Page 1

ALO 04 DEZ 2019

BRASÍLIA

JORNAL

www.alo.com.br @alobrasilia

/alobrasilia

@alobrasilia

61 9147-5714

ANO 12 - Nº 2838  QUARTA-FEIRA  DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

MAIA DIZ QUE COMISSÃO ESPECIAL DE PEC DA 2ª INSTÂNCIA SERÁ INSTALADA HOJE Segundo o presidente da Câmara, o cronograma dos trabalhos irá depender do presidente e relator da comissão

Página 02

DEFESA CIVIL EMITE ALERTA PARA CHUVAS INTENSAS NO DF

O aviso foi enviado aos telefones cadastrados no sistema do órgão. Para recebê-los, é necessário fazer um cadastro prévio, enviando o CEP para o número 40199 Página 03

NOVACAP E SEDUC SE UNEM PARA CONSTRUIR O MUSEU DA EDUCAÇÃO Gestores buscam garantias de recursos e viabilizam processo de licitação ainda em dezembro

Página 03

REFORMA TRIBUTÁRIA PARA O SETOR DE TICS É TEMA DE AUDIÊNCIA O deputado já realizou audiências públicas com os setores: atacadista e cooperativas

Página 04

ANVISA AUTORIZA FABRICAÇÃO E VENDA DE MEDICAMENTOS À BASE DE CANNABIS Página 02


2

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

2019

www.alo.com.br

acional N

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Governo lança plano para levar saneamento a áreas rurais

Comissãoaprovaisençãodetaxaparaestudantes carentes tirarem passaporte A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou ontem (3) o Projeto de Lei (PL) 861/2019, que isenta do pagamento da taxa de passaporte os estudantes brasileiros carentes que forem estudar, pesquisar ou participar de alguma extensão fora do Brasil. A matéria segue agora para análise da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Apresentada pelo senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), a proposta original isentava todos os estudantes do pagamento de taxas ou emolumentos pela emissão de passaportes e to-

dos os demais documentos de viagem. O objetivo, segundo o parlamentar, era reduzir os custos de saída do país para os estudantes que quiserem aprimorar seus conhecimentos no exterior. “Sabe-se que o custo da emissão do passaporte brasileiro é um dos mais altos do mundo”, diz o senador na justificativa do projeto, lembrando que o valor da taxa de concessão hoje é de R$ 257,25. O relator, Styvenson Valentim (Podemos-RN), recomendou a aprovação da matéria. Para o senador, o poder público deve criar ações que favoreçam vivências

acadêmicas internacionais aos estudantes brasileiros. No entanto, ele apresentou emenda para que apenas estudantes comprovadamente carentes tenham o direito ao benefício. “Não nos parece razoável que a coletividade arque com os custos da emissão de passaportes e de outros documentos de viagem dos respectivos requerentes que tenham condições financeiras para pagar os encargos pertinentes, mesmo que sob motivação de viagem de natureza acadêmica”, defende o senador.

Maia diz que comissão especial de PEC da 2ª instância será instalada hoje O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que será instalada hoje (4) a comissão especial que irá se debruçar sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a prisão de quem for condenado na segunda instância da Justiça. Segundo ele, o cronograma dos trabalhos irá depender do presidente e relator da comissão. Maia ainda disse que é papel do Congresso “ter coragem” de mostrar à população qual é a melhor

forma de dar encaminhamento ao tema. Para ele, a PEC escolhida para ser encaminhada na Câmara é a que garante mais segurança jurídica ao assunto. “Estamos trabalhando com a PEC que a gente tem certeza que garante mais segurança jurídica. Se for para jogar para a galera aprovar qualquer coisa que depois o Supremo (Tribunal Federal) vai derrubar e continuar com esse ciclo de insegurança, a gente pode fazer cena. Mas eu acho que o papel

do Congresso é ter coragem de falar às pessoas o que do nosso ponto de vista é o melhor encaminhamento desse tema para se resolver de forma definitiva”, disse o presidente da Casa. O texto já foi aprovado na CCJ da Câmara e agora precisa passar por uma comissão especial. A proposta aprovada foi apresentada pelo deputado Alex Manente (Cidadania-SP) e modifica os artigos 102 e 105 da Constituição Federal.

O governo federal lançou ontem (3) o programa Saneamento Rural Brasil, que estabelece diretrizes e metas para a implantação de esgotamento sanitário e abastecimento de água em áreas rurais de todo o país. Coordenado pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), autarquia vinculada ao Ministério da Saúde, o programa pretende, pelos próximos 20 anos, realizar obras de infraestrutura em saneamento básico que podem beneficiar mais de 39 milhões de pessoas. São áreas prioritárias para investimentos os distritos municipais, as agrovilas, as comunidades quilombolas, as reservas indígenas e os assentamentos rurais. “O programa identificou aquilo que precisa ser

feito e também deu caminhos de como fazer, e os recursos necessários para os próximos 20 anos. Os recursos serão tanto recursos públicos, como também recursos privados”, afirmou o presidente da Funasa, Ronaldo Nogueira, em coletiva de imprensa após o lançamento do programa, no Palácio do Planalto.

Com base nas metas propostas no programa, o governo estima que serão necessários investimentos de R$ 218,94 bilhões até 2038, para execução de obras como abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e manejo de águas pluviais. O programa também prevê ações educativas e de gestão.

Anvisa autoriza fabricação e venda de medicamentos à base de Cannabis A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou regulamento para a fabricação, importação e comercialização de medicamentos derivados da Cannabis. Norma será publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias e entrará em vigor 90 dias após a publicação. A decisão foi tomada por unanimidade pela diretoria colegiada da agência reguladora. O parecer apresentado em reunião ordinária pública nesta terça-feira (3), em Brasília, está disponível na internet. O medicamento só poderá ser comprado me-

diante prescrição médica. A comercialização ocorrerá exclusivamente em farmácias e drogarias sem manipulação. Conforme nota da Anvisa, “os folhetos informativos dos produtos à base de Cannabis deverão conter frases de advertência, tais como ‘O uso deste produto pode causar dependência física ou psíquica’ ou ‘Este produto é de uso individual, é proibido passá-lo para outra pessoa’”. “Essa é uma excelente notícia, um avanço. Torna mais democrática a possibilidade de prescrição”, assinala o neurologista Daniel Campi, vice coordenador

do Departamento de Dor da Academia Brasileira de Neurologia (ABN). Segundo ele, pacientes que conseguiam autorização de uso do medicamento estavam gastando mais de R$ 2,5 mil por mês. Visão crítica O especialista, no entanto, pondera que “é preciso ter visão mais crítica” sobre as potencialidades do medicamento. Segundo ele, “há um gap” entre a demanda pelo medicamento “para a melhora da qualidade de vida” e o conhecimento sobre em quais pacientes e circunstâncias produtos a base de Cannabis terão efeito.

Twittando Senador comenta aumento da carne

JORNAL

ALO

BRASÍLIA

Alô Brasília Comunicação Ltda. CNPJ: 09612937/0001-92 Matriz: Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 5, Bloco K, nº 17, Ed. Ok Office Tower, 13º andar. Asa Sul, Brasília, DF - CEP: 70.070-050 Telefone: 98565-6473 comercial@alo.com.br

DIREÇÃO

IMPRESSO Presidente: Guilherme Queiroz Diretor: Hélio Queiroz Editor Chefe: Reynaldo Rodrigues Comercial: Francis Leandro Circulação: Marco A. Queiroz Colunista social: Marlene Galeazzi

PORTAL Presidente: Guilherme Queiroz Diretor: Hélio Queiroz Comercial: Francis Leandro

Tel: 3223-3410

“Palmas para o “mito” Bolsonaro! Seu feito? Está conseguindo fazer um governo parecido com aquele da inflação recorde que o brasileiro não tem saudade. A disparada de preços atual é idêntica e parece não haver jeito para segurá-los.” @senadorhumberto


3

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

2019

www.alo.com.br

istrito Federal D

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Mamógrafos da rede pública têm função de Governo condecora 236 servidores com acessibilidade Medalha do Mérito Buriti Paulo H. Carvalho

Agência Brasília

Com a chegada de cinco novos mamógrafos, a rede pública de saúde passa por um processo de renovação tecnológica. Os equipamentos, além de permitir melhor detalhamento dos exames, facilitam o acesso de cadei-

rantes e pessoas com nanismo, uma ótima notícia, especialmente na data em que se comemora, em todo o mundo, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Os equipamentos de última geração permitem

adaptação de altura – funcionalidade que garante acessibilidade e inclusão às mulheres que necessitam fazer mamografia nas unidades da pasta. Essa possibilidade é, também, mais uma ação de humanização dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde no Distrito Federal. Dos cinco aparelhos, três já estão em operação no Hospital Regional de Sobradinho, Materno Infantil de Brasília e Base. Os outros dois estão no Hospital Regional de Taguatinga e no Centro de Radiologia de Taguatinga (CRT).

Melhorias

Como forma de reconhecer o trabalho do funcionalismo para melhorar a produtividade ou reduzir gastos públicos do Distrito Federal, 236 servidores receberam a Medalha do Mérito Buriti de 2019. A solenidade de entrega aconteceu no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A condecoração é destinada a agraciar agentes públicos e membros da sociedade civil pela dedicação e zelo do desempenho das funções e por relevantes serviços prestados à sociedade e ao Governo do Distrito Federal. Secretários de Estado, diretores de empresas públicas, parlamentares, representantes de institui-

ções, empresários e servidores públicos estavam entre os homenageados. Nilson Santos era só emoção. Aos 51 anos, ele celebra três décadas dedicadas ao funcionalismo público. Servidor da Secretaria de Esporte e Lazer, ele revela que a honraria foi, por muito tempo, um sonho. “Dez anos atrás eu olhava a lista de agraciados e só tinha o alto escalão. Meu dia chegou. Me sinto muito honrado, é a realização de um sonho”, comemorou. A notícia da homenagem chegou por uma ligação do chefe de Nilson e ele não conseguiu segurar o choro. Até festa em casa ele fez. “É uma medalha que veio por reconhecimento. Gosto mui-

to de ser servidor, trabalho com muito carinho”, disse. Ouvidor na Administração da Candangolândia, Amphrísio Romero Filho, 49 anos, se diz apaixonado pelo serviço público. “A gente vê desde o início da demanda até a conclusão. São 25 anos dedicados ao Governo do DF. Essa medalha é uma coroação de um trabalho feito com muito amor”, revelou o homem, sob os olhares orgulhosos da esposa.

Os novos mamógrafos de Taguatinga substituem outros dois com menos recursos tecnológicos e que não realizavam o agulhamento – capacidade para realizar procedimentos de biópsia. Outra vantagem é a baixa emissão de radiação durante o exame. “Os novos aparelhos vieram para modernizar e melhorar a qualidade do atendimento às nossas pacientes. Com eles, teremos imagens mais definidas, o que auxiliará os médicos na hora do diagnóstico, podendo acelerar o início do tratamento já que diminui a necessidade de repetir o exame”, avalia o superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Luciano Agrizzi.

Chuvas: Defesa Civil emite mais um alerta

Mamografia

Para quem estiver na rua quando começar uma chuva, a Defesa Civil faz as seguintes recomendações:

O exame de mamografia é recomendado pelo Ministério da Saúde para mulheres que tenham entre 50 e 69 anos. As que têm 35 anos ou mais, se tiverem histórico na família de câncer de mama bilateral, de ovário ou outro tipo, também devem fazer o exame. Todas as unidades básicas de saúde estão preparadas para fazer o acolhimento e realizar o pedido dos exames.

DER inicia pavimentação de trechos em Vicente Pires Em continuidade às obras de infraestrutura do Setor Habitacional Vicente Pires, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) iniciou o serviço de pavimentação de 600 metros na Rua 3 – entre as ruas 8 e 10 da cidade. O trabalho é executado por administração direta. As obras de drenagem em parte da Rua 3 e na Rua 8 tiveram início em agosto deste ano, após a retomada do contrato do Lote 8 firmado com a empresa GAE. Em apenas quatro meses, foram executados mais de 5 quilômetros de redes de dre-

nagem e, agora, ambas as vias estão prontas para receber o tão esperado asfalto. Trabalho conjunto “As redes de drenagem nas ruas 3 e 8 foram realizadas em tempo recorde”, destaca secretário de Obras, Izidio Santos Junior. “Em apenas quatro meses, investimos mais de R$ 6 milhões. Não conseguiremos asfaltar as duas vias de forma integral neste ano, mas, com a ajuda do DER, conseguiremos entregar mais 600 metros da Rua 3”.

O engenheiro responsável por esse trabalho de parceria, Paulo Robert Santos, do 3º Distrito Rodoviário do DER/DF, reforça a importância da ação conjunta entre os órgãos para que a população tenha a demanda atendida em tempo satisfatório. “Esta não é a primeira vez que trabalhamos juntos nas obras de Vicente Pires, e a parceria vai prosseguir”, lembra. “É uma determinação do governador Ibaneis Rocha que estejamos onde a população precisar”.

DF mantém os atuais 10% do repasse no FCO Com o voto de minerva (contra o DF) do presidente do Condel, ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, foi definido nesta segunda-feira, durante a 13ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo do Desen-

volvimento do Centro-Oeste (Condel/Sudeco), que o Distrito Federal manterá os 10% do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), em 2020. Havia uma expectativa de que o DF poderia vir a ter aumentando para 13%.

Canuto sinalizou, durante todo o processo que ficaria a favor do DF, mas no momento do seu voto manifestou-se contra, causando estranheza ao vice-governador Paco Britto – que representou o GDF no encontro.

A Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, vinculada à Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), emitiu mais um alerta de chuvas fortes, via SMS. O aviso foi enviado aos telefones cadastrados no sistema do órgão. Para recebê-los, é necessário fazer um cadastro prévio, enviando o CEP para o número 40199. De acordo com o subsecretário de Defesa Civil, coronel Sérgio Bezerra, é importante que o Brasiliense esteja atento e siga as orientações do órgão. “É importante a população permanecer atenta. Para evitar acidentes, no trânsito, se condutor não conseguir ver o meio-fio, que tem em tor-

no de 25 centímetros de altura, o ideal é mudar de rota para não perder o veículo e nem arriscar a própria vida”, orienta Bezerra. Seguem as orientações:

– Não segurar objetos metálicos longos, como varas de pesca e tripés; – Não empinar pipas ou aeromodelos com fio; – Não andar a cavalo; – Não permanecer na água; – Evitar lugares que ofe-

reçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construções não protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veículos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas; – Não permanecer em áreas abertas, como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos; – Não permanecer no alto de morros ou no topo de prédios; – Não se aproximar de cercas de arame, varais metálicos, linhas elétricas aéreas e trilhos; – Nunca se abrigue debaixo de árvores isolada

HRT faz implante de esfíncter uretral Agência Brasília

Dois pacientes da Unidade de Urologia do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) passaram pela cirurgia de implante de esfíncter uretral na última semana da força-tarefa do Novembro Azul. O procedimento, inédito no hospital, passou a ser realizado na rede pública de saúde do Distrito Federal, regularmente, neste ano, quando foi normalizada a compra do aparelho. Antes disso, apenas os pacientes judicializados conseguiam a prótese. O primeiro a receber o aparelho foi o paciente João Baldoino de Camargos, 65 anos, que possuía incontinência urinária grave, resquício

de uma prostatectomia radical realizada há três anos. “Conseguir esse esfíncter foi mais demorado. Eu procurei a defensoria pública do DF e, depois, a federal. Foi assim que eu consegui. Agora, terei mais qualidade de vida. Viver com incontinência é difícil”, relatou o ex-motorista de cargas. Pouco antes da cirurgia, João aparentava muita calma e satisfação. “Aqui, eu não tenho do que reclamar. O atendimento é muito bom”, insistia. Ele estava acompanhado da esposa, Maria Nicolina Camargos. Prevenção O paciente João Baldoino conta que só descobriu que ti-

nha câncer de próstata porque foi ao médico da unidade de saúde para fazer um check-up de rotina. E deixa um recado a todos os homens. “Eu acho que o brasileiro deveria fazer prevenção todo ano, principalmente depois dos 50. Eu descobri o câncer na próstata porque fui fazer um check-up e, por coincidência, apareceu o início. Fiz a biópsia e a cirurgia”, revelou.


4

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

2019

www.alo.com.br

istrito Federal D

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Mutirão do programa Simplificação mobiliza Anexo do Palácio do Buriti passará por empreendedores de Taguatinga manutenção preventiva Agência Brasília

Agência Brasília

Em apenas quatro dias, o Mutirão da Simplificação atendeu a quase 1,5 mil empresários e futuros empreendedores na região de Taguatinga. Além da abertura de empresas, entre os dias 26 e 29 foram oferecidas palestras, oficinas e cursos para melhorar o gerenciamento, principalmente das microem-

presas. A estrutura provisória foi montada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O mutirão também ofereceu seminários temáticos sobre coaching, gerenciamento de vendas, controle financeiro e plano de marketing. A maior parte das demandas durante o mutirão foi para regularização de quem pretende criar ou ampliar seu próprio negócio. “Foram muitos atendimentos da Receita Federal e do Conselho Regional de Contabi-

lidade, como parcelamentos de débito de microempreendedores individuais”, disse a analista de Gestão Estratégica e Políticas Públicas do Sebrae, Ludmila Castro. Os serviços oferecidos durante o mutirão são uma extensão do trabalho diário do Simplifica PJ, unidade da SDE que funciona em Taguatinga (QI 19, lotes 28/32) e reúne diversos órgãos do governo voltados para abertura, regularização, licenciamento, capacitação e baixa de empresas.

Câmara celebra o Dia do Marinheiro em sessão solene A Câmara Legislativa do Distrito Federal prestou homenagem aos membros da Marinha do Brasil. A solenidade, iniciativa do deputado Roosevelt Vilela (PSB), celebrou o Dia do Marinheiro comemorado em 13 de dezembro, data de nascimento do almirante Tamandaré, o patrono da Marinha. Ao redor da costa brasileira há uma área de 5,7 milhões de quilômetros quadrados que o Brasil tem o direito de explorar, a Amazônia Azul. Além de

escoar 95% do comércio internacional brasileiro, a Amazônia Azul é de onde é extraído 85% do petróleo e 75% do gás natural do país, também é de onde vem 45% do pescado nacional, fonte de renda e subsistência direta e indireta de cerca de 3 milhões de pessoas. Devido à importância que representa, a proteção da área é uma das principais missões do ramo marítimo das Forças Armadas. Para Roosevelt, os marinheiros são verdadeiros guardiões do nosso país, sempre

trabalhando com patriotismo, lealdade e honestidade de propósito. “Fazemos questão de deixar registrado a nossa admiração pela Marinha que é exemplo de honra e serviço ao Brasil. O vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu explicou que essa, e as demais atribuições da instituição, são executadas com êxito e de acordo com, o que ele considera, os quatro pilares da corporação: dedicação, amor à corporação e à pátria, responsabilidade e a sensação de pertencimento.

Deficientes visuais expõem telas em técnicas variadas na CLDF Um dos grandes desafios dos museus e demais espaços expositivos tem sido a inclusão: permitir o acesso, na acepção ampliada da palavra, a todos os públicos, como os deficientes visuais. Como há regras implícitas nesses locais, muitas vezes reforçada em avisos explícitos, que proíbem, por exemplo, o toque nas obras de arte, pessoas com deficiências, especialmente, em mostras de trabalhos tridimensionais, acabam tendo de se contentar com a descrição das obras, procedi-

mento corrente quanto se trata de exposições bidimensionais. Contudo, algumas instituições têm se esforçado para fazer valer a ideia de incluir os diferentes públicos, seja por meio de programas educativos voltados para visitantes “especiais” ou dispondo obras escultóricas que podem ser “tocadas” por deficientes visuais. Na outra ponta, estão os artistas com alguma deficiência ou cidadãos que querem se expressar por meio de técnicas artísticas, apesar de sua condição.

Colagens – Uma mostra, em cartaz no foyer do plenário da Câmara Legislativa, até sexta-feira (6), apresenta trabalhos realizados por alunos do Centro de Ensino Especial de Deficientes Visuais (CEEDV) do Distrito Federal. Sensibilidade tátil e percepção sensorial são palavras chave no processo de desenvolvimento desses “artistas”, de acordo com a professora Valdete Brandão, que leciona Artes Visuais no CEEDV.

Proposta permite que carros apreendidos sejam usados pela polícia Reprodução

O Projeto de Lei 5738/19 determina que carros apreendidos e sem identificação que

permita encontrar os donos poderão reforçar a frota das forças de segurança da União, dos estados e do Distrito Federal, desde que haja autorização da Justiça. O texto insere dispositivos no Código de Trânsito Brasileiro. A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. “Tais veículos acabam sucate-

ados, destruídos pela ação do tempo e pela falta da manutenção”, disse o autor, senador Elmano Férrer (Pode-PI). “Enquanto isso, as polícias se encontram em situação difícil, com falta de recursos e de aparato para concluir investigações e para atividades de policiamento ostensivo e preservação da ordem pública.”

A passarela (estrutura da marquise) da entrada norte do Anexo do Buriti passará por manutenção preventiva desde segunda-feira (2). Em um primeiro momento, a passagem pela entrada norte ficará interrompida. Assim, usuários e servidores devem utilizar a entrada sul, que fica de frente para a Praça do Buriti. A ação é promovida pela Secretaria de Economia, que

desde o início do ano iniciou uma série de intervenções, reformas e melhorias no anexo. Entre as medidas executadas estão: manutenção dos banheiros, recuperação da calha, recuperação das fachadas, recuperação das placas de mármore, troca de luminárias, impermeabilização e recuperação da escada de emergência e troca geral do quadro de energia, além de instalação de

câmeras de monitoramento na entrada e nas áreas externas do edifício.

Reforma Tributária para o setor de TICs é tema de audiência na CLDF O vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Delmasso (Republicanos), realizará audiência pública para debater sobre a Reforma Tributária no setor de tecnologia da informação e comunicação. O objetivo é tornar o Distrito Federal mais competitivo para atrair novas empresas e trazer mais empre-

gos no DF. O deputado já realizou audiências públicas com os setores: atacadista, cooperativas, agropecuário, varejista, material de construção, shopping center, serviços, indústria e automotivo. Delmasso realizará uma sessão solene para entregar a proposta da reforma tributária ao governador do DF, Ibaneis Rocha.

Foram convidados para compor a mesa: a Secretaria de Fazenda, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio), Sindicato das Empresas de Serviços de Informática do Distrito Federal (Sindesei), Sindicato da Indústria da Informação do Distrito Federal (Sinfor).


5

www.alo.com.br

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

2019

marlenegaleazzi@gmail.com

Marlene Galeazzi

ALO

BRASÍLIA

JORNAL

lash F

A arquiteta Adriana Pestana é quem assina a vitrine de Natal da Objeto Casa. Com estilo easy chic, Pestana pretende explorar a praticidade e sofisticação de maneira inteligente e atraente. A esperadíssima inauguração será dia 10 e na decoração serão utilizados produtos da própria loja de maneira prática e funcional. A grande surpresa será a escolha de peças exclusivas pela competente e criativa arquiteta Adriana Pestana.

Sofia Pereira Chaves, 13 anos, neta do saudoso Lulu Chaves, que marcou época na corte brasiliense, é patinadora do time do Iate Clube de Brasília. Beleza e talento que encantam a todos.

SUCESSO NA INAUGURAÇÃO A Confraria, após ampliar a sua gama de produtos com as linhas casa e office, inova mais uma vez e inaugura o Confraria Studio e Café, no Lago Sul, em final da tarde das mais movimentadas. A anfitriã, Ana Paula Braga Ávila e Silva. Foi perfeita ao receber seus convidado que só tinham elogios ao conferir os produtos brasiliense hoje marcando presença em vários países do mundo.

Renata Foresti, responsável pelo mailing, com a anfitriã Ana Paula

Marli e Karina Lima

Nádia Stella Canhedo e Silvana Costa

ELIÁ SPA Hoje, às 19 horas, com a presença de muitos convidados, será reinaugurado o Eliá Spa , no Shopping Pier 21,durante prestigiado coquetel. O espaço foi totalmente remodelado e promete muitas novidades

Marta Baena e Rosane Machado

Priscyla Pontes e Tati Rabelo

CONFRATERNIZAÇÃO COM POLÍTICA A deputada Celina Leão, amanhã reúne amigos no Lago Sul, para uma confraternização de final de ano. E, como não poderia deixar de ser, a turma aproveita a ocasião amanha o para colocar em dia os assuntos ligados a política.

POSSE NA ALB A escritora Gracia Cantanhede amanhã, quinta-feira, vai tomar posse como membro da Academia de Letras de Brasilia- ALB. Cerimônia na embaixada de Portugal , com início marado parta às 19 horas, Após a posse com a presença de convidados e membros da ALB, será servido um coquetel.


6

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

2019

www.alo.com.br

conomia E Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho

EUSTÁQUIO FERREIRA

Clima, Informação e Tecnologia Os telejornais, assim como os diários impressos, trazem sempre a previsão do tempo. Falam sobre a possibilidade de chuvas, de ventos. Apresentam imagens de vendavais ocorridos, da presença de granizo, as temperaturas ocorridas e as esperadas para o dia. A apresentação do tempo, em geral, tem sido a porta de entrada dos apresentadores de TV. As informações desses meios de divulgação são reduzidas. Muitas vezes são apresentadas por regiões e têm por base gráficos apresentados por laboratórios meteorológicos, que colhem e processam dados obtidos por instalações térreas e também por satélites. O sensoriamento remoto abrange a coleta de dados com aplicações diversas tais como agropecuária e monitoramento de queimadas, detecção e monitoramento de desmatamentos, saúde pública e outras aplicações. Nos anos 70 o Brasil desenvolveu os satélites de Coleta de Dados – SDC, parte da Missão Espacial Completa Brasileira – MECB, que tinha como um dos principais objetivos capacitar e habilitar o país a desenvolver sistemas espaciais. O SCD-1 foi lançado em fevereiro de 1993. Foram lançados ainda o SCD-2, SCD-2A e SCD-3.* Hoje os telejornais continuam a oferecer previsões apesar de que cada um dispõe em seu aparelho telefônico celular de informações atualizadas, com previsões hora a hora, para a sua cidade. Com o avanço da tecnologia as informações, especialmente com a introdução das redes 5G teremos, possivelmente informações detalhadas para cada bairro. *Sensoriamento Remoto - Angélica di Maio et alii - 2008 O conteúdo do artigo é responsabilidade de seu autor e não representa a opinião deste jornal.

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e que visa antecipar tendências do mercado de trabalho ficou em 85,8 pontos em outubro. O índice registra o menor nível desde maio deste ano. A queda foi de 1,3 ponto em relação a setembro, quando estava em 87,1 pontos. Segundo a FGV, a queda mostra a dificuldade de “uma reação mais robus-

ta do mercado de trabalho”. O IAEmp, que tem uma escala de zero a 200 pontos, é calculado com base nas expectativas de consumidores e de empresários da indústria e dos serviços numa combinação das pesquisas Sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor, também medidos pela FGV. Em outubro, a indústria foi a principal responsável por puxar o índice para baixo.

Centro de Inovação de turismo, Wakalua chega ao Brasil O Ministério do Turismo, em parceria com o Organização Mundial de Turismo (OMT), anunciou ontem (3), durante a Semana Nacional do Turismo, em Belo Horizonte, a chegada do Wakalua no Brasil, um centro global de inovação para o turismo que impulsiona o desenvolvimento por meio de parcerias público-privadas em 150 países. O Wakalua foi criado em 2019, com sede em Madrid, na Espanha, e envolve

startups [grupo de pessoas procurando um modelo de negócios], investidores, corporações, governos, instituições não governamentais e academia vinculados ao setor de turismo. A primeira iniciativa da Wakalua de grande abrangência foi a competição global de startups de turismo - a OMT - Tourism Startup Competition, que está atualmente em sua segunda edição.

Petrobras inicia venda de campos na Bacia de SergipeAlagoas A Petrobras iniciou no início desta semana (2) a etapa de divulgação da oportunidade referente à venda de sua participação nos campos terrestres de Dó-Ré-Mi e Rabo Branco, localizados na Bacia de Sergipe-Alagoas. De acordo com a companhia, as principais etapas subsequentes do projeto serão informadas oportunamente ao mercado. As principais informações sobre a oportunidade, bem como os

critérios de elegibilidade para a seleção de potenciais participantes, está disponível no site da Petrobras. Em nota, a estatal informou que a divulgação está de acordo com as diretrizes para desinvestimentos da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos.

Desocupação fica estável em 25 das 27 unidades da federação A taxa de desocupação do país no 3º trimestre de 2019 foi de 11,8%, com redução de 0,2 ponto percentual (p.p.) frente ao 2° trimestre de 2019 (12,0%) e estabilidade em relação ao mesmo trimestre de 2018 (11,9%). Considerando-se as variações estaticamente significativas em relação ao trimestre anterior, a taxa recuou em São Paulo (-0,8 p.

p.) e aumentou em Rondônia (1,5 p. p.), permanecendo estável nas demais 25 unidades da federação. Já em relação ao mesmo trimestre de 2018, a taxa subiu em Goiás (1,9 p. p.) e Mato Grosso (1,3 p. p.). Houve quedas em três UFs: São Paulo (-1,1 p. p.) Alagoas (1,7 p. p.) e Sergipe (-2,8 p. p.), com estabilidade nas demais 22 unidades da federação.

BRASÍLIA

ALO JORNAL

PIB cresce 0,6% no terceiro trimestre

Reprodução

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 0,6% no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o trimestre anterior. O resultado foi divulgado ontem (3), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BGE). Na comparação com o terceiro trimestre de

2018, o PIB teve crescimento de 1,2%. No acumulado em quatro trimestres terminados no terceiro trimestre de 2019, o crescimento é de 1,0%, na comparação com mesmo período anterior. Já no acumulado do ano até setembro, o PIB cresceu o mesmo percentual em relação a igual período de 2018.

CNI comemora conclusão de trecho da BR-163 no Pará Divulgação A Confederação Nacional da Indústria (CNI) comemorou a conclusão das obras de um dos trechos da BR-163 no Pará. O serviço foi realizado por militares do 8º Batalhão de Engenharia e Construção (8º BEC) do Exército. Para a CNI, a conclusão da obra vai melhorar o escoamento da produção agroindustrial e a exportação desses produtos.

“A conclusão das obras contribui para desafogar os portos das regiões Sudeste e Sul e coloca as cargas brasileiras mais próximas de parceiros comerciais estratégicos na Europa e em outros importantes destinos para os produtos nacionais”, disse o presidente da CNI, Robson de Andrade. Ainda segundo a CNI, a conclusão da obra vai trazer economia

na logística envolvendo os dois estados.


7

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

www.alo.com.br

etor Produtivo S CNC diz que varejo deve crescer 4,6% em 2019 varejo restrito deverá avançar 2,3%. Embora os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) de setembro, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), confirmem a recuperação gradual do varejo, acompanhando a reação da atividade econômica após o período de recessão, o economista da CNC Fabio Bentes observa que o nível atual de vendas ainda se encontra 2,4% abaixo de dezembro de 2014 e 8,0% aquém

BRASÍLIA

ALO JORNAL

O comércio deverá registrar um aumento de 4,6% no volume de vendas em 2019 (varejo ampliado), segundo estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). No varejo restrito (que exclui o ramo automotivo e de materiais de construção), a alta deverá alcançar 1,8%. As projeções também são positivas para 2020. No ano que vem, o varejo ampliado deverá elevar as vendas em 5,3%, enquanto o

2019

do pico histórico das vendas alcançado em agosto de 2012, nível que deverá ser alcançado somente em 2021. No conceito restrito, a variação ante agosto (+0,7%) foi a maior desde 2009 (+1,1%). Bentes lembra que esses resultados positivos coincidem com o início do calendário de saques dos abonos do PIS/ PASEP e, também, com a Semana do Brasil – evento criado neste ano para estimular promoções no comércio varejista.

Reprodução

CNC revisa projeção de crescimento do PIB de 2019 para 1,2%

Arquivo

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revisou a projeção de crescimento para este ano do Produto Interno Bruto (PIB, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país) de 1% para 1,2%.

De acordo com as Contas Nacionais, divulgadas ontem (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB cresceu 0,6% no terceiro trimestre deste ano em relação ao trimestre anterior, mostrando evolução

de 1,2% em comparação ao mesmo período do ano passado. Segundo a CNC a taxa observada é a maior para um terceiro trimestre desde 2012 (1,5%) e a mais elevada para qualquer período de três meses desde o primeiro trimestre de 2018 (0,7%).

As medidas que reduzem os custos do trabalho para empresas que contratarem jovens de 18 a 29 anos são, em geral, positivas e poderão ajudar o país a enfrentar o elevado desemprego, que atinge 12,5

milhões de brasileiros. A avaliação foi feita nesta segunda-feira (11/11) pela Confederação Nacional do Comércio – CNI. “A criação de empregos é fundamental para elevar a renda da popula-

ção e incentivar o consumo das famílias e a retomada do crescimento econômico”, afirma o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade.

Atividade no comércio tem aumento de 2,9% em outubro, diz Serasa Medidas do Programa Verde Amarelo são positivas, diz CNI

O Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian registrou aumento de 2,9% em outubro, em comparação ao mesmo mês do ano passado. Os dados, divulgados mostram que o resultado foi influenciado principalmente pelas ven-

Editais

das de veículos, motos e peças. Supermercados, alimentos e bebidas também tiveram papel de destaque. “Apesar de ser uma das menores variações dos últimos meses, no geral, alguns segmentos – como supermercados –, apresentaram

bom desempenho graças ao gradativo aumento da renda da população. Já as menores taxas de juros continuam influenciando o acesso a crédito, potencializado nos últimos meses”, disse o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Banco Central limita juros do cheque especial a 8% ao mês Modalidade de crédito com juros de mais de 300% ao ano, o cheque especial terá juros limitados, segundo decidiu o Conselho Monetário Nacional (CMN). A partir de 6 de janeiro, os bancos não pode-

rão cobrar taxas superiores a 8% ao mês, o equivalente a 151,8% ao ano. Em nota, o Banco Central (BC) explicou que a medida pretende tornar o cheque especial menos regressivo (menos prejudicial

para a população mais pobre) e mais eficiente. Para a autoridade monetária, as mudanças no cheque especial corrigirão falhas de mercado nessa modalidade de crédito. Segundo a nota mensal

de crédito divulgada esta semana pelo BC, os juros do cheque especial fecharam outubro em 305,8% ao ano, o equivalente a 12,38% ao mês.

Analista diz que alta do PIB ainda não reflete recuperação total Reprodução

A coordenadora de

Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rebeca Palis, disse ontem (3), que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país) no terceiro trimestre de

2019, de 0,6%, é uma recuperação em relação ao pior momento da economia do país, que foi no quarto trimestre de 2016, porém não é uma recuperação total. “A gente está se recuperando, mas ainda em um nível, um patamar pré-cri-

se. Ainda não tivemos a recuperação total para chegar no máximo de PIB que a gente teve, que foi no primeiro trimestre de 2014, mas também não estamos no pior patamar, no pior momento, que foi no quarto trimestre de 2016”, disse.


8

Q U A RTA - F E I R A , 0 4

DE DEZEMBRO DE

2019

www.alo.com.br

ida & Lazer V “O Rinoceronte” tem sessões neste fim de semana

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Diego Bresani

LUÍS ANDRADE

A lista do Grammy e as polêmicas na premiação Na última quarta-feira, dia 20, o Grammy finalmente liberou a lista com os indicados a levar o gramofone dourado e, claro, isso rendeu muita discussão na internet. Boa parte das polêmicas são baseadas no fato de que a artista norte-americana Lizzo não deveria ter sido indicada. Ela está concorrendo com “Truth Hurts”, lançada em 2017. Isso porque o Grammy leva em conta músicas lançadas no período de elegibilidade, que foi de 1 de outubro de 2018 a 31 de agosto de 2019. Para que isso fosse possível, a gravadora da Lizzo relançou o seu álbum de estreia com novas faixas e, com isso, foi possível entrar no período pré-estabelecido pela academia. Com isso, a artista concorre a oito categorias e tem grandes chances de levar alguma pra casa. Outra estreante também está chamando atenção: Billie Eilish! A cantora de apenas 17 anos chegou com um estilo próprio e um disco forte, e se tornou a artista mais jovem a concorrer nas quatro maiores categorias, sendo uma das favoritas e tendo já levado alguns prêmios como o American Music Awards. Vamos acompanhar, né? O Grammy vai ao ar dia 26 de janeiro de 2020. _______________ Contato: 1lshnrq@gmail.com

O conteúdo do artigo é responsabilidade de seu autor e não representa a opinião deste jornal.

A Agrupação Teatral Amacaca (ATA) faz quatro sessões do espetáculo “O Rinoceronte” neste fim de semana no Espaço Cultural Renato Russo. Na sexta e sábado (6 e 7 de dezembro), as apresentações são às 20 horas. No domingo (8 de dezembro), a peça tem sessão dupla, às 16 e às 19 horas. A montagem traz um texto clássico do Teatro do Absurdo, de Eugène Ionesco, escrito em 1956, e discute um tema atual: a cultura do ódio. “O Rinoceronte” é uma adaptação feita por Hugo Rodas, o maestro da orquestra de atores da ATA. O espectador é conduzido por uma atmosfera musical com

muita reflexão social. A trama se passa em uma pacata cidade que começa a ser perturbada pela estranha aparição de um rinoceronte em suas ruas. Logo, os bichos aparecem aos montes, frutos da metamorfose de seus habitantes. Metáfora Marcada por um intenso trabalho corporal dos atores em cena, a peça se vale da estética do Teatro do Absurdo para causar reflexão sobre os tempos atuais. “Absurdo é o tempo em que a gente vive. O Ionesco escolheu o rinoceronte para fazer metáfora com os neo-fascistas por ser um animal míope, que não enxerga

bem o que tá acontecendo, além de ser um bicho grande, grotesco, violento e com muita força”, detalha Rosanna Viegas, atriz que integra o elenco desta que é a segunda montagem da peça feita por Hugo Rodas, - a primeira foi feita em 2003. “O Rinoceronte”, na adaptação de Rodas, navega na metáfora, que o autor da peça desenvolveu de uma atmosfera cínica, grotesca e inquietante, que remete ao efeito manada visto em muitas sociedades diante de poderes autoritários. A comédia é uma ode à liberdade de pensamento e busca reflexão sobre a cultura do ódio tão presente em nossa sociedade atualmente. A atualidade do texto é uma das características que impulsiona o elenco. “Falamos da loucura que é o fascismo e da iminência dele. O texto é da época do pós-guerra e aponta para um período pré-guerra, como o que vemos nesse momento em muitos países da América Latina”, analisa a atriz Camila Guerra.

Divulgação

Seresta do Previ com Márcia Ayalla Vários artistas da cidade se revezam em cada sexta para dar o tom nas noites dançantes da Seresta do Previ. Nesta sexta-feira (06) será a vez de Márcia Ayalla animar os seresteiros. Em 1975 começava no Clube dos Previdenciários a história de um dos bailes mais tradicionais do Brasil. Todas as sextas-feiras do ano, sem falta, a Seresta do Previ, alegra a vida de vários brasilienses. O traje esporte fino não é uma exigência, mas muitos aderem, o que torna o ambiente sempre elegante e nostálgico. A Seresta é conhecida nacionalmente e recebemos várias pes-

soas de outros estados que vem exclusivamente bailar na Seresta do Previ. Serviço: Seresta do Previ Todas as sextas-feiras, às 20h Clube dos Previdenciários SEPS 712/912 Cj D Bl 1 - Asa Sul, Brasília – DF Informações: 38787100 Ingresso: R$ 40,00 (valor inteira) Meia-entrada para sócios do clube, maiores de 60, professores, estudantes e pessoas com deficiência Censura: 18 anos

Adriana Nunes e Marcello Linhos Ultramaratona aquática será realizada no Lago apresentam Conte Lá que Eu Paranoá Divulgação Canto Cá Causos goianos do hilário Geraldinho de Goiás lado a lado com a poesia “matuta” de Patativa do Assaré e Catulo da Paixão Cearense. Ainda, as histórias de Guimarães Rosa e Maria Valéria Rezende. Esses contos e boas histórias são ainda entremeados pelo forró de Sivuca, pelo pagode de Viola de Tião Carreiro, dentre outros. O resultado: uma tremenda viagem pelo Sertão do Nordeste ao Goiás, do forró pra cantilena. Os integrantes da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo, Adriana Nunes e Marcello Linhos, chegam juntos e cômicos, como sempre, com o espetáculo cênico-musical Conte Lá Que Eu Canto Cá. Uma bela história que lança um novo olhar sobre o sertão do Brasil e mistura as fronteiras e os sotaques dirigida por Fernando Guimarães. A peça estreia no dia 9 de dezembro, segunda-feira, às 20h, no Teatro do Brasília Shopping (SCN QD 5 – W3 Norte) e encerra temporada de 2019 no dia 16 do mês,

também às 20h, no local. Ingressos: R$ 30 (meia-entrada). Livre para todos os públicos. Em Conte Lá Que Eu Canto Cá, a plateia poderá entrar em contato com o universo real do interior do Brasil e com sua cultura popular quase sempre estereotipada pela televisão. Em uma viagem de 1 hora o público entrará em contato com o Brasil raiz e poderá conferir o trabalho da dupla acompanhada em cena pelo violonista e cavaquinista Nelson Latif e pelo bandonilista e violonista Marcelo Lima, músicos condagrados no Brasil e exterior. “O espetáculo é destinado a todas as faixas etárias. Desde os muito jovens que vislumbrarão um outro Brasil, até os mais velhos interessados em ouvir um bom causo e uma boa moda de viola pra se divertir. Tendo o humor na verve, a peça faz rir e emociona ao mesmo tempo, pois nos faz entrar em contato com a raiz do nosso povo”, destacam Adriana e Marcello.

A ultramaratona aquática “Desafio Jacanoá” estreia nas águas do Lago Paranoá, em 8 de dezembro. A maior competição da modalidade já realizada na capital do país compreende um circuito de 32 km, contemplando vários cartões postais da cidade, como: Ponte JK, Ermida Dom Bosco, Concha Acústica, Parque das Garças e outros. Além da prática de esportes em si, um dos objetivos do evento é chamar atenção da comunidade local e dos visitantes da cidade, mostrando mais uma maneira de desfrutar dos pontos turísticos de Brasília, ao mesmo tempo em que reforça a importância da conscientização ambiental Os atletas se dividirão entre as categorias solo (masculino e feminino), dupla (masculino, feminino e misto), quarteto misto (pelo menos um integrante do sexo oposto) e equipe de 10 misto (pelo menos um integrante do sexto oposto). A expectativa é que se inscrevam cer-

ca de 120 pessoas, vindas de todo o Brasil. O Lago Paranoá, com 48km² de área e cerca de 80km de perímetro, abriga o centro de lazer e entretenimento Ponte JK, que será a sede do evento. Segundo Tiago Sato, um dos organizadores do evento e ultramaratonista aquático, o propósito do Desafio Jacanoá passa pelo estímulo do uso consciente da orla. “O espaço está cada vez mais democrático e oferece um belíssimo espaço de esporte, cultura e lazer para a comunidade. Com

o Desafio Jacanoá, temos a oportunidade de chamar atenção do Brasil e do mundo para esta maravilha, que nasceu como um lago artificial e, literalmente, trouxe vida, umidade, beleza e qualidade de vida para à capital do país. Serviço: Desafio Jacanoá 2109 Data: 8 de dezembro Horário: 5h às 19h Inscrição: www.jacanoa.com.br

Profile for Alô Brasília Comunicações Ltda

Qua, 04/12/2019  

Qua, 04/12/2019

Qua, 04/12/2019  

Qua, 04/12/2019