Page 1

#2

SET./NOV. 2008

5 607727 086345

00002

TRIMESTRAL


>WWW.GTTUNING.PT.VU

SUMÁRIO Preparações

12 HONDA DEL SOL

5

18

24 OPEL CORSA

30 VW GOLF

36 PEUGEOT 106

e ainda... 04 10

44 46 47

JORNAL Notícias Tuning e do mundo automóvel EVENTOS Pequenas reportagens de algumas concentrações e encontros realizados no país PROJECTO Fomos ver como está a ficar o Nissan Micra Type-R INTERNET Saiba quais são os 10 carros mais rápidos do mundo TÉCNICA Explicamos como é que o Nitro aumenta a potência de um motor

Rua da Escola, 35 - Coselhas Apartado 97 3001-902 Coimbra Contribuinte n.º 175 282 609

48 49 50

51

Obrigado! Antes de qualquer outro assunto, é justo agradecermos a todos os que adquiriram a GT Tuning número um e a todos aqueles que nos enviaram e-mails, telefonaram e deixaram as suas opiniões, críticas e sugestões. Nos mais diversos fóruns da Internet encontrámos diversas mensagens sobre esta primeira edição. As reacções foram, de um modo geral, bastante positivas. Mais uma vez, MUITO OBRIGADO!

FORD FOCUS

OPEL ASTRA

Editorial

ESPAÇO DO LEITOR Os leitores escreveram-nos e disseram de sua justiça VIRTUAL TUNING Conheça bons trabalhos de tuning feitos no... computador CLUBES Oferecemos espaço para divulgarem tudo sobre os vossos clubes HUMOR O Bate-Chapas está de volta à GT Tuning

E o segundo número aqui está. Como certamente já reparou, está um pouco diferente. Estava prevista esta alteração, já que o número um foi, como referimos, uma edição experimental. Mas, na sua essência, continua a ser a GT Tuning... só que, pensamos, um pouco melhor. Tem mais páginas, mais assuntos, grafismo retocado - os títulos são mais apelativos e junto às imagens encontra agora pequenas caixas com legendas que ajudam a destacar alguns itens. A fotografia é importante. Então, numa revista de automóveis assume papel primordial. E, nesta edição, fomos ainda mais longe e apostámos em imagens em movimento que são, de certa maneira, inovadoras no mercado nacional. Esperamos que sejam do vosso agrado. Até à próxima edição,

Maurício Reis

> O teu carro merecia estar nestas páginas? Não hesites em enviar imagens do mesmo, com os teus dados pessoais > Envia as tuas sugestões e críticas para podermos melhorar a GT Tuning

Director Maurício Reis

Marketing Sandra Mendes

Design Gráfico +ideias design

Depósito Legal 276066/08

Redacção João Maia, Luís Miguel, Paulo Jorge Dias

Redacção e Publicidade Rua da Escola, 35 - Coselhas Apartado 97 - 3001-902 Coimbra

Impressão: SocTip, SA Porto Alto - Samora Correia

Contribuinte 175 282 609

E-mail gt.tuning@netvisao.pt dade dos seus autores. Está proibida a reprodução de qualquer texto ou imagem sem a devida autorização da empresa proprietária.

Tiragem 20.000 exemplares

Colaboram nesta edição Marco Santiago, Paulo Carvalho

Contactos Telef. 239 081 925

Distribuição Vasp - Distribuidora de Publicações, Lda

Publicidade Cláudio Silva

E-mail gt.tuning@netvisao.pt

Publicação Periódica 125343

----A revista GT Tuning é uma publicação trimestral. Os artigos publicados são da inteira responsabili-

#2 SET./OUT./NOV. 2008

gt tuning > 03


JORNAL FREE TUNING TEAM REUNIU AMANTES DO TUNING

Notícias do Tuning e do Automóvel

MTM LEVA A AUDI RS6 AVANT AOS 702 CV Se tem, sonha, ou está para vir a ter uma Audi RS6 Avant, saiba o que pode fazer se 580 cv não lhe chegarem...

No passado dia 6 de Julho realizouse a terceira concentração do grupo Free Tuning Team, no mercado municipal de Albergaria-a-Velha. Ao todo estiveram presentes 106 veí culos e por lá passaram 1500 pes soas, números significativos para um evento sem muita publicidade. No caso do leitor pretender obter mais informações junto dos respon sáveis deste grupo, sobre novos eventos, por exemplo, pode sempre enviar um e-mail para o endereço de correio electrónico gracy_ete_24@hotmail.com.

Parece que para algumas pessoas, 580 cavalos de potência é muito pouco. Este é o valor oferecido pelo motor da Audi RS6 Avant, uma das carrinhas mais rápidas do mercado. A empresa germânica MTM (www.mtm-online.de/en/ index.php) desenvolveu dois programas tuning para torná-la ainda mais rápida do que já é. O programa “mais simples” modifica a electrónica, incrementando a potência para os 656 cavalos às 6180 rpm e impressionantes 785 Nm de binário. O clássico 0-100 Km/h é feito em apenas 3,9 segundos e a velocidade

máxima pode ser ajustada electronicamente para 279, 290 ou 310 Km/h. Contudo, o segundo pacote é muito mais

AC SCHNITZER CRIA FALCON PARA BMW X5 Com tanta potência e aerodinâmica, só lhe falta mesmo voar

EVENTOS

ainda vai a tempo...

13 E 14 DE SETEMBRO 7.ª Concentração Tuning de Guimarães Organização: Motor Clube de Guimarães Local: Pavilhão Multiuosos Contacto: 962 505 179 / 918 524 398 20 DE SETEMBRO Caparica Tuning Show Organização: Team Phoenix Local: Caparica Contacto: 919 869 608 4 E 5 DE OUTUBRO Concentração Tuning TT Organização: Tuning Bar Local: Loures Contacto: 919 320 268

4 < gt tuning

O preparador alemão AC Schnitzer, especialista no desenvolvimento de pacotes de tuning para os BMW, apresentou o seu mais recente trabalho, desta vez para o novo BMW X5. O pacote, ao qual deu o nome Falcon, inclui um kit aerodinâmico e um ‘upgrade’ ao motor diesel 3.0, que passa a debitar 310 cv, isto é, mais 25 do que a versão de origem, que “só” produz

286 cv. O kit inclui spoiler frontal, difusor traseiro, arcos para as quatro rodas, duas entradas de ar triangulares para o capôt e jantes de 22”. As modificações mecânicas incluem um kit de molas progressivas AC Schnitzer e um sistema de escape mais desportivo.


existiam informações adicionais acerca deste programa, porque o projecto ainda estava em fase de desenvolvimento. Quanto a preços, o custo do programa um chega aos 3999 Euros e o segundo fica em 9950 Euros. Mas no caso de se pretender mais exclusividade, a MTM junta um lábio em fibra de carbono no spoiler frontal, um difusor traseiro no mesmo material, travões com maxilas de seis pistões e discos de 21”. A MTM disponibiliza tratamento total, que inclui mecânica vitaminada, suspensão mais eficaz e jantes de 21 polegadas, a partir dos 15500 Euros.

HEFFNER AUMENTA EM QUASE 400 CV A POTÊNCIA DO LAMBORGHINI GALLARDO Dos 540 aos 930 cv com muitos... dólares. É disto que precisa se tiver um Gallardo na garagem. O Lamborghini Gallardo é um carro especial, mas que tem estado sempre escondido na sombra do seu irmão maior, o Murcielago. Com 540 cv de potência (o “Murc” tem mais 100 cv), parece não ser o suficiente para a maioria das pessoas… possuidoras de um exemplar, claro. Então, um preparador tuning da Florida, Heffner, decidiu puxar até ao limite o motor do Gallardo, tentando obter a máxima potência possível. O resultado? Uns meteóricos 930 cv! É claro que isto só foi possível porque o motor V10 e 5 litros foi amplamente modificado. Entre outras alterações, destaque

para os novos pistões, um novo sistema bi-turbo e sistema de escape totalmente personalizado, controladores electrónicos do ‘boost’, duplas ‘wastegates’ e, o mais importante, uma embraiagem reforçada capaz de colocar toda a potência no chão. Todas estas alterações elevaram o binário até aos 1032 Nm, número impressionante para um carro que vai circular nas estradas. As alterações estéticas exteriores são de pormenor. Agora vamos a contas. Se o seu extracto bancário tem muitos algarismos, o que é que afinal são 55.000 dólares a menos?

ESTAMPANÇOS DO MÊS

Ferrari F430 Spyder Resumo “Espetou-se” na traseira de um reboque que era puxado por um Toyota Land Cruiser. Onde San Francisco, Califórnia Nossa pontuação 5/10

Dodge Viper Resumo Com apenas 530 quilómetros ficou feito num 8 a... 60 Km/h. Já é o segundo Viper que o dono tem. Onde Long Island, Nova Iorque Nossa pontuação 7/10

Ferrari F360 CS Resumo Filho pega no carro do pai para dar uma volta e estampa-se contra um poste. Vai levar tau-tau... Onde Melbourne, Austrália Nossa pontuação 7/10

Audi R8 Resumo Acreditam que esta condutora ia para um evento Porsche? Humm, devia era ir às compras... Onde Namur, Bélgica Nossa pontuação 4/10

© WreckedExotics e respectivos autores

espectacular, que inclui um sistema de escape completo e filtro de ar desportivo. Com este ‘upgrade’, a RS6 Avant chega aos 702 cv! Até do fecho desta edição, não

gt tuning > 5


FORD FOCUS

TRATAMENTO

TOTAL

A cor laranja sobressai no tratamento completo que

6 < gt tuning


sofreu este Ford Focus. E nem foi preciso ir a um SPA. gt tuning > 7


FORD FOCUS

N

unca os responsáveis da Ford imaginaram que, um dia, um carro saído das suas linhas de montagem tivesse tratamento de beleza tão intensivo. Não que este Focus andasse com o stress ou estivesse a ficar obeso. Num carro isto não acontece, como sabemos. O problema é que o seu proprietário, Vitor Moreia, queria ter mesmo um Focus diferente de todos os outros que já havia visto. O resultado? Bem visível nestaS páginas. Grande parte do tratamento foi dado no SPA… ou melhor, na empresa Emile Design, que dispensa apresentações. Os trabalhos realizados por esta empresa nortenha falam por si. Qualquer pessoa, em qualquer lugar, que se cruze com este Focus não pode ficar indiferente. A pintura, em tom laranja pérola, é vitamina para os olhos. É o tipo de cor que fica bem num carro personalizado, tornando mais fotogénico. Para além da pintura, foi aplicada uma decoração em vinil autocolante, que aumenta a sensação de movimento da carroçaria. Depois vem toda uma série de pormenores que alteraram significativamente o aspecto deste Ford Focus. Para isto muito contribuem os pára-choques e embaladeiras Patriot. A frente ficou um pouco mais agressiva e atrás foi possível montar duas saídas de escape. As jantes cromadas Spac Wheels, em 17”, calçadas com pneus 205/40, são outra mais-valia para este trabalho. O mesmo

8 < gt tuning

podemos dizer dos também cromados espelhos M2, que para além de combinarem na perfeição com as jantes, dão o toque desportivo que é de aproveitar. Ainda em grande destaque, que para os menos conhecedores até podem passar despercebidos, temos os faróis Angel Eyes e farolins com leds da FK. Se fossemos donos deste Focus acreditem que andávamos sempre com as luzes ligadas… Se tudo isto não fosse suficiente, o Vitor “acabou” com os puxadores das portas traseiras. Pode-se ter perdido alguma funcionalidade, mas ganhou-se em agradabilidade visual. Para o fim ficaram, propositadamente, as diversas entradas de ar, colocadas no capôt, tejadilho e pára-choques frontal. Itens que passávamos bem sem eles… Até porque no interior voltamos a deparar-nos com um trabalho de (muita) qualidade. A cor, clara, da pele foi bem escolhida e proporciona uma sensação de bem-estar aos eventuais ocupantes desta viatura. Pode ser que nem repare à primeira (como nos aconteceu a nós, somos sinceros), mas o painel de instrumentos (conta-rotações, velocímetros e afins) foi deslocado para o cento do tablier, deixando de estar mesmo à frente do condutor. Olhe lá bem outra vez para as fotos do interior e exclame à vontade: “Ah, pois é!”. E, por favor, não nos pergunte a marca do punho da caixa de velocidades e travão de mão, porque pura e simplesmente não… têm marca. Foram feitos de forma artesa-


nal, o que é de louvar, pois ficaram mesmo bem acabados. Os pedais Momo, bem como o volante também não podem ser esquecidos, porque, afinal, também se salientam neste tratamento interior. O choque que temos ao abrir a mala é… muito positivo. O trabalho executado na mala, para receber os vários acessórios de car-áudio, impressiona. Os elementos principais estão todos em grande destaque, o que nem sempre é fácil. É claro que o Vitor não pode pensar em ir às compras com este Focus e ainda por cima levar a família. Mas o que é que importa? O som conseguido pelas quatro colunas de duas vias JBL, mais os dois amplificadores Sony e os dois impressionantes subwoofers AudioBahn percorre-nos o corpo e até a pele fica arrepiada. Para além disto ainda foram montados três monitores de 7”, um ecrã LCD da Sony, um leitor de DVD Denver e a tão apetecida PlayStation 2. Prazer, diversão, qualidade, três adjectivos

‘A PINTURA, EM LARANJA PÉROLA, É VITAMINA PARA OS OLHOS. É O TIPO DE COR QUE TORNA UM CARRO MAIS... FOTOGÉNICO’

gt tuning > 9


MOVIDO

FORD FOCUS

ARTESANAL Punhos da caixa de velocidade e travão de mão foram feitos à medida e não por nenhuma marca conhecida. Ficaram muito agradáveis

SOM Mala para guardar as compras? Nem pensar! Aqui só acessórios de som. Os ‘subs’ e amplificadores estão em grande destaque

10 < gt tuning

Que pormenor curioso, não acha? O painel de instrumentos foi deslocado mais para o centro do tablier


VINIL Para além da pintura laranja pérola, o proprietário decidiu colocar um motivo em vinil autocolante, que dá mais “movimento”

MOTOR Até a área do motor sofreu alterações. Muitas peças foram simplesmente forradas a... pele. Diferente, sem qualquer dúvida.

que combinam bem com todo este conjunto. Mas se pensa que já viu tudo, desengane-se. É que não satisfeito com tudo isto, o proprietário achou que também a área reservada aos órgãos mecânicos merecia uma atenção especial. Para além da pintura em amarelo de algumas coberturas plásticas do motor, outras foram pura e simplesmente… forradas na mesma pele que encontramos no interior. De facto, aqui pensou-se em tudo. Faltam referir os néons de cor azul, o filtro de rendimento Green e a barra antiaproximação. <

FICHA TÉCNICA | FORD FOCUS MECÂNICA Filtro de rendimento Green; 2 escapes Escorpião. Alterações estéticas ao motor: estofado e pintado; Neóns azuis; Amperímetro; Corte de corrente geral LIGAÇÃO AO SOLO Barra anti-aproximação; Jantes cromadas Spac Wheels 17”; Pneus 205/40 INTERIOR Tablier central fibrado e estofado; Postiços das portas fribrados; Apoios de braço fibrados; Pedais Momo; Punho da caixa de velocidades e capa do travão de mão artesanais; Tapetes personalizados; Retrovisor tipo California; Trabalho total de estofo por parte da Emile Design

EXTERIOR Pintura laranja pérola, com decoração em vinil autocolante; Pára-choques e embaladeiras Patriot; Entradas de ar no capôt e tejadilho; Supressão dos puxadores das portas traseiras; Aileron; Faróis Angel Eyes FK; Farolins com leds FK; Espelhos M2; Néons azuis CAR-AUDIO Rádio com CD/DVD KD_AVXZ; 3 monitores de 7”; TV LCD Sanyo; DVD Denver; Playstation 2; 4 colunas duas vias JBL; Amplificador de TV; Capacitador Audio Top; 2 Subwoofers AudioBahn; 2 Amplificadores Sony PROPRETÁRIO Vitor Moreira

gt tuning > 11


HONDA DEL SOL

eventualment , m ra ia cr da on H da s se ne po ja Os : o CRX. A ve do ca ifi od m r se ra pa s te an ss re te in mos todo o tra da en sv De a. ss pa de on r po a on si

12 < gt tuning


SOL

do

ORIENTE

ais te sem saberem, um dos carros m impresrsĂŁo Del Sol, aqui em destaque, tĂĄrio. abalho levado a cabo pelo proprie

gt tuning > 13


HONDA OPEL ASTRA DEL SOL

EXTERIOR Saias laterais, pรกrachoques envolventes e agressivos, aileron em inox com toque desportivo, pintura bi-color. Nรฃo falta nada aqui

14 < gt tuning


O Civic Del Sol é a terceira geração do Honda CRX. O primeiro modelo, no mercado entre os anos 1984 e 87, ostentava o nome Honda Ballade. Tratava-se de um compacto com tracção dianteira e assumiase como um pequeno desportivo. Em 1987 a Honda levou a cabo um ‘restyling’, surgindo então a versão Si. A popularidade aumentou ainda mais. Até 1991 tornou-se o alvo preferido da grande maioria dos condutores adeptos das emoções ao volante, graças ao seu excelente desempenho dinâmico, condução agradável, mecânica robusta e entusiasmante e consumo de combustível comedido. A potência da versão 1.6i-16 chegava aos 129 cv, ao passo que em 1989 a Honda adicionou também o motor de 1595cc B16A VTEC, com os seus interes-

santíssimos 150 cv. Em 1992, finalmente, a Honda substitui o CRX pelo… CRX Del Sol. Embora seja considerado como a terceira geração CRX, tratase de um carro completamente diferente, quer em aparência como objectivo. Os proprietários, caso quisessem e o tempo permitisse, podiam dar-se ao luxo de remover o tecto, já que se tratava de um modelo Targa. A produção do Del Sol terminou em 1997. O Bruno Pires, proprietário do exemplar que apresentamos nestas páginas, achou, bem, que o Honda Del Sol era uma excelente base para modificar. A versão adquirida era a ESI, com 125 cv. Interessante, mas não suficiente para os gostos deste jovem.

‘ACREDITE QUE AGORA A DINÂMICA ESTÁ MAIS APURADA EM RELAÇÃO AO QUE VINHA DE ORIGEM’

INTERIR Poucas alterações significativas, onde se destacam as impressionantes bacquets em carbono. O alumínio pontua aqui e ali

gt tuning > 15


HONDA DEL SOL

FICHA TÉCNICA | HONDA DEL SOL MECÂNICA Motor VTI (antes, ESI); Supressão do catalizador LIGAÇÃO AO SOLO Amortecedores Kayaba; Molas HR à frente e Apex atrás; Barra antiaproximação Mugen; Jantes 17" Rota Grid; Pneus 205/40 INTERIOR Bacquets em carbono; Manete da caixa Mugen; Volante Isotta; Pedais em alumínio; Fundo de manómetros em branco "plasma" EXTERIOR Alargamento geral da carroçaria;

16 < gt tuning

Pintura branca e negra; Pára-choques frontal Veilside; Pára-choques posterior Buddy Club; Saias laterais; Farolins traseiros brancos e vermelhos; Aileron em Inox personalizado; Duas ponteiras de escape Sebring CAR-AUDIO JVC Camaleão; Tweeters Hertz; Colunas Infinity; Amplificador Ultimate PROPRIETÁRIO Bruno Pires AGRADECIMENTOS FASport; LOWandFAST; Cláudio

Pouco tempo depois eis que este motor dá lugar ao VTI com expressivos 160 cv. A diferença entre estas mecânicas é abismal, com o segundo a ser um poço de energia, que parece não ter fim. Ainda em relação à mecânica, foi retirado o catalizador. A respiração passa então a ser feita a plenos pulmões. Mas se as performances já estavam mais de acordo com o pretendido, à imagem, embora apelativa, faltava-lhe qualquer coisa. Embora este Del Sol tenha passado por um estágio intermédio, o aspecto que agora apresentamos está digno de um carro desportivo. Para isto muito contribui a pintura branca, com o negro a destacar-se no capôt, tejadilho e mala. O efeito final não podia ser melhor e tão consensual. Para além de um ligeiro alargamento da carroçaria, principalmente nas cavas das rodas, o que sobressai são as saias laterais, o pára-choques traseiro Buddy Club e o imponente pára-choques frontal Veilside. A matrícula, infelizmente, acaba por tapar a grelha que tanto “brilho” dá a este elemento visual. Só que as alterações visuais mais significativas não se ficam por aqui. Os farolins traseiros, em dois tons (vermelho e branco), são bonitos e, quando ligados, emitem uma luz vibrante. Já o aileron, em inox, foi personalizado para este veículo e casa bem na imagem final. Já vimos este acessório noutros veículos, cujo resultado final é desastroso… Para terminar, foram aplicadas duas ponteiras de escape da Sebring. É óbvio que preferíamos ter dois escapes verdadeiros, mas na impossibilidade, esta opção também não foi má de todo. Pelo menos aspecto têm… O interior está bem mais simples, mas nem por isso menos desportivo. Em grande destaque encontramos as duas bacquets em carbono. O encaixe e suporte do corpo são perfeitos. Em condução desportiva, este agradece, já que praticamente não sai do lugar, por maior que seja a velocidade em curva. Depois pontuam a manete da caixa de velocidade em alumínio, da Mugen, ou o volante da Isotta R-Evo, os pedais em alumínio, ou os fundos dos manómetros em branco “plasma”.


Embora não se possa sentir ao ver as imagens que publicamos, acredite que a dinâmica está mais apurada em relação ao que é disponibilizado de origem. E também não é para menos. Os amortecedores são “só” da Kayaba, o que é garante de qualidade e eficácia. Mas o Bruno exponenciou ainda mais o resultado com molas HR à

frente e Apex atrás. A barra anti-aproximação Mugen, colocada nas torres da suspensão da frente, minimiza qualquer torção que a frente experimente. Por fim, as bonitas jantes Rota Grid, douradas, em 17”, que calçam pneus 205/40, para além do plano estético, permitem um comportamento à altura do visual deste Del Sol.

O sistema de som não foi, sinceramente, o que mais nos chamou à atenção. Mesmo assim, é composto por uma fonte JVC, tweeters da Hertz, colunas Infinity e amplificador Ultimate. Mas do que gostámos mais, foi mesmo do aspecto encorpado (e baixinho) com que este Honda se passeia na estrada. <

‘O ASPECTO VISUAL DESTE DEL SOL É DIGNO DE UM CARRO DESPORTIVO’

DINÂMICA É demasiado divertido conduzir este Honda Del Sol. Novos amortecedores, molas, barra e jantes em 17” ajudam bastante

gt tuning > 17


OPEL ASTRA

O v q u 18 < gt tuning


ALTO ASTR A(L)

O Opel Astra não é propriamente o primeiro carro que nos vem à cabeça quando pensamos em personalização. Mas o que aqui apresentamos mostra que é possível conseguir-se um trabalho agradável num modelo, digamos… mais familiar. gt tuning > 19


OPEL ASTRA

窶連S JANTES CROMADAS DESTACAM DA COR ESC DA PINTUR

20 < gt tuning


S LIMITED, S, DE 16”, M-SE FACILMENTE CURA RA ’

INTERIOR Os bancos desportivos AutoStyle impõem respeito num interior sóbrio. A Playstation não podia faltar

É

impressionante como este Opel Astra chama à atenção. E nem sequer precisa ter uma cor vibrante, ou um kit de carroçaria imponente. A personalização levada a cabo pelo Luís Fernandes é equilibrada e, talvez por isto, merece comentários positivos por onde quer que passe. E todos sabemos como é gratificante vermos reconhecido o nosso trabalho. Em relação aos outros Astra que circulam por aí, este está mesmo diferente. A começar pelas jantes Limited de dezasseis polegadas. Sendo cromadas destacam-se facilmente da cor escura da pintura. O tamanho dos pneus também aumentou para uns interessantes 205/45. É óbvio que umas jantes de 17, 18 ou 19” apelam sempre mais aos sentidos, mas quando chega a hora de trocar pneus… não há bolso que aguente. Já para não falar no aumento do consumo, o que nos dias que correm não é nada bom. Visto de lado, quase que passa despercebido todo o trabalho feito neste Astra. Mas nada mais falso. Os pára-choques foram alterados, principalmente o da frente, com várias entradas de ar a preenchêlo. O de trás também teve que ser modificado, já que era necessário incluir as duas ponteiras duplas da linha de escape Escorpião. Só para esclarecer, todas as ponteiras são funcionais. O som emitido é agradável – ligeiramente rouco -, provavelmente também ajudado pela admissão directa. Esta inclui um tubo cromado e a blindagem foi feita em carbono. Tudo “mão-deobra” Escorpião, marca que se vem

impondo no tuning nos últimos anos. Já que falamos em mecânica, importa referir a barra anti-aproximação colocada nas torres da suspensão da frente. Não é só efeito estético, já que a dinâmica sai (muito) beneficiada. Acredite que conduzir o mesmo carro com e sem esta barra não é nada igual. Com o capôt aberto, verificamos que algumas peças que tapam o motor foram pintadas e receberam desenhos. Se é certo que isto não beneficia em nada as performances do Opel Astra, pelo menos permite alegrar um espaço “cinzentão”. Voltando ao exterior, damos por nós a encantar-nos (mais uma vez) pelos faróis Angel Eyes, que, pode-se dizer, serão uma das grandes modas actuais do tuning. E merecem… Os farolins tipo Lexus, com fundo preto, casam bem na traseira, que se viu mais leve de um momento para o outro: os símbolos foram removidos, o mesmo acontecendo com a escova do limpa-vidros. Aileron de origem Opel dá o toque final. As embaladeiras permitem a ligação harmoniosa entre pára-choques. Sobre o capôt foi montada uma entrada de ar tipo Subaru. A dar os últimos retoques ao aspecto exterior temos a película nos vidros laterais e traseiro, os piscas brancos, ou os sempre bem-vindos néons azuis, num total de quatro. Quando abrimos as portas o


OPEL ASTRA nosso olhar é bombardeado com os imponentes bancos Auto-Style. Não só são agradáveis à vista, como são eficazes no suporte do corpo e confortáveis, convidando a longas viagens. E, sobre a personalização interior, pouco

mais há a dizer. Aqui e ali vemos peças pintadas a azul, deparamo-nos com tapetes em alumínio e com leds azuis colocados no tecto, para uma melhor iluminação do interior. No que respeita ao sistema de som, o

Luís não poupou euros e investiu em marcas de renome, que são garantia de qualidade. O rádio é um Alpine, com capacidade para ler ficheiros no formato MP3, que inclui um monitor de 7”, sensível ao toque. Tweeter da frente, da Power Accoustic,

MECÂNICA A respiração do motor deste Astra melhorou bastante depois de instalada uma admissão directa. A decoração é feliz

‘OS FARÓIS ANGEL EYES ENCANTAM E SÃO UMA DAS GRANDES MODAS DO TUNING ACTUAL’ 22 < gt tuning


‘EM RELAÇÃO AOS OUTROS ASTRA QUE CIRCULAM POR AÍ, ESTE ESTÁ MESMO DIFERENTE’

EXTERIOR Do ponto de vista estético este Astra está agradável. O pára-choques frontal, e as jantes, são, talvez, os grandes destaques

chega aos 100W, ao passo que as colunas Boschmann de três vias atingem os 500W. A JBL foi a marca preferida para as colunas laterais traseiras e as da chapeleira, qualquer uma com três vias. O amplificador Boschmann de 3900W com voltímetro digital de 6 canais junta-se ao condensador (da mesma marca) e ao subwoofer JBL de 100W para ajudar à tão desejada qualidade sonora. Para descontrair, ou passar o tempo, o Luís instalou uma Playstation 2 Slim no porta-luvas. Se quiser manter o aspecto relativamente sóbrio do seu Astra, o proprietário pouco mais deverá alterar. Mas também temos consciência, que quem gosta de tuning quer sempre ir mais além… <

FICHA TÉCNICA | OPEL ASTRA MECÂNICA Linha de escape Escorpião com Y no final com duas ponteiras duplas; Admissão directa em tubo cromado e filtro de ar com blindagem em carbono (Escorpião); Peças do motor pintadas e desenhadas LIGAÇÃO AO SOLO Jantes Limited cromadas; Pneus 205/45/R16 INTERIOR Baquects Auto-Style; Plásticos de quartelas e tablier em azul; Tapetes em alumínio; Leds azuis no tecto; Extintor Race Sport EXTERIOR Pára-choques frente e trás alterados; Entrada de ar tipo Subaru; Embaladeiras alteradas; Aileron Opel; Faróis Angel Eyes; Farolins tipo Lexus com fundo preto; Piscas brancos; Alisamento das secções laterais; Supressão de símbolos; Remoção da escova limpa-vidros no

vidro de trás; Supressão da antena; Película nos vidros laterais e traseiro; Pintura personalizada; Quatro barras de neons azuis CAR-AUDIO Rádio Alpine com MP3 50x4 com monitor Pulsetouch de 7”; Playstation 2 Slim; Tweeter da frente Power Accoustic 100W; Colunas da frente (nas portas) Boschmann 500W três vias; Colunas laterais traseiras JBL 250W 3 vias; Colunas na chapeleira da JBL 300W 3 vias; Amplificador Boschmann 3900W com voltímetro digital de 6 canais; Condensador Boschmann 1 farard com display de 4 dígitos; Subwoofer JBL 1000W; Distribuidor de corrente com voltímetro; 4 focus de leds azuis PROPRETÁRIO Luís Fernandes

gt tuning > 23


OPEL CORSA

24 < gt tuning


DO IA

F PL UI

M

De um momento para o outro este Opel Corsa viu o seu tamanho aumenta do, em todos os sentidos .

gt tuning > 25


OPEL CORSA em qualquer indicação relevante, fomos convidados a fazer uma reportagem a um Opel Corsa. Não é habitual, mas desta vez íamos mesmo às escuras. Confiámos na palavra de quem nos convidava e lá partimos nós para o ponto de encontro. Para sermos sinceros, não é uma prática que nos atraia muito, porque nunca se sabe o que nos vai aparecer pela frente. Poucos minutos passavam da hora marcada e lá surgiu o Corsa que pode conhecer melhor nas páginas seguintes. Agora, o curioso é que esta personalização foi pensada de um momento para o outro. Bastou um clique na cabeça do proprietário, o José Guimarães, para avançar. E, em relativamente pouco tempo, tinha o seu Opel Corsa completamente… ampliado: à frente, dos lados e ligeiramente atrás. De facto, do ponto de vista do exterior, o

S

alargamento foi geral. Os pára-choques ligam-se perfeitamente às “novas” cavas das rodas, que por sua vez casam com as embaladeiras. A frente está agora muito mais agressiva, graças à enorme boca central e às quatro entradas de ar laterais. Na estrada, parece que está sempre com vontade de comer o carro da frente… Da mala foram retirados símbolos e referências à marca e modelo, fechadura e puxador, bem como a escova limpa-vidros. Os farolins aplicados são bastante agradáveis, sendo na sua essência inspirados nos dos Lexus da geração anterior, mas com luzes redondas em led. Visto à noite, ou em locais escuros, é muito agradável. Os faróis são, mais uma vez, uns Angel Eyes – Ó BMW, o que já ofereceste ao Tuning!… -, com fundo em preto. Os piscas laterais em branco combinam

N

Actu e veícu do s Em ou um

26 < gt tuning


bem com o espelhos retrovisores, cromados e com pisca integrado, modelo K6. A carroçaria em cinzento pérola, com um leve tom roxo, ganhou outra vida. Para o fim deixámos as bonitas e sóbrias jantes Momo, em 15”, que calçam pneus 195/50. Muito sinceramente, estas pecam por serem algo “curtas” para tanta carroçaria. Parece sempre que falta pneu para tanta cava de roda. No capítulo da mecânica, nada a apontar de muito expressivo. Com muita pena nossa, os proprietários ainda não investem tanto neste ponto, como no capítulo estético. Mas, mesmo assim, este 1.4 a gasolina recebeu um filtro de rendimento e uma panela de escape mais… sonante. Sempre que se acelera, sai um som mais rouco, que obriga a um olhar a quem se encontra por perto. Estávamos algo expectantes em relação

‘BASTOU UM CLIQUE PARA O PROPRIETÁRIO QUERER ALTERAR O SEU OPEL CORSA 1.4 SPORT. FICOU BEM INTERESSANTE’

ao interior deste Opel Corsa 1.4 Sport, uma vez que o exterior estava tão trabalhado. O José optou, por enquanto, em mantê-lo quase como vem de origem. Os bancos, o tablier, portas e tudo o mais é o que podemos encontrar noutros Corsas Sport. Aqui e ali há uma alteração. O punho da alavanca da caixa de velocidades é da Isotta e o volante é um Sparco. Os tapetes em alumínio e as pinturas de algumas peças do interior em cinzento concluem a (curta) lista. Como sempre, perguntámos se o sistema de som também tinha sido ampliado, ao que o proprietário respondeu afirmativamente. O rádio e colunas do interior são Sony, ao passo que na mala foram montados o amplificador Blaupunkt GTA 470 e o subwoofer TF de 1000W. As colunas são da Infinity e tem 280W de potência. Para além disto, no tablier foi montado um ecrã de 7”, Booster Sound, com sintonizador de televi-

MALA Um dos nossos pontos de vista favoritos. Limpa de qualquer elemento, vê-se acompanhada de farolins, tipo Lexus, com leds

NÉONS

almente, é raro ncontrar um ulo personalizasem este item. locais escuros, à noite, ficam m espectáculo

gt tuning > 27


OPEL CORSA

JAN

Pareceo tam jantes e tanta ca No en deixam desenh

SOM Na mala encontramos grande parte dos elementos que constituem o sistema de som. Podia ser melhorada a estĂŠtica

28 < gt tuning


NTES

-nos “curto” manho das e pneus para ava de roda. ntanto, não m de ter um ho agradável

são e no porta-luvas um leitor de DVD. Para além do sofá de cada, o José tem mais uma alternativa onde ver as suas séries e filmes favoritos. Resumindo, este Opel Corsa tem ainda pano para mangas em termos de personalização, haja vontade, tempo e, como é óbvio, euros para investir. Mesmo assim, ficou exteriormente apelativo e bem ao gosto do proprietário, que é sempre o que interessa. As opiniões de terceiros têm sido positivas, o que mostra todo o potencial desta preparação. <

‘NO EXTERIOR, O ALARGAMENTO FOI GERAL. OS PÁRA-CHOQUES LIGAM-SE PERFEITAMENTE ÀS “NOVAS” CAVAS DAS RODAS, QUE POR SUA VEZ CASAM COM AS EMBALADEIRAS.’ FICHA TÉCNICA | OPEL CORSA MECÂNICA Panela de escape de competição; Filtro de rendimento LIGAÇÃO AO SOLO Jantes Momo 15”; Pneus 195/50 INTERIOR Volante Sparco; Punha da caixa Isotta; Película nos cinco vidros; Néons em diversos locais EXTERIOR Alargamento geral, com embaladeiras fibradas ao carro e párachoques personalizados; Mala “limpa” de qualquer símbolo, escova e fechadura; Espelhos K6; Angel-Eyes com fundo em preto; Farolins tipo Lexus com fundo em

preto; Carroçaria pintada a cinzento pérola com tom roxo CAR-AUDIO Rádio Sony; DVD e televisão Booster Sound; Colunas Sony; Amplificador Blaupunkt GTA 470 800W; Sub T.F 1000W; Colunas na mala Infinity 280W PROPRETÁRIO José Guimarães

gt tuning > 29


VW GOLF

Este Golf atrai os olhares por onde passa. Os acessórios foram bem escolhidos e o seu capôt a a para o lado é já uma imagem de marca. Desvendam um pouco mais nas páginas seguintes.

30 < gt tuning


brir mos

gt tuning > 31


VW GOLF

A

noite chega bem devagar à zona ribeirinha do Porto. O mesmo não acontece com as pessoas, que aparecem em grande número para um final de dia bem passado. É sábado e a temperatura convida mesmo a um passeio relaxante, com a família ou cara-metade. Mas se é verdade que também nos apetecia terminar assim o dia, o certo é que o trabalho imperava. E à nossa espera estava um VW Golf bem conhecido de alguns. Não que já tivesse saído em outra publicação de tuning, mas porque participa em alguns eventos e concentrações e tem a sua imagem de marca: o capôt que abre para o lado. De uma forma global, este Golf está muito bem conseguido. A pintura, os acessórios, a altura ao solo, tudo atrai olhares. Poucas foram as pessoas que não deixaram cair um comentário positivo em relação ao carro do Pedro Fonseca, feliz proprietário desta máquina alemã. Novos e velhos eram unânimes na apreciação: o carro está mesmo giro! A pintura, em tons castanhos, atinge a sua plenitude com o sol, onde as diversas nuances surgem e desaparecem à mesma velocidade. Mas, estando limpinho – como para esta reportagem –, as luzes que iluminam a noite tentam “rasgar” o corpo do Golf, com azuis, verdes, vermelhos. Mas só uma cor vinga: o castanho metalizado! Seguimos num carro à frente e, olhando para trás, podemos apreciar os bonitos faróis Angel Eyes da FK. A (ligeira) cor azulada dá um toque agradável ao visual bem conseguido deste tipo de iluminação. O pára-choques frontal, bem ao estilo do que podemos ver no S3, arrasa o piso por onde passa. Bem junto ao chão, dá um aspecto agressivo à frente. A grelha, sem símbolo ajuda à imagem limpa que o Pedro pretendeu para o seu Golf.

32 < gt tuning

Entretanto, na lateral, foram fibradas à carroçaria as embaladeiras e os espelhos M2. Estes são realmente “curiosos”, isto porque se por um lado são discretos, por outro são visualmente agradáveis, com aquele toque desportivo... desejado. O aileron que encontramos na porta traseira é de fabrico artesanal e é do mais simples que pode haver. Já o mesmo não acontece com o pára-choques – também trabalhado artesanalmente –, suficientemente grande para se destacar e também para acolher a imponente panela de escape Ractive. São muitos milímetros de diâmetro por onde passam os gases de escape... Agora vem a parte que fascina os adeptos do tuning ‘clean’, isto é, a personalização automóvel sem grandes extravagâncias aerodinâmicas, mas que tornam um veículo agradável esteticamente. O Pedro gosta deste tipo de toque pessoal e, por esta razão, eliminou tudo o que era fechaduras, puxadores, limpa-vidros do vidro traseiro, frisos e símbolos. Temos que concordar que, de facto, a imagem ganha outra dimensão. O toque final ao exterior é dado pelos néons, azuis, que estão colocados por baixo do carro. No capítulo dinâmico este Golf também foi melhorado. A altura ao solo foi reduzida

‘A PINTURA, EM TONS CASTANHOS, ATINGE A SUA PLENITUDE COM O SOL, ONDE SOBRESSAEM DIVERSAS NUANCES’


INTERIOR Sem grandes “alaridos”, o interior está impecavelmente equipado. Os bancos são excelentes e foram estofados a dois tons

JANTES O desenho destas jantes, Rial de 16”, são um clássico e, para nós, o que casa melhor com a carroçaria do VW Golf

gt tuning > 33


VW GOLF

‘NA MALA ENCONTRAMOS A MAIOR PARTE DOS ELEMENTOS DO SISTEMA DE SOM, LADEADOS POR NÉONS AZUIS’

SOM Hertz, Vieta, JBL, tudo marcas que dispensam apresentações. A qualidade está garantida. Muitas horas de trabalho nesta mala

ESCAPE Da marca Ractive, é visualmente imponente, tal como acontece com o desenho do pára-choques

34 < gt tuning


em quatro centímetros com molas Eibach. Comportamento melhorado sem penalizar assim tanto o conforto de rolamento. As jantes Rial, de 16”, calçam pneus Michelin na medida 205/45. São bonitas e o desenho, raiado, é o que se casa melhor com esta carroçaria. Quando as portas se abrem nota-se que a sobriedade continua, felizmente, a imperar. Nada de muito extravagante. Tudo bem escolhido e combinado. Volante X-Line, pedais, punha da caixa de velocidades e respectivo aro do fole são da Isota. Depois,

em grande destaque temos as ‘bacquets’ que, à semelhança do banco posterior, foram estofadas a dois tons…castanhos. Bem pensado! Os cintos, de competição, são da Sabelt. O encosto de braço, colocado entre os bancos da frente, permite viagens mais relaxadas. Na mala encontramos a maior parte dos elementos do sistema de som, ladeados por néons azuis. A fonte é um Alpine, ao que se juntam colunas à frente e atrás da JBL. Os amplificadores são também desta marca, ao passo que o subwoofer é um Hertz. Leitor

de DVD e monitor são Vieta. Tudo marcas que dispensam apresentações. O rendimento da mecânica também melhorou com a admissão directa BMC (que pulmão!) e com a Dump Valve instalada. Já o nosso trabalho acabou a altas horas da noite. A leve brisa que se fazia sentir ainda merecia a nossa companhia, mas o cansaço também já era muito. Estava na hora de regressar a casa. Para outros a noite ainda era uma criança... <

FICHA TÉCNICA | VW GOLF MECÂNICA Admissão directa BMC; Dump Valve; Panela de escape Ractive LICAÇÃO AO SOLO Jantes Rial 16"; Pneus Michelin 205/45/16; Molas rebaixamento Eibach 4 cm INTERIOR Volante X-Line; Pedais, manete e aro Isotta; Encosto de braço; Baquects e banco traseiro estofados; Cintos de com-

petição Sabelt EXTERIOR Angel Eyes com fundo preto da FK; Grelha FK; Pára-choques tipo S3; Capôt a abrir lateralmente; Embaladeiras; Espelhos M2; Piscas laterais FK; Aileron artesanal; Mala alisada; Pára-choques posterior artesanal; Remoção de todos os símbolos, puxadores e fechaduras, antena e escova limpa-

vidros traseira; Néons CAR-AUDIO Rádio Alpine CDE9882RI; Colunas frente/trás JBL; Amplificadores GTO 2060 e GTO 4060 JBL; Subwoofer Hertz 750W; Leitor/monitor DVD Vieta PROPRIETÁRIO Pedro Fonseca

gt tuning > 35


PEUGEOT 106 XSI

PEQUENO

LEÃO

ivo, condução divertid at el ap al su Vi a. od m na ua in nt O 106 co ais um exemplo do qu m tá es ui Aq . am ur rd pe e qu s fo são trun da família Peugeot. os en qu pe s ai m os br em m s do com um

36 < gt tuning


da, ue se pode fazer

o

sol brilha lá no alto e o calor aperta. Ao longe, conseguimos descortinar um ponto vermelho que aumenta a cada metro que avança e se vai transform ando num carro. Baixinho, com um som rou co, eis que surge o Peugeot 106 XSI do Sílv io Oliveira que tenta abrilhantar as ruas e estradas por onde passa. E, após min utos de muita conversa, nota-se que este proprietário transpira paixão pelo tuning. E não é, certamente, pelo calor que se faz sen tir… Por incrível que possa par ecer nos dias que correm, este é o car ro do dia-a-dia do Sílvio. Só o capôt é mudad o por um que dá menos nas vistas. Enfim, vamos lá perceber a diferença que torna o capôt personalizado menos seguro que um ori ginal. Mas é assim o nosso país e a nossa me ntalidade. Mas adiante, que já chega de lamentos. Em grande destaque est á, sem dúvida, o pára-choques frontal. Ag ressivo, com inúmeras entradas de ar, cob ertas com rede de alumínio em preto, não deixa ninguém indiferente. Ainda que não possa ter sido concebido a pensar nisto, o certo é que é igualmente eficaz ao dei xar passar mais ar para os travões, aument ando a eficácia destes. Os guarda-lamas são pro venientes do irmão 106 GTI e integram plenamente com as embaladeiras, também elas personalizadas. Na secção posterior, tem os um pára-choques diferente, mas não tão agressivo como o da frente. A rede preta marca presença, mas é a panela de escape “Escorpião” que mais apela aos sentidos. Sim, porque para além do (imponente) tam anho, emite um som mais agressivo. No topo da mala foi colocado o aileron do Sax o Cup. Os farolins, tipo Lexus, não apaixonam nem destoam. Mas o que realmente se destaca no exterior é a pintura a duas cor es e os discretos espelhos M2. Capôt, tec to e espelhos receberam a cor preta, ao pas so que a restante carroçaria parece que exp lode energia, tal é a intensidade do vermelho . Ainda no capôt foram integradas pestan as de faróis à, digamos… Batman?! Ainda ext eriormente notamos a total ausência de frisos e símbolo da

gt tuning > 37


PEUGEOT 106 XSI marca, com os respectivos espaços a serem alisados, um tampão da entrada de combustível da Sparco e os vidros com película (da Alcony) mais escura. Se o 106 XSI “normal” já dá um gozo de conduzir, imagine o leitor como se deverá comportar o pequeno Peugeot aqui em teste. Isto porque o Sílvio mudou os amortecedores e molas de origem por elementos Koni Sport reguláveis, em altura e dureza. Eficácia e segurança melhoradas, sem dúvida. As jantes, de 14”, são as de origem, mas que foram pintadas de preto. No interior o preto e vermelho continuam a imperar. A marca Isota aparece no volante e nos punhos da caixa de velocidades e travão de mão. Já os pedais são da Sparco. Em destaque, no pilar junto ao condutor, temos manómetros – que um polícia jurava

‘EM GRANDE DESTAQUE ESTÁ O AGRESSIVO PÁRACHOQUES FRONTAL, COM VÁRIAS ENTRADAS DE AR’

INTERI

Em destaque três manóm colocados no junto ao con Punho e vola Isota são o desportiv

a pés juntos serem do turbo e afins –, para controlo da temperatura da água e conta-rotações. A consola central sofreu ligeira modificação para receber o monitor Alpine, onde proprietário e eventuais passageiros de ocasião poderão assistir a um filme, por exemplo, sempre que parem um pouco para descansar.

BICOLOR Pintura a dois tons beneficia a imagem deste 106. Capôt foi trabalhado para receber as pestanas e fazer desaparecer o símbolo

EXTERIOR O pára-choques frontal é verdadeiramente imponente. As várias entradas de ar dão um ar agressivo

30 < gt tuning


IOR

e estão metros, o pilar ndutor. ante da toque vo

MALA Bom trabalho efectuado neste pequeno espaço. Acessórios car-áudio de boas marcas, permitem som de qualidade

O sistema de som inclui marcas de renome, o que garante a qualidade desejada pelo proprietário. Depois de muitas horas de trabalho, a mala estava finalmente pronta. Agora, para onde quer que vá, o Sílvio pode mostrar os amplificadores Boshman e Cadence e os três subwoofers: um da Cadence, com 800W de potência e os outros dois da JBL, de 1000W cada. A ajudar temos um condensador da Dragster, colunas Pioneer na chapeleira e Alpine nas portas. A comandar? Um rádio JVC com leitura de MP3 e DVD. <

FICHA TÉCNICA | PEUGEOT 106 XSI MECÂNICA Panela de escape Escorpião LIGAÇÃO AO SOLO Jantes 14” de origem pintadas de preto brilhante; Pneus Firestone 185/55/14; Amortecedores Koni Sport reguláveis em altura e dureza; Molas Koni Sport. INTERIOR Volante Isota; Pedais Sparco; Pilar de manómetros do óleo, temperatura da água e conta-rotações; Punho de alavanca de velocidades Isota; Fole do travão de mão Isota; Bancos e quartelas das portas em pele; Interruptores diversos; Alteração da consola central para inclusão de monitor da Alpine; Pintura de algumas peças da consola

em vermelho; Postiços para colunas nas portas. EXTERIOR Alisamento do capôt no local do símbolo da marca; Pára-choques frontal e traseiro personalizados com rede de alumínio em preto; Aileron superior do Citröen Saxo Cup; Guarda-lamas do Peugeot 106 GTI e embaladeiras personalizadas – tudo fibrado à carroçaria, juntamente com os pára-choques; Remoção dos frisos laterais e respectivo alisamento; Pestanas nos faróis personalizadas; Retrovisores M2 em preto brilhante; Pintura de duas cores: vermelho e

o preto; Película nos vidros traseiros e da frente da marca Alcony; Tampão da gasolina da marca Sparco. CAR-AUDIO Rádio JVC com MP3 e DVD; Monitor na consola Alpine; Colunas nas portas da Alpine; Chapeleira com colunas Pioneer; Amplificadores Boshman e Cadence; 3 subwoofers, sendo um sub da Cadence, com 800W e os outros dois da JBL de 1000W cada; Condensador da Dragster; Cablagem diversa, isolamento e distribuidores da Signat PROPRIETÁRIO Sílvio Oliveira

MECÂNICA A panela de escape “Escorpião” é a alteração visível na mecânica deste ‘Pug’. Farolins tipo Lexus enquadramse bem no conjunto

gt tuning > 31


EVENTOS

emos lá! De uma forma ou de outra, estiv

MAIS UM ANO EM MURÇA

N

o passado dia 24 e 25 de Maio decorreu em Murça a 3.ª edição do Murça Tuning. No decorrer dos dois dias estiveram presentes no recito 145 viaturas e 1252 visitantes, números que a organização considera positivo devido às condições climatéricas que se fez sentir durante o fim-desemana. Sábado à noite decorreu o desfile nocturno pelas ruas da vila, onde desfilaram 50 viaturas. À chegada ao recinto, decorreu a prova de neons e, de seguida, a apresentação de viaturas por parte da Del Tuning (com direito a fogo de artificio).

40 < gt tuning

Depois, e já no recinto do bar Titanic, onde algumas viaturas seleccionadas estiveram expostas para embelezar o espaço, mais uma apresentação que ficou encarregue à Emile Design. A festa continuou durante a noite até ao abandonar do local dos participantes. A organização disponibilizou transporte para os participantes se deslocarem aos hotéis onde estavam hospedados e as suas viaturas pernoitaram no recinto, vigiadas por um grupo de seguranças. Domingo de manhã começou a prova de SPL, prova esta que tem sempre muita procura em Murça e prolongou-se até meio da tarde. As avaliações para os vários tops foram realizadas durante a tarde enquanto

no recinto aconteciam as animações previstas no programa: actuação de um grupo de bombos, um espectáculo com o grupo Interactividade Produções e um espectáculo de Freestyle. No final da tarde decorreu a entrega dos prémios. A organização faz um balanço positivo dos dois dias do evento e salienta o excelente comportamento pela parte dos tuners. Agradece a presença de todos os participantes e visitantes, à Câmara Municipal de Murça e Junta de Freguesia de Murça por todo o apoio prestado, GNR e Bombeiros voluntários de Murça e restantes entidades. Texto e Fotos | Marco Santiago


VIZELA NO SEU MELHOR

E

ra quase impossível ter corrido melhor. O dia rompeu com muito sol e calor, pelo que se adivinhava um evento... quente! E foi, de facto. A Quinta da Torre serviu de cenário, à semelhança do que aconteceu o ano passado. E, para quem nunca foi, só podemos dizer que é óptimo para eventos deste género... e não só, já que no mesmo dia decorreu um casamento. Felizes os noivos e respectivos convidados, que tiveram o privilégio de ver óptimos carros personalizados. Os veículos começaram a chegar logo pela manhã, a bom ritmo, pelo que perto da hora do almoço o recinto já estava bem composto. Mas até ao final da tarde, encheu! Ao longo do dia as actividades sucederam-se, bem como as habituais provas neste género de evento. Como curiosidadade, refira-se que vimos muitas famílias, algumas com crianças e bebés, a passearem por entre os carros presentes. Pela expressão de algumas, acreditamos que seria a primeira vez que viam de perto o que já tinham ouvido falar, ou visto na televisão: Tuning! Já agora, parabéns à organização e... aos noivos! Texto e Fotos | Cláudio Silva

gt tuning > 41


EVENTOS

CONCENTRAÇÃO DO FUNDÃO

N

os dias 19 e 20 de Julho de 2008, uma vez mais e pela terceira vez consecutiva, realizou-se a 3.ª Concentração Internacional Tuning do Fundão, no Mercado Abastecedor Cova da Beira, recinto ideal para a realização do evento devido às condições oferecidas por este local. O ponto alto e mais apreciado pela comunidade tuner, foi o passeio nocturno pelas ruas da cidade do Fundão. As ruas cheias de cor, som e animação, a comunidade fundanense toda na rua a ver as viaturas passar, esplanadas de cafés e restaurantes cheias e a levantarem-se para verem ainda melhor. Foi de louvar o belís-

42 < gt tuning

simo comportamento tomado na rua do Hospital local onde, como pedido, se fez o maior silêncio possível. Outro ponto alto foi o Show de Freestyle com Paulo Martinho, com o público a vibrar imenso, com o show de motas, esperando pelo assustador show acrobático auto, realizado no domingo à tarde com o potente Peugeot 205 V6 e com o pequeno Smart. Mas o acontecimento mais “quente” do evento foi mesmo o espectáculo de strip, onde as streepers estiveram ao rubro, fazendo vibrar todo o público. Ao longo dos dois dias, o SSC teve no recinto também duas piscinas, que foram muito bem utilizadas pelo público para se refrescar, pois o calor que se fazia sentir era imenso.

Foram dois dias inesquecíveis, quer para a organização como para os participantes, que se sentiram muito bem recebidos e acompanhados ao longo do decorrer do fim-de-semana. Um evento que rondou os 3000 visitantes e 116 viaturas, com imensa qualidade. Este ano notou-se a quebra na quantidade, mas um aumento na qualidade, que acima de tudo é o mais importante. A organização faz assim um balanço satisfatório já que o principal objectivo era ajudar o pequeno José Miguel na aquisição de um colchão que ele tanto precisa. Relativamente a esta questão, a organização agradece a quem apostou neles e naqueles que estiveram presentes. Texto e Fotos | Marco Santiago


CARACOL TUNING SHOW EM GONDOMAR

C

Como as provas de aceleração presentes no programa foram canceladas (a Câmara indeferiu as licenças na sexta-feira anterior ao evento, apesar do corte de estrada aprovado, autorização das autoridades policiais e seguro feito), o evento realizou-se apenas no parque de estacionamento. A manha foi calma, com as diversas viaturas a entrarem logo desde as 9H00. Começaram as provas de medições sonoras de SPL e também o graffiti.

Ao início da tarde, mesmo com o tempo a desviar algumas pessoas para as praias, houve um afluxo suplementar de viaturas e de público em geral, conseguindo-se assim ultrapassar a fasquia das 200 viaturas alteradas. A tarde foi bem mais animada, começando por uma prova para encontrar o escape mais ruidoso. Continuaram as provas de medição SPL e, em seguida faziam furor as meninas do carwash, que chegaram numa limusina. E lá aconteceu o respectivo espectáculo de lavagem de 3 carros, com

(muita) sensualidade à mistura. A fechar a tarde, veio um dos momentos mais esperados: o espectáculo de Freestyle, com NH Pina e Jack, a presentearem o público com um excelente show de moto, moto 4 e até um carro com motor de mota… Terminado o espectáculo, procedeu-se à entrega de prémios às melhores preparações e prestações áudio. Como primeiro evento, foi muito bem sucedido e como já todos devem estar à espera, para o ano há mais! Texto e Fotos | Marco

gt tuning > 43


PROJECTO

MICRA TYPE-R A TRANSFORMAÇÃ MAIS LOUCA parte 2

Muito se passou desde apresentámos - que se to pronto a enfrentar a est foi feito e deixamos 44 < gt tuning


e a edição anterior. O Micra que então ornará num Type-R -, está praticamente rada. Fomos espreitar o que entretanto aqui o que conseguimos descobrir.

FOTOS: Tony Ferreira, MarcoA e Zec@s

ÃO

s dias passam a voar e os meses riscam-se dos calendários a uma velocidade vertiginosa. Mas quando queremos realmente uma coisa, parece que os ponteiros andam mais devagar. Por exemplo, o proprietário do Micra, que se vai “transformar” num TypeR, tem dias de verdadeira agitação: levantase cedo e deita-se bem para lá do que é aconselhável. Um pouco o que acontece a todos os que têm trabalhos exigentes… Só que o tempo parece nunca mais passar, para que possa ver o Micra prontinho a circular. Já foram feitas tantas modificações e não há meio de sentir o verdadeiro pulsar do veículo. Do cheiro a borracha a “arrancar” alcatrão, a sentir as curvas e todos os comandos que ligam o condutor à máquina e esta ao chão. Mas ‘tá quase, bem quase! Depois das transformações levadas a cabo anteriormente e como apresentámos na edição número 1, chegou a hora de se avançar para a chapa/pintura, sistema de travagem, montagem da parte eléctrica, entre outras operações mais ou menos importantes. Esteticamente, o Micra vai ficar o mais “clean” possível, sem puxadores nas portas, frisos e tudo o que for saliência. Mas não pense que não dará nas vistas. Com os alargamentos e outras modificações estéticas, a agressividade vai rimar com a capacidade mecânica deste carro. Afinal, os travões, ao contrário do que referimos na primeira revista, já não vão ser os do Integra. O Zecas deparou-se com preços proibitivos e aguardou. Até que a oportunidade surgiu. Nada mais do que os (excelentes) travões Brembo dos Fiat Bravo de competição, conjunto composto por pinças de quatro bombas e discos enormes, ventilados e perfurados. De facto, brutais! Contudo, a bomba continua a ser a do Integra Type-R, com os devidos ajustes. Quando este número chegar às bancas, já o Micra deverá estar pintado. Infelizmente não podemos mostrar o resultado. Mas acredite que não foi fácil chegar à cor final, tantas foram as opções, sugestões, ideias... Mas, num projecto desta envergadura, o que é que será fácil? Na próxima edição poderá sair uma reportagem muito completa sobre esta “louca” transformação. Pelo menos é o que esperamos... <

gt tuning > 45


INTERNET ALGUÉM TEM UM COMPRIMIDO PARA O ENJOO... DE TANTO NAVEGARMOS NA INTERNET?

OS 10 CARROS MAIS RÁPIDOS DO MUNDO Nesta edição mostramos quais os carros que atingem velocidades máximas estonteantes e valores de venda astronómicos. Quer um? Também nós!

GOOGLE Quer mais imagens destes carros? Fácil, fácil. Em http://images. google.pt escreva o nome de cada um deles e... já está

BUGATTI VEYRON Custa: 1 milhão de Euros Potência: 1001 cv 0-100 Km/h: 2,5 segundos Velocidade máxima: 407 Km/h Origem: França

SSC ULTIMATE AERO Custa: 450 mil euros Potência: 1183 cv 0-100 Km/h: 2,7 segundos Velocidade máxima: 414 Km/h Origem: EUA

http://youtube.com/watch?v=HXNR9_zhWY8

http://youtube.com/watch?v=LyRCLIm1jEw

KOENIGSEGG CCX Custa: 450 mil euros Potência: 806 cv 0-100 Km/h: 3 segundos Velocidade máxima: 400 Km/h Origem: Suécia

SALEEN S7 TWINTURBO Custa: 350 mil euros Potência: 750 cv 0-100Km/h: 3,5 segundos Velcoidade máxima: 400 Km/h Origem: EUA

http://youtube.com/watch?v=cggVCGmM9qA

http://youtube.com/watch?v=EUbKgG0zogw

LAMBORGHINI MURCIÉLAGO LP640 Custa: 300 mil euros Potência: 660 cv 0-100 Km/h: 3,3 segundos Velocidade máxima: 343 Km/h Origem: Itália

SPYKER C8 DOUBLE 12S Custa: 265 mil euros Potência: 400 cv 0-100 Km/h: 3,5 segundos Velocidade máxima: 346 Km/h Origem: Países Baixos

PAGANI ZONDA F Custa: 1,5 milhões euros Potência: 549 cv 0-100 Km/h: 3,5 segundos Velocidade máxima: 346 Km/h Origem: Itália

http://youtube.com/watch?v=EVbGaWKiTH0

http://youtube.com/watch?v=YuicqeFmFRA

http://youtube.com/watch?v=PrCl8RqWUMA

BRISTOL FIGHTER T Custa: 450 mil euros Potência: 1012 cv 0-100 Km/h: 3,5 segundos Velocidade máxima: 362 Km/h Origem: Reino Unido

SILVA GT3 Custa: 110 mil euros Potência: 530 cv 0-100 Km/h: 3,7 segundos Velocidade máxima: 330 Km/h Origem: EUA

MCLAREN MERCEDES SLR Custa: 550 mil euros Potência: 628 cv 0-100 Km/h: 3,8 segundos Velocidade máxima: 331 Km/h Origem: Inglaterra

http://youtube.com/watch?v=NgiWIsbfeMM

-

http://youtube.com/watch?v=ze7LXIbLeoA

46 < gt tuning


TÉCNICA

NITRO: MINUTOS DE ADRENALINA

A “febre” do Nitro ou NOS -, aumentou depois de estrear no cinema o filme de culto “Velocidade Furiosa”

Saiba como é que o óxido nitroso eleva a potência de um motor. POR PAULO CARVALHO

Q

uando o óxido nitroso (N20) é aquecido a cerca de 300ºC, ele divide-se em oxigénio e nitrogénio. Portanto, a injecção de óxido nitroso num motor significa que mais oxigénio está disponível durante a combustão. Como há mais oxigénio, também se pode injectar mais combustível, permitindo que o mesmo motor produza mais potência. O óxido nitroso é uma das maneiras mais simples de aumentar significativamente a potência do motor a gasolina. O óxido nitroso tem outra característica que melhora ainda mais o desempenho. Ao vaporizar-se, ele produz um Sistema efeito de resfriamento signifiNitro cativo no ar de admissão. montado num Volvo Quando a temperatura desse C30 ar é reduzida, a sua densidade aumenta, fornecendo ainda mais oxigénio para dentro do cilindro. O único problema do óxido nitroso é que ele é muito volumoso e o motor precisa de muito óxido. Como qualquer

gás, ele ocupa bastante espaço, mesmo quando comprimido, para se tornar líquido. Um motor de 5 litros rodando a 4 mil rotações por minuto (rpm) consome cerca de 10 mil litros de ar por minuto (comparado a aproximadamente 0,2 litros de gasolina), de modo que seria necessária uma quantidade enorme de óxido nitroso para fazer um carro funcionar de maneira contínua. Portanto, um carro normalmente pode transportar apenas alguns minutos de óxido nitroso, e o motorista utilizá-lo de forma bastante selectiva, apertando um botão. Ao contrário do que muitos pensavam, o óxido nitroso não é explosivo, o que ele faz é a explosão ser mais forte. <

gt tuning > 47


LEITORES ESTE É O TEU ESPAÇO. DIZ O QUE PENSAS SOBRE A REVISTA, O TUNING, O MUNDO AUTOMÓVEL.



Estas foram apenas algumas mensagens que nos chegaram ao e-mail. Por razões de espaço, e com muita pena nossa, só publicamos algumas. Também viajámos por alguns fóruns da Internet para saber a reacção das pessoas. Atendendo ao facto de ser um número um, só podemos estar satisfeitos pelos comentários publicados. Aqui ficam alguns excertos do que foi escrito nestes espaços virtuais.

PARABÉNS O meu nome é Carlos e gostava muito de vos dar os parabéns pelo primeiro número da GT Tuning. Está muito boa, com um grafismo espectacular e fotos de babar. Espero que em breve possam estar de volta com um número dois tão bom quanto o primeiro. Ah, se puderem ter mais umas páginas, são muito bem-vindas. Força para o vosso trabalho e Viva o Tuning! Carlos E., e-mail INICIATIVA DE LOUVAR Antes de mais nada queria agradecer aos mentores do projecto GT Tuning pela coragem. Da maneira como está o Tuning em Portugal, acredito que não seja nada fácil vingar. Quanto ao número um que comprei logo que saiu, posso dizer que fiquei com água na boca, com alguma ansiedade para ver o segundo número. Para ser sincero, acho mesmo que a vossa revista apostou muito bem na fotografia. Original e bem diferente do que foi feito até agora pela concorrência. Acho que devem continuar. Os artigos também estão muito bons, leves, que nos levam a ler tudo até ao fim. Era espectacular se tivessem reportagens de algumas concentrações e um espaço destinado aos leitores. Abraço do vosso leitor. Miguel Guilherme, e-mail MAIS PÁGINAS Viva, amigos da GT Tuning. Comprei num quiosque ao pé da minha casa a vossa revista. Que espectáculooooo! Baratinha, até porque os euros andam curtos, só espero que este preço seja para continuar. Li num fórum que iam ter uma área na revista para cartas dos leitores. Aqui estou eu a escrever-vos. Se quiserem publicar, força. Gostei mesmo muito das vossas fotos. Então as de noite, estão mesmo impecs. As reportagens dos carros estão mesmo bem feitas, com textos que nos obrigam a ir de uma ponta à outra. Só gostava de pedir que pusessem mais páginas, para poder curtir ainda mais a GT Tuning. Parabéns! Pedro Luís, e-mail

Nos fóruns

E o que dizem de nós nos fóruns

VOTOS DE SUCESSO Bem pessoal, já li a revista na minha opinião o pessoal da gt.tuning está de parabéns. A revista não é maçuda tem apenas 36 págs., publicidade práticamente nula, para não dizer nula mesmo, pois a única publicidade que encontramos é na pág.2 e contra-capa, relativa a revistas de informática. Tenho que referir que após uma primeira leitura, encontrei apenas duas gafes em toda a revista o que será de louvar tendo em conta

48 < gt tuning

outras revistas. [...] Pequenos pormenores sem importância significativa. De resto tenho a dizer que gostei bastante do trabalho apresentado nesta primeira edição, tanto a nível de conteúdo, como fotografia e grafismo. A ideia de terem colocado uma secção destinada a projectos é bastante interessante, assim como as outras que se encontram destinadas a clubes, humor e internet. Espero o pessoal da gt.tuning continue neste bom caminho e que nos acompanhe por mt e mt tempo. Que esta primeira edição supere as vossas expectativas e que edições futuras tenham bastante sucesso, são os meus votos e segundo sei os votos de todo o pessoal do NLT. PS: Na próxima edição coloquem mais umas páginas para que pessoas assim como eu não leiam a revista assim tão depressa e já agora desculpem o testamento. Eclipse, fórum www.amigosdotuning.com DO INÍCIO AO FIM Acabei de ler a primeira edição da GT.Tuning e digo-vos... está qualquer coisa de espetacular... muito boa de se ler... e com trabalhos simplesmente brutais e uma apresentação muito boa dos mesmos... Já a li do inicio ao fim e estou pronto para a ler de novo está mesmo um excelente trabalho. Dou desde já os parabéns ao Maurício e à sua equipa pelo excelente trabalho que fizeram e estimo muito sucesso para a GT.Tuning ficando ansiosamente à espera de novos números com tanta ou mais qualidade que esta mesmo! De referenciar que qualquer revista da concorrência sem publicidade tem pouco mais páginas que esta... enfim. Cumprimentos. mskorpion, fórum www.amigosdotuning.com ESCRITA SUPERIOR A nível da parte escrita é muito superior à Maxi Tuning e à Magik. As fotos embora boas podiam ser melhores (menos pannings para começar). E faltam páginas... muitas páginas. De qualquer forma parece-me um projecto muito interessante e com pernas para andar e para crescer. Gonças, fórum www.tuning.online.pt ATÉ PODE SER MAIS CARA Fui a papelaria tirar cópias, e ela já lá estava ... Do que já vi e li, o que me chamou mais atenção é algo que tenho reclamado, é o cuidado e elaboração das sessões fotográficas aos carros, gostei mesmo muito. Além disso todas as preparações são de Tuners, e não da casa x e y, que são feitas para capa de revista e dps mais ng lhes coloca os olhos em cima... Acho que tem pernas para andar, mais revista estava bom, nem que aumentasse até aos 2.5 Euros... A GTi Mag é vendida em PT por 2.5

Euros e é bem grossa (aka reports e eventos) e até ofertas trás... é um exemplo. Mas o futuro dirá. Miguel, fórum www.clubetuningmatosinhos. com BOAS FOTOS Boas! Eu tb ja comprei a revista e concordo totalmente com o Se7en... curti mesmo mto as fotos. Tem boas e em bom número, mas se tiver mais a gente nao se importa. Menos é que não pode ser... Os textos estão escritos de forma descontraída mas cuidada sobre o k se está a falar, o k a meu ver é muito positivo pk não me dá sono... LOOOOOOOOL O número de páginas é k é pequeno para o preço, mas é a primeira e espero k na próxima edição já traga mais páginas e pelo menos uma reportagem sobre uma concentração. Venha a próxima com carros mais “desconhecidos”, como o Opel, o Nissan, o BMW, etc. Abraços. Ivo Carolo, fórum www.portugal-tuning.com ÓPTIMO TRABALHO Devo dizer que gostei bastante da revista, comprei-a no início do mês numa loja do Cascais Shopping. As fotografias com uma excelente qualidade, texto muito bem escrito. Parabéns, continuem com oóptimo trabalho. Quando está previsto o próximo número? Cumpz. LaMafia, fórum www.xtremetuning.org CONCORRÊNCIA É FORTE Olá, já tenho a revista aqui comigo, e gostei do que vi e li... está um trabalho simples, mas tal como o seu director escreveu... Portanto, vamos esperar para ver pois a revista tem potencial, mas que vai ter muito trabalho, lá isso vai!!! A concorrência é forte e há que contar com isso também, e ainda com o mercado que temos. Meus amigos da minha parte e da parte do projecto que eu integro www.100porcentotuning.com se estiverem interessados numa futura parceria, estejam à vontade. Boa sorte, e tudo a correr bem. Abraços para todos. Carlos_Golf, fórum www.mstuning.org VÁRIOS ESTILOS Também já adquiri a publicação, e devo dizer que no geral gostei! É abrangente a vários estilos, gostei das reportagens, e também em termos de fotografia. O preço é convidativo, e se mantiver um estilo ecléctico, decerto que abrange mais compradores dos vários estilos de transformação automóvel existentes, e em crescimento pelo território nacional, tal como o GermanBrutal para o estilo alemão/cleaned. Desde já os meus parabéns. vonMonster, fórum www.germanbrutal.pt.vu


VIRTUAL TUNING

TUNING VIRTUAL É ESPECTACULAR

antes

antes

depois

© Virtua

© Eclipse

© Intimidator

depois

C

om o Tuning Virtual existe a possibilidade de termos qualquer carro transformado ao nosso gosto. Só que em vez de gastarmos euros e mais euros, na compra do veículo e das respectivas peças, é tudo feito no... computador. Com algum jeito, tempo e paciência, basta recorrer a um editor de imagens para se implementar as várias técnicas do Tuning Virtual. O programa mais utilizado para este tipo de trabalho é o Adobe Photoshop. Basicamente, escolhe a imagem do carro original e depois pode modificá-la. Por norma, as preferências nas alterações vão para o

rebaixamento, mudança das jantes, alteração da cor da carroçaria, novo kit aerodinâmico, escapes mais proeminentes, faróis e farolins mais na moda, enfim, a imaginação passa mesmo a ser o limite. Esta técnica pode ter vários objectivos: ver como fica o seu carro real depois de aplicado determinado acessório (ou acessórios), participar em concursos de VT (Virtual Tuning), ou pura e simplesmente porque gosta de conciliar os seus conhecimentos em edição de imagens com o gosto pelos automóveis. Nesta página ficam alguns exemplos de trabalhos deixados no nosso fórum. Veja mais em www.gttuning.pt.vu. <

gt tuning > 49

ENVIA OS TEUS TRABALHOS VT PARA O E-MAIL: GT.TUNING@NETVISAO.PT

© Virtua


A GT Tuning apoia o teu clube

CL LUB BES S TENS, OU ÉS MEMBRO DE UM CLUBE AUTOMÓVEL? ENVIA-NOS AS FOTOS E UM PEQUENO TEXTO DOS VOSSOS ENCONTROS, PARA O E-MAIL: GT.TUNING@NETVISAO.PT

XPTO TUNING TEAM

O

lá amigos e amantes de tuning. Antes de mais gostaria de felicita-los pela excelente escolha de leitura… Através desta pequena missiva vimos dar-vos a conhecer um novo clube, o Xpto Tuning Team… Somos um clube relativamente recente da zona Norte, que ambiciona levar até vós e a todos os adeptos da modalidade mais informação acerca de algo tão belo como o tuning. Somos poucos, mas ambiciosos e com vontade de vencer esta ‘batalha’ que parece ser mostrar à sociedade que “Tuning não é crime”… Tanto se tem batalhado para mostrar a este mundo monótono que é possível colorir as nossas estradas e as nossas vidas com um pouco mais de luz, alegria, vivacidade, emoção e alento… afinal de contas é isso que o tuning representa para nós tuners e adeptos. Não somos criminosos e só através de união poderemos lutar para ilibarmos algo tão belo da mente sentenciosa do mundo no grande tribunal que é a

50 < gt tuning

O IMPACTO VISUAL DOS NOSSOS ‘BÓLIDES’ É PURO PRAZER, PURA DIVERSÃO… PAIXÃO POR ALGO QUE ALÉM DE SEGURO É BONITO.

fotos: xpto tuning team

CONVÍVIO Para além dos carros, das peças, do tuning, o que conta é o convívio. Os clubes nascem também por causa disto

mente retrógrada da nossa sociedade. Fechem os olhos… imaginem cor, luz, som, alegria e emoção… imaginem um veiculo que vos proporcione bem-estar, segurança, conforto, prazer visual… Está na altura de abrirem os olhos e visualizarem as vossas ‘máquinas’; Alteradas e adaptadas a vós, ao vosso gosto!!! Há algum crime nisso?! O impacto visual dos nossos ‘bólides’ é puro prazer, pura diversão… paixão por algo que além de seguro é bonito. Pretendemos apenas colorir estradas com máquinas que nos agradam e mostrar que o Tuning não é Street Racer (convém vincar esta diferença). Não competimos em velocidade mas em beleza e som. Este é o objectivo de todos nós e também deste novo clube. Existimos para nós e para vocês. Esquece a comodidade do sofá e junta-te a nós. Visita-nos em http://xptotuningteam. planetaclix.pt Tuning, legal já!!! Cumprimentos, XPTO Tuning Team


HUMOR

O HÍBRIDO

E

ra um daqueles dias em que corria tudo mal, aqui na Oficina do Antunning. Tinha furado um Bfgoodrich Profiler ao mudar as jantes ao Golf do Zé Foguete e estoirei com o escape Remus de um A4, quando o fui experimentar para a via rápida. E quando tudo parecia que ia piorar ainda mais, eis que me entra pela oficina dentro a coisa mais linda que Deus ao mundo deitou. Loirinha, alta e com uns olhos mais brilhantes que uns faróis bi-xénon. É claro que o encanto desvaneceu-se quando desviei o olhar da miúda e reparei na porcaria do carro que ela trazia. Um daqueles híbridos, tão feios que até metem medo ao susto. A sério, se não queriam vender um carro amigo do ambiente não o fabricassem. Agora, fazerem de propósito para que o carro seja tão horrendo que ninguém o queira comprar é que não está com nada. E depois há outra coisa que não compreendo: lá por ser um carro alimentado a electricidade não quer dizer que tenha que ser parecido com um electrodoméstico. Ou será que ainda não repararam que aquilo é tal e qual uma torradeira? - Olhe eu vinha cá para ver se me resolvia um problemazito aqui no carro – disse a loirinha, um bocado a medo. A minha vontade era mandá-la para a loja do Vítor Busca-pólos, que é ele quem arranja máquinas de lavar e frigoríficos. E não era difícil enganá-la, que a miúda era do género de quem não sabia a diferença entre uma junta da colaça e uma centralina. Mas não consegui resistir aquele arzinho doce de quem é capaz de despir a camisola para salvar o planeta. - Sabe, é que eu sou dirigente de uma associação ambientalista e para dar o exemplo comprei este Prius que não polui quase nada… o problema é que ele anda tão devagar que fico stressada porque chego sempre atrasada ao emprego. Ora aí está um belo desafio! Como pôr a andar mais depressa uma torradeira? Sei lá… montar-lhe a resistência de uma varinha mágica? Bem, eu na verdade tentei de tudo. Escape de

‘COMO PÔR A ANDAR MAIS DEPRESSA UMA TORRADEIRA? SEI LÁ… MONTARLHE A RESISTÊNCIA DE UMA VARINHA MÁGICA?’

rendimento, suspensão rebaixadíssima, pneus de competição. E nada! Passei dois dias naquilo e não havia maneira de fazer o carro passar dos cento e poucos. E o pior de tudo era que, sempre que voltava de mais um teste, quando ligava o Prius à corrente para lhe atestar o depósito, zás. Lá ia o contador abaixo. Como o Antunes se recusa a pagar pela trifásica, olha, basta ligar o rádio e pôr o telemóvel a carregar ao mesmo tempo para ficar tudo às escuras. Até que se fez luz no meu espírito, precisamente num desses momentos de escuridão, enquanto procurava o caminho para o contador, iluminado apenas pela chama do maçarico.

O Bate Chapas por Pablo Pican ço pablopicanco@g mail.com

- Espera lá! Isto não tem nada a ver com potência... tem é a ver com beleza - pensei eu enquanto tentava perceber se o cheiro a queimado era problema eléctrico ou simplesmente porque tinha voltado a chegar o maçarico demasiado perto do meu fato-macaco. Afinal, a minha cliente andava insatisfeita e stressada porque conduzia um carro que não tinha nada a ver com ela. É a bela e o monstro, em versão automóvel. E, já se sabe, a fórmula nunca resulta. Ou será que já ninguém se lembra de ver o corpanzil do King-Kong espatifado nas ruas de Nova Iorque? Vai daí, deitei mãos à obra! Comecei por um aileron tipo Mundial de Turismo, para disfarçar aquela traseira pavorosa, mesmo a pedir pr’a levar com um Scania de 16 toneladas. Em seguida mudei-lhe a cor. Mandei às urtigas aquele bordeaux que é ele mesmo um atentado ambiental e pintei-o todinho de um verde eléctrico, muito a condizer com o look ecologista. E finalizei com um toque de classe: um sistema de som capaz de acabar com o mau ambiente em qualquer sítio. Até mesmo num velório. - Está lindooooooooooo. Amei, a sério - gritou a miúda, sem se preocupar minimamente com os cavalos a mais ou a velocidade máxima. Cliente satisfeito é cliente para pisar os calos. É esse o lema aqui no Antunning. E assim o foi. Mas a miúda nem se preocupou com os 2 mil euros que eu cobrei em mão-de-obra e muito menos com a factura que nunca lhe mandamos pelo correio. Quanto a mim, deixem-me que vos diga uma coisa: mais recompensador que o cheque de 6 mil paus que a Miss Ecologia lá deixou, foram os dois beijos que ela deu nesta cara mal barbeada e com manchas de valvoline. Bem, pelo menos agora não voltas a chegar tarde ao emprego. Ou antes, até podes chegar. Mas vais tão satisfeita ao volante do carrinho todo giro, que nem reparas nas horas.

Powered by Paulo Jorge Dias

gt tuning > 51


GT TUNING  

Revista GT Tuning N.º 2