Page 1

Juatuba e Mateus Leme - MG | 09 de MAIO de 2015 | edição 313 | r$1,00

Preços imperdí veis, moda fitness e moda praia. Pra você que pratica esportes e gosta de ficar na moda Av. Getúlio Vargas, 394, Centro - Mateus Leme

QUESTÕES POLÍTICAS CONTRA OBRA DA

SEDE DO SEST/SENAT

DIRETORIA DA CNT ACUSA GRUPO DE BOICOTAR CONSTRUÇÃO Página 3

Juatuba e Mateus Leme têm mais de 500 casos de Dengue Página 6

Tânus Saliba, a principal via de Juatuba está suja e tomada pelo mato Página 3

Azurita cobra mais segurança pública Polícia Militar promete solucionar problema com novo planejamento Página 5

ENTREVISTA O presidente Aciaps, Marcus Júnior Diniz Página 2 Página 6

PM quer reduzir 20% dos crimes no Centro de Mateus Leme com Olho Vivo A Polícia Militar de Mateus Leme abriu as portas do quartel para apresentar a sala de operações onde estão instalados os receptores das câmeras do projeto Olho Vivo. Página 5

NASCENTES DERRUBA POSTO DE AZURITA O empresário Ronaldo Antônio Moreira, dono de posto de combustíveis às margens da MG-050, assistiu no fim da manhã desta quinta-feira, 07, aos funcionários da Nascentes das Gerais demolirem o estabelecimento comercial que manteve no local durante longos anos. Ele lutava desde o início do ano passado contra a desapropriação do imóvel, determinada pela empresa para a continuidade das obras de duplicação da rodovia, e ao questionar a arbitrariedade da medida, chegou a conseguir na Justiça a suspensão do processo, o que foi revertido pela concessionária. O fechamento do posto de Azurita gera uma série de entraves para a comunidade local e também para transportar mercadorias pela rodovia MG 050. Ele era o único com pátio para apoio de motoristas entre o Centro-Oeste mineiro e a capital Belo Horizonte, com área estruturada para as paradas dos caminhoneiros e outros serviços importantes para quem está na estrada.

“MÃE”...uma sílaba só, com sentido tão profundo, Deus juntou em três letras, toda riqueza do mundo. Av. Tânus Saliba, 265 Centro - Juatuba | 3535-8648


Página 2

Jornal de Juatuba e Mateus Leme

Sábado, 09 de maio de 2015

Vacinas chegam a tempo do Dia D contra a Gripe

PENSÃO POR MORTE - NOVAS REGRAS PREVIDENCIÁRIAS PARA A CONCESSÃO Em dezembro de 2.104 entre o Natal e o Ano Novo, fomos surpreendidos pelo governo federal, com diversas mudanças na legislação previdenciária que afetaria a concessão de diversos benefícios, entre eles a pensão por morte. Vejamos as razoes destas mudanças na concessão da pensão por morte: As regras eram simples, a companheira não precisava comprovar tempo mínimo de casamento ou união estável. Agora com a mudança das regras é necessária a comprovação de no mínimo dois anos de casamento ou união estável. O mesmo valia para a carência do beneficio, ela não existia. Com as mudanças o governo passou a exigir no mínimo dois anos de contribuição do segurado para garantir uma eventual pensão por morte. Lembrando que em casos de acidente do trabalho, não temos que comprovar este tempo mínimo. Este benefício era em caráter vitalício, ou seja, o beneficiário (a) dele recebia por toda a vida esta pensão, sem data para ser cessado. Agora, apenas a viúva (o), com quarenta e quatro anos ou mais terá direito a receber a pensão em caráter vitalício. Com idades inferiores a esta a(o) viúva (o) irão receber o beneficio por um período estipulado por uma tabela do governo federal. A intenção é colocar fim a pensão brotinho. Por exemplo, se a viúva (o) tiver 21 anos na época do falecimento do seu cônjuge, pela tabela, receberá a pensão por morte por apenas três anos e assim sucessivamente. Já o valor da pensão por morte era igual à aposentadoria do segurado, mudando apenas o numero e nome do benéfico, o valor pago era o mesmo. Com as novas regras, a pensão pode ser reduzida em até quarenta por cento, e a viúva teria direito a receber apenas 50 % da pensão por morte mais 10% referente a cada depen-

dente. Com tantas mudanças, era previsível um questionamento das novas regras, sendo assim o Governo Federal recuou e abriu as negociações para ser discutido um meio termo entre as regras antigas e as atuais. Estas novas mudanças serão um ponto de equilíbrio entre o que a legislação previa e as atuais mudanças necessárias quanto ao pagamento destes benefícios pela previdência social. O Relator propõe um tempo mínimo de um ano e seis de contribuições para garantir a pensão por morte, se ao tempo do óbito o casamento ou união estável tivesse menos de um ano e meio de casamento, a pensão seria paga por apenas 4 meses. Nas novas propostas existe a volta integral do valor da pensão para a beneficiária (o), mesmo que a viúva não tivesse filhos menores de 21 anos. Estamos atentos aguardando as regras que irão prevalecer quanto a concessão deste beneficio. Acredito que em breve teremos uma solução para este tema, afinal a preocupação do atual governo é aprovar o ajustes fiscais necessários para equilibrar as contas do governo. O governo apenas deixa de informa que a previdência social é uma autarquia federal que sobrevive sem qualquer ajuda do governo federal, muito pelo contrario, é o governo quem retira desta autarquia, vinte por cento do que é recolhido todos os meses sem qualquer prestação de contas. Agradeço a atenção dos meus leitores e contem sempre com minha dedicação aos estudos sobre esta matéria para mantê-los informados. Minha indignação será constante, até que eu possa ver o dinheiro da previdência social ser aplicado da forma correta, beneficiando aqueles que a sustentam, ou seja, eu e vocês, segurados do INSS.

Marcela França – Advogada Previdenciária Especializada Escritório de Advocacia Previdenciária: Benefícios Previdenciários e Previdenciário Empresarial • Aposentadoria do Servidor Publico Municipal, Estadual e Federal; • Cálculos para a Aposentadoria; • Custeio; • Planejamento de Aposentadoria; • Aposentadoria por invalidez / Acréscimo de 25%; Aposentadoria Rural; • Aposentadoria Urbana; • Aposentadoria por Tempo de Contribuição; • Aposentadoria Especial; • Auxílio Acidente; • Acidente de Trabalho; • Acerto de tempo de contribuição; • Revisões de Benefícios; • Pensão Urbana/Rural; • Auxilio Maternidade/Auxilio Maternidade Rural; • Amparo Social ao Deficiente; • Amparo social ao Idoso; • Seguro-defeso. e-mail: advmarcellafranca.prev@gmail.com | (37) 9902-5886 ( VIVO) Praça Cilico, 74, Centro, Térreo, Itaúna - MG

Distribuição: Juatuba e Mateus Leme - Filiado ao SINDIJORI

Artigos assinados não representam, necessariamente, a opinião do Jornal e são de responsabilidade dos autores. CNPJ: 10.573.759/0001-17 Em Juatuba: comercial@jornaldejuatuba.com.br Mateus Leme: comercial@jornaldemateusleme.com.br

Unidades de saúde ficam abertas neste sábado até 17 horas para atendimento ao público-alvo

Apesar do atraso, as doses da vacina contra o vírus Influenza, causador da gripe, chegaram às unidades de saúde de Jua-

tuba e Mateus Leme em tempo para o início da campanha nesta semana. E, neste sábado, 09, é o “Dia D” da imunização em nível nacional, sendo que nas duas cidades todos os postos ficarão abertos das 08h às 17 horas para os atendimentos ao público-alvo da mobilização, composto pelas crianças de seis meses aos cinco anos incompletos, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, mulheres a até 45 dias do parto,

indígenas, população carcerária, profissionais de saúde e os que atuam no sistema prisional, além de doentes crônicos. A meta estipulada pelo Ministério da Saúde é de vacinar 80% dos grupos prioritários. Neste ano, a campanha recebeu o slogan “Contra a gripe, seu escudo é a vacinação”. A vacina irá imunizar contra os três subtipos de vírus da doença que mais circularam no último inverno, A/H1N1 (Gripe Suína); A/H3N2 e

influenza B. De acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS -, a vacinação é a forma mais eficaz para prevenir a enfermidade e complicações. As únicas contraindicações são a alergia aos seus componentes, principalmente a proteína do ovo, e os portadores de doenças neurológicas em atividade. Recomenda-se que quem estiver gripado, apresente estado febril ou sintomas de dengue, espere melhorar para depois se vacinar.

Decisão a respeito de sobretaxa da Copasa fica suspensa até a próxima semana A Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa – quer, mas depende da autorização da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário – Arsae – para aplicar sobretaxa a todos os consumidores e não apenas às empresas e produtores agrí-

colas. As discussões sobre o assunto se estendem desde o início deste ano e a perspectiva da empresa é cobrar nas contas deste mês, mas a decisão sobre a forma como isso será feito ainda ficou para a semana que vem, depois de reuniões do Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CERH -, na segunda-

feira, 11, e sexta-feira, 15. Também nos próximos dias, a Arsae pretende iniciar as consultas públicas com o modelo de cobrança extra, solicitada pela Copasa para conter o aumento do consumo. O governo do Estado ainda estuda forma de livrar o cidadão comum da sobretaxa, o

que pelo visto, já ficou decidido em relação às famílias de baixa renda, incluídas na Tarifa Social. Ainda em maio, a conta de água vai passar a pesar mais nos bolsos dos consumidores devido ao reajuste de 15,04%, que entra em vigor no dia 13. Em 2014, o aumento foi de 6,18%.

Agência da Sicoob Crediuna em Mateus Leme recebe visita do BDMG O gerente de relacionamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG -, Francisco da Silva Ferreira, visitou nesta semana correspondentes bancários da instituição

financeira em várias cidades da região. Além de Igarapé, São Gonçalo do Pará e Perdigão, Santo Antônio do Monte e Carmo do Cajuru, ele esteve também na Sicoob Crediuna de Mateus Leme.

Na cidade, ele conheceu o trabalho desenvolvido pela cooperativa de crédito e os projetos elaborados pela entidade com previsão de execução neste ano. As conversas giraram em

torno da possibilidade de novas parcerias, visando a ampliação das atividades, com foco principalmente no aumento dos serviços prestados e vantagens concedidas aos clientes.

Distribuição gratuita de vacina contra HPV continua nas unidades de saúde A mobilização nacional de vacinação contra o HPV em meninas com idade entre nove e 11 anos acabou no dia 31 de março, mas o Ministério da Saúde incluiu no calendário permanente de vacinação a distribuição gratuita da vacina durante todo o ano. Portanto, se você tem mais que nove anos e ainda não se imunizou, procure qualquer unidade de saúde. O HPV previne doenças como o câncer de colo de útero. Este ano, adolescentes com 26 anos incompletos e que convivem com o vírus poderão ser imunizadas na rede pública. Basta apresentar um comprovante de manifestação do HPV no corpo que a vacina será aplicada de graça. Em 2016, a campanha será desenvolvida para meninas com menos de nove anos.

ERRATA Conforme a publicação do Hospital Santa Terezinha na última edição 312, o valor correto da Unimed é 7,68% e não 77,99%.


Página 3

Jornal de Juatuba e Mateus Leme

Sábado, 09 de maio de 2015

Questões políticas interferem em obra da sede do SEST/Senat de Juatuba Futuro do Instituto de Previdência de Juatuba nas mãos de servidores ligados à administração Foi publicada esta semana a portaria que designa os membros da comissão que estará à frente do processo eleitoral do Instituto de Previdência do Município de Juatuba, criado depois de muita polêmica e contra a vontade da maioria dos servidores, cujos protestos foram desconsiderados na aprovação da medida. E, a nomeação dos responsáveis pela condução do pleito mostrou que, conforme previsto, quem vai dar as cartas é mesmo a prefeita Valéria Aparecida dos

Santos. A eleição da diretoria, que ainda não teve a data anunciada, está nas mãos de pessoas ligadas de alguma forma à administração e que terão autonomia para tomar todas as decisões referentes à escolha da diretoria do Juaprev. Nos bastidores, já circulam informações sobre possível acordo entre a chefe do Executivo e a presidente do sindicato que representa o funcionalismo, Calmelícia Antônia da Silva, que sinalizou a intenção de concorrer ao cargo mais alto do órgão.

Água das chuvas fica empoçada no Nossa Senhora do Rosário e gera prejuízos para comerciantes

Proprietários de estabelecimentos comerciais nas imediações do Km 68 da MG-050, no bairro Nossa Senhora do Rosário estão indignados com a demora do término da pavimentação no trecho. As obras realizadas por empresa contratada pela concessionária da rodovia estão atrasadas e já causam grandes transtornos. Nos últimos dias, a situação, que é motivo de muito desgaste para os comerciantes, se agravou. Sem um canal de captação adequado, as intervenções fize-

ram com que as águas das chuvas ficassem empoçadas por uma semana, desde quintafeira, 29, na rua José Surdo. Com isso, houve alagamentos e muitos prejuízos devido aos entraves para a passagem dos pedestres. “O cenário econômico do país já não está nada favorável para os negócios e ainda enfrentamos isso. Está difícil, a obra começa e para o tempo todo, não temos nem condições para atender aos nossos clientes”, reclamou o dono de uma loja instalada na rua Leão José.

Na contramão dos interesses coletivos, construção que já estava ameaçada por atraso é interditada Depois da assinatura, com muito atraso, da licença para início da construção da sede própria do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – SEST/Senat – em Juatuba, nova polêmica ameaça a permanência da unidade na cidade. A prefeita Valéria Aparecida dos Santos demorou bastante a tomar providência para a liberação do terreno, o que fez somente após a ameaça de o município perder a assistência do órgão

para Pará de Minas. Iniciadas as intervenções, o Conselho Municipal de Meio Ambiente – Codema -, que é ligado à administração municipal, acionou a Polícia Militar de Meio Ambiente, que interditou a obra sob a alegação de que foram encontradas nascentes no local. Membro da diretoria da Confederação Nacional do Transporte – CNT -, em Brasília, chegou a declarar à imprensa que “um grupo político de Juatuba não quer a continui-

dade do trabalho do SEST/ Senat na cidade”. O SEST/Senat funciona em imóvel alugado, localizado no Centro da cidade. A estrutura hoje proporciona aos funcionários das empresas do setor e toda a comunidade o acesso a ações direcionadas ao desenvolvimento profissional e promoção social. A instituição viabiliza cursos presenciais e à distância, forma novos motoristas com a oferta da primeira habilitação

para jovens de baixa renda, que também têm a oportunidade de serem habilitados para o mercado de trabalho na área. Também são desenvolvidas com frequência atividades de conscientização, lazer e cidadania. A atuação do órgão ainda garante aos trabalhadores do segmento e outros moradores da cidade tratamento odontológico gratuito, com três dentistas contratados para atender no período da manhã e outros três à tarde.

Sob os olhos da administração, lotes permanecem sujos e tomados pelo mato em plena avenida Tânus Saliba

Moradores e comerciantes estabelecidos em Juatuba estão cansados de criticar a falta de atitude da administração muni-

cipal em relação à sujeira que toma conta da cidade nos últimos tempos. Mesmo diante das cobranças, pouco tem sido

Mãe!

Tem uma energia especial que envolve, protege e consola. Capaz de conduzir e incentivar. Mãe, um presente e um dom.

Feliz Dia das Mães!

Homenagem do Vereador Chico da Venda

feito para resolver o problema. E, se a falta de cuidados é motivo de muita revolta das comunidades na periferia da

cidade, na área central a situação também não é muito diferente e gera muita preocupação, principalmente diante do grande número de casos de Dengue no município, que vive uma epidemia, com 415 pessoas contaminadas pela doença, conforme os últimos dados divulgados. Registros das condições em que estão dois lotes na avenida Tânus Saliba, a principal via da cidade, mostra bem o descaso com o qual a população tem convivido. Os imóveis, sendo um deles quase em frente à Faculdade J. Andrade, completamente abandonados, tomados pelo mato e lixo. Em alguns pontos, o matagal invade a calçada e impede a passagem dos pedestres, que têm que transitar pela rua.


Página 4

Jornal de Juatuba e Mateus Leme

Despachante Daniel

Faça sua mãe se sentir tão especial quanto ela é! Presenteie com as lindas roupas da Piti Modas.

Transferência - Emplacamento - Licenciamento Segunda Via - Alteração de Dados contato@agdespachante.com.br (31) 3535-2128 | (31) 9761-4373 Rua Joaquim Aguiar,129 - Centro - Mateus Leme

Av. Getúlio Vargas, 508 - Centro Mateus Leme

Sociais

Sábado, 09 de maio de 2015

10 de maio: Dia das Mães

Franciele e sua mãe Irene Rates

Erik e a mãe Eliane Tomikawa

Sabrina e Maria Eduarda

Davina Assunção Braz com o neto Jhonatas e o bisneto Gabriel

Cláudia Debique e os filhos

Luciana Paixão e a mãe Ana Lúcia

FOTO SHOW, FOTOGRAFIA E FILMAGEM PROFISSIONAL

A linda Lara, nova netinha do ex-prefeito Adônis Pereira

Núbia na sua festa de 15 anos dia 25 de abril

Av. Getúlio Vargas, 528 - Centro - Mateus Leme (31) 3535-3550


Página 5

Jornal de Juatuba e Mateus Leme

Sábado, 09 de maio de 2015

Polícia Militar conclui mais uma etapa do Olho Vivo em Mateus Leme e prevê redução de 20% de crimes no Centro

A Polícia Militar de Mateus Leme abriu as portas do quartel para apresentar, na manhã desta quarta-feira, dia 06, a sala de operações onde estão instalados os receptores das câmeras do projeto Olho

Vivo. Autoridades municipais e representantes de associações de segurança pública participaram do encontro que oficializou a conclusão da primeira fase do programa de vídeo-monitoramento dos

pontos estratégicos com o objetivo de coibir a criminalidade. O próximo passo é a assinatura do convênio que vai autorizar o Município a ceder profissionais para a ronda.

As imagens geradas pelos equipamentos já ajudam nas ações preventivas contra os bandidos na área central. E na última quarta-feira, 06, eles se tornaram novos aliados no trabalho pelo aumento da segurança pública na cidade. Com a operacionalização do programa, a expectativa é de diminuição de até 20% os crimes no Centro. O comandante da PM, tenente Giovanni Nóbrega, está otimista. “Sabemos da importância do Olho Vivo e temos boa perspectiva em relação à redução da criminalidade porque ele funciona muito bem em outras localidades”, frisou. Ele defende também que agora haverá mais agilidade no trabalho feito com as viaturas. “Com a vigilância 24 horas proporcionada pelas câmeras, o efetivo terá mais tempo para se dedicar

ao policiamento ostensivo em bairros e em áreas rurais”, completou. O Conselho de Segurança Pública – Consep -, e a Associação de Participação Popular – APP -, destacaram a importância do vídeomonitoramento na área central, reivindicação

antiga dos moradores e comerciantes da região em que está o principal corredor econômico do município. A elaboração e implantação do projeto teve a participação também Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Prestação de Serviços – Aciaps.

Assustada com os altos índices de violência, Azurita cobra aumento da segurança pública Comando da Polícia Militar promete solucionar problema com novo planejamento Azurita está apavorada com a violência que toma conta do distrito. Antes considerado tranquilo e pacato, o povoado agora vive sob a mira de bandidos e, assustada com a situação que piora a cada dia, a comunidade cobra provi-

dências das autoridades para o aumento da segurança. Moradores pedem ajuda das polícias Civil e Militar, da Prefeitura e Câmara Municipal para a solução do problema. A população também questiona o uso de viatura libe-

Começa a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa Teve início na sexta-feira, 1º, em Minas Gerais, a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa. A expectativa do Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA - é de que todo o rebanho, estimado em 23,5 milhões de bovinos e bubalinos, seja imunizado em todo o estado, até o dia 31 de maio. A vacinação é a única forma de proteger os animais contra a doença e deve ser feita duas vezes ao ano, em maio e em novembro. Nesta primeira etapa, os animais de todas as idades devem ser imunizados. Minas Gerais é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal - OIE - como área livre de febre aftosa com

vacinação. E, a manutenção dessa situação é fundamental para os produtores e toda a cadeia produtiva da carne, leite e derivados, pois, caso ocorra o aparecimento de focos da enfermidade no país é disparado um alerta internacional, que faz com que os países importadores acionem as barreiras sanitárias e suspendam a compra de todos os produtos de origem animal. A vacina é vendida em estabelecimentos autorizados mediante apresentação de carteira de identidade e CPF. Após a compra, a conservação correta é fundamental para garantir a eficácia na imunização do rebanho. O produto

rada para o patrulhamento do lugarejo que, conforme reclamações não anda a contento e cobra da administração municipal que cumpra a promessa, feita em campanha eleitoral, de desenvolver ações para o combate à crimi-

nalidade. Não falta indignação e reclamações sobre as condições da iluminação pública, que, ainda precária, favorece as ações dos marginais. A reportagem procurou a Polícia Militar de Mateus

Leme, cidade a qual pertence Azurita, sendo informada de que já foi feito planejamento para a intensificação das operações no distrito. “Estamos cientes e vamos fazer de tudo para melhorar essas condições”, afirmou o comandante,

tenente Giovanni Nóbrega. Em relação aos questionamentos sobre o veículo, ele disse que o mesmo tem sido utilizado no policiamento também em Serra Azul, que vivenciou uma grande onda de crimes violentos nos últimos tempos.

Jovem é baleado junto com a mãe e morre ao sair da igreja no Cidade Nova I Um rapaz saía da igreja no bairro Cidade Nova I, em Juatuba. Ele estava acompanhado pela mãe, com quem seguia para casa, depois de participar da celebração no templo. Porém, no caminho foram surpreendidos por dois homens que desceram de um carro de arma em punho e começaram a atirar contra eles. Maycon Jonatas Campos dos Passos, de 24 anos, atingido por cinco disparos, no tórax, nádegas e costas, morreu na Policlínica, depois de duas paradas cardiorrespiratórias. A mulher, 54, foi baleada no ombro direito e não corre risco de vida. A ocorrência foi registrada na sexta-feira, 1º, na rua Joseph Villeger, onde uma equipe de policiais compareceu logo após

o crime, no entanto, sem conseguir obter muitos detalhes dos moradores da região, que preferiram se calar por receio de retaliações. Entre as poucas informações, a de que momentos antes do assassinato do jovem havia dois indivíduos suspeitos circulando pela cidade em um Fiat, de cor prata. A denúncia, feita por telefone, apontou um deles como traficante conhecido no bairro Canaã. Em meio às investigações, foi apurado junto a testemunhas que a dupla pretendia matar outra pessoa, mas que como o verdadeiro alvo não foi encontrado, os bandidos chegaram a dizer que iriam “fritar outro calango”. Ao mesmo tempo, uma vizinha disse que ao sair

do veículo, um deles disse para o Maycon Jonatas: “sua hora chegou” e que ele tentou correr. Ainda de acordo com os relatos, o rapaz, que deixou uma filha de seis meses, já havia tido envolvimento com roubos,

mas nos últimos meses tentava mudar de vida, o que fez, inclusive, com que passasse a ir com a mãe aos cultos evangélicos. Até o fechamento desta edição não havia pista dos possíveis autores.

Assassinato marca também a noite de domingo Na noite de domingo, 03, uma casa na rua Professor Geraldo Alves de Oliveira, no Cidade Nova III, também em Juatuba, foi invadida e um dos moradores, de 30 anos, executado. Leandro Alberto Carneiro Pereira foi baleado em um dos quartos do imóvel, na frente dos

familiares, que ainda foi alertada pelos assassinos a não comentarem sobre a ação com os policiais. Conforme os depoimentos, o crime foi praticado por dois homens, mas ninguém soube falar sobre a possível motivação e ainda não existem quaisquer pistas.


Página 6

Jornal de Juatuba e Mateus Leme

Sábado, 09 de maio de 2015

Juatuba já tem 415 casos de Dengue e em Mateus Leme número de contaminados salta para 100 em uma semana Continua alarmante o índice de contaminações pelo Aedes aegypti em Juatuba e Mateus Leme, sendo que na primeira, das 1.542 notificações feitas desde o início do ano, saíram 415 confirmações de pessoas infectadas pelo mosquito, que também é transmissor da febre Chikungunya. Na outra, a situação não é tão drástica, o que não quer dizer que não seja preocupante: até o último boletim epidemiológico, divulgado nesta semana, o número aumentou de 96 para 100 em uma semana. O município notificou 507 suspeitas entre janeiro e o último domingo, 03, das quais 355 ainda estão em análise. Em Mateus Leme, o Centro, com 33 registros de infecções nos primeiros meses deste ano, continua sendo a região que concentra o maior número de casos confirmados de Dengue. A alerta está também nos bairros, como o Consenza e o Imperatriz, onde mais de 20 moradores contraíram a enfermidade, enquanto

na Reta foi oficializado o primeiro paciente tratado como infectado pelo mosquito em 2015. Já em Juatuba, os casos estão bem espalhados e, concentrados principalmente na periferia da cidade, onde há também grande número de lotes vagos abandonados, repletos de resíduos, como materiais recicláveis, e mato, o que contribui para a proliferação do Aedes aegypti.

bém orientaram a população sobre as precauções a serem tomadas para evitar o avanço da enfermidade. Apesar do aumento no número de casos considerados suspeitos, a quantidade de ocorrências confirmadas se manteve estável, conforme o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Mateus Leme, nesta segundafeira, 04.

Azurita recebe força-tarefa

Minas Gerais em terceiro lugar no ranking da epidemia

Com a elevação do número de casos suspeitos de oito para 26 em 15 dias, o distrito de Azurita recebeu uma forçatarefa para o trabalho de combate aos focos da Dengue. Até sexta-feira, 08, todas as casas foram visitadas pelos agentes de endemias, que fizeram vistorias da parte baixa até a região do posto de combustíveis. Além de procurar os possíveis criadouros do mosquito transmissor da doença e eliminá-los, os profissionais tam-

Confirmada na segundafeira, 04, pelo Ministério da Saúde, a epidemia de Dengue enfrentada pelo país tem em Minas Gerais o terceiro maior número de pessoas infectadas. Entre janeiro e abril foram contabilizados 60.838 casos em território mineiro, o dobro dos registros no mesmo período do ano passado, quando houve 30.756. Na incidência por grupos de cem mil habitantes, o salto foi de 148,3 casos para 293,4.

Vereadora contesta propaganda oficial sobre unidade de saúde

Anunciada pela prefeita Valéria Aparecida dos Santos como uma grande obra da atual administração, a construção da unidade de saúde do bairro Varginha, na realidade, foi uma conquista do governo passado. Os recursos necessários para a obra foram obtidos por convênio firmado pelo então prefeito Adônis Pereira e o governo federal. Mas, a chefe do Exe-

cutivo, por meio da comunicação oficial e de postagens no perfil que mantém em rede social na internet apresenta a edificação como de responsabilidade desta gestão. A situação, principalmente diante das mensagens de congratulações encaminhadas à prefeita, fez a vereadora Maria Célia Silva se manifestar sobre o assunto,

também na rede social Facebook. A parlamentar alertou a população sobre o fato de o montante destinado à instalação da unidade ter sido viabilizada por ação de Adônis Pereira junto à União, apontando todos os passos para a consolidação da parceria por meio de documentação disponível no Portal da Transparência do Ministério da Saúde. “Prezados amigos de Juatuba, não se iludam. Vejam que o convênio foi firmado na gestão anterior e que o governo federal repassou recursos para a construção. No ano de 2014 apenas foram realizadas suplementações para que a obra fosse licitada”, salientou Célia.

ENTREVISTA: presidente Aciaps, Marcus Júnior Diniz O JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME conversou esta semana com o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Prestação de Serviços – Aciaps – de Mateus Leme, Marcus Júnior Diniz. Em entrevista, ele, que também é secretário municipal de Administração, falou sobre o trabalho desenvolvido pela entidade em busca do fortalecimento das atividades empresariais na cidade, com foco principalmente no desenvolvimento e geração de emprego e renda. Ele fez um balanço das ações realizadas e apresentou projetos a serem executados. Confira! JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME - A Aciaps é uma entidade com grande respeito em Mateus Leme e que nos últimos anos vem obtendo cada vez mais destaque, em diferentes segmentos de atuação. A que pode ser atribuído este sucesso? MARCUS JÚNIOR - O sucesso de nossas ações é fruto de um trabalho conjunto de diversos segmentos. Posso destacar que a sintonia existente entre a atual diretoria, nossos colaboradores e, principalmente, os nossos associados é de extrema importância para que a Aciaps seja referência no seu ramo de atuação. Há, inclusive, vários ex-presidentes que hoje ainda compõe nosso quadro de diretores. Todos tiveram uma parcela muito grande nas atuais conquistas. Atualmente estamos com um número próximo a 200 membros ativos, o que fortalece ainda mais os nossos trabalhos. JJML - Quais foram os principais projetos realizados nos últimos 12 meses? MJ - Foram vários. A realização de uma agenda de treinamentos, a criação de comissões para cuidar de assuntos específicos da associação e o remodelamento parcial do Mérito Empresarial foram de grande importância. Fomos homenageados ainda, juntamente com nossos colaboradores, pela Federaminas, como uma das entidades referência na Região Metropolitana de Belo Horizonte no trabalho de liberação de crédito. Destaco ainda as parcerias realizadas com outros poderes do Município, que somam muito nos nossos trabalhos. JJML – Quais são essas parcerias? MJ - Estabelecemos parcerias com a Prefeitura, já há alguns anos, em projetos como a “Sala do Empreendedor”, que foi fortalecido ainda mais este ano com a construção da rede de captação pluvial no centro de Mateus Leme. Esta era uma antiga

reivindicação da classe empresarial da cidade e, com o apoio do governo de Estado e governo municipal foi possível executar. A Aciaps acompanhou de perto várias etapas das intervenções, fazendo as reivindicações em nome dos associados e mantendo informada toda classe comercial a cada fase da obra. Foi um período delicado em relação às vendas, mas era uma melhoria que já deveria ser feito a décadas na cidade, portanto, algo extremamente necessário. Agora, os nossos associados e clientes terão mais segurança e conforto para as compras, principalmente em períodos chuvosos. JJML Existem outros tipos de parcerias firmadas com outras instituições? MJ - Sim. Contamos sempre com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas na realização de nossas agendas de treinamentos. Outra parceria de sucesso estabelecida é com a Polícia Militar. Como já divulgado, todo equipamento do “Olho Vivo” foi adquirido, tendo como base as melhores referências de aparelhagem do mercado. Recentemente, após uma criteriosa fase de testes, as imagens foram transferidas para o quartel da Polícia Militar e em breve será oficialmente lançado o programa de monitoramento, que já se encontra em condições de funcionamento, até auxiliando investigações de alguns casos já ocorridos na cidade. Essa iniciativa contou também com a Prefeitura, poder Judiciário e comércio, tendo como peças essenciais todos os nossos diretores, em especial o Beto, Samyr e Arcilene que fizeram um trabalho muito dedicado. Ainda em relação à PM, recentemente foi criado um grupo do aplicativo WhatsApp, com componentes de uma rua de grande movimento comercial da cidade, composta também por representantes do Conselho de Segurança Pública – Consep -, com resultados muito interessantes.

JJML - Que análise você faz do atual cenário econômico do país e como a situação reflete em Mateus Leme? MJ - Estamos enfrentando um momento delicado na economia do nosso país, mas isso não tira nosso otimismo. Nosso objetivo é continuar dando suporte aos nossos associados, da mesma forma como sempre fizemos. Somente neste ano recebemos a visita de representantes de entidades dos municípios de Florestal, Igarapé, Pará de Minas e Ipatinga, o que comprova a força e respeitabilidade que existem em nossos trabalhos. JJML Quais os projetos que a Aciaps elaborou para serem executados ainda em 2015? MJ - Temos como grande objetivo fortalecer o espírito natalino, não só em nossos estabelecimentos empresariais, mas também em toda comunidade. Para isso, foi criada uma comissão que já está trabalhando em um projeto pioneiro, que tem de tudo para encantar a cidade, deixando em segundo plano o sorteio de brindes. Temos a previsão de realizar um Natal de Luzes, envolvendo vários segmentos de Mateus Leme. Outro movimento previsto para o segundo semestre é referente à organização da 11ª edição do Mérito Empresarial, evento carimbado e que se tornou referência no meio. E, neste mês estaremos dando segmento na nossa agenda de treinamentos, que é de grande valia para os empresários de todos os setores que abrangemos.

Jornal de Juatuba e Mateus Leme Ed 313  

Está é a sua versão digital do Jornal de Juatuba e Mateus Leme Ed. 313!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you