Issuu on Google+

Primeiro encontro pilotos slalom em Famalicão no fim-de-semana

Berto Gomes treina Oliveirense

Berto Gomes é o novo treinador da Associação Desportiva Oliveirense. O técnico foi apresentado ao início da noite de ontem, terça-feira, à hora de fecho desta edição. A Oliveirense não perdeu tempo e encontrou rapidamente um sucessor de Sérgio Rodrigues

(Ver notícia na página 28). A escolha foi para o treinador famalicense Berto Gomes, que já orientou ontem o seu primeiro treino à frente da sua nova equipa. Ao OPINIÃO SPORT, Berto Gomes disse encarar este como um “convite aliciante” por significar treinar uma equipa do concelho e que milita na 2ª divisão. “É com grande optimismo que encaro esta aposta em mim”, declarou ainda, dizendo que vai agora inteirar-se de toda a situação da equipa, para depois começar a trabalhar com o objectivo de “tentar levantar a moral a esta equipa, porque ocupa uma posição que não é consentânea com o valor do clube”. Com Berto Gomes vão trabalhar o adjunto Hélder Marinho e Vítor, treinador de guarda-redes, que já estavam na Oliveirense.

Juniores A: Oliveirense derrota Pevidém Em jogo a contar para a divisão de honra de Juniores A da AF Braga, a Associação Desportiva Oliveirense recebeu, no Campo de Ribes, o Pevidém SC e venceu por 4-3. A Oliveirense entrou bem no jogo, marcando logo no seu primeiro ataque a baliza adversária. Sempre com os olhos na baliza, a equipa da casa conseguiu marcar o segundo golo, por Teixeira, que fazia assim o seu segundo golo na partida. O Pevidém tentou responder por 3 vezes mas sem sucesso, até que a Oliveirense, a 2 minutos do intervalo, fez o 3-0. A segunda parte começa com o Pevidém mais agressivo e com vontade de dar a volta ao marcador e foi assim que Carneiro conseguiu reduzir para a sua equipa, que passados sete minutos marca o 3-2. Contudo, a Oliveirense fez o 4-2. No período de descontos o Pevidém voltou a reduzir. A Oliveirense alinhou com: Luís Carlos, Faria, Filipe, Mendes, João, Simão, Jó Ribeiro, Barbosa, Vitinha, Daniel e Teixeira. Jogaram também Fabinho, João Pedro e Mika.

Infantis do FCF perdem Jogo muito equilibrado durante todo o desafio, em que o resultado mais justo seria o empate. A sorte acabou por caber ao Juventude Académico, que no último minuto, através de uma boa jogada individual resultante de um pontapé de canto curto, acaba por fazer a diferença no marcador. Apesar da derrota, os infantis B podem estar orgulhosos do seu desempenho por terem conseguido o equilíbrio do jogo, que por vezes não é fácil, jogando contra equipas com elementos mais velhos.

Ganhou os 8 jogos já disputados no campeonato distrital da 1ª divisão

Ninense só com vitórias

O plantel do Ninense é formado por 19 jogadores

Magda Ferreira Só vitórias. É este o resultado que a Associação Desportiva Ninense soma no campeonato da 1ª divisão da Associação de Futebol de Braga. À oitava jornada, a formação de Nine ganhou todos os jogos, somando 24 pontos e liderando a tabela classificativa da Série A, com o segundo classificado, o Tadim, a cinco pontos de distância. No passado domingo, em jogo da ronda número 8, o Ninense recebeu o Cabreiros e venceu por 2-1, mantendo, assim, a invencibilidade e a liderança. Em oito jogos, a equipa de Nine já marcou 17 golos e sofreu apenas 5. “Toda a gente sabe que em futebol o que dá confiança são as vitórias”, defende o treinador do Ninense, João Salgueiro, sublinhando que o facto de terem começado a ganhar ajudou a estes bons resultados. “Penso que a nossa entrada na Taça da Associação de Futebol de Braga, contra o S. Cosme, em S. Cosme, com uma vitória por 40, deu-nos alguma dose de confiança. Depois entramos bem no campeonato e temos vindo a realizar bons jogos e em todos temos conseguido ter alguma superioridade em relação aos adversários”, descreve o técnico.

Treinador João Salgueiro, ao centro

Apesar das vitórias, Salgueiro entende que a equipa, que é “muito bem organizada”, “ainda pode crescer muito mais”. Com um plantel composto por 19 jogadores, o Ninense optou por manter a base da equipa da época passada “e retocá-lo com jogadores que pudessem acrescentar alguma coisa”. Por esse motivo, arrancou “algo tarde” para a préépoca, pelo que o treinador entende que as potencialidades dos jogadores ainda não vieram todas ao de cima. “Penso que a partir da 10ª jornada, o Ninense ainda pode valer mais do que tem valido”, promete. O plantel é “curto”, mas tem chegado para as encomendas. “Preferimos alguma qualidade em detrimento da quantidade”, justifica o treinador, confiante nessa aposta: “A prova tem-nos dito que estamos no caminho certo”, declara, assegurando que não é objectivo contratar mais ninguém. As vitórias têm surgido umas atrás das outras, mas João Salgueiro sublinha que o mais importante agora é “estar com os pés bem assentes na terra”. Consciente de que “gerir o sucesso é tão ou mais difícil do que gerir o insucesso”, o treinador procura incutir nos seus atletas que “ainda nada está ganho” e

que é preciso continuar a trabalhar. “Agora toda a gente nos quer ganhar e sabemos que vamos ter que dar sempre o nosso melhor e o nosso máximo, porque só assim é que se conseguem vitórias atrás de vitórias”, refere, garantindo que alerta constantemente os jogadores para “não adormecerem à sombra da bananeira” e, assim, “se, porventura, uma derrota chegar, não nos abalar porque sabemos onde estamos e para o que vamos”. De resto, João Salgueiro sublinha que este trabalho vai de encontro aos objectivos do Ninense para esta época, lembrando que “foi a única equipa que se assumiu como uma das possíveis candidatas à subida de divisão”. O treinador está também muito satisfeito com o apoio da direcção clube e, sobretudo, da massa associativa. “Temos tido um nível de assistências sempre a rondar as 600, 700 pessoas, e isso quer dizer que a direcção e a massa adepta estão com a equipa”, declara Salgueiro, dando como exemplo o jogo no terreno do Tadim, segundo classificado, onde estiveram “à volta de mil pessoas a ver um jogo da 1ª divisão distrital e julgo que isso diz quase tudo daquilo que tem sido o nosso campeonato”. pub


26

sport: 9 de Novembro de 2011

grande área

Inês e Alice foram recebidas por Armindo Costa antes da partida para o Brasil

Xadrezistas de Famalicão no Campeonato do Mundo Jovem Duas xadrezistas famalicenses vão participar no Campeonato do Mundo de Xadrez Jovem, a disputar no Brasil entre os dias 17 e 27 de Novembro. São duas irmãs, Alice e Inês Oliveira, do Núcleo de Xadrez da Didáxis de S. Cosme, que depois de competirem nos campeonatos nacional e europeu, conseguiram uma classificação que lhes permite agora integrar a comitiva portuguesa que vai disputar o Mundial. Na passada sexta-feira, as duas irmãs foram recebidas pelo presidente da Câmara de Famalicão, Armindo Costa, que lhes entregou a bandeira do município para levarem para o Brasil. Inês Oliveira tem 16 anos e começou a jogar xadrez há cerca de quatro anos, depois de ter acompanhado a mãe a uma acção de formação da modalidade. Aliás, as influências familiares

António Freitas

Cristina Azevedo

Armindo Costa entregou às duas atletas a bandeira do município

foram determinantes na paixão destas duas irmãs pelo xadrez, de tal forma que Inês acabou também por influenciar a irmã, Alice, de 7 anos.

Cabeçudense cede primeiros pontos A 7ª jornada do distrital de futsal ficou marcada pelos primeiros pontos perdidos pela formação do Cabeçudense no campeonato. O conjunto de Cabeçudos empatou a quatro bolas na deslocação ao terreno do Futsal Celorico, mas manteve a liderança da prova. Os resultados desta ronda foram os seguintes: Guardizela 0-5 MAL; S. Mateus 2-3 Mouquim; AST Futsal 2-4 Priscos; Caldelas 23 Covense; ARCA 5-3 Delães; Apulienses 10-1 Vieira Futsal; AEIPCA 6-6 Núcleo Rio Homem. A classificação está ordenada da seguinte forma: 1º Cabeçudense, 19 pts; 2º Priscos, 19 pts; 3º MAL, 17 pts; 4º Mouquim, 14 pts; 5º Futsal Celorico, 14 pts; 6º AST Futsal, 13 pts; 7º Apulienses, 12 pts; 8º ARCA, 12 pts; 9º Vieira Futsal, 10 pts; 10º Covense, 9 pts; 11º S. Mateus, 9 pts; 12º Caldelas, 6 pts; 13º AEIPCA, 4 pts; 14º Núcleo Rio Homem, 1 pt; 15º CRP Delães, 0 pts; 16º Guardizela, 0 pts. Na próxima jornada terão lugar as seguintes partidas: MALS. Mateus; Covense-AEIPCA; Vieira-Caldelas; Delães-Celorico; Cabeçudense-Guardizela; Mouquim-Apulienses; Priscos-ARCA; Núcleo Rio Homem-AST Futsal.

Juniores: Famalicão perde com Ribeirão O FC Famalicão e o GD Ribeirão defrontaram-se, no passado sábado, para a 7ª jornada do campeonato da Divisão de Honra da AF Braga, em juniores, com a vitória a sorrir aos ribeirenses por 2-0. Ricardo Dias foi o homem da partida, ao marcar aos 30 e 85 minutos. Jogo esperado com expectativa pois frente a frente estavam o segundo e terceiro classificado, ambos com 11 pontos. Começou melhor o Famalicão, que com jogadas rápidas criava perigo junto da baliza ribeirense mas sempre sem êxito. O Ribeirão, com um bloco baixo e passes longos, fazia do contra-ataque a arma para chegar perto da baliza de Carlos. Aos 25 minutos e contra a corrente do jogo, o Ribeirão chegou ao golo com um ata-

cante da equipa da casa a perder a bola, permitindo que o jogador ribeirense cruze para a área onde apareceu Ricardo Dias, de cabeça e sem marcação, a finalizar. Na segunda parte o Famalicão entrou com vontade de virar o rumo dos acontecimentos, mas do outro lado estava uma equipa disposta a segurar a vantagem. Ao minuto 75 o Ribeirão fica reduzido a 10, depois de Ivo ser expulso após agredir Pinheiro. Mesmo em inferioridade numérica seria o Ribeirão a marcar e novamente por Ricardo Dias. O Famalicão alinhou com: Carlos, André Padrão, João Carlos, Pereira, Silva, João Pedro, Luís, Renato, Gil, Simão e Pinheiro. Jogaram ainda Ruben, Sotero e Zé Miguel.

Inês ficou em 36º lugar no Europeu e, agora, no Mundial, espera ficar no primeiro terço da tabela, uma vez que “em Portugal o apoio não é muito”. A jo-

vem reconhece as dificuldades que terá de enfrentar face a atletas da sua idade, de outros países, “que são praticamente profissionais”. Inês confessa que não gosta muito de actividades físicas, como o voleibol, o andebol ou o futebol, e também nunca teve grande queda por “actividades mais subjectivas, como a música ou outras artes”. Por isso, acabou por encontrar no xadrez o hobby ideal, passando rapidamente à competição. Já a pequena Alice, 13ª classificada no Europeu, está com esperança de conquistar uma boa classificação no mundial, não escondendo a sua felicidade por se estrear numa prova internacional. Mário Oliveira é o professor do Núcleo de Xadrez da Didáxis que treina estas duas jovens e não esconde o orgulho por ver o nome do núcleo representado

num campeonato mundial. “Estas atletas têm desenvolvido um percurso em ascendente. A Inês já vai na sexta participação internacional consecutiva. A Alice está a começar, mas as expectativas são altas, porque, no Europeu, ela só ficou atrás das jogadoras de Leste, ficando à frente das francesas, espanholas e outras jogadoras do Ocidente”, destaca o professor. Também o vereador do Desporto e Educação, Leonel Rocha, diz ser um motivo de orgulho para o município a prestação das duas atletas, considerando que “o xadrez é uma modalidade que tem sido bem desenvolvida em Famalicão, e de um modo muito particular na Didáxis”. Nesse sentido, o responsável avança que “esta boa prática está, agora, a ser levada para outras escolas do concelho, com a implementação do xadrez no 1º ciclo”.

Carros saem do Campo da Feira e prova decorre na Avenida de França

1º Encontro de Pilotos Slalom no fim-de-semana Magda Ferreira Famalicão vai acolher, no próximo fim-de-semana, o 1º Encontro Pilotos Slalom de Famalicão, que vai decorrer no Campo da Feira. Organizada por dois famalicenses apaixonados pelo desporto automóvel, que contam ainda com outros apoios, esta prova procura suprir a lacuna deixada pela não realização, este ano, da Super Especial de Famalicão. Esta prova, que teria este ano a sua sexta edição, não vai acontecer por falta do apoio financeiro da Câmara de Famalicão. Quando souberam desta notícia, Avelino Reis e Luís Silva, dois amantes dos automóveis, falaram em organizar eles uma prova. Primeiro, a ideia surgiu “a título de brincadeira”, conta Reis, mas depois começou a tornar-se em algo sério e em pouco mais de um mês nasceu este encontro. “Depois de termos dito às pessoas e de termos convidado os pilotos para cá virem, tínhamos que levar a prova para a frente e temos tudo no bom caminho”, afirmou aquele organizador, frisando que “a carolice foi ajudando a cumprir a organização”. Procurando distinguir este evento da Super Especial, começaram, desde logo, por designá-lo doutra forma: 1º En-

contro Pilotos Slalom de Famalicão. Depois, querem também “fazer coisas diferentes”. Assim, no sábado, dia 12 de Novembro, além das verificações técnicas que estão marcadas para as 17 horas, o dia será especialmente dedicado ao convívio, com a actuação de um conjunto musical e também de tocadores de concertinas e cantadores ao desafio, além de porco no espeto. A prova propriamente dita terá lugar no domingo, ao longo de todo dia, estando o início aprazado para as 9 horas. O parque de assistência das viaturas estará montado no Campo da Feira, seguindo depois os carros para a pista, que vai percorrer a Avenida de França, entre as rotundas D. Sancho e dos Pinheiros, e ainda parte das ruas Padre Benjamim Salgado e Luís Barroso. A organização espera ter na prova de Famalicão “bons carros”, tendo decidido que as inscrições encerrarão quando estiveram inscritos 80 pilotos. Haverá depois troféus em cada classe, sendo objectivo entregar prémios aos três primeiros classificados de cada classe. As inscrições podem, segundo o regulamento, ser feitas até dia 11 de Novembro, na página do Team Baía, em www.teambaia.com. Quando decidiram levar a

cabo este 1º Encontro Slalom, Avelino Reis e Luís Silva falaram com a Câmara Municipal, que disse não ter dinheiro para apoiar a prova, mas disponibilizando-se a dar toda a ajuda possível. “Como não estamos dependentes da Câmara quando tomamos a iniciativa, decidimos avançar”, afirma Reis, adiantando que as empresas dos dois organizadores, a Transfradelos e a Luís Silva & Joaquim Melo, são os principais patrocinadores. Depois contam com outras ajudas, nomeadamente do Motor Clube de Guimarães e do Team Baía. “Fico contente, porque da primeira vez que me meto numa organização destas, estamos a conseguir levar isto a bom porto e estamos a ter uma boa adesão de pilotos para que possamos fazer uma coisa fora do normal”, afirma Avelino Reis, acrescentando que se os pilotos ficarem satisfeitos, poderão haver novas edições deste evento se a Super Especial voltar a não acontecer em 2012. “Não só este 1º Encontro de Pilotos, gostaria de fazer outras coisas em Famalicão, nomeadamente um rali em asfalto, que já há muitos anos não se faz. Gostaria de participar como piloto e também pertencer à organização se for necessário”, confidencia.


sport: 9 de Novembro de 2011 27

futebol

Ribeirão triunfa em Macedo de Cavaleiros

Famalicão esteve a vencer o Marítimo B até bem perto do fim

Vitória fugiu em período de compensação

Três pontos saídos do banco

1-1 Estádio Municipal Famalicão Árbitro : Pedro Maia (Porto)

Famalicão Maritimo B

2-3 Estádio Municipal Macedo de Cavaleiros Árbitro: Sérgio Soares (Porto) Auxiliares: Nuno Lopes e Tiago Loureiro

M Cavaleiros Ribeirão Pedro Didácio Corinha Eurico Sérgio (75’ Jony) Zé Tiago Luís Gancho Patrão André (62’ Ernesto) Nuno João Pedro (76’ Luís Rafael)

Ederson Regis Diogo Forbes (30’ Tiago Silva) Vitinha Paulo Rola (65’ Caramelo) Andrew Ruy (60’ Tino) Cerdeira Bruno Alves Coelho

Treinadores Rui Vilarinho

António Rocha

Golos: 42’ Sérgio Silva (1-0); 57’ Cerdeira (1-1); 59’ Zé Tiago (2-1); 88’ Tino (2-2); 94’ Tino (2-3). C artõ es Amarelos: Nada a assinalar. C artõ es Vermelho s: Nada a assinalar.

José Clemente O Ribeirão deslocou-se no passado domingo ao terreno do Macedo de Cavaleiros, em jogo da oitava jornada do nacional da 2ª divisão, o Ribeirão partiu para este jogo atrás do seu adversário e saiu de lá à frente, depois de uma vitória muito suada, mas justa e em especial por aquilo que fez durante a segunda parte. Os ribeirenses entraram muito mal na partida e disso se aproveitaria o Macedo para aos poucos tomar conta dos acontecimentos e mandar no jogo. Os locais eram uma equipa muito atrevida, tinham mais posse de bola e criaram algumas dificuldades ao último reduto da formação do Passal. Os visitantes não se encontravam no encontro e tinham muitas dificuldades em chegar até à baliza adversária. Curiosamente, a melhor oportunidade de golo viria a pertencer à equipa ribeirense quando Andrew apareceu sozinho frente ao guarda-redes Pedro, rematando para uma espectacular defesa do guardião da casa, ficou uma boa oportunidade perdida pelo atacante da equipa do Ribeirão e na jogada seguinte mais uma vez o Ribeirão perto do tento inaugural,

mas Vitinha rematou para mais uma boa defesa de Pedro. Estava dado o tónico para que finalmente o Ribeirão aparecesse na partida. António Rocha mesmo assim fez a sua primeira alteração, tirando Forbes e fazendo entrar Tiago Silva. Do outro lado estava uma equipa que também criava muito perigo e já muito perto do intervalo Sérgio chegaria finalmente ao golo. Um golo que a equipa da casa já justificava. O intervalo chegaria pouco tempo depois, com a vitória parcial a sorrir ao Ribeirão. Para a segunda parte o Ribeirão entrou com outra disposição. Começou a tomar conta do jogo e da maneira como jogava adivinhava-se o golo do empate. Golo esse que chegaria pouco depois por intermédio de Cerdeira, colocando justiça no marcador. Só que na jogada seguinte e na marcação de um livre, por sinal muito bem marcado por João Pedro, a bola esbarrou no poste e na recarga Zé Tiago fez o 2-1 para o Macedo. Pensou-se que estava encontrado o vencedor da partida, mas António Rocha ainda tinha no banco mais duas alterações para fazer. Quatro minutos depois de ter sofrido o segundo golo, o treinador ribeirense fez uma leitura perfeita dos acontecimentos, tirou Ruy e fez entrar Tino que viria a ser o homem do jogo, ao apontar os dois golos da equipa do Passal e que daria os três pontos. O golo do empate surgiu muito perto do final, aos 85 minutos, e o terceiro mesmo na última jogada do desafio porque a bola nem foi colocada no centro do terreno. Esta foi uma vitória merecida da equipa do Ribeirão por aquilo que fez durante a segunda parte, onde foi sempre melhor que o seu adversário. Com esta vitória abremse boas perspectivas para que o próximo jogo no Passal tenha pelo menos casa cheia com a visita do Famalicão a Ribeirão. Quanto ao árbitro esteve simplesmente excelente. Boa arbitragem de um árbitro que pode ter um futuro muito risonho na arbitragem, não mostrou qualquer cartão aos intervenientes e por aqui se pode concluir a segurança com que dirigiu a partida.

César Luís Miguel Pedro Silva China Talocha César Marques Jorginho Flávio Igor (76’ Nélson) André Claro (91’ Pedrinho) Gomis (68’ Flávio Moreno) Cafú

Ricardo Ferreira Marokis Ibrahim (77’ R. Rodrigues) João Diogo Hassan (72’ Nuno Rocha) Hugo Brol (65’ Edivândio) Filipe Paiva Ricardo Alves Fidélis Romeu Filipe Rodrigues

Treinadores José Augusto

Rui Rodrigues

Golos: 45’ Gomis (1-0); 93’ Fidélis (1-1). Car tõ es Amarelos: 60’ Marokis; 61’ Filipe Paiva; 87’ André Claro. Car tõ es Vermelhos: Não houve.

José Carlos Fernandes O empate entre Famalicão e Marítimo B acaba por ser justo face à produção das duas equipas. O futebol acaba por se medir face ao que as equipas conseguem fazer, ora aqui foram muito iguais em quase tudo. Até nos golos, o Famalicão marcou em cima do intervalo, o Marítimo mesmo em cima do apito final. Nos primeiros minutos a equipa da casa foi mais arrojada, teve boas ocasiões para marcar. Aos 13 minutos, André Claro desperdiçou boa oportunidade, dois minutos depois Cafú chegou tarde

a uma bola que apareceu com todas as medidas na área. Não tirava o pé do acelerador a equipa da casa e ao minuto 20, Gomis, em jogada individual, rematou ao poste esquerdo da baliza de Ricardo Ferreira. Foi o melhor período dos locais que depois viram os ilhéus cresceram no relvado, obrigando César a cotar-se com boas defesas. Começou aos 33 minutos, com Fidélis a rematar e a falhar o golo. Aos 35, Ibrahim proporcionou grande defesa ao guarda-redes caseiro e aos 43 minutos João Diogo, de livre, pôs de novo César à prova. Não marcou o Marítimo, respondeu o Famalicão mesmo em cima do intervalo. Gomis rematou, com a bola a bater num defensor forasteiro, acabando por entrar e assim surgir o primeiro golo do desafio. Um golo que levou a equipa de José Augusto em vantagem para o intervalo. No segundo tempo, os ilhéus apareceram de novo a pressionar a equipa famalicense. Ibrahim e Fidelis davam imenso trabalho à defensiva da casa. César, à passagem dos 15 minutos, voltou a negar o golo a Ibrahim. Rui Rodrigues, aos 20 minutos, reforça o ataque com a entrada de Edivândio enquanto José Augusto trocou Gomis por Flávio Moreno e mais tarde Flávio Igor por Nelson, alterações contestadas nas bancadas, mas pretendia o técnico caseiro ganhar mais velocidade para o contra-ataque. O certo é que as transições não saíam, acabando o Marítimo por ser sempre mais perigoso. O

Famalicão, aos 38 e 44 minutos, por intermédio de Flávio Moreno, podia ter feito o segundo golo, mas a verdade é que não conseguiu. O Marítimo, à semelhança daquilo que o Famalicão tinha feito na primeira parte, deu o troco com a obtenção do golo já em período de compensação. Fidélis marcou e deu o empate à sua equipa, trazendo também justiça para o marcador. O Famalicão deu a sensação de muito cedo querer segurar a magra vantagem, mas o certo é que do outro lado esteve uma equipa que sabe o que faz e que complicou a vida à equipa de José Augusto. A divisão de pontos coloca o Famalicão na 12ª posição e o marítimo na 14ª posição, lugares que dão direito à despromoção. Arbitragem regular.

II DI VI SÃO CLASSIFICAÇÃO

1. Ribeira Brava 2. Varzim 3. Vizela 4. GD Ribeirão 5. Fafe 6. Mirandela 7. Tirsense 8. Chaves 9. M. Cavaleiros 10. Camacha 11. FC Famalicão 12. Lousada 13. Limianos 14. Maritimo B 15. Oliveirense 16. Merelinense

Zona Norte J

V

E

D

F

C

P

8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8

6 5 4 3 4 3 3 3 3 3 2 3 2 0 0 0

1 2 2 4 1 3 3 3 2 2 4 1 3 5 3 1

1 1 2 1 3 2 2 2 3 3 2 4 3 3 5 7

11 10 10 13 8 16 8 8 14 7 8 9 8 6 5 5

6 2 6 7 8 12 7 8 14 9 7 11 9 10 15 15

19 17 14 13 13 12 12 12 11 11 10 10 9 5 3 1

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Oliveirense, 1; Mirandela, 4 Tirsense, 2; Fafe, 1 Vizela, 2; Ribeira Brava, 1 M. Cavaleiros, 2; GD Ribeirão, 3 FC Famalicão, 1; Maritimo B, 1 Chaves, 3; Merelinense, 1 Limianos, 1; Varzim, 0 Camacha, 2; Lousada, 0

Oliveirense - Tirsense Fafe - Vizela Ribeira Brava - M. Cavaleiros GD Ribeirão - FC Famalicão Maritimo B - Chaves Merelinense - Limianos Varzim - Camacha Mirandela - Lousada

Infantis A do Famalicão goleiam Na 2ª jornada do Campeonato Distrital de Infantis, o Famalicão recebeu e venceu, de forma clara, a equipa de “Os Sandinenses”, por 5-1. Os jovens famalicenses entraram para este jogo de uma forma determinada a garantir a vitória. Com uma boa organização defensiva e uma boa circulação de bola, o Famalicão chegou ao golo por intermédio de Arnaldo ao minuto 10, depois de uma boa jogada pelo lado direito. A 5 minutos do intervalo, Eduardo, após um canto, faz o segundo da partida. Na segunda parte, o FCF entrou ainda melhor no jogo, marcando logo nos minutos iniciais. Aos 31’,

Arnaldo fez o seu segundo golo no jogo e o terceiro na partida, passados dois minutos André I faz o quarto, num golo de belo efeito. Aos 46’ André I bisava também na partida. A equipa visitante ainda reduz ao minuto 49 numa grande penalidade, golo com o qual fecha o marcador. Na próxima jornada o Famalicão desloca-se ao terreno do Merelinense. Pelo Famalicão jogaram: Godinho, Zé, André II, Pedro I, Francisco, Ruca, Ruben, Arnaldo, Filipe, Eduardo e André I. Jogaram ainda Renato e Pedro II.

Famalicão derrota Candal em iniciados A Logo desde o início, a equipa do Candal quis assumir o jogo com maior posse de bola. Esta revelava-se ineficaz à medida que o tempo passava, visto que do outro lado se encontrava a equipa famalicense muito bem organizada defensivamente, que não permitia espaços. Com isto, o Candal começou a subir muito no terreno, abrindo muitos espaços nas suas costas, que não eram correctamente fechados. Com transições ofensivas seguras e eficazes a retirar a bola da pressão, a equipa famalicense criou bastante perigo no inicio do jogo. Mas foi através de um magnífico livre de César que o Famalicão chegou ao 1-0. Logo de seguida, e através de um livre indirecto, o Candal empatou. Aos 28 minutos, o Famalicão, num belo contra-ataque, chegou ao 2-1 final. O Famalicão jogou com: Zé, Vilaça, Rui Pedro, Garganta, Hugo Mano, Obama, Bruno, Hugo, Ruben, João e César. Jogaram ainda Edu e Sérgio.


28

sport: 9 de Novembro de 2011

futebol

Mau momento da equipa de Ribes continua

Mirandela goleia Oliveirense 1-4 Campo de Ribes Árbitro: João Lamares (AF Porto) Auxiliares: Bruno Sousa e Paulo Nogueira

Oliveirense Mirandela Vilacova Nuno Guimarães João Duarte Sílvio Vítor Vaz (75’ André) Festas Viana (78’ Miguel) Leal (67’ Beni) João Cruz Cadete Zézé

Mano Marco Lança Ramalho Rondinele Gabriel Ericson Pedró Ricardo Costa (61’ Rui Borges) Paulo Roberto (75’ Rui Lopes) Kuka Bertinho (84’ Campinho)

Treinadores Sérgio Rodrigues

Pedro Monteiro

Golos: 16’ Zézé (1-0); 51’ Paulo Roberto (1-1); 69’ Paulo Roberto (1-2); 82’ Kuka (1-3); 88’ Kuka (1-4). C artõ es Amarelo s: 48’ Cadete; 29’ Ericson; 57’ Marco Lança; 84’ Bertinho; 86’ Gabriel. C artõ es Vermelho s: Não houve.

Joel Lima E prossegue. O mau momento da Oliveirense parece não querer acabar. No passado domingo o sol até voltou a brilhar no campo de Ribes e o público até aderiu em bom número. E os comandados de Sérgio Rodrigues até pareciam ter entrado em campo com outra disposição. Uma equipa mais segura que em outros jogos, apesar da crise de resultados, e logo ao fechar do primeiro quarto de hora mais segura ficou ao adiantar-se no marcador. Canto batido do lado esquerdo por Cadete e no meio de uma enorme confusão, Zézé, a meias com um defensor contrário, atirou para o 1-0. A partir daqui foi a Oliveirense quem mandou no jogo, a equipa vinda de Mirandela parecia querer esboçar uma ténue reacção, mas os defensores da casa chegavam e sobravam para

as encomendas e até ao intervalo apenas ao minuto 44 Gabriel conseguiu assustar Vilacova, com um remate em posição privilegiada. Para o segundo tempo era de esperar uma equipa mirandelense mais balanceada para o ataque, o que não se esperava, ainda mais depois do que se viu na primeira parte, era que a turma famalicense entrasse a dormir na parada. Logo seis minutos após o recomeço, o lateral direito visitante, Gabriel, tem todo o espaço do mundo para tirar um cruzamento milimétrico para a cabeça de Paulo Roberto que com toda a facilidade e mais alguma restituiu a igualdade. E o que é certo é que este golo só fez bem ao Mirandela. Os forasteiros tomaram conta do jogo e depois de Kuka e Bertinho, aos 60 e 61 minutos, já terem ameaçado o 1-2, aos 69 minutos Paulo Roberto volta a responder da melhor forma a um cruzamento, desta vez de Rui Borges, e a colocar definitivamente os transmontanos na

frente da contenda. E aqui a Oliveirense acordou. Deu uma sacudidela em si própria e apenas três minutos depois, após jogada de insistência dos da casa, Mano vê João Duarte com o pontapé já no interior da área enviar a bola ao seu poste esquerdo, na recarga João Cruz permite defesa ao guardião transmontano. A Oliveirense procurava o golo, mas o Mirandela também e apenas seis minutos depois é o poste da baliza de Vilacova que treme após um contra-ataque muito bem desenhado que acaba com o tiro de Pedró ao ferro. O golo podia aparecer para qualquer um dos lados. E apareceu ao minuto 82, provavelmente para a equipa mais confiante e equilibrada em campo neste momento de jogo: o Mirandela. Excelente iniciativa individual de Kuka, que depois de tabelar com Pedró, surge na cara de Vilacova e sem grande oposição faz o 1-3 que acabava definitivamente com as aspirações

dos da casa. Os comandados de Sérgio Rodrigues, como não é de estranhar, descontrolaram-se e foram perdendo o sentido táctico. E assim de estranhar não será também a auto-estrada aberta apenas cinco minutos depois a Rui Borges que assiste já na grande área Kuka que encostou para o 1-4. Um marcador exagerado, apesar de incontestável a vitória do Mirandela, principalmente pelo que a Oliveirense fez na primeira parte. Quatro golos parecem números demasiado pesados. Contudo, pode dizer-se que são também um castigo merecido para a passividade com que a equipa entrou no segundo tempo e serão também certamente uma lição para o futuro que se espera bem mais risonho. Quanto ao árbitro nem uma referência. Parecia que não estava lá e quando assim é, quando o árbitro deixa o espectáculo para os jogadores e passa despercebido, a nota é: excelente arbitragem.

Sérgio Rodrigues deixa Oliveirense Sérgio Rodrigues já não é o treinador da Associação Desportiva Oliveirense. Direcção e técnico chegaram a acordo, na segunda-feira, para uma rescisão amigável do contrato. Sérgio Rodrigues tinha chegado à formação de Oliveira Santa Maria esta temporada e abandona, assim, o comando técnico na sequência dos maus resultados obtidos pela equipa. Em oito jogos, não conseguiu qualquer vitória, ocupando o penúltimo lugar da tabela classificativa, com apenas três pontos, fruto de três empates. A derrota do passado domingo, em casa, frente ao Mirandela por 4-1, foi a gota de água para esta decisão. Ao OPINIÃO SPORT, o técnico contou ter posto o seu lugar à disposição da direcção no final do jogo e disse que “foi fácil”

chegarem a acordo. “O projecto era um risco muito grande. Sabemos que é difícil trabalhar com juventude. As coisas não aconteceram, também com responsabilidade de alguns jogadores mais velhos, que atravessam um momento de baixo de forma”, afirma o treinador, acrescentando que da direcção do clube só tem coisas boas a dizer. Sérgio Rodrigues declara que agora quer afastar-se “um bocadinho”, porque diz que viveu “um desgaste muito grande psicologicamente”. Conta que há duas semanas recusou um convite para treinar um clube na 3ª divisão, mas agora não tem nada. Entretanto, na terça-feira, Berto Gomes foi apresentado como substituto de Sérgio Rodrigues (Ver notícia na 1ª página).

Resultados das camadas jovens No passado fim-desemana, as camadas jovens do Grupo Desportiva de Joane alcançaram os seguintes resultados: FC Amares 3-2 Joane (juniores); Joane 1-3 Pevidém (juvenis); Joane 5-1 Delães (iniciados); Ruivanense 110 Joane (infantis série I); GD Louro 2-1 Joane (benjamins série G); Avidos e Lagoa 0-16 Joane (benjamins série I). No Futebol Clube de Famalicão, os resultados das camadas jovens foram os seguintes: Famalicão 0-2 GD Ribeirão (juniores); AD Fafe 0-2 Famalicão (juvenis); Candal 1-2 Famalicão (iniciados A); Famalicão 1-1 GDB Misericórdia (iniciados B); Famalicão 5-1 Sandinenses (infantis A); Juv. Académico 3-2 Famalicão (infantis B); Operário 0-2 Famalicão (escolas A); Operário 6-1 Famalicão (escolas B); Finzes 3-3 Famalicão (pré-escolas sub-8); Finzes 0-6 Famalicão (pré-escolas sub-7). No que se refere ao Grupo Desportivo de Ribeirão, os resultados foram: FC Famalicão 0-2 Ribeirão (juniores); Ribeirão 0-2 CC Taipas (juvenis); Ribeirão 2-2 Ruivanense (iniciados 1ª divisão); GD Figueiredo 0-3 Ribeirão (iniciados 2ª divisão); Ribeirão 5-3 Porto Ave (infantis E); Moreirense 2-2 Ribeirão (infantis F); Ribeirão 2-0 Arnoso (infantis G); Ribeirão 6-3 Merelinense (benjamins F); Ribeirão 2-6 Casa Benfica Famalicão (benjamins I).

Joane interrompe ciclo vitorioso em Esposende

Joanenses derrotados por 2-1 Aristides Ferreira

2-1 Parque Desportivo de Esposende Árbitro : Francisco Vicente (Vila Real) Auxiliares: Bruno Costa e António Trindade

Esposense Joane Tozé Carlos Viana Rui Torres (29’ Henrique) Lisboa Lírio Miquelino (63’ Jardel) Rato Daniel Tiago Graça Nibra Mendonça (71’ Peão)

André Zé Pedro Carvalhinho André Costa João Ribeiro (68’ Vidal) Marquinho Hugo Dias Agostinho Rui Pedro (81’ Gijo) Ismael Peixe (45’ Álvaro)

Treinadores Alexandre Vila Cova

Francisco Costa

Go los: 8’ Mendonça (1-0); 49’ Lírio (2-0); 83’ Álvaro (2-1). Cartões Amarelos: 26’ Viana; 33’ Lisboa; 39’ Agostinho; 55’ Tozé; 82’ Peão; 91’ Paulo Nibra; 93’ Lírio; 95’ Henrique; 93’ Álvaro. Cartões Vermelhos: Não houve.

O Grupo Desportivo de Joane interrompeu um ciclo vitorioso ao perder em Esposende por 2-1. Com um relvado péssimo para a prática do futebol, os joanenses não conseguiram impor o futebol que vinham praticando nas últimas partidas. Logo no primeiro minuto, o Esposende viu um golo anulado por mão na bola. O Joane sentiu que não ia ter uma tarde tranquila, tentou acercar-se das redes contrárias, mas foi a equipa da casa a chegar ao primeiro golo iam decorridos 8 minutos, numa jogada na direita do ataque do Esposende a bola cruzou toda a defesa do Joane e ao segundo poste Mendonça encostou, inaugurando o marcador para a sua equipa. Os forasteiros foram à procura do empate, mas foi a equipa da casa quem esteve perto do segundo golo aos 15 minutos novamente. Men-

donça, solto na área contrária, rematou para as nuvens. Só de bola parada o Joane conseguia levar perigo à baliza de Tozé, num livre à entrada da área, Carvalho obrigou o guarda-redes da casa a uma bela defesa para canto, com este lance o Joane tentou imprimir mais velocidade no jogo e Ismael já no último quarto de hora fugiu na direita, cruzou mas Tozé mostrava-se intransponível. A segunda metade começa praticamente com o segundo golo do Esposende. Num canto marcado à direita, Lírio antecipa-se aos centrais joanenses e faz o segundo golo da equipa da casa. O Joane fica um pouco atordoado e o mesmo Lírio podia ter ampliado a vantagem aos 52 minutos. Com espaço do lado direito tentou o chapéu a André que com uma boa estirada evitou o pior. Era hora de acordar e depois de algumas mexidas operadas por Francisco Costa o Joane finalmente co-

meçou a dominar e aos 54 minutos, Carvalho, na marcação de um livre, obrigou Tozé a mais uma boa defesa. Depois foi a vez de Marquinho, numa bela jogada individual, rematar para mais uma defesa do timoneiro da casa e na recarga Vidal esbarrou no guarda-redes do Esposende. Os forasteiros procuravam incessantemente o golo e à entrada para o último quarto de hora, depois de um cruzamento vindo da esquerda, Vidal desperdiça escandalosamente o golo do Joane. Golo que surgia aos 84 minutos numa bola lançada para a área que Álvaro penteou para o fundo da baliza. Com seis minutos para jogar, renascia a esperança nas hostes do Joane, mas o Esposende utilizou todas as armas para manter a vantagem mínima, utilizando o anti-jogo como arma principal. Pela segunda metade do Joane o empate era o resultado mais justo, mas permitiu

que o Esposende averbar-se a sua primeira vitória caseira. O árbitro de Via Real fez um trabalho positivo.

III DI VI SÃO

Sé rie A

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. Vianense

8

6

2

0

13

2

20

2. Bragança

8

5

1

2

12

7

16

3. Santa Maria

8

5

1

2

11

6

16

4. Vilaverdense

8

4

2

2

11

6

14

5. GD Joane

8

4

1

3

11

8

13

6. Fão

8

2

4

2

11

7

10

7. Esposende

8

2

3

3

7

13

9

8. Marinhas

8

2

2

4

8

10

8

9. Melgacense

8

8

2

2

4

8

16

10. Amares

8

1

3

4

6

9

6

11. Maria Fonte

8

1

3

4

3

11

6

12. Cerveira

8

1

2

5

6

12

5

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Esposende, 2; GD Joane, 1

Esposende - Santa Maria

Santa Maria, 1; Amares, 0

Amares - Vianense

Vianense, 1; Bragança, 1

Bragança - Maria Fonte

Maria Fonte, 1; Cerveira, 0

Cerveira - Fão

Fão, 6; Melgacense, 1

Melgacense - Vilaverdense

Vilaverdense, 2; Marinhas, 1

GD Joane - Marinhas


sport: 9 de Novembro de 2011 29

distritais

Ninense 2-1 Cabreiros Os seniores do Ninense averbaram no passado domingo uma nova vitória para o campeonato ao baterem o Cabreiros por duas bolas a uma, numa partida interessante que valeu mais pela primeira parte. João Salgueiro promoveu duas alterações no onze inicial, com uma dupla de centrais inédita esta temporada composta por Pedro e Bogas, já que Nuno cumpria um jogo de castigo e Couto saíra lesionado na última partida. A equipa da casa entrou a pressionar, decidida a resolver a partida rapidamente e logo aos três minutos Ze Luís recupera uma bola à entrada da área visitante e num remate à meia volta atirou fora do alcance do guarda-redes forasteiro. Estava feito o primeiro golo. À passagem da meia hora, o Ninense dilata a vantagem. Rápida incursão pela direita de André e num remate que cruza a grande área dos visitantes é Bruno Silva quem encosta para o fundo das redes. Era um período de sufoco para os visitantes, com os comandados de João Salgueiro a encostarem o Cabreiros bem lá atrás, com rápidas jogadas que confundiam o esquema montado pela equipa

bracarense. Cesário falharia pouco depois o terceiro golo ao rematar por cima um cruzamento açucarado de André. O único sinal de perigo do Cabreiros na primeira parte seria mesmo um remate ao ferro da baliza de João que teve uma tarde tranquila. A perder por dois golos, o técnico Dobrões esgotou as substituições ao intervalo, lançando dois homens no ataque forasteiro. O Ninense, por seu turno, jogava na expectativa, com um Cabreiros pouco esclarecido que reconhe-

cia que o adversário era superior, mas nunca virando a cara à luta. Perto da meia hora, os forasteiros iriam chegar ao golo numa das poucas aproximações que fez à baliza dos de Nine e a desvantagem pela margem mínima deu alento aos visitantes que se lançaram deliberadamente ao ataque, com lançamentos longos à espreita de uma falha dos famalicenses. O resultado manter-se-ia inalterável e o Ninense amealhava mais três pontos.

Delães empata a uma bola em Viatodos O CRP Delães deslocou-se a Viatodos, no passado sábado, para defrontar a equipa local, em mais uma jornada a contar para o Campeonato Distrital da 2ª Divisão. Os homens de Delães vinham de uma série de 3 vitórias consecutivas, tendo como objectivo manter esta senda de vitórias e manter-se nos lugares de topo da tabela classificativa. No entanto, o CRP Delães começou mal a partida, algo nervoso e sem acerto nas marcações, permitindo que o Viatodos tivesse mais bola e chegasse com algum perigo junto da baliza de Samu. No entanto, a partir dos 15 minutos os homens de Delães começaram a tomar conta das ocorrências, tentado, com futebol rápido e objectivo, chegar à baliza do Viatodos. Apesar deste maior pendor ofensivo do Delães, o último passe não estava a surgir com qualidade, não permitindo grandes oportunidades de golo aos homens mais avançados da equipa delaense. Até que à passagem dos 35’, numa rápida jogada de contra-ataque, Hélder apareceu na cara do guarda-redes do Viatados e faz o 0-1 para o Delães, resultado que se manteve até final da 1ª parte.

Na segunda parte tudo mudou. Assistindo-se a momentos que nada acrescentam qualidade ao futebol, uma vez que as figuras do jogo passaram a ser a equipa de arbitragem. Aos 20’ do segundo tempo e por ordem do fiscal de linha, o juiz da partida expulsa um atleta do Delães, Ricardo, por acumulação de amarelos, considerando que este retardou a marcação de um pontapé de canto. A partir deste momento tudo se tornou mais complicado para o Delães, uma vez que reduzido a 10 elementos teve de suster a reacção dos homens da casa, que conseguiram mesmo chegar ao empate a 15’ do final, após uma confusão na grande área do Delães aparecendo um homem da casa isolado perante Samu, que só teve de encostar para o fundo das redes. Até final da partida e mesmo reduzido a 10 homens, as melhores oportunidades de golo foram do Delães, que poderia ter saído com os três pontos de Viatodos, face às oportunidades de golo de que dispôs. O Delães alinhou com: Samu, Hélder, Rui Oliveira (cap.), Tiago, Cristiano, Luís Carlos I, Luís Carlos II, Ricardo, Vitinha, Marquinho e Morais. Jogaram ainda: Chico, Luisinho e Maia.

Vieira 3-1 Ruivanense No passado domingo, o Ruivanense deslocou-se a Vieira do Minho para disputar a 8ª jornada da Divisão de Honra frente ao Vieira, tendo saído derrotado por 3-1. Logo no primeiro minuto, Trinca quase abre o marcador, fazendo com que a bola saísse por cima da trave. Ao minuto 26, o Vieira fica em vantagem após um auto-golo de um jogador famalicense. Passados quatro minutos o Vieira volta a marcar após jogada de cabeça de um jogador da casa. Mesmo ao cair do primeiro tempo, Hugo faz um passe para Trinca e este faz um grande remate diminuindo a vantagem frente ao adversário. Inicia-se o segundo tempo, novamente com uma oportunidade do Ruivanense, tendo Stephane como protagonista, mas a não conseguir mais do que rematar contra o guarda-redes adversário. Aos 50 minutos, cruzamento do Vieira, confusão na área do RAC, dando novamente golo. Seguiram-se jogadas de ambas as equipas, sem grande perigo. Já nos descontos, aos 95 minutos, Trinca teve uma excelente oportunidade para diminuir a desvantagem, mas remata contra o guarda-redes da casa. Termina assim a partida com a vitória do Vieira por 3-1. O Ruivanense alinhou com: Berto, Mateus, Tuka, Rui, Macedo, Peixoto (64’ Hélder), Nelinho (73’ Luís), Stephane, Vítor Hugo (73’ João Luís), Hugo e Trinca.

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Santa Eulália 2. Desp. Ronfe 3. Vieira 4. Arões 5. Caç. Taipas 6. Terras Bouro 7. Prado 8. Forjães 9. Ruivanense 10. Torcatense 11. Travassós 12. Porto D'Ave 13. Celoricense 14. Aguias Graça 15. GD Gerês 16. Martim

Divisão Honra

J

V

E

D

F

C

P

9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9

7 5 5 4 4 3 3 3 3 3 2 2 2 1 1 1

0 4 3 4 2 4 3 3 3 3 5 4 4 2 1 1

2 0 1 1 3 2 3 3 3 3 2 3 3 6 7 7

25 15 15 16 15 12 8 10 15 11 7 13 14 8 6 5

15 8 9 10 14 9 5 8 16 14 6 15 20 13 16 17

21 19 18 16 14 13 12 12 12 12 11 10 10 5 4 4

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. AD Ninense 2. Tadim 3. Carreira 4. Louro 5. Est. Figueiredo 6. Pousa 7. Celeirós 8. Águias Alvelos 9. P. Tibães 10. Antas 11. Soarense 12. UD Vila Chã 13. Cabreiros 14. Sequeirense 15. Juv. Póvoa 16. Palmeiras

I Divisão-Série A

J

V

E

D

F

C

P

8 8 8 8 8 8 7 8 8 7 8 7 8 8 8 5

8 6 5 4 4 4 3 3 3 2 1 1 1 1 1 0

0 1 1 2 1 1 3 3 1 3 3 3 2 2 1 1

0 1 2 2 3 3 1 2 4 2 4 3 5 5 6 4

17 10 13 8 18 15 13 11 8 10 6 10 7 12 8 2

5 6 7 7 12 12 5 7 13 10 12 16 12 17 17 10

24 19 16 14 13 13 12 12 10 9 6 6 5 5 4 1

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

Vieira, 3; Ruivanense, 1 Prado, 4; Santa Eulália, 0 GD Gerês, 0; Travassós, 2 Aguias Graça, 2; Torcatense, 2 Desp. Ronfe, 1; Terras Bouro, 0 Celoricense, 0; Forjães, 0 Caç. Taipas, 3; Porto D'Ave, 2 Arões, 2; Martim, 0

Ruivanense - Arões Santa Eulália - Vieira Travassós - Prado Torcatense - GD Gerês Terras Bouro - Aguias Graça Forjães - Desp. Ronfe Porto D'Ave - Celoricense Martim - Caç. Taipas

Celeirós, 5; P. Tibães, 0 Louro, 3; UD Vila Chã, 1 Carreira, 1; Antas, 0 Tadim, 1; Pousa, 0 Est. Figueiredo, 2; Soarense, 0 Sequeirense, 4; Palmeiras, 0 AD Ninense, 2; Cabreiros, 1 Juv. Póvoa, 0; Águias Alvelos, 4

Celeirós - Louro UD Vila Chã - Carreira Antas - Tadim Pousa - Est. Figueiredo Soarense - Sequeirense Palmeiras - AD Ninense Cabreiros - Juv. Póvoa P. Tibães - Águias Alvelos

AF BRAGA

I Divisão-Série B

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. Brito SC 2. Pica 3. D.S. Cosme 4. Pevidém SC 5. S. Paio D'Arcos 6. A.S. Eufémia 7. GD Silvares 8. St. Adrião 9. Pedralva 10. Águias Alvite 11. Fermilense 12. Este FC 13. Guilhofrei 14. Enguardas 15. Op. Campelos 16. Antime

8 8 8 8 8 8 7 8 8 8 8 7 7 8 7 8

8 7 5 5 4 4 3 3 3 2 2 1 1 1 1 1

0 0 1 1 2 0 2 2 2 2 1 3 2 2 1 1

0 1 2 2 2 4 2 3 3 4 5 3 4 5 5 6

18 15 19 18 14 13 8 11 14 12 8 7 7 7 8 9

4 6 9 12 12 11 8 12 15 13 20 9 13 15 12 17

24 21 16 16 14 12 11 11 11 8 7 6 5 5 4 4

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Bairro 2. Lanhas 3. Arnoso 4. Roriz 5. Delães 6. Sp.Ucha 7. Caldelas 8. Marca 9. Brufe 10. Gondifelos 11. CD Amares 12. Mouquim 13. Operário 14. Viatodos 15. Granja 16. Ab. Nóbrega

II Divisão-Série A

J

V

E

D

F

C

P

8 8 8 7 8 8 8 8 7 8 8 8 8 8 8 8

6 5 5 4 4 3 3 3 3 3 3 2 2 1 1 1

1 1 0 2 2 3 3 3 2 1 0 2 1 3 2 2

1 2 3 1 2 2 2 2 2 4 5 4 5 4 5 5

20 22 21 14 12 17 9 15 12 16 17 9 12 10 5 5

8 8 12 9 7 12 9 17 10 14 30 13 17 15 17 18

19 16 15 14 14 12 12 12 11 10 9 8 7 6 5 5

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

D.S. Cosme, 3; Águias Alvite, 0 Pedralva, 1; A.S. Eufémia, 2 Enguardas, 1; Pica, 4 Este FC-Guilhofrei (no jugado) Pevidém SC, 1; S. P. D'Arcos, 1 GD Silvares, 2; St. Adrião, 0 Brito SC, 6; Fermilense, 0 Antime, 0; Op. Campelos, 1

D.S. Cosme - Pedralva A.S. Eufémia - Enguardas Pica - Este FC Guilhofrei - Pevidém SC S. Paio D'Arcos - GD Silvares St. Adrião - Brito SC Fermilense - Antime Águias Alvite - Op. Campelos

Lanhas, 6; CD Amares, 0 Granja, 0; Sp.Ucha, 0 Brufe, 4; Operário, 0 Gondifelos, 2; Arnoso, 5 Viatodos, 1; Delães, 1 Marca, 1; Mouquim, 1 Ab. Nóbrega, 0; Bairro, 2 Roriz, 1; Caldelas, 0

Lanhas - Granja Sp.Ucha - Brufe Operário - Gondifelos Arnoso - Viatodos Delães - Marca Mouquim - Ab. Nóbrega Bairro - Roriz CD Amares - Caldelas pub.


30

sport: 9 de Novembro de 2011

modalidades

Carlos Alberto

Juventude Académico ganhou 1-0 Telhado O Juventude Académico, que folgou na jornada inaugural do campeonato Inatel, estreou-se no passado fim-de-semana na competição, tendo vencido por 1-0 o Telhado, num dérbi concelhio emocionante. Os calendarenses fizeram valer a sua maior experiência nestes campeonatos e com um golo solitário de Ricardo Fontão, ao minuto 54, conseguiram amealhar os três pontos. A reacção do Telhado foi interessante, mas insuficiente para ultrapassar a bem escalonada defensiva academista. A vitória premeia o conjunto mais eficaz. Na próxima jornada, o Juventude Académico volta a jogar em casa, no campo de jogo do Vilarinho, pelas 15 horas de sábado, recebendo o Esporões. O Juventude Académico jogou com:

Paulo, Abílio, Fábio, Zé Ricardo, Mário, Américo, Ivo, Hugo, Mota, Nel e Pedro. Jogaram ainda: Ricardo Fontão, Márcio, Staline e Manel. Já o Telhado actuou com: Daniel, Luís Ângelo, Vitinha, Paulo Ricardo, Saldanha, Ruca, Norberto, Ruben, Filipe Simões e Adriano. Quanto às camadas jovens do clube, obtiveram os seguintes resultados: Juv. Académico 3-2 FC Famalicão (infantis); Juv. Académico 5-2 S. Cosme (benjamins); ADCR Oleiros 4-1 Juv. Académico (iniciados). Entretanto, no próximo sábado, o Juventude Académico vai realizar na sede da colectividade, a partir das 18 horas, o tradicional Magusto, convidando todos os associados a marcarem presença, sendo que o clube vai oferecer castanhas.

LIGA DE FUTSAL Juventude Joane goleia

Geração Benfica perde com Barrimau

A Associação Juventude de Joane jogou, este domingo, a 2ª jornada da Liga Futsal Famalicão frente à formação do Recreio Desportivo e venceu por 11-1, num jogo muito bem disputado por ambas as equipas com bons momentos de Futsal. O certo é que mais uma vez a AJJ entrou bem no jogo e marcou logo nos minutos iniciais, dilatando o resultado ainda durante o primeiro período de jogo. Nesta partida todos os atletas da AJJ estiveram de parabéns, destacando-se, assim, o Tiago, o Filipe, o João Pedro, o Kiko, o Tomás, o Simão, o Zé e o Nuno, sendo que ficam também os parabéns para os atletas do Recreio Desportivo, que se bateram sempre muito bem durante toda a partida. Na próxima jornada, a AJJ vai jogar com o escalão Pré-escolas a 2ª jornada.

Os Benjamins da Geração Benfica de Famalicão perderam diante do Barrimau, por 4-2, na Liga de Futsal de Famalicão. Estão ainda a adaptar-se ao piso de futsal onde os campeões têm conseguido manter um bom nível de jogo com os atletas maioritariamente de primeiro ano, permitindo com mais esta prova muitos momentos de aprendizagem.

ADC Stª Eulália vence em Escolas

Sportfut soma mais três pontos A ADEFS Sportfut disputou e organizou, no passado domingo, a 2ª jornada da Liga de Futsal de Famalicão, no escalão de Escolas, defrontando e vencendo por 5-2 o CD Lousado. O jogo que foi muito bem disputado por ambas as equipas, onde se evidenciou o jogo colectivo da Sportfut e a forma como a equipa adversária encarou o jogo, nunca baixando os braços. No próximo domingo, a Sportfut irá participar na 2ª jornada de Pré-escolas, com duas equipas: Sportfut A e Sportfut B.

Em mais uma jornada da LFF, disputada no passado domingo, no Pavilhão das Lameiras, o escalão de Escolas da ADC Arnoso Santa Eulália alcançou a sua segunda vitória no mesmo número de jogos, ocupando assim a liderança do grupo B. Num jogo de grande nível frente a uma AD Esmeriz motivada e que criou muitas dificuldades, a ADC alcançou a vantagem logo no início do jogo, tendo, no entanto, a AD Esmeriz reagido e chegado à vantagem de 3-1. Contudo, após várias oportunidades desperdiçadas, a ADC conseguiu dar a volta ao marcador nos minutos finais de jogo, alcançando assim uma excelente vitória por 4-3. A ADC jogou com: Miguel Costa (GR), Tiago Teixeira, Gonçalo Cunha, Diogo Pinto, João Faria, Rúben Miranda (1 golo), Sérgio Costa (3 golos), Pedro Costa e José Costa.

No domingo joga Pré-escolas No próximo domingo vai disputar-se a 2ª jornada do escalão de Pré-escolas da Liga de Futsal de Famalicão, que será organizada pela Associação Juventude de Joane. Os jogos vão decorrer no Pavilhão Municipal de Vermoim, da parte da tarde. No Grupo A: CD Lousado-ADC S. Eulália (15h00) e Sportfut B-AJ Joane (17h00). No Grupo B: Barrimau FC-CDJ Académico (14h00) e ADEFS Sportfut A-AD Esmeriz (16h00). Entretanto vão também realizar-se sessões de fotografias para a caderneta de cromos da Liga. No dia 19 de Novembro, no Pavilhão Municipal de Vermoim, a partir das 9 horas, estão agendadas as fotografias para Vermoim, S. Martinho e Joane; e a partir das 15 horas, na sede da Liga, para Covense, Lousado, Esmeriz e Landim. No dia 26 de Novembro repete-se a acção, de manhã, a partir das 9 horas, no Pavilhão de Brufe, para Sportfut, Barrimau, Académico e Recreio; e a partir das 15 horas, no Pavilhão de Gavião, para Benfica, S. Eulália e atletas em falta.

LIGA FUTSAL

Escolas A

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

1. Sportfut

2

2

0

0

11

2

2. AJ Joane

2

1

1

0

9

3. Lousado

2

1

0

1

4. Barrimau

2

1

0

5. Recreio Desp.

2

0

6. Geração Benfica

2

0

LIGA FUTSAL

Escolas B

CLASSIFICAÇÃO

J

V

E

D

F

C

P

6

1. S. Eulália

2

2

0

0

11

3

6

4

4

2. S. Martinho

2

1

1

0

14

3

4

5

5

3

3. FC Vermoim

2

1

0

1

9

9

3

1

4

8

3

4. Covense

2

1

0

1

8

9

3

1

1

1

4

1

5. AD Esmeriz

2

0

1

1

5

6

1

0

2

5

12

0

6. MAL

2

0

0

2

2

19

0

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

RESULTADOS

PRÓXIMA JORNADA

AJ Joane, 1; Recreio Desp., 1

Recreio Desp. - Sportfut

AD Esmeriz, 3; S. Eulália, 4

AD Esmeriz - MAL

Barrimau, 4; Geração Benfica, 2

AJ Joane - Barrimau

MAL, 1; S. Martinho, 12

S. Eulália - FC Vermoim

Lousado, 2; Sportfut, 5

Geração Benfica - Lousado

Covense, 8; FC Vermoim, 2

S. Martinho - Covense pub.


modalidades

Riba d’Ave HC perde com Candelária Ainda não foi desta que o Riba de Ave Hóquei Clube (RAHC) venceu nesta sua nova estreia no Campeonato Nacional da 1ª divisão em hóquei em patins. Perdeu, em casa, com o Candelária, por 52. Com mais esta derrota, a formação do Riba de Ave continua a ocupar o último lugar da tabela classificativa, juntamente com mais duas equipas: o Infante Sagres e o Porto Santo, equipas que ainda não conseguiram qualquer ponto neste campeonato. Quanto ao jogo frente ao Candelária, o RAHC ainda resistiu até ao intervalo, altura em que o jogo estava empatado a duas bolas. Foi uma primeira parte onde a formação do Riba de Ave ainda conseguiu dar réplica à forte equipa dos Açores. Na segunda parte o Riba de Ave não foi capaz de contrariar o melhor hóquei praticado pelo Candelária e o terceiro golo da formação açoriana surgiu aos 11 minutos; e o quarto e o quinto foram aos 21 e 22 minutos. Pelo Riba de Ave marcaram André Alves e António Cruz e pelo Candelária os golos foram apontados por Martim Montiveri (3) e Jorge Silva (2). Entretanto, no próximo sábado, dia 12 de Novembro, o Riba de Ave recebe, no Parque das Tílias, o FC Porto. O encontro foi antecipado para as 15h05 e terá transmissão televisiva em directo na RTP2.

Juvenis: FAC 4-4 Viana Duas equipas com ambição no campeonato regional defrontaramse na 4ª jornada. Início equilibrado, desfeito com a marcação de um livre directo. Inferioridade numérica consecutiva e num ápice, os vianenses venciam por 2-0, sem terem feito por o merecer. Antes do intervalo, o Viana acabou por fazer o 0-3. A segunda parte foi muito diferente. Com uma atitude de guerreiros, os famalicenses chegaram ao golo ainda cedo e acreditaram. Contra a corrente, o Viana fez o 1-4 e a 10 minutos do fim, parecia impossível. Mas não foi e o FAC conseguiu o empate a 3 minutos do fim. Com este empate, o FAC continua na luta legítima pelo apuramento para o nacional de hóquei em patins no escalão de juvenis. No domingo, a formação famalicense desloca-se às Taipas, pelas 17 horas.

sport: 9 de Novembro de 2011 31

Hóquei seniores: FAC 5-2 Nortecoope O FAC derrotou a Fundação Nortecoope por 5-2, em jogo do Campeonato Nacional da 2ª divisão de hóquei seniores, e somou, assim, 15 jogos consecutivos em casa e para o campeonato sem perder. Somam 14 vitórias e um empate. Frente à Fundação Nortecoope, a equipa orientada por Diogo Azevedo sabia o que tinha de fazer para conseguir mais um triunfo. Cedo André Barbosa inaugurou o marcador e fazia jus ao favoritismo local. Com um grupo muito jovem, os maiatos não desarmaram e conseguiram o empate,

desfeito novamente por Rafael Almeida. Quase de imediato, a Fundação empatava novamente. Pedro Lei finalizou um rápido contra ataque e ao intervalo o placar assinalava 3-2. O segundo tempo deu mais FAC e André e Marinho dilataram a vantagem. Com estes três pontos, o FAC sobe até ao 4º lugar na classificação geral. A próxima jornada tem uma deslocação ao difícil recinto do Lavra, que está sedento de pontos, já que é o lanterna vermelha da prova.

Juniores do FAC vencem jogo emocionante Muita emoção, muitos golos, um grande jogo. Famalicense e Juventude de Viana protagonizaram um bom espectáculo de hóquei em patins, na 4ª jornada do campeonato regional, que terminou com o triunfo justo de quem mais fez por merecer. Mau o início de encontro, com a Juventude a chegar ao 0-2 aos cinco minutos. Reduziu para 1-2 mas com erros sucessivos, os visitantes chegaram ao 1-5 à passagem do 16º minuto. Ao intervalo o resultado estava em 3-5. O segundo tempo foi fantástico. À procura do golo, o FAC reduziu para 4-5 mas o Viana ripostou e colocou de novo a vantagem em dois golos. Sempre a pressionar, os famalicenses fizeram o golo da tranquilidade a três minutos do fim. Um grande jogo colectivo mas que teve uma estrela maior: Francisco. Este resultado permite ao FAC colocar-se na luta pelos lugares de apuramento para o campeonato nacional. O próximo jogo é nas Taipas, domingo, pelas 18h30, onde o FAC será claramente favorito.

Resultados de juvenis, juniores, iniciados e escolares do FAC Eram esperadas muitas dificuldades nos jogos em atraso da 2ª jornada do campeonato regional, realizados no dia 1 de Novembro. Juvenis e juniores bateram-se com o HC Braga muito bem, lutaram e criaram muitos problemas aos mais sérios candidatos a campeões regionais, mas ainda não chegou para vencer. Os juvenis perderam por 4-8 e os juniores por 2-8. Entretanto, na 7ª jornada do Campeonato Regional, o FAC deslocou-se ao Parque das Tí-

lias, em Riba d’Ave, para defrontar o clube local. Em iniciados, o empate a quatro ilustra o que se passou no rectângulo de jogo, que foi equilibrado como esperado. Nos escolares, o FAC já começa a demonstrar alguma “maturidade” e venceu por 2-1. No próximo fim-de-semana apenas os escolares do FAC vão estar em prova, defrontando a formação do CART no Pavilhão Municipal de Famalicão. pub.


32

sport: 9 de Novembro de 2011

modalidades

Qualificações esperadas em badminton

AVC esmaga Sporting Espinho No passado domingo, no pavilhão das Lameiras, as seniores do AVC receberam e ganharam categoricamente à equipa de Espinho que contava no seu seis inicial com três atletas da Selecção nacional. Com o regresso de Carla Sousa, ausente no jogo anterior por lesão no ombro direito, a equipa famalicense não deu qualquer hipótese ao adversário, impondo uma vitória por 3-0. Graças a um serviço muito eficaz, a uma melhor dinâmica defensiva entre sectores e um ataque forte pela zona central da rede, o AVC mostrou que é uma equipa com um perfil para ser campeã. Quanto à equipa iniciada continua imparável. Foi ganhar ao reduto do Gueifães por 3-2, equipa que no ano transacto foi terceira classificada. Este resultado, segundo a opinião de Óscar Barros, responsável do AVC, revela que a equipa está no bom caminho e a trabalhar na formação para alimentar a equipa sénior. “É uma equipa que já demonstra muita maturidade nos procedimentos técnicos e na compreensão das bases do jogo do voleibol”, aponta Óscar Barros. No próximo fim-de-semana, as seniores jogam nas Lameiras às 17 horas com o Boavista, líder do campeonato zona Norte e as iniciadas recebem o Pacense, às 11 horas, também nas Lameiras e no mesmo dia.

Realizou-se, no sábado, no Centro Alto Rendimento das Caldas da Rainha, a fase de apuramento para a 2ª jornada do Circuito Nacional Absolutos. Esta fase, um qualifying, apurava oito atletas na prova de singulares homens, quatro atletas em singulares senhoras, quatro duplas em pares homens e pares mistos e ainda duas duplas em pares senhoras. Participaram cerca de sete dezenas de atletas nesta fase em representação de 20 clubes e o Famalicense Atlético Clube esteve representado por seis atletas: Bruno Gomes, Rui Almeida, Paulo Bourbon, Joana Faria, Joana Oliveira e Sónia Gonçalves. Todos os atletas cumpriram com as obrigações. A Sónia, a maior favorita ao apuramento em singulares senhoras, cilindrou as suas adversárias e nas restantes provas (pares senhoras e pares mistos) também se apurou sem grande dificuldade. Mas para a atleta a verdadeira competição sénior começa para a semana, já que este apuramento, apesar de imprescindível para a sua participação em absolutos, não lhe ofereceu qualquer grau de dificuldade.

Gil e Margarida conquistam Taça Os jovens famalicenses Gil Veloso e Margarida Araújo, dos Alunos Apolo, conquistaram a Taça de Portugal em Juniores/Iniciados Standard. A conquista aconteceu no último fim-de-semana de Outubro, em Sintra. Com apenas 12 anos e no 1º ano a competir em Standard, logo os dois famalicenses conquistaram a respectiva taça, o que faz prever um bom futuro para este par. Na mesma competição, o já conhecido par Sérgio Costa e Rita Almeida, também dos Alunos Apolo, venceram a competição, mas como não efectuaram todas

Jorge Bastos falha qualificação na 2ª divisão de bilhar

as eliminatórias, ficando em 2º lugar na Taça de Portugal em Adultos Open. Ambos os pares são apoiados pela Gindança.

Jorge Bastos era um dos favoritos da série 4 da qualificação para 1º open da 2ª divisão, que se desenrolou no salão do FC Porto. Venceu o primeiro encontro com relativa facilidade (33-14) e no segundo encontro, que poderia sentenciar a sua passagem para a fase final, chegou a deter uma grande vantagem mas não foi suficiente e acabou por perder (29-30). No jogo decisivo, era novamente favorito mas acabou por perder por 35-25 e fica fora da final. Na fase final, que se realizará no salão do Leixões SC, em Matosinhos, no próximo fim-de-semana, estará apenas um atleta do FAC, Carlos Veloso.

ADECA recebe supertaça A Associação Desportiva de Castelões (ADECA) recebeu, no passado dia 29 de Outubro, o troféu da Supertaça Concelhia da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão, competição que venceu no passado dia 15 de Outubro, depois de ter derrotado, em seniores masculinos, o Pedome, por 5-4. O troféu foi entregue pelo vice-presidente da AFSA ao capitão da ADECA antes do jogo referente à segunda jornada da 1ª divisão, que opôs o Castelões ao Covense e que terminou empatado a uma bola. Ao mesmo tempo, a direcção do Castelões decidiu distinguir e homenagear o

Joana Faria e Joana Oliveira não tiveram o mesmo rendimento e não conseguiram o respectivo apuramento em singulares, mas Joana Faria conseguiu-o em pares senhoras. Também os atletas masculinos estiveram em bom plano, nomeadamente Bruno Gomes e Rui Almeida, já que ambos garantiram a presença na prova de singulares. Na fase final da 2ª jornada, o FAC terá estes quatro atletas na categoria principal e ainda João Oliveira e Rui Carvalho na categoria D. A fase final decorrerá também no CAR, no próximo fim-de-semana.

Rui Gomes e Paulo Oliveira eliminados da taça Iniciou-se a disputa da segunda eliminatória da taça de Portugal individual e os atletas do Famalicense não foram felizes. Rui Gomes, no salão da Academia de Bilhar do FAC, e Paulo Oliveira, no Porto, não eram os favoritos e não houve surpresa. Rui ainda conseguiu vencer o primeiro set frente a Vieira da Silva (Académica de Leça) mas nos seguintes foi sempre o leceiro a co-

atleta André Pinho, que abandonou o futebol de salão por estar de partida para o estrangeiro por razões profissionais.

mandar num jogo muito táctico. Paulo Oliveira defrontou Adriano Lopes (Fenianos), um atleta que tem jogo para militar num patamar superior, e ainda importunou no segundo set mas acabou por perder por 15-14. Esta semana conclui-se a eliminatória. Amanhã, dia 10, em Famalicão, jogam Tiago Moreira, JM Silva e Camilo Silva. No Porto jogará David Veloso.

Voleibol: FAC vence um jogo e perde outro

FCF derrota Candal em iniciados A Logo desde o início, a equipa do Candal quis assumir o jogo com maior posse de bola. Esta revelava-se ineficaz à medida que o tempo passava, visto que do outro lado se encontrava a equipa famalicense muito bem organizada defensivamente, que não permitia espaços. Com isto, o Candal começou a subir muito no terreno, abrindo muitos espaços nas suas costas, que não eram correctamente fechados. Com transições ofensivas seguras e eficazes a retirar a bola da pressão, a equipa famalicense criou bastante perigo no inicio do jogo. Mas foi através de um magnífico livre de César que o Famalicão chegou ao 1-0. Logo de seguida, e através de um livre indirecto, o Candal empatou. Aos 28 minutos, o Famalicão, num belo contra-ataque, chegou ao 2-1 final. O Famalicão jogou com: Zé, Vilaça, Rui Pedro, Garganta, Hugo Mano, Obama, Bruno, Hugo, Ruben, João e César. Jogaram ainda Edu e Sérgio.

Jogo da quinta jornada do campeonato nacional da 2ª divisão de voleibol. O FAC recebeu e venceu a Académica de Coimbra por 3-0. Depois de nos últimos dois jogos a equipa liderada por Adriano Paço não estar ao nível do potencial que tem, neste jogo, venceu e convenceu, conquistando os três pontos em disputa. Já na 6ª jornada, o FAC deslocou-se a Gondomar para defrontar o ALA e perdeu por 3-0. Com os mesmos pontos na tabela classificativa, esperava-se um encontro equilibrado mas a inexplicável apatia do Famalicense permitiu aos locais a conquista dos três pontos com alguma facilidade. Com este desaire o FAC perdeu o 7º lugar na tabela, passando para 9º ou 10º da geral. A próxima jornada para o FAC é em Lisboa, frente ao último classificado da prova, o CV Lisboa. pub

Juvenis A: Fafe 0-2 Famalicão A equipa de Juvenis “A��� do FC Famalicão conseguiu a segunda vitória no campeonato, na jornada 7, no terreno do Fafe. Os famalicenses entraram em campo dispostos a dominar o jogo desde o início, criando inúmeras situações de golo flagrantes. Foi ainda na primeira parte que chegaram ao golo, na marcação (justa) de uma grande penalidade. No início da segunda metade a toada do jogo mantevese, com o Famalicão a falhar inúmeras oportunidades de golo, acabando por sofrer uma grande penalidade “justa”,

defendida com uma excelente defesa de Neto. Depois do susto a equipa famalicense voltou a pegar no jogo e, jogando com inteligência, os seus jogadores voltaram a criar muitas oportunidades de golo infrutíferas, acabando por chegar ao 0-2 com toda a naturalidade numa excelente jogada colectiva. O Famalicão alinhou com: Neto, Carvalho, Veloso, Rafa, Hugo, André, Rui, Luís Peixoto, Cristiano, Di, Luís. Jogaram ainda os atletas: Ruben, Chicharrito e Jota.


sport: 9 de Novembro de 2011 33

modalidades

Taça Nacional Karaté contou com atletas famalicenses Decorreu no passado sábado, no Pavilhão Desportivo Mindelo (Vila do Conde), a Taça Nacional CPK de cadetes, juniores e seniores 2011/2012, evento organizado pelo Centro Português de Karaté Associação Desportiva e de Clubes, contando com 216 competidores oriundos de todo Portugal continental e ilhas. Do concelho de Famalicão competiram os atletas da Escola de Karaté de Delães e da Associação Desportiva de S. Mateus. Os resultados foram os seguintes: Paula Monteiro (Delães), 2ª classificada na prova de kata cadetes femininos e 2ª classificada na prova de kumite -54 kg cadetes femininos; Diana Ribeiro (S. Mateus) - 1ª classificada na prova de kata cadetes femininos e 3ª classificada na prova de kumite -54 kg

A Escola de Futebol Geração Benfica em Famalicão cumpriu, no passado fim-de-semana, a 2ª jornada do campeonato de Benjamins e Infantis da Associação de Futebol de Braga, tendo vencido em ambos os escalões. Os Benjamins deslocaram-se, no sábado, a casa do Ribeirão para vencer por 6-2, depois de na 1ª jornada terem empatado a dois golos com o Operário. Os Infantis visitaram, no domingo de manhã, a Escola Francisco Vital tendo vencido por 3-0, mantendo a tendência de equipa vitoriosa na prova, depois de na 1ª jornada também ter vencido a AD Oliveirense por 3-2.

cadetes femininos; Miguel Dinis (Delães) - 1º classificado na prova de kumite +76 kg juniores masculinos; Ricardo Oliveira (S. Mateus) - 3º classificado na prova de kumite -68 kg juniores masculinos. Dos clubes famalicenses competiram ainda António Oliveira (S. Mateus) que se classificou na 5ª

posição na prova de kumite -67 kg seniores masculinos. Mais afastados do pódio ficaram João Batista (Delães) e João Miranda (S. Mateus). Esta prova serviu de preparação destes atletas para o Campeonato Regional a realizar em Delães no próximo dia 19 de Novembro.

Alberto Baptista na Maratona Internacional de Tóquio Alberto Baptista, atleta da Associação Moinho de Vermoim (AMVE), participou, no passado dia 30 de Outubro, na 31ª Oita International Wheelchair Marathon, em Tóquio, no Japão. Trata-se da prova mais importante do Mundo antes da Maratona dos Jogos ParaOlímpicos em Londres 2012. Alberto Baptista partia para esta maratona com o objectivo de realizar uma boa prova, facto que não aconteceu na perfeição devido a um problema na sua ca-

Geração Benfica vence nos distritais

deira de rodas. Contudo, ultrapassado esse problema, conseguiu qualificar-se num excelente 35º lugar. A sua preparação continua, participando no próximo fim-de-semana numa prova em Espanha. AMVE com 15 atletas em várias provas A (AMVE) participou, em Guimarães, no Corta-Mato de Abertura, com 15 atletas. Em benjamins A, Inês Marinho ficou em 5º

lugar, Francisca Ferreira em 6º, Catarina Lobo em 7º e Mariana Ferreira em 8º. Em benjamins A masculinos, José Lima terminou em 4º lugar, Rafael Silva em 5º e Ricardo Pereira em 12º. Em infantis femininos, Fátima Almeida conseguiu o 4º lugar, Ana Carneiro o 5º, Tânia Ribeiro o 9º e Ana Veiga o 10º. Em infantis masculinos, José Pedro Silva ficou em 8º lugar. No escalão de iniciadas femininas, Diana Oliveira terminou na 14ª posição, sendo que em juvenis, Bianca ficou num excelente 6º lugar. Para terminar, em veteranos Manuel Alves classificouse em 7º lugar. Na Maratona do Porto, os atletas mais velhos da AMVE tiveram uma prestação fantástica. Pedro Costa ficou em 6º lugar em M45, sendo que Augusto Antunes estreou-se nesta distância com um excelente 15º lugar. Na Family Race de 14 Kms, Adelino Fernandes conseguiu um excelente 4º lugar, Joaquim Costa ficou em 17º e Agostinho Costa em 34º.

ARPO em várias frentes este domingo A secção de atletismo da ARPO (Associação Recreativa Pousadense) esteve presente, no domingo, dia 6 de Novembro, em cinco provas nas quais estiveram 14 atletas seus, tendo estes obtido boas prestações. Na 8ª Maratona do Porto, uma prova com uma extensão de cerca de 42 Km, a ARPO participou com 3 atletas: Carlos Ferreira, Joaquim Silva e Álvaro Sousa. Na prova Family Race, com 14 Km de extensão, estiveram dois atletas: Joaquim Costa e José Peixoto. Na Corrida/Caminha da Maratona, com 6 Km, a ARPO esteve representada por João Sousa, Carlos Silva, Tiago Silva, Vítor Costa e Costa Júnior. Na 1ª Corrida Popular de Jesufrei, também com uma extensão de 6 Km, correram três atletas da ARPO: José Silva, Paulo Carvalho e José Magalhães. E, por fim, no Corta Mato da A.A. Braga, prova com 6 Km, a ARPO esteve presente com o atleta Manuel Ribeiro. A ARPO aproveitou estas provas para apresentar os novos equipamentos da secção de atletismo, deixando um agradecimento especial à Junta de Freguesia de Pousada de Saramagos, à Pizzaria Somi e à Amadeu’s Carnes pelo apoio disponibilizado.

AMVE/Garantir Norte vence em Felgueiras A equipa de ciclismo da AMVE/Garantir Norte participou na 2ª Prova de Ciclismo de Felgueiras. O grande vencedor desta prova foi Gabriel Castro, ganhando de forma categórica este grande prémio de ciclismo. De realçar que Gabriel Castro venceu na geral e em Masters B. No pódio da geral, ficou Luís Ribeiro, com um excelente 3º lugar, ficando em 2º lugar em Elites. Por fim, João Miranda ficou em 6º da geral, ficando contudo num excelente 3º lugar em Masters A. A equipa de Ciclismo venceu de forma categórica em termos colectivos, introduzindo três ciclistas nos seis primeiros lugares da prova.De realçar que a secção de ciclismo está reforçar-se para a próxima época, tendo já garantido os ingressos de António Moreira (ex-Póvoa BTT) e Hugo Marques (ex-Fundiarte/CCLA), estando prevista a entrada de mais um ciclista para reforçar a equipa de competição de Estrada. Refira-se ainda que em 2012 haverá também atletas de formação a praticar BTT.

Infantis da Didáxis mantêm primeiro lugar No passado fim-de-semana, as equipas de andebol feminino da Didáxis cumpriram mais dois jogos do campeonato nacional de andebol, respectivamente nos escalões de infantis e juvenis. As infantis da Didáxis, que disputaram no recinto do Maiastars (Maia) um renhido jogo que perderam pela diferença de apenas três pontos (25-22), mantêm no entanto o primeiro lugar da tabela classificativa. Diana Moreira e Filipa Gonçalves, duas das iniciadas da equipa da Didáxis, foram entretanto convocadas para o estágio da Selecção de detecção de talentos femininos que decorreu no dia 29 de Outubro em Estarreja, no pavilhão do Arsenal de Canelas. Já as juvenis da Didáxis cumpriram a 2ª jornada do campeonato nacional na Póvoa de Lanhoso e golearam, por 22-8, a equipa do Manabola. A Didáxis ocupa o 3º lugar da tabela classificativa, atrás das equipas A e B do Maiastars.


34

sport: 9 de Novembro de 2011

Sérgio Costa e Rita Almeida no mundial de 10 Danças

O par famalicense Sérgio Costa e Rita Almeida, dos Alunos de Apolo e apoiado pela Gindança, vai representar Portugal, uma vez mais, no Campeonato do Mundo das 10 Danças. A prova decorrerá em Shanghai, na China, no próximo sábado, dia 12 de Novembro.

Rodrigo Costa em três provas

modalidades

EARO no Porto e em Guimarães

A associação Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) esteve em evidência nas cidades do Porto e de Guimarães. O atleta Henrique Paredes participou pela primeira vez na Maratona do Porto, onde obteve o 2º lugar em veteranos M50. Já na Family Race (14km), Rosa Oliveira ficou em 2º lugar e participaram também Hermínia Pereira, Paulo Oliveira, Américo Oliveira, Joaquim Coelho, Luís Faria e Luís Sebastião.

No Corta-Mato de Abertura da Associação de Atletismo de Braga, realizado no complexo desportivo de Guimarães, o EARO conseguiu três pódios. Em benjamins femininos, Beatriz Fernandes ficou em 7º lugar e Catarina Morais em 18º. Em benjamins masculinos, Bruno Oliveira conseguiu um extraordinário 2º lugar, Pedro Carvalho foi 12º, João Carvalho 13º, Simão Moura 14º, Samuel Moura 15º. Em infantis femini-

nos, Sara Oliveira ficou em 8º e, em masculinos, Carlos Fernandes em 7º. Em iniciadas femininos, Sílvia Oliveira esteve em grande nível ao conseguir ganhar a sua prova, Sara Dias Oliveira terminou em 3º e Márcia Carvalho em 11º. Em iniciados masculinos, João Ferreira foi 4º, Bruno Sampaio 6º e Pedro Silva 11º. Em juvenis femininos, Jéssica Pontes ficou em 5ºlugar, e, em masculinos, Rui Oliveira foi 5º e José Pedro Pereira 6º.

ACV dá cartas no futebol e no andebol

Rodrigo Costa, um atleta amador de Requião, participou em três provas de atletismo. Aos 47 anos de idade foi o primeiro atleta nascido e residente na freguesia de Requião a fazer a Meia Maratona de Lisboa (em 1h43), a Meia Maratona do Porto (em 1h30) e, este domingo, a Maratona do Porto (em 3h38).

Dragon Force de Famalicão em mais duas competições No passado sábado, a Escola de Futebol Dragon Force Famalicão participou em mais duas jornadas da Liga João Moutinho e James Rodríguez, relativas aos escalões de Intermédio e de Avançado/Expert, respectivamente. Esta competição interna, organizada juntamente com a Dragon Force Braga, teve lugar no complexo desportivo famalicense, juntando muitos encarregados de educação dos alunos das várias equipas presentes, o que acabou por se traduzir numa tarde de enchente no local de realização do evento. Mais uma vez foi possível analisar e avaliar todo o trabalho realizado até ao momento pelos responsáveis da Escola, dando continuidade ao processo de desenvolvimento dos alunos e da cultura Futebol Clube do Porto, presente em cada momento de treino e competição.

A associação Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) esteve em evidência nas cidades do Porto e de Guimarães. O atleta Henrique Paredes participou pela primeira vez na Maratona do Porto, onde obteve o 2º lugar em veteranos M50. Já na Family Race (14km), Rosa Oliveira ficou em 2º lugar e participaram também Hermínia Pereira, Paulo Oliveira, Américo Oliveira, Joaquim Coelho, Luís Faria e Luís Sebastião.

No Corta-Mato de Abertura da Associação de Atletismo de Braga, realizado no complexo desportivo de Guimarães, o EARO conseguiu três pódios. Em benjamins femininos, Beatriz Fernandes ficou em 7º lugar e Catarina Morais em 18º. Em benjamins masculinos, Bruno Oliveira conseguiu um extraordinário 2º lugar, Pedro Carvalho foi 12º, João Carvalho 13º, Simão Moura 14º, Samuel Moura 15º. Em infantis femini-

nos, Sara Oliveira ficou em 8º e, em masculinos, Carlos Fernandes em 7º. Em iniciadas femininos, Sílvia Oliveira esteve em grande nível ao conseguir ganhar a sua prova, Sara Dias Oliveira terminou em 3º e Márcia Carvalho em 11º. Em iniciados masculinos, João Ferreira foi 4º, Bruno Sampaio 6º e Pedro Silva 11º. Em juvenis femininos, Jéssica Pontes ficou em 5ºlugar, e, em masculinos, Rui Oliveira foi 5º e José Pedro Pereira 6º.

Académico e S. Cláudio vencem no Inatel O Juventude Académico e o S. Cláudio conseguiram os primeiros três pontos na Taça Fundação Inatel, ocupando agora o 5º e 6º lugar da tabela, respectivamente. O Juventude Académico derrotou o Telhado, em casa deste, por 1-0; e o S. Cláudio foi ao terreno do Esporões vencer por 2-0. A outra equipa famalicense em prova, o Meães, empatou em casa a uma bola com o Lírios do Gerês. Apesar da derrota, o Telhado continua a ser a equipa famalicense melhor classificada, seguindo em 4º lugar, também com 3 pontos. Já o Meães é 7º, com 2 pontos. Na próxima jornada, os jogos são: Juv. Académico-Esporões (sábado às 15h); Crespos-S. Cláudio (domingo às 10h); Mikaelense-Meães (sábado às 15h).


sport: 9 de Novembro de 2011 35

modalidades

Liga Futebol 7 cumpriu 5ª jornada

Nhclima lidera grupo B A Liga Futebol 7 de Famalicão cumpriu no passado fimde-semana a quinta jornada da fase de grupos, estando a duas jornadas de passar à fase de campeonato, com as provas da Superliga, Liga de Honra e Taça da Liga para 16 equipas. No sábado, a Norcana venceu a Andrade e Almeida por 3-1 no primeiro jogo da jornada para o grupo A. De seguida, jogou-se o jogo que permitiu à Nhclima trocar de posição com o até então líder Sindicato FC, nuns excelentes 50 minutos de jogo, a Nhclima acabou por vencer por um golo de vantagem, fixando o resultado em 3-2. As equipas dos Pais EFB Famalicão e dos Parceiros Novos também proporcionaram um jogo equilibrado, com os Pais EFB Famalicão a vencerem por 3-2 a empresa de publicidade. O jogo de encerramento da jornada coube às equipas do Hospital Narciso Ferreira e Motivação em Marcha. Num jogo bem jogado e com muito Fair-Play assistiu-se a oito golos, terminando num empate. No domingo, o Complexo Desportivo em Gavião abriu para receber as 8 equipas do grupo B, com uma primeira jornada de excelente qualidade protagonizada pelas equipas da Paluse e do Glaz Art. Sempre com o resultado incerto, no final dos 50 minutos a Paluse aca-

bou por ficar com os três pontos, vencendo por 4-3. No segundo jogo da tarde, a Mean Machine vence a Maipex por 8-4. De seguida, o equilíbrio também foi uma constante, com a equipa da Cardhu FC a vencer a Caixiave por 3-2, num bom jogo de futebol. No último encontro, a equipa do Amigos FC venceu pela primeira vez, desta feita a equipa da Leica por 5-1. A Liga Futebol 7 contou ainda com um novo elemento para a arbitragem, estando ainda a recrutar mais árbitros para fazer do núcleo.

4º Passeio Carlos Carvalho no dia 20 De participação aberta a todos os interessados, realiza-se no dia 20 de Novembro o Passeio de Bicicleta Carlos Carvalho, que assinalará mais um aniversário da vitória do famalicense na 22ª Volta a Portugal em Bicicleta. Tiago Machado, José Mendes, Joaquim Sampaio e José Azevedo são algumas das presenças confirmadas na iniciativa da Associação de Ciclismo Pousada de Saramagos – Escola de Ciclismo Carlos Carvalho, que tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho. As inscrições podem ser efectuadas em www.acm.pt. O passeio terá início pelas 9h30 em Pousada de Saramagos (EN 206 – junto à CarBike), terminando, depois de passar por várias fregusias, nas imediações da Junta de Freguesia local, onde estará patente uma exposição de quadros, fotografias e outras recordações, incluindo a bicicleta com que Carlos Carvalho venceu a Volta a Portugal de 1959. Serão distribuídas lembranças a todos os participantes e será realizado o sorteio de um equipamento oficial da equipa da associação organizadora. As inscrições têm o custo de 2 euros e podem ser efectuadas no site da Associação de Ciclismo do Minho através do preenchimento do formulário, na Loja CarBike (Avenida Riopele, Edifício Cimo de Vila, Loja 9, Pousada de Saramagos), na sede da Associação de Ciclismo do Minho ou através dos seguintes do email a.ciclismo.ps@sapo.pt, do fax 252928203 ou dos telefones 916445756 e 252 106826. pub

Didáxis Luís Silva do NXVSC-D é vencedor absoluto O jovem do Núcleo de Xadrez de Vale S. Cosme – Didáxis (NXVSC – Didáxis), Luís Miguel Silva, venceu o Campeonato Distrital Absoluto de Semi-Rápidas (20 minutos de reflexão para cada jogador acabar a partida), cujo Torneio Individual decorreu no sábado, em Joane, organizado e arbitrado pela Associação de Xadrez do Distrito de Braga e pelo clube anfitrião Clube de Xadrez da Escola EB 2,3 Bernardino Machado. Com seis vitórias e dois empates, Luís Miguel da Silva (NXVSC – Didáxis) venceu a prova, mercê da vitória no confronto directo com o segundo classificado, o russo Anatoli Khodorov, jogador do Clube de Xadrez João de Meira. Este torneio mostrou uma considerável evolução dos atletas famalicenses do NXVSC-Didáxis, sendo que cinco deles classificaram-se nos dez primeiros lugares: Luís Silva (1º classificado; 6 pontos), Ivo Dias (4º classificado; 6 pontos) e Yaroslav Minakov, Pedro Ferreira e Rui Pedro

Gomes (6ºs classificados exaqueo; 5,5 pontos). O Torneio por Equipas decorreu no dia seguinte, 6 de Novembro, adoptando-se o Sistema Suíço de 7 sessões. A prova contou com a participação de 64 jogadores, distribuídos por 16 equipas do distrito de Braga, 4 das quais do NXVSC-Didáxis, um recorde em termos de participação numa prova distrital por equipas. A equipa A da Didáxis terminou em 3º lugar. Já as equipas B, C e D classificaram-se, respectivamente, em 4º, 8º e 12º lugares.

Resultados Liberdade FC Nas duas últimas semanas, os atletas do Liberdade estiveram em várias provas e obtiveram vitórias, pódios e grandes resultados. Mário Barbosa competiu na Lausanne Marathon 2011, obtendo o 13º lugar. Na Maratona Cidade Porto, no domingo, Óscar Mendes fui o 6º melhor atleta português. No Corta-Mato de Abertura da AA Braga, também no domingo, em Guimarães, os representantes do Liberdade saíram vitoriosos em três categorias: Susana Malheiro em infantis femininos, Hélder Salazar em juvenis masculinos e Mónica Pereira em juniores femininos. Além dos 2º lugares conquistados por Jessica Lopes, em juvenis femininos; Tânia Silva, em seniores femininos; e Armindo Araújo, em veteranos. pub.


sport: 9 de Novembro de 2011

motores

Rui Amorim com boa prestação

: Rui Amorim na Rampa de Cerveira

Macominho Sport terminou a prova na 19ª posição da geral e a piloto confessava que “foi o resultado possível”, argumentando com a dureza dos troços. “A minha experiência neste tipo de situações também não é muita, daí ter optado por um

andamento mais cauteloso e que me permite estar dentro dos dez mais da minha categoria”, acrescentou. A próxima prova e última do Campeonato Open de Ralis realiza-se dentro de duas semanas, em Vila Real.

Ligeiro despiste põe termo às aspirações de Ruivo

João Lavadinho

Rui Amorim não desapontou neste campeonato: com menos duas provas pontuadas do que João Pires (a Rampa Capital do Móvel e a Rampa Expo Clássicos), o piloto famalicense terminou o Campeonato de Portugal de Montanha de 2011 com a conquista do 2º lugar na Taça Nacional de Montanha 1300, com uma diferença de apenas 25 pontos. Durante o campeonato, Rui Amorim conquistou um primeiro lugar na TNM 1300 na Rampa do Caramulo e nas restantes provas com pontuação conquistou sempre o segundo lugar. Ao volante do Citröen AX Sport foi o melhor classificado na Categoria 1 da Classe 1 e conquistou também o 14º lugar na classificação geral final absoluta e 11º lugar na geral da categoria 1.

A jovem piloto Mariana Neves de Carvalho, acompanhada por Filipe Martins, em Peugeot 206 GTI, participou no passado domingo na penúltima prova do Campeonato Open de Ralis, que se realizou em Monção. Sob alçada do CAMI (Clube Aventura do Minho), o rali era composto por seis especiais de classificação, divididas em triplas passagens por dois troços. Com a chuva que nos dias anteriores à prova assolou a nossa região, os pisos de terra das classificativas estavam bastante duros e em algumas partes mais pareciam pistas de todo-o-terreno. Perante tal situação, a dupla do Team Neves de Carvalho optou por ter uma toada defensiva, pensando apenas em amealhar mais alguns pontos para a classificação da categoria 1, que dá o direito a Mariana Neves de Carvalho estar na sétima posição absoluta. A formação assistida pela

Nuno Pimenta

Jornada dura para Mariana no Rali de Monção

pub

Um ligeiro despiste na primeira classificativa do Rali de Monção ditou a desistência de João Ruivo e João Peixoto em mais uma jornada do Desafio Modelstand, englobado no Campeonato

Open de Ralis. Chegados a esta penúltima etapa do ano com aspirações de poder vencer, não só o rali, como a competição com os Peugeot 206 GTI, apenas cum-

priram cerca de sete quilómetros vindo a abandonar. “Sabíamos que tínhamos de terminar e por isso havia que entrar bem na prova. Isso não sucedeu e nos pri-

meiros quilómetros não me estava a dar bem com o terreno e com o carro. Numa curva, cortamos num sítio onde não devíamos, batemos numa pedra e partimos a direcção, indo ainda bater num muro”, explicou o piloto famalicense João Ruivo, triste pelo sucedido. João Ruivo considera ainda que este “foi um ano complicado”. “Tivemos muitas dificuldades em montar o projecto, mas falhamos agora. De qualquer forma, quero agradecer a todos os patrocinadores que acreditaram em nós”, referiu ainda, adiantando que ainda vão decidir se estarão ou não presentes no Rali de Vila Real.

Sérgio Aguiar infeliz no Rali Sprint Vila Cova Não terminou da melhor forma a dupla Sérgio e João Aguiar no Rali Sprint Vila Cova – Fafe ’11. A dupla famalicense abandonou a prova na fase inicial da primeira especial de classificação, após uma ligeira saída de estrada, que colocou o BMW 325 IX numa posição que não permitiu voltar à acção. “A parte positiva na prova foi que assegurei o primeiro lugar na minha divisão, sendo bicampeão do Campeonato Inter-Municípios Norte 2011”, comentou Sérgio Aguiar, no final. O piloto famalicense poderá regressar à competição se o carro estiver preparado, já no fim-de-semana, no 1º Encontro de Pilotos Slalom de Famalicão.

Paulo Duarte/Motores Magazine

36


OS1018