzim ganhou a bola na sua defensiva, partiu para o contra-ataque, aparecendo três jogadores poveiros para dois do Ribeirão. Ederson teve de sair fora da sua grande área para cometer falta sobre o homem do Varzim. O árbitro apitou para o livre e Nelsinho, chamado para marcar, fez um excelente golo. Estávamos com 83 minutos de jogo portanto faltava pouco tempo para o Ribeirão tentar mudar o rumo dos acontecimentos. A equipa ribeirense ainda tentou reagir mas os minutos nesta fase do jogo já jogavam a favor da formação da casa.

Iniciados B do Famalicão vencem Bragafut No início do novo ano, o Famalicão deslocou-se ao reduto do Bragafut para a 9ª jornada do campeonato e venceu por 2-0. Foi um bom jogo, onde ambas as equipas procuraram fazer um futebol curto e apoiado, mas com o FCF a ser mais forte, mais pressionante e com ideias mais claras. Logo nos primeiros segundos do jogo, o FCF já poderia estar a ganhar quando o Tiago Silva interceta a bola e aparece sozinho na cara do guarda-redes e faz um remate à figura. O golo do FCF apareceu aos 20’ da primeira parte, num canto, com o Luís a aparecer sozinho na cara do guarda-redes a fazer com frieza o 0-1, resultado este que se manteve até ao intervalo. Na segunda parte foi mais do mesmo, o FCF

sempre no comando do jogo, com o Bragafut a tentar chegar ao golo através do contra-ataque, mas sem sucesso pela grande eficiência e disciplina que os jogadores do FCF mostraram em toda a partida. O segundo golo surgiu por uma boa desmarção do Tiago Silva, que aproveitando o adiantamento do guarda-redes faz um chapéu e o 0-2 final. O Famalicão alinhou com: Rui, Chico, André, Ferreira, Pedro, Miguel, Rodrigo, Leandro, Simão, Luís, Tiago Silva. Jogaram ainda David, Nuno, Peliteiro, Toni e João Carlos. Na próxima jornada o FCF recebe o Dumiense, num jogo que se avizinha bastante complicado.

Iniciados A empatam a uma bola O jogo começou com uma intensidade bastante alta, o que fazia prometer uma boa partida de futebol. O Famalicão provocou desde o início uma forte pressão a meio-campo, tentando de seguida colocar a bola nos corredores laterais, conseguindo aí alguns desequilíbrios e oportunidades de golo. O Salgueiros insistia colocar o seu jogo no corredor central o que provocou bastantes confrontos e muitas bolas divididas levando a muitas faltas no jogo. Desta primeira parte ficam por assinalar duas grandes penalidades a favor dos famalicenses. Na segunda parte a toada mantinha-se, mas aqui o árbitro da partida decidiu ser protagonista. Parando o jogo constantemente e sempre mostrando cartões a qualquer falta, mostrava-se agres-

sivo e provocador com os jogadores famalicenses, não sancionando pelo contrário a maior agressividade dos salgueiristas. O jogo acabaria com três expulsões para o Famalicão e uma para o Salgueiros. No meio de toda esta confusão o Salgueiros marcaria o seu golo numa jogada irregular, já que foi precedida de duas faltas consecutivas. Mesmo com nove jogadores mas numa atitude única e assinalável, característica destes jovens, os famalicenses nunca desistiram e empataram quase no final do encontro, num magnífico livre directo de César. Pelo Famalicão alinharam: Zé, Vilaça, Hugo Mano, Garganta, Obama, Edu, Bruno, Hugo, Ruben, Pedro e César. Jogou ainda Machado.

O ano mudou mas o Joane continua igual a si próprio

Ano novo, líder novo 3-1 Campo de Barreiros Árbitro: Ioan Vasilica (Vila Real) Auxiliare s: Bruno Pereira e Manuel Gonçalves

Joane Cerveira André Ferreira Peixe (65’ Gijo) Agostinho Zé Pedro Carvalhinho Rui Pereira (89’ Russo) André Costa Ismael Marquinho Hugo Dias João Ribeiro (85’ Vidal)

Flávio João Anhas Nélson Costa Carlos Gonzalez (38’ M. Fernandes) Ricardo (85’ Henrique II) Edinha Serginho Zé Luís Miguel Henrique Tó Coentrão (75’ Luís Barbosa)

Treinado res Francisco Costa

Aníbal Ferreira

Golos: 70’ Henrique (penálti, 0-1); 77’ Zé Pedro (1-1); 85’ Carvalhinho (2-1); 91’ Marquinho (3-1). Cartões Amare los: Rui Pereira 34’, Peixe 63’, Agostinho 70’, Marquinho 92’; João Anhas 38’; Miguel 45’ e 48’; Serginho 50’; Miguel Fernandes 82’. Cartões Ver me lhos: Miguel 48’.

Joel Lima Há coisas que não mudam. Podemos ter passado de 2011 para 2012. Mas o carácter da turma orientada por Francisco Costa parece não mudar nunca. Não pode dizer-se que o Joane entrou em campo com a corda toda. Antes pelo contrário. Talvez esperando facilidades de um último classificado, a equipa famalicense permitiu aos homens de Cerveira que jogassem de igual para igual na primeira meia hora. E que meia hora de jogo aborrecida essa. E é à passagem desse minuto 30 que Zé Luís desfere um remate a pôr à prova a atenção de André Ferreira que pareceu estar bem acordado. E com o som desta sirene de alarme acordou a equipa toda. O Joane engrenou a quinta e daqui para a frente não mais parou e apenas um minuto depois, na cara de Flávio, André Costa desperdiça mesmo a melhor oportunidade do primeiro tempo. E a fechar os primeiros 45 minutos é o outro médio centro, Rui Pereira, que de cabeça esbanja nova boa oportunidade. Segundos depois o intervalo. E para o segundo tempo parecia que só os da casa tinham subido das cabines tal era o seu domínio. Especialmente depois de ao minuto 48, Miguel, numa infantilidade, ter visto o segundo amarelo e deixado os forasteiros a jogar com dez.

E com mais um começava o show de oportunidades desperdiçadas. Em ambas ocasiões, Marquinho e Ismael, aos minutos 53 e 60, na cara de Flávio fazem o mais difícil e não atinam na baliza. Cheirava a golo em Joane, o que ninguém esperava era que acontecesse na outra baliza. Num lance caído do céu aos trambolhões, a bola bate no braço de Agostinho, é verdade que o 15 dos da casa não o fez de forma intencional, mas Ioan Vasilica foi peremptório a apontar, bem, para a marca dos 11 metros. De lá, contra tudo o que se via no campo de Barreiros, Henrique colocou os visitantes em vantagem. E é aqui que ser melhor não chega. É preciso carácter. E isso os comandados de Francisco Costa parecem ter para dar e vender. Apenas sete minutos depois, Marquinho executa trabalho primoroso do lado direito do ataque joanense e coloca a bola no segundo poste, onde surge o capitão, a mostrar o porquê da braçadeira que enverga, a entrar cheio de nervo e a mostrar como se faz. Era o mote para a reviravolta que ia acontecer sete minutos mais tarde. E para isso foi preciso Carvalhinho ter arte nos pés. Livre directo cobrado de forma exímia pelo lateral esquerdo joanense, sem hipóteses de defesa para Flávio. Estava reposta a justiça. A partir daqui o Cerveira tentou procurar o golo que lhe valesse o empate, mas era tal a desorganização com que o fazia que valeu-lhe mesmo foi ver Marquinho num remate forte e colocado fazer o 3-1 já para lá do tempo regulamentar. Arbitragem positiva de Ioan Vasilica.

III DI VI SÃO CLASSIFICAÇÃO

Sé rie A

J

V

E

D

F

C

P

1. GD Joane

13

8

2

3

21

10

26

2. Vianense

13

6

7

0

17

6

25

3. Bragança

13

7

3

3

15

9

24

4. Santa Maria

13

7

2

4

18

12

23

5. Esposende

13

6

4

3

18

18

22

6. Vilaverdense

13

6

2

5

16

13

20

7. Melgacense

13

5

3

5

14

20

18

8. Fão

13

3

5

5

15

14

14

9. Amares

13

3

4

6

10

14

13

10. Marinhas

13

3

3

7

14

19

12

11. Maria Fonte

13

2

4

7

7

18

10

12. Cerveira

13

1

3

9

11

23

6

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

GD Joane, 3; Cerveira, 1

Bragança - Cerveira

Melgacense, 0; Bragança, 0

Amares - Melgacense

Marinhas, 2; Amares, 1

Esposende - Marinhas

Vilaverdense, 1; Esposende, 2

Santa Maria - Vilaverdense

Fão, 1; Santa Maria, 3

Vianense - Fão

Maria Fonte, 1; Vianense, 1

Maria Fonte - GD Joane

Infantis: Louro 4-4 Famalicão Um jogo com duas partes distintas. Na primeira parte, o Louro foi superior ao FC Famalicão, com melhor posse de bola e com mais vontade em ganhar o jogo. O Famalicão errava muitos passes, que depois viriam a causar desequilíbrios defensivos quando a equipa estava balançada no ataque. Na 2ª parte, o Famalicão mudou de estratégia, o que fez com que aparece-se no jogo, conseguindo assim igualar a partida, após a desvantagem de três golos de diferença. O Louro, não crendo adormecer na partida, efectuou algumas substituições, conseguindo com isso, alcançar novamente a vantagem da partida. Mas, nesse momento, a crença e atitude da turma do FCF era bem diferente da 1ª parte, levando as investidas ofensivas dos azuis e brancos a alcançar a igualdade da partida, golo esse que fechou o marcador do encontro.


sport: 11 de Janeiro de 2012

20

futebol

Cabeçudense mantém liderança do futsal distrital

Ninense 1-0 Celeirós No passado domingo, o Ninense recebeu o Celeirós e venceu por 1-0. Foram muitos os que marcaram presença no complexo desportivo, num jogo que opunha o primeiro ao terceiro classificado e cuja vitória poderia definir muito do futuro de ambos os conjuntos. A primeira parte seria marcada pela decisão controversa do trio de arbitragem, já que Fábio Torres foi placado dentro da área visitante. O árbitro entendeu ser simulação do avançado ninense e admoestou o atleta com um amarelo. Mário e Nuno formaram a dupla de centrais de serviço, imperiais na marcação aos possantes avançados Belela e Vintena. Bruno Silva cabeceou ao poste, numa das poucas ocasiões da primeira parte. A segunda parte foi uma cópia do primeiro tempo, com as marcações duras de Feliz e Teixeira aos jogadores da casa. Salgueiro, pelo Ninense, é o primeiro a mexer na equipa e substitui Bruninho por Né. Face ao jogo agressivo, ainda que com fair-play dos visitantes, era inevitável o contacto físico e Nuno Araújo sai lesionado da partida. Salgueiro é obrigado a mexer e Pedro passa a jogar a central, com a entrada de André. Bruno Silva ainda dispôs de dois lances para desfazer a igualdade que parecia ser o desfecho final. Na única cartada que ainda dispunha, o técnico ninense substitui Fábio por Tiago André. Já perto do minuto 90, um defesa do Celeirós corta a bola com a mão. Salgueiro bate o livre direto em zona frontal que resulta num grande golo do jogador já que a bola entra na ga-

O campeonato distrital de futsal recomeçou no passado fim-desemana, com a realização da 13ª jornada. O Cabeçudense venceu, em casa, o Vieira Futsal por 8-1, continuando a liderar a tabela classificativa, com 35 pontos, mais três que o 2º classificado, o Priscos. Os resultados das restantes equipas famalicenses foram: Futsal Celorico 4-2 Mouquim; Delães 2-4 Covense; ARCA 1-2 MAL; AST Futsal 6-1 S. Mateus. Na tabela, as equipas famalicenses seguem assim: MAL é 4º, com 30 pontos; Mouquim, 7º, 21 pontos; Covense, 8º, 21; S. Mateus, 9º, 19; ARCA, 11º, 16; Delães, 16º, 1 ponto. A jornada 14 disputa-se no próximo fim-de-semana, com os seguintes encontros: MAL-Futsal Celorico; Covense-Priscos; S. Mateus-ARCA; Vieira Futsal-Delães; Mouquim-Cabeçudense.

Resultados da AFSA No passado fim-de-semana regressaram os campeonatos da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA). Na 1ª divisão, os resultados foram: Bairrense 5-6 S. Cosme; ACURAS 4-1 Colina Ave; Carril 5-2 Covense; Outeirense 1-3 ADERM; Landim 0-3 Pedome; Carreira 1-4 Castelões; Ramil 3-3 Lameiras. Comanda o Pedome, com 21 pontos. Na 2ª divisão, os jogos terminaram assim: Requionense 2-2 Bente; Barrimau 4-2 Novais; Esmeriz 3-4 JASP; ADESPO 5-3 Flor Monte; G. Fantástica 0-6 Louredo; Cabeçudense 4-1 AC Vermoim. Lidera o Barrimau, com 19 pontos. Em veteranos, os resultados foram: AC Vermoim 8-2 Bairrense; Barrimau 3-1 Flor

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Santa Eulália 2. Desp. Ronfe 3. Prado 4. Arões 5. Torcatense 6. Vieira 7. Caç. Taipas 8. Ruivanense 9. Celoricense 10. Forjães 11. Terras Bouro 12. Porto D'Ave 13. Travassós 14. GD Gerês 15. Martim 16. Aguias Graça

Divisão Honra

J

V

E

D

F

C

P

15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

9 7 7 6 6 5 6 5 5 4 4 4 3 3 3 1

3 8 4 5 5 7 2 5 5 7 7 7 8 4 3 4

3 0 4 4 4 3 7 5 5 4 4 4 4 8 9 10

37 26 14 24 22 18 23 26 25 18 15 20 16 12 15 11

23 16 8 22 23 14 24 27 29 16 14 20 16 21 25 24

30 29 25 23 23 22 20 20 20 19 19 19 17 13 12 7

Monte; Louredo 3-3 Covense. Em 1º lugar segue a AC Vermoim, com 19 pontos. Em juvenis, a 8ª jornada terminou assim: Barrimau 7-7 FC Landim; Pedome 9-7 Esmeriz; Louredo 0-7 Lameiras. Comanda a AM Lameiras, com 21 pontos. Em iniciados, disputou-se a última jornada, com os seguintes resultados: Castelões 6-5 Pedome; ADERM 3-4 FC Landim; Louredo 7-3 Lameiras; Cabeçudense 8-3 Carreira. Só com vitórias, o FC Landim já se tinha sagrado campeão do Torneio de Abertura. No campeonato feminino disputou-se a jornada 7: Oliveirense 2-5 Lousado; Outeirense 0-3 ADERM; Lameiras 10 Barrimau; S. Martinho 10-2 Pedome. Lidera a ADERM, com 18 pontos.

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. AD Ninense 2. Tadim 3. Louro 4. Águias Alvelos 5. Celeirós 6. Carreira 7. Soarense 8. Pousa 9. Est. Figueiredo 10. P. Tibães 11. Cabreiros 12. Antas 13. UD Vila Chã 14. Juv. Póvoa 15. Sequeirense 16. Palmeiras

No início do novo ano, o Ruivanense Atlético Clube (RAC) recebeu o Forjães para disputar a 15ª Jornada da Divisão de Honra da AF Braga e empatou a três golos. O Forjães foi quem entrou melhor, criando as principais situações de perigo. Logo aos 11 minutos, na marcação de um livre, o Forjães faz a bola bater no poste. Stephane tem uma grande oportunidade passados apenas três minutos, levando a bola desde a sua área, mas a não conseguir fazer mais que um remate à figura do guarda-redes. O Forjães foi insistindo, com al-

I Divisão-Série A

J

V

E

D

F

C

P

14 14 14 14 13 14 14 14 14 14 14 13 13 14 14 11

12 9 8 7 7 6 5 6 5 5 4 4 2 3 2 1

1 3 3 4 3 3 5 1 2 2 4 4 5 1 3 2

1 2 3 3 3 5 4 7 7 7 6 5 6 10 9 8

26 20 21 24 26 20 16 21 28 17 21 18 17 15 17 9

9 12 18 12 11 19 16 21 22 25 21 19 26 31 28 26

37 30 27 25 24 21 20 19 17 17 16 16 11 10 9 5

PRÓXIMA JORNADA

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Travassós, 3; Torcatense, 4 Santa Eulália, 2; Terras Bouro, 0 Ruivanense, 3; Forjães, 3 Vieira, 0; Porto D'Ave, 1 Prado, 2; Martim, 1 GD Gerês, 2; Caç. Taipas, 1 Aguias Graça, 1; Celoricense, 3 Desp. Ronfe, 3; Arões, 1

Torcatense - Arões Aguias Graça - Desp. Ronfe GD Gerês - Celoricense Prado - Caç. Taipas Vieira - Martim Ruivanense - Porto D'Ave Santa Eulália - Forjães Travassós - Terras Bouro

P. Tibães, 0; Tadim, 2 Est. Figueiredo, 1; Carreira, 1 Sequeirense, 0; Louro, 3 AD Ninense, 1; Celeirós, 0 Juv. Póvoa, 3; UD Vila Chã, 1 Águias Alvelos, 3; Antas, 2 Cabreiros, 2; Pousa, 1 Palmeiras, 0; Soarense, 1

Tadim - Est. Figueiredo Carreira - Sequeirense Louro - AD Ninense Celeirós - Juv. Póvoa UD Vila Chã - Águias Alvelos Antas - Cabreiros Pousa - Palmeiras Soarense - P. Tibães

I Divisão-Série B

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. Brito SC 2. D.S. Cosme 3. Pica 4. Pevidém SC 5. GD Silvares 6. S. Paio D'Arcos 7. A.S. Eufémia 8. Fermilense 9. Pedralva 10. St. Adrião 11. Águias Alvite 12. Antime 13. Op. Campelos 14. Guilhofrei 15. Enguardas 16. Este FC

14 14 14 14 13 14 14 14 14 14 14 14 13 13 14 13

11 9 8 7 6 5 6 6 5 5 4 3 3 3 3 2

1 2 2 3 4 5 2 2 4 4 2 5 3 3 3 3

2 3 4 4 3 4 6 6 5 5 8 6 7 7 8 8

30 31 23 25 19 25 19 20 23 19 15 18 12 16 16 14

12 17 17 19 20 21 17 28 23 22 19 24 16 23 24 23

34 29 26 24 22 20 20 20 19 19 14 14 12 12 12 9

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Lanhas 2. Bairro 3. Delães 4. Caldelas 5. Arnoso 6. Roriz 7. Sp.Ucha 8. Brufe 9. Marca 10. Operário 11. Gondifelos 12. Granja 13. CD Amares 14. Mouquim 15. Viatodos 16. Ab. Nóbrega

veta e os três pontos ficam em casa. Num jogo onde nem sempre se jogou bem, mas com muito fair-play e desportismo, venceu a equipa que mais procurou a vitória. Esta foi, sem dúvida, uma das muitas finais que o conjunto liderado por João Salgueiro irá encontrar pela frente, mas foi também um jogo que valeu pela emotividade e incerteza do resultado. Alberto Barbosa

Ruivanense 3-3 Forjães

RESULTADOS

AF BRAGA

Golo de Salgueiro levou ao rubro o muito público nas bancadas

II Divisão-Série A

J

V

E

D

F

C

P

14 14 14 14 14 13 14 13 14 14 14 14 14 14 14 14

11 10 8 8 8 7 5 6 5 6 5 4 4 3 1 1

1 2 3 3 0 2 6 2 5 1 2 3 0 2 4 2

2 2 3 3 6 4 3 5 4 7 7 7 10 9 9 11

43 27 21 20 31 23 25 23 27 25 23 19 26 14 18 12

14 10 13 13 25 17 17 24 28 24 25 28 44 29 30 36

34 32 27 27 24 23 21 20 20 19 17 15 12 11 7 5

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Águias Alvite, 1; Este FC, 0 Pevidém SC, 1; Enguardas, 0 GD Silvares, 2; Pedralva, 1 Brito SC, 1; D.S. Cosme, 2 Antime, 1; A.S. Eufémia, 0 Op. Campelos, 1; Pica, 0 Fermilense, 3; Guilhofrei, 1 St. Adrião, 2; S. Paio D'Arcos, 1

Este FC - Pevidém SC Enguardas - GD Silvares Pedralva - Brito SC D.S. Cosme - Antime A.S. Eufémia - Op. Campelos Pica - Fermilense Guilhofrei - St. Adrião S. Paio D'Arcos - Águias Alvite

CD Amares, 2; Gondifelos, 3 Viatodos, 2; Brufe, 3 Marca, 1; Granja, 1 Ab. Nóbrega, 2; Lanhas, 3 Roriz, 2; Sp.Ucha, 1 Caldelas, 2; Operário, 1 Bairro, 1; Arnoso, 0 Mouquim, 1; Delães, 2

Gondifelos - Viatodos Brufe - Marca Granja - Ab. Nóbrega Lanhas - Roriz Sp.Ucha - Caldelas Operário - Bairro Arnoso - Mouquim Delães - CD Amares

guns remates à baliza de Berto, mas foi o RAC que chegou primeiro à vantagem. Aos 35 minutos, num livre de Hugo, Luís, de cabeça, não deixa passar e abre o marcador. Aos 42 minutos, João Miguel cruza para a área do Forjães e Vítor Hugo só tem o trabalho de encostar a bola de cabeça para aumentar a vantagem. Mesmo a terminar o primeiro tempo, Hugo marca, elevando assim a vantagem para três golos. Já no segundo tempo, Vítor Hugo vai converter um livre e a bola sai junto à trave. Aos 61 minutos vale a intervenção de Berto após a des-

coordenação da sua equipa. Aos 66 minutos, através de uma grande penalidade, o Forjães reduz a desvantagem. Sete minutos volvidos, na marcação de um canto, o Forjães marca novamente. Quando já parecia que ficava assim o resultado, um jogador visitante faz um grande remate sem dar hipótese de defesa a Berto e igualou o marcador. O Ruivanense alinhou com: Berto, Mateus, Luís, Ruizinho, Macedo, Stephane (68’ Morgado), Hélder, Peixoto, Vítor Hugo (92’ Tiago Alves), Hugo e João Miguel (60’ Beninio).

Sequeirense 0-3 Louro O Louro venceu o Sequeirense por 3-0 e entrou em 2012 com o pé direito. Xina e Ruca foram os marcadores de serviço, com o primeiro a bisar na partida. A formação famalicense foi sempre superior e nunca deu grandes hipóteses ao seu adversário. O Louro, seguro por uma defesa imbatível nos duelos individuais, foi assumindo o controlo do jogo mas sem grande objectividade. A bola jogada essencialmente no miolo do terreno potenciava sucessivos roubos de bola de parte a parte, sem que o perigo rondasse as balizas. Ao minuto 21, após um lançamento, Miguel consegue espaço na esquerda, cruza para Fernando que desvia de cabeça para o poste e Xina oportuno aproveita o ressalto para inaugurar o marcador. Embalados pelo golo, os visitantes carregaram no acelerador e logo a seguir Fernando vê o guardião Costa negar-lhe o golo. A bola rondava a baliza de Costa, mas o jogo seguiu para o intervalo sem mais golos. No início da 2ª parte, o Sequeirense entrou disposto a mudar os rumos dos acontecimentos e nos primeiros 15 minutos da segunda parte conseguiu

mesmo encostar o Louro às cordas. Com mais capacidade de pressionar o adversário e de luta no meiocampo, o Louro começou a desenvencilhar-se da camisa de forças a que estava a ser sujeito. Aos 65 minutos, Miguel dá o mote para o assalto final com um disparo à trave de Costa. O Louro acelerava para a vitória com trocas de bola rápidas, confundindo as marcações contrárias e ao minuto 77 Xina embala para a baliza e à saída de Costa atira a contar. Ao minuto 81, Ruca acaba com a partida. Solicitado por Xina, com um passe de 30 metros, Ruca ganha a posição ao adversário e à saída de Costa atira para o fundo da baliza. O jogo chegou ao fim sem mais alterações no marcador, com o Louro a gerir o jogo de forma madura. O Louro alinhou com: Pizarro, Nelsinho, Rui, Paulão, Tomás, Oliveira, Ivan, Ruca (84’ Moura), Miguel, Fernando (59’ Nuno) e Xina (88’ Fábio). No próximo domingo, o Campo Cupertino Miranda irá receber o dérbi famalicense entre Louro e Ninense que irá marcar também o final da 1ª volta da competição.

Juniores: Brito 4-3 Famalicão O FC Famalicão entrou mal no jogo frente ao Brito, demonstrando nos primeiros dez minutos alguma ansiedade e falta de concentração, que levaram a equipa a sofrer dois golos. Sem nada a perder a equipa reorganizou-se e assumiu o controlo do jogo. Com muito mais posse de bola que o Brito, os famalicenses proporcionaram alguns períodos de futebol de muita qualidade. Ainda antes do intervalo igualaram o marcador, por Pinheiro, após uma boa combinação ofensiva. Na segunda parte, em lances fortuitos de jogo directo, o Brito concretizava, chegando a estar a ganhar por 4-1. Mesmo contra a corrente de jogo, os jovens famalicenses demonstraram uma excelente atitude e determinação em dar uma imagem positiva, conseguindo com isso encurtar o resultado para o 4-3 final, após golos de Pinheiro e Simão. Será importante realçar o trabalho negativo do trio de arbitragem, no que se refere à análise e ajuizamento de lances da partida e na condescendência do constante anti-jogo, num teatro de simulações de lesões, que tendenciosamente sempre beneficiou a equipa do Brito. Pelo Famalicão jogaram: Carlos, João Pedro, Pereira, Tiago, F. Morais, Rui Freitas, Luís, Alex, André Padrão, Pinheiro e Filipe. Jogaram ainda Renato, Simão e Simões.


sport: 11 de Janeiro de 2012 21

modalidades

14 atletas da Escola do Benfica chamados ao Caixa Futebol Campus

Juvenis A do Famalicão vencem Brito Os Juvenis A do FC Famalicão começaram bem o ano de 2012, com uma vitória por 5-2 sobre a equipa do Brito, no campo nº 2 do Famalicão. A equipa da casa entrou desde o início com a vontade de resolver o mais rápido possível o jogo procurando cedo inaugurar o marcador, e numa rápida transição de ataque João Lobo aparece cara a cara com o guarda-redes do Brito e inaugura o marcador, quando decorriam 10 minutos de jogo. Conta a toada de jogo, os famalicenses são surpreendidos pela equipa do Brito, que numa má jogada de construção de jogo, recupera a bola à defensiva do FCF e empata a partida. Mas a atitude e determinação da turma da casa, em somar os três pontos, continuava

a ser a mesma do início do jogo e logo aos 38 (Diogo Lobo) e aos 40 minutos (Luís) marcam, acabando a primeira parte com este resultado 3-1. No recomeço da 2ª parte, manteve-se o domínio de jogo por parte do Famalicão, que logo muito cedo aumenta o marcador por Jota, aos 43 minutos, e mais tarde aos 73 minutos, Diogo Lobo, sentencia o jogo com um grande golo. O marcador apenas se alterou uma vez mais, quando aos 56 minutos de jogo, o Brito marca o 2º golo, através de uma grande penalidade, no nosso entender algo duvidosa. Pelo Famalicão jogaram: Daniel, Carvalho, Veloso, Rafa, Cris, João Lobo, André, Peixoto, Diogo, Luís, Paneira. Jogaram ainda Jota e Nogueira.

Juvenis B: Famalicão 2-2 Oliveirense O FC Famalicão recebeu mais uma equipa do concelho no seu terreno e desta feita não foi para além de um empate a duas bolas. O jogo começou com grande equilíbrio e bastante disputado no centro do terreno. No entanto, a equipa da casa foi paulatinamente assumindo o controlo da partida, conseguindo assim levar perigo à baliza contrária. O golo da Oliveirense surgiu contra a corrente do jogo ainda antes do interregno da partida. O Famalicão voltou para o segundo tempo em busca da igualdade, contudo, foi surpreendido por mais um golo da equipa visitante. A perder por 2-0, os jovens azuis e brancos não baixaram os braços e continuaram em busca de um resultado mais favorável. Os golos do FCF acabaram por surgir na fase final da partida restabelecendo a igualdade. O jogo foi marcado por uma arbitragem polémica e por duas expulsões para o Famalicão.

A Escola do Benfica em Famalicão mantém a tendência de equipa vitoriosa, cumprida que está mais uma jornada do campeonato da Associação Futebol Braga que proporcionou mais um momento de avaliação aos atletas das turmas de infantis e benjamins. No sábado, pelas 10h30, os infantis do professor Carlos Santos venceram na recepção ao Delães por 9-2. Com uma primeira parte de luxo, os encarnados construíram a melhor exibição da época, jogando um futebol rápido de pé para pé e tendo mesmo desperdiçado inúmeras oportunidades. Às 11h45 foi a vez dos pupilos do professor David Ferreira subirem ao relvado do Complexo Desportivo em Gavião para alcançarem mais um triunfo demolidor. Com este triunfo, os

benjamins seguem a dois pontos do líder Vitória de Guimarães. No domingo foi a vez da equipa de benjamins, que participa na Liga Futsal Famalicão, vencer diante do Recreio Desportivo por duas bolas a uma. Entretanto, a Escola do Benfica em Famalicão estará representada por 14 atletas dos escalões de petizes, traquinas e benjamins, em

mais uma acção de proximidade entre o Seixal e as escolas do clube. Com um projecto renovado, o Sport Lisboa e Benfica pretende potenciar a captação de jovens com elevada aptidão provenientes das suas escolas. Por enquanto através de eventos no centro de treinos do clube, futuramente através de participações em eventos desportivos para jovens.

LIGA DE FUTSAL Sportfut com fraca exibição, partilha a liderança do grupo A ADEFS Sportfut disputou, no passado domingo, a 5ª jornada da Liga de Futsal de Famalicão, no escalão de Escolas, onde saiu derrotada por 4-0 pela Associação Juventude de Joane. Em manhã nada inspirada, a Sportfut realizou uma exibição muito abaixo daquilo que tem habituado os seus seguidores e simpatizantes, cometendo imensos erros, o que resultou na pior exibição da época até ao momento no escalão de escolas. Com o resultado obtido, a Sportfut permitiu que a AJJ somasse o mesmo número de pontos, repartindo desta forma a liderança do grupo. Os responsáveis da Sportfut endereçam os parabéns aos seus atletas e aos adversários pelo fairplay demonstrado e anunciam que vão aproveitar este resultado menos positivo para refletir e corrigir determinados erros posicionais, técnicotáticos e de “postura”, por forma a assegurar a sua presença na fase seguinte o mais rapidamente

possível. Para a semana a Sportfut irá participar na 5ª jornada de Pré-Escolas, onde a equipa A irá defrontar a Geração Benfica.

Pré-escolas jogam no domingo No próximo domingo, dia 15 de Janeiro, vai disputar-se a 5ª jornada do escalão de Pré-escolas da Liga de Futsal de Famalicão. A jornada será organizada pela Geração Benfica e vai disputar-se no Pavilhão da Escola de Gavião. Os jogos do Grupo A são: CD Lousado-FC Vermoim (9h00); AJ Joane-AD S. Eulália (10h00). No Grupo B os encontros são: ADEFS Sportfut A-Geração Benfica (11h00); CDJ Académico-AD Esmeriz (12h00). Entretanto, no sábado, pelas 10h30, no Pavilhão Municipal de Delães, vai disputar-se um jogo entre MAL Landim e GR Covense. Trata-se de um encontro em atraso da 5ª jornada do Grupo B do escalão de Escolas.

AJ Joane chega à liderança em escolas A Associação Juventude de Joane iniciou o ano 2012 na Liga Futsal Famalicão da mesma forma que tinha terminado 2011: com uma vitória sobre a Sportfut por 4-0, em jogo a contar para a 5ª jornada de Escolas. A AJJ entrou muito determinada na partida e desde início foi evidente a vontade de fazer um bom resultado, tendo desde cedo criado várias oportunidades, mas não foi fácil, pois a Sportfut vendeu caro o resultado. Sempre muito organizada, a Sportfut foi criando muitas preocupações à AJJ, tendo mesmo num ou outro lance quase que conseguido marcar golo, mas graças, ou às intervenções do

LIGA FUTSAL

Escolas A

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. AJ Joane

5

4

0

1

30

8

2. Sportfut

5

4

0

1

21

3. Lousado

5

3

0

2

11

4. Barrimau

5

3

0

2

11

5. Geração Benfica

5

1

0

4

6. Recreio Desp.

5

0

0

5

guarda-redes da AJJ, ou aos cortes providenciais no sector defensivo, aliados a um jogo ofensivo muito bem organizado, com jogadas de grande nível ao primeiro/segundo toque, tal não aconteceu. Mas acabou por determinar o resultado, que causou também a subida da AJJ à primeira posição da tabela, ainda que com o mesmo número de pontos da Sportfut. No próximo fim de semana, joga-se também a 5ª jornada mas em Pré-Escolas e a AJJ vai defrontar a AD St. Eulália. A AJJ tem ainda em agenda mais uma série de visitas ao Vitória de Guimarães para um conjunto de jogos treino com todos os escalões de formação.

LIGA FUTSAL

Escolas B

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

12

1. S. Eulália

5

3

1

1

22

8

10

7

12

2. S. Martinho

5

2

2

1

23

10

8

11

9

3. AD Esmeriz

4

2

1

1

11

9

7

14

9

4. Covense

4

2

0

2

12

13

6

10

18

3

5. FC Vermoim

4

2

0

2

14

16

6

3

28

0

6. MAL

4

0

0

4

4

30

0

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Barrimau, 2; Lousado, 0

Barrimau - Sportfut

S. Martinho, 2; S. Eulália, 2

AD Esmeriz - S. Martinho

Geração Benfica, 2; R. Desp., 1

Lousado - Recreio Desp.

AD Esmeriz-FC Vermoim (adiado)

MAL - FC Vermoim

AJ Joane, 4; Sportfut, 0

AJ Joane - Geração Benfica

MAL-Covense (adiado)

Covense - S. Eulália pub


sport: 11 de Janeiro de 2012

modalidades

Derrota em Fiães e vitória frente ao Viana no voleibol

Juv. Académico vence dérbi com Meães

Carlos Alberto

22

Momento do jogo entre Meães e Juventude Académico

O Juventude Académico foi ao terreno do Meães vencer por 2-1, no dérbi concelhio da jornada 9 da Taça Fundação Inatel, disputada no passado fim-de-semana. O Académico mantém, assim, a liderança da competição, com 21 pontos. Os resultadas das restantes equipas famalicenses na Taça Inatel foram: ADIR 1-0 Telhado; Marrancos 1-1 S. Cláudio. Na tabela classificativa, o Meães é 4º, com 15 pontos; o S. Cláudio segue na 7ª posição, com 11 pontos; e o Telhado é 8º, com 8 pontos. Na próxima jornada os jogos são: Juventude Académico-Marrancos e Telhado-Meães, ambos no sábado, dia 14 de Janeiro, às 15 horas.

Hugo Daniel, do Liberdade FC, é campeão do Norte No passado fim-de-semana, 7 e 8 de Janeiro, os atletas do Liberdade Futebol Clube demonstraram, uma vez mais, os resultados do seu trabalho e dedicação à modalidade de atletismo, no Campeonato Norte Pista Coberta realizado em Braga. No sábado, Hugo Santos, atleta Sub-23, obteve o 2º lugar na prova de 1500m, como representante do distrito de Braga. O sénior Fernando Lemos, na prova de 1500m, classificou-se em 3º lugar entre os representantes de Braga. Vitória Oliveira, atleta sénior 23, na prova de marcha 3000m,

sagrou-se campeã do distrito de Braga. Jessica Lopes, juvenil, entre os representantes do distrito de Braga, na distância de 400m, obteve o 3º lugar. No domingo, Hugo Daniel, atleta Sub-23, na prova de 3000m, classificou-se em 1ºlugar, conquistando o título de campeão do Norte e do distrito de Braga e ficou em segundo nos 1500 metros. Jessica Lopes, juvenil, na distância de 3000m, ficou em 3º lugar como representante do distrito de Braga. Tânia Silva, sénior, na corrida de 800m, conquistou o 3º lugar na representação do distrito de Braga.

ADECA conseguiu 3º lugar na S. Silvestre de Santo Tirso

A Associação Desportiva de Castelões (ADECA) participou na 14º S. Silvestre de Stº Tirso, realizada no passado fim-de-semana, com a participação de dez atletas, e alcançou o 3º lugar por equipas no escalão de benjamins B femininos. As classificações conseguidas pelos atletas da ADECA foram os seguintes: benjamins masculinos, 7º Vasco Ribeiro; benjamins A femininos, 4º Carolina Araújo; benjamins B femininos, 4º Carolina Costa, 18º Joana Araújo, 22º Maeva Fonseca; infantis masculinos, 27º Pedro Carvalho; iniciados masculinos, 19º Bruno Abreu, 26º Nuno Faria, 29º Daniel Fernandes, 36º Diogo Carvalho.

Jornada dupla no campeonato nacional da 2ª divisão de voleibol, disputado no sábado e domingo. Na 14ª jornada, o Famalicense Atlético Clube (FAC) deslocou-se a Fiães (Santa Maria da Feira) para defrontar o actual segundo classificado desta divisão e assumido candidato à subida de escalão. O primeiro set foi equilibrado até ao meio e depois os locais ganharam uma vantagem de quatro pontos que não mais largaram e venceram por 25-19. Não convencida, a equipa do FAC, que os havia eliminado da Taça de Portugal em Famalicão, foi mais certeira, com menos falhas e depois de ter uma vantagem algo confortável, teve de se aplicar para empatar a partida a um set, triunfando por 27-25. O terceiro set foi de ascendente do FAC e foi sem surpresa que o conquistou por 25-18. O FAC estava por cima. O quarto set começou como terminou o último e o FAC alcançou uma vantagem de três pontos que parecia enca-

minhar para uma grande vitória. Reagiu o Fiães, triunfando por 2523. Alguma desconcentração final da equipa famalicense, motivada pela diferença de critério desajustada do primeiro árbitro, contribuiu para que a decisão ficasse para a negra. No último set, a pressão intensificou-se e era impossível fazer mais. O medo da dupla de arbitragem não deixou o FAC jogar no último parcial que

terminou com 15-9. A 15ª jornada rendeu três pontos ao FAC que recebeu e venceu o VC Viana por 3-1, com os parciais de 25-27; 25-16; 25-23 e 2520. Num jogo entre equipas que lutam pelo mesmo objectivo – os seis primeiros lugares da tabela classificativa –, o FAC partia com a desvantagem de três pontos e neste jogo demonstrou que tem potencial para conseguir o lugar desejado.

Paulo Lima é reforço Paulo Lima é atleta do Famalicense Atlético Clube até ao final da temporada. Paulo Lima jogava na Académica de São Mamede, é um distribuidor experiente e vem complementar um plantel que tem como objectivo classificar-se nos seis primeiros lugares da classificação geral da segunda divisão nacional de voleibol. O atleta já treinou na última semana e jogou nestes dois últimos encontros, frente ao CD Fiães e VC Viana.

Apuramento garantido no badminton não sénior Realizou-se no Pavilhão Municipal de Famalicão o zonal de apuramento para a 3ª jornada do circuito nacional que se vai realizar nos próximos dias 21 e 22, no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha. O torneio foi um sucesso organizativo e desportivo. O Famalicense Atlético Clube (FAC) já tinha duas atletas apuradas para a fase final: Adriana e Sónia Gonçalves. Agora conseguiu mais sete: Miguel Cunha, Bruno Carvalho, Manuel Bastos, Pedro Cardoso, Luís Reis, Flávio Ribeiro e Deolinda Carvalho. Aproveitando a oportunidade do torneio se rea-

lizar em Famalicão, a atleta Sónia Gonçalves recebeu uma distinção referente ao troféu Alberto Almeida, pela vitória na primeira jornada nacional onde o empenho e fair play foram os factores determinantes para a escolha do júri. Nas Caldas da Rainha, Rui Santos e Albertino Araújo participaram na terceira jornada na categoria de veteranos. Em pares conseguiram atingir as meias-finais nas categorias B e C e em singulares ficaram nos quartos-de-final, na categoria B e C, respectivamente. O próximo torneio disputa-se a 4 de Fevereiro.

FAC 1-3 FC Porto em bilhar No início do campeonato nacional da 1ª divisão de bilhar carambola, o Famalicense Atlético Clube (FAC) recebeu o FC Porto, campeão nacional em título, vencedor da Taça e Supertaça de Portugal. Claramente favorito para este encontro, o FC Porto apresentou a sua melhor equipa, mas o conjunto do FAC surpreendeu e quase conseguiu uma enorme surpresa no salão da Academia do Famalicense. O FAC alinhou com Adolfo Pereira, Jorge Bastos, Carlos Veloso e Jorge Lopes. No final das primeiras entradas, as tendências estavam muito bem definidas: Adolfo Pereira que fez o seu melhor jogo da temporada, batia Pedro Pais por larga margem e parecia capaz de segurar um ponto para o FAC. Nas outras três mesas, os atletas do FC Porto dominavam e assim foi até ao intervalo. Depois, a surpresa esteve perto de acontecer. Se na mesa 1, Adolfo confirma o seu bom momento, e na mesa 2, Rui Manuel

não dava hipótese a Jorge Bastos, nas outras mesas, Carlos Veloso e Jorge Lopes, aproximavamse dos seus adversários e Veloso chegou mesmo a liderar a partida depois de estar a perder por 12 carambolas, e Lopes recuperou de 16 carambolas de diferença para apenas uma. A vitória do FAC era difícil mas o empate parecia ser possível. Na mesa quatro, o campeão Santos Oliveira ganhou nova vanta-

gem, terminando com 50-45, mas na mesa 3, Veloso vendia cara a derrota. As últimas entradas foram muito tensas para os atletas do FC Porto e seus apoiantes, com a possibilidade do triunfo lhes fugir. Na última entrada Veloso empatou, mas J. Ferreira acabou por triunfar por 45-43. No final, 3-1 para o FC Porto. A próxima jornada realiza-se no dia 10, em Leça, frente ao Leça FC.


modalidades

Valongo 8-2 Riba d’Ave O Riba d’Ave Hóquei Clube (RAHC) começa a complicar a sua tarefa nos objetivos traçados no início do campeonato da 1ª divisão de hóquei em patins e que eram apenas e só a manutenção. Aconteceu mais uma derrota para os ribadavenses, desta vez frente ao Valongo e por 8-2. Quanto ao jogo pode dizer-se que a formação do RAHC só deu réplica durante a primeira parte. Mesmo sofrendo o seu primeiro golo logo no início da partida, reagiram muito bem os visitantes que conseguiram chegar ao empate e mesmo em cima do apito para o intervalo o Valongo chegaria novamente à vantagem. Para a segunda parte, o Valongo entrou muito forte, começou logo cedo a construir o resultado que se foi aumentando. Com o decorrer da segunda parte, o Riba d’Ave foi impotente para travar o me-

lhor hóquei praticado pelos donos do pavilhão que com alguma facilidade chegariam aos 8-2 e foi com este resultado que se atingiu o final da partida. Mesmo assim, o RAHC ainda teve duas boas oportunidades para marcar quando Miguel Soares e Joel Ferreira falharam dois livres directos. Na próxima jornada, o Riba d’Ave volta a jogar fora, deslocandose até ao Pavilhão do Académico de Espinho. No Pavilhão Municipal de Valongo, sob arbitragem de Rego Lamela e António Teixeira, o Valongo actuou com: David Arellano, João Souto (3), Hugo Azevedo (4), Pedro Mendes (1) e Nuno Rodrigues. Jogaram ainda: Luís Nogueira, João Marques, Miguel Viterbo, Jorge Alves e Raúl Neca. Já o RAHC actuou com: Telmo Fernandes, Pedro Salgado, Miguel Soares, António Cruz e Pedro Nogueira (1). Jogaram ainda: André Alves, Joel Ferreira e Pedro Sousa (1).

Juventude Pacense 11-10 FAC Inesperada esta derrota em Paços de Ferreira, em jogo a contar para a 10ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins. Era expectável um resultado positivo, mas não conseguido, com o FAC a sair derrotado por 11-10. Foi mais um jogo com muitos golos, à semelhança dos últimos realizados, desta vez terminando com a margem mínima no marcador. Foi um jogo em que os ataques se sobrepuseram às defesas e ao intervalo já se registavam dez golos, com o empate a cinco no marcador. O Pacense adiantou-se na segunda parte, chegou ao 10-7, tendo o FAC ainda reduzido para a margem mínima, mas não foi possível somar pelo menos um ponto. Os golos do FAC foram apontados por: Pinheiro (3), Lei (3), Rafael (2), Branco e Barbosa. O próximo jogo do FAC é na Mealhada, no próximo sábado.

Resultados da formação de hóquei Um fim-de-semana com ilusão para as camadas jovens de hóquei em patins do FAC, mas no final o saldo não foi o esperado. Três encontros do campeonato regional da Associação de Patinagem do Minho em escalões diferentes. Os escolares receberam a ADB/Campo e conseguiram um empate a seis golos. Os barcelenses construíram uma boa escola de formação e estes resultados positivos indicam que o trabalho também está a ser bem feito em Famalicão. Em Viana jogava-se o apuramento para o campeonato nacional. Os juvenis frente à ED Viana tinham de triunfar para o conseguir e perderam por 65. Matematicamente a equipa de Diogo Azevedo

ainda pode chegar ao terceiro lugar, mas a qualificação ficou muito difícil. Os juniores se conquistassem os três pontos frente à Juventude de Viana ficavam apurados e apesar de os terem na mão deixaram-nos fugir. Ao intervalo venciam por 5-2, mas acabaram por perder por 7-5. A equipa de André Barbosa ainda está na luta pelo terceiro lugar. Embora não dependendo apenas de si, o FAC ainda tem algumas hipóteses de lá chegar. Tem de triunfar os dois encontros que faltam e esperar por um deslize da Juventude de Viana. No próximo domingo, os escolares deslocamse a Ponte de Lima e os juvenis e juniores recebem o CART.

sport: 11 de Janeiro de 2012 23

EARO em duas provas

Os atletas que participaram na 14ª S. Silvestre de Stº Tirso

A Escola de Atletismo Rosa Oliveira participou, no domingo, com os atletas mais jovens na 14ª S. Silvestre de Stº Tirso, uma prova que vem cada vez mais a afirmar-se. Na prova os atletas da EARO conseguiram os seguintes resultados: benjamins A fem.: Ana Marinho terminou em 7º; benjamins A masc.: Isac Alpoim foi 5º,João Carvalho 6º, Pedro Carvalho 9º e 1º lugar coletivo; benjamins B fem.:Beatriz Fernandes 8ª,Catarina Morais; benjamins B masc.: Bruno Oliveira foi 5º,Leonardo Araújo 8º, Samuel Moura 21º,Simão Moura 22º e 5º lugar coletivo; infantis fem.: Maria João 23ª, Susana Alpoim 30ª; infantis masc.: Diogo Martins 9º, Ruben Rodrigues 24º, Diogo Faria 25º e 4º lugar coletivo; iniciadas fem.: Sara Dias Oliveira 12ª, Vânia Ribeiro 28ª, Sara Oliveira 30ª e 6º lugar coletivo; iniciados masc.: Bruno Sampaio 12º, Pedro Silva 35º, Carlos Fernandes 42º e 5º lugar coletivo; juvenis masc.: José Pedro 13º, Luís Machado 15º, Rui Oliveira 20º e 2º lugar colectivo. No sábado e domingo a EARO também participou no Campeonato da Zona Norte de Pista Coberta em Braga, com Sílvia Oliveira nos 1500m/800m,João Ferreira 1500m/800m, Luís Sebastião 1500m/800m e Jéssica Pontes 300m, “tendo todos obtido excelentes resultados”.

Famalicenses presentes no nacional de karaté

Equipa A do NXVSC-Didáxis continua na Taça de Xadrez Decorreu, no passado sábado, dia 7 de Janeiro, os 1/32 de final da Taça de Portugal de Xadrez. Este torneio, que já vai na 34ª edição, conta com a participação de 57 equipas, tendo ficado isentas as sete equipas melhor classificadas da 1ª divisão da época anterior. A equipa A do NXVSC-Didáxis, recém-coroada com a conquista da Taça de Braga, fez valer o seu favoritismo e domínio no distrito de Braga. Desta forma, assegurou passagem aos 1/16 de final após uma vitória, por 4-0, à equipa bracarense Apaxes En Passant. Por ordem de tabuleiros (1º ao 4º), Luís Silva, Bruno Gomes, Yaroslav Minakov e Rui Pedro Gomes venceram, respetivamente, de forma convincente Jorge Costa, Tiago Pinho, Ricardo Cardoso e João Fonseca. A equipa B do NXVSC-Didáxis ainda chegou a causar sensação, mas foi eliminada pelo clube Amanhã da Criança, com o resultado final a fixar-se num empate: 2-2. O histórico clube maiato beneficiou da vitória em tabuleiro superior, isto é, Rui Trindade venceu no 1º tabuleiro o capitão da jovem equipa famalicense, Luís Romano. Os jovens famalicenses Ivo Dias e João Cruz venceram nos 2º e 3º tabuleiros, respetivamente, e Carlos Marco Pereira perdeu contra João Félix.

ARPO na 14ª S. Silvestre de Stº Tirso A secção de atletismo da ARPO participou, no sábado, na 14ª S. Silvestre de Stº Tirso, onde se fez representar por sete atletas. Em Benjamins, Vítor Costa classificou-se em 8º lugar. Em Iniciados, Carlos Silva obteve o 38º lugar e Roberto Oliveira o 39º. Em Veteranos I, José Peixoto classificou-se em 26º lugar e Álvaro Sousa em 27º. Em Veteranos II, Manuel Ribeiro classificou-se em 42º lugar. Por fim, em Veteranos III, Raul Carvalho obteve o 36º lugar. No próximo dia 22 de Janeiro, a ARPO estará presente na Meia Maratona Manuela Machado 2012.

Decorreu no passado sábado, no Pavilhão Desportivo da Senhora da Hora, Matosinhos, o Campeonato Nacional de Karaté por equipas. Em equipas formadas com competidores da Escola de Karaté de Delães, da Associação Desportiva de S. Mateus, da Karaté Shotoka de Vila e Ginásio “As Razões do Corpo”, de Guimarães, competiram alguns atletas famalicenses, com destaque para a 3ª posição alcançada em cadetes/juniores femininos. Diana Ribeiro (S. Mateus) e Paula Monteiro (Delães) competiram na prova de kumite cadetes/juniores femininos, ficando a equipa classificada na 3ª posição e competiram ainda na prova de kata cadetes/juniores femininos. Na prova de kumite cadetes/juniores masculinos fizeram parte da equipa que se sagrou campeã nacional os atletas do S. Mateus, Ricardo Oliveira e João Miranda. Na prova de kumite sénior fez parte da equipa que ficou na 3ª posição o atleta do S. Mateus, António Oliveira. No mesmo local no dia seguinte, domingo, 8 de Janeiro, os atletas Paula Monteiro, Diana Ribeiro, João Miranda e Ricardo Oliveira fizeram treino de pré-Selecção nacional, naquele que foi o primeiro treino no ano de 2012.


24

sport: 11 de Janeiro 2012

modalidades

Liga Futebol 7 estreia-se na Taça da Liga

Gavião recebeu jogos dos quatro grupos A Liga Futebol 7 de Famalicão arrancou para a 1ª jornada da fase de grupos da Taça da Liga, tendo sido disputados oito encontros divididos pelas tardes do passado sábado e domingo. No sábado, as equipas da Paluse e dos Pais EFB arrancaram para mais uma tarde de bom futebol, num jogo sempre equilibrado que os Pais EFB venceram pela margem mínima. O segundo jogo opôs a GlassDrive Famalicão aos Amigos FC, tendo o encontro terminado por decisão do delegado ao jogo alguns minutos mais cedo por desclassificação dos Amigos FC. No terceiro encontro, a Casa do Porto e a Magno e Reis protagonizaram um jogo muito equilibrado e de bom nível, com a Magno e Reis a estar sempre em vantagem diante de uma equipa da Casa do Porto que nunca desistiu, tendo mesmo alcançado o empate a duas bolas. As equipas da Norcana e da Parceiros Novos também se defrontaram, tendo a vitória sorrido à empresa de publicidade por 6-2. O domingo começou com o jogo entre a Leica e a Motivação em Marcha. Num encontro bem disputado, a Motivação em Marcha alcançou o empate nos instantes finais, tendo o resultado final sido 3-3. De seguida, as equipas da Maipex e da Andrade e Almeida subiram ao relvado para proporcionar muitos momentos de qualidade, tendo a vitória sorrido à equipa da Maipex por 6-2. O terceiro encontro opôs a Nhclima

e a Burku Kebabs/Tecno Barros para mais 50 minutos de elevado nível futebolístico, com a equipa do Burku Kebabs/Tecno Barros a impor um futebol rápido e a vencer por 6-1. Por último, subiram ao relvado as equipas do Glaz Art e da Jocel para protagonizar o jogo mais rápido que há memória na Liga Futebol 7. Com um início com muitos golos por parte da Glaz Art, a equipa da Jocel acabaria por decidir dar por terminado o encontro ainda na primeira parte, perdendo por 5-0. Num fim-de-semana com 44 golos marcados, a organização acabou por desclassificar a equipa dos Amigos FC. O Grupo Jogos na Praça, empresa que gere e dinamiza a Liga Futebol 7, afirma que “não serão tolerados comportamentos desajustados por parte das equipas, muito mais quando são reincidentes”. “Queremos promover esta liga em Famalicão, mas só o continuaremos a fazer com quem respeitar as regras e o bom senso”, afirmou José Figueiredo, responsável pela Liga Futebol 7. Com esta desclassificação, a Liga Futebol 7 poderá aceitar a inscrição de uma nova equipa, sendo a sua participação sujeita a aceitação por parte da organização. A fase de campeonato da Liga de Futebol de 7 de Famalicão regressa a Gavião no próximo fim-de-semana, com os jogos da Superliga e da Liga de Honra.

Tiago Reis testa novo carro O piloto famalicense Tiago Reis já testou o novo carro com que vai disputar o Campeonato de Portugal de Montanha. O veículo, um Norma M20F, que pode atingir os 300 quilómetros de velocidade, foi testado em Braga ainda antes do final de 2011. O piloto ficou satisfeito com o desempenho do carro, que é “superior ao anterior”, deixando-lhe, por isso, “boas expectativas” para o campeonato, em que vai “lutar pelo título”. A primeira prova do Campeonato de Montanha será a Rampa da Falperra, agendada para os dias 9 e 20 de Maio, e que marcará a estreia de Tiago Reis ao volante do Norma M20F.

1º Torneio Inter-empresas Em Fevereiro vai começar a 1ª edição do Torneio Inter-empresas, organizado pela Academia Elite Sport. Os jogos serão efectuados nas instalações da Academia, face à EN 14, em frente aos Transportes Nogueira, aos fins-de-semana, a partir das 17 horas. As inscrições estão abertas e podem ser efectuadas através dos números 912751234 e 912751259 ou nas instalações da Academia Elite Sport.

Estágio da Selecção Nacional no Centro de Estágios de Montemor

Nadadores do GDNF em estágio Os atletas do Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF), Simão Alves e Luís Fernandes, foram convocados para o estágio da Selecção nacional júnior da Federação Portuguesa de Natação, realizado no Centro de Estágio de Montemor-oVelho. Uma vez mais, Famalicão foi dos clubes mais representativos no estágio da Seleção nacional, com vista à preparação das próximas competições nacionais e internacionais, tendo como ponto alto da época desportiva os Multinations e os Campeonatos da Europa de Juniores. Para o treinador do GDNF, Pedro Faia, “esta convocatória para a Selecção nacional caracteriza, essencialmente, o reconhecimento da qualidade que o Simão e o Luís têm demonstrado ao longo da época desportiva, apesar de terem de conciliar a prática desportiva de natação com o 12º ano de escolaridade”. “Estamos duplamente satisfeitos, pois tratam-se de mais dois excelentes nadadores e de mais dois excelentes alunos que conseguem ter a competência de nadar a alto nível e terem excelente aproveitamento escolar”, acrescentou. Pedro Faia explicou ainda um pouco melhor este estágio que se “caracterizou

por muita exigência, dois treinos diários de água, mais um treino de ginásio, o que perfaz cerca de 6 horas de treino diário”. “Estamos convictos que será um estágio bastante proveitoso, neste arranque da preparação em piscina de 50 metros, pois estão a trabalhar entre os melhores e entre os melhores a exigência é elevada, na procura constante da optimização do rendimento desportivo”, concluiu.

Ano de 2012 começou com muita competição

AC Vermoim em actividade

Equipa da AC Vermoim que marcou presença na S. Silvestre

As secções de futebol, andebol e atletismo da Associação Cultural de Vermoim (ACV) iniciaram o ano de 2012 com a presença em diversas competições. A equipa de atletismo representou da melhor forma a colectividade, desta feita na 14ª S. Silvestre de Santo Tirso que teve lugar ao final da tarde do passado sábado. Foi mais uma boa manifestação desportiva

em que tivemos os atletas de Vermoim participaram, com cerca de 1300 atletas a engalanarem as ruas de Santo Tirso que se encheu para a prática do atletismo. A equipa da ACV esteve em bom plano, numa prova sempre exigente e recheada de bons valores individuais e colectivos. No andebol, a ACV recebeu o Callidas Clube de Vizela e o Manabola de Braga

em dois jogos muito bem disputados no passado sábado no Pavilhão Terras de Vermoim. De salientar que nesta modalidade, em que a ACV é estreante, as duas equipas de iniciados preparam-se agora para terminar as primeiras fases das respectivas competições em lugares honrosos. No futebol, a equipa de veteranos ACV continua a liderar a Taça Concelhia após mais uma vitória em casa, na passada sexta-feira, por 8-2. Já a equipa sénior ACV saiu derrotada na deslocação a Cabeçudos, no passado sábado. No final da primeira volta, as equipas de futebol de salão da ACV, que participam nos campeonatos concelhios organizados pela AFSA, tiveram uma prestação e eficácia diferentes. No escalão de veteranos está no 1º lugar e no escalão sénior a equipa da ACV, no final da primeira volta do campeonato, afina ainda as alterações produzidas no início da época.

Batida às raposas no domingo A Associação de Caça e Pesca de Famalicão vai promover, no próximo domingo, dia 15, uma Batida de Raposas com cães. A iniciativa, destinada a sócios e não sócios da associação, tem a concentração marcada para as 8h30, junto à Capela da Srª da Guia, em Gemunde, na freguesia de Outiz. O almoço vai ter lugar por volta das 14 horas, no Restaurante Pinho Verde, em Gondifelos.


OS1027