Issuu on Google+

jhcMídiaDigital 2

Edição 036

Ano 2013

“A Globalização provoca a indiferença.

Ninguém se importa com as pessoas que têm que escapar

à escravatura da fome, que fogem em em busca da liberdade e

com muita dor.”

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


3

Índice 6-

O Mundo

8

Quênia. CTF 150 se prepara para Operações de

Segurança Marítima 10-

A R T E - Grafite - Intervenção Urbana

17-

OGX, de Eike Batista, anuncia calote de parcela de

juros 19-

Cidade do Vaticano, o IOR quadruplica lucro

22-

A Notável leveza do ser

3032-

Combine o cabelo com a maquiagem

36-

Chakra Amor / Contos e Lendas

37-

Ciência e Tecnologia

40-

43-

Nova terapia para combater Câncer no cérebro

Fatos em Foco

53ONU denuncia repressão à imigração ilegal após tragédia de Lampedusa 58-

6267-

CIGANOS: A obsessão francesa

Brasília: Segunda maior favela do Brasil está na capital Saúde

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


4

Fundado em 12/09/2012. Fundador Diretor Editor Responsável: José Heitor da Costa Presidente: Jaldete Vieira Garcia. Vice-presidente: presidente: José Heitor da Costa. Diretor Executivo: Sandoval Freire Diretor Administrativo: Valberto Garcia Diretor Comercial: João Carlos Junior Diretor de Contatos Publicitários: Pedro Gutierrez Teixeira Diretora de Publicidade: Carmem Lúcia Lúc Diretora de Assuntos Culturais: Ana Cristina Diretora de Projetos Gráficos e Web Designers: Izabel Souza Diretor e Editor de Esportes: João Costa Diretor de Assuntos Internacionais: Gilmar Freitas Correspondentes internacionais: Gilmar Freitas. Rotieh Atsoc. Atsoc. Afonso Arruda. Penélope Mirta Repórteres: Afonso Aquino. Pinheiro Junior. Rodrigues Taú. Wanda Lacerda. Colunista colaborador: Chakra Amor. Consultores: Moda / Beleza: Carmem Lúcia. Gastronomia nacional e internacional: Sochiro Ochida Conselho Administrativo inistrativo Presidente: Jaldete Vieira Garcia. Vice-Presidente: Vice Presidente: José Heitor da Costa.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


5 Editorial Mais de 110 mortos, 200 desaparecidos, 155 sobreviventes: este é, até o momento, o balanço do naufrágio de um barco com 500 africanos diante da Ilha de Lampedusa, na Itália, na quintaquinta feira (03/10). Os representantes da União Europeia se manifestaram horrorizados diante de tantas vítimas. E não demoraram a surgir as primeiras reações questionando as políticas do bloco para os refugiados. Há dois pontos centrais. Por um lado, cada Estado da UE pratica sua própria política de asilo e para refugiados – logo, não existe uma linha europeia uniforme a respeito. Por outro lado, os países procuram manter os refugiados o mais longe possível de si. Assim, os mais atingidos, como Itália e Grécia, acabam ficando mais ou menos sozinhos com o problema. No passado países como Itália, França, Alemanha estiveram presentes no Continente Africano de onde extraíam riquezas e, hoje, negam ajuda humanitária. Muitos náufragos poderiam oderiam ser salvos, havia próximo ao locais embarcações, porém, porém a política repressiva siva contra imigrantes ilegais que pune com prisão quem ajudar ou favorecer condições de entrada no pais de imigrantes, impediu o auxilio. Cometeram crime de omissão de socorro. socor A globalização provoca a indiferença disse o Papa, mas quantas tragédias serão necessárias para ara que essa indiferença deixe de existir? Talvez em futuro, não próximo, seja encontrada uma solução para o problema.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


6

O Mundo Big Brother: Tecnologia analisa telefonemas, emails e redes sociais para detectar potenciais “terroristas” Rotieh atsoc.jhcMídiaDigital BigBrother, nova ordem mundial. Polícia da mente A policia do pensamento imaginada em muitos filmes está cada vez mais perto da realidade. Durante um simpósio em Hamburgo, , um subúrbio da cidade de Buffalo, Nova Iorque, foi apresentado um avançado programa de computador que supostamente poderá localizar um criminoso antes deste cometer um ato de terrorismo. Um professor suíço trabalhando no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que dirige o Projeto Máquina da Mente, descreveu como este programa funciona através da digitalização de chamadas telefônicas e mensagens eletrônicas enviadas através de e-mail ou redes sociais. “Suponha que você sabe que há uma ameaça para o presidente quando ele está visitando, por exemplo, o Texas. Através de informações obtidas pela Agência de Segurança Nacional (NSA), temos as ferramentas para analisar enormes quantidades de dados obtidos desta forma“, disse o professor Mathieu Guidere da Universidade de Genebra. Como? “O software detecta ressentimento em conversas através de medições em decibéis e da biometria da outra voz“, disse ele. “Ele detecta obsessão enquanto o indivíduo volta ao mesmo tópico várias vezes, medindo acrescentados da voz“. Quanto à transmissão de mensagens escritas analisadas pelo programa de computador, ele pode detectar o mesmo padrão de fixação sobre temas especificados, disse Guidere, que trabalhou por anos com rastreio de dados de massa envolvendo radicalização e de doutrinação ideológica.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


7 Usando traços de caráter que foram identificados através de perfis psicológicos realizados em terroristas na sequência dos atentados de 11 de setembro de 2001, Guidere disse que ele e seus colegas desenvolveram programas que isolam os sinais que apontam para um potencial terrorista. Ele disse que os terroristas solitários, em particular, não são doentes mentais, mas guardam ódio e profundo ressentimento em relação ao governo. Seus picos emocionais, Guidere explicou, pode ser identificada pelo programa de computador. O lado prático é que uma vez que o indivíduo tenha sido identificado, a informação pode ser repassada às autoridades para que a vigilância possa começar, ele disse. Atualmente, o programa de computador pode rever 10.000 vozes ou outras transmissões eletrônicas em uma hora. O objetivo, disse o professor, é aumentar a capacidade para 100 mil por hora. Do lado civil, o programa pode ser usado por psicólogos e outros profissionais de saúde mental que trabalham com veteranos de guerra, policiais e outros, para medir seu progresso na recuperação. “Ao gravar a voz do paciente, o programa pode medir o nível de negatividade e positividade em relação à taxa de depressão e outros distúrbios emocionais“, disse Guidere, que está trabalhando com o Dr. Newton Howard, diretor do Projeto Máquina da Mente do MIT. Não é a primeira vez que vemos a tecnologia sendo utilizada para tentar prever crimes, nos moldes do filme Minority Report. Vimos alguns meses atrás a tecnologia israelense que supostamente permitiria ler as mentes em aeroportos e achar potenciais terroristas. Interessante que o programa foca em pessoas com ressentimento contra o governo. Para quem abriu seus olhos

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


8 para a verdade e tem conhecimento da corrupção a nível mundial, fica difícil não guardar ressentimento contra os governantes, que permitem que corporações e a elite financeira façam gato e sapato da população, que trabalha cada vez mais para ter um mesmo nível social cada vez menor. Além do aumento óbvio do controle sobre todos os aspectos de nossa vida e do estabelecimento do pré-crime como algo aceitável, outra conclusão que podemos tirar deste artigo é a difamação e demonização daqueles que não concordam com as políticas governamentais, praticamente igualando-os a perigosos terroristas. Quem deveria ser perseguido e preso são estes cientistas loucos, que vão pouco a pouco criando a cena perfeita para a implantação de um estado policial autoritário e absoluto, requisito principal para a nova ordem mundial. Da mesma forma como os cientistas que deturpam a ciência para justificar o aquecimento global antropogênico, não passam de mercenários sem coração. Vimos os body-scanners que foram cedidos gratuitamente de forma tão generosa pelos EUA. Quando será que veremos este software implementado no Brasil?

Quênia. CTF 150 se prepara para Operações de Segurança Marítima Gilmar Freitas. Correspondente da jhcMídiaDigital

Com o fim da temporada de monções no oeste sul, há uma expectativa de aumento da atividade marítima ilegal através do Golfo de Omã, no Mar Vermelho e no Oceano Índico. Como consequência, Combined Task Force (CTF) 150 é totalmente preparado e pronto para responder. jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


9

CMF é uma coalizão naval multi-nacional única, dedicada a promover a segurança ea prosperidade em 2500 mil milhas quadradas de águas internacionais no Oriente Médio. Principais áreas de foco da CMF são derrotar o terrorismo, evitando a pirataria, reduzindo atividades ilegais e promover um ambiente marítimo seguro. A Marinha do Paquistão liderada flotilha é uma força-tarefa contra o terrorismo com base no Bahrein, com seis navios de guerra de Marinhas internacionais, incluindo os EUA, Reino Unido, Austrália, Canadá, França e Paquistão, operando sob o comando do Comandante das Forças Marítimas Combinadas.

Carta do Sudoeste Monsoon A dissuasão e interceptação de contrabando de narcóticos e outras substâncias ilegais é uma das muitas Operações de Segurança Marítima realizadas por unidades da força-tarefa. Isso envia uma mensagem poderosa para organizações terroristas que os alto-mar não será uma auto-estrada para a circulação de capitais corrompido por atividades terroristas. Atividade marítima ilegal é uma ameaça constante para a passagem livre de comércio e também tem potencial para influenciar as atividades ilegais em terra.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


10 Historicamente, durante a transição do clima de abril a agosto, há uma redução geral no número de atividades marítimas ilegais e um aumento entre os meses de setembro e abril. Isto é pensado para ser em grande parte por causa do mau tempo e das condições de mar adversas prevalecentes. CTF 150 trabalha em estreita coordenação com os Estados costeiros e parceiros regionais para combinar inteligência precisa com observação cuidadosa e monitoramento. Juntamente com a experiência e os conhecimentos das unidades operacionais envolvidas, isso leva à melhoria da segurança marítima e auxilia na manutenção da estabilidade na região. CTF 150 está sempre presente para proteger os interesses vitais marítimas regionais e rotas do comércio internacional. A força-tarefa vai continuar a patrulhar toda a região, e não apenas através da sua presença visual, mas também pela capacitação das nações regionais através de reuniões-chave de engajamento no mar e em terra, para proteger os navegantes que desejam realizar atividades legítimas transmitidas mar.

ARTE

- Grafite - Intervenção Urbana

Penélope Mirta

"Grafite ou grafito (do italiano graffiti, plural de graffito) é o nome dado às inscrições feitas em paredes, desde o Império Romano. Considera-se grafite uma inscrição caligrafada ou um desenho pintado ou gravado sobre um suporte que não é normalmente previsto para esta finalidade. Por muito tempo visto como um assunto irrelevante ou mera contravenção, atualmente o grafite já é considerado como forma de expressão incluída no âmbito das artes visuais, mais especificamente, da street art ou arte urbana - em que o artista aproveita os jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


11 espaços públicos, criando uma linguagem intencional para interferir na cidade. Entretanto ainda há quem não concorde, comparando o grafite com a pichação, pois em diversos países ambos configuram crime de vandalismo quando realizados sem a devida autorização, tanto em propriedade pública ou privada. Normalmente distingue-se o grafite, de elaboração mais complexa, da simples pichação, quase sempre considerada como contravenção. No entanto, muitos grafiteiros respeitáveis, como Os gemeos, autores de importantes trabalhos em várias paredes do mundo, aí incluída a grande fachada da Tate Modern de Londres, admitem ter um passado de pichadores. Na língua inglesa, contudo, usa-se o termo graffiti para ambas as expressões. A partir do movimento contracultural de maio de 1968, quando os muros de Paris foram suporte para inscrições de caráter poético-político, a prática do grafite generalizou-se pelo mundo, em diferentes contextos, tipos e estilos, que vão do simples rabisco ou de tags repetidas ad nauseam, como uma espécie de demarcação de território, até grandes murais executados em espaços especialmente designados para tal, ganhando status de verdadeiras obras de arte. Os grafites podem também estar associados a diferentes movimentos e tribos urbanas, como o hip-hop, e a variados graus de transgressão. Dentre os grafiteiros, talvez o mais célebre seja Jean-Michel Basquiat, que, no final dos anos 1970, despertou a atenção da imprensa novaiorquina, sobretudo pelas mensagens poéticas que deixava nas paredes dos prédios abandonados de Manhattan. Posteriormente Basquiat ganhou o rótulo de neoexpressionista e foi reconhecido como um dos mais significativos artistas do final do século XX.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


12 Atualmente no século XXI, muitas pessoas usam o grafite como arte em museus de arte.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


13

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


14

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


15

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


16

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


17

OGX, de Eike Batista, anuncia calote de parcela de juros jhcMídiaDigital

A petroleira OGX, do empresário Eika Batista, informou na manhã desta terça-feira (1) que não pagará as parcelas de juros remuneratórios no valor aproximado de US$ 45 milhões (cerca de R$ 100 milhões) decorrentes de bônus emitido no exterior que venceriam nesta terça-feira.

Em fato relevante disponível na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a OGX informa que "a companhia possui 30 dias para adotar as medidas necessárias sem que seja caracterizado o vencimento antecipado da dívida".

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


18 O pagamento de terça-feira se refere a uma dívida de US$ 1,1 bilhão em bônus com vencimento em 2022. A OGX também terá que arcar em dezembro com o pagamento de aproximadamente US$ 100 milhões em cupom do bônus com vencimento em 2018. As ações da OGX recuaram 25% nesta segunda-feira, a R$ 0,21. A petroleira - com uma dívida de US$ 4 bilhões, a maioria em bônus no exterior - espera completar a venda de uma fatia em blocos de petróleo que possui para a malaia Petronas para conseguir um alívio no caixa. Veja a íntegra do comunicado: A OGX Petróleo e Gás Participações S.A. comunica ao mercado que conforme já informado em oportunidades anteriores, a Companhia encontra-se em processo de revisão de sua estrutura de capital relacionada, por sua vez, à revisão do seu plano de negócios. Em virtude desse fato, a Companhia optou pelo não pagamento das parcelas referentes aos juros remuneratórios, no valor aproximado de US$ 45 milhões, decorrentes das Senior Notes emitidas pela OGX Austria GmbH (“OGX Austria”), controlada da Companhia, as quais venceriam na data de hoje.

A Companhia contratou como assessores o banco de investimentos LAZARD e o BLACKSTONE para coordenar as discussões com os diversos stakeholders envolvidos no processo, dentre eles, os detentores das Senior Notes emitidas pela OGX Austria. A Companhia informa, ainda, que pelas cláusulas que regem a referida emissão, a Companhia possui 30 dias para adotar as medidas necessárias sem que seja caracterizado o vencimento antecipado da dívida.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


19

Cidade do Vaticano, o IOR quadruplica lucro 'Os principais dados do relatório anual de 2012 publicado pela primeira vez. O Presidente: "Estamos prontos para a inspeção" ROMA jhcMídiaDigital

A SEDE DA IOR Um lucro líquido de 86,6 milhões de Euros, mais do que quadruplicou em comparação com 20,3 milhões do ano anterior. Este é o principal resultado que emerge do Relatório Anual de 2012 do IOR, que, pela primeira vez "em 125 anos de história do Instituto," foi feito aberto às 8h00 através geral postagem no site. Um orçamento que está a dizer ao presidente Ernst von Freyberg que "para os nossos clientes e do IOR 2012 foi um ano com excelentes resultados financeiros." A publicação do "Relatório Anual é, naturalmente, mais um passo no caminho da" transparência ". Enquanto a atividade de controle em todas

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


20 as contas se move rapidamente em e será concluída no final deste ano, a ponto de o presidente é capaz de dizer que "nós também estamos prontos para a inspeção por terceiros." Os "números" do orçamento - certificadas pela KPMG internacional - dizem que, graças a um lucro de 86,6 milhões, o IOR foi capaz de contribuir com 54,7 milhões do orçamento da Santa Sé e alocar 31,9 milhões para o risco de reserva operacional em geral. Emergem da renda declaração de renda líquida de juros de 52.200.000 € (-19,6%), 12,2 milhões (19,6%) das comissões líquidas na gestão de activos e de outras operações, 51,1 milhões (em 2011 eram negativo 38,2 milhões) de ganhos líquidos em operações de negociação. As despesas operacionais totalizaram 23.900.000 € (+12%), incluindo o pessoal, previdência, despesas gerais, de consultoria. Em 2012, o IOR foram confiadas ativos de clientes de 6,3 milhões de Euros, divididos em 2,3 bilhões em depósitos, 3,2 milhões em ativos sob gestão e 0,8 em custódia. O patrimônio líquido aumentou 741000000-769.000.000 de euros (+3,6%) e do IOR significa um rácio de fundos próprios sólida `'15 0,4%. "Com a publicação do nosso relatório anual, manter a fé com o nosso compromisso de garantir a transparência de nossas atividades", diz von Freyberg sobre a iniciativa, quase revolucionário na história da confidencialidade e sigilo do Instituto. O presidente destacou, entre outras coisas que "a política de investimento do IOR é projetado principalmente para garantir a segurança dos bens confiados a nós", "nosso foco é a gestão conservadora e uma exposição de baixo risco". Assim, os investimentos principalmente em títulos públicos e derivativos de qualquer coisa. Em 2012, as contas do Instituto foram ajudados pela "situação geral das taxas de juro", primeiro com o grande interesse da carteira de títulos e, em seguida, com o aumento do valor desses títulos no mercado. Eles também dão as previsões para 2013, que, juntos, "será marcado por despesas extraordinárias relacionadas com o processo de

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


21 reforma e reorganização em andamento e os efeitos produzidos pelas taxas de juros em ascensão." Há também uma ênfase especial sobre a atividade de auditoria interna confiada para os EUA Promontory Financial Group, que está realizando em nome do IOR um exame de todos os relacionamentos com clientes e procedimentos implementados contra a lavagem de dinheiro. Ao mesmo tempo, o "banco" o Vaticano está implementando processos para melhorar as instalações e procedimentos. Um processo que começou em maio deste ano e prevista para ser concluída até o final de 2013. "Estamos trabalhando duro para melhorar a governação e as operações do Instituto", comentou von Freyberg.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


22

A Notável leveza do ser Atletas 'voam' no Campeonato Mundial de ginástica artística. Veja fotos jhcMídiaDigital

Séries levam ginastas para a alturas na briga por medalhas no torneio que acontece na Antuérpia, na Bélgica.

Letícia Costa compete no individual geral. Este é o primeiro Mundial da carioca de 18 anos.

Fotos: Ricardo Bufolin/CBG

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


23

Romena Larisa Andreea Iordache durante série nas barras assimétricas. Foto: Yves Logghe/AP

Russa Aliya Mustafina, candidata a medalhas no Mundial, na série na trave. Foto: Yves Logghe/AP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


24

Heem Wei Lim, de Cingapura, é mais uma a competir na trave. Foto: Yves Logghe/AP

Salto e sorriso para Simone Biles, dos Estados Unidos, na prova de solo.

Foto: Yves Logghe/AP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


25

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


26

Salto e flexibilidade para chinesa Shang Chunsong e para norteamericana Kyla Ross . Foto: Yves Logghe/AP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


27

Canadense Chant Maegan dá mortal na série no solo no Mundial na Antuérpia, Bélgica.

Foto: Yves Logghe/AP

Mortal para finalizar série na trave para a chinesa Zeng Siqi . Foto: Yves Logghe/AP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


28

Posição semelhante no voo de Diego Hypolito na série no solo. Foto: Yves Logghe/AP

Mais de Diego Hypolito no Campeonato Mundial, agora no salto. Foto: Ricardo Bufolin/CBG

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


29

E voo também para a irmã do ginasta, a experiente Daniele Hypolito.

Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Mais voos nas largadas e retomadas na barra fixa com o brasileiro Francisco Barreto.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


30

Coloridos e versáteis novas propostas de sombra para os olhos. BARBARA FERRERO (ALLURE)

Depois de um inverno em que o rímel e delineador foram os protagonistas da maquiagem dos olhos, sombra de olho o de volta no centro das atenções: a queda são o maquiador reproduzir as pálpebras vestido-as as de cor , variando em intensidade, mas sempre brilhante e acetinado. Para aqueles que não costumam usar esse cosmético, pode ser uma agradável surpresa: a sombra de olho, não só cor, mas também permite que você crie efeitos corretivos, tais como a ampliação do olho e dar mais profundidade ao olhar. Mesmo os menos experientes podem obter excelente resultados, seguindo algumas regras simples: Primeiro, escolha entre as cores da moda as que melhor se harmonizam com suas cores naturais (olhos, pele, cabelo). Os

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


31 vários tons são, então, perfeitamente misturados entre si: melhor do que simplesmente usar os dedos, se você não está muito familiarizado com os aplicadores da embalagem. A textura é igualmente importante: o clássico é em pó, impalpável e leve, mas capaz de assegurar a intensidade e a solidez da cor. Shiseido incluiu no seu Luminizing Satin Cor dos olhos um hidratante especial para hidratar a pálpebra e não marcando linhas finas, enquanto que com Sisley Phyto-Ombre Brilho oferece fórmula inovadora pó-creme que combina com a pele instantaneamente. aqueles que preferem o truque a lápis, que pode orientar a nova sombra em bastão , prático e fácil de aplicar. Clinique levou a oito tons de carnudo vara sombra para os olhos Matiz, serem usados individualmente ou em misturá-los para obter um efeito mais intenso. Deborah Milano oferece, em vez da nova edição limitada extra Pearly Eyeshadow Vara nove tons de acabamento ultra-perolado em sintonia com as tendências para o outono-inverno. Suave e versátil, essas formulações também são ideais para um rápido retoque durante o dia. Batom-caneta, marca nova chegando ao Brasil e produtos tamanho-família: AmorAmor Summer, da Cacharel, é uma fragrância refrescante, sedutora e leve | R$ 169

.

Novidade no mundo dos esmaltes, a marca YNC coloca pó de diamante em seus vidrinhos | R$ 12,90.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


32

Combine o cabelo com a maquiagem Algumas dicas podem ajudar a equilibrar o visual

Michelle Williams A atriz quis dar destaque ao acessório e à franja, e pegou leve na make

Angelina Jolie Em ambiente formal, a atriz combinou coque clássico, assim como a maquiagem sem exageros

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


33

Kesha. O look rocker da cantora destaca as raízes pretas com o batom vermelho e os olhos pretos

Malin Åkerman. Para um visual clean, a atriz sueca escolheu um coque baixo e maquiagem bem suave.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


34 Rachel McAdams. O coque é a estrela do look. A maquiagem ganhou boca rosa e sombra leve

Jane Fonda. Classuda, a atriz mantém cabelo e maquiagem bem discretos

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


35

Charlotte Ross. A atriz caprichou no volume dos cabelos e no dos cílios também

Amanda Seyfried. A parte de cima do rosto da atriz ficou mais neutra, contrastando com a boca vermelha e os cachos.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


36

Chakra Amor Contos e Lendas Chakra Amor é filosofo poeta pensador artista plático

A Humanidade

Dalai Lama Perguntaram a Dalai Lama: “O que mais te surpreende na Humanidade?” E ele respondeu: “Os homens… Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde… Porque pensam ansiosamente no futuro e, por isso, esquecemse do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente, nem o futuro… E porque vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido!”

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


37

Ciência e Tecnologia Diga adeus aos pontos cirúrgicos e grampos Penélope Mirta correspondente jhcMídiaDigital

Se um novo produto israelense de IONMED receber a aprovação do mercado, os cirurgiões terão uma ferramenta revolucionária em suas mãos para o fechamento da incisão da cicatriz-free.

Cirurgiões não precisam de treinamento complexo para aprender a usar BioWeld1. As mulheres que dão à luz por cesariana poderão se beneficiar de uma invenção israelense revolucionária para fechar incisões cirúrgicas, sem pontos ou grampos. A técnica também promete deixar os pacientes menos propensos à infecção e cicatrizes. BioWeld1, um produto de marca registrada exclusivo de startup israelense IONMED , solda incisões cirúrgicas utilizando plasma frio. O plasma é um gás em que uma determinada proporção das partículas são ionizados. Tem sido demonstrado que oferecem múltiplas vantagens, incluindo soldadura de tecidos, o controlo da hemorragia, aumento da reparação de tecidos, a desinfecção e destruição das células cancerosas. No entanto, o plasma tem jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


38 tido um papel limitado na cirurgia, devido às altas temperaturas que ele cria e que resultam de efeitos nocivos sobre os tecidos do corpo. Os cientistas da IONMED encontraram uma maneira de fazer uso de plasma frio como o poder por trás do BioWeld1. O procedimento leva apenas alguns minutos, os selos completamente a área, deixa cicatrizes ou dolorosa pontos mínimos, e não exige treinamento complexo. "Ninguém fez isso antes - e mais do que isso, a plataforma de plasma frio é uma tecnologia que ainda não está disponível na medicina ", afirma Ronen Lam, co-fundador da IONMED e vice-presidente de desenvolvimento de negócios. "Nós provavelmente seremos os primeiros". A empresa prevê receber a marca CE de aprovação na Europa até o final do ano. Depois de fechar a sua próxima rodada financeira, IONMED irá começar os estudos na Europa e nos Estados Unidos para conseguir a aprovação dos EUA Food and Drug Administration (FDA) e lançar o seu próximo produto frio à base de plasma. "Biowelding 'BioWeld1 é o ideia do irmão de Ronen, Amnon, que liderou projetos de desenvolvimento na Tower Semiconductor no norte de Israel e no centro de pesquisa israelense da Intel. Antes disso, ele tinha sido um médico no serviço militar. produto oferece uma alternativa de última geração para grampos e pontos. Sua familiaridade com o plasma frio Tower - onde foi utilizado para gravação de semicondutores deu-lhe a idéia de soldagem junto as suas duas áreas de especialização. Amnon Lam viu o potencial de plasma frio na área da saúde, e brincou com aplicações em cosméticos, odontológicos e de pele. "No final do dia, ele encontrou o fechamento da ferida um atrativo a mais", diz o irmão. Isso foi cerca de três anos atrás. "reconexão de tecidos tem sido feito por milhares de anos, com suturas e, nos últimos anos, com

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


39 grampos e colas", diz Lam. "É hora de algo novo neste mercado tradicional, e é por isso que decidimos começar por aqui." Com meio milhão de dólares em dinheiro de semente do escritório israelense do Investigador Principal, IONMED se juntou ao Trendlines incubadora no norte de Israel e desenvolveu o conceito para o ponto onde ele fechou a 3.000 mil dólares rodada de financiamento em 2011. A empresa emprega hoje seis pessoas em seu escritório em Yokne'am Ilit. Lam explica que muitas empresas têm trazido grampos cirúrgicos avançados e adesivos para o mercado. "Mas a nossa tecnologia de plasma frio é única devido ao seu impacto sobre os tecidos e do vasto espectro de aplicações que podem resolver, por isso há um grande interesse de grandes jogadores", diz ele. BioWeld1 O gerador fornece o plasma frio através de uma variedade de pontas descartáveis. O processo de fechamento da pele é realizada usando um jacto de plasma a frio para aplicar um filme biológico registrado com o nome Chitoplast para soldar o tecido em conjunto. Outras aplicações em desenvolvimento não necessitam Chitoplast e confiar exclusivamente nos efeitos de tecido do jato de plasma. ensaios bem sucedidos três ensaios clínicos da empresa, que até agora têm foco em fechamento de incisões cesariana, mostrou BioWeld1 ser excelente para a selagem da incisão e promover a cura e de desinfecção do tecido, Lam relatórios. Ele também tem potencial para a redução de hospitalizações e uso de sala de operação. "Estamos focando a cesariana em primeiro lugar, porque achamos que vai ser o caminho mais fácil para o mercado, devido à importância de se alcançar um resultado estético superior, reduzindo o tempo na sala de operação ", diz Lam."Estamos no meio de discussões estratégicas no momento, a fim de traçar o nosso próximo aplicativo. Áreas consideradas incluem fechamento externo em cirurgia plástica, tratamento de feridas crônicas, bem como aplicações internas em cirurgia abdominal, torácica e colorretal. "IONMED reuniu um conselho consultivo com os principais ginecologistas-obstetras e cirurgiões na Alemanha, Brasil e Itália. Quatro OB / jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


40 ginecologistas na Europa estão prestes a lançar o produto ainda este ano, pendente de aprovação CE. "Todos eles testaram o nosso equipamento em ensaios", Lam salienta. "Nós estaremos realizando testes adicionais no futuro próximo, para expandir o uso de plasma frio para ir fundo no fechamento externo, promovendo aplicações adicionais."

Nova terapia para combater Câncer no cérebro descoberta israelense de uma proteína do câncer de condução pode levar a uma nova arma na batalha atualmente perdida contra tumores cerebrais.

Rotem Karni, Ph.D.

Um pós-doutorado israelense identificou uma proteína genética propensos a se envolverem no desenvolvimento e na disseminação de glioblastoma, o tipo mais comum e agressiva de câncer no cérebro em adultos. A cada ano, cerca de 22 mil pessoas nos Estados Unidos são diagnosticados com um tumor potencialmente fatal no cérebro. Glioblastoma tumores são extremamente difíceis de

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


41 remover cirurgicamente, e pressionam em tecido cerebral ou danos à medida que crescem. Quimioterapia e radioterapia não ajudam muito, a taxa de sobrevivência média mesmo com essas intervenções é pouco mais de um ano, e apenas cerca de 10 por cento dos pacientes com glioblastoma vivem cinco anos ou mais após o diagnóstico. Apoiado pelo Fundo Israel Cancer Research (ICRF), bioquímico Regina Golan-Gerstl identificaram uma proteína - splicing fator hnRNP A2/B1 - que é altamente "overexpressed" em amostras de tumores de pacientes com vários tipos de câncer no cérebro quando comparado com amostras colhidas a partir de cérebros saudáveis. Sua descoberta foi relatada na revista Cancer Research, publicado pela Associação Americana para Pesquisa do Câncer. Trabalhando no laboratório de Rotem Karni, no Instituto de Pesquisa Médica Israel-Canadá da Universidade-Hadassah Medical School hebraico, Golan-Gerstl e sua equipe, em seguida, ratos de laboratório injetados com células de glioblastoma. Ratos no grupo de controle desenvolveu rapidamente grandes tumores. No segundo grupo de camundongos, os cientistas usaram uma técnica de "knockdown" biológico para reduzir hnRNP A2/B1 antes da injeção. Esses camundongos desenvolveram apenas pequenos tumores ou tumores não em tudo. Nova estratégia terapêutica Regina Golan-Gerstl, Ph.D. "Estes resultados sugerem que hnRNP A2/B1 é um oncogene condução - um gene que faz com que as células normais se tornem cancerígenas - por conta própria e, provavelmente, contribui diretamente para o desenvolvimento glioblastoma", disse Karni. "A superexpressão e ampliação do hnRNP A2/B1 correlacionam com mau jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


42 prognóstico de pacientes com glioma, ao passo que a deleção do gene A2/B1 hnRNP correlaciona-se com melhor prognóstico do que a média." Os dados dos cientistas israelenses sugerem que hnRNP A2/B1 é um novo biomarcador para glioblastoma sobrevida do paciente e um novo proto-oncogene que regula o splicing de RNA e outras etapas de processamento de vários supressores tumorais e oncogenes ". "Down-regulação hnRNP A2/B1 níveis em células de glioblastoma deve ser considerado como uma nova estratégia para o tratamento do glioblastoma," disse ele. Os pesquisadores no laboratório de Karni agora estão tentando identificar quais genes são regulados por hnRNP A2/B1. Ele observou que, em um estudo prévio de células de câncer de cérebro e de mama com knockdown de hnRNP A2 ", identificamos genes-chave de caminhos muito importantes envolvidos no desenvolvimento e manutenção do câncer", assim como genes que indicam a proliferação do câncer ou de supressão do tumor.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


43

Fatos em Foco

Forças antiterrorismo guardam local onde é realizado o fórum da Apec (Cooperação Econômica Ásia-Pacífico), nesta sexta-feira (4) em Nusa Dua, na ilha de Bali (Indonésia). O evento não contará mais com a presença de Barack Obama, que cancelou a viagem devido à crise do orçamento nos EUA. Dennis M. Sabangan/Efe

Membros da polícia científica vestem trajes de proteção para vasculhar o apartamento da mulher responsável pela perseguição e do tiroteio nos arredores da Casa Branca e do Capitólio, em Washington. Agentes federais, esquadrões antibomba e policiais locais revistaram o imóvel, em Stamford, Connecticut (a mais de 400 km da capital norte-americana), na madrugada desta sexta-feira (4), horário de Brasília.

Michelle

McLoughlin/Reuters

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


44 Em reprodução de imagem de rede social, Miriam Carey, posa para foto. Carey é acusada pela polícia de romper duas barreiras de segurança nas imediações da Casa Branca e do Capitólio dos EUA, em Washington, gerando uma perseguição por policiais e agentes secretos. Carey levava a bordo do carro uma criança de um ano, e foi morta a tiros. Reprodução/Facebook

A mulher judia usa um xale de oração e um tefillin - caixa de madeira e couro, utilizada na cabeça (e outras partes do corpo) em orações matinais durante reza no Muro das Lamentações, na cidade velha de Jerusalém, nesta sexta-feira (4). O grupo, conhecido como "Mulheres do Muro", convoca reuniões de oração mensais no Muro das Lamentações, local que judeus ultra ortodoxos acreditam que só os homens podem usufruir.

jhcMídiaDigital

Sebastian Scheiner/AP

Edição 036

Ano 2013


45 Apoiadores da união do Estado indiano de Andhra Pradesh passam por barricada queimando durante protesto em Ananthapuram contra a formação do Estado de Telangana, no distrito de no distrito de Ananthapuram, nesta sexta-feira (4). O governo da Índia anunciou um projeto aguardado para a divisão do Estado de Andhra Pradesh.

Noah Seelam/AFP

Devotos hindus participam de cerimônia do Tarpan, ritual em homenagem aos antepassados, na margem do ria Ganges, em Calcutá, nesta sexta-feira (4). Na mitologia Hindu este dia também é chamado de Mahalaya e descreve o dia em que os deuses criaram a deusa Durga, de dez braços, para destruir o rei demônio Asura, que conspirava para expulsar os deuses do seu reino. O período de cinco dias de adoração de Durga, que é atribuído como o destruidor do mal, começa em 9 de outubro. Dibyangshu Sarkar/AFP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


46

Migrantes esperam para embarcar em navio em Lampedusa (Itália), nesta sexta-feira (4). Um navio que transportava imigrantes africanos para a Itália pegou fogo e naufragou na ilha siciliana de Lampedusa na quinta-feira, deixando centenas de passageiros a deriva no mar. Mais de cem corpos foram recuperados, mas mais de 200 pessoas seguem desaparecidas. Foi um dos casos mais graves de travessia do mar Mediterrâneo levando imigrantes ilegais.

Luca Bruno/AP

Devotos hindus colocam oferendas nas marges de um rio de Mumbai, nesta sexta-feira (4), na Índia. A ação faz parte dos rituais 'tarpan', que de acordo com a crença assegura paz e felicidade para os ancestrais.

jhcMídiaDigital

Rajanish Kakade/AP

Edição 036

Ano 2013


47

: Grupo de turistas participa de um safári fotográfico na reserva Maasai Mara, nesta sexta-feira (4), no Quênia. Após o ataque do grupo islâmico Al-Shabab ao shopping Westgate, em Nairóbi, semanas atrás, diversos países desencorajaram seus cidadãos a viajar para o país.

Efe

O papa Francisco desembarca na basílica de São Francisco de Assis, nesta sextafeira (4), em Assis, na Itália. É a primeira viagem que o pontífice fez para a cidade que leva o nome do santo que inspirou a escolha de seu nome desde o início do papado. Francisco voltou a lamentar a tragédia com imigrantes que morreram na tentativa de chegar a Lampedusa.

jhcMídiaDigital

Filippo Monteforte/efe

Edição 036

Ano 2013


48

Mulheres japonesas com trajes tradicionais de 'gueisha' seguram panfletos com dicas turísticas, nesta sexta-feira (4), em Kyoto.

Toshifumi Kitamura/AFP

Crianças protestam contra a caça de elefantes em frente a uma loja estatal que vende artesanato feito com marfim, nesta sexta-feira (4), em Hong Kong. Ontem as autoridades confiscaram três contêiners carregados com presas. Os ativistas pedem que a carga seja destruída; Philippe Lopez/AFP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


49

O britânico Chris Weller, um ex-técnico de futebol aposentado, vive em sua casa em Strood, no Sul da Inglaterra, com um crocodilo de 1,6 metros;

Reprodução/BBC

Three men stand displaying their tattoos at the Hong Kong China Tattoo Convention in Hong Kong on October 4, 2013. The first international Hong Kong China Tattoo Convention runs from 4 to 6 October and features tattoo artists from around the world. AFP PHOTO / Philippe Lopez ORG XMIT: PL16 Philippe Lopez/AFP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


50

Voluntários espalham moedas de cinco centavos em evento da campanha para que o governo Suíço garanta uma renda mínima de US$ 2.700 (R$ 5.500) para cada cidadão do país, nesta sextafeira (4), em Berna. O comitê organizador do ato entregou 126 mil assinaturas para o governo com o objetivo de alcançar a mudança na constituição. Denis Balibouse/Reuters

Corredores passam em frenta à estátua de bronze que representa a cabeçada do ex-jogador da seleção francesa Zinedine Zidane no zagueiro italiano Marco Materazzi, durante a final da Copa de 2006, nesta sexta-feira (4), em Doha, no Qatar. Karim Jaafaz/AFP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


51

Em foto divulgada nesta sexta-feira (5) pela Guarda Costeira italiana, equipes de resgate ajudam a retirar do mar da ilha de Lampedusa, na Itália,um imigrante sobrevivente do naufrágio que matou 114 pessoas na quinta-feira (3). Cerca de 100 ainda estão desaparecidas e 150 pessoas sobreviveram. AP/Divulgação

Cerca de cem estudantes da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) ocupam a reitoria da instituição, na noite desta quinta-feira (3). A ação é um protesto contra a decisão da universidade de liberar a entrada da Polícia Militar para fazer o patrulhamento no campus. A Polícia Civil esteve no local com agentes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) para acompanhar a ocupação, e um boletim de ocorrência foi registrado no 1º distrito policial. Pedro Amatuzzi/Sigmapress/Estadão Conteúdo

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


52 Navios de guerra australianos navegam na baía de Sydney, passando pela Opera House, em comemoração da Revista da Frota Internacional, nesta sexta-feira (4). A data marca os cem anos da primeira vez que a frota real britânica navegou no porto de Sydney. A Austrália foi colônia britânica até o século 20. Rob Griffith/AP

Policiais montam bloqueio do lado de fora do condomínio onde acredita-se que morava Miriam Carey, em Stamford, Connecticut, nesta sexta-feira (4), horário de Brasília. As autoridades reconheceram Carey, 34, como a mulher que atravessou barreiras da Casa Branca e do Capitólio dos EUA, ambos em Washington, com uma criança de um ano no carro. O ato levou a uma perseguição de policiais e agentes secretos que culminou na morte de Carey a tiros. A criança não foi atingida. John Minchillo/AP

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


53

ONU denuncia repressão à imigração ilegal após tragédia de Lampedusa A ONU denunciou nesta quinta-feira a política repressiva contra os imigrantes ilegais, ao inaugurar um diálogo de alto nível sobre imigração em Nova York no mesmo dia em que uma tragédia custou a vida de centenas de clandestinos na Itália. "Tratar a imigração clandestina unicamente com medidas repressivas pode provocar essas tragédias. Essas mortes poderiam ter sido evitadas", afirmou o relator especial da ONU sobre os Direitos dos Migrantes, François Crépeau, ao se referir ao naufrágio de uma embarcação repleta de africanos que tentavam chegar à ilha italiana de Lampedusa.

Nesta quinta, temia-se que o número de mortos ultrapassasse 300 pessoas, em uma das mais graves tragédias de imigrantes na Itália, ocorrida na costa da Sicília. Em seu discurso na abertura dos dois dias de debates sobre as migrações internacionais, na Assembleia Geral da ONU,

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


54 Crépeau questionou a "criminalização da imigração clandestina" e denunciou uma "paranoia" alimentada pelos políticos. Crépeau lembrou que "todos os imigrantes, em virtude de sua dignidade humana sem discriminação, estão protegidos pela lei internacional dos direitos humanos, em igualdade de condições com os cidadãos, sem que seu status administrativo ou situação importem". O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, fez um apelo para que sejam adotadas medidas que protejam os direitos dos milhões de imigrantes e que sejam reconhecidas as contribuições desse grupo para a sociedade. "É nossa responsabilidade coletiva tornar a imigração benéfica tanto para os imigrantes quanto para os país", afirmou Ban. Segundo números das Nações Unidas, há pelo 232 milhões de imigrantes internacionais. Na quarta-feira, o Banco Mundial (BM) anunciou que os imigrantes procedentes de países em desenvolvimento enviarão remessas no total de US$ 414 bilhões em 2013, 6,3% a mais do que no ano anterior. O BM afirmou que essas transferências foram "importantes" em todo o planeta, à exceção da América Latina e do Caribe, vítimas das "debilidades econômicas" nos Estados Unidos.

“Ninguém se importa com as pessoas que têm que escapar à escravatura da fome, que fogem em busca da liberdade e com muita dor. É frequente vermos que acabam por morrer da forma como se viu em Lampedusa. Hoje é um dia de lágrimas”, disse o Papa Francisco. jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


55

Papa diz em Lampedusa que a globalização leva à indiferença O Papa Francisco lançou, esta segunda-feira, na ilha italiana de Lampedusa, uma coroa de flores ao mar, em memória dos imigrantes ilegais que morreram na travessia do Mediterrâneo, e lançou duras críticas à globalização que "leva à indiferença".

foto ANDREAS SOLARO/AFP

Papa Francisco lançou uma coroa de flores ao mar

Depois de rezar uns minutos, Francisco lançou uma coroa com flores brancas e amarelas, cores do Vaticano, num barco da Guarda Costeira italiana, pouco antes de atracar no porto de Lampedusa, a 113 quilômetros da costa do norte de África. "Rezo por vocês e também pelos que não estão", disse o Papa a várias dezenas de imigrantes no porto de Lampedusa, auxiliado por um tradutor.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


56

Bispo de Roma apertou as mãos de imigrantes ilegais, muçulmanos e cristãos "Em vez de ser uma avenida de esperança tornou-se num caminho de morte, para os imigrantes", sublinhou mais tarde o Papa na sua homilia, durante a missa celebrada na ilha de Lampedusa, referindo também que "uma espinha ficou cravada no coração" quando teve conhecimento da morte de sete africanos ao tentar alcançar o território italiano. "Vivemos em bolhas de sabão" O Papa afirmou que o homem moderno é "confuso, não está atento ao mundo em que vive, não cuida e não guarda o que Deus criou para nós, nem mesmo para cuidarmos uns dos outros". "E quando a desorientação assume as dimensões do mundo ocorrem tragédias como estas", acrescentou. "Hoje ninguém é responsável por isto, perdemos o sentido de responsabilidade fraterna e caímos na hipocrisia, afirmou Francisco. O bispo de Roma disse que "a cultura de bem-estar leva-nos a acreditar em nós mesmos, torna-nos mais insensíveis ao clamor dos outros, vivemos em bolhas de sabão que são bonitas, mas nada mais, são a ilusão do fútil, do provisório, que leva à jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


57 indiferença para com os outros, a globalização leva à indiferença". "Estamos acostumados com o sofrimento dos outros, não nos afeta, não nos importamos, não cabe a nós", disso o Papa, acrescentado que a globalização da indiferença torna-nos todos inarráveis, responsáveis sem nome e sem rosto". Lampedusa, "porta da Europa" Francisco apertou as mãos de imigrantes ilegais, muçulmanos e cristãos, que chegaram nos últimos dias em barcos velhos à ilha de Lampedusa, que é também conhecida como "Porta da Europa". O Papa referiu que estava ali para recordar os mortos, para rezar por eles e para mostrar a sua proximidade e que a sociedade de hoje esqueceu-se de chorar e de lamentar pelas pessoas que morreram no Mediterrâneo. Havia muitas mulheres e crianças entre os imigrantes, que aproveitaram o momento para pedir ajuda à Europa. "Peçamos ao Senhor que nos dê graça de chorar pela nossa indiferença, pela crueldade do mundo, em nós e nas pessoas que no anonimato tomam decisões socioeconómicas a nível mundial que abrem caminho a dramas como este", concluiu. "Fugimos do nosso país por razões políticas e económicas", disse um jovem imigrante ilegal que entregou uma carta ao Papa. O barco atracou no porto Punta Favarolo, onde um grupo pequeno de autoridades locais esperava pela chegada de Francisco. O Papa celebrará hoje outra missa no campo desportivo Arena, na localidade de Salina, onde de manhã se encontravam vários milhares de pessoas. O altar foi construído com um dos barcos usados por imigrantes e o cálice foi esculpido por um artista de Lampedusa.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


58 O bispo de Roma chegou à ilha pouco antes das 09.00 horas locais (07.00 horas em Portugal continental), numa viagem que tem como objetivo mostrar ao mundo o drama da imigração. Ainda antes da sua chegada, ao início da manhã, uma embarcação com cerca de 166 imigrantes ilegais foi intercetada pela Guarda Costeira. Os 166 imigrantes foram conduzidos para um centro de acolhimento, onde outros 150 esperam ser enviados para outras cidades, sabendo-se que a maioria será repatriada.

CIGANOS:

A obsessão francesa

Durante a evacuação de um acampamento de ciganos perto de Lille (Norte), a 18 de setembro de 2013.

AFP Três anos depois de Nicolas Sarkozy, o Governo socialista francês é igualmente acusado pela UE de discriminação contra os ciganos. Esta questão é frequentemente tema de polémica pelo facto de reunir em si muitos dos problemas do país. Excertos. Eric Dupin

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


59 Toda a gente diz isso, mas, infelizmente, é verdade: é muito provável que a questão cigana venha a estar no centro das próximas campanhas eleitorais [municipais em França, em março de 2014, e europeias, em maio de 2014]. Desde já, vários candidatos às eleições autárquicas apoderaram-se do problema, numa tentativa de conquistar as preferências das populações locais. Segundo as estimativas do ministro do Interior, são apenas 20 mil os ciganos que vivem em território nacional. Contudo, nada menos de 70% dos inquiridos dizem estar “preocupados com a presença dos ciganos em França”. A questão dos ciganos é insistentemente evocada no debate públicoporque, à sua maneira, ela revela muitos dos problemas que atormentam o nosso país. O primeiro é a dificuldade do Estado em impor o respeito pela legalidade. De facto, é a instalação não controlada dos acampamentos ciganos que é rejeitada. Apesar de 86% das pessoas interrogadas se oporem à instalação, nas proximidades, de um acampamento previsto para esse efeito, os opositores a um acampamento de ciganos legal são apenas 44%. Por outro lado, a opinião pública mostrase irritada tanto com a lentidão com que os poderes públicos desmantelam os acampamentos ilegais, por estarem sujeitos ao peso dos procedimentos ou mesmo ao engenho dos ciganos, como com a ineficácia dessas medidas. Por um lado, os ciganos revelam, até extremos caricaturais, a dificuldade que a França tem em integrar as populações de origem imigrante e, por outro, traz à superfície, de uma forma igualmente crua, a ligação tão frequentemente estabelecida entre imigração e delinquência. No que se refere a este tema delicado, a negação ingénua entra em forte competição com a mais cínica das amálgamas.

Pânico e desconfiança Infelizmente, no caso dos ciganos, não restam dúvidas de que uma parte daqueles que vivem em França – e que não são de modo algum representativos do conjunto da comunidade cigana dos países de Leste – é versada numa série de tráficos ilícitos, que vão da mendicidade organizada à prostituição, passando por diferentes tipos de roubo.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


60 Estas realidades suscitam ainda mais pânico, na medida em que a desconfiança em relação aos “romanichéis” se mantém ancorada namemória popular. Marine Le Pen tomou devida nota de que o medo dos ciganos, nalguns casos instalados em zonas onde a imigração e a criminalidade são baixas, podia permitir ao seu partido aumentar a sua base de apoio.

A questão cigana põe igualmente em causa a Europa A questão cigana põe igualmente em causa a Europa. Das duas uma. Se não respeita os direitos dessa minoria e se torna culpada de discriminação contra esta, não se percebe o que está a Roménia – país de origem da maioria dos ciganos que se encontram em França – a fazer numa União Europeia, cujos valores não respeitaria. Mas, se isso não for verdade, não vemos qualquer razão para acolhermos em França uma população vulnerável oriunda na quase totalidade de outro país da União. Para além dos tráficos ilícitos que assentam em idas e vindas, a presença de um número elevado de ciganos resulta sobretudo de um tipo de imigração económica básica. A pobreza num país rico proporciona mais oportunidades. Também neste aspeto, as regras europeias contribuem para o problema. A liberdade de circulação e de estabelecimento é um dos grandes princípios da União. O desaparecimento, em 2014, das restrições que limitavam os direitos dos cidadãos romenos e búlgaros não deixará de envolver riscos, numa Europa economicamente tão heterogénea.

Ciganos fecharam-se sobre si mesmos Por último, o triste destino dos ciganos põe em destaque o forte contraste entre os belos discursos, que fazem a apologia da diversidade, e a rejeição da diferença, que se exprime cada vez com maior violência na sociedade. Para combater os preconceitos de que estes são alvo, o projeto nacional de direitos humanos Romeurope tem muito mais a fazer, além de emitir uma simples brochura.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


61

É inevitável que o medo do estranho, que tem um modo de vida tão diferente, seja profundo, numa sociedade afligida pela crise É inevitável que o medo do estranho, que tem um modo de vida tão diferente, seja profundo, numa sociedade afligida pela crise e já afetada pela pequena delinquência e pela deficiente integração das populações de origem imigrante. No entanto, os responsáveis políticos deveriam recordar tudo aquilo que os ciganos, vindos da Índia para Europa desde a Idade Média, sofreram ao longo da sua história. Da perseguição de que foram alvo em França e na Alemanha desde essa época distante à sua escravização na Roménia e até ao genocídio nazi, poucos foram os tormentos a que foram poupados. Essas desgraças levaram os ciganos a fechar-se sobre si mesmos, para usar um chavão que, neste caso, assume todo o sentido. A sua singularidade cultural, preservada como reação, contribuiu para os isolar. Além disso, quanto mais rejeitadas se sentem, maior é o risco de as pessoas desenvolverem comportamentos associais. Não será, evidentemente, no quadro de uma campanha eleitoral, que serão encontradas as vias e os meios para resolver um problema tão doloroso e complexo.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


62

Brasília: Segunda maior favela do Brasil está na capital Por Olivia Nascimento para Infosurhoy.com

A favela Condomínio Sol Nascente está passando por um processo de regularização do governo, mas ainda enfrenta problemas de tráfico de drogas e falta de infra-estrutura.

A favela Condomínio Sol Nascente abrange uma área de 16.000 m² e está localizado a 35 km de Brasília, capital do Brasil. (Monique Renne / CB / DA Press) favela Condomínio Sol Nascente abrange uma área de 16.000 m² e está localizado a 35 km de Brasília, capital do Brasil. (Monique Renne / CB / DA Press) BRASÍLIA , Brasil - Após cerca de 35 km do centro da política no Brasil, surgiu a segunda maior favela do país. A favela Condomínio Sol Nascente Ceilândia está localizado na região mais populosa do Distrito Federal, que tem 56.400

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


63 habitantes segundo o censo de 2010 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os assentamentos desorganizados faltam serviços básicos no Brasil, Sol Nascente Condomínio favela é a segunda maior do país, depois de Rocinha, no Rio de Janeiro, que tem 70 mil habitantes. Tal como acontece com Rocinha e de outras favelas no Brasil, os números do censo disputa do governo local e insiste em que mais de 100 mil pessoas vivendo em 35.000 casas Condomínio Sol Nascente. A favela tem uma área de 16.000 m² e em algumas áreas há risco de deslizamentos de terra e inundações. Originalmente, o site teve várias fazendas, e a terra estava em posse dos produtores locais de frutas e legumes. "No final de 1990, os proprietários de carros que usavam uma caneta da comunidade para manter suas carroças e cavalos começaram a construir cabanas na área", disse Carlos Botani, líder comunitário que coletaram dados para o estudo só Sol Nascente população oficial. "Ao mesmo tempo, as pessoas que ocupavam a terra [sem os proprietários] começou a se dividir e vender a terra." Um dos destaques do processo de transformação rural em um centro urbano ocorreu em 2000, com a criação do Sol Nascente Parque Housing Complex, uma tentativa do governo para regularizar a área.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


64 Moradores do condomínio Sol Nascente não têm acesso ruas pavimentadas suficientes e serviços de esgoto, devido ao crescimento rápido e confuso. o entanto, a favela já estava lá. Agora, a população local está enfrentando as consequencias da rápida ocupação do solo sem planejamento. Os principais problemas no Condomínio Sol Nascente são a falta de infra-estrutura e falta de segurança. Apenas 6% da população com acesso a saneamento básico Apenas 6% dos habitantes do Sol Nascente tem acesso a esgotos, de acordo com o Inquérito Domiciliar do Distrito 2013, realizada pela Companhia de Desenvolvimento do México. Vivendo nesse assentamento é muitas vezes sinónimo de isolamento. De acordo com um estudo realizado pela CODEPLAN, 90% das pessoas disseram que as ruas onde moram não são pavimentadas, e 94% disseram que não tinham calçadas. O lixo é outro grande problema. Coleta de resíduos de serviços de regular não chegar a 44% da população. Durante a estação chuvosa, a coleta de lixo não agravar o problema das enchentes. Sol Nascente moradores não têm acesso a serviços de saúde de qualidade e educação, uma vez que existem apenas quatro escolas públicas da região, e não há hospitais ou postos de saúde. Segurança: O roubo é o crime mais comum. jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


65 A insegurança é outro problema. Apesar do grande número de população, há delegacias de polícia e só tem três postos de polícia comunitária.

Vista geral do Sol Nascente : após três décadas de ocupação irregular e da ação de grileiros, a antiga área rural sofre com a falta de infra estrutura. Em Ceilândia, a região onde está localizado o Condomínio Sol Nascente, o crime mais comum é o roubo de pedestres. Durante o primeiro semestre de 2013 foram notificados 1.868 casos. A quantidade de furtos também foi alta, e 799 casos foram relatados durante os primeiros seis meses do ano. Durante o mesmo período também houve 80 assassinatos, 101 tentativas de assassinato e 73 estupros. Embora o Ministério da Segurança Pública não tem dados específicos sobre Condomínio Sol Nascente, o maior Carlone Batista da Silva, responsável pela supervisão da área, disse que a maioria dos crimes na região estão vinculados ao tráfico de drogas. "Os assassinatos em L Nascente estão ligados ao tráfico de drogas ou crimes de paixão", disse ele, ressaltando que a jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


66 polícia manteve a sua presença na favela. "Há delegacias e patrulhas em locais estratégicos. O que impede nossos esforços para criar uma sensação de segurança é a falta de infraestrutura [pouca luz e ruas não pavimentadas] ", disse ele. Regularização fundiária. Para o governo do Distrito Federal, a solução dos problemas do Condomínio Sol Nascente devem começar com um processo de regularização fundiária. Em 2011, o governo iniciou o processo de despejar famílias de áreas de alto risco, locais de drenagem e locais onde as instalações públicas seriam construídas. Até o momento, cerca de 250 famílias que vivem em dois blocos foram transferidos para outros lugares. O Distrito Federal recebeu R $ 220 milhões (EUA 97,5 milhões dólares) para projetos de infraestrutura, como pavimentação e instalação de um dreno de águas pluviais. Ao implementar as mudanças promovidas pelo governo, os moradores também estão participando em projectos de voluntariado. O Congresso aconselha Ealand dos Reis é um dos voluntários mais ativo dentro das Associação de Moradores Condomínio Sol Nascente, onde atua como Primeiro Secretário. "Devido à falta de políticas públicas de habitação, esta era a única maneira que encontrei para parar de pagar aluguel. Comprei um lote de terra que não tinha sido regularizada ", disse Reis, que se mudou com sua família para o Condomínio Sol Nascente há uma década. O trabalho da Associação de Moradores inclui receber comentários e sugestões dos moradores e apresentar suas demandas às autoridades. Uma das tarefas pelas quais são responsáveis dos Reis para aumentar a conscientização sobre o descarte de resíduos.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


67 "Nós incentivamos os moradores a deixar o lixo em locais específicos e apropriados, em horários específicos. É uma forma de atenuar o problema da falta de serviços de cobrança ", disse ele.

Saúde Frutas que retardam o envelhecimento Saúde e beleza feminina.com jhcMídiaDigital

Você certamente já ouviu falar muito que a beleza começa de dentro pra fora, isso é verdade creme, tratamento estético ajuda e muito, mas existem também alternativas que podem trazer ótimos benefícios para o nosso corpo afinal de contas nós mulheres fazemos o que for pra ficarmos mais belas e pra nos sentirmos bem com nós mesmas não é? O fato é que a maioria das pessoas ainda desconhece o poder que tem certos alimentos para a saúde e para a aparência da pele, dos cabelos e recorrem a tratamentos estéticos quando precisa de uma solução rápida e sem muito trabalho, porém alguns desses tratamentos custam um pouco mais caros e em alguns casos quando terminam ou é interrompido o problema acaba voltando. Então, quero dizer que vale a pena investir em uma alimentação bem regrada á base de frutas. O benefício é imenso esses alimentos podem atuar em várias áreas do nosso organismo combate o envelhecimento precoce, nutrem o cabelo dá brilho, controla o peso, o humor e até doenças crônicas como diabetes, hipertensão e câncer atuam na regeneração do tecido, na cicatrização da pele e em casos de acnes severas. A lista de alimentos que fazem bem ao nosso corpo e mente é imensa para começarmos vamos falar de algumas frutas que contém essas qualidades e que são altamente eficientes e saborosas. jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


68 Algumas frutas como

Acerola= Que tem um grande teor de vitamina C maior até que o da laranja onde é responsável pela produção de colágeno, combate a anemia e acelera o processo de cicatrização combate os radicais livres dá resistência aos ossos, possui minerais, ajuda a combater a gripe e o reumatismo. Também contém as vitaminas A, B2, B3, C e é rica em cálcio, fósforo e ferro, é fonte de potássio o que ajuda no controle da pressão arterial e mais pode diminuir a taxa do colesterol! A vitamina A atua na sensibilidade da retina, Vitamina B2 contribui na pigmentação da nossa pele,Vitamina B3 controla o metabolismo e a produção de esteróide em nosso organismo.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


69

Banana= Ela ajuda no combate a acne ajuda a controlar a pressão arterial, melhora o sono, contémvitaminas a, c do complexo B no que ajuda a saúde dos cabelos e pele B6 e B12, ajuda no combate as câimbras, possui três tipos de açucares são eles: a sacarose, a glicose e a frutose que juntamente com a fibra da banana prata lhe dará a energia necessária para realizar trabalhos pesados como na academia. Também possui vitamina B1, B2, fósforo, magnésio, cálcio e ácido fólico. Possui uma substância chamada de serotonina que melhora o humor e nesse caso ajuda a combater a depressão.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


70

Abacate= Contém vinte e cinco nutrientes essenciais para nossa saúde é muito útil no combate ao reumatismo, colesterol, e diabetes, porém é muito calórico e para quem está de dieta é melhor que se evite o consumo. Mas apesar de ser gorduroso seu consumo moderado contribui para o aumento do HDL (colesterol bom para o coração) É rico em vitaminas A, B1, B2, E sais minerais também possui ferro que combate a anemia, magnésioque ajuda no metabolismo da glicose e cálcio que é bom para dentes e ossos e lembrando ainda que esses três oxidantes atuam no antienvelhecimento e ajuda na prisão de ventre e distúrbios intestinais.A vitamina E também é responsável pela proteção dos tecidos do nosso corpo. O abacate é rico em óleos e vitaminas que ajuda a restaurar e conservar a saúde dos cabelos e pele por tanto ele nutre e dá brilho. E ideal para ser usados em cremes para o rosto, cabelos e ser consumidos em vitaminas.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


71

Frutas vermelhas=Essas frutinhas são sinônimos de saúde, amora, morango, framboesa, Bluberry, Romã, cranberry são ricas em vitamina A e C, fibras folato e sais minerais. Possuem baixo teor calórico ideal para auxiliar nas dietas e concentram uma grande quantidade de água também. Combatem os radicais livres que são responsáveis pelo envelhecimento precoce e doenças crônicas como: diabetes, hipertensão e até células cancerígenas Melhora o humor e a depressão, e ajuda nos sintomas da menopausa e é indicado o consumo in natura se preferir adicione ao iogurte e cereais matinais, opções deliciosas. Resumindo, pessoal é uma verdadeira fonte da juventude. Que maravilha!

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


72

Uva= As uvas tem grande quantidade de carboidratos o que nos dá energia, rica em vitaminas A B e C, possui uma substância conhecida como resveratrol que ajuda no combate do colesterol, previne a formação de coágulos e tromboses. É ideal para quem pratica exercícios, pois combate o cansaço, baseado em estudos a uva verde ajuda no clareamento da pele. Uma substância chamada de flavonóides presente na casca da uva rosa aumenta a resistência do cabelo hidrata a pele e possui ação antiinflamatória, além do que as uvas verdes ajudam no clareamento da pele e também combate o envelhecimento.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


73

Maracujá= o maracujá é rico em vitamina c e do complexo b sais minerais além de fibras, potássio e sódio e entre outros nutrientes. Através da casca é feito uma farinha que combate o colesterol e as taxas de glicose no sangue, ajuda a emagrecer O intestino funciona melhor por causa das fibras existentes, é um ótimo cicatrizante e previne o envelhecimento precoce.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


74

Limão=é ótimo cicatrizante, a partir da sua casca que contêm substâncias que auxiliam no controle do peso melhora a taxa do colesterol, ajuda no desânimo e na ansiedade e por ser cítrico tem função anticancerígena. Ele também possui antioxidantes que combatem os radicais livres nos livrando doenvelhecimento precoce. É recomendado um copo de suco de limão por dia de preferência pela manhã.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


75

Laranja= é rica em ácido fólico, pectina flavonóides vitamina c e antioxidantes ideais para atrasar o envelhecimento da pele o ácido cítrico existente na casca. É excelente no clareamento da pele em alguns casos pela exposição excessiva ao sol, combate o ressecamento, hidrata a pele e ajuda a combater a acne evitando que volte mais vezes o suco pode ser usado para combater a caspa em excesso.

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


76

Abacaxi=Essa fruta tropical tem como vitamina do tipo c e do complexo b, betacaroteno, fibras e vários minerais e bromelina, essa substância se concentra na parte central da fruta, atua no combate a acne,estimula na produção de colágeno deixando assim a pele mais firme, reduz a oleosidade da pele e tem uma melhora significativa em casos alérgicos. O abacaxi é bom para fazer a digestão não retém líquido isso é ótimo na fase de emagrecimento.

É isso pessoal vamos aproveitar ao máximo o que esses alimentos nos oferecem saúde, alegria e vida longa!

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


jhcMídiaDigital 77

Edição 36

Ano 2013

Contato WWW.jhcmidiadigital.com Cel: 98178-5433

jhcMídiaDigital

Edição 036

Ano 2013


Revista jhcmídiadigital trigésima sexta edição