Issuu on Google+

BRACAMP_2011-07-19_1.qxp:BRAZIL

7/18/11

10:37 PM

Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável, e com tinta ecológica elaborada com matérias-primas bioderivadas e renováveis pela gráfica Plural.

LUIZ GOMES/FUTURA PRESS

BANDO FAZ ARRASTÃO EM HOTEL DE LUXO NO QUAL AMY WINEHOUSE FICOU, NO RIO {pág 07} TRAGÉDIA NO CHILE ATIRADOR PROVOCA PÂNICO EM METRÔ E MATA DOIS {pág 08}

MANO PROMETE SELEÇÃO MAIS FORTE E DIZ QUE FICA {pág 14}

CAMPINAS Terça-feira,

19 de julho de 2011

Edição nº 302, ano 2 Mín 13°C Máx 21°C

MP quer camelô recadastrado Promotoria pede que Campinas só dê novas autorizações após a realização de um pente-fino nos produtos comercializados Presidente da Setec afirma que ‘será um trabalho insano’, mas levará hoje a proposta ao conhecimento do prefeito {pág 03}

Carnaval. Quase lá?

Dérbi

Promotoria denuncia violência Promotor do STJD entra com pedido ainda nesta semana Desordem e vandalismo no Majestoso podem gerar multa de R$ 100 mil {pág 15}

Orsi quer Hélio e Aquino juntos CP decide hoje se vai fazer acareação. Apenas Guilherme Campos depôs ontem {pág 02}

Rios da região mais poluídos

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Esgoto é o maior vilão das águas da bacia do PCJ {pág 04}

Prefeitura mira obra irregular Prefeitura abre licitação do novo sambódromo em três meses. Área, no Jardim Capivari, já recebeu uma nova estrada {pág 05} CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

Regularização só com notas fiscais e fotos do imóvel {pág 04}


BRACAMP_2011-07-19_2.qxp:BRAZIL

7/18/11

9:06 PM

Page 1

campinas

02

1 foco

Crise política coloca PT na berlinda A disputa entre o grupo petista, que defende a saída do governo Hélio de Oliveira Santos (PDT), e a da ala majoritária, os chamados governistas, que são favoráveis à permanência na Administração municipal, fragiliza a legenda. “Enfraquece o partido porque o PT não é de um grupo, mas dos militantes. Não é correto naturalizar a corrupção. Não entendemos essa obsessão em permanecer no governo mesmo com a possibilidade de destruir o partido”, disse Paulo Mariante, que integra o grupo que quer a ruptura da legenda com o governo de Hélio. O presidente do PT de Campinas, Ari Fernandes, não retornou as ligações da reportagem do Metro.

www.metropoint.com TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Oposição quer acareação entre Hélio e Aquino

Depois de depoimento ‘morno’ de Guilherme Campos Júnior (PSD), Artur Orsi quer confrontar delator e prefeito Investigados foram coordenadores de campanha de 2005 DIVULGAÇÃO

Com o esvaziamento dos depoimentos ontem, o vereador Artur Orsi (PSDB) quer que a CP (Comissão Processante) que analisa o pedido de cassação do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT) promova uma acareação entre o prefeito e o ex-presidente da Sanasa, Luiz de Aquino, delator do esquema de corrupção investigado pelo Ministério Público na empresa. “Alguém está mentindo. O Aquino diz que levava dinheiro à primeira-dama na casa dela. O prefeito nega que tenha recebido Aquino em sua casa”, disse o tucano. O pedido foi feito ontem após o depoimento do deputado federal Guilherme Campos (PSD), vice-prefeito entre 2005 e 2007, na primeira gestão de Hélio. Ele ocupou também o cargo de

Guilherme Campos, vice-prefeito entre 2005 e 2007, foi ouvido ontem na comissão

secretário municipal de Comércio, Indústria e Serviços e Turismo, entre

2005 e 2006. Campos Júnior disse aos vereadores que Aurélio

Cance, Ricardo Cândia, Rosely dos Santos, todos denunciados pelo MP por envolvimento em um esquema de corrupção, foram os coordenadores da campanha de 2005. Questionado sobre se Hélio sabia das decisões do secretariado, Campos Júnior disse que “o prefeito acompanhava e sabia de tudo”. Para Orsi, essa fala demonstra que o prefeito “não é inocente e, ao saber de tudo o que o secretariado fazia, tinha conhecimento de tudo o que ocorria na Administração”. O prefeito, quando depôs na CP no dia 18 de julho, negou tanto as acusações em relação ao seu secretariado quanto as denúncias da Sanasa e de cobrança de propina para concessão de alvarás de construção para empreendimentos imobi-

liários. O tucano pediu, além da acareação, para que o prefeito seja ouvido novamente na CP. Ausências O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, e o presidente estadual do PT, Edinho Silva, não compareceram ontem para depor. Eles foram arrolados pela defesa de Hélio. Ambos alegaram agenda cheia. Lupi disse, no ofício, acreditar na idoneidade do prefeito. O advogado de defesa, Alberto Luís Mendonça Rollo, pediu à CP que os convidasse novamente, pois ambos já deixaram de atender a dois pedidos da CP. A Comissão Processante definirá hoje se acata ou não os pedidos das partes para que haja novos depoimentos. METRO CAMPINAS

Promotoria investigará ex-genro de Lagos O Ministério Público vai investigar suspeita de tráfico de influência por parte do ex-secretário municipal de Comunicação, Francisco de Lagos. Isso porque a Normandie Comunicação, empresa que pertence ao seu ex-genro, Hugney Carrilho Ferreira, foi a responsável

por realizar a iluminação de Natal e confeccionar os enfeites para os festejos natalinos do ano passado. A empresa recebeu cerca de R$ 921 mil. Lagos, que foi denunciado pelo MP, era o responsável na época pela organização do evento. O pedido de in-

vestigação para a Promotoria foi feito pelo vereador Artur Orsi (PSDB). A prefeitura informou que a empresa ganhou licitação e que não há nenhuma irregularidade. Já o advogado de Lagos, Hugo Leonardo, disse que seu cliente não irá comentar o assunto. METRO CAMPINAS

Empresa foi responsável pela decoração de Natal CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

METRO CAMPINAS

OLHAR CIDADÃO

Cotações Dólar

+ 0,12% (R$ 1,57)

Euro

– 0,40% (R$ 2,22)

Bovespa Selic (12,25%)

– 1,08% (58.837 pts)

Salário Mínimo (R$ 545)

CORRIDA CONTRA O TEMPO ROSE GUGLIELMINETTI rose.guglielminetti@metrojornal.com.br

Manobra protelatória A insistência da defesa do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT) no depoimento do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, e do presidente do PT Estadual, Edinho Silva – que já faltaram duas vezes à Comissão Processante que pode terminar no impeachment de Hé-

lio – fez com que o vereador Artur Orsi (PSDB) acusasse Hélio de querer protelar o fim dos trabalhos da comissão, que se encerram no dia 28 de agosto. Para o tucano, o objetivo é utilizar o tempo a favor do prefeito. À caça de votos 1 Já para alguns vereadores, o prefeito precisa de tempo para consolidar duas frentes. A primeira é conseguir quatro votos para completar os 12 necessários para não ter o mandato cassado, caso o relatório aponte para isso. Matematicamente, o pedetista teria oito votos – cinco do PDT, dois do PT e um do PCdoB. Para afastar o prefeito, são necessários 22 votos. Com 12, a oposição teria 21 votos e, pela margem de um vereador, ele continuaria sentado na atual cadeira. À caça de votos 2 A outra frente é a aposta do prefeito no esfriamento da crise política. Os parlamentares di-

zem que, se a votação fosse há duas semanas, Hélio seria degolado. Agora, não há mais certeza. Ou seja, a temperatura política sobe quando há novas denúncias de corrupção. O único fato concreto é o de que o prefeito tem trabalhado muito nos bastidores para convencer os vereadores a manterem o apoio a ele. Tempo quente O ponto alto da reunião da CP ontem foi o bate-boca entre o presidente da CP, Rafa Zimbaldi (PPT), e o advogado do prefeito, Alberto Rollo. O tempo esquentou quando o advogado criticou Rafa por fazer perguntas sobre a mulher do prefeito, Rosely Santos, ao deputado federal Guilherme Campos Júnior (PSD), sendo que o foco da CP é o prefeito. Rafa disse rispidamente que qualquer fato relacionado à Administração era pertinente e manteve as perguntas sobre a primeira-dama. O deputado, monossilábico, respondeu o óbvio e não trouxe grandes revelações à comissão.

A jornalista Rose Guglielminetti assina todas as terças-feiras esta coluna que traz os bastidores da política local e regional.


BRACAMP_2011-07-19_3.qxp:BRAZIL

7/18/11

8:59 PM

Page 2

campinas Ceasa vai investigar pirataria A Ceasa, autarquia que administra o mercado hortifrutigranjeiro de Campinas, abriu sindicância para investigar a venda de produtos piratas em bancas no Horto Shopping Ouro Verde. Reportagem da TV BandCampinas flagrou a venda de CDs pirateados no local, assim como também dentro do prédio da Ceasa Campinas. A autarquia terá 60 dias para investigar a denúncia. Essa é a segunda sindicância aberta em um período de duas semanas.

www.metropoint.com TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

MP quer revogação de licenças dos camelôs Pedido feito à Setec prevê um recadastramento dos produtos vendidos pelos informais CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

METRO CAMPINAS

500

é o número de cidades abastecidas pelos produtos (verduras, frutas e flores) da Ceasa. Diariamente passam pelo prédio da autarquia cerca de 18 mil pessoas.

03

Cerco do Gaeco tem provocado tumultos por parte dos informais na cidade

Tereza Dóro, presidente da Setec, que administra o solo público de Campinas, saiu da reunião de ontem com os promotores do Gaeco com a missão de revogar todas as licenças das bancas do Camelódromo central. O MP quer ainda que seja feito um pente-fino nos tipos de produtos que são vendidos no local. O objetivo é acabar com a venda de produtos piratas e contrabandeados. “Vai ser um trabalho insano e louco, mas irei propor ao prefeito [Hélio de Oliveira Santos]”, disse ela. No mês passado, a Promotoria notificou o prefeito para que desse um fim à venda de produtos ilícitos no camelódromo, sob pena de responder por cri-

das 200 bancas que 7foramestão fechadas retiradas na

semana passada pela Setec. O trabalho de remoção continuará hoje.

me de improbidade administrativa. Após a pressão, a Setec iniciou a retirada de bancas que estão fechadas no local e propôs a transferência dos camelôs para um prédio da Fepasa. Tereza disse ainda que também sugeriu duas outras áreas para instalar os informais: barracão de uma antiga cervejaria na Andrade Neves e no prédio do antigo supermercado Eldorado. Apenas no Camelódromo Central há 1.114 bancas. METRO CAMPINAS


BRACAMP_2011-07-19_4.qxp:BRAZIL

04

7/18/11

9:04 PM

Page 1

campinas

www.metropoint.com TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Construtora vai se explicar ao Procon

CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

A venda de imóveis com garantia de financiamento especial pela linha de crédito Minha Casa, Minha Vida, da CEF (Caixa Econômica Federal), feita pela construtora Goldfarb, é alvo de investigação do Procon de Campinas. O órgão de defesa do consumidor deu prazo de cinco dias úteis à construtora para que apresente documentação que comprove o convênio com

a CEF para obtenção de financiamento. A empresa também deverá apresentar relação dos empreendimentos embargados, com a descrição das providências adotadas para a retomada das obras e projeções de eventuais impactos sobre os prazos de entrega das chaves. A MRV também recebeu essa notificação na semana passada. As obras das duas constru-

toras foram embargadas pelo Ministério Público. A assessoria da Goldfarb informou que a empresa pretende responder a todas as solicitações do Procon dentro do prazo. O diretor do Procon, Anderson Gianetti, tem orientado os consumidores para que rejeitem a proposta de devolução feita pela construtora até que tudo seja apurado.

Obras foram embargadas pelo Ministério Público

METRO CAMPINAS

Melhorias para antiga rodoviária A construção do alambrado no entorno da antiga rodoviária de Campinas deverá começar na próxima terça-feira, dia 26. O acerto da data ocorreu ontem em reunião na Secretaria de Serviços Públicos. A calçada será construída na sequência. METRO CAMPINAS

CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

Poluição em rios da região é crítica Documento elaborado pela ANA indica rios com qualidade da água ruim e péssima PCJ arrecadou R$ 17,3 milhões com cobrança de uso da água A ANA (Agência Nacional de Águas) divulga hoje, em Brasília, relatório que indica trechos de rios e ribeirões com qualidade ruim e péssima na região de Campinas. O estudo é o mais recente raio X dos recursos hídricos do Brasil e mostra a disponibilidade hídrica, qualidade da água e gestão de recursos hídricos. De acordo com o documento, o rio Piracicaba tem apresentado pontos onde a água é considerada ruim e péssima. Nas mesmas condições, estão o Rio Capivari, Ribeirão dos Quilombos e Ribeirão dos Toledos, todos na região de Campinas. A maior causa poluidora apontada pelo estudo é o esgoto doméstico. De um modo geral, no entanto, os demais rios

2

rios da região, Piracicaba e Capivari, apresentam águas de qualidade ruim e péssima, segundo relatório da ANA. O rio Jundiaí apresentou melhora nos últimos anos. que compõem a bacia do rio Piracicaba estão em boas condições. O trabalho completo será apresentado às 11h em Brasília e registra também as melhorias na qualidade da água na última década em algumas bacias brasileiras. “Por meio do Relatório de Conjuntura, os gestores públicos têm um panorama da situação dos recur-

sos hídricos do país, o que permite a evolução da gestão de nossas águas”, explicou Vicente Andreu Guillo, diretor-presidente da ANA. Os resultados dessa avaliação apontam para um conjunto de bacias críticas, onde há maior potencial para ocorrência de conflitos pelo uso da água, que deverão merecer atenção por parte dos gestores de recursos hídricos. Além da poluição, o estudo indica 563 municípios brasileiros que decretaram emergência ou estado de calamidade pública pelas cheias dos rios e que o PCJ (Consórcio das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) arrecadou R$ 17,3 milhões em 2010 com a cobrança pelo uso da água.

Melhora acontece em Salto O rio Jundiaí é o que apresentou melhor recuperação entre os rios da região. Numa escala da ANA que vai de zero a cem, ele apresentava poluição de nível 22. Em 2009, evoluiu para 31 (quanto mais baixo, mais crítico). Para chegar no nível regular, é preciso atingir o índice 37. A medição é feita em Salto e a melhora foi atribuída à construção da ETE daquela cidade. METRO CAMPINAS

METRO CAMPINAS CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

Construções irregulares na mira da Prefeitura

Regularização de imóveis complica Enquanto espera pela aprovação de uma nova lei na cidade, em estudo pela Câmara Municipal, a Prefeitura editou uma Ordem de Serviço que vai complicar a situação de quem procura regularização para seu imóvel. Os proprietários de imóveis terão de comprovar a execução da obra até o ano de 2003. De acordo com o engenheiro Clóvis Martini, diretor do Departamento de Uso e Ocupação do Solo, até a edição da Ordem de Serviço 04/2011, bastava uma declaração do morador para que a petição fosse aceita.

documentos serão 2 exigidos para comprovar idade do imóvel: fotografia e nota fiscal do material de construção. “Em 2003, foi publicada uma lei que valia para regularizar até aquele ano. Depois disso, nada de novo foi criado”, explica. Os imóveis considerados irregulares são aqueles que não atendem as exigências do Código de Obras Municipal. Para comprovar a idade da obra, o morador poderá anexar fotos e nota fiscal do material de construção. METRO CAMPINAS

Traficante leva a pior em tiroteio

Rio Capivari tem pontos onde a água é de qualidade considerada ruim e péssima pela Agência Nacional de Águas

Uma ação da Polícia Militar realizada ontem pela manhã no Jardim São Marcos resultou na morte de um suspeito de tráfico e prisão de outras duas pessoas. Com eles, a polícia apreendeu tijolos de maconha, pedras de crack, porções de cocaína, balança de preci-

são e material para embalagem de drogas. Os suspeitos, de acordo com a PM, iniciaram o tiroteio com a aproximação da viatura. Um revólver calibre 38 também foi apreendido com eles e foram levados para o 7º DP. METRO CAMPINAS


BRACAMP_2011-07-19_5.qxp:BRAZIL

7/18/11

8:21 PM

Page 2

campinas METROS QUADRADOS É A ÁREA DA FAZENDA

Ocupação Os números referentes:

800

PESSOAS ESTÃO NO LOCAL

702 mil

www.metropoint.com

05

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Sambódromo abre licitação em 3 meses CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

METROS QUADRADOS É A ÁREA OCUPADA

82 mil

DIAS É O TEMPO QUE ESTÁ OCUPADA

Em fase final de adequação, projeto deve sair do papel este ano

30

Ocupação recebe ainda mais famílias Apesar da Cohab não confirmar, a Fazenda São Martinho de Itaguassu, no Jd. Campo Belo, em Campinas, continua recebendo famílias na ocupação que já dura mais de 30 dias. As famílias dizem que não vão sair do local e que vão esperar uma negociação com o proprietário. Seria realizada uma reunião amanhã, mas foi cancelada. A assessoria de imprensa da Prefeitura de

Campinas informou que, como se trata de uma área particular, a obrigação da autarquia era de notificar o proprietário. E que isso já foi feito. O dono da fazenda, que não teve o nome revelado, já entrou com pedido de reintegraçao de posse na 3ª Vara Cível da comarca de Indaiatuba, já que a sede é registrada na cidade. A retirada do grupo fica a cargo da PM (Polícia Militar). METRO CAMPINAS

Local irá abrigar o novo sambódromo da cidade

O novo sambódromo de Campinas, na região do Parque Linear Capivari, deve abrir licitação em três meses. A informação é do secretário de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo, Rui Rabelo. De acordo com ele, o projeto passa por ajustes e está em fase final de execução. A estimativa inicial do custo das obras, divulgado anteriormente, era de cerca de R$ 20 milhões. O projeto atual está nas mãos de quatro secretarias para análise: Comércio, Meio Ambiente, Urbanismo e Planejamento, e passa por adequação, próximo de ser concluído. Após ser aberto o processo de licitação, de acordo com Ra-

dias é o tempo 60 máximo, segundo Rabelo, para que se conheça o vencedor da licitação. belo, em no máximo dois meses já se deve conhecer o vencedor do processo e, assim, ser iniciada a obra. Mesmo com prazo “apertado” – as obras teriam início no mínimo no final de novembro –, o secretário acredita que haja tempo hábil para tê-las prontas no Carnaval. “Existe boa possibilidade”. Para o secretário de Urbanismo, Luis Yabiku, o cronograma está dentro do previsto. “Tenho confiança de que para o Carnaval 2012 esteja pronto”. METRO CAMPINAS


BRACAMP_2011-07-19_6.qxp:BRAZIL

06

7/18/11

8:22 PM

Page 1

brasil

www.metropoint.com TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

83% estão pessimistas com as obras para Copa

Para 24% dos entrevistados, país não tem condições de fazer evento Oito em cada dez brasileiros estão pessimistas com o andamento das obras para a Copa do Mundo de 2014. Para 24%, o país não está apto a organizar e sediar o evento. Outros 59% acham que as obras estão atrasadas. Somente 12% estão otimistas em relação aos prazos. Os dados são da pesquisa da Sport+Markt, que entrevistou 8 mil pessoas no mês passado. Segundo o levantamento, os paulistas são os mais pessimistas: no Estado de São Paulo, 29% creem que não há condição de realizar a Copa no país. Em seguida, aparecem os matogrossenses (27%) e os baianos (26%). Já os mais otimistas são os mineiros (14%), acompanhados dos matogrossenses (14%) e dos pernambucanos (14%). Para o Sinaenco (Sindicato da Arquitetura e da Engenharia), há razão para preocupação. “O Brasil está pelo menos um ano atrasado na organização do mundial”,

afirma o presidente do sindicato, João Alberto Viol. Segundo ele, faltou planejamento, já que existem riscos que podem emperrar o andamento das obras, como chuvas, greves, problemas com licenças ambientais, além de falta de materiais e de mão de obra. Em São Paulo, por exemplo, o Itaquerão, cotado para abrir a Copa, ainda está em fase de terraplanagem. O contrato do clube com a Odebrecht, responsável pela obra, ainda não foi assinado. Com isso, o BNDES não pode viabilizar o financiamento da arena. Nos aeroportos, a situação também não é animadora. Estudo realizado pelo Ipea afirma que 9 dos 13 aeroportos das cidades-sede não ficarão prontos a tempo. E, mesmo que as obras sejam realizadas no prazo, 10 deles não conseguirão atender ao crescimento da demanda. FLÁVIA D’ANGELO

Coluna

CONVERSA COM A PRESIDENTA ENVIE SUAS PERGUNTAS À PRESIDENTA PARA O E-MAIL CARTAS@METROJORNAL.COM.BR

Anna Lúcia Vasconcellos, 26 anos, agricultora de Teresópolis (RJ) – O que o governo federal fará (ou está fazendo) pelas famílias que perderam tudo com a tragédia que devastou a região serrana? Presidenta Dilma – Anna, desde o primeiro momento da tragédia, na virada do dia 11 para o dia 12 de janeiro, o governo federal atuou na ajuda às vítimas. Imediatamente, mandamos onze helicópteros e 500 homens das Forças Armadas para auxiliar no socorro. A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) mobilizou o Grupo de Apoio a Desas-

tres (Gade), que operou em todas as fases, reduzindo a ocorrência de danos e prejuízos. Até o dia 18 de janeiro já tínhamos enviado R$ 100 milhões para o governo estadual e para sete municípios afetados, sobretudo para ações de socorro e assistência. Disponibilizamos também cestas de alimentos, vacinas e ambulâncias do SAMU 192, e estamos apoiando as ações de reconstrução. No começo de junho, foi autorizado o chamamento público para as empresas que apresentarão os projetos destinados à construção de 6.641 moradias. O projeto, com investimentos de R$ 351,2 mi-

APU GOMES/FOLHAPRESS

60 segundos

A Copa no Brasil

‘DEVIAM TER COMEÇADO EM 2010’ O presidente nacional do sindicato da Engenharia, João Viol, acha que o Brasil está atrasado. Quais foram as falhas?

Como o senhor vê a situação das obras?

Estado Amazonas Bahia Ceará Distrito Federal Mato Grosso Minas Gerais Paraná Pernambuco Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul São Paulo Estados sem Copa

Adiantadas No tempo Atrasadas adequado 3,2% 2,7% 2,2% 1,3% 2,6% 3,8% 2,2% 1,4% 4,0% 0,0% 2,4% 2,6% 1,5%

7,5% 7,5% 11,0% 7,1% 11,3% 13,8% 8,5% 12,9% 7,9% 6,0% 6,8% 9,9% 10,0%

Sem condições de realizar a Copa

67,7% 57,8% 59,2% 60,0% 55,7% 59,6% 62,0% 58,7% 63,7% 65,7% 65,5% 55,1% 58,2%

17,2% 26,5% 23,2% 25,8% 27,0% 19,5% 23,2% 22,4% 20,3% 25,4% 21,2% 28,6% 26,6%

Fonte: Sport+Markt

lhões do governo federal, R$ 278 milhões do governo estadual e R$ 40 milhões da iniciativa privada, prevê também a reconstrução de 97 pontes e a contenção de 66 encostas das áreas afetadas. Vamos inaugurar este ano um Centro de Alerta para Desastres, a cargo do Ministério da Ciência e Tecnologia, e estamos investindo fortemente na melhoria do Sistema Nacional de Defesa Civil. Aléxia Duarte, 17 anos, estudante de Marataízes (ES) – O que o governo pretende fazer para melhorar o desenvolvimento educacional e aumentar as ofertas para ingresso em faculdades públicas? Presidenta Dilma – Desde o governo passado, nós adotamos medidas para melhorar a qualidade do ensino e democratizar as oportunidades na educação pública. O Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) já ajudou a aumen-

tar o número de vagas de ingresso nessas instituições, de 109 mil em 2003 para cerca de 235 mil neste ano. E vamos dar continuidade à ampliação da rede pública, mantendo o foco na interiorização das universidades. Alexia, há também o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no qual o estudante é selecionado a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Mais democrático, este sistema evita que o estudante passe pelo desgaste de prestar vestibular em várias universidades. Do ano passado para cá, o número de universidades participantes passou de 23 para 39. Não podemos nos esquecer do Programa Universidade para Todos (ProUni), de concessão de bolsas de estudos para estudantes de famílias de baixa renda, que já beneficiou 864 mil estudantes até maio de 2011. E do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que faz empréstimos a juros baixíssimos para financiar curso superior e tem

diversas facilidades para as amortizações. Com estes programas, que terão continuidade em meu governo, ampliamos de forma consistente as oportunidades de acesso ao ensino superior. Wilma Alcântara, 23 anos, estudante de Porto Nacional (TO) – Como será a sua relação com os governadores que não são de sua base de sustentação? Presidenta Dilma – Wilma, nesses seis meses de convivência, já provamos o que queremos para todo o meu mandato: manter uma relação republicana e solidária com todos os governadores e prefeitos, independentemente de suas filiações partidárias. A disputa política, o embate de ideias entre os diversos partidos, deve se dar na sociedade, através dos meios de comunicação, no parlamento, entre outros espaços. É legítimo, faz parte da democracia e é importante que seja assim. Mas, no Executivo, te-

As obras deveriam terminar até 2013, para haver tempo para testes. Para isso, seria preciso começar em 2010. Estamos pelo menos um ano atrasados. Qual seria a solução?

Reconhecer o atraso e adotar um planejamento de emergência que leve em conta os riscos. Vai dar tempo?

Sim. Mas do jeito que a coisa vai, não será possível priorizar o objetivo de deixar um legado para as cidades. FD

mos que estabelecer parcerias que beneficiem a sociedade. Por exemplo, no Brasil sem Miséria, um ator fundamental será a prefeitura municipal. É o prefeito, através de órgãos da administração do município, que terá condições de localizar e assistir cada família que precisa de ajuda. As parcerias que estabelecemos não levam em conta se o prefeito ou o governador são do partido A, B ou C. Afinal, fui eleita para ser a presidenta de todos os 190 milhões de brasileiros. No programa Minha Casa Minha Vida e no PAC, procuramos envolver todos os governos estaduais e todas as prefeituras porque a nossa preocupação primeira é chegar às áreas que mais precisam de apoio, sem levar em conta a filiação partidária do gestor local. Portanto, Wilma, tenha a certeza de que nossa maneira de administrar terá sempre como foco o bemestar de todos os brasileiros, sem distinção de qualquer espécie.


BRACAMP_2011-07-19_7.qxp:BRAZIL

7/18/11

8:55 PM

Page 2

www.metropoint.com

brasil

07

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

ALESSANDRO BUZAS/FOLHAPRESS

Hotel de luxo no Rio sofre arrastão Ex-funcionário está entre os suspeitos Polícia vai analisar imagens das câmeras de segurança Local fica próximo de complexo de favelas

Acidente aconteceu na bairro de Botafogo

LUIZ GOMES/FUTURA PRESS

Cinco assaltantes armados fizeram um arrastão no hotel de luxo Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, na madrugada de ontem. O assalto aconteceu por volta das 3h30, e durou cerca de uma hora. O grupo aproveitou a troca de turno dos seguranças para invadir o hotel e roubou os pertences de cerca de 15 turistas, entre brasileiros e estrangeiros. Os assaltantes usaram capuzes durante o crime. Apesar disso, a polícia afirma que algumas testemunhas disseram ter reconhecido um dos criminosos como sendo um ex-funcionário do local.

Além disso, os assaltantes também sabiam onde estavam algumas das câmeras de segurança, e cortaram os fios de parte dos equipamentos. Outras câmeras, porém, registraram imagens dos criminosos, e serão usadas pela polícia. O hotel fica próximo de um complexo de favelas que foram pacificadas em fevereiro, e que conta com uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). No começo do ano, a cantora inglesa Amy Winehouse ficou hospedada lá, quando veio ao Brasil para uma série de shows. As diárias variam entre R$ 800 e R$ 3,1 mil. METRO

Pedestre se fere em explosão de bueiro

Hotel hospedou a cantora Amy Winehouse

Mais um bueiro explodiu na manhã de ontem no Rio de Janeiro, dessa vez em Botafogo, na zona sul. Esse é o 12o caso em 30 dias. O incidente feriu o servente Rodrigo dos Santos Ribeiro, de 26 anos, que estava parado perto do bueiro na hora da explosão. Ele teve o ombro deslocado e uma lesão na mão. A tampa do bueiro se partiu em diversos pedaços com a explosão, e

também atingiu uma moto que estava próxima. O juiz Mauro Pereira homologou ontem Termo de Ajustamento de Conduta que obriga a Light a pagar multa de R$ 100 mil a cada explosão em que haja mortos e feridos. Porém, como o acordo ainda não foi publicado no “Diário Oficial”, a concessionária não terá de pagar pelo incidente de ontem. METRO

mundo

Repórter que denunciou caso de grampos é morto Ex-funcionário do tabloide britânico ‘News of the World’ é encontrado morto em casa Mais um oficial da Scotland Yard renuncia ao cargo O jornalista Sean Hoare, ex-repórter do jornal britânico “News of the World” e responsável pela denúncia de que os editores do jornal sabiam das escutas telefônicas ilegais praticadas pelo diário foi encontrado morto ontem na sua casa, segundo o “The Guardian”. A polícia de Hertfordshi-

Cameron pressionado

re, onde vivia Hoare, ainda não divulgou a identidade da vítima, diz o jornal. No entanto, em um comunicado oficial, confirmou a morte de um homem no endereço dele na manhã de ontem, por razões ainda desconhecidas. “Uma investigação policial no local do incidente está em anda-

mento”, diz o texto. Hoare havia denunciado ao jornal americano “The New York Times” que o editor Andy Coulson não apenas sabia das escutas telefônicas, como encorajava a equipe a interceptar ligações telefônicas de celebridades em busca de notícias exclusivas.

O premiê britânico, David Cameron, encurtou sua viagem pela África devido ao caso “News of the World” Cameron deixaria a Nigéria apenas hoje, mas retornou ontem a Londres para tentar amenizar a pressão O ex-editor do tabloide, Andy Coulson, foi portavoz de Cameron até janeiro Ao renunciar na Scotland Yard, Paul Stephenson disse que a relação de Cameron e Coulson o impedia de comentar acusações contra seu ex-consultor Neil Wallis

Scotland Yard desfalcada Depois de Paul Stephenson entregar o cargo de chefe da Polícia Metropolitana de Londres no último domingo, ontem foi a vez do seu imediato, John Yates, pedir demissão. Ambos saíram da Scotland Yard pressionados pelo caso das escutas ilegais realizadas pelo “News of the World”. Yates estava a cargo da apuração do escândalo, no qual investigadores profissionais e jornalistas do tabloide tiveram acesso a conversas telefônicas de celebridades, políticos e até

vítimas de crimes. O primo do brasileiro Jean Charles de Menezes, morto por engano pela polícia londrina em 2005, é um dos que tiveram o celular grampeado. METRO COM AGÊNCIAS

93 anos

Ex-presidente comemorou aniversário com familiares HO/REUTERS

Mandela é homenageado A África do Sul comemorou ontem os 93 anos do expresidente Nelson Mandela. Nas escolas, milhões de crianças cantaram a música “Feliz Aniversário Tata Madiba” antes do início das aulas.


BRACAMP_2011-07-19_8.qxp:BRAZIL

08

7/18/11

9:17 PM

Page 1

www.metropoint.com

mundo

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

GASTÓN BRITO/REUTERS

Atirador mata 2 no metrô chileno Ataque, sem motivo aparente, foi realizado por ex-policial Chile possui um dos níveis de segurança mais altos da América Latina

Argentina inaugura gasoduto em junho: reservas do biocombustível também estão no fim

Argentinos não encontram gasolina nos postos Os postos de combustível argentinos enfrentam uma crise de abastecimento. Anteriormente restrito apenas às províncias do norte do país, o problema chegou também à capital Buenos Aires. Segundo o jornal “La Nación”, a situação varia a cada dia na maior cidade do país. Às vezes, a falta de combustível é notada apenas em alguns períodos – diferente do que ocorre em La Pampa, por exemplo, onde 60% dos postos foram afetados. Em Tucumán, o uso de táxi cresceu 25% devido ao medo dos motoristas de não encontrar gasolina e ficar a pé.

O problema está sendo causado por uma medida de racionamento de combustível imposta pela Casa Rosada – o que levou os governos de várias províncias a cobrar, na Justiça, a revogação da determinação. A primeira a procurar os tribunais foi Salta, onde o juiz federal Julio Bavio já intimou as autoridades nacionais a retomar a distribuição. Os governos de Jujuy e Catamarca também cobram o fim do racionamento, segundo o diário “Clarín”. O presidente da Federação Argentina de Distribuidores, Daniel Giribone, afirma que a entrega “já está se normalizando”. METRO

Chávez vai ser candidato em 2012 “Não há dúvida” de que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, vai se candidatar à reeleição em 2012, apesar de ter retornado a Cuba para prosseguir o tratamento médico após ser operado devido a um câncer, disse ontem o ministro das Finanças do país, Jorge Giordani. Antes de retornar a Cuba no último sábado para fazer quimioterapia, o presidente

“Não há dúvida de que o presidente estará presente nas eleições de 2012 e por muitos anos depois disso.” JORGE GIORDANI, MIN. FINANÇAS

disse que os médicos não encontraram células malignas em seu corpo após a cirurgia. AGÊNCIAS HO/REUTERS

Chávez voltou a Cuba e delegou parte do poder a Giordani

Um tiroteio dentro de um vagão do metrô de Santiago, no Chile, deixou dois mortos e quatro feridos na noite do último domingo. Israel Huerta Céspedes, autor dos disparos, conseguiu fugir e se suicidou em uma praça próxima ao local do atentado. A polícia chilena informou que, após o ataque, “com muita calma e tranquilidade”, Céspedes “saiu do metrô, subiu as escadas para sair da estação e fugiu. Mais tarde, caminhou até uma praça próxima ao local e atirou contra si próprio, morrendo na hora”. Os tiros causaram pâni-

co entre os passageiros que viajavam na linha cinco do metrô, que faz o trajeto do centro da capital até Maipu, leste de Santiago. “Ele estava com um casaco cinza, de onde tirou a arma. Atirou pelo menos nove vezes e feriu algumas pessoas no peito e na clavícula. Eu consegui proteger a minha namorada e em seguida socorri um dos feridos, que me pedia para não deixá-lo sozinho”, contou Juan Pablo Herrera, que viajava no mesmo vagão. De acordo com Gonzalo Guerrero, delegado responsável pelo caso, “a ação foi

incompreensível”. Segundo relatos, o autor dos disparos sacou a arma e apontou tranquilamente para as vítimas, disparando à queima-roupa, sem nenhuma motivação aparente. Segundo Guerrero, Céspedes havia pertencido à polícia chilena há alguns anos (ver ao lado). Apesar de ter sido expulso da corporação, o criminoso – que usou uma pistola gravada com seu nome – tinha porte de arma. Ontem, uma jovem de 20 anos que estava entre os feridos teve alta do hospital. Os outros três não correm risco de morrer. METRO

Histórico Céspedes era ex-auxiliar da PDI (Polícia de Investigação chilena). Mau comportamento Em 1994, o atirador do metrô foi expulso da PDI por ser reincidente em mau comportamento Registro Apesar de as autoridades policiais conhecerem o seu temperamento, Céspedes não perdeu o direito ao porte de armas. As duas pistolas utilizadas no crime estavam registradas legalmente em seu nome

Meio ambiente

Breves

EUA dispensam letra de mão ENSINO. O ensino da letra cursiva será opcional no Estado norteamericano de Indiana e deverá ser banido definitivamente nos próximos anos. Outros 40 Estados pretendem adotar a mesma medida. O argumento dos defensores da lei é que as crianças praticamente não precisam mais escrever as letras com caneta ou lápis no papel. METRO COM AGÊNCIAS

Espanhol vai dirigir com o pé TECNOLOGIA. David Rivas, um espanhol que nasceu sem o braço direito e com o esquerdo muito curto e quase sem mobilidade, foi aprovado ontem no exame de motorista para guiar usando os pés. O madrilenho aprendeu a dirigir em um carro adaptado: a direção especial é movida pelo seu pé esquerdo, enquanto o direito freia e acelera. METRO

A água invadiu casas e causou enchentes STRINGER/REUTERS

Chuva causa desastre no México As tempestades que atingem o Estado de Oaxaca, no sul do México, nos últimos dias já mataram pelo menos três pessoas e afetaram entre 180 mil e 200 mil, segundo as autoridades locais. Os meteorologistas acreditam que as chuvas só vão cessar amanhã. No início do mês, a tempestade Arlene deixou 20 mortos no país.

Álcool é proibido no Equador O Equador declarou estado de emergência e vetou a venda de bebidas alcóolicas

até a próxima quarta-feira devido a uma intoxicação generalizada, que já deixou 23 mortos no país. O problema começou na semana passada, quando centenas de habitantes da província de Los Ríos foram parar no hospital após be-

ber aguardente adulterada. A bebida está misturada com álcool industrial, o que causa dor de cabeça, vômitos e até perda da visão. Segundo o governo, ainda há quase 100 pessoas sendo atendidas devido à intoxicação. METRO


BRACAMP_2011-07-19_9.qxp:BRAZIL

7/18/11

10:13 PM

Page 2

economia

www.metropoint.com

09

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

JEFFERSON COPPOLA/FOLHAPRESS

BC restringe operações de crédito consignado Com medida, bancos podem reduzir oferta para consumidores

RAFAEL ANDRADE/FOLHAPRESS

Novo prazo para compensação vale a partir de hoje

Prazo de compensação de cheques cai para 2 dias Banco Central aumenta exigências financeiras

O governo decidiu aumentar a exigência financeira de operações com cartão de crédito pagas pelos consumidores por meio de consignação em folha de pagamento. O Banco Central estabeleceu um fator de ponderação de risco de 150% para os financiamentos com prazos

Breves

Bovespa fecha em queda AÇÕES. A Bolsa de Valores fechou pela primeira vez desde maio de 2010 no patamar dos 58 mil pontos. No ano, acumula uma desvalorização de 15%. O índice Ibovespa retrocedeu 1,08% no fechamento, aos 58.837 pontos. METRO

Nova alta da taxa de juros

é a participa60% ção do crédito consignado no crédito pessoal do país. de liquidação superiores a 36 meses. Isso significa que as instituições financeiras deverão ter mais recursos reservados para o caso de inadimplência dos clientes.

Para as demais operações desse tipo, com liquidação em até 36 meses, foi mantido o fator de ponderação de risco de 75%. Com as restrições, os bancos pode reduzir a oferta de crédito na modalidade. O BC informou ainda que a norma quanto ao pagamento mínimo de fatu-

Renda fixa é melhor opção de aplicação As aplicações em renda fixa foram a melhor opção de investimento desde o início do Plano Real. Entre 1º de julho de 1994 e 30 de junho de 2011, a inflação acumulada no período foi de 286,59%. Segundo levantamento do instituto Assaf, investimentos atrelados ao CDI, como os fundos DI, tiveram uma rentabilidade real de 567,85%.

Essa alta supera os ganhos em Bolsa (358,99%) e CDB (344,23%). Segundo o instituto, os imóveis proporcionaram ganho real de 91,37%, perdendo para a caderneta de poupança (179,10%). O levatamento mostra que a cotação do ouro valorizou apenas 50,56%, enquanto a taxa de câmbio desvalorizou 57,81%.

Maiores rendimentos

METRO

Em %

567,85

SELIC. Analistas do mer-

cado fincanceiro consultados pelo BC estimam uma nova alta de 0,25 ponto percentual da taxa Selic, fixada em 12,25% ao ano. O Copom se reúne hoje e amanhã para decidir o juro básico do país. METRO

358,99

344,23 179,10

91,37 CDI

Imóveis

50,56 Bolsa

Dólar

-51,56

Ouro

CDB

Poupança

ras de cartão de crédito não será aplicada aos cartões de crédito consignado. O crédito consignado corresponde a 59,4% da participação no crédito pessoal. O saldo total chegou a R$ 146,833 bilhões em maio deste ano, um crescimento de 1,7% em relação a abril. METRO

A partir de hoje, o prazo para compensação de cheques passa a ser de dois dias úteis para valores inferiores a R$ 299,99. Para cheques acima de R$ 300, o prazo foi reduzido para um dia útil. Os novos prazos serão válidos em todo o país, informou ontem a Febraban (Federação Brasileira de Bancos). Atualmente, os prazos são de quatro dias para valores inferiores a R$

299,99 e de dois dias para valores superiores. De acordo com a federação, em locais de difícil acesso, os cheques chegavam a levar até 20 dias úteis para compensação. A agilidade será permitida graças ao novo sistema de Compensação Digital por Imagem. Além do tempo, também serão reduzidas as chances de clonagem, extravio, perdas e roubo. METRO

ALMEIDA ROCHA/FOLHAPRESS

Falta clareza em contratos de pré-pagos As operadoras de celular não informam corretamente os direitos ao clientes de planos pré-pagos, segundo pesquisa do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). A entidade alerta que o chip deve trazer o contrato. De acordo com o Idec, as operadoras devem esclarecer que o consumidor tem direito ao desbloqueio do aparelho, sem custo. O cliente do plano pré-pago também pode trocar de operadora e manter o número de celular. A empresa deve ainda apresentar relatório de ligações. O cliente também tem direito à revalidação de créditos que venceram. No caso de problemas, o consumidor deve recorrer ao Procon. No Brasil, 80% dos 215 milhões de celulares são pré-pagos. METRO COM AGÊNCIAS

Luis Fabiano trocou Sevilla, da Espanha, pelo São Paulo

Real forte traz ídolos do futebol de volta ao Brasil A forte alta do real está ajudando a reverter as exportações de jogadores brasileiros de futebol para a Europa, destacou ontem o “Financial Times”. O gasto com novos jogadores subiu 63% no Brasil em 2010, enquanto a Europa registrou queda de 29%, segundo a Prime Time

Sport. O número de jogadores “exportados” pelo país caiu 14% em 2009. O jornal cita a oferta de 40 milhões de euros feita pelo Corinthians pelo argentino Carlos Tevez como exemplo da alta do poder de compra do futebol brasileiro. METRO


BRACAMP_2011-07-19_10.qxp:BRAZIL

7/18/11

8:22 PM

Page 1

cultura

10

www.metropoint.com TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

DIVULGAÇÃO

2

cultura Peças de destaque do evento em São Paulo serão vistas na cidade

‘Anjos do Sexo’

Um pedacinho da

Bienal em Campinas

Band estreia comédia hoje Santoro (Orã Figueiredo) e Valentina (Carolyna Aguiar) têm um trabalho bastante especial: ajudar casais em crise. Os personagens celestiais habitam um consultório de terapia amorosa e protagonizam “Anjos do Sexo”, série que a Band estreia hoje, depois de “A Liga”. O programa é inspirado na peça “Todo Mundo Tem Problemas Sexuais”, de Domingos de Oliveira, sucesso absoluto nos palcos do país. METRO

A dupla de anjos DIVULGAÇÃO

Cidade abriga a exposição itinerante que traz as produções mais relevantes do evento A mostra será aberta no final do mês no Sesc Campinas A entrada é franca A 29ª Bienal de São Paulo vai ficar pertinho dos campineiros este mês. Para fechar o projeto itinerante do evento, que já percorreu 12 cidades brasileiras, Campinas será sede da exposição “29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas” a partir do dia 28, no Galpão Multiúso do Sesc Campinas.

A mostra segue até o final de agosto no local. Mantendo os conceitos artísticos mostrados no Parque do Ibirapuera, relacionando arte e política, aqui na cidade, o Projeto Itinerância conta com as obras de Cinthia Marcelle, Kiluanji Kia Henda, Amélia Toledo, David Claerbout, Jonathas de Andrade, Mil-

Campinas tem 21 selecionados pelo Mapa Cultural O Mapa Cultural Paulista já sabe quem serão os 21 artistas campineiros que irão representar a cidade na etapa regional. A Secretaria Municipal de Cultura divulgou os nomes ontem. Depois desta fase, os trabalhos classificados seguem para a etapa estadual do projeto. As modalidades artísticas participantes são: vídeo, conto, teatro, dança,

poesia, fotografia, canto coral, artes plásticas, desenho de humor. “Campinas vai estar muito bem representada no Mapa Cultural Paulista, pois o critério de seleção dos projetos foi bastante rigoroso”, diz o diretor de Cultura, Gabriel Rapassi. No total, foram inscritos 159 trabalhos para a etapa regional. METRO CAMPINAS

ton Machado, Hélio Oiticica, Pedro Barateiro e Carlos Vergara. As obras foram selecionadas pelos curadores Moacir dos Anjos e Agnaldo Farias. Campinas será a única cidade a remontar a estrutura de arquipélogo durante a mostra. Segundo os organizadores, o objetivo de expor as obras mais relevantes da

bienal foi o de difundir a arte contemporânea para os mais diversos públicos e aproximá-los. A visitação poderá ser feita de terça a sexta, das 10h às 21h; e aos sábados e domingos, das 10h às 17h. Também são permitidas visitas agendadas. A entrada é franca. Informações: (19) 3737-1500. METRO CAMPINAS

850

é o número de obras que fizeram parte da 29ª Bienal de São Paulo, a qual reuniu 159 artistas, no final de 2010. O projeto itinerante está na estrada desde janeiro.

Classificados Vídeo 1º 1. Cauê Fernandes Nunes

(Meu Avô e Eu)

Artes Visuais: Fotografia 1º 1. Ana Paula Pereira Lima Peres

(Bailarina 01, 02 e 04)

2º 2. Pablo Gustavo Levinski

(A Despedida, O Caminho e Estas aí?)

3º 3. Maria José de Oliveira Nascimento

(O que você sabe sobre esse brasileirinho e abandonados)

Artes Visuais: Artes Plásticas 1. Pedro Campanha (Instalação) 1º 2. Fernanda Casari (Sem título) 2º 3. João Bosco de Oliveira 3º

(Geografias da Memória 1, 2 e 3)

Literatura: Crônica 1º Teresa Cristina Carvalho 1. (Encontro de três tempos) 2º Wânia Milanez (Incoerências) 2. 3. 3º Rosana Monteiro Cappi (O jaleco da professora)

Literatura: Conto 1º Wânia Milanez (A viagem) 1. 2. 2º Armando Martinelli Neto (A blusa vermelha) 3º 3 Olívio Vitorino Dambroski (Um dia na vida de Carol)

Literatura: Poema 1º Rita de Cássia Palhares 1. (Navegantes da vida) 2º 2 Armando Martinelli Neto (O velho) 3º 3 Wânia Milanez (A cada um)

Música: Canto Coral 1º Coral Unicamp Zíper na Boca 1. (regente Vivian Nogueira)

Música: Música Instrumental 1º Amyr Cantusio Jr (solo) 1. 2. 2º Deux Amis (grupo)

Teatro 1º Segundo Encontro Grupo de Teatro 1. (Relicário)

Dança 1. 1º Grupo de Danças Populares Urucungos, Puítas e Quijengues (Cirandas da minha terra)


BRACAMP_2011-07-19_11.qxp:BRAZIL

7/18/11

8:23 PM

Page 2

cultura DIVULGAÇÃO

Metro entrevista

www.metropoint.com

11

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Lapidadores de misses Candidatas ao Miss Brasil têm ensaios rigorosos e recebem instruções para fazer bonito no palco e no dia a dia Coreógrafo e consultora de etiqueta do concurso conversaram com o Metro sobre a preparação FÁBIO NUNES/DIVULGAÇÃO

Katherine: mezzo-soprano tem 30 anos de idade e status de estrela pop

KATHERINE JENKINS: ‘QUERO QUE A MÚSICA CLÁSSICA SEJA POP’ Elevada ao status de estrela pop cantando ópera, a mezzo-soprano Katherine Jenkins tem o firme propósito de tornar a música clássica mais acessível para o público jovem. Para isso, faz versões de hits como “No Woman, No Cry” (Bob Marley) e “Bring Me to Life” (Evanescence), incluídas no repertório do show único que fará no Brasil hoje à noite, no teatro Abril. A galesa falou ao Metro sobre sua carreira e o que espera do público paulistano. O que você acha de ser uma estrela pop mesmo cantando ópera?

É engraçado, porque nunca penso em mim como uma estrela pop, sou professora de canto nas horas vagas... De toda forma, aproveito isso para tornar a música clássica mais popular e acessível para as pessoas jovens e comuns. Existe uma falsa impressão de que só os ricos ou mais velhos possam curtir óperas. Quero que a música clássica seja pop. De que maneira?

Comecei criando versões

clássicas de músicas bem pop, como “No Woman, No Cry” e “I Will Always Love You” (Whitney Houston). Fez sucesso, o público aceitou bem e fiquei animada para continuar nessa pegada. Quem influencia sua carreira? Qual é a trilha sonora da sua vida e do seu cotidiano?

Minha carreira é influenciada por divas como Maria Callas, Edith Piaf, Marilyn Monroe. Sempre me inspirei no estilo delas. O dia a dia, porém, é um pouco diferente. Fui treinada para cantar ópera, mas, quando entro no carro e come��o a dirigir, quem domina meu tocaCDs são Beyoncé e Lady Gaga. Minha alma é pop. Como você imagina que seja o público brasileiro?

Muito caloroso. Estou superanimada para o show em São Paulo porque sei que os brasileiros são acolhedores e gostam de mim. RAQUEL PAULINO No teatro Abril (av. Brig. Luís Antônio, 411, Bela Vista, tel.: 4003-5588). Hoje, às 21h30. De R$ 200 a R$ 400.

“Fui treinada para cantar ópera, mas, quando entro no carro e começo a dirigir, quem domina meu toca-CDs são Beyoncé e Lady Gaga. Minha alma é pop.” IAN GAVAN/GETTY IMAGES

Para conquistar a faixa e a coroa de Miss Brasil no próximo dia 23, será necessário mais do que beleza para cada uma das 27 candidatas. Desenvoltura, inteligência e atitude também contam pontos a favor. Hospedadas no hotel Maksoud Plaza (na capital paulista) há dez dias, as moças contam com auxílio profissional para dominar todos os quesitos. Elas passam por rigorosos ensaios com o coreógrafo norte-americano Scott Grossmann diariamente e têm a consultora de etiqueta Nádia Micherif à disposição para tirar dúvidas a qualquer momento. Responsável pelas apresentações de palco do Miss Brasil desde 2007 e preparador de concursos de beleza desde 1982, Grossmann contou ao Metro que os grupos brasileiros são os mais fáceis do mundo. “As mulheres daqui já são bonitas e graciosas por natureza, não é necessário forçar um movimento mais delicado”, disse.

Scott Grossmann ensina passos de dança para as concorrentes ao título de Miss Brasil

Considerado “durão” pelas garotas, ele se defendeu rindo: “Quero que elas mostrem o que têm de melhor. Às vezes é um trabalho de lapidação, por isso não paro até achar que consegui tirar delas algo próximo da perfeição.” Isso explica por que os ensaios não têm hora para terminar. Na opinião de Nádia Mi-

cherif, o processo pode ser longo, mas é facilitado pelo fato de todas estarem muito dispostas a aprender. “Elas querem saber como comer, como se sentar, como carregar uma bolsa e, principalmente, como andar e falar bem na passarela.” Ao aconselhá-las, Nádia enfatiza pontos de etiqueta social e dá dicas psicológi-

Novo espetáculo do Vertigem estreia hoje em São Paulo Perto das comemorações de 20 anos de atividade, o teatro da Vertigem começa a se abrir para novas experiências. A partir de agora, atores, designers de luz e assistentes dirigem seus próprios processos. É neste clima que estreia hoje o espetáculo “Cartas

de Despejo”, dirigido pelo ator Roberto Audio. Livremente inspirada nos textos de Caio Fernando Abreu, a montagem mostra a relação de duas companheiras que trabalham em um salão de beleza e precisam lidar com a possibilidade de serem as

últimas ocupantes de um imóvel que será vendido para uma construtora. METRO Na sede do teatro da Vertigem (r. Treze de Maio, 240, Bela Vista, tel.: 3255-2713). De hoje a dom. Ter. a sex. às 21h, sáb. e dom. às 19h e às 21h. Grátis. DIVULGAÇÃO

O elenco de “Cartas de Despejo”, montagem livremente inspirada em Caio Fernando Abreu

cas que preparem para a vitória e para a derrota – que, enfim, será a realidade para 26 delas. A final do Miss Brasil 2011 ocorrerá no próximo sábado, às 22h, na casa de shows HSBC. A Band transmitirá o evento ao vivo. RAQUEL.PAULINO @METROJORNAL.COM.BR

Personagem de ‘Mortal Kombat’ disponível para download O ninja Rain, novo personagem do game “Mortal Kombat”, está disponível para download nas redes on-line Live (para Xbox) e PSN (para PlayStation) a partir de hoje. A água é o instrumento de luta de Rain: ele a manipula para dar golpes elaborados, se teletransportar e aprisionar inimigos. Além disso, tem o poder de controlar raios. Em um de seus fatalities (as clássicas e violentas terminações da luta), o oponente é inflado até a morte. Rain se junta aos guerreiros Skarlet e Kenshi, que já estavam disponíveis para download. METRO


BRACAMP_2011-07-19_12.qxp:BRAZIL

12

7/18/11

8:39 PM

Page 1

www.metropoint.com

cultura

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Horóscopo

Os invasores

por Farini

Hoje era comemorado o Festival Opet, no Egito, no qual celebrava-se o casamento sagrado de Ísis e Osíris. Em Roma, celebra-se a união de Vênus, a deusa da beleza e do amor com Apolo, deus da luz solar e da poesia. por Tânia Gori

Áries – 21/3 a 20/4 Você estará com muito bom humor, e com pensamentos otimistas. Mesmo tendo problemas, enxergará tudo de forma mais positiva. Poderá ganhar mais dinheiro.

Libra – 23/9 a 22/10 Não é uma boa época para começar uma reforma ou fazer negócios. Pode ter problemas com pessoas idosas, por motivo de doenças ou mesmo por desentendimentos.

Sudoku Touro – 21/4 a 20/5 Cuidado, pois estará excessivamente generoso e gastador. Ótimo período para fechar bons negócios, assinar contratos e para a situação profissional em geral.

Escorpião – 23/10 a 21/11 Você estará passando por um período de sorte e novas oportunidades. Podem ocorrer mudanças repentinas e bastante positivas, em casa ou no trabalho.

Gêmeos – 21/5 a 20/6 Boa fase para quem trabalha com educação ou direito. Pode aparecer uma oportunidade de viagem, aproveite! Sua saúde estará boa neste período.

Sagitário – 22/11 a 21/12 Não é uma boa época para quem lida com idiomas ou engenharia civil. Essas pessoas podem passar por mudanças desagradáveis no trabalho.

Câncer – 21/6 a 22/7 Este período é muito agradável e, mesmo que não lhe aconteçam muitas coisas novas, você terá uma boa sensação de alegria. Ótimo para meditação e prática de ioga.

Capricórnio – 22/12 a 20/1 Cuidado, evite confusões. Procure ser organizado com seu dinheiro, pois pode ter surpresas desagradáveis.

Leão – 23/7 a 22/8 Momento de sensibilidade e intuição para lidar com situações de mudanças. Boa época para quem lida com psicologia ou assuntos orientais.

Aquário – 21/1 a 19/2 Seu gosto artístico estará pendendo para o moderno, mas você não fará boas escolhas de roupas ou objetos de arte. Você se sentirá agitado.

Virgem – 23/8 a 22/9 A saúde pode estar mais frágil, principalmente em relação a problemas nos ossos. É um período em que você vai se sentir inquieto e com muita vontade de agir.

Peixes – 20/2 a 20/3 Poderá passar por problemas na vida afetiva. Poderão ocorrer rompimentos ou desentendimentos. Também pode acontecer uma atração por uma pessoa já comprometida.

Cruzadas

Tânia Gori é reitora da Universidade Livre Holística Casa de Bruxa. Consultas on-line de astrologia e tarô pelo site: www.taniagori.com.br. Mais informações: (11) 4994-4327.

Leitor fala Reportagem do jornal Metro A notícia publicada no jornal do dia 15 de julho, na página 08, não reflete a realidade do mercado. Seria bom o redator especificar melhor quando ele informa a cotação, no caso de venda (conforme abaixo). Cada região pode ter um preço diferenciado. “Para quem quer vender os dólares que sobraram da viagem, o valor mais alto encontrado foi de R$1,63”. Fale-me onde e com quem, que eu quero vender também. Luiz Fernando Pellin - Campinas, SP

Errata Diferentemente do que foi publicado na matéria “Reestruturação da Polícia Civil foi encomendada a delegado”, ontem, o projeto de reengenharia não utiliza como critério isolado o número de boletins de ocorrência registrados. O dado de 80 mil BOs/ano refere-se a Pirassununga, onde o projeto já foi implantado e vem apresentando bons resultados, mas não pode ser considerado um critério para o restante do Estado. Para falar com a redação: leitor.camp@metrojornal.com.br

Pergunta A que você atribui o crescimento de 22% no afastamento do trabalho por uso de drogas? Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroCPS

@Ale_Ribeiro: O consumo de drogas não é sinônimo de pobreza ou carência. Curiosidade é uma coisa, se deixar dominar é para os fracos, evite! @Junkowboys08: Devido à correria do dia, a pessoa não tem tempo para nada e está atrás de algo que a faça fugir da realidade em que vive. @pitgoras01: Creio que é o mais seguro, desde que haja responsabilidade das empresa com as manutenções periódicas.

Web

Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

O jornal Metro é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. Está presente Telefone: 0/xx/19/3779-7518 (redação) em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. 0/xx/19/3779-7421 (comercial) O Metro Campinas é distribuído gratuitamente de segunda a sexta.

“A tiragem e distribuição desta edição de 30.000 exemplares são auditadas pela BDO.”

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269) Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Metro Campinas. Editora Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231). Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor de Arte: Sandro Mantovani. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Gerente Comercial: Simone Monfardini. Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves. Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: rua Tabapuã, 81, 14º andar, Itaim, CEP 04533-010, São Paulo, SP. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.


BRACAMP_2011-07-19_13.qxp:BRAZIL

7/18/11

9:15 PM

Page 1

esporte

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Verdade sem dono Imprensa inglesa dá como certa ida de Tevez para o Corinthians Timão nega e recebe contraproposta

Tevez declarou que não quer mais jogar na Europa

É bem provável que nem mesmo Sherlock Holmes fosse capaz de desvendar a verdade sobre o mistério que envolve a contratação do argentino Carlitos Tevez, do Manchester City, pelo Corinthians. Logo após a imprensa inglesa publicar que o clube teria aceitado a proposta corintiana pelo atacante, o clube paulista informou – em nota oficial divulgada ontem – que os ingleses recusaram a oferta e fizeram uma contraproposta. De acordo com o presidente alvinegro Andrés Sanchez, o City pede mudanças na forma e no valor do pagamento para dar andamento ao negócio. Além disso, exige que Tevez abdique de um valor

que ainda tem a receber. Se estivesse no caso, o investigador mais famoso da literatura inglesa certamente se lembraria da contratação de Adriano para fazer sua análise. O Imperador foi anunciado poucas horas depois da negação do mandatário corintiano. E se realmente o negócio ainda não está fechado, é preciso informar o técnico da equipe, Roberto Mancini. O treinador do Manchester foi claro ao ser questionado sobre a negociação: “Já temos um acordo e o atleta jogará pelo Corinthians”. O dirigente do clube, Patrick Vieira, deve ser o informante de Mancini. O francês falou do argentino em tom de despedida: “Não é a primeira vez que um clube

perde um grande jogador.” Lendo isso, Holmes pensaria: isto indica que o City aceitou a segunda oferta feita pelo Timão: bônus anual de 1 milhão de euros, além dos 40 milhões de euros (R$ 89,1 milhões) para comprar os direitos econômicos do jogador. Atento, o detetive sabe que Inter de Milão e Juventus também querem o atleta e, assim, também podem ser o destino do atacante. Mas a verdade aparecerá rapidamente. Isso porque amanhã se fecha a janela de transferência no Brasil para jogadores vindos do exterior e o sim ou não para o reforço será caso desvendado. WILSON.DELL’ISOLA @METROJORNAL.COM.BR

CLIVE MASON/REUTERS

Xerife está de volta

Breves

ALE CABRAL/FUTURA PRESS

O zagueiro Henrique está de volta ao Palmeiras três anos após sua saída. Em apenas seis meses no Verdão, o defensor conquistou o Paulista de 2008 e a confiança da torcida. Após seu ótimo desempenho com a camisa alviverde, o atleta foi negociado com o Barcelona. “Acho que não foi o momento certo de ir para a Espanha. Mas não me arrependo. Minha volta foi mais pelo carinho que tenho pelo clube”, disse Henrique. O zagueiro volta prometendo conquistas e disse que a Seleção Brasileira será uma consequência do trabalho. Em mais uma jura de amor ao Verdão, Henrique ainda prometeu que o objetivo principal vai ser sempre dar alegrias à torcida. “Muitas questões me trouxeram de volta: a torcida, o clube em si, a chance de trabalhar com o Felipão. Tudo isso pesou bastante. A Seleção também é uma ideia, claro. Acabei de chegar, mas quero ficar quanto tempo me aguentarem”, afirmou Henrique, que completou: “Só penso em deixar essa torcida feliz, ajudar o time ao máximo. Fiquei só seis meses, mas o carinho que tenho é como se tivesse nascido aqui”. METRO

13

www.metropoint.com

Campeonato Brasileiro e o pífio futebol apresentado pela equipe gaúcha, o treinador Paulo Roberto Falcão foi dispensado do Inter. Ele durou pouco mais de três meses. Tempo suficiente para disputar 19 jogos, vencer oito, empatar cinco e perder seis. METRO

Djokovic segue líder da ATP TÊNIS. O sérvio Novak Djo-

Cielo será julgado amanhã DECISÃO. Marcado em regime de urgência, o julgamento de Cesar Cielo, recordista mundial dos 50m e 100m livres, ocorre amanhã. O atleta só poderá participar do Mundial de Natação de Xangai se for absolvido. METRO

Técnico Falcão é demitido do Internacional Henrique chega por empréstimo por um ano

TRÊS É DEMAIS. Depois de

três derrotas seguidas no

kovic completou a terceira semana na liderança do ranking da ATP. O número 1 do mundo está com 13.155 pontos, quase 2 mil a mais que o espanhol Rafael Nadal, segundo colocado, com 11.270. O suíço Roger Federer continua na terceira posição, com 9.230 pontos, seguido pelo britânico Andy Murray, com 6.855. METRO

3

esporte

COPA AMÉRICA

Peru e Uruguai em campo A partir das 21h45, Peru e Uruguai se enfrentam em La Plata para definir o primeiro finalista do torneio. A outra vaga será decidida amanhã, entre Venezuela e Paraguai. METRO


BRACAMP_2011-07-19_14.qxp:BRAZIL

14

7/18/11

8:26 PM

Page 1

esporte

www.metropoint.com TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Se Brasil cambalear até 2014, Mano diz que sai

Opinião

TEMPO DE VOLTAR AO PÓDIO E JUSTAMENTE EM EDMONTON

PAULO WHITAKER/REUTERS

HELIO CASTRONEVES

E

m plena semana da prova de Edmonton da Fórmula Indy, a décima etapa do IZOD IndyCar Series, é natural que muitos se recordem dos acontecimentos nos quais estive envolvido no ano passado. Só para refrescar a memória, ganhei a corrida, mas fui punido, sob a alegação de ter bloqueado o Will Power, meu companheiro de Team Penske, e caí para 10º na classificação oficial. Obviamente que não me orgulho daquela reação nervosa que tive e as cenas rodaram o mundo. Mas continuo afirmando e reafirmando que foi uma punição injusta. É importante destacar que se trata de algo passado, página virada, e que hoje ainda é motivo de boas risadas entre eu e o Charles Burns, o diretor de segurança da Indy Racing League, pessoa notável que soube entender aquele momento de excesso de minha parte. Além disso, olhem para o tamanho dele e olhem para o meu. Se fosse briga, realmente, ele iria ganhar fácil! Dito isso e pensando na corrida do domingo, a prova de Edmonton tem suas enormes peculiaridades. Montado no aeroporto daquela belíssima cidade canadense, o circuito não tem o que chamamos de “pontos de referência”. Isso é fácil de entender. Se o circuito é permanente ou mesmo de rua, as referências são bem objetivas, ou seja, a curva está ali, a rua está ali. Mas numa grande pista de pousos e decolagens, com muitas das curvas sendo definidas por obstáculos removíveis, a referência tem de ser redescoberta. E como há ondulações significativas, aí a coisa fica mais complicada ainda. Mas a parte positiva é que as dificuldades são as mesmas para todos, sem distinção ou favorecimento. Além disso, é outro momento em que a categoria recebe o grande carinho e entusiasmo da torcida canadense e há um enorme esforço de todos para que o evento seja de primeira linha. E por falar em primeira linha, tirando a prova do ano passado, tenho tido um retrospecto bem favorável em Edmonton, com dois pódios em 2º lugar nas etapas de 2008 e 2009. Então, o negócio é manter essa boa sequência em receber a quadriculada entre os primeiros e, dessa vez, ganhar e levar. Os transtornos nessa temporada têm sido muitos e está mais do que na hora de voltar para o pódio. A programação em Edmonton começa na sexta-feira, dia 22, com duas sessões de treinos livres. No sábado, dia do Qualifying, haverá ainda um treino antes da formação no grid. A largada para a corrida de 90 voltas, no domingo, será às 12:45 locais. Como Edmonton está três horas atrás do horário oficial de Brasília, no Brasil a corrida terá início às 15h45. Eu e todos os pilotos brasileiros contamos com sua torcida. Abraço a todos e certamente nos veremos na próxima semana. Enquanto isso, anotem meus contatos: www.twitter.com/h3lio e press@heliocastroneves.com. STEVE SWOPE/PENSKE RACING

Técnico avisa que, se não sentir Seleção firme até a Copa-14, vai conversar com presidente da CBF Na coletiva de despedida da Copa América da Argentina, em Campana – local de concentração da Seleção durante o torneio – o técnico Mano Menezes falou sobre a participação brasileira na competição e da sua situação no cargo após a eliminação nos pênaltis diante do Paraguai. O treinador disse que está confiante no seu trabalho e que, no momento em que achar que está perdendo o rumo, vai avisar ao mandatário da entidade. “O Brasil não vai chegar em 2014 cambaleando. Vai chegar firme. E se eu sentir que não tenho condições de fazer isso acontecer, eu mesmo vou dizer. Podem continuar criticando e elogiando. Mas me parece que a troca de co-

“O Brasil não vai chegar em 2014 cambaleando. Se eu sentir que não tenho condições de chegar firme, direi isso ao presidente.” MANO MENEZES

mando não resolve tanto”, falou Mano. A confiança é consequência da conversa que o treinador teve com Ricardo Teixeira depois do fracasso nas quartas de final. “O presidente disse para eu me sentir confortável. A direção tem uma ideia muito clara sobre aquilo que devemos fazer. E continuaremos assim até que se pense diferente”, afirmou. Sobre o desempenho na Copa América, o técnico acredita que a Seleção cresceu muito enquanto equipe: “As competições são isoladas e o que fica é o sentimento de que evoluímos. Entramos de uma maneira e saímos melhor.” Na decisão por pênaltis – o Brasil errou as quatro cobranças – ocorreu algo a parte, que merece certos cuidados e interferências, de acordo com Mano. “Os jogadores escolhidos tiveram bom desempenho nos treinamentos. A grama levantava e tinha um buraco, mas quando você erra todos, não tem muita justificativa”, disse. METRO

Mano Menezes assumiu a Seleção dia 24 julho de 2010

Mano Menezes Confira os números do técnico à frente da Seleção

4

VITÓRIAS: SÓ UMA EM COMPETIÇÕES OFICIAIS

EMPATES: NA COPA AMÉRICA FORAM TRÊS

6

Treinador privilegiado

O técnico Adilson Batista foi apresentado ontem como novo técnico do São Paulo. Ele substitui Paulo César Carpegiani, demitido há duas semanas. Adilson estava desempregado desde o mês passado, quando foi demitido do Atlético-PR. Na sua chegada, o treinador ressaltou que a meta

é conduzir o São Paulo novamente à Libertadores: “Eu estou tendo o privilégio hoje de assumir o São Paulo. A ideia primordial é levar a equipe novamente para a Libertadores. Queremos também alcançar o topo, porque o clube tem tradição e sempre foi um time de chegada.”

BRUNO POLETTI/FRAME/FOLHAPRESS

Helio Castroneves correrá na etapa de Edmonton com as cores da Penske Truck Rental

Técnico estreia sábado contra o Atlético-GO

Ele evitou falar sobre suas passagens por Corinthians e Santos, mas comemorou o fato de pegar o time na vice-liderança do Brasileiro. “Com essas vitórias que conseguimos nas últimas rodadas, a moral e a ambição aumentam. Espero contribuir para comemorarmos juntos no final do ano”, disse. E para o comandante, é importante conseguir estes objetivos, já que seu contrato vai só até dezembro. “O vínculo de quatro meses é só uma circunstância, apresentamos uma proposta, o que menos falamos foi a duração de contrato, nós mostramos uma proposta de trabalho”, justificou o diretor de futebol, Adalberto Batista. METRO

JOGOS TEM O TREINADOR

12 DERROTAS: EM JOGOS AMISTOSOS CONTRA ARGENTINA E FRANÇA

2

SANTOS

Paciência com os reforços Os recém contratados Ibson e Alan Kardec chegam para reforçar o elenco. Apesar de ter aprovado as contratações e reconhecer a qualidade dos jogadores, Muricy Ramalho pediu paciência ao torcedor porque os dois estavam na Europa. Para o treinador, a dupla irá passar por dificuldades na readaptação: “Técnica e fisicamente, aqui se treina mais forte e todos os dias. No Brasil, os times fazem muito mais jogos também. Por isso, eles vão ter dificuldades e o torcedor precisa entender isso.” METRO


BRACAMP_2011-07-19_15.qxp:BRAZIL

7/18/11

10:03 PM

Page 1

15

www.metropoint.com

esporte

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

Após dérbi, Gabriel conquista Giba CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

O zagueiro Gabriel, que estreou no dérbi de sábado, foi aprovado pelo técnico Giba após a partida. "O Gabriel entrou muito bem, ele foi muito firme no jogo, me agradou bastante.” O jogador foi escolhido pela Rádio Bandeirantes como o melhor do Bugre no jogo. Gabriel ficou feliz com a estreia, mas lamentou

pelo resultado. “Graças a Deus eu pude mostrar um pouco do meu futebol, mas não foi suficiente para que nós conseguíssemos essa vitória tão esperada por nós jogadores.” O zagueiro atuou no lugar de Aislan no clássico. Além dele, Neto surge como opção na próxima rodada. O zagueiro, que vinha sendo titular com

Vison Tadei, se recuperou de contusão e já tem condições de voltar.

Gabriel (centro) foi destaque na zaga do Bugre

Fôlego novo O técnico Giba tem focado o condicionamento físico dos jogadores e acredita que o time melhore nas próximas rodadas. “O time já melhorou bastante”, disse após o dérbi. METRO CAMPINAS

Futuro Desafio fora O Guarani volta a campo na sexta-feira, às 21h, contra o ASA, em Arapiraca (AL). Situação Guarani é penúltimo colocado na Série B do Campeonato Brasileiro. Nem uma vitória tira o time da zona de rebaixamento.

Ponte Preta e Guarani serão denunciados por violência Desordem e destruição das dependências do Moisés Lucarelli, no último sábado, podem render multa de até R$ 100 mil aos clubes Denúncia deve ser feita ainda esta semana e o julgamento, na semana que vem As imagens de vandalismo e violência no último dérbi podem trazer mais prejuízos para Ponte Preta e Guarani. O procurador do STJD (Superior Tribunal de Justiça Esportiva), Paulo Schmitt, pediu as imagens da confusão durante a partida e deve oferecer denúncia ainda esta semana. De acordo com Schmitt, a denúncia deve ser enquadrada no artigo 213, que prevê pena de R$ 100 a R$ 100 mil caso a entidade

não previna ou reprima a violência. “Pelo que vimos até aqui, é bem provável que denunciaremos o caso", completou. Ainda segundo o procurador, dependendo do julgador, há possibilidade também de haver perda de mando. A intenção decorre de cenas de violência no último dérbi. Torcedores do Guarani atearam fogo em bandeiras no setor reservado à torcida visitante. Além

disso, houve também queima de duas alas que guardavam arquivo morto do clube e quebra de vasos sanitários, portões e catracas. A situação se agravou quando o locutor do estádio provocou a torcida visitante no intervalo de jogo, quando a Ponte Preta já vencia a partida pelo placar de um a zero. De acordo com Schmitt, o julgamento deve ser feito na próxima semana pelo tribunal.

Prejuízo Ontem foi dia de contabilizar os estragos no estádio Moisés Lucarelli. O administrador do Majestoso, Odair Marcucci, passou a tarde fazendo consultas e verificando o custo para obras no local. “Ainda estamos fazendo levantamento de material e mão de obra. Amanhã [hoje] devemos passar os valores à diretoria do clube”, explicou.

Locutor se desculpa por ato O locutor Raul de Freitas Lázaro, que provocou a torcida do Guarani no intervalo do último dérbi, enviou ontem uma carta se retratando pelo ocorrido. Ele pediu desculpas às duas torcidas e argu-

mentou que deixou o lado torcedor tomar conta naquele momento, de forma equivocada. Ele também reforçou que a confusão já havia começado antes do ato. A Ponte Preta excluiu o locutor de próximos eventos e disse tê-lo orientado quanto aos procedimentos corretos durante a partida. METRO CAMPINAS

METRO CAMPINAS CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

Fogo e confronto entre policiais e torcedores do Guarani mancharam o clássico

Campinas termina em 2º nos Jogos Campinas ficou na 2ª colocação geral no final dos 55º Jogos Regionais, com 276 pontos. A posição foi melhor do que em 2010, quando a cidade foi a terceira colocada, com 260

pontos. A primeira colocação foi de Americana, com 325 pontos. O evento foi realizado em Mogi Guaçu entre os dias 5 e 16 de julho. METRO CAMPINAS

Virada reúne 170 mil A 2ª Virada Esportiva de Campinas superou 2009 e levou 170 mil pessoas em 30 pontos de atividades – na edição anterior foram 150 mil. O show de encerramento, com a Banda CPM 22, reuniu mais de 15 mil. METRO CAMPINAS

CARLOS BASSAN/METRO CAMPINAS

Maratona foi atração

Depois de folga, Ponte volta hoje Depois de superarem os rivais, os jogadores da Ponte Preta ganharam folga ontem. A reapresentação do elenco ocorre hoje, já de olho na partida do próximo sábado, contra o Bragantino.

Xaves, que foi advertido com cartão amarelo diante do Guarani, é desfalque para a partida contra o Massa Bruta. A Macaca tem 23 pontos, na segunda colocação. METRO CAMPINAS


BRACAMP_2011-07-19_16.qxp:BRAZIL

7/18/11

8:27 PM

Page 2


20110719_br_metro campinas