Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

ASDASDAS

Em Goiânia

RÁ-TÁ-TÁ-TÁ-TÁ

MILLA JOVOVICH E A SUTIL ARTE DE MATAR ZUMBIS {pág 11} Alanis Morissette faz show no domingo {pág 13}

BRASÍLIA Sexta-feira,

14 de setembro de 2012

Edição nº 91, ano 1 Mín 20°C Máx 30°C

TCDF quer ‘indenizar’ empresários de ônibus Conselheiros barram licitação para troca das concessionárias alegando que o GDF teria que ressarcir atuais donos À noite, o TJ-DF liberou a disputa, mas Justiça do Trabalho também havia suspendido a concorrência {págs 04 e 07} UnB

Piscinas abandonadas

Comunidade escolhe Ivan Camargo como reitor Professor da Faculdade de Tecnologia e opositor à atual administração, encabeçará lista enviada a Dilma {pág 06}

Desoneração antidesemprego

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Governo alivia impostos de mais 25 setores da economia {pág 08}

Al Qaeda quer ajudar rebeldes Rede terrorista se engaja na luta contra Assad, na Síria {pág 08}

Água lodosa na piscina do Centro Olímpico do Gama: equipamentos sem manutenção em todo o DF {pág 05} RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA


02

www.readmetro.com

brasil

1 foco CPI Os 32 deputados e senadores da CPI do Cachoeira poderão ser alvo de um processo disciplinar no Conselho de Ética. O senador Pedro Simon (PMDBRS) apresentou ontem uma denúncia acusando os integrantes da comissão por quebra de decoro parlamentar. Segundo ele, a CPI está sob forte supeita por suspender os trabalhos até 9 de outubro. Na ação, o senador acusa que a decisão sugere que existe um acordo para que as investigações não avancem além do apurado nas operações Vegas e Monte Carlo. O adiamento, segundo Simon, favorece que seja inviabilizada qualquer conclusão da CPI.

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

STF reconhece ‘valerioduto’

Condenados O STF já condenou 10 dos 37 réus no julgamento de três dos sete itens da denúncia do mensalão. João Paulo Cunha Corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro Marcos Valério Corrupção ativa, peculato e lavagem de dinheiro Cristiano Paz Corrupção ativa, peculato e lavagem de dinheiro Ramon Hollerbach Corrupção ativa, peculato e lavagem de dinheiro Henrique Pizzolato Corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro Kátia Rabello Gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro José Roberto Salgado Gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro Vinícius Samarane Gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro Simone Vasconcelos Lavagem de dinheiro Rogério Tolentino Lavagem de dinheiro

Maioria dos ministros votou pela condenação de oito acusados dos núcleos financeiro e publicitário por lavagem de dinheiro Duas rés foram absolvidas NELSON JR. / STF

O STF (Supremo Tribunal Federal) reconheceu a existência do ‘valerioduto’ e condenou ontem oito réus por lavagem de dinheiro. No total, dez acusados já foram condenados por envolvimento no esquema do mensalão. No julgamento dos núcleos publicitário e financeiro da denúncia, a maioria dos ministros reconheceu a movimentação de pelo menos R$ 30 milhões em 46 operações financeiras ilícitas envolvendo empréstimos do Banco Rural à agência de publicidade SMP&B. “Nesse tipo de esquema delitivo descrito na denúncia, o dinheiro é para o crime o que o sangue é para a veia. Se não circular livremente e sem obstáculos, nós não temos esquemas criminosos”, afirmou a ministra Carmen Lúcia. O crime de lavagem de dinheiro prevê entre três e dez anos de prisão. Como seis dos 10 réus acusados no capítulo já foram considerados culpados por outros crimes, a nova condenação pode levá-los a cumprir pena

“O universo e a esperteza humana não têm limites; sobre o primeiro, eu tenho dúvidas.” AYRES BRITTO, PRESIDENTE DO STF

em regime fechado. A situação atinge Kátia Rabello, Vinícius Samarane e José Roberto Salgado, ligados ao Banco Rural, e os publicitários Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz. A ex-vicepresidente da instituição financeira Ayanna Tenório e a ex-diretora financeira da SMP&B Geiza Dias, citada como ‘mequetrefe’ pela defesa, foram absolvidas. Na segunda-feira, o julgamento será retomado com o voto do ministro relator, Joaquim Barbosa, sobre os crimes de corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro cometidos por políticos filiados ao PP, PL, PTB e PMDB. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Ayres Britto encontrou um meio-termo para acelerar a conclusão do julgamento

Votação pode terminar dia 11 Sem consenso para fazer sessões-extras, os ministros do STF chegaram a um meio termo para acelerar a conclusão do julgamento do mensalão. A partir da próxima semana, tentarão votar um capítulo por semana. A denúncia foi dividida em sete itens - três já foram julgados. Pela ordem, serão analisados supostos crimes cometidos por políticos da base aliada,

em seguida a suposta lavagem de dinheiro entre o PT e o Ministério dos Transportes, a denúncia de evasão de divisas e, por fim, a de formação de quadrilha. Se for obedecido o novo cronograma, a Corte usará mais 12 sessões, nas segundas, quartas e quintas das próximas quatro semanas, para apresentação dos votos. Essa etapa seria concluída em 11 de outubro.

METRO BRASÍLIA

“Temos uma meta a cumprir. Esgotar uma fatia por semana. Vamos aguardar. Se realmente alcançarmos esse resultado, não será necessário realizar sessões adicionais”, avaliou o ministro Marco Aurélio Mello. Esgotada a fase de votos, os ministros entrarão na dosimetria, etapa na qual será calculada a pena de cada um dos condenados. METRO BRASÍLIA WILSON DIAS / ABR

Ao ritmo de Titãs, Marta assume A nova ministra da Cultura, Marta Suplicy, tomou posse ontem na vaga de Ana de Hollanda, demitida na terça-feira depois de cobrar mais recursos para o setor. Ela assumiu cobrando do Congresso a aprovação da lei que cria o 'vale cultura', um benefício trabalhista de R$ 50 que poderá ser usado para gastos, por exemplo, com cinema, teatro ou outras atividades artísticas. A presidente Dilma Rousseff deixou claro que espera

resultados. “Julgamos que democratizar o acesso à cultura faz lembrar a música do Titãs ‘A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte’, disse. Foi a 13ª troca de ministro do atual governo. No discurso de despedida, a presidente afirmou que Ana de Hollanda deixou um legado na cultura que garantirá um orçamento de R$ 3 bilhões um incremento de 65% em relação ao ano passado. “Agradeço de coração por FALE COM A REDAÇÃO

leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4610 COMERCIAL: 061/3966-4615

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

sua lealdade, pela maneira histórica com que enfrentou as pressões, muitas vezes injustas e opressivas", afirmou. A ex-ministra disse ter sofrido pressões, mas que não guarda mágoas. “Vou voltar pra minha vida, que é do lado da criação, e vou ficar assistindo e aplaudindo esse governo”, disse. Marta assumiu o cargo depois de aceitar apoiar o candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. METRO BRASÍLIA

Dilma Rousseff exigiu de Marta Suplicy avanço na cultura

EXPEDIENTE

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha. Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Metro Brasília. Diretor - editor: Cláudio Humberto. Editor Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075). Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerente Executivo: Vandler Paiva Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar. Brasília-DF Cep: 70070-120. O jornal Metro é impresso na Gráfica Moura. A tiragem e distribuição desta edição de 40.000 exemplares são auditadas pela BDO.


04

brasil

Política

www.readmetro.com

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

CLÁUDIO HUMBERTO WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

CULTURA FOI ‘PAGAMENTO À VISTA’ PELO APOIO DE MARTA A posse da senadora Marta Suplicy no cargo de ministra da Cultura representou uma espécie de “pagamento à vista” ou “antecipado” pelo apoio dela ao candidato petista à prefeitura paulistana, Fernando Haddad. É dessa maneira que sua posse tem sido mencionada nos altos escalões do Partido dos Trabalhadores. Ela não aceitou negociar espaço na prefeitura somente no caso de Haddad vencer a disputa.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

EXIGÊNCIAS DEMAIS... O procurador do Trabalho Alessandro Miranda recorreu à Justiça contra a licitação para novos ônibus no DF alegando razões curiosas.

...O CIDADÃO DESCONFIA Miranda quer obrigar o DF a exigir ônibus com equipamentos como ar, câmbio automático e motor traseiro, que só a Volvo pode fornecer.

“O dinheiro é para o crime o que o sangue é para a veia.” MINISTRA CARMEN LÚCIA (STF) DURANTE NOVO VOTO MARCANTE NO JULGAMENTO DO MENSALÃO

MINISTRO SIGMARINGA

DÁ CÁ, TOMA LÁ Marta se recusou a negociar cargo no governo Dilma após a eleição municipal. Ou seu ministério saía logo ou não haveria apoio explícito.

CONDIÇÃO Sob pressão, inclusive de Lula, que vetara sua candidatura a prefeita, Marta impôs a condição do ministério para se engajar na campanha.

Admiradores do ex-deputado e jurista Sigmaringa Seixas se mobilizam para que ele venha a ser o ministro do Supremo Tribunal Federal na vaga do ministro Carlos Ayres Britto, que se aposentará em novembro.

MINERAÇÃO EM PAUTA

Em conversas com Lula e Dilma, Marta lembrou que virou senadora, em 2010, na perspectiva de disputar a prefeitura ou virar ministra.

José Fernando Coura, presidente do Ibram, instituto que representa as mineradoras, mobilizou apoio do governo, da CNI e da Vale na disputa contra o Cazaquistão para sediar no Brasil o 24º Congresso Mundial de Mineração. As mineradoras investirão US$ 75 bi no Brasil, até 2016.

CONTA OUTRA...

FALTA CHAMAR PELO NOME

“Aos 66 anos não posso acreditar em Papai Noel”, disse o ministro Marco Aurélio, sobre Geiza Dias não saber a origem do dinheiro sujo.

Em comerciais na televisão, o Tribunal Superior Eleitoral ensina que ganha dinheiro sujo quem vende o voto. Deveria avisar também, como autoridade executora da lei, que é crime vender ou comprar voto.

À ESPERA

VERGONHA: TCDF AGORA DEFENDE DONOS DE ÔNIBUS O Tribunal de Contas do DF rasgou a máscara, ontem, ao suspender outra vez a licitação destinada a mudar o sistema de transporte coletivo de Brasília, um dos mais ordinários do País. O TCDF exige que o governo “indenize” os “investimentos” dos donos dos ônibus, que há décadas circulam clandestinamente, em vez de fazê-los indenizar o DF pelo histórico de péssimos serviços e tarifas extorsivas. Ganharam tanto que compraram uma empresa aérea (Vasp) e criaram outra (Gol).

NÃO METE A COLHER

QUEDA ESPERADA Segundo o senador Sérgio de Souza, o PMDB já espera queda de um terço no número de prefeituras comandadas pelo partido no Paraná. A sigla, hoje à frente de 120 prefeituras, lançou apenas 140 candidatos.

PODER SEM PUDOR Simon e seu acento

CELEIRO DE MINISTROS Ministros nomeados por Dilma para o Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber e Teori Zavascki estudaram Direito na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, assim como os aposentados Pedro Munoz (falecido em 1991), Paulo Brossard, Nelson Jobim e Ellen Gracie.

UM ‘ÇÁBIO’ O “soçiólogo” petista Emir Sader mostra o nível de sua ‘soçiologia” no Twitter: “De procer (sic) do Lula a paladino da moralidade pública, o (ministro) Joaquim Barbosa vai acabar ariano”. Nem pediu desculpa. José Sarney ANTONIO CRUZ/ABR

O presidente do Senado, José Sarney (PMDBAP), se recusou a gravar vídeos de apoio ou participar de campanhas no Maranhão. O cacique prefere deixar a tarefa para sua filha, a governadora Roseana Sarney.

PODER ECONÔMICO Generosos financiadores de campanhas eleitorais, os empresários de transporte coletivo exercem grande poder e influência, no DF.

DEFINIÇÃO O senador Benedito de Lira (PP) acredita que “a eleição está definida” a favor de Rui Palmeira em Maceió, mesmo que Ronaldo Lessa tenha a candidatura substituída: “Queremos acabar a festa no primeiro turno”.

NINGUÉM MERECE

Tem verbo novo no Twitter, que para bom entendedor basta: “toffolar”.

Q

uando chegou ao Senado, em 1974, o senador gaúcho Pedro Simon estreou sob o signo da dúvida: como se deveria pronunciar corretamente o seu sobrenome? A pergunta interessava até às taquígrafas. Logo no primeiro dia, Simon fez um discurso, sublinhando frases com gestos marcantes, teatrais. Atacava duramente a ditadu-

ra. Jarbas Passarinho, governista, com ar grave, pediu um aparte. - Ouço o nobre senador Passarinho – aquiesceu o gaúcho. - Gostaria que V. Exa. esclarecesse de uma vez por todas: afinal, como devemos chamá-lo? Símon ou Simón? Seu acento é na frente ou atrás? O plenário caiu na gargalhada. E Simon não respondeu.


brasília

www.readmetro.com

05

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Piscinas de centros olímpicos paradas

Ficou entalado

Alunos estão sem aulas de natação há cinco meses Não há limpeza dos equipamentos desde que o Tribunal de Contas do DF suspendeu contrato Os nove centros olímpicos do Distrito Federal estão há cinco meses sem oferecer aulas de natação às crianças e aos adolescentes que frequentam os locais. Desde o fim do acordo com a empresa de limpeza, 28 piscinas estão interditadas, porque o TCDF (Tribunal de Contas do DF) suspendeu o novo edital por problemas de contrato. A estudante Bianca da Rocha, 14, faz aulas de basquete há dois meses, mas tem vontade mesmo é de ir para a água. “Eu gosto de nadar. Assim que abrirem as piscinas quero me matricular na natação”, diz. Assim como Bianca, João Filipe da Chaves, 12 frequenta o Centro Olímpico do Gama, ao lado do estádio Bezerrão. João, que joga fu-

Além do Gama, os centros olímpicos de Ceilândia, Santa Maria e mais 5 regiões estão fechados RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

tebol, conta que o irmão Victor, 15, passou a jogar bola desde que não conseguiu se matricular na natação. Os netos da aposentada Ieda Oliva, 60, também queriam fazer aulas de natação. “É um esporte bom, que ajuda no desenvolvimento físico das crianças”, explica a avó. O neto Luan, 12, foi

para o vôlei, mas as meninas Ludmila, 7, e Luiza, 6, não escolheram outra atividade. “Resolvi esperar para colocar as meninas, porque avisaram que as piscinas estavam passando por reformas”, diz. Acordo emergencial Na verdade, sem contrato de limpeza, os centros aquá-

ticos tiveram que ser fechados pela falta de manutenção. De acordo com o TCDF o edital foi suspenso devido a ‘incoerências’. A necessidade de funcionários disponíveis diariamente para limpezas que só acontecem duas vezes na semana e a dispensa de uma empresa que apresentou valores abaixo das duas selecionadas foram alguns dos questionamentos feitos pelo tribunal. A Secretaria de Esportes informou que respondeu às dúvidas do órgão, mas a demora em resolver a questão é fruto do ‘trâmite normal do governo’. O órgão disse que para “agilizar” a situação trabalha para fazer um contrato emergencial em duas semanas para resolver o problema. METRO BRASÍLIA

Passagem ficou interditada por mais de 24 horas RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

Caminhão trava Epia O caminhão que ficou entalado no viaduto da Epia, próximo à Candangolândia, só foi retirado do local às 16h30 de ontem. O veículo trazia uma manilha especial para uma fábrica. Para retirá-lo, o cimento da pista foi rebaixado e as rodas foram desmontadas.


06

brasília

www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

UnB opta por Ivan Camargo para reitor

60 segundos

Professor da Faculdade de Tecnologia, opositor da atual gestão, vence a eleição e deve ser confirmado por Dilma como novo mandatário da instituição FOTOS: RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

Camargo prometeu equilibrar as contas e investir para melhorar índices de excelência

‘A UNIVERSIDADE VAI VOLTAR AO TOPO’ Ivan Camargo deve assumir em novembro o cargo de reitor. Ele promete modernizar a instituição.

Vamos reequilibrar as contas, cortar custos e buscar receitas. Para isso, vamos precisar das tão criticadas fundações.

O que vai mudar na UnB a partir do ano que vem?

As fundações de pesquisa vão mudar?

Teremos uma universidade mais aberta e menos burocrática, menos papel e menos tempo gastos com esses processos e mais ênfase na excelência acadêmica, que é a função da instituição.

Quero mudar o modo de encará-las. A crise de 2008 ocorreu porque as decisões eram fechadas. Todo dinheiro que entra ali é público e tem que ser encarado assim. Vamos dar transparência ao trabalho das fundações e fazê-las investir. METRO BRASÍLIA

Como perseguir excelência com a UnB deficitária?

A Universidade de Brasília escolheu o caminho da alternância de poder na eleição com maior participação popular na história da instituição. Crítico da gestão do atual reitor, José Geraldo de Sousa Junior, o professor da Faculdade de Tecnologia Ivan Camargo venceu a consulta realizada entre terça e quarta-feira e vai encabeçar a lista tríplice a ser encaminhada para a presidência da República para a escolha do novo mandatário. A tendência é de que a presidente Dilma Rousseff mantenha a decisão das urnas. O candidato vencedor obteve 51,49% dos votos proporcionais de professores, técnicos e estudantes. A segunda colocada, Márcia Abrahão, ficou com 46,42%

dos votos. Volnei Garrafa completa a lista. Camargo deverá assumir o cargo no próximo dia 18 de novembro e ficará à frente da instituição por quatro anos. Após a vitória, ele prometeu reequilibrar as contas da universidade e investir em pesquisa e extensão para garantir a excelência da universidade. “Quem consegue isso são os professores, mas eu vou garantir as condições”, disse. Pouco mais de 12 mil eleitores votaram. Camargo venceu entre alunos e professores. Engenheiro, é o primeiro reitor formado pela UnB.

RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Candidato vencedor comemora resultado da eleição

MP pede que juiz barre transferências de presos As promotorias de Justiça de Execuções Penais querem evitar que o CPP (Centro de Progressão Penitenciária) seja usado para abrigar jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. A justificativa é de que o espaço já é insuficiente para atender aos sentenciados que cumprem pena em regime semiaberto no DF. “Não há como se admitir a cessão de leitos do CPP pa-

ra qualquer outra finalidade que não seja o abrigamento dos indivíduos que estão cumprindo pena no DF”, afirma o MP. As promotorias enviaram ofício ao juiz da Vara de Execuções Penais pedindo que o secretário de Segurança Pública e o subsecretário do Sistema Penitenciário sejam impedidos de realizar transferências de presos do CPP para o Complexo

Penitenciário da Papuda. Na semana passada, a Secretaria da Criança e do Adolescente, Rejane Pitanga, anunciou que parte dos planos para a implosão do Caje incluía a acomodação provisória de jovens no CPP. A crise no sistema de cumprimento de medidas do DF teve mais um capítulo ontem, quando um interno foi libertado por dois homens armados. METRO


brasília

www.readmetro.com

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

07

TCDF e Justiça do Trabalho barram licitação da frota Tribunal de Contas suspendeu edital aceitando argumento de que atuais empresários precisam ser ‘indenizados’ por investimentos Já a Justiça trabalhista atendeu procurador que pede mudanças por ‘saúde de motoristas’ RICARDO MARQUES / METRO BRASÍLIA

Duas decisões judiciais vão impedir o que poderia ser um dia histórico para o transporte público do Distritito Federal. Hoje, pela primeira vez, a frota de mais de três mil ônibus que atende precariamente a população seria licitada para ser totalmente renovada. Quatro semanas após liberar a publicação do edital, contudo, os conselheiros do Tribunal de Contas do DF resolveram aceitar o argumento de que, para trocar as empresas que operam o sistema há décadas sem um contrato válido, o GDF terá que indenizar os empresários que detêm o controle do transporte.

Presidente do sindicato patronal e dono da Viplan, o empresário Wagner Canhedo Filho comemorou a decisão. “Isso está na lei. Temos um custo de desmobilização que precisa ser levado em conta”, disse. “Não temos como arcar com a demissão dos funcionários ou pagar os ônibus novos que o próprio governo nos obrigou a comprar.” Canhedo negou ainda ter atuado nos bastidores para pressionar o TCDF. “O GDF insinua isso quando há algo favorável aos empresários, mas não fala nada quando consegue as vitórias judiciais.”

Por saúde e conforto O GDF sofreu ainda outro revés. O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região concedeu liminar ao Ministerio Público suspendendo a licitação enquanto julga ação civil pública que pede que o edital exija nos ônibus ar-condicionado, câmbio automático, direção hidráulica e motor traseiro, “para preservar a saúde de motoristas e cobradores”. Advogados do governo recorreram à Justiça ainda ontem à noite para tentar manter a concorrência. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Brasiliense terá que aguentar ônibus velhos por mais tempo


economia

08

Bolsa sobe 3,4% após medida nos EUA O principal índice acionário da Bovespa fechou no maior patamar em mais de quatro meses. O Ibovespa avançou ontem 3,4%, a 61.958 pontos. Foi a maior pontuação desde 3 de maio. A alta ocorreu após o Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, agradar os mercados ao anunciar um novo programa agressivo de estímulo à economia. O giro financeiro do pregão foi de R$ 13,1 bilhões, bem acima da média diária do ano, de cerca de R$ 7,2 bilhões. O Fed lançou ontem mais um programa de estímulo, dizendo que comprará US$ 40 bilhões em dívida hipotecária por mês, até que as perspectivas de emprego melhorem substancialmente. METRO

www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Governo alivia folha de mais 25 setores Desoneração visa evitar corte de postos de trabalho em meio à crise Medida vale a partir do ano que vem O governo vai incluir mais 25 setores entre os beneficiados pela desoneração da folha de pagamentos. Até o momento, 15 setores têm o benefício. Com a decisão anunciada ontem, esse número sobe para 40. Os novos setores serão beneficiados somente a partir de janeiro. Entre eles, estão pães e massas, medicamentos, bicicletas e pneus. Mas há alguns condicionantes para obter o benefício. Os setores, por exemplo, não poderão

demitir, deverão aumentar os investimentos, a produção e as exportações. Em troca dos 20% do pagamento da contribuição das empresas para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), os setores beneficiados pagam o equivalente a entre 1% e 2% de seu faturamento. A renúncia fiscal (perda estimada de arrecadação) com a desoneração da folha de pagamentos dos 40 setores beneficiados é de

R$ 12,83 bilhões em 2013. Nos próximos quatro anos, a perda estimada de arrecadação é de aproximadamente R$ 60 bilhões. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que a desoneração vai reduzir o custo da mão de obra e permitir o aumento do emprego no Brasil. “Torna mais competitivas as empresas num momento em que o mundo vive uma crise”, disse Mantega. METRO

Crescimento será menor

2% “Essa desoneração é permanente. Vai continuar nos próximos anos. Em 2014 e 2015, não pagarão mais INSS.”

é nova projeção do governo brasileiro para o crescimento do PIB. A previsão mais recente era de um aumento de 3%. Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a revisão se deve ao ao desempenho da economia no primeiro semestre.

MINISTRO GUIDO MANTEGA

mundo

Al Qaeda pede apoio à causa de rebeldes

“El Coss” (ao centro) tinha até rifle banhado a ouro

TOMAS BRAVO / REUTERS

México prende chefe do Cartel do Golfo A Marinha mexicana anunciou a prisão de um dos homens mais procurados pela Justiça do país. Jorge Costilla, conhecido como El Coss, era o chefe do Cartel do Golfo e foi preso na cidade de Tampico, no nordeste do México. Os militares informaram que ele não resistiu à prisão. O Cartel do Golfo é um dos mais influentes no tráfico de drogas entre as Américas. Recentemente, porém, a organização cri-

minosa perdeu espaço para o cartel Los Zetas. A prisão de El Coss representa um breve alívio para o presidente mexicano, Felipe Calderón. Sua popularidade foi abalada pelo fracasso da política de repressão às drogas. A guerra contra o tráfico já deixou 50 mil mortos no país. O partido de Calderón perdeu as eleições de julho. O novo presidente assumirá em dezembro. METRO

STRINGER / REUTERS

Líder da rede extremista convocou muçulmanos a defenderem a queda do ditador sírio, Bashar Al Assad

O líder da rede terrorista Al Qaeda pediu para que os muçulmanos apoiem a derrubada do ditador sírio, Bashar Al Assad, que enfrenta um levante popular há 18 meses. Em um vídeo gravado em 11 de setembro, mas divulgado apenas ontem, Ayman Al Zawahri disse que a queda do presidente sírio consolidaria um Estado islâmico no país. “Apoiar a jihad na Síria é o passo básico em direção a Jerusalém, enquanto os EUA estão dando ao secular regime sírio uma chance atrás da outra por temer que o novo governo possa ser uma ameaça a Is-

Bombardeios continuam destruindo bairros de Aleppo

rael”, afirmou Zawahri. A inteligência norteamericana já havia identificado a presença de radicais da Al Qaeda ao lado dos rebeldes sírios. Essa foi, porém, a primeira vez que o chefe do grupo fa-

lou sobre o assunto. Zawahri também aproveitou a mensagem para criticar o novo presidente do Egito, que optou por manter o tratado de paz com Israel e Paquistão, assinado em 1979. Há pouco

mais de um mês, o governo egípcio iniciou uma campanha contra extremistas islâmicos. Os radicais foram apontados como os responsáveis pela morte de 16 guardas no Sinai. METRO


cultura

www.readmetro.com

11

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Metro entrevista

DIVULGAÇÃO

Boas de briga Musas que colocam qualquer marmanjo pra correr Milla Jovovich, 36

Uma Thurman, 42

Ação e romance andam juntos com a beldade, que casou com Luc Besson, diretor de "O Quinto Elemento" (1997), no qual despontou no gênero, e hoje está com o diretor de "Resident Evil"!

Impossível olhar para a atriz hoje e não lembrar como uma espada na mão e muito sangue na cara lhe caíram bem em “Kill Bill”(2003), de Tarantino, no qual viveu a vingativa Noiva

Sigourney Weaver, 63 Tornou-se especialista em chutar traseiros de criaturas gosmentas em "Alien" (1979), de Ridley Scott. Hoje longe do ramo, virou sinônimo de duronas no cinema

Angelina Jolie, 37 Sua carreira só decolou depois de protagonizar "Tomb Raider" (2001). Foi também puxando armas que ela iniciou o romance com Brad Pitt, em "Sr. e Sra. Smith" (2005)

Linda Hamilton, 55 Todos os moleques dos anos 1980 sonhavam com uma mãe como ela! Que outra mulher dá sopapos em Arnold Schwarzenegger como ela fez em "Exterminador do Futuro" (1984)?

Kate Beckinsale, 39 Teve a vida virada ao avesso com "Underworld" (2003), sobre lutas entre vampiros e lobisomens. Como esperado, o longa virou franquia, mas a atriz não pretende reprisar o papel

A maquiagem de Jovovich continua impecável após qualquer combate

MILLA JOVOVICH ‘MULHERES FORTES ASSUSTAM OS HOMENS’ Atriz é dirigida pelo marido em ‘Resident Evil 5: Retribuição’, que estreia amanhã Segundo ela, ideia de ‘Mercenários’ feminino partiu dos dois A beldade ucraniana Milla Jovovich estrela “Resident Evil 5: Retribuição”, quinto filme da série cinematográfica inspirada em um game de luta contra zumbis, que vem com fôlego suficiente para não acabar tão cedo. O longa é lançado hoje nos cinemas. Você ainda lembra do que aconteceu no primeiro filme?

Sou casada com o diretor e roteirista. Isso ajuda. Até o

ano passado eu tinha certeza de que a minha personagem, Alice, era do mal, mas Paul [W.S. Anderson] me corrigiu: “Você não lembra do primeiro filme, com toda aquela sequência de flashback?” E eu: “Tem certeza?” E ele: “Eu escrevi o roteiro!”. Mas a verdade é que praticamente não há roteiro. Michelle [Rodriguez] e eu gostamos de dizer que tudo o que Paul faz é apertar o botão de gra-

var. Parece muito com reality TV, mas fazemos do nosso jeito. E com muito mais chutes.

Nós precisamos apenas ir a lugares com concentração de zumbis (risos). O engraçado é que, por onde eu passo, muita gente vem dizer: “E aí, Resident Evil?”. Como geralmente Paul está comigo, digo: “Você sabia que ele é o diretor e o roteirista?” E eles: “Ah, ca-

Alice vira mamãe Para ninguém ficar perdido, Alice (Milla Jovovich) resume em um prólogo sua saga contra o apocalipse zumbi dos quatro títulos anteriores. ra, tira minha foto com ela?” Sério, isso faz com que a gente realmente ache que tudo o que ele faz é apertar o botão (risos). Essa é uma visão bem reducionista do trabalho dele, não?

Ah, está tudo bem. Ele é confiante – um dos poucos homens que conheci capazes de não se assustarem com mulheres fortes, algo extremamente raro.

Dessa vez, ela busca fugir de um bunker cheio de monstrengos com a ajuda de novos personagens vindos do game, como Barry (Kevin Durand), Ada (Li BingBing) e Leon (Johann Urb). No caminho, uma descoberta: a materni-dade. METRO Há rumores de uma versão feminina de “Os Mercenários”.

Paul e eu começamos isso. O difícil é fazê-lo sem parecer somente derivativo, mas temos uma ideia realmente interessante, que não vou contar agora. Em resumo, seriam mulheres fortes em busca de vingança. NED EHRBAR

METRO INTERNACIONAL

2

cultura

Tropicália “Tropicália”, de Marcelo Machado, é outra estreia de hoje. “O que é Tropicalismo, afinal?” É essa simples questão que o apresentador faz a um exilado e melancólico Caetano Veloso, logo no início do filme. O documentário resgata uma fase em que a cena musical brasileira fervilhava, ao mesmo tempo em que o país sofria com a ditadura dos generais no poder, o que fez com que Caetano e Gil se exilassem do país. METRO BRASÍLIA


12

www.readmetro.com

variedades

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Os invasores ABC DIGIPRESS

Leitor fala

Excesso de carros

Receita Minuto DANIEL BORK

BEIRUTE DE LANCHONETE

B

eirute é um tipo de sanduíche provavelmente influenciado pela culinária sírio-libanesa a partir do uso do chamado pão sírio, trazido para cá no início do século XX pelos imigrantes do Oriente Médio. O nome Beirute é uma homenagem à capital do Líbano, mas na capital libanesa não se come este lanche, já que se trata de uma criação brasileira, mais especificamente de São Paulo, para onde migraram muitos libaneses.

Cruzadas

DIVULGAÇÃO

As reclamações de trânsito no DF são recorrentes, mas o que ninguém fala são das medidas do governo que impulsionam o aumento de carros nas ruas. Eles abaixam os impostos, facilitam as compras, mas não investem em infraestrutura. O governo fala da importância de aquecer o mercado interno, mas esquece do caos que já está o trânsito, não só no DF, mas de todo o país. Pagamos IPVA caro e quase não vemos melhorias. Considero um milagre estarem, finalmente, refazendo o asfalto em algumas partes da cidade. O excesso de carros no DF poderia ser resolvido caso a população tivesse um bom transporte público. É preciso ampliar o Metrô e melhorar a qualidade dos ônibus para que as pessoas deixem o carro em caso durante a semana. Para mim, não adianta reduzir os imposto e não pensar em condições de trânsito para as cidades. Carlos Renato – Lago Oeste, DF

Pergunta Ingredientes

Você se sente seguro ou inseguro vivendo na capital federal?

Sudoku

• 300 g de rosbife fatiado • 2 ovos • 200 g de queijo mussarela • 2 folhas de alface • 3 rodelas de tomate • 1 pão sírio

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metrobsb

@mar_carolina: Insegura. A polícia só tá no Plano Piloto e para fazer blitze da Lei Seca.

Molho Rosê: • 1 xícara (chá) de maionese • 2 colheres (sopa) de catchup

@ByMoruscfr: Brasília e adjacências estão violentas e com altos níveis de criminalidade. Impossível se sentir seguro assim.

Modo de preparo Em uma chapa ou frigideira antiaderente frite os ovos e coloque o queijo e presunto para aquecer. Então faça o molho rosê misturando a maionese com o catchup, passe nas duas partes do pão e monte com os ingredientes. Sirva com batatas fritas, ou batatas rústicas com cheddar cremoso e bacon.

Horóscopo

Web Para falar com a redação: leitor.bsb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Hoje as pessoas estão pensando em coisas mais sólidas e se preocupando com resultados, tente se concentrar melhor no seu desempenho pessoal e no trabalho. Touro (21/4 a 20/5) Período de indecisões que podem gerar um pouco de estresse com os colegas de trabalho ou parceiros, é preciso ter as coisas mais organizadas entre todos. Gêmeos (21/5 a 20/6) Possível insatisfação com detalhes e informações que não estão de acordo com o seu gosto, procure não se desgastar com as pessoas, cobre somente o correto. Câncer (21/6 a 22/7) Seja realista na hora de receber os seus ganhos e lidar com os negócios, mas não deixe os seus sonhos de lado, existem momentos nos quais eles são tudo.

Leão (23/7 a 22/8) Saída do foco das atenções para deixar que as pessoas façam as suas tarefas sem sugarem as suas energias, tempo para se reabastecer antes de continuar. Virgem (23/8 a 22/9) Evite posições extremistas para não acabar brigando com as pessoas, elas podem não dar tanta importância a certos detalhes como você costuma dar. Libra (23/9 a 22/10) Dia de colocar os pés no chão e dar mais atenção a assuntos mundanos que estão passando pelas suas mãos. Trate da realidade sem ficar muito presa a ela. Escorpião (23/10 a 21/11) Sua hora de dar as cartas, a vida dá as suas guinadas e você está por cima para poder decidir o que vai acontecer, procure ser sábio e pense no futuro.

Sagitário (22/11 a 21/12) Momento de realidade, de austeridade e de se fazer a coisa correta. Dê uma parada nas coisas que não estão muito firmes e se concentre no aqui e no agora. Capricórnio (22/12 a 20/1) Satisfação pessoal, suas atitudes e o seu desempenho pessoal podem estar lhe dando o devido retorno. Mesmo que seja uma vitória individual, ela está valendo. Aquário (21/1 a 19/2) Hora de se segurar e se colocar no seu devido lugar, a atenção na realidade dos fatos que estão ao seu redor pode ser muito importante para o seu sucesso. Peixes (20/2 a 20/3) Jogue limpo com as pessoas para que elas possam lhe compreender melhor e ajudarem no que puderem, o dia está exigindo a realidade e banindo a imaginação.


www.readmetro.com

cultura

Renovada Alanis Morissette lança ‘Havoc and bright lights’, oitavo disco na carreira, com letras que falam de maternidade e da vida de casada Cantora apresenta disco em Goiânia, no domingo, fechando a turnê brasileira DIVULGAÇÃO

riação de estilos. “Guardian”, dedicada ao filho Ever, tem um pouco mais de peso nas guitarras e letra apaixonada, mas passa longe de ser tocante. “Woman Down” começa com batidas eletrônicas, recurso já usado algumas vezes pela cantora, especialmente em músicas do disco anterior, “Flavors Of Entanglement”, de 2008. Já “‘til You” é uma balada sem tempero, dedicada a seu companheiro, o músico MC Souleye. O ponto alto do álbum fica com “Numb” e suas guitarras raivosas. “Havoc” reúne erros e acertos de Alanis e, talvez, os shows injetem dimensão maior nas músicas. Mas alguém aí duvida quais as canções que serão cantadas a plenos pulmões pelo público? PAULO BORGIA METRO SÃO PAULO

Espetáculo. O público de “Vênus” terá a oportunidade de se conectar com seus ancestrais. A apresentação cênico-ritualística, criada e conduzida por Tiago Ianuck, mescla hábitos ancestrais, música, teatro, feitiçaria, loucura e artes plásticas. Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h. No Espaço Mosaico (714/715 Norte, Bloco D Loja 16). Entrada franca. Classificação indicativa: 14 anos. Mais informações: 3032-1330 ou www.espaco culturalmosaico.com.br.

Mostra Zezito de Circo vai até 23/9

Samba. A Acadêmicos da Asa Norte apresenta, hoje, o seu enredo oficial de carnaval “Um chorinho bem brasileirinho”, que homenageia o ritmo. A apoteose usará o último carro alegórico da escola de samba. Serão apresentados os protótipos das fantasias e haverá show de Fabiano Negoshow, Renata Jambeiro e Bateria Swing da Asa Norte. Hoje, de 9h às 17h. Na Quadra Acadêmicos da Asa Norte (Setor de Clubes Esportivos Norte, entre o Minas e o Cresspom). Ingressos: R$ 10.

Programe-se No Goiânia Arena (Av.Fued José Sebba. Jardim Goiás -

Goiânia - GO), às 20h. Ingressos: de R$ 240 a R$ 320. Vendas: 4003-5588 ou www.ticketsforfun.com.br.

DÉBORA AMORIM / DIVULGAÇÃO

“As crianças têm muito mais acesso à música erudita do que imaginamos: os desenhos animados estão recheados delas”, comenta Zé Regino, diretor artístico do espetáculo. É o caso também da saga Crepúsculo e o tema romântico de Bella e seu vampiro, “Clair de Lune”, de autoria de Debussy. “Juntamos episódios da vida de Debussy em cenas mudas. Evitamos as palavras para que a música ganhasse o destaque que merecia.” METRO BRASÍLIA Amanhã e domingo, às 17h. No Teatro Nacional, R$ 30.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Circo. A 5ª Mostra Zezito de Circo homenageia, neste final de semana, o palhaço cearense que mais animou o DF. Apresentações circenses gratuitas ocorrerão na Funarte e na Torre de TV. Na Torre de TV e Funarte (ambas no Eixo Monumental), durante todo o final de semana. Grátis. Programação: www.mostrazezitode circo.com.br.

Para apurar os ouvidos desde cedo O compositor francês Claude Debussy tinha um fraco que não escondia de ninguém, a sua “Chouchou”. Foi para a filha que o mestre da música erudita criou e tocou muitas de suas canções mais famosas. A partir de amanhã, no Teatro Nacional, os pequenos do DF terão a chance de fazer as vezes de Chouchou. É para eles que foi organizado “Debussy para Crianças”, uma montagem sonora e visual que pretende cultivar nos miúdos o gosto pela música clássica. O espetáculo celebra os 150 anos do nascimento do compositor.

O Metro indica

Espetáculo Vênus

Cantora canadense aposta cada vez mais no pop

Já se passaram 17 anos desde o lançamento de “Jagged Little Pill”, terceiro disco na carreira de Alanis Morissette e o grande “culpado” por seu nome ser reconhecido e aclamado mundialmente. É por causa de sucessos desse álbum, como “Head Over Feat” e “Ironic”, que a cantora canadense voltou ao Brasil para uma série de oito shows, que se encerra no domingo, em Goiânia, Goiás. Agora casada e mãe, com bem menos energia do que em 1995, Alanis apresentará ao público do Goiânia Arena sua mais nova turnê, baseada no recém-lançado “Havoc And Bright Lights”. Se os fãs esperam algo que lembre a fase de maior sucesso da cantora, é melhor não se empolgarem tanto. O momento de Alanis é outro: saem as letras sobre desilusões amorosas, entram a maternidade e o amor pelo marido. Logo nas três primeiras músicas ela aposta na va-

13

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Concerto celebra os 150 anos do nascimento de Debussy

Feira da Música. A Feira da Música, que agitou Brasília de 1989 a 1995, está de volta, desta vez no CCBB. Ela ressurge com o intuito de ser um espaço para que novas bandas apresentem seu trabalho. As atrações da primeira edição, que ocorre neste sábado, são Quarteto Capivara, Totem e Renato Matos. Além deles, haverá três “canjas”, reservadas a artistas que se inscreverem na hora. Sábado, a partir das 16h16. No CCBB (SCES Trecho 2, conjunto 22). Grátis. Informações: 3108-7600. Festival. O encerramento da Semana do Cerrado ocorrerá com a realização do Encontro e Feira dos Povos do Cerrado, um espaço de gastronomia típica, shows e apresentações culturais tradicionais. Amanhã, das 19h às 23h, e domingo, das 17h às 20h. No Memorial dos Povos Indígenas (Eixo Monumental Oeste, em frente ao Memorial JK). Gratuito.

Seu Estrelo se apresenta no sábado, às 20h


esporte

14

3

esporte

Indy 2012 conhece amanhã o campeão A Fórmula Indy 2012 chega ao fim amanhã, no circuito de Fontana, disputado no Auto Clube Speedway. Dois pilotos disputam o título de campeão: o australiano Will Power, da Penske, e o norteamericano Ryan HunterReay. O Bandsports, a Band e o band.com.br transmitem a corrida ao vivo a partir das 21h40 (de Brasília). Líder com 453 pontos, Power levanta a taça se vencer a prova, chegar em segundo ou em qualquer outra posição à frente de Reay. Já o americano da Andretti tem, além de chegar em primeiro, somar os pontos extras e torcer para Power ser, no máximo, terceiro colocado.

www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Grêmio vence e segue na caça Vitória sobre o Náutico mantém gaúchos a quatro pontos do Atlético-MG e a seis do Fluminense Tentando não deixar os dois primeiros colocados, Fluminense e Atlético-MG, se distanciar, o Grêmio comecou a partida de ontem à noite contra o Náutico pressionando fortemente. No primeiro tempo, riou chances, mas não conseguiu marcar. Na segunda etapa, Vanderlei Luxemburgo mexeu

na equipe. Colocou Marco Antônio no lugar de Fernando e Leandro no de Marquinhos. Deu certo. Aos 15, Marco Antônio fez o primeiro gol do Grêmio. Aos 47, Kleber marcou o segundo e confirmou a vitória. Os gremistas foram a 47 pontos, a seis do Flu e a quatro do Galo. METRO

2 0

GRÊMIO

Brasileirão 25ª rodada AMANHÃ

FLUMINENSE

x

ATLÉTICO-GO

18h30

SÃO PAULO

x

PORTUGUESA

18h30

NAÚTICO

DOMINGO

LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

PALMEIRAS

x

CORINTHIANS

16h

CRUZEIRO

Brasil na Indy Terceiro colocado na classificação geral, Helio Castroneves, companheiro de Power na Penske, pode encerrar a temporada na vice-liderança. Além dele, outros dois brasileiros disputam a prova: Rubens Barrichello e Tony Kanaan, ambos da KV Racing. METRO RIO

x

VASCO

16h

CORITIBA

x

SANTOS

16h

NÁUTICO

x

ATLÉTICO-MG

16h

BAHIA

x

FIGUEIRENSE

16h

Marco Antônio marcou em chute de longa distância FLAMENGO

x

GRÊMIO

18h30

Brasileirão

2012 CLASSIFICAÇÃO P V GP SG 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

FLUMINENSE ATLÉTICO-MG GRÊMIO VASCO BOTAFOGO SÃO PAULO INTER CRUZEIRO CORINTHIANS PONTE PRETA SANTOS PORTUGUESA CORITIBA NÁUTICO BAHIA FLAMENGO SPORT FIGUEIRENSE PALMEIRAS ATLÉTICO-GO

53 51 47 42 38 36 36 34 32 32 30 29 28 28 28 27 23 22 20 17

15 15 15 12 11 11 9 10 8 8 7 7 8 8 6 7 5 5 5 3

40 39 36 31 39 34 28 31 26 30 28 24 37 29 24 23 20 27 22 24

25 23 16 6 8 7 8 -3 2 -2 -3 -2 -6 -11 -2 -10 -13 -13 -11 -19

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

WAGNER MEIER/AGIF/DIVULGAÇÃO

Bota e Inter só empatam

1 1

BOTAFOGO

INTER

O resultado foi ruim para as duas equipes, que ainda sonham com uma arrancada para a chegada no G-4, zona de classificação à Libertadores. Botafogo e Inter ficaram apenas no empate de 1 a 1, no Engenhão, e viram os rivais se distanciarem. Os gaúchos saíram na frente depois de um rápido contra-ataque. Leandro Damião tocou na saída de Jefferson e abriu o placar. Os cariocas não se abateram e correram atrás da igualda-

de. Cidinho recebeu um belo cruzamento dentro da pequena área e só teve o trabalho de deslocar Muriel e empatar. Embora o Botafogo estivesse jogando em casa, as circunstâncias do empate, saindo atrás no placar, permitiram que os cariocas não lamentassem tanto o resultado. Com o resultado, o Botafogo segue em quinto, agora com 38 pontos - a quatro do Vasco, o quarto colocado no campeonato. O Inter permaneceu em sexto, com 36. Na próxima rodada, a 25ª, os gaúchos recebem, em Porto Alegre, o Sport. O Botafogo vai a Campinas enfrentar a surpreendente Ponte Preta. METRO

INTERNACIONAL

x

SPORT

18h30

PONTE PRETA

x

BOTAFOGO

Fluminense segue sem Wagner

Cidinho salva o Botafogo

O meia Wagner, que sofreu uma torção no tornozelo direito no último domingo, está fora do jogo contra o lanterna AtléticoGO, amanhã, às 18h30, em Volta Redonda, pela 25ª rodada do Brasileirão. Ele já tinha desfalcado o tricolor na vitória por 2 a 0 sobre a Portuguesa, quartafeira. O Flu é líder isolado do campeonato, com 53 pontos, dois à frente do vice-líder Atlético-MG. METRO RIO


esporte

www.readmetro.com

15

SEXTA-FEIRA, 14 DE SETEMBRO DE 2012

Ganso, em campo, só em novembro

Mesmo que deixe o Santos, meia só deve ter condições de atuar no início de novembro Em condições de bancar o camisa 10, Grêmio já negocia com Grupo DIS para levar o atleta Independentemente de ir para o Grêmio ou para o São Paulo, o meia Paulo Henrique Ganso só deve ter condições de atuar no início de novembro. O camisa 10 teve uma lesão muscular na coxa esquerda e só deve ser liberado pelo departamento médico do Peixe dentro de seis semanas. “Ele vai sair do departamento médico dentro de seis semanas, mais ou menos. É o tempo para que a lesão cicatrize”, explicou o médico do clube, Rodrigo Zogaib. Depois desse período de molho, Ganso vai para a preparação física. Para acelerar a recuperação do meia, Zogaib afir-

mou que, na segunda-feira passada, submeteu o meia a uma infiltração de PRP (Plasma rico em plaquetas), procedimento comum nos clubes que utiliza o sangue dos próprios pacientes. Negociação O Grêmio foi forte à carga para levar Ganso para Porto Alegre ontem. O clube gaúcho tem o dinheiro necessário para comprar o camisa 10 – R$ 23,8 milhões, correspondentes aos 45% dos direitos que pertencem ao Santos. Os outros 55% são do Grupo DIS, cujo presidente, Delcir Sonda, torce para o Internacional. Mesmo as-

‘Dá para lutar pelo título’, diz Marcelo

VASCO/DIVULGAÇÃO

Após ser anunciado quartafeira como técnico do Vasco – em substituição a Cristóvão Borges, que deixou o clube na segunda-feira – e de ter assistido à vitória cruzmaltina sobre o Palmeiras, em São Januário, o técnico Marcelo Oliveira comandou ontem o primeiro treino na Colina. “Acho que o Vasco tem um elenco numeroso e podemos fazer uma boa equipe, competitiva e de qualidade. A diferença para o primeiro colocado é grande, mas acho que dá para chegar. Temos de lutar pelo título nacional. Acho que os jogadores entenderam

Dorival lamenta desfalques Décimo sexto colocado no Brasileiro, com 27 pontos, a quatro da zona de rebaixamento, o Flamengo precisa vencer o Grêmio, domingo, às 18h30, no Engenhão, pela 25ª rodada, para

Marcelo conversou com os jogadores antes do treino, durante uma hora

bem o nosso recado”, disse o treinador. Quarto colocado com 42 pontos, o Vasco enfrenta o Cruzeiro, domingo, às 16h, em Varginha (MG), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. METRO RIO

não correr o risco de entrar no grupo da degola na semana que vem. O técnico Dorival Junior creditou a derrota para o Santos, por 2 a 0, quarta-feira – a quarta consecutiva do time na competição –, aos desfalques: “Tivemos a perda consideravel de jogadores para a seleção (Marcos González e Cáceres). E a saída do Renato (lesão) tem pesado”, disse. METRO RIO

sim, o mandatário já foi convencido de que poderia negociar com o arquirrival. Embora já haja acerto entre DIS e São Paulo, o grupo de investidores busca diálogo com o Grêmio para não perder o negócio. Só que Ganso – e o próprio DIS – desejam que o desfecho seja no São Paulo.

O Tricolor deve fazer uma nova proposta ao Peixe. As duas primeiras, de R$ 23 milhões e R$ 30 milhões, foram rejeitadas. O desejo do Santos é de que Ganso vá para o Grêmio. “Estamos observando”, disse o diretor executivo de futebol do time gaúcho, Paulo Pelaipe. METRO

Ganso está sem condições físicas para jogar RODRIGO COCA/FOTOARENA


20120914_br_brasilia  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you