Page 1

www.alo.com.br

O TEATRO DO CONCRETO ESTREIA "FESTA DE INAUGURAÇÃO", SUA NONA MONTAGEM EM 16 ANOS DE TRAJETÓRIA Página 8

ALO JORNAL

BRASÍLIA

ANO 12 - Nº 2760  QUINTA-FEIRA  DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

15 AGO 2019

GOVERNO LIBERA R$ 43 MILHÕES PARA OBRAS NO RIACHO FUNDO II RECURSOS FORAM APROVADOS PELO CONSELHO GESTOR DO FUNDO DISTRITAL DE HABITAÇÃO (FUNDHIS) E SERÃO UTILIZADOS PARA TRABALHOS DE DRENAGEM, PAVIMENTAÇÃO, ÁGUA, ESGOTO E ILUMINAÇÃO PÁGINA 3

DETRAN-DF ABRE VAGAS EM CURSO PARA SUPERAR O MEDO DE DIRIGIR PÁGINA 4

CLDF APROVA CRIAÇÃO DA RA DO SOL NASCENTE / PÔR DO SOL PÁGINA 4

ITAIPU: EMBAIXADORA ACREDITA EM ENTENDIMENTO ENTRE BRASIL E PARAGUAI PÁGINA 2

IMPOSTO DE HERANÇA JÁ PODE SER CALCULADO E PAGO PELA INTERNET SISTEMA ELETRÔNICO DA RECEITA DO DF TORNA PROCESSO MAIS RÁPIDO E AUXILIA NA ARRECADAÇÃO PÁGINA 3


2

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

DE AGOSTO DE

2019

www.alo.com.br

acional N Acordo Mercosul-UE vai beneficiar setor de fruticultura, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse ontem (14), no litoral piauiense, que o acordo entre o Mercosul e a União Europeia, anunciado em junho deste ano, vai beneficiar o setor da fruticultura brasileira. “Uma das coisas mais importantes [do acordo], lá fora não terá mais barreira para importar as frutas produzidas no Brasil, a tarifa será zero. Então, a fruticultura aqui de Parnaíba [PI] será pujante, vamos exportar mais ainda para a Europa. Com isso, vem emprego, vem desenvolvimento”, disse.

O acordo entre os blocos econômicos prevê a eliminação de tarifas para diversos produtos, como frutas, suco de laranja, café solúvel, peixes, crustáceos e óleos vegetais, além de cotas para a venda de carnes, açúcar e etanol. Bolsonaro visitou, nesta quarta-feira, o Perímetro Irrigado dos Tabuleiros Litorâneos do Piauí, em Parnaíba, e reforçou os esforços do governo federal em concluir os canais de irrigação do projeto. “A vocação de Parnaíba é a fruticultura. Nós estamos fazendo muitos es-

STF aprova orçamento de 2020 sem aumento de salário dos ministros

2016. A emenda previu um período de três anos de adequação do Poder Judiciário, que a partir do ano que vem fica plenamente sujeito às novas limitações orçamentárias. A proposta orçamentária do STF para 2020 será enviada agora ao Poder Executivo, que a incorpora ao Projeto de Lei Orçamentária (PLO), a ser apreciado pelo Congresso Nacional. Mesmo com as novas limitações, o STF garantiu em seu orçamento espaço para renovações nas instalações da Corte, incluindo R$ 3,3 milhões para a reforma da fachada do edifício-sede. O maior gasto do tribu-

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou, ontem (14), em sessão administrativa, o orçamento da Corte para o ano de 2020, de R$ 686,7 milhões, e sem a previsão de reajuste nos salários dos ministros. O orçamento é R$ 91,9 milhões menor que o do ano passado, de R$ 778,6 milhões. A redução se deu devido à adequação às regras da Emenda Constitucional 95, do teto de gastos públicos, promulgada em

JORNAL

ALO

BRASÍLIA

Alô Brasília Comunicação Ltda. CNPJ: 09612937/0001-92 Matriz: Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 5, Bloco K, nº 17, Ed. Ok Office Tower, 13º andar. Asa Sul, Brasília, DF - CEP: 70.070-050 Telefone: 98565-6473 comercial@alo.com.br

forços para a arranjar recursos para essa área. Queremos concluir os canais de irrigação para que possa trazer trabalho e desenvolvimento para vocês”, disse. O projeto de irrigação capta água do Rio Parnaíba por meio de um canal com 1,3 mil metros. Estruturado pelo Departamento Nacional de Obras Contras as Secas (Dnocs), o empreendimento é gerido pelos próprios produtores. Nos cerca de 1,4 mil hectares já irrigados são produzidas frutas orgânicas como acerola, abacaxi, banana, manga e goiaba, com grande volume para exportação. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, há outros 2,4 mil hectares equipados e prontos para o manuseio da terra. O potencial total de irrigação é de 8,4 mil hectares, que deverão ser usados na segunda etapa do projeto. nal é com salários e encargos de pessoal, que somam R$ 490,3 milhões. Estão previstos R$ 39,1 milhões para a contratação de terceirizados, que auxiliam em atividades como limpeza, segurança e comunicação. Neste ano, o salário dos ministros do STF subiu de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O reajuste, de 16,3%, foi aprovado em sessão administrativa por 7 votos a 4. O aumento foi depois confirmado pelo Congresso, ocasionando um efeito cascata na administração pública, uma vez que o salário dos ministros serve de teto para a remuneração de todos os servidores públicos.

DIREÇÃO

IMPRESSO Presidente: Guilherme Queiroz Diretor: Hélio Queiroz Editor Chefe: Reynaldo Rodrigues Comercial: Francis Leandro Circulação: Marco A. Queiroz Colunista social: Marlene Galeazzi

PORTAL Presidente: Guilherme Queiroz Diretor: Hélio Queiroz Comercial: Francis Leandro

Tel: 3223-3410

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Kajuru critica corte orçamentário na educação O senador Jorge Kajuru (Patriota-GO) criticou em Plenário, na última quarta-feira (14), o envio pelo governo federal do Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN 18/2019), que abre crédito suplementar e que, segundo ele, retira mais de R$ 1 bilhão do orçamento da educação. De acordo com Kajuru, só no estado de Goiás o realocamento de recursos vai gerar um corte de R$ 16,6 milhões, o que vai afetar o Instituto Federal Goiano (IF), o Instituto Federal de Goiás (IFG), a Universidade Federal de Catalão, a Universidade Federal de Jataí e a Universidade Federal de Goiás. Ele explicou que as instituições, já prejudicadas por falta de verbas, correm o risco de interromper o seu funcionamento pela escas-

sez desses recursos que, em substituição, serão direcionados, conforme o parlamentar, para o pagamento de contratos indicados por parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência. “Espero que nós não cometamos essa atrocidade, aprovando esse PLN na Comissão Mista de Orçamento ou mesmo aqui no Plená-

rio do Congresso Nacional. Apresentei emendas cancelando esse absurdo trazido às instituições goianas e espero que os outros parlamentares façam o mesmo, e sei que farão, com relação aos seus estados. Não podemos permitir que derrubemos o principal pilar de desenvolvimento nacional, a educação” disse.

Twittando

Deputado David Miranda debocha de indicação de Bolsonaro “Eduardo Bolsonaro foi reprovado no primeiro teste de diplomacia como negociador. Bolsonaro insiste que seu próprio filho é o mais capacitado. Vamos esperar o teste do hambúrguer.” @davidmirandario

Itaipu: embaixadora acredita em entendimento entre Brasil e Paraguai Maior geradora de energia elétrica do mundo e com quase 50 anos de existência, a Usina de Itaipu enfrenta um impasse causado pela inexistência de um contrato de compra de energia pela Administração Nacional de Eletricidade (Ande), empresa estatal de energia do Paraguai, e pela Eletrobras. Por causa da falta do contrato, a empresa está impedida de emitir faturas desde o início do ano. O fato é inédito desde que a binacional começou a operar, em 5 de maio de 1984. Para que haja acerto entre Brasil e Paraguai, é necessário porém que a Ande concorde em contratar a potência energética a ser utilizada a cada ano e que efetivamente pague por essa utilização. De acordo com a embai-

xadora, não é isso o que tem acontecido. Nos últimos anos, a Ande estava adotando a prática de subdimensionar a previsão de sua demanda de energia de Itaipu. Como precisava a cada ano de mais energia do que efetivamente havia contratado, a empresa paraguaia acabava utilizando a cota de compra da Eletrobras. Isso provocou transtornos financeiros devido à necessidade de desembolso da empresa paraguaia.

Para tentar resolver o problema, Brasil e Paraguai assinaram uma ata, em 24 de maio de 2019, com o objetivo de definir o aumento gradual do volume de potência contratada pela Ande e assim amenizar o impacto do pagamento da energia pela empresa paraguaia. Mesmo com esse acerto, o país

vizinho usou seu direito de renunciar aos termos do documento assinado e declarou a ata sem efeito. Porém, no mesmo documento, os dois países acertaram a continuidade das negociações. A embaixadora Eugenia Barthelmess acredita no sucesso da continuidade dos negócios. Segundo ela, “a relação Brasil-Paraguai é de uma importância que transcende esse problemas específicos”. Para a embaixadora, o Brasil tem a visão mais otimista da condução desse assunto no âmbito da relação bilateral. “Eu acredito que para o Paraguai também”, disse. Segundo ela, A Itaipu é propriedade conjunta do governo paraguaio e do governo brasileiro. A energia que é produzida pela Usina de Itaipu é adquirida pela Eletrobras, no Brasil, e pela Ande, no Paraguai.


3

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

DE AGOSTO DE

2019

www.alo.com.br

istrito Federal D Fundação de pesquisa do DF faz parceria com UnB e AEB para lançamento de nanossatélite

Equipe de Saúde da Família do Paranoá ajuda pacientes a largar o cigarro

Divulgação

A Unidade Básica de Saúde (UBS) 7 do Paranoá reúne, toda semana, os moradores da localidade de Quebrada dos Neres que desejam parar de fumar. São quatro encontros, nos quais os pacientes compartilham suas experiências, angústias e dificuldades com o vício. Todos são moradores da área rural e estão em situação de vulnerabilidade social. A médica da unidade Mônica Gonçalves Lanne explica que os encontros em grupo servem de apoio para enfrentar a luta contra o cigarro. “O grupo é importante porque formam uma rede de suporte que desperta nos demais a força necessária para vencer o vício, tão prejudicial à saúde”. O grupo acolhe pacientes como Nerci Batista da Silva, que já tentou outras

vens e estudantes o interesse pela ciência. “Para a FAP é um dos projetos que melhor simboliza o que acreditamos que podemos fazer cumprir a responsabilidade que o governador Ibaneis Rocha nos passou de vocacionar os projetos fomentados para solucionar os grandes desafios do DF. Queremos também tocar jovens e crianças para que tenham um olhar mais interessado para a ciência e vamos conectar esse e outros projetos com uma série de ações que vamos fazer na educação básica. Nosso planejamento estratégico coloca uma meta ousada em relação ao nosso desempenho no ensino de ciências e matemática no Pisa [Programa Internacional de Avaliação de Estudantes] e nós queremos, com iniciativas como essa, colocar Brasília como laboratório de experimentação das ações que o governo federal vem fazendo e temos uma ótima capacidade instalada pra isso”, afirmou Alexandre.

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Bruno Esaki

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) assinou um memorando de entendimento com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Universidade de Brasília (UnB) para estabelecer cooperação técnica para o desenvolvimento do Projeto Alfa Crux. A cooperação vai possibilitar, em áreas civis e de defesa, a aplicação do Sistema Alfa Crux para garantir a soberania nacional e o desenvolvimento técnico-científico e acadêmico com a geração de conhecimento nos mais diversos campos de aplicação de nanossatélites. Coordenado pelo pro-

fessor-doutor Renato Alves Borges, o Sistema Alfa Crux será a primeira missão espacial financiada pelo governo do Distrito Federal (GDF). O projeto propõe um sistema de comunicação com desdobramentos práticos e de pesquisa para as sociedades civil e militar, com geração de informação, ampliação da conectividade e desenvolvimento da chamada “internet das coisas”, entre outros avanços. O presidente da FAPDF, Alexandre Santos, destacou o potencial do projeto para a solução de grandes demandas no DF e no Brasil, bem como para reacender nos jo-

Governo libera milhões para obras no Riacho Fundo II

última terça (13), na 21º Reunião Ordinária do Fundhis. A Secretária Executiva da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), Giselle Moll, ressaltou que as obras não acontecerão todas ao mesmo tempo: “será necessário um planejamento para cada etapa. Nossa expectativa é que dentro de um ano e meio o Riacho Fundo II estará todo servido por infraestrutrura”. Na mesma reunião também foi discutida a possibilidade de transferência de recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS) para o Fundo Distrital de Habitação (Fun-

dhis) para custear os registros cartoriais para famílias que ganhem de 1 a 5 salários mínimos e adquiriram imóveis de habitação de baixa renda. Para viabilizar o repasse, os conselheiros aprovaram uma proposta de alteração do Decreto nº 34.364, de 15 de maio de 2013, que aprova o Regulamento de Operação do Fundo Distrital de Habitação de Interesse Social (Fundhis). Os ajustes propostos vão habilitar o Fundhis a subsidiar de forma parcial ou integral, os gastos com registro cartorial para legalizar as habitações de interesse social.

Secretaria de Saúde participa de seminário sobre o SUS

Desde abril, o contribuinte pode emitir o boleto de pagamento pela internet. Para isso, basta acessar o portal www.receita.fazenda. df.gov.br e preencher a declaração eletrônica. Após isso, um sistema desenvolvido pela Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão (SEFP) calcula automaticamente o valor do imposto e gera o boleto de pagamento. Levantamento da SEFP revela que, desde o lançamento do sistema, foram emitidas 220 declarações

eletrônicas, o que reduziu em 25% o número de pedidos no atendimento convencional. As declarações obtidas por meio do novo sistema totalizam R$ 4,900 milhões a serem arrecadados pelo governo.Conferência de valores A declaração eletrônica está disponível em casos de sucessão legítima, quando o imposto não estiver vencido. A partir da declaração, o sistema eletrônico desenvolvido pela SEFP faz o cruzamento das informações com os dados da Receita do Distrito Federal.

Gestores, profissionais de saúde, estudantes e usuários da rede pública de saúde participam do I Seminário SUS: nós temos, nós cuidamos. O objetivo do evento, que se realiza na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é incentivar o exercício do controle social, de forma a melhorar a prestação de serviços no Sistema Único de Saúde (SUS). O foco é a Campanha da Fraternidade de 2019, que, promovida pela Igreja Católica, tem “Fraternidade de políticas públicas” como tema.

O Conselho Gestor do Fundo Distrital de Habitação (Fundhis) aprovou por unanimidade a liberação de R$ 43 milhões para obras de infraestrutura no empreendimento Riacho Fundo II – terceira etapa. Os recursos serão usados em obras de drenagem, pavimentação, água, esgoto e iluminação. A medida vai beneficiar cerca de 3 mil famílias. A decisão foi tomada, na

Imposto de herança já pode ser calculado e pago Está mais prático e rápido calcular e pagar o imposto de herança e doação, como é conhecido o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD). Não é mais necessário comparecer a uma agência da Receita, abrir um processo e aguardar sua tramitação, o que poderia levar até 90 dias.

vezes abandonar o cigarro. Seus pais eram fumantes e, a partir dos 12 anos de idade, ela começou a fumar cigarro de palha. “Fumava escondido porque meu pai não queria, mas como ele fumava nem percebia” conta. Ela atribui a dificuldade em largar o cigarro à depressão, mas pensa na saúde dos filhos como motivo para deixar de fumar. “Quero parar

por causa da saúde minha e deles que já têm bronquite alérgica. Embora eu não fume perto deles, eu sei que o cigarro os prejudica também”, reflete Nerci. Além da terapia em grupo, os pacientes têm acesso, na UBS, a adesivo para a terapia de reposição de nicotina, auxiliar no tratamento contra o tabagismo.

Secretaria de Saúde participa de seminário sobre o SUS Gestores, profissionais de saúde, estudantes e usuários da rede pública de saúde participam do I Seminário SUS: nós temos, nós cuidamos. O objetivo do evento, que se realiza na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é incentivar o exercício do controle social, de forma a melhorar a prestação de serviços no Sistema Único de Saúde (SUS). O foco é a Campanha da Fraternidade de 2019, que, promovida pela Igreja Católica, tem “Fraternidade de políticas públicas” como tema.

“A participação social exerce um papel fundamental na implementação das políticas públicas”, afirmou o secretário-adjunto de Gestão em Saúde, Sérgio Luiz da Costa, na abertura do seminário. “Do ponto de vista da gestão, estamos à disposição. Queremos a participação efetiva da sociedade civil organizada nos apoiando nesse processo de reconstrução e implementação da saúde do Distrito Federal”. Um dos integrantes do Conselho Nacional do Mi-

“A participação social exerce um papel fundamental na implementação das políticas públicas”, afirmou o secretário-adjunto de Gestão em Saúde, Sérgio Luiz da Costa, na abertura do seminário. “Do ponto de vista da gestão, estamos à disposição. Queremos a participação efetiva da sociedade civil organizada nos apoiando nesse processo de reconstrução e implementação da saúde do Distrito Federal”. Um dos integrantes do Conselho Nacional do Mi-

nistério Público (CNMP), Jairo Bisol destacou a importância de a sociedade lutar para proteger o SUS, uma vez que o sistema é responsável pela inclusão, nos serviços de saúde, das pessoas de maior vulnerabilidade social. “O SUS se impõe contra o que há de mais poderoso nas relações de poder; desde o início, quando foi implantado, nunca foi majoritário”, avaliou Bisol. “É com essa lembrança que digo que batalhar pelo SUS vale muito a pena”.

nistério Público (CNMP), Jairo Bisol destacou a importância de a sociedade lutar para proteger o SUS, uma vez que o sistema é responsável pela inclusão, nos serviços de saúde, das pessoas de maior vulnerabilidade social. “O SUS se impõe contra o que há de mais poderoso nas relações de poder; desde o início, quando foi implantado, nunca foi majoritário”, avaliou Bisol. “É com essa lembrança que digo que batalhar pelo SUS vale muito a pena”.


4

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

DE AGOSTO DE

2019

www.alo.com.br

istrito Federal D Comissão discute revitalização de parque ecológico no Guará

CLDF aprova criação da RA do Sol Nascente / Pôr do Sol

A Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo (CDESCTMAT) realizou uma audiência pública para debater com a comunidade e órgãos públicos a revitalização do Parque Ecológico Ezechias Heringer, no Guará. A ideia, segundo o autor da proposta, deputado Delmasso (PRB), é fazer com que o local se torne frequentado nos moldes de outros parques do DF, como o de Águas Claras e o Olhos D’Água, na Asa Nor-

A criação da Região Administrativa (RA) do Sol Nascente / Pôr do Sol foi o ponto alto da sessão ordinária itinerante da Câmara Legislativa que retomou o projeto Câmara Mais Perto de Você. Realizada em uma estrutura especialmente montada próxima à entrada da nova cidade, a sessão reuniu centenas de moradores da região que vibraram quando o presidente da Casa, deputado Rafael Prudente (MDB), proclamou o resultado da votação do projeto de lei n° 350/2019, de autoria do Executivo, que institui a XXXII RA do Distrito Federal. A matéria recebeu o voto “sim” da unanimidade dos 21 parlamentares presentes. Logo após a sessão ordinária, os deputados distritais iniciaram sessão extraordi-

te: “Queremos que seja também uma opção do lazer, um point”. O Parque Ecológico Ezechias Heringer foi criado pela Lei no 1.826, de 13 de janeiro de 1998, para preservar “a grande diversidade da flora e da fauna, além do Córrego do Guará”, que passa pelo local. De acordo com o parlamentar, é necessário apresentar à população o projeto arquitetônico previsto para o parque, além de definir um cronograma e os recursos, seguindo o plano de manejo daquela unidade

ambiental, bem como todos os requisitos legais. Superintendente de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Rejane Pieratti destacou algumas melhorias que o GDF já realizou no Parque Ezechias Heringer ao custo de R$ 328 milhões. Também salientou a necessidade de atuar contra os invasores dessas áreas de preservação, que causam sérios danos. Ela garantiu também que o projeto não prevê supressão de vegetação.

Câmara Legislativa lança Frente Parlamentar do Cooperativismo Reproducao

O Distrito Federal conta com mais de 197 mil cooperados, organizados em 66 cooperativas legalmente registradas na Organização das Cooperativas do DF (OCDF). Atuando em seis ramos diferentes – como crédito, agricultura e educação –, o setor responde por parcela significativa do Produto Interno Bruto (PIB) da entidade federativa. Visando a impulsionar a atividade cooperativista no DF, a Câmara Legislativa lançou a

Frente Parlamentar do Cooperativismo. Durante a abertura da solenidade, o deputado Roosevelt Vilela (PSB) lembrou que a origem do cooperativismo “remonta ao momento em que o ser humano começou a se organizar”. Ao apontar o crescimento da atuação cooperativista, o distrital destacou: “O Estado não consegue suprir todas as necessidades da sociedade; por exemplo, a geração de empregos. É preciso for-

talecer a iniciativa privada, e seu ápice é o cooperativismo”. Vilela afirmou, ainda, que a Câmara Legislativa deve ser uma “caixa de som” da sociedade, reverberando as suas necessidades. “O sistema de cooperativas é uma realidade, e a Frente Parlamentar vai trabalhar por ele”, frisou. O deputado Leandro Grass (Rede) também fez questão de ressaltar o compromisso do colegiado em prol do cooperativismo: “O objetivo da Frente é unir forças para fortalecer a causa”. O distrital elogiou o caráter solidário da atuação cooperativista, que movimenta a economia reduzindo desigualdades sociais. Nesse sentido, Grass fez referência, em especial, às cooperativas de catadores: “Elas cumprem o papel de promover o desenvolvimento sustentável e o processo de inclusão, principalmente de mulheres”.

Detran apresenta curso para superar o medo de dirigir

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) está com inscrições abertas para o curso de Iniciação à Superação do Medo de Dirigir, que será realizado nos dias 17, 18,

24, 25 de agosto e 14 setembro de 2019. O curso é gratuito, com carga horária de 32 horas e destinado a condutores habilitados. O objetivo é auxiliá-los no processo de

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Reproducao

nária para apreciar a proposição em segundo turno e redação final. Finalizada a fase da votação pelo Legislativo, para efetivar a criação, a lei será sancionada,ontem (14), pelo governador Ibaneis Rocha, durante a segunda sessão da Câmara Legislativa naquela localidade. Em nova etapa, o projeto Câmara Mais Perto de Vo-

cê realiza, além de reuniões preparatórias com a comunidade, duas sessões ordinárias, em dias subsequentes, com a participação inclusive de autoridades e técnicos do GDF. Além disso, em parceria com o governo do DF e várias entidades são montados estandes para a prestação de serviços à população.

Paco Britto diz que valorização do turismo fortalecerá economia O turismo é um dos setores que podem impulsionar a economia no Distrito Federal e no Brasil. Foi essa mensagem que o vice-governador do DF, Paco Britto, passou para quem participou da abertura do 31º Congresso da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), no Golden Tulip, em Brasília. “Se fortalecermos o turismo em Brasília e no Brasil fortaleceremos todos os bares e restaurantes, que são empresas que geram emprego e renda. Eu peço a todos um olhar especial para o turismo”, enfatizou Paco Britto aos donos de bares e restaurantes, políticos e representantes do governo federal e local que compareceram ao evento. superação do medo de dirigir. A turma é intensiva, com aulas o dia todo – das 8h15 às 11h45 e das 13h às 16h30, na Escola Pública de

Agencia Brasilia

A secretaria de Turismo, Vanessa Mendonça, destacou que Brasília é o 3º pólo gastronômico do país e que cada vez mais os turistas levam em consideração, na hora de escolher o seu destino. “Pesquisa recente do buscador de viagens Kayak detectou que 43% dos turis-

tas elegem como prioridade de gastos em uma viagem a gastronomia e que 78% dos pesquisados afirmaram decidir o destino a partir de expectativas quanto à comida. Valorizar esse segmento é atrair mais turistas para a nossa cidade-capital”, ressaltou Vanessa Mendonça.

Trânsito, na 906 Sul, totalizando 32 h/a. São disponibilizadas 30 vagas para esta turma. As inscrições devem ser feitas pessoalmente, no atendimento da Esco-

la Pública de Trânsito, das 7h30 às 18h30. É necessário apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para se inscrever.


5

www.alo.com.br

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

BRASÍLIA

lash F

Kátia Kouzak, empresária pioneira, pessoa de destaque no mundo social e filantrópico de Brasília, hoje faz aniversário. Para festejar a idade nova ela, ao lado de sua família, reúne as amigas mais próximas para um concorrido chá das cinco, em sua casa do Lago Sul. Um final de tarde que, sem dúvida, terá a marca do bom gosto, da verdadeira confraternização e delícias gastronômicas. Cumprimentos da coluna com votos de vida longa, benção e alegrias.

Ex-secretário de Estado e professor, Aurélio Araújo agora compartilha sua experiência no Setor Público. Faz parte do time de especialistas do curso de formação EAD Governança, Gestão de Gabinete e Gerenciamento de Crises, com a chancela da Sicoaching Brasil. Pela Embaixada dos Estados Unidos, ele cobriu a visita de Barack Obama ao nosso País.

SÉTIMO DIA A família de Antônio Rezende de Andrade Neto convida para a celebração da missa de 7 º dia de seu falecimento. Hoje, dia 15, às 20 horas, na Paróquia São Pedro de Alcântara, Lago Sul.

NIVER Nossos abraços de hoje, com votos de felicidades e bênçãos dos céus, vão para a querida Bia Lobo Salles, que vira a folhinha. Dias de comemoração em Brasília e Formosa.

MADAME SATÃ Cine Piscina-Cinema ao ar livre, hoje apresenta Madame Satã, às 19 horas, com entrada franca e classificação para 18 horas.

DE AGOSTO DE

Marlene Galeazzi marlenegaleazzi@gmail.com

ALO JORNAL

POR UM CAUSA NOBRE Brasília recebeu representantes de Ligas do Movimento de Luta contra o Câncer do Hospital Amaral Carvalho. Aqui eles visitaram gabinetes de parlamentares com o objetivo de sensibilizá-los quanto a necessidade de ajuda para a prevenção e o tratamento da doença. Para celebrar essa série de visitas e ações, eles participaram de um jantar de encerramento na churrascaria Steak Bull. No total, as Ligas somam 4.200 voluntários que atendem 25.000 pacientes

Antônio Luis Navarro. Diretor Superintendente do Hospital Amaral Carvalho

Voluntários no jantar da Steak Bull

O grupo registra a visita a Câmara dos Deputados

Voluntários homenageados: Mariza Helena Bucci, Elisabeth Zouki. José Eduardo Natalet com Altair Ribeiro, Gestão Institucional do Hospital Amaral Carvalho

2019


6

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

DE AGOSTO DE

2019

www.alo.com.br

conomia E

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Queda de 1% dos serviços em junho elimina ganhos anteriores O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou Pesquisa Mensal de Serviços com dados de junho. Houve um recuo de 1% em relação a maio. É a pior queda do ano. Na comparação com junho de 2018, o volume de servi-

ços caiu 3,6%. O setor de serviços no Brasil havia registrado um ganho de 0,4% no acumulado de abril e maio. Com a queda de junho, esse ganho foi perdido. Desde o início de 2019, há um crescimento acumu-

lado de 0,6%, o que representa uma leve perda de ritmo do crescimento frente ao segundo semestre de 2018, quando a alta foi de 0,8%. No acumulado nos últimos 12 meses, o avanço é de 0,7%.

Agência Brasil

Governo estima valor bruto da produção agropecuária em R$ 603 bilhões O ministério da Agricultura prevê que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) chegue a R$ 603,4 bilhões este ano. Esse valor seria o segundo maior alcançado pelo setor agro nos últimos trinta anos. O maior valor, de 2017, foi de R$

607,9 bilhões. De acordo com as estimativas, as principais lavouras representaram R$ 399 bilhões, e a pecuária, R$ 204,4 bilhões. O otimismo do governo federal se baseia no desempenho das culturas do algodão, com aumen-

to real de 16,6% no VBP, do amendoim (14,3%), da banana (20,5%), da batata inglesa (117,8%), do feijão (64,9%), do cacau (1,9%), da laranja (8,1%), da mamona (34,9%), do milho (22,9%), do tomate (19,6%) e do trigo (8,2%).

Divulgação

Tarifas de energia da Santa Maria terão redução de 14,18% A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou a redução média de 14,18% na taxa de energia para os consumidores da empresa Luz e Força Santa Maria. A distribuidora atende 112.792 mil unidades consumidoras no estado do Espírito Santo. Os novos va-

lores começarão a ser cobrados a partir do dia 22 de agosto. Com a decisão, os consumidores residenciais terão uma redução média de 15,95% nas contas de luz. Já os consumidores atendidos na baixa tensão, como comércio, cooperativas de

eletrificação rural, serviço público de irrigação rural, poder público e outras atividades, terão redução de 13,91%. Para os atendidos na alta tensão, como grandes indústrias, a redução nas tarifas será de 15,27%.

Empresas Simples de Crédito ultrapassam 200 negócios criados no país

Reprodução

Pequenos negócios são beneficiados com modernização de normas regulamentadoras As micro e pequenas empresas e o microempreendedor individual (MEI) terão mais facilidade para gerir seus negócios, com a modernização de três normas regulamentadoras (NR) que colocavam obstáculos para os empresários.

Em solenidade no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro anunciou, esta semana, medidas que visam modernizar as regras de segurança e saúde do trabalho e a consolidação e simplificação de decretos trabalhistas. Além disso, a

revogação das NRs faz parte de um processo de desburocratização do segmento. Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a partir de agora, os pequenos negócios de todo o país terão mais liberdade para poder empreender.

Apenas três meses após a sanção da lei que criou a Empresa Simples de Crédito (ESC), o Brasil já conta com mais 200 negócios formalizados por todo o país. Segundo pesquisa do Serviço Brasileira de Apoio às

Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), as ESC já realizaram 84 operações, totalizando R$ 1,5 milhão (média de R$ 17,8 mil). A estimativa do Sebrae é de que o novo modelo de acesso a crédito deve injetar

R$ 20 bilhões, por ano, em novos recursos para os pequenos negócios brasileiros. Esse resultado deve ser alcançado quando as primeiras 1 mil ESC entrarem em atividade até o fim de 2020.

Azul estreia voos na ponte aérea Rio - São Paulo dia 29 Após a redistribuição dos slots, permissões para pousos e decolagens, da Avianca no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a Azul anunciou que começa no dia 29 de agosto a operar voos na ponte aérea Rio - São Paulo.

A companhia começou nesta terça-feira (13) a venda de passagens para o trecho. A empresa informou que fará 16 voos diários entre Congonhas e Santos Dumont, no Rio de Janeiro. A empresa usará de cinco a seis aeronaves Embra-

er E-195, inicialmente na pista auxiliar do aeroporto. No final de julho, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) redistribuiu os 41 slots da Avianca em Congonhas para três das quatro empresas que manifestaram interesse nas autorizações.


7

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

DE AGOSTO DE

www.alo.com.br

2019

etor Produtivo S

BRASÍLIA

ALO JORNAL

Petrobras antecipa pagamento de dívida com a Petros

Agencia Brasil

Brasil cai 6 pontos no Indicador de Clima Econômico da América Latina O Brasil registrou queda de 6 pontos no Indicador de Clima Econômico (ICE) da América Latina, passando de 56,5 para 50 pontos entre abril e julho de 2019. O levantamento é feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) em parceria com o instituto alemão Ifo. O Indicador da Situação Atual (ISA) continuou ne-

gativo em 75 pontos. Para mudar este quadro, segundo a pesquisadora associada da FGV, Lia Valls, o governo deveria se dedicar mais a medidas que deem impulso direto ao crescimento econômico do país, que ainda tem desemprego elevado. “O que mostrou é que a piora não foi grande, foi uma piora pequena nas expectativas, caiu só 6 pontos”, disse.

Agencia Brasil

Revisão do pacto federativo reunirá até seis PECs, diz Alcolumbre Prevista para começar a ser discutida ainda este ano, a revisão do pacto federativo poderá englobar de quatro a seis propostas de emenda à Constituição (PECs), disse o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Ele reuniu-se por cerca de uma hora com o ministro da Eco-

nomia, Paulo Guedes, para discutir as propostas que pretendem descentralizar recursos da União. Segundo Alcolumbre, as PECs tramitarão simultaneamente no Senado e tratarão de temas como a repartição dos recursos da cessão onerosa (leilão de explora-

ção dos barris extras de petróleo na camada pré-sal), a nova distribuição do Fundo Social do Pré-Sal e a revisão da Lei Kandir (por meio da qual a União compensa os estados pela isenção de tributos estaduais nas exportações).

Consumo de bens industriais cai 0,5% em junho, diz Ipea O consumo de bens industriais no Brasil caiu 0,5% em junho, na comparação com maio, divulgou o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Aparente de Bens Industriais do Ipea mede a demanda por produtos da indústria brasileira e por bens industriais importados. A demanda por bens in-

Ministro comemora resultado do leilão de três áreas portuárias

dustriais produzidos no país aumentou 0,2% em junho, enquanto o consumo de importados caiu 1,6%. Com o resultado de junho, o segundo trimestre (abril, maio e junho) teve alta de 0,7% em relação ao primeiro trimestre, mas caiu 1,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Arquivo

Editais

A Petrobras realizou o pré-pagamento do Termo de Compromisso Financeiro (TCF) no valor de R$ 2,7 bilhões, oriundo do Acordo de Obrigações Recíprocas (AOR) que foi celebrado em 2006 com a Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros), a previdência paga pelos funcionários da companhia, e diversas entidades sindicais visando uma solução para o reequilíbrio dos planos de previdência, ajuste de seus regulamentos e encerramento de litígios judiciais existentes. O termo visava cobrir déficits gerados pela introdução do Fator de Reajuste Inicial (FAT) e Fator de Correção (FC) em 1984, período com alta expressiva na inflação, no regulamento para proteção de benefícios dos empregados da companhia.

Após eleições na Argentina, dólar aproxima-se de R$ 4 O resultado das eleições primárias na Argentina refletiu-se no mercado financeiro brasileiro. O dólar comercial fechou no início da semana vendido a R$ 3,984, com alta de R$ 0,042 (1,06%). Esse foi o maior valor para a divisa desde 28 de maio (R$ 4,02).

No mercado de ações, o Índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), também teve um dia turbulento e encerrou aos 101.915 pontos, com desvalorização de 2%. O mercado financeiro da região atravessa momentos de volatilidade, após

o candidato da oposição às eleições presidenciais argentinas, Alberto Fernández, ter obtido 47,65% dos votos na votação primária deste fim de semana (11), contra 32,08% do presidente Alberto Macri, que tenta a reeleição.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, comemorou o resultado do leilãode três áreas nos portos de Santos e Paranaguá, realizado na B3. “Superou a expectativa. Foi muito bom porque a gente viu competição em dois terminais. O de celulose em Paranaguá a gente esperava um player único”, disse após o leilão desta terça-feira. O ministro destacou ainda que uma das áreas no Porto de Santos e o espaço em Paranaguá haviam ido a leilão no ano passado, mas não atraíram compradores. “Isso é uma mostra que estamos conseguindo ir na direção certa”, acrescentou.


8

Q U I N TA - F E I R A , 1 5

DE AGOSTO DE

2019

www.alo.com.br

ida & Lazer V Exposição e lançamento de livro marcam festejos dos 160 anos de Planaltina A cidade de Planaltina nasceu em 19 de agosto de 1859 como Distrito de Mestre D’armas — em homenagem a um armeiro que vivia na região. Pertencia a Formosa (GO). Em 1917, foi batizada com o nome atual. No mês em que comemora 160 anos, a cidade mais antiga do Distrito Federal terá uma série de eventos. Na sexta-feira, 16, haverá exposição no Museu de Planaltina de fotos antigas da cidade,

de eventos da região, de materiais de festas tradicionais, de roupas antigas e outros elementos culturais que foram sendo guardados e documentados ao longo desses anos. Também será lançado o livro do professor, pesquisador e historiador Robson Eleutério. A obra História de Planaltina em documentos é resultado da seleção de fontes documentais e orais, reunidas pelo autor ao longo da

última década. Nela, o autor remonta ao contexto histórico do Mestre d’Armas, ainda no período colonial da história do Brasil, se estendendo até o surgimento de novos bairros na cidade, na última década do século XX. O livro está dividido em oito capítulos e inclui 160 documentos antigos, fotos, mapas e depoimentos, essenciais para a historiografia da região.

Festival de Cinema do Paranoá está com inscrições abertas Até amanhã (16), realizadoras e realizadores do Distrito Federal e de todo território nacional podem inscrever curtas-metragens de até 20 minutos. Selecionados irão concorrer a vários prêmios em diversas categorias. Festival acontecerá na penúltima semana de outubro de 2019 São centenas de histórias nas telonas do cinema. O 3º Festival de Cinema do Paranoá 2019 chega para criar laços e fortalecer o protagonismo. O produtor cultural, diretor, roteirista e ator potiguar radicado em Brasília, Januário Jr., prova que é possível incluir o cinema como ferramenta de integração comunitária. E é no Paranoá que a iniciativa foi plantada por ele e repercute fortalecendo cada vez mais

Divulgação

a formação de plateia e cultura da região. Januário, que reside na cidade há mais de dez anos, realizou em 2016 a primeira Mostra Curtas Paranoá. A mostra cresceu e se transformou em festival em 2018, com direito a aplausos e a inserção da comunidade do Distrito Federal no mercado cinematográfico.

E quem não se inscreveu, ainda dá tempo. Até o dia 16 de agosto, a curadoria recebe filmes de até 20 minutos de todo território nacional. O regulamento e mais informações inscrições gratuitas estão no site: http://festcineparanoa.com. br .

Banda pernambucana Bule faz show em Brasília

Formada no Recife em 2017, Bule é um projeto de música brasileira, dançante e tropical que explora timbres, sonoridades e substâncias dos anos 80, onde estão fervidos o orgânico e o eletrônico, o beat e a conga, o synth e a guitarra. O grupo passou a chamar atenção da mídia e de festivais locais como No Ar Coquetel Molotov com o

lançamento do seu primeiro álbum Cabe Mais Ainda, que contou com a produção de Benke Ferraz, guitarrista e produtor do Boogarins. A convite do Bananada, a banda chega em terras goianas no dia 17 de agosto para tocar no Palco Tropical Transforma e estende a sua ida pro Centro-Oeste e Sudeste brasileiro passando por Brasí-

lia (15/8), São Paulo (22/8), Sorocaba (23/8), Campinas (24/8) e Limeira (25/8). Pedro Leão (voz, guitarra, sintetizadores), Carlos Filizola (guitarra, sintetizadores, programações), Daniel Ribeiro (percussão, programações), Bernardo Coimbra (baixo, sintetizador) e Kildare Nascimento (bateria) lançaram em novembro de 2018 em todas as plataformas de streaming o disco Cabe Mais Ainda. O material conta com cinco músicas, incluindo os singles Coro e Azul, além de três faixas feitas por Benke a partir de músicas da banda. ngresso: R$15 até 22h e R$20 após Local: N27 Espaço Cultural - St. de Habilitações Coletivas e Germinadas Norte 713, Asa Norte, Brasília

BRASÍLIA

ALO JORNAL

O Teatro do Concreto estreia “Festa de Inauguração”

Após bem-sucedida temporada no Sesc Pompéia, em São Paulo, o Teatro do Concreto, reconhecido por suas interações com o espaço urbano e intervenções públicas, volta para casa onde apresenta sua nona montagem que celebra os 16 anos de trajetória do grupo. Inédito para o público brasiliense, Festa de Inauguração, dirigido por Francis Wilker e com dramaturgia de João Turchi, será apresentada no Festival Internacional Cena Contemporânea, de 27 a 30 de agosto no Espaço Cultural Renato Russo, e de-

pois segue para o Sesc Garagem, de 19 a 22 de setembro, e de 26 a 29, do mesmo mês, no CEM 01 – Centrão, escola pública de São Sebastião. Mensagens deixadas por trabalhadores, que construíram o Congresso Nacional nos anos de 1950, e encontradas em 2011 durante reforma no Salão Verde, foram o ponto de partida [para a criação do espetáculo] e endossado por seminários que reuniram sociólogos, arquitetos, artistas visuais, rappers e dramaturgos. “As frases são de autoria de quem quase nunca está à luz da história oficial e re-

velam, em si, desejos de um futuro melhor para o país e a crença nas instituições democráticas”, descreve Francis. A obra, que investiga o tema da destruição como metáfora ao atual momento do país, explora a presença de um ciclo fragmentado onde o fim nada mais é do que a continuidade e a ruína é a afirmação do que existiu e do vir a ser. Desde a Grécia antiga à própria produção contemporânea do grupo, a montagem discorre sobre constâncias da humanidade, “notamos que no percurso da humanidade, nas artes e nas trajetórias pessoais, existem narrativas soterradas que precisam vir à tona e, normalmente, esse processo acontece por meio da destruição”, sugere o diretor da montagem. Temporada Plano Piloto Dias: 27, 28, 29 e 30/08* Local: Espaço Cultural Renato Russo Horário: às 20h Ingressos: R$ 20 (inteira).

Profile for Alô Brasília Comunicações Ltda

Qui, 15/08/2019  

Qui, 15/08/2019

Qui, 15/08/2019  

Qui, 15/08/2019

Advertisement