Issuu on Google+

10 de julho de 2012

Ano I - Edição 28 - STI e Foz do Iguaçu - 10/07/12 - R$ 1,00

Arraiá da melhor idade leva animação para as ruas de Santa Terezinha

Conselho da Comunidade vai receber moção de aplauso na Câmara Municipal de Foz Página 2

Causos do Rio Grande - O Duelo Página 5

PRF prende passageiro com duas pistolas 9MM em STI Página 6

Escritório da Amop em Itaipu terá foco na captação de recursos governamentais Página 7

Em Foz, vacinação contra pólio atinge a meta Página 8

Desfile, casamento caipira, quadrilha, barraquinhas e muita animação, esses foram alguns dos muitos ingredientes do Arraiá da Melhor Idade de Santa Terezinha de Itaipu. O desfile partiu da rua Adolfo Lolato, seguindo Página 3 pela rua 1° de Maio e Avenida dos Estados, até o CIAMI.

Lindeiros e Itaipu abrem concurso sobre boas práticas ecopedagógicas A valorização das práticas ecopedagógicas nos municípios da Bacia do Paraná 3 (BP3), com o intuito de disseminar as idéias para outros espaços educativos, garantindo a melhoria da qualidade de vida e a qualidade socioambiental das pessoas é o principal objetivo do concurso “Boas Práticas Ecopedagógicas da BP3”, que está com inscrições gratuitas abertas. Para cada espaço educativo, a premiação será no valor de R$ 1.200 para uso exclusivo no desenvolvimento e aprimoramento do proPágina 4 jeto premiado.


Geral

2

10 de julho de 2012

Conselho da Comunidade vai receber moção de aplauso na Câmara Municipal de Foz

A entidade auxilia o Poder Judiciário e o Ministério Público na execução, fiscalização das penas e oferece assistência aos presos e seus familiares No próximo dia 12, às 8h30, no plenário Ignácio de Sá Sottomaior, o Conselho da Comunidade na Execução Penal será homenageado com uma moção de aplauso. A iniciativa do vereador Paulo Rúbio (PDT), destaca os 17 anos de existência do Conselho e os excelentes serviços prestados. A presidente da entidade, advogada Luciane Ferreira, destacou a importância da outorga. ”Receber esta homenagem da Câmara de Vereadores é o reconhecimento da sociedade ao trabalho que os voluntários do Conselho da Comunidade de Foz do Iguaçu desenvol-

vem. Esperamos que, com esta valorização, mais pessoas e entidades passem a colaborar conosco nas iniciativas voltadas aos presos, egressos e familiares”. O órgão de Execução Penal foi instituído na Comarca de Foz do Iguaçu no dia 29 de março de 1995 pelo Juiz Corregedor dos Presídios, Doutor Ruy Muggiati. A sede do conselho da Comunidade fica na Av. Pedro Basso, 1001 – 2º andar – Fórum Estadual. Tel/ Fax: (45) 3026-1645 ou (45) 3522-3212.

Objetivos do Conselho: A entidade auxilia o Poder Judiciário e o Ministé-

rio Público na execução e fiscalização das penas e oferece assistência aos apenados e aos presos recolhidos em cadeias e presídios, integrando-os ao meio social. Os familiares dos detentos também recebem assistência. O Conselho também atua para humanizar o tratamento aos presos; assegurar o respeito à integridade física e moral; propiciar condições à concretização dos direitos dos presos; melhoria do sistema carcerário local; motivar a comunidade a participar da ressocialização dos presos; registrar as pastorais carcerárias; trocar experiências e infor-

mações com entidades congêneres; promover cursos e aperfeiçoamento dos servidores dos presídios; fiscali-

zar a observância do princípio da gratuidade de todos os atos praticados por autoridades e servidores

nos presídios e assumir a administração direta dos presídios, se para isso for convocada.


Geral

10 de julho de 2012

3

Arraiá da melhor idade leva animação para as ruas de STI  

Da assessoria Fotos: Da assessoria

Desfile, casamento caipira, quadrilha, barraquinhas e muita animação, esses foram alguns dos muitos ingredientes do Arraiá da Melhor Idade de Santa Terezinha de Itaipu. O evento que ocorreu na última quarta-feira, 4, começou às 13h com um belo desfile que iniciou na rua Adolfo Lolato, seguindo pela rua 1° de Maio e Avenida dos Estados, até a chegada no Centro de Apoio Integrado a Melhor Idade (CIAMI). Durante a passeata o grupo inovou e encantou todos que tiveram a oportunidade de assistir o evento. Em caminhões, pedalando as bicicletas enfeitadas, ou mesmo festando no chão. Mas se a opção era não sair do carro, que tal um buzinaço? Na chegada ao CIAMI, como de tradição, foi realizado o casamento caipira e logo em seguida a quadrilha. De acordo com a Secretária de Assistência

Social, Varnise Wiest esse é o terceiro ano o arraiá da melhor idade realiza o desfile, contudo, a deste ano foi a maior em números de participantes e de inovações. Ainda de acordo com Wiest, o CIAMI recebeu mais de 450 pessoas, entre idosos participantes da festividade e parentes. “O grupo da melhor idade gosta de realizar atividades diferentes, por isso nós nos preocupamos em realizar esse tipo de evento, para que os nossos idosos fiquem em constante atividade, o que garante a eles mais qualidade de vida e saúde”, salientou. Terezinha e Constantino Pereira que participaram do desfile com suas bicicletas enfeitadas chamaram a atenção do público pela criatividade. É o segundo ano que o casal porto-alegrense participa do evento, eles afirmaram que encontraram no município a qualidade de vida que almejavam. “Aqui nós temos toda a assistência que precisávamos para viver com qualidade, são vários benefícios que nos possibilita uma

vida mais saudável. Por isso, eventos como o de hoje não podem terminar nunca, foi maravilhoso”, relataram. De acordo com o Presidente da Associação da Melhor Idade Amor e Carinho (Amiac), Normélio Hermann, o arraiá da melhor idade vêm melhorando a cada ano. “Para a turma da terceira idade todos os eventos proporcionados são satisfatórios, e eles adoram”, afirmou.

Na chegada ao CIAMI tivemos a apresentação do animado casamento caipira

Terezinha e Constantino Pereira optaram pela Quatro caminhões carregados de alegria criatividade e levaram os cachorrinhos para o desfile desfilaram nas principais ruas da cidade


4

10 de julho de 2012

Geral

Lindeiros e Itaipu abrem concurso sobre boas práticas ecopedagógicas Ciliany Perdoná AI/Conselho dos Lindeiros  Fotos: Da assessoria 

A valorização das práticas ecopedagógicas nos municípios da Bacia do Paraná 3 (BP3), com o intuito de disseminar as ideias para outros espaços educativos, garantindo a melhoria da qualidade de vida e a qualidade socioambiental das pessoas é o principal objetivo do concurso “Boas Práticas Ecopedagógicas da BP3”, que está com inscrições gratuitas abertas a partir desta terça-feira, dia 10. Representantes dos espaços educativos dos 29 municípios da região interessados em participar, deverão encaminhar o projeto - com tema livre - para o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu até o dia 10 de setembro, data em que serão encerradas as inscrições. A seleção dos trabalhos será realizada no mês de outubro pela comissão avaliadora e a divulgação dos resultados acontecerá em novembro, durante o 10º Encontro Cultivando Água Boa, em Foz do Iguaçu. Consta no regulamento que o concurso abrange ex-

clusivamente os espaços educativos dos municípios da BP3 que foram representados em pelo menos, uma das etapas do processo formativo denominado “A escola e a cultura da sustentabilidade”, realizado entre 2010 e 2011. O material inscrito deverá conter no mínimo oito páginas e no máximo 15, sendo norteado pelos princípios da Carta da Terra, do Tratado de Educação Ambiental e outros documentos planetários. De acordo com a gerente da Divisão de Educação Ambiental da Itaipu, Leila Alberton, as equipes pedagógicas das escolas e dos centros municipais de educação infantil têm se mostrado interessadas em mostrar suas ações, valorizando as práticas ecopedagógicas em seus espaços educativos, mesclando as ações do Cultivando Água Boa. “Esperamos que o efeito mandala aumente cada vez mais e o resultado seja a melhoria da qualidade de vida das pessoas”. O concurso é uma iniciativa do Conselho dos Municípios Lindeiros e Secretarias Municipais de Educação da BP3, com apoio da Itaipu Binacional.

Cartilhas de Ecopedagogia contribuem como instrumento de auxílio para a formação nos espaços de educação

Premiação Serão premiados os melhores projetos de cada município, sendo: um projeto nos municípios com até quatro espaços educativos participantes; dois nos municípios com até 15 espaços educativos; três nos municípios com até 30, e quatro projetos nos municípios com mais de 31 espaços

educativos participantes. Para cada espaço educativo, a premiação será no valor de R$ 1.200 para uso exclusivo no desenvolvimento e aprimoramento do projeto premiado. As equipes promotoras dos trabalhos selecionados terão como recompensa um passeio a bordo do Kattamaran (Catamarã) no Lago de Itaipu, com data a definir.

Ser viços Os projetos devem ser encaminhados até 10 de setembro, para o escritório do Conselho dos Municípios Lindeiros, localizado na Avenida Brasil, 166, bairro Baixada Amarela, em Santa Helena. Mais informações podem ser obtidas com o coordenador da Rede de Educação Ambiental Linha Ecológica, Mauri Schneider, pelo telefone (45) 3268 2489, ou mauribio@yahoo.com.br

Oficinas de formação continuada de professores em educação ambiental: “A escola e a cultura da sustentabilidade”


10 de julho de 2012

5

Prosa & Mate e-mail: prosaemate_sti@hotmail.com

Causos do Rio Grande - O Duelo Silvio Genro  Foto: Divulgação 

O tordilho batia cascos num trote largo que, às vezes, quase virava em galope... Era sempre assim. O cavalo e ele sabiam de cor e salteado o caminho de volta aos pagos. Por vezes, parecia até que o matungo adivinhava seus pensamentos: O rumo do rancho, ao pé do cerro grande. O abraço da china velha, largo em saudade. O amor sem idade, no coração feliz. O alvoroço dos piás, catando caramelos nos bolsos fundos das suas bombachas. A festa dos cuscos das casas, lhe esperando na porteira. As lembranças batiam cascos num trote largo que, às vezes, quase virava em galope... Finado Amarante, antes de se tornar finado, era tropeiro. Diz que dos mais afamados daquelas bandas, desde o arroio Ibirocai até a costa do Toropasso. Na verdade, era apenas mais um em terra de muitos e bons tropeiros. Sabia disso, mas gostava por demais da sua lida. Nunca extraviara um bicho sequer em anos e anos de idas e vindas tocando tropas por diante. A china velha, zelosa, volta e

meia rezingava com ele dizendo que tinha mais cuidados com o gado do que com ele próprio. Mas, esse era o seu trabalho e isso era a sua vida. E nem sol de fogo ou chuva de pedra. Nem seca braba ou enchente grande. Nada detinha sua sina de entregar a tropa ao dono, gorda e sã de lombo. Pois, mais do que seu ofí-

cio, era sua obrigação! O orgulho batia cascos num trote largo que, às vezes, quase virava em galope... Finado Amarante, antes de se tornar finado, acostumara-se à rotina das tropas. Ao ritual chucro das reses. Ao berro triste do gado. Nunca fizera outra coisa em seus cinqüenta e pico de anos. Mas, esse era o seu mundo e só assim era feliz. Tropa entregue no destino e mais uma missão cumprida. “No mas”, era dar de rédeas ao tordilho e repisar o caminho de volta ao aconchego dos seus, qual ave voltando ao ninho.

O rumo do rancho. O abraço da china. O alvoroço dos piás. A festa dos cuscos. A saudade batia cascos num trote largo que, às vezes, quase virava em galope... Agora, mais uma vez, voltara a ser patrão do seu tempo. A chuvarada de ontem transformara-se em garoazita de molhar bobo. E bueno, ele e o tordilho já eram vaqueanos dessas cruzadas de varar enchente a nado. Os dois conheciam bem os segredos e mistérios dos arroios da querência. Artérias pulsantes da pampa, serpenteando pelos campos, matando sede de bicho e gente, cumprindo sua singela sina de levar vida aos rios. Finado Amarante, antes de se tornar finado, aprendera a respeitar os arroios para assim poder vencêlos. Sabia bem onde morava o perigo dos redemoinhos e seus abraços traiçoeiros. Os mapas das correntezas com seus atalhos profundos e seus caprichos fatais. Conhecia cada arroio da querência como a palma calejada da sua mão. Naquele mesmo dia, já bandeara o Carumbé e suas tantas armadilhas feitas de pedras e águas. Já cruzara o Pindaí - um fiapo d’água nas seca, mas um gigante na enchente que sabe se fingir de man-

so para afogar um vivente. Só lhe faltava varar o velho arroio Toropasso. Com seu Passo do Lajeado estrebuchando de água. Despontando além do mato. Furioso, invadindo campos. Voraz, devorando cercas. Na força da correnteza a mesma força da tropa. O arroio era o tropeiro! A enchente batia cascos num trote largo que, às vezes, quase virava em galope... Pensou em apear do pingo e esperar mais um pou-

co. Pitar um ou dois palheiros, até as águas se amansarem. Total, já estava tão perto e o rancho era logo ali. Ah! Mas a saudade foi mais forte do que o medo da enchente... Mal convidou o tordilho e já se meteram n’água, velhos parceiros que eram de varar arroio a nado e sair do outro sem nem molhar os pelegos! A enchente batia cascos num trote largo que, às vezes, quase virava em galope... Uns dizem que foi descuido. Outros, que foi cora-

gem demais. E alguns até condenaram as águas do Toropasso onde o finado Amarante de saudade se afogou. Restou a cruz de madeira no Passo do Lajeado, meio escondida na sombra dos espinilhos e touceiras de unha-de-gato, lembrando o último duelo entre o arroio e o tropeiro, num fim de tarde de Agosto. E até hoje, somente a china velha com seu coração de viúva sabe, mais do que ninguém, que o arroio não teve culpa.


6

Pensando em Abraão Existem tantas coisas preciosas na vida do patriarca Abraão! Há tanto que dizer a seu respeito! Precisamos compartilhar isto com a juventude, que sempre está em busca de modelos de vida e de pessoas a quem possa ou deva imitar. Abraão recebeu uma chamada singular da parte de Deus, Gn 12:1-3; Js 24:3; Ne 9:7. Ele entendeu, acreditou, valorizou e cumpriu sua chamada. Abraão foi honrado por Deus com uma extraordinária aliança, Gn 15; 17:1-22; Mq 7:20; Lc 1:73; Rm 4:13; 15:8; Hb 6:13, 14. Ele honrou essa aliança enquanto viveu. Abraão acreditava em anjos e não considerava heresia poder vê-los, Gn 18:1-16; 22:11, 15; 24:7. Ele sabia distinguir anjos de anjos, ou seja, ele conhecia o Anjo do Senhor. Abraão sabia que toda vida de comunhão com Deus deve estar predisposta para o sacrifício, Gn 22:1-19; Hb 11:17; Tg 2:21. Abraão deu o dízimo de TUDO para Melquisedeque. Mais tarde, Deus o abençoou em TUDO, Gn 24.1. Ele conhecia e praticava a lei da semeadura e da colheita. Abraão foi distinguido entre os mortais com o título de amigo de Deus, Is 41:8; II Cr 20:7; Tg 2.23. Essa amizade foi honrada por ambos os lados e ainda hoje é uma inspiração para todos nós. Abraão foi na verdadeira expressão da palavra um homem piedoso, Gn 12:7, 8; 13:4, 18; 18:19; 20:7; 21:33; 22:3-13; 26:5; Ne 9:7, 8; Rm 4:16-18; Is 41:8. Abraão deixou-nos um legado de várias qualidades e virtudes. Certamente uma das mais destacadas foi sua fé, Gn 15:6; Rm 4:1-22; Gl 3:6-9; Hb 11:8-10,17-19; Tg 2.2124. Abraão é um convite a uma vida devotada a Deus. Sigamos-lhe o exemplo. Cada vez os homens se mostram mais infiéis. A cada dia brilha muito mais a fidelidade de Deus. Jamais teremos motivos para duvidar das palavras, das promessas ou das alianças de Deus. Elas possuem e são acompanhadas da plena fidelidade do Senhor. Esperemos com paciência. Creiamos com perseverança. Busquemos com total confiança. Tudo que Deus tem falado se cumprirá inevitavelmente. Deus É eternamente fiel.

Geral

10 de julho de 2012

PRF prende passageiro com duas pistolas 9MM em STI No final da tarde de sábado (07), por volta das 17:30 horas, agentes da Policia Rodoviária Federal, em serviço no Posto de Fiscalização da PRF no Km 714 da BR 277, em Santa Terezinha de Itaipu apos abordagem de rotina abordaram o ônibus Volvo / Mpolo Viaggio R, com placas da Cidade de Belo Horizonte/MG, que realizava o itinerário Foz do Iguaçu á Belo Horizonte. Na revista pessoas e nas bagagens dos passageiros, foi logrado êxito em encontrar duas pistolas, calibre 9mm, e 100 munições do mesmo calibre com o passageiro identificado pelas iniciais G.H.N. de 22 anos de idade. Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao G.H.N. e encaminhado a Delegacia da Policia Civil

da Cidade de Santa Terezinha de Itaipu, onde o foi autuado em flagrante pelo

crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, ficando temporaria-

mente a disposição da justiça na carceragem da delegacia local. (JTP)

BR 277 foi interditada para detonação de rochas A BR-277 entre Matelândia e Medianeira foi interditado ao meio-dia de hoje (08) para a detonação de rochas, necessária para as obras de duplicação do trecho. Segundo Silvio Caldas, Gerente de Engenharia da Ecocataras (concessionária que administra o trecho), foram cerca de dois mil quilos de explosivos, distribuídos em 230 pontos diferentes. Conforme estava previsto a detonação aconteceu exatamente ao meio-dia. Logo após a explosão, várias máquinas da empresa responsável pela terraplenagem começaram o trabalho de remoção das pedras que ficaram espalhadas pela pista. Segundo a concessionária, o material retirado do local, cerca de 8,2 mil metros cúbicos de pedras, será utilizado na própria duplicação.

As obras de duplicação estão dentro do cronograma previsto, foi o que garantiu Silvio Caldas. "O prazo previsto para o fim das obras é junho de 2013, mas que poderá ser antecipado, se tudo

ocorrer de acordo com o planejamento", afirmou Caldas. Nesta etapa os trabalhos estão divididos em três fases: de terraplenagem, drenagem e de implantação

dos viadutos. Ao todo, serão quatro viadutos construídos no perímetro urbano de Medianeira. Dois deles já estão em obras e o terceiro deverá iniciados nos próximos 15 dias. (JTP)


Sonhos e fantasia Às vezes demora para “cair a ficha”, e às vezes dói pra caramba descobrir que nada, ninguém e nenhum objeto são mais importantes que o seu bem-estar. Infelizmente, a grande maioria das pessoas precisa passar por experiências dolorosas antes de perceber a sua “real importância e responsabilidade” no seu modo de vida. Passamos e perdemos muito tempo jogando a nossa felicidade nas mãos de terceiros; seja no amor, no trabalho e até na família. Criamos fantasias, e fantasias são diferentes de sonhos. O sonho é aquela mola que nos impulsiona, nos empurra para a frente, nos dá força para lutar por objetivos. Já ás fantasias são frutos de nossa carência emocional e normalmente são desejos fugazes. Sabe a criança que pede um brinquedo, pula, grita, berra no supermercado, e quando ganha, brinca meia hora e joga num canto qualquer? Isso é a fantasia, ou caprichos do orgulho. Será que o seu desejo de hoje, aquilo que anda fazendo você sofrer, não é apenas uma fantasia? Será que você não esqueceu da pessoa mais importante na sua vida - você mesmo - e está maltratando seu coração, sua saúde e seu lado espiritual com idéias e conceitos que só trazem sofrimento? Hoje o desafio é comprar um presente para você. Pode ser aquela caneta de R$ 1,99... O importante é o valor que você vai dar para o ato, para o presente e, principalmente, para você mesmo. Tudo isso é só para lembrar o quanto você é importante e o quanto você pode fazer diferença. Cuide-se! Wagner Pacheco (Texto original-rivalcir Liberato)

Geral

7

Escritório da Amop em Itaipu terá foco na captação de recursos governamentais O escritório regional da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), em parceria com Itaipu Binacional e Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), que será instalado dentro da usina, terá foco na captação de recursos governamentais. Outra preocupação será capacitar o corpo técnico das prefeituras para a elaboração de projetos. O assunto será discutido em reunião marcada para a próxima terça-feira (10), no Parque Tecnológico Itaipu (PTI). A iniciativa integra uma série de ações previstas no acordo de cooperação assinado no final de maio por Itaipu, FPTI e Amop, durante a 5ª Assembleia Geral Ordinária da associação. De 26 a 28 de junho, no PTI, já houve um primeiro treinamento para o Sistema de Gestão de Convênios e Repasses do Governo Federal (Siconv), principal ferramenta para captação de verbas do orçamento da União. “Qualquer dinheiro que você queira hoje, de qualquer ministério, seja da Saúde, da Educação, da Justiça, é obrigatório entrar pelo Siconv. Não há outro caminho. Por isso, os gestores públicos devem conhecer o sistema”, explicou

Foto: Itaipu Binacional

10 de julho de 2012

Treinamento de gestores públicos para o Siconv, realizada na última semana, no PTI: capacitação

Herlon Goelzer de Almeida, assistente do diretorgeral de Itaipu e coordenador do Sistema de Gestão da Sustentabilidade (SGS). Segundo ele, o sistema é complexo e exige qualificação. Isso faz com que somente os municípios de médio e grande porte consigam aprovar projetos e captar recursos federais. “O que nós queremos é ampliar o conjunto de benefícios para a população da região e, para isso, é fundamental que os pequenos municípios também tenham capacidade de captar recursos. Dinheiro federal para bons projetos não falta”, completou. Na assinatura do termo de cooperação, no final de maio, o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, destacou que a aproximação com os municípios visa promover o desen-

volvimento regional sustentável, com o fortalecimento das políticas públicas e a disseminação de boas práticas. “A Itaipu já apoia os municípios da Amop há bastante tempo. Agora, queremos dar continuidade a esse apoio, mas trazendo cada vez mais inovação”, afirmou.

Representatividade O treinamento da semana passada, realizado no polo presencial da Universidade Aberta do Brasil (UAB), teve apoio do Ministério do Planejamento. Ao todo, 72 pessoas participaram do curso, representando 38 municípios da região. De acordo com Nayara Parisoto Boiago, responsável pelo Departamento de Relações Institucionais da Amop, a capacitação tem como objetivo fazer com que os dirigentes conheçam na prática o funcionamento da ferramenta e atuem como multiplicadores em suas respectivas prefeituras. “É necessário o conhecimento de todas essas informações disponibilizadas pelo governo e fazer disso um melhor método de trabalho”, destacou.

A técnica de informática e instrutora nacional do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Lúcia de Fátima Schorsin Schreiber, foi responsável por ministrar o treinamento. Segundo Lúcia, o trabalho começou há três meses, por meio de reuniões da Amop com representantes do Ministério do Planejamento. “Detectamos a necessidade desse tipo de treinamento que visa favorecer as atividades dos municípios da região”, completou. Uma das participantes da capacitação, Luzia Gildo Bonjour dos Santos, da Secretaria de Administração e Planejamento de São Pedro do Iguaçu, ressaltou a importância do encontro. “Esse tipo de conhecimento é muito importante, pois saber utilizar o sistema é fundamental para o desenvolvimento de nossos municípios”. Entre os dias 17 e 19 de julho, está programada uma nova capacitação sobre o sistema. Dessa vez, além de representantes da Amop, o público-alvo também será formado por colaboradores da Fundação PTI e de outros parceiros do parque. (JIE)


As famílias inscritas no cadastro único para programas sociais do governo federal e que possuam renda familiar de até um salário mínimo, R$ 622, já podem aderir ao novo plano de assinatura básica mensal de telefone fixo com tarifa reduzida, o telefone popular. O telefone popular dá direito a uma franquia mensal de 90 minutos para chamadas locais e telefones fixos e a taxa varia entre R$ 12,62 e R$ 14,80, de acordo com os impostos de cada estado. O serviço pode ser contratado em qualquer concessionária do serviço de telefonia fixa local (Oi, Telefônica, Sercomtel ou CTBC). As regras estabelecidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para o telefone popular vigoram desde quarta-feira (4), quando foram publica-

Júnior Santos/Tribuna do Norte

Famílias com renda de até um salário mínimo já podem aderir ao telefone popular

das no Diário Oficial da União. Para o superintendente de Universalização da Anatel, José Gonçalves Neto, a adesão ao novo plano tem outras vantagens além da franquia. “O telefone popular vai também propiciar a inclusão de um maior número de pessoas de baixa

renda em outros serviços, como a banda larga popular”, afirmou. A primeira etapa da implementação do telefone popular começou no dia 8 de junho e seguirá por um ano. As famílias que tiverem renda familiar de até dois salários mínimos também poderão contratar o

novo serviço, mas somente a partir de junho de 2013. E em 2014, as demais famílias incluídas no cadastro único para programas sociais poderão ter acesso ao telefone popular. “A estimativa é que 16 milhões de famílias sejam beneficiadas com o telefone popular até 2014”, disse o superintendente. Caso a pessoa não esteja incluída no cadastro, pode solicitar o seu credenciamento no centro de atendimento, discando 103 e o código de seleção da concessionária do estado. O superintendente ressaltou ainda que “a partir deste mês, todas as pessoas inscritas no cadastro único, ou seja, em torno de 11,5 milhões de famílias que moram em área urbana, vão receber um comunicado em seus domicílios explicando como se pode aderir ao serviço”.

CLASSIFICADOS JC  VENDE-SE CASA COM 123 M² NO JARDIM EUROPA EM FOZ DO  VENDE-SE UMA MOTO TWISTER 2002 - 2003. INTERESSADOS IGUAÇU. 02 QUARTOS, 01 SUITE, GARAGEM PARA 02 CARROS. LIGAR NO TELEFONE 9974.4497.ACEITA-SE TROCA POR CARRO TERRENO QUITADO. INFORMAÇÕES LIGAR NO FONE: 9969-1405 MESMO VALOR.  MOTO TITÂN, COR AZUL, ANO 2008 INTERESSADOS LIGAR NO  VENDE-SE UM TERRENO COM 520 M² COM CASA - NO PARFONE:9972-9249 FALAR COM MAURO. QUE DOS ESTADO, TERRENO BEM LOCALIZADO, DE ESQUINA .  VENDE-SE CASA COM 02 QUARTOS, SALA, COZINHA COM ÁR- INTERESSADOS LIGAR NO FONE: 9102-0530 MÁRIOS E PIA PLANEJADOS, BANHEIRO COM BOX, ÁREA COM CHURRASQUEIRA E PIA, LAVANDERIA FICA AO LADO DO GINÁSIO  VENDE-SE UM CORSA SEDAN COR PRATA, FLEX COMPLEDE ESPORTES NATALINO SPADA. INTERESSADOS ENTRAR EM TO. ANO 2002 MODELO 2003. INTERESSADOS LIGAR NO FONE: 3541-3691 OU 8407-9697 COM ILDO CONTATO COM LUCY PELO FONE: 9129-3125.  VENDE-SE UM TERRENO COM DUAS CASAS DE ALVENARIA.  TROCA-SE MOTO TWISTER 2002 - 2003. POR CARRO MESMO

LOCALIZADO NO BAIRRO CURITIBANO. INTERESSANDOS ENTRAR VALOR. INTERESSADOS LIGAR NO TELEFONE 9974.4497 EM CONTATO PELOS FONES: 9931-2314 OU 9122-6329 ACEITA-SE  VENDE-SE UM TERRENO EM SÃO JORGE - SMI PROPOSTA  VENDE-SE UM TABLET 4 G - TELA DE 5 POLEGADAS - SEMI- COM 1000M² QUITADO. INTERESSADOS LIGAR NO FONE: 9997NOVO COR BRANCO INTERESSADOS LIGAR NO FONE: 91445506 9146 - FALAR COM VANETE FALAR COM ISADORA  VENDE-SE MOTO YAMAHA FAZER 250 CILINDRADAS, ANO 2011/

 VENDE-SE UMA CASA NO CONJUNTO CATARATAS. CASA DE 2012, COR VERMELHO, COM 5,700 Km RODADOS ÚNICO DONO,

LAJE,NOVA, COM 70 METROS QUADRADOS. INTERESSADOS EN- POR APENAS 6,500 MAIS 15 PARCELAS DE 210, INTERESSADOS TRAM EM CONTATO COM O TELEFONE 9974-4497 LIGAR 9810-5944 OU 3541-1862, DANIEL.

Quer anunciar seu classificado gratuitamente? Mande e-mail para gerson@blogdolago.com.

10 de julho de 2012

Em Foz, vacinação contra pólio atinge a meta Encerrada na última sexta-feira (6), em todas as unidades de Saúde de Foz do Iguaçu, a campanha de vacinação contra a paralisia infantil, vacinou 20.870 crianças de até quatro anos, conforme último informativo do setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, o que representa o total da meta prevista. A campanha teve início no último dia 16 de junho. A vacinação contra a poliomielite é um compromisso do Brasil que pretende erradicar a doença com o controle através de campanhas. A estratégia deu certo com o envolvimento e a participação da comunidade. É que cabe aos pais e responsáveis os cuidados para com a saúde de suas crianças e também dar condições para que eles cresçam livres da paralisia infantil. A vacina é oferecida de graça em todos os 29 postos de saúde do município. A coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Ângela Gonzalez lembra todas as crianças na faixa de idade até quatro anos 11 meses e 29 dias, devem tomar a dose da Sabin, independente da sua situação vacinal anterior, tendo ou não recebido doses dessa vacina. A vacina que atualmente é ministrada em gotas deve ser aplicada em forma de injeção na próxima campanha, em agosto.

Foto: AMN

Geral

8


Edição 28