Page 1

torres novas boletimmunicipal 2012trimestre 1

DESTAQUE

boletim informativo da câmara municipal de torres novas nº18 - 2012 - edição online REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

obras de remodelação do antigo convento do carmo 1


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Remodelação do Convento do Carmo em fase de demolições

A obra de remodelação do antigo Convento do Carmo, a cargo da empresa Lena Engenharia Construções, decorre a bom ritmo, com avanços muito visíveis. Nesta fase inicial procedeu-se à demolição dos interiores do antigo convento, bem como de edifícios contíguos e independentes, que não faziam parte da estrutura original. Foram preservadas as três fachadas do edifício, bem como as paredes do antigo claustro. Está também já em curso a construção da estrutura do parque de estacionamento, com dois pisos, nas traseiras do edifício e, muito em breve, dar-se-á início à implantação da estrutura do edifício principal. As restantes demolições serão faseadas, à medida que se for procedendo à construção da nova estrutura.

Adicionalmente será construído de raiz um edifício paralelo ao alçado lateral do Convento do Carmo, junto à avenida Dr. João Martins de Azevedo que irá albergar a futura loja do cidadão. Esta obra visa a melhoria das condições de salvaguarda e valorização do Convento do Carmo, respeitando a sua integridade patrimonial, criando, simultaneamente, no centro da cidade, um espaço para acolher serviços municipais. A remodelação do Convento do Carmo é uma obra financiada por fundos comunitários, com uma comparticipação financeira atribuída de 4 111 321,75€, correspondente a 80% das despesas elegíveis, estimadas em 5 139 152,19€.

Projeto com financiamento comunitário. 2


BM18

3


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Sistema de monitorização e gestão de frotas em destaque no programa igov Uma reportagem sobre o sistema de monitorização e gestão de frotas do Município de Torres Novas foi o grande destaque do programa semanal igov, transmitido na RTP Informação no passado domingo, dia 18 de março. As funcionalidades do sistema e as suas principais vantagens e benefícios foram abordados ao longo da peça, que contou com o testemunho do presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues. O sistema de monitorização e gestão de frota teve início em março de 2011, e entrou em pleno funcionamento no segundo semestre do mesmo ano. Como objetivo primordial deste sistema destaca-se a aglutinação e sistematização da informação, numa aplicação informática (MAQ) que visa a otimização dos recursos humanos e técnicos disponíveis, contribuindo desta forma para a gestão coerente e sustentada da frota municipal, através da redução de custos e otimização de recursos. Com a implementação da aplicação verificou-se um aumento da qualidade do serviço, com efetiva redução de custos e aumento de produtividade, um melhor planeamento das atividades e aumento da segurança. Estes fatores foram determinantes para o avanço do projeto. Entre os principais benefícios alcançados contam-se o melhor controlo da utilização dos veículos e do tempo de trabalho total, do consumo de combustível e do comportamento na condução, menores custos de comunicações e tempos de espera, rentabilização do número de viagens e possibilidade de selecionar o veículo mais próximo para a realizaçã do trabalho seguinte. O vídeo pode ser visto em http://www.i-gov.org/index.php?id=182&parent=4

4


BM18

Acervo museológico existente na antiga garagem dos Claras foi transferido No âmbito da reconversão da antiga garagem dos Claras e reabilitação do espaço envolvente, projeto inserido no programa de ação da Regeneração Urbana do Centro Histórico de Torres Novas, foi já concluída a transferência do acervo que integrava o Museu de Etnografia e Arqueologia Industrial, até há pouco localizado naquele espaço. A mudança, monitorizada pelos técnicos do Museu Municipal e que contou com a colaboração da Universidade Nova de Lisboa, decorreu entre os dias 30 de janeiro e 6 de fevereiro, tendo as peças sido transferidas para o pavilhão desportivo da Silvã. Este edifício, recentemente adquirido pelo Município de Torres Novas, foi alvo de obras de adaptação para receber o acervo museológico, com ligeira intervenção na sua estrutura. Entre as peças agora transferidas encontram-se importantes testemunhos do quotidiano laboral contemporâneo, como um veículo de passageiros da década de 50 do século XX, uma debulhadora mecânica Ruston ou uma enfardadeira da metalúrgica Crato do final do século XIX, um trator Massey Harris da primeira metade do século XX, charruas, ceifeiras e tararas do início do século XX. Destaque ainda para um amplo lote de peças provenientes da Companhia Nacional de Fiação e Tecidos de Torres Novas, com a reconstrução, quase completa, da sua linha de produção. O acervo começou a ser reunido em 1985, pelos membros que acabariam por constituir a Associação de Amigos dos Museus Torrejanos. Depositado na garagem dos Claras desde 1986, tem estado à guarda do município desde então. A antiga garagem dos Claras será convertida num amplo espaço público coberto, em estreita articulação com outros espaços, como a Praça 5 de Outubro e o castelo, revitalizando o histórico Largo de São Pedro. Esta obra passará pela total remoção das paredes laterais da antiga garagem de autocarros – na rua dos Cides e na rua de São Pedro – mantendo-se os pilares metálicos que sustentam a estrutura e que serão reforçados e revestidos. A cobertura de chapa será substituída por materiais que permitam a entrada de luz, mas assegurando o isolamento térmico. A empreitada foi adjudicada à firma Miraterra – Obras Públicas, Lda., pelo valor de 487 478,28 euros, acrescidos de IVA. A taxa de financiamento comunitário é de 80% do total do investimento. Projeto com financiamento comunitário.

5


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Lançado canal da Regeneração Urbana

Está ativo o canal da Regeneração Urbana, visível em ecrãs colocados no posto de turismo, nos paços do concelho, na biblioteca e no museu municipais. O canal está também disponível online, através do endereço http:// www.ustream.tv/channel/regenera%C3%A7%C3%A3ourbana . A plataforma de televisão destina-se a todos os munícipes que pretendam acompanhar a evolução dos projetos no âmbito do programa de ação Regeneração Urbana do Centro Histórico de Torres Novas. Esta nova ferramenta de comunicação, juntamente com a página web do projeto (www.ru-torresnovas.com/), permite manter informação atualizada sobre as intervenções em curso no centro histórico, previstas nesta candidatura comunitária, através de texto, imagem e vídeo. 6

O canal apresenta-se com uma imagem atrativa e dinâmica, contém informação objetiva e concreta e um grafismo moderno e elegante. O sistema permite igualmente a transmissão de eventos live. O programa de ação Regeneração Urbana do Centro Histórico de Torres Novas é um projeto cofinanciado que visa revitalizar e requalificar o coração da cidade através de iniciativas materiais e imateriais promovidas pela Câmara Municipal e pelos seus nove parceiros – Turrisespaços, ARPE, ACIS, Cineclube de Torres Novas, Choral Phydellius, CRIT, IPT, Santa Casa da Misericórdia e Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de São Pedro.

Projeto com financiamento comunitário.


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Exposição «Portugal Europeu, meio século de história» na Biblioteca Municipal

Esteve patente entre os dias 27 de fevereiro e 10 de março, no átrio da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, a exposição «Portugal Europeu, meio século de história», reunindo imagens, documentos, fotografias, citações, referências e marcos da história diplomática portuguesa contemporânea, com incidência nas relações entre o nosso país e o processo de integração europeia. Organizada pelo gabinete em Portugal do Parlamento Europeu e pela representação da Comissão Europeia em Portugal, e com a chancela científica do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, a exposição divide-se em quatro períodos: 1945-1960 — do fim da Segunda Guerra Mundial à grande crise do regime; 1961-1974 — da guerra em África à queda do Estado Novo; 1975-1985 — da revolução de abril à adesão às Comunidades Europeias; 1986-2007 — da adesão das Comunidades Europeias ao Tratado de Lisboa A relação entre Portugal e a União Europeia foi o tema desta exposição onde se pode perceber o caminho percorrido pelo país, dos primórdios da construção europeia até à atual qualidade de membro de pleno direito da União Europeia. Esta iniciativa deve-se à parceria entre o município torrejano e o Centro de Informação Europe Direct de Santarém. 7


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Município de Torres Novas desenvolveu atividade do Dia do Pai no estabelecimento prisional de Torres Novas

O Município de Torres Novas, através da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes (BMGPL), participou numa atividade de extensão cultural, em parceria com o Estabelecimento Prisional Regional de Torres Novas (EPRTN), assinalando o Dia do Pai (19 de março), com um conjunto de dinâmicas de leitura entre os reclusos e os seus filhos. Na sequência do protocolo existente entre o Agrupamento de Escolas de Gil Paes (AEGP) e o EPRTN, no âmbito do curso de Educação e Formação de Adultos (EFA), nível básico, e por solicitação da diretora, Paula Quadros, foram promovidas sessões preparatórias de animação pela leitura, com recurso a artefatos literários. A parceria resultou na apresentação das histórias Capuchinho

8

Vermelho (Charles Perrault) e O Macaco e o Tubarão (Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada), com fantoches. A galinha dos ovos de ouro, A tartaruga e a lebre (ambas de Esopo) e o Gato das Botas (irmãos Grimm) foram representadas em teatro de papel (kamishibai), uma arte japonesa. Todos os intervenientes participaram de forma criativa e laboriosa, conseguindo motivar e envolver outros reclusos, proporcionando momentos de grande emoção e empatia com os familiares presentes. O projeto foi conduzido por dois professores do AEGP e pela técnica de animação, Helena Caetano, reforçando o compromisso de intervenção comunitária da BMGPL em dinâmicas de aprendizagem não-formal.


BM18

A sessão contou com a presença do vice-presidente da autarquia torrejana, Pedro Ferreira, que enalteceu o papel dos intervenientes, o sentido de servir e o propósito de contribuir para a reeducação e reabilitação dos indivíduos e para a vida civil ativa. A todos os participantes (pais e filhos) foram oferecidos algunslivros editados pelo município de Torres Novas.

Para Paula Quadros este tipo de iniciativas assume elevada importância permitindo manter vivos laços afetivos essenciais. Esta atividade em particular proporcionou momentos de aproximação entre pais e filhos, num dia simbólico. Estas e outras ações poderão contribuir para a prevenção da reincidência e para o sucesso no regresso à vida em sociedade.

9


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Biblioteca Municipal foi o palco das Olimpíadas Nacionais da Oratória

No dia 22 de março, o auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes recebeu a competição Olimpíadas da Oratória 2012 em que foram apurados os campeões nacionais do 3.º ciclo e do secundário. O concurso, que contou com um total de 39 participantes e mais de 200 alunos e professores na audiência, visa desenvolver, através da competição, a expressão oral, com temas e causas da contemporaneidade. Participaram escolas ou núcleos de escolas de Torres Novas, Peniche, Porto de Mós, Fermentelos, Lousada, Batalha e Albufeira. A iniciativa foi organizada conjuntamente pela Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, ES/3 de Maria Lamas, EB 2/3 de Manuel de Figueiredo, e ES/3 de Artur Gonçalves. O professor José Carlos Reis e Silva, da Escola Secundária de Maria Lamas, coordenador deste projeto, reafirmou a importância da iniciativa para a formação dos mais jovens, 10

incentivando-os a saber ouvir e a falar bem. «No ensino do português há um erro que é a valorização da escrita em detrimento da vertente oral. Os alunos são avaliados por processos escritos quando, na vida real, se emprega muito mais a oralidade do que a escrita. Os alunos não sabem falar, e não sabem falar porque não sabem escutar. E a escrita é, muitas vezes, o reflexo da oralidade», afirmou. Quanto ao balanço do evento, o professor destacou: «O feedback foi excelente. Correu bastante bem. O que está aqui é a nata das escolas portuguesas, que conseguiram aderir a um projeto e concretizá-lo. Os professores coordenadores destas escolas são excecionais.» A organização demonstrou-se ainda recetiva à coordenação de futuras edições da iniciativa.


BM18

DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Exposição «Educação + Financeira» em Torres Novas

O Município de Torres Novas associou-se ao Projeto Matemática Ensino (PmatE), da Universidade de Aveiro, organizando nos dias 7, 8 e 9 de fevereiro, a exposição interativa EDUCAÇÃO + FINANCEIRA, na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes. Ao longo dos três dias participaram cerca de 400 alunos do concelho nas atividades propostas, do 1.º Ciclo do Ensino Básico ao 12.º ano do Ensino Secundário. A exposição, de âmbito nacional e que percorre todos os distritos do país durante o presente ano letivo, insere-se no projeto de literacia financeira apoiado pela Caixa Geral de Depósitos, e tem como objetivos a sensibilização da população para uma maior consciência dos desafios financeiros do dia a dia e a capacitação das gerações mais novas para uma gestão mais equilibrada das finanças pessoais. Como forma de promoção da exploração didática, a exposição EDUCAÇÃO + FINANCEIRA é modular e os conteúdos desenvolvidos são apresentados dando ênfase à experimentação e ao jogo. Estão disponíveis três módulos articulados por níveis de escolaridade: «Dinheiro para quê?» — 1.º e 2.º ciclos do ensino básico; «Como gastar o dinheiro?» — 3.º ciclo do ensino básico; «Compro ou não compro?» — ensino básico. 11

Parceria

TORRES NOVAS | Biblioteca Municipal Visitas: 7 a 9 de fevereiro 10h00 – 12h30 e das 14h00 – 17h30


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Especialistas europeus debatem intervenção educadora do município O Município de Torres Novas organizou, entre 5 e 9 de março, uma visita de estudo internacional, que contou com a participação de 14 especialistas em educação de 12 países europeus (França, Itália, República Checa, Alemanha, Reino Unido, Letónia, Hungria, Grécia, Polónia, Holanda, Áustria e Roménia), entre diretores de escolas, inspetores, tutores e outros técnicos da área. A visita, financiada pelo Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida, da Comissão Europeia, teve como objetivo central a promoção do debate de políticas de cooperação europeia no âmbito do programa, através da partilha de experiências e conhecimentos entre representantes dos diferentes sistemas de ensino dos países participantes. O tema da visita foi «Play, learn and live the Educating City» e procurou fomentar o contacto dos participantes com os diferentes intervenientes da ação educadora no município (as ações mobilizadoras das aprendizagens, formais, não formais e informais, de todos os cidadãos, oferecidas quer pelos serviços municipais quer por outros atores da comunidade local). Para o efeito, promoveram-se visitas a diferentes escolas, equipamentos e instituições educativas e culturais, com vista a debater a intervenção local nestes domínios, e contribuir para a cooperação europeia no que respeira aos objetivos da Estratégia Europa 2020. Escolas, educação ambiental, desporto, empreendedorismo, necessidades especiais, novas oportunidades, voluntariado sénior, integração de população imigrante, promoção do livro e da leitura, música, tradição e cultura locais, foram os temas em destaque durante as quase duas dezenas de contactos inclusos no programa oficial.

12


BM18

13


DESTAQUES REGENERAÇÃO URBANA CULTURA EDUCAÇÃO DESPORTO

Inscrições abertas para 3.ª edição do Trail do Almonda, em Torres Novas

O Trail do Almonda 2012 realiza-se a 8 de julho, dia da cidade de Torres Novas. Esta é a terceira edição consecutiva da prova organizada pela Turrisespaços, empresa municipal de gestão de equipamentos culturais e desportivos do Município de Torres Novas, que visa a promoção e a divulgação turística e ambiental desta região, bem como o fomento da prática desportiva num meio natural privilegiado como aquele onde se localiza o percurso. Esta prova de aventura, percorrida em trilhos sinalizados, de pé posto, pequenos estradões, ou estradas, em autonomia pedestre, tem partida marcada para as 9 horas, em pleno coração da serra de Aire, e conta com três vertentes distintas: o trail, com 30 km e um grau de dificuldade física e técnica média; o mini-trail, com 12 km; e a caminhada, também com 12 km. As inscrições podem ser em https://sites.google.com/site/ traildoalmonda/ ou presencialmente, junto da organização, nas Piscinas Municipais Fernando Cunha. O pagamento da inscrição poderá ser efetuado por transferência bancária para o NIB. 0035 0819 00053000230 27, sendo obrigatório o envio do comprovativo para o endereço eletrónico trail.almonda@cm-torresnovas.pt, ou presencialmente, nas Piscinas Municipais Fernando Cunha. 14

No processo de inscrição, os participantes deverão indicar obrigatoriamente o nome completo, o domicílio, a data de nascimento e o número do bilhete de identidade, o número de telemóvel (caso venham a utilizar na prova), e o número de identificação fiscal. Os custos de participação para o trail são de 15€ por participante com almoço e de 10€ sem almoço; 13€ com almoço e 10€ sem almoço para o mini-trail e para a caminhada. Os acompanhantes podem almoçar pelo valor de 7,5€. Com um histórico de 140 participações em 2010 e 205 em 2011, a expectativa é de que sejam alcançados os 300 atletas na edição deste ano. Mais informações disponíveis em https://sites.google. com/site/traildoalmonda/, no Facebook em https://www. facebook.com/#!/TrailAlmonda ou através da página do Município de Torres Novas, em www.cm-torresnovas.pt .


BM18

Torres Novas acolheu o 2.º Campeonato do Mundo All Styles

O Palácio dos Desportos, em Torres Novas, acolheu, nos dias 23, 24 e 25 de março de 2012, o 2.º Campeonato do Mundo All Styles. O evento de artes marciais, apoiado pela Câmara Municipal de Torres Novas, contou com a presença de 3611 participantes e competidores, oriundos de 46 países. Esta foi a segunda vez que Torres Novas acolheu esta competição, após o êxito do primeiro campeonato mundial, realizado em março de 2010, que juntou 2000 atletas, de 34 países e que contou com mais de 5000 visitantes. O evento, já considerado o melhor evento All Styles da Europa, foi organizado sob a égide da ICKKF Worldwide e contou com o apoio de dezenas de organizações mundiais e do Comité Olímpico Internacional. Participaram delegações dos mais diversos países, como Alemanha, França, Bélgica, Holanda, Eslováquia, Suíça, Suécia, Dinamarca, Noruega, Portugal, Espanha, Andorra, Inglaterra, Escócia, Irlanda, Ilha de Man, Itália, Hungria, Roménia, Polónia, Turquia, Azerbeijão, Uzbequistão, Kuwait, Líbano, Egito, Marrocos, Gana, Moçambique, Angola, Nigéria, África do Sul, Paquistão, Índia, Nepal, Bangladesh, Filipinas, China, Argentina, Brasil, Venezuela, Porto Rico, Canadá, Estados Unidos da América.

Durante três dias de intensiva competição, foram disputados os títulos mundiais em formas duras, formas suaves, formas duras com armas, formas suaves com armas, formas de equipa, formas de equipa com armas, formas artísticas, formas artísticas com armas, defesa pessoal militar, defesa pessoal cénica, defesa pessoal de rua, submissão, semi-contact, lightcontact, full-contact, knock- down, team fight e combate com armas. Paralelamente decorreram mais de 50 seminários e demonstrações das mais diversas artes marciais do mundo.

15


informação INSTITUCIONAL

boas práticas internas Mini ecopontos distribuídos pelos serviços camarários No âmbito da campanha da Sociedade Ponto Verde «Reciclar é dar e receber», foram entregues pela Resitejo sacos para reciclagem (mini ecopontos) ao Município de Torres Novas. A DSUA (Divisão de Serviços Urbanos e Ambiente), procedeu à sua distribuição pelos diversos serviços camarários. Pretende-se, com esta ação, implementar hábitos e comportamentos essenciais à prática da reciclagem no Município de Torres Novas. Importa relembrar que reciclar permite não só reutilizar os materiais como matérias-primas, diminuindo o uso de recursos naturais (muitos dos quais não renováveis), como também reduzir a quantidade de resíduos nos aterros sanitários.

Reutilização de papel O Arquivo Municipal, através do seu centro de encadernação, dispõe de blocos artesanais feitos com papel reutilizado, enviado pelos serviços da autarquia (ex.: fotocópias inutilizadas, cartazes e folhetos) e que podem ser requisitados para utilização corrente, em detrimento do uso de post it, cadernos ou outros produtos industriais.

Parqueamento de viaturas De forma a agilizar o estacionamento das viaturas municipais, foram definidos locais específicos para parqueamento dos veículos. Deste modo, melhora-se a organização e a gestão da frota, reduzem-se os atos de vandalismos e minimizam-se os riscos de roubo. As viaturas estão distribuídas por diversos parques dos serviços camarários.

16


BM18

Reorganização da estrutura de impressão A otimização da infraestrutura de impressão, em curso desde outubro de 2011, conduziu a uma redução de 26% dos custos, representando uma poupança de cerca de 1000 € mensais em consumíveis. A esta redução acresce ainda a poupança de papel. Esta reestruturação consistiu na redução do número de equipamentos, na sua redistribuição, na aplicação de medidas de controlo e de contenção, e na renegociação dos custos por impressão. Todos estes fatores traduziram-se numa maior eficiência financeira (redução de custos muito significativa) e operacional (nomeadamente devido às diversas funcionalidades dos equipamentos como a digitalização automática para e-mail). Estas características permitiram ainda melhorar o suporte informático dos processos, privilegiando o arquivo digital em detrimento do arquivo em papel.

Telemóveis de serviço - implementadas medidas de controlo de custos Desde o início de 2012 estão em vigor novas medidas de controlo de custos dos telemóveis de serviço. Entre as principais medidas destacam-se os relatórios detalhados de consumo, por serviço, o que permite um maior controlo dos gastos. Por outro lado, a utilização dos telemóveis para chamadas externas foi também limitada, para maior redução dos gastos.

Exemplos de medidas de contenção orçamental Departamento de Administração Urbanística - Restrições ao nível da participação em ações de formação profissional Departamento de Educação e Cultura - Reformulação das Atividades de Enriquecimento Curricular, tendo em vista o equilíbrio entre a comparticipação do ME e os encargos - Plano de edições locais profundamente reduzido - Suspensão de apoio financeiro ao associativismo, limitando o mesmo ao apoio logístico Departamento da Presidência - Racionalização de circuitos especiais ao nível dos transportes escolares, em conjunto com o Departamento de Educação e Cultura, otimizando o serviço de motoristas e veículos - Renegociação do contrato relativo aos Transportes Urbanos Torrejanos (TUT) - Passagem do boletim municipal para suporte digital, disponível no site do município, passando assim a uma publicação trimestral e reduzindo os custos com impressão

Departamento de Obras, Serviços Urbanos e Ambiente - Anulação de concursos de empreitadas públicas - Implementação, em parceria com a EDP, das seguintes medidas: 1. Introdução de relógios astronómicos para controlo rigoroso da abertura e fecho dos circuitos de iluminação pública em todos os PT’s da cidade e das sedes de Freguesia, com atraso de 20 minutos no inicio e adiantamento de 40 minutos no fecho. 2. Redução do tempo de ligação às redes de iluminação pública subterrâneas (trifásicas) 3. Candidatura ao QREN, com a colaboração da Agência de Energia do Médio Tejo 21, com vista à implementação de medidas de eficiência energética na iluminação pública Departamento de Administração e Finanças - Projeto de digitalização documental relativo à validação de faturas e circuito da despesa (requisições) - Redução de custos de economato, como objetivo transversal das divisões, sendo os resultados monitorizados 17


AS OVa N ei RES Corr

OR los E Tsconce D L a IPA r de V C I a N és MU io C n

s

RA Antó ova MA ral es N e

r

t 0 s.p 43 va o 39 n 8 s rre 49 0 pt e_ 2 1 78 cm-to vas. n o efo 81 @ tel 249 geral resn r _ x _ o fa ail -t e-m w.cm

_ Âa Gen 21 Tor C

te

le

f

e on

s

e út

ww

is

Ru 50-4 23

00 94 0 0 3 5 10 31 26 3 _ 98 O 0 56 TEJ L_ 24 812 9 09 A A B I 3 P 9 I R 8 24 IC O UN IPAL_ _ 249 SD M O 0 C I A U N CA ÇÃ 17 16 08 MU UCA ÁG IOTE 9 8 L IO ED 812 790 49 BIB ITÉR T_ 2 249 E 3 E D M 810 7 10 N L_ CE SÃO 1 0 TER ICIPA L_ 249 8 I N I 87 9 DIV ÇO MUN CIA _ 24 812 0 A O TO 9 19 ESP DIO O S ANA L_ 24 535 39 Á Ã A 8 S P T 2 I E 81 ES AÇ ART IC 49 0 B. S_ 2 49 UN GA DO O M PAL_ 2 RTO 12 19 0 I 8 O JA 7 LO CAD UNIC DESP 249 39 1 R _ L 8 E M S 19 9 PA M U DO NICI IS_ 24 813 0 SE U M CIO MU ICIPA 249 443 LÁ 0 PA LHÃO MUN MO 839 30 I IS 9 39 PAV INAS E TUR IL_ 24 8 9 C IV PIS TO D O C IA_ 24 S Ã N Í O P EÇ IRG V OT PR RO T A TE

18

Boletim Municipal nº 18  

Boletim municipal da câmara municipal de torres novas nº18 - 1º trimestre de 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you