Page 1

Edição para EUROPA

A RIVISTA QUE CONSTRÓI A SUA VIDA

Novembro 2018 / Edição 778

evangélico www.impactoevangelistico.net

TESTEMUNHO

A conversão de uma princesa no Gana DEVOCIONAL

Apocalipse, um livro aberto para hoje

O maravilhoso desenho de Deus para a humanidade

O

CÉREBRO

PUBLICAÇÃO OFICIAL DO

MOVIMENTO MISSIONÁRIO MUNDIAL


Um sinal que abençoa sua vida…

Sintonize nossa programação ao vivo: Procure-nos no Facebook

Segunda-feira 19:30

Sábado 16:30

Terça-feira 17:30

MISIONÁRIO MUNDIAL 2 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


editorial

O ESPÍRITO DE DEUS NO MEIO DE

SEU POVO

Rev. José Arturo Soto B. Presidente Internacional do M.M.M.

“Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir”. João 16:13

D

eus sempre age seguindo os patrões que Ele

ao dinheiro também é um vírus que ataca a fé e a

estabelece, e nunca ignorará, mas exaltará

enfraquece. Efetivamente, no momento em que

os princípios que nos deixou em sua Palavra. Hoje

depositamos nossa fé no dinheiro, afastamos o ol-

mais que nunca, é necessário que haja um movi-

har do Deus, quem é precisamente quem o provê.

mento profundo do Espírito de Deus no meio de

A fé decadente pode nos levar a negar a fé ver-

seu povo.

dadeira. A pessoa que nega a fé verdadeira é um

O mundo está tentando envolver a Igreja, e deve

apóstata, e não é salva (apesar de que permaneça

haver no coração de cada crente um conhecimento

sentada nos bancos das igrejas ou esteja de pé nos

sólido do que é viver uma vida em Cristo. Estamos

púlpitos pregando). Estes indivíduos atribuem a

vivendo nos últimos minutos do dia da graça, e o

Obra de Deus ao diabo e se resistem à verdade:

povo do Senhor precisa ordenar muitas coisas a fim

“… estes resistem à verdade, sendo homens

de estar pronto para se encontrar com seu Salvador

corruptos de entendimento e réprobos quanto

nas nuvens.

à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos

A vitória da Igreja não se quantifica em função

será manifesto o seu desvario…” (2 Timóteo

das multidões que atrai, do trabalho social que rea-

3:8-9). Estas mudanças não se produzem da noite

liza, da boa influência que pode exercer no mundo

para o dia, mas se manifestam depois de meses e

corruto, nem da sabedoria da qual se gabam certos

mesmo anos.

ministros com muitos diplomas, etc. Estas igrejas

O diabo não pode enganar quem sabe em

têm o olhar fixo na Terra, e trabalham para a Terra

quem crê. Um pode perder tudo e padecer as pio-

em vez de trabalhar para o Reino dos Céus.

res situações, mas sempre levantará o olhar para o

O amor ao mundo mina a fé e a destrói paulatinamente. Quando a fé não está sã, começamos a

céu, para a esperança de glória com a certeza de que nosso Redentor vive.

escutar fábulas, contos e doutrinas mundanas que

Deus os abençoe e os leve de vitória em vitória,

nos afastam da fé verdadeira e triunfante. O amor

de triunfo em triunfo, e de poder em poder. Amém.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

3


www.impactoevangelistico.net

evangélico Diretor Fundador: Rev. Luis M. Ortiz NOVEMBRO 2018 / EDIÇÃO N° 778 USPS 012-850) PUBLICAÇÃO OFICIAL DO MOVIMENTO MISSIONÁRIO MUNDIAL O World-Wide Missionary Movement, Inc. é uma igreja sem fins lucrativos, com uma visão para fundar novas igrejas nos Estados Unidos da América e seus territórios e também com uma visão missionária para fundar novas igrejas onde Deus abre novas portas em todo o Mundo. PUBLICAÇÃO MENSAL POR: Movimiento Misionero Mundial, Inc (Movimento Missionário Mundial, Inc.) San Juan, Porto Rico Washington, D.C. Postagem Periódica pagada a: San Juan, Porto Rico 00936

AGENTE DO CORREIO:

enviar variações de endereço a Impacto Evangélico P.O. BOX 363644 San Juan, Porto Rico 00936-3644 Telefono (787) 761-8806; 761-8805; 761-8903 OFICIAIS DO M.M.M. INC. Rev. José Soto Presidente Rev. Humberto Henao Vicepresidente Rev. Rubén Concepción Secretário Rev. Gustavo Martínez Tesoureiro Rev. Álvaro Garavito Diretor Rev. Rómulo Vergara Diretor Rev. Luis Meza Diretor Rev. Clemente Vergara Diretor Rev. Carlos Guerra Diretor OBRAS ESTABLECIDAS EM: África do Sul Alemanha Argentina Aruba Austrália Áustria Bélgica Belize Bolívia Bonaire Brasil Camarões Canadá Chile Colômbia Congo Costa do Marfim Costa Rica Curaçao Dinamarca El Salvador Equador Espanha EUA Filipinas

Finlândia França Gabão Gana Guatemala Guiana Francesa Guiana Inglesa Guiné Equatorial Haiti Havaí (EUA) Holanda Honduras Ilha de San Andrés (Col.) Ilha Rodrigues Ilhas Canárias (Espanha) Índia Inglaterra Israel Itália Jamaica Japão Kuwait Madagáscar

O Movimento Missionário Mundial é uma organização religiosa sem fins lucrativos, devidamente registrada em San Juan, Porto Rico, e na capital federal, Washington DC com sede nas duas cidades, bem como em todos os estados da União Americana e em outros países onde temos obras missionárias estabelecidas. Importante As ofertas e doações em dinheiro, computadores, imóveis, legados em testamento, para o benefício desta obra do Movimento Missionário Mundial, Inc. são dedutíveis do imposto de renda (Income Tax) e os recibos emitidos pelo Movimento Missionário Mundial são reconhecidos pela Diretoria das Rendas Internas (IRS), do Governo Federal dos Estados Unidos da América e do Estado Livre Associado de Porto Rico. n

Visite o nosso website Obtenha informação edificante da Obra de Deus e fique a par das últimas notícias. Um acesso personalizado a partir de qualquer lugar do mundo: www.impactoevangelistico.net n

Se você quiser Escreva-nos para o nosso endereço postal: Movimiento Misionero Mundial, Inc. P.O. Box 363644 San Juan, P.R. 00936-3644 n

Malásia Maurício México Mianm o valor da vida ar Nicarágua Nigéria Oman Panamá Paraguai Peru Porto Rico Portugal República Dominicana Roménia Saint Martin Suécia Suíça Suriname Trinidad e Tobago Ucrânia Uruguai Venezuela

Copyright © 2009 Impacto Evangélico Movimiento Misionero Mundial, Inc. (World-Wide Missionary Movement, Inc.) Todo o conteúdo da revista e cada edição subseqüente está devidamente registrada na Biblioteca do Congresso, Washington, DC EUA. Todos os direitos reservados. A reprodução parcial, completa ou em qualquer forma ou sua tradução para outros idiomas sem a autorização do Diretor é proibida. No âmbito dos acordos internacionais de direitos autorais é um crime punível por lei n

Declaração Doutrinária O Movimento Missionário Mundial adere às doutrinas fundamentais da Bíblia, tais como: n

Depósito Legal na Biblioteca Nacional do Peru N ° 2011-02530 Igreja Cristã do Pentecostes do Movimento Missionário Mundial: Av. 28 de Julio 1781 - Lima 13 - Peru Impressão: Quad/Graphics Perú S.A. Av. Los Frutales 344 - Lima 03 - Perú MISIONÁRIO MUNDIAL 4 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

• A inspiração das Escrituras Sagradas: 2 Timóteo 3:15-17, 2 Pedro 1:19-21. • A Divindade adorável em Três Pessoas, Pai, Filho e Espírito Santo: Mateus 3:16-17, 17: 1-5; 28:19 João 17: 5, 24, 26, 16:32, 14:16, 23, 18:05, 6, 2 Pedro 1:17,18; Apocalipse 5. • A salvação pela fé em Cristo: Lucas 24:47, João 3:16, Romanos 10:13, Tito 2:11, 3:5-7. • O Novo Nascimento: João 3:3, 1 Pedro 1:23, 1 João 3:9. • A Justificação pela Fé: Romanos 5:01, Tito 3:07. • O Batismo nas águas por imersão, segundo ordenado por Cristo: Mateus 28:19, Atos 8:36-39. • O Batismo no Espírito Santo, subseqüente à salvação, falando em outras línguas, segundo: Lucas 24:49, Atos 1:4, 8, 02:04. • A Cura Divina: Isaías 53:4, Mateus 08:16, 17, Marcos 16:18, Tiago 5:14, 15. • Os Dons do Espírito Santo: 1 Coríntios 12:1-11. • Os frutos do Espírito Santo: Gálatas 5:22-26. • A Santificação: 1 Tessalonicenses 4:03, 5:23, Hebreus 0:14, 1 Pedro 1:15, 16, 1 João 2:6. • O Ministério e a Evangelização: Marcos 16:15-20, Romanos 10:15. • O dízimo e a Sustentabilidade da Obra: Gênesis 14:20, 28:22, Levítico 27:30, Números 18:21-26, Malaquias 3:7-10, Mateus 10:10; 23:23. • A ascensão da Igreja: Romanos 8:23, 1 Coríntios 15:51 - 52, 1 Tessalonicenses 4:16-17. • A Segunda Vinda de Cristo: Zacarias 14:1-9, Mateus 24:30, 31, 2 Tessalonicenses 1:07, Tito 2:13, Judas 14, 15. • O Reino Milenar: Isaías 2:1-4, 11:5-10, Zacarias 9:10, Apocalipse 19:20, 20:3-10. • Novos Céus e Nova Terra: Isaías 65:17, 66:22, 2 Pedro 3:13, Apocalipse 21:1.


SOMMARIO www.facebook.com/impactoevangelistico

18 / CIÊNCIA. A maioria de espécies são recentes

20 / PERSPECTIVA. A vítima emblemática de uma guerra 22 / ENTREVISTA. “Esperamos um poderoso avivamento” DEVOCIONAIS 40 / APOCALIPSE, UM LIVRO ABERTO PARA HOJE. Rev. Luis M. Ortiz 42 / DIANTE DE TI PUS UMA PORTA ABERTA. Rev. Rodolfo González

nota de capa música

16 / INTERNACIONAL. Mukwege, o doutor milagre

heróis da fé testemunho

Encontrar-nos em

A solidão da princesa

34

Os mistérios do cérebro

6

Vem logo, minha carruagem

O soldado de grande fé

30 20

44 / A PODEROSA PALAVRA DE DEUS Carmen Valencia de Martínez 48 / EVENTOS.

14 / Infográfico.

64-65 / OUTROS EVENTOS.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

5


AO contrário de qualquer computador feito por homens, o cérebro está feito de células vivas que constantemente se transformam enquanto adquirimos novas habilidades e informação. Parece que a arquitetura física do cérebro mesmo muda em resposta a nossas experiências. Dr. David A. DeWitt

Lang Lang tinha só três anos. Curioso e desajeitado, apertou uma tecla de marfim pela primeira vez em um grande piano de cauda e adorou o som. Com prática, o menino nascido na cidade chinesa de Shenyang se tornou um prodígio e ganhou competições internacionais aos 13 anos. Lang Lang ainda impressiona e inspira audiências, agora tocando com grandes orquestras sinfônicas. A mente pode fazer coisas realmente impressionantes. Quanto mais pratiquemos, melhores nos tornamos. Além da música, podemos aprender a balançar uma bola de futebol, pintar, cantar, andar de bicicleta, conduzir um automóvel, voar um helicóptero ou aprender qualquer outra habilidade que requeira controle muscular preciso e sentidos finamente sincronizados. No entanto, obter habilidades seria impossível se os cérebros tivessem sido “pré programados” ao nascer. Para classificar toda a informação que os sensores do corpo registram, o cérebro foi desenhado para mudar. Não é um computador, feito de cabos de estado sólido e células de silício. Está formado por três libras [1360 gramas] de células viventes que crescem e que constantemente criam novas conexões e mudam as velhas. A flexibilidade do cérebro permite adquirir novas habilidades, aprender nova informação, e criar novas lembranças. Além disso, após certos tipos de leMOVIMIENTOMISIONÁRIO MISIONERO MUNDIAL 6 MOVIMENTO América • Europa • Oceanía • África • Asia América•Europa•Oceania•África•Ásia


nota de capa

OS MISTÉRIOS DO

CÉREBRO

Novembro Abril 2018 2018 / Impacto / Impacto evangelístico evangélico

7


são, as células cerebrais podem assumir a função de outras mortas ou afetadas. Ferramentas de imagem modernas agora podem ver dentro do cérebro enquanto está funcionando. Pela primeira vez se pode observar o maravilhoso desenho de Deus que permite que se adapte às necessidades em mudança constante. MÚSICA E CÉREBRO

Pesquisadores da neurociência descobriram que os cérebros dos músicos têm mais matéria cinzenta em certas zonas que a maioria das pessoas.1 Nascem com estas diferenças ou mudam seus cérebros com a experiência? Os neurocientistas apoiam mais a última destas teorias. Estudos recentes demonstram que o treinamento musical também melhora habilidades em muitas áreas, incluindo as de motricidade fina e discriminação de sons. Alguns pesquisadores observaram melhora na atenção, habilidades matemáticas e tarefas de geometria.2 Estudos de imagens do cérebro confirmaram que as redes de neurônios associadas com estas habilidades mudam, mesmo, fisicamente. Os cientistas não puderam excluir a possibilidade de predisposição ou diferenças estruturais inatas no cérebro que poderiam ter relação com a habilidade musical, mas a quantidade de tecido em diferentes regiões do cérebro tende a se correlacionar com a quantidade de prática e treinamento. Os músicos, por exemplo, têm mais tecido em regiões responsáveis pela discriminação de sons e o controle dos dedos. Esta e outras evidências sugerem que a experiência altera a arquitetura do cérebro. Este maravilhoso desenho, superior aos comutadores estáticos e programados, habilita o cérebro a se adaptar constantemente a nossas necessidades. DISPOSIÇÃO NEURONAL

Um aspecto do cérebro que causa muito interesse na neurociência é a organização que tem. Os neurônios que controlam os sentidos e habilidades motoras se alinham em um mapa organizado no cérebro denominado “homúnculo”. MISIONÁRIO MUNDIAL 8 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


nota de capa

Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

9


Os neurônios responsáveis pelo tato estão expostos em uma sequência tridimensional no cérebro, denominada “trajetória espacial”. Se duas partes do corpo, como o polegar e o indicador, estão localizadas uma ao lado da outra fisicamente, também têm neurônios correspondentes no cérebro que estão uns ao lado dos outros. Então, quando os cientistas tentam fazer um mapa do cérebro, encontram neurônios que respondem à estimulação MISIONÁRIO MUNDIAL 10 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

O DESENHO DE DEUS A organização e o desenho das células nervosas no cérebro humano são verdadeiramente extraordinários. O cérebro continua mudando e se adaptando, bem como se reparando ao longo da vida. O cérebro continua um plano geral de desenvolvimento, mas muda também baseado na experiência, estimulação e o ambiente. Apesar de que possivelmente seja parcial como um neurocientista, eu acho que nada provê maior testemunho que o cérebro para ver como somos porque “maravilhosas são as tuas obras…” (Salmo 139:14).


nota de capa

Comportamentos ou sentidos mais usados recebem mais espaço no cérebro. Isso explica por que indivíduos que são cegos ou surdos parecem ter sensibilidade intensificada em outras áreas.

do polegar ao lado dos neurônios que respondem à estimulação do indicador, e assim sucessivamente. Isso mesmo acontece com os neurônios que controlam o movimento muscular. Apesar de que os neurônios no cérebro refletem a posição das partes do corpo, isso não tem relação com o tamanho delas. Por exemplo, os braços e as pernas são muito mais grandes que os polegares e lábios, mas ocupam muito menos espaço nos neurônios do cérebro; os dedos

Estudos recentes demonstram que o treinamento musical também melhora habilidades em muitas áreas, incluindo as de motricidade fina e discriminação de sons. Alguns pesquisadores observaram melhora na atenção, habilidades matemáticas e tarefas de geometria.

precisam de mais espaço porque requerem mais neurônios para controlar as habilidades motoras finas e as sensações delicadas. Os outros sentidos têm sequências de ordem similares. Os neurônios envolvidos no processo de escutar estão ordenados por tom, de maneira similar às teclas do piano; além disso, as responsáveis pela vista estão ordenadas por setores do campo de visão. Se um dedo fosse amputado ou o nervo do dedo fosse destruído, os neurônios vinculados se redistribuiriam aos dedos adjacentes. Por exemplo, se o indicador se perdesse, os neurônios se adaptariam para cobrir o polegar e o médio. Pelo contrário, se um músico decidisse praticar mais com um dedo que com os outros, o espaço para esse dedo se incrementaria em função dos outros dedos. O cérebro funciona como um livreiro com espaço limitado. Se fosse necessário adicionar mais páginas a algum livro, en-

Novembro 2018 / Impacto evangélico

11


MISIONÁRIO MUNDIAL 12 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


nota de capa

tão o aumento destas tem lugar à custa das páginas de outros livros. Comportamentos ou sentidos mais usados recebem mais espaço no cérebro. Isso explica por que indivíduos que são cegos ou surdos parecem ter sensibilidade intensificada em outras áreas. A PRÁTICA

Inicialmente, os neurônios que são usados repetidamente se tornam mais fortes, enquanto aquelas que não são usadas podem ser perdidas em um processo denominado “poda”. Os neurônios estão competindo constantemente umas com outras por áreas específicas.

Os neurônios fazem um sem-número de conexões com outros neurônios. O cérebro de um adulto tem cerca de 100.000 milhões de neurônios, e cada um destes neurônios pode fazer 10.000 conexões. Inicialmente, os neurônios que são usados repetidamente se tornam mais fortes, enquanto aquelas que não são usadas podem ser perdidas em um processo denominado “poda”. Os neurônios estão competindo constantemente umas com outras por áreas específicas. Com a passagem do tempo, cada neurônio se torna responsável por uma área consideravelmente mais pequena. Mudanças positivas e negativas podem ser reforçadas. Por exemplo, o uso excessivo de álcool ou drogas pode provocar mudanças nas conexões dos neurônios. Efetivamente, a adição às drogas é provável que esteja relacionada com as mudanças nos circuitos neuronais causados pelo uso das drogas. Dado que a experiência altera o cérebro positiva ou negativamente, é importante viver uma vida agradável a Deus. Possivelmente esta seja uma das razões pelas quais o apóstolo Paulo aconselhou os cristãos sobre como pensar: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4:8). Referências e Notas 1. C. Gaser and G. Schlaug, “Brain Structures Differ between Musicians and Non-Musicians” [As estruturas do cérebro diferem entre músicos e não músicos], Journal of Neuroscience 23(27): 9240–9245. 2. B. Mauk, “Music Training Changes Brain Networks” [O treinamento musical muda as redes do cérebro], http://www. dana.org/news/braininthenews/detail. aspx?id=21764. Fonte: https://answersingenesis.org/es/ciencia/ cerebroexperiencias/

Novembro 2018 / Impacto evangélico

13


Nosso

CÉREBRO

A organização e o desenho das células nervosas no cérebro humano são verdadeiramente extraordinários. O cérebro continua mudando e se adaptando, bem como se reparando ao longo da vida. O cérebro continua um plano geral de desenvolvimento, mas muda também baseado na experiência, estimulação e o ambiente.

“E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom...” Gênesis 1:31

O cérebro é um órgão complexo que faz parte do Sistema Nervoso Central (SNC) e constitui a parte mais voluminosa e conhecida do encéfalo. Está situado na parte anterior e superior da cavidade craniana, e está presente em todos os vertebrados. Dentro do crâneo, o cérebro flutua em um líquido transparente, denominado “líquido cefalorraquidiano”, que cumpre funções de proteção, tanto físicas como imunológicas.

Para que serve o cérebro? Funções do cérebro Controle de funções vitais: como o controle da temperatura, a pressão sanguínea, a taxa cardíaca, a respiração, dormir, comer… Recebe, processa, integra e interpreta toda a informação que recebe dos sentidos: a visão, a audição, o paladar, o tato e o olfato. Controla os movimentos que fazemos e a posição postural: caminhar, correr, falar, estar de pé... É responsável por nossas emoções e condutas. Permite que pensemos, razoemos, sintamos, sejamos… Controla as funções cognitivas superiores: a memória, a aprendizagem, a percepção, as funções executivas… MISIONÁRIO MUNDIAL 14 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

Ó cérebro é um músculo?

Frequentemente ouvimos que o cérebro deve ser exercitado para que não se atrofie como os músculos; no entanto, devemos ter claro que o cérebro não é um músculo. Não está formado por miócitos, as células musculares, mas está formado por milhões de neurônios, que interconectados mediante axônios e dendritos, permitem regular todas e cada uma das funções do corpo e da mente. De respirar, comer ou dormir, à capacidade para razoar, para nos apaixonar ou discutir com alguém; tudo passa pelo controle do cérebro.


Lobo parietal

Lobo occipital

Lobo frontal

Lobo temporal

Cerebelo

Utiliza

20%

O cérebro constitui só

3%

de todo o oxigênio que respiramos.

da massa corporal.

Mais de

70% do cérebro é água.

O objetivo futuro é averiguar onde se encontra o sistema estatístico interno no cérebro e como realiza o processamento de dados. Novembro 2018 / Impacto evangélico

15


O Prêmio Nobel da Paz 2018 para o médico congolês Denis Mukwege foi celebrado como o reconhecimento de um homem dedicado à construção de um mundo melhor. No entanto, pouco se fala de seu trabalho para atender vítimas de estupro.

O Hospital de Panzi, fundado pelo ginecologista Denis Mukwege no Congo há cerca de vinte anos, brinda atenção a centenas de vítimas de violação em uma região assolada pela guerra e por anos de violência sexual horrível. Mukwege, chamado de “Doutor Milagre”, foi criado no seio de uma família cristã pentecostal, estudou em vários países, entre eles, no Burundi, onde fez parte dos grupos de estudo bíblico de IFES (GBU). Sua formação em Medicina se desenvolveu principalmente na França. Pouco depois que voltou para o Congo em 1996, estourou a guerra. Esse primeiro conflito gerou uma nova patologia na República Democrática do Congo: o estupro com uma violência extrema. “Comecei a habilitação de um hospital improvisado feito com toldos. Construí uma sala de maternidade e uma de operações. Em 1998, tudo foi destruído novamente, por isso comecei de novo em 1999”, disse à BBC em 2013. O médico falou sobre o impacto que lhe produziu atender a primeira vítima dessa guerra fratricida. “Tinha a vagina totalmente destroçada porque tinha recebido tiros à queima-roupa no aparelho genital”, relatou em uma entrevista. Esse fato, que em um princípio foi considerado o ato isolado de um louco, alguns meses depois revelaria que era uma de uma série de estupros planificados e sistemáticos: mulheres de povos inteiros eram estupradas em uma só noite, chefes tribais e eclesiásticos

MISIONÁRIO MUNDIAL 16 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


internacional

“A Igreja do presente e do futuro deve enfrentar numerosos desafios: a mudança climática, o terrorismo, os migrantes, os refugiados, as vítimas da violência sexual e os poderes corrutos…”

MUKWEGE O DOUTOR MILAGRE eram estuprados em público, bem como idosos e bebês. A pesar de que enfrenta ameaças de morte, Mukwege continuou com seu trabalho e denuncia. Em 25 de outubro de 2012 encontrou homens armados ameaçando seus filhos com pistolas; a seguir, dispararam contra ele e mataram um de seus guardas de segurança. “A Igreja do presente e do futuro deve enfrentar numerosos desafios: a mudança climática, o terrorismo, os migrantes, os refugiados, as vítimas da violência sexual e os poderes corrutos, sobretudo na África”, diz ele. O médico sabe que este caminho pode levar a encontrar “adversidade, oposições e perseguições”; no

entanto, a resposta é perseverar. “Não retrocedamos, continuemos nossa luta pela liberdade dos cativos tendo em conta as promessas do Reino”, adiciona o médico. Além do Prêmio Nobel da Paz, Mukwege recebeu anteriormente em 2014 o Prêmio Sakharov, concedido pelo Parlamento Europeu. Denis Mukwege se une agora à insigne lista de premiados com o Nobel da Paz, recebido em muitas ocasiões por pessoas de fé cristã: Jean Henri Dunant (1901), fundador da Cruz Vermelha; o missionário luterano Albert Schweitzer (1952); o líder pelos direitos civis Martin Luther King (1964); o arcebispo anglicano Desmond Tutu (1984) ou o pastor batista Jimmy Carter (2002) receberam este reconhecimento.

(Com informação da internet)

Novembro 2018 / Impacto evangélico

17


NOVE em cada dez espécies que sobrevivem na atualidade surgiram nos últimos 200.000 anos, segundo um novo estudo genético. Ken Ham

Uma pesquisa analisou partes selecionadas do DNA de 100.000 espécies diferentes e os pesquisadores encontraram um indício que mostra que quase todos os animais apareceram aproximadamente ao mesmo tempo que os seres humanos. Além disso, o estudo também encontrou que as espécies apresentam limites genéticos muito claras e muito pouco em comum. Os seres humanos e os animais apareceram quase ao mesmo tempo e há limites genéticos. Isso é o que se esperaria encontrar segundo o relato das origens no Gênesis. Para uma cosmovisão evolucionista, que assume uma idade antiga para muitas das espécies da atualidade, os resultados deste estudo são impactantes. De fato, um dos pesquisadores declarou: “A conclusão é muito surpreendente… e eu lutei contra ela o mais que pude”. A teoria da evolução não espera que a grande maioria das espécies tenham aparecido ao mesmo tempo, também não espera que as espécies tenham estes limites genéticos claros. Mas é justamente isso o que esperaríamos ver em uma cosmovisão bíblica; de fato, é o que os criacionistas afirmaram sempre, apesar de que o tempo que propõem os pesquisadores, entre 100.000 e 200.000 anos, é exagerado a causa das conjeturas evolucionistas. O pesquisador Nathaniel Jeanson, que tem um doutorado em desenvolvimento celular biológico pela Universidade Harvard e é autor do livro “Replacing Darwin: The NEW Origin of Species” (Substituindo Darwin: a nova origem das espécies), diz: “Nesse estudo existe um perigo para o modelo evolucionista tão grande que nem sequer se MISIONÁRIO MUNDIAL 18 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

A MAIORIA DE

ESPÉCIES SÃO RECENTES


ciência

(…) poderíamos esperar que a maioria das espécies tenham uma idade similar, já que todas apareceram nos últimos 4.350 anos, provenientes dos tipos que desceram da arca depois do dilúvio global nos dias de Noé.

aperceberam dele”. Ele adicionou: 1. O estudo sugere que muitas espécies se formaram de maneira contemporânea às origens do homem. 2. Sabemos, pelos relógios mitocondriais no DNA, que os humanos modernos se formaram nos últimos 6.000 anos. 3. Portanto, este estudo revelaria que muitas espécies se formaram dentro dos últimos 6.000 anos. Todos os tipos originais foram criados por Deus durante a semana da criação, há uns 6.000 anos. Isso quer dizer que todos os tipos originais (entre eles, o ser humano) têm a mesma idade. Isso não significa que todas as espécies que temos na atualidade têm a mesma idade; mesmo, há espécies que ainda estão se formando atualmente. Estas espécies são, simplesmente, variações dentro de um tipo criado. Pelo contrário, o que efetivamente quer dizer é que todos os tipos têm a mesma idade e que poderíamos esperar que a maioria das espécies tenham uma idade similar, já que todas apareceram nos últimos 4.350 anos, provenientes dos tipos que desceram da arca depois do dilúvio global nos dias de Noé. Também podemos esperar que entre os grupos haja distinções genéticas. Deus criou cada tipo para se reproduzirem segundo sua família (Gênesis 1:11, 12, 21, 24, 25). De maneira que cada tipo é uma unidade independente, criada por Deus e incapaz de se reproduzir com outras espécies diferentes da sua. Fonte: https://answersingenesis.org/es/ciencia/especiestienenun-origen-reciente/

Novembro 2018 / Impacto evangélico

19


UMA das imagens mais conhecidas da Guerra do Vietnã é a da menina nua que foge das chamas de uma bomba de napalm. Em 1982 creu em Jesus Cristo e recebeu o Evangelho. José de Segovia

Já passou meio século desde a batalha de Huế, o ataque surpresa da Frente Nacional para a Libertação do Vietnã que levou os Estados Unidos ao fracasso na última guerra televisada. Não há mais cadáveres de mulheres nem de crianças que provoquem manifestações contra a Guerra do Vietnã. Graças a todas essas imagens, Ken Burns e Lyn Novick realizaram uma impressionante série documental de 18 horas. As imagens desta guerra evocam o horror. Os veteranos da guerra são particularmente reticentes a falar sobre o tema. Estes homens viveram a desonra do retorno a uma nação horrorizada pelas brutalidades cometidas em massacres como a de Mỹ Lai, onde mulheres indefensas foram crivadas de bala com seus bebês, depois de ser estupradas.

uma ameaça mundial. A ideia postulava que se uma nação asiática caísse para o comunismo, os países com os quais fizesse fronteira iriam cair em seguida, como peças de dominó. Após enviar conselheiros militares, Kennedy entra oficialmente na guerra em 1965. Quando as tropas abandonam o país em 1975 com a queda de Saigon, após anos de vergonhosas derrotas, a conflagração tinha custado a vida de 58.209 estadunidenses. Os aleijados gravemente feridos eram 150.000 e os desaparecidos eram 2.000. O pior de tudo foi que a idade média dos deficientes era de 19 anos. Quase nove milhões de pessoas sofreram os “danos colaterais”. O que explica o início dos protestos. Seu aumento, no entanto, se deve a ser a primeira e a última guerra televisada.

A TEORIA DO DOMINÓ

MATAR O MENSAGEIRO

As origens desta guerra são particularmente complexas, como mostra o primeiro episódio, déjà-vu do documentário de 1858, a ocupação francesa e os sinais de advertência que os Estados Unidos deviam ter recebido. Quando os franceses saíram de sua antiga colônia na Indochina, derrotados na batalha de Dien Bien Phu em 1954, foi assinado um armistício que dividiu o Vietnã em duas partes. O Camboja e o Laos foram declarados independentes, enquanto a França deixava que os Estados Unidos intervenham na guerra mais longa, mas também a mais impopular que experimentou, fora de suas fronteiras. No princípio do conflito, os estadunidenses a consideravam uma prolongação da Guerra Fria que tinha levado à Guerra da Coreia nos anos 50. Segundo a “Teoria do Dominó” do general McArthur, o que no princípio tinha sido só uma confrontação civil se tornou

Os jornalistas circulavam livremente pelo Vietnã, enchendo os lares estadunidenses de cenas terrificas transmitidas por televisão na hora do jantar. Dali a expressão de McLuhan: “A guerra do Vietnã foi perdida nas salas de estar americanas, e não nos campos de batalha do Vietnã”. Ao ‘eliminar’ o mensageiro, não houve mais grandes manifestações quando chegaram conflitos como o do Golfo. Ao contrário da televisão, Hollywood era bastante reticente a tratar o tema do Vietnã, além de alguma produção independente. Não foi como no caso da Segunda Guerra Mundial, em que o cinema foi usado como instrumento de propaganda. É na segunda metade da década de 1970 quando os grandes filmes sobre o Vietnã começam a ser realizados. A televisão pública estadunidense (PBS), conhecida por seu papel crítico na sociedade deste país, foi a única cadeia capaz de produzir uma série como a de Ken Burns.

MISIONÁRIO MUNDIAL 20 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

A ESPERANÇA DA FÉ

Uma das imagens mais conhecidas da Guerra do Vietnã é a da menina nua que foge das chamas de uma bomba de napalm, com os braços estendidos em um gesto de agonia que comoveu todo o mundo. A foto –que obteve o Prêmio Pulitzer em 1972– mostrava Phan Thị Kim Phúc, menina de 9 anos que sofreu queimaduras de terceiro grau. Recebeu atenção médica, mas não tinha nenhuma esperança de vida. Foi deixada no necrotério, durante três dias. É ali onde foi en-


perspectivas

A VÍTIMA EMBLEMÁTICA DE UMA

GUERRA contrada por seus pais. Hoje ainda vive, após 17 operações de enxerto de pele. Tem um ano mais que eu, 55. Criada na religião politeísta, tentou procurar paz interior, sem sucesso, até que aos 19 anos encontrou uma Bíblia, que “não podia deixar de ler”. Nesse ano, 1982, creu em Jesus Cristo e leu o Evangelho. Pediu perdão por seus pecados e rogou a Deus que pudesse perdoar mesmo os que lançaram as bombas que produziram suas feridas. Em 1986 foi para a Universidade de Ha-

vana, cidade onde se casou com um vietnamita, Toan Huy. Quando iam de lua de mel a Moscou, o avião fez escala no Canadá, onde pediram asilo e se tornaram membros de uma igreja batista. Agora têm dos filhos. Em 1996 foi notícia novamente. No Dia dos Veteranos nos Estados Unidos falou aos soldados que tinham participado na guerra, expressando seu perdão. O momento mais emotivo foi quando um dos implicados no bombardeio de seu povo, Trảng Bàng, pediu perdão e choraram, abraçados.

“Estava cheia de ódio, amargura e ira, até que cheguei a ser cristã e encontrei paz em meu coração. A imagem e as palavras de Jesus Cristo na cruz, a ponto de ser assassinado, rogando ‘Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem’, fazem com que queira fazer o mesmo. Quanto mais oro por meus inimigos, mais se amolece meu coração”, diz Kim Phúc.

Fonte: http://protestantedigital.com/blogs/45660/La_ultima_ guerra_televisada

Novembro 2018 / Impacto evangélico

21


APESAR da crise que oprime a Venezuela, a igreja do Senhor marcha para a vitória. A luta para resgatar as almas perdidas persiste e a Obra cresce em um país afligido pela crise e as dificuldades políticas e econômicas. Susan Amau

O reverendo Rómulo Vergara, pastor na Venezuela, ao sul do lago Maracaibo, estado de Zulia, e parte da junta nacional como diretor da Obra do Movimento Missionário Mundial, fala sobre a crítica situação da Venezuela e do poderoso avivamento que a igreja do Senhor espera nesse país. Qual é a situação da igreja na condição atual do país? É uma crise que a cada dia se agudiza mais no plano econômico, político e social. Podemos dizer que é muito lamentável, muito difícil, e em certo modo, não deixou de afetar a Obra. Há vários anos que não podemos realizar as convenções anuais, juvenis e internacionais; no entanto, setorizamos as atividades em todo o país, para que, desta maneira, possam congregar as pessoas e ter um tempo de ministração. Apesar disso, o avanço da Obra não parou e continua superando a difícil situação. Como está realizando seu trabalho a igreja do Movimento Missionário Mundial na Venezuela? O povo está fazendo seu trabalho nas ruas, por meio de campanhas evangelísticas e em alguns espaços de televisão, em emissoras próprias e outras alugadas. Em geral, estamos realizando o trabalho encomendado pelo Senhor. Infelizmente, alguns pastores viajaram devido à situação tão difícil; os crentes migraram a outros países, mas o povo restante está animado, está disposto, está contento. Qual é a disposição do povo de Deus perante a crise? MISIONÁRIO MUNDIAL 22 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


entrevista

“ESPERAMOS UM PODEROSO

AVIVAMENTO” Deus nos disse há anos que viria um poderoso avivamento na Venezuela que impactará o mundo. Vai ser algo poderoso, glorioso e o estamos esperando. O irmão Ortiz tinha um amor especial pela Venezuela, Deus lhe disse que tinha algo grande para o país, e manifestou que depois desse grande avivamento viria o levantamento da Igreja. Existem leis ou perseguições que proíbem o evangelismo? O presidente disse que as associações civis vão desaparecer. Eles querem que exista uma única igreja socialista; é dizer, vai haver uma perseguição contra a Igreja. Os templos serão fechados e os pastores deverão trabalhar na clandestinidade. Isso é o que se espera, uma grande perseguição. A situação na Venezuela piora, mas eu acho que é um processo de Deus. Ele está furioso pela existência de muitas missões corruptas que se tornaram materialistas e caíram no pecado,

(…) vai haver uma perseguição contra a Igreja. Os templos serão fechados e os pastores deverão trabalhar na clandestinidade. Isso é o que se espera, uma grande perseguição.

pastores e crentes que se envolveram na política. As comunicações da Igreja também se viram afetadas? Evidentemente, já que a internet é péssima. Infelizmente, as fibras óticas que contêm cobre são roubadas frequentemente e são vendidas na Colômbia. Por outro lado, as falhas elétricas que enfrentamos constantemente afetam muito nosso trabalho. Existem lugares que não tem eletricidade durante uma

semana, e em outros, só tem 4, 6 ou 8 horas por dia; esses apagões, quedas de energia, afetaram os equipamentos de nossas emissoras. Não se pode estar ao ar. É uma situação que afeta todo: a televisão, a internet, a rádio. A crise fez com que os venezuelanos sejam mais sensíveis à Palavra de Deus? Naturalmente. As pessoas não têm mais saídas. Pessoas que não são cristãs pedem orar e diz que só Deus vai nos tirar da crise. A povoação está mais receptiva à Palavra do Senhor. A crise deu lugar a que as pessoas abram mais o coração a Deus. Uma Venezuela para Cristo? Sim. Uma Venezuela para Cristo, no nome do Senhor. Que Deus nos ajude, e nos dê a vitória; que nos tire da crise, porque atualmente há muita tristeza, muita aflição, muita dor; muitas pessoas deprimidas a causa desta situação.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

23


HINO com mais de cem anos de história, é um cântico que difunde uma mensagem de fé para a comunidade cristã internacional. Interpretada em uma infinidade de gêneros, oferece uma visão esperançosa da liberação do pecado outorgada por Deus.

Melodia de grande divulgação nos Estados Unidos e na Inglaterra, a canção “Vem logo, minha carruagem” é um distintivo da música gospel que irradia uma mensagem de esperança para a comunidade evangélica mundial. Entoada em diversas igrejas estadunidenses e em muitos cenários esportivos ingleses, a composição entesoura, além disso, uma história muito peculiar que a transformou em um símbolo da fé cristã. Segundo um documento oficial da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, publicado em 2002, este hino foi gravado pela primeira vez em 1909 pela agrupação “The Fisk Jubilee Singers”, um conjunto afro-americano formado por estudantes da Universidade Fisk que alcançou prestígio e notoriedade na Europa e na América do Norte no final do século XIX. No mencionado escrito também se afirma que o cântico tem uma origem misteriosa. No entanto, em opinião do musicólogo estadunidense John Wesley Work, o poema surgiu em 1851 da alma angustiada da escrava Sarah Hannah Sheppard –mãe da compositora Ella Sheppard–, que nesse momento trabalhava em uma plantação do Tennessee e corria o risco de ser vendida e separada de sua filha recém-nascida. O artigo indica também que outras fontes afirmam que os versos de “Vem logo, minha carruagem” foram escritos pelo escravo Wallace Willis. Do mesmo modo, assinala que Willis, junto com sua esposa Minerva, costumava cantar este hino espiritual em uma escola do condado de Choctaw, localizado no estado de MISIONÁRIO MUNDIAL 24 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

VEM LOGO, MINHA

CARRUAGEM


música

VEM LOGO, MINHA CARRUAGEM REFRÃO Vem logo minha carruagem Vem me levar ao lar Vem logo minha carruagem Vem me levar ao lar 1 Além do Jordão está o meu lar Vem logo me buscar Ali com os anjos quero morar Vem me levar ao lar 2 Oh meus irmãos estamos prontos Para ser levados ao lar Pois Cristo vem logo com seus anjos Vem nos levar ao lar

Oklahoma, donde seu diretor, Alexander Reid, a compartilhou ao grupo “The Fisk Jubilee Singers”. MENSAGEM ALENTADORA

Hoje, com mais de cem anos de história, o reconhecido louvor faz parte de inumeráveis hinários evangélicos e é usualmente incluída em muitas antologias musicais. Interpretada em uma infinidade de gêneros

e cantada pelos fãs do rúgbi da Inglaterra, a canção alimenta a confiança dos seguidores de Jesus Cristo e aviva o otimismo de todas as pessoas que anelam um futuro melhor. Incluída em 2001 na lista de canções do século XX, elaborada pela Associação Americana da Indústria de Gravação (RIAA) e a Dotação Nacional para as Artes (NEA), “Vem logo, minha carruagem” foi cantada, entre outros, por renomados artistas.

Sem uma origem plenamente definida e ainda em debate, o hino faz referência à passagem bíblica contida em 2 Reis 2:1115, na qual se descreve uma parte da sucessão de Eliseu a Elias, e oferece uma visão positiva da liberação do pecado outorgada por Jesus. Cântico oficial do estado de Oklahoma, desde 5 de maio de 2011, inspira de forma contínua a humanidade em seu percurso terreno.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

25


ESCRITA pelo teólogo Myer Pearlman, a publicação leva mais de oito décadas mostrando o conteúdo das Sagradas Escrituras. Valorizada por sua rigorosidade, oferece uma visão panorâmica dos sessenta e seis livros da Bíblia.

ATRAVÉS DA BÍBLIA LIVRO POR

LIVRO

No livro de Gênesis lemos acerca do princípio da redenção. No livro de Êxodo lemos acerca da marcha da redenção. Em Gênesis, esta redenção está sendo efetuada através de indivíduos; no Êxodo, é efetuada através de uma nação inteira – Israel. A ideia central do livro é a redenção pelo sangue. Em torno dessa ideia concentra-se a história de um povo salvo pelo sangue, amparado pelo sangue e tendo acesso a Deus pelo sangue. Esta redenção se apresenta suprindo todas as necessidades da nação. Oprimido pelos egípcios, Israel necessita de libertação. Deus provê essa libertação. Centrada em uma análise panorâmica da obra fundamental do cristianismo, a obra “Através da Bíblia livro por livro” oferece um conhecimento útil e conveniente do conteúdo das Sagradas Escrituras. Livro do teólogo de origem judaica Myer Pearlman, um dos principais escritores do movimento pentecostal, o texto foi, desde sua publicação em 1930, uma base necessária MISIONÁRIO MUNDIAL 26 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

e prática para o estudo bíblico. Em Êxodo vimos Israel redimido; em Levítico vimos Israel em adoração; e agora em Números vemos Israel servindo. O serviço do Senhor não devia ser feito de uma maneira casual, razão por que o livro nos apresenta o quadro de um acampamento, onde tudo é feito segundo a primeira lei do céu – a ordem. O povo é numerado conforme as tribos e famílias; a cada tribo é designado o seu lugar no acampamento; a marcha e o acampamento são regulados com precisão militar; e no transporte do Tabernáculo cada levita tem a sua tarefa especial. Além de ser um livro de serviço e ordem, Números é um livro que registra o fracasso de Israel que, por não crer nas promessas de Deus, não entrou na Terra de Canaã. Dividido em quatro partes, o material de Pearlman, que se mantém vigente por mais de oito décadas, foi desenhado para promover as verdades que se encontram


literatura

no interior do Antigo e Novo Testamento. Em cada uma de suas porções, estruturadas sob um esquema didático e pontual, o exegeta põe em evidência os principais fatos dos sessenta e seis livros das Escrituras e oferece uma série de comentários pessoais. COMPÊNDIO ESSENCIAL

O livro de Ester tem uma peculiaridade que o distingue de qualquer outro livro da Bíblia: não contém uma única menção ao nome de Deus, nem tampouco há referência à lei ou à religião judaica. Apesar de não se mencionar o nome de Deus, há abundantes sinais de que ele estivesse operando e cuidando de seu povo. O livro registra o livramento por Deus do seu povo, de uma ameaça de destruição. Assim como Deus salvou o seu povo do poder de Faraó, Ele livrou Israel da mão do malvado Hamã. No primeiro caso o livramento foi efetuado por uma manifestação de seu poder e uma revelação de si mesmo; mas no último caso, Deus permaneceu invisível ao seu povo e a seus inimigos. Em seu primeiro fragmento, “Através da Bíblia livro por livro” resenha o Pentateuco e os livros históricos do Antigo Testamento. Depois, em sua segunda parte, descreve de Jó a Malaquias. Depois, em sua terceira porção, delineia os evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas, e João e o livro dos Atos. Posteriormente, em sua culminação, esboça de Romanos ao Apocalipse. O manual desenvolve cada tema com precisão milimétrica. O livro de Daniel é, na sua maior parte, uma história profética dos pode-

Novembro 2018 / Impacto evangélico

27


res gentílicos mundiais desde o reinado de Nabucodonosor até a vinda de Cristo. Os profetas em geral salientam o poder e a soberania de Deus com relação a Israel, e o revelam como aqueles que determina os destinos de seu povo escolhido através dos séculos até a restauração final. Daniel, por outra parte, destaca a soberania de Deus com relação aos impérios gentílicos do mundo, e revela Deus como aquele que domina e governa os negócios desses impérios até a época de sua destruição. Na vinda de seu Filho. De maneira direta e clara, Pearlman, que nasceu em 19 de dezembro de 1898 em Edimburgo, em seu compêndio bíblico apresenta a questão central de todos os fragmentos das Sagradas Escrituras. Além disso, realiza uma desagregação das histórias e temas essenciais da Bíblia com uma visão particular que prioriza a fidelidade ao Todo-Poderoso. Do mesmo modo, oferece conselhos úteis para a formação espiritual dos crentes. AUTOR ILUSTRE

O Evangelho segundo Lucas apresenta-nos uma narrativa histórica expondo Jesus Cristo como o perfeito Homem

O livro de Ester tem uma peculiaridade que o distingue de qualquer outro livro da Bíblia: não contém uma única menção ao nome de Deus, nem tampouco há referência à lei ou à religião judaica. Apesar de não se mencionar o nome de Deus, há abundantes sinais de que ele estivesse operando e cuidando de seu povo.

MISIONÁRIO MUNDIAL 28 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


literatura

Divino. Lucas escreveu especialmente para o povo grego cuja missão era melhorar o homem moral, intelectual e fisicamente, e cujo ideal era o homem perfeito. Assim como os judeus fracassaram em obter a salvação por meio da Lei e das cerimônias, da mesma maneira os gregos fracassaram em obtê-la por meio da sua cultura e filosofia. A educação era para os gregos o que a Lei era para os Judeus – o seu mestre para trazê-los a Cristo. Vendo a sua incapacidade de salvar a humanidade por meio da sua educação, muitos filósofos entre os gregos viram que a sua única esperança de salvação era a vinda de um homem divino. Lucas, para satisfazer a necessidade dos gregos, expõe Jesus como o perfeito Homem Divino. Formado no Instituto Bíblico Central da cidade de Springfield, o teólogo Myer Pearlman, que faleceu em 13 de julho 1943 nos Estados Unidos, destacou durante sua vida como um dos mais prolíficos impulsores da divulgação do Evangelho. A este respeito, escreveu e publicou uma série de materiais, artigos e documentos que serviram para consolidar a fé no Senhor e para posicionar e fortalecer o pentecostalismo no mundo.

Lucas escreveu especialmente para o povo grego cuja missão era melhorar o homem moral, intelectual e fisicamente, e cujo ideal era o homem perfeito. Assim como os judeus fracassaram em obter a salvação por meio da Lei e das cerimônias, da mesma maneira os gregos fracassaram em obtê-la por meio da sua cultura e filosofia.

A epístola aos Romanos uma resposta completa, lógica e inspirada grande pergunta dos séculos: Como pode um homem ser justo para com Deus? ( Jó 9:2). No Antigo Testamento, nos Evangelhos e Atos, encontram-se em diversos lugares os ensinos concernentes a essa grande doutrina que forma a própria base da epístola aos Romanos a justificação pela fé. Foi o apóstolo Paulo quem ajuntou esses ensinos, acrescentando as revelações especiais que lhe foram confiadas, dando-nos a mais completa explica o que se encontra no Novo Testamento, incorporada numa epístola que tem sido chamada “a catedral da doutrina cristã”. “Através da Bíblia livro por livro” é a obra de maior renome de Pearlman. Ideado com o propósito de compartilhar conhecimento geral das Escrituras com os seguidores de Jesus Cristo, o manual é considerado pela comunidade evangélica internacional um dos tratados mais convenientes para a aprendizagem da fé cristã. Do mesmo modo, é valorizado por sua rigorosidade na exposição das boas novas do Salvador. A epístola aos hebreus foi escrita, como indica o nome, particularmente aos judeus crentes, embora tenha um valor permanente e uma aplicação contínua para todos os crentes em todas as épocas. A leitura da epístola revelará o fato de que a maior parte dos hebreus cristãos, ao qual se dirige o autor, estava em perigo de afastar-se da fé. Comparado com a nação inteira, era um pequeno grupo de pouca importância, considerado pelos seus patrícios como traidores e objetos da sua suspeita e ódio. Sentiam a sua isolação, separados do resto da nação. Uma grande perseguição ameaçava-os. Oprimidos pelas tribulações presentes e pelo pensamento de adversidades futuras, cederam ao desânimo.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

29


O reverendo Rubén Rosas Salcedo acaba de partir ao encontro com o Senhor. Pregou as boas novas durante mais de sessenta e seis anos, e batalhou pela salvação de um sem-fim de almas. Cofundador do MMM, desenvolveu um apaixonado ministério que o transformou em um dos pastores mais destacados da Obra de Deus.

Durante mais de sessenta e seis anos, o reverendo Rubén Rosas Salcedo, como um corajoso soldado, serviu a Deus e levou consigo as Escrituras para lutar pela salvação da humanidade. Cofundador do Movimento Missionário Mundial, junto com o reverendo Luis M. Ortiz, realizou durante sua vida terrena um intenso trabalho evangelizador que o levou a elevar a bandeira do Evangelho de Cristo. Nascido em 15 de abril de 1929, na cidade porto-riquenha de Aguadilla, situada no oeste da Ilha do Cordeiro, o pastor Rosas cresceu em um lar cristão, no qual aprendeu a amar o Criador sobre todas as coisas e se nutriu com a Bíblia. Diariamente, seus progenitores, Felipe Rosas e Eduviges Salcedo, impulsores do Evangelho no bairro Aceitunas do município de Moca, transmitiram-lhe a sã doutrina do Altíssimo e o guiaram pelo caminho da fé. O Todo-Poderoso, segundo seu testemunho, começou a tratar com ele desde sua infância com a finalidade de transformá-lo em um dos pastores de seu rebanho. A este respeito, em maio de 2013, no 9º Congresso Mundial da Obra, celebrado no Panamá, ele declarou: “No culto familiar, minha mãe me colocava a seu lado esquerdo e meu irmão mais velho a seu lado direito para que orássemos juntos. Senhor, assim como minha mãe fez conosco, eu lhe entrego meus dos filhos para que os transforme em Seus obreiros”. MISIONÁRIO MUNDIAL 30 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

O SOLDADO DE

GRANDE FÉ

Escolhido por Jesus Cristo, de forma similar que Moisés, Paulo e outros personagens bíblicos, para cumprir um trabalho determinado na Igreja, o reverendo foi consciente, desde os 9 anos, de todos os sofrimentos, lutas e lágrimas que as pessoas que decidiam pregar a Palavra experimentavam. Então, apesar de suas dúvidas, desenvolveu uma potente participação no

templo que seus pais lideravam, o que o levou a ser um destacado membro de sua congregação. GUERREIRO DE DEUS

Decidido a ser alguém de muito futuro e dominado pela aversão à ideia de ser pastor, resolveu se unir ao exército dos Estados Unidos após completar a maioridade.


herói da fé

É

Novembro 2018 / Impacto evangélico

31


Depois, em meados de 1950, foi destinado a participar da Guerra da Coreia, na qual comprovaria em carne própria o amor restaurador de Jesus. Além disso, como líder de uma unidade de texanos, experimentou os horrores de uma conflagração que causou a morte de mais de três milhões e meio de indivíduos. De costas a Deus, e no meio do conflito bélico, o estouro de uma granada o deixou à beira da morte quando caminhava junto com três companheiros de seu pelotão. Naquele momento, produto da explosão, o lado direito de sua virilha foi destruído, seu fêmur ficou destroçado, sua bexiga estava perfurada, sua uretra ficou separada da bexiga e sua espinha dorsal se viu seriamente afetada. No entanto, o Senhor não o abandonou e evitou sua morte com seu poder infinito. Após o sangrento acontecimento, experimentou um vasto período de tribulação no qual o Criador o submeteu a diversas provas antes de restabelecê-lo completamente. Primeiro, foi levado à localidade de Seul, onde foi estabilizado. Depois foi deslocado a uma clínica da Califórnia. Mais tarde, devido à gravidade de suas feridas, foi levado a um hospital da cidade de San Antonio, no qual foi submetido a sete operações infrutuosas. Em 14 de dezembro de 1951, depois de ter estado internado durante mais de um ano, Rubén se rendeu incondicionalmente perante o Altíssimo e lhe entregou todas suas metas quando seu corpo era só um conjunto putrefato de ossos e pele. Dos dias depois, o Todo-Poderoso o curou para surpresa dos médicos que o cuidavam. Sobre esse fato milagroso, em alguma ocasião relatou: “Deus escutou minha oração e estendeu sua mão divina sobre meu corpo. Aleluia!”. OBREIRO CORAJOSO

De volta em Porto Rico, com a saúde recuperada, o servo Rosas canalizou sua existência nas águas de Cristo e optou por cumprir fielmente a vontade do Redentor. Mais tarde, em 11 de julho de 1953, contraiu matrimonio com a crente Carmen Rodríguez, que tinha conhecido aos 18 anos. Posteriormente, junto com ela, sua leal companheira, começou a anunciar as MISIONÁRIO MUNDIAL 32 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

boas novas e se submergiu em um apaixonado e enérgico trabalho evangelístico. Durante uma noite de 1963, o Salvador lhe falou com voz audível e lhe disse “Eu quero que você esteja ao lado de meu servo Luis M. Ortiz”. Obediente ao mandato celestial, foi fez parte da fundação do Movimento Missionário Mundial, que se con-

cretizou em 13 de fevereiro daquele ano. Pronto a difundir o Evangelho, o servo Rosas se uniu imediatamente ao irmão Ortiz na edificação de uma denominação que se estenderia, com a passagem do tempo, aos cinco continentes. Depois, instruído na mensagem do Senhor, cumpriu durante mais de seis anos


herói da fé

para ele. Então, trabalhou no templo do Barrio Obreiro, localizado no município de San Juan, que se tornou uma fonte de salvação para milhares de almas que descobriram de sua boca as verdades contidas na Bíblia. PASTOR EMBLEMÁTICO

diferentes trabalhos que ajudaram a cobrir Porto Rico com a doutrina de Cristo. Posteriormente, em 4 de julho de 1969, viajou para a Espanha com a missão de estabelecer a primeira sede europeia do MMM. Ali, na Península Ibérica, onde permaneceu por três anos, semeou a semente do Evangelho e promoveu uma congregação que des-

tacou por contar com ovelhas abnegadas como o irmão Alberto Ortega. Em 1972, após ser convocado para se reintegrar à sede central da Obra de Deus, retornou à ilha do Caribe, onde o esperava o pastor Luis M. Ortiz, líder do Movimento Missionário Mundial, que tinha reservado um importante trabalho evangelizador

Com humildade, abnegação, sacrifício e dedicação, o reverendo subiu paulatinamente posições na estrutura da Igreja criada com a bênção do Espírito Santo. Assim, em 1975 foi nomeado Secretário Internacional da organização cristã. No ano seguinte, recebeu a tarefa de dirigir o Instituto Bíblico Elim (IBE), entidade educativa que liderou durante dezoito anos, e também foi responsável por administrar um templo do município de Bayamón. Dirigido por Jeová, realizou uma frutífera atividade que é lembrada até a atualidade. Sob sua direção, o IBE propagou seu raio de ação e consolidou sua presença por meio de sedes levantadas na Venezuela, Panamá, Estados Unidos e Austrália graças a sua audácia e decisão. Além disso, desde o púlpito da igreja da urbanização Hermanas Dávila, situada no coração de Bayamón, conseguiu que um grande número de homens e mulheres se entregassem a Jesus Cristo. Em 1995, após ser durante uma década líder da paróquia do setor de Canta Gallo do município de Guaynabo, o pastor Rubén foi nomeado Presidente Internacional do Movimento Missionário Mundial pelo reverendo Ortiz. A partir dali, realizou um trabalho substancial que fez possível que a Obra se expandisse pelos Camarões, Itália, Jamaica, Romênia, Suíça, Índia e Havaí. Foram dez anos de um trabalho exemplar e impecável apoiado na fé cristã. A vida terrena do servo Rubén Rosas, que sempre lutou por propagar a Palavra de Deus, chegou a seu fim em 14 de setembro em Porto Rico, depois de combater o bom combate. Seguidor incondicional de Jesus, o servo Rosas foi para o encontro com o Senhor aos 89 anos. Seu legado, amplo e fecundo, permanecerá intato em cada uma das igrejas e templos que ajudou a constituir em sua dilatada biografia e nos corações dos fiéis que tiveram a fortuna de conhecê-lo.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

33


DURANTE toda sua infância e adolescência ignorou que pertencia à nobreza em um reino do Gana, no África, e que a mulher que morava com ela não era sua verdadeira mãe. Enfrentou uma juventude infeliz e se afundou no alcoolismo, até que um dia encontrou o caminho. Susan Amau Fotos: Arquivo familiar

Desde que era muito pequena, Selina Dansowah Kwafo teve que enfrentar uma situação difícil em seu lar e, na prática, foi o pilar que cuidou a família durante muitos anos; sua mãe padecia de um transtorno mental, um mal cujo sintoma mais visível era que falava sozinha por longo tempo; seu pai abandonou a casa fugindo das dificuldades e se refugiou no álcool. Selina tinha nascido no Gana, um país do África ocidental, com uma povoação caraterizada pela prática da idolatria e da feitiçaria desde tempos ancestrais; as pessoas, em sua maioria, creem ainda no poder do Sol, dos rios, das árvores, do mar e dos animais. Há muitas décadas, antes da fundação da República, seu território estava dividido em reinos que ainda se mantêm, apesar de tudo, sem o poderio de antes. Selina atravessou muitos problemas desde muito pequena, mas pôde superá-los com muito sacrifício. Cuidou sua mãe e o irmão mais velho, que também padecia da mesma doença, mas isso não lhe permitiu ter uma educação adequada; no entanto, ela se esforçou para, pelo menos, acabar a secundária. Antes que a mente da mãe se afundasse no labirinto da loucura, era habitual para eles assistir a uma igreja cristã e escutar as prédicas pela rádio. Selina era muito pequena nessa época, mas lembra com nitidez aqueles momentos de tranquilidade em sua família. A idolatria começou a ser praticada em seu lar quando apareceu o problema mental. Mal aconselhada, a doente abandonou o caMISIONÁRIO MUNDIAL 34 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

A SOLIDÃO DA

PRIN


testemunho

NCESA

Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

35


minho da Palavra e, à beira da desesperação, apelou a esse recurso, mas, em vez de melhorar, piorou e os momentos de lucidez desapareceram completamente. A dificuldades agoniaram seu pai de tal maneira que começou a beber constantemente; até então trabalhava como engenheiro em uma empresa elétrica e tinha uma boa posição. O alcoolismo crescente que o envolvia fez com que perdesse o trabalho e desaparecesse da casa por vários dias, abandonando sua esposa e seus filhos. SOLIDÃO DOLOROSA

Anos mais tarde, o pai faleceu e seu mãe morreu pouco depois, quando dava à luz o último de seus filhos. Selina ficou como responsável por tudo. Foi muito duro para ela e seus irmãos, mas teve a coragem de enfrentar a situação. Parecia que os problemas nunca iam acabar, mas ela se esforçava por continuar avançando. Com o tempo, ela se tornou uma diligente garotinha que parecia ter fortaleza para suportar todas as dificuldades, mas tinha um limite e chegou a um ponto no qual não pôde mais. A crise estourou quando tinha 18 anos, ao saber que a mulher que achava que era sua mãe não era. Foi um golpe muito forte. Mas isso não era tudo; havia mais. Por essa mesma época, soube também que sua família pertencia à nobreza no reino de Akwamufie, localizado no leste do Gana. Nana Bekia, o tataravô por parte de sua mãe biológica, tinha sido rei e isso fazia com que Selina fosse uma princesa, algo totalmente impensado para ela que tinha sofrido tanto durante a infância, a adolescência e parte de sua juventude. A família tinha lhe escondido um segredo de tal dimensão por muitos anos. Parte da descendência do rei tinha abandonado a idolatria que caracteriza o reino e, portanto, foram afastados dos benefícios da nobreza; migraram a outras cidades e trabalharam como cidadãos comuns. O pai também tinha uma família de linhagem e descia de um rei, mas no Gana prevalece a matrilinearidade. Tinha tido educação, era engenheiro, e trabalhou em uma empresa elétrica na qual, enquanto esteve bem, obteve suficientes recursos para manter sua família. As duas impactantes notícias colidiram MISIONÁRIO MUNDIAL 36 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


testemunho

Avô paterno da Irmã Selina Dansowah Kwafo.

contra o estado emocional de Selena e ela se derrubou. Começou a transitar pelo mesmo caminho conhecido por seu pai: o licor. Encontrou refúgio no álcool lembrando sua triste infância; enquanto bebia pensava em sua verdadeira mãe e cria que a vida era muito injusta com ela, que não merecia viver assim, que jamais ninguém a quereria nem se casaria com ela.

O álcool fez com que esquecesse sua família e recorreu à alegria enganosa das festas para tentar esquecer suas penas. Não havia noite na qual não bebesse para tentar esquecer. Depois da voragem de álcool e música estrondosa, Selena se afundava no pesadume. A solidão que a enchia não lhe permitia observar que estava destruindo sua vida. Sua irmã questionava sua conduta e lhe dizia que

estava decepcionada dela; as pessoas murmuravam e criticavam sua mudança, e todos em seu bairro falavam das loucuras que fazia sob o efeito do álcool. PROCURANDO DEUS

Cansada da vida de excessos, tentou mudar. Verdadeiramente tentava, mas recaia no álcool; então, um dia, ela lembrou um texto da

Novembro 2018 / Impacto evangélico

37


MISIONÁRIO MUNDIAL 38 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


testemunho

Bíblia, que diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” [Mateus 11:28]. Essa frase marcou seu coração. O anelo por uma mudança foi enorme e procurou Deus com todo seu coração. No princípio não se considerava uma cristã porque não praticava a santidade, dado que desconhecia até seu significado; sabia que havia um Deus e lhe pedia perdão, mas faltava dar o passo final. O desejo de sentir Deus em sua vida, de estar perto d’Ele, crescia cada vez que confessava seus pecados. Não sabia como chegar à sã verdade, mas encontrou um pastor e seu esposa e eles a encaminharam. Então, pôde compreender muitas coisas e a verdade a libertou. Começou a procurar o poder de Deus, a orar com mais frequência, todas as noites, e sentiu alegria em seu coração. Não sentiu novamente o desejo de beber licor, de ir a festas ou sair com seus amigos; pelo contrário, entesourou as coisas do Senhor e a cada dia

O álcool fez com que esquecesse sua família e recorreu à alegria enganosa das festas para tentar esquecer suas penas. Não havia noite na qual não bebesse para tentar esquecer. Depois da voragem de álcool e música estrondosa, Selena se afundava no pesadume.

procurou mais d’Ele, até compreender qual era o propósito de sua vida e para que a tinha escolhido entre a multidão de seu povo. O batismo do Espírito Santo foi seu maior gozo porque a ajudou a compreender os planos de Deus e o propósito com as almas perdidas. Desse modo, Selina venceu a escuridão e tudo é diferente em sua vida atual. Não sente mais o peso da enorme mochila cheia de problemas que carregava antes de conhecer o Salvador. Suas cargas foram eliminadas e, apesar de que sua família ainda não compreende por que elegeu o cristianismo, eles estão felizes por sua mudança.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

39


“Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer… Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo”. Apocalipse 1:1-3

Rev. Luis M. Ortiz

Depois que o profeta Daniel recebeu as grandes revelações dos tempos do fim contidas em seu livro, foi-lhe dito: “E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo” (Daniel 12:4). Muitos séculos depois, ao contrário do que foi dito a Daniel, foi dito ao apóstolo João: “Não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo” (Apocalipse 22:10). Apocalipse, significa: revelar ou revelação, descobrir. É um livro que descobre, que revela, que tira o véu do desconhecido, e maestra os acontecimentos do fim. O Senhor diz que este livro é “para mostrar… as coisas que brevemente devem acontecer” (Apocalipse 1:1). No capítulo 1 vemos o Cristo glorificado no Santuário Celestial, como Sacerdote e Juiz (Apocalipse 1:13-16). Nos capítulos 2 e 3 está a mensagem às sete igrejas da Ásia Menor: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodiceia. A mensagem para cada igreja é recebida por seu pastor; o Senhor diz: “Escreve ao anjo”, ao pastor. A ênfase das mensagens é o trabalho; o Senhor diz: “Conheço as tuas obras”. O exame ou a prova das mensagens é a doutrina; o Senhor diz: “Não tens essa doutrina de Jezabel”. A orientação das mensagens é a voz do Espírito Santo; o Senhor diz: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”. O incentivo das mensagens é a vinda de Cristo; o Senhor diz: “Eis que cedo venho”. A meta das mensagens é vencer: “Ao que vencer...”. E no capítulo 5 se menciona o livro MISIONÁRIO MUNDIAL 40 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

selado que contém a relação dos juízos que serão derramados sobre este mundo incrédulo depois de levantar a Igreja. Um anjo forte pergunta: “Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?” (v. 2), isto é, para começar os juízos. Mas parecia que ninguém fosse digno de abrir o livro. Mas então a Igreja redimida é a primeira que proclama, dizendo:

“Eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos” (v. 5). Não é outro que nosso Senhor Jesus Cristo; lemos: “Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue nos compraste para Deus” (v. 9). E depois, todo o céu, milhões se uniram para proclamar Cristo.


devocional

APOCALIPSE, UM LIVRO ABERTO PARA HOJE

Nos capítulos do 6 ao 10, estão descritos detalhadamente os juízos que serão derramados sobre este mundo incrédulo, e finalmente este mundo tem que enfrentar as horrendas consequências de sua rebelião contra Deus. Como o mundo rejeitou Cristo, então surgirá o anticristo com o governo mais horrendo e cruel. Haverá todo tipo de guerras, fome, morte, deso-

lação, terremotos; as ilhas desaparecerão; haverá trovões, vozes, relâmpagos, terror, granizo misturado com fogo e sangue, uma montanha ardendo cairá no mar e a metade das águas se transformará em sangue; a estrela Absinto cairá sobre os rios e as águas da terceira parte deles se tornarão amargas; legiões de demônios sairão do abismo para atormentar os habitantes

da terra; e outros duzentos milhões de demônios para produzir fogo, fumaça e enxofre, e a terceira parte da povoação do mundo morrerá. “Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo” (Apocalipse 12:12). Também se descreve a queda e a ruína da igreja apóstata, chamada de “mãe das prostituições e abominações da terra… morada de demônios e covil de todo espírito imundo… Deus se lembrou das iniquidades dela… e nela se achou o sangue dos profetas e dos santos…” (Apocalipse 17:5; 18:2, 5, 24). No capítulo 19 são celebradas as bodas do Cordeiro e sua Igreja redimida: “Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou… Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro” (vv. 7-9). Também aparece neste capítulo nosso Senhor Jesus Cristo com títulos de “Fiel e Verdadeiro” (v. 11), “Palavra de Deus” (v. 13), e “Rei dos reis e Senhor dos senhores” (v. 16). No capítulo 20 se descreve o Milênio. Este será um período de mil anos, o diabo será atado no abismo, e se desenvolverá na terra o reinado de Cristo, reinando em Jerusalém e governando a todo o globo terrestre durante mil anos. Este governo será uma teocracia, o próprio Deus governando. As feiras perderão sua fereza, e o leão e o cordeiro pastarão juntos. Haverá longevidade e inumeráveis bênçãos que se registram nas Sagradas Escrituras para este período, denominado justamente “idade dourada”. Finalmente, os capítulos 21 e 22 falam da nova Jerusalém, a morada oficial e eterna da Igreja redimida. E o livro do Apocalipse acaba dizendo: “Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda” (Apocalipse 22:11). E o livro finaliza com uma declaração em palavras de Cristo, dizendo: “Certamente cedo venho” (Apocalipse 22:20). Amém!

Novembro 2018 / Impacto evangélico

41


“E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; porque tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome”. Apocalipse 3:7-8

Rev. Rodolfo González

Filadélfia, a mais jovem das sete cidades, a uns 50 quilômetros ao sudeste de Sardes e a uns 95 quilômetros ao leste de Esmirna, foi fundada como uma colônia para estender a língua, a escritura e a cultura gregas. Quanto a sua economia, era famosa por seus vinhedos. Era uma cidade religiosa, a tal ponto que era chamada de “pequena Atenas”. A adoração ao imperador Dionísio foi seu principal culto pagão. Filadélfia significa etimologicamente “o que ama seu irmão” ou “amor fraterno”. A igreja de Filadélfia se caracterizava pelo amor entre os irmãos e por estar cheia do Espírito Santo. “E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre…” (v. 7). O Senhor se apresenta aos de Filadélfia como o “Santo” (1 Pedro 1:15-16). No Apocalipse, este título divino a maioria de vezes corresponde ao Pai Celestial (Apocalipse 4:8, 6:10, 16:5), mas neste versículo se refere ao Senhor Jesus Cristo. Também se apresenta como o “Verdadeiro”, porque é real, íntegro em sua Palavra e se mostrará absolutamente fiel para cumpri-la. Jesus Cristo tem a chave de Davi, símbolo da autoridade, porque possui toda potestade concluinte nos assuntos de sua obra. Além disso, é quem abrirá a porta de seu reino messiânico: “E porei a chave da casa de Davi sobre o seu ombro, e abrirá, e ninguém fechará; e fechará, e ninguém abrirá” (Isaías 22:22). “Conheço as tuas obras; eis que dianMISIONÁRIO MUNDIAL 42 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

DIANTE DE TI PUS UMA

PORTA ABERTA

te de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; porque tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome” (v. 8). Deus nos dá saídas, soluções e oportunidades para suportar, avançar, conquistar, pregar (1 Coríntios 16:9; Colossenses 4:3). Não existe nenhuma força que possa frear a obra evangelística.

Os crentes de Filadélfia tinham limitações econômicas, sociais e humanas, mas apesar disso, eram poderosos em Deus porque se guardaram santos e limpos para Ele. A verdadeira igreja de Cristo não se contamina, não se corrompe, não se envergonha d’Ele; pelo contrário, está cheia do amor de Deus, ama os irmãos, guarda sua palavra e


devocional

mantém a comunhão com Deus. Assim foi Filadélfia, uma igreja inteiramente consagrada ao Senhor, e ao igual que Esmirna, não foi censurada. “Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: Eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam

que eu te amo” (v. 9). Nesta cidade a hostilidade dos judeus contra os cristãos era forte; no entanto, Jesus mostra seu amor aos crentes de Filadélfia, dando-lhes a vitória sobre seus adversários. O Senhor intervirá na vida dos falsos judeus, que na verdade servem a Satanás e não a Jeová; Ele fará com que reajam e mudem sua atitude com seu povo.

Deus lida com os inimigos de seu Obra de diferentes maneiras: o Faraó foi destruído (Êxodo 15:19), os sírios foram detidos por sua adversidade (2 Reis 6:8-23), e Saulo se tornou seu discípulo (Atos 9:1-16). “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra” (v. 10). Guardar a Palavra implica sofrimento, padecimento, espera. Obedecer a Deus significa se entregar totalmente a sua vontade, como um ato de fé. Paciência é a capacidade de suportar sem claudicar apesar das dificuldades e injustiças. A expressão “te guardarei” significa que a igreja não estará na grande tribulação, e não que a protegerá durante este período (1 Tessalonicenses 5:9). Com todo respeito, não posso deixar de mencionar que é um erro o comentário de alguns estudiosos pós-tribulacionistas que opinam que a igreja superará a tribulação; ponto de vista que não é aceitável, pois o Senhor diz: “E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura” 1 Tessalonicenses 1:10 (2 Tessalonicenses 2:6-8; Daniel 9:2427; Romanos 5:9). “Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa” (v. 11). Na mentalidade dos judeus e gregos ter a corona é símbolo de alcançar a vitória (Tiago 1:12; 1 Pedro 5:4). Além disso, se entende que guardar é proteger algo para que não seja roubado. É uma ação contínua; isto é, manter o que um possui. O Senhor adverte que igreja de Filadélfia deve se manter fiel para não perder seu galardão. “A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome” (v. 12). Ao vencedor, Deus dará segurança, estabilidade e firmeza em seu reino eterno; o que significa que moraremos para sempre em sua presença, e jamais seremos tirados de sua morada celestial. “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (v. 13). Filadélfia representa a igreja fiel de todos os tempos.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

43


“Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a pedra?” Jeremias 23:29

Carmen Valencia de Martínez

O mundo está cheio de livros, mas não há nenhum como a Bíblia, que é a mensagem de Deus, verdadeira sabedoria. Esta Palavra foi escrita por homens simples, que não tinham a aprovação da sociedade de seu tempo, mas que foram aprovados por Deus. Está escrita em uma linguagem tão simples, que se encontra ao alcance de todos; o cientista a entende, mas o homem iletrado também pode entendê-la. Esta Palavra é diferente de outras, e isso se deve a seu autor, e seu autor é nosso Senhor Jesus Cristo. Esta Palavra é cajado para o peregrino, é bússola para o piloto, é espada para o soldado, é água para o sedento, pão para o faminto, luz para o cego, consolo para o triste, mina de riqueza para achar a verdadeira felicidade. Antes que Cristóvão de Colombo descobrisse que a terra era redonda, já em Isaías 40:22 o Senhor nos disse: “Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra”; a Bíblia nos fala que a terra estava no espaço, lemos: “O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada” (Jó 26:7); no livro de Levítico nos diz que a vida do homem está no sangue, “a vida da carne está no sangue” (Levítico 17:11); Deus profetizou que “os carros correrão furiosamente nas ruas, colidirão um contra o outro nos largos caminhos...” (Naum 2:4). A Palavra de Deus é maravilhosamente poderosa, Deus mesmo agindo nela; por isso diz: “Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a pedra?” (Jeremias 23:29); “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” (Hebreus 4:12). MISIONÁRIO MUNDIAL 44 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

A PODEROSA PALAVRA DE


devocional

DEUS

“Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei” (Isaías 55:10-11); a Palavra de Deus que é pregada não será dada em vão, em seu tempo dará frutos. Esta Palavra sobreviveu apesar de todos os inimigos que tentaram destruí-la. Diocleciano ordenou queimar todas as copias do Novo Testamento; Antíoco IV Epifânio destruiu exemplares do Antigo Testamento que encontrou, o imperador romano no ano 303 da era de Cristo decretou queimar todos os livros escritos da Bíblia. E em diferentes tempos tentaram acabar com ela, mas apesar de todos os ataques, Deus preservou sua Palavra. “Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente” (Isaías 40:8). “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mateus 24:35). “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” (Hebreus 4:12). “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra” (2 Timóteo 3:16-17). “Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei” (Isaías 55:10-11). “Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4:4). “Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado” (João 15:3).

Novembro 2018 / Impacto evangélico

45


Um relatório superficial do trabalho que a Obra do Movimento Missionário Mundial desenvolve pelos caminhos da América e ao redor do mundo. A Santa Bíblia diz: “E, perseverando unânimes todos os dias no templo… E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.” Atos 2:46, 47.

EVENTO: DIA MUNDIAL DAS MISSÕES. DATA: 29 E 30 DE SETEMBRO. LUGAR: AMÉRICA, ÁFRICA, ÁSIA, EUROPA E OCEANIA.

OBREIROS A SUA MESSE Fiel à sã doutrina do Senhor, o Movimento Missionário Mundial celebrou o Dia Mundial das Missões em 29 de setembro com uma jornada dedicada a orar pelos homens e mulheres que pregam as boas novas de Deus nos cinco continentes. Fiel à sã doutrina do Senhor, o Movimento Missionário Mundial celebrou o Dia Mundial das Missões em 29 de setembro com uma jornada dedicada a orar pelos homens e mulheres que pregam as boas novas de Deus nos cinco continentes. No âmbito internacional, as igrejas e os templos da Obra de Deus abriram suas portas para receber o povo do Todo-Poderoso, unido em clamor pelas pessoas que transmitem o Evangelho em todo o mundo. Em Lima, o Movimento Missionário Mundial do Peru, uma das maiores congregações da América do Sul, festejou o evento com um culto especial presidido pelo reverendo Rodolfo González. Por outro lado, o Movimento Missionário Mundial de Porto Rico, berço da Obra, levou a cabo sua celebração central na igreja do bairro Sabana Seca, situado no município de Toa Baixa, onde os fiéis do Altíssimo se congregaram. No Equador, sob o lema “Obreiro a sua messe”, a congregação local realizou, no templo principal de Guayaquil, um culto especial dirigido pelo reverendo Eugenio Masías, Supervisor Nacional do MMM do Equador. MAIS ATIVIDADES

Entretanto, o Movimento Missionário Mundial da República Dominicana fez uma reunião especial na igreja do bairro de Bayona, localizado no Município de Santo Domingo Oeste, onde a irmã Nurys Mejía pregou o Evangelho. Enquanto em El Salvador, o MMM realizou diversas atividades no território salvadorenho. Do mesmo modo, o reverendo Edwin Parada, Supervisor Nacional do MMM de El Salvador, compartilhou a prédica “Nossa responsabilidade missionária”. Da mesma maneira, o Movimento Missionário Mundial dos Estados Unidos executou vários eventos especiais. Um deles aconteceu na cidade de Fort Worth, estado do Texas, onde os crentes adoraram Jesus. No meio da crise política e social que afeta o povo venezuelano, o Movimento Missionário Mundial da Venezuela celebrou

MISIONÁRIO MUNDIAL 46 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento

Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

47


este dia especial com serviços marcados pela fé e compromisso dos seguidores do Criador. O Movimento Missionário Mundial da Argentina, por seu lado, celebrou o Dia Mundial das Missões com um culto liderado pelo pastor Ismael Parrado, que foi realizado no templo principal da cidade de Buenos Aires. A Obra estabelecida na Guatemala efetuou um jejum massi-

MISIONÁRIO MUNDIAL 48 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

vo em 30 de setembro, que foi presidido pelo reverendo Álvaro Garavito, Oficial Internacional do MMM, que também expôs a Palavra de Cristo. EVENTOS MASSIVOS

Na Europa, o Movimento Missionário Mundial da Espanha também realizou várias atividades. Uma delas foi feita em Bar-


evento

celona, capital da Catalunha, onde o reverendo Carlos Medina expôs a mensagem de Deus. Outro dos lugares onde o MMM da Espanha esteve presente com uma massiva participação dos fiéis de Cristo foi Reus, localidade situada na província de Tarragona. A irmã Sandra Vizcaíno foi a pregadora deste evento. Do mesmo modo, o Movimento Missionário Mundial da

Itália organizou diferentes eventos para orar pelos missionários do mundo inteiro. Uma dessas jornadas foi realizada na cidade de Gênova, onde a irmã Jeaneth Ibarra foi a responsável por transmitir a mensagem de Jesus. Além disso, a Obra estabelecida em solo italiano efetuou um serviço especial na cidade de Busto Arsizio, província de Varese, sob a direção do pastor Cecilio Reyes, que teve o privi-

Novembro 2018 / Impacto evangélico

49


MISIONÁRIO MUNDIAL 50 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento

rio Mundial da Inglaterra comemorou o Dia das Missões com uma celebração dirigida pelo reverendo Roberto Riojas, que falou sobre o crescimento da Obra na Grã-Bretanha. Por seu lado, o Movimento Missionário Mundial da Bélgica desenvolveu uma atividade especial no templo da cidade de Antuérpia que foi cenário de um serviço presidido pelo pastor Urbano la Serna da igreja de Bruxelas. Enquanto isso, o Movimento Missionário Mundial da Holanda fez um serviço no templo de Amsterdã, capital dos Países Baixos, a cargo do reverendo Sergio Veizaga. Entretanto, o Movimento Missionário Mundial de Portugal realizou uma reunião de fé na cidade de Lisboa, situada na desembocadura do rio Tejo, onde o reverendo Carlos Teixeira foi o instrumento escolhido pelo Senhor para transmitir sua Palavra. Na cidade de Cluj-Napoca, capital histórica da região da Transilvânia, o Movimento Missionário Mundial da Romênia organizou um culto no qual os responsáveis pela congregação agradeceram ao Criador pelo respaldo fornecido à Obra. RESTO DO MUNDO

légio de compartilhar as boas novas. O MMM da Itália também realizou uma jornada de clamor, súplica, oração e jejum na localidade de Vimercate, província de Monza e Brianza, onde a irmã Senaida Espinoza foi a pregadora do Evangelho. CELEBRAÇÕES

Em Londres, capital do Reino Unido, o Movimento Missioná-

Na África, o MMM comemorou também o Dia Mundial das Missões em suas diversas igrejas e templos. Uganda, por exemplo, realizou uma jornada na colina de Mulago, situada na cidade de Kampala, onde o Criador evidenciou sua grandeza. Na Oceania, o Movimento Missionário Mundial da Austrália foi uma das congregações mais ativas e concretizou uma reunião de fé na metrópole de Melbourne, capital do estado de Vitória, onde o reverendo Enoc Ramos transmitiu as boas novas. Na Ásia, o Movimento Missionário Mundial do Nepal, nova filial da Obra de Deus, realizou um culto na localidade de Bardiya para agradecer a Jesus Cristo por ter permitido que o Evangelho seja compartilhado nesta nação localizada entre a Índia e a República Popular da China.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

51


EVENTO: CAMPANHA EVANGELÍSTICA E 6º ANIVERSÁRIO DA IGREJA DE PAMPLONA. DATA: 1, 2, E 8 DE SETEMBRO. LUGAR: PAMPLONA E TARRASSA, ESPANHA.

PREPARE-SE PORQUE VEM ALGO GRANDE PARA VOCÊ Em Tarrassa e Pamplona, o MMM da Espanha realizou duas atividades de fé que demonstraram o florescimento do cristianismo na península Ibérica. Com o respaldo do povo de Jesus Cristo, o Movimento Missionário Mundial da Espanha organizou duas atividades de fé nas cidades de Pamplona e Tarrassa que evidenciaram o incremento de fiéis espanhóis para a Obra de Deus. Sob o lema “Prepare-se porque vem algo grande para você”, a congregação celebrou, em 1 e 2 de setembro, o sexto aniversário do templo principal de Pamplona. O evento contou com a participação especial do reverendo Ramón Ortega, Oficial Nacional do MMM da Itália, que pregou a Palavra. No primeiro dia, o pastor Ortega, apoiado em Isaías 40:31, compartilhou as boas novas de Cristo com uma mensagem que traspassou os corações dos crentes. Também se contou com a presença de fiéis dos templos das cidades de Oviedo, Irún, Lleida, Zaragoza, Barcelona e Madrid. No final da atividade, o ministro Ortega pregou novamente o Evangelho. Nesta ocasião, o servo emitiu duas mensagens que estiveram baseados em Atos 18:10 e Êxodo 34:1. Também, as crianças do templo de Pamplona apresentaram um louvor que serviu para exaltar o nome de Deus. A favor da expansão da sã doutrina, os integrantes da igreja de Tarrassa, dirigidos pelo pastor Francisco de los Santos, levaram a cabo uma campanha evangelística na Praça Primero de Mayo, localizada no centro desta localidade da província de Barcelona, em 8 de setembro. Com a permissão das autoridades espanholas, os servos da Obra de Deus evangelizaram os cidadãos que caminhavam pelo tradicional parque terrassense. Assim, homens, mulheres, crianças, adolescentes e anciãos conheceram a Palavra de Cristo mediante folhetos e exemplares da revista “Impacto Evangelístico”. No final da campanha, o ministro Francisco de los Santos, acompanhado de sua esposa, Estela de los Santos, mostrou sua felicidade pela vitória para Deus obtida pelo Movimento Missionário Mundial da Espanha em Tarrassa. Também se disse que a semente do Evangelho daria grandes frutos em breve.

MISIONÁRIO MUNDIAL 52 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento

Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

53


EVENTO: CERIMÔNIA DE BATISMOS E 6º ANIVERSÁRIO DA IGREJA DE VERCELLI. DATA: 15 E 23 DE SETEMBRO. LUGAR: GALLIATE E VERCELLI, ITÁLIA.

O SENHOR CUMPRIRÁ SEU PROPÓSITO EM MIM O MMM da Itália comemorou o sexto aniversário da igreja de Vercelli e realizou uma cerimônia de batismos em Galliate, onde novos irmãos se entregaram a Deus. O MMM da Itália continua com sua obra evangelizadora, e como parte desse trabalho em prol do Evangelho, realizou duas atividades nas localidades de Galliate e Vercelli que ratificaram sua tarefa em benefício da salvação da povoação. O mais recente destes eventos se concretizou na localidade de Galliate, província de Novara, onde se realizou, em 23 de setembro, uma cerimônia de batismos na qual nove pessoas se entregaram a Deus e o aceitaram como seu redentor, depois de ser instruídas na sã doutrina. O evento em Galliate foi dirigido pelo reverendo Hugo Lope, Oficial Nacional do Movimento Missionário Mundial da Itália, responsável por dar o sacramento a cinco fiéis do templo da localidade de Lissone, dois da igreja de Novara e dois da congregação da cidade de Monza. Além disso, durante a cerimônia de batismos, na qual as pessoas receberam a Palavra, o pastor Lope, fiel aos princípios bíblicos, destacou que o MMM da Itália cumpre incansavelmente a ordem de fazer novos discípulos em todas as nações e de batizá-los no nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. ANIVERSÁRIO

Sob o lema “Jesus cumprirá seu propó-

MISIONÁRIO MUNDIAL 54 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento

sito em mim”, a Obra da Itália celebrou, em 15 de setembro, o sexto aniversário de criação da igreja da cidade de Vercelli em uma jornada com a participação de fiéis dos templos das localidades de Vimercate, Novara, Saronno, Cassano d’Adda e Busto Arsizio. As celebrações em Vercelli come-

çaram com um serviço matutino cujo expositor da Palavra do Todo-Poderoso foi o pastor Jorge Solano, membro da congregação de Novara, que pronunciou uma mensagem centralizada nos propósitos e determinações do Criador para a vida dos crentes. Depois, no culto da tarde, o irmão

Luis Huamani, integrante do Movimento Missionário Mundial de Peru, foi o servo designado para entregar às pessoas as boas novas de Deus. Em sua prédica, baseada em Isaías 58:1, compartilhou seu testemunho, a forma na qual o Senhor transformou sua vida.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

55


MISIONÁRIO MUNDIAL 56 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento EVENTO: ESCOLA BÍBLICA DE VERÃO. DATA: DOMINGOS DE AGOSTO. LUGAR: HAMAMATSU, JAPÃO.

AVENTURAS NO MAR COM JESUS O MMM do Japão realizou, na cidade de Hamamatsu, a escola bíblica de verão que permitiu cumprir a ordenança das Sagradas Escrituras: transmitir o Evangelho às crianças. Em conformidade com Deuteronômio 6:6-7, em que o Senhor indica que os pais cristãos transmitiram a Palavra de Deus a seus filhos, o Movimento Missionário Mundial do Japão empreendeu sua escola bíblica de verão (EBDV) na cidade de Hamamatsu, no oeste da prefeitura de Shizuoka. A EBDV, que operou todos os domingos de agosto em Hamamatsu, teve como lema “Aventuras no mar com Jesus”. A atividade da Obra do Todo-Poderoso estabelecida em solo japonês também chegou ao parque “Tobikko” para anunciar e proclamar as boas novas de Jesus Cristo. O trabalho evangelizador do MMM do Japão teve quatro jornadas, nas quais diversos temas bíblicos foram desenvolvidos, estruturados de forma especial para despertar o interesse das crianças no Senhor. Além disso, as aulas incluíram a entoação de hinos e louvores dedicados a glorificar o Criador. Na primeira jornada se compartilhou o tema “Uma aventura na boca de um peixe”. Depois, no segundo dia da escola bíblica de verão, transmitiu-se a mensagem “Uma aventura em um navio”. E na terceira jornada, desenvolveu-se o tema “Uma aventura à beira do mar”. Na clausura da EBDV, o Movimento Missionário Mundial do Japão, graças à obra evangelizadora dos membros de Hamamatsu, pôs em cena o drama bíblico intitulado “Mesmo nas dificuldades, estou protegido por Jesus!”. Da mesma maneira, no final da atividade, as crianças que participaram tiveram um tempo de oração que lhes permitiu suplicar a Deus por sua proteção e amparo. Desta forma, o MMM do Japão cumpriu a ordenança das Sagradas Escrituras e entregou o Evangelho às crianças que fazem parte da Obra.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

57


EVENTO: CONFRATERNIZAÇÃO. / DATA: 14 A 16 DE SETEMBRO. / LUGAR: AYENBENG, GUINÉ EQUATORIAL.

O SALVADOR VIRÁ EM BREVE O MMM da Guiné Equatorial realizou uma confraternização que congregou fiéis guinéu-equatorianos na cidade de Bata, à margem do Oceano Atlântico. Com uma grande participação de seguidores de Jesus Cristo, o Movimento Missionário Mundial da Guiné Equatorial realizou uma confraternização sob o lema “Credibilidade”, nas instalações da igreja de Ayenbeng, situada na cidade de Bata, onde o Senhor foi louvado durante três dias. Na inauguração do evento da Obra de Deus, o reverendo Nze Obama, membro da Junta de Oficiais do MMM da Guiné Equatorial, transmitiu a mensagem do Criador. Em sua alocução, o ministro, respaldado nas Escrituras, declarou que o Salvador virá em breve e que muitos lamentarão e maldirão sua própria existência. Posteriormente, no segundo serviço da festa espiritual, o reverendo Lorenzo Ndong, que também faz parte da Junta de Oficiais do Movimento Missionário Mundial da Guiné Equatorial, pregou o Evangelho e transmitiu os ensinamentos bíblicos aos crentes que acudiram ao templo de Ayenbeng.

MISIONÁRIO MUNDIAL 58 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

Depois, no terceiro serviço da reunião de fé, o reverendo Edelmiro Ivina Dicombo, Presidente da Junta de Oficiais da Obra estabelecida em solo guinéu-equatoriano, se encarregou de evangelizar o povo de Deus. O servo tocou os corações das pessoas com a mensagem intitulada “O que é um profeta?”. Durante a última jornada, o Movimento Missionário Mundial da Guiné Equatorial efetuou, em uma cerimônia especial, a mudança de presbítero de sua Zona 2. Nesse momento, o reverendo Cornelio Esono entregou o cargo a seu sucessor, o reverendo Antonio Yombo, que agradeceu ao Senhor pela oportunidade de servir em sua Obra. Na mudança de administração da Zona 2 do MMM da Guiné Equatorial, também se reconheceu a obra espalhada pelo pastor Benjamín Engono, que contribuiu de forma determinante e corajosa para o engrandecimento da congregação.


evento

Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

59


EVENTO: 1ª CONVENÇÃO NACIONAL DO NEPAL E 3ª CONVENÇÃO NACIONAL DO SRI LANKA. DATA: 26 A 29 DE SETEMBRO E DO 4 AO 6 DE OUTUBRO. LUGAR: GANGAPUR, NEPAL, E RAJAPURAM, SRI LANKA.

A PALAVRA NO NEPAL E NO SRI LANKA Em dois países do Oriente, o Movimento Missionário Mundial (MMM) celebrou suas convenções nacionais, o que significa que a Obra de Deus avança no mundo e continua difundindo a Palavra. As dificuldades da língua não foram obstáculo para que mais de trezentas pessoas escutaram a Palavra de Deus durante a primeira Convenção Nacional do Movimento Missionário Mundial no Nepal, um país da Ásia meridional, localizado aos pés dos imponentes Himalaias. O pastor Luis Meza Bocanegra, Oficial da Junta Internacional da Obra, e o pastor Samuel Mejía, Supervisor Missionário da Ásia, presidiram o evento que se realizou de 26 a 29 de setembro em Gangapur, Nepalgunj. Os cultos foram traduzidos para o hindi, uma das línguas mais utilizadas pela povoação. Nesse país, cuja longa e fina extensão territorial lhe permite compartilhar fronteiras com a Índia e a China, o MMM tem 17 templos. A Obra nesse país nasceu no campo, mas já se estende às cidades. Para o próximo serão inauguradas novas igrejas em Katmandu e Khampara. Dias depois, entre 4 e 6 de outubro, desenvolveu-se outro evento importante nessa parte do mundo. Tratava-se da 3ª Convenção Nacional do Sri Lanka, à qual assistiram mais de duzentas pessoas provenientes de diversas partes desse país, localizado no golfo de Bengala. Os cultos, realizados na igreja de Rajapuram, foram traduzidos para o cingalês e o tâmil, as duas línguas oficiais desta nação de maioria budista. Os dois pastores percorreram as igrejas do MMM nas cidades de Batticaloa e Chenkaladi, que se encontram a 250 quilômetros, de Colombo, capital do Sri Lanka.

MISIONÁRIO MUNDIAL 60 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento

Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

61


EVENTO: CERIMÔNIAS DE BATISMOS. DATA: 8 E 29 DE SETEMBRO. LUGAR: ZURIQUE E BUCHS, SUÍÇA.

TENDO ACESSO LIVRE PARA NOS APROXIMAR DO SENHOR O MMM da Suíça realizou, nas cidades de Zurique e Buchs, duas cerimônias de batismos nas quais novos irmãos decidiram se unir à grei do Salvador. Sob a direção do Todo-Poderoso e com o propósito de consolidar a presença da Obra de Deus na Europa, o Movimento Missionário Mundial da Suíça efetuou duas cerimônias de batismos nas quais cinco pessoas entregaram suas vidas ao Senhor. Em 8 de setembro, a cidade de Buchs, pertencente ao cantão de São Galo, abrigou a primeira cerimônia, que se realizou sob o lema “Tendo acesso livre para nos aproximar do Senhor”. O reverendo Elvis Chávez, Secretário Nacional do MMM da Suíça, batizou a irmã Carmen Lidia. Vinte e um dias depois, na cidade de Zurique, principal metrópole da Suíça, batizou-se quatro crentes que optaram por aceitar o Criador como seu redentor. O pastor Chávez deu o sacramento aos novos integrantes do MMM Desta maneira, o MMM da Suíça cumpriu o mandato bíblica indicado em Mateus 28:19-20, que ordena conseguir mais discípulos em todas as nações.

MISIONÁRIO MUNDIAL 62 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


evento

EVENTO: CERIMÔNIA DE BATISMOS. / DATA: 22 DE SETEMBRO. / LUGAR: VIENA, ÁUSTRIA.

FAZEI DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES O MMM da Áustria batizou seis seguidores de Deus que se uniram ao exército de Cristo e se comprometeram a trabalhar pela consolidação da Obra na Europa. Na cidade de Viena, capital da Áustria, seis pessoas seguidoras de Jesus Cristo foram batizadas depois de culminar satisfatoriamente sua instrução na sã doutrina de Deus e imediatamente se integraram ao Movimento Missionário Mundial da Áustria. Na cerimônia, dirigida pelos ministros Jimmy Ramírez e Humberto Arias,

que pregam o Evangelho na Áustria, os novos membros do exército do Criador desceram às águas batismais e receberam o sacramento que selou sua união com o cristianismo. Após a cerimônia de batismos, o pastor Ramírez, líder da Obra do Altíssimo estabelecida em solo austríaco, declarou que o MMM trabalha permanentemente

por cumprir a ordem mencionada em Mateus 28:19: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”. Além disso, os recém-convertidos assumiram o compromisso de pregar as boas novas do Todo-Poderoso até o final de suas vidas e de lutar pela consolidação da obra na Europa.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

63


Outros eventos

COLÔMBIA

CURAÇAO

EQUADOR

Confraternização da Zona 64

Campanhas evangelísticas

Vigília de Jovens Zona 2

O Movimento Missionário Mundial da Colômbia realizou de 31 de agosto a 2 de setembro a confraternização de sua Zona 64 na cidade de Manizales, capital do departamento de Caldas, onde se congregou um grande número de homens, mulheres e famílias com o intuito de receber a Palavra do Senhor. As instalações da escola Lans, situada no centro de Manizales, serviu como casa de Deus e porta do céu durante três dias. Ali, com a presença especial do reverendo José Arturo Soto, Presidente Internacional da Obra, o MMM da Colômbia, também se realizou um evento pleno da fé e do poder de Jesus Cristo. No culto matutino do segundo dia de atividades, a irmã Carmen de Jiménez, que prega o Evangelho na cidade de Pereira, compartilhou o tema “Não se desvie nem para a direita nem para a esquerda”. Em sua exposição das boas novas, a serva aconselhou o povo do Salvador a manter uma posição equânime. Horas mais tarde, no serviço noturno, o pastor Soto, apoiado em 2 Reis 5:1, expôs a prédica “A eficácia da mensagem de Deus”. No dia final da confraternização, o ministro Soto evangelizou em duas oportunidades o povo de Deus. Pela manhã, apoiado em Filipenses 2:5, compartilhou o ensinamento “O grande missionário, nosso Senhor Jesus Cristo”. Depois, pela noite, baseado em Zacarias 14:3, transmitiu a mensagem: “Acontecimentos poderosos e globais da segunda vinda de Cristo”.

Sob o lema “Jesus ama e pode mudar você”, o Movimento Missionário Mundial de Curaçao realizou de 30 de agosto a 2 de setembro quatro campanhas evangelísticas na cidade de Willemstad, capital do território curaçaense, com o intuito de irradiar as boas novas e compartilhar o Evangelho de Deus. Nas campanhas, o reverendo Mario Cuero, Presbítero da Zona do MMM de Curaçao, transmitiu a mensagem de Cristo. Sob a direção do Criador, o trabalho evangelizador da Obra começou em 30 de agosto no bairro Seru Papaya com um serviço ao ar livre e com uma mensagem centralizada na história de Zaqueu. Depois, em 31 de agosto e 1 de setembro, realizou-se o trabalho cristianizador nas instalações do Marjorie's Party Palace, onde se abordou os temas “O que Deus precisa para manifestar seu poder” e “Os problemas”. Posteriormente, em 2 de setembro, as campanhas acabaram com um evento na igreja central de Willemstad do MMM de Curaçao.

No templo central da cidade de Santo Domingo, situada na beira esquerda do rio Toachi, o Movimento Missionário Mundial do Equador efetuou a Segunda Vigília de Jovens de sua Zona 2 sob o lema “Vem, levanta-te e resplandece”. Na reunião de fé, levada a cabo em 14 de setembro, o reverendo Lorenzo Cuero expôs a Palavra de Deus e desenvolveu o tema “Jovem, este é seu tempo”. Baseado em Josué 1:1-9, o servo do Senhor disse que a juventude cristã deve se entregar completamente ao Senhor.

MISIONÁRIO MUNDIAL 64 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

MÉXICO Aniversário de Monterrey, Nuevo León Com a presença de fiéis das igrejas de sua Zona 4, o Movimento Missionário Mundial do México celebrou em 15 de setembro o 8º aniversário de criação do templo da cidade de Monterrey, capital do estado de Nueva León, com uma festa espiritual na qual se adorou o Criador. Na reunião de fé da Obra de Deus, dirigida pelo pastor Ysidro Bello e sua esposa, a irmã Yolanda Aguilar, a serva Norma Leal de García teve o privilégio de compartilhar as boas novas do Todo-Poderoso com a prédica “A aflição é necessária neste caminho”, baseada em Atos 14:22.


PORTO RICO Retiro Nacional de Cavalheiros Mediante uma jornada de clamor, súplica e rogação efetuada em 25 de agosto na igreja da localidade de Las Tres T, no município de Río Grande, o Movimento Missionário Mundial de Porto Rico celebrou o Retiro Nacional de sua Irmandade de Cavalheiros, sob o lema “A grandeza do serviço”. No culto matutino da reunião, o irmão Jaime Rodríguez expôs o tema “A mordomia”. Amparado em Mateus 25:14-30, o servo do Senhor compartilhou um ensinamento no qual afirmou: “Primero procurem o reino de Deus e sua justiça”. Após a participação do irmão Rodríguez, o reverendo Albert Rivera, Supervisor Nacional do MMM de Porto Rico, transmitiu os cumprimentos da congregação da cidade de Bucaramanga e falou sobre a tarefa evangelizadora realizada pela Obra nesta cidade colombiana. Pela tarde, o reverendo Rubén Concepción, Secretário Internacional do MMM, dissertou sobre “Um homem com coração de servo”. Respaldado em 1 Tessalonicenses 2:1-12, o pastor ilustrou, com a vida de Jesus Cristo, a forma em que se deve servir ao Todo-Poderoso. Nesse sentido, disse: “É preciso tomar a forma de servo para estender a mão ao necessitado”.

ESTADOS UNIDOS Acampamento de damas Sob o lema “Mulheres que deixam marca”, o Movimento Missionário Mundial dos Estados Unidos realizou no estado da Flórida, de 14 a 15 de setembro, o acampamento de damas de sua Zona 1 nas instalações do parque Camp Owaissa Bauer. Na atividade da Obra do Todo-Poderoso, perante um grande número de crentes, as irmãs Francisca Ortega e Priscilla Duarte manifestaram a Palavra de Deus com mensagens de grande impacto.

ALEMANHA Confraternização Nacional A cidade de Hamburgo, situada no norte do território alemão, foi o lugar escolhido pelo Movimento Missionário Mundial da Alemanha para celebrar, de 7 a 9 de setembro, sua 11ª Confraternização Nacional com o lema “Homens de credibilidade”. Na atividade da Obra de Deus, dirigida pelo reverendo Enmanuel Garzón, Supervisor do Bloco C da Europa, com participação do reverendo Roberto Rioja, líder da congregação de Londres; os pastores Sergio Veizaga, encarregado do templo de Amsterdã, e Edwar Flores, responsável pela igreja de Berlim, e a irmã Ruth Paisible, encarregada da congregação de Almere (Holanda). No primeiro culto, o pastor Flores, baseado em 1 Crônicas 27:28, emitiu a mensagem “Nada é meu”. Depois, no segundo serviço, o reverendo Rioja, apoiado em Atos 12:1-5, compartilhou o tema “A adversidade, a arma que Deus usa para tratar com sua vida”. Posteriormente, no terceiro culto, a irmã Paisible, sustentada em Salmos 91, desenvolveu a prédica “Morando sob a sombra do omnipotente”. Depois, no último serviço, o pastor Veizaga expôs as boas novas com a prédica “Procura-se homens de credibilidade”.

HOLANDA Aniversário do templo de Amsterdã O Movimento Missionário Mundial da Holanda comemorou o 12º aniversário de fundação da igreja da cidade de Amsterdã, de 13 a 16 de setembro, com a participação de diversos irmãos provenientes do Velho Continente, sob o lema “Curando feridas”. Na festa espiritual, os reverendos Hugo Lope, Oficial Nacional do MMM da Itália; Enmanuel Garzón, Supervisor do Bloco C da Europa; Josué Muñoz, responsável pelo MMM de Valência; o pastor Elvis Chávez, encarregado da igreja de Zurique, e a irmã Janeth Ibarra de Echalar, do MMM Itália, se encarregaram de pregar o Evangelho.

Novembro 2018 / Impacto evangélico

65


ESCREVEM-NOS cartas@impactoevangelistico.net BERTHA AGUIRRE Esta revista é uma grande bênção para todos nós. De El Progreso, Guatemala.

JOSÉ PRADO Obrigado, irmãos, por esta revista tão bela, que é de bênção. Não há trabalho tão lindo quanto este meio, que é de muita ajuda para a família. Bênçãos. De Tingo María, Peru.

Adorei a revista e o website, são de uma grande bênção! Da Carolina do Norte, Estados Unidos.

Amados, continuem avançando sem cessar, já estão recompensados. Muitas bênçãos. De Lima, Peru.

CARLA BATISTUTA Eu quero lhes dizer que as mensagens de sua revista

têm um conteúdo edificante. Em minha congregação –que não está relacionada com sua organização– anelamos a nova edição da revista “Impacto Evangelístico” a cada mês e compartilhamos seu conteúdo, pois constitui um valioso tesouro em nossas mãos. Obrigada, editores de “Impacto Evangelístico”; continuem trabalhando e que o Senhor os recompense. De Buenos Aires, Argentina.

LUIS RODRÍGUEZ Deus os abençoe irmãos. Esta revista é uma bênção e se destaca entre outras. Agradeço ao Senhor por este material tão importante nestes tempos finais. Eu lhes peço, irmãos, muitas orações pela Igreja na Costa Rica. Obrigado por tudo. De San José, Costa Rica.

MARÍA FERRANDO Deus abençoe grandemente os editores desta revista que durante muito tempo foi de bênção e edificação para a comunidade cristã. Que a cada dia o Criador lhes forneça o crescimento e a fortaleza para continuar avançando. De Cartagena, Colômbia.

ELENA AGUILAR A revista é de muita bênção para milhares de vidas, especialmente para os jovens. Continuem editando esta revista sempre com o respaldo da Palavra de Deus. Bênçãos para todos. De Cochabamba, Bolívia.

CONVENÇÃO PARAGUAI, San Lorenzo CONVENÇÃO PANAMÁ CONVENÇÃO ARGENTINA, Córdova CONVENÇÃO BELIZE, Orane Walk

JUNHO 1-3

LUZ DÍAZ

ERNESTO ROCA

FEVEREIRO 9-11 10-13 22-25 22-25

MAIO 4-6 24-27

SONIA MIRANDA

Deus os abençoe. Sua revista foi uma bênção na minha vida e seus artigos têm o respaldo de Jesus Cristo. Agrada-me que neste tempo, apesar dos ataques do inimigo, possamos encontrar um meio de edificação para nossas vidas. Da Cidade do Panamá, Panamá.

CONVENÇÃO COLOMBIA, Medellín CONVENÇÃO BOLIVIA, Santa Cruz

CONVENÇÃO DE PASTORES E MULHERES, África 28-1 (ABR) (ABR) CONVENÇÃO GUATEMALA, Cidade da Guatemala 29-1 (ABR) ABR) CONVENÇÃO GUIANA FRANCESA, MARTINICA, Guiana Francesa (Georgetown) 29-1 (ABR) CONVENÇÃO AUSTRÁLIA

Deus os abençoe. Quero parabenizá-los por esse grande conteúdo que edifica nossas vidas. Continuem com este trabalho. De Tolima, Colômbia.

DINA PÉREZ

JANEIRO 3-10 25-28

MARÇO 7-11

CAMILO DURAND

Deus os abençoe por este grande trabalho que estão levando ao mundo inteiro; obrigada pela revista “Impacto Evangelístico”. Muitos decidiram se aproximar do Senhor através desta revista. O Senhor os abençoe, irmãos; continuem trabalhando nesta missão. De Callao, Peru.

AGENDA GLOBAL 2018

JUAN CARLOS MACHUCA Amados irmãos, eu quero agradecer a todos pelo esplêndido trabalho que fazem para nosso Senhor Jesus Cristo. Que o Deus Todo-Poderoso os continue abençoando em grande maneira. De Massachusetts, Estados Unidos.

JULHO 4-7 5-8 5-8 10-13 18-21 26-28 26-29

CONVENÇÃO JAPÃO, Shizuoka (Hamamatsu) CONVENÇÃO PAÍSES BAIXOS CCONVENÇÃO DE JOVENS E DI PASTORES, Honduras CONVENÇÃO COSTA RICA, Heredia CONVENÇÃO BRASIL, Manaos CONVENÇÃO ANTILHAS HOLANDESAS, Aruba CONVENÇÃO ESTADOS UNIDOS, Virginia (Woodbridge) CONVENÇÃO UNIDA DE PASTORES, HOMENS, MULHERES E JOVENS, Porto Rico CONVENÇÃO REPÚBLICA DOMINICANA CONVENÇÃO MÉXICO

AGOSTO 9-12 CONVENÇÃO ESPANHA E BLOCO A EUROPA, Madrid 9-12 CONVENÇÃO ÁFRICA, Guiné Equatorial (Bata) 15-18 CONVENÇÃO VENEZUELA 16-19 CONVENÇÃO ITALIA, Milão 23-26 CONVENÇÃO HAITÍ, CONVENÇÃO Príncipe 23-26 CONVENÇÃO EQUADOR, Guayaquil SETEMBRO 10-12 CONVENÇÃO PERU Chiclayo 13-15 CONVENÇÃO PERU, Arequipa 16-18 CONVENÇÃO PERU, Lima 26-29 CONVENÇÃO ÍNDIA 30 DIA MUNDIAL DAS MISSÕES, atividade simultânea em todos os países OUTUBRO 4-7 5-7 19-21 24-28

CONVENÇÃO HONDURAS CONFRATERNIDADE NACIONAL CANADÁ CONFRATERNIDADE MADAGASCAR CONVENÇÃO ISLA MAURICIO

NOVEMBRO 1-4 CONVENÇÃO 8-11 CONVENÇÃO 15-18 CONVENÇÃO 29-2 (DIC) CONVENÇÃO

CHILE, Santiago EL SALVADOR URUGUAI, Montevidéu NICARAGUA

DEZEMBRO 13-16 CONVENÇÃO DE PASTORES & JÓVENES (GUATEMALA)

Você pode baixar o leitor de código QR livre nestas plataformas: n Eventos passados n Eventos futuros MISIONÁRIO MUNDIAL 66 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia


Novembro 2018 / Impacto evangĂŠlico

67


MISIONÁRIO MUNDIAL 68 MOVIMENTO América•Europa•Oceania•África•Ásia

Profile for Impacto Evangelistico

778_Português  

Revista Impacto Evangélico / Edição Novembro 2018 / Língua Portuguesa

778_Português  

Revista Impacto Evangélico / Edição Novembro 2018 / Língua Portuguesa