Page 1

Motoristas protestam contra multas irregulares em Barra do Garças

Página 7

Datafolha aponta vitória de Dilma

Ano II - Nº 59 - Barra do Garças - MT, 22 a 30 de setembro de 2010 - asemana@araguaia.net - www.asemananoaraguaia.com

Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (28) pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com 46% das intenções de votos. O candidato do PSDB, José Serra, aparece com 28%, e Marina Silva, do PV, tem 14%, segundo o levantamento. Considerando a margem de erro da pesquisa, de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 32913/2010.

46% 28% 14%

Pesquisas apontam, Daltinho será o único eleito no Araguaia Mayke Toscano

O líder na corrida à Assembleia Legislativa é o deputado Sérgio Ricardo (PR) com 4, 59%, seguido de José Riva (2,89%) na segunda colocação. O deputado Adalto de Freitas - Daltinho aparece na sexta colocação, (1,50%) isto no Instituto Gazeta Dados. Já na pesquisa Mark, divulgada no dia 28, Daltinho aparece com 2,04%, o que lhe dá chances reais de se eleger em 3 outubro. Página 5

Vereadores votam contra a devolução de multas A bancada que dá sustentação ao prefeito de Barra do Garças, Wanderlei Farias na Câmara de Vereadores votou na sessão de 21 de setembro contra o requerimento do líder do PT Professor Kiko que pedia a devolução das multas aplicadas pelos agentes de trânsito no período de fevereiro a junho deste ano, sob alegação que a cobrança estaria sub judice (sob exame da justiça) porque a prefeitura voltou atrás sobre os 5% que estava dando das multas aos agentes de trânsito. Página 7

Pesquisa aponta nomes para Câmara Federal

O Gazeta Dados, de Cuiabá, divulgou na manhã de 22 de setembro a terceira rodada de pesquisas de intenções de votos do eleitor mato-grossense nessas eleições. Na corrida à Câmara Federal o deputado Wellington Fagundes (PR) lidera com 7,09%, o candidato Eduardo Moura (PPS) aparece com 2,50% e Roberto Farias (PP) com o percentual 1,40%, o que lhe coloca em condições de disputar uma vaga à Câmara Federal dentro de sua coligação. Página 5

Barra do Garças ‘encolhe’ segundo prévia do IBGE

A prévia do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que Barra do Garças encolheu entre as cidades mais desenvolvidas de Mato Grosso. Com 85% das residências recenseadas, o município registrou um crescimento de 0,3%, muito abaixo de outros pólos regionais como Sinop, Rondonópolis, Tangará da Serra, Alta Floresta e Primavera do Leste. Página 6

Silval pode vencer no 1º turno

Marcão entrega 56 moradias em novembro

Estão sendo construídas em Aragarças através de convênio firmado entre Governo Federal e prefeitura local, 56 casas populares no setor Novo Mundo, próximo à Escola Agrícola, Pelo projeto ‘Casa para quem precisa’. Página 6

Apesar das oscilações de verificação de um instituto de pesquisa para outro, Silval Barbosa (PMDB) lidera em todas as avaliações feitas até aqui. Se as eleições fossem hoje, segundo o Gazeta Dados, ele seria reconduzido ao cargo logo em primeiro turno com

52,27% dos votos válidos. Na terceira rodada da pesquisa realizada em 22 de setembro, em âmbito estadual, Silval desponta com 46% dos votos, 26 pontos à frente do segundo colocado, Mauro Mendes (PSB). Página 3

Emasa não consegue abastecer a cidade Empresa Mato-grossense de Água e Saneamento - EMASA, ao que deixa transparecer à população barra-garcense, está encontrando dificuldades para abastecer a cidade neste período de estiagem, embora sua direção se negue a dar esclarecimentos a este respeito. Página 9

APAE inaugura quadra coberta em outubro

Será inaugurada na primeira quinzena de outubro a construção de uma quadra coberta de 450 metros quadrados destinada a esporte e lazer da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Barra do Garças, na rua Ana Cláudia, no Jardim Pitaluga. Página 6


Opinião

Editorial

2

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT 22 a 30 de setembro de 2010

Censo diz que Barra do Garças encolheu

C

om apenas 85% de residências recenseadas a prévia do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já dá conta de que Barra do Garças encolheu. O município, para a tristeza de muitos, registrou um crescimento de 0,3%, um índice risível se comparado a Sinop, Rondonópolis, Tangará da Serra, Alta Floresta e Primavera do Leste. Os responsáveis pela administração continuam a insistir de que obras estruturais (leia-se asfalto), que são necessárias, não sintetizam as necessidades básicas de seus moradores. Se se fizessem uma pesquisa para que a população indicasse seu desejo, apareceria no topo de todas suas aspirações o item ‘empregos’. Para se chegar a esse diagnóstico não precisa ser cientista social, precisa isto sim, de sensibilidade para enxergar e compreender a realidade social dos outros. A falta de postos de trabalho na cidade, sem que nada seja feito para modificar esta realidade, tem sido a causa da migração de muitas famílias, sendo mais acentuadamente a de jovens que procuram outras cidades onde possam trabalhar e, sobretudo, ser dono da própria dignidade. No entanto, não se pode fechar os olhos aos empreendedores que apor-

A boa e velha política

E

ntre os valores que podem ser considerados imutáveis e permanentes, em quaisquer circunstâncias, vem a própria vida, que é um bem insubstituível, e na seqüência a experiência de vida - algo que se adquire com o passar do tempo, na somatória de erros e acertos. A experiência é, pois, o grande patrimônio da existência humana. O que implica dizer que não existe o novo separado do velho. Um é conseqüência e resultado direto do outro. Daí não se entender a ojeriza que certos candidatos, nem tão novatos, mas com ar empertigado de “salvadores da pátria”, alimentam contra políticos mais velhos e, portanto, mais experientes, que são execrados por estar há mais tempo que eles na vida pública. E se estão ocupando mandatos eletivos e postulam a reeleição - muitos deles com amplo favoritismo - é porque fizeram por merecer, ou seja, têm trabalho prestado à sociedade. É a conclusão a que se chega, a não ser que se queira considerar como composta por tolos e incapazes grandes parcelas do eleitorado que, por esse prisma enviesado dos arautos do “novo”, não saberiam votar e escolher seus representantes. Como se pode depreender dos discursos repetidos por aqueles que fazem do ataque ao que chamam de “velha política” uma tentativa de lavagem cerebral. Antes que me acusem também de retrógrado, digo que a política e a vida pública necessitam da oxigenação trazida por novos valores, mas não no sentido da faixa etária desse ou daquele candidato (ou porque nunca antes ocuparam cargos eletivos e só por isso seriam melhores que os demais), mas de renovação de propostas. De conteúdo de programas, sugestões e

Mário Marques de Almeida

idéias que possam contribuir efetivamente para a melhoria das condições de vida da população. Nesse aspecto, por exemplo, comete equívoco candidato ao Senado que afirma querer se eleger para o cargo a fim de mudar leis do país que ele considera injustas ou brandas demais para combater a corrupção. Também concordo (e não só eu, mas as torcidas do Corinthians e Flamengo juntas...) que o arcabouço jurídico apresenta falhas e precisa ser melhorado, sobretudo no que tange à eficácia na aplicação das leis. Porém, se alguém tem essa meta (louvável, por sinal) de melhorar as leis, não deveria estar postulando uma vaga no Senado, porque o senador representa os interesses do seu Estado junto à União e tem a missão de opinar sobre política externa, economia e finanças, e quem tem mais especificamente a função de legislar, são os deputados federais. Estes, sim, têm poder constitucional para criar leis, sobretudo no campo civil e penal - áreas que parecem ser a preocupação mais notória do referido candidato ao Senado que defende mudanças drásticas nesses códigos. Lamentável, portanto, o erro no enfoque das atribuições parlamentares, sobretudo por parte de quem se torna indesculpável alegar desconhecimento constitucional sobre as funções diferenciadas da Câmara e do Senado. MÁRIO MARQUES DE ALMEIDA é diretor do site e jornal Página Única. mario@paginaunica.com.br

tam no município e das indústrias de biodiesel que começam a gerar empregos. Contudo, parece não haver preocupação daqueles que governam em incentivar o aporte desses empreendedores, dando-se aqui à exceção da cria de gado que gera empregos, mas não concentra sua totalidade no município. Por falar em indústrias não poderíamos deixar correr em branco o episódio da ‘Indústria das Multas’ que foi motivo de acirrados debates na Câmara de Vereadores na sessão de 21 de setembro. A bancada que dá sustentação ao prefeito, (a sobrinha Andréia Santos, Selson Souza, o Jajá, Mírian Lacerda e Sávio Carvalho) refugou o requerimento do Professor Kiko que pedia a devolução das multas aplicadas de fevereiro a junho desse ano, já que o artigo que dava 5% das multas ao guardinha azul foi revogado depois que a população e o Ministério Público se levantaram contra a medida que induzia à possível Indústria de Multas. Mesmo assim, com a cidade encolhida, espera-se que os ânimos sejam todos exaltados neste final de campanha que, de todo modo, representa uma expectativa de renovação, de melhores dias, de empregos, de ter o barra-garcense como personagem principal de sua própria história.

Pelo voto consciente

N

o próximo domingo, quando milhões de brasileiros aptos a votar forem às urnas, nosso país viverá um momento importante para o fortalecimento da democracia. Poucos países no mundo possuem um contingente eleitoral tão grande. Além do mais, faz cerca de 20 anos que recuperamos o direito de escolher o presidente da República, depois de duas décadas de regime autoritário. Nesses dias que antecedem o das eleições, este é mais um motivo para refletirmos sobre o que é melhor para nós, nossas famílias, nosso Estado e nosso país. Agindo assim, faremos do ato de votar não o cumprimento de uma obrigação legal, mas uma oportunidade de escolha de governantes e de representantes legislativos que tenham perfil e qualificações para aperfeiçoar o que já foi melhorado, mudar o que for preciso e buscar soluções para as graves carências que o Brasil ainda carrega. Precedido dessa análise, o voto será consciente, responsável e consequente. O voto em branco e o voto nulo são, na maioria das vezes, uma atitude emocional de quem, desencantado com a política e com os políticos, opta por abdicar de uma responsabilidade de cidadania para com o próprio país. Ocorre que os representantes que escolhemos são aqueles que elaboram, votam e aplicam leis que interferem em nossas vidas. São eles, também, que gerenciam os impostos que pagamos, determinando de que forma são gastos, e que tomam decisões que afetam diretamente a vida de cada brasileiro no presente e no futuro. Nesse sentido, o rigor da decisão de em

Enquete

O que você responde? Emílio Odebrecht

quem votar tem a ver com nosso olhar para as próximas gerações porque, infelizmente, muitos de nossos políticos só conseguem ver a próxima eleição. Mas o voto, além de significar o maior exercício de civismo, deve definir também um compromisso que não se esgote na urna. Pelo voto consciente vamos dizer nas urnas no domingo que, a exemplo de outras conquistas, evoluímos também na consciência política. Ao escolher um candidato é muito importante que todos nós passemos a acompanhá-lo, avaliando seu desempenho, observando seus comportamentos e atitudes e cobrando suas promessas de campanha, inclusive para que, se for o caso, possamos nos corrigir em futuras eleições. Dessa forma, estaremos contribuindo efetivamente para que as instituições democráticas se fortaleçam e para que, na vida pública brasileira, prevaleçam os cidadãos de bem. É certo que os avanços na educação, a melhoria da condição socioeconômica e a garantia dos direitos básicos fazem com que o voto seja mais consciente e mais autônomo. Vamos, portanto, dizer nas urnas no próximo domingo que, a exemplo de outras conquistas já alcançadas, como o crescimento de nossa economia, evoluímos também na consciência política da nação. Emílio Odebrecht, emilioodebrecht@uol.com.br

O Jornal A Semana no Araguaia saiu às ruas e fez a seguinte pergunta: Você já decidiu em quem vai votar ou está indeciso?

Daiane Alves, 26 anos Comerciante

Thiago da Silva, 18 anos Esteticista animal

“Estou indecisa”.

“Ainda estou indeciso, pois os candidatos não demostram perspectivas concretas”.

Fábio Aschidamini, 30 anos Empresário “Sim. Já estou seguro do meu voto, analisei meus candidatos e tenho certeza e consciência do meu voto”.

Cleuza Silveira, 43 anos Costureira “Estou indecisa”.

Mirian Rodrigues, 42 anos Costureira

Charles Barbosa, 26 anos Moto taxista

“Só estou decidida de um candidato”.

“Já decidi”.

E X P E D I E N T E:

A Semana no Araguaia é uma publicação de Edição Publicidade. Rua Pires de Campos, 287-A - 1º Andar - Centro - Barra do Garças - Mato Grosso - CEP: 78.600-000 - Fone: (66) 3407-2976 - CNPJ. 10.828.250/0001-78 - Email: asemana@araguaia.net - www.asemananoaraguaia.com Diretor Geral Ronan de Sá - (66) 9213-4370 Redação Wanderley Wasconcelos Diagramação e Arte Ronan de Sá Reginaldo Baracho Impressão e Acabamento: Gráfica Multicor:

Fotos Mayke Toscano Departamento Comercial Jerusa Helena - 9227-2740 Admilia Rezende - 9224-4238 Circulação: Barra do Garças, Vale do Araguaia e Cuiabá

Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião deste Jornal. Os originais recebidos, tenham ou não sido publicados, não serão devolvidos.


Política

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT

22 a 30 de setembro de 2010

3

ELEIÇÕES/2010

Da Redação

Apesar das oscilações de verificação de um instituto de pesquisa para outro, Silval Barbosa (PMDB) lidera em todas as avaliações feitas até aqui. Se as eleições fossem hoje, segundo o Gazeta Dados, ele seria reconduzido ao cargo logo em primeiro turno com 52,27% dos votos válidos. Na terceira rodada da pesquisa realizada em 22 de setembro, em âmbito estadual, Silval desponta com 46% dos votos, 26 pontos à frente do segundo colocado, Mauro Mendes (PSB). Na recente pesquisa realiza de 22 a 26, pelo Instituto Mark, de Cuiabá, o cenário também se configura otimista para Silval que desponta com 51,1% seguido de Mauro Mendes com 25%, Wilson Santos (PSDB) com 11,1% e na lanterna Marcos Magno (PSOL) com apenas 0.3% das intenções de votos. No início da campanha, em julho, o tucano Wilson Santos disputava com Silval a primeira colocação e agora dista nada menos que 40 pontos, segundo o Mark. Já, na pesquisa feita pelo Ibope, divulgada na sexta-feira (24) sob encomenda da TVCA, afiliada da Rede Globo, Silval pontuou 46% das intenções de votos que lhe daria uma vitória logo no primeiro turno. Mauro Mendes, a exemplo de outras pesquisas aparece em segundo lugar com 24%, Wilson 16% e Marcos Magno pontuou 1%. Entre maio e setembro Silval cresceu, segundo o Ibope, 15.

Mayke Toscano

Silval vence no 1º turno, apontam pequisas

O candidato Silval Barbosa poderá vencer o pleito eleitoral segundo os números de pesquisas de intenções de votos às eleições de 3 de outubro

A liderança de Silval Barbosa se repete na pesquisa realizada pelo Vox Populis, encomendada pela TV Cidade Verde, afiliada da Band em Cuiabá. O peemedebista, segundo o instituto tem 42%, Mauro 20%, Santos 17% e Magno 1%, na pesquisa levantada de 17 a 20 de setembro. A avaliação dos quatro institutos que levantaram esses números de intenções de votos deixa claro a preferência do eleitorado pelo candidato peemedebista que concorrer a reeleição ao Governo do Estado.

RUMO AO SENADO

Blairo lidera; Abicalil, Antero e Taques disputam 2ª vaga Margareth Botelho/Gazeta Digital

A poucos dias das eleições, a disputa pela segunda vaga ao Senado está indefinida e ainda mais acirrada, mostra a terceira rodada estadual de pesquisa do Gazeta Dados. Nos dias 18 e 19 de setembro, o instituto foi a campo e constatou que Carlos Abicalil (PT), com 28%, Antero Paes de Barros (PSDB), com 27% e Pedro Taques (PDT), com 26% estão tecnicamente empatados. Na amostragem anterior, feita nos dias 3, 4 e 5 de setembro, os números eram 28%, 26% e 17%, respectivamente, caracterizando empate dentro da margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, apenas entre o petista e o tucano. Nesta nova pesquisa, o ex-governador Blairo Maggi (PR) mantém-se a liderança, distanciado dos demais concorrentes com 63% das intenções de voto estimulado e seria eleito senador. Ele impõe uma frente sobre Abicalil de 35 pontos percentuais. A pesquisa Gazeta Dados foi feita em 40 municípios com mil entrevistados de sete regiões-polo de Mato Grosso. No Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT), está

Carlos Abicalil (PT)

Antero de Barros (PSDB)

Pedro Taques (PSB)

registrada sob o número 36.715/2010. Considerando o resultado do primeiro levantamento do Gazeta Dados, realizado entre 14 e 16 de agosto, o segundo e este divulgado hoje por A Gazeta, a dança dos candidatos ao Senado alterou mais significativamente a situação do pedetista Pedro Taques. Enquanto Antero aparecia com 29% na primeira sondagem, 26% na segunda e agora obteve 27%, Carlos Abicalil saiu de 21%, foi a 28% mas permaneceu com os mesmos 28%. Já Taques,

partiu de 9% da preferência do eleitorado, subindo a 17% e atingindo 26%. São 15 pontos percentuais de crescimento, indicando uma tendência de ascensão, talvez explicada pelo discurso de que representa um “político novo”. Entre os eleitores mato-grossenses, 3% afirmam votar em branco ou nulo para uma das vagas ao Senado, e 5% para a segunda. Estão indecisos quanto a um voto 12%, e 27% em relação ao outro. Os demais nomes que estão concorrendo, Procurador

Mauro (PSOL), Jorge Yanai (DEM) e Naildo Lopes (PV), apresentaram percentuais de 6%, 2% e 1%. Os 2 votos - Desde a primeira rodada de pesquisa, o Gazeta Dados faz simulações do comportamento do eleitor, estimado em 2.095.825 no Estado, a respeito do primeiro e segundo votos ao Senado. Para a 1ª vaga, Blairo Maggi chega a 54% das intenções de voto, acompanhado em segundo lugar por Taques, com 11% e Antero, com 10%, em condição de empate. Abicalil se afasta com 7%.

O desejo do eleitor para a 2ª vaga ao Senado indica um quadro inverso com o petista na liderança ao atingir 21%, seguido por Antero com 17%, Taques com 15% e Maggi com somente 9%. Terminam mandato ao Senado neste ano, Serys Marly (PT), que tenta uma vaga a deputada federal e Gilberto Goellner (DEM), que não concorre a nenhum cargo. Rejeição - Da mesma forma que os índices de votos oscilam ao Senado, os percentuais de rejeição variam. O candidato petista, Carlos Abicalil, hoje deputado federal, na primeira rodada tinha 7% de rejeição, recuou a 5% e subiu a 8%, 3 pontos percentuais de alta. Esta última pesquisa reflete os efeitos do embate entre ele e o candidato tucano a respeito do projeto que trata da liberação do aborto. Antero Paes de Barros, adversário de Abicalil, registra uma variação acima de 2 pontos percentuais, saindo de 7%, indo para 8% e agora está com 9%. Taques, do PDT, ex-procurador da República, surgiu com 5%, baixou a 3% e manteve iguais 3%. Blairo Maggi teve primeiro 6%, reduziu para 5% e, depois, 4%.

APAE É só uma agulhadazinha. A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Barra do Garças tem muito a comemorar com a inauguração, em outubro, de sua quadra coberta, resultante de uma emenda do deputado Daltinho. Aquela instituição funciona à base de doações e do serviço voluntário de muitos, como o da professora aposentada Iasmim Souza. É pena que a prefeitura, através da Secretaria de Ação Social não priorize de modo mais acentuado as ações daquela escola onde estão matriculados mais de 100 alunos, em sua maioria filhos de famílias carentes da cidade. APOIO A carreata de quarta-feira (22) que tinha à frente o candidato ao governo do Estado, Silval Barbosa, provocou os ânimos da militância dos partidos que formam a coligação líder das pesquisas realizadas até aqui. Adesões à candidatura de Silval Barbosa acontecem por todas as dobras do mapa de Mato Grosso, contudo, parece não ter mexido com o entusiasmo do prefeito Wanderlei Farias, que não foi à carreata, embora tenha sugerido, conforme foi divulgado pela imprensa, que seus assessores apoiassem o candidato que, por sua vez, não quis comentar a ausência de Farias àquele ato público. É o chamado apoio à distância. É só uma agulhadazinha. PLACA Depois de amargar os baixos índices das pesquisas eleitorais realizadas até aqui, o candidato Cândido Teles aparece sorrindo em uma pequena placa assentada nos quadrantes da cidade. Na foto o candidato à Assembleia Legislativa aparece ao lado do prefeito Wanderlei Farias, ambos encimados pela frase “Vou com Você” pobre no que diz respeito ao marketing político, mas que de certa forma não deixa de ser apoio aos dias bicudos da campanha de Teles. É só uma agulhadazinha. GUARDINHAS Mais uma agulhadazinha. Na carreata de quarta-feira (22) que engarrafou o centro da cidade não se viu um único guardinha azul para tentar, pelo menos, amenizar o caos de quem trafegava naquela tarde. Até a presente data o comando dos guardinhas não deu explicações sobre a ausência deles que já fazem parte do cenário nada bonito que se constitui o trânsito de Barra do Garças. MAU CHEIRO A presidente da Câmara de vereadores, Antonia Jacob propôs indicação à Emasa, a empresa que vende água na cidade, para que ela verifique a razão do mau cheiro das lagoas de decantação da Friboi, no bairro Anchieta. A justificativa da vereadora dá conta de que são muitas as famílias que reclamam da fedentina e diz ainda que “inclusive gostaríamos de saber se a empresa permite a descarga de caminhões ‘limpa fossa’ naquelas lagoas”. Essa ação, quem sabe, não seria bem-vinda na Casa de Leis de Barra do Garças, que anda fazendos coisas nada cheirosas. Foi só uma agulhadazinha


Política

4

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT 22 a 30 de setembro de 2010

USO INDEVIDO DA MÁQUINA

MULTAS O vereador Sávio Carvalho, em recente sessão da Câmara de Barra do Garças votou contra a devolução dos 5% das multas aplicadas pelos guardas municipais na cidade. Sávio acompanhou a bancada que dá sustentação ao prefeito Wanderlei Farias. FIDELIDADE Sávio Carvalho disse da tribuna da Câmara que o projeto de seu colega, o petista Professor Kiko, é eleitoreiro. Talvez seja esta a maneira óbvia que Sávio encontrou para se defender das 28 multas que ele mesmo alega que já recebeu. Fidelidade é isso. ÔNIBUS Por mais que a população reclame, nada foi feito para amenizar a situação dos pontos de ônibus da cidade. Se faz calor, o usuário fica ao relento, se chove, a situação não é diferente. A quem reclamar? ESTRUTURA Já que a administração municipal prioriza acima de qualquer capricho as obras estruturais em detrimento a uma política de geração de empregos, não custaria nada uma demão nos pontos de ônibus, usado pela população pobre. IBGE Sem que se percebesse, segundo dados coletados até a presente data pelo IBGE, a cidade encolheu e o município registrou um crescimento pífio de 0,3%, abaixo de outros pólos regionais como Sinop, Rondonópolis, Tangará da Serra, Alta Floresta e Primavera do Leste. EMPREGOS Com o advento das eleições que se aproxima, ninguém pode negar que houve um ligeiro aclive no que diz respeito a postos de trabalho na cidade. Muita gente desempregada viu-se obrigada a bater bandeiras pelas ruas da cidade em troca de salário mínimo. NA RUA Logo após as eleições, as centenas de pessoas que ficaram por longos dias batendo bandeira de candidatos estarão todas no olho da rua e sem ter a quem recorrer, já que não há abertura de vagas de novos empregos na cidade. GARÇAS Quem transita pela ponte que liga Barra do Garças ao Pontal verifica que o rio Garças está muito prestes a encerrar seu curso nos meses de estiagem. Em quase todo o seu leito a água não chega ao joelho dos banhistas. CUBA Bem-vindos ao capitalismo? O presidente cubano Raul Castro anunciou o corte de pelo menos meio milhão de funcionários públicos até o começo de 2011. Na contrapartida aquele governo socialista vai reduzir restrições ao empreendedorismo e facilitar a geração de empregos na ilha de Fidel.

Na época em que foi governador, político teria usado peça publicitária para se auto-promover

Antonielle Costa / Midia News

O ex-governador Jaime Campos (DEM) foi condenado ao ressarcimento de mais de R$ 7 milhões aos cofres públicos por uso indevido da máquina pública, na época em que foi governador de Mato Grosso (1991-1994). O juiz da Vara Especialização de Ação Popular, Luís Aparecido Bertolucci Júnior, acatou uma ação proposta pela senadora Serys Slhessarenko (PT) em desfavor do político, em 1991. A condenação teve seus valores calculados em Cruzeiro (moeda vigente no período em que a ação foi proposta). De acordo com o advogado de Serys, Alexandre Slhessarenko, os valores corrigidos ultrapassam os R$ 7 milhões. Na ação, a senadora

Senadora Serys Marly acionou Jaime Campos quando o hoje democrata era governador de MT, em 1991

verno do Estado, mas como promoção pessoal. Segundo o processo, a propaganda não trazia qualquer informação educacional, cultural ou de interesse público. Além do

alegou que Jaime Campos teria utilizado a peça publicitária “Mato Grosso Verdade” para se auto-promover, exaltando seu nome e suas ações, não como forma de divulgar as ações do Go-

ressarcimento aos cofres públicos, Jaime Campos foi condenado ao pagamento de R$ 10 mil referente às despesas processuais e R$ 3 mil referente aos honorários periciais.

Veículos de comunicação Na época, a ação também foi proposta em desfavor dos veículos de comunicação que exibiram a propaganda, TV Centro América, TV Rondon e TV Brasil Oeste (hoje arrendada à Igreja Mundial do Poder de Deus). No entanto, as empresas não foram condenadas por terem segundo a decisão, “atuado no exercício legitimo de suas atividades”. “Deixo de condenar as empresas televisivas e a responsável pela elaboração/ confecção da peça publicitária, haja vista a ausência de má-fé ou o intuito de fraudar a lei, assim como pelo fato de terem atuado no exercício legítimo de suas atividades”, diz um trecho da ação. Outro lado: Jaime Campos afirmou não lembrar deste processo. No entanto, destacou que irá recorrer da decisão.

GENERAL CARNEIRO

Ministério Público faz vistoria em Prefeitura Da Redação

Representantes do Ministério Público da Comarca de Barra do Garças, os promotores Marcos Brant e Carla Marques visitaram em 20 de setembro várias repartições públicas da prefeitura de General Carneiro que desde 26 de agosto, que tem novo prefeito, Juracy Rezende, que assumiu o cargo depois de 20 meses de mandato interino da prefeita Magali Vilela, a segunda colocada nas eleições de 2008 e elevada ao cargo por força de liminar da Justiça. A visita dos promotores de Justiça a General Carneiro, segundo um ex-secretário da administração de Magali Vilela, deve-se às várias denúncias que chegaram ao Ministério Público, dando conta de irregularidades com o trato da coisa pública. Segundo o secretário (que pediu para que omitisse seu nome) a vistoria no Hospital Municipal Bonifácio Ribeiro Vilela “FIUCA” foi constatado que o

médico Silvone Rosa, usava aquele local como moradia, entre outras irregularidades que dão conta que as cozinheiras fazia refeições para o médico e sua esposa Elizabeth, atual secretária de Saúde do município. No Centro Comunitário José Lopes de Azevedo, ainda segundo o secretário, foi constatado o fornecimento de refeição de forma irregular, enquanto que na escola municipal ‘São João Batista’ foram demitidas duas professoras qualificadas sem explicações. As denúncias dão conta ainda de crianças sendo transportadas para escolas do município de modo irregular. No Posto de Saúde foram constatados funcionários trabalhando de forma irregular, mas dizendo-se voluntários. No período da tarde os promotores atenderam a população no prédio da Câmara de Vereadores onde ouviram denúncias de irregularidades no nascedouro da administração de Juracy Rezende. Diversos comer-

O Forte

TURISTAS Em julho do ano passado esta mesma empresa tentou recuperar as obras, mas foi obrigada a desistir em função do número de turistas que visitam a cidade na temporada de férias e pelo caos que provocou no trânsito da cidade e na travessia de Mato Grosso para Goiás.

Jaime é condenado a devolver R$ 7 milhões ao Estado Agência Senado

PONTES O DNIT, através de sua Superintendência Regional de Mato Grosso, anunciou o início da reforma das pontes dos rios Garças e Araguaia para 27 de setembro pela empresa Sanches Tripoloni.

Comerciante José Belo, proprietário de um armazém em General Carmeiro questiona compra sem licitação

ciantes, que detinham licitação até dezembro foram reclamar de que a prefeitura compra em outro estabelecimento, somadas a queixas trabalhistas de ex-servidores. Comentários pela cidade dão conta de que o vereador Jackson Luiz Rodrigues Alves chegou a ameaçar com demissão quem procurasse o Ministé-

rio Público, caracterizando assim, velada perseguição política e abuso de poder. Funcionários com contratos firmados até dezembro desse ano e que não fazem parte do grupo político foram impedidos de trabalhar e orientados pelo secretário de Administração Joaquim Neto, que esperassem em casa por uma definição. A reportagem do SE-

MANA procurou por telefone e pessoalmente os promotores Marcos Brant e Carla Marques que não atenderam. O secretário de ambos, o servidor Carlos, disse que eles se encontravam em reuniões e, em função do período eleitoral não podiam atender a imprensa e pediu para que a reportagem voltasse depois das eleições de 03 de outubro.

CRIME ELEITORAL

Grupo de Mauro Mendes é preso em Lucas por compra de voto Enquanto defende ser o novo na propaganda no horário eleitoral gratuito, o candidato ao governo, Mauro Mendes (PSB), é acusado de crime eleitoral por adotar velhas práticas vetadas pela Justiça. Nesta terça-feira (22), à noite, a Polícia Civil de Lucas do Rio Verde (município distante a 354 km ao norte de Cuiabá) deteve em flagrante oito pessoas num esquema que aponta indícios de compra de voto em favor de Mauro Mendes. A operação foi realizada pela Polícia Judiciária Civil no município, a pedido da Justiça Eleitoral, que recebeu a denúncia de corrupção eleitoral. Três delas

foram autuadas por formação de quadrilha. O município é base eleitoral do deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT), candidato a vice na chapa encabeçada pelo empresário, proprietário da Bimetal. As prisões aconteceram depois que agentes civis realizaram diligências de busca e apreensão em dois estabelecimentos comerciais do município: uma gráfica no bairro Industrial e um posto de combustíveis na saída do município para Tapurah. Além de material de campanha em nome de Mendes, foram apreendidos vale-combustíveis, re-

quisições, lista de controle de entrega dos vales - com identificação das placas dos veículos devidamente assinadas pelos beneficiados. Durante, a ação algumas pessoas que compareceram à gráfica em troca da vantagem, confirmaram as denúncias. No local, foram encontrados vale-combustíveis nos valores de 10, 20 e 30 reais em nome do candidato acusado. Nas dependências do estabelecimento comercial, a TV Rio Verde - retransmissora do SBT na região – colheu imagens de carros envelopados (totalmente encobertos por material publicitário) e adesi-

vados com a identificação da Coligação Mato Grosso Melhor pra você. Informações colhidas pela reportagem local detectaram que a gráfica entregava os vale-combustíveis em troca da adesivagem do veículo nos valores combinados. Tudo era anotado em fichas de controle com nome e número da placa do veículo. Enquanto uma equipe da Polícia Civil cumpria mandado na gráfica, outra equipe se dirigiu ao posto de combustíveis, apreendendo vários vales combustíveis. Essas requisições vinham da mesma gráfica envolvida na acusação de

corrupção eleitoral. Cerca de 30 pessoas foram levadas para a delegacia, dos quais oito permaneceram presas: sendo duas da gráfica, uma do posto de combustíveis. Além disso, cinco pessoas beneficiadas com vale combustível por adesivar seus veículos. O delegado Marcelo Martins Torhacs, da Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Lucas do Rio Verde, informou a emissoras de televisão local. “O eleitor não pode trocar sua convicção política por vantagem. Isso se configura crime eleitoral”, afirmou o delegado durante entrevista a outra televisão local.


Política

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT

22 a 30 de setembro de 2010

5

ELEIÇÕES/2010

Da Redação

O líder na corrida à Assembleia Legislativa é Sérgio Ricardo (PR) com 4, 59%, seguido de José Riva (2,89%) na segunda colocação. O deputado Adalto de Freitas - Daltinho aparece na sexta colocação, (1,50%). Entre os nomes que encabeçam a lista entre os 24 primeiros colocados o ex-prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz, está na lanterna com 0, 90%. Além de Daltinho que aparece na pesquisa em sexto lugar outros candidatos do Araguaia também pontuaram conforme o Gazeta Dados. Leandro Soares, de Barra do Garças é o 30º, Neldo, da região de Canarana, o 23º da lista de intenções de votos. Seus colegas de região, Sílvio Delmondes (0,20%)

Mayke Toscano

Pesquisas apontam, Daltinho será o único eleito no Araguaia

Deputado Daltinho aparece como em primeiro lugar no Araguaia e sexto no Estado conforme pesquisa do Gazeta Dados e Mark Pesquisas

é o 72º colocado, seguido de Miguelão, o 73º e na rabeira destes estão Cândido Teles em 74º e Ailton Biroska no 98º lugar. A pesquisa Gazeta Dados

foi realizada em 40 municípios de Mato Grosso nos dias 18 e 19 de setembro e registrada no Tribunal Regional Eleitoral com margem de erro de dois pontos percentu-

ais para mais ou para menos. Pesquisa Mark: O Instituto Mark divulgou dia 28 uma pesquisa onde confirma o nome de Adalto de Freitas - Daltinho,

entre os primeiros colocados com 2,04%. Outros candidatos da região também pontuaram, como é o caso de Leandro Soares com 0,74% e Cândido Teles com 0,20%.

RUMO À BRASILIA

Marcelo Uemura

O Gazeta Dados, de Cuiabá, divulgou na manhã de 22 de setembro a terceira rodada de pesquisas de intenções de votos do eleitor mato-grossense nessas eleições. Na corrida à Câmara Federal o deputado Wellington Fagundes (PR) lidera com 7,09%, bem como nas outras duas pesquisas realizadas anteriormente por aquele Instituto. Apesar de acentuada queda em relação à pesquisa anterior, quando pontuou 8,59%, Fagundes, que tem colégio eleitoral em Rondonópolis, ainda lidera com folga em relação ao segundo colocado, o ex-governador Júlio Campos (DEM), cujo reduto eleitoral é em Várzea Grande, pontuou 4,49%, quase três pontos a menos da pesquisa passada de 6,97%. Ságuas Moraes (PT), que no ranque da pesquisa anterior aparecia em oitavo lugar, subiu para a terceira coloca-

Assessoria

Da Redação

Assessoria

Pesquisa aponta nomes para Câmara Federal

Wellington Fagundes (PR)

Eduardo Moura (PPS)

Roberto Farias (PP)

ção com 4.29%, assumindo o lugar de Thelma de Oliveira que assume a quarta vaga de intenções de votos, com 3,89% conforme os números do Instituto Gazeta Dados. Na disputa acirrada por uma das oito vagas na Câmara dos Deputados Thel-

ma de Oliveira é seguida na quinta colocação por Nilson Leitão (2,99%), Pedro Henry (2,79%), Homero Pereira (2,79) e Eduardo Mouro (2,50). A petista Serys Marly aparece na décima colocação (2,40%), Carlos Bezerra

(1,70%) seguido de Roberto Farias (1,40%) que motivado pelos números desta pesquisa percorre cidades do Vale do Araguaia no sentido de inverter a situação e subir na escala que lhe dará acesso a uma cadeira no Congresso Nacional.

NOVA LEI

Do Gazeta Digital

Diante da indecisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições deste ano, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, afirmou que a lei está em pleno vigor e será aplicada “com rigor” pela Justiça Eleitoral. Na última quinta-feira (23), o STF julgou o recurso do então candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC) contra decisão do TSE, que manteve o indeferimento do registro de candidatura dele. Como o julgamento foi interrompido após um

empate por 5 votos a 5, a discussão será retomada na quarta-feira (29). Durante visita ao Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), na sexta-feira (24), Lewandowski, que também é ministro do STF, disse que seriam necessários seis votos contrários para derrubar a Lei da Ficha Limpa. Como houve empate, o magistrado disse que deveria prevalecer a decisão do TSE, uma vez que a lei não foi declarada inconstitucional. Menos de sete horas após a suspensão do julgamento do STF, Joaquim Roriz desistiu da candidatura e anunciou que a mulher,

Weslian Roriz (PSC), o substituirá na disputa eleitoral. A notícia surpreendeu eleitores de Brasília e criou incertezas quanto a aplicação da Lei da Ficha Limpa. Porém, para Lewandowski, casos de desistência de candidatura durante o processo eleitoral são normais e estão previstos na legislação. O ministro afirmou que, com a desistência de Roriz, o julgamento do recurso do ex-candidato pode ser prejudicado. No entanto, segundo ele, a grande repercussão do assunto pode tornar a análise do caso mais ampla e fazer com que os efeitos não fiquem restritos às partes do processo. (Agência Brasil).

Assessoria/TSE

Ficha Limpa poderá valer nestas eleições

Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski


Cidade

6

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT 22 a 30 de setembro de 2010

SENSO

Da Redação/com Olhar Direto

A prévia do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que Barra do Garças encolheu entre as cidades mais desenvolvidas de Mato Grosso. Com 85% das residências recenseadas, o município registrou um crescimento de 0,3%, muito abaixo de outros pólos regionais como Sinop, Rondonópolis, Tangará da Serra, Alta Floresta e Primavera do Leste. A surpresa da região ficou por conta do município de Pontal do Araguaia, cujo crescimento gira em torno de 2,5% ao ano desbancando várias cidade do Vale do Araguaia. Os números preliminares devem mexer com a classe política mesmo porque o censo é base para divisão do ‘bolo” do FPM. O censo 2010 está previsto para terminar dia 30. Se-

Bosquinho - O Internacional

Barra do Garças ‘encolhe’ segundo prévia do IBGE

Vista parcial de Barra do Garças, importante polo comercial do Vale do Araguaia, encolheu 0,3% segundo a prévia do IBGE, cujo levantamento de dados ainda se encontra em curso

lamentou que esses números parciais que se abatem sobre Barra do Garças e atribui esse encolhimento pela falta de perspectiva de abrir novas indústrias e nenhuma política para reabrir as que se fecharam e citou como exemplo os frigorí-

gundo os técnicos do IBGE, os recenseadores estão conseguindo cumprir as metas com relação às visitas e devem terminar dentro do prazo estipulado. O líder do PT na Câmara de vereadores de Barra do Garças, Professor Kiko

SAÚDE

Daltinho diz que “torce por um milagre” no que se refere ao percentual de 23% que restam para ser recenseados. Daltinho acredita que o município vai reagir a partir da abertura da Cluester Bioenergia em 2012 com perspectiva de gerar 12 mil

ficos Margem e Carvalho. “Existe uma política equivocada na cidade de apenas investir infraestrutura sem oferecer empregos”, disse ele. O líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado Adalto de Freitas - o

empregos em 6 anos. “Um investimento de R$ 3 bilhões que vai mudar a história de nosso município” finalizou o peemedebista. Oficialmente o prefeito de Barra do Garças, Wanderlei Farias, ainda não se manifestou sobre o assunto.

AÇÃO SOCIAL

Funcionários por ocasião da entrega do SAMU em Aragarças Da Redação

O vice-prefeito de Aragarças Expedito leão representou o prefeito Marco Antonio de Oliveira – Marcão na solenidade de entrega do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) à população de Aragarças na manhã de 14 de setembro, que funciona em um anexo ao lado do Hospital Municipal Getúlio Vargas. Criado em 2003 pelo Governo Federal e que já cobre em Goiás quase a totalidade de seus municípios, a unidade do SAMU em Aragarças é acionada a prestar socorro através do telefone 192. Na divisão de área da saúde no Estado, Aragarças pertence à Regional I, sediada em Iporá. O secretário municipal de Saúde, Vladimir Marcelo, explicou que a princípio a Central de Regulação para Aragarças seria a Cidade de Goiás (Goiás Velho). O prefeito Marcão, segundo disse o secretário, foi o responsável pela transferência para a Central de Iporá para ficar mais próxima de Aragarças. Em seu breve discurso Expedito Leão agradeceu em nome do prefeito Marcão a equipe de Saúde de Aragarças liderada pelo secretário Vladimir Marcelo e ao destacar a importância do SAMU para Aragarças ele disse que “é mais uma segurança que no atendimento à população”.

O vice-prefeito disse ainda de sua alegria, a de ver o prefeito Marcão e sua equipe de governo se esforçando para oferecer todas as condições de pronto atendimento à população, àqueles que necessitam de atendimento de emergência. Em Aragarças, desde 2006 funciona o serviço de ‘Disque Ambulância’ através do 192. O secretário de saúde Vladimir Marcelo esclareceu na ocasião que agora o número para o atendimento do Disque Ambulância será através do 3638-1800, do Hospital Municipal Getúlio Vargas. “Quem ligar no 192 cairá na Central de Regulação em Iporá. A pessoa será atendida pelo médico regulador que julgará a necessidade do deslocamento da unidade móvel do SAMU. Até a remoção do paciente para Goiânia será feita por Iporá que localiza o hospital para o atendimento. O SAMU, conforme normas da Secretaria de Saúde do Estado deve ser acionado em casos de problemas cardiorrespiratórios, intoxicação, trauma ou queimadura, trabalhos de parto, em casos de tentativas de suicídio, crises hipertensivas, acidentes com vítimas, choque elétrico, acidentes com produtos perigosos e na transferência de doentes de uma unidade hospitalar para outra. (Com dados da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Aragarças)

Será inaugurada na primeira quinzena de outubro a construção de uma quadra coberta de 450 metros quadrados destinada a esporte e lazer da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Barra do Garças, na rua Ana Cláudia, no Jardim Pitaluga. A obra que está sendo executada pela a Construtora Piratininga, do engenheiro civil David Lincoln de Campos, foi orçada em R$ 148 mil e é resultante de uma emenda do deputado estadual Adalto de Freitas - Daltinho àquela escola onde estudam em dois turnos mais de 100 alunos. Fundada em 1987, a APAE de Barra do Garças é considerada uma referência de ensino a excepcionais para a região do Araguaia. A mais de seis anos ela passou a ser conhecida como APAE Educadora que emite matrículas de seus alunos como fazem as escolas de ensino regular. Para sua manutenção, segundo a professora vo-

Engenheiro Lincoln, presidente da APAE, Zélia, diretora Diana Milhomem e a voluntária Iasmim Souza

luntária, Iasmin de Almeida Mores Souza, a APAE conta com ajuda do Estado que cede também oito professores, da prefeitura local e doações de voluntários, além das cestas básicas que apenados pela Justiça entregam

na portaria da escola. Presidida pela professora Zélia Izolde Bello Stefani e que tem em sua direção a professora Diana Milhomem Varjão, a APAE deverá transferir nos próximos dias suas atividades praticadas

no âmbito de suas oito salas de aulas e corredores para a quadra coberta destinada à prática de esportes, recreação, jogos educativos, comemorações cívicas entre outras atividades extraclasses.

CASAS POPULARES

Prefeito Marcão entrega 56 moradias em novembro Da Redação

Estão sendo construídas em Aragarças através de convênio firmado entre Governo Federal e prefeitura local, 56 casas populares no setor Novo Mundo, próximo à Escola Agrícola, Pelo projeto ‘Casa para quem precisa’. O engenheiro, Humberto David Santana, responsável técnico pela obra do conjunto habitacional disse que os trabalhos atendem ao que foi proposto pelo prefeito Marco Antonio de Oliveira – Marcão, o de cumprir as exigências estabelecidas em contrato no ato da firmação do convênio.

A entrega das casas está prevista para novembro. Para o prefeito Marcão esse conjunto habitacional representa mais dignidade às famílias que ocuparão aquelas casas. “São cinquenta e seis famílias que deixarão de morar em situação de risco para habitarem um local em condições mais digna. É uma característica do governo Lula e do governo de Aragarças, a de manter essa obrigação de respeitar e trabalhar pelos pobres”. Marcão disse ainda que “nossa meta é que além da água e luz, esses novos moradores do setor Novo Mundo tenham também asfalto e outras obras estruturais que o poder público possa

Silvio Fotógrafo

Silvio Fotógrafo

Da Redação

A Semana

Aragarças agora tem APAE inaugura quadra coberta em outubro o serviço do SAMU

Prefeito Marcão quer entregar as chaves em novembro oferecer. Acredito que será um ótimo presente de fim de ano para essas famílias”,

disse ele. (Com dados da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Aragarças)


Cidade

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT

22 a 30 de setembro de 2010

7

TRÂNSITO

Motoristas protestam contra multas irregulares Do Olhar Direto

A indústria das multas de trânsito em Barra do Garças se constitui numa violência absurda e diária contra os motoristas, sem esquecer os motociclistas. Todos os que dependem do trânsito são vítimas da fábrica a serviço da prefeitura que por certo não tem interesse em educar o condutor de veículo, mas arrecadar o quanto possível. A prefeitura não pode agir no sentido de aumentar a sua arrecadação, sob pena de desmotivar as pessoas abrirem mão de seus veículos em Barra do Garças. Nenhuma obra importante foi feita porque não existe nenhuma política séria relativa ao trânsito local. Em recente data a prefeitura instalou câmeras sofisticadas, com o único objetivo de ganhar dinheiro dos contribuintes, através da famigerada indústria das multas. Tudo isso é um retrato de Barra do Garças, da insegurança, da incompetência, do descaso daqueles que na Câmara preferem ser amigos do prefeito do que defender os direitos do povo. Condutores de veículos denunciaram à nossa redação que estão sendo multados em lugares que passaram ou não estavam, então questionaram qual o critério que os azulzinhos usar para

Defensoria Pública questiona multas por azuizinhos

Multa de R$ 191 aplicada pelos guardinhas azuis no tumultuado trânsito de Barra do Garças

canetar “multar” os usuários do trânsito em Barra do Garças. A sociedade que paga impostos deve questionar sua razão. Se não o faz ela se torna co-responsável pela prática abusiva dessas multas. É preciso exigir que os direitos de todos sejam

respeitados, seja o mais elementar deles. Prestigiar essa prática imunda, a de multar, é desrespeitar a cidadania de muitos em benefício de poucos. Não se sabe se alguém ganha dinheiro com essa fábrica posta em prática no mu-

nicípio. Chega a parecer que as autoridades estão lixando para o povo. É chegada a hora da sociedade civil organizada se manifestar contra essa medida, recorrendo à Justiça, o Ministério Público, para que investiguem essa prática com todo o rigor.

Segundo o órgão, a EPTC só tem o poder de fiscalizar, e não de punir motoristas A Defensoria Pública gaúcha ingressou, na Vara da Fazenda da Capital, com uma ação que põe em discussão a competência da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) para multar no trânsito porto-alegrense. Segundo os defensores públicos, o órgão só poderia fazer a fiscalização, e não aplicar as penalizações, porque não tem poder de polícia. Eles pedem a devolução dos valores pagos pelos motoristas punidos desde a criação da EPTC, em 1998. - A EPTC recebeu do município o poder de fiscalização, mas a empresa insiste que, neste contexto, está compreendido o poder de autuar infrações e aplicar multas - explica o defensor público Gustavo Lindenmeyer Barbieri, um dos autores da ação. A aplicação de multas, conforme a Defensoria, “é indelegável à pessoa jurídica de direito privado”. A lei que criou a EPTC define a empresa como de “personalidade jurídica de direito privado”. Os funcionários da EPTC, na interpretação de Barbieri, não são servidores públicos municipais, e sim trabalhadores da iniciativa privada. - O CTB (Código de Trânsito Brasileiro) exige que os agentes da autoridade de trânsito sejam servidores civis estatutários ou celetistas. Embora os empregados da EPTC sejam celetistas, não são servidores – afirma o defensor público. Ação semelhante criou controvérsia em Minas Gerais. Em Belo Horizonte, a BHTrans foi proibida de multar pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em decisão de 25 de maio, o STJ decidiu que a BHTrans pode exercer atos relativos à fiscalização no trânsito da capital mineira, mas vedou a aplicação de multas pela empresa privada. Os ministros também decidiram que é “impossível a transferência do poder de polícia para a sociedade de economia mista”, como é o caso da BHTrans. (Zero Hora)

DEVOLUÇÃO

Vereadores votam contra a devolução de multas irregulares

Vereador Celson Souza Da Redação/Olhar Direto

A bancada que dá sustentação ao prefeito de Barra do Garças, Wanderlei Farias na Câmara de Vereadores votou na sessão de 21 de setembro contra o requerimento do líder do PT Professor Kiko que pedia a devolução das multas aplicadas pelos agentes de trânsito no período de fevereiro a junho deste ano, sob alegação que a cobrança estaria sub judice (sob exame da justiça) porque a prefeitura voltou atrás sobre os 5% que estava dando das multas aos agentes de trânsito. O vereador disse que pediu a devolução do dinheiro das multas porque a própria prefeitura havia recuado dos 5% que estava dando aos agentes depois de pressão da opinião pública e do Ministério Público. Por mais que argumentasse o petista foi vencido

Vereadora Andreia Santos

Vereador Paulo Sérgio

por 6 votos a 1. Votaram contra o requerimento a Andréia Santos e João Jajá (PR), Miriam Lacerda (PTB), Paulo Sergio (PP), Celson Souza (PV) e Sávio Carvalho (PDT). O vereador Sávio Carvalho saiu em defesa do prefeito dizendo que o projeto era eleitoreiro e sem embasamento legal, enquanto que Kiko ironizou que era maneira do próprio Carvalho se defender das 28 multas que ele mesmo alega que já recebeu. A sobrinha do prefeito, Andréia Santos, que já teria reclamado da ação dos azulzinhos preferiu ficar calada. O serviço de agentes de trânsito foi implantado em fevereiro com objetivo de organizar e fiscalizar o trânsito da cidade, mas devido ao número de multas e os critérios adotados pelos agentes causaram uma suspeita de uma indústria

de multas na cidade. Motoristas reclamam de multas sem abordagem onde fica a palavra do agente contra a do condutor, sem nenhum tipo de prova da infração cometida. Algumas reclamações chegaram ao DETRAN e pasmem, de motoristas que nunca passaram pela cidade e que residem em Goiânia, Guarantã do Norte, Sinop e Alta Floresta, para se ter um exemplo. O vereador petista disse que não vai desistir de sua proposta e que vai acionar na Justiça a prefeitura para devolver as multas de fevereiro a junho. No Ministério Público já corre uma investigação contra uma possível indústria de multas. O promotor Marcos Brant Gambier Costa informou que a revogação dos 5% que era oferecido aos agentes foi acertada porque diminui o risco de configurar crime de indústria das multas.

Vereador Jaão Carlos - Jajá

Vereadora Mirian Lacerda

Vereador Sávio Carvalho

Multa de R$ 68 aplicada pelos guardinhas azuis, mas que não teria efeito legal segundo a Prefeitura


Economia

8

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT 22 a 30 de setembro de 2010

CASAS/PROMOÇÃO

da mão de obra em um terreno doado pela prefeitura de Barra do Garças, no Jardim Nova Barra.Essas duas casas serão sorteadas entre famílias carentes selecionadas previamente pela Secretaria de Ação Social da Prefeitura Municipal . Fundada em junho de 1970 pelos empreendedores José Pereira dos Santos e Bruno Pereira Valoes, em um ponto na rua Mato Grosso, a Construlares transformou o modelo em vendas de materiais para construção na cidade e região, colocando à disposição dos clientes o acesso ao crédito e parcelamento. Com o passar dos anos a empresa modernizou-se e hoje conta com cerca de 40 colaboradores diretos e indiretos. Além do pioneirismo na região, a empresa também inovou trazendo em 2000 o auto-atendimento com o propósito de facilitar a vida das pessoas que che-

Da Assessoria

O sonho da casa própria faz parte do cotidiano de muitas famílias e foi por este motivo que a Construlares, em Barra do Garças, resolveu comemorar seus 40 anos de fundação colocando a prêmio três casas com sorteios previstos para 18 de dezembro. Para participar do sorteio o cliente recebe o cupom em compras a partir de R$ 100,00. A planta de uma das casas tem assinatura do arquiteto Jorge nascimento e será construída no Jardim Anchieta e será sorteada, além de outros prêmios, entre os clientes que estiverem comprando na empresa durante o período da campanha. As outras duas unidades a empresa divide parceria com o Secitec, onde os 36 alunos do curso Técnico em Edificações e seus professores – engenheiros civis que são responsáveis técnicos pela construção - se encarregam

gam ao balcão em busca de materiais para construção. Além disso, modernizou sua fachada e layout interno com expositores modernos e showroom com produtos expostos de maneira elaborada e com simulação de ambientes, conforme diz a diretora de Recursos Humanos e Marketing da Construlares, Sylvia Beatriz Pereira dos Santos, efetiva da segunda geração da empresa. A empresa que Sylvia diz ser “familiar” não se enquadra em comodismos próprios de algumas empresas desse gênero “porque aqui todo mundo trabalha e tem metas a cumprir”, diz Sylvia em sua sala de onde avista o setor de vendas onde estão parte dos cerca de 10 mil itens comercializados. Entre estas metas, segundo disse, consta a expansão da loja e construção de depósito externo. Considerada uma das empresas mais antigas de

A Semana

Construlares vai sortear três casas em dezembro

Empresária Sylvia e professora Alexandra com alunos do curso de Edificação da SECITEC Barra do Garças, a Construlares é dirigida pelas irmãs Claudia Regina (Departamento Financeiro) e Sylvia Beatriz (RH e Marketing) que, nas decisões estratégicas, não abrem mão da as-

POUSO E DECOLAGEM

Da Redação

O incidente envolvendo a demanda pela posse de um helicóptero em Aragarças e que terminou com registro de boletim na Delegacia de Polícia reascendeu questões sobre segurança e importância histórica daquele aeroporto que com o fechamento da pista de Barra do Garças, em 19 de agosto, pela Agência Nacional de Aviação Civil - Anac, passou a ser única saída para pouso e decolagens, incluindo UTI’s aéreas para as capitais Goiânia e Cuiabá. Administrado pela Agência de Transportes e Obras - Agetop, o aeroporto de Aragarças tem sido a única saída aérea da região com, vôos mais frequentes para as capitais Goiânia e Cuiabá e baixo Araguaia. Sem balizamento noturno a média diária é em torno de 15 aeronaves, cerca de 20% a mais depois da interdição da Anac em Barra do Garças motivada pela falta de segurança e embargo das obras malfeitas que estavam em curso. Referência cultural e histórica da região aquele campo de pouso foi aberto por expedicionários da extinta Fundação Brasil Central, nos anos 40 e palco de um levante de oficiais da Aeronáutica, liderada pelo major-aviador Haroldo Veloso e o capitão José Chaves Lameirão em 3 de dezembro de 1959 que entrou para a história como Revolução de Aragarças e palco do primeiro sequestro aéreo do mundo. O movimento que foi debelado em 36 horas teve início com o sequestro do Constellation da Panair, vôo 254, (Rio – Recife) que foi desviado para Aragarças e que pretendia ganhar adesão de outros oficiais militares, bombardear os palácios das Laranjeiras e do Catete, no Rio e, por último, depor o presidente Juscelino Ku-

A Semana

Aragarças é única escala aérea da região

sessoria do pai e fundador da empresa José Pereira dos Santos. Os dados estatísticos da empresa dão conta de que as vendas do setor subiram muito nos últimos cinco anos

INVESTIMENTO

Governo Federal libera R$ 315 milhões para Mato Grosso Da Assessoria

Aeronave do Friboi na pista de pouso do aeroporto de Barra do Garças antes da interdição da ANAC

bitschek. Em seu nascedouro a pista de pouso se chamava ‘Salgado Filho’ e foi uma referência para aviação quando a região não dispunha de estradas e uma viagem de carro a Goiânia durava a razão de dois dias de atoleiros e solavancos. Naquela época (década de 60) a pista de Aragarças estava inscrita nas rotas de linhas aéreas da Vasp, Varig, entre outras companhias que faziam escala na cidade.

A construção do aeroporto de Barra do Garças nos anos 80 não abalou o prestigio da pista de Aragarças pelo fato dela estar mais próxima ao centro comercial tanto daquela cidade quanto de Barra. Outra alternativa importante são os custos do combustível. A gasolina para aeronaves custa na cidade goiana R$ 3.60 contra os R$ 3.85 em Mato Grosso. Além disso, uma corrida de táxi do Aeroporto de Aragarças ao centro custa R$ 10

contra os R$ 40 praticados em Barra. Este mais de meio século de vida útil do aeroporto de Aragarças nem sempre foi um céu de brigadeiro. Ele já teve dias de cerração quando passou sete anos interditado pela Anac. Sua reabertura ocorreu em 2005, já batizado de aeroporto ‘Cid Lanna Batista’ em homenagem a um piloto da Fundação Brasil Central, morto em acidente aéreo em Boa Vista, em Roraima.

Não houve sequestro de helicóptero em Aragarças A informação de que o helicóptero Robson 44, ano 98, prefixo PT-YPG, cor preta, avaliado em R$ 500 mil, tenha sido levado à força por três homens na manhã de segunda-feira (13) do aeroporto de Aragarças, seria falsa, na versão de um funcionário que trabalha no setor de abastecimento naquele, José Barbosa Duarte (Paraíba) que disse que “não houve nada disso do que estão contando, o que a gente sabe é que o ex-dono da aeronave pegou de volta o aparelho, embarcou e foi embora”. Os comentários que davam conta de que um helicóptero havia sido seqüestrado ganhou proporções quando o empresário paulista do ramo aeronáutico José Tadeu dos Santos, de São Bernardo do Campo, registrou queixa na Delegacia de Polícia de Aragarças, dia 17, que em sua versão diz que chegou ao aeroporto com o seu piloto Fábio Dias e encontraram três pessoas, entre os quais o ex-dono do

helicóptero e que estariam, segundo a versão de Tadeu à polícia, supostamente armadas e que decolaram em seguida no helicóptero que, por ocasião da Expoleste em Barra do Garças, realizou vôos panorâmicos com empresários do agronegócio entre outros frequentadores daquele parque. A versão de Tadeu é quase similar a dos funcionários do aeroporto que dizem que o ex-dono falou com piloto do atual proprietário e antes de decolar disse que a aeronave ainda era dele, o que levanta suspeitas, da polícia, inclusive, de quebra de acordo como a falta de pagamento de prestações, embora Tadeu refute esta hipótese e razão pela qual disse ter recorrido à polícia. O dono do helicóptero registrou ocorrência para pedir providência a Agencia Nacional de Aviação Civil (Anac) para rastrear o paradeiro da aeronave.

em função do crescimento da cidade, da estabilidade econômica por que passa o país e pela ascensão e inserção da classe C a este mercado onde encontra facilidade de compra e de pagamento.

Mato Grosso receberá R$ 315,2 milhões, divididos em quatro parcelas iguais, referentes ao Fundo de Apoio as Exportações (FEX). Deste valor, 25% é encaminhado diretamente pela União aos municípios, sendo a metodologia de distribuição própria do Governo Federal. Na prática, o Governo do Estado receberá R$ 236,4 milhões, sendo R$ 78,8 milhões destinados aos municípios. Os repasses serão feitos até o último dia útil de cada mês até o final deste ano. Em relação a 2009, o Estado conquistou o aumento de R$ 50 milhões na sua participação dentro do FEX , tendo recebido R$ 265,5 milhões no ano passado. O incremento foi obtido pela participação técnica da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) dentro do Grupo

de Trabalho de Quantificação do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). “O índice de Mato Grosso que era de 13,61% em 2009 já alcança 16,16% neste ano, o segundo maior do país”, comemora o secretário de Estado de Fazenda, Edmilson José dos Santos, ao enaltecer o trabalho dos técnicos da Sefaz-MT que sempre estão muito atentos a esses números. Os R$ 315 milhões a serem destinados a Mato Grosso fazem parte dos R$ 1,95 bilhão disponibilizados pelo Governo Federal ao FEX. O cálculo do que o Estado tem a receber é feito com base nos 12 meses compreendidos entre junho de 2008 e julho de 2009. De acordo com os levantamentos feitos pela Sefaz-MT, o Estado deixou de arrecadar R$ 2,2 bilhões com a isenção de impostos destinada aos produtos exportados.

Silval sanciona R$ 1,1 bi em empréstimos para a Copa Isa Sousa

O governador Silval Barbosa (PMDB) sancionou, na semana passada, após aprovação de três mensagens na Assembleia Legislativa, autorização para que o Executivo contraia R$ 1,1 bilhão, por meio de empréstimo, para obras da Copa do Mundo de 2014, em Cuiabá. Os três projetos haviam sido enviados e aprovados pelos deputados estaduais em junho deste ano, porém falhas técnicas fizeram com que voltassem à pauta da Casa. O diretor de Infraestrutura da Agência Estadual de Projetos da Copa 2014 (Agecopa), Carlos Brito, informou que em junho havia um prazo a ser cumprido para entrega e, dessa forma, não foi descriminado quem seriam os agentes financeiros. “Fizemos de forma gené-

rica naquela época. Depois dessas falhas, nós definimos a Caixa Econômica Federal e o BNDES como os agentes, bem como dividimos as obras e ministérios que agirão em cada processo”, disse. Pelos projetos de mobilidade urbana, por meio do Ministério das Cidades, será pela Caixa Econômica Federal. A operação de créditos para as obras, concentradas principalmente em Cuiabá e Várzea Grande, poderá ser feita até o valor de R$ 458 milhões. Investimentos em turismo, que passam pelo Ministério do Turismo, serão no valor de até R$ 250 milhões, feitos pelo BNDES. Também pelo mesmo agente financiador serão destinadas as operações de crédito até o valor de R$ 406 milhões, em projetos do novo está Verdão e da urbanização do seu entorno.


Agronegócio

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT

22 a 30 de setembro de 2010

9

SECA

Da Redação

A Empresa Mato-grossense de Água e Saneamento - EMASA, ao que deixa transparecer à população barra-garcense, está encontrando dificuldades para abastecer a cidade neste período de estiagem, embora sua direção se negue a dar esclarecimentos a este respeito. Para abastecer os bairros da cidade a empresa utiliza o sistema de revezamento e aí não se sabe se há prioridade por este ou aquele setor e se neste primado de escolha está em jogo classe social do consumidor, entre outros critérios que a população possa desconhecer. Moradores de bairros como o Jardim Araguaia (Cohab), notadamente os que moram próximo à Serra Azul, são os mais prejudica-

dos neste período do ano, uma vez que a água abastece primeiro a parte baixa do bairro em detrimento de quem mora no alto. Situações semelhantes vivem os moradores do Jardim Pitaluga, do Serrinha, entre outros visitados pela reportagem que verificou que muitos desses moradores optam pela aquisição de duas caixas d’água para armazenar água como um lenitivo à distribuição feita pela EMASA. Esses moradores não sabem que a estratégia de armazenar água não é uma atitude politicamente correta. O certo seria telefonar para a empresa (3401 – 8464) para exigir um serviço digno, já que se paga por ele. A reportagem do SEMANA telefonou duas vezes para a empresa, mas não foi atendida pela direção.

Fotos/A Semana

Emasa não consegue abastecer a cidade

A estiagem de quase seis meses comprometeu o abastecimento de água na cidade, o nível dos rios estão baixissimos

ARROZ

Produção pode avançar em 500 mil t Marianna Peres/DC

Mercado para dar suporte a uma produção cerca de 60% maior do que a atual na rizicultura Mato Grosso tem. O grande desafio segundo o analista de mercado da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Paulo Morceli, é ofertar um grão de qualidade, no nível exigido pela indústria. Morceli e outros especialistas participaram na última sexta-feira, do IV Seminário de Cultura do Arroz de Terras Altas de Mato Grosso, no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato). Durante o evento foram apresentadas informações sobre as estratégias de produção sustentável do arroz no estado, classificação, qualidade e as expectativas do produtor e da indústria. As perspectivas para a cultura nos próximos anos são consideradas positivas pelos representantes da cadeia produtiva. Aumentar a produção de forma sustentável, garantindo geração de renda, emprego e alimento de qualidade para a população são alguns dos principais desafios do setor. O Estado, terceiro maior produtor de arroz do país, cultivou 250 mil hectares e colheu 800 mil toneladas na última safra. Entretanto, como destaca Morceli, há espaço para crescimento da produção de arroz em Mato Grosso. “O Estado tem cerca de 500 mil toneladas de demanda insatisfeita e os

PREVISÕES

Estiagem não afetará agricultura Andréa Rodrigues/AE

preços iniciais estão bons”, argumenta. Ele justificou sua afirmação considerando que a indústria local demanda em torno de 1,3 milhão de toneladas e o Estado tem ofertado somente 800 mil toneladas, gerando um déficit 500 mil toneladas. Ele informou ainda, que os preços mínimos do arroz para a próxima safra (2010/2011) mato-grossense serão mantidos: R$ 23,53 a saca de 50 kg e R$ 28,83 a saca de 60 kg.

O calendário de plantio e colheita da safra de grãos 2010/11 não deve apresentar problemas, mesmo com a escassez de chuvas em algumas áreas produtoras, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A estiagem atrasa o plantio de soja em Mato Grosso, principal Estado produtor da oleaginosa do país, e também a instalação das lavouras de milho no Paraná, maior produtor nacional do cereal. Informações preliminares indicam que os produtores estão utilizando sementes mais precoces para terminar a colheita da primeira safra a tempo de plantar a segunda safra no inverno. Além disso, o uso de sementes de ciclo mais curto poderá ajudar os agricultores a minimizar os efeitos de uma possível estiagem a partir de dezembro. “Os produtores estão mais informados sobre a questão do clima e, por isso, se previnem”, afirma José Negreiros, gerente substituto da área de Avaliação de Safras da Conab. A estatal finaliza nesta semana os trabalhos de coleta de dados para a primeira estimativa de intenção de plantio da safra 2010/11, cujos resultados serão divulgados no dia 7 de outubro. Desde a segunda-feira, 50 técnicos da Conab visitam as principais regiões produtoras de grãos do Centro-Sul e

coletam dados para o fechamento dos números do relatório. De acordo com Negreiros, a situação de plantio é indefinida e, somente a partir do terceiro levantamento, em novembro, é que as informações sobre a área cultivada com cada grão será definitiva. “Até lá, ainda poderemos ter alterações nos nú-

meros, já que as culturas estarão sendo plantadas”. Em relação à produtividade, José Negreiros acredita que, neste ciclo, não deve ser repetido o desempenho de 09/10, considerado excepcional. “Foi uma safra atípica, em que o clima foi extremamente favorável às lavouras”. Para a estimativa inicial de produtividade,

a Conab utiliza a média dos últimos 5 anos e, somente a partir de dezembro é que serão coletadas informações em campo. Por isso, analisa Negreiros, a tendência é que as estimativas apresentem mais correções próximo ao fim da safra. “A Conab é conservadora, mas os números estão muito alinhados com a realidade”.

www.asemananoaraguaia.com


10

Classificado

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT 22 a 30 de setembro de 2010

BALCÃO DE EMPREGOS CARROS Corsa sedan 07/08, preto ar+dh R$ 25.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Corsa sedan 05/05, preto básico R$ 18.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Kadet 94/94, cor vinho R$ 8.500,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Corsa 95/95, azul 02 pts R$ 10.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Corsa sedan 00/00, prata c/ ar R$ 15.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Gol 06/06, 02pts c/ar R$ 20.500,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Gol 07/08, branco 04pts completo R$ 26.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 Uno 0 Km, prata completo. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 Uno 94/94, vermelho basico R$ 8.000.00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 Audi 98/99, azul completo R$ 25.000.00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 Pálio 97/98, branco basico R$ 9.000.00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 GOL 07/07, branco completo.Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 Fiorino 98/98, verde basico R$ 11.500.00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 CrossFox 2006 Prata 4portas Completo. R$ 34.000,00. Tratar M3 Veiculos, Fone: 3407-1258 Uno 2002/03 Verde 2portas ar trava e alarme. R$ 14.500,00. Tratar M3 Veiculos, Fone: 3407-1258 Uno 2002 Prata 4portas Completo. R$ 16.000,00. Tratar M3 Veiculos, Fone: 3407-1258 Uno 1996 Branco 4 portas Completo. R$ 8.000,00. Tratar M3 Veiculos, Fone: 3407-1258 Uno 94/95, Branco 2 portas, trava, vidro, alarme, som. R$ 8.000,00. Tratar no fone: 9642-7462 MOTOS C 100 Biz 2003/2003, azul. Tratar Estacionamento São Paulo, Fone: 3401-2133 C100 Biz ES 2000/2001, verde. Tratar Estacionamento São Paulo, Fone: 3401-2133 DIVERSOS VENDE-SE UMA CASA no Jardim Ouro Fino, em frente ao clube da PRF, casa de esquina. Tratar no Fone: 9281-0144. VENDE-SE UM TERRENO no Jardim Universitário, falar com Núbia no Fone: (66) 9281-3509. SERVIÇO DE BUFFET: DM Eventos: casamentos, formaturas, eventos em geral. Falar com Damares pelo Fone: (66) 9906-6314.

Extravio de documentos

A empresa A.B.Neto-ME - Agencia de Publicidade e Propaganda, inscrita no CNPJ nº 05 595 288/000108, inscrita na Jucemat sob o numero 51101368790, inscrição municipal 6855, com endereço estabelecido na Rua Padre Cobalchine nº 84, 2º piso, Centro Sul, CEP- 78600 000, Barra do Garças- MT, comunica o extravio dos blocos de Notas Fiscais de prestação de serviços série “B-S” 01 ao 03 conforme boletim de ocorrência nº 1.1030301.2010.635, de 28/07/2010, da Polícia Judiciária Civil de Barra do Garças.

VAGAS PARA MULHERES: 04 VAGAS P/ EMPREGADA DOMÉSTICA 01 VAGA P/ EMPREGADA DOMÉSTICA DIARISTA 01 VAGA P/ OPERADOR DE CAIXA VAGAS PARA HOMENS: 10 VAGAS P/ AUXILIAR DE PRODUÇÃO 01 VAGA P/ AÇOUGUEIRO 02 VAGA P/ VAQUEIROS 01 VAGA P/ VENDEDOR DE SERVIÇOS 01 VAGA P/ PEDREIRO 01 VAGA P/ OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS Ter disponibilidade para morar em fazenda VAGAS PARA MULHERES OU HOMENS: 01 VAGA P/ VISTORIADOR DE RISCO Observação: O SINE não passa informações por telefones de vagas, os interessados deveram comparecer a Rua: Voluntários da Pátria, nº29-centro (próximo a prefeitura municipal).para quem já é cadastrado:levar carteira de trabalho e CPF e para que,]m não é cadastrado:levar carteira de trabalho, CPF e todos documentos pessoais. SINE - Rua voluntários da pátria, 29 - centro - próximo à prefeitura - os interessados deverão comparecer no sine, munidos de Carteira de Trabalho e documentos pessoais, para quem já é cadastrado apenas a Carteira de Trabalho. Telefone: 66 3401-1351.

DIRETAS COQUETEL - EDIÇÃO Nº 257 - WWW.COQUETEL.COM.BR

ÁRIES Faça de tudo nesta fase, para melhorar suas condições sociais, amorosas profissionais e financeiras. Mas tudo dentro de um sentido honesto e inteligente. Estão favorecidos os contatos pessoais. TOURO Assuntos econômicos poderão aborrecê-lo neste período. Mas você terá chances de colocar tudo em ordem. Uma comunicação verbal mais fácil, levando harmonia e abundância para os amigos e também para todos os familiares. GÊMEOS Período dos mais indicados para iniciar a melhoria da aparência de sua casa, tais como nova decoração e reformas. Fará ótimas amizades, mas não confie demais em estranhos. Sucesso junto ao sexo oposto. CÂNCER Muita habilidade literária, mente clara e penetrante e muita tendência aos assuntos elevados, estão previstos para você, devido à benéfica influência de Júpiter. Sucesso profissional e financeiro. LEÃO Boas notícias estarão previstas para você. O fluxo é dos melhores para as associações ou para unir-se à outra pessoa. Você vai se sentir com maior vigor físico e emocional, mas tendendo para uma dependência excessiva em relação à família, e aos entes queridos. VIRGEM Momento pouco indicado para os negócios e aos assuntos sociais. Evite, também, as questões extraconjugais e os perigos de acidente e tudo que possa prejudicar sua tranqüilidade no lar, moral e saúde. No amor, está na hora de você enxergar as coisas sem lentes cor de rosa.

LIBRA Bom momento para tratar de assuntos e negócios relacionados com escritas e com o mundo artístico. Lucros pelo esforço profissional e êxito social, também se apresentarão. No amor, evite atitudes de submissão. ESCORPIÃO Tudo dependerá de suas próprias ações neste período. Evite atritos com pessoas desconhecidas, seja qual for o motivo. Regular para o romance e bom para os negócios. SAGITÁRIO A influência da Lua promete bons ganhos e lucros em negócios rápidos e especulações financeiras razoáveis. Dê especial atenção aos assuntos domésticos, familiares, profissionais e tudo o que lhe dê elevação e estabilidade. CAPRICÓRNIO Momento pouco propício para tratar de assuntos jurídicos e financeiros e para impor idéias em seu campo profissional. A energia será a sua arma mais poderosa e você estará muito disposto a correr atrás de seus sonhos. AQUÁRIO Se evitar a tensão nervosa diante das pessoas importantes, tudo poderá acabar bem nesta semana. De qualquer maneira, mantenha a serenidade e não discuta com ninguém. Cuidado com problemas de crédito e cobrança. PEIXES Os negócios que tem em vista, poderão ser realizados com vantajosos lucros, pois as transações comerciais estarão em evidência. Agora evite receios infundados e preocupações negativas. Excelente para o amor, assuntos familiares e ao romance.

PIADAS.....

No último dia de aula o pai de Joãozinho espera o filho na porta de casa,quando ele chega,o pai fala: - Filho a professora te entregou o boletim? - Sim! - Ótimo,deixe-me ver! - Não posso! enfurecido o pai o pai pergunta por que. - É que emprestei para o meu amigo dar um susto no pai dele!!!!!!

*********

Dois pescadores: - Ontem pesquei 999 peixes. - Ué, por que não arredonda logo para 1.000? - E você acha que por causa de 1 vou passar por mentiroso ???!!!


Variedade

22 a 30 de setembro de 2010

Vigorexia: SAÚDE

Quando malhar se torna um vício

V

igorexia ganha destaque devido à ditadura da beleza, a pessoa precisa ter o corpo perfeito para ser feliz. Com isso muitos jovens acabam excedendo seus limites físicos em busca de um corpo ideal. Desenvolvendo esse quadro patológico. A vigorexia ocorre quando o volume e a intensidade de exercício físico praticado por um indivíduo excedem a capacidade de recuperação. Além disso, a vítima desse distúrbio percebe uma auto-imagem distorcida. Esse mal prejudica muitas vidas, o que leva as pessoas à busca de drogas para conseguir tal corpo. Anabolizantes, nada mais são que medicamentos à base de hormônio masculino (testosterona), com as características anabólicas (crescimento) e androgênicas (caracteres sexuais masculino). Os homens entram na academia a procura de um corpo ideal, mas ninguém fica musculoso do dia para a noite, e esse é o desejo. A falta de paciência faz com que muitas pessoas procurem um atalho para esse caminho, os anabolizantes. O professor de Educação Física Maikshuel Guimarães explica que utilizar esses atalhos é muito perigoso, os prejuízos são muitos, porém os mais comuns são: impotência sexual, degradação da atividade cerebral e dos órgãos vitais. Podendo ativar células cancerígenas que talvez nem fossem desenvolvidas naturalmente. A psicóloga Cristiane Jacarandá explica que atualmente as pessoas estão muito preocupadas com sua aparência. A mídia impõe o padrão de beleza, magro para as mulheres e musculoso para os homens. Essa obsessão normalmente começa na adolescência, a puberdade, fase dos conflitos “quem sou eu? Que aparência eu tenho?” .Essa fase recebe várias influências, inclusive da televisão. O maior problema é quando essa pressa por adquirir um corpo perfeito se torna obsessão, nem mesmo utilizar anabolizantes e alcançar um corpo invejável deixam a pessoa satisfeita. Ela quer sempre mais e acha que está pouco, a simples preocupação com a aparência se transforma em doença, a vigorexia. De acordo com Cristiane Jacarandá, o vigorexo não consegue ficar sem academia, malhar se torna o essencial da vida. Os portadores dessa doença não gostam de expor o corpo da mesma forma que os praticantes do fisiculturismo. É para eles mesmos, a pessoa olha no espelho e jamais se vê com o corpo ideal, quer

sempre mais. Inúmeras desculpas podem ser inventadas, mas nenhuma é relevante o suficiente para a defesa dos cuidados exagerados com o corpo. O professor Maikshuel Guimarães explica que até mesmo pessoas que tem dificuldade no desenvolvimento muscular conseguem adquirir um corpo ideal somente a base de suplementos e musculação. “todo corpo possui um limiar (ponto mais alto que a massa muscular pode alcançar em um treinamento apenas com uma boa alimentação). Depois que chegamos neste estágio temos que promover a “miostase” (quebra da miostatina, substância que limita o corpo fazendo com que a massa corporal não continue a crescer). Nesta fase recomenda-se o uso de uma suplementação alimentar, acompanhado de um corpo docente de vários profissionais respectivos da área para iniciar a miostase”. Maikshuel explica que o anabolizante pode durar vários meses no corpo da pessoa se for à base de óleo, a base de água apenas alguns dias. Por isso são feitos os ciclos (período e as fases que o usuário está fazendo uso de anabolizantes em pequenas, médias e grandes proporções). Segundo o professor, ciclar apenas uma vez da resultados pouco satisfatórios, o que faz com que a pessoa fique sempre dependente, fazendo novos ciclos e nunca se livrando desse medicamento, afinal, se a pessoa parar, o efeito sairá do corpo em pouco tempo, e os músculos irão murchar novamente. Um ex usuário de anabolizantes que não quer ser identificado afirmou ter parado de usar os produtos há 4 meses, quando começou tinha o braço de 31 cm, chegou a 45 cm. Hoje, como parou de utilizar tais medicamentos, seu braço já diminuiu para 38 cm. Ele tinha o hábito de olhar no espelho e se achar magro, querendo sempre mais e mais. Malhava de segunda a segunda. Ele começou a tomar anabolizantes na temporada de praia com a intenção de usar somente durante aquela temporada, o que acabou não acontecendo, malhar e tomar anabolizantes se tornou um vício. Afirmou que gostava de malhar com o propósito de competir com os amigos que malham. Sabe o que é vigorexia e assume que tinha a doença, mas afirma estar curado. Tem consciência do uso de anabolizantes e já sofreu conseqüências. A vigorexia é uma doença e precisa de tratamento com um psicólogo. Não podemos levar como brincadeira algo tão sério. Segundo a psicóloga é muito difícil uma consulta de alguém com vigorexia, pois é muito complicado uma pessoa que sofre desse mal se assumir. Cuidados com o corpo é sempre bom, mas podem tornar-se um problema para a vida. Por Francisco José e Lucas Iglesias acadêmicos de Jornalismo da UFMT/Araguaia Email: megafutebol@hotmail.com

11

PERDA

Barra do Garças diz adeus ao pioneiro Lídio Pereira Wanderley Wasconcelos

Faleceu na tarde de 20 de setembro, em Barra do Garças, o pioneiro, memorialista e ex-vereador por quatro mandatos Lídio Pereira da Silva, aos 86 anos de idade. Contemporâneo de personalidades a exemplo dos ex-prefeitos Ladislau Cristino Cortes, Valdon Varjão e Wilmar Peres de Farias, Lídio Pereira foi referência habitual na política de Barra do Garças do final da década de 50 aos anos 70 como vereador e secretário da administração municipal. Neste período Lídio Pereira disputou por duas vezes a prefeitura e uma a deputado estadual, sem lograr êxito. Memorialista de primeira hora sobre a história de Barra do Garças, seus personagens e da região do Vale do Araguaia, Lídio Pereira foi nestes últimos anos uma fonte de pesquisa oral para jornalistas, estudantes, historiadores e políticos que batiam à sua porta. Defensor da democracia Lídio Perei-

ra se queixava da falta de liberdade de expressão, a ausência dos calorosos debates de quando esteve vereador, por ocasião do regime militar instituído em abril de 1964. Os vereadores da Câmara de Barra do Garças assinaram na sessão de 21 de setembro uma moção de pesar aos familiares do pioneiro Lídio Pereira da Silva. A justificativa assinada pelos vereadores diz que Lídio Pereira da Silva “foi um ilustre pioneiro, um patriarca de numerosa família. Homem honrado, cidadão íntegro e que deu vasta colaboração ao desenvolvimento de Barra do Garças no exercício de várias atividades, entre elas a de agropecuarista e, na vida pública, como vereador”. Lídio Pereira deixa a viúva dona Geraldina e os filhos, o empresário João Bosco, a professora Alda, advogada Áurea, administradora de empresas Rita de Cássia e o colunista social em Cuiabá, Sávio Pereira. Lídio foi pai dos já fale-

Brasiloeste

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT

Pioneiro e memorialista Lídio Pereira da Silva

cidos ambientalista e arquiteto Franklin Pereira e da professora Lídina. Seu corpo foi velado na Câmara de Vereadores de Barra do Garças por onde passaram políticos e também a gente do povo que lhe prestaram suas últimas homenagens. O deputado Daltinho, líder do PMDB na Assembleia Legislativa disse que recebeu com tristeza a morte de Lídio Pereira “a quem sempre res-

peitei por sua índole de homem honesto e trabalhador e um político que foi essencial para o município”. A prefeitura do município não emitiu nota sobre o falecimento do ex-vereador, embora o prefeito Wanderlei Farias, em seu segundo mandato (de sua gestão anterior (2001-2004) tenha homenageado Lídio Pereira da Silva dando seu nome ao terminal rodoviário da cidade.

POESIA

Poeta barra-garcense participa de antologias Wanderley Wasconcelos

Bióloga pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) com especialização em Educação Ambiental, a barra-garcense Marinalva Marques também consagra parte de seu tempo à poesia e tem sido nestes últimos anos presença habitual em antologias da All Print Editora que publica em antologias autores novos de todo país que por sua vez buscam uma vaga no restrito e consagrado universo da literatura. Nesses últimos anos Marinalva Marques tem publicado poesias em jornais e em páginas e on line da região. Pela All Print Editora a poeta já participou da Antologia de Poesias e Crôni-

cas Especial da XIV Bienal do Livro Rio (2009), Antologia Premiada, Antologia de Poesias e Crônicas Especial da Bienal do Livro de Minas Gerais (2010), Antologia de Poesias, Contos e Crônicas Especial da 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2010) e foi convidada para a Agenda 2011 -

A poeta Marinalva Marques: presença em antologias

Poesias e Pensamentos. Na entrevista ao SEMANA Marinalva disse que escreve desde seus treze anos, quando ainda criança juntava palavras em busca de rimas, de frases de efeito porque já sentia, segundo disse, “o gosto pela escrita e a ânsia para botar no papel minha sensibilidade.” Quando migra do campo para cidade, aos nove anos, Marinalva alimentava já o desejo de estudar e conhecer o mundo através dos livros e, assim que foi alfabetizada começou a ler com desenvoltura e apaixona-se pelos poetas Casimiro de Abreu, Álvares Dias, Augusto dos Anjos, Victor Hugo, Vinícius de Moraes, Castro Alves, Carlos Drummond de Andrade, Aldair Aires e muitos outros. Em sua poesia o leitor encontra sonetos, quadras, odes, e ou-

tras composições sem formalidades criadas a partir da tendência contemporânea. Alguns poemas seguem metricamente rimas ricas, outras menos e outros ainda apresentam estruturas visuais, temas filosóficos, vassalagem, solidão, erotismo, entre outros. Dois de seus poemas já foram traduzidos para o italiano e um para o dialeto Vênito. Por último, Marinalva prepara-se para participar da coletânea poética da Casa do Poeta “Lampião de Gás” em São Paulo no final deste ano, na edição comemorativa de 30 anos do Movimento Poético em São Paulo- Volume 2. Contatos com autora podem ser feitos através do e-mail (MSN): marimarxbio@hotmail.com.

www.asemananoaraguaia.com


12

Geral

Ano II - nº 59 Barra do Garças - MT 22 a 30 de setembro de 2010

AÇÃO SOCIAL

Univar promove Dia de Responsabilidade Social

Emasa faz revezamento para abastecimento de bairros na cidade. Motivo: o rio Garças agoniza ao final dos seis meses de estiagem. O ex-secretário de Educação, Ságuas Moraes, reuniu-se com petistas de Barra. Assunto, campanha política. O candidato ao governo Mauro Mendes (PSB) teria emitido um cheque no valor de R$ 1,191 milhão para pagamento de combustível ao Posto Millenium, em Cuiabá. Na segunda-feira (27) Mendes anunciou judicialmente a empresária Marilene Ribeiro, diante da cobrança do cheque. Mauro Mendes explicou que o cheque foi dado como caução (garantia) em um negócio em 2008. “Emiti o cheque a um amigo porque confiei”. “Trabalhamos com a expectativa de vencer no primeiro turno, porque não damos calote e nem trabalhamos com cheque”, palavras de Silval Barbosa, alfinetando seu principal adversário Mendes. Dos 322 abarcados pelo “Ficha Limpa”, seis deles são de Mato Grosso: Carlos Bezerra, Gilmar Fabris, Jaime Marques, Oscar Bezerra, Pedro Henry e William Dias. Muitos já comemoram o fim da campanha política que seria bela e educativa não fosse o barulho ensurdecedor pelas ruas da cidade.

Acadêmicos e professores do curso de Administração, da UNIVAR, diante de mais de 100 quilos de alimentos arrecadados por ocasião do ciclo de palestras sobre o Dia de Responsabilidade Social, doados à APAE de Barra

F

oi sucesso de público o ciclo de palestra realizado nas Faculdades Unidas do vale do Araguaia - Univar sobre o Dia Responsabilidade Social que mobilizou em torno de mil pessoas e recolheu mais de 100 quilos de alimentos que foram doados à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Barra do Garças. Segundo o coordenador do curso de Administração da Univar, Neilton Gomes da Silva, esta terceira edição do Dia da Responsabilidade Social, a exemplo das anteriores, serviu para mo-

tivar os acadêmicos e provocar a interatividade entre faculdade e comunidade. O Dia da Responsabilidade Social é instituído anualmente pela Associação Brasileira de Ensino Superior. Ano passado o ciclo de palestra ocorreu em outubro e foram coletadas 48 cestas básicas doadas à famílias carentes da cidade, enquanto as roupas usadas foram repassadas aos vicentinos, um grupo de assistência social ligado à igreja católica. Fundada em 1989 pelo educador Osvaldo Soler a Univar ofereceu em seu início em Barra do Garças o curso de Administração que funcionava à noite no Instituto Madre Martha. Logo depois a faculdade conseguiu autorização para os cursos de Ciências Contábeis, Pedagogia, História, Tecnologia em Análise e desenvolvimento de Sistemas, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Serviço Social, Nutrição, Educação Física e Zootécnica. A Univar tem como seu mantenedor o administrador Marcelo Antonio Soler, possui instalações com mais de 11 mil metros quadrados, uma biblioteca com mais de 30 mil livros, seis laboratórios da área de saúde e 32 salas

Nãos se sabe o que irá fazer o pessoal lotado em postos de serviço da campanha eleitoral depois do 03 de outubro, já que são poucos os postos de serviços na cidade da agropecuária. Para não fugir à regra não faltaram promessas na atual campanha. Agora basta que o eleitor exerça sua cidadania e cobre dos políticos o cumprimento do que disseram em palanque. Na recente pesquisa divulgada pelo Instituto Mark o candidato a deputado estadual, Cândido Teles aparece em 61º lugar, distante do páreo que só comporta 24 nomes. Leandro Soares, filho de Alencar Soares também figura na lista, um pouco mais acima, no 38º lugar.

climatizadas com recursos multimídia. Além das diversas ações ocorridas no evento, houve ainda sorteios de brindes ofertados pelas empresas Floratta Spar Urbano, Fisk Inglês e Espanhol, O Baticário e Barra Pharma.

Encerra dia 29 de setembro as mostras Arte e Cultura e a de Ciência e Tecnologia e Inovação, na arena do Porto do Baé. O IFMT prorrogou as inscrições de seu vestibular até o dia 07 de outubro.


A Semana 59  

Jornal A Semana no Araguaia - Barra do Garças - MT

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you