Page 1

@alobrasilia

@alobrasilia

61 9147-5714

www.alo.com.br

HRAN REDUZ QUEDAS DE PACIENTES NA UNIDADE DE CIRURGIA-GERAL

CODHAB REALIZA VISITA TÉCNICA AO ITAPOÃ PARQUE Objetivo é acompanhar as obras e garantir a qualidade do projeto

Equipe comemorou os 100 dias sem esse tipo de acidente no local Página 3

Página 3

ALO JORNAL

BRASÍLIA

ANO 12 - Nº 2860  TERÇA-FEIRA  DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

/alobrasilia

14 JAN 2020

UNIÃO VAI LEILOAR IMÓVEIS LOCALIZADOS NO DF A meta é arrecadar R$ 267,2 milhões com venda de 3 casas e 1 terreno Página 6

PROJETO PREVÊ PENA DE ATÉ TRÊS ANOS PARA CRIME DE PERSEGUIÇÃO

ÚLTIMO MÊS PARA CONFERIR A EXPOSIÇÃO BJÖRK DIGITAL

INVESTIMENTOS NO PAÍS RECUARAM 1% EM NOVEMBRO

O projeto também cria a obrigatoriedade de a autoridade policial informar, com urgência, ao juiz

Ótima pedida para as férias escolares, exposição gratuita no CCBB

A comparação refere-se aos números dessazonalizados, ou seja, excluindo-se

Página 07

Página 06

Página 02

SAÚDE RECEBEU 15 MIL DOSES DA VACINA PENTAVALENTE A distribuição se dará de acordo com o consumo de cada unidade de saúde. Mais 15 mil doses estão garantidas pelo Ministério da Saúde Página 03


2

TERÇA-FEIRA, 14

DE JANEIRO DE

2020

www.alo.com.br

acional N

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Projeto concede direitos a passageiros e motoristas de aplicativos

Projeto prevê pena de até três anos para crime de perseguição ou stalking O Projeto de Lei 1369/19 altera o Código Penal para definir como crime a prática de “perseguir ou assediar outra pessoa de forma insistente, seja por meio físico ou eletrônico, provocando medo na vítima e perturbando sua liberdade”. O texto, que já foi aprovado pelo Senado, estabelece pena de seis meses a dois anos de detenção ou multa, que pode aumentar para até três anos de detenção se a perseguição for feita por mais de uma pessoa, se houver uso de armas e se o autor for íntimo da vítima. O projeto também cria a obrigatoriedade de a autoridade policial informar, com urgência, ao juiz, quando for

instaurado inquérito sobre perseguição, para que ele possa definir a necessidade de determinar medidas protetivas. O projeto foi apresentado pela senadora Leila Barros (PSB-DF). Segundo ela, a proposta corresponde a um apelo da sociedade e a uma necessária evolução no Direito Penal brasileiro frente à alteração das relações sociais promovidas pelo aumento de casos, que antes poderiam ser enquadrados como constrangimento ilegal, mas que ganham contornos mais sérios com o advento das redes sociais e com os desdobramentos das ações de assédio/perseguições.

Lei atual Atualmente, a perseguição (também conhecida pelo termo em inglês, stalking) não é crime e sim uma contravenção. A Lei de Contravenções Penais prevê pena de prisão simples de 15 dias a dois meses para quem “molestar alguém ou perturbar-lhe a tranquilidade, por acinte ou por motivo reprovável”. O projeto da senadora Leila Barros foi aprovado no Senado junto com outro semelhante da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), que atualiza o conceito de perseguição e aumenta a pena de dois meses para três anos de prisão.

Bolsonaro antecipa retorno a Brasília O presidente Jair Bolsonaro desembarca na tarde de ontem (13), em Brasília, para retomar suas atividades. Ele estava desde a última quinta-feira (9) hospedado no Forte dos Andradas, no Guarujá, litoral paulista, para completar o seu período de descanso, e só retornaria, segundo programação inicial, hoje (14) pela manhã. Com a antecipação do

retorno a Brasília, Bolsonaro acabou cancelando a visita ao Porto de Santos, prevista para esta segunda-feira. Ele havia dito que faria a visita na última live (transmissão ao vivo) em sua página oficial no Facebook, na semana passada, onde poderia anunciar “novidades”. A filha Laura o acompanhou durante a viagem. O forte é sede da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea

do Exército. O mesmo local já havia sido utilizado pelo presidente, no ano passado, para períodos de descanso. A unidade militar tem acesso a uma praia privada. A previsão é que o presidente chegue por volta das 16h30 à capital federal e vá direto para o Palácio da Alvorada. Na agenda oficial, não consta nenhum compromisso.

Está em análise na Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC) uma proposta (PL 6.476/2019) que busca conceder mais direitos aos passageiros e uma maior segurança aos motoristas que trabalham para aplicativos de transporte individual. Caso o motorista cancele uma viagem que já havia aceitado fazer pelo aplicativo, o passageiro terá direito a receber uma multa equivalente a 5% do salário mínimo em vigor. Esse valor corresponde hoje a R$ 51,95. E, caso o motorista se atrase, a multa será de 1% do salário mínimo, o equivalente hoje a R$ 10,39. Essas multas ocorrerão quando o serviço for prestado por empresas por meio de motoristas a ela vinculados contratualmente e que disponibilizam plataformas eletrônicas aos passageiros na contratação dos serviços. O projeto também traz

medidas para dar mais segurança aos motoristas desses aplicativos diante do aumento de casos de violência. O PL determina que a empresa deverá rastrear as rotas do motorista para, em caso de desvios inesperados que causem suspeitas de alguma ameaça contra ele (como sequestros ou assaltos), expedir alertas às autoridades e adotar outras medidas visando à proteção tanto do motorista como de algum

eventual passageiro que também seja vítima. O PL 6.476/2019 ainda obriga as empresas a contratarem um seguro para reparar prejuízos sofridos pelo motorista em casos de furtos ou roubos do veículo. O autor da proposta, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), explica que sua intenção é proteger as partes mais vulneráveis na prestação do serviço.

Projeto pode ampliar divulgação de informações sobre crianças desaparecidas A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) pode votar em 2020 projeto para ampliar a divulgação de informações sobre crianças e adolescentes desaparecidos. O PL 2.099/2019 torna obrigatória a inclusão das informações sobre o desaparecimento no Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos e no Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas. Se foi aprovado pela comissão, o projeto seguirá para a análise do Plenário. O projeto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA - Lei 8.069/90). Atualmente, o estatuto já determina a notificação do desaparecimento a portos, aeroportos, Polícia Rodoviária e companhias de transporte interestaduais e

internacionais. Com a mudança, o desaparecimento deverá ser notificado e incluído também nos dois cadastros. Originalmente, o projeto, da ex-deputada Laura Carneiro, obriga a notificação apenas para inclusão no cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos. Na CDH, foi aprovado o relatório da senadora Zenaide Maia (Pros-RN), que propôs a substituição desse cadastro pelo de pessoas desaparecidas, criado em 2019, depois da aprovação do texto pela Câmara. Para ela, o segundo cadastro é mais abrangente. Já o relator na CCJ, senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), altera novamente o texto, para que a notificação seja feita aos dois

cadastros. Segundo o senador, o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas ainda está em implementação, e, por isso, o Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos não foi extinto. Ele afirmou que os dois cadastros podem atuar em cooperação mútua, com retroalimentação. A recomendação é pela aprovação do texto com essa alteração. “Quanto ao mérito, o projeto é valioso, pois busca soluções para o enfrentamento do grave problema do desaparecimento de crianças e adolescentes, que tantos desgostos causam ao nosso povo”, afirmou o senador.

Twittando Senador comenta democracia no governo Bolsonaro

JORNAL

ALO

BRASÍLIA

Alô Brasília Comunicação Ltda. CNPJ: 09612937/0001-92 Matriz: Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 5, Bloco K, nº 17, Ed. Ok Office Tower, 13º andar. Asa Sul, Brasília, DF - CEP: 70.070-050 Telefone: 98565-6473 comercial@alo.com.br

DIREÇÃO

IMPRESSO Presidente: Guilherme Queiroz Diretor: Hélio Queiroz Editor Chefe: Reynaldo Rodrigues Comercial: Francis Leandro Circulação: Marco A. Queiroz Colunista social: Marlene Galeazzi

PORTAL Presidente: Guilherme Queiroz Diretor: Hélio Queiroz Comercial: Francis Leandro

Tel: 3223-3410

“A democracia é uma construção difícil, fruto de muita luta. Erguê-la exige bastante de um povo. Para colocá-la em risco, no entanto, basta um lunático totalitarista. “ @senadorhumberto


3

TERÇA-FEIRA, 14

DE JANEIRO DE

2020

www.alo.com.br

istrito Federal D BNDES começa a modelar desestatização da CEB A primeira reunião de trabalho entre a Companhia Energética de Brasília (CEB), o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) para tratar da desestatização da companhia brasiliense será realizada hoje (14). Dela, participam também as consultorias vencedoras do certame promovido pelo banco de desenvolvimento para realizar os estudos

para a definição da modelagem desse processo. A Companhia Energética de Brasília havia firmado no ano passado um contrato com o BNDES para que este coordenasse todas as etapas do processo de desestatização. Esse trabalho abrange, entre outras atividades, o planejamento preliminar para definição do escopo dos estudos e a contratação

de consultores para execução dessas análises. O banco também será responsável pelo gerenciamento dos consultores contratados, a verificação de consistência e completude dos estudos realizados, a realização de reuniões e visitas técnicas para sanar eventuais dúvidas, além do apoio no processo licitatório em si, previsto para o primeiro semestre.

População aprova ônibus com portas dos dois lados Agência Brasília

Os ônibus com portas dos dois lados começaram a circular no corredor exclusivo da EPTG – e, a partir de agora, durante todos os dias da semana. A medida agradou os usuários. A diarista Cinthia Almeida, 32 anos, desembarcou na parada em frente a Vicente Pires, onde trabalha. “Achei

mais seguro. A porta é virada para a parada. E eu desço do ônibus e posso atravessar pela passarela até o outro lado”. Moradora do Riacho Fundo II, ela fez a integração até Taguatinga e embarcou em um ônibus para a EPTG. A doméstica Erenice Pinto Pereria, 35 anos, também a aprovou a iniciativa. “Além de ser mais rápido, é mais seguro. E eu esperei menos na parada hoje”, contou. A medida irá beneficiar aproximadamente 56 mil usuários – o equivalente a 86,4% da demanda (ou 65 mil passageiros que circulam pela EP-

TG em linhas com destino à Rodoviária do Plano Piloto, W3 Sul e W3 Norte. Já as linhas semiexpressas transportam cerca de 9 mil passageiros, o equivalente a 13,6%). Além disso, 42 linhas passarão pela via, sendo 21 com destino à Rodoviária do Plano Piloto, 15 para a W3 Sul e seis no trajeto para a W3 Norte. No local, também circularão 11 linhas semiexpressas de veículos com porta apenas do lado direito, uma vez que esses ônibus não desembarcam passageiros ao longo da via.

Codhab realiza visita técnica ao empreendimento Itapoã Parque Os diretores, técnicos e assessores da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF) visitaram o empreendimento Itapoã Parque. Este foi o primeiro ponto de controle do ano. A construção teve início em janeiro de 2019 quando o projeto foi colocado em prática. Ao todo, serão 12.112 apartamentos, entre 46 m² e 52 m², compostas por dois e três quartos, com sala, cozinha e banheiro. Além de verificar o

diretor de produção habitacional, João Monteiro. “Já se planeja o cronograma de entrega das primeiras unidades, prevista para 2021”, completa a assessora Júnia Federman. Os beneficiários serão candidatos habilitados nas faixas de renda 1,5 (R$ 1,8 mil a R$ 2,6 mil) 2 (R$ 2,6 mil a R$ 4 mil) e 3 (R$ 4 mil a R$ 9 mil), conforme determinam os critérios da Lei nº 3.877/06.

Agência Brasília

Saúde recebeu 15 mil doses da vacina pentavalente A Secretaria de Saúde (SES) recebeu 15 mil doses da vacina penta valente, enviadas pelo Ministério da Saúde. Outras 15 mil doses, informa o ministério, estarão disponíveis em tempo hábil. Ao longo desta semana, a previsão é que os estoques das salas de vacinas serão reabastecidos. O consumo mensal da vacina atinge a média de 11 mil doses no Distrito Federal. Porém, com o desabastecimen-

“As quedas podem causar diversos danos ao paciente – desde físicos, como fraturas e escoriações, a psicológicos, como a perda da confiança”, explica a chefe do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do Hran, Janine Montefusco. “Ter 100 dias sem esse tipo de evento adverso comum significa muito, pois foi evitado um agravo do quadro clínico deles, o que contribui na recuperação.”

te e outras infecções causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo B, além da hepatite B. A vacina é aplicada em bebês aos dois, quatro e seis meses de vida. “É muito importante que todos estejamos vacinados não só para nos protegermos, mas para proteger toda a população, evitando que doenças já controladas voltem a atingir as pessoas”, adverte o diretor de Vigilância Epidemiológica, Cássio Peterka.

andamento das obras, a companhia também tratou da execução do restante das unidades a serem contratadas. “Está sendo feito o nivelamento das ações que deverão ser implementadas no início deste ano até o final do primeiro semestre. Além disso, estamos sintonizando a relação entre a companhia e a empresa executora do contrato para que, ao final do período, nós tenhamos alcançado as metas previamente estabelecidas”, afirma o

Hran reduz quedas de pacientes na unidade de cirurgia-geral A queda de pacientes no ambiente hospitalar é um dos eventos adversos mais frequentes e difíceis de serem evitados, pois a maior parte desses acidentes ocorre pela falta de equilíbrio da pessoa. Mas, com as medidas adotadas pela equipe de saúde da unidade de cirurgia-geral do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), foi possível alcançar 100 dias sem esse tipo de acidente no local, completados e comemorados pelos profissionais.

to, registrado desde agosto de 2019, a quantidade disponibilizada não será suficiente para repor todo o estoque. Seriam necessárias cerca de 40 mil doses para atender a toda a demanda reprimida por causa da interrupção. A distribuição não tem regiões prioritárias, sendo feita com base na média de consumo mensal de cada região de saúde. A vacina garante proteção contra difteria, tétano, coqueluche, meningi-

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Uma das medidas adotadas na unidade para prevenir as quedas, conta a gestora, foi colocar pulseiras de cor laranja nos pacientes com chances mais altas de sofrer acidentes. Assim, os profissionais de saúde ficam cientes de quem precisa de atenção redobrada. “Utilizamos uma escala para avaliar quais pacientes têm mais riscos de sofrer quedas”,

destalha Janine. “Assim, desencadeamos medidas preventivas, como calçados antiderrapantes, orientações para os familiares tomarem cuidado redobrado e grades mais elevadas nas macas. Qualquer risco na beira do leito também sinalizávamos no prontuário, para alertar a equipe.”


4

TERÇA-FEIRA, 14

DE JANEIRO DE

2020

www.alo.com.br

istrito Federal D

BRASÍLIA

ALO JORNAL

JEFTÉ FAUSTINO Um jornalista apaixonado por novidades tecnológicas e culturais

Switch domina, no Japão Uma revista japonesa, Famitsu, publicou a lista dos jogos mais vendidos no Japão. Sem muita surpresa, os 20 jogos mais vendidos foram do Nintendo Switch. No topo da lista estão Pokémon Sword & Shield, Luigi’s Mansion 3, Mario Kart 8 Deluxe e Minecraft: Nintendo Switch Edition. Integrando a lista dos 30 mais vendidos está The Legend of Zelda: Breath of the Wild, que completou 3 anos e ainda segue popular.

Celular para ler As telas dos smartphones podem causar desconforto na vista após longos períodos de leitura.Pensando nisso a marca chinesa Hisense apresentou na CES 2020 o primeiro smartphone com tela e-ink (tinta eletrônica) colorida do mundo. O display e o mesmo que está presente em e-readers como o Kindle e funciona com uma pigmentação eletrônica que forma as imagens e caracteres. A mudança faz com que o dispositivo gaste menos bateria.

O conteúdo do artigo é responsabilidade de seu autor e não representa a opinião deste jornal.

Reprodução

Projeto cria delegacias especializadas no atendimento a pessoas com deficiência Agência Brasília

PEC torna imprescritíveis e inafiançáveis os crimes de feminicídio e estupro A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 75/19 torna imprescritíveis e inafiançáveis os crimes de feminicídio e estupro. Segundo a autora, senadora Rose de Freitas (Pode-ES), a PEC aprovada pelo Senado tem como objetivo “reduzir a possibilidade de fuga de assassinos de mulheres”. Se for aprovada, a alteração na Constituição fará com que suspeitos de feminicídio e estupro possam ser investigados a qualquer tempo, independentemente da da-

ta em que o crime foi cometido. O texto também impede o pagamento de fiança para o livramento condicional do acusado. Pela lei brasileira, feminicídio é o homicídio cometido contra mulheres por razões da condição de sexo feminino, motivado por violência doméstica ou discriminação à condição feminina. Atualmente, esse tipo de crime prescreve após 20 anos. O texto vigente da Constituição Federal estabelece que

o racismo e a ação de grupos armados contra o Estado são inafiançáveis, imprescritíveis e sujeitos a pena de reclusão. A admissibilidade da PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Caso seja aprovada, a proposta será analisada por comissão especial constituída especificamente para esse fim. Em seguida, será votada em dois turnos pelo Plenário da Câmara.

O Projeto de Lei 5746/19 determina que os estados e o Distrito Federal instalem em seus territórios delegacias especializadas no atendimento a pessoas com deficiência. Pelo texto, do deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), municípios com mais de 100 mil habitantes deverão contar com uma unidade. A proposta tramita na Câmara dos Deputados. “A medida se faz necessária para melhorar a prevenção, o cuidado, a proteção e a dignidade da pessoa humana. Essa é uma ferramenta essencial e fundamental, pois permitirá o planejamento e o combate de eventos criminosos contra pes-

soas com deficiência”, justifica Ribeiro. Segundo o projeto, as equipes que formarem as novas delegacias contarão com policiais especializados, assistentes sociais, psicólogos e intérpretes de libras e de braile. Se a medida for aprovada e virar lei, os estados terão dois anos para criar suas delegacias, sob pena de não receberem recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. O projeto acrescenta um artigo ao Estatuto da Pessoa com Deficiência, na parte que trata do acesso à Justiça.

Projeto isenta de direito autoral a reprodução de Projeto garante medicamentos a obras de interesse turístico paciente com quadro irreversível O Projeto de Lei 5674/19 libera do pagamento de direitos autorais a reprodução de obras de arte e a exploração comercial de fotografias, miniaturas ou adereços de monumentos ou edificações, quando a finalidade for a divulgação turística. A proposta acrescenta a medida à Lei dos Direitos Autorais (9.610/98).

O autor, deputado Marcelo Moraes (PTB-RS), disse que o objetivo da proposta é beneficiar artesãos e comerciantes que tiram seu sustento da fabricação e da venda de suvenires em pontos turísticos. “A legislação vigente exige que o comércio dessas reproduções dependa de autorização prévia e expressa do detentor do di-

reito autoral. Dessa forma, inviabiliza-se financeiramente a atividade legal de milhares de pessoas que vivem da divulgação de atrativos turísticos”, observa. O parlamentar acrescenta que as reproduções desempenham função importante na divulgação turística nacional e internacional.

Proposta inclui atendimento processual por telefone entre os direitos do advogado O Projeto de Lei 3752/19 inclui entre os direitos do advogado o atendimento processual por meio de contato telefônico, desde que os processos não estejam em segredo de justiça. O texto insere dispositivo no Código de Pro-

cesso Civil. A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. “Ao expandir o rol de direitos previstos, o projeto de lei busca aprimorar ainda mais o acesso à informação, notadamente de litigantes e de seus

respectivos advogados”, afirmou o autor, deputado Célio Studart (PV-CE). Tramitação O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

O Projeto de Lei 5890/19 obriga a administração pública a fornecer medicamentos especiais a pessoas com quadros de saúde irreversíveis mesmo durante o tratamento fora do hospital. Segundo o autor, deputado Charles Fernandes (PSD-BA), o objetivo é assegurar condições dignas de sobrevivência a pacientes que recebem alta e não dispõem de meios para seguir o tratamento em suas próprias residências. “Pretende-se também a redução das internações hospitalares. Acredita-se que, por meio dessa iniciativa, seja possível reduzir

gastos e aliviar de alguma forma a carência do paciente que passa por esse tipo de tratamento”, justifica o autor. De acordo com o texto, o fornecimento dos medicamentos está condicionado à comprovação de necessidade a ser atestada por autoridade competente. A proposta determina ainda que as famílias deverão ser assistidas, apoiadas e orientadas sobre o uso dos medicamentos fornecidos aos pacientes. Caberá às instâncias gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS) a distribuição correta dos medicamentos.


5

www.alo.com.br

TERÇA-FEIRA, 14

DE JANEIRO DE

2020

marlenegaleazzi@gmail.com

Marlene Galeazzi

ALO

BRASÍLIA

JORNAL

lash F

ADVOGADOS NO ALTAR Em cerimônia para 150 familiares e poucos amigos, os advogados Ivan Morais Ribeiro e Nádia Beatriz Capistrano da Silva trocaram as alianças. O evento foi no intimista e belo Espaço Flores do Cerrado, dois dias antes da virada do ano. Buffet Oliveira agradou os presentes. Agora, o casal vive o amor em clima de lua de mel durante cruzeiro pela América do Sul. Fotos de Hércules Junior

Os noivos na hora do sim

Noivo chegando

A noiva em direção ao altar

Um beijo para selar o amor

O documento do casamento

Já marido e mulher

Após a cerimônia, pétalas de rosa sobre o casal

Um brinde para o amor

Os dois dançando romanticamente

As alianças dentro de uma rosa


6

TERÇA-FEIRA, 14

DE JANEIRO DE

2020

www.alo.com.br

conomia E

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Investimentos no país recuaram 1% em novembro Investimentos recuaram 1% em novembro no Brasil, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O recuo, em relação a outubro de 2019, foi verificado no chamado Indicador Ipea Mensal de Formação

Bruta de Capital Fixo (FBCF), que mede os investimentos em aumento da capacidade produtiva da economia e na reposição da depreciação do seu estoque de capital fixo. A comparação refere-se aos números dessazonaliza-

dos, ou seja, excluindo-se a influência de determinados fatores de épocas do ano na economia. Com isso, é possível comparar os resultados obtidos em meses distintos. O recuo foi menor do que o observado de setembro para

outubro de 2019, na série com ajuste sazonal, quando houve redução de 2,2% no FBCF. O FBCF é calculado pelo investimento feito em três segmentos: máquinas e equipamentos, construção civil e outros ativos fixos.

De outubro para novembro, a queda no indicador foi puxada pela redução de 4% nos investimentos de máquinas e equipamentos. Na construção civil, houve avanço de 0,5% e, no segmento outros ativos fixos, de 0,4%.

Editais

Agência Brasil

Petrobras reduz preço da gasolina e diesel nas refinarias A Petrobras confirmou, há pouco, redução de 3% no preço do diesel e da gasolina para as refinarias. A medida entra em vigor hoje (14). O último reajuste anunciado pela companhia para a gasolina foi em 1º de dezembro do ano passado e, para o diesel, no dia 21 daquele mês. A medida não surpreendeu o mercado, disse o presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis),

Paulo Miranda Soares. Soares lembrou que, quando começou a tensão entre Irã e Estados Unidos, o preço do petróleo no mercado internacional subiu de US$ 64 para US$ 70 o barril. Como o preço já voltou ao patamar anterior, Soares disse que a tendência é de queda do preço dos dois combustíveis no mercado interno brasileiro. “É absolutamente normal e esperada essa atitude da Petrobras.” O presidente da Fecom-

bustíveis ressaltou, porém, que, para o consumidor, a redução do preço deve demorar algum tempo, porque as distribuidoras têm que gerir o estoque, estimado entre 15 milhões e 20 milhões de litros. “Só baixa o preço quando ela [distribuidora] vender o estoque que comprou mais caro”. Para chegar à bomba, deve demorar 15 dias, “porque a concorrência é muito grande no setor de revenda”, disse Soares.

Agência Brasil

Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,58%

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram a estimativa para a inflação este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) caiu de 3,60% para 3,58%. A informação consta no boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central (BC) que traz as projeções de instituições para os principais indicadores econômicos. Para 2021, a estimativa de inflação se mantém em 3,75%. A previsão para os anos seguintes também não teve alterações: 3,50% em 2022 e 2023. A projeção para 2020 está abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente definida em 4,5% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). De acordo com as instituições financeiras, a Selic deve se manter em 4,5% ao ano até o fim de 2020. A manutenção da Selic, como prevê o mercado financeiro, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação. Para 2021, a expectativa é que a taxa básica suba para 6,25%. E para 2022 e 2023, as instituições estimam que a Selic termine.

União vai leiloar imóveis localizados em Brasília Divulgação

tro imóveis localizados em Brasília, no Distrito Federal, em leilões marcados para os dias 28 e 30 de janeiro.

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União do Ministério da Economia pretende arrecadar R$ 267,2 milhões com a venda de qua-

Agronegócio brasileiro exportou US$ 96,8 bilhões em 2019

As exportações do se-

A secretaria lançou concorrências públicas para a venda de um terreno de 64.949 metros quadrados, na região de Brasília, conhecida como Octogonal, e de três casas localizadas no Lago Sul, área nobre da capital federal.

A medida está detalhada nos avisos de licitação – Concorrência Pública SPU números quatro e cinco, publicados no Diário Oficial da União em 22 de novembro de 2019. As sessões públicas para a entrega de propostas serão realizadas, a partir das 15h, na sede do Ministério da Economia, no Bloco K da Esplanada dos Ministérios, no dia 28 de janeiro pa-

ra a alienação das casas do Lago Sul, e no dia 30 de janeiro para a venda do terreno na Octogonal. As propostas e a documentação devem ser apresentadas até as 16h e a abertura dos envelopes ocorrerá às 16h10, em ambas as datas. Todas as informações e os editais dos imóveis mencionados estão disponíveis no site Economia - Venda de Imóveis da União.

tor do agronegócio somaram US$ 96,8 bilhões no ano passado. Esse valor representa 43,2% do total exportado pelo Brasil, segundo a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da

Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os dados mostram leve crescimento do setor nas exportações totais do país. Em 2018, essa participação havia sido de 42,3%. O destaque foi o comércio de milho, carnes e

algodão. O milho registrou volume recorde de exportação, com 43,25 milhões de toneladas. O recorde anterior foi registrado em 2017, com 29,25 milhões de toneladas do cereal exportadas.


7

TERÇA-FEIRA, 14

DE JANEIRO DE

2020

www.alo.com.br

ida & Lazer V

“Aventura na Floresta” Em período de férias escolares, o Alameda Shopping traz uma nova proposta para a diversão das crianças. O complexo “Aventura na Floresta” consiste num tradicional playground ambientado com elementos que remetem a regiões florestais. O espaço é equipado com tobogã, dois escorregadores, piscina com mais de 50 mil

bolinhas e obstáculos para entreter os pequenos. A estrutura estará disponível ao público, a partir de hoje(13). Serviço: “Aventura na Floresta” Local: Alameda Shopping - CSB 2 Lote 01 a 04 – Taguatinga – Piso Alameda

Cine Brasília exibe ‘Parasita’, filme indicado ao Oscar Reprodução Funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 21h, aos domingos (12h às 18h, quiosques e lojas) e, 12h às 20h (praça de alimentação). Valor: R$1 por minuto e R$25, por 30 minutos

Último mês para conferir a exposição BJÖRK Reprodução

O Ministério da Cidadania e o Banco do Brasil apresentam e patrocinam a exposição internacional Björk Digital em Brasília, em cartaz desde 03 de dezembro de 2019 até 09 de fevereiro de 2020. Em pouquíssimas cidades os conteúdos imersivos criados pela artista em colaboração com alguns dos mais inovadores artistas visuais do mundo, como James Merry, Andrew Thomas Huang e Jesse Kanda, foram disponibilizados

ao público de forma gratuita, como vem sendo no Brasil. No mês de férias escolares, a exposição de mostra ainda como uma ótima pedida para as famílias, já que adolescentes com mais de 14 anos podem participar. Além de conteúdos imersivos em realidade aumentada pelos clipes da artista, a exposição permite ainda acesso gratuito ao app Biophilia, projeto educativo de Björk. O aplicativo tem sido

utilizado em escolas dos países escandinavos como um recurso extra no estímulo à criatividade, sendo possível entrar em contato com diversos processos artísticos por meio dele. A exposição é dividida em duas partes: Galeria 1 e Galeria 2. A primeira parte é composta por quatro seções e traz os clipes em VR das faixas do álbum Vulnicura (2015): Stonemilker, Black Lake, Mouth Mantra, Quicksand, Family e Notget. De uma performance intimista na praia de Grótta, na Islândia, a um mergulho na boca da Björk, passando por interações com os avatares digitais da artista, os vídeos interativos exploram a tecnologia da realidade virtual, ressaltando a vocação de Björk como uma das artistas mais vanguardistas de nossa época. A visitação é organizada de 20 em 20 minutos, aproximadamente, em grupos de 25 pessoas.

Feira de cervejas artesanais este fim de semana no Pátio Divulgação

Uma cerveja gelada combina demais com o calor que está fazendo no DF nesses últimos dias, né? E se for para estrear o calendário 2020 de um evento que

já virou tradição em Brasília, melhor ainda! Nos dias 17 e 19 de janeiro (sexta a domingo), o Pátio Brasil recebe a primeira edição do ano da feira

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Beba Do Quadrado, evento mensal que divulga a produção de cervejas artesanais do DF. Uma oportunidade para beber diretamente da fonte, daqueles que produzem os melhores rótulos do nosso quadradinho. O evento acontece das 12h às 22h, na área externa do Pátio Brasil. E tem novidade também! Esta edição terá a ChoppUp, uma chopeira mágica e diferente que enche o copo por baixo e chega a servir até doze chopes em um minuto. O evento é gratuito.

O Cine Brasília conta com estreias de títulos emblemáticos para a programação desta semana. Até o próximo dia 22, o público poderá conferir na telona longas-metragens premiados nos principais festivais de cinema do mundo, como Parasita e Synonyms. Além disso, continua em cartaz o sucesso de bilheteria O Farol. Vencedor do Globo de Ouro 2020 na categoria Melhor Filme de Língua Estrangeira, o longa sul-coreano Parasita também foi premiado em maio de 2019 com o prêmio máximo de Cannes, a Palma de Ouro. A trama promete envolver o público ao contar a história da família de um jovem que começa a dar aulas de inglês a uma garota rica e se encanta com a realidade luxuosa de sua aluna. O drama misterioso aborda o fascínio do jovem professor, revelando um sentimento de ambição, que o motiva a arquitetar um plano para infiltrar toda a sua família na re-

alidade de vida da estudante rica, um a um. No entanto, os segredos e mentiras necessários à ascensão social custarão caro aos envolvidos. Também classificado pelo Critics Choice Movie Award como Melhor Filme Estrangeiro, a produção dirigida pelo sul-coreano Bong Joon Ho também recebeu várias indicações ao Oscar nas categorias Melhor Filme, Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Original. Com prestigio interna-

cional, o diretor Bong Joo Ho considera a trama de um estilo muito particular da cultura local, porém com um caso de família de fácil entendimento para o público. Sobre o filme ser em língua estrangeira, Joo Ho destacou, ao receber o Globo de Ouro, a relação do público em geral com a aceitação de filmes de diversos países. “Quando vocês conseguirem superar a barreira da legenda, vão descobrir filmes maravilhosos. Nossa língua é uma só: o cinema” ressalta.


8

Q U I N TA - F E I R A , 0 9

DE JANEIRO DE

2020

www.alo.com.br

ida & Lazer V

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Profile for Alô Brasília Comunicações Ltda

Ter, 14/01/2020  

Ter, 14/01/2020

Ter, 14/01/2020  

Ter, 14/01/2020