Issuu on Google+

30 de setembro de 2012 - Ano 46 - Edição 39

www.lagoinha.com


EDITORIAL ››

12

PARA REFLETIR

BURUNDI

De bolso vazio!

Clame pelo país que é

Os que querem ser perdoados,

Conheça a realidade do crack

marcado por um histórico

restaurados, salvos do pecado e

no Brasil e o que nossa igreja

conflito social.

da morte, têm de se aproximar de

faz para resgatar e restaurar

Deus de bolso vazio, sem defesa,

a vida dos dependentes e seus

sem desculpa, sem explicação.

familiares

Igreja Batista da Lagoinha Rua Manoel Macedo, 360 - São Cristóvão CEP 31.110-440 - Belo Horizonte - MG Tel.: (31) 3429-9450

Salmo 37.11 “Mas os mansos herdarão a terra e se deleitarão na abundância de paz.”

Mateus 5.3 “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.”

DOMINGO

DROGA, não é o fim, ainda há esperança

QUINTA

8

Mateus 11.29 “Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.”

SIGA @lagoinha_com FACEBOOK www.facebook.com/igrejabatistalagoinha

Mateus 5.5 “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.”

SEXTA

PAÍS DA SEMANA

Miquéias 6.8 “Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o SENHOR pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus.”

1 Coríntios 1.28 “Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são.”

SÁBADO

DESTAQUES

5

QUARTA

Renata Giori renata.giori@lagoinha.com

SEGUNDA

Esperamos que nessa primeira semana dos últimos 100 dias de bênçãos, você já tenha dado um salto rumo ao cumprimento dos seus objetivos e propósitos do Senhor. Deixar o ativismo de lado para priorizar a vontade de Deus é um dos passos mais importantes nessa trajetória de conquistas. São muitos os benefícios que recebemos quando decidimos resgatar a intimidade com o Senhor. Podemos ver famílias restauradas, casais se comunicando de forma correta, namoros que geram boas transformações, filhos capazes de discernir o que está no mundo e o que provém do Senhor; e o melhor de tudo isso é que podemos ser usados por Deus para resgatar vidas. Quem acompanha os noticiários sabe o quanto as drogas têm levado pessoas a um caminho de perdição, destruição e tristeza. Você poderá conferir na matéria de capa que o Projeto Emanuel e o CREDEC têm trabalhado firmemente no combate às drogas e resgatado muitas vidas para Jesus. Mas nós, agentes de Cristo, temos a missão de orar, evangelizar e ajudar essas pessoas a ressocializarem. Temos que olhar para quem caiu no mundo das drogas com um olhar puro de misericórdia como Jesus olhou, de maneira que nosso coração venha arder de vontade de ver essa pessoa no caminho do Senhor. Vamos entrar em ação, seguir as dicas de evangelismo de deixar livros com mensagens de Cristo em locais públicos, entregar folhetos para a sociedade anunciando as Boas Novas e até mesmo levar este exemplar para alguém que você conhece, que está enfrentando problemas com o vício, pois ele poderá encontrar maneiras de ser ajudado. Há esperança ainda para este ano, não deixe para 2013 o que você pode fazer agora.

MANSOS E HUMILDES

TERÇA

A esperança nunca morre

BíBLIA NA PONTA DA LÍNGUA

Tiago 4.6 “Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.”

O ATOS HOJE é uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha - Presidente: Pr. Márcio Valadão. Gerência de Comunicação: Pr. Charles Campos. Coordernadora de comunicação: Sara Amaral. Produção Editorial: Renata Giori. Projeto Gráfico: Doismiledoze (agencia2012.com.br). Arte e Diagramação: Junio Amaro, João Paulo Fortunato e Luciano Buchacra. Revisão: Adriana Santos e Nicibel Silva. Jornalistas: Érica Fernandes, Stephanie Zanandrais e Kátia Brito. Estagiária: Mariana Melo. Colaboradores: Seara Livraria e Rede Super. Tiragem: 15.000 exemplares. Impressão: Gráfica Paulinelli. Igreja Batista da Lagoinha. Rua Manoel Macedo, 360 - São Cristóvão - CEP 31110-440 - BH/ MG. Telefone: (31) 3429-9450 - www.lagoinha.com. Sugestões e contatos: Jornal Atos Hoje – atos@lagoinha.com – Atenção: Os anúncios contidos, nesta edição, são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Batista da Lagoinha nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios, inclusive pelo fato de que os espaços para tais são abertos a terceiros, empresários e/ou prestadores de serviços com os quais a igreja não tem nenhum relacionamento de qualquer espécie, e sobre os quais a igreja não tem nenhuma condição de exercer fiscalização e muito menos garantir a efetividade dos produtos ou serviços anunciados. Fica também a critério da Igreja Batista da Lagoinha selecionar os anúncios que serão veiculados de modo que sejam apenas anúncios que não firam ou contrariem a moral e os costumes cristãos ou os dizeres contidos na Bíblia Sagrada. Reprodução permitida mediante citação da fonte.

3


ATOSHOJE ››

Domingo, 30 de setembro de 2012 • Ano 46 • Edição 39

aleluia! PELa Graça do sEnhor, hoJE somos

52.511 ovelhas na lagoinha “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.” (Mateus 11.28)

Ceia do Senhor, celebremos! Hoje (30/9), às 13h, no Templo. No próximo domingo (7/10), às 6h e às 8h, no Tabernáculo. Às 9h, no Templo, Salões Ágape e CEU, e às 13h, no Templo. Receba a Ceia do Senhor em sua casa! Ligue: (31) 8793-2232.

NASCIMENTOs Veio como herança do Senhor no dia 7/6, a amada Rebecca Reis Braga para os pais Cleyton Carlos de Souza Braga e Bruna Márcia Vieira Reis Braga. No dia 11/9, o pequeno Lorenzo Moreno de Souza para os pais Hervei Moreira de Souza e Sandra Regina Soares Moreno de Souza. No dia 19/9, o querido Samuel Cupertino Castelo Branco Campos para os pais Anderson Cupertino Soares Campos e Flávia Vieira Castelo Branco. Que Deus abençoe a vida dessas preciosas crianças e conceda aos pais graça, sabedoria e discernimento para instruí-las no caminho em que devem andar. Anuncie o nascimento do seu bebê na revista Atos Hoje! Entre em contato com Rodrigo: (31) 3429-9400 / 8468-0711

FalecimentoS Aprouve ao Senhor chamar para si no dia 12/9, a amada Ângela Maria Silva (diaconisa). Ligue e dê uma palavra de consolo para a família: (31) 9279-7122. no dia 21/9, a irmã Anísia Ribeiro França. Ligue e console a família: (31) 9558-7807. No dia 25/9, o amado Sebastião Fortunato da Silva. Ligue e dê uma palavra de consolo: (31) 8500-8379. Também no dia 25/9, o querido Ulisses da Silva Rangel. Ligue e abençoe a família: (31) 8456-4017. Ligue para Rivanilde e comunique a perda do seu ente querido, queremos orar com você. (31) 3429-9400 / 8793-2299.

4

Batismos

Transferências

Alegramo-nos pela vida dos 72 irmãos que foram batizados em nossa igreja nessa semana:

É com muita alegria que a família Lagoinha recebe os 45 amados que vieram por transferência:

Abelino Custódio Dias Filho, Alfredo José da Silva Filho, Ana Paula da Silva Vieira, Antônio Carlos Pereira da Cruz, Arthur César de Lima e Silva, Bárbara Caroline Borges Guerra, Brenda Souto Sousa, Breno Felipe Souto Sousa, Bruno César Ribeiro de Paiva, Bruna Ataide Braga dos Santos, Carla Maria Lamar, Carla Vitória Teixeira de Souza, Celso Rodrigues da Costa, Chiester Rosalvo Petronilho Andrade da Silva, Cristiano Alves Martins, Daniela Soares Duarte da Silva, Davi Maxwell Silva Machado, Deividson Damásio de Moura Silva, Douglas de Souza Cornélio, Eduarda Montalvão Andrade, Elaine Maria Ferreira da Silva, Fábio Oliveira Tôrres, Francisco Maurício Lionel, Gabriela Ferreira Cunha, Gislaine Resende Oliveira, Gleiziele Alves do Nascimento, Gustavo Henrique Souza Reis, Helenice Costa da Cruz, Helenice de Souza Rafael, Henrique César de Almeida, Hugo Henrique Guedes de Souza, Jaqueline Leite do Carmo Furtado, Jéssica Cristiane Soares Heliodora, Jorge Antônio Lopes, Júlia Ferraz Araujo, Júlia Montalvão Andrade, Juliana Pereira de Araújo, Leandro Mieiz Prates, Leonardo Vieira Costa, Lucas Pereira do Nascimento Silva, Lucas Souza Lima, Lucineia Pereira Oliveira, Luis Felipe de Carvalho Lopes, Márcia Cristina Cordeiro Ferreira, Marcone Júnior Assis de Souza, Marcos Vinícios Amaral Silva, Mateus Henrique de Oliveira Almeida, Matheus Oliveira Souto, Mylllena Luara Pinheiro de Araújo, Pâmela Carvalho Prata, Paulo Júnior da Silveira Pinho, Peter Wanderson K. Paula Souza, Priscila Ramos Ataides, Railda de Cássia Porto, Renata da Silva, Renato Faria Santana, Rosinalva da Silva Honorato, Salvador Matozinhos, Samuel Ataíde Braga, Sandra Maria Teixeira Valadares, Sebastião Moises de Andrade, Sérgio Jorge Vieira Campos Filho, Talita Junia Sousa e Silva, Tamy Henrique Reis Gomes, Tatiana Elias Martins, Valéria Cristina Almeida Dianos, Vânia Matozinhos Munhos, Vinícius Montavão Andrade, Vivianne de Cássia Pinheiro de Araújo, Wanderson Felipe da Silva Pacheco, Warley Washington Dianos e Welbert Lucindo Silva.

Alessandro Viana Pinto, Aline Aparecida Silva Barbosa, Andrezia Pereira dos Santos, Asenate Pereira dos Santos Martins, Carlito Sathler Soares, Carolina de Miranda Gomes Teixeira, Célia Soares, Cláudia Ferreira de Assis, Danielle Cristina Melo Pereira, Denise Esteves Alves, Derli Santana Sathler, Dirmival Luiz Faria, Douglas Alves de Souza Santana, Edilene Aparecida dos Santos, Eduardo dos Santos Pinto, Eduardo Matheus Rodrigues dos Santos, Eliane das Dores Gomes de Medeiros, Elizabete Rodrigues dos Santos, Fabiane Gomes Pereira, Fabiano Audibert, Filipe Chaves de Oliveira Silva, Flávia Barsanulfo Vieira, Gabriela Cristina Rodrigues dos Santos, Genilson Gonçalves dos Santos, Isabela Cardoso Pais, Israel Santana Sathler, Izabela Santana Sathler, Janaina Santos Souza, Jéssyca Sérvula Henrique, João Pereira Penha, Luciana de Miranda Gomes, Maria de Lourdes Ferreira, Maria Luisa de Queirós Pimenta, Mariana Lessa Ladeira, Paulo Henrique Costa Mendes Peradeles, Raimundo Jorge Cortez, Raphael Damasceno Silva de Abreu, Ronilda Santos Penha, Rosálie Coutinho Peroni, Samantha de Barros Salum Sathler, Simone Alves Garcia Viana, Simone Leocádio da Silva, Tatiane Lemes da Silva, Vânia Magali dos Santos Silva e Viviane Mara Alves de Souza.

Casamentos Nesta sexta-feira (5/10), às 21h, no Tabernáculo, Wagner de Alcântara Viegas & Luana Zschaber Oliveira. Neste sábado (6/10), às 17h, no Tabernáculo, Alisson Dias Ferreira & Elizangela de Oliveira. Às 18h, no Salão CEU, Alex Simão & Luana Tereza da Silva. Às 21h, no Salão CEU, Jackson Aguiar Medeiros Martins & Rosane Mendes de Barcelos. Às 20h, no Salão Ágape, Alysson Gustavo de Oliveira & Jéssica Dayana de Deus. Às 19h30, Bat. Hermom, Walter Impelizieri Minardi & Jacqueline Neves Monteiro. Ligue para o Rodrigo e anuncie a data do seu casamento, queremos nos alegrar com vocês nessa data tão especial. (31) 3429-9400 / 8468-0711.


PAÍS DA SEMANA

Burundi Clame pelo país que é marcado por um histórico conflito social entre as Tutsi e Hutu Sem saída para o mar e marcado por décadas de conflito, Burundi é um país altamente endividado e dependente de ajuda externa, apesar da estabilidade política e econômica recente. As exportações de chá e café estão sujeitas ao tempo, e as flutuações do mercado e a erosão do solo é um problema sério devido à “superlotação” de uma sociedade altamente agrária. Burundi continua sendo um dos países mais pobres do mundo, com cerca de 80% da população vivendo abaixo da linha de pobreza. Por 400 anos, a etnia Tutsi dominou a maioria Hutu na política, economia e educação do país. Após a independência da Bélgica, em 1962, a Monarquia Constitucional Tutsi foi substituída por um regime militar, em 1966. Desde então, o regime militar tem conseguido manter o controle do exército, comércio e educação. Resposta de oração Louvado seja Deus pela estabilidade conquistada por meio de um acordo de paz assinado por todos os grupos rebeldes. Uma nova constituição e um governo eleito que representa tanto hutus e tutsis. Depois de anos de catástrofes na década de 1990, o Burundi tem feito progressos significativos. Mais de 450 mil pessoas que estavam refugiadas em outras regiões, voltaram para casa. O atual presidente é cristão e professa sua fé em Jesus. Desafios de oração Ore para que o Senhor desperte o respeito genuíno, o perdão e a cooperação mútua em ambas as etnias para construírem o futuro de Burundi juntos. A situação sociopolítica ainda pede cautela. Houve muitos incentivos, mas as ameaças à paz, que é frágil, permanecem. Décadas de inimizade entre tutsis e hutus culminou numa violenta guerra com mais de 300.000 mortes na década de 1990. O acordo de paz e um governo representativo amenizaram

• Ligue para a Secretaria de Missões e conheça os

a situação, porém, a humilhação que os hutus sofreram precisa ser esquecida, caso contrário a paz será ameaçada pelo ódio e vingança. Ore pelo presidente Jean-Pierre Nkurunziza, para que sempre esteja intacta sua integridade moral, que seja cercado de conselheiros sábios e cheio da graça de Deus para fazer as coisas certas da maneira certa. O presidente é um ex-líder de um grupo rebelde hutu. Ele é um crente e procura o conselho de líderes da Igreja para várias questões políticas. Sua relativa inexperiência política, seu passado como combatente rebelde e a tentativa do inimigo de derrubar os líderes cristãos refletem diretamente em sua posse, apesar de estar em seu segundo mandato. Ore para que os espíritos de inimizade e vingança sejam consumidos pelo poder do amor de Cristo. A paz e a reconciliação precisam ser alcançadas efetivamente. Um avivamento em 1950 gerou um crescimento expressivo da Igreja, mas uma geração depois, o povo foi física, moral e espiritualmente devastados. Ore também pela necessidade urgente de levantar e formar líderes cristãos, escolas bíblicas e faculdades teológicas, além de universidades cristãs. A liderança nas igrejas está escassa, a violência causou o fechamento de escolas bíblicas, que tiveram que parar de enviar líderes treinados. Agora, as escolas estão sendo restabelecidas, e novas estão sendo abertas, mas a pobreza impede muitos de se matricularem. Peça ao Senhor para que a provisão financeira alcance nossos irmãos que desejam se preparar para a obra do Senhor. por Intercessão Mundial

Capital: Bujumbura. Moeda: Franco Burundinês. Governo: República Presidencialista. População: : 8,5 milhões.

projetos culturais e transculturais da Lagoinha. Telefones.: (31) 3429-9500 / 8402-6366 / 8793-7891. Gisselda

Foto: www.oureast.com/

ou Pr. Joãozinho.

5


Foto: Reprodução Internet

››

ConsumismO Gasto, não nego, pago quando puder

Observando o comportamento de algumas pessoas, poderíamos tranquilamente parafrasear o “penso, logo existo” de Descartes para “consumo, logo existo”. Na sociedade contemporânea, infelizmente, as pessoas são vistas, avaliadas e medidas por aquilo que possuem, ostentam ou podem adquirir. Por esse motivo, muitos compram compulsivamente, a fim de não perder o status ou ficar de fora da última moda. Diversas pessoas têm ingressado num círculo vicioso de compras e nem percebem que estão se enrolando em dívidas e parcelamentos a perder de vista com uma única finalidade: ter algo novo para usar e mostrar. A secretária P.F.S., de 25 anos, diz que as pessoas à sua volta exageram quando dizem que ela é consumista. “Não me acho consumista, mas aproveito as oportunidades que aparecem. Por exemplo, estava precisando de um sapato, fui ao shopping e havia uma promoção. Comprei quatro pares. Não que eu precisasse dos quatro, mas estavam em promoção e a vendedora era boa e me convenceu! (risos).” Promoções e liquidações podem levar uma pessoa à falência financeira se ela perder o controle. Não é porque algo está em promoção que deve ser comprado. E quem garante que o preço seja de fato promocional? É preciso perguntar-se antes: “Preciso realmente disso?” Ou apenas vou comprar por causa da promoção? A assistente administrativa Leonice Oliveira, de 35 anos, compra somente aquilo que realmente acha necessário. “Não gosto de fazer prestações, prefiro guardar dinheiro e comprar à vista. Assim, posso negociar e conseguir um desconto.

6

Gasto menos do que ganho, e não compro por impulso.” A dona de casa Ana Paula Piza aprendeu com uma amiga um excelente jeito de não comprar aquilo que não é necessário: “Eu quero ou eu preciso? Se a resposta for eu quero, não compro.” A necessidade, a diversão, a influência da moda, a importância, o apelo mercadológico são bons argumentos para comprar, mas há quem consuma pelo simples prazer de comprar, de adquirir alguma coisa, independentemente de precisar ou não. É algo compulsivo e descontrolado e isso é consumismo e pode virar doença. “O consumismo se torna uma doença quando o comprador não consegue controlar seus impulsos pela compra. Ele compra compulsivamente. É um vício, como o desejo de alguma droga. Ele se satisfaz no momento da compra, mas é comum logo depois sentir arrependimento, culpa ou vergonha”, comenta o Psicólogo Clínico e Especialista em Terapia Comportamental e Cognitiva pela USP, Fábio Passos. O consumismo tem origens emocionais, sociais, financeiras e psicológicas que, juntas, levam as pessoas a gastarem o que podem e o que não podem pela necessidade de suprir a indiferença social, a falta de recursos financeiros, a baixa autoestima ou a perturbação emocional. E isso pode levar à oneomania, que é um distúrbio caracterizado pela compulsão de gastar dinheiro. Chamada a “doença da dívida”, ela está cada vez mais frequente. Pesquisas apontam que chega a 3% os compradores compulsivos com essa patologia.


Os oneomaníacos têm o consumo como vício, assim como um alcoólatra que necessita da bebida, e pode atingir qualquer pessoa, independentemente de classe social, condição econômica e formação intelectual. Enquanto está comprando, a pessoa sente prazer e um alívio dos sintomas, mas, passado um tempo, tudo volta rapidamente. Normalmente, essas pessoas são viciadas em consumo descontrolado e estão sempre devendo. Alguns especialistas consideram a oneomania obsessiva compulsiva. Se o comprador com oneomania for uma pessoa de muito recurso financeiro e puder gastar muito dinheiro, será mais difícil identificar a doença, pois ela acumulará produtos e mais produtos sem maiores problemas, ainda que nunca os utilize. Esse, aliás, é outro modo de identificar essa doença: verificar o excesso da compra de produtos, que jamais são usados. A organização financeira é essencial para o controle dessa doença. Fazer um orçamento mensal ajuda muito. Saber quanto se ganha, onde e quanto se gasta é a chave para o controle, assim como procurar ajuda quando reconhecer que é um consumidor compulsivo. COMO FUGIR DO CONSUMISMO • Evite passear em centros de compras; • Caso precise comprar algo, vá com alguém que te ajude a manter esse objetivo; • Avalie antes de ir às lojas se você precisa realmente do produto; • Em casos em que se perceba uma falta de controle ou princípio de endividamento, procure ajuda. SINAIS DE COMPULSÃO • Quando está triste ou frustrado sempre busca comprar algo; • Acaba gastando mais dinheiro e mais tempo do que planejado; • Tem problemas familiares e desgaste em relações sociais por conta dos gastos excessivos; • Sempre se arrepende logo após as compras e se sente frustrado com isso; • Tem preocupação excessiva em comprar; • Tem dívidas que superam o valor que pode pagar; • Sempre está procurando maneiras de conseguir dinheiro para cobrir o rombo da conta bancária; • Toma empréstimos para cobrir os gastos. DICAS PARA ORGANIZAR SUAS FINANÇAS E PAGAR AS DÍVIDAS • Estabeleça prioridades no pagamento de suas dívidas; • Evite passar perto das lojas que chamam mais a sua atenção, e sair com cartão de crédito ou cheque. Vá com dinheiro contado; • Tente ter mais cuidado com as despesas. Anote tudo o que gasta, faça um orçamento no papel. Você terá mais consciência e, consequentemente, poderá controlar mais a sua compulsão por gastar; • Se você precisa ter um cartão de crédito, então tenha apenas um com limite de até R$ 2 mil. Isso considerando que você vai pagar à vista. Nunca parcele uma fatura de cartão de crédito. • Cuidado com o cheque especial e o cartão de crédito, porque são as modalidades mais caras do mercado. Se houver uma taxa de juros de 10% sobre uma quantia de R$ 1 mil, você vai entregar os R$ 100 por mês ao banco. Por ano, pode chegar até 300%. Se você estiver com R$ 1 mil negativo no cheque especial, vai pagar mais de R$ 2 mil ao banco só de juros. Por Comuna

Confira em quais bancos você pode depositar seus dízimos e ofertas

agência 3054 C/C: 24813-7

agência 1750 C/C: 0012886

agência 3055 C/C: 16059-6

agência 3040 C/C: 13000808-5

agência 3311 C/C: 49-7 oper: 003

agência 4356-7 C/C: 70000-2

agência 3484-3 C/C: 3257-3

agência 0299 C/C: 02010219-8

• Aprenda mais sobre esse assunto: Ligue: (31) 8793-1010 – Pr. Ronaldo Moreira. 7


Foto: Reprodução Internet

para refletir ››

De bolso vazio! Os que querem ser perdoados, restaurados, salvos do pecado e da morte, têm de se aproximar de Deus de bolso vazio, sem defesa, sem desculpa, sem explicação

Entre a carteira recheada e o bolso vazio, a segunda opção é muito melhor que a primeira. O pão-durismo e o consumismo têm muito a ver com a carteira recheada. A viúva de bolso vazio depositou no gazofilácio “duas pequenas moedas de cobre, de muito pouco valor”. Ela deu tudo que possuía para viver. Mas os de carteira recheada lançaram no mesmo gazofilácio o que lhes sobrava (Mc 12.41-44). A pior marca da carteira recheada é o estado de espírito acentuadamente complicado e perigoso que ela fomenta: a autossuficiência. A carteira recheada pode ser um bom passaporte nesta vida e neste mundo, mas não abre porta alguma em direção a Deus, tanto nesta quanto na outra vida. Só se chega a Deus de bolsos vazios. O homem e a mulher de carteiras recheadas dificilmente bateriam em seu peito para clamar: “Ó Deus, tem pena de mim, pois sou pecador!” (Lc 18.13, NTLH) Setecentos anos antes de Cristo, a voz de Deus já falava aos desprovidos: “Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo.” (Is 55.1) De fato, as boas novas da salvação são para... Os sem-água, os sem-dinheiro, os sem-leite e os sem-pão. Os sem-perdão de pecados, os sem-reconciliação com Deus e os sem-paz de espírito. Os sem-vez, os sem-valor, os sem-obras, os sem-razão, os sem-merecimento, os sem-crédito e os semsaldo. Os que querem ser perdoados, restaurados, salvos do pecado e da morte, têm de se aproximar de Deus de bolso vazio, sem defesa, sem desculpa, sem explicação, sem pretensão, sem esmola, sem história de sucesso.

A base da salvação repousa unicamente na graça de Deus: “Vocês são salvos pela graça mediante a fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus.” Não é por meio de alguma obra “para que ninguém se glorie” (Ef 2.8-9). Pois “as nossas boas ações, que pensamos ser um lindo manto de justiça, não passam de trapos imundos” (Is 64.6, BV). Martinho Lutero só teve consciência do perdão de seus pecados depois de se apresentar de bolsos vazios diante de Deus. O reformador declarava que não temos nenhum recurso próprio, nenhuma possibilidade de livramento em nós mesmos porque “não só as nossas injustiças são imundas, mas também as nossas justiças”. Ele chamava graça àquela grande abóbada debaixo da qual colocava toda a imundícia que os escribas fariseus escondiam dentro dos sepulcros caiados ou que deixavam dentro do copo. Ele transferia todos os seus pecados, a sua miséria moral, o seu sentimento de culpa, as suas imundas “justiças”, o seu desespero, o seu pavor do inferno e a ele mesmo por inteiro para debaixo daquela enorme calota que é a graça de Deus (Conversas com Lutero, p.138). Enquanto os de carteira recheadas não se humilharem, tornando-se igual aos de bolso vazio, não haverá salvação para eles. Daí o apelo do profeta: “Venham, todos vocês que estão com sede (...) e vocês que não possuem dinheiro algum, venham comprem e comam!” (Is 55.1)

Por Ultimato

• Aprenda mais sobre esse assunto. Ligue: (31) 8793-8188 – Pr. Gustavo Poubel

8


Entrevista ››

Sempre Feliz de volta com Márcia Resende!

A apresentadora do programa de variedades, transmitido pela Rede Super de TV, compartilha sua expectativa para a reestreia do programa no dia 1º de outubro Atos Hoje: Em outubro, o Sempre Feliz está de volta e de layout novo. Compartilhe um pouco dessa novidade para a igreja. Márcia Resende: Estou muito feliz com a reestreia do programa! O Sempre Feliz fez 10 anos em agosto e a gente conquistou o carinho do público que nos assiste de tal forma que o programa se tornou parte do dia a dia dessas pessoas – que acompanham os temas, a minha vida e principalmente amam ouvir a mensagem que compartilho sobre o relacionamento com Deus em primeiro lugar. Isso me deixa muito feliz, poder ver que pessoas cristãs ou não, assistem e sentem paz quando ouvem as palavras. E é um privilégio poder ser instrumento do Senhor para edificar as vidas e anunciar o evangelho por meio do programa. AH: São vários quadros novos para abrilhantar ainda mais o programa. Destaque um em especial que você queira compartilhar. Márcia: O quadro “A Quem Honra, Honra” é muito especial para mim. Nós chegamos a fazer um antes da mudança e agora voltamos com força total. Ele tem o objetivo de incentivar as pessoas a serem gratas e honrarem umas as outras, algo que precisamos muito em nossa sociedade. A Bíblia diz que nós precisamos honrar quem merece honra, alguém que te deu um emprego, uma palavra que mudou a sua vida, que te acolheu num momento de dificuldade etc. O que percebemos é

que muitas pessoas podem até ser gratas, porém, não sabem expressar essa gratidão e perdem a oportunidade de honrar o outro. O primeiro quadro eu fiz, mas os demais são para os telespectadores prestarem honra às pessoas que marcaram suas vidas. AH: O que o programa significa para você? Márcia: Para mim ele é um ministério. Um chamado que Deus colocou em meu coração, que tenho procurado exercer da melhor maneira possível. Nele, tenho aprendido, amadurecido, e creio que tenho muito a aprender. É uma oportunidade única que tenho de falar e testemunhar Jesus para tanta gente ao mesmo tempo. Um privilégio e uma responsabilidade muito grande, pois não tenho nem como mensurar quantas pessoas têm sido alcançadas. AH: Além da mudança de cenário, algo mais mudou? Márcia: O programa está muito rico, não será mais diário, mas toda segunda, quarta e sexta-feira. Na sexta será ao vivo e terá bastante interação com o telespectador. Das 19h às 20h, teremos nosso momento sob a mesma visão. A essência é a mesma, somente o layout e a transmissão mudaram, além de serem acrescentados novos quadros cujo objetivo também é o mesmo. AH: E uma pergunta que toda mulher está fazendo: as receitas continuam? Márcia: Gente, esse é um quadro que não pode faltar. A culinária leva todo mundo a ficar com água na boca, quem não cozinha quer comer e quem ama aprende a receita e logo coloca em prática. Você já pode preparar seu caderno de receitas e a caneta para anotar as próximas receitas e dicas de culinária, porque em todos os programas teremos o quadro! AH: Faça um convite à igreja para acompanhar o programa. Márcia: A partir do dia 1º de outubro, às 19h, espero você no Sempre Feliz! Fale para seus amigos e vizinhos assistirem, porque não é um programa somente para mulheres, mas para toda a família. Para quem não tem o canal na TV, assista pela internet ao vivo no portal da Rede Super, tenho certeza que todos serão abençoados.

Foto: João Paulo Fortunato

POR Stephanie Zanandrais

Conheça mais da programação da Rede Super. Acesse: www.redesuper.com.br ou ligue: (31) 3253-3300 – Graziela Faria.

9


Foto: Reprodução Internet

Família ››

A comunicação no casamento Uma comunicação efetiva começa no espírito, baseia-se na verdade e proporciona a compreensão das diferenças e semelhanças do casal Casamento é sinônimo de comunicação. Seu casamento será bom na exata medida de sua capacidade de comunicar-se franca e honestamente. Se você é capaz de expressar o que sente, pensa, deseja, crê, teme, odeia ou sonha, terá um casamento gratificante e realizador. Muitos, quando começam a relacionar, encantam-se com o fato de o outro parecer adivinhar o que ele está pensando. Mas no casamento isso não funciona; é preciso aprender a conversar. O problema é que temos a expectativa de ser compreendidos sem dizer coisa nenhuma. A Palavra de Deus nos dá exemplos interessantes sobre comunicação. O julgamento que o Senhor executou sobre Babel foi exatamente a confusão na comunicação. As pessoas falariam; 10

porém, não conseguiriam comunicar-se. Quando o Espírito Santo foi derramado no Pentecostes, aconteceu o contrário do que havia ocorrido em Babel. Cada um falava em uma língua que não era a sua própria e eles conseguiam comunicar-se. Só existe comunicação genuína no espírito; os que vivem na carne não conseguem se comunicar. Para saber o que quer como quer e como expressar isso, é necessário uma vida no espírito. Em todas as áreas de sua vida, o segredo está em ser cheio do Espírito. Se o seu casamento está complicado, é porque ele precisa de mais pentecoste e menos Babel, precisa que você alimente mais seu espírito do que sua carne. Para ter uma comunicação efetiva, precisamos seguir cinco princípios:

1. Fale a verdade Jesus disse: “Seja, porém, a tua palavra: Sim sim; não não. O que disto passar vem do maligno.” (Mt 5.37) O sim ou o não deixam de ser suficientes quando você pede provas, quando analisa e rastreia para verificar se o que a pessoa falou é coerente. Todas as vezes que não contentamos com o sim ou com o não, entramos na esfera do maligno. Não tente também ser adivinhador, nem falar presumindo o que o outro está pensando ou sentindo. Ouça o que o outro tem a dizer e acate como verdade. Nunca diga o que o outro está pensando, você não é Deus. Não faça declarações insinceras para encobrir insatisfações, porque você deseja parecer espiritual. Não diga que está bem


quando não está. O nosso desejo é ser amável e ceder ao outro, mas quando isso não é verdade dentro de nós, estamos apenas armando uma bomba que vai explodir depois, detonada por alguma coisa insignificante. Alguns pensam: “Em nome da paz em minha casa, eu prefiro ser mentiroso e falso.” Mas essa falsidade é pecado e a verdadeira paz só existe onde a verdade reina. Fuja das generalizações. Nada é mais mentiroso do que usar as palavras “sempre” e “nunca” para descrever o relacionamento conjugal. Todas as vezes que você fala que o outro é “sempre assim” ou que “nunca faz isso”, você demonstra que não têm expectativas de que ele mude. Evite também exageros de linguagem; colorir a fala com adjetivos também não ajuda quando queremos ser verdadeiros.

2. Faça afirmações e não perguntas A clareza na comunicação é afirmar o que precisa ser afirmado e perguntar o que precisa ser perguntado. A confusão acontece quando usamos perguntas para fazer afirmações e afirmações para fazer perguntas. Nos relacionamentos conjugais, podemos ver pelo menos seis tipos de perguntas, que na realidade são pseudoperguntas, pois revelam uma intenção manipuladora por detrás: perguntas capciosas, punitivas, autoritárias, hipotéticas, provocadoras e ardilosas. As capciosas são as famosas: “Você não acha, não preferiria?” Com ela, a pessoa sente-se acuada e segue a direção do questionador. “Por que você disse isso?” É um exemplo de pergunta punitiva, que tem o objetivo de recriminar a pessoa e produzir conflitos. Nas perguntas autoritárias, uma ordem está escondida no questionamento: “Quando você vai fazer alguma coisa em relação a isso?” Esse tipo de pergunta tem o objetivo de criticar ou desprezar o ponto de vista do outro. As perguntas hipotéticas, geralmente dizem “no meu lugar, você não...” ou “O que você quis dizer com isso?” Elas são perguntas provocadoras que têm a intenção de gerar confusão porque está baseada na desconfiança das motivações

do outro. A pergunta ardilosa ataca e acusa com questionamentos do tipo: “Certa vez, você não disse que...?” Perguntas são armas ocultas. Esqueça essas perguntas e faça afirmações claras a respeito do seu ponto de vista. É mais fácil ignorar uma pergunta do que uma afirmação. Elimine os “porquês”. Se realmente é importante saber uma afirmação, pergunte “como” e “o quê”.

3. Substitua o “você” pelo “eu” Poucas coisas destroem tanto um relacionamento quanto a atitude de procurar um culpado. A raiz por detrás dessa atitude é a raiva e a tentativa de se ver sempre como inocente. Sua raiva é resultado de expectativas que não foram satisfeitas. O processo para ficar livre da raiva começa quando compartilhamos com sinceridade nossas expectativas com o outro. Nossas expectativas procedem do nosso ego e o egocentrismo se expressa usando mais o “você” do que o “eu”. As mensagens com “eu” possuem um caráter de confissão, a pessoa assume algo. As mensagens com “você” são uma forma disfarçada de culpar o outro por nossas escolhas. Em vez de dizer: “Eu estou com raiva”, o cônjuge diz: “Você me deixa com raiva.” Com essa troca de palavras, ele foge da responsabilidade. Deixamos de procurar culpados quando assumimos as responsabilidades. Somos responsáveis pelas respostas que damos ao outro e pela maneira que reagimos a ele. Ninguém nos faz ficar com raiva, escolhemos a raiva.

4. Compreenda as diferenças As diferenças são reais, mas o que conta para um casamento feliz não é o quanto somos compatíveis, mas como lidamos com nossas incompatibilidades. Homem e mulher são tão diferentes que alguém disse que é como se eles viessem de Marte e elas, de Vênus. A mulher percebe claramente quando uma pessoa está aborrecida ou magoada. O homem só desconfia que algo está errado depois de muitas lágrimas e acessos de

fúria. Os homens olham para o geral, mas a percepção feminina é voltada para os detalhes. A mulher tem maior sensibilidade auditiva e tem uma notória capacidade de prestar atenção em mais de uma coisa ao mesmo tempo, o que é quase impossível para um homem. O homem é muito menos resistente à dor que a mulher. A mulher, por sua vez, é mais sensível emocionalmente. Quando estão com problemas, os homens se isolam e tentam resolvê-los sozinhos; as mulheres precisam falar abertamente sobre suas dificuldades. Homens têm a tendência de ficar ressentidos; mulheres, de se sentirem culpadas. Perceber essas diferenças ajuda os casais a se entenderem melhor. Ignorá-las é sinal de egocentrismo.

5. Compreenda as semelhanças Homem e mulher não são de espécies diferentes. Esta é a base para o relacionamento. O que está presente no outro também está em mim. Ambos possuem necessidades de confiança e aceitação, buscam os mesmos valores e nenhum deles pode viver sem amor. Nossas diferenças nos completam e nos atraem em certo fascínio mútuo, mas as semelhanças é que nos irritam, desgastam e frustram. Não gostamos no outro exatamente aquilo que temos em nós mesmos. As semelhanças servem de ponte para explorarmos a riqueza de nossas diferenças. Por Aluisio A. Silva Ligue e aprenda mais com o Pr. Sérgio Ricardo – (31) 8489-2707.

Surpreenda seu cônjugE ACAMPAMENTO DE CASAIS O próximo Acampamento de Casais será nos dias 20 e 21/10. As vagas são limitadas, faça logo sua inscrição! Informações: (31) 3429-9400 / 8445-1473 - Pra. Madalena. E-mail: maria.madalena@lagoinha.com.

11


SOCIEDADE ››

DROGA,

não é o fim, ainda há esperança Conheça a realidade do crack no Brasil e o que nossa igreja faz para resgatar e restaurar a vida dos dependentes e seus familiares A situação apresentada nos noticiários sobre o consumo de drogas no Brasil é preocupante. Principalmente em relação ao crack. Pesquisa recente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) aponta que o crack está presente em 98% das cidades brasileiras, o que corresponde a 3.950 cidades (o total na federação é de 5565). Além disso, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisa de Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas (INPAD), nosso país é o maior mercado mundial dessa droga e aparece com 20% do consumo dessa substância. Dentre esses números, se encontram diversas pessoas, homens, mulheres e jovens consumidos pelos efeitos destrutivos do entorpecente. As marcas e dores passam pelo físico, mas também pela alma, espírito e relacionamentos afetivos, principalmente na família. A destruição que a droga é capaz de fazer pode ser mensurada ao observarmos o estado emocional que se encontra a família do usuário. Medo, preocupação, desentendimentos, insegurança, tristeza e dor. São noites sem dormir, busca em pontos de tráfico a procura do ente querido, visita de traficantes em busca de dinheiro, violência e divisão dentro do lar. Tantas lutas transformam a família em co-dependente, pois passam a viver em função do dependente químico. “Normalmente a família fica apreensiva, preocupada, completamente absorvida pela drogadição do filho ou filhos. Quando existe envolvimento do dependente com a criminalidade, a família fica desesperada”, explica o psicólogo Rodrigo V. Raslan. Esse quadro descrito pelo psicólogo aproxima-se da história vivida por mais de dez anos pela senhora Maria Neide Santos. Foram ameaças de morte, visitas constantes de traficantes e portas trancadas dentro de casa para evitar o contato com o filho, que sob o efeito do crack ficava violento. “Um dia ele pediu para que o amarrasse porque se não ele subiria o morro para comprar

12

drogas”, conta. Apesar dos problemas constantes, Maria Neide, membro da nossa igreja, não perdeu a esperança e renovava sua fé no Senhor, crendo que a situação do filho mudaria. “Nunca no meu coração pensei que fosse enterrá-lo antes do dia. Ainda que tudo dissesse ‘não’ sempre acreditei que podia.’” Fábio se recorda desse tempo com lágrimas nos olhos e com as mãos entrelaçadas com a da mãe agradece o fato de nunca ter desistido dele e afirma: “Minha mãe é guerreira, venceu tudo e todos.” Mas essa vitória também foi de Fábio. O recurso que sua mãe necessitava ela encontrou em nossa igreja. Aqui ela foi encaminhada ao Centro de Recuperação de Dependentes Químicos (CREDEQ), parceiro da Lagoinha, onde foi orientada sobre os procedimentos para conseguir a internação do filho. Fábio aceitou ser internado e há um mês tem experimentado a cura, restauração e o poder de Deus em sua vida. “No dia em que ajoelhei e me reconciliei com o Senhor Ele levou alguma coisa de mim. A paz de espírito foi espontânea. Quando Deus entra na sua vida e te transforma você fica estranho para as pessoas, principalmente porque elas estavam acostumadas a te ver todo acabado e drogado”, afirma Fábio Santos. Antes de serem internados os dependentes químicos passam por uma triagem com clínico geral, dentista e psiquiatria, são avaliados para depois serem internados. Durante os seis meses de internação eles recebem tratamentos que abrangem as áreas psicológica (psicoterapia), espiritual (cultos) e física (laborterapia). Assim como os dependentes, os familiares também recebem os mesmos tratamentos, já que são codependentes. “O amor e acolhimento é fundamental. O CREDEQ fundou um direito novo, que é o de recomeçar. Para que os usuários possam recomeçar é necessário que alguém acolha, escute, valorize e respeite nessa dimensão humana que foi perdida com a drogadição”, afirma o psicólogo Rodrigo V. Raslan.


Foto: João Paulo Fortunato

Nossa igreja serve e resgata vidas

Lagoinha existe para servir. E firmada nesse propósito, há um ano criou o ministério Emmanuel, que auxilia dependentes químicos e seus familiares por meio de assistência espiritual e psicológica. Por meio de reuniões, terapias individuais e coletivas e aconselhamentos, os usuários e famílias recebem atenção e amor. Têm sua autoestima resgatada e são edificadas e transformadas pela Palavra de Deus. Além dessas atividades, todos são convidados pelo pastor Marcelo Crescêncio, líder do ministério, a participar do Culto dos Resgatados e dos retiros evangelísticos do ministério Impacto Vida. Além do ministério Emmanuel, o ministério de comunicação da nossa igreja também se preocupa em abraçar famílias e pessoas que enfrentam dificuldades com as drogas. Há um ano a Rede Super de Televisão transmite o programa “Resgatados”, que tem por objetivo despertar a esperança no coração das pessoas que não acreditam que há solução para o dependente químico. Por meio de testemunhos, entrevistas e informações, a atração mostra que é possível se livrar do mundo das drogas tratando corpo, alma e espírito. O programa, inclusive, recebeu da ONG Defesa Social o Certificado de Responsabilidade Social pelo serviço prestado de prevenção e tratamento contra as drogas nos anos de 2011 e 2012. A solenidade aconteceu na última sexta (28), na Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG). Além dos “Resgatados”, o programa “Impacto Vida” também recebeu o Certificado de Responsabilidade Social. A responsabilidade de transformar vidas é nossa, fazemos parte de uma igreja que se importa com vidas. Estamos exatamente no 93º dia dos nossos 100 dias de bênçãos e podemos colocar essa realidade do crack e outras drogas diante do Senhor. Talvez não faça parte dos seus propósitos a libertação, restauração e salvação de um dependente químico e de sua família. Mas quem sabe você conhece alguém que está passando por esse problema, um vizinho, parente, colega de trabalho ou amigo de um amigo? Você pode ser um instrumento de bênção nas mãos do Senhor colocando essas vidas nos seus propósitos a serem alcançado até o dia 31 de dezembro. Além disso, você pode entregar um exemplar dessa revista para alguém que passa por problemas com drogas e não sabe o que fazer. Para elas os testemunhos e orientações escritas nessa matéria podem ser a resposta que estão clamando a Deus. Permita que o Senhor lhe use! E continue firme em suas orações crendo que ao final desses 100 dias Deus fará maravilhas em sua vida e por meio da sua vida. POR KÁTIA BRITO

Alegria e gratidão dos irmãos que foram restaurados.

Se você está passando por dificuldade nessa área ou conhece alguém que precisa de ajuda, ligue: (31) 9151-5808 – Diva / 8402-9632 - Pr. Marcelo Crescêncio.

13


RELACIONAMENTO

Um namoro que transforma

NOVIDADE

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.1-2) Conviver com outras pessoas certamente nos afetam de alguma forma. Em todo o tempo somos influenciados e às vezes modificados e transformados. Nossa visão de mundo tem muito a ver com essa experiência de dialogar com o outro. Quanto mais perto a pessoa está, quanto mais cara ela é para nós, quanto mais importância damos a ela, maior é a influência dessa pessoa sobre nós. Imagine então, em um namoro, uma pessoa pode transformar a maneira de a outra agir, quantas vezes notamos que amigos mudaram depois de começarem a namorar. Essa mudança, creio eu, é inevitável, cabe então a cada um de nós identificar se ela está sendo boa ou ruim. O que poderia ser uma situação acaba sendo uma ótima oportunidade para responder uma das perguntas clássicas a respeito de namoro: “Esse namoro tem a bênção de Deus?” Muitas vezes

14

A partir de outubro, o bate-papo dos namorados será realizado no auditório da Casa da Mocidade, à Rua Pitangui, 405 – São Cristóvão. Participe! Data: 6/10. Horário: 17h30.

a resposta está diante de nós, em outras ela não é tão clara assim. Nesse último caso, a experiência transformadora do namoro pode com o tempo nos dar uma resposta. Existem namoros que transformam as pessoas as afastando de Deus: passam a orar menos, lerem menos a Bíblia, param de frequentar o culto, preferem ter uma programação própria a entrar em comunhão com a igreja. Essa mudança não é boa, certamente, esse namoro não tem a bênção de Deus. Existem namoros que transformam as pessoas aproximando-as de Deus: oram mais, leem mais a Bíblia, se envolvem em Ministérios e Célula, um ajuda o outro a buscar mais ao Pai, mais a presença e a intimidade de Cristo, buscando um namoro santo e exemplar. E aí? Qual é o seu caso? O seu namoro tem te aproximado ou afastado de Cristo? Que seu namoro o transforme em uma pessoa melhor que antes, em relação a Deus. No amor de Cristo,

POR Pr. Richarde Guerra e Priscila Guerra

Pr. Richarde e Priscila Guerra, eternos namorados. Informações: (31) 8489-3057 – Pr.Richarde


comportamento ››

Foto: João Paulo Fortunato

com Deus e com o seu próximo Não seja tímido, nem extrovertido demais. Fale, mas aprenda a ouvir a voz do Senhor e das pessoas ao seu redor Você já passou pela experiência de falar algo para uma pessoa e ela interpretar outra coisa totalmente diferente? Ou quando você está ouvindo o que a pessoa fala, mas não consegue entender o que ela quer dizer? Em um diálogo pode existir uma diversidade de interpretações e ruídos (falhas) – que muitas vezes impedem as pessoas de se entenderem. O pastor Jean Carlos, líder do Ministério de Inglês da Lagoinha e apresentador do programa De Tudo Um Pouco, da Rede Super de TV, vive diariamente o desafio de comunicar sua mensagem de maneira que todos sejam alcançados pela Palavra de Deus. “A comunicação é um assunto que diz respeito ao ser humano desde o ventre. Não vivemos sem comunicação, a gente não vive sem se comunicar. Ela acontece por meio da linguagem corporal, gestual, verbal e escrita”, comenta. Para haver comunicação, basta existir um emissor (quem fala) e um receptor (quem ouve). Para evitar os ruídos o emissor precisa dominar a mensagem e, assim, saber passá-la. Outro ponto importante é buscar conhecer o seu receptor para entender como e o quê falar. “No meio cristão, precisa ser uma mensagem edificante, que mude a vida das pessoas em todos os sentidos. Para isso, precisamos assimilá-la para depois pregála, mas o que ocorre muitas vezes é que as pessoas querem transmitir uma mensagem, sem conhecê-la e a comunicação fica vaga e superficial”, completa o pastor. O tempo inteiro Deus se comunica conosco. A Bíblia traz a mensagem que Ele quer que escutemos e conheçamos. Em nosso relacionamento com Ele podemos aprender outro ponto muito importante: ouvir para entender. Nem sempre seremos o emissor, por isso, como receptores, precisamos saber ouvir. Para uma comunicação plena, é fundamental ouvir, até mesmo para levar a mensagem a outras pessoas. “Jesus veio comunicar uma mensagem que o povo de Israel não tinha entendido, durante muitos anos Deus tentou se comunicar com o povo, por meio de várias manifestações: lei, milagres e sinais. Mas o povo não entendia a mensagem que Deus passava e continuava o desobedecendo”, diz Jean.

Na maioria das vezes é mais fácil falar. Mas quando lemos a Palavra em inúmeras passagens nos deparamos com o versículo: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça” ou “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Tiago também orientou bem as doze tribos de Israel quando disse: “Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” (Tiago 1.19) Na maioria das vezes a comunicação não ocorre porque ambas as partes só querem falar. Agimos assim também com Deus, fazemos um monólogo – em que pedimos, agradecemos, entregamos tudo, mas não ouvimos nada. Deus nos criou para nos relacionarmos com Ele e com o nosso próximo, a Bíblia é 100% comunicação e viver em unidade implica a comunicação. Você tem diariamente a oportunidade de ter um diálogo com Ele, busque-o e escute-o. “Nosso Deus é um Deus que se comunica o tempo todo. Seja por meio da natureza, da Bíblia, ou do próximo. A Palavra é um exemplo de que a comunicação gera transformação e crescimento”, conclui o pastor. Em relação à comunicação com o próximo, tanto o emissor quanto o receptor precisam cumprir o seu papel para que a mensagem seja comunicada. Não pode haver timidez. Se a pessoa não entendeu o que você disse tente novamente. Se você não está entendendo peça para repetir, dessa forma você poderá expor melhor a sua opinião. “A moderação é imprescindível para uma boa comunicação. Não seja nem tímido demais nem extrovertido demais, tenha o equilíbrio, pois, a falta dele atrapalha. Caso você esteja sem equilíbrio procure ver a causa, que pode ser emocional, e trate-se”, orienta o Pr. Jean Carlos.

Por Stephanie Zanandrais

Comunique-se! Ligue para o Pr. Jean Carlos e saiba mais sobre esse tema: (31) 8402-6299.

15


EDUCAÇÃO ››

Razões pelas quais meus filhos estudam em uma Escola Cristã

16

Foto: Reprodução Internet

Q

uando meus amigos percebem que meus filhos frequentam um colégio cristão, rapidamente começam a justificar as razões pelas quais os seus filhos vão a outros colégios. “Quero que meu filho conheça o mundo real”, costumam dizer. Permita-me dizer-lhe que o mundo real sem Cristo não é um mundo real. O verdadeiro mundo considera e valoriza o Criador. Outras escolas sejam privadas ou públicas tomaram a decisão de eliminar tudo que se refere a Deus de seus currículos. Eu espero que meu filho conheça o mundo criado por Deus, e a totalidade de suas normas e leis que foram estabelecidas para vivermos aqui e na eternidade. Imagine um caixa de banco, que diariamente lida com dinheiro verdadeiro, notas de todos os valores. Por semanas inteiras eles manuseiam o dinheiro real. De repente uma nota falsa é introduzida no meio das verdadeiras, e eles a reconhecem de imediato. Por quê? Estando tão habituados a tocar as notas reais não têm dificuldades em distinguir quando o falso aparece. Assim funciona a educação escolar cristã. Os alunos investem anos de sua vida, vendo, tocando, saboreando aquilo que é verdadeiro, e quando entram em contato com o “irreal” deste mundo são capazes de reconhecer de imediato tudo que é contrário aos ensinamentos de Cristo. Somente a educação centralizada em Deus provê a verdadeira sabedoria. O Salmo 111.10 nos diz: “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria.” O mesmo afirma Provérbios 9.10. Colossenses 2.3 declara: “Em quem (Cristo) estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento.”Como é possível que um estudante tenha uma perspectiva correta da criação de Deus em um sistema educativo que o tenha excluído por completo?


Eu o desafio a examinar os livros textos que seus filhos usam. Busque alguma referência a Deus nos livros de ciências. Observe o valor das frases inócuas usadas para aprender a ler e escrever. Seguramente, a Bíblia não tem nenhum valor e nada a dizer no currículo de história que eles utilizam. É possível que a vida de Madonna mereça maior atenção e espaço que a vida de Jesus Cristo. Verifique os procedimentos disciplinares adotados pelo colégio de seus filhos. Qual é o código moral que norteia o regulamento interno? Qual a perspectiva a respeito da natureza humana? Por outro lado, observe se as atividades de aprendizagem utilizadas na escola de seu filho estão permeadas ou não de elementos “mundanos”? O maior atrativo oferecido pelas instituições educativas privadas é “excelência acadêmica e os mais efetivos métodos de ensino”. Eu, particularmente, não me interesso que meu filho aprenda com grande efetividade didática um conteúdo acadêmico cuja anunciada “excelência” é sinônimo de humanismo. Aquele que ensina é tão importante quanto o conteúdo ensinado. Você conhece pessoalmente os professores de seus filhos? Pode confiar em sua ética, moral e conduta fora do ambiente escolar? Professa este mestre uma autêntica fé cristã? Um mundo sem Cristo é um mundo perdido e sem esperança. Como podemos afirmar algo diferente em relação à educação de nossos filhos? Nas escolas cristãs oferecemos às nossas crianças uma educação que aplica as Escrituras a cada área de suas vidas. A matemática revela a ordem de Deus. A ciência prova sua grandeza e poder. A história ilustra sua intervenção nos assuntos da humanidade. É assim, em cada área do conhecimento.

O reformador Martinho Lutero escreveu: “Temo que as universidades e escolas cheguem a ser as portas do inferno, a não ser que diligentemente se apliquem a explicar as Sagradas Escrituras e a gravá-las nos corações da juventude. Não o aconselho a colocar seus filhos em um lugar onde a Bíblia não seja a norma suprema.” Um respeitável ex-presidente da Universidade de Yale, Dr. Timothy Dwight, declarou: “A educação deveria ser sempre uma educação com base religiosa... Os pais não deveriam confiar seus filhos a instrutores que os educam irreligiosamente. Colocar nossos filhos aos cuidados de pessoas sem nenhum credo é como entregar ovelhas aos cuidados de lobos.” Queridos pais, somente vocês podem decidir onde seus filhos irão estudar. Eu os estimulo a orar fervorosamente a respeito deste assunto e a buscar o conselho da Palavra de Deus. Conversem com quantos educadores conhecerem e considerem o versículo de Lucas 6.40: “[...] Todo aquele, porém, que for bem instruído será como o seu mestre.” Muito se fala a respeito de Provérbios 22.6: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviará dele.” Tomemos esta afirmação como uma regra geral e uma fórmula de vida, se quiseres, como promessa de Deus aos pais cristãos. Sem dúvida, seus filhos em idade escolar passam a maior parte de seu tempo ativo sob a influência de outras pessoas do que em casa, debaixo de sua própria influência. Eles passam mais tempo na escola secular do que na escola dominical. Se você está dependendo apenas da escola dominical para “instruir” seus filhos, temo que você se decepcione com o resultado final. No lar teríamos uma melhor oportunidade; porém, pensemos: “Quanto tempo em casa é verdadeiramente um tempo de aprendizagem?” Vale a pena competir com a influência escolar? A que conflitos expomos nossos filhos recebendo instruções tão contraditórias? Afinal de contas, seu filho estará entre cinco a sete horas diárias, por mais de doze anos, sob a influência direta de um determinado sistema educacional, que deixará, sem dúvida, uma marca indelével em seu caminho. A eleição é sua! E espero que sua decisão seja acertada, de tal modo que quando seu filho estiver velho nunca se afaste do caminho no qual você escolheu instruí-lo.

Foto: Arquivo Pessal

POR NIVALDO CÉSAR DE MORAES PIRONDI Invista na vida do seu filho. ligue: (31) 8793-1019 – Daniel Portugal | 8469-2522 - Sara (Diretores do Colégio Cristão).

PROCESSO SELETIVO 2013 ABERTO. Acesse: www.colegiocristao.com.br ou ligue: (31) 3429-6500.

17


LAGOINHA EM CÉLULAS ››

ESTUDO DE CÉLULA

Semana livre

Inscreva-se para os cursos do CFC

Esta semana os líderes podem usar a criatividade e fazer da Célula um momento mais que especial. Faça uma retrospectiva das lições dadas até o momento, procure um quebra-gelo para interagir melhor com os integrantes ou faça um estudo que seja necessário na sua Célula. Que tal uma noite com um lanche diferente e um DVD edificante? Para os pequeninos sugerimos que utilizem este tempo para refletir e colocar em prática algumas lições dadas no Projeto Amizade, estudadas nas últimas semanas. Envolva as crianças e faça com que elas vejam o valor da amizade, se preferir, passe um filme que remete ao assunto.

• Primeiros Passos Locais: Casa de Células e Central das Redes. Horários: Domingo, 8h. • Maturidade Local: Prédio da Jornada. Horário: Quarta-feira, 19h30. • Treinamento Local: Prédio da Jornada. Horário: Quarta-feira, 19h30.

saIbA onde tem uma Célula perto da sua casa. Ligue

Informações: (31) 3429-1356 / 8497-0796 – Janete Souza. E-mail: cfc@lagoinha.com.

Foto: Reprodução internet

para a Casa de Células.

Geral: (31) 3429-1350. Cadastro: (31) 3429-1357/1359. Células Infantis: (31) 3429-1363. Impacto Vida: (31) 3429-1355. Centro de Formação Cristã: (31) 3429-1356.

abra uma célula na sua casa! Se você mora no bairro Padre Eustáquio, aproveite a oportunidade para abençoar vidas por meio da sua casa. Ligue: (31) 9993-1021- Cláudia Mares.

Lagoinha ao seu Alcance • Bairro Guarani Maturidade Horário: Sexta-feira, 20h. • Treinamento Horário: Domingo, 8h. Inscrições até 30/9. Informações: (31) 8402-5380 – Pra. Glaura Márcia.

Participe do Culto de líderes Nesta segunda-feira (1/10), às 19h30, no Templo.

• Quer saber onde tem uma Célula perto da sua casa? Ligue para a Casa de Células. Geral: (31) 3429-1350 | Cadastro: (31) 34291357/1359. | Células Infantis: (31) 3429-1363. | Impacto Vida: (31) 3429-1355. | Centro de Formação Cristã: (31) 3429-1356.

18


ACONTECE EM NOSSA IGREJA

Festa das águas

Escola de pais

No sábado (22/9), mais de 30 irmãos desceram às águas no Batismo da Mocidade

Faça o curso Educando filhos à luz da Palavra de Deus! Muitos são os desafios para educar nossos filhos neste século, mas louvamos a Deus pela Palavra deixada a nós, que em tudo nos orienta. Se você precisa aprender mais sobre como educar seus filhos de acordo com a Bíblia, então, faça o curso Educando filhos à luz da Palavra de Deus. Temas abordados no curso:

Foto: Arquivo Ministério

• O papel do pai e da mãe; Perdão; Disciplina Cristã; • A importância do culto doméstico; Como brincar com seu filho; • As fases de desenvolvimento da criança; • Linguagem de amor do seu filho; • Como abordar os temas: “Sexualidade”, “Adolescência”; • Atitudes inconvenientes, “Bulling”, pedofilia e abuso”; • Batalha espiritual; Discussões em grupos e testemunhos. Condições gerais para se inscrever no curso: Festa das águas, esse é nome dado à grande festa que aconteceu semana passada, durante o culto da mocidade. Foram batizados 34 novos irmãos que se renderam aos pés do Senhor Jesus. Esses irmãos foram consolidados e discipulados pela Jornada da Aliança, ministério que ajuda pessoas a se firmarem na nova caminhada cristã. Os novos convertidos se alegraram e decidiram ter o privilégio de serem seguidores de Cristo. O batismo é um ato pelo qual anunciamos publicamente que mediante a nossa fé, unimos em sua morte a nossa velha vida, e começamos, pelo poder da sua ressurreição, uma nova vida, com Cristo. Se você frequenta os cultos da nossa igreja, mas ainda não foi batizado, procure o pastor Marco Antônio e passe pelas classes do batismo. Com esse ato de fé e confissão, você passa a viver cada vez mais profundamente a vida que Cristo tem para você, pois, Ele tem infinitamente mais para lhe revelar. Saiba mais sobre o batismo. Entre em contato com o Pr. Marco Antônio – (31) 8421-4875 / 3478-6500.

• Período e duração do curso: será realizado durante 8 domingos, de 21/10 a 9/12. • Dia e Horário: Domingos, das 8h30 às 12h. • Local: Salão Fé, à Rua Manoel Macedo, 360 – São Cristóvão. • Documentos para inscrição: Carteira de identidade e foto 3x4 do casal. • Membros de outras igrejas: Trazer carta de autorização da igreja assinada pelo pastor ou líder. Atenção: Os filhos que vierem com os pais deverão ficar no departamento infantil da IBL, que cuida muito bem das crianças. O motivo é para que se obtenha melhor aproveitamento do curso e não haja distração. Inscrições até dia 19/10 na Central de Inscrições, à Rua Manuel Macedo, 1.324 (loja 3) – São Cristóvão. Mais informações: 3429-9500 / 3429-9400 Rodrigo e Alexandre / 9755-7117 – Joaquim. E-mail: escoladepais@lagoinha.com. 19


CARTA ››

Acampamento do Ministério Ephatá, de 11 a 14/10

ACONTECE EM

Participe da próxima reunião do GEDS (Grupo Evangélico de Descasados e Solteiros)

Workshop: • Pra. Nubia Aguila • Prof. Antônio Marcondes • Pr. Rainer Nonato • Thamires Silveira • Warley Martins Ministração de dança e teatro: Grupo: “Som da Alma”. O que levar: Bíblia, objetos de uso pessoal, calção de banho, maiô, roupa de cama, (travesseiro, lençol, cobertor...), roupas confortáveis para práticas esportivas (malha ou tectel), e, claro... muita disposição!

Local: Hotel Ipê Amarelo (Br. 040 – Km 45 – Esmeraldas / MG). Preletores: • Pr. Cláudio Boaventura • Pr. Rainer Nonato • Miss. Murilo Forcadell • Pra. Nubia Aguila

Nos últimos 93 dias de 2012, ganhe vidas para Jesus

20

Foto: Reprodução Internet

O ministério que cuida de deficientes auditivos prepara dias de muitas atividades! Você que possui esse perfil ou conhece alguém com deficiência,aproveite para se inscrever e convidar outras pessoas.

Investimento: R$ 130,00. Incluso: Hospedagem, alimentação (café da manhã, almoço, jantar e lanche noturno); transporte (Ephatá/ hotel e hotel/Ephatá); participação das atividades e ministrações. Inscrições: Sede do Ministério Ephatá ou via e-mail: nubiaguila@hotmail.com (31) 3243-7157 ou 3234-7158

Data - 6/10. Horário – 19h30. Local - Rua Joazeiro, 29 - São Cristóvão (Salão dos Diáconos). Atenção! É necessário confirmar sua presença.

Saída dos ônibus: Às 20h do dia 11 de outubro. Mais informações: (31) 3234-7157 / 3234-7158 / 8451-9936 – Pra. Nubia. E-mail: ephata@lagoinha.com.

Siga as dicas de evangelismo! “Esqueça um livro” – Nestes 93 dias sugerimos que cada membro da igreja pegue um livro cristão da sua estante e deixe em locais públicos. Escreva o texto abaixo em um papel e cole na capa do livro: “Este livro foi ‘esquecido’ aqui com o propósito de abençoar sua vida. Após a leitura, favor deixá-lo novamente em local público. Deus te abençoe! Telefone da Paz – (31) 3429-9550.”

Informações: (31) 3486-0410 / 8787-0410 – Eliane. E-mail: geds. geds@hotmail.com / econdinho2@ ig.com.br.

“Folhetos Evangelísticos” – Adquira folhetos para evangelização. Eles podem ser retirados na Casa Administrativa, na sede do Ministério Jesus no Coração da Cidade e na Tenda da Bênção, nos cultos de domingo, 10h e 18h. Se precisar em grande quantidade, entre em contato com o Pr. Eduardo Santos.

Informações: (31) 8793-7417 - Pr. Eduardo Santos / 3270-8600 – Maesa.


NOSSA IGREJA

Leitura Bíblica DIA 30

Jd; Ed 9--10; Sl 95

DIA 01

Ap 1; Ne 1--2; Sl 96

DIA 02

Ap 2; Ne 3; Sl 97

DIA 03

Ap 3; Ne 4; Sl 98

DIA 04

Ap 4 ; Ne 5.1--7. 3; Sl 99

DIA 05

Ap 5; Ne 7.4--8. 12; Sl 100

DIA 06

Ap 6; Ne 8.13--9.37; Sl 101

Inscreva-se para o Encontro com Deus Um lugar especial para conhecer Aquele que criou você Entre os dias 5 e 7/10 – Pr. Rodnei, 19 e 21/10 – Pr. Iani, e entre 26 e 28/10, Pra. Ana Lúcia na Pousada Olaria do Rei, em Betim (MG). Central de Inscrições e informações: (31) 3429-9500 – Liliane, Tábata ou Michael. Envie e-mail para: centraldeinscricoes@ lagoinha.com.

Culto do Gueto apresenta: Federais de Cristo Você que gosta de adorar ao Senhor por meio do rap, funk, hip-hop e músicas eletrônicas, não pode perder! Nesta segunda-feira (1/10), às 19h30, no Nova Canaã. Convidados: Frutos da Fé; Neguebe Soul; Banda JRD; Sandro Silva; DJ Fan – Jay. Dança: Movimento Soul BH; Kairos; Kadosh e 7Taças. Endereço: Rua Itapetinga, 87 – São Cristóvão. Informações: (31) 8445-5744.

Desperta Débora Um ministério para mães intercessoras pela vida dos filhos biológicos, adotivos e espirituais. Participe da nossa reunião nesta quarta-feira (3/10), às 15h, na Casa da Honra, à Rua Joazeiro, 20 – São Cristóvão. Leve uma amiga e sejam edificadas! Preletora: Pra. Suzie Valadão. Tema: “Déboras Guerreiras - Vencendo as Batalhas.” Informações: (31) 3429-1300 / 8793-2906 - Pra. Patr��cia.

Culto de Mulheres Você, mulher virtuosa, desfrute de momentos maravilhosos na presença do Senhor. Toda quarta-feira, às 19h30, na Casa Rosada, à Rua Beberibe, 133 – São Cristóvão. Informações: (31) 3429-1300 / 8489-2512 – Pra. Ana Lúcia.

Casa das Vovós

Mães Solteiras

Doe seu tempo e abençoe vidas A Casa das Vovós está com as portas abertas para voluntários que desempenham atividades nas áreas de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Utilize o aprendizado que o Senhor proporcionou a você, para a obra de Deus. Ligue: (31) 3324-0279 / 8469-5499 – Isabella. E-mail: bellageneroso@yahoo.com.br.

Você cria seus filhos sozinha? Existe um ministério para cuidar de você. Participe da reunião neste sábado (6/10), às 17h, na Casa Rosada, à Rua Beberibe, 133 - São Cristóvão. Informações: (31) 3429-1300 / 8485-0531 – Pra. Nair Delabela.

Vígília Fortaleça sua vida espiritual com muita oração Todas as sextas-feiras, das 23h30 às 6h da manhã de sábado, no Tabernáculo. Rua Manoel Macedo, 360 – São Cristóvão – BH / MG. Informações: (31) 8458-9025 ou 3429-9450 - Pr. Joaquim.

Musical MCJ Dia 12 de outubro é dia de festa na nossa igreja! O Ministério de Louvor em parceria com o MCJ (Ministério de Crianças e Juniores) apresentará o Musical Infantil DAVI, com referência ao 7º CD Crianças Diante do Trono, às 16h, no Templo. A entrada é franca e estão todos convidados. Informações: (31) 3478-2300 – Adriana Nunes / 8793-2050 – Pr. Omar.

21


Matricule-se para o curso de Maquiagem profissional Informações: 3421-1788 / 3444-1942 / 8793-7912 – Lilion ou Cláudia. Rua Manoel Macedo, 406 – São Cristóvão.



Atos Hoje 21