3 minute read

A Ceia do Senhor - Edição 1.193

A CEIA DO SENHOR JESUS

Pr. Paulo César Diniz - 1 Co 11. 17-34

Existem muitas convenções na sociedade de hoje que devem ser seguidas, desde um casamento até mesmo uma formatura. Na Igreja do Senhor Jesus Cristo também existem. Por esse motivo, neste texto o apóstolo Paulo trata das instruções de um dos sacramentos que o Senhor Jesus nos legou, a celebração da Ceia do Senhor.

Paulo começa com os aspectos negativos sobre a Ceia do Senhor, sobre o que os coríntios não deveriam fazer, mas estavam fazendo (11.17-22). Os coríntios se juntavam em grupos fechados: “Nisto, porém, que vos prescrevo, não vos louvo, porquanto vos ajuntais não para melhor, e sim para pior. Porque, antes de tudo, estou informado haver divisões entre vós quando vos reunis na igreja; e eu, em parte, o creio. Porque até mesmo importa que haja partidos entre vós, para que também os aprovados se tornem conhecidos em vosso meio. Quando, pois, vos reunis no mesmo lugar, não é a ceia do Senhor que comeis” (11.17-20). Eles não compartilhavam a ceia com mais ninguém: “Porque, ao comerdes, cada um toma, antecipadamente, a sua própria ceia; e há quem tenha fome, ao passo que há também quem se embriague. Não tendes, porventura, casas onde comer e beber? Ou menosprezais a igreja de Deus e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto, certamente, não vos louvo”(11.21-22).

O apóstolo também fala dos aspectos positivos sobre a Ceia do Senhor. Começa a descrever a primeira Ceia do Senhor, dirigida por Jesus no cenáculo, e relembra que tudo deveria ser feito “em memória” de Jesus (11.23-25). O que o Senhor Jesus fez? Jesus tomou o pão (11.23) e depois o cálice (11.25a). E o que o Senhor ensinou com relação ao pão? “Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim” (11.24). E com relação ao cálice: “Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim” (11.25b).

𝐄𝐦 𝐬𝐞𝐠𝐮𝐢𝐝𝐚, 𝐏𝐚𝐮𝐥𝐨 𝐩𝐚𝐬𝐬𝐚 𝐚 𝐟𝐚𝐥𝐚𝐫 𝐝𝐨 𝐩𝐫𝐨𝐩𝐨́𝐬𝐢𝐭𝐨 𝐝𝐚 𝐂𝐞𝐢𝐚 𝐝𝐨 𝐒𝐞𝐧𝐡𝐨𝐫 𝐉𝐞𝐬𝐮𝐬 (𝟏𝟏.𝟐𝟔, 𝟐𝟖).

1 - Serve para olhar para trás, para anunciar a morte de Jesus Cristo, como morreu e para que morreu: “Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice” (11.26a); 2 - Serve para olhar para o futuro, para anunciar a segunda vinda de Jesus: “anunciais a morte do Senhor, até que ele venha” (11.26b); 3 - Serve para fazer um exame pessoal:“Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice;” (11.28).

𝐄 𝐩𝐨𝐫𝐪𝐮𝐞 𝐝𝐞𝐯𝐞𝐫𝐢́𝐚𝐦𝐨𝐬 𝐥𝐞𝐯𝐚𝐫 𝐚 𝐬𝐞́𝐫𝐢𝐨 𝐚𝐬 𝐢𝐧𝐬𝐭𝐫𝐮𝐜̧𝐨̃𝐞𝐬 𝐪𝐮𝐚𝐧𝐭𝐨 𝐚 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐜𝐢𝐩𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐚 𝐂𝐞𝐢𝐚 𝐝𝐨 𝐒𝐞𝐧𝐡𝐨𝐫 𝐉𝐞𝐬𝐮𝐬?

1 - Para não ser réu do corpo e do sangue de Jesus e não comer e beber juízo para si. “Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor; pois quem come e bebe sem discernir o corpo, come e bebe juízo para si. Eis a razão por que há entre vós muitos fracos e doentes e não poucos que dormem” (11.27; 29-30).

𝐄 𝐩𝐨𝐫 𝐮́𝐥𝐭𝐢𝐦𝐨, 𝐨 𝐚𝐩𝐨́𝐬𝐭𝐨𝐥𝐨 𝐏𝐚𝐮𝐥𝐨 𝐭𝐫𝐚𝐭𝐚 𝐬𝐨𝐛𝐫𝐞 𝐨 𝐬𝐞𝐮 𝐩𝐫𝐨𝐯𝐞𝐢𝐭𝐨 (𝟏𝟏.𝟑𝟏-𝟑𝟒).

1 - A Ceia do Senhor é útil para o julgamento pessoal: “Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando julgados, somos disciplinados pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.”(11.31-32). 2 - A Ceia do Senhor é útil para promover a comunhão dos cristãos até hoje. “Assim, pois, irmãos meus, quando vos reunis para comer, esperai uns pelos outros. Se alguém tem fome, coma em casa, a fim de não vos reunirdes para juízo. Quanto às demais coisas, eu as ordenarei quando for ter convosco.” (11.33-34).

Que Deus nos dê o privilégio de participar da Ceia do Senhor Jesus dignamente.

EDIFICAÇÃO - 1 Co 11. 17-34

1 - Qual era o problema da igreja de Corinto em relação a Ceia do Senhor (1 Co 11.17-22)?

2- Quais são os aspectos relevantes sobre a Ceia do Senhor (1 Co 11.23-25)?

3- Quais são os propósitos da Ceia do Senhor Jesus (1 Co 11.26, 28)?