Issuu on Google+

ENTREVISTA PMDB confirma nome de Daltinho como pré-candidato à prefeito de Barra do Garças Página 7

ANO IV - NO 81 - 15/04 A 10/05/2012 - BARRA DO GARÇAS-MT - FUNDADO EM 01/01/2009 - R$ 2,50 - EMAIL: REDACAO@SEMANA7.COM.BR - WWW.SEMANA7.COM

Secretária de Turismo, Teté Bezerra

Deputado estadual, Baiano Filho

Deputado Adalto de Freitas - Daltinho

SEMANA7.COM

RODOVIA

Deputado federal, Carlos Bezerra

DNIT anuncia retorno das obras da BR 158

O superintendente do DNIT em MT, Luiz Antônio Garcia prestou esclarecimentos sobre a evolução das obras de pavimentação da BR-158, no Norte Araguaia. Sobre o lote 1, entre a divisa com o Pará até o rio Crisóstomo em Vila Rica, Garcia informou que a empresa Semenge responsável pela pavimentação dos 45km, está oficialmente sendo retirada do trecho, cabendo à empresa Rodocon a retomada das obras ainda este ano. O lote 2, que teve suas obras paralisadas para readequações ambientais não previstas no projeto inicial, já está readequado com as previsões ambientais necessárias, contemplando inclusive travessias de fauna. O superintendente acrescentou ainda, que o trecho possui cerca de cinco curvas sinuosas que serão reduzidas para apenas duas curvas. A empresa responsável por este trecho deverá assinar dentro de 10 dias o termo aditivo para a continuidade imediata das obras. Página 9

“Se um dia fui pobre era menino e eu não me lembro”, diz Alencar O ainda conselheiro Alencar Soares anunciou durante sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na quinta-feira (3) sua aposentadoria da função, uma das mais cobiçadas dentro do contex-

TRECHO DA 158 AINDA EM TERRA BATIDA E PONTE DE MADEIRA

Querência recebe 370 capacetes para transporte escolar

Valmir denuncia esquema de transferência de título

Passarela vai beneficiar 10 mil pessoas em Nova Xavantina

À distância de 60 metros, correspondente a travessia da ponte do rio Garças, Pontal do Araguaia está muito próximo a Barra do Garças que possui um colégio eleitoral em torno de 40 mil eleitores e suscita a esperteza de certos políticos daquele município que nesta época do ano se encarregam do gesto criminoso de transferir votos de eleitores que não residem naquele município. A prática criminosa, que a Justiça parece desconhecer, ganha força nesses últimos dias por uma questão de tempo, já que o prazo para transferência de títulos terminou em 9 de maio. Página 6 Prefeito Fernando Gorgen

Querência foi um dos únicos do Estado a receber os capacetes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) como parte inicial dos equipamentos do Programa Caminho da Escola desenvolvido pelo Programa de Ação Articulada (PAR) do Ministério de Educação. Esse programa em Querência tem sido destaque em todo o país. Sua eficiência levou a prefeitura de Manaus a convidar a orientadora Eliane Costa para desenvolver esse projeto na prefeitura da capital amazonense. Página 15

Monobra de vereadores pode cassar mandato de Miguelão Por seis votos a três a Câmara Municipal de Barra do Garças votou pela instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para cassar o mandato do vereador Miguel Moreira Alves (Miguelão), depois de ter sido acusado de fazer parte de um esquema de licitação ainda no governo do comunista Zózimo Chaparral. Página 17

Vereador Miguelão (PSD)

to da política mato-grossense. Ao deixar aquele Tribunal Alencar não escondeu de ninguém que seu desejo é o de concorrer à Prefeitura de Barra do Garças. “Uma das minhas paixões é a política”. Página 5

Silval continua governo O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) praticamente inocentou, na noite de terça-feira (08) o governador Silval Barbosa (PMDB) da acusação de abuso do poder eco-

nômico nas eleições de 2010, feita pela coligação “Mato Grosso Melhor Pra Você”, que era encabeçada pelo empresário Mauro Mendes (PSB). Página 5

Advogado Nelson Brat vai pedir afastamento de Sandro Saggin da OAB em Barra Página 4 Prefeito Gercino Rosa

Com um investimento na ordem de R$ 2,3 milhões, a prefeitura de Nova Xavantina construiu em menos de oito meses, uma passarela sob o rio das Mortes, que vai ligar o setor Xavantina ao bairro Nova Brasília, à margem esquerda do rio das Mortes, inaugurada a passarela, essa interligará cerca de 12 bairros e quase 10 mil pessoas que circulam a pé e de bicicletas vão diminuir o percurso. Página 8

Siqueira Campos quer construir a Transbananal no próximo ano O projeto para as obras de interligação entre Mato Grosso e Tocantins pela rodovia já denominada de Transbananal (BR-242) está em fase de conclusão, com previsão, cujo início das construções está previsto para 2013. Essa rodovia prevê a pavimentação de 192 km e a construção de uma ponte com 2.600m de extensão sobre o rio

Araguaia que será executada pela modalidade PPP (Parceria Público Privada). Os projetos aguardam ainda pela conclusão de trâmites junto ao Ibama, Ministério do Meio Ambiente, Funai e Ministério Público Federal. As obras, orçadas inicialmente em cerca de R$ 1 bilhão serão executadas pelo governo do Tocantins. Página 12


2

Cidade

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

ARAGUAIANA

Denúncia é sinal de desespero, diz prefeito

WANDERLEY WASCONCELOS / RONAN DE SÁ - redacao@semana7.com.br

O prefeito de Araguaiana Pedro Paschoal Rodrigues, em recente visita à redação acompanhado do seu secretário de Finanças Sebastião Marques, refutou as denúncias atiradas sobre sua administração que foram destaque nesses últimos dias na imprensa mato-grossense, a começar por uma licitação para construção de um conjunto habitacional de 196 casas em sua cidade e que já foi entregue aos seus novos moradores. Logo de início o prefeito Paschoal deixou de lado a modéstia para dizer “sou humilde e meus negócios todos são fiscalizados. No tocante à licitação para construção das casas não houve indicação para este ou aquele lado. Tanto é que a empresa [Piratininga] que perdeu a concorrência recorreu ao Ministério Público, à Polícia Federal, à Justiça e não conseguiu seu intento e todos sabem que o ônus

da prova cabe a quem acusa. Ninguém consegue provar que eu tenha desviado um centavo, sequer”, desafiou. Depois de uma ligeira pausa o prefeito concluiu seu raciocínio: “Eu vejo nisso desespero da oposição”. Em tom cordial o prefeito Paschoal ressaltou ainda que não quer estender essa contenda envolvendo seu nome “porque eu tenho muito trabalho pela frente”, disse ele que estava de saída para Brasília onde na tarde de quinta-feira (12/04) participou em Brasília ao lado de outros prefeitos de uma reunião com a presidenta Dilma Rousseff que na ocasião contemplou 250 pequenos municípios com o programa Minha casa Minha Vida, incluindo Araguaiana com mais de 40 unidades. Antes de seu embarque a Brasília Pedro Paschoal convidou a equipe de reportagem do SEMANA para uma visita a Araguaiana onde o secretário Sebastião Marques durante a tarde de quinta-feira (12)

abriu as portas da prefeitura, de arquivos e acompanhou os repórteres na visita por toda a cidade de pouco mais de 3 mil habitantes, mas de uma importância histórica sem precedentes no Vale do Araguaia por ter sido o primeiro marco social da região que se reporta às últimas décadas do século 19. Segundo Marques é crescente, nesses últimos anos, a demanda por moradia em Araguaiana “e a nossa triagem prioriza famílias carentes, gente do campo que muda pra cidade para matricular os meninos nas escolas, entre outros precedentes de nossa Secretaria de Ação Social”. Marques não fez reservas de nenhum assunto sugerido pela reportagem. Ao falar sobre a licitação do conjunto recém-inaugurado ele citou a publicação no Diário Oficial da União, do Estado e no portal da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e disse que sete empresas chegaram a comprar o edital, “cinco delas ficaram no

meio do caminho e a disputa final entre a Piratininga e a LL Construções Ltda”. “Acho natural que a empresa que tenha perdido a concorrência se ache injustiçada, isto é um direito que cabe às pessoas, tanto é que seu representante recorreu ao Ministério Público que reconheceu a ausência de fundamento em sua queixa. O próprio Tribunal de Contas do Estado (TCE ) pediu para investigar o caso, assim como a Polícia Federal que também fez investigações e nada, em absoluta, foi encontrado que pudesse macular a honra desta administração”, disse Marques. No que diz respeito ao parecer assinado por Sandro Saggin, Marques ressalta que o advogado era funcionário da prefeitura (Assessor de Gabinete, e foi exonerado, logo após a denúncia sobre a licitação publicada pelo SEMANA). “Sandro exercia as funções de assessor jurídico sem nomenclatura, tinha procuração para agir como assessor”.

SEMANA7.COM

Em entrevista ao SEMANA o prefeito Pedro Paschoal reagiu as denúncias feitas pela oposição, que segundo ele, não passa de interesse pelo poder

“DENUNCISMO NÃO AFETA MINHA GESTÃO”, DIZ PREFEITO PEDRO PASCHOAL

A atuação de sua gestão

SEMANA7.COM

SEMANA7.COM

SEMANA7.COM

ESCOLA MUNICIPAL LAURA VICUNÃ AGORA SOB O COMANDO DA PREFEITURA

ÁREA DE LAZER NO CONJUNTO HABITACIONAL JARDIM PARAÍSO, AMPLA E BEM LOCALIZADA PARA USO DA COMUNIDADE QUE DEVERÁ ESTAR PRONTA EM BREVE

ASFALTO

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA COM CAPACIDADE PARA 60 MIL LITROS/HORA

O asfalto pela MT-100 ligando Barra do Garças a Araguaiana deve ser concluído até o final deste ano. “Estamos contando com esta interligação que vai fomentar o nosso turismo histórico. Na temporada de praia do ano passado reuníamos aqui em torno de 4 mil pessoas nos finais de semana. Com o asfalto, tudo vai mudar pra melhor”, aposta o secretário professor que já foi diretor da Escola Norberto Schawantes, no Jardim Piracema, em Barra. Em tom irônico

PSF RECÉM-CONSTRUÍDO: NOVA ESTRUTURA PARA ATENDER A DEMANDA SEMANA7.COM

ele diz: “Estou descansando um pouco de sala de aulas, como vocês podem ver”. Rica em pecuária a histórica Araguaiana está se transformando aos poucos. Na visita ao conjunto habitacional comprovamos a transformação. Maioria dos moradores já faz puxadinhos enquanto a praça “Professora Nina” está sendo concluída e será instalada uma ATI. Nina faleceu recentemente, era mulher de José Dutra, o segundo prefeito da cidade. “É um tributo que a administração faz ao ex-prefeito e sua família”, diz Marques. Mais de 6 mil quilômetros quadrados, equivalente a área de três municípios como Pontal do Araguaia ou duas Aragarças, Araguaiana possui telefone móvel (Oi), terceirizou a limpeza pública e uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA) está em fase de conclusão para atender a demanda da cidade. A antiga estação tem capacidade para tratamento de 20 mil litros por hora. A nova, 60 mil litros. A cidade de Araguaiana é cortada por duas avenidas centrais. Uma delas presta homenagem ao revolucionário Doutor Morbeck que nos anos 20 do século passado tomou a defesa dos garimpeiros da região do Garças e Araguaia contra a ameaça de encampação do governo do Estado de entregar a extração de minérios a multinacionais inglesas. A outra avenida homenageia o Presidente Vargas, tutor da Marcha para o Oeste que abriu esta região por ocasião da 2ª Grande Guerra, nos anos 40. Naquela avenida há uma praça moldada por elevações de canteiros e, em seu centro um Cristo de braços abertos, dando boas-vindas a quem chega a Araguaiana que já foi um pólo educacional de Mato Grosso, foi a cidade da poeta e jornalista Antídia Coutinho, que recebeu a visita do imperador Pedro II, apenas para grifar um pouco da história daquela cidade.

ACADEMIA ATI AO LADO DO GINÁSIO À DISPOSIÇÃO DA COMUNIDADE SEMANA7.COM

mais antigo colégio da região, o “Nossa Senhora Auxiliadora”, que pertencia às irmãs salesianas para a prefeitura do município e que hoje se chama “Laura Vicuña”. A doação do colégio suscitou em muitos o questionamento sobre o destino do colégio dos padres salesianos que se encontra fechado no centro histórico da cidade, próximo à matriz de Nossa Senhora da Piedade. Aqueles dois colégios foram referência em educação durante várias décadas do século passado e foram desativados nos últimos anos da década de 60. Araguaiana possui também uma escola de ensino fundamental “Coronel Jerônimo Gomes” onde em data recente foi construída uma quadra poliesportiva com recursos do Estado e contrapartida do município. A prefeitura por sua vez, patrocina aos estudantes uma vez por semana aulas de música que faz parte do Programa de Apoio Integral a Família - PAIF. A Ação Social tem aos seus cuidados as atividades com o grupo de idosos e com atividades que envolvem famílias carentes do município com incentivo à cultura, ao artesanato e oficinas laborais. “Trata-se de uma Secretaria de atenção que valoriza as pessoas, que valoriza a cidadania de todos”, analisa Marques.

FARMÁCIA CLIMATIZADA DO HOSPITAL MUNICIPAL REPLETA DE MEDICAMENTOS SEMANA7.COM

um médico, estamos esperando a vinda de uma médica, temos a enfermeira Norma Cristian, a farmacêutica bioquímica Graziela Finotto, seis auxiliares, pessoal de limpeza, entre outros”. Na realidade aquele hospital em fase de acabamento devem ser gastos em reformas para ficar à altura do povo araguaiano algo em torno de R$ 20 mil, outros R$ 40 mil em equipamentos de menor custo. Mas quando for dotado de aparelho de ultra-som e todo o conjunto de equipamento de uma casa de saúde daquele porte não ficará por menos de R$ 400 mil, segundo os cálculos de Marques. Para complementar o setor de saúde pública a administração Pedro Paschoal inaugurou em dezembro do ano passado um Programa Saúde da Família (PSF) construído através de convênio firmado entre governo federal e contrapartida da prefeitura de Araguaiana. A educação, cuja rede municipal de ensino é composta por uma média de 360 alunos, recebeu na gestão Pedro Paschoal um presente “digno de nossa própria história”, avalia o secretário Marques ao citar a transferência daquele que é o SEMANA7.COM

Sobre a atual gestão o secretário Marques diz que a equipe de Pedro Paschoal recebeu a patrulha mecânica sucateada “e em consequência disso nossas estradas municipais todas abandonadas, dificultando a vida daqueles que moram no campo. Tivemos que promover ações imediatas para viabilizar o município”, disse ele para depois acrescentar em tom irônico: “Ninguém podia adoecer à noite em Araguaiana, porque também não tínhamos hospitais, médicos, enfermeiros, nada”. A reportagem visitou o Hospital de Pronto Atendimento, cujas obras exteriores estão em fase de conclusão. O prédio, carente de todas as reformas, foi adquirido por R$ 80 mil de um médico que migrou da cidade. Atualmente aquele hospital de média complexidade é uma referência em saúde no município com sala de medicação, recepção, sala de enfermaria, quartos de internação, todos eles com banheiros, sala de curativo, centro cirúrgico, laboratório de análise e clínica e farmácia climatizada. Sua inauguração oficial está prevista para este mês de maio, “mas a população tem atendimento 24 horas. Temos

HOSPITAL MUNICIPAL DE ARAGUAIANA QUE ATENDE ATÉ MÉDIA COMPLEXIDADE


Opinião

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

As águas vão rolar

O

período eleitoral é rico em inovações. Que o digam os políticos do Vale do Araguaia com um pouco mais de ênfase aos de Barra do Garças que saíram fortalecidos depois da realização de uma plenária capitaneada pelo deputado federal e ex-governador Carlos Bezerra. De uma só vez ele conseguiu reunir mais de uma dezena de prefeitos e várias lideranças comunitários de municípios do alto e do médio Araguaia para demonstrar a força de seu partido, o PMDB que faz tempo não elege um prefeito na região. Em sua visita à cidade, Bezerra foi recebido pelo pré-candidato à Prefeitura de Barra do Garças, o deputado Adalto de Freitas - Daltinho. Durante os dois dias do encontro Bezerra foi contundente ao repetir por vezes seguida que o partido será cabeça de chapa na maioria dos municípios mato-grossenses. “Vamos trabalhar por esta conquista, vamos marcar a nossa presença”, disse ele que estava acompanhado por sua mulher, a deputada estadual Teté Bezerra, licenciada para ocupar a pasta de Turismo do Estado. Esse prenúncio de eleições mexe com o imaginário popular. Na entrevista que concedeu a esta edição o deputado Daltinho promete muito trabalho dele e de sua equipe que fazem reuniões com diversos segmentos sociais na cidade, no interior do município, além de seu trabalho na Assembleia Legislativa em favor do Vale

do Araguaia do qual é um de seus legítimos representantes naquela Casa. É conveniente lembrar, no entanto, que Barra do Garças está “por aqui” de pré-candidatos e em todos os quadrantes da cidade pode-se encontrar um grupo reunido discutindo sobre as eleições de outubro. Diante deste quadro é natural que surjam denúncias que atingem este ou aquele pré-candidato. São pessoas expostas do momento político. Este jornal que recebe elogios e críticas de todas as proporções registra os fatos, ouve as partes e tenta registrar esse empurra-empurra. Apenas para exemplificar um desses fatos citamos aqui o advogado Sandro Saggin, presidente da OAB local que foi objeto de uma denúncia de seu colega de profissão, o advogado Nelson Brat, de que estaria usando a instituição para fazer plataforma política. Ao que se sabe não há lei que o proíba de ser pré-candidato por ser presidente da OAB, mas de todo modo a polêmica está nas ruas, nas páginas dos jornais, no rádio e na internet. Como nossa circulação não se restringe apenas a Barra do Garças, outros fatos proeminentes pontilham várias cidades do Vale do Araguaia. Não muito longe de Barra (60km) o prefeito de Araguaiana Pedro Paschoal, candidato à reeleição, diz que “Denúncia é sinal de desespero”, enquanto o empresário Sebastião do Carmo Nogueira (Tião da Sorveteria), pré-candidato a vereador, clama por justiça aos pequenos produtores rurais, o se-

Editorial

cretário de Administração de Pontal anuncia que vai concorrer à prefeitura de Pontal. Valmir Farias, vereador naquela cidade, denuncia esquema de transferência de votos que poderá decidir uma eleição naquela cidade. Em Aragarças (GO) Vladimir Marcelo confirmou sua pré-candidatura. Ele sai de dentro do grupo do prefeito Marcão amparado pelo consenso. Outros nomes cederam e hipotecam apoio àquele que foi coordenador das duas campanhas vitoriosas do prefeito petista Marco Antonio de Oliveira - Marcão. Enquanto em Barra do Garças se anuncia a mudança do posto fiscal de Pontal para duas unidades, uma na BR-158 e outra na BR-070, em Nova Xavantina o prefeito Gersino Rosa entrega nos próximos meses uma passarela sobre o rio das Mortes e que vai beneficiar cerca de dez mil pessoas todos os dias. No setor de infraestrutura há novidades. O presidente da Assembleia Legislativa defende a inclusão da construção da ferrovia que deve ligar Água Boa à capital Belém, no Pará no programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O DNIT, por seu turno já anunciou a retomada dos trechos em aberto da BR-158 que tem sido uma luta de prefeitos do norte Araguaia, que não fugiram à luta, bateram à porta do gabinete do governo, ameaçaram bloquear trechos da rodovia que depois de pronta vai melhorar a vida de muitos que viviam isolados, principalmente nos períodos de chuva quando a 158 se transformava em atoleiros. Já o governo do Tocantins anuncia para o ano que vem a construção da Transbananal que corta a maior ilha fluvial do mundo, Bananal, ligando aquele estado a Mato Grosso, na altura de São Félix do Araguaia e construção de uma ponte suspensa por cabos. Essa rodovia promete debates que podem durar muito tempo. De um lado estão os ambientalistas, religiosos e aqueles que defendem a política indígena, já que a ilha é um parque, um santuário ecológico. De outro lado estão os plantadores de grãos, os produtores rurais que enxergam nesta travessia um corte na distância para o escoamento de suas safras e a promessa de dias melhores naquele eixo do Brasil. Enquanto isso esperamos então as convenções que devem acontecer em julho e nominar aqueles que serão candidatos em nossa democracia onde ganham os eleitos pela maioria, o que significa que nem sempre são estes os melhores. Nesta edição o ex-conselheiro Alencar Soares, pré-candidato à prefeitura de Barra do Garças chora ao deixar o Tribunal de Contas do Estado. Não se assuste, cenas desse calibre virão. É só esperar!

Qual é a sua opinião a respeito da saúde pública em Barra? CONTRAPONTO - A enquete desta edição aborda um assunto que está na boca do povo, a saúde pública. Aqueles que recorrem ao SUS em Barra do Garças, eventualmente se submetem a uma maçada da grossa e o pior de tudo isso, não se ter um gestor público a quem reclamar. Quando feridas em seus direitos fundamentais, dentre eles o direito à saúde, as pessoas recorrem ao Ministério Público para fazer valer sua cidadania. Logo, a pergunta de nossa enquete “Como você avalia a saúde pública em Barra do Garças” apenas desperta a indignação de muitos. Dois oito entrevistados dois disseram que a saúde é boa, um fez opção pelo “mais ou menos” e cinco responderam que é “ruim”. O levantamento bem que serviria para sensibilizar os responsáveis por este setor no município. Mas nada disso acontece. Entram e saem governos e nada de novo acontece neste setor que está por assim dizer - pela hora da morte!

3

REDE SOCIAIS

Quem tem computador conhece bem a realidade e a eficácia das redes sociais em Barra do Garças e arredores. Grupos como “Eu quero a verdade”, “No poder”, “de olhos abertos”, “Falando a verdade”, “Força jovem” e “Marcha pela ética” estão presente em quase todas as caixas de emails. Eles não frequentam seu email de graça. Eles trazem debates , discutem opiniões, dão alfinetadas em políticos descuidados e se tornaram uma forma de expressão e de comunicação que deixa muitos veículos da mídia de mão no queixo. Somente quem viveu em Barra do Garças antes da internet sabe o bem que esse meio fez ao exercício da cidadania, o direito á denúncia sem medo de retaliações. Aproveitando a deixa oferecemos alfinetadas a quem não goste desses grupos em defesa da liberdade de expressão. Um viva aos Faces de plantão.

POLICLÍNICA

Não somos nós, é a população que utilizam o Sistema Único de Saúde (SUS) que grita pelo péssimo atendimento. Podemos começar as citações sobre a Policlínica da Vila Santo Antonio onde recentemente faltou médico para atendimento. O trabalhador deixa seu emprego e simplesmente perde seu dia, sem ter a quem reclamar. Se fosse só a falta de médico o povo teria pouco a reclamar. Difícil é o mau-humor do pessoal, o atendimento às turras, o jeito grosseiro de tratar a comunidade que paga seus salários. Mas voltando aos médicos, são poucos entre eles que parecem trabalhar satisfeitos pelo SUS. Maioria está de cara amarrada. Melhor se deixassem o emprego e voltassem para o ar refrigerado de suas clínicas onde o preço da consulta está pelo olho da cara. Lá eles atendem embevecidos de satisfação. É caótica a situação da saúde pública em Barra do Garças. É só uma agulhadazinha!

SILVAL X JAIME

Há mais de um ano o governador Silval Barbosa prometeu a construção do Hospital Regional na cidade de Porto Alegre do Norte, mas nada ainda foi feito. Em data recente, o ex-governador e senador Jaime Campos esteve naquela cidade e disse que vai liberar uma emenda para a construção do dito hospital. Edi Escorci (Tarzan), o prefeito da cidade não deixou por menos ao dizer: “Se Jaime fizer conseguir essa emenda deixará envergonhado o governador”. Vergonha á parte, o que o povo da cidade precisa mesmo é das obras estruturais do hospital, mesmo que este ou aquele político enfie (ôpa!) a viola no saco. É só uma agulhadazinha!

ESTOCADA

Por falar em Senado é conveniente lembrar do prefeito de São Félix do Araguaia, Filemon Limoeiro, atual presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). Em recente encontro com Jaime Campos, Limoeiro teria dito que se cada governador do Estado tivesse feito pelo menos 10 quilômetros de estrada (ele se referia ao asfalto da BR-158) “as coisas estariam melhor por aqui”. Jaime não titubeou e respondeu de pronto que a responsabilidade pelo asfalto da estrada é competência do governo federal. É natural que o senador não queira receber agulhadazinhas assim em público, mas seu cargo no senado é pertinente a situações da esfera federal. De todo modo uma agulhadazinha para o senador!

TRÂNSITO

Semana passada foi de martírio aos que trafegaram pelo centro comercial de Barra do Garças. Maioria dos semáforos em pane. O fluxo de carretas não deixava por sua vez o trânsito fluir. Logo tudo ficou por conta dos condutores de veículos, motos, bicicletas e outros. A prefeitura, a Coordenadoria de Trânsito, ninguém se manifestou a respeito. Fica parecendo que o poder público não deve obrigação aos contribuintes. Os noticiários de TV fazem espetáculo com inúmeros acidentes que ocorrem todos os dias. É preciso que a autoridade responsável se manifeste a respeito. Seria conveniente que a Câmara de Vereadores se manifestasse a este respeito. Mas nada disso acontece e fica parecendo que estamos em completa ordem. Isso sem contar as condições de tráfego de muitas ruas da cidade que não precisa dizer - foram abandonadas. É só uma agulhadazinha.

MULTAS

Abadia Nunes da Silva, 26 anos, estudante “Para mim esta boa”.

Leonardo F. Siqueira, 21 anos, aux. fáb. ração

Marcia Helena da Silva, 57 anos, do lar.

Ruberval D. Ferreira, 71 anos, aposentado

“Acho que esta boa”.

“Não é boa, é muito ruim”.

“Não só aqui, mas em todo o Brasil é péssima”.

Ninguém, em sã consciência, é contra a aplicação de multas e ao rigor da lei aos infratores. O que se questiona são as condições em que essas multas são aplicadas. Barra do Garças não foi planejada para suportar essa frota de veículos e, em função disso não há espaço para estacionamento. Um exemplo do que estamos a dizer fica ali em frente a agência do Banco do Brasil. O local reservado ao estacionamento não atende a demanda existente. Logo alguém improvisa estacionar foram do padrão estabelecido e aí vem a polícia que multa sem compaixão. Várias dessas multas são aplicadas na ausência de condutor que às vezes se encontra no interior do banco. Essa medida, aos olhos de qualquer pessoa em sã consciência é imoral. O policial poderia esperar o proprietário do veículo e explicar o porquê da multa. Enquanto esse dia de civilidade não chega, mil agulhadazinhas aos responsáveis por este setor.

ESTACIONAMENTO

Alexandre Silva Araújo, 23 anos, vigia

Leidemara Miranda, 21 anos, atendente

Zelito Nunes Siqueira, 56 anos, vigilante noturno

Francielma Lopes, 35 anos, vendedora

“Ruim, ontem fiquei mais de 3 horas esperando no pronto socorro”.

“Mais ou menos”.

“Péssima”.

“Péssima. Muito ruim mesmo”.

Por não ter sido planejada a cidade agoniza com o seu tráfego caótico de todos os dias. Vejamos o exemplo: a praça do Garimpeiro só existe de público a rotatória e assim mesmo para se olhar de longe. O Banco do Brasil construiu um grande prédio, mas se esqueceu de construir um estacionamento para seus clientes que ficam expostos à sanha das multas. Não muito longe dali, também na Ministro João Alberto, esquina com a avenida Gabriel Ferreira, esse mesmo banco está construindo uma subagência e ninguém viu naquele local os moldes de um estacionamento. Quando estiver funcionando aquela agência bancária os motoristas e motociclistas ficaram à deriva sem ter onde estacionar e presa fácil para o talonário de multas do policial. O mais importante de tudo isso é não ter a quem se queixar. Por enquanto enviamos agulhadazinhas a quem possa interessar.

ILUMINAÇÃO

Na Rua “E”, altura da quadra 21, no Jardim Araguaia, existe uma luminária (este é o nome) que está apagada de longa data. A iluminação pública é recolhida pela empresa Cemat e repassada aos cofres da prefeitura que não se importa com a periferia da cidade. A luminária ficou apagada durante o segundo mandato de Wanderlei Farias, passou incólume pelo mandato de Zózimo Chaparral e muitos já fazem apostas de que ela continuará apagada até o apagar das luzes deste governo que aí está. Caso a Câmara de Vereadores ou mesmo a prefeitura se sensibilize com esta situação e queira conferir o local, avisa-se que a Rua “E” mudou de nome sem que seus moradores fossem avisados. Seria conveniente que um fato assim, a troca de nome de um logradouro se consultasse primeiro a comunidade. O que se roga neste momento é que ninguém invente colocar nome de bois em avenidas. Seria demais para esta cidade cercada de fazendas e onde grassa o desemprego, sem nenhuma solução à vista, já que se está falando em escuro. É só uma agulhadazinha!


4

Política

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

EMBATE NA ORDEM

A temporada política está a pleno vapor. Políticos de todas as beiras e partidos procuram pretextos para afastar seus adversários do páreo eleitoral que se aproxima. Por enquanto é só o começo do que virá pela frente. O político que poderia se passar por uma pessoa comum, basta anunciar sua pré-candidatura para tornar-se uma pessoa pública e passível de crítica ou de elogios da sociedade. Existe, até, um provérbio surrado que se assenta muito bem a esta estação: “Entrou na chuva é pra se molhar”. Em recente data o advogado Nelson Brat foi entrevistado por uma emissora de TV onde teceu severas críticas ao seu colega advogado, Sandro Saggin, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil OAB – Subseção Barra do Garças - e dizer que existe um grupo de advogados (ele não citou nomes e muito menos a quantia) que decidiu entrar com um pedido de afastamento de Saggin, que é pré-candidato a prefeito de Barra do Garças, do cargo. De acordo com o que disse ao repórter Ronaldo Couto, a preocupação de seu “grupo” diz respeito ao uso excessivo da instituição OAB para o viés político “já que ele [Sandro Saggin] pretende ser candidato a prefeito”, disse Brat, que foi presidente daquela instituição

SANDRO SAGGIN, PRESIDENTE DA OAB LOCAL, ACUSADO POR BRAT DE USAR INDEVIDAMENTE A INSTITUIÇÃO COM FINS ELEITORAIS

e que renunciou ao cargo. Ao contestar o comportamento de Sandro seu opositor Brat disse de sua preocupação em relação aos “últimos fatos que envolvem o nome do presidente da OAB como a licitação da empreiteira L L Construtora Ltda, de seu pai, o ex-deputado Lincoln Saggin, na cidade de Araguaiana”, cuja denúncia

está sendo investigada pelo Ministério Público. “O nosso grupo está entrando com um pedido à seccional em Cuiabá para que Sandro Saggin reveja a sua situação ou peça afastamento do cargo”. Também ex-conselheiro da OAB, Nelson Brat diz que tem observado o uso extensivo da instituição por Sandro Saggin,

ELEIÇÕES/2012

SEMANA7.COM

TIÃO DA SORVETERIA, PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR EM BARRA

Pré-candidato a vereador em Barra do Garças pelo PMDB, Sebastião do Carmo Nogueira, o Tião da Sorveteria, diz que tomou uma decisão que jamais havia compartilhado com seus planos de vida. “As coisas acontecem e força a gente a se pronunciar, sair à luta em busca de uma vida melhor para a sociedade em que se vive. Ficar falando do lado de fora é só desgaste”, diz ele. Essa sua decisão aconteceu logo após sua prisão em 10 de agosto de 2010 quando liderou um movimento para continuar a venda de leite in natura na cidade, mas que foi contida pelo Ministério Público que notificou a Vigilância Sanitária e que resultou em sua prisão. “Passei mais de 36 horas preso, mas só que não tenho tempo para guardar mágoa de ninguém, a minha disposição está somente para o trabalho”, explica. Tião da Sorveteria, assim como gosta de ser chamado, diz que aquele movimento do leite in natura esvaziou por

de sua credibilidade “na tentativa de vincular o nome do órgão politicamente. O nosso código de ética proíbe uso da mídia como instrumento de captação de clientes na forma de consulta como Sandro Saggin tem feito”, disse ele, acrescentando que “infrigência da ética arranham a imagem da instituição”. Finalizando Brat diz que

esse movimento “não tem objetivo de afastar o presidente da OAB de Barra do Garças. Vamos oferecer apenas uma sugestão para que ele se licencie para cuidar de sua campanha que não pode ser vinculada à OAB na tentativa de passar credibilidade à sua pessoa. Talvez ele não tenha credibilidade que a instituição tenha”.

Em entrevista por telefone ao jornal A SEMANA Sandro Saggin começou por indagar “quem são os membros desse grupo de advogados citados por Nelson Brat?” para em seguida dizer que ele [Brat] “se indispôs comigo quando soube, quando eu disse que não apoiaria Beto [Roberto Farias]”. “Nelson é suspeito para levantar ilações contra minha pessoa porque ele é funcionário do prefeito Wanderlei Farias e logo não tem credibilidade pra isso. Ele fala em grupo, em investidas contra minha pessoa, mas não apresenta nomes”, disse Sandro Saggin. O presidente da OAB local disse ainda que Brat “está generalizando, nós somos em Barra do Garças 250 advogados e ele tenta levantar um movimento por sua conta e risco. Até agora não recebi nenhuma reclamação dos meus colegas advogados”. No que diz respeito à instituição que preside Sandro Saggin diz que divulga seu nome e os trabalhos afetos à instituição, a segunda, segundo disse, em credibilidade na cidade, perdendo apenas para a imprensa. “Por eu ser presidente da OAB não posso ser candidato? Posso e não vou ligar para intrigas da oposição, para denúncias infundadas”.

ESQUERDA UNIDA

Pré-candidato a vereador pelo PMDB Tião da Sorveteria quer fazer diferente

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

OUTRO LADO

TV SERRA AZUL

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

SEMANA7.COM

Brat vai pedir afastamento de Saggin

conta dos poderosos da cidade (ele não cita nomes) .“Eu fui perseguido por alguns políticos da cidade interessados em desmerecer os pequenos sitiantes que assim como eu, mantive freguesia por muitos anos no ponto da minha sorveteria na rua 31 de Março, na Vila Santo Antonio”. Tião não entra no mérito da legalidade do leite in natura (o que sai da ordenha direto para a panela do consumidor). “A Vigilância Sanitária naquele dia (de sua prisão) jogaram 600 litros de leite no aterro sanitário. Nunca mais vendi leite, mas há essa prática existe em Aragarças, Bom Jardim, em muitas cidades, exceto em Barra”. Há 23 anos Tião mantém sua sorveteria onde trabalha recebe e conversa com os amigos. “Mas bota aí nos seus escritos que sou apenas pré-candidato, porque senão ainda vão querer me perseguir”. Com domicílio eleitoral em Barra do Garças, Tião da Sorveteria possui uma pequena propriedade rural em Pontal do Araguaia onde pretende

montar até julho o Laticínio Garças, com capacidade para 2 mil litros de leite diários e que possa agregar todos os pequenos sitiantes locais. Voltando à política, Tião da Sorveteria diz que pretende com a política “ajudar a fazer justiça, sem intermediário, àqueles que mais necessitam”. Lá em Pontal o seu Laticínio Garças começa por gerar 15 empregos diretos. Em Barra do Garças ele tem um propósito idêntico, o de montar um laticínio através de um sistema cooperado para que ninguém fique com o lucro do outro. Além do laticínio Tião disse que pretende lutar para criação de um Matadouro Municipal “que seja inspecionado e que dê chances aos pequenos produtores. O frigorífico não vai comprar uma vaquinha, ele compra manadas. E os pequenos vão vender pra quem?” Finalizando sua entrevista Tião da Sorveteria disse que “quando eu entrar na política quero jogar todas as minhas fichas para fazer a coisa certa. Quero manter presença diária com os pequenos produtores, com quem planta horta, cria aves e juntar forças com a Hortiagro e outras instituições que zelam pelos interesses daqueles que mais precisam”. Indagado se essas são suas promessas para uma eventual campanha, Tião primeiro sorri para depois, em tom pausado dizer: “Aqui todo mundo me conhece, sabe o que faço e sabem também que não pretendo usar nenhum cargo para tirar proveito próprio. Em minhas pequenas empresas todos lucram e trabalham com alegria, não quero que tudo seja só pra mim”. Tião é casado, pai de três filhos e um sujeito sempre de bom humor. “Trabalho desde pequeno e sempre senti alegria por isso. Não encontro razões que possam impedir minha disposição de conversar com as pessoas, fazer amizade e tocar em frente, e sem reclamações”, ensina.

Fátima deverá ser vice prefeita na chapa de Daltinho CHOCOLATENEWS Reinaldo Silva

O Partido dos Trabalhadores - PT, que conta com o tempo de quase 4 minutos no horário da propaganda eleitoral gratuita, tem sido enamorado pelas demais siglas para compor futuras coligações, entretanto deverá mesmo compor com o Partido do Movimento Democrático Brasileiro - PMDB nas eleições 2012, para disputar a prefeitura de Barra do Garças. No sábado (21 de abril), dirigentes e militantes do partido se reuniram na sede do Sintep, para definir os rumos a serem tomados na próxima eleição, e a coligação com o PMDB está bem avançada. O vereador Odorico Ferreira (Professor Kiko), em entrevista ao Chocolate News, informou que as conversações com o PMDB (que tem

o deputado Daltinho como pré-candidato a prefeito) estão bastante adiantadas, tanto é verdade, que os dirigentes petistas apresentaram alguns nomes ao deputado peemedebista, para o cargo de vice-prefeito. Apesar de ter seu nome bem cogitado para o cargo de vice-prefeito, o vereador Kiko, negou qualquer possibilidade de aceitar o convite, haja vista, o partido não quer perder sua representatividade no poder legislativo, e já definiu em prévia, que o vereador irá mesmo á reeleição. Outro nome cogitado e da preferência do PT e PMDB para o cargo de vice-prefeito é o da professora Fátima Aparecida Resende, secretária adjunta de educação e hoje residente em Cuiabá. Num primeiro momento Fátima teria recusado o convite mas,

segundo o próprio Kiko informou, a professora está reavaliando o convite e poderá ser a grata surpresa na eleição, reforçando a pré-candidatura de Daltinho. Em caso de uma negativa de Fátima, o PT apresentou outros quatro nomes: Mauro Piauí (advogado), Kiko França (gerente do Incra – Unidade Barra do Garças) e Camilo Sávio (funcionário da Empaer). O PSB, que tem Sandro Saggin na condição de pré-candidato a prefeito, é outro partido que também está namorando o PT e membros da alta cúpula do partido estão conversando diretamente com a direção regional petista, que tem como presidente Willian Sampaio, no intuito de cooptar apoio e formar uma coligação para a disputa do pleito em Barra do Garças.

ARAGUAIANA

Pedro Paschoal se defende de acusações SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

O prefeito de Araguaiana, Pedro Paschoal (PMDB) procurou a redação do jornal A SEMANA para contestar a matéria publicada na edição 80 “Oposição denuncia indícios de fraude e administração fica sob suspeita”. Sobre as denúncias que o acusam de fraude Paschoal cita inicialmente as licitações na construção de um conjunto de casas populares na cidade, já entregue à população. Na entrevista Paschoal disse que nunca foi conivente com nenhum desmando, “assino documentos como prefeito, eu não sou técnico e por isso mesmo contrato pessoas que, especializadas, dão seu parecer. Eu nunca agi de má fé como ficou configurado no texto”, disse ele. Pedro Paschoal disse ainda: “Eu tenho muitas coisas lá meu município e não posso ficar me preocupando com fatos que já foram inclusive arquivados pela justiça, tanto pela Polícia Federal, quanto pelo Ministério Público, e que ainda recebeu parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado. “Estou focado em buscar obras e benefícios para a comunidade que

me elegeu, para administrar a cidade e o interior do município. Isso tem incomodado pessoas que insistem em dizer que são oposição a minha administração, mas deixo claro isso não passa de despreparo e desespero.” Ponderou o prefeito. Ele diz que um fato que gostaria que ficasse claro, “é que na prefeitura existem pessoas contratadas, que são técnicas, com conhecimento e aptas para efetuarem pareceres técnicos inclusive nesse caso, dessa licitação, como foi feito e que eu prefeito,

não tenho como contestá-las, a não ser que isso seja alguma coisa fora do normal, que até eu perceberia”. Ainda com relação ao conjunto habitacional Paschoal lembra que todas as fases de construção das casas foram inspecionadas pela Caixa Econômica Federal, o que lhe dá a tranquilidade referente às denúncias, “pois se houvesse alguma irregularidade a própria Caixa, seria muito displicente se não percebesse nada”. Conclui.

ERRAMOS Acompanhando o que dissera a revista IstoÉ que em outubro do ano passado denunciou desvio de verbas em vários municípios do país, fundamentado no que fora constatado pela Controladoria-Geral da União (CGU), que fiscalizou no início daquele mês os repasses de recursos federais para as cidades brasileiras com menos de 500 mil habitantes. Ao todo são 1,6 mil pequenos municípios. Erramos quando afirmamos que Mato Grosso engrossou a lista da CGU e um dos destaques ficou para centenária Araguaiana. Na realidade os R$ 7,8 milhões citados não foram recebidos pela atual administração do prefeito Pedro Paschoal. Esse montante seria destinado à produção de novilhos. A reportagem deste portal tem se empenhado em levantar esses dados junto a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia e passar a limpo a questão. Quando esteve na redação do Semana o prefeito Pedro Paschoal, acompanhado do seu secretário de Administração Sebastião Marques, ele negou que tenha qualquer envolvimento com este assunto.


Política

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

5

FORA DO TRIBUNAL

SEMANA7.COM/RDNEWS.COM.BR redacao@semana7.com.br

O ainda conselheiro Alencar Soares anunciou durante sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na quinta-feira (3) sua aposentadoria da função, uma das mais cobiçadas dentro do contexto da política mato-grossense. Ao deixar aquele Tribunal Alencar não escondeu de ninguém que seu desejo é o de concorrer à Prefeitura de Barra do Garças. “Uma das minhas paixões é a política”. Esse desejo acalentado pelo ex-conselheiro não é só dele, mas de muitos outros pré-candidatos. O esperado anúncio de sua aposentadoria coincidiu com a queda de braço na Assembleia Legislativa que deve indicar um nome para substituir Alencar Soares. Já são contados mais de meia-dúzia de pretendentes ao cargo, uma vez que a indicação é competência daquela Casa Legislativa. Dado aos discursos, cuja escola foi a política eleitoral de Barra do Garças, Alencar não deixou por menos em subestimar sua polpuda aposentadoria. Quem pensou em vê-lo lendo jornais sentado a uma cadeira de balanço, errou. “Para mim, parar equivale a morrer” e sua decisão de deixar o TCE “tem sinônimo de vida, vou em busca de novos desafios”. Para os entendidos, as poídas pedras do tabuleiro político de Barra viraram de ponta-cabeça.

ASSESSORIA/TCE

Se um dia fui pobre era menino e eu não me lembro, diz Alencar

RICO, O EX-CONSELHEIRO ALENCAR SOARES FILHO NÃO CONTEVE AS LÁGRIMAS AO SE DESPEDIR DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

Não que seu nome seja sinônimo de votos. Que o digam as refregas eleitorais no município em que saiu derrotado. Mas ninguém pode, em momento algum, ignorar sua influência, sobretudo por se tratar de um homem rico, que tem dinheiro o que conta muito numa decisão eleitoral em Barra do Garças. Em última análise, no que diz respeito sua

tentativa de vir a ser prefeito do município é um sonho que só as urnas poderão acordá-lo. À possível, investida do ex-conselheiro à prefeitura de Barra do Garças não lhe falta incentivos. Logo de início o presidente do Tribunal onde Alencar tinha assento, José Carlos Novelli disse que seu ex-companheiro terá sucesso nessa sua nova empreitada:

Atenciosamente, Sandro Saggin - Advogado.

sobram tapinhas no ombro. Vencer uma eleição ninguém consegue este feito sozinho. Talvez seu único porto onde possa se atracar e sair candidato seja o do grupo liderado por Beto Farias, que aguarda, por sua vez, parecer da justiça e não se tornar mais uma peça do tabuleiro da Ficha Limpa. Na entrevista que concedeu ao portal do Romilson,

CONTRA A CASSAÇÃO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

TRE suspende sessão, mas Silval soma cinco votos a zero Maioria dos magistrados acompanhou relator, que não viu ato ilícito; Taques irá recorrer ao TSE MIDIANEWS

Venho por meio desta, informar que de acordo com as FALSAS e requentadas acusações feitas por políticos de Araguaiana e repercutidas por este jornal e por dois outros meios de comunicação de Barra do Garças, novamente sobre a alegação de que eu teria favorecido a empresa L. L. Construtora em detrimento a empresa Construtora Piratininga, fica claro que as mesmas não são de foro jurídico e sim atitudes políticas de nossos oponentes que tentam de todas as formas minar nossa pré-candidatura pelo PSB em Barra do Garças. Na ocasião da reportagem fui enfático ao dizer que não dei o parecer para a empresa LL Construtora, embora eu poderia fazê-lo sem nenhum problema - não há vedação na Lei ou mesmo no estatuto da OAB ou Código de Ética., porém por decisão pessoal esse parecer ficou a cargo do advogado Eli Carvalho de Cuiabá. Informo ainda que a licitação ocorreu no ano de 201O. Posteriormente, houve uma denuncia à policia federal e ao ministério publico, aliás a mesma denuncia e os mesmos ora novamente denunciantes. Na ocasião as instituições (Polícia Federal e Ministério Público) fizeram as investigações cabíveis e a Promotora de Justiça Dra. Carla Marques Salati deu parecer favorável ao procedimento administrativo de licitação, ou seja, determinou o ARQUIVAMENTO DA DENÚNCIA. Cabe ressaltar também, que na ocasião, a empresa Piratininga não recorreu no processo. Além do mais, de acordo com os documentos apresentados ao ministério publico do estado de Mato Grosso, não há, nem nunca houve qualquer ação jurídica que impedisse a participação na empresa LL Construtora, e o título de dívida publica da empresa está conforme permite a LEI, inclusive tais Títulos sempre foram utilizados e aceitos em todas as Prefeituras e inclusive pelo próprio estado de Mato Grosso. Inclusive as Contas anuais da Prefeitura de Araguaiana do ano de 2010 foram aprovadas sem ressalvas pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE. Quero que todos saibam que jamais favoreci qualquer empresa e que mantenho minha ética e minha dignidade inalteradas diante dessas acusações. Acusações estas, que nada mais são do que uma tentativa de tentar macular minha imagem e o trabalho que está sendo construído de maneira séria, honesta, transparente, e positiva para sociedade de Barra do Garças, pelo grupo político do qual eu faço parte. Esclareço à população de Barra do Garças, para que esteja consciente de que essas “denuncias” são apenas o início das varias calúnias que estão por vir durante a campanha e o processo eleitoral, uma vez que uma disputa clara e honesta NAS URNAS incomoda e amedronta certos adversários. Seguem anexas cópias dos documentos pertinentes – Parecer da Dr.ª Carla Salati, requerimento da Empresa Piratininga de devolução dos valores que havia depositado e com isso caracterizando a desistência de recurso, dentre outros, documentos que servem para apreciação e esclarecimentos de eventuais dúvidas.

“Vossa Excelência vai conquistar um sonho antigo. A concretização de um sonho não tem preço. O senhor vai ser vitorioso e terá sucesso”, discursou. A prédica desse seu amigo conselheiro, em resumo significa nada mais que uma batidinha no ombro. Haja bursite! Alencar sabe que nos estertores de uma campanha

em Cuiabá, Beto Farias acudiu que o ex-conselheiro será bem vindo ao seu grupo, mas fez questão de destacar que ainda é pré-candidato, embora todos saibam, lhe falta tempo hábil para os trâmites morosos de Brasília. Beto disse ainda ao blog cuiabano do jornalista Romilson Dourado que foi procurando por Alencar que estaria pensando sair do TCE e assinar uma ficha no PSD. “Eu disse a ele que seria uma honra tê-lo no partido para somar conosco. E se eu não conseguir reverter a inelegibilidade, vamos buscar alternativas,” disse Beto Farias e garante que em Barra o PSD terá cabeça de chapa, reverta ou não sua situação junto ao TRE em Brasília. Irritado com os sussurros de que estaria negociando sua vaga do TCE pela bagatela de R$ 12 milhões disse ao portal citado acima “que o importante é a consciência e que se um dia fui pobre era menino e não me lembro”, disse ele ao se referir ao fato de que não precisaria de ‘negociata’. Alencar contou que saiu de casa aos 14 anos de idade e foi empresário por 22 anos como revendedor da cerveja Brahma em Barra do Garças. “Minha vida é um livro aberto e meu passado é limpo. A calúnia e a difamação são ruins, mas eu sou querido e tenho prestígio. Isso me chateia, mas não me preocupa”, garantiu enfático.[Com dados de Gabriela Galvão]

GOVERNADOR SILVAL BARBOSA SAI VITORIOSO NO TRE. MOVIMENTO DE OPOSIÇÃO DEVE ENTRAR COM RECURSO EM BRASILIA MIDIA NEWS Ana Adélia Jácomo

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) praticamente inocentou, na noite de terça-feira (08) o governador Silval Barbosa (PMDB) da acusação de abuso do poder econômico nas eleições de 2010, feita pela coligação “Mato Grosso Melhor Pra Você”, que era encabeçada pelo empresário Mauro Mendes (PSB). A votação foi suspensa por um pedido de vistas do juiz federal Pedro Francisco. Porém, o placar foi de cinco votos favoráveis ao governador, e nenhum contrário. Na sessão presidida pelo desembargador Rui Ramos, a maioria dos juízes acompa-

nhou o voto do relator, Gerson Ferreira Paes, que absolveu o chefe do Executivo das acusações. Votaram favoráveis a Silval Sebastião Arruda, Samuel Frando Dália Júnior, André Pozzeti e Francisco Mendes e um pedido de vistas, do juiz federal Pedro Francisco. O relator Gérson Ferreira Paes, ao final de sua explanação, observou que, quando nada, teria havido uma confusão no contexto das agendas, considerando que Silval Barbosa e o governador “são a mesma pessoa”. Para o magistrado, não é ilícito pedir votos num comitê de campanha. O grupo político formado pelo PSB, PPS, PDT e PV acusou o governador de ter

promovido uma reunião político-eleitoral, supostamente usando recursos da Empaer (Empresa Mato-grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural), durante a campanha eleitoral. O advogado Francisco Faiad, que defende o governador, disse que a Justiça foi feita. “A vontade popular prevaleceu, verificou-se que o governador não praticou nenhum ato ilícito, ou que viesse a configurar abuso econômico ou utilização da máquina. Esperamos que o juiz federal analise com profundidade os autos, verifique as provas produzida e que chegue à mesma conclusão que os demais”, afirmou.

Recurso ao TSE - O advogado Paulo Taques, que propôs a ação, afirmou que a decisão do TRE foi “equivocada”. E que irá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral. “Vou levar ao TSE o que o TRE não enxergou, ou seja, a robustez das provas. Se o Tribunal daqui não enxergou, e eu respeito a decisão, mas vou recorrer. E tenho convicção de que o julgamento do TRE não irá influenciar em nada o Tribunal Superior Eleitoral. Eu sempre digo que, em relação a uma decisão judicial, ou se concorda ou não. Se não concorda, recorre. Eu não concordo, acho que foi uma decisão equivocada e, assim que terminar o julgamento, vou recorrer”, afirmou.


6

Política

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

PONTAL DO ARAGUAIA

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

À distância 60 metros, correspondente a travessia da ponte do rio Garças, Pontal do Araguaia está muito próximo a Barra do Garças que possui um colégio eleitoral em torno de 40 mil eleitores e suscita a esperteza de certos políticos daquele município que nesta época do ano se encarregam do gesto criminoso de transferir votos de eleitores que não residem naquele município. A prática criminosa, que a Justiça parece desconhecer, ganha força nesses últimos dias por uma questão de tempo, já que o prazo para transferência de títulos termina em 9 de maio. A denúncia foi feita ao jornal A SEMANA pelo presidente da Câmara de Vereadores e pré-candidato a prefeito de Pontal do Araguaia, Valmir Martins de Farias (PPS) que diz de início que “aqui acontecem coisas peculiares. Eu conheço uma família de cinco pessoas que de fato mudou-se para Pontal, vieram de São Felix do Araguaia e não estão conseguindo transferir seu domicílio eleitoral”, diz ele. O pré-candidato diz que entre 200 a 300 títulos estão sendo transferidos indevidamente, e isso, segundo disse, afeta o coeficiente eleitoral de um universo em torno de 4 mil eleitores de Pontal do Araguaia. “Isso define uma eleição para prefeito”. Apesar da denúncia e da insistência da reportagem, para que o vereador declinasse nomes das pessoas que estariam envolvidas, Valmir pediu calma e disse que pretende inicialmente checar esses números com a Justiça, “Não quero ser autor de uma

SEMANA7.COM

Valmir denuncia esquema de transferência de título

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES, PRÉ-CANDIDATO À PREFEITO E AS DENUNCIAS CONTRA TRANSFERÊNCIAS DE TÍTULOS INDEVIDAS

denúncia sem provas e vou exigir que os envolvidos sejam punidos pela lei”, disse ele que naquela quarta-feira (11) viajou para Cuiabá onde bateu à porta do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para reclamar e registrar sua denúncia.

de Barra do Garças que segundo Valmir às vezes “dificulta o alistamento de moradores do campo em razão das exigências de documentos, isso não pode acontecer”, disse ele que sustenta conhecer uma família do bairro Jardim Pitaluga (em Barra do Garças) “que são eleitores em Pontal”. Indagado mais uma vez sobre os envolvidos nesta possível transferência de títulos,

POSTO ELEITORAL Em Pontal do Araguaia há um Posto Eleitoral da 9ª Zona

ELEIÇÕES/2012

SEMANA7.COM

PMDB realiza plenária para decide sobre pré-canidaturas

CARLOS BEZERRA EM AUDIÊNCIA COM PRÉ-CANDIDATOS DE BARRA

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) realizou de 20 a 22 de abril no plenário da Câmara de Vereadores de Barra do Garças um encontro regional do partido, presidido pelo deputado federal Carlos Bezerra que veio acompanhado de sua mulher, a secretária de Estado de Turismo, Teté Bezerra e do secretário de comunicação Haroldo Souza que foram recepcionados na cidade pelo deputado estadual Adalto de Freitas - Daltinho e pela militância do partido. Esse encontro regional do partido começa, segundo disse Carlos Bezerra, a definir as candidaturas a prefeito e vereadores para este ano. “A nossa expectativa é de ter candidatura em todos os municípios da região do Araguaia. Onde não for possível faremos alianças fortes e compromissadas com a população”.

A escolha de Barra do Garças para sediar esse encontro que contou com a participação de 11 municípios é por se tratar de uma SEMANA7.COM

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

DEPUTADO CARLOS BEZERRA

cidade pólo. Na tarde do dia 20, Carlos Bezerra conversou com pré-candidatos de Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, General Carneiro, Campinápolis e Araguaiana. No sábado o deputado federal conversou com pré-candidatos de Pontal do Araguaia, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Torixoréu e com o pré-candidato á prefeitura de Barra do Garças, Adalto de Freitas - Daltinho. No final da tarde Bezerra e comitiva seguiram para Ribeirão Cascalheira onde reúnem no domingo (21) com peemedebistas locais e da cidade e do vizinho município de Querência. Nas entrevistas à imprensa de Barra do Garças Carlos Bezerra ressaltou a importância da “união entre nossos companheiros nestas eleições onde teremos mais de 100 candidatos a prefeito em todas as regiões do Estado” e ressaltou em todas suas falas a importância do nome de Daltinho como pré-candidato à prefeitura de Barra do Garças. Em uma de suas entrevistas a uma emissora de TV local e ao jornal A SEMANA ele disse de seu propósito de unir as bases de seu partido e da formação de alianças, incluindo a presença marcante de um vice que seja de outro partido que tenha aliança histórica de embates políticos em pleitos eleitorais. Daltinho reafirmou também o propósito de fazer com que a cidade volte a ser governada pelo PMDB. “Por enquanto somos apenas pré-candidatos que estamos articulando possibilidade de sairmos das convenções fortalecidos e com propostas convincentes ao povo barra-garcense”.

Valmir disse que vai colocar esses nomes no olho da rua “eles são pré-candidatos”, foi o que conseguiu acrescentar. “Da minha parte eu levo pessoas ao Posto Eleitoral, mas gente daqui e não forjo documentos. Estou indo à Cuiabá buscar as provas. Nosso objetivo é que a Justiça fiscalize para que esses envolvidos sejam punidos e não possam ser candidatos”. Sua denúncia,

conforme disse, tem respaldo de seus colegas vereadores. CARTÓRIO ELEITORAL Para a chefe do Cartório da 9ª Zona Eleitoral, Elizabeth Luz Acácio Hilário, em período de eleições municipais ocorre esse fluxo de transferência. Ela disse que ficou sabendo da denúncia feita em Pontal, mas ainda não se intei-

rou dos fatos e ponderou que podem existir pessoas com domicílio em Pontal e que tenham mudado para outra cidade, “isso ocorre muito e só é legalizado quando a Justiça faz revisão eleitoral”. Na entrevista ao SEMANA Elizabeth repassou à reportagem uma lista com 85 transferências. Ela disse ser conveniente saber que existem o domicílio civil e o domicílio eleitoral. Este último é onde está o vínculo de residência e a transferência de título forjada pode incidir em penalidades da lei, de acordo com o artigo 290 do Código Civil que estipula prisão de até dois anos e pagamento de 15 a 30 dias multas (pena pecuniária equivalente ao salário mínimo da época em que ocorrer o fato). A fiscalização de fraude na transferência de títulos “pode e deve ser feita por qualquer pessoa”, diz Elizabeth. Em Fortaleza, no Ceará, foram recolhidos no final do ano passado mais de 200 mil títulos que estariam vinculados a esse tipo de crime. Pontal do Araguaia possui um colégio eleitoral de 3.781 eleitores, segundo levantamento feito este ano pela 9ª Zona Eleitoral. De acordo com esses dados praticamente metade da população possui título de eleitor. Conforme levantamento feito por Elizabeth as duas escolas da cidade “São Miguel”, (do Estado), e “São Jorge”, (do município) e mais o plenário da Câmara de Vereadores servirão como local de votação nas eleições de outubro. O Centro de Comercialização de Artesanato e o Centro de Reabilitação Dom Aquino já foram descartados por falta de estrutura para abrigar as urnas e mesários.

SUCESSÃO

Partidos discutem pré-candidaturas

ASSESSORIA

LIDERES PARTIDÁRIOS SE REÚNEM PARA DISCUTIR CHAPA MAJORITÁRIA NAS ELEIÇÕES DE OUTUBRO SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

Sete partidos políticos se reuniram em 23 de abril, segunda-feira, para discutir as eleições municipais em Barra do Garças. No encontro, ocorrido na Câmara Municipal, representantes do PSDB, PR, PDT, PP, PV, PPS E DEM decidiram criar uma frente partidária para se fortalecer visando às eleições municipais deste ano. Na oportunidade, três pré-candidaturas foram lançadas para representar a futura coligação. Durante as discussões, os partidos reiteraram às pré-candidaturas a prefeito do presidente da Câmara, vereador Julio Cesar (PSDB), da vereadora Andréia Santos (PR) e agora a do empresário Ubaldino Rezende (PDT), lançado por seu partido depois da desistência do suplente de deputado, Eduardo Moura. “Foi um encontro proveitoso que marcou a união de

sete partidos que poderão firmar esta aliança para as eleições do dia 7 de outubro. Voltamos a colocar o nosso nome à disposição e o critério da escolha será definido na próxima reunião, que acontece na semana que vem”, disse o vereador Julio Cesar, que voltou que se predispôs a concorrer à chapa majoritária. Presente ao encontro, o empresário e suplente de deputado, Eduardo Moura se manifestou favorável a união destes partidos para o pleito de 7 de outubro. Segundo ele, cabe agora as agremiações ampliar as discussões pela definição do pré-candidato que irá representar esta frente. Moura hipotecou apoio a iniciativa e pronto para apoiar o pré-candidato que o grupo lançará. A frente de partidos começou a ser desenhada há pouco mais de dois meses com a abertura de diálogo entre PSDB, PR, PP, PV e DEM e passa a contar também com o PDT e PPS. “Qualquer partido que queira participar do projeto de

transformação de Barra do Garças poderá participar do grupo. Nossa intenção é fazer o melhor para a cidade”, reforçou Julio Cesar. Os pré-candidatos Andréia Santos e Ubaldino Rezende acreditam que a união desses partidos mostra a maturidade que seus representantes demonstram quando a questão se refere aos interesses de Barra do Garças. APOIO Durante encontro do PSDB em Cuiabá, na segunda quinzena de abril, o vereador Julio Cesar, pré-candidato do partido a prefeitura de Barra do Garças, recebeu manifestações de apoio do senador Aécio Neves, do deputado federal e presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, do presidente regional, deputado Nilson Leitão e das principais lideranças tucanas em Mato Grosso, entre eles o ex-governador Rogério Salles.


Política

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

7

ENTREVISTA

PMDB confirma nome de Daltinho como pré-candidato à prefeito de Barra do Garças A inda em fase de pré-candidatura o deputado Adalto de Freitas – Daltinho não para em suas articulações. Ao longo desses últimos meses ele tem se reunido com diversos setores sociais, sentado com políticos, proposto e aceito alianças para sua eventual candidatura logo depois das convenções que devem se realizar no próximo mês de junho. Em data recente ele ao lado de outras lideranças políticas de seu partido, o PMDB, o presidente daquele partido no Estado, o deputado federal Carlos Bezerra e da secretária de Turismo, a deputada estadual Teté Bezerra para definir as pré-candidaturas no Vale do Araguaia. Com isso, durante dois dias a cidade recebeu dezenas de pré-candidatos a prefeito para conversar com o velho cacique Bezerra que no discurso que fizera no plenário Câmara de Vereadores não escondeu seu ressentimento de que desde 1975 o

PMDB não governa um município na região. Em Barra Bezerra reiterou seu apoio integral ao deputado Daltinho. “Ainda não estamos em campanha, mas quando chegar o momento de nossa campanha eu quero subir no palanque do Daltinho e conclamar a companheirada para se unir em torno de seu nome à altura do merecimento do povo de Barra do Garças”, disse ele. Em março, numa reunião em sua residência Daltinho prometeu aos seus companheiros a realização de pelo menos 100 reuniões pelas dobras do mapa da cidade. “Nós precisamos discutir com todo mundo um projeto para a cidade e para o interior do município que precisa ser transformado para melhor, que possa ser um indicativo para investimentos de novos empreendedores que possam se unir aos nossos que tudo fazem por esta terra de que somos filhos”. SEMANA7.COM

ra tem uma administração que diverge do desenvolvimento que acampa todo o Estado. A atual gestão não tem compromisso com esse momento político em que vivemos, com esse desenvolvimento de qualidade de emprego e renda na vida das pessoas. Como deve ser a conduta de um prefeito na sua opinião? Daltinho: Prefeito não tem que ser o dirigente que presida e catalise pra se todos os problemas. Ele tem que exercer seu mandato em sintonia com um grupo formado por diversas pessoas vindas dos mais diversos segmentos da sociedade, para que possa, em conjunto e de forma democrática detectar os problemas da cidade, do município. O prefeito deve ser o facilitador, ele deve possuir sensibilidade e facilitar o processo que oportuniza ao seu quadro de dirigentes a estrutura necessária com a competência escolhida para poder neste contexto extrair o melhor para ajudar a sociedade com sensibilidade e democracia. As pessoas se preocupam com o modelo de administração. Que modelo o senhor adotará para Barra do Garças numa eventual vitória? Dantinho: Nosso modelo de administração será compartilhado. Vamos prestigiar as competências locais e fazer com que esse modelo de gestão seja descentralizado, mas acompanhado de perto pelo gestor que precisa estar presente e em sintonia com seus assessores e consultorias de modo que priorize os acertos e minimize eventuais erros. O que Barra do Garças precisa para deslanchar seu crescimento econômico?

Em recente encontro do diretório do PMDB estadual e municipal, seu nome ficou definido como pré-candidato a prefeito a de Barra de Garças. O senhor confirma o posicionamento do seu partido? Daltinho: O diretório municipal de forma unânime discutiu e está participando efetivamente da nossa pré-candidatura a prefeito. O diretório regional presidido pelo deputado Carlos Bezerra e a secretaria de Turismo Teté Bezerra, garantem e confirmam a candidatura do deputado Daltinho como prioridade para o partido no Estado lembrando que Barra do Garças é um dos pólos em que o PMDB não comanda uma prefeitura desde 1975. Daltinho, o que te credencia para este cargo? Daltinho: Primeiramente a condição de cidadão barra-garcense, a de empresário e de homem publico, até porque ao longo dos meus 48 anos, sempre busquei para minha região, para minha cidade a inovação, ocupando espaços onde Barra do Garças e o Araguaia pudessem se tornar destaque.Nossa experiência na vida privada, pública, empresarial e social nos credencia a apresentar nosso nome no momento em que o povo de Barra do Garças clama por uma administração diferente de tudo que já foi feito até agora. Com todo o respeito a todo trabalho feito pelos nossos representantes até agora, falta muito a ser feito em defesa de seu povo. Tenho a certeza de que nós podemos fazer melhor e queremos que desenvolvimento econômico e que Barra do Garças retome a posição de cidade pólo que vem perdendo ao longo de muitos anos para outras cidades, como Primavera, Água Boa e Confresa. Barra do Garças é uma cidade privilegiada por sua localização geográfica, ela está na confluência de duas rodovias e não tenho duvidas que através do turismo, do desenvolvimento econômico advindo do segmento universitário, investimentos na área da saúde, tudo isso pode oferecer para a cidade uma melhor qualidade de vida e renda para seu povo, buscando assim ações ponderadas economicamente para o barra-garcense. A cidade é bonita, mas sua gente é pobre por falta de determinação de alguns políticos que enxergam primeiro seus interesses pessoais em desfavor de toda a população. Deputado, o senhor acha que esteja preparado para administrar Barra do Garças? Daltinho: Eu me considero preparado entre os pré-candidatos. Eu tenho uma história de vida nesta região. Tenho serviços prestados a Barra do Garças e ao Araguaia como homem público. Naquele meu primeiro mandato como deputado o Araguaia viveu duas fases: uma antes e outra depois do deputado Daltinho. Em 2005 eu falava que o Araguaia iria ser a região mais desenvolvida e já está se transformando na região mais rica do Estado. É pena que Barra do Garças não esteja acompanhado esse desenvolvimento. Isso porque Bar-

Daltinho: Primeiramente Barra do Garças precisa que o poder público aposte naquilo que nós temos de melhor economicamente. Hoje temos o segmento universitário que representa boa parte da economia do município. Logo, o gestor público tem que se reunir e levar a discussão para todos os setores para que possa consolidar um projeto amplo e responsável de desenvolvimento para consolidar a cidade como pólo educacional no Centro-Oeste. Veja, eu não estou priorizando somente o pólo educacional. Além disso, é preciso proporcionar medidas públicas no campo do turismo. Possuímos um Ministério Federal que disponibiliza centenas de programas em que Barra do Garças se enquadra. É necessário que o município elabore projetos para serem aprovados. É preciso treinamento para setores da sociedade para tornar o nosso turismo receptivo e não só emissivo. É preciso abrir nossas portas para empresários que queiram investir na região com o apoio público municipal, estadual e federal para desenvolver empreendimentos que possam fazer de Barra do Garças uma referência econômica da região Centro-Oeste. Podemos citar também a saúde como forma de crescimento econômico do município, com a possível vinda do curso de medicina que com certeza movimentaria não só um segmento universitário, mas especialmente a economia como um todo.

Em sua visão, qual é o maior problema de Barra do Garças neste momento? Daltinho: Economia estancada, povo sem renda. Este é o nosso maior problema. Não devemos nos apegar a uma consciência de que as coisas não podem mudar. As coisas podem, devem e vão mudar. As pessoas devem acreditar primeiramente elegendo lideranças dinâmicas, lideranças que podem ditar o rumo de maneira empreendedora com visão de vanguarda com visão de futuro, com experiência comprovada em defesa do nosso desenvolvimento. O que faria para solucionar o trânsito caótico de Barra do Garças? Daltinho: Vivemos o trânsito caótico de Barra do Garças enquanto o tão sonhado e prometido anel viário busca mais de 70 milhões de reais para sua construção e que concentra muito longe do nosso acesso. Mas não podemos desistir, queremos o anel viário. Enquanto isso poderíamos transformar essa situação em um benefício muito grande com custo irrisório de aproximadamente de 4 milhões de reais, construindo uma passarela para carros, pedestres, ciclistas, motociclistas passando ao fundo do frigorífico Friboi, atravessando para avenida Beira-Rio em Aragarças, inspirado no modelo construído em Nova Xavantina que está sendo entregue nos próximos dois meses. Seu nome tem sido sempre lembrado nas pesquisas de opinião. O que acha disso? Daltinho: Isso é um reflexo do reconhecimento da população, desde os mais humildes aos mais abastados que reconhece minha atuação na vida pública como deputado e também minha referência como empresário que trabalha todos os dias, que é amigo dessa população que sonha e deseja minha pessoa como seu representante neste momento de pré-campanha. A luta para transformar Barra do Garças não é só minha, ela pertence a todos. É por isso que estamos nos reunindo, discutindo com todos os segmentos sociais, com todos aqueles que querem bem a Barra do Garças. Como avalia a atual gestão? Daltinho: Engessada, concentrada e exclusivamente representada por uma única pessoa. O povo de Barra do Garças sofre sem ter a quem reclamar, diante de uma gestão indiferente. Nunca se viu este prefeito reunido com a comunidade e as pessoas evitam a prefeitura como se aquela instituição fosse algo particular, que não pertencesse ao povo. Uma gestão precisa ser compartilhada. Esses quatro anos desse mandato que aí está significou um hiato na administração pública do município.


8

Cidade

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

NOVA XAVANTINA

Passarela vai beneficiar 10 mil pessoas, diz Gercino “A princípio nós pensávamos que seria apenas um cartão postal, mas será muito mais, será uma obra multiuso para Nova Xavantina” SEMANA7.COM

EDUCAÇÃO

AINDA EM OBRAS, A PASSARELA QUE TEM UMA DIMENSÃO DE 178 METROS, CONSTRUÍDA SOBRE O RIO DAS MORTES DEVE SER INAUGURADA EM BREVE iLUSTRA’ÇÃO RODRIGO LUNARDI

Com um investimento na ordem de R$ 2,3 milhões, a prefeitura de Nova Xavantina construiu em menos de oito meses, uma passarela sob o rio das Mortes, que vai ligar o setor Xavantina ao bairro Nova Brasília, à margem esquerda do rio que corta a cidade. Depois de inaugurada a passarela interligará cerca de 12 bairros e quase 10 mil pessoas que circulam a pé e de bicicletas vão diminuir o percurso em alguns quilômetros e eliminando o risco de transitar sob a ponte na BR-158, um local considerado de alto risco. A passarela que foi erguida próxima a Praia do Sol e tem uma extensão de 178 metros cumprimentos, sete túbolões de ar-comprimido com vigas pré-moldadas e vãos de 27 metros. O prefeito Gercino Rosa lembra que não se trata de um investimento tão alto em função da praticidade que se dará aos moradores. “É uma obra de execução rápida, por ser pré-moldada”, disse ele. Para Gercino a passarela significa “um grande alivio para a comunidade, além de tornar-se um cartão postal para a cidade que sempre foi a nossa ideia preliminar, mas além da prática turística a qual ela terá serventia, contamos também com a utilidade operacional para as pessoas que precisam se locomover de um lado para outro com segurança e rapidez. Gersino lembrou que essa sua luta para construção da passarela começou em 2004, quando o então ministro do Turismo, Alfredo Mares Guia, esteve em Barra do Garças. Ele e um grupo de assessores, acadêmicos da Unemat e de filiados ao PTB estiveram presentes no ato de assinatura do primeiro convênio no valor de R$ 1,2 milhão, resultante de uma emenda do deputado Ricarte de Freitas. Em data recente o deputado Adalto de Freitas - Daltinho esteve em Nova Xavantina para as comemorações do aniversário da cidade e aproveitou para verificar as obras de implantação da passarela que já se encontra em fase final. À nossa reportagem o deputado falou da importância da passarela para cidade, e lembrou que Barra do Garças sofre com o problema de trânsito em função do posto de arrecadação da Secretaria de Fazenda, em Pontal do Araguaia que obriga durante todo o dia e parte da noite o barra-garcense viver em ritmo metrópole, “afundada em congestionamento”. Uma passarela em Barra do Garças, segundo disse, “seria uma saída para desafogar o trânsito na cidade”. O prefeito de Nova Xavantina lembrou que recentemente sofreu e sentiu o drama das pessoas que moram em torno das três cidade que compõem a grande Barra e disse que por Nova Xavantina passa o trânsito de várias cidades do Araguaia, (cerca de 20) “e em Barra isso triplica porque é um gargalo entre dois estados”.

e com isso a prefeitura fecha praticamente 100% o bairro Novo Horizonte. Outros R$ 320 mil de um convênio com o governo do Estado, para mais 36 mil metros. O Ministério das Cidades também nos contemplou com um convênio de R$ 1 milhão através de uma emenda do deputado Eliene Lima, para o setor Xavantina e mais R$ 1.130 milhão, para construção de asfalto e drenagem para os bairros: Nova Brasília, que começou nas avenidas Amazonas, Tapajós, Espirito Santo, Natal, Porto Velho até o rio das Mortes.

TURISMO: AREA DE SHOWS E LAZER NO PORTO DE NOVA XAVANTINA, NA PRAIA DO SOL, PRÓXIMO À PASSARELA QUE ESTÁ SENDO CONSTRUÍDA

Na área da Saúde, “estamos concluindo a construção de Posto da Saúde da Família (PSF), melhoram e ampliamos o atendimento da rede municipal, abrimos posto de atendimento nos assentamos Banco Safra e Banco da Terra, e através de parceria público privada, locamos um prédio na localidade do Rancho Amigo, estamos realizando atendimento semanalmente. Adquirimos cinco consultórios odontológicos, onde quatros estão instalados e outro no setor Xavantina, e assim estamos melhorando a cada dia a saúde do povo do nosso município”. ASSENTAMENTOS

TURISMO A administração de Nova Xavantina está investindo cerca de R$ 1,5 milhão na criação do Balneário da Praia do Sol, com previsão para o final desde ano. O balneário será dotado de área de 4mil metros quadrados para festividades, banheiros, lanchonetes, estacionamento, arquibancadas, portal de entrada, palco, academia de ginástica e uma casa para comercialização de artesanatos. No projeto idealizado pelo arquiteto Dionísio Carlos constam dois portais. “Praia do Sol, certamente depois da construção desse balneário mudará a dinâmica do turismo na cidade. Acredito que será um dos locais mais visitados de Nova Xavantina”, disse o prefeito. Ainda como parte das obras turísticas, a administração está com projeto de construção da avenida Beira-Rio, saindo da Praia do Sol, margeando o rio das Mortes até a BR-158. O projeto de engenharia já foi aprovado pela Caixa Econômica Federal, “mas como nas margens da 158 vamos precisamos utilizar 35 metros , estamos aguardando a autorização do DNIT. O resultado deverá sair nos próximos dias. Assinada a ordem de

O prefeito Gercino Rosa conseguiu diversos convênios como para a Escola Deus e Amor, junto ao (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ao valor de R$ 850 mil, para a construção de seis novas salas de aula, com 95% da obra concluída. Na escola municipal JR que possuía cinco salas de aula, foram construídas mais seis salas e sendo quatro de aula, uma para almoxarifado e uma para secretaria. Na escola Monteiro Lobato, foi construída duas salas de aula e a reforma de um bloco com 611 metros quadrados com reforma de telhados de nove salas, “porque quando pingava fora, chovia lá dentro”. Então substituímos todo madeiramento por estrutura metálica, forro PVC, instalação elétrica e a troca de as telhas. Gercino adiantou ainda que até o final do ano toda rede municipal será dotada de condicionadores de ar modelo split para que os alunos tenham melhor conforto, e com isso melhore o desempenho escolar. Conseguimos também, junto ao governo do Estado, cinco microônibus, quatro para o transporte escolar e um para atender pessoas com necessidades especiais. Sem contar as ações de estruturação, a gestão atual também se preocupou em qualificar e capacitar nosso quadro de professores. Investimento no melhoramento da qualidade da merenda escolar. Todas as escolas municipais receberam mini-centro de informática. SAÚDE

iLUSTRA’ÇÃO RODRIGO LUNARDI

WANDERLEY WASCONCELOS / RONAN DE SÁ - redacao@semana7.com.br

ASPÉCTO PARCIAL DO QUE SERÁ O PORTAL DE ENTRADA E SAÍDA DE NOVA XAVANTINA, UMA CIDADE HISTÓRICA ONDE SE INVESTE EM TURISMO

serviço a obra terá sua conclusão até o final deste ano”, disse Gercino. De acordo com a planilha de obras da prefeitura muitas obras ainda estão por vir, como um Centro de Eventos, com capacidade para abrigar centenas de pessoas, através de uma emenda do deputado Homero Pereira, no valor de R$ 1,5 milhão. A Construção de uma quadra coberta no assentamento do Banco Safra, emenda dos deputados Eliene Lima e Baiano Filho, no valor de R$ 500 mil. “Obras que são fundamentais para nossa comunidade”.

O mérito não é somente meu, mas também da nossa equipe de administração, o empenho de cada secretário e dos nossos vereadores que zelam pelo desenvolvimento de Nova Xavantina”, diz o prefeito. INFRAESTRUTURA Com investimento na ordem de R$ 7,410 milhões a administração municipal tem realizado obras em setores como praças, a passarela, balneário, duplicação da avenida Carazinho que dá acesso ao Hotel Fazenda Ilha Bela, Mineração Ca-

raíba, assentamentos dos Paius e Santo Idelfonso. Segundo Gercino Rosa “tudo é possível, porque tudo é realizado como responsabilidade financeira. Não contraímos nenhum centavo em dividas e pagamos mais de 2 milhões de empenhos de gestões anteriores. Estamos prestando contas à população, onde temos oito secretarias, mas as secretarias de Finanças e Administração são as responsáveis pelas demais. Em contrapartida adquirimos mais 20 motocicletas, seis Fiat Uno, duas picapes Estrada, duas ambulâncias, adquirimos junto ao

governo do Estado, através de parcerias com os deputados Daltinho e José Riva, três caminhões caçambas, duas patrolas, uma escavadeira hidráulica e, com isso, já fizemos o patrolamento de mais de 1800 quilômetros de estradas vicinais e rodovias do Estado na zona rural do município, além da recuperação de pontes e bueiros”. Atualmente, segundo disse, “estamos com seis projetos de pavimentação que serão feitos com recursos de emendas no valor de R$ 180 mil do deputado Daltinho, que são para pavimentação de 20 mil metros

Na escola do Banco Safra foi construído um muro de 220 metros quadrado, novos banheiros, ampliação da área de recreação. Escola do Rancho Amigo, também recebeu uma ampla reforma, desde a cozinha até a área de recreio. No assentamento dos Piaus e da região dos Maribondos. O prefeito disse que tem dado atenção especial em todos os setores, mas reconhece que tudo o já foi feito ainda é pouco quando dado ao valor da comunidade de Nova Xavantina, infelizmente no município não tem um poder de investimento, “mas diante de todas as dificuldades Deus tem colocado pessoas sérias em nosso caminho como os deputados: Daltinho, Eliene Lima, Homero Pereira, Baiano Filho, Luizinho Magalhães, Riva, Português, Valtenir Pereira, Gilberto Göeller, que empenhou muito para construção dessa passarela colocando uma emenda de 250 mil reais, o senador Jaime Campos e, sobretudo, a parceira do governador Silval Barbosa e do senador Blairo Maggi. “Sou muito grato Deus, honrado e feliz por ser o prefeito de Nova Xavantina. Sei que consegui fazer tudo que gostaria fazer, mas diante do que eu encontrei a cidade, hoje estou contente, pois muitas coisa que não estavam previstas aconteceram”.


Economia

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

9

LOGISTICA

DNIT anuncia retomada de trechos paralisados da BR-158

PREFEITO DE ALTO BOA VISTA, WANDERLEI PERIN, SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA INTERMODAL DE TRANSPORTES, VICENTE VUOLO, PREFEITO DE PORTO ALEGRE TARZAN E DEPUTADO BAIANO FILHO SEMANA7.COM

O superintendente do DNIT em MT, Luiz Antônio Garcia prestou esclarecimentos sobre a evolução das obras de pavimentação da BR-158, no Norte Araguaia. Sobre o lote 1, entre a divisa com o Pará até o rio Crisóstomo em Vila Rica, Garcia informou que a empresa Semenge responsável pela pavimentação dos 45km, está oficialmente sendo retirada do trecho, cabendo à empresa Rodocon a retomada das obras ainda este ano. O lote 2, que teve suas obras paralisadas para readequações ambientais não previstas no projeto inicial, já está readequado com as previsões ambientais necessárias, contemplando inclusive travessias de fauna. O superintendente acrescentou ainda, que o trecho possui cerca de cinco curvas sinuosas que serão reduzidas para apenas duas curvas. A empresa responsável por este trecho deverá assinar dentro de 10 dias o termo aditivo para a continuidade imediata das obras. Luiz Antonio destacou a união dos prefeitos da região, capitaneados pelo deputado Baiano Filho que os reuniu em uma audiência com o presidente do DNIT, general Jorge Fraxe, onde garantiram a continuidade das obras pelo contorno a reserva indígena Marawatsede. Com um total de 180 km, o trajeto ficou dividido em quatro trechos, onde dois já estavam com projetos prontos, um trecho em fase de finalização e o último lote aguardando definições da FUNAI. O DNIT está firmando um convênio com o Governo do Estado para a conclusão dos últimos 10 km que restam para a conclusão da rodovia. Sobre a BR-242, o superintendente informou que o DNIT concluiu os estudos sobre o traçado mais viável entre Querência e Nova Ubiratã, considerando que a rodovia cortará diversas áreas ambientais. Os projetos estarão concluídos ainda este ano, com previsão de lançamento das licitações em 2013. Já sobre a Ferrovia da Integração Centro Oeste (FICO), o secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo esclareceu que a mudança na presidência da VALEC atrasou o andamento dos projetos básicos, que somente foram concluídos no trecho entre Campinorte/ GO até Lucas do Rio Verde.

SEMANA7.COM

DA ASSESSORIA Naiara Martins

SEMANA7.COM

Depois de muito constrangimento à população Vale do Araguaia, o DNIT, sob pressão, dá a tacada final

TRECHO DA 158 AINDA EM TERRA BATIDA E PONTE DE MADEIRA. AO LADO, LUIZ ANTÔNIO GARCIA,DO DNIT

A previsão de conclusão das licitações até maio de 2013, e início das obras a partir do 2º semestre. A audiência pública convocada pelo deputado Estadual Baiano Filho (PMDB), apresentou os avanços conquistados para a consolidação da logísti-

ca no Norte Araguaia, relacionadas a BR-158, BR-242, BR080 e Ferrovia da Integração (FICO), como também discutiu estratégias para a resolução de entraves que comprometem o fortalecimento da região, a exemplo da regularização fundiária.

Estiveram presentes, o senador Jaime Campos (DEM); superintendente do INCRA, Valdir Barranco; o superintendente do DNIT, Luiz Antonio Garcia; o secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo; o secre-

tário de Estado de Desenvolvimento Rural (SEDER), Carlos Luiz Milhomem de Abreu; o presidente do INTERMAT, Afonso Dalberto; o prefeito de São Felix do Araguaia e presidente em exercício da AMM, Filemon Limoeiro; o prefeito de Querência e presidente da AMNA, Fernando Gorgen; os prefeitos de Vila Rica, Naftaly Calisto; de Porto Alegre do Norte, Edi Scorsin; de Confresa, Gaspar Domingos Lazari; de Santa Terezinha, Domingos da Silva Neto; de Alto Boa Vista, Wanderley Perin; de Canabrava do Norte, Lorival Martins Araujo; de Luciara, Parassu de Souza Freitas; de Santa Cruz do Xingu, Eurípedes Neri Vieira; de São José do Xingu, Gilberto Mendes Leoncini; de Novo Santo Antonio, Geraldo de Freitas; o deputado Estadual Zeca Viana (PDT); o suplente de deputado Estadual Washington José; Vanice Marques, representante do deputado Estadual Airton Português; Salim representante do

deputado Estadual José Riva; o empresário Édio Bruneta do Grupo Itaquerê, e o advogado Marcos Ávila, entre vereadores e demais participantes. Está é a segunda audiência pública realizada por Baiano Filho na região. Em abril do ano passado, durante a 3ª Dinâmica de Empreendedores de Porto Alegre do Norte, o deputado reuniu autoridades da região para discutir a Criação da Maior Fronteira Agrícola do Estado, a região Norte Araguaia. Rodovia BR-158, já foi motivo de muitas saias justas, em governos e representantes do Mato Grosso, situação obrigou até o senador Blairo Maggi então governador do Estado, depois de críticas do deputado estadual, Adalto de Freitas - Daltinho, cobrando melhoria para a região, fez com que Maggi, viesse a imprensa dizer que tinham vergonha de vir ao Araguaia, pois reconhecia que o Estado pouco tinham feito pela região do Araguia.

PORTO ALEGRE DO NORTE

SEMANA7.COM

Jaime Campos destina 15 milhões para Hospital Regional

SENADOR JAIME CAMPOS ANUNCIA EMENDA PARA CONSTRUÇÃO DE HOSPITAL EM PORTO ALEGRE DO NORTE

DA ASSESSORIA Nayara Martins

A Assembleia Legislativa, sob a convocação do deputado Estadual Baiano Filho (PMDB), realizou em Porto Alegre do Norte, na sexta-feira, 27 de abril, a audiência pública que apresentou os avanços conquistados para a consolidação da logística no Norte Araguaia, relacionadas a BR-158, BR-242, BR080 e Ferrovia da Integração (FICO), como também discutiu estratégias para a resolução de entraves que comprometem o fortalecimento da região, a exemplo da regularização fundiária. Realizada no pátio da Araguassú Óleos Vegetais, durante a 4ª Dinâmica de Empreendimentos e Empreendedores, a audiência começou com um desabafo do prefeito de Porto Alegre, Edi Scorsin sobre a lentidão com que são tocados

os processos para a construção do Hospital Regional do Norte Araguaia. O prefeito fez a leitura do oficio encaminhado ao governador Silval Barbosa onde cobra o comprometimento do Estado que 1 ano e 2 meses após a decisão de construção, se quer lançou o processo licitatório. Já o prefeito de São Felix do Araguaia e presidente em exercício da AMM, Filemon Limoeiro criticou a forma como o Governo Federal negligencia os problemas da região, a exemplo da BR-158. “Não podemos mais brincar de estradinha, precisamos da BR-158; precisamos resolver nossos problemas fundiários, não adianta termos o ‘Fome Zero’ se nossos pequenos produtores não podem comercializar sua produção, não podemos mais engolir goela a baixo as decisões do governo federal”, concluiu Filemon. O senador Jaime Campos

(DEM) abriu o rol de boas notícias com a garantia de aproximadamente R$ 15 milhões em emenda parlamentar para a construção do Hospital Regional, em Porto Alegre. O senador criticou a cultura brasileira, onde o produtor precisa primeiro provar que é competente, para depois ser digno de receber investimentos do governo. Jaime também foi enfático em defender a construção de eclusas para a viabilização das hidrovias em Mato Grosso, especialmente a hidrovia Araguaia-Tocantins. Participaram da audiência pública o senador Jaime Campos (DEM); superintendente do INCRA, Valdir Barranco; o superintendente do DNIT, Luiz Antonio Garcia; o secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo; o secretário de Estado de Desenvolvimento Rural (SEDER), Carlos Luiz


10

Cidade

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

MÉRITO LOJISTA

Os Melhores do Ano CDL 2011

SEMANA7.COM Fotos: Lizzi Video

A Câmara de Dirigentes Lojistas outorgou em 28 de abril no Tartersal de Elite o Prêmio Mérito Lojista a 101 empreendedores e mais uma homenagem especial ao juiz de direito aposentado João Bratti.

O Prêmio Lojista é um projeto instituído pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojista que por sua vez foi estendido aos movimentos lojistas do interior, onde as CDLs, obedecendo aos moldes da nossa Confederação têm o propósito de reconhecer e homenagear os empresários, que não medem

esforços para empreender seus negócios. Os agraciados com o Prêmio Mérito Lojista desse ano foram indicados pelo voto direto de seus 500 associados da Câmara de Dirigentes Lojistas de Barra do Garças, Aragarças e Ponta do Araguaia, levando-se em consideração um conjunto

de ações, como qualidade do produto oferecido, preço, serviços, atendimento, promoções, propaganda entre outros itens. “Não obstante a tudo isso é que nos orgulhamos desses trinta e cinco anos de história da Câmara de Dirigentes Lojistas, que se completa neste 2012. Muitos ainda se lembram

quando corria o ano de 1977 quando um grupo de empresários barra-garcenses sentou-se em torno de uma mesa para discutir a criação do Clube de Diretores Lojistas, que seria o primeiro do Vale do Araguaia e remanescente do que viria ser, anos depois a Câmara de Dirigentes Lojistas”, disse o pre-

sidente José Alves Piedade. É por este e outros motivos de congraçamento entre associados que nos reunimos a cada ano, em noite de gala, para auferir o Prêmio Mérito Lojistas aos nossos empreendedores que são todos eles co-participes do desenvolvimento econômico e social da cidade e região.


Cidade

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

11


12

Geral

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

RODOVIA 242

Obras da rodovia Transbananal terão início em 2013 ASSESSORIA

Siqueira Campos, governador do Tocantins, pretende construir uma rodovia que corta o santuário ecológico Bananal

GOVERNADOR DO TOCANTINS, SIQUEIRA CAMPOS (O SEGUNDO DA DIREITA PARA ESQUERDA) EM AUDIÊNCIA COM O DEPUTADO BAIANO FILHO E PREFEITOS DO NORTE ARAGUAIA

O projeto para as obras de interligação entre Mato Grosso e Tocantins pela rodovia já denominada de Transbananal (BR-242) está em fase de conclusão, com previsão, cujo início das construções está previsto para 2013. Essa rodovia prevê a pavimentação de 192 km e a

construção de uma ponte com 2.600m de extensão sobre o rio Araguaia será executada pela modalidade PPP (Parceria Público Privada). Os projetos aguardam ainda pela conclusão de trâmites junto ao Ibama, Ministério do Meio Ambiente, Funai e Ministério Público Federal. As obras, orçadas inicialmente em cerca de R$ 1 bilhão serão executadas pelo go-

verno do Tocantins. Entre os principais empreendimentos está a construção de uma ponte estaiada (suspensa por cabos) sobre o rio Araguaia com 2.600 metros de extensão e a pavimentação dos 92 km de rodovia que atravessa de um extremo ao outro o santuário ecológico da Ilha do Bananal até o município de Formosa do Araguaia (TO). A Ilha do Bananal é a maior ilha fluvial

do mundo e abriga os povos indígenas Carajás à margem do Araguaia, e Javaés à margem do rio Javaé, noTocantins. Ao longo da rodovia serão instaladas seis pequenas pontes sobre os rios Javaés, San Rocan, Riozinho, Jaburu, 23 e 24, o que totaliza 1.100 metros de área construída, além da construção de uma ponte sobre o rio Araguaia. O percurso também contará com muretas

de concreto e tela de proteção para evitar o acesso de animais à rodovia. A preocupação ambiental foi dimensionada no projeto de construção da TO-500. O Estudo de Impacto Ambiental possui uma destinação orçamentária inicial na ordem de R$ 50 milhões, o que equivale a 5% do valor da obra. O projeto também prevê compensações socioeconômicas

ARAGARÇAS

Vladimir Marcelo fala sobre sua pré-candidura WANDERLEY WASCONCELOS redacao@semana7.com.br

Todos sabem que houve mudança no quadro político de Aragarças. No início de abril, o pré-candidato à sucessão do prefeito Marcão, Vladimir Marcelo disputou com seu companheiro de partido, o vereador Wilmar Rego, uma prévia no diretório do Partido dos Trabalhadores em concorrido embate no plenário da Câmara Municipal onde Vladimir foi o escolhido por maioria de seus companheiros. Na realidade, desde o início das articulações para a sucessão municipal na cidade havia uma pré-disposição pelo nome de Vladimir Marcelo, há 25 anos na vida pública da cidade quando começou como secretário de Educação, Cultura e Desportos do prefeito Hélio Fernandes (1986). Com este seu trabalho à frente da múltipla Secretaria Vladimir foi eleito vereador em 1988 e reeleito em 1992. Coordenador geral das duas campanhas do prefeito Marcão de quem foi chefe de Gabinete no primeiro mandato (2005-2008) e secretário de Administração e posteriormente de Saúde de onde se afastou em 30 de março para cuidar de sua pré-campanha. “Aqui não vai nenhum orgulho de minha parte, mas o Marcão e outras lideranças chagaram ao meu nome por ter sido o que mais se destacou do nosso grupo”, diz ele. “Eu não tenho candidato”, foi o que disse o prefeito Marcão ao se reunir com Santolin, Ghyani, Vladimir e outros que disputavam a vaga de pré-candidatura em fevereiro do ano passado. Tudo dependia de certa pontuação para quem chegasse em agosto de 2011 com pelo menos dez pontos. Nesta contagem, Vladimir tinha 3,75% em fevereiro e em julho saltou para 13%. Estava, então, praticamente consolidado o seu nome. Em setembro daquele ano, uma pesquisa de uso interno,

SEMANA7.COM

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

às comunidades indígenas residentes na ilha. Dentre as propostas está a criação de um pedágio no qual um percentual será repassado às aldeias através da Funai, além da capacitação dos indígenas como guias turísticos, na intenção de fomentar o turismo em terras indígenas. No projeto, o governo de Mato Grosso assume o compromisso de fortalecer a malha viária ligada ao Norte-Araguaia, fomentando o escoamento da produção não apenas regional, mas nacional uma vez que dá acesso à travessia leste/oeste, interligando as BR-163, BR-158 e BR-242. O fortalecimento do agronegócio, do potencial turístico e até mesmo a estruturação da saúde no Norte-Araguaia que possui estreitas relações com Palmas, será estabelecida de forma contundente, com resultados efetivos. Um dado importante, com a construção dessa rodovia, a capital Palmas ficará a menos de 400 km dos municípios que margeiam o Araguaia, fortalecendo o vínculo comercial, turístico e de apoio à saúde. São Felix do Araguaia está a 1.200 km de Cuiabá, com a rodovia, estará a pouco menos de 400 km de Palmas. Outro dado relevante, é que o Tocantins é o principal fornecedor de matéria prima para o Norte-Araguaia, a exemplo do calcário e do fosfato para correção do solo. [Com dados da Agência da Notícia/Naiara Martins].

VLADIMIR MARCELO: NOME DE CONSENSO À SUCESSÃO EM ARAGARÇAS

destacou o nome de Vladimir e não dava mais para manter o fogo amigo entre companheiros. É natural que houve atritos e muita conversa para a condução do processo que ora se inicia. Neste ínterim Vladimir fazia articulações interna e externa “porque o que vale mesmo é o grupo unido em busca de uma causa comum, daquilo que for melhor para Aragarças”, diz. Resultante de tudo isso, pelo menos nove partidos já se aglutinam na aliança de apoio ao nome de Vladimir nesta fase de pré-candidatura, a começar pelo seu partido, o PT, PCdoB, PSD, PSB, PSTC, PV, PRTB, PRB e PSC. Esta frente pretende, assim que chegarem às convenções, fortalecer o grupo que possa eleger Vladimir como sucessor natural do prefeito Marcão que se somados os tópicos “bom”, “ótimo” e “regular” alcança 83%. Resultado conside-

rável para um final de gestão. Até a presente data quatro deputados estaduais já reiteraram apoio à sua pré-candidatura, Mauro Rubem (PT), Carlos Antonio (PSC), Dr. Joaquim (PSD), Izaura Lemos (PCdoB) e o deputado federal Rubens Otoni (PT). No que diz respeito ao apoio externo Vladimir Marcelo foi o único a ser recebido pelo empresário José Batista Júnior (Júnior da Friboi) em sua fazenda em Claudinópolis, a 50 quilômetros de Goiânia. Júnior trabalha para estadualizar seu nome uma vez que pretende sair candidato ao governo de Goiás em 2014. O empresário é do PSB e já declarou apoio a Vladimir. Quando for aberta a campanha ele prometeu que virá a Aragarças para subir em seu palanque. Vladimir conhece todos os quadrantes de Aragarças e sabe que a cidade necessita de

emprego e renda para sua população. “Estou consultando o povo, conversando porque nós precisamos saber sobre a nossa verdadeira vocação”, disse ele apontando um déficit de moradia em torno de 400 unidades. “Nós pretendemos desenvolver política para a juventude. Somos vizinhos do pólo educacional de Barra do Garças. Nosso jovens se formam e precisam de empregos. Temos que apresentar uma solução para este problema, sem contar alternativas culturais e esportivas para afastá-los do mundo das drogas”. Sua eventual gestão ele diz que será “democrática e que vai respeitar as categorias profissionais, os planos de cargos e de salários. O que está na lei a gente não discute, cumpre”. Ao citar o problema das drogas em Aragarças Vladimir Marcelo diz que o seu combate não se faz “só com repressão, mas, sobretudo, com educação, com políticas públicas destinadas a este setor”. Ao se referir ao histórico aeroporto da cidade, palco do primeiro seqüestro aéreo do mundo, em 1959, e plantado no centro de Aragarças, Vladimir disse que não sonha com a sua ocupação para ceder espaço a loteamentos. “Temos muitas áreas onde podemos crescer. Pretendemos fazer daquele espaço um local para atrair o turismo e sem desativá-lo”. Nesta sua pré-campanha Vladimir está percorrendo todos os bairros de Aragarças. “Eu quero dar oportunidade para que todos apontem os nossos erros e o que faremos para acertar”, diz ele que não pensa em uma cidade de forma isolada. “Temos a nossa praia que é de todos,o nosso carnaval, assim como temos cachoeiras em Barra do Garças, Praia das Araras em Pontal. A gente precisa unir essas potencialidades para crescermos juntos”, diz ele que é radialista e casado com dona Luciney de Sousa Luz Silva e pai de três filhos e já avô de dois netos.


Geral

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

13

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Sefaz anuncia mudança de Posto Fiscal para Barra SEMANA7.COM

Setor de obras da início a reforma do posto de arrecadação na BR-070 no setor industrial da cidade, saída para Cuiabá

ASPÉCTO DO TRÂNSITO NA AVENIDA MINISTRO JOÃO ALBERTO, ÚNICO CAMINHO POSSÍVEL PARA A TRAVESSIA PARA O ESTADO DE GOIÁS

O representante da Sefaz Etore Zocolli disse na abertura da audiência pública, realizada na Câmara de Vereadores que até o final deste mês começam as reformas de um imóvel situado no Setor Industrial da Barra do Garças onde vai funcionar um posto de arrecadação na BR-70 e, logo em seguida, uma outra unidade será construída às margens da BR-158 próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal. Esta foi mais uma audiência pública para tratar do trânsito da cidade. Dessa vez aconteceu na sexta-feira (13) com participação dos deputados estadual Luciene Bezerra e Adalto de Freitas – Daltinho e do deputado federal Valtenir Pereira para discutir soluções para desafogar a malha viária da cidade. À época em que foi convidada para presidir essa audiência pública Barra do Garças não tinha representante na Assembleia Legislativa. Em março Adalto de Freitas

– Daltinho assumiu a cadeira no lugar Ademir Brunetto e, por esta razão, através de um gesto civilizado a deputada Luciene Bezerra passou ao seu colega Daltinho a presidência da audiência. “Que na oportunidade lembrou que já que esteve com o governador Silval Barbosa e solicitou urgência na transfência do posto fiscal de Pontal do Araguaia”. Posterior a isso o governador determinou a Sefaz que enviasse técnicos para a avaliação de pontos estratégicos onde poderiam, de forma improvisada esta recebendo os impostos estaduais para os cofres do Estado. Na condução dos trabalhos a audiência Daltinho ressaltou que “a solução para o trânsito em Barra do Garças será a somatória da luta de todos nós”, enquanto Luciene acrescentou que este sonho do anel viário em pauta desde 2003 “hoje já é uma realidade” A deputada adiantou que os R$ 49 milhões para a construção de duas pontes, uma sobre o rio Garças e outra acima da cidade de Pontal, no Araguaia, já foram acordados

“mas o que emperra é a burocracia, mesmo com a participação de muitas pessoas que querem o bem de Barra do Garças que não tem dono, ela é de todos”. O presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Barra do Garças, Sandro Saggin, que encabeçou uma lista com mais de cinco mil assinaturas entregues ao governador Silval Barbosa e ao presidente da Assembleia Legislativa José Riva, disse que “a população incorporou a nossa luta, não vamos ficar parados e, se precisar façamos mais abaixoassinado”. Etore Zocolli disse ter sido aquela a terceira audiência e que “muitos pensam que é a Sefaz é que está emperrando o processo. Nada disso, é de nosso interesse que esta situação seja resolvida o mais breve possível”. Barra do Garças possui uma população, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 55 mil habitantes e uma frota de 18 mil veículos. O congestionamento na travessia das

pontes já faz parte do dia a dia do barra-garcense. Segundo a Sefaz, mais de 10 mil carretas passam diariamente pela cidade. PONTE ALTERNATIVA Em visita a cidade de Nova Xavantina o deputado

próximo ao Friboi ligando à Beira Rio em Aragarças. Como vi em Xavantinha a solução mais rápida e que será viável, a prefeitura de Barra do Garças, em parceria com governado do Estado poderá construir essa passarela, já o anel viário que serviu de palanque para várias políticos, e até agora não foi viabilizado, até porque é uma obra cara, na ordem de 50 milhões, mas que deverá ser construída, o problema é quando. Somos a única cidade do interior que sofremos com congestionamentos diários em função do posto fiscal e falta de um anel viário”, frisou Daltinho. O prefeito de Nova Xavantina, Gercino Rosa, disse que recentemente passou por Barra do Garças e sentiu na pele, o que é ficar em cima da ponte aguardando a vez de passar, disse também que se o deputado viabilizar a construção de uma passarela, Barra do Garças terá uma nova dinâmica do trânsito, porque assim como Xavantina, Barra serve de travessia de grande parte da safra de região vindo de cidades como: Primavera, Campo Verde, Paranatinga e de todo o Vale do Araguaia, então vejo a passarela como uma solução para Barra do Garças, finalizou Gercino.

SEMANA7.COM

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

estadual Adalto de Freitas - Daltinho, fez questão de conhecer a ponte alternativa construída sob o rio das Mortes, na praia do Sol, uma solução que aquela cidade terá para dimiuir a distância, e aumentar a segurança das pessoas entre Nova Brasília e Nova Xavantina. Daltinho, disse a nossa reportagem que a mudança do posto fiscal para Barra do Garças vai amenizar os congestionamentos, e que o anel viário ainda é a melhor solução para tirar de uma vez por todas o trânsito pesado que passa pelo centro de Barra do Garças. Segundo ele, a construção de um passarela como essa de Xavantinha seria a solução mais rápida, já que é uma obra com o custo de aproxidamente sete milhões de reais, e que pode ser construída em menos de um ano. Anel viário que contará com duas pontes terá um custo de 70 milhões e um prazo bem maior de construção. Por isso já pedi a minha assessoria que desenvolva um projeto de uma passarela para a travessia de carros pequenos, motos, ciclistas e pedestres. “Eu mesmo já andei em Barra do Garças sondando lagures que pederiam servir de passagem como ali,

PREFEITO GERCINO, DE NOVA XAVANTINA COM O DEPUTADO DALTINHO EM VISITA À PASSARELA


Geral

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

SOCIAL

INVESTIMENTOS

Incra firma convênios de 15 mi SEMANA7.COM

Projeto Barra Solidária sai em defesa dos direito das crianças SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

VALDIR BARRANCO, SUPERINTENDENTE DO INCRA EM MATO GROSSO SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

A Superintendência do Incra em Mato Grosso firmou convênios com 12 prefeituras no valor de R$ 15,7 milhões para construção e recuperação de aproximadamente 480 quilômetros de estradas em 15 projetos de assentamentos e para construção e aquisição de resfriadores. Deste montante, R$ 15,2 milhões são recursos provenientes do orçamento do Incra e R$ 480 mil da contrapartida dos municípios. De acordo com o convênio aquele órgão repassará os recursos para que prefeituras executem as obras. Considerando que os convênios estreitam a relação com os municípios, o superintendente regional, Valdir Barranco, ressaltou a responsabilidade do Incra em promover a melhoria de acessibilidade aos assentamentos, “iniciativas tão desejadas pelas comunidades”, disse ele. “Representa qualidade e dignidade de vida” completou o prefeito de Vila Rica, Calixto Silva, destacando que as obras “garantem o direito constitucional do cidadão de ir e vir”. Os convênios foram firmados com as Prefeituras de Sinop para realização de

obras no Projeto de Assentamento/ Mercedes, de Peixoto de Azevedo (Vida Nova I), São Félix do Araguaia (Mãe Maria e Dom Pedro), Novo Mundo (Cristalino), Cláudia (Keno I e II e Terra de Viver), Juara (Vale Arinos), União do Sul (Novo Renascer e Olga Benário), Tapurah (Borges), Cáceres (Paiol), Tabaporã (Rio Borges) e Vila Rica (Bridão Brasileiro). Inclui ainda o convênio com a prefeitura de Juína para estruturação e adequação da cadeia produtiva da bacia leiteira com a aquisição de resfriadores para o assentamento Iracema. Na mesma oportunidade foi também assinado pelo superintendente Valdir Barranco um termo aditivo com a prefeitura de Confresa prorrogando por mais um ano o prazo do convênio no valor de R$ 11,3 milhões para complementação de obras de infra-estrutura em 12 projetos do município. O convênio é proveniente do Programa de Consolidação e Emancipação de Assentamentos Resultantes da Reforma Agrária (PAC) executado pelo Incra através do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento. SEMANA7.COM

PREFEITO DE VILA RICA, NAFTALY CALISTO, CALISTÃO - PMDB

O Projeto Barra Solidária realizou na segunda quinzena de março no ‘Crisálida’ um mutirão com a participação do promotor público Mauro Poderoso de Souza, o juiz da 1ª Vara Cível da Infância e Adolescência Jeverson Luiz Quineiro, Defensoria Pública, Conselho Tutelar, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CRAS) e Prefeitura de Barra do Garças, para analisar a situação de cada criança e adolescente daquele Abrigo Municipal e conceder a cada menor a oportunidade de voltar para o seu lar. Aquele evento atendeu a Instrução Normativa nº 2 de 30 de junho de 2010, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que recomenda audiências concentradas que visam atender a lei nº 12.010 de 2009 que prevê a garantia da convivência familiar e comunitária de pelo menos 50 mil crianças que vivem hoje em abrigos espalhados pelo país. A ação social “Barra Solidária” surgiu da iniciativa do Ministério Público de Barra do Garças , através da Promotoria da Infância e da

ASSESSORIA/MP

14

MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL E A PREOCUPAÇÃO COM A INFÂNCIA E A JUVENTUDE DE BARRA DO GARÇAS

Adolescência com relação, sobretudo com o abandono afetivo em que vivem muitas crianças. Desse modo aquele encontro não foi pautado apenas pela audiência judicial, mas com atividades

paralelas como teatro, jogos, sorteios de prêmios, atendimento psicológico, palestras, entrega de bíblias e almoço. Todas essas ações foram feitas “em busca de soluções para o problema que atinge a

base da sustentação da própria sociedade, a desagregação familiar”, conforme disse o promotor Mauro Poderoso que disse ainda que essa idéia deve se expandir para outros municípios da região.

AUDIÊNCIA PÚBLICA

INTERMAT anuncia titulação dos Assentamentos SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

O presidente do INTERMAT, Afonso Dalberto anunciou durante a audiência pública a titulação prevista para os próximos dias dos Assentamentos ‘RB’ e Nova Floresta em Porto Alegre do Norte. A emissão dos títulos aguarda apenas pela certificação do georreferenciamento da área, que deverá ser concluído pelo INCRA nos próximos dias. Dalberto também anunciou o repasse de R$ 300 mil para que o município de São José do Xingu conclua o projeto de regularização urbana. Segundo Dalberto, São José do Xingu está instalado em uma área particular pertencente a colonizadora, que venderá a área ao município garantindo sua titulação. Afonso Dalberto e o deputado Baiano Filho destacaram que a resolução do imbróglio envolvendo São José do Xingu é resultado de um árduo trabalho desenvolvido pelo vereador Lúdio Barros. O INTERMAT promoverá ainda, a devolução de uma área ao município de São Felix do Araguaia. A área havia sido doada pelo município ao estado na década de 90 para a cons-

trução de uma COHAB (Companhia de Habitação), que acabou não saindo do papel. Assim, o Governo do Estado está retornando a matrícula ao município para que agora possam ser construídas casas por meio do Programa Meu Lar. Em Santa Terezinha, o INTERMAT firmará um termo de cooperação técnica também para a regularização urbana do município. Apesar de anunciar a falta de recursos para a titulação das áreas em processo de regularização, o superintendente do INCRA, Valdir Barranco enfatizou que tem se dedicado prioritariamente a regularização do Assentamento Macife que possui 138 mil hectares e cerca de 1.200 famílias. Segundo Barranco, os lotes com até 100 hectares serão regularizados pelo INCRA, já os espaços acima de 500 ha serão documentados pelo “Terra Legal”, ou pelo INTERMAT, após a assinatura de um termo de cooperação técnica. A gleba Macife foi desapropriada pelo INCRA por volta de 1993 dando origem ao P.A. Macife. Em 2007, com a grande concentração de queimadas ocorridas no estado, o INCRA decidiu embargar a área. Com

o embargo, os parceleiros ficaram impossibilitados de comercializar suas produções e adquirir financiamentos. O superintendente também explicou que o INCRA tem firmado termos de cooperação com diversos municípios para a melhoria da infraestrutura nos assentamentos. O INCRA anunciou ainda a liberação de aproximadamente R$ 8 milhões por meio do Programa de Consolidação de Assentamento (PAC) para recuperação e implantação de rodovias em assentamentos no município de Confresa. A audiência pública convocada pelo deputado Estadual Baiano Filho (PMDB), apresentou os avanços conquistados para a consolidação da logística no Norte Araguaia, relacionadas a BR-158, BR-242, BR-080 e Ferrovia da Integração (FICO), como também discutiu estratégias para a resolução de entraves que comprometem o fortalecimento da região, a exemplo da regularização fundiária. Estiveram presentes o senador Jaime Campos (DEM); superintendente do INCRA, Valdir Barranco; o superintendente do DNIT, Luiz Antonio Garcia; o secretário Extraordinário de Acompanhamento da

Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo; o secretário de Estado de Desenvolvimento Rural (SEDER), Carlos Luiz Milhomem de Abreu; o presidente do INTERMAT, Afonso Dalberto; o prefeito de São Felix do Araguaia e presidente em exercício da AMM, Filemon Limoeiro; o prefeito de Querência e presidente da AMNA, Fernando Gorgen; os prefeitos de Vila Rica, Naftaly Calisto; de Porto Alegre do Norte, Edi Scorsin; de Confresa, Gaspar Domingos Lazari; de Santa Terezinha, Domingos da Silva Neto; de Alto Boa Vista, Wanderley Perin; de Canabrava do Norte, Lorival Martins Araujo; de Luciara, Parassu de Souza Freitas; de Santa Cruz do Xingu, Eurípedes Neri Vieira; de São José do Xingu, Gilberto Mendes Leoncini; de Novo Santo Antonio, Geraldo de Freitas; o suplente de deputado Estadual Washington José; Vanice Marques, representante do deputado Estadual Airton Português; Salim representante do deputado Estadual José Riva; o empresário Édio Bruneta do Grupo Itaquerê, e o advogado Marcos Ávila, entre vereadores e demais participantes.


Geral

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

15

EDUCAÇÃO

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

PROGRAMA O Programa Caminho da Escola foi criado em 2007 e tem por objetivo renovar e padronizar a frota de veículos e embarcações de transporte escolar, garantindo segurança, qualidade e contribuindo para o acesso e a permanência dos alunos nas escolas da rede pública da educação básica, prioritariamente daqueles que residem na zona rural. O Programa também visa a padronização dos veículos de transporte escolar, a redução dos preços desses veículos e o aumento da transparência nessas aquisições. A partir de 2010, a falta de trafegabilidade em certos municípios começou a ser solucionada em parte com a oferta de embarcações escolares para uso nas regiões ribeirinhas ou em locais que só existe transporte aquaviário. Padronizadas, de baixo custo e contendo especificações que lhe garantem resistência maior que a das bicicletas comuns, a bicicleta escolar tem dois tamanhos: aro 20 e aro 26.propótipos foram testados nas cinco regiões do país e avaliados positivamente pelos alunos e pais. Tam-

O município de Querência foi um dos únicos do Estado a receber os capacetes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) como parte inicial dos equipamentos do Programa Caminho da Escola desenvolvido pelo Programa de Ação Articulada (PAR) do Ministério de Educação. Esse programa em Querência tem sido destaque em todo o país. Sua eficiência levou a prefeitura de Manaus a convidar a orientadora Eliane Costa para desenvolver esse projeto na prefeitura da capital amazonense. As bicicletas e capacetes Escolares serão destinados, exclusivamente, ao transporte escolar e visam facilitar o acesso e a permanência nas escolas dos alunos da educação básica. Ao todo são 370 bicicletas que estão por chegar em Querência, cuja listagem de entrega já foram conferidos pelo prefeito Fernando Görgen, pela secretaria de Ação Social, a primeira dama Juliana Gorgen, pelo vice-prefeito João Carlos Pizzi e pela secretaria de Educação do município Janet Thomas,

bém foram submetidos a analises e ensaios de produtos em laboratório credenciado pelo inmetro. Para contribuir com a segurança dos alunos que conduzem as bicicletas, foram registrados capacetes de ciclismo especiais. Eles têm especificações que garantem conforto e segurança, possuindo no mínimo dez orifícios de ventilação na frente, nas laterais e na parte posterior, alta absorção de suor e tratamento antialérgico. As especificações da bicicleta escolar foram concebidas com enfoque em segurança e qualidade. Ela é fabricada em aço carbono, totalmente soldado, com acabamento em pintura eletrostática na cor amarela e bagageiro traseiro acoplado para melhor identificação o quadro contém a inscrição ‘escolar’. As especificações dos capacetes foram concebidas com enfoque em segurança e qualidade. O capacete é fabricado em poliestireno expandido (eps) de alta densidade, com o objetivo de absorver impactos no nível de atividade ciclística, revestido com policloreto de vinilan (pvc), material que serve como antideslizante, na maior parte do casco (eps) e em toda a face

ASSESSORIA

Um projeto de lei de autoria do vereador Telmo Brito (PSD), que visa padronizar as cores de todos os prédios públicos de Querência foi aprovado em sessão ordinário que aconteceu no último 2 de abril. O projeto que estabelece normas para pintura nas edificações pertencentes ao município, foi editado na seguinte forma “ficam padronizadas as pinturas dos prédios públicos, com base nas cores da bandeira do município (Verde, verde lima, amarelo e branco), para identificação dos bens imóveis e órgãos da administração pública municipal.” O vereador Telmo comentou que, “este projeto de Lei vem reforçar os princípios fundamentais para publicidade das cores que simbolizam o município, possibilitando a fácil identificação e localização dos prédios públicos municipais, pelos munícipes e visitantes, bem como evitará que a utilização, escolha ou preferência por cores fique ao livre arbítrio de cada administração ou gestor municipal”.

frontal e superior. O revestimento interno é feito em espumas dubladas removíveis, em tecido lavável na cor preta, alta absorção de suor e tratamento, antialérgico, para amortecimento e comodação. o capacete tem no mínimo dez orifícios de ventilação, entradas de ar

localizadas na frente, lados e atrás, e vem na mesma cor da bicicleta, ou seja, amarelo. A bicicleta e o capacete são cedidos para o aluno, ficando sob a sua responsabilidade, sendo que no final de cada período letivo, o termo de cessão pode ser renovado ou os equipamentos devolvi-

dos á prefeitura e cedidos a outro aluno. Recomenda-se que para manter o beneficio o aluno com a anuência dos pais ou responsáveis legais, se responsabilizem pela conservação dos equipamentos. [Com dados da Assessoria de Imprensa -Josiane Simon].

BOLSA FAMÍLIA

Vereador quer padronizar prédios públicos SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

PREFEITO GORGEM E PRIMEIRA-DAMA DE QUERÊNCIA: EXEMPLO DE TRANSPORTE ESCOLAR EM MATO GROSSO

Município está entre as 32 cidades que atualizaram o Cadastro Único SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

TELMO BRITO QUER AS CORES DA BANDEIRA NOS PRÉDIOS PÚBLICOS

O prazo para revisão cadastral das famílias que tiveram o benefício da Bolsa Família bloqueado encerrou-se no dia 29 de março. Esta atualização deve ser feita anualmente ou quando na família ocorra alguma mudança de endereço, escola ou renda. Se o beneficiário não faz sua atualização dos dados seu benefício é cancelado. As famílias podem fazer atualização cadastral ou transferência para este Município diariamente de segunda a sexta-feira no horário comercial nas dependências da Secretaria Municipal de Assistência Social que fica situada na rua B10 quadra B15 setor B. Vale ressaltar aqui e parabenizar a equipe da Secretaria de Ação Social em especial a equipe do Bolsa Família nas pessoas da Vanderlice de Brito (Operadora do Sistema), Verônica Ferreira Silva (Digitadora) e Ivanete Volpi (Gestora Operadora Master) pelo empenho em realizar esse trabalho, haja vista que

ASSESSORIA

LEI MUNICIPAL

ASSESSORIA

Querência recebe 370 capacetes para transporte escolar

BOLSA FAMÍLIA 100% REGULARIZADA NO MUNICÍPIO DE QUERÊNCIA

Querência ficou entre os 32 municípios do Estado que conseguiram atualizar 100% dos cadastros válidos no Cadastro Único em 2011. Segun-

do dados do Estado, 6.739 famílias beneficiárias saíram da revisão e 8.305 famílias foram bloqueadas. [Com dados de Josiane Simon].


16

Geral

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

TRANSPORTE

MAURICIO BARBANT/ASCOM/AL

Riva quer incluir construção de ferrovia no PAC ASSESSORIA De Cuiabá

Incluir no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) a construção de malha ferroviária ligando o município mato-grossense de Água Boa até Belém (PA). Essa é a proposta do presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD), que foi debatida durante audiência pública realizada na sexta-feira (27), em Porto Alegre do Norte. O objetivo é permitir o acesso do transporte de grãos, por meio do Porto de Bacarena (PA). O peessedista apresentou na semana passada, a indicação que foi encaminhada à presidente da República, Dilma Rousseff (PT), ao governador Silval Barbosa (PMDB) e toda bancada federal de Mato Grosso para avaliar a viabilidade da obra de infraestrutura. “Essa ferrovia a ser construída traduz uma necessidade de ligação à região nordeste de Mato Grosso, com uma área a ser hoje ocupada pela agropecuária, com mais de três milhões de hectares, sendo ainda uma ideia bastante clara de integração com a região norte do Brasil. Partindo de Água boa, a obra atenderá

PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA,JOSÉ GERALDO RIVA, E A PREOCUPAÇÃO COM A LOGÍSTICA EM MT

Secretário Carlão disputará a prefeitura de Pontal WANDERLEY WASCONCELOS redacao@semana7.com.br

São mudas produzidas com alta tecnologia, uniformes e vigorosas que permitem colheitas elevadas e homogêneas. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento possui uma lista de agricultores familiares interessados nas mudas. Além das mudas, são repassadas informações técnicas para que as mesmas sejam multiplicadas. Trata-se de uma fruta importante para a alimentação familiar por ser uma fruta de alto valor nutritivo, energético e sem gorduras, além de não conter colesterol. Além disso, é muito apreciada e pode ser servida para pessoas de todas as idades. Fruta muito popular, tem despertado grande interesse sua multiplicação e distribuição deverá continuar nos próximos anos.

A este período de pré-campanha são muitos os que manifestam o desejo de ser prefeito de Pontal do Araguaia. Isso faz parte do regime democrático que baseia seus princípios na vontade popular, aceitemos ou não esta premissa. Por enquanto, segundo os dados levantados por este jornal são nove nomes que se preparam para este desafio. Carlos Silva Souza (Carlão) é um desses nomes. Ele esteve por quase oito anos secretário de Administração do prefeito Gerson Moraes e é considerado ao lado de seu irmão Miguel Arcanjo, um nome de referência de seu partido, o PMDB, naquele município. “Mas eu devo dizer que minha pré-candidatura não é resultante de imposição de minha parte, nós trabalhamos na base do consenso, de se chegar a um denominador comum”, disse ele. Os nomes de agora, desse primeiro momento e citados em listas das articulações políticas do município figuram além de Carlos o de Domiciano Dó (PP), vereadora Divina Oda (PSD), Valmir Farias (PPS), Luciano Costa (PDT), Antonia Parrreira (Antonia do PT), Dilnair (PRB), Lúcia Santos (PHS) e Márcia do Waldemazinho (PV). Logo se vê que a palavra de ordem em Pontal do Araguaia para as eleições de outubro será ‘articulação’. Carlos, por seu turno, já sentou-se com o Par-

SEMANA7.COM

Produtores Rurais de Água Boa recebem mudas de Banana produzidas “in vitro” em laboratório

Através de convênio com a SEDRAF, a Prefeitura Municipal de Água Boa recebeu mudas de banana produzidas “in vitro” em laboratório. Tais mudas tem como principais características a resistência a Sigatora Negra e ao Mal do Panamá que são as principais doenças que afetam a cultura. Após a chegada, as mudas foram climatizadas e desenvolvidas em sacolas especificas, até atingirem cerca de 25 cm, quando então passaram a ser distribuídas aos interessados. Estão sendo distribuídas cerca de 1.000 mudas das seguintes variedades: Tropical, Japira, Pacovan, Princesa e Granain.

durante seu discurso. Salim afirmou que a ferrovia reembolsa inclusive o produtor, diminui os custos para os municípios e promove o desenvolvimento do Estado. “Toda obra de infraestrutura é necessária, mas existem algumas que são estruturantes e resultam em melhorias. O governo federal tem se empenhado na ampliação da BR –163, que beneficia apenas dois municípios e três distritos do Pará. Já em Mato Grosso, seria mais importante à atenção para a ferrovia ligando Água Boa à Belém, que receberá grandes navios para a exportação”. Presidente da Associação Mato-Grossense das Áreas Emancipandas e Anexandas (Amaea), o assessor parlamentar também lembrou na audiência pública, a necessidade de criar mais municípios no Estado. “Existem as regras que estão em discussão na Câmara Federal para criar novas cidades, o que em Mato Grosso é viável, pois as localidades são rapidamente povoadas. Espigão do Leste, por exemplo, imediatamente já seria igual ao município de Querência. Precisamos fazer com que nossos sonhos se tornem realidade”, lembrou.

SUCESSÃO MUNICIPAL

PRODUÇÃO

ÁGUA BOA NEWS AGUA BOA - MT

toda a região Araguaia do Estado, bem como os municípios vizinhos de Tocantins, tornando uma espinha dorsal de transporte tanto dos produtos oriundos da agricultura, agropecuária e do setor extrativista mineral e vegetal”, argumentou Riva. Com a inclusão no PAC para a construção da malha ferroviária ligando Água Boa à Belém, Mato Grosso seria contemplado com a infraestrutura necessária para o transporte de produção, garantindo o desenvolvimento econômico e social para a população. Durante a audiência pública realizada em Porto Alegre do Norte para debater as BRs158, 080 e 242, além da ferrovia Leste ao Oeste, o assessor parlamentar Nelson Salim Abdala, representando o presidente da Casa de Leis na oportunidade, explicou sobre a importância da obra para o Estado. “Essa ferrovia pode ter muita rentabilidade para o Estado, teremos várias empresas estrangeiras interessadas em investir. Completando com outras ligações que Mato Grosso precisa receber, resolveremos estes problemas de escoamento, o que resulta em melhoria na arrecadação”, defendeu

SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO, CARLOS SOUZA, PRÉ-CANDIDATO

tido Verde, de forte expressão no município, assim como as siglas PTB e PSDB. “Ninguém vence sozinho uma eleição, assim como ninguém governa isolado, sem a participação dos mais diversos segmentos sociais”, diz. Nesta segunda rodada permanecem os nomes de Carlão, Divina Oda, Valmir, Zé do Araguaia (DEM), Marleide (PR) e Antonia do PT que apareceram numa pesquisa de uso interno, realizada em março onde Oda liderava com empate entre Carlão e Valmir. “Essas evoluções acontecem, são comuns e dois desses nomes já desistiram de concorrer, a Marleide e o Zé do Araguaia. Ficamos com apenas quatro pré-candidatos, mas que pode aumentar a qualquer momento”, analisa Carlão.

LIDERANÇA - Sua carreira política em Pontal do Araguaia é promissora conforme asseguram vários de seus amigos na cidade e no interior do município. Carlão foi o vereador mais votado em 1986. Em seguida foi eleito vice-prefeito de Raniel Corte (2001-2005). “Creio que tenho trânsito livre em Pontal onde conheço todo mundo e somo a isso à prática da gestão pública desses anos todos a que me dediquei”. Irmão de Miguel Arcanjo, eleito vereador por três mandatos consecutivos e já pré-candidato à reeleição, Carlão não tem em sua conta desafetos políticos. “Às vezes acontecem discussões que são comuns em política, esta ciência de cuidar dos negócios públicos, mas nada como conversar, saber ouvir”, diz ele que tem como livro de cabeceira “O

Monge e o Executivo”, de James C. Hunter, o que seria, caso sejam obedecidos alguns de seus princípios basilares, um começo para que pretenda ser prefeito. Discorrendo sobre Pontal do Araguaia, daquilo que a cidade mais se ressente, ele cita para a cidade a urbanização, “tornar a cidade mais bonita, valorizar o desejo de seus moradores”. Quanto a sua eventual administração Carlos diz que não pretende esquecer as obras estruturais de que necessita o município, “mas o meu foco principal será a valorização humana, pretendo investir em saúde, educação, cultura e esportes como forma de inclusão social das pessoas”. Ex-coordenador das duas campanhas do prefeito Gerson Moraes, quando ninguém o conhecia e Carlão é considerado uma peça fundamental no contexto de suas duas vitórias à prefeitura de Pontal, uma cidade que possui um déficit habitacional, segundo dados de Carlão, em torno de 250 moradias. “Esse será um grande desafio”, avalia Carlão, de 50 anos, casado com a professora Wandeir e pai de dois filhos. Até que se confirme sua candidatura Carlão já corre atrás de apoio, conversa com todos os segmentos sociais da cidade e do interior do município. O deputado Baiano Filho, segundo disse, já “hipotecou seu apoio a minha pré-candidatura. Considero isso um bom começo, além do apoio do nosso povo ao meu nome”.


Geral

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

17

POLÍTICA

QUERÊNCIA

Câmara de Vereadores realiza sessão itinerante em assentamento Brasil Novo

Monobra de vereadores pode cassar mandato de Miguelão ASSESSORIA

SEMANA7.COM

MIGUELÃO NA MIRA DE SEUS “CAMARADAS” NA CÂMARA MUNICIPAL WANDERLEY WASCONCELOS redacao@semana7.com.br

WANDERLEY WASCONCELOS redacao@semana7.com.br

Foi realizada na quarta-feira (18) a primeira sessão itinerante na história da Câmara Municipal de Querência ocorrida no assentamento Brasil Novo. O evento foi de grande relevância para os vereadores que puderam ouvir sobre os problemas da população. Naquela sessão foram aprovadas indicações voltadas para os interesses daquela comunidade como iluminação de ruas, o término do muro da escola, a ida frequente de médicos e dentistas para maior assistência a população e instalação de internet e telefonia para que os habitantes tenham acesso aos meios de comunicação. Foram entregues também moções de aplausos e títulos de cidadãos honorários para os moradores que lu-

ASSESSORIA

VALÉRIO FERNANDES, PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES, COMANDA SESSÃO ITINERANTE EM COMUNIDADES DO INTERIOR DE QUERÊNCIA

FERRACINE, FALA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA SESSÃO NOS PA`S

taram pelo desenvolvimento daquele assentamento. Outras Sessões Itinerantes serão realizadas nos demais assentamentos no interior de Querência, dentre eles estão Coutinho União, São Manoel e Pingo D’Água.

Ferracine, presidente da Associação de Trabalhadores do Assentamento Brasil Novo, falou sobre a satisfação dos moradores pela realização daquela Sessão Itinerante. “Nós, moradores do P.A Brasil Novo estamos

honrados com a realização desta sessão. É importante a presença dos vereadores no Assentamento, pois permite a nós moradores da zona rural a oportunidade de cobrar ações em benefício da população”. “O principal objetivo das sessões itinerantes é aproximar o Legislativo da população. Muitos dos moradores do assentamento nunca tiveram a oportunidade de assistir a uma sessão, visto que o assentamento P.A Brasil Novo se encontra a uma distância de 150 km do município de Querência. A aproximação dos moradores com os vereadores promove o debate sobre os assuntos pertinentes ao dia a dia da comunidade, bem como permite buscar soluções viáveis para a comunidade local”, explicou o presidente da Câmara, Valério Fernandes.

PORTO ALEGRE DO NORTE

SEMANA7.COM

Locutor de rodeio assume vaga na Assembleia

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

A sessão ordinária dessa quarta-feira teve a pauta limpa nas votações e foi marcada pela posse como deputado estadual, do suplente Washington José Salles (PTB), do município de Porto Alegre do Norte. A BR-158 foi altamente destacada como crucial para o desenvolvimento local e deve ser sua bandeira de luta enquanto estiver deputado. A saúde foi defendida como prioritária para qualidade de vida da população. Salles ocupou a cadeira do deputado licenciado Luiz Marinho (PTB) que foi eleito com 6.043 votos e se diz um apaixonado pela vida pública. Em suas palavras ele demonstrou preocupação na defesa pelos interesses dos municípios do norte Araguaia e alfinetou que os

WASHINGTON JOSÉ (PTB), DE PORTO DE ALEGRE DO NORTE, MAIS UM REPRESENTANTE DA REGIÃO NA AL

“dados dos municípios nos envergonham especialmente por ser uma região rica, mas sem a presença do Estado e da União”. O presidente da Assem-

bleia Legislativa, José Riva destacou que a região Araguaia pode ser considerada uma das mais ricas do Estado, mas que padece por falta

de logística e investimento na estrutura urbana. O deputado Garantiu apoio às ações de Sales. [Com dados da Secretaria de Comunicação].

Por seis votos a três a Câmara Municipal de Barra do Garças votou pela instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para cassar o mandato do vereador Miguel Moreira Alves (Miguelão), depois de ter sido acusado de fazer parte de um esquema de licitação ainda no governo do comunista Zózimo Chaparral. A CPI instalada em dezembro do ano passado tinha o propósito de apurar denúncias do jornal A SEMANA sobre um inquérito policial, cuja comissão processante era presidida pelo vereador Paulo Sérgio, vice Antonia Jacob e membro Celson Souza quando na terça-feira (17 de abril) a própria Câmara tornou nulo seu ato anterior. Na CPI, orquestrada pela Câmara, segundo Miguelão, ficou claro que não houve crime apurado pela promotora Luciana Rocha Abrão David que por este fato pediu o arquivamento da denúncia. O juiz criminal Otávio Vinícius Affi Peixoto concedeu o pedido de arquivamento “porque não houve crime”. A Prefeitura de Barra do Garças, através de sua assessoria Jurídica recorreu ao promotor Mauro Poderoso que por sua vez pediu o afastamento de 180 dias de suspensão do vereador Miguelão para não atrapalhar as investigações. Esse documento da Prefeitura passou pelas mãos do também promotor público, Wesley Sanches Lacerda que analisou o documento e logo em seguida entrou em férias forenses por vinte dias. Ao retornar para despachar o documento ficou sabendo, segundo Miguelão, que Poderoso havia dado o despacho de 180 dias. O gabinete sorteado para receber a denúncia contra Miguelão teria sido o de Wesley que exarou seu parecer pedindo arquivamento do caso e notificando o juiz e notificou o Conselho nacional do Ministério Público sobre a tramitação da denúncia oferecida pela Assessoria e despachada por seu colega Poderoso.

De agora em diante o que se sabe é que tramita na Câmara de Vereadores, através de uma comissão processante e quem vai julgar o destino de Miguelão são seus próprios colegas de parlamento. “Isto demonstra que estou sendo perseguido politicamente. A Câmara toma para si este direito que já foi inclusive arquivado pelo Ministério Público, onde não foi encontrado crime algum”, desabafa. A LEI O decreto-lei 2001 de 1967, em pleno vigor do Golpe Militar estabelecido em 1964, dispõe sobre crimes e infrações de responsabilidade de prefeitos e vereadores em seu artigo 7º que diz que a Câmara pode cassar o mandato do vereador quanto: (1) Utilizar do mandato para a prática de corrupção ou de improbidade administrativa. (2) fixar residência em outro município. (3) Proceder de modo incompatível com a dignidade da Câmara ou faltar com o decoro na sua conduta pública. É conveniente lembrar que à época dos fatos que atiçaram as perseguições contra Miguelão ele sequer tinha mandato eletivo. Agora é esperar pelo corporativismo da Câmara de Vereadores de Barra do Garças. ENTENDA O CASO Logo no início da atual gestão de Wanderlei Farias foram descobertas notas de compras de peças de veículos do transporte escolar da rede municipal de ensino. Nesta verificação teriam constatado que o número de peças era acima do necessário para a reposição. A Assessoria Jurídica da Prefeitura de Barra do Garças recorreu à Polícia Civil para a investigação da suposta fraude. Nestas investigações aparecem o nome da empresa de Miguelão “Freios e Tacógrafos”. A denúncia ganhou as páginas de vários jornais, incluindo o SEMANA, portais na internet, emissoras de rádio que talvez por este motivo tenha acirrado os ânimos dos vereadores que seriam colegas de Miguelão.


18

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

Classificados & Entretenimento ÁRIES Melhora total em todos os assuntos profissionais, sociais e financeiros se farão sentir neste momento. Aproveite para passeios e para se unir com amigos e entes queridos. Poderá encontrar a pessoa que irá amar. TOURO Neste período você estará com o espírito elevado, traduzindo isso em sua disposição para ser cortês, inteligente e lógico. Aproveite para tratar de assuntos que lhe interessam. Favorável às loterias.

CARROS RANGER Prata Cb. Simples Xlt Completa 2007 Gas. R$ 33.000,00, Brasil Veículos Fone: 3401-8582 S 10 Cab. Dupla Prata Completa 4x4 1999 R$ 30.000,00. Fone: 3401-8582. D.20 Cb. Dupla Bege Basica 1990 R$ 35.000,00. Fone: 34018582. D.20 cb Simples Verde Bsica 1994 R$ 30.000,00. Fone: 34018582. PAMPA 1.6 Motor Ap Branca1995 R$ 8.500,00. Fone: 3401-8582. ESTRADA Estendida Basica Prata 2003 R$ 17.500,00. Fone: 3401-8582. CORSA SEDAN C/Ar E Trava Cinza2006 R$ 22.500,00. Fone: 3401-8582. UNO Preto Completo 2003 4 Portas R$ 15.800,00. Fone: 3401-8582. UNO Cinza Basico 2003 4 Portas R$ 13.000,00. Fone: 34018582. UNO Branco Basico 2000 4 Portas R$ 10.700,00. Fone: 34018582. PALIO Weekend Branca Completo Menos Ar 1999 R$ 13.500,00.Fone: 3401-8582. GOL Vermelho 2003 4 Portas Completo R$ 18.500,00. Fone: 3401-8582. PALIO Branco Completo 1998 4 Portas R$ 12.000,00. Fone: 3401-8582. ESCORT Roby 1993 Prata R$5.500,00. Fone: 3401-8582. D.10 1980 Bege R$ 18.000,00. Fone: 3401-8582. KOMBI Branca Furgão 2004 R$ 20.000,00. Fone: 3401-8582. COROLA XLI, preto, 2009/2009, Nova Veículos, fone: 3401-9437 UNO WAY 4 portas, 2009, completo, Nova Veículos, fone: 3401-9437 CELTA 2 portas, 2001, básico, Nova Veículos, fone: 3401-9437 UNO 2003, 4 portas, básico. Nova Veículos, fone: 3401-9437 UNO 1999, 2 portas, 1.0 com ar, R$ 9.900,00. Nova Veículos, fone: 3401-9437 UNO 09/10, com ar, 4 portas, prata. R$ 24.900,00. Nova Veículos, fone: 3401-9437 PÁLIO Celebration, 09/10, completo, R$ 27.000,00. Nova Veículos, fone: 3401-9437

GÊMEOS Sentimentos mais fortes e estáveis na vida amorosa, fortalecendo o casamento e as relações duradouras. Apesar disso, poderá se sentir um tanto inseguro quanto a si próprio. Necessidade tranquilidade e da privacidade para se recuperar emocionalmente.

UNO 94/95, 4 portas, vinho, completo. R$ 10.500,00. Nova Veículos, fone: 3401-9437 CORSA 95/95, azul 02 portas R$ 10.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 WOLKSVAGEN CROSSFOX preto completo R$ 36.000,00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 CHEVROLET S-10 flex 2009/2010 executive R$ 58.000,00 preta. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 UNO 2002/03 Verde 2 portas ar trava e alarme. R$ 14.500,00. Tratar M3 Veículos, Fone: 3407-1258 FORD F-350 diesel 2004/2004 completa prata R$ 65.000,00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665 GOL 07/08, branco 04 portas completo R$ 26.000,00. Tratar Nova Veículo, Fone: 3401-9437 AUDI 98/99, azul completo R$ 23.000.00. Tratar Paraná Veiculo, Fone: 3401-1665

MOTOS

CÂNCER Você terá que rever os impulsos que o levaram a cultivar certas relações, pois neles está à causa da atual falta de harmonia entre você e as pessoas do seu convívio. Período de máxima expansão das possibilidades na vida econômica. LEÃO Período neutro para a vida sentimental e amorosa. Haverá, também, muitas dificuldades que só serão solucionadas com bastante trabalho, otimismo e perseverança. Evite abusos e tome cuidado com os inimigos. VIRGEM Pequena oscilação na vitalidade física e mental. Não exija demais do seu organismo e procure adaptar-se às modificações intensas que estão ocorrendo. Procure descobrir o que está mudando em você. LIBRA Excelente momento para tratar com agricultores, agropecuários, feirantes e agrônomos. Terá sucesso nos negócios imobiliários e muito poderá progredir, profissionalmente, nesta fase.

MOTOS

C100 BIZ 2003/2003, azul. Tratar Estacionamento São Paulo, Fone: 3401-2133 C100 BIZ ES 2000/2001, verde. Tratar Estacionamento São Paulo, Fone: 3401-2133

ESCORPIÃO Êxito e ótimos lucros, no comércio e na indústria de líquidos, de modo geral, e de produtos químicos para a lavoura e a veterinária. Algumas dificuldades, mas, se agir com inteligência, você pode se sair bem.

OUTROS DIVERSOS

VENDE-SE UMA CASA no Jardim Ouro Fino, em frente ao clube da PRF, casa de esquina. Tratar no Fone: 9281-0144. VENDE-SE UMA CASA em Bom Jardim de Goiás, medindo 8x10mts, com 2 quartos, 1 banheiro, 1 sala, 1 conzinha, 1 área com um quintal com vários frutas. Tratar (64) 9249-0622 ou (66) 9238-7491 PANIFICADORA - Vende-se maquinários de uma panificadora: Masseira, forno 8 ETS a gás, armário, batedeira, modeladora, divisora, balança, expositores, dentre outros. Tudo em ótimo estado de conservação. Aluga-se o ponto comercial junto em Barra do Garças-MT. Tratar fone: (66) 9222-7045 9651-8891. CONTRATE UM ESCRITOR para escrever seus textos. Jornalista, texto limpo, oferece-se como GOST WRITER. Ele espera sua chamada pelo telefone: (66) 9244-1948 ou no contexto.contexto@hotmail.com

SAGITÁRIO Una-se aqueles que poderão tornar este período alegre e feliz. Seja prudente com assuntos de dinheiro, e no amor. A influência astral, para aventuras e especulações devem ser razoáveis. Não gaste seu dinheiro inutilmente. CAPRICÓRNIO Muita habilidade literária, mente clara e penetrante e muita tendência aos assuntos elevados, estão previstos para você nesta fase, devido à benéfica influência de júpiter. Sucesso profissional e financeiro. AQUÁRIO Não será conveniente aventurar-se em novos negócios. Cuidado com o excesso de gastos. Mantenha-se em suas atividades rotineiras e muitos benefícios receberá em breve. Evite discussões e preocupações desnecessárias. PEIXES Pessoas conhecidas poderão livrá-lo de embaraços financeiros neste período, principalmente se forem do sexo oposto. Evite exagerar nas palavras. Dê mais atenção à sua família. Boa disposição mental.

A Semana no Araguaia é uma publicação de Edição Publicidade. Rua Presidente Vargas, 938 - Sala 4, 1o. Andar - Centro - Barra do Garças - Mato Grosso - CEP: 78.600-000 Fone: (66) 3407-2976 - CNPJ. 10.828.250/0001-78 - Email: redacao@semana7.com.br - WWW.SEMANA7.COM Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião deste Jornal. Os originais impressos recebidos, tenham ou não sido publicados, não serão devolvidos.

Diretor Geral Ronan de Sá - (66) 9979-4726 Redação Wanderley Wasconcelos Estagiária Ana Carolina Vilela Diagramação e Arte Karla Patrícia de Sá

Fotos Semana7.com Departamento Comercial Jerusa Helena - (66) 9227-2740 Impressão e Acabamento: Gráfica Millenium: (65) 3612-6241 Circulação: Barra do Garças, Vale do Araguaia, Cuiabá e Brasília


Variedade Nova Xavantina comemora aniversário de emancipação política e de fundação SEMANA7.COM

PREFEITO GERCINO ROSA, FIZEMOS UMA GRANDE COMEMORAÇÃO

O prefeito de Nova Xavantina Gercino Caetano Rosa, a primeira dama Miriam Caetano, secretários da administração e vereadores receberam a visita especial do presidente da Assembleia Legislativa do Estado por ocasião do aniversário da cidade transcorrido em 14 de abril. O deputado José Riva estava acompanhado do deputado federal Eliene Lima e de seus colegas de parlamento mato-grossense, os deputados estaduais Luizinho Magalhães e Baiano Filho que participaram tanto das solenidades de aniversário de emancipação política do município, quanto da fundação histórica daquela cidade, ocorrida há 68 anos por um contingente de expedicionários da (já extinta) Fundação Brasil Central. A festa teve início na quinta feira (12) com o desfile cívico que envolveu alunos e professores da rede municipal de ensino, além de escolas estaduais e da rede particular e blocos de instituições somado ao do campus universitário local da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Dia 13 aconteceu o Show Gospel nas confluências da avenida Couto Magalhães com a praça Alencar Soares que contou com apresentações da dupla Falcão & Josué e da Banda Vida & Voz, de Cuiabá. No sábado (14) foi a vez do tradicional baile e desfile Garota & Garoto Nova Xavantina 2.012 (foto), com a animação da Banda República, de São Paulo, com as presenças de populares e de autoridades do Estado em visita à cidade.

19

CULTURA

HISTÓRICA

SEMANA7.COM redacao@semana7.com.br

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

No dia seguinte (15) a programação teve continuidade com a realização da 14ª Etapa Regional do Motocross, no Motódromo Necão; e à noite, a partir das 19 horas, Missa de Ação de Graças em homenagem ao aniversário da cidade, oficiada na avenida Couto Magalhães, mesmo local onde acontecera o Show Gospel, seguida do show religioso com a Banda Athos, de Cuiabá. Todas as autoridades presentes durante a programação de aniversário realizada pela prefeitura do município, tanto políticas como religiosas, saudaram a administração pública de Nova Xavantina, representada pelos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, por ocasião daquele grande momento de comemorações históricas para o povo daquele município que presencia e apóia a realização de grandes obras que vão dar um novo impulso ao seu desenvolvimento político e social, tanto no Turismo, como na Educação, Saúde, Infraestrutura, Ação Social e em todas as áreas no serviço público local, como se pode ver a seguir. Encontra-se em fase de finalização a tão sonhada passarela sobre o rio das Mortes que mede 168 metros de comprimento e 3.20 metros de largura que une o bairro Nova Xavantina ao setor Nova Brasília e que vai mudar para melhor o cotidiano das pessoas. O valor da obra foi estimado em R$ 2.250 mil, angariados junto ao Ministério do Turismo e de emendas parlamentares de deputados federais e senadores. Sua inauguração está prevista para 23 de junho.

Janelas para a poesia, leitura e arte popular

WANDERLEY WASCONCELOS redacao@semana7.com.br

A linguagem que combina sons, ritmos e significados, é leitura que leva ao decifrar, interpretar e sentir. Esses atos são, ao mesmo tempo, prazer e tarefa que o leitor de poesia encontra a sua frente. E nem todos os leitores estão dispostos a esse exercício no mundo em que vivemos. Atualmente, as informações já chegam decodificadas, prontas para a ingestão daqueles que juram que pensam, mas que detestam pensar quando têm que comungar esse assunto de raciocínio com as páginas de um livro. Essa falta do hábito de leitura é quase generalizada e começa onde deveria ser incentivada: na escola. Ali, leitura é um ato quase obsoleto. Mesmo assim, há os autores que insistem em oferecer seus textos, que nada mais são do que a tradução da nossa cultura através de romances, contos, poemas, cantos e cantigas populares que ainda não se perderam na esquina do tempo. Em 2010, o cantor e compositor Divino Arbués abriu suas gavetas, ou se preferirem, a janela do seu computador, e reuniu em livro, 150 páginas a que deu o nome de “Folhas e Paisagens”, editado sob os auspícios da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, cujo lançamento e divulgação são seu empenho atual. Esse livro, que ele dedica aos mestres da cultura popular, tem apresentação assinada pelo cantor Almir Sater e é ricamente ilustrado, desde sua capa (a partir de uma foto do autor) pelo artista plástico Brás Rubson. Tem ainda ilustrações internas assinadas por Milton Mendes Júnior e Mario José de Angelis. A foto do escritor, na orelha do livro, é do premiado fotógrafo Mayke Toscano. Antes de falarmos sobre o autor, nos declinamos inicialmente a sua obra, resultante de elementos colhidos em diferentes gêneros da cultura popular do Araguaia e algu-

res, já que também é músico. Sua discografia incluiu o compacto duplo Quarto Crescente, que deu nome a uma praia no Araguaia (Aragarças), seguido dos discos Dunas, Encontro das Águas, dos CDs Romance de Rio e Serra, 312 Tons, Cantos do Vale, Rebojando e Afluente. Em todos os seus discos estão presentes a matiz dos rios de sua terra e, neste último, Afluente, a canção “Cor da Noite” que eu considero, afeito cá as minhas ‘ignoranças’, a melhor de suas canções. Na bibliografia de Arbués, além de sua colaboração esparsa em jornais e revistas, vem em primeira mão seu romance Rio e Serra (1997), que ainda precisa ser mais estudado, avaliado em seus pontos essenciais, nos esforços de seu autor que se deu ao trabalho de trazer ao alcance popular o tecido conjuntivo da nossa existência ribeirinha. Mais adiante, em 2007, quando esteve secretário de Cultura do município, ele reuniu em outro livro um compêndio da Cultura Popular de Barra do Garças, onde, com pesquisadores, fez resgates valiosos para a história da sociedade do Vale do Araguaia. Sobre sua arte de versejar, de ser poeta, o compositor Almir Sater diz, na breve apresentação que fez de ‘Folhas e Paisagens, que começou a conhecer o Araguaia quando sua irmã Gisele Sater (Pingo) “falou-me de uma moçada que fazia um som muito legal nas areias de suas praias. [...] Arbués é daquelas pessoas que trazem no jeito, na fala e nos temas, as coisas de sua terra. [...]observando o esmero de suas letras e a qualidade literária, sempre falando do mundo, das coisas do mundo, mas nunca deixando de lado a expressão do regionalismo, das belezas do nosso Mato Grosso e Centro-Oeste. Por isso tenho certeza de que, musicalizada ou não, sua poesia é sempre verdadeira e, sendo verdadeira, será rica de brasilidade”. Arbués pertence a uma geração que lia quando crian-

ça. Lia enciclopédias, gibis do ranzinza Tio Patinhas e sua turma, crônicas da revista Manchete, fotonovelas (de suas irmãs), histórias infantis e outras leituras que fossem acessíveis. Nessa fase, diz ele “descobri os livros de Monteiro Lobato, as obras místicas de Gibran, do romântico José de Alencar, de Jorge Amado, Fernando Sabino, Saint Exupery, Richard Bach... também veio a me encantar a poesia contida na Música Popular Brasileira, em versos de Manuel Bandeira, Ferreira Gullar, Afonso Romano de Santana, Florbela Espanca, Cecília Meireles, Fernando Pessoa e tantos outros grandes poetas”. Foi com essa bagagem que Arbués e seu Grupo Araguaia venceram muitos festivais da canção da região Centro-Oeste. Mais tarde, uma conseqüente convicção de que sua existência estava ligada à poesia, pode ser notada em seu primeiro livro, o “Rio e Serra”, onde o dualismo se funde entre ecologia e filosofia. Sobre a obra atual, ele comenta: “em Folhas e Paisagens, ao contrário do Rio e Serra, que era romance, minha intenção foi a de fazer um livro com mais espírito de humor, tanto livre quanto crítico, cítrico, sem deixar de lado a arte, com jogos de palavras em textos mais curtos e abordagens de temas atuais, em sua maioria. No atual livro, sobre o fazer arte, Arbués homenageia e parafraseia o soneto Ouvir Estrelas, de Bilac, na peça “Meu céu é cheio/ de entrelinhas/ ora, direi/ eu tento lê-las!”. Sobre poesia, ele escreve “O poeta adulto/ mantém como moda/ chamar as palavras/ pra brincar de roda”. Sobre ecologia, “Na ponta do meio ambiente/ pela borda, pela beira/ avança na mão da gente/ trator humano de esteira”. Sobre a globalização, “Singrai o mar da internet/ maravilhoso pesqueiro/ mas saibas pisar dois mundos/ lembrai que em vosso bairro/ há motorista barbeiro”. Sobre a banalização, “Por dentro da mídia/ há muito Brasil/ abaixo

da média”. O autor não deixa também de visitar detalhes da história regional em algumas p eças, como “Meu livro de papel/ lembra o barquinho/ que eu soltava na enxurrada/ indo pro nada... num desvario/ que nada, nada/ que nada, nada/ ia o danado pra alto mar/ e me deixava a ver navios”. Ele conclui dizendo que quis fazer um livro que possa ser lido em seu todo ou em parte, uma página a cada dia, ou mesmo, cujas peças possam ser usadas e interpretadas separadamente. Folhas e Paisagens é dividido em três janelas. A primeira é formada de pequenos poemas estilo haicai. Na segunda parte está ‘Rio e Serra’, de poemas mais longos, e a última parte, as ‘Dunas’, traz letras de algumas canções já passadas ao crivo de seus discos que são referências do cancioneiro regional. Os temas que dão forma a sua obra surgem de sua vivência, da observação do cotidiano, dos atos, fatos e lugares. A composição regional, diz ele, possibilita frisar aspectos históricos, costumes, folclores e crenças, figuras típicas, dicções regionais, aspectos geográficos, sociais, cronológicos, enfim, um universo de dados que podem, inclusive, subsidiar estudos, pesquisas ou contribuir para o desenvolvimento da região com a preservação de sua identidade social e cultural.. Divino Arbués reconhece que seu livro e o de outros autores da região padecem pela falta de divulgação cultural e demandará tempo pra serem melhores entendidos, interpretados e valorizados. “Porém, vale a consciência de fazermos o que pensamos ser mais correto, priorizando o cultural ante o comercial”. O seu fazer cultural tem sido o trabalho de sua vida de esforço e idealismo. Em muitos dos eventos culturais de Mato Grosso está Divino Arbués. Com o escritor Ricardo Guilherme Dick, ele conviveu no Conselho de Cultura do Estado, bem como, com outros escritores, poetas, músicos, pintores, a maioria deles à margem do processo de divulgação midiática da cultura, mas que fazem de seu trabalho um legado oculto que poderá ser valorizado pela posteridade. Para finalizar, recorro ao que disse o cartunista Brás Rubson sobre Folhas e Paisagens. “A partir de sua profunda paixão pela língua portuguesa e cultura brasileira, nos presenteia com essa coletânea de poesias primorosas e, de brinde, ainda nos traz as belas letras de músicas que o consagram. Arbués é um artista atento ao seu tempo. Observa com perspicácia o que ocorre a sua volta. Pelo seu filtro de fazer artístico, separa como ninguém o joio do trigo. Suas poesias deixam a certeza que a brisa leve do Araguaia ainda propaga a energia da boa arte”. Serviço: O livro pode ser encontrado nos locais: Livraria Brasiliana – Barra do Garças - Bero-Can Artesanatos – Aragarças

RODApé Menos cor na paisagem sem Miguel Lacerda Barra do Garças disse adeus a um de seus: o cearense, artista plástico e professor de desenho e pintura, natural de Milagres, Raimundo Miguel de Lacerda, mais conhecido pelo último nome e que chegou a cidade nos anos 80 onde estabeleceu sólida amizade com as pessoas que como ele dedicavam sua vida às artes. Dono de um estilo próprio de exprimir-se com destaques aos ícones nordestinos e posteriormente, de forma mais acentuada às vertentes do cerrado que tanto admirava, Lacerda morreu aos 56 anos de idade longe de seus pinceis, suas alegrias que partilhava com os outros e também, como todo ser humano, com suas frustrações. Assim que chegou à cidade, depois de passagens por garimpos no Amazonas e de outros afazeres antes de se dedicar somente às artes plásticas, Lacerda viveu de aluguéis e somente depois de articulações com o grupo Barratradição, entre outros setores sociais da cidade, foi alocado no velho

prédio da 1º de Maio que servira de Açougue Municipal. Ao se estabelecer no velho casarão de altos beirais fundou com outros camaradas a Escolinha de Artes custeada pela prefeitura. O local serviu também para reuniões, cursos de introdução à pintura, exposições e, sobretudo, uma referência de arte plástica em Barra do Garças. O seu estilo, como dissemos de início, era grandioso. Esse seu traço chamou atenção de professores e admiradores da arte de um modo geral. Uma peça sua está no Vaticano, segundo informam os amigos mais chegados. De sua vida poucos, pouquíssimos sabiam. Lacerda nestes últimos anos, notadamente depois de ser convidado a se retirar do prédio onde funcionava sua Escolinha, estava voltado mais para o silêncio que é uma forma de comunicação grandiosa consigo mesmo. Leitor mediano, mas seleto diante de seus textos, sempre que podia citava a escola impressionista (movimento artístico

que surgiu na pintura européia do século XIX) e que para ele a expressão máxima se resumia no holandês Vicent van Gogh. Lacerda foi levado às pressas para um hospital de Barra do Garças, depois transferido para a Santa Casa de Goiânia onde foi operado da vesícula, faleceu no dia 3 de abril às 10 horas da manhã e foi sepultado na tarde de quinta-feira (5) em Barra do Garças. No seu enterro compareceram amigos, advogados, estudantes, professores membros da Valearte, da Barratradição e a gente do povo. Estiveram presentes também uma irmã e um irmão e sua ex-esposa. Seu único filho (Elder) que deu a Lacerda dois netos não vieram para este que seria o último adeus. Lacerda, depois de despejado da Escolinha foi morar numa casa cedida por sua amiga, a advogada Maria Madalena Assunção, na rua Mato Grosso, próximo ao Baé onde se dedicava nas horas vagas a cultivar um viveiro de plantas que ainda hão de florir, professor Raimundo Miguel Lacerda. Hão de florir! WANDERLEY WASCONCELOS


20

Ano IV - nº 81 - 15 de abril a 10 de maio de 2012 Barra do Garças - Municípios do Araguaia - Capital Matogrossense - Brasília

UM NOME PARA VICE

O nome da subsecretária de Estado da Educação, Fátima Resende, conhecida militante das hostes petistas em Barra do Garças é um dos nomes mais cotados para vice na chapa do PMDB. São vários os partidos em torno do PT na tentativa de uma aliança. Resta saber se Fátima deixará seu cargo na Capital para agitar nossos palanques nos próximos dias.

JUVENTUDE POLÍTICA

Atuante, combativo e sempre em defesa das causas sociais, Sérgio Alves Santana participa efetivamente do PMDB Jovem de Barra do Garças e já tornou pública sua intenção de sair pré-candidato a vereador nas eleições de outubro. Sérgio da Vivo como é conhecido, em click com o líder máximo do seu partido, Carlos Bezerra.

GENTE NOSSA Um click para nosso chefe de distribuição do jornal A SEMANA, Mario Venícius de Faria que dobrou a página de seu calendário em 16 de abril entre livros e o convívio acadêmico, uma vez que Le cursa o 4º período de letras no Campus Araguaia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Barra do Garças.

VITÓRIA RÉGIA

Para quem não sabe o proprietário do restaurante Vitória Régia, Romário José Chaves Queiróz, é pré-candidato a vereador em Barra do Garças. Romário é filho do saudoso Elias Queiróz e de dona Eli Chaves. Formado em administração de empresa, casado com a bela Angelita, pai de Ronaldo, Renata e Sofia, nosso amigo está à frente do Vitória Régia desde 1994 e diga-se, com desenvoltura.

TODA MÍDIA Todo o carinho à coleguinha Franciele Carolina Strege, essa bela gaúcha que soprou velinha de seu verde calendário em 11 de abril. À Franciele os abraços da equipe SEMANA VIP

MOTOCANDO

Cliclamos o tenente Elcirley Luz Silva, comandante da Força Tática Araguaia, com um grupo de 50 motociclistas que foram participar em 14 de abril do aniversário de emancipação política da histórica Nova Xavantina. Acelere, Elcirley!

NOSSA CULTURA

Em data recente a historiadora e artista plástica Marilene Arbués lançou o livro “Fatos, Fotos e Telas” onde faz necessário resgate da cultura regional, incluindo dados de Torixoréu (sua cidade natal), Barra do Garças, onde reside, de Aragarças, entre outros. A autora diz que o livro é uma “uma declaração de amor muito espontânea e sincera a tudo isso que vivi”. Parabéns, Marilene!

SOPRANDO VELINHAS

Quem veio a Barra do Garças soprar suas duas velinhas de aniversário foi Julia que na foto aparece ao lado de seu irmão Kauã. Ambos são filhos do empresário Josias Oliveira e Weslaine, residentes em Goiânia. Os fofos que aqui aparecem são netos de Rosimeire e professor Wanderley.


A Semana 81